• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 271
  • 5
  • 5
  • 5
  • 5
  • 5
  • 5
  • 5
  • 5
  • 1
  • Tagged with
  • 275
  • 275
  • 192
  • 179
  • 58
  • 52
  • 49
  • 44
  • 42
  • 38
  • 37
  • 37
  • 35
  • 33
  • 32
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Diagnosticos de enfermagem estrategia para sua formulação e validação

Cruz, Isabel Cristina Fonseca da January 1993 (has links)
Tese (doutorado) - Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem / Made available in DSpace on 2013-07-15T21:10:24Z (GMT). No. of bitstreams: 0
2

Acurácia dos indicadores clínicos de conforto prejudicado em crianças e adolescentes com câncer em tratamento quimioterápico / Accuracy of clinical indicators of comfort harmed in children and adolescents with cancer undergoing chemotherapy

Leandro, Tania Alteniza January 2015 (has links)
LEANDRO, Tania Alteniza. Acurácia dos indicadores clínicos de conforto prejudicado em crianças e adolescentes com câncer em tratamento quimioterápico. 2015. 119 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2015. / Submitted by denise santos (denise.santos@ufc.br) on 2016-03-18T11:37:19Z No. of bitstreams: 1 2015_dis_taleandro.pdf: 2510198 bytes, checksum: f9f5bcdf064c7602b99c3086846d1a05 (MD5) / Approved for entry into archive by denise santos(denise.santos@ufc.br) on 2016-03-18T12:00:30Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2015_dis_taleandro.pdf: 2510198 bytes, checksum: f9f5bcdf064c7602b99c3086846d1a05 (MD5) / Made available in DSpace on 2016-03-18T12:00:30Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2015_dis_taleandro.pdf: 2510198 bytes, checksum: f9f5bcdf064c7602b99c3086846d1a05 (MD5) Previous issue date: 2015 / Difficulties in measurement of clinical indicators and in the identification of human responses are common in clinical practice. This fact is related to the l ack of familiarity of nurses with the classification systems. In addition, some clinical indicators present similarity with others. This is therefore, another confusing factor during the diagnostic reasoning process. In this way, studies on indicators accu racy of Nursing Diagnosis can help during the diagnostic reasoning, contributing to the determination and differentiation of human responses. Given these facts, the present research aims to evaluate the measures of accuracy of clinical indicators in nursin g diagnosis of Impaired Comfort in children and adolescents with cancer in chemotherapy treatment. Research on diagnostic accuracy, with cross - sectional design in a public children's hospital of Fortaleza (CE), during the months of September 2014 to Februa ry 2015. In this study, 192 children and adolescents were evaluated. For data collection, we used an instrument developed for the research. The information obtained from the evaluation was analyzed to determine the presence or absence of Impaired Comfort indicators, based on a previously established protocol. Data were analyzed for the whole sample and then divided into subsamples according to place of care, age and gender. Statistical analysis was carried out using IBM® SPSS® for Windows® version 21.0 and R software version 2.12.1 To verify the sensitivity and specificity of each indicator, the method of latent class analysis was used. The research was approved by two Research Ethic Committees. As a result of the data analysis of the entire sample, most children and adolescents participating in the research were male (53.1%), with average age of 11 years. Most patients were evaluated in the day hospital (55.2%) and 53.6% were children. Acute Lymphoblastic leukemia (33.9%) and Osteosarcoma (12%) were the m ost identified subtypes of cancer in the sample. The indicators with highest prevalence were: Report of perceived feeling of discomfort (83.3%), Report of lack of satisfaction with the situation (56.3%), Irritability (55.2%), Report of lack of feeling comf ortable with the situation (52.6%), Fear (51.0%) and Cry (50.5%). The analysis of the final latent class model for all indicators and for the overall sample, Anxiety, Inability to relax, Lamentation, Disturbed sleep pattern, Itching report and symptoms of distress showed significant specificity values. On the other hand, Irritability, Report of lack of satisfaction with the situation and Report of perceived feeling of discomfort showed high sensitivity values. Impaired Comfort was present in 29.01% of the t otal study sample. Based on the results obtained, it is believed that further study of the indicators of Impaired Comfort in children and adolescents with cancer can contribute for the assistance in Pediatric Oncology and familiarize nurses with the diagno sis analyzed. Furthermore, the results allowed us to recognize the need to perform specific nursing interventions so that the most identified indicators are accurate during the inference of this diagnosis in children and adolescents with ca ncer in chemothe rapy treatment / Dificuldades na mensuração de indicadores clínicos e na identificação das respostas humanas são comuns na prática clínica. Este fato está relacionado à falta de familiaridade dos enfermeiros com os sistemas de classificação. Além disso, alguns indicadores clínicos apresentam similaridade com outros. Sendo este, portanto, outro fator de confundimento durante o processo de raciocínio diagnóstico. Desta forma, estudos sobre acurácia dos indicadores dos diagnósticos de enfermagem podem ajudar durante o raciocínio diagnóstico, contribuindo na determinação e diferenciação das respostas humanas. Diante do exposto, a presente pesquisa tem como objetivo avaliar as medidas de acurácia dos indicadores clínicos do diagnóstico de enfermagem Conforto prejudicado em crianças e adolescentes com câncer em tratamento quimioterápico. Pesquisa sobre acurácia diagnóstica, com delineamento transversal, em um hospital pediátrico da rede pública de Fortaleza (CE), nos meses de setembro de 2014 a fevereiro de 2015. Neste estudo foram avaliados 192 crianças e adolescentes. Para a coleta, foi utilizado um instrumento desenvolvido para a pesquisa. As informações obtidas a partir da avaliação foram analisadas para determinar a presença ou ausência dos indicadores de Conforto prejudicado, com base em um protocolo previamente estabelecido. Os dados foram analisados para toda a amostra e, em seguida, foram divididos em sub-amostras segundo local de cuidado, idade e sexo. A análise estatística foi realizada com o apoio do programa IBM® SPSS® versão 21.0 for Windows® e do software R versão 2.12.1. Para verificar a sensibilidade e a especificidade de cada indicador, foi utilizado o método de análise de classes latentes. A pesquisa foi aprovada por dois Comitês de Ética em Pesquisa. Ao analisar os dados da amostra total, a maior parte das crianças e dos adolescentes era do sexo masculino (53,1%), com idade mediana de 11 anos. A maioria dos pacientes foram avaliados no hospital-dia (55,2%) e 53,6% eram crianças. Leucemia Linfoide Aguda (33,9%) e Osteossarcoma (12%) foram os subtipos de cânceres mais identificados. Os indicadores com maior prevalência foram: Relato de sentir-se desconfortável (83,3%), Relato de falta de satisfação com a situação (56,3%), Irritabilidade (55,2%), Relato de falta de sentir-se a vontade com a situação (52,6%), Medo (51,0%) e Choro (50,5%). Na análise do modelo final de classe latente para todos os indicadores e para a amostra global, Ansiedade, Incapacidade de relaxar, Lamentação, Padrão de sono perturbado, Relato de prurido e Relato de sintomas de angústia apresentaram valores de especificidade significativos. Por outro lado, Irritabilidade, Relato de falta de satisfação com a situação e Relato de sentir-se desconfortável apresentaram elevados valores de sensibilidade. Conforto prejudicado esteve presente em 29,01% da amostra total do estudo. Com base nos resultados obtidos, acredita-se que o estudo mais aprofundado dos indicadores de Conforto prejudicado em crianças e adolescentes com câncer pode contribuir durante a assistência na oncologia pediátrica e familiarizar os enfermeiros com o diagnóstico em questão. Além disto, os resultados possibilitam reconhecer a necessidade de realizar intervenções de enfermagem específicas para os indicadores mais identificados e acurados durante a inferência deste diagnóstico em crianças e adolescentes com câncer em tratamento quimioterápico.
3

