• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 170
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 173
  • 101
  • 61
  • 58
  • 56
  • 54
  • 44
  • 43
  • 32
  • 31
  • 28
  • 27
  • 27
  • 27
  • 26
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

A função do melodrama em alguns contos queirozianos

Jardim, Cila Maria. 2008 (has links)
Orientador: Luiz Gonzaga Marchezan Banca: Sérgio Vicente Motta Banca: Paulo Elias Franchetti Banca: Maria Celeste Consolin Dezotti Banca: Márcia Valéria Zamboni Gobbi Resumo: Eça de Queiroz é o autor mais representativo do realismo em Portugal no século XIX. Sua produção é composta de vários textos ficcionais e não-ficcionais, mas são os seus romances que lhe dão maior popularidade. No entanto, a qualidade da originalidade, assim como a sintonia com o momento histórico e estético no qual está inserido, permite observar outros textos com maior atenção. Dentre esses textos, este estudo focaliza os contos, textos literários breves cuja diegese está em harmonia absoluta com a composição narrativa para surtir o efeito de coerência e sedução junto ao leitor. Nesse sentido, brevidade, densidade dramática e linguagem sedutora são recursos importantes que Eça utiliza com competência em seus contos. A leitura deles revela que o tema amoroso é recorrente em quatro desses contos, entre os doze publicados na primeira edição, datada de 1902, além de mais um título de publicação póstuma. Neles, observa-se que o amor é operacionalizado em motivos próprios do espetáculo melodramático, conforme o expediente do teatro praticado nos palcos franceses e portugueses oitocentistas. A hipótese deste estudo toma essas idéias e sobre elas se desenvolve: examinar a adesão na narrativa breve dos modelos e comportamentos do melodrama em cinco títulos: "Singularidades de uma rapariga loura", "Um poeta lírico", "No moinho", "José Matias" e "Um dia de chuva". Constata-se, então, que as narrativas se servem de um enredo e percurso melodramático, valorizando mais ou menos certos aspectos ou tendências melodramáticas, tanto na forma quanto no conteúdo, envolvendo o leitor e monitorando suas emoções, com uma preocupação moralizante e didática. Abstract: Eça de Queiroz is the most representative author of the Realism in Portugal in the 19th century. His production consists of several fictional and nonfictional texts, but it is his novels that confer the most popularity on him. However, the quality of originality, as well as of being tuned in to the historical and aesthetic moment to which he belongs, allow us to observe other texts with closer attention. Among these texts, this study focuses on the short stories, literary short texts whose diegesis is in absolute harmony with the narrative composition in order to foster the effect of coherence and seduction before the reader. Thus, brevity, dramatic density and seductive language are important resources which Eça competently employs in his short stories. Their reading reveals that the love theme is recurrent in four of these short stories, among the twelve published in the first edition, dated 1902, besides another title of posthumous publication. In them one observes that love is operationalised in motifs which are characteristic of the melodramatic spectacle, in accordance with the expedient of the theatre practised in the nineteenth-century French and Portuguese stages. The hypothesis of this study takes these ideas and develops from them: examining the adherence, in the short narrative, to the models and behaviour of the melodrama in five titles: "Singularidades de uma rapariga loura", "Um poeta lírico", "No moinho", "José Matias" and "Um dia de chuva". One notices, then, that the narratives make use of a melodramatic plot and course, thus valuing more or less certain melodramatic aspects or tendencies, in both form and content, involving the reader and monitoring their emotions, with a moralising and didactic concern. Doutor
2

O efeito da voz do narrador nos contos "Carried away" e "Monsieur les deux chapeaux", da escritora canadense Alice Munro

