• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 2691
  • 33
  • 14
  • 8
  • 3
  • 2
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 2759
  • 2759
  • 1529
  • 1513
  • 416
  • 348
  • 323
  • 260
  • 254
  • 212
  • 180
  • 166
  • 160
  • 148
  • 147
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Caracterização de mecanismos envolvidos com a homeostase de espécies reativas de oxigênio na resposta de plantas a diferentes estresses

Messeder, Douglas Jardim de Alvarenga January 2016 (has links)
As espécies reativas de oxigênio (ROS) são importantes moléculas sinalizadoras, ou mensageiros secundários, em uma complexa rede de sinalização, que em plantas, é fundamental para o desenvolvimento, e para a resposta a diferentes estímulos ambientais. Por outro lado, estas moléculas representam uma ameaça oxidativa à celula, e em altas concentrações podem danificar diferentes componentes celulares. Dessa forma, as vias de produção e eliminação de ROS devem ser finamente moduladas. Apesar destas vias terem sido amplamente estudadas, incontáveis aspectos ainda permanecem desconhecidos. Este trabalho objetivou estudar os mecanismos de geração e eliminação de ROS nas mitocôndrias e cloroplastos, e seus efeitos no desenvolvimento e na resposta de plantas ao estresse. Assim, foi demonstrado que a enzima succinato desidrogenase (SDH), correspondente ao complexo II da respiração, é um importante sítio de geração de ROS em células vegetais. Além disso, a manipulação da geração de ROS em organelas, como a mitocôndria e o cloroplasto, promoveu alterações claras no padrão de desenvolvimento e nas respostas de plantas a diferentes estresses. Enquanto a indução da geração mitocondrial de ROS via SDH inibiu o desenvolvimento e levou a ativação da expressão de genes de defesa. Por outro lado, alterações nas respostas antioxidantes no cloroplasto, via manipulação genética das ascorbato peroxidases cloroplastídicas (OsAPX7 e OsAPX8), embora tenham afetado em menor grau o desenvolvimento da planta, modularam os parâmetros fisiológicos e a resposta ao estresse. Desta forma, plantas de arroz silenciadas, ou nocaute, para a isoformas cloroplastídicas de APX apresentaram um padrão diferenciado de abertura estomática e tolerância ao estresse hídrico. Além disso, experimentos de monohíbrido permitiram a identificação dos fatores de trasncrição OsDST, OsABF7, Os11g28270 e OsVOZ1, como potenciais reguladores da expressão de OsAPX8. A complexidade das respostas induzidas por ROS indicam que estas possuem uma alta especificidade e dependem da localização subcelular e da atividade de cada um dos componentes dessa intricada rede de sinalização, assim como o nível de expressão de cada um deles. O conjunto dos resultados obtidos amplia a visão do papel das ROS no desenvolvimento vegetal e nos mecanismos de respostas de plantas a estímulos ambientais geradores de estresse oxidativo. / The reactive oxygen species (ROS) are important signaling molecules, or secondary messengers, involved in a complex signaling network, which, in plants, is essential for development, and different environmental stimuli responses. Moreover, these molecules represent an oxidative risk to the cell, and at high concentrations may damage various cellular components. Thus, the ROS production and elimination routes should be finely regulated. Although these pathways have been extensively studied, many aspects remain unknown. Here we investigated the mechanisms of generation and elimination of ROS in mitochondria and chloroplasts, and its effects in plant development and stress responses. The results demonstrated that the enzyme succinate dehydrogenase, which corresponds to the mitochondrial complex II, is an important site of ROS production in plant cells. In addition, the control of ROS production in cellular organelles, such as mitochondria and chloroplast, promotes changes in development patterns and in plant stress response. While the induction of mitochondrial ROS production by SDH inhibit the development and activated defense genes expression, changes in chloroplast antioxidant response, by genetic manipulation of chloroplastic ascorbate peroxidases (OsAPX7 e OsAPX8), modulates physiologic parameters and stress response, despite inducing lower changes related to plant development. In this way, rice plants silenced or knockout for chloroplastic isoforms of APX showed a differential stomata opening pattern and drought stress tolerance. In addition, one-hybrid experiments, allowed the identification of the transcription factors OsDST, OsABF7, Os11g28270 e OsVOZ1, as potential regulators of the OsAPX8 expression. The complexity of the responses induced by ROS indicates that these mechanisms have a high specificity and is dependent of the subcelullar location, their activity, and the expression of each one of the components of this signaling network. The results obtained expands our vision of the role of ROS in plant development and in plant responses to environmental stimuli related to oxidative stress.
2

Estresse oxidativo em esquizofrenia

Gama, Clarissa Severino January 2004 (has links)
Resumo não disponível.
3

Efeito agudo da sinvastatina em marcadores inflamatórios e de estresse oxidativo em pacientes com doença renal crônica