Acurácia dos indicadores clínicos do diagnóstico de enfermagem proteção ineficaz em adolescentes com câncer / Accuracy of clinical indicators of nursing diagnosis ineffective protection in adolescents with cancer

Nunes, Marília Mendes January 2016 (has links)
NUNES, Marília Mendes. Acurácia dos indicadores clínicos do diagnóstico de enfermagem proteção ineficaz em adolescentes com câncer. 2016. 100 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2016. / Submitted by denise santos (denise.santos@ufc.br) on 2016-03-21T13:55:17Z No. of bitstreams: 1 2016_dis_mmnunes.pdf: 7135593 bytes, checksum: 3762f7f72d3fafee134be88fe77a7a2c (MD5) / Approved for entry into archive by denise santos(denise.santos@ufc.br) on 2016-03-21T14:14:13Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2016_dis_mmnunes.pdf: 7135593 bytes, checksum: 3762f7f72d3fafee134be88fe77a7a2c (MD5) / Made available in DSpace on 2016-03-21T14:14:13Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2016_dis_mmnunes.pdf: 7135593 bytes, checksum: 3762f7f72d3fafee134be88fe77a7a2c (MD5) Previous issue date: 2016 / Adolescents with cancer are submitted to aggressive treatments that may compromise the ability to protect against invaders agent and/or injury and lead to the manifestation of nursing diagnosis Ineffective protection in this population. In this context, it is important to identify early changes in the protection system of these adolescents and expand the studies that address this change as a nursing phenomenon, given the small number of scientific research developed with this diagnosis in this particular population. This study aims to analyze the accuracy of clinical indicators of nursing diagnosis Ineffective protection in adolescents with cancer. It held an integrative literature review, through which were identified, in addition to those in NANDA-I classification, five other clinical indicators, of which three were also assessed in this study. Then a study of diagnostic accuracy, with naturalistic sampling was developed with a sample of 127 adolescents with cancer in October 2015 to January 2016 in a pediatric oncology unit of a public hospital in Ceará. Data were collected by the study author and academic nursing, after participating in a training on ineffective protection from the application of an instrument developed for research. This instrument is based on conceptual and operational definitions developed for clinical indicators evaluated in this study. Data analysis was performed with the R version 3.1.1 software and data were compiled in an Excel software (2010). It was used the method of analysis of latent classes with random effects to calculate the sensitivity and specificity of each indicator. Sociodemographic data showed small predominance of males in the sample and a mean age of 13.9 years. Acute lymphocytic leukemia, osteosarcoma and Hodgkin lymphoma subtypes were the most frequently found cancers. The most frequent clinical indicators were deficient immunity, weakness, alterations in clotting, coughing and anorexia. Adolescents evaluated in the hospitalization unit were more likely to express indicators alterations in coltting,anorexia, disorientation, fatigue, opportunistic infections and lesioned oral mucosa. Only two indicators were associated with fact of not attend school: neurosensory impairment and alteration in clotting. The latter indicator was also most identified in adolescents with fewer hospitalizations in the last 12 months. In addition, adolescents who experience fatigue were younger, while those who showed weakness were older. Lower family income was identified among adolescents with neurosensory impairment, anorexia and insomnia. Adolescents with family history of cancer had increased chance of manifesting the indicators anorexia, fatigue and itching. The prevalence of diagnosis was estimated by latent class model in 93.7%. Clinical indicators that included the final adjusted model showed high sensitivity values for deficient immunity and weakness, and specificity for recurrent infections, opportunistic infections, insomnia, lesioned oral mucosa and coughing. These findings become important to help nurses in the diagnostic reasoning process and thus contribute to the development of a care plan based on the peculiarities of adolescents with cancer. / Adolescentes com câncer são submetidos a tratamentos agressivos que podem comprometer a capacidade de proteção contra agente invasores e/ou lesões e conduzir à manifestação do diagnóstico de enfermagem Proteção ineficaz nessa população. Neste âmbito, torna-se importante identificar precocemente alterações no sistema de proteção desses adolescentes e ampliar os estudos que tratem essa alteração como fenômeno de enfermagem, tendo em vista o pequeno número de investigações científicas desenvolvidas com este diagnóstico nesta população em particular. Este estudo tem como objetivo analisar as medidas de acurácia dos indicadores clínicos do diagnóstico de enfermagem Proteção ineficaz em adolescentes com câncer. Realizou-se uma revisão integrativa da literatura, por meio da qual foram identificados, além daqueles constantes na classificação da NANDA-I, outros cinco indicadores clínicos, dos quais três também foram avaliados neste estudo. Em seguida, um estudo de acurácia diagnóstica, com amostragem naturalística, foi desenvolvido com uma amostra de 127 adolescentes com câncer, nos meses de outubro de 2015 a janeiro de 2016, em uma unidade de oncologia pediátrica de um hospital da rede pública do Ceará. Os dados foram coletados pela autora do estudo e por acadêmicas de enfermagem, após participação em um treinamento sobre Proteção ineficaz a partir da aplicação de um instrumento desenvolvido para a pesquisa. Esse instrumento é baseado em definições conceituais e operacionais desenvolvidas para os indicadores clínicos avaliados neste estudo. A análise dos dados foi realizada com o software R versão 3.1.1 e os dados foram compilados numa planilha do software Excel (2010). Utilizou-se o método de análise de classes latentes com efeitos randômicos para calcular a sensibilidade e especificidade de cada indicador. Os dados sociodemográficos mostraram pequena predominância do sexo masculino na amostra e média de idade de 13,9 anos. Leucemia linfoide aguda, Osteossarcoma e Linfoma de Hodgkin foram os subtipos de cânceres mais encontrados. Os indicadores clínicos mais frequentes foram deficiência na imunidade, fraqueza, alteração da coagulação, tosse e anorexia. Adolescentes avaliados na unidade de internação tinham maiores chances de manifestar os indicadores alteração da coagulação, anorexia, desorientação, fadiga, infecções oportunistas e mucosa oral lesionada. Apenas dois indicadores estavam associados ao fato de não frequentar a escola: alteração neurossensorial e alteração da coagulação. Esse último indicador também foi mais identificado em adolescentes com menor número de internações no último ano. Além disso, adolescentes que apresentaram fadiga eram mais jovens, enquanto aqueles que manifestaram fraqueza eram mais velhos. Uma renda familiar mais baixa foi identificada entre adolescentes com alteração neurossensorial, anorexia e insônia. Os adolescentes com antecedentes familiares para câncer apresentaram aumento da chance de manifestar os indicadores anorexia, fadiga e prurido. A prevalência do diagnóstico foi estimada pelo modelo de classe latente em 93,7%. Os indicadores clínicos que compuseram o modelo final ajustado apresentaram valores elevados de sensibilidade para deficiência na imunidade e fraqueza, e de especificidade para infecções recorrentes, infecções oportunistas, insônia, mucosa oral lesionada e tosse. Esses achados tornam-se importantes para auxiliar o enfermeiro no processo de raciocínio diagnóstico e, assim, contribuir para a elaboração de um plano de cuidados baseado nas peculiaridades desses adolescentes.
4

