• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 20
  • Tagged with
  • 20
  • 20
  • 20
  • 20
  • 4
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Ensaio clínico vacinal de fase I e II para avaliação comparativa da toxicidade, imunogenicidade e potência das vacinas Leishmune®, Leish- Tec®, KMP-11 e LBSap contra leishmaniose visceral canina.

Soares, Rodrigo Dian de Oliveira Aguiar January 2014 (has links)
Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas. Núcleo de Pesquisas em Ciências Biológicas, Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós Graduação, Universidade Federal de Ouro Preto. / Submitted by Oliveira Flávia (flavia@sisbin.ufop.br) on 2014-10-23T20:10:08Z No. of bitstreams: 2 license_rdf: 22190 bytes, checksum: 19e8a2b57ef43c09f4d7071d2153c97d (MD5) TESE_EnsaioClínicoVacinal.pdf: 2455117 bytes, checksum: 5379943c72eeb375654901ddbbe52cf5 (MD5) / Approved for entry into archive by Gracilene Carvalho (gracilene@sisbin.ufop.br) on 2014-11-18T14:52:15Z (GMT) No. of bitstreams: 2 license_rdf: 22190 bytes, checksum: 19e8a2b57ef43c09f4d7071d2153c97d (MD5) TESE_EnsaioClínicoVacinal.pdf: 2455117 bytes, checksum: 5379943c72eeb375654901ddbbe52cf5 (MD5) / Made available in DSpace on 2014-11-18T14:52:15Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license_rdf: 22190 bytes, checksum: 19e8a2b57ef43c09f4d7071d2153c97d (MD5) TESE_EnsaioClínicoVacinal.pdf: 2455117 bytes, checksum: 5379943c72eeb375654901ddbbe52cf5 (MD5) Previous issue date: 2014 / O presente estudo avaliou a toxicidade/inocuidade, imunogenicidade e eficácia/potência dos protótipos vacinas KMP-11 e LBSap, de forma comparativa com as vacinas comerciais Leishmune® e Leish-Tec®, em um ensaio clínico vacinal de fase I e II. Para isso, trinta e cinco cães foram classificados em cinco grupos (sete cães por grupo): i) grupo controle receberam 1 mL de solução salina estéril 0,9%; ii) grupo Leish-Tec receberam a vacina comercial Leish-Tec®; iii) Grupo Leishmune receberam a vacina comercial Leishmune®; (iv) grupo LBSap recebeu 600 μg de proteína de promastigotas de L. braziliensis e 1 mg do adjuvante saponina; (v) grupo KMP-11 receberam 100 μg do antígeno recombinante KMP-11 associado a 1 mg do adjuvante saponina. Uma análise detalhada e comparativa da inocuidade/toxicidade vacinal foi realizada através do quadro clínico, bioquímico e hematológico entre as doses de imunização e após o término das três doses vacinais. Embora em alguns cães dos grupos KMP-11, LBSap e Leishmune tenham apresentado alterações no local dos inóculos vacinais, relacionados ao adjuvante saponina, como: nódulos, edema leve, dor local, estes foram transientes e desapareceram após setenta duas horas da vacinação. Nossos resultados de inocuidade indicam que as alterações adversas provocadas pelas imunizações são toleráveis, tendo em vista a importância e funcionalidade que uma vacina canina eficaz promoveria no controle da doença. Nossos resultados da imunogenicidade vacinal demonstram um aumento da população circulante de linfócitos T CD8+ ao final do protocolo vacinal (T1) nos grupos LBSap e Leish-Tec, além de seis meses após o desafio experimental (T2) no grupo LBSap. Também foi observado em T1 aumento de linfócitos B (grupo Leishmune) e de monócitos CD14+ (grupos LBSap, Leishmune e KMP-11), que justificam e reforçam o potencial imunoprofilático destas vacinas. Nas análises in vitro foi observado aumento na atividade linfoproliferativa nos grupos LBSap e Leishmune, sendo no grupo LBSap um aumento antígeno-específico de linfócitos TCD4+ e CD8+. Uma segunda abordagem das análises in vitro buscou avaliar o percentual de células T CD4+ e CD8+ antígeno-específicas produtoras de IFN- e IL-4, onde foi observado no grupo LBSap aumento de ambas as subpopulações produtoras de IFN-, sendo também evidenciado um aumento de T CD8+ produtores de IFN- no grupo Leish-Tec. Nosso resultados de imunogenicidade reforçam a hipótese que o processo vacinal, principalmente, com a vacina LBSap levam a geração de uma resposta imune protetora contra o agente etiológico da LVC compatível com o controle do parasito de L. infantum. Nossos resultados da reatividade sorológicos demonstraram que o TR DPP® foi capaz de distinguir os cães doentes dos vacinados. Após o desafio experimental pela via endovenosa os cães foram acompanhados por 6 meses e foram evidenciadas alterações clínicas sugestivas da infecção por