Minaki, Simone Mayumi. 2007 (has links)
Orientador: Maria das Graças Gomes Villa da Silva Banca: Laura Patrícia Zuntini de Izarra Banca: Luiz Gonzaga Marchezan Resumo: Esta pesquisa tem como objetivo principal analisar, sob o ponto de vista da voz narrativa, dois contos: "Monsieur Les Deux Chapeaux" e "Carried Away", presentes, respectivamente, nas coletâneas The Progress of Love (1986) e Open Secrets (1994), da escritora canadense Alice Munro, contista cuja obra tem como pano de fundo a vida rural e semi-rural de Ontário. Neste trabalho, busca-se mostrar, tomando como ponto de partida os conceitos teóricos de Genette [19--], as implicações e os efeitos da voz dos narradores dos contos em questão, caracterizados pelo uso de recursos em comum, como narração heterodiegética, tempo nãocronológico, memória e retrospecções. A atenção desta pesquisa é voltada também à presença de outras vozes, que fazem contraponto com a voz da instância narrativa. Essas vozes, possibilitando a criação de um universo "polifônico", fazem-se presentes não apenas pelas personagens que se manifestam, mas também por intertextualidades e interdiscursividades, promotoras de efeitos diferenciados e geradoras de incertezas quanto ao sentido do relato. Além dos contos mencionados, é preciso lembrar que outras narrativas de The Progress of Love e Open Secrets foram incluídas neste estudo, a fim de que se pudesse demonstrar as estratégias mais comuns e peculiares adotadas por Munro na construção de suas histórias. Abstract: The aim of this work is to analyze, according to the point of view of the narrator's voice, two short stories - "Monsieur les Deux Chapeaux" and "Carried Away", each one included, respectively, in the collections The Progress of Love (1986) and Open Secrets (1994). Both short stories were written by Alice Munro, a Canadian author whose works present as scenery the country and semi-country life of Ontario, her homeland. In this paper, the objective is to show, taking into consideration Genette's theory about narration, the effects of the narrators' voice of both compositions, which are marked by the use of resources in common, as heterodiegetic narration, memory and retrospection. Besides the narrator's voice, this work also calls attention to other voices which constitute "Monsieur les Deux Chapeaux" and "Carried Away". Those voices, responsible for creating a "polyphonic universe", are represented not only by the characters' voices, but also by intertextualities and interdiscoursivities, resources which provoke a series of effects, generating uncertainties in the meaning of the narration. Beyond "Monsieur les Deux Chapeaux" and "Carried Away", its worth mentioning that this work also includes the study of other short stories of The Progress of Love and Open Secrets, in order to show the most relevant strategies used by Alice Munro in the construction of her narratives. Mestre
3

Os contos de fadas e as práticas educativas : o uso do gênero em uma escola municipal de Presidente Prudente

Massuia, Caroline Sanchez. 2011 (has links)
Orientador: Renata Junqueira de Souza Banca: Alice Aurea Penteado Martha Banca: Sônia Maria Coelho Resumo: O presente estudo está ligado à linha de pesquisa Infância e Educação e tem como objetivo verificar o trabalho de leitura e escrita a partir do conto de fadas em uma escola municipal de Presidente Prudente, visto que a escola representa um espaço privilegiado para que a criança entre em contato com a literatura. Considerando que a criança hoje tem mais acesso a aparelhos eletrônicos, como televisão, videogame e computador, o papel da escola para promover o acesso do aluno à literatura fica ainda maior, principalmente no Ensino Fundamental, período propício à formação do leitor. A escolha dos contos de fadas deve-se ao fato de suas histórias agradarem à grande maioria das crianças de qualquer idade e, também, por serem ideais para se trabalhar a produção de texto, devido a sua estrutura. Para verificar o uso dos contos de fadas em salas de aula, realizamos entrevistas com professoras de classes do 1° ao 5° ano do Ensino Fundamental de uma escola municipal, pretendendo averiguar suas concepções sobre o gênero e o uso que fazem dele em suas aulas. Após as entrevistas, algumas aulas de português de uma professora de 5° ano que demonstrou interesse pela pesquisa foram observadas e ela também recebeu uma formação sobre o tema, com informações teóricas e propostas de atividades práticas a serem aplicadas posteriormente. Com isso, foi possível comparar sua prática, antes e depois da formação recebida. Os resultados obtidos na pesquisa reforçam o gosto pelo gênero entre crianças de séries iniciais, a falta de formação docente para perceber a importância do trabalho com os contos de fadas, bem como a possibilidade de construir leitores ávidos a partir de um trabalho contínuo e específico em sala de aula Abstract: Not available Mestre
4