Acurácia das características definidoras do diagnóstico de enfermagem “Ansiedade relacionada à morte” em pessoas que vivem com HIV/AIDS / Acuracy of the defining characteristics of the nursing diagnosis "Anxiety related to death" in persons living with HIV / AIDS

Alexandre, Herta de Oliveira 21 October 2016 (has links)
ALEXANDRE, H. O. Acurácia das características definidoras do diagnóstico de enfermagem “Ansiedade relacionada à morte” em pessoas que vivem com HIV/AIDS. 2016. 65 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2016. / Submitted by Erika Fernandes (erikaleitefernandes@gmail.com) on 2016-12-21T12:25:28Z No. of bitstreams: 1 2016_dis_hoalexandre.pdf: 705091 bytes, checksum: 5ec9d823f792bf67abdfbb5498a6bdb0 (MD5) / Approved for entry into archive by Erika Fernandes (erikaleitefernandes@gmail.com) on 2016-12-21T12:25:40Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2016_dis_hoalexandre.pdf: 705091 bytes, checksum: 5ec9d823f792bf67abdfbb5498a6bdb0 (MD5) / Made available in DSpace on 2016-12-21T12:25:40Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2016_dis_hoalexandre.pdf: 705091 bytes, checksum: 5ec9d823f792bf67abdfbb5498a6bdb0 (MD5) Previous issue date: 2016-10-21 / Accuracy is the ability of a clinical indicator to distinguish between alternative health states, that is, to correctly name individuals with and without a particular nursing diagnosis. People living with HIV / AIDS are a vulnerable population and need diagnoses and interventions that are geared directly to their needs. As AIDS is a stigmatizing disease and is strongly associated with fear of death, this study aimed to analyze the accuracy of the defining characteristics of the nursing diagnosis. Death-related anxiety in people living with HIV / AIDS. This is a diagnostic accuracy study of the defining characteristics of the nursing diagnosis. Anxiety related to death in people living with HIV / AIDS. It was developed in the infectology clinic of the Walter Cantídio University Hospital (HUWC), the Meireles Health Center and the Carlos Ribeiro Health Center. The study sample consisted of 162 individuals older than 18 years of age, of both sexes with HIV / AIDS and who were taking antiretroviral therapy. Data collection was performed from April to May 2016. Two forms were used for data collection, the first was the "Sociodemographic and Health Questionnaire: Patients using ART" and the "Research Instrument of subjective data of characteristics Defining the nursing diagnosis Anxiety related to death ". To verify the sensitivity and specificity of the defining characteristics of the nursing diagnosis studied, the Latent Class Analysis method was used. Most of the interviewees were male (89.5%), brown (73.5%), single (74.1%), homosexual (53.0%), employed (75.0%), Mean age of 34.5 (SD: 1.1) and CD4 + T lymphocyte count greater than 500 cel / mm³ (SD: 318.8), however, had a high viral load count (SD: 137,755.4) . It should be noted that the defining characteristics with the best accuracy were: Fear of pain related to dying, Fear of dying, Impotence, Fear of a prolonged death process and Concern about the impact of death itself on a significant person. Still, 85.52% of the people living with HIV / AIDS analyzed showed the diagnosis under study. In addition, the characteristics that presented greater sensitivity were Fear of the process of dying and Impotence. While deep sadness and concern about the caregiver's tension had greater specificity. / Acurácia é a capacidade de um indicador clínico distinguir entre estados alternativos de saúde, ou seja, de nomear corretamente indivíduos com e sem um determinado diagnóstico de enfermagem. As pessoas que vivem com HIV/aids constituem uma população vulnerável e necessitada de diagnósticos e intervenções voltadas diretamente para suas necessidades. Como a aids é uma doença estigmatizante e está fortemente associada com o receio da morte, esse estudo objetivou analisar a acurácia das características definidoras do diagnóstico de enfermagem Ansiedade relacionada à morte em pessoas que vivem com HIV/aids. Trata-se de um estudo de acurácia diagnóstica das características definidoras do diagnóstico de enfermagem Ansiedade relacionada à morte em pessoas que vivem com HIV/aids. Foi desenvolvido no ambulatório de infectologia do Hospital Universitário Walter Cantídio (HUWC), no Centro de Saúde Meireles e no Centro de Saúde Carlos Ribeiro. A amostra desse estudo foi composta por 162 indivíduos maiores de 18 anos, de ambos os sexos com HIV/aids e que estavam em uso da terapia antirretroviral. A coleta dos dados foi realizada de Abril a Maio de 2016. Foram utilizados dois formulários para coleta de dados, o primeiro foi o “Questionário Sociodemográfico e de Saúde: Pacientes em uso de TARV” e o “Instrumento de Investigação dos dados subjetivos das características definidoras do diagnóstico de enfermagem Ansiedade relacionada à morte”. Para verificar a sensibilidade e especificidade das características definidoras do diagnóstico de enfermagem estudado, foi utilizado o método de Análise de Classe Latentes. A maioria dos entrevistados era do sexo masculino (89,5%), de cor parda (73,5%), solteiros (74,1%), homossexuais (53,0%), empregados (75,0%), com média de idade de 34,5 (DP: 1,1) e contagem de linfócitos T CD4+ superior a 500 cel/mm³ (DP: 318,8), no entanto, possuíam alta contagem de carga viral (DP:137.755,4). Destaca-se que as características definidoras com melhor acurácia foram, Medo de dor relacionada ao morrer, Medo de sofrimento ao morrer, Impotência, Medo de um processo de morte prolongado e Preocupação quanto ao impacto da própria morte sobre pessoa significativa. Ainda, 85,52% das pessoas vivendo com HIV/aids analisadas manifestaram o diagnóstico em estudo. Ademais, as características que apresentaram maior sensibilidade foram Medo do processo de morrer e Impotência. Enquanto Tristeza profunda e Preocupação quanto à tensão do cuidador tiveram maior especificidade.
5

Análise das intervenções da NIC indicadas para o diagnóstico de enfermagem “volume de líquido excessivo” em unidade de terapia intensiva / Interventions analysis of NIC indicated for the diagnosis of nursing “fluid volume excess” in intensive therapy unit

