• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 2503
  • 27
  • 13
  • 12
  • 12
  • 11
  • 9
  • 8
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • 2
  • 2
  • 2
  • Tagged with
  • 2604
  • 616
  • 311
  • 310
  • 293
  • 291
  • 267
  • 258
  • 247
  • 223
  • 184
  • 183
  • 182
  • 171
  • 161
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
41

Viabilidade do cultivo em tanques de macroalgas Kappaphycus alvarezii (Rhodophyta, gigartinales) para manutenção de matrizes

Flores, Ana Luiza Gampert January 2014 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Agrárias, Programa de Pós-Graduação em Aqüicultura, Florianópolis, 2014. / Made available in DSpace on 2015-02-05T20:52:32Z (GMT). No. of bitstreams: 1 331640.pdf: 924954 bytes, checksum: eb0e9200591eb8f127b05e63797b14e5 (MD5) Previous issue date: 2014 / Estudos em Santa Catarina demonstraram a viabilidade do cultivo da macroalga Kappaphycus alvarezii (Rhodophyta, Gigartinales) em águas subtropicais, entretanto as temperaturas do inverno são limitantes para a sobrevivência da espécie. O cultivo em tanques nos períodos de baixas temperaturas pode ser considerado como solução para esse entrave. Esse trabalho teve como objetivos: estabelecer um método de aclimatação e regime de pulso de nutrientes para o cultivo em tanques de K. alvarezii por meio de ensaios in vitro e determinar o melhor método de movimentação de água para o cultivo em tanques circulares da espécie com o uso de aeração constante por meio de ar difuso ou air lift. Para o primeiro objetivo, aproximadamente 12 g de tetrasporófito verde foram aclimatados por uma semana, sendo que metade da biomassa foi aclimatada em ausência de luz (AL) e a outra metade em presença de luz (PL). Posteriormente à aclimatação, foi realizado um pulso de nutrientes de 1 hora com solução von Stosch a 50 % (VS50) e como controle foi realizado o mesmo pulso apenas com água do mar esterilizada. Após esse período, as algas foram cultivadas por 42 dias sem adição de nutrientes. No tratamento VS50, algas aclimatadas com AL apresentaram taxa de crescimento média de 2,20 % dia-1 significativamente maior que as algas aclimatadas com PL, que apresentaram taxa de crescimento de 1,54 % dia-1. No controle, não foram observadas diferenças significativas. Os ensaios in vitro mostraram que a aclimatação por uma semana em ausência de luz e com pulso de 1h em VS50 é o melhor tratamento para a manutenção de linhagens. Para o segundo objetivo, exemplares de tetrasporófito verde de K. alvarezii foram aclimatados conforme a metodologia escolhida no primeiro objetivo. O cultivo foi realizado em tanques circulares de 100 L, em fotoperíodo natural, temperatura de 22±0,3 °C, em densidade de 5 g L-1 por 28 dias. Semanalmente as algas eram pesadas e havia renovação de 20 % da água do mar. Temperatura, salinidade e oxigênio dissolvido foram medidos duas vezes por dia, três vezes por semana. Dois tratamentos foram testados para a circulação da água nos tanques: aeração constante por meio de ar difuso (AD) e air lift (AL). Como controle (C) foi realizado o cultivo das algas sem aeração. Cada tratamento e controle possuíam três réplicas. Em todo período de cultivo foi observado ganho de biomassa, porém não foram observadas diferenças significativas entre os tratamentos e o controle. A taxa de crescimento foi de 0,47±0,1 % dia-1; 0,41±0,1 % dia-1; 0,30±0,1 % dia-1 nos tratamentos de AD, AL e controle, respectivamente. No controle ocorreram maiores alterações nas concentrações de oxigênio dissolvido, enquanto nos tratamentos AD e AL não foram observados variações expressivas no período de tempo estudado. A salinidade se manteve na faixa dos 35,5Â 35,8 Â em todos os tratamentos. Foi observado que no controle as algas começaram a apresentar sinais da enfermidade ice-ice em algumas regiões do talo. As algas cultivadas no tratamento AL apresentaram despigmentação nas extremidades e no tratamento AD mantiveram a coloração padrão da linhagem verde. Mesmo não havendo diferenças significativas nas taxas de crescimento entre os tratamentos e controle, no sistema de ar difuso (AD) as algas aparentaram estar mais saudáveis, sendo esse o sistema escolhido para o cultivo em tanques circulares para manutenção de matrizes de K. alvarezii. Com base nos resultados obtidos no presente trabalho, foi possível concluir que a aclimatação no escuro por uma semana, seguida de pulso de nutrientes de 1h em solução VS50 e posterior cultivo em tanques circulares com circulação de água proveniente de sistema de ar difuso foram adequadas para a manutenção da espécie em épocas desfavoráveis ao cultivo no mar, embora não sejam adequados para o cultivo massivo em tanques.
42