Uma ponte entre o Brasil e a França : histórias da meia-noite, de Machado de Assis

Mussulini, Dayane. 2015 (has links)
Orientador: Daniela Mantarro Callipo Banca: Silvia Maria Azevedo Banca: Gilberto Pinheiro Passos Resumo: A coletânea Histórias da meia-noite, de Machado de Assis, é composta por seis contos que, originalmente, estamparam as páginas do Jornal das Famílias (1863-1878) entre os anos de 1870 e 1873, quando foram compilados em livro. Encontrando-se, em quase todos eles, referências a autores franceses, bem como à cultura francesa de maneira ampla, pretende-se realizar a análise desses textos, de modo que seja possível apresentar sugestões para a compreensão desse fenômeno, essencial para a interpretação do conjunto. Para tanto, foram necessários estudos que buscassem uma teoria do conto, sobretudo daquele praticado ao longo do século XIX; conceitos de Literatura Comparada e Intertextualidade, a fim de melhor entender a presença francesa nessas narrativas; e leituras acerca da importância da França no contexto oitocentista brasileiro, abrindo a possibilidade de uma compreensão mais profunda das publicações de Machado de Assis e dos demais colaboradores da revista de Garnier. Neste sentido, é preciso considerar o periódico como um veículo fundamental para a manutenção de um vivo contato com a cultura de Balzac. A coletânea, ao lado do ensaio crítico, Instinto de Nacionalidade (1873), permitem a ideia de elaboração de um projeto literário, que visa ao amadurecimento da literatura brasileira por meio do diálogo com outras literaturas, de modo a construir uma tradição literária, na qual o autor fluminense gostaria de inserir a sua ficção Resumé: L'anthologie Histoires de minuit, de Machado de Assis, est composée de six récits, qui ont été publiés originellement dans le Journal des Familles (1863-1878) entre les années 1870 et 1873, quand ils ont été compilés en livre. En y trouvant la référence à des auteurs français, bien qu'à la culture française au sens large, l'on prétend réaliser l'analyse de ces textes, de sorte qu'il soit possible de présenter des suggestions pour comprendre ce phénomène, essentiel pour l'interpretation du recueil. L'on a donc fait appel aux études concernant la théorie du conte, surtout de celui pratiqué au XIXe siècle ; les concepts de Littérature Comparée et d'Intertextualité, afin de bien comprendre la présence française dans ces récits ; et aux lectures à propos de l'importance de la France dans le XIXe siècle brésilien, en ouvrant la possibilité d'une compréhension plus profonde des publications de Machado de Assis et des autres collaborateurs de la revue de Garnier. Dans ce sens, il faut considérer le journal comme un véhicule fondamental pour maintenir un vif contact avec la culture de Balzac. L'anthologie à côté de l'essaie critique, Instinct de nationalité (1873), permettent l'idée de l'élaboration d'un projet littéraire, qui vise à la maturité de la littérature brésilienne à partir du dialogue avec d'autres littératures, de façon à construire une tradition littéraire, dans laquelle l'écrivain brésilien voulait insérer sa fiction Mestre
5