Dummer, Claus Dieter January 2007 (has links)
Resumo não disponível
4

Efeitos do estresse térmico e reidratação sobre estresse oxidativo em humanos no repouso e durante o exercício

Lionello Neto, Orlando Laitano January 2010 (has links)
Resumo não disponível
5

Efeitos agudos e crônicos de suplementação com diferentes doses de vitamina A sobre parâmetros de estresse oxidativo e comportamentais em ratos

Oliveira, Marcos Roberto de January 2008 (has links)
A vitamina e seus derivados, os retinóides, participam de processos celulares responsáveis pela manutenção do sistema nervoso central. Estas moléculas induzem, por exemplo, tanto diferenciação quanto morte neuronais, cujas conseqüências são o surgimento de regiões com funções específicas naquele tecido e uma morfologia característica. No entanto, o excesso de vitamina A, ou de retinóides, na dieta, ou devido a uso terapêutico, pode ser teratogênico, por exemplo. Ainda, outros tecidos podem ser afetados pelo excesso de tais moléculas, incluindo o fígado. Não só a teratogênese induzida por vitamina A é importante. Transtornos cognitivos são comuns em usuários de vitamina A/retinóides em altas doses, dentre eles irritabilidade, ansiedade e depressão. Além disso, estudos in vitro têm demonstrado um papel redox ativo para a vitamina A, ou seja, dependendo da concentração, ela será antioxidante ou pró-oxidante. Os objetivos deste trabalho foram investigar possíveis alterações no ambiente redox de diferentes regiões cerebrais de ratos adultos, além de investigar modificações comportamentais induzidas pelo tratamento com vitamina A. Neste trabalho, foram utilizados ratos Wistar machos adultos – 90 dias, que foram tratados por 3, 7 ou 28 dias com vitamina A na forma de palmitato de retinol nas doses de 1000, 2500, 4500 ou 9000 UI/kg/dia via intra-gástrica (gavagem). Nas estruturas cerebrais substância negra, estriado e hipocampo, verificamos aumento nos níveis de marcadores de estresse oxidativo (carbonilação de proteínas, peroxidação lipídica e diminuição no conteúdo de tióis reduzidos) e modulação da atividade de enzimas antioxidantes em todos os períodos analisados. Cronicamente, observamos que vitamina A em qualquer dose, mesmo naquelas usualmente consideradas terapêuticas, foi capaz de induzir comportamento tipo-ansiedade nos animais, além de diminuir sua capacidade de locomoção e de exploração. Então, a partir destes resultados e de outros dados já reportados, recomendamos cautela mesmo no uso terapêutico de vitamina A, já que alterações cognitivas são, muitas vezes, silenciosas, tornando seu diagnóstico complicado. / Vitamin A and its derivatives, the retinoids, participate in cellular processes that are responsible for the maintenance of the central nervous system. These molecules induce, for example, either neuronal cell differentiation or death, consequently inducing the arisen of cerebral regions with specific function and a characteristic morphology. However, excessive vitamin A, or its retinóides, in the diet, or even due to therapeutic use, may be, for instance, theratogenic. In addition, other tissues may be affected by the excess of such molecules, including the liver. Not only vitamin A-induced theratogenesis is important. Cognitive impairments are common among vitamin A-treated patients, for instance irritability, anxiety, and depression. Furthermore, in vitro investigations have demonstrating a redox active role to vitamin A, i.e. depending on its concentration, it could be anti- or prooxidant. In this work, we aimed to investigate alterations in the redox environment of some rat brain regions, and also to investigate behavioral changes that could be induced by vitamin A supplementation. Here, we have utilized adult male Wistar rats (90-day old) that were treated for 3, 7, or 28 days with vitamin A as retinol palmitate at 1000, 2500, 4500, or 9000 IU/kg/day intra-gastrically (gavage). In the cerebral regions substantia nigra, striatum, and hippocampus, we have verified an increased level of oxidative stress markers (protein carbonylation, lipid peroxidation, and decreased protein and non-protein thiol content) and antioxidant enzymes activities modulation after any period. Chronically, we have observed that vitamin A at any dose, even the therapeutic ones, was able to induce anxiety-like behavior in the animals, in addition to decrease its locomotion in and exploration of the light-dark box and open field. Then, regarding the results obtained in this work and from other reported data, we recommend more caution even in the therapeutic use of vitamin A, since the cognitive alterations may be, frequently, hard to be diagnosed.
6

Efeitos modulatórios da acupuntura e da eletroacupuntura sobre a inflamação e o estresse oxidativo no fígado de ratos deprimidos experimentalmente / Modulatory effects of acupuncture and electroacupuncture on inflammation and oxidative stress in the liver of experimentally depressed rats