Weissella cibaria e sua ação probiótica no trato intestinal de surubins híbridos

Jesus, Gabriel Fernandes Alves January 2014 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Agrárias, Programa de Pós-Graduação em Aquicultura, Florianópolis, 2014. / Made available in DSpace on 2015-02-05T21:13:13Z (GMT). No. of bitstreams: 1 329962.pdf: 1247971 bytes, checksum: b4d9aad48a74ddf0b0fbd7296ec1e93b (MD5) Previous issue date: 2014 / O presente trabalho objetivou avaliar os efeitos da suplementação da bactéria probiótica Weissella cibaria no trato intestinal e na saúde de surubins híbridos (Pseudoplatystoma corruscans e P. reticulatum ). Os 96 peixes foram distribuídos em 12 tanques circulares de 100 L, em sistema de recirculação de água. Os peixes foram alimentados com 3% da biomassa total durante 45 dias, sendo os peixes do tratamento alimentados com ração comercial suplementada com probiótico, e os peixes do grupo controle com ração comercial sem suplementação. O número de eritrócitos totais, trombócitos e linfócitos se apresentaram maiores nos peixes alimentados com a suplementação probiótica (p<0,05). A porcentagem de fagocitose, o título aglutinante e a concentração total de imunoglobulinas foram maiores nos peixes alimentados com a suplementação probiótica (p<0,05). Através de técnicas de microscopia de luz e eletrônica, foi possível verificar a alteração na microbiota autóctone dos peixes, além do incremento, daqueles que receberam suplementação probiótica, no comprimento e largura das vilosidades intestinais, do número de células caliceformes por vilo, além do perímetro dessas vilosidades. A bactéria W. cibaria foi capaz de colonizar e alterar a microbiota intestinal, assim como sua ultraestrura, além de modular os parâmetros hemato-imunológicos.
43

Avaliação da distribuição vertical e horizontal do oxigênio dissolvido proporcionada por duas disposições de aeradores de pás rotativas em viveiros de cultivo de camarão Litopenaeus vannamei

Bueno Netto, Jaqueline Durau January 2003 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Agrárias. Programa de Pós-Graduação em Aqüicultura. / Made available in DSpace on 2012-10-20T10:18:47Z (GMT). No. of bitstreams: 1 196100.pdf: 447895 bytes, checksum: a4647cf5b811bb4068d7c89341327b27 (MD5) / A presente pesquisa visou determinar se o diferente posicionamento dos aeradores mecânicos em viveiros de cultivo de camarão marinho tem influência sobre a qualidade da água do mesmo, especialmente no que tange à oxigenação e à sua distribuição, tanto vertical quanto horizontal. A concentração de oxigênio dissolvido (OD), temperatura da água e salinidade foram monitorados em dois viveiros retangulares (250 x 100m) equipados com 6 aeradores de 2 HP de potência em cada um, totalizando 5 HP/ha, sendo que a disposição destes aeradores era diferente em cada viveiro. As duas disposições foram denominadas de Paralelo e Diagonal. Foram feitas três saídas de campo de três dias para coletar os dados durante o ciclo de inverno de cultivo do camarão Litopenaeus vannamei. Em cada dia de coleta foram feitas três amostragens nos seguintes horários: 6:00h, 18:00h, 24:00h. As duas disposições foram definidas a partir de modelos encontrados na literatura. O objetivo deste estudo foi buscar uma melhor utilização da capacidade de incorporação de oxigênio dos aeradores mecânicos (paddle-wheel) utilizados nos referidos cultivos. A disposição Diagonal parece fornecer uma melhor distribuição do oxigênio no fundo do viveiro, com valores significativamente superiores aos fornecidos pela disposição em Paralelo. Os dados obtidos foram analisados estatisticamente com o auxílio do software STATISTICA 5.0 aplicando-se o teste ANOVA de uma via (F-test, p <0,05) e um teste de separação de médias (Diferença Mínima Significativa, P<0,05).
44