Rolim, Isaura Letícia Tavares Palmeira January 2008 (has links)
ROLIM, Isaura Leticia Tavares Palmeira. Análise das intervenções da NIC indicadas para diagnóstico de enfermagem "volume de líquido excessivo" em unidade de terapia intensiva. 2008. 104 f. Tese (Doutorado em Enfermagem) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Fortaleza, 2008. / Submitted by denise santos (denise.santos@ufc.br) on 2012-02-16T12:05:19Z No. of bitstreams: 1 2008_tese_iltprolim.pdf: 914115 bytes, checksum: 6325fa0527278fccc495bdbf08329837 (MD5) / Approved for entry into archive by Eliene Nascimento(elienegvn@hotmail.com) on 2012-02-16T12:20:44Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2008_tese_iltprolim.pdf: 914115 bytes, checksum: 6325fa0527278fccc495bdbf08329837 (MD5) / Made available in DSpace on 2012-02-16T12:20:44Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2008_tese_iltprolim.pdf: 914115 bytes, checksum: 6325fa0527278fccc495bdbf08329837 (MD5) Previous issue date: 2008 / It is a descriptive study with the objective to analyze the applicability of the interventions proposed by the Classification of nursing interventions (NIC) nursing for the diagnosis of "Fluid volume excess" in an Intensive Therapy Unit (ITU). It was developed in three stages. At first, they were raised, along with nursing care, activities that they indicated for patients with that diagnosis. In the second step, expert nurses conducted a correspondence among the activities listed by nurse clinicians with the activities outlined in the NIC to the referred diagnosis. The third step, on its turn, consisted of two points: a) five interventions for analysis were selected and it was raised up the views of nurses about the applicability of the activities contained in NIC they have no mentioned, as well as, on the applicability of the activities they indicated in caring for adults with a diagnosis of nursing "Fluid volume excess" and not present in the NIC; b) a proposal for intervention developed from the analysis of data from the previous step was subjected to expert nurses who participated in the second stage. As a result, it was obtained a total of 73 activities indicated by nurses for the care to patients with "Fluid volume excess". In the second step, it was found that 71 of the 479 activities in the interventions of the NIC (14.82%), showed correspondence with 49 activities prescribed by nurses. The only intervention completely correspondent by the experts was “Vital signs monitoring”. As for the percentage of activities that present correspondence, the following results were gotten: “electrolyte management” (12%), “fluid monitoring” (27.27%), “hipervolemia management” (37.5%), “fluid management” (35.71%) and “electrolytes monitoring” (46.87%). For most of the correspondent activities to the NIC it was shown that the actions of nurses represented specific activities developed in the ITU. The five interventions selected for analysis in the third stage totaled 139 activities. Of these, 47 (33.81%) had been considered correspondent to the indicated by nurses in the first stage. Of the remaining 92 activities that were analyzed as to its completion the following results were obtained: “electrolyte management” (54.54%), “fluid monitoring” (40%), “hipervolemia management” (20%), “fluid management” (61.11%) and the “electrolytes monitoring” (46.87%). Regarding to the ITU implementation, the 24 activities prescribed in the first stage, and for which it was not found the corresponding in the NIC, 11 activities have reached a percentage above 80%. However, it was not noticed an apparent standard attitude among the nurses in doing these. The intervention “Clinical evaluation of changes of electrolytes to risk of injury”, suggested by this study, included nine activities, of which six had correlation above the pre-established cut off point. It was concluded that many activities in the NIC were held in the unit of study, but there was no standard as to its implementation in the nurses practice. That a great number of interventions and activities for patients with “Fluid volume excess” offer much possibilities for new investigations and reinforces the importance of using the NIC taxonomy as key resource and as relevant to the implementation of a higher quality of care. / Trata-se de um estudo descritivo com o objetivo de analisar a aplicabilidade das intervenções propostas pela Classificação da intervenções de enfermagem (NIC) para o diagnóstico de enfermagem “Volume de líquido excessivo” em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Foi desenvolvido em três etapas. Na primeira, foram levantadas, junto aos enfermeiros assistenciais, as atividades que os mesmos indicavam para pacientes com o referido diagnóstico. Na segunda etapa, enfermeiras peritas realizaram uma correspondência entre as atividades indicadas pelos enfermeiros assistenciais com as atividades apresentadas na NIC para o diagnóstico em questão. A terceira etapa, por sua vez, constituiu-se de dois momentos: a) foram selecionadas as cinco intervenções para análise e levantou-se a opinião dos enfermeiros acerca da aplicabilidade das atividades contidas na NIC por eles não mencionadas, bem como sobre a aplicabilidade das atividades por eles indicadas no atendimento aos adultos com o diagnóstico de enfermagem “Volume de líquido excessivo”, e não presentes na NIC; b) uma proposta de intervenção desenvolvida a partir da análise dos dados da etapa anterior foi submetida às enfermeiras peritas que participaram da segunda etapa. Como resultado, obteve-se um total de 73 atividades indicadas pelos enfermeiros para o atendimento ao paciente com “Volume de líquido excessivo”. Na segunda etapa, verificou-se que 71 das 479 atividades constantes das intervenções da NIC (14,82%), apresentaram correspondência com 49 atividades prescritas pelos enfermeiros. A única intervenção completamente correspondente pelas peritas foi “monitorização dos sinais vitais”. Quanto ao percentual de atividades que apresentaram correspondência, obteve-se os seguintes resultados: “controle de eletrólitos” (12%), “monitorização de líquidos” (27,27%), “controle da hipervolemia” (37,5%), “controle de líquidos” (35,71%) e “monitorização de eletrólitos (46,87%). Para a maioria das atividades correspondentes com as da NIC, percebeu-se que as ações dos enfermeiros representavam atividades específicas desenvolvidas na UTI. As cinco intervenções selecionadas para análise na terceira etapa somaram 139 atividades. Destas, 47 (33,81%) haviam sido consideradas correspondentes às indicadas pelos enfermeiros na primeira etapa. Das 92 atividades restantes que foram analisadas quanto à sua realização, e obteve-se os seguintes resultados: “controle de eletrólitos” (54,54%), “monitorização de líquidos” (40%), “controle da hipervolemia” (20%), “controle de líquidos” (61,11%) e “monitorização de eletrólitos (46,87%). Com relação à realização, na UTI, das 24 atividades prescritas na primeira etapa, e para as quais não foram encontrados correspondentes na NIC, 11 atividades atingiram um percentual acima de 80%. No entanto, não se percebeu uma atitude uniforme entre os enfermeiros na realização destas. A intervenção “Avaliação clínica de alteração de eletrólitos para risco de injúria”, sugerida pelo presente estudo, incluiu nove atividades, das quais seis apresentaram concordância acima do ponto de corte pré-estabelecido. Concluiu-se que muitas atividades na NIC eram realizadas na unidade do estudo, porém não havia uniformidade quanto à sua realização na prática dos enfermeiros. Que o grande número de intervenções e atividades para pacientes com “Volume de líquido excessivo” oferecem uma magnitude de possibilidades para novas investigações e reforça-se a importância do uso da taxonomia da NIC como recurso fundamental e pertinente para a implementação de uma assistência de maior qualidade.
6

Medidas de acurácia das características definidoras do diagnóstico padrão respiratório ineficaz de crianças e adolescentes cardiopatas congênitos / Measures of accuracy of the defining characteristics of Ineffective breathing pattern in children and adolescent with congenital heart disease