Albuquerque, Andrea de Oliveira January 2016 (has links)
ALBUQUERQUE, Andrea de Oliveira. Efeitos modulatórios da acupuntura e da eletroacupuntura sobre a inflamação e o estresse oxidativo no fígado de ratos deprimidos experimentalmente. 2016. Dissertação (Mestrado em Cirurgia) - Faculdade de Medicina, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2016. / Submitted by denise santos (denise.santos@ufc.br) on 2017-04-17T11:59:15Z No. of bitstreams: 1 2016_dis_aoalbuquerque.pdf: 1342896 bytes, checksum: f219905c8e5aef65238da743fdae8a79 (MD5) / Approved for entry into archive by denise santos (denise.santos@ufc.br) on 2017-04-17T11:59:38Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2016_dis_aoalbuquerque.pdf: 1342896 bytes, checksum: f219905c8e5aef65238da743fdae8a79 (MD5) / Made available in DSpace on 2017-04-17T11:59:38Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2016_dis_aoalbuquerque.pdf: 1342896 bytes, checksum: f219905c8e5aef65238da743fdae8a79 (MD5) Previous issue date: 2016 / Stress is currently one of the main factors that have been associated with the occurrence of depression, one of the most common forms of psychopathy, the social impact is high. We can point to a close relationship between stress and depression, from evidence pointing to the presence of abnormalities in cellular levels of reactive oxygen species and reduced glutathione (GSH) in the activity of antioxidant enzymes. It is known that the imbalance between oxidant and antioxidant (oxidative stress) plays a key role in the production of lesions induced by stress, which in this study associate with liver injury. The impact of emotional disorders on the liver appears to be associated with increased severity of liver disease. Based on this, the manual acupuncture is used in acupoint VB34 (Yanglingquan) in order to generate hepatoprotective answers and E36 point (Zusanli) to strengthen the mental processes. This study aimed to evaluate the modulatory effects of acupuncture and electroacupuncture on oxidative stress and inflammation in the liver of rat experimentally depressed. This was a prospective, controlled study, comparing four Wistar rats groups, there were 24 male rats randomly assigned in groups of six, subjected to Chronic Mild Stress (CMS) for six (6) weeks for the development an experimental depression, this frame was evidenced by Sucrose Preference Test and the Forced Swim Test. After we performed the treatment Acupuncture (Ac), electroacupuncture 2 Hz (Eac 2 Hz )and electroacupuncture 100 Hz (Eac 100Hz ) , except for the control group. The acupoints VB34 and E36 were used as treatments, and the point R3 (Taixi) was used as the potentiator.The treatment lasted 20 min, repeated on alternate days, totaling six (6) applications. In the end, blood samples and liver samples were collected for biochemical analysis, which included the transaminase analysis glutamic oxaloacetic / aspartate aminotransferase (AST/ALT) and transaminase glutamic pyruvic / alanine aminotransferase (ALT/AST) serum, malonic dialdehyde (MDA) serum and liver, reduced glutathione (GSH) serum and liver and myeloperoxidase (MPO) liver. In the present study it was observed that the proposed treatment with Ac, Eac 2Hz, Eac and Eac100Hz, caused a significant reduction of serum AST, increased hepatic GSH for all treated groups. There was also a significant increase (p <0, 0001) serum GSH related to treatment with Eac 100Hz and significant (p <0.05) related to Ac, a significant reduction in hepatic MDA (p <0, 05), and a very significant reduction in hepatic MPO (p<0.0001 ) , related to the use of Eac 100Hz . It was conclued, then, that the applications of the treatment in rats previously depressed promoted local and systemic protection on oxidative stress by increasing GSH concentrations and reduce the inflammatory state. It is emphasized that treatment with electroacupuncture 100Hz was significantly more promising as a treatment. / O estresse, atualmente, é um dos principais fatores que têm sido associados com a ocorrência de depressão, uma das formas mais comuns de psicopatia, cujo impacto social é alto. Podemos apontar uma estreita relação entre o estresse e a depressão, a partir de evidências que apontam a presença de anormalidades nos níveis celulares de espécies reativas de oxigênio e glutationa reduzida (GSH) na atividade de enzimas antioxidantes. Sabe-se que o desequilíbrio entre oxidante e antioxidante (estresse oxidativo) desempenha um papel fundamental na produção de lesões induzidas pelo estresse, o qual, nesse estudo, associou-se a lesão hepática.Os impactos dos distúrbios emocionais sobre o fígado parecem estar associados à maior gravidade das doenças hepáticas.Baseado nisso, utiliza-se a acupuntura manual no acuponto VB34 (Yanglingquan) com o intuito de gerar respostas hepatoprotetoras e no ponto E36 (Zusanli) para fortalecer os processos mentais. Assim, esse trabalho objetivou avaliar os efeitos modulatórios da acupuntura e eletroacupuntura sobre o estresse oxidativo agudo e a inflamação no fígado de ratos deprimidos experimentalmente. Tratou-se de um estudo prospectivo, controlado e comparativo entre quatro grupos de ratos Wistar, 24 ratos machos distribuídos randomicamente em grupos de seis, submetidos ao estresse crônico moderado (ECM) durante seis (6) semanas, para o desenvolvimento de um quadro depressivo, constatado por Teste de Preferência a Sacarose e Teste de Natação Forçada. Seguido por tratamento de Acupuntura (Ac), Eletroacupuntura 2Hz (Eac 2Hz) e Eletroacupuntura 100 Hz (Eac 100Hz), excetuando-se o grupo controle. Foram utilizados os acupontos VB34 e E36 como tratamentos,e o ponto R3 (Taixi), foi utilizado como potencializador. O tratamento durou 20 min, repetido em dias alternados, perfazendo seis (6) aplicações. Ao final, foram coletadas amostras de sangue e de fígado para análise bioquímica, que incluiram a análise de transaminase glutâmico oxalacética/ aspartato aminotransferase(TGO/ALT) e transaminase glutâmico-pirúvica/alanina aminotransferase (TGP/AST) séricas,dialdeido malônico (MDA) sérico e hepático, glutationa reduzida (GSH) sérica e hepática e mieloperoxidase hepática (MPO). No presente estudo observou-seque o tratamento proposto com Ac, Eac 2Hz e Eac 100Hz, promoveu redução significativa de AST sérica, aumento da GSH hepático para todos os grupos tratados. Observou-se, também, um aumento muito significativo (p < 0,0001)de GSH sérico relacionados ao tratamento comEac 100Hz e significativo (p<0,05) relacionado a Ac, uma redução significativa de MDA hepático (p<0,05) e uma redução muito significativa de MPO hepático (p < 0,0001), relacionado ao uso da Eac 100Hz. Conclui-se, então, que a aplicação do tratamento em ratos previamente deprimidos promoveu proteção local e sistêmica sobre o estresse oxidativo por aumento das concentrações de GSH, além de reduzir o estado inflamatório. Enfatiza-se que tratamento com Eletroacupuntura 100Hz se mostrou significativamente mais promissor como tratamento.
7