Interação texto-leitor na escola : dialogando com os contos de Gilvan Lemos

2003 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T18:34:11Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo8144_1.pdf: 915309 bytes, checksum: 8185db0963b99adfb50ad72a2927fc3f (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2003 A presente investigação analisa a interação de alunos do Ensino Médio de uma escola pública da rede estadual com os contos de Gilvan Lemos, visando estudar as principiais dificuldades dos leitores em face da leitura literária. Revisitamos os pressupostos de abordagens teóricas que focalizam a interação texto-leitor sob prismas distintos, mas que dialogam quando discutem a leitura do ponto de vista social (Jauss, 1978), ou individual (Iser, 1979, 1996, 1998), reconhecendo os limites da interpretação (Eco, 1999). Os contos do autor pernambucano foram selecionados, tendo em vista as diferentes estratégias narrativas utilizadas que convidam o leitor a participar do jogo da ficção . Foram trabalhados cinco contos de Gilvan Lemos: A inocente farsa da vingança, Dias idos e não vividos, Missa do galo, Morte ao invasor e Coelhinhos do mato. O corpus da pesquisa é formado por 300 questionários aplicados após a leitura dos referidos contos. Na análise dos dados, selecionamos as respostas dos alunos, as quais revelaram a identificação ou a nãoidentificação do leitor com o texto literário. Os resultados da pesquisa apontam a técnica narrativa utilizada nos contos como a principal dificuldade dos alunos no ato da leitura. Diante da leitura de narrativas que apresentam uma organização discursiva pouco linear, os alunos não conseguem articular os planos da história e do discurso. Em síntese, o presente estudo propõe uma maior integração entre as contribuições da Teoria da Literatura e a escola, na medida em que discute o ato da leitura como processo dinâmico de envolvimento do leitor com o texto, considerando principalmente o enfoque de Iser. A leitura literária é abordada como um jogo, conforme a abordagem de Iser (In: Lima, 2002), em que os autores jogam com os leitores e o texto é o campo do jogo
6

Estudo das categorias narrativas, variações e permanências nas versões de Basile, Perrault, Grimm e Disney de A Bela Adormecida

Souza, Bruna Cardoso Brasil de. 2015 (has links)
Orientador: Fabiane Renata Borsato Banca: Silvia Beatriz Adoue Banca: Ana Lúcia Menezes de Andrade Resumo: Os contos populares têm por natureza a capacidade de se propagarem no tempo e no espaço. Desde as épocas mais remotas as civilizações mais distantes compartilhavam as mesmas histórias com algumas modificações que geralmente diziam respeito ao contexto em que viviam. Com base no princípio de que esses contos tendem a se perpetuar na história, estudaremos quatro versões do conto que hoje é conhecido como A bela adormecida, são elas: Sol, Lua e Tália, de Giambattista Basile; A bela adormecida no bosque, de Charles Perrault; A bela adormecida, dos irmãos Grimm; e, por fim, sua adaptação cinematográfica, A bela adormecida, de Walt Disney. Para tal, propõe-se um panorama histórico do gênero conto (especialmente do conto maravilhoso) e também do cinema de animação, pois acredita-se que o contexto histórico foi determinante para a concepção das obras. São feitos também apontamentos teóricos sobre as duas linguagens, ressaltando os aspectos que contribuirão para a análise das narrativas literárias e fílmica. Pretende-se, portanto, evidenciar as mudanças ocorridas no decorrer das diversas publicações em relação às instâncias narrativas, ao enredo e também quanto à tradução das obras literárias para a narrativa cinematográfica Resumen: Los cuentos populares se difunden en el tiempo y en el espacio. Desde los tiempos más remotos, las civilizaciones más distantes comparten las mismas historias con algunas modificaciones que generalmente dicen respecto al contexto en que vivían. Fundamentado en el principio de que estos cuentos tienden a perpetuarse en la historia, estudiaremos cuatro versiones actualmente conocidas como La Bella Durmiente, siendo ellas: Sol, Luna y Talia, de Giambattista Basile; La bella durmiente en el bosque, de Charles Perrault; La Bella Durmiente, de los hermanos Grimm; y, finalmente, la adaptación al cine, La Bella Durmiente, de Walt Disney. Para este fin, proponemos un panorama histórico sobre el género cuento (en especial el cuento maravilloso) y también sobre el cine de animación, una vez que el contexto histórico fue fundamental para la concepción de las obras. También haremos apuntes teóricos sobre los dos lenguajes, destacándose los aspectos que contribuirán para el análisis de las narrativas. Con eso, pretendemos demostrar los cambios relativos a las instancias narrativas literarias y fílmica, al enredo y también a aquellos ocurridos en la traducción de las obras literarias para la narrativa cinematográfica Mestre
7

