• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 7
  • 1
  • Tagged with
  • 8
  • 8
  • 7
  • 6
  • 5
  • 4
  • 3
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

CEManTIKA CASE: uma Ferramenta de Apoio ao Desenvolvimento de Sistemas Sensíveis ao Contexto

PATRÍCIO, Raphael Freire de Araújo 31 January 2010 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T15:58:26Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo4129_1.pdf: 5139048 bytes, checksum: da929d79c70f9a47d378528eccc8cbec (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2010 / Os sistemas computacionais são usados para apoiar a execução de várias tarefas cotidianas e fornecem aos usuários uma grande quantidade de informações. Para torná-los mais adaptativos e fáceis de usar surge Contexto. Contexto é o conjunto de informações que caracterizam as entidades relevantes envolvidas na interação entre um usuário e uma aplicação. Sistemas sensíveis ao contexto (SSC) usam contexto para proverem informações e serviços mais relevantes aos usuários por meio de mecanismos de adaptação, assistência e percepção. Todavia, o desenvolvimento dessas aplicações não é trivial e apresenta desafios na aquisição, processamento, uso e disseminação de contexto. Para auxiliar o desenvolvimento de aplicações sensíveis ao contexto foram propostas várias abordagens de middlewares, toolkits, APIs e metamodelos. O CEManTIKA apoia a modelagem e projeto de SSC de forma independente de domínio por meio de uma arquitetura genérica, um metamodelo e um processo de software. No entanto, não foi encontrada uma ferramenta que permita a construção de SSCs guiada por um processo partindo da sua especificação e que use artefatos já modelados na aplicação. Esse trabalho apresenta a ferramenta CEManTIKA CASE que permite identificar o contexto relevante para uma aplicação e os mecanismos de adaptação em função dele. Um estudo experimental preliminar, realizado com nove participantes, verificou a aplicabilidade da ferramenta para o projeto de SSC e permitiu a modelagem dos elementos propostos no CEManTIKA
2

Avaliando o uso de ferramentas de medição como fator determinante para adoção de métricas de manutenibilidade de software em companhias brasileiras de software

FRANÇA, Micael Soares de 01 February 2016 (has links)
Submitted by Fabio Sobreira Campos da Costa (fabio.sobreira@ufpe.br) on 2016-08-08T12:30:47Z No. of bitstreams: 2 license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5) Dissertacao_Micael.pdf: 1885236 bytes, checksum: dce77e81bc020dd0cb75344d091e690b (MD5) / Made available in DSpace on 2016-08-08T12:30:47Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5) Dissertacao_Micael.pdf: 1885236 bytes, checksum: dce77e81bc020dd0cb75344d091e690b (MD5) Previous issue date: 2016-02-01 / O desenvolvimento de software engloba uma série de atividades cuja complexidade é notória. Quando este desenvolvimento não é gerenciado adequadamente pode haver diminuição na qualidade do software, aumento nos custos e atrasos nas entregas. Neste contexto, a manutenibilidade de software é considerada um atributo de qualidade que possui uma importante função na análise de qualidade de software. Geralmente, diversas áreas distintas, tais como Desenvolvimento de Software, Gestão de Projetos e Pesquisa de Software adotam métricas que atuam como indicadores que resumem uma série de informações, ajudando a caracterizar e entender certas circunstancias envolvidas na produção de um sistema. Por outro lado, determinar características de manutenibilidade em um sistema pode apresentar significantes desafios para um engenheiro de manutenibilidade. Por conseguinte, visando auxiliar o uso destas métricas, diversas ferramentas estão disponíveis para facilitar a análise e coleta de métricas software aplicadas a diversos contextos no desenvolvimento de um projeto. No entanto, a variedade de ferramentas e falta de informações para avaliar melhor o uso de cada uma, pode dificultar em algum aspecto a seleção e aplicação de novas métricas ou ferramentas. Face a esta realidade, este trabalho tem como objetivo investigar a adoção e uso de ferramentas que auxiliem a coleta de métricas de manutenibilidade de software e como elas podem estar relacionadas a escolha de tais atributos utilizados sob contexto industrial. E adicionalmente, verificar a sua representatividade, quais são as mais comuns e em que contexto são utilizadas. Para levantar os dados necessários para a análise e avaliação dessas ferramentas utilizadas no cenário industrial foi escolhido o Survey, como método empírico. Os dados coletados mostraram-se significantes para entendimento do cenário industrial no contexto relacionado, ajudando na integralização do conhecimento sobre uso de ferramentas e métricas adotadas na indústria. / Software development includes a series of activities whose complexity is notorious. When the development is not properly managed there can be decrease in software quality, higher costs and schedule delays. In this context, software maintainability (SM) is considered a quality attribute that plays an important role in the software quality analysis. Usually, several different areas such as Software Development, Project Management and Research in Software adopt metrics that act as indicators that summarize lots of information, helping to characterize and understand certain circumstances involved in the system production. However, determining maintainability characteristics of a system can present significant challenges for maintainability engineer. Therefore seeking to support using metrics, several tools have been developed to facilitate the collection and analysis of software metrics applied in different contexts on a project. However, the variety of tools and lack of information to better evaluate the use of each one, can hinder in some way the selection and application of new metrics and tools. Considering this fact, this research aims to investigate the adoption and use of tools to assist the collection of SM metrics and how they may be related to the choice of such attributes used in industrial context. Besides, we also aim to verify its representativeness, which are the most common and in what context they have been used. To gather all necessary data for analysis and evaluation of these tools used in industrial scenario, we chose Survey as empirical method. The data collected proved to be significant for understanding the industrial scenario in the referred context, helping the integration of knowledge about using tools and metrics adopted in the industry.
3