Leishmania, entretanto, na maioria dos cães foi observado uma infecção assintomática. Na avaliação parasitológica da medula óssea foi possível isolar o parasito (mielocultura) bem como quantificar o DNA (qPCR) de Leishmania em todos os grupos, sendo observado redução considerável da carga parasitária da medula óssea em todas as vacinas testadas em relação ao grupo Controle. Entretanto, no grupo de cães imunizados com LBSap esta redução foi mais evidente, chegando a ser 47 vezes menor. Com base no que foi exposto, a vacina LBSap seria a mais indicada para prosseguimento em ensaio clínico vacinal de fase III, em relação a vacina KMP-11. ____________________________________________________________________________________________ / ABSTRACT: This study evaluated the toxicity/safety, immunogenicity and efficacy/potency of vaccines prototypes KMP-11 and LBSap, in comparison to the commercial vaccines Leishmune® and Leish-Tec®, in a vaccine clinical trial phase I and II. For this, thirty-five dogs were classified into five groups (seven dogs per group): i) control group received 1 mL of sterile 0.9% saline solution; ii) Leish-Tec group received the Leish-Tec® commercial vaccine; iii) Leishmune group received the Leishmune® commercial vaccine; (iv) LBSap groups received 600 μg of L. braziliensis promastigotes protein and 1 mg of saponin adjuvant; (v) KMP-11 group (n=7) received 100 μg recombinant KMP-11 antigen associated to 1 mg saponin adjuvant. A detailed and comparative analysis of safety/toxicity vaccination was performed by clinical, biochemical and hematological parameters between dose and immunization after the end of the three vaccine doses. Although some groups of dogs KMP-11, LBSap and Leishmune have presented changes at the site of vaccination inoculum, related to saponin adjuvant, such as nodules, mild edema, and local pain, these were transient and disappeared seventy two hours after vaccination. Our results indicate that the safety of adverse changes caused by immunizations is tolerable in view of the effective canine vaccine importance and functionality that it promotes in the disease control. Our results of the immunogenicity vaccine demonstrate increase in circulating population of T CD8+ lymphocytes in the end of the immunization protocol (T1) in groups LBSap and Leish-Tec, as long as six months after experimental challenge (T2) in LBSap group. It was also observed in T1, an increase of B lymphocytes (Leishmune group) and monocytes CD14+ (LBSap, Leishmune and KMP-11 groups), that justify and reinforce the potential immunoprophylactic of these vaccines. In the in vitro analyzes an increase in lymphoproliferative activity in groups LBSap and Leishmune was observed, occurring in LBSap group an antigen-specific increase of CD4+ and CD8+ T-lymphocytes. A second approach of in vitro assays aimed to evaluating the percentage of antigen-specific CD4+ and CD8+ lymphocytes producers of IFN- e IL-4, where an increase in both IFN- producing subpopulations in the group LBSap was observed, and it also showed an increase in IFN- producers in CD8+ lymphocytes in the Leish-Tec group. Our immunogenicity results support the hypothesis of the vaccine process, especially with the LBSap vaccine generating a protective immune response against the causative agent of CVL compatible with L. infantum parasite control. Our results of serological reactivity demonstrate that TR DPP® was able to distinguish among diseased and vaccinated dogs. After experimental challenge by intravenous route the dogs were followed for 6 months and clinical changes suggestive of Leishmania infection were observed, however in the majority of dogs asymptomatic infection was observed. In the parasitological evaluation of bone marrow it was possible to isolate the parasite (myeloculture) and quantify the DNA (qPCR) of Leishmania in all groups, significant reduction in parasite burden in the bone marrow was observed in all vaccines tested compared to control group. However, in the group of dogs immunized with LBSap this reduction was more evident, being 47 times smaller. Based on the foregoing, the LBSap vaccine would be the most suitable for further research in phase III clinical trial vaccine in relation to KMP-11 vaccine.
2

Implicações da evolução clínica e da carga parasitária em aspectos histopatológicos da pele de cães naturalmente infectados por Leishmania (Leishmania) infantum.