Estudo do efeito neuroprotetor da N-Acetilcisteina em ratas periadolescentes submetidas a convulsão pelo abrasamento induzido por nicotina

Costa, Adriana Mary Nunes January 2014 (has links)
COSTA, Adriana Mary Nunes. Estudo do efeito neuroprotetor da N-Acetilcisteina em ratas periadolescentes submetidas a convulsão pelo abrasamento induzido por nicotina. 2014. 77 f. Dissertação (Mestrado em Farmacologia) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Medicina, Fortaleza, 2014. / Submitted by denise santos (denise.santos@ufc.br) on 2014-08-27T14:12:06Z No. of bitstreams: 1 2014_dis_amncosta.pdf: 1369736 bytes, checksum: 9e7fcf8f60823a93d511804ddaf9fa82 (MD5) / Approved for entry into archive by denise santos(denise.santos@ufc.br) on 2014-08-27T14:13:02Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2014_dis_amncosta.pdf: 1369736 bytes, checksum: 9e7fcf8f60823a93d511804ddaf9fa82 (MD5) / Made available in DSpace on 2014-08-27T14:13:02Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2014_dis_amncosta.pdf: 1369736 bytes, checksum: 9e7fcf8f60823a93d511804ddaf9fa82 (MD5) Previous issue date: 2014 / Nicotine (NIC) is the major component of tobacco smoking being one of the most abused substances worldwide. One important pharmacological effect of NIC is the induction of seizures. In this context it was previously proposed that NIC repeated administration is capable of inducing kindling, a form of sensitization related to the induction of behavioral alterations, among then seizures. Kindling is being used as a tool for the study of progression in a wide range of neuropsychiatric disorders. Recently our research group evidenced that periadolescent female rats were more susceptible to NIC-induced kindling demonstrating a participation of prooxidant mechanisms in this response. Based on these evidences, the present study had the goal to study the benefits of the administration of N-acetylcysteine (NAC), an antioxidant drug, in the prevention of NIC-induced seizures. To do this, female Wistar periadolescent rats (60-80 g) were used. The animals were administered NIC (2mg/Kg/day, i.p.); NAC (90, 180 or 270 mg/Kg/day, i.p.) alone or combined with NIC (NAC+NIC) or distilled water during 19 days. The animal’s behavior was evaluated at 1st, 8th, 15th and 19th days, using Racine Scale (seizure grades 1 to 5). At the end of treatment (19th day), animals were killed and their prefrontal cortex, hippocampus and striatum dissected. Homogenates were used to evaluate SOD activity, GSH levels, nitrite levels (as an indirect nitric oxide measurement), and lipid peroxide generation by measuring the substances that react with thiobarbituric acid. Animals treated with NAC presented a decrement in seizure activity. The SOD activity levels were decreased in group that received NAC+NIC. On the other hand, GSH levels had a significant increment in both groups treated with NAC and NAC+NIC. The lipid peroxidation level was reduced in the group that received NAC+NIC, and there was no change in nitrite levels in any group. The conclusion was that NAC presented a neuroprotective effect when diminished the lipid peroxidation level in animals exposed to nicotine-induced kindling. / A nicotina (NIC) é o principal componente da fumaça do tabaco e considerada uma das substâncias com maior poder de abuso. Um importante efeito farmacológico da NIC é a indução de convulsões. Neste contexto, foi proposto que a administração repetida de NIC é capaz de causar abrasamento, uma forma de sensibilização à manifestação de alterações comportamentais, dentre elas a convulsão, sendo usado como ferramenta para o estudo dos mecanismos de progressão para uma ampla gama de transtornos neuropsiquiátricos. Recentemente nosso grupo de pesquisa evidenciou que ratas na periadolescência são mais susceptíveis aos efeitos do abrasamento por NIC mostrando a participação de mecanismos pró-oxidantes neste processo. Baseado nestas evidências, o presente trabalho objetivou estudar os possíveis benefícios da administração de N-acetilcisteina (NAC), uma droga antioxidante, na prevenção do abrasamento induzido por NIC. Para isto foram utilizadas ratas Wistar periadolescentes (60-80 g). Os animais receberam NIC (2mg/Kg/dia, v.o.); NAC (90, 180 ou 270 mg/Kg/dia, i.p.) sozinha ou associada a NIC (NAC+NIC) ou água destilada durante 19 dias (cinco dias consecutivos e dois de intervalo). O comportamento dos animais foi avaliado nos 1º, 8º 15º e 19º dias, através da Escala de Racine. Ao final do tratamento (19º dia) os animais tiveram o córtex pré-frontal (CPF), hipocampo (HP) e corpo estriado (CE) dissecados para a avaliação de parâmetros oxidativos como atividade da SOD, níveis de GSH, nitrito e peroxidação lipídica (TBARS). Os resultados mostraram que os animais tratados com NAC apresentaram diminuição dos graus de convulsão na Escala de Racine. A administração de NAC+NIC reduziu a atividade da SOD, enquanto os níveis de GSH foram significativamente aumentados nos grupos NAC e NAC+NIC. NAC+NIC reduziram a peroxidação lipídica não alterando os níveis de nitrito nos grupos estudados. Em conclusão nosso estudo mostrou que a NAC apresenta efeito protetor em animais expostos ao abrasamento induzido por nicotina.
8

Estudo do efeito antipsicótico do óleo essencial de Alpinia zerumbet em comparação ao antipsicótico atípico olanzapina em modelo experiental de esquizofrenia / Study of antipsychotic effect of essential oil of Alpinia zerumbet compared to olanzapine atypical antipsychotic in model of schizopherina experiential