Automatizando as Regras de Mapeamento entre a Modelagem i* e a Modelagem UML usando XMI para Implementação de um Simulador de Rede Ópticas.

Pereira Pedroza, Flávio January 2005 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T17:40:51Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo7050_1.pdf: 1504395 bytes, checksum: 1eda7d1cd976e0a8c30e64f1a4b9a0ae (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2005 / bom entendimento dos requisitos organizacionais é vital para o sucesso do desenvolvimento de aplicações na área de engenharia de software. Com a popularização do paradigma da orientação à objeto, a linguagem de modelagem UML (Unified Modeling Language) se tornou padrão para este tipo de desenvolvimento. Porém, a UML ainda não está suficientemente estruturada para suportar a modelagem dos requisitos organizacionais. Faz-se necessário a utilização de outras técnicas de modelagem. A técnica de modelagem i* supre esta deficiência, sendo uma técnica utilizada para a modelagem de requisitos de negócios, bem difundida e aceita. Com a utilização dessas duas técnicas, faz-se necessário um meio de mapearmos os elementos i* em elementos UML. O mapeamento entre as duas técnicas foi realizado através de um conjunto diretrizes que ditam as regras pelas quais os elementos são mapeados. Neste trabalho apresentamos uma ferramenta de apoio às regras de mapeamento entre as técnicas i* e UML: o eXtended GOOD (Goals into Object Oriented Development) ou simplesmente, XGOOD. Essa ferramenta realiza esse mapeamento de forma automática possibilitando a troca dos modelos gerados entre várias ferramentas de modelagem orientada a objetos existentes no mercado, através do uso do XMI (XML Metadata Interchange). Com o objetivo de testar e validar a nova ferramenta foi desenvolvido um simulador de redes ópticas como estudo de caso
4

Uma estrutura de comunicação de dados para o ambiente CNS/ATM brasileiro.

Marck da Silva 00 December 2004 (has links)
Este trabalho de investigação envolve sistemas de comunicação no campo aeroespacial. Nele, foi desenvolvida uma Estrutura de Comunicação de Dados entre um Órgão de Controle de Tráfego Aéreo e Aeronaves. Ele descreve a necessidade de levantamento e acompanhamento dos mais evidentes e significativos avanços tecnológicos no ambiente de Comunicação, Navegação e Vigilância para o Gerenciamento de Tráfego Aéreo (Communication, Navigation, Surveillance/Air Traffic Management - CNS/ATM) brasileiro, com enfoque nas comunicações por enlace de dados. Ele aborda também as principais dificuldades atuais enfrentadas por controladores de tráfego aéreo e pilotos de aeronaves durante o processo de troca e compreensão de mensagens. Este trabalho pode servir de base para a investigação sobre o desenvolvimento e implementação de aplicativos que diminuam o esforço requerido por controladores e pilotos durante a troca e compreensão de mensagens. Nele, abordou-se tópicos relacionados ao ambiente CNS/ATM, ao controle de tráfego aéreo, aos sistemas de comunicação, à Engenharia de Software, às metodologias para o seu desenvolvimento, às ferramentas de auxílio à criação e às linguagens de programação orientadas a objeto. Nele, foram ainda utilizadas: a Técnica de Modelagem de Objetos (Object Modeling Technique - OMT) adaptada ao padrão da Linguagem de Modelagem Unificada (Unified Modeling Language - UML); e as Ferramentas de Engenharia de Software auxiliadas por computador, propiciando maior agilidade no desenvolvimento. Isso possibilitou a geração dos diagramas e documentação necessários para uma melhor compreensão. A etapa de implementação ocorreu, por meio de ferramentas com recursos visuais para edição e compilação do código, facilitando a geração do Protótipo e a realização de seus testes funcionais. Finalmente, uma Interface Gráfica para o Usuário foi desenvolvida como parte integrante de um Protótipo, para reduzir esforços de comunicação e assegurar o processo de troca e interpretação de mensagens entre Controladores e Pilotos.
5