Beltrão, Beatriz Amorim January 2011 (has links)
BELTRÃO, Beatriz Amorim. Medidas de acurácia das características definidoras do diagnóstico padrão respiratório ineficaz de crianças e adolescentes cardiopatas congênitos. 2011. 133 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Fortaleza, 2011. / Submitted by denise santos (denise.santos@ufc.br) on 2012-10-26T11:58:20Z No. of bitstreams: 1 2011_dis_babeltrão.pdf: 927839 bytes, checksum: 1578cdb28d343eecd8b858956e1d9641 (MD5) / Approved for entry into archive by Erika Fernandes(erikaleitefernandes@gmail.com) on 2012-10-26T15:12:50Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2011_dis_babeltrão.pdf: 927839 bytes, checksum: 1578cdb28d343eecd8b858956e1d9641 (MD5) / Made available in DSpace on 2012-10-26T15:12:50Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2011_dis_babeltrão.pdf: 927839 bytes, checksum: 1578cdb28d343eecd8b858956e1d9641 (MD5) Previous issue date: 2011 / Studies which address the accuracy of the defining characteristics (DC) may contribute to the improvement of diagnostic reasoning, leading to the formulation of nursing diagnoses which are more consistent with the clinical situation of the patient. Thus, the study aimed to estimate the measures of accuracy of the DC of the nursing diagnosis Ineffective breathing pattern (IBP) in children and adolescents with congenital heart disease (CHD). The sample included 61 children and adolescents aged 5-17 years, diagnosed with CHD. These patients were examined by the researcher, who conducted a physical examination, focusing on the respiratory evaluation. Then the doctor who attended the patient was consulted to authorize the performance of pulmonary function tests (spirometry and manovacuometry). The information obtained from physical examination and from the tests were analyzed by the researcher to determine the presence or absence of DC of IBP, based on a previously established protocol. It is highlighted that 30 children and adolescents have not received medical approval to perform the pulmonary function tests. Despite this, these patients were sampled to determine the diagnosis just based on the DC from the interview and physical examination. Thus, two subsamples were formed, the first with 30 children and adolescents who did not perform such tests, and the second with 31 individuals who carried out such tests. The set of DC for each child and teenager was organized into 92 spreadsheets. In these, it was indicated the presence or absence of the DC. Each evaluation of the patients in the second subsample resulted in two spreadsheets, one only with the DC from the interview and clinical examination, and another with these same data added information from the pulmonary function tests. These spreadsheets were submitted to two nurses diagnosticians which determined the occurrence of IBP. The analysis of the inferences and the information on the occurrence of DC allowed the estimation of measures of accuracy. For the first subsample, the DC that showed better measures of accuracy was tachypnea. The inferences made for the second subsample, based on clinical data and interviews, presented as main DC: orthopnea and use of accessory muscles to breathe. When the results of pulmonary function tests were added, the inferences of the diagnosticians showed accuracy measures without statistical significance for all DC. With this, the results of this study raise questions about the importance of pulmonary function tests for the inference of the nursing diagnosis IBP. Furthermore, some DC showed no legitimacy for IBP, as follows: assumption of three point position, bradypnea, increased anterior-posterior diameter, decreased vital capacity, decreased expiratory pressure, and decreased minute ventilation. Thus, it is believed that further research is needed to confirm these findings, as well as to clarify the relationship of such DC with the diagnosis IBP. The measures of accuracy obtained helped identify which DC is more representative of IBP. Moreover, the results allowed to recognize which features are less used during the inference of this diagnosis in children and adolescents with congenital heart disease. / Estudos que abordem a acurácia das características definidoras (CD) podem contribuir para o aprimoramento do raciocínio clínico, conduzindo, por conseguinte, a formulação de diagnósticos de enfermagem mais condizentes com a situação clínica do paciente. Diante do exposto, o estudo teve como objetivo determinar as medidas de acurácia das CD do diagnóstico de enfermagem Padrão respiratório ineficaz (PRI) em crianças e adolescentes com cardiopatias congênitas (CC). A amostra incluiu 61 crianças e adolescentes com idade de 5 a 17 anos, diagnosticados com CC. Estes indivíduos foram examinados pela pesquisadora, que realizou um exame físico, enfocando a avaliação respiratória. Em seguida, o médico que atendia o paciente foi consultado para autorizar a realização dos testes de função pulmonar (espirometria e manovacuometria). As informações obtidas a partir do exame físico e realização dos testes foram analisadas pela pesquisadora para determinar a presença ou ausência das CD de PRI, com base em um protocolo previamente estabelecido. Ressalta-se que 30 crianças e adolescentes não receberam anuência médica para realizar os testes de função pulmonar. Apesar disto, estes sujeitos foram incluídos na amostra para determinação do diagnóstico apenas com base nas CD provenientes da entrevista e do exame físico. Com isto, duas subamostras foram formadas, sendo a primeira composta por 30 crianças e adolescentes que não realizaram os referidos testes, e a segunda por 31 indivíduos que realizaram tais exames. O conjunto de CD para cada criança e adolescente foi organizado em 92 planilhas. Nestas, foi assinalada a presença ou ausência da CD. Cada avaliação dos indivíduos da segunda subamostra deu origem a duas planilhas, uma apenas com as CD provenientes da entrevista e exame clínico, e outra com estes mesmos dados acrescidos às informações dos testes de função pulmonar. Tais planilhas foram submetidas a dois enfermeiros diagnosticadores que determinaram a ocorrência de PRI. A análise das inferências e as informações sobre a ocorrência das CD possibilitaram a estimativa das medidas de acurácia. Para a primeira subamostra, a característica que evidenciou melhores medidas de acurácia foi taquipneia. As inferências realizadas para a segunda subamostra, com base nos dados clínicos e de entrevista, apresentaram como principais CD: ortopneia e uso da musculatura acessória para respirar. Quando os resultados dos testes de função pulmonar foram acrescidos, as inferências dos diagnosticadores não evidenciaram medidas de acurácia com significância estatística para nenhuma das CD. Com isto, os resultados do presente estudo levantam questionamentos acerca da importância dos testes de função pulmonar para a inferência do diagnóstico PRI. Ademais, algumas características não mostraram legitimidade para PRI, a saber: assumir uma posição de três pontos, bradipneia, diâmetro ântero-posterior aumentado, capacidade vital diminuída, pressão expiratória diminuída e ventilação-minuto diminuída. Assim, acredita-se que novas pesquisas são necessárias tanto para confirmar estes achados, como para esclarecer a relação de tais CD com o diagnóstico em questão. As medidas de acurácia obtidas ajudaram a identificar quais CD são mais representativas de PRI. Além disto, os resultados possibilitaram reconhecer quais características são menos utilizadas durante a inferência deste diagnóstico em crianças e adolescentes com cardiopatias congênitas.
7

Árvores de decisão para inferência de desobstrução ineficaz de vias aéreas e padrão respiratório ineficaz de crianças com infecção respiratória aguda / Decision trees for the inference of ineffective airway clearance and ineffective breathing pattern of children with acute respiratory infection