Araújo, Fernanda Yvelize Ramos de 22 January 2016 (has links)
ARAÚJO, F. Y. R. Estudo do efeito antipsicótico do óleo essencial de Alpinia zerumbet em comparação ao antipsicótico atípico olanzapina em modelo experiental de esquizofrenia. 2016. 104 f. Tese (Doutorado em Farmacologia) - Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2016. / Submitted by Erika Fernandes (erikaleitefernandes@gmail.com) on 2016-12-20T12:51:07Z No. of bitstreams: 1 2016_tese_fyraraujo.pdf: 1299022 bytes, checksum: 99c7c805885603daf6839f150af588e7 (MD5) / Approved for entry into archive by Erika Fernandes (erikaleitefernandes@gmail.com) on 2016-12-20T12:51:15Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2016_tese_fyraraujo.pdf: 1299022 bytes, checksum: 99c7c805885603daf6839f150af588e7 (MD5) / Made available in DSpace on 2016-12-20T12:51:15Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2016_tese_fyraraujo.pdf: 1299022 bytes, checksum: 99c7c805885603daf6839f150af588e7 (MD5) Previous issue date: 2016-01-22 / Schizophrenia is a chronic psychiatric disorder characterized by the presence of positive, negative and cognitive symptoms. A widely used animal model involves repeated administration of ketamine (TEC) that induces the disease symptoms as well as causes oxidative damage. The Alpinia zerumbet is a plant whose essential oil (OEAZ) has shown important antipsychotic effect in previous studies of our research group. Based on this statement the present study aimed to determine the effects of OEAZ in the prevention and reversal of positive symptoms (pre-pulse inhibition test -PPI), negative (social interaction -SI) and cognitive (maze Y) induced by repeated administration of CET and to assess neurochemical changes as part of its mechanism of action: Reduced Glutathione - (GSH); Nitrite (indirect measurement of nitric oxide); Levels of brain-derived neurotrophic factor (BDNF); Interleukin-6 (IL-6) and to study the possible adversities related to the oil effect, extrapyramidal events (catalepsy), changes in body weight (BW). For the prevention protocol, male mice were pretreated with OEAZ 100 and 200 mg / kg (OEAZ 100 and OEAZ 200) or Olanzapine 2 mg / kg (OLANZA) or saline (SAL) for 7 days, from 8 ° to 14 ° CET was added. The reversal protocol the animals were pretreated with CET the 1st to the 7th day and 8 ° to 14 ° OEAZ 100 and 200 or OLANZA or SAL were added. CET caused deficit in the IPP, social interaction and the Labyrinth Y, reduced GSH levels, nitrite and BDNF, and increased IL-6. The CET has reduced immobility in catalepsy and increased PC of animals. The OEAZ 100 was able to prevent the PPI deficits caused, SI and Maze Y. OEAZ 200 increased the time SI. In reversing the OEAZ 100 and 200 increased the index in PPI and Y maze. OLANZA improved the index in the PPI, SI. 100 OEAZ prevented by increasing GSH levels in the CPF (prefrontal cortex) and CE (striatum) and did not alter the HC (hippocampus) in reversal, increased the CPF, HC, EC. The OEAZ 200 was not significant in preventing, but reverted low GSH levels in all three areas. In nitrite levels OEAZ 100 and 200 is not prevented, but reversed increasing the HC and CE Regarding BDNF only OEAZ 100 and OLANZA were able to increase the levels in the prevention and reversal, the Olaza only reversed. Both doses of OEAZ and OLANZA significantly reduced IL-6 levels. In the evaluation of possible side effects OEAZ 100 and 200 slightly increased immobility time of animals. On Pc OLANZA increased sharply, while the OEAZ 100 and 200 increased and reduced respectively in