• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 240
  • 6
  • 4
  • Tagged with
  • 257
  • 257
  • 112
  • 83
  • 55
  • 48
  • 45
  • 44
  • 44
  • 41
  • 38
  • 37
  • 36
  • 33
  • 31
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Investigação sobre os hábitos alimentares de estudantes de uma universidade pública de Fortaleza-CE / Research on the eating habits of students at a public university in Fortaleza-CE

Lima, Ana Karine Girão January 2014 (has links)
LIMA, Ana Karine Girão. Investigação sobre os hábitos alimentares de estudantes de uma universidade pública de Fortaleza-CE. 2014. 72 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Fortaleza, 2014. / Submitted by denise santos (denise.santos@ufc.br) on 2014-09-19T11:37:49Z No. of bitstreams: 1 2014_dis_akglima.pdf: 2322214 bytes, checksum: 3829537ad60ab4b6a5f93ab4cfa07fa6 (MD5) / Approved for entry into archive by denise santos(denise.santos@ufc.br) on 2014-09-19T11:38:33Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2014_dis_akglima.pdf: 2322214 bytes, checksum: 3829537ad60ab4b6a5f93ab4cfa07fa6 (MD5) / Made available in DSpace on 2014-09-19T11:38:33Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2014_dis_akglima.pdf: 2322214 bytes, checksum: 3829537ad60ab4b6a5f93ab4cfa07fa6 (MD5) Previous issue date: 2014 / According to the World Health Organization ( WHO ) , chronic non-communicable diseases (NCDs ) are responsible for 60 % of deaths worldwide . Recent surveys of healthy eating presented strong evidence for the role of dietary intake of fruits and vegetables and the combination of rice and beans in the prevention and control of diseases like diabetes , cancer and cardiovascular diseases . The aim of this investigation is to evaluate the eating habits of college students from a public university of Fortaleza . This is a cross-sectional study conducted from May to October 2013, involving 203 undergraduates . We applied a questionnaire containing demographic and related to food consumption data , measured by food frequency intake of food. Data were stored in a database built in Excel and processed in STATA statistical software v.08 . The results were analyzed statistically and analyzed with support in the literature . Approved by the Federal University of Ceará Research Ethics Committee , the study received No 208/10 protocol. Of the 203 participants , 66.5 % were female ; the average age was 22.9 years, and 65.6 % located in the age group 20-24 years; 95 % were single ; 44.3 % mulatto ; 52.2 % studied between the 5th and 8th semester of graduation ; 28 % had a monthly income between 2-4 minimum wages ; 51 % were Class C ; 71.1 % and 74.4 % only students living with parents or relatives . With regard to dietary habits , 56 % , 97 % , 67.3 % and 69.9 % ingests daily foods such as milk , rice, beans and bread , respectively, and 74.4 % , 57.7 % , 57.5 % reported eat pizza every week , pastel and soda . It was found that 70.3 % of students who consumed fruits daily also consumed vegetables daily , while 52.2 % of the students who did not eat fruit daily also did not eat vegetables daily , with statistical significant differences (p=0.001 ) . As for the daily consumption of 51.2 % of the students reported eating 6-8 cups daily. Individuals aged between 20 and 24 years were 4.5 times more likely to consume fruits and vegetables daily , and as to the daily consumption of rice and beans university class C had 1.7 times more likely to use than those of class A. in view of the feeding behavior ifferences were found by gender for the number of meals per day ( p = 0.031 ) , as 9.6% of women and 1.5 % of men carry only up to 3 meals a day . Given the above, highlights the need for intervention through actions based on health promotion , using the university as a means conducive to the promotion of healthy eating habits and guide preventing the rise of NCDs and improving the quality of life of the university. / De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), as Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNT) são responsáveis por 60% das mortes no mundo. Inquéritos recentes sobre alimentação saudável apresentaram fortes evidências no que diz respeito ao papel do consumo diário de frutas, legumes, verduras e da combinação de arroz com feijão, na prevenção e controle de doenças como: diabetes, câncer e doenças cardiovasculares. Tendo em vista a população de universitários, estudos apontam um consumo elevado de fast food e que ainda não existem políticas públicas específicas voltadas para essa população, o que dificulta o monitoramento dos fatores protetores para DCNT. O objetivo desse inquérito é avaliar os hábitos alimentares dos estudantes universitários de uma universidade pública em Fortaleza-CE. Trata-se de um estudo transversal, realizado de maio a outubro de 2013, envolvendo 203 graduandos. Aplicou-se um formulário contendo dados sociodemográficos e um questionário de frequência alimentar para avaliar os hábitos. Os dados foram armazenados em um banco de dados construído no Excel e processados no programa estatístico STATA v.08. Os resultados foram submetidos a tratamento estatístico e analisados com apoio na literatura específica. Aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade Federal do Ceará, o estudo recebeu o protocolo no 208/10. Dos 203 participantes, 66,5% eram do sexo feminino; a idade média foi de 22,9 anos, sendo 65,6% situados na faixa etária de 20 a 24 anos; 95% eram solteiros; 44,3% da raça parda; 52,2% cursavam entre o 5o e o 8o semestre da graduação; 28% tinha renda mensal entre 2 e 4 salários mínimos; 51% pertenciam à classe C; 71,1% apenas estudavam e 74,4% moravam com os pais ou familiares. No referente aos hábitos alimentares, 56%, 97%, 67,3% e 69,9%, ingerem diariamente alimentos como leite, arroz, feijão e pão, respectivamente e 74,4%, 57,7%, 57,5% preferiam ingerir semanalmente pizza, pastel e refrigerante. Encontrou-se que 70,3% dos acadêmicos que consumiam frutas e legumes diariamente, enquanto 52,2 % dos acadêmicos que não comiam frutas diariamente,também não comiam legumes, sendo estas diferenças estatisticamente significantes (p=0,001). Quanto ao consumo diário de água, 51,2% dos graduandos referiram a ingestão de 6 a 8 copos por dia. Utilizando a razão de prevalência para estabelecer relações entre os hábitos alimentares e fatores sociodemográficos, encontrou-se que, os indivíduos com idade entre 20 e 24 anos apresentaram 4,5 vezes mais chances de consumir frutas e legumes diariamente, e quanto ao consumo diário de arroz e feijão, os universitários da classe C apresentaram 1,7 vezes mais chance de consumo do que aqueles da classe A. Tendo em vista o comportamento alimentar, foram verificadas diferenças por sexo para o número de refeições diárias (p=0,031), já que 9,6% das mulheres e 1,5% dos homens realizam apenas até 3 (três) refeições diárias. Diante do exposto, evidencia-se a necessidade de intervenção por meio de ações com base na promoção da saúde, utilizando a universidade como meio propício para divulgar e orientar hábitos alimentares saudáveis, prevenindo o surgimento de DCNT e melhorando a qualidade de vida dos universitários.