Chaves, Daniel Bruno Resende January 2011 (has links)
CHAVES, Daniel Bruno Resende. Árvores de decisão para inferência de desobstrução ineficaz de vias aéreas e respiratório ineficaz de crianças com infecção respiratória aguda. 2011. 96 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Fortaleza, 2011. / Submitted by denise santos (denise.santos@ufc.br) on 2012-10-26T12:40:36Z No. of bitstreams: 1 2011_dis_dbrchaves.pdf: 2094301 bytes, checksum: 34a3291f6390fb4c090b5569a7e15b3c (MD5) / Approved for entry into archive by Erika Fernandes(erikaleitefernandes@gmail.com) on 2012-10-26T15:13:32Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2011_dis_dbrchaves.pdf: 2094301 bytes, checksum: 34a3291f6390fb4c090b5569a7e15b3c (MD5) / Made available in DSpace on 2012-10-26T15:13:32Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2011_dis_dbrchaves.pdf: 2094301 bytes, checksum: 34a3291f6390fb4c090b5569a7e15b3c (MD5) Previous issue date: 2011 / Muitas dificuldades são encontradas na implementação de classificações de enfermagem na prática clínica. Destaca-se a falta de familiaridade dos enfermeiros com os sistemas de classificação e as dificuldades na tomada de decisão diagnóstica associadas às deficiências no processo de raciocínio diagnóstico. Assim, estudos que desenvolvam ferramentas tecnológicas como as árvores de decisão (AD) podem contribuir para agilizar a tomada de decisão diagnóstica e facilitar o uso destes fenômenos. Objetivou-se gerar árvores de decisão baseadas em probabilidades condicionais para auxílio na inferência diagnóstica de Desobstrução ineficaz de vias aéreas (DIVA) e Padrão respiratório ineficaz (PRI) em crianças com infecção respiratória aguda (IRA). Estudo transversal desenvolvido com o intuito de identificar dados para que pudessem ser utilizados na geração de árvores de decisão com boa aplicabilidade clínica. Realizou-se avaliação respiratória de 249 crianças com diagnóstico médico de IRA no período de janeiro a abril de 2011. Estes dados serviram de base para determinação das características definidoras (CD) dos diagnósticos de enfermagem (DE) em estudo. As CD foram enviadas para dois enfermeiros diagnosticadores para o processo de inferência diagnóstica. A maior parte das crianças era do sexo masculino (55,8%). Pneumonia (79,9%) foi a principal IRA encontrada e Asma (17,7%), a principal comorbidade. DIVA esteve presente em 89,2% dos casos e PRI em 65,5%. As CD de DIVA com maior prevalência foram: “Tosse ineficaz” (91,3%), “Ruídos adventícios respiratórios” (77,1%), “Dispneia” (69,3%), “Mudanças na frequência respiratória” (56,6%), “Ortopneia” (54,2%) e “Expectoração” (32,1%). Já para PRI, as CD mais prevalentes foram: “Alterações na profundidade respiratória” (73,9%), “Dispneia” (68,3%), “Taquipneia” (57,0%),“Ortopneia” (54,2%) e “Uso da musculatura acessória para respirar” (51,8%). Utilizaram-se três algoritmos para geração de AD: CHi-square Automatic Interaction Detection (CHAID), Classification and Regression Trees (CRT) e Quick, Unbiased, Efficient Statistical Tree (QUEST). As AD foram submetidas à validação cruzada para que se avaliasse o poder de predição dessas. Desenvolveram-se três AD para auxílio na inferência diagnóstica de DIVA, três para PRI e três para diferenciação destes diagnósticos. Para DIVA, a AD com maior poder de predição foi a desenvolvida pelo método CHAID. Já para PRI, os valores de predição foram similares para os três métodos de crescimento das árvores. Para diferenciação diagnóstica, a árvore gerada pelo método CRT obteve melhor poder de predição (86,4%). Acredita-se que a implementação das árvores de decisão pode ajudar a tornar as inferências destes dois diagnósticos mais acuradas. Entretanto esta relação necessita ser aprofundada, aplicando-se as AD geradas em outras populações. Conclui-se que a utilização de tecnologias como as AD pode ser valorosa tanto na prática clínica como no ensino de diagnósticos de enfermagem.
8

Diagnóstico de enfermagem risco de quedas em pacientes com angina instável / Nursing diagnosis risk of falls in patients with unstable angina

Vitor, Allyne Fortes, Lopes, Marcos Venícios de Oliveira, Araujo, Thelma Leite de January 2010 (has links)
VITOR, Allyne Fortes ; LOPES, Marcos Venícios de Oliveira ; ARAUJO, Thelma Leite de. Diagnóstico de enfermagem risco de quedas em pacientes com angina instável. Rev. Rene, Fortaleza, v. 11, n. 1, p. 105-113, jan./mar. 2010. / Submitted by denise santos (denise.santos@ufc.br) on 2013-02-22T14:07:24Z No. of bitstreams: 1 2010_art_afvitor.pdf: 82612 bytes, checksum: 787cf40893bf753097f0589cedb80fc0 (MD5) / Approved for entry into archive by Erika Fernandes(erikaleitefernandes@gmail.com) on 2013-02-26T11:38:24Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2010_art_afvitor.pdf: 82612 bytes, checksum: 787cf40893bf753097f0589cedb80fc0 (MD5) / Made available in DSpace on 2013-02-26T11:38:24Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2010_art_afvitor.pdf: 82612 bytes, checksum: 787cf40893bf753097f0589cedb80fc0 (MD5) Previous issue date: 2010 / The risk for falls can be recognized as a phenomenon or a nursing diagnosis. Investigations have related directly myocardial ischemia, such as unstable angina and risk of falls. This study aimed to analyze the nursing diagnosis risk of falls in the occurrence of unstable angina by a cross-sectional study in 57 patients admitted in a teaching hospital, and through physical examination form. For statistic analysis, we used chi-square test, Fisher exact test, Mann-Whitney, t-test and coeffi cient Phi (p <0.05). The Risk of falls was the most prevalent nursing diagnosis (87.71%), especially in men, older, less educated as well as poorest people. The presence of unstable angina, hypertension, antihypertensive drugs, vascular disease, visual diffi culties, and insomnia were associated with that nursing diagnosis. The development of clear parameters to measure more accurately the risk of falls in hospitals is essential. / O risco de quedas pode ser reconhecido como fenômeno ou diagnóstico de enfermagem. Pesquisas relacionam diretamente isquemias miocárdicas, como a angina instável e o risco de cair. Objetivou-se analisar o diagnóstico de enfermagem Risco de quedas na ocorrência de angina instável por um estudo transversal realizado em 57 indivíduos internados em um hospitalescola, mediante exame físico e formulário. Para o tratamento estatístico foram utilizados teste qui-quadrado, teste exato de Fisher, Mann-Whitney, teste-t e Coefi ciente Phi (p<0,05). O Risco de quedas foi o diagnóstico de enfermagem mais prevalente (87,71%), sobretudo em homens, mais velhos, com menos anos de estudo e renda inferior. Presença da angina instável, hipertensão arterial, medicação anti-hipertensiva, doença vascular, difi culdades visuais e insônia apresentaram associação com o diagnóstico de enfermagem Risco de quedas. Conclui-se que é imprescindível o desenvolvimento de parâmetros claros e objetivos à mensuração mais acurada do risco de quedas no âmbito hospitalar. / El riesgo de caídas puede ser considerado como fenómeno o diagnóstico de enfermería. Investigaciones han relacionado directamente isquemias de miocardio, como la angina inestable y el riesgo de caer. La meta de este estudio fue analizar el diagnóstico de enfermería Riesgo de caídas en casos de angina inestable a través de estudio transversal realizado en 57 individuos internados en un hospital académico, mediante examen físico y cuestionario. Para el análisis estadístico se utilizaron test de chi cuadrado, test exacto de Fisher, Mann-Whitney, test-t y Coefi ciente Phi (p <0,05). El Riesgo de caídas fue el diagnóstico de enfermería más preponderante (87,71%), especialmente en los hombres, mayores, con menos años de estudio y renta inferior. Presencia de angina inestable, hipertensión arterial, remedios contra hipertensión, enfermedad vascular, difi cultades visuales e insomnio presentaron asociación con el diagnóstico de enfermería Riesgo de caídas. Se concluye que es imprescindible el desarrollo de parámetros claros y objetivos para medir con más precisión el riesgo de caídas en el ámbito de un hospital.
9