Cardoso, Jamille Mirelle de Oliveira January 2013 (has links)
Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas. Núcleo de Pesquisas em Ciências Biológicas, Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós Graduação, Universidade Federal de Ouro Preto. / Submitted by Maurílio Figueiredo (maurilioafigueiredo@yahoo.com.br) on 2015-01-28T20:16:28Z No. of bitstreams: 2 license_rdf: 22190 bytes, checksum: 19e8a2b57ef43c09f4d7071d2153c97d (MD5) DISSERTAÇÃO_ImplicaçõesEvoluçãoClínica.pdf: 2277060 bytes, checksum: a62590db278a8868aadbea6ad2834333 (MD5) / Approved for entry into archive by Gracilene Carvalho (gracilene@sisbin.ufop.br) on 2015-01-30T18:26:18Z (GMT) No. of bitstreams: 2 license_rdf: 22190 bytes, checksum: 19e8a2b57ef43c09f4d7071d2153c97d (MD5) DISSERTAÇÃO_ImplicaçõesEvoluçãoClínica.pdf: 2277060 bytes, checksum: a62590db278a8868aadbea6ad2834333 (MD5) / Made available in DSpace on 2015-01-30T18:26:18Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license_rdf: 22190 bytes, checksum: 19e8a2b57ef43c09f4d7071d2153c97d (MD5) DISSERTAÇÃO_ImplicaçõesEvoluçãoClínica.pdf: 2277060 bytes, checksum: a62590db278a8868aadbea6ad2834333 (MD5) Previous issue date: 2013 / A leishmaniose visceral canina (LVC) é uma zoonose de grande impacto na saúde pública sendo a pele o principal ponto de contato de organismos do gênero Leishmania com os hospedeiros invertebrados. O objetivo desse trabalho foi avaliar a carga parasitária, o processo inflamatório e as alterações da matriz extracelular na pele de cães naturalmente infectados por Leishmania (Leishmania) infantum apresentando diferentes formas clínicas da doença. Para isso, foram utilizados 35 cães sem raça definida, provenientes da região de Belo Horizonte, MG. Esses animais foram divididos em três grupos, de acordo com a presença de sinais clínicos, como assintomáticos (n=11, CA), oligossintomáticos (n=12, CO) e sintomáticos (n=12, CS), além de oito animais controle. Posteriormente estes animais foram distribuídos em novos grupos, de acordo com a intensidade do parasitismo cutâneo, sendo classificados em baixo parasitismo (n=12, BP), médio parasitismo (n=11, MP) e alto parasitismo (n=12, AP). Após exame clínico verificou-se que os sinais clínicos mais frequentes, sugestivos de LVC, foram as dermatites (47, 2%), seguidas por linfadenopatia (36, 1%) e emagrecimento (33,3%). Quanto à carga parasitária, verificou-se que essa foi maior nos grupos CS e CO quando comparada a CA. Infiltrado inflamatório foi presente em todos os grupos clínicos, porém esse foi maior nos grupos CA, CO e CS quando comparados ao grupo controle. Ainda, a inflamação foi maior no grupo CS quando comparado aos grupos CA e CO. Ao avaliar esse mesmo parâmetro nos grupos com distintos graus de parasitismo, foi verificado maior inflamação em cães com BP e MP quando comparados aos cães controle. Além disso, cães com MP e AP possuíam maior processo inflamatório que cães com BP. A avaliação da matriz extracelular demonstrou redução de colágeno total nos grupos infectados quando comparados ao grupo controle e nos grupos CO e CS em relação ao grupo CA. Animais com AP e MP apresentaram diminuição da área de colágeno em relação a animais controle. Na quantificação das fibras colágenas do tipo I observou-se redução nos grupos CO e CS quando comparados ao grupo controle e diminuição da mesma nos cães com MP em relação ao grupo controle. Ainda, em relação às fibras colágenas do tipo III foi observado um aumento significativo no grupo CO em relação aos grupos controle e CS e aumento em cães com BP quando comparado a cães controle e com MP. Esses resultados sugerem que a inflamação crônica e o intenso parasitismo dérmico foram diretamente relacionados à gravidade da doença e que esse processo inflamatório está intimamente associado à carga parasitária e as alterações da matriz extracelular desse órgão. __________________________________________________________________________________________ / ABSTRACT: Canine visceral leishmaniasis (CVL) is a zoonosis of major public health impact and the skin the main point of contact of organisms of the genus Leishmania with invertebrate hosts. Based on this, the aim of this study was evaluate the parasite load, inflammation and the matrix cellular alterations in the ear skin of dogs naturally infected with Leishmania (Leishmania) infantum with different clinical forms and different intensities of cutaneous parasitism. For that, thirty five dogs naturally infected with Leishmania, mongrels, from the Belo Horizonte, MG were categorized as asymptomatic (n=11), oligosymptomatic (n=12) and symptomatic dogs (n=12) and these were compared to control dogs (n = 8). Later were divided into new groups, according to three different parasites density: low (n=12), medium (n=11) and high parasitism (n=12). The major clinical manifestations of visceral leishmaniasis in dogs were dermatitis (47,2%), lymphadenopathy (36,1%) and weight loss (33,3%). Inflammatory infiltrates were observed in all groups, varying from intense and/or moderate in symptomatic to discrete in asymptomatic and control animals. Moreover, the inflammation was higher in symptomatic dogs when compared to oligosymptomatic and asymptomatic dogs. In assessing this parameter in groups with different degrees of parasitism, greater inflammation was observed in dogs with low, medium and high parasitism when compared to control dogs. In addition, dogs with medium and high parasitism showed higher inflammatory process those dogs with low parasitism. The mast cells’ number was higher in oligosymptomatic dogs compared to control dogs and was higher in dogs with low and medium parasitism when compared to control group. Extracellular matrix assessment demonstrated decrease in the collagen area in all infected groups when compared to control dogs and in symptomatic and oligosymptomatic dogs compared to asymptomatic dogs. Moreover, dogs with high and medium parasitism showed a decrease in collagen area relative to control animals. Regarding collagen type I there was only a significant dicrease in symptomatic and oligosymptomatic dogs compared to the group of uninfected dogs and decrease in dogs with medium parasitism compared to the group of uninfected dogs. Furthermore, it was verified increase in collagen type III in oligosymptomatic dogs compared to control group and symptomatic dogs and increase in dogs with low parasitism in relation the group of uninfected dogs and medium parasitism dogs. The results suggested that chronic dermal inflammation and cutaneous parasitism were directly related to the severity of clinical disease and that this inflammation is closely associated with the parasite load and changes in the extracellular matrix of the skin.
3