Identificação e análise da transcrição diferencial de genes em peixes Poecilia vivipara expostos ao herbicida Atrazina

Ferreira, Elisa Carolina January 2012 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Biológicas. Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia / Made available in DSpace on 2013-06-25T21:33:11Z (GMT). No. of bitstreams: 1 309618.pdf: 309275 bytes, checksum: f08ac80d14f76cfd53c16fb4fc2b4fd5 (MD5) / A Atrazina e muito utilizada no controle de erva-daninhas em cultivos agricolas, e como consequencia de seu uso, tem sido detectada no solo, aguas superficiais e subterraneas. Peixes tem sido muito utilizados como modelos em estudos de ecotoxicologia, indicando o risco biologico de exposicao a contaminantes. O objetivo desse trabalho foi identificar e validar genes diferencialmente transcritos no figado de Poecilia vivipara expostos a ATZ (100ug/L). Para tanto, foi realizada uma primeira exposicao com 100ug/L de ATZ a peixes P. vivipara oriundos de bioterio e empregado o metodo de hibridizacao subtrativa supressiva (SSH). A identificacao destes genes foi realizada por homologia com o banco de dados NCBI (Blastx), resultando em 34 sequencias que aparentemente tiveram uma repressao na transcricao e 61 dos genes que apresentaram um aumento na transcricao. Visando a analise de alguns genes provenientes da biblioteca subtrativa, uma segunda exposicao foi realizado com peixes proveninentes de ambiente natural e expostos a concentracoes crescentes de ATZ (2, 10 e 100 ug/L) por 24h. Os genes selecionados foram fibrinogenio gama e beta, inibidor de BAX, vitelogenina A, componente complemento C3 e C9 e ligante de acidos graxos. Os genes C9 e Fibrinogenio Beta aparentemente mostraram um aumento na transcricao nos tratamentos de 10 e 100 ug/L de ATZ em relacao ao grupo controle; e Vitelogenina A apresentou um aumento na transcricao nos animais do tratamento de 10ug/L de ATZ em relacao ao controle. Entretanto, os dois primeiros foram identificados na biblioteca dos genes reprimidos por ATZ. De forma similar, o gene Inibidor Bax-1 apresentou uma diminuicao em sua transcricao no figado dos animais tratados com 10ug/L de ATZ, apesar de estar presente na biblioteca dos genes induzidos. Tais discrepancias podem ser atribuidas a possiveis alteracoes populacionais, uma vez que o experimento preparatorio para a subtracao foi realizado com animais provenientes de cultivo no bioterio da FURG-RS e os experimentos de validacao foram realizados com populacoes de animais de ambiente natural em Florianopolis - SC.
45

Maturação gonadal e seleção de fêmeas de suruvi (Steindachneridion scriptum) em condições de cativeiro