preventing and acted contrary to the reversal. Overall the OEAZ presented a similar performance to antipsychotic, preventing and reversing the positive, negative and cognitive symptoms. Its mechanism involves dopaminergic pathways, neurotrophic and antioxidants. / A esquizofrenia é um transtorno psiquiátrico crônico, caracterizada pela presença de sintomas positivos, negativos e cognitivos. O modelo animal utilizando Cetamina (CET) é capaz de induzir a sintomatologia da doença, assim como provoca danos oxidativos com administrações repetidas. Os antipsicóticos tratam a sintomatologia, mas provocam efeitos colaterais como excessivo ganho de peso, comprometendo a adesão dos pacientes ao tratamento. Dada a necessidade de novas terapias a Alpinia zerumbet é uma planta cujo óleo essencial (OEAZ) vem apresentando importante efeito antipsicótico em publicações prévias de nosso grupo de pesquisa. Baseado nesta afirmativa o presente trabalho objetivou determinar os efeitos do OEAZ na prevenção e reversão dos sintomas positivos (teste de inibição pré-pulso - IPP), negativos (interação social - IS) e cognitivos (labirinto em Y) induzidos pela administração repetida de CET (25mg/kg), bem como avaliar alterações neuroquímicas como parte de seu mecanismo de ação: Glutationa reduzida – (GSH); Nitrito (medida indireta de óxido nítrico); Níveis do fator neurotrófico derivado do cérebro (BDNF); Interleucina- 6 (IL-6) e estudar os possíveis adversidades relacionadas ao efeito do óleo: eventos extrapiramidais (Catalepsia), alterações no peso corporal (PC). No protocolo de prevenção para simular um episódio agudo de esquizofrenia, camundongos machos foram previamente tratados com OEAZ 100 e 200 mg/kg (OEAZ 100 e OEAZ 200) ou Olanzapina 2 mg/kg (OLANZA) ou Salina (SAL) durante 7 dias, do 8° ao 14° dia CET foi acrescentada no tratamento. No protocolo de reversão (manutenção do tratamento) os animais foram previamente tratados com CET do 1° ao 7° dia e do 8° ao 14° dia o OEAZ 100 e 200 ou OLANZA ou SAL foram acrescentados de acordo com o grupo experimental. CET causou déficit na IPP, Interação social e no Labirinto Y, reduziu os níveis de GSH, Nitrito e BDNF, e aumentou o de IL-6. A CET reduziu a imobilidade na Catalepsia e aumentou o PC dos animais. O OEAZ 100 foi capaz de prevenir os déficits causados na IPP, IS e labirinto Y. O OEAZ 200 aumentou o tempo de IS. Na reversão o OEAZ 100 e 200 aumentaram o índice na IPP e labirinto –Y. OLANZA melhorou o índice na IPP, IS. OEAZ 100 preveniu aumentando os níveis de GSH no CPF (córtex pré-frontal) e CE (corpo estriado) e não alterou no HC (Hipocampo), na reversão, aumentou no CPF, HC, CE. O OEAZ 200 não foi significativo na prevenção, mas reverteu os baixos níveis de GSH nas três áreas. Nos níveis de Nitrito OEAZ 100 e 200 não preveniram, mas reverteram aumentando no HC e C.E. Quanto ao BDNF apenas o OEAZ 100 e a OLANZA foram capazes de aumentar os níveis na prevenção e reversão, a OLAZA só reverteu. Ambas as doses de OEAZ e OLANZA reduziram significativamente os níveis de IL-6. Na avaliação dos possíveis efeitos colaterais OEAZ 100 e 200 aumentaram discretamente o tempo de imobilidade dos animais. No PC a OLANZA aumentou acentuadamente, enquanto o OEAZ 100 e 200 aumentou e reduziu respectivamente na prevenção e atuaram de forma contrária na reversão. No geral o OEAZ apresentou uma atuação antipsicótica semelhante a OLANZA, prevenindo e revertendo os sintomas positivos, negativos e cognitivos DA esquizofrenia. Seu mecanismo envolve vias dopaminérgicas, neurotróficas e antioxidantes.
9