Tabela de probabilidades para previsão das distancias mesio-distais de caninos e pre-molares na dentição mista : estudo comparativo com Moyers

Ferreira, Rogerio Frederico Alves 14 July 2018 (has links)
Orientador : Maria Helena Castro de Almeida / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Odontologia de Piracicaba / Made available in DSpace on 2018-07-14T09:03:03Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Ferreira_RogerioFredericoAlves_M.pdf: 1870999 bytes, checksum: 762ecff082c49f41401a8550a3592104 (MD5) Previous issue date: 1980 / Resumo: Não informado / Abstract: Not informed. / Mestrado / Ortodontia / Mestre em Ciências
4

Alteração no conteudo de histamina do miocardio de cores em decorrencia da oclusão coronariana

Moura, Maria Jose Costa Sampaio 14 July 2018 (has links)
Orientador: Rui Errerias Maciel / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia / Made available in DSpace on 2018-07-14T19:40:20Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Moura_MariaJoseCostaSampaio_M.pdf: 797551 bytes, checksum: 811acb8c7b0a5792f5eca8f2f39b5da1 (MD5) Previous issue date: 1979 / Resumo: Utilizando-se cães sem raça definida, de ambos os sexos, estudou-se a variação nos niveis histaminicos do miocárdio, após o estabelecimento de isquemia, produzida por oclusão do ramo descendente da artéria coronaria esquerda. Após a produção de isquemia, retiraram-se amostras de tecido normal e isquêmico, das quais se extraiu a histamina para posterior analise fluorimétrica através do método de SHORE, BURKHALTER& COHN (1959), modificado. Chegou-se às seguintes conclusões: nas fêmeas o conteúdo histaminico do tecido isquêmico estava diminuído em relação ao tecido normal; - nos machos não houve variação significante no conteúdo histamínico dos tecidos isquêmico e normal / Abstract: Not informed. / Mestrado / Fisiologia e Biofisica / Mestre em Ciências Biológicas
5