Abreu, Mariana Roza de January 2015 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Agrárias, Programa de Pós-Graduação em Aqüicultura, Florianópolis, 2015. / Made available in DSpace on 2015-10-20T03:10:13Z (GMT). No. of bitstreams: 1 335063.pdf: 1234403 bytes, checksum: 64f95da61507ef51963afaa08ddd138f (MD5) Previous issue date: 2015 / O objetivo deste estudo foi estabelecer protocolo para seleção de fêmeas de suruvi Steindachneridion scriptum aptas ao tratamento hormonal para indução à desova. No capítulo 1 foi determinado o padrão de distribuição de frequência dos diâmetros ovocitários que melhor representaram as fêmeas maduras através de biópsia ovariana. As fêmeas que apresentavam ovócitos nas amostras obtidas por biópsia ovariana (n=33) foram selecionadas e submetidas ao tratamento hormonal com extrato hipofisário de carpa para induzir a maturação final e desova dos ovócitos. De acordo com a resposta à indução hormonal e as taxas de fertilização e eclosão as fêmeas foram divididas em três distintos grupos definidos. Grupo A (n=12): Fêmeas que desovaram e produziram ovócitos viáveis, havendo fertilização dos ovos e eclosão de larvas; Grupo B (n=6): Fêmeas que responderam ao tratamento hormonal, desovaram, mas produziram ovócitos que praticamente não fertilizaram ou não eclodiram; Grupo C (n=15): Fêmeas que não responderam ao tratamento hormonal e não liberaram ovócitos. As fêmeas do Grupo A apresentaram padrão da distribuição de frequência dos diâmetros dos ovócitos exclusivamente unimodal, com valores modais entre 1624,20 e 1777,70 µm. No capítulo 2 as fases de desenvolvimento ovocitário de suruvi foram descritas. Ovócitos de 21 fêmeas maduras ou em maturação e gônadas de 12 fêmeas imaturas, mantidas em sistemas de cultivo, foram fixados em solução de Karnovsky por 4 e 12h, respectivamente, e em seguida processados com técnicas histológicas de rotina. Foi possível caracterizar cinco fases que compõem o ciclo completo do desenvolvimento ovocitário de suruvi.
46

Larvicultura de mexilhão Perna perna em sistema de recirculação de água

Silveira, Mariane January 2015 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Agrárias, Programa de Pós-Graduação em Aquicultura, Florianópolis, 2015. / Made available in DSpace on 2015-10-27T03:06:31Z (GMT). No. of bitstreams: 1 335668.pdf: 1354810 bytes, checksum: 0e833cdb2c08a12a49af447ebc0ccdf7 (MD5) Previous issue date: 2015 / O cultivo de mexilhões é praticado globalmente e de diferentes formas. Novas tecnologias têm surgido para estabilizar a produção, tornando mais eficiente a produção de formas jovens. Este estudo tem por objetivo avaliar densidade de estocagem e concentração de alimento de larvas de Perna perna em sistema de recirculação de água. O experimento foi realizado em delineamento inteiramente ao acaso em esquema fatorial sendo um fator concentração de alimento com três níveis (1,26 a 2,19 cél.mL?¹, 2,36 a 3,94 x 104 cél.mL?¹ e 5,03 a 7,29 x 104 cél.mL?¹) e o outro fator a densidade larval, também com três níveis (D20 = 20 larvas.mL?¹, D80 = 80 larvas.mL?¹ e D200 = 200 larvas.mL?¹), com 3 repetições de cada tratamento. O alimento foi composto pelas microalgas Isochrysis galbana e Chaetoceros calcitrans na proporção 70 e 30%. A temperatura se manteve em 27,8 ± 0,4°C e salinidade em 35. Quando alimentadas na concentração de 2,36 a 3,94 x 104 cél.mL?¹, o rendimento médio de larvas olhadas na densidade de D20, D80 e D200 foi de 21,8% ± 7,45, 27,4% ± 9,91 e 0,80% ± 0,26 respectivamente. As larvas cultivadas nas concentrações 1,26 a 2,19 cél.mL?¹ e 7,29 x 104 cél.mL?¹ apresentaram menor tamanho médio e menor rendimento do que as cultivadas na concentração 2,36 a 3,94 x 104 cél.mL?¹. As primeiras larvas olhadas foram observadas no 14ª dia após a fertilização. Enquanto a maioria das larvas olhadas foram observadas no 16º dia. O tamanho médio das larvas foi de 215,48 µm ± 6,86 na densidade D20, 211,97 µm ± 5,57 em D80 e 187,72 µm ± 7,88 em D200. A diferença de tamanho foi significativa entre D200 e as outras densidades de estocagem, com D200 apresentando tamanho menor. Entre os tratamentos, os melhores resultados foram obtidos em D20 e D80 quando alimentadas na concentração 2,36 a 3,94 x 104 cél.mL?¹. Estas condições de cultivo nos permitiram obter de 21 a 27% de larvas com 235µm e aptas ao assentamento no 16º dia de cultivo.
47