RAPID: uma metodologia para a recuperação, armazenamento e reconhecimento de padrões em imagens digitalizadas.

Marco Antonio Pizani Domiciano 00 December 2003 (has links)
Este trabalho trata do importante problema relacionado com o armazenamento, a recuperação e o reconhecimento de padrões em imagens digitalizadas no âmbito do Ministério da Defesa, mais especificamente no Comando da Aeronáutica - COMAER. Ele mostra a falta de uma sistemática padronizada no COMAER capaz de propiciar processamento apropriado de imagens digitalizadas tornando os sistemas existentes ineficientes. Uma metodologia foi desenvolvida para melhorar a eficiência dos sistemas existentes, facilitar o trabalho dos fotointérpretes, aumentar a precisão das informações armazenadas e recuperadas e reduzir o desperdício de recursos envolvidos. Esta metodologia pode servir como guia para implementação de um Aplicativo de Banco de Dados que atenda aos requisitos dos usuários e também às Normas e Procedimentos diários. Aplicou-se a metodologia de orientação a objeto para o desenvolvimento do protótipo de validação, utilizou-se da Metodologia OMT adaptada ao padrão UML para uma rápida e precisa modelagem do sistema, utilizando-se de ferramentas CASE e propiciando um desenvolvimento mais rápido. Esta estratégia adotada tornou possível a geração dos diagramas e documentação necessários de forma automática, utilizando-se de Ambientes de Programação que proporcionaram flexibilidade e agilidade no desenvolvimento. Em conseqüência disso pôde-se aproveitar melhor o tempo durante o processo de implementação.
6

Modelagem e análise do software embarcado de piloto automático de um VANT.

Paulo Claudino Véras 22 October 2007 (has links)
Entre as principais dificuldades do desenvolvimento de software de qualidade está a especificação e o projeto conceitual. Neste contexto, a modelagem de sistemas tem um papel importante, pois torna possível a análise das características do projeto e sua validação antes da fase de implementação. Esta tese aborda o problema de modelagem e análise do software embarcado de piloto automático de um VANT utilizando UML e a ferramenta CASE Rational Rose RealTime. A partir do modelo obtido são utilizadas três abordagens para sua análise e avaliação: (1) aplicação de um conjunto de métricas no código gerado pela ferramenta CASE; (2) integração do modelo implementado na ferramenta CASE com um simulador da dinâmica do VANT, desenvolvido em MatLab, de forma a verificar o comportamento do sistema em malha fechada; e (3) conversão do modelo em UML para redes de Petri, um formalismo matemático que permite a verificação formal de propriedades do sistema.
7

Uma estrutura para o apoio a detecção de conflitos de tráfego aéreo em rotas: DETECTAR.