2

Hábitos alimentares de cupins sul-americanos da família Termitidae (Insecta: Isoptera)

Rezende, Pollyane Barbosa 29 February 2012 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Biologia Animal, 2012. / Submitted by Elna Araújo (elna@bce.unb.br) on 2012-09-11T22:30:39Z No. of bitstreams: 1 2012_PollyaneBarbosaRezende.pdf: 589530 bytes, checksum: afaa0c75e3f8fe07654fc11a2d9e2f79 (MD5) / Approved for entry into archive by Luanna Maia(luanna@bce.unb.br) on 2012-09-12T11:33:08Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2012_PollyaneBarbosaRezende.pdf: 589530 bytes, checksum: afaa0c75e3f8fe07654fc11a2d9e2f79 (MD5) / Made available in DSpace on 2012-09-12T11:33:08Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2012_PollyaneBarbosaRezende.pdf: 589530 bytes, checksum: afaa0c75e3f8fe07654fc11a2d9e2f79 (MD5) / Os cupins (Isoptera) são insetos sociais com aproximadamente 2.900 espécies descritas em todo o mundo, com 553 espécies registradas na região Neotropical. A família Termitidae é a maior e mais diversa dentre as 9 famílias no mundo, ocorrendo amplamente na América do Sul, distribuída em 62 gêneros. Fazem parte da dieta dos cupins materiais orgânicos em vários estágios de decomposição, da madeira sã até o húmus. Este trabalho teve por objetivo analisar os hábitos alimentares de 55 gêneros de cupins da família Termitidae que ocorrem na América do Sul, baseado na morfologia das mandíbulas dos operários e na análise do conteúdo intestinal. Os espécimes utilizados fazem parte da Coleção do Laboratório de Termitologia da UnB. O estudo foi baseado em operários, os únicos indivíduos que se alimentam diretamente do material inalterado. As mandíbulas dos operários foram examinadas em detalhe através de imagens digitais para análises do Índice da Mandíbula Esquerda (IME). Para análise do conteúdo intestinal, foram dissecados os terceiros segmentos proctodeais de 5 operários de uma espécie representativa de cada gênero e montadas lâminas temporárias com esses segmentos para observação em microscópio. Vinte imagens de cada lâmina foram capturadas e analisadas em relação à quantidade de material vegetal e sílica. Tanto as imagens da mandíbula como as de conteúdo intestinal foram analisadas utilizando o programa GIMP 2.6.11. Foi desenvolvido o Índice do Intestino (Ii), que trata da proporção de material vegetal e sílica para cada gênero, onde foi possível visualizar que existe um gradiente de humificação dentre os alimentos consumidos pelos cupins. Não foi encontrada relação entre o IME e o Ii dentre as subfamílias de Termitidae. Cupins do grupo II tiveram relação com o IME, mas não tiveram com o Ii, assim como xilófagos (ou wood feeders) e comedores de serrapilheira (ou litter feeders), que também apresentaram IME baixos. Já os intermediários tiveram relação com o Ii possuindo valores médios mais baixos que os demais grupos funcionais, indicando que, em geral, consomem mais sílica do que material vegetal. Apesar de classificações em grupos não serem adequadas por desconsiderarem o continuum que existe na natureza, elas facilitam estudos ecológicos e diminuem a necessidade de identificações específicas. Portanto, pode ser concluído a partir deste trabalho, que o uso de grupos funcionais alimentares (xilófagos, comedores de serrapilheira, intermediários e humívoros) são os mais simples e auto-explicativos e é recomendável o seu uso. Sendo assim, foram propostas classificações funcionais para os 55 gêneros, baseadas na análise da literatura, no IME e na análise do conteúdo intestinal. _________________________________________________________________________________ ABSTRACT / Termites (Isoptera) are social insects with about 2,900 described species worldwide, with 553 species recorded in the Neotropics. The family Termitidae is the largest and most diverse among the 9 families in the world, occurring widely in South America, distributed in 62 genera. Organic materials in various stages of decompositions are part of the diet of termites, from sound wood to humus. This study aimed to analyse the feeding habits of 55 genera of termites which belongs to family Termitidae that occurs in South America, based on the morphology of the mandibles of workers and the analysis of the gut contents. The specimens used are part of the Collection of the Laboratory of Termitology of UnB. The study was based on workers, the only individuals that feed directly on the unchanged material. The mandibles of the workers were examined in detail through digital images for analysis of the left mandible index (LMI). To analyse the gut contents were dissected the third proctodeal segment of 5 workers in a representative species of each genus and mounted temporary slides with these segments for microscopic observation. Twenty images were taken from each slide and was quantified and analysed the amount of plant material and silica. Both images, of the jaw and the gut contents were analysed using the program GIMP 2.6.11. An index of the gut (Ii) was developed, which is the proportion of plant material and silica for each genus, where it was possible to see that there is a gradient of humification among the foods eaten by termites. No relationship was found between the LMI and Ii among the subfamilies of Termitidae. Termites of group II were associated with LMI, but they were not with Ii, as well as wood feeders and litter feeders, which also showed low LMI. Intermediates were associated with Ii having lower mean values than other functional groups, indicating that generally consume more silica than plant material. Although group classifications are not appropriate because they disregard the continuum that exists in nature, they facilitate ecological studies and reduce the need for specific identifications. Therefore, it can be concluded from this study that the use of functional feeding groups (wood feeders, litter feeders, intermediate and humus or soil feeders) are the most simple and self-explanatory, being recommend its use. Thus, functional classifications have been proposed for the 55 genera, based on literature review, the LMI and the analysis of the gut contents.