Terra na terra : uma abordagem do espaço e da matéria como campo de relações

Cruz, Rodrigo de Almeida 01 September 2014 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Artes, Programa de Pós-Graduação em Arte, 2014. / Submitted by Larissa Stefane Vieira Rodrigues (larissarodrigues@bce.unb.br) on 2014-12-05T11:53:21Z No. of bitstreams: 1 2014_RodrigoDeAlmeidaCruz.pdf: 161436394 bytes, checksum: 4f4e642d17bdce62aa7d5a84be429ed9 (MD5) / Approved for entry into archive by Raquel Viana(raquelviana@bce.unb.br) on 2014-12-08T17:12:31Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2014_RodrigoDeAlmeidaCruz.pdf: 161436394 bytes, checksum: 4f4e642d17bdce62aa7d5a84be429ed9 (MD5) / Made available in DSpace on 2014-12-08T17:12:31Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2014_RodrigoDeAlmeidaCruz.pdf: 161436394 bytes, checksum: 4f4e642d17bdce62aa7d5a84be429ed9 (MD5) / Nesta dissertação apresento o desenvolvimento da minha pesquisa artística, relatando os caminhos percorridos ao longo de dois grupos de trabalhos, os Desenhos de Campo e os Desdobramentos. Ao longo da pesquisa são assinalados momentos importantes na concepção dos trabalhos, que correspondem às tomadas de consciência que foram surgindo por meio da experiência com o fazer das obras, de forma que o sentido do trabalho é revelado em seu processo de feitura, na busca por uma relação com a matéria (p. ex.: carvão, tinta, luz, terra, etc) num registro de ordem física. Procuro encontrar uma abordagem do espaço enquanto campo de relações, compreendendo-o como um conjunto de qualidades relacionais de caráter multissensorial. Como metodologia procuro descrever todos os passos na construção dos trabalhos, isto é, ao fazer, observar e refletir, com notas sobre o processo e na vivência das obras, buscando situá-las no seu tempo. Para tanto, a reflexão se apoiará nos escritos de artistas como Helio Oiticica, Cildo Meireles, Richard Serra, dentre outros. ____________________________________________________________________________________ ABSTRACT / In this dissertation I present the development of my artistic research, reporting the paths that were taken along two groups of works: Field drawings and Unfoldings. Throughout this study are marked important moments in the design of work, corresponding to the awakenings that arose through experience with doing the work, so that the meaning of work is revealed in the process of making, in the search for a relationship with matter (p. example .: charcoal, ink, light, earth, etc) a record of physical order. I try to find an approach of the space as a field of relationships comprising it as a set of relational qualities of multisensory character. The methodology is an attempt to describe all the steps in the construction of the work, which are: to do, observe and reflect, bring notes on the process and the experience of work itself, seeking to situate them in their own time. Therefore, the reflection supports itself in the writings of artists such as Helio Oiticica, Cildo Meireles, Richard Serra, among others.
48