Ação do enfluorano sobre a pressão intracraniana de cães hiperventilados

Ortenzi, Antonio Vanderlei, 1944- 15 July 2018 (has links)
Orientador : Alvaro Guilherme Bizerril / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciencias Medicas / Made available in DSpace on 2018-07-15T00:56:19Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Ortenzi_AntonioVanderlei_D.pdf: 865374 bytes, checksum: eae63df5e76e4cd4173fcbfa0563ba09 (MD5) Previous issue date: 1976 / Resumo: Fez-se uma revisão da literatura referente aos efeitos dos anestesicos inalatôrios sobre a pressão intracraniana. Estes produzem vasodiatação cerebral e a aumentam. Contudo, os efeitos do enf1uorano ainda são discutidos e dai o objetivo do presente estudo: verificar a variação da pressão intracraniana de cães hiperventilados e submetidos à inalação do enfluorano concomitantemente ou 15 minutos apôs o inicio da hiperventilação. Em três grupos de dez cães anestesiados com pentobarbita1 sódico(30mg/Kg e.v.) foram determinados, durante ventilação espontânea o pH e as pressões parciais de gás carbônico e oxigênio no sangue arterial com o aparelho "IL Model 313 Automatic pH/8100d Gas Analyser"; a pressão intracraniana media( por punção da cisterna magna) e a pressão arterial media (por cateter na artéria femoral) o foram através de transdutores conectados com o polígrafo "SAN-EI 142-8". A seguir, receberam brometo de pancurônio(0,1 mg/kg e. v.) e foram hiperventilados com o Respirador Universal de Takaoka, uti1izando-se oxigênio a 100%. As determinações foram repetidas após 15, 30, 45 e 60 minutos. Decorridos 15 minutos de ventilação controlada mecânica, era iniciado o gotejamento de uma solução com pentobarbita1 sódico a 0,1% e cloreto sódio a 0,09%, na velocidade de 25 a 30 microgotas por minuto. O primeiro grupo serviu como controle para o método. Enfluorano, por via inalatória, na concentração de 1% em oxigênio obtida através do vaporizador Vaporane foi administrado ao segundo grupo, durante 30 minutos, iniciando-se após 15 minutos de hiperventilação. O terceiro grupo também recebeu este agente desta forma porém se iniciando simultaneamente com a hiperventilação. Houve diminuição estatisticamente significante da pressão arterial, atribuída à redução do debito cardíaco que se acentuou com a inalação do enfluorano. Embora tenha havido variações individuais da pressão intracraniana no sentido de aumento ou diminuição, estas não foram estatisticamente significantes e não puderam ser relacionadas com as modificações de pressão arterial, pressão parcial do gás carbônico e oxigênio e pH do sangue arterial. Concluiu-se que o enfluorano a 1% em oxigênio não altera, de maneira estatisticamente significante,a pressão intracraniana de cães hiperventilados 15 minutos antes do início da sua administração ou concomitantemente a este. / Abstract: Not informed. / Doutorado / Doutor em Ciências Médicas
6

Lavagem peritoneal :bestudo experimental em cães

Klug, Wilmar Artur 16 July 2018 (has links)
Orientador : Luiz Sergio Leonardi / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciencias Medicas / Made available in DSpace on 2018-07-16T19:17:33Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Klug_WilmarArtur_D.pdf: 1197042 bytes, checksum: 14919c3d93246ead957310690ffb8299 (MD5) Previous issue date: 1976 / Resumo: Não informado. / Abstract: Not informed. / Doutorado / Doutor em Ciências Médicas
7