3

Tratamento comportamental de crianças com obesidade ou sobrepeso : estudo exploratório baseado no modelo construcional de I. Goldiamond

Hidaka, Aline Hisako Vicente January 2007 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, 2007. / Submitted by Larissa Ferreira dos Angelos (ferreirangelos@gmail.com) on 2009-11-25T16:34:12Z No. of bitstreams: 1 2007_AlineHisakoVicenteHidaka.PDF: 5127064 bytes, checksum: 876f5945891a44b851de28ed227e093b (MD5) / Approved for entry into archive by Joanita Pereira(joanita) on 2009-12-07T19:23:01Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2007_AlineHisakoVicenteHidaka.PDF: 5127064 bytes, checksum: 876f5945891a44b851de28ed227e093b (MD5) / Made available in DSpace on 2009-12-07T19:23:01Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2007_AlineHisakoVicenteHidaka.PDF: 5127064 bytes, checksum: 876f5945891a44b851de28ed227e093b (MD5) Previous issue date: 2007 / Esta pesquisa experimental e exploratória objetivou analisar um procedimento comportamental baseado no modelo construcional de I. Goldiamond, orientado para crianças com obesidade/sobrepeso, com dificuldades em aderir ao tratamento. A obesidade/sobrepeso constitui problema de saúde pública; é uma doença crônica que afeta adultos e, de modo crescente, adolescentes e crianças. Possui etiologia multifatorial, relacionada a agentes genéticos, fisiológicos, metabólicos e comportamentais. O tratamento envolve manejo de adesão a comportamento alimentar saudável e prática regular de atividade física. Participaram cinco crianças na idade de 8 a 11 anos, atendidas no serviço de endocrinologia pediátrica do hospital universitário de Brasília. Utilizou-se delineamento experimental de sujeito como próprio controle, incluindo as condições de linha de base, treino e seguimento. O treinamento visou a aquisição e o fortalecimento de repertórios relevantes de comportamento alimentar, por meio de modelagem da adesão ao tratamento da obesidade/sobrepeso. Os dados demonstraram aplicabilidade da abordagem construcional ao tratamento de crianças, com mudanças evidentes no número de refeições diárias, escolha alimentar e prática de atividade física. Foram discutidas contribuições dos principais resultados para compreensão de características personalizadas da adesão ao tratamento, implicações para as práticas de assistência, dificuldades encontradas no manejo da automonitoração por crianças e sugestões para análises posteriores. __________________________________________________________________________________ ABSTRACT / This experimental and exploratory research aimed to analyze a behavioral procedure, based upon the constructional approach established by I. Goldiamond, oriented toward children with obesity/overweight and difficulties to adhere to medical treatment. Obesity/overweight is a public health problem; it is a chronic illness that affects adults, and increasingly, teenagers and children. It has a multifactor etiology, related to genetic, physiological, metabolic, and behavioral agents. The treatment involves adherence to healthy feeding behavior and regular physical activity. Five outpatient children aged 8 to 11 years, attending the pediatric endocrinology service at Hospital Universitário de Brasília, had participated. A single subject experimental design was used, including a baseline, training and follow-up. The training addressed strengthening and acquisition of relevant repertoires, through shaping of adherence to treatment. Data showed the applicability of the constructional approach to the treatment of obese/overweighed children with evident changes in the number of daily meals, food choice and physical activity. Contributions of the main results to the understanding of the adherence to treatment personalized characteristics, implications for assistance practices, difficulties found in the management of self-monitoring by children, and suggestions to further analysis were discussed.