Agnaldo Volpe Lovato 00 December 2003 (has links)
Este trabalho de pesquisa propõe uma Estrutura para o Apoio a Detecção de Conflitos de Tráfego Aéreo em Rotas, com base no conceito CNS/ATM (Comunication, Navigation and Surveillance/Air Traffic Management), integrando o uso de técnicas, ferramentas e procedimentos de Engenharia de Software. Foram pesquisadas informações relacionadas ao sistema atual de controle de tráfego aéreo, com o objetivo de verificar quais eram as inovações propostas pelo CNS/ATM em relação ao sistema atual, auxiliando o autor na identificação das principais funcionalidades da estrutura proposta. Foi seguida uma metodologia de desenvolvimento baseada em técnicas de programação orientada a objetos denominada RUP (Rational Unified Process), composta pelas seguintes fases:Iniciação - responsável pela identificação inicial dos requisitos e funcionamento da estrutura;Elaboração - responsável pelo detalhamento das funcionalidades encontradas na fase de Iniciação;Construção - responsável pelo desenvolvimento da estrutura proposta;Transição - responsável pela entrega do produto final ao usuário.Testes, através de cenários, foram realizados com a estrutura desenvolvida, baseando-se nos modelos criados a partir dos requisitos, proporcionando a verificação e validação dos diversos conflitos detectados pela estrutura junto às funcionalidades e regras impostas por profissionais da área de controle de tráfego aéreo. Além desses testes envolvendo conflitos específicos, outros relacionados à quantidade de aeronaves suportadas pela estrutura, foram realizados. Dentre as principais contribuições deste trabalho de pesquisa, encontram-se a documentação, a modelagem, a prototipação, a simulação de conflitos de tráfego aéreo, a adaptação das funcionalidades de controle de tráfego aéreo atual ao CNS/ATM, a padronização de procedimentos para a detecção de conflitos em rota e o aumento da segurança em vôo proporcionada pela estrutura. Dentre as principais conclusões durante a pesquisa realizada encontram-se: a importância do FANS (Future Air Navigation System) no controle de fluxo de tráfego devido ao aumento previsto para os próximos anos, a importância no emprego de sistemas de posicionamento global, o compartilhamento de informações através da rede ATN (Aeronautical Telecommunications Network), a segurança proporcionada por simuladores na identificação antecipada de conflitos e o grande auxílio proporcionado por técnicas de orientação a objeto e pela metodologia RUP apoiada por ferramentas CASE (Computer Aided Software Engineering).
8

Processos e ferramentas para o desenvolvimento de software livre: um estudo de caso

Silva, Bruno Carreira Coutinho 30 October 2006 (has links)
Made available in DSpace on 2016-12-23T14:33:34Z (GMT). No. of bitstreams: 1 dissertacao.pdf: 2213112 bytes, checksum: 3a6ab4529d8b828448bf6f9f73340ce8 (MD5) Previous issue date: 2006-10-30 / O movimento de Software Livre tem ganhado cada vez mais espaço e importância nos segmentos da comunidade de software (governo, academia, indústria etc), tanto em âmbito mundial quanto nacional, contando atualmente com a existência de diversos projetos dessa classe em andamento. Esse tipo de software não traz consigo somente inovações na forma de se desenvolver software, mas também proporciona à comunidade uma nova filosofia, afetando muitos dos atuais princípios da indústria de software. Apesar de seu notório crescimento, na maioria das vezes, seu desenvolvimento não tem sido realizado segundo as melhores práticas da Engenharia de Software, incluindo nesse cenário a não utilização de processos de software bem definidos. A elaboração desses processos pode ser facilitada se assistida por normas e modelos de qualidade de processo de software adequados. A aplicação dos processos definidos a uma organização se torna mais viável se auxiliados por um bom ambiente de apoio ao desenvolvimento de software. No caso do desenvolvimento de Software Livre, esse ambiente deve ser composto por ferramentas preferencialmente disponíveis pela Internet, dada a dispersão geográfica dos colaboradores participantes de projetos desse tipo. Este trabalho tem por objetivo definir uma infra-estrutura para apoiar o desenvolvimento de software livre a ser aplicada ao Projeto ODE (Ontology-based software Development Environment), dando origem ao Projeto ODE Livre. O Projeto ODE visa ao desenvolvimento de um Ambiente de Desenvolvimento de Software Centrado em Processos e é o principal projeto em andamento no Laboratório de Engenharia de Software (LabES) da Universidade Federal do Espírito Santo. A infra-estrutura proposta inclui processos padrão para software livre, bem como a definição de requisitos para a construção de um ambiente de apoio aos processos elaborados o Portal ODE Livre. / Free Software is more and more earning space in software market. Nowadays, there are several projects of this kind in progress around the world. This new software development model brings along a new philosophy, affecting many of the software industry principles. Despite of its importance and growth, in most cases, free software development is not being done according to the best practices of Software Engineering. In this scenario, many times software processes are not formally defined. This paper discusses an effort for defining a standard process for free software projects at LabES/UFES. The initial goal of defining these processes is to apply it in ODE´s Project, a project that aims to develop a software engineering environment as a free software The goal of this work is to define an infrastructure to support free software projects at LabES/UFES, which includes standard software processes for open source software projects, as well as the definition of requirements for the development of an environment that is able to support the processes defined. This infrastructure is to be applied to ODE Project, a project that aims to develop the software engineering environment ODE (Ontology-based software Development Environment) as a free software, giving rise to the Free ODE Project. ODE Project aims to develop a Process Centered Software Development Environment and it is the main project in progress in the Software Engineering Laboratory of the Federal University of Espírito Santo (LabES/UFES).

Page generated in 0.09 seconds