Diagnósticos de enfermagem respiratórios em crianças com cardiopatia congênita em evolução pós-operatória / Respiratory nursing diagnoses in children with congenital heart diseases in post-operative period

Santiago, Juliana Maria Vieira de January 2013 (has links)
SANTIAGO, Juliana Maria Vieira de. Diagnósticos de enfermagem respiratórios em crianças com cardiopatia congênita em evolução pós-operatória. 2013. 125 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Farmácia, Odontologia e enfermagem, Fortaleza, 2013. / Submitted by denise santos (denise.santos@ufc.br) on 2014-03-07T10:48:53Z No. of bitstreams: 1 2013_dis_jmvsantiago.pdf: 16333298 bytes, checksum: 1af013aaf26fdf5e3cb8cbad7f01cb55 (MD5) / Approved for entry into archive by denise santos(denise.santos@ufc.br) on 2014-03-07T10:49:49Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2013_dis_jmvsantiago.pdf: 16333298 bytes, checksum: 1af013aaf26fdf5e3cb8cbad7f01cb55 (MD5) / Made available in DSpace on 2014-03-07T10:49:49Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2013_dis_jmvsantiago.pdf: 16333298 bytes, checksum: 1af013aaf26fdf5e3cb8cbad7f01cb55 (MD5) Previous issue date: 2013 / Studies that address the defining characteristics (DC) can contribute to the improvement of diagnostic reasoning, directly influencing the choice of nursing diagnoses most suitable for clinical situation of the patient. This study examined how nursing diagnoses ineffective breathing pattern (IBP), ineffective airway clearance (IAC), impaired gas exchange (IGE) and impaired spontaneous ventilation (ISV) presented themselves during the post-operative period in children with congenital heart diseases and showed the measures of accuracy of the defining characteristics. It was developed an cohort study in a hospital in the public network in Fortaleza-CE. The sample was consisted of 54 children aged 5-17 years with congenital heart diseases in post-operative of cardiac surgery. The children were followed for a minimum period of five and maximum of ten days. To collect the data, it was used an instrument based on the characteristics of the diagnostics studied and some relevant literature about the lung evaluation. The data were collected through examination of the child and interview with their parents. The information obtained were analyzed by the researcher to determine the presence or absence of DC of nursing diagnoses IBP, IAC, IGE e ISV and data was organized into spreadsheets. After, the spreadsheets were sent to nurses diagnosticians that performed the diagnostic inference process. It was used Excel and PASW software for organizing and analyzing statistical data. The level of significance was 5%. Among children evaluated, 30 (55,5%) developed IAC, 25 (46,3%) developed IGE e 21 (38,8%) developed IBP during the monitoring period. In order to infer IAC, the DC most accurate was respiratory rales and to IBP the characteristic that presented the highest accuracy measurements was use of accessory muscles to breathe. As for the inference IGE, the characteristic most accurate was hypoxemia. For the nursing diagnosis ISV, was not possible to establish statistically significant accuracy of defining characteristics. Based on the analysis of multiple matches, the best characteristics that assist in differentiating between the diagnoses IBP, IAC e IGE were: change in respiratory rate, excessive amount of mucus, respiratory rales, cough absent and tachypnea to IAC; dyspnea, nasal flaring, change in respiratory rate and use of accessory muscles breathing to IBP e carbon dioxide decreased, abnormal arterial blood gases, abnormal arterial pH e PO2 decreased to IGE. The results helped identify the DC more representative of IBP, IAC e IGE in children with congenital heart diseases in post-operative period. Studies of this nature are important for providing information about the predictive ability of the defining characteristics and the temporal evolution and characteristics of the respiratory nursing diagnoses. / Estudos que abordem as características definidoras (CD) podem contribuir para o aprimoramento do raciocínio diagnóstico, influenciando diretamente na escolha de diagnósticos de enfermagem mais adequados com a situação clínica do paciente. Assim, este estudo analisou como os diagnósticos de enfermagem Padrão respiratório ineficaz (PRI), Desobstrução ineficaz das vias aéreas (DIVA), Troca de gases prejudicada (TGP) e Ventilação espontânea prejudicada (VEP) apresentam-se no período pós-operatório em crianças com cardiopatias congênitas, determinando as medidas de acurácia das características definidoras. Foi desenvolvido um estudo de coorte prospectiva em um hospital infantil da rede pública do município de Fortaleza-CE. A amostra foi composta por 54 crianças com idade entre 1 e 10 anos portadoras de cardiopatias congênitas em pós-operatório de cirurgia cardíaca. As crianças foram acompanhadas por um período mínimo de cinco dias e máximo de dez dias. Para a coleta de dados, foi utilizado um instrumento baseado nas CD dos diagnósticos de enfermagem estudados e na literatura pertinente acerca da avaliação pulmonar. Os dados foram coletados por meio de exame físico da criança e entrevista com os responsáveis. As informações obtidas foram analisadas pela pesquisadora para determinar a presença ou ausência das CD de PRI, DIVA, TGP e VEP e estes dados foram organizados em planilhas. Posteriormente, as planilhas foram encaminhados para enfermeiros diagnosticadores que executaram o processo de inferência diagnóstica. Foram utilizados os softwares Excel e SPSS para organização e análise estatística dos dados. O nível de significância adotado foi de 5%. Das crianças avaliadas, 30 (55,5%) desenvolveram DIVA, 25 (46,3%) desenvolveram TGP e 21 (38,8%) apresentaram PRI durante o período de acompanhamento. Para a inferência de DIVA, a CD mais acurada foi ruídos adventícios respiratórios e para PRI, a característica que apresentou as maiores medidas de acurácia foi uso da musculatura acessória para respirar. Já para a inferência de TGP, a característica mais acurada foi hipoxemia. Para o diagnóstico de enfermagem VEP, não foi possível estabelecer relações estatisticamente significantes de acurácia das características definidoras. Com base na análise de correspondências múltiplas, as CD que mais auxiliaram na diferenciação entre os diagnósticos PRI, DIVA e TGP foram: mudança na frequência respiratória, quantidade excessiva de muco, ruídos adventícios respiratórios, tosse ausente e taquipneia para DIVA, dispneia, batimento de asa de nariz, mudança no ritmo respiratório e uso da musculatura acessória para respirar para PRI e dióxido de carbono diminuído, gases sanguíneos arteriais anormais, pH arterial anormal e PO2 diminuída para TGP. Os resultados obtidos ajudaram a identificar as CD mais representativas de PRI, DIVA e TGP em crianças em evolução pós-operatória cardíaca. Estudos desta natureza são importantes por fornecer informações sobre a capacidade preditiva das características definidoras bem como a evolução temporal e as particularidades dos diagnósticos de enfermagem respiratórios.
10

Medidas de acurácia dos indicadores clínicos dos diagnósticos de enfermagem respiratórios em crianças com asma / Accuracy measures of clinical indicators of respiratory nursing diagnoses in children with asthma