Contribuição ao estudo morfofuncional da articulação temporomandibular do cão

Silva, Frederico Andrade e, 1948- 16 July 2018 (has links)
Orientador: Fausto Berzin / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Odontologia de Piracicaba / Made available in DSpace on 2018-07-16T23:46:48Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Silva_FredericoAndradee_M.pdf: 4537127 bytes, checksum: c36dfba8ce5e0ce591443fb17eaface6 (MD5) Previous issue date: 1981 / Resumo: Em vinte e três crânios de cães (canis familiaris), adultos e jovens de ambos os sexos, estudou-se morfologicamente os componentes ósseos que constituem a articulação temporomandibular, com o objetivo de análise anátomo-mecânica dos movimentos que ocorrem na referida articulação. As mandíbulas foram articuladas aos crânios com duas molas de baixa pressão, de aproximadamente quinze milímetros de comprimento cada, sendo fixadas artificialmente: a primeira na porção posterior das cabeças mandibulares e face posterior dos processos pós-glenóides e, a segunda, tendo uma de suas extremidades fixada na porção superior do processo mandibular e a outra extremidade, na porção media da fossa temporal. A fossa mandibular e a superfície anterior do processo pós-glenóide mostraram-se como uma estrutura única, que possibilita movimentos rotatórios da superfície articular posterior das cabeças mandibulares, nos movimentos de abertura e fechamento. A severa reabsorção óssea, na região das raízes palatinas do primeiro e segundo molar superior; revelou a utilização constantemente ativa deste grupamento dental na mastigação. Isso, também, foi indicativo de que o animal ao pinçar os alimentos com os incisivos, dilacera-os com os caninos e os tritura com os molares, evidenciando a execução do movimento de bisagra posterior. Nada foi constatado que impedisse o movimento protusivo ate topo a topo. A ausência de espaço significativo entre a superfície articular posterior das cabeças mandibulares e a superfície anterior do processo pós-glenóide, alem do marcante entrecruzamento dos caninos, sugerem ser remota a possibilidade do movimento retrusivo. Em decorrência do posicionamento das cúspides vestibulares, do primeiro e segundo molar superior, em oclusão com a do primeiro molar inferior, foi verificado a impossibilidade do movimento de lateral idade ou látero-protusivo / Abstract: Not informed. / Mestrado / Mestre em Biologia e Patologia Buco-Dental
8

Contribuição ao estudo da levomepromaziona como agente hipotensor ocular

Arbex, Samir Tufic, 1939-2017 17 July 2018 (has links)
Orientador: Antonio Carlos Neder / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Odontologia de Piracicaba / Made available in DSpace on 2018-07-17T20:52:31Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Arbex_SamirTufic_M.pdf: 2345790 bytes, checksum: d0b5c88f7d1854cd4b704e2a15ecc3d3 (MD5) Previous issue date: 1975 / Resumo: No presente trabalho foi investigada a atividade da levomepromazina sobre as pressões intra-ocular, venosa e arterial, em 18 cães anestesiados com pentobarbital sódico (30 mg/kg). Em outros 10 cães, procedeu-se a determinação dos valores de pH, PCO2, PO2, HCO-3, Na+, K+, Cl- e Osmolaridade no sangue, plasma e humor aquoso. A levomepromazina foi injetada endovenosamente nas concentrações de 1; 2,5 e 5 mg/kg e as experiências se prolongaram até 120 minutos após a sua administração. A instensidade, tanto da hipotensão ocular, como venosa, foram diferentemente proporcionais a dose utilizada. A levomepromazina não causou alteração significante no equilíbrio ácido básico, tudo levando a crer que a hipotensão ocular não seja causada pela destruição do humor aquoso, mas sim devido a uma maior facilidade de escoamento do mesmo, decorrente da diminuição da pressão venosa. A hipotensão venosa facilitaria a passagem do humor aquoso das vênulas do trabeculado reticular, para a circulação sistêmica. A levomepromazina não causou modificações na pressão intra-ocular, decorrentes de sua osmolaridade / Abstract: Not informed. / Mestrado / Farmacologia / Mestre em Farmacologia
9

Caracterização de micro lesões produzidas por laser de CO2, na mucosa oral de cães, em função da variação de parametros intrinsecos do equipamento

Nicola, Ester Maria Danielli, 1944- 27 July 1984 (has links)
Orientador : Jorge Humberto Nicola / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciencias Medicas / Made available in DSpace on 2018-07-17T20:49:22Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Nicola_EsterMariaDanielli_D.pdf: 6639238 bytes, checksum: b651468965934c6351a568502faec577 (MD5) Previous issue date: 1984 / Resumo: O resumo, na integra, podera ser visualizado no texto completo da tese digital / Abstract: The complete abstract is available with the full electronic digital thesis or dissertations / Doutorado / Doutor em Medicina
10