Era uma vez num reino galaico-português - : os contos de fadas na literatura infantojuvenil brasileira e galega

Santos, Geovana Gentili. 2014 (has links) (PDF)
Orientador: João Luís Cardoso Tápias Ceccantini Banca: José Batista de Sales Banca: Márcio Roberto do Prado Banca: Sandra Aparecida Ferreira Banca: Antonio Roberto Esteves Resumo: O presente trabalho tem como objeto de estudo os contos de fadas, concebidos como uma modalidade literária que surge em finais do século XVII, na corte de Luís XIV, tendo como marco de referência a publicação da obra de Charles Perrault - Contes de ma mère l'oye (1697). O objetivo principal do nosso estudo consiste em analisar a presença dos contos de fadas na constituição da literatura infantil e juvenil brasileira e galega e, por meio dessas análises, demonstrar a subversão - elemento constitutivo dos contos de fadas - recurso propiciador para a ruptura de valores sociais e morais impostos como verdades absolutas. Para tanto, num primeiro momento, percorremos os caminhos já trilhados pela crítica com o objetivo ter uma visão mais abrangente das múltiplas ferramentas teóricas utilizadas para a análise dessa modalidade literária. Na sequência, analisamos o modo como as narrativas infantis e juvenis contemporâneas brasileiras e galegas dialogam com a tradição dos contos de fadas e de que maneira os elementos constitutivos dessa modalidade literária são transcontextualizados (Hutcheon, 1985) para os novos universos literários Na parte final do trabalho, realizamos uma apreciação de cunho teórico a respeito do procedimento criativo dos autores, refletindo sobre o efeito e a função que a re-apresentação (Sant'Anna, 1998) dos elementos característicos dos contos de fada desempenham na constituição de ambos os sistemas literários Resumen: El presente trabajo tiene como objeto de estudio los cuentos de hadas, estos concebidos como una modalidad literaria que surge a finales del siglo XVII, en la corte de Luís XIV. El objetivo principal de nuestro estudio es analizar la presencia de los cuentos de hadas en la constitución de la literatura infantil y juvenil y en la gallega y, por medio de esos análisis, demostrar la subversión - como elemento constituiente de los cuentos de hadas - herramienta propiciadora para la ruptura de los valores sociales y morales dados como verdades absolutas. En un primer momento, se transita por los caminos ya recurridos por la crítica con la finalidad de tener una visión más clara de las múltiples herramientas teóricas utilizadas para el análisis de esa modalidad literaria, teniendo como referencia la obra de Charles Perrault - Contes de ma mère l'oye (1697). A continuación, se analiza el modo cómo las narrativas infantiles y juveniles contemporáneas brasileñas y gallegas dialogan con los cuentos de hadas y de qué manera los elementos constituyentes de esa modalidad literaria son transcontextualizados (Hutcheon, 1985) para los nuevos universos literarios. En la parte final del trabajo, se realiza una reflexión a respecto del efecto y de la función que la re-presentación (Sant'Anna, 1998) de los elementos característicos de los cuentos de hadas desarrolla en la constitución de ambos los sistemas literarios Doutor
8

A encruzilhada da vida e da morte: o samsara cortazariano

2007 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T18:33:32Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo7511_1.pdf: 1473680 bytes, checksum: 1fe48ea4f7660cb104d4171ebe79af8d (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2007 Estar diante da escrita de Julio Cortázar é sobretudo arriscar-se a se perder nos labirintos armados por ele para prender o leitor. Esta leitura de sua obra produzida nas décadas de comprometimento com as causas sociopolítico-ideológicas da América Latina vem ressaltar o surgimento do homem novo como ser utópico, fragmentado, a princípio, pela escrita, em seguida pela constatação de fatos trágicos e, por fim, perdido por entre os labirintos existenciais, lugar de onde o autor reconhece o homem na sua plenitude de busca como elemento fundamental para modificar o panorama de uma realidade pré-sentida à distância. O que podemos vislumbrar desta produção comprometida é que, nela, paradoxalmente o ser humano está fadado, seja ele autor, narrador, personagem ou leitor, ao jogo da amarelinha: sai atirando a pedra sempre no lugar certo, mas nunca chega ao céu. Entretanto, podemos assegurar que esse homem novo, produto da Revolução Cubana e das ditaduras, cumpriu bem o seu papel como personagem de sua própria literatura. Desta forma, circulando como autor-narrador-personagem, conseguiu empreender uma osmose, uma articulação convincente entre o fantástico e a realidade, entre o poético e o político
9