Atuação de lipídeos bioativos e espécies reativas de oxigênio na diferenciação cardíaca

Poloni, Joice de Faria January 2014 (has links)
Uma complexa maquinaria molecular é responsável pelo desenvolvimento cardíaco, e qualquer alteração nesta maquinaria pode ocasionar cardiopatias congênitas. Nesse sentido, lipídeos bioativos e espécies reativas de oxigênio (ERO) podem apresentar importante papel durante a regulação da morfogênese cardíaca. Os lipídeos bioativos apresentam papel na sinalização celular, sendo relacionados à pluripotência e diferenciação. Adicionalmente, ERO são essenciais para o desenvolvimento cardíaco, contudo, a excessiva produção de ERO está diretamente associada à malformação da estrutura do coração. Nesse sentido, ERO podem promover o acúmulo de ceramida e reduzir a síntese de esfingosina-1-fosfato, gerando alterações na concentração de esfingolipídeos. Desta forma, esta dissertação de mestrado revisa a relação entre lipídeos bioativos e ERO, descrevendo o impacto desta relação no desenvolvimento e malformações da estrutura cardíaca. Posteriormente, são utilizados dados transcritômicos e ferramentas de quimio-biologia de sistemas para avaliar as funções potenciais de lipídeos bioativos durante o desenvolvimento cardíaco de Mus musculus. Os dados obtidos indicam que os lipídeos bioativos estão relacionados com a morfogênese cardíaca, associados à expressão gênica, rearranjo do citoesqueleto, motilidade e adesão celular. Esses lipídios podem participar da resposta celular a estímulos externos, alterando a dinâmica da membrana plasmática e influenciando a morfogênese cardíaca através da remodelagem da matriz extracelular. Adicionalmente, esses lipídios podem mediar o estímulo de secreção de citocinas, como IL-6, além da regulação da mobilização de Ca2+ e da atividade de fatores de crescimento. / A complex molecular machinery is responsible for the control of cardiac development, where any disruption of this system leads to congenital cardiopathies. In this sense, bioactive lipids and reactive oxygen species (ROS) show important roles in regulating cardiac morphogenesis. Bioactive lipids are observed in cellular signaling processes, and have been reported to be necessary for cellular pluripotency and differentiation. Additionally, redox homeostasis is crucial during embryonic development, since excessive ROS production is directly related to malformations of cardiac structures. In this sense, ROS can promote ceramide accumulation and reduce sphingosine-1-phosphate synthesis, generating an imbalance in the sphingolipid concentration. Thus, this master’s degree dissertation reviews the relationship between bioactive lipids and ROS, describing the impact of this relationship during cardiac structure development and malformations. Henceforth, transcriptomic data and systems chemo-biology tools were employed to evaluate the potential role of bioactive lipids during cardiac development in Mus musculus. Our analysis indicated that bioactive lipids are related to cardiac morphogenesis, gene expression, cytoskeletal rearrangement, cell adhesion and motility. Bioactive lipids can participate in the cellular response to external stimuli, altering the plasma membrane dynamics and influencing cardiac morphogenesis through the remodeling of the extracellular matrix. Additionally, these lipids may mediate the stimulation of cytokines release, such as IL-6, regulate the Ca2+ mobilization and the activity of growth factors.
10