Carvalho, Ocília Maria Costa January 2014 (has links)
CARVALHO, Ocília Maria Costa. Medidas de Acurácia dos Indicadores Clínicos dos Diagnósticos de Enfermagem Respiratórios em crianças com asma. 2014. 114 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Fortaleza, 2014. / Submitted by denise santos (denise.santos@ufc.br) on 2014-07-21T10:51:03Z No. of bitstreams: 1 2014_dis_omccarvalho.pdf: 9731854 bytes, checksum: 27d0958ae060ba2c79342b1f6889b124 (MD5) / Approved for entry into archive by denise santos(denise.santos@ufc.br) on 2014-07-21T11:17:15Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2014_dis_omccarvalho.pdf: 9731854 bytes, checksum: 27d0958ae060ba2c79342b1f6889b124 (MD5) / Made available in DSpace on 2014-07-21T11:17:15Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2014_dis_omccarvalho.pdf: 9731854 bytes, checksum: 27d0958ae060ba2c79342b1f6889b124 (MD5) Previous issue date: 2014 / The planning to lead the care and to support the nursing knowledge in specific clinical situations is based on the use of accurate nursing diagnoses. The use of good clinical indicators for predicting diagnosis is essential in order to reach this precision. This study aimed at determining the measures of accuracy of clinical indicators for nursing diagnosis, such as: Ineffective airway clearance, Ineffective breathing pattern, Impaired gas exchange and Impaired spontaneous ventilation in asthmatic children through a cross-sectional study held in a secondary level public hospital in Fortaleza (CE), from April to September 2013. The sample consisted of 205 children with asthma whose data were collected through a pulmonary assessment and interviews with their parents. The data were analyzed by the researcher to determine the presence or absence of: Ineffective airway clearance; Ineffective breathing pattern; Impaired gas exchange and Impaired spontaneous ventilation indicators based on a research protocol and then diagnostician nurses analyzed this information for diagnostic inference. For statistical analysis, SPSS and Excel were used with a significance level of 5 %. The study adopted the ethical principles and received the assent of the Federal University of Ceará Ethics and Research (opinion No. 237.389/13). There was a slight prevalence for males (52.3 %) and average age of 36 months. 89.3% of the children assessed developed Ineffective airway clearance; 86.8 % developed Ineffective breathing pattern; 28.8 % developed Impaired gas exchange and 5.9 % of the children developed Impaired spontaneous ventilation. Ineffective airway clearance presented dyspnea, change in respiratory rate, change in respiratory rhythm, orthopnea, rales and ineffective cough as the most prevalent indicators. Change in respiratory rate, change in respiratory rhythm, orthopnea, respiratory rales, decreased breath sounds and ineffective cough showed a significant association with this diagnosis whereas ineffective cough and respiratory rales appeared as the most accurate indicators. Ineffective breathing pattern had orthopnea, tachypnea and use of accessory muscles to breathe as the most prevalent indicator. A statistically significant association between changes in respiratory depth, tachypnea, accessory muscle use and orthopnea with Ineffective breathing pattern was also observed in this study. The Use of accessory muscles for breathing, changes in respiratory depth and orthopnea were observed as more accurate for Ineffective breathing pattern. Impaired gas exchange presented dyspnea, abnormal breathing, tachycardia and hypoxemia as the most prevalent indicators. Hypoxemia was the only indicator that showed a statistically significant association, and were seen as more accurate for Impaired gas exchange. For Impaired spontaneous ventilation dyspnea, increased heart rate and decreased SaO2 were the most prevalent indicators. Decreased cooperation, decreased SaO2 and increased use of accessory muscles to breathe were significantly associated with Impaired spontaneous ventilation and increased use of accessory muscles to breathe was presented with better accuracy. For the association between diagnoses, Ineffective airway clearance remained related to Ineffective breathing pattern and Impaired gas exchange and Ineffective breathing pattern remained related to Impaired gas exchange. Impaired spontaneous ventilation showed no association. It is believed that knowledge of the diagnostic profile of specific populations may contribute to nursing interventions so that they are guided by diagnostic decisions, thus facilitating the choice of the most appropriate actions. / O planejamento para direcionar o cuidado e fundamentar o conhecimento de enfermagem em situações clínicas específicas se baseia na utilização de diagnósticos de enfermagem precisos. O uso de bons indicadores clínicos para predizer diagnósticos é fundamental para que se alcance essa precisão. Este estudo teve como objetivo geral determinar as medidas de acurácia dos indicadores clínicos dos diagnósticos de enfermagem respiratórios: Desobstrução ineficaz de vias aéreas, Padrão respiratório ineficaz, Troca de gases prejudicada e Ventilação espontânea prejudicada em crianças asmáticas. Estudo transversal, realizado em um hospital de nível secundário da rede pública de Fortaleza (CE), nos meses de abril a setembro de 2013. A amostra foi composta por 205 crianças. Os dados foram coletados por meio de uma avaliação pulmonar e entrevista com os responsáveis. As informações obtidas foram analisadas para determinar a presença ou ausência dos indicadores clínicos dos diagnósticos em estudo. Posteriormente, esses dados foram encaminhados a enfermeiros diagnosticadores para inferência diagnóstica. Foram utilizados os softwares Excel e SPSS para organização e análise estatística dos dados. O nível de significância adotado foi de 5%. O estudo adotou os princípios éticos e recebeu parecer ético favorável (parecer nº 237.389/13). Houve uma discreta prevalência para o sexo masculino (52,3%) e mediana de idade de 36 meses. Das crianças avaliadas, 89,3% desenvolveram Desobstrução ineficaz de vias aéreas; 86,8%, Padrão respiratório ineficaz; 28,8%, Troca de gases prejudicada e 5,9%, Ventilação espontânea prejudicada. Desobstrução ineficaz de vias aéreas apresentou dispneia, mudança na frequência respiratória, mudança no ritmo respiratório, ortopneia, ruídos adventícios e tosse ineficaz como indicadores mais prevalentes. Mudança na frequência respiratória, mudança no ritmo respiratório, ortopneia, ruídos adventícios respiratórios, sons respiratórios diminuído e tosse ineficaz apresentaram associação estatisticamente significante com este diagnóstico. E ruídos adventícios respiratórios e tosse ineficaz mostraram-se como os indicadores mais acurados. Padrão respiratório ineficaz apresentou ortopneia, taquipneia e uso da musculatura acessória para respirar como os indicadores mais prevalentes. Evidenciou-se associação estatisticamente significante de alterações na profundidade respiratória, taquipneia, uso da musculatura acessória e ortopneia com Padrão respiratório ineficaz. Uso da musculatura acessória para respirar, alterações da profundidade respiratória e ortopneia apresentaram-se como mais acurados para padrão respiratório ineficaz. Troca de gases prejudicada apresentou dispneia, respiração anormal, taquicardia e hipoxemia como os indicadores mais prevalentes. Hipoxemia foi o único indicador que mostrou associação estatisticamente significativa, além de manifestar-se como mais acurado para troca de gases prejudicada. Para Ventilação espontânea prejudicada, dispneia, frequência cardíaca aumentada e SaO2 diminuída foram os indicadores mais prevalentes. Cooperação diminuída, SaO2 diminuída e uso aumentado da musculatura acessória para respirar estiveram associados significativamente com ventilação espontânea prejudicada e uso aumentado da musculatura acessória para respirar apresentou-se com melhor acurácia. Para a associação entre os diagnósticos, desobstrução ineficaz de vias aéreas manteve relação com padrão respiratório ineficaz e padrão respiratório ineficaz com Troca de gases prejudicada. Ventilação espontânea prejudicada não apresentou associação. Acredita-se que o conhecimento do perfil diagnóstico de populações específicas possa contribuir para que as intervenções de enfermagem sejam orientadas por decisões diagnósticas, facilitando assim, escolha de ações adequadas.

Page generated in 0.0707 seconds