Dor-amor : leitura e escritura dos contos de fadas

2002 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T18:34:03Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo8059_1.pdf: 7259651 bytes, checksum: 7d88d55465332d5a74bff1d0fc629f9e (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2002 Dor-amor : leitura e escritura dos Contos de Fadas propõe um trabalho de hermenêutica baseado na análise psíco-crítica, assumindo como referência os pressupostos teóricos dos especialistas Jean Bellemin-Nöel e Juan-David Nasio, nos quais fundamentamos nossas hipóteses e interpretações para dizer que tais narrativas nos desafiam na base dos nossos desejos mais profundos, portanto lugar de busca onde o leitor vivencia sua subjetividade de forma mais plena possível. Por meio da análise crítica das narrativas Vasalisa: a sábia, O Pequeno Polegar, O Junípero e A Bela e a Fera apontamos para o fato de que os contos de fadas constituem-se num território de transubjetividade, fonte inesgotável da experiência simbólica e do encontro entre o eu e o outro que se podem ver no mais-além que caracteriza a dimensão da ficção e da obra de arte. Por meio desses contos e dos autores que nos apoiam na aliança entre literatura e psicanálise, além dos já citados, visitamos Bruno Bettelheim, Sheldon Cashdan, Melanie Klein, Maud Mannoni, Alfredo Garcia-Roza, entre outros para dizer que os contos encantam porque nos ensinam que a vida é busca, desafio e captura de um sentido sem o qual não conseguimos uma resolução satisfatória para nossos dramas e conflitos. Enfim, o mágico Era uma vez... da história de todos nós. Por isso, desde que o mundo é mundo as histórias existem e um conto de fadas é uma das mais elevadas expressões simbólicas de que o bem sempre vence o mal, que a palavra salva e faz esperançar. Apesar de todas as dores e etapas a serem vencidas, os contos de fadas nos ensinam que somos salvos pelo amor
10

O discurso narrativo oral: um estudo do papel do reconto

2005 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T18:37:55Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo8427_1.pdf: 911065 bytes, checksum: 2b1e332ad5f52e40ee3e3be0b0c4502c (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2005 Esta dissertação se propõe a investigar o papel do reconto das narrativas de Contos de Fadas no discurso narrativo de uma criança em idade pré-escolar, caracterizando-se, portanto, como um estudo de caso. As perspectivas teóricas adotadas radicam nos estudos sócio-interacionistas, quer vinculados à Lingüística, através dos estudos de Bakhtin e seguidores sobre a linguagem como interação; quer à Psicologia Cognitiva, através das contribuições de Vygotsky (e adeptos dos postulados interacionistas) sobre o desenvolvimento da cognição. Para tanto, foram realizadas filmagens da criança enquanto interagia com sua mãe e recontava as referidas histórias, no período entre os dois e os seis anos de idade. A análise dos dados que emergiram dos corpora procura enfatizar, em primeiro lugar, a importância do mediador, do outro, no processo de construção da linguagem, e, em segundo lugar, procura mostrar que as atividades de reconto de narrativas de Contos de Fadas, que parecem preencher uma função ritualística ligada ao fenômeno da repetição, são ressignificadas pela criança selecionada para o estudo de caso.Os resultados encontrados levam a crer, portanto, que, devido aos momentos interativos que proporciona e ao simbolismo das histórias, a atividade de reconto é confirmada como de grande importância para o desenvolvimento do discurso narrativo infantil

Page generated in 0.0627 seconds