Efeitos da fração ZOEB4 contendo o [6]-, [8]- E [10]-gingerol isolados do gengibre (Zingiber officinale Roscoe) na nefrotoxicidade induzida por gentamicina em ratos

Rodrigues, Francisco Adelvane de Paulo January 2013 (has links)
RODRIGUES, Francisco Adelvane de Paulo. Efeitos da fração ZOEB4 contendo o [6]-, [8]- E [10]-gingerol isolados do gengibre (Zingiber officinale Roscoe) na nefrotoxicidade induzida por gentamicina em ratos. 2013. 111 f. Dissertação (Mestrado em Farmacologia) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Medicina, Fortaleza, 2013. / Submitted by denise santos (denise.santos@ufc.br) on 2014-01-28T11:11:01Z No. of bitstreams: 1 2013_dis_faprodrigues.pdf: 2114959 bytes, checksum: b55ef0335c5dde9ef749728814293463 (MD5) / Approved for entry into archive by denise santos(denise.santos@ufc.br) on 2014-01-28T11:11:48Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2013_dis_faprodrigues.pdf: 2114959 bytes, checksum: b55ef0335c5dde9ef749728814293463 (MD5) / Made available in DSpace on 2014-01-28T11:11:48Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2013_dis_faprodrigues.pdf: 2114959 bytes, checksum: b55ef0335c5dde9ef749728814293463 (MD5) Previous issue date: 2013 / A Gentamicina (GM) é um aminoglicosídeo amplamente utilizado contra infecções por microrganismos gram-negativos. Lesão renal aguda (LRA) é a principal limitação para a sua eficácia terapêutica, ocorrendo em 10-20% dos pacientes. O evento capital é produção de espécies reativa de oxigênio (EROs) e alteração na dinâmica intra-renal e glomerular. O gengibre é fonte de substâncias bioativas que podem ter efeito satisfatório na renoproteção por ação antioxidante. A fração ZOEB4 é enriquecida com os compostos com [6]-, [8]- e [10]- gingerol, isolada a partir do extrato do Zingiber officinale Roscoe, parece ser promissora diante desta nefrotoxidade, podendo auxiliar o rim na resposta antioxidante endógena, diminuindo o dano oxidativo e atenuando a resposta pró-inflamatória. O presente estudo visou investigar os possíveis efeitos protetores da fração ZOEB4 em um quadro de LRA pela administração de GM 100 mg/kg i.p. Foram utilizados ratos Wistar, adultos machos, divididos em 6 grupos. Os grupos controles foram induzidos com NaCl 0,9% por 7dias e tratados oralmente com tween-80 2%, ou com a fração ZOEB4 25 mg/kg; grupos induzidos a nefrotoxicidade com GM 100mg/kg por 7dias acrescido do tratamento oral com a fração ZOEB4(6,25, 12,5 ou 25mg/kg) ou com tween 80 2%. O tratamento oral ocorreu durante 5 dias a partir do 5º dia de indução. Ao termino de cada tratamento foram coletados plasma, urina e rins para as análises. Foram avaliados os parâmetros bioquímicos indicativos de função renal, função tubular, perfil oxidativo, atividade das enzimas antioxidantes, a transcrição gênica de mediadores pró-inflamatórios através da reação da polimerase em cadeia em tempo real (qPCR), além da análise histopatológica. A GM alterou consideravelmente quase que todos os parâmetros investigados: Clcr (0,7±0,1 mL/min), ureia (73,1±7,5 mg/dL) proteína urinária (93,5±9,2 mg/dL), FENa (3,3±0,5 %) e FEK (78,76± 11,7 %), MDA renal(1,7±0,3 nM/mg de prot.), GSH (101,6± 23,4µg/mg prot.), SOD (52,47±7,7 U/mg prot.) e TNF-α (3,2 ±0,7) estabelecendo assim, dano renal nos animais. O tratamento com a fração ZOEB4 na dose de 25mg/kg desencadeou proteção diante desta nefrotoxicidade, revertendo a diminuição do Clcr (1,3± 0,2 mL/min), diminuindo os níveis sérico de ureia (41,7±0,03 mg/dL), de proteína urinária (51,36±3,2 mg/dL), da FENa (1,82 ± 0,21 %) e FEK (48,8±4,6 %), MDA (0,67±0,2 nM/mg de prot.), além de aumentar os níveis de GSH (250,2±27,7 ug/mg prot.) e a atividade da SOD (112,2±6,4 U/mg prot.) e, inibição da transcrição de TNF-α (1,5±0,2). Desta forma, proporcionando proteção a função renal. Estes resultados, acrescentado aos relatos de estudos prévios realizados com os compostos desta planta, indicam um futuro promissor para a utilização dos gingerois como um coadjuvante no tratamento diante de LRAs induzidas por aminoglicosídeos.

Page generated in 0.0715 seconds