PROCESSOS COMPARTILHADOS EM DANÇA: experiências de criação e aprendizagem

Rocha, Lucas 19 December 2013 (has links)
Submitted by Diana Alves (ppgdancaufba.adm@gmail.com) on 2014-09-08T12:58:14Z No. of bitstreams: 1 Dissertação Lucas vALENTIM.pdf: 709311 bytes, checksum: d92da5f1c6790fb9567f61dbcfe470a2 (MD5) / Approved for entry into archive by Alda Lima da Silva (sivalda@ufba.br) on 2014-09-08T20:46:55Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Dissertação Lucas vALENTIM.pdf: 709311 bytes, checksum: d92da5f1c6790fb9567f61dbcfe470a2 (MD5) / Made available in DSpace on 2014-09-08T20:46:55Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Dissertação Lucas vALENTIM.pdf: 709311 bytes, checksum: d92da5f1c6790fb9567f61dbcfe470a2 (MD5) / CAPES / Este estudo surge do interesse em discutir questões que perpassam o cotidiano de diversos artistas e professores que vivenciam experiências de criar e aprender em coletivo. Dada as especificidades de tais processos, propomos observar a criação e a aprendizagem enquanto instâncias impossíveis de serem entendidas separadamente. Para o desenvolvimento desta argumentação, observamos três coletivos de artistas residentes na cidade de Salvador/BA: Coletivo Quitanda, Coletivo TeiaMUV e Núcleo VAGAPARA. Outro campo de análise é o processo de criação do espetáculo O QUE FICA, desenvolvido ao longo do ano de 2012, pelo Grupo de Dança Contemporânea da UFBA. É relevante dizer que estaremos aqui partindo de pressupostos evolucionistas para tratar a criação em dança enquanto um processo coevolutivo entre os corpos que dançam e o contexto onde se insere a dança. Desse modo, não é possível pensar a dança separada da vida desses sujeitos que dançam, como que suspensa em um espaço-tempo, pois o corpo que dança, também fala, anda, troca informações e vive outras experiências para além da criação. Fazem parte desta discussão autores com Edgar Morin, em seus estudos sobre a complexidade; Helena Katz e Christine Greiner, ao abordarem os processos coevolutivos entre corpo, mente e ambiente. Quando nos aprofundamos nos aspectos que dizem respeito à criação em coletivo, alguns eixos de observação/análise foram escolhidos, tais como: processo, aprendizagem, autonomia, colaboração, cooperação, autoria e hierarquia. Pesquisadores de diferentes áreas foram postos em relação com o objetivo de discutir tais eixos de observação/análise, dentre os principais: na Educação, Paulo Freire e Hugo Assman, a fim de discutir questões de aprendizagem e autonomia; na área da Comunicação e Semiótica, aproximamo-nos de Cecília Almeida Salles, com sua pesquisa sobre o processo de criação enquanto um gesto inacabado; já os filósofos Peter Pál Pelbart e Roberto Esposito compõem esse trabalho na medida em que sustentam uma discussão política acerca dos processos compartilhamento; por fim, o sociólogo Richard Sennett e a professora de dança Gladistoni Tridapalli nos ajudam a refletir sobre habilidades como cooperação e investigação, respectivamente.
49

UMA PROPOSIÇÃO PARA A DANÇA:A RESTRIÇÃO COMO POSSIBILIDADE

Vallim, Aline 26 March 2014 (has links)
Submitted by Diana Alves (ppgdancaufba.adm@gmail.com) on 2014-09-25T14:27:58Z No. of bitstreams: 1 Dissertação Aline Vallim.pdf: 571013 bytes, checksum: 13b775989e1590958a07801caceab0e6 (MD5) / Approved for entry into archive by Alda Lima da Silva (sivalda@ufba.br) on 2014-09-29T19:57:58Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Dissertação Aline Vallim.pdf: 571013 bytes, checksum: 13b775989e1590958a07801caceab0e6 (MD5) / Made available in DSpace on 2014-09-29T19:57:58Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Dissertação Aline Vallim.pdf: 571013 bytes, checksum: 13b775989e1590958a07801caceab0e6 (MD5) / CAPES / Este estudo problematiza o entendimento de restrição como limite nos processos de criação em dança. É possível entendermos a restrição afastada de um sentido habitual, como uma informação que reverbera em uma ação de limitação e, portanto, interruptora de modos de relações? Partindo do pressuposto de que qualquer existente se configura a partir de restrições e que sua continuidade ocorre, também, pela restrição, é que se aponta a mesma como mecanismo fundamental de existência e continuidade de toda dança. Vinculada à necessidade de seleções e adaptações, a restrição produz novos modos de organizações, o que proporciona entende-la como ignição que provoca estratégias no corpo. Assim, tais enunciados se formalizam nas seguintes questões: se a restrição for entendida exclusivamente como uma ação de bloquear, poderíamos então controlar e até prever de forma absoluta os resultados? E a dança não estaria gerando recursivamente configurações lineares e deterministas? É nessa perspectiva, que o presente trabalho se insere para refletir sobre a restrição como possibilidade, como solução criativa que gera transformações. A restrição ao contrário de bloquear a possibilidade, produz diferenças, emergências de “novas” relações e configurações na dança.
50