Analise microbiologica de canais radiculares e radiografica de dentes de cães com lesão periapical induzida

Rabang, Helena Rosa Campos 17 June 2003 (has links)
Orientador: Francisco Jose de Souza Filho / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Odontologia de Piracicaba / Made available in DSpace on 2018-08-03T16:29:57Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Rabang_HelenaRosaCampos_M.pdf: 4008378 bytes, checksum: dc6019f19885dcda7023b4472fad754b (MD5) Previous issue date: 2003 / Resumo: O valor do cão na pesquisa em Endodontia é reconhecido pela freqüência com que é utilizado. Várias investigações são conduzidas visando observar alterações e reparo na região periapical deste modelo. Sendo os microrganismos os principais agentes etiológicos das alterações pulpo-periapicais, o conhecimento da microbiota presente em canais radiculares de cães se faz importante. O objetivo deste trabalho foi analisar microbiologicamente canais radiculares, e radiograficamente lesões periapicais induzidas em dentes de cães por um método. De um total de 5 animais, foram utilizados 26 pré-molares inferiores. Após os acessos coronários as polpas foram removidas e os dentes permaneceram expostos ao meio oral por um período de 120 dias. Controles clínico-radiográficos foram procedidos e as imagens das reações periapicais induzidas foram avaliadas pelo software Imagelab 2.4, mensurando área e perímetro. Coletas das amostras dos canais radiculares foram realizadas após 120 dias. Foram utilizados meios de transporte, cultura e incubação que propiciam o crescimento de bactérias anaeróbias estritas. Foram isoladas 70 bactérias cultiváveis, que pertenciam a 34 diferentes espécies, variando de O a 9 por canal. Anaeróbios facultativos corresponderam a 77,14%, anaeróbios estritos a 22,8% do total de bactérias isoladas, com uma microbiota predominantemente Gram-positiva. Os gêneros bacterianos mais freqüentemente isolados nos canais foram: Streptococcus, Staphy/ococcus, Neisseria, Propionibacterium, Actinomyces e Prevotella. As médias das áreas das imagens radiográficas das lesões foram de 0,06 cm2, para os segundos pré-molares, 0,12 cm2para os terceiros pré-molares e 0,17 cm2 para os quartos pré-molares. Concluímos que a microbiota de canais radiculares de dentes de cães com lesão periapical induzida, por exposição ao meio oral, após 120 dias, é predominantemente anaeróbia facultativa e Gram-positiva, representada pelos gêneros Streptococcus e Staphy/ococcus. Os resultados sugerem existência de relação positiva entre comprimento de dente e tamanho de lesão periapical / Abstract: The value of dogs in endodontic research is well known by the regularity of their use. Many investigations are conducted in order to observe periapical response and repair on the periapical tissues of this experimental model. Microorganisms are the main etiological agents in pulpal and periapical disorders, therefore comprehension of the dog root canal microflora is important. The objective of this study was to analyse microbiological canal roots and radiograph induced periapical lesions in dog's teeth. Twenty six lower premolars of five mongrel dogs were used. Their chambers were accessed and their pulps removed and left open to the oral environment for the total period of 120 days. Clínical and radiographic controls were used. The radiographs were evaluated by Imagelab 2.4 software to measure the area and perimeter images of the induced periapical lesions. Samples from the root canais were collected after 120 days. Methodology for handling, culture and incubation for growth of strict anaerobe species was used. A total of 70 cultivable isolates were recovered from 34 different species, rallging from 0to 9 per canal. Facultative anaerobe species comprised 77.14% of the samples and 22.8% were strict anaerobic species with one microbiota predominantly Gram-positive. The most frequent genera recovered from the canais were: Streptococcus, Staphy/ococcus, Neisseria, Propionibacterium, Actinomyces and Prevotella. Measurements of the radiographic image data of the lesions were 0.06 cm2 for the second premolars, 0.12 cm2for the third premolars and 0.17 cm2 for the fourth premolars. In conclusion, the root canal microbiota of dog teeth with induced periapical lesion, by exposure to the oral environment, is predominantly composed by facultative anaerobes and Gram-positive bacteria, represented by Streptococcus and Staphy/ococcus genera. The results suggest a positive relationship between the tooth length and size of the periapical lesion / Mestrado / Endodontia / Mestre em Clínica Odontológica

Page generated in 0.11 seconds