Isso : entre o acometimento e o relato

Coutinho, Marcelo Farias January 2011 (has links)
Ce qui met ce texte en mouvement est quelque chose qui se passe hors du langage. Il n’a jamais eu un nom qui puisse baptiser cette force. Pour fi rmer sa puissance anonyme, je vais l’appeler Cela. Cela qui prend le corps et entraîne la perception n’est pas le langage. Mais, pousse le langage à parler. Cette parole, toujours précaire se passe avec la friction fébrile entre la manifestation subite d’un sentiment et le récit. Les étincelles de la friction entre la sensation et le langage ont servi de combustible pour tout ce que j’ai fait en tant qu’artiste. Et ce parcours, j’ai cherché l’exposer ici. Il y a 14 ans, j’ai mis en oeuvre la construction d’un dictionnaire qui se développait sur ce paradoxe : il nommait Cela dont la nature était échapper des nominations. Pour ce dictionnaire, j’ai créé des verbes, des noms et des pronoms. Ces néologismes cherchaient défi nir les manifestations subites de sentiments provoquées par Cela : glissements perceptibles, ruptures spaciales, laps corporels, absences temporelles, invasions soudaines d’autres logiques. Si Cela est la base pour ce que j’ai écrit, ce dictionnaire sarait la fi gure. Ce dictionnaire, tramé entre le mot et l’image, apparaît comme une étude de cas. Il est la façon que j’ai trouvé pendant une période de ma vie professionnelle pour donner la voix à cette force. J’assume dans cet essai un langage-création et pas un langage-représentation. Dans cet essai, l’art et la création ne servent pas seulement d’objet. Ils apparaissent comme méthode. Une méthode pour l’évocation de Cela. À mon avis, c’est le moyen de maintenir ensemble la manifestation subite d’un sentiment et le récit : créer un récit qui est en soi-même, la manifestation subite d’un sentiment. La manifestation subite d’un sentiment pour celui qui l’écrit et la manifestation subite d’un sentiment pour celui qui essaye son récit. / O que move este texto é algo que se passa fora da linguagem. Nunca houve nome que batizasse esta força. Para afi rmar sua potência anônima chamei esta força de Isso. Isso que toma o corpo e arrasta a percepção não é linguagem. Mas impele a linguagem a falar. Esta fala, sempre precária, ocorre no atrito febril entre o acometimento e o relato. As fagulhas do atrito entre sensação e linguagem serviram de combustível para tudo o que fi z como artista. E este percurso é o que procurei expor aqui. Há 14 anos pus em curso a construção de um dicionário que se montava sobre este paradoxo: nomeava Isso cuja natureza é escapar das nomeações. Para este dicionário criei verbos, adjetivos, substantivos e pronomes. Estes neologismos procuravam defi nir os acometimentos provocados por Isso: deslizes perceptivos, rupturas espaciais, lapsos corporais, ausências temporais, invasões repentinas de outras lógicas. Se Isso é o fundo para o que escrevi, este dicionário seria a fi gura. Este dicionário, tramado entre palavra e imagem, surge aqui como um estudo de caso. Ele é a forma que encontrei durante um período de minha vida profi ssional para dar voz a esta força. Assumo neste ensaio uma linguagem-criação e não uma linguagem-representação. Neste ensaio a arte e a criação não servem apenas de objeto. Elas surgem como método. Método para a evocação de Isso. A meu ver, este é o meio de manter juntos acometimento e relato: criar um relato que seja, em si, acometimento. Acometimento para quem o escreve e acometimento para quem experimenta seu relato.

Page generated in 0.1326 seconds