4

Padrão de consumo de café e monitoramento de riscos associados ao diabetes tipo 2, obesidade e dislipidemias na população adulta do Distrito Federal e entorno

Machado, Liliane Maria Messias 08 December 2010 (has links)
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, 2010. / Submitted by Elna Araújo (elna@bce.unb.br) on 2011-06-16T22:28:47Z No. of bitstreams: 1 2010_LilianeMariaMessiasMachado.pdf: 3185538 bytes, checksum: 7dd6b0ad0b7270178b3a6fb06fba18f3 (MD5) / Approved for entry into archive by Guilherme Lourenço Machado(gui.admin@gmail.com) on 2011-06-17T14:32:45Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2010_LilianeMariaMessiasMachado.pdf: 3185538 bytes, checksum: 7dd6b0ad0b7270178b3a6fb06fba18f3 (MD5) / Made available in DSpace on 2011-06-17T14:32:45Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2010_LilianeMariaMessiasMachado.pdf: 3185538 bytes, checksum: 7dd6b0ad0b7270178b3a6fb06fba18f3 (MD5) / Objetivo: o café é um alimento funcional que tem sido associado a reduções do risco de várias doenças e agravos não transmissívies, incluindo o diabetes. Já que diferenças de hábitos alimentares são reconhecidos fatores modificadores na epidemiologia do diabetes, este estudo visou descrever o padrão de consumo do café e sua associação com ocorrência de diabetes tipo 2, controlando-se a ocorrência de obesidade e dislipidemias na população adulta do Distrito Federal e entorno, assim como buscou verificar o padrão de resposta ao teste oral de tolerância à refeição, com 75 g de carboidrato, associado ao padrão de consumo de café. Métodos: Estudo 1 - estudo transversal realizado por entrevista telefônica (N = 1440). A amostra é random para os números de telefones fixos e celulares. Análise multivariada foi realizada, controlando-se variáveis sóciocomportamentais, obesidade e antecedentes familiares de doenças crônicas não transmissíveis. Um modelo de regressão hierárquica e uma regressão de Poisson foram utilizados para verificar a proteção contra o diabetes tipo-2 e consumo de café. As variáveis independentes que se mantiveram no modelo final, por níveis de inclusão hierárquica, foram: primeiro nível - idade e estado civil; segundo nível – antecedentes de diabetes e dislipidemias; terceiro nível - tabagismo, consumo de suplemento, índice de massa corporal; e quarto nível - ingestão de café (≤ 100 mL/d, 101 a 400 mL/d, e > 400 mL/d). Estudo 2 – estudo transversal com 67 voluntários com e sem antecedentes de diabetes tipo 2, que realizaram o teste oral de tolerância à refeição. Os dados foram submetidos à análise multivariada com medidas repetidas por meio de um modelo de efeitos mistos. Resultados: Estudo 1 - Após o ajuste hierárquico para as variáveis de confusão, os consumidores de 101 a 400mL de café por dia tinham uma prevalência 2,7% (p=0,04) de não ter diabetes do que aqueles que beberam ≤ 100 ml de café/dia. Em comparação com a ingestão de café de ≤ 100 mL/dia, os consumidores de > 400 mL de café por dia não apresentaram diferença estatisticamente significativa na prevalência do diabetes. Estudo 2 - não houve diferença entre os níveis médios de insulina e glicose ao longo do tempo, entre os dois grupos de consumidores de café (≤ 400 mL e consumidores de > 400 mL de café por dia), quando se controlou antecedentes familiares, idade e IMC. Isoladamente, os picos de insulinemia e glicemia foram maiores no grupo de indivíduos com antecedentes de diabetes, independentemente da quantidade de café consumida, e associados as variáveis idade e excesso de peso.Conclusões: Assim, o consumo moderado de café parece proteger contra a ocorrência de diabetes tipo 2 na população estudada. Este é o primeiro estudo a mostrar uma relação entre o consumo de café e diabetes na população brasileira. _________________________________________________________________________________ ABSTRACT / Objective: coffee is a functional food that has been associated with risk reductions of various non-communicable diseases and injuries, including diabetes. Since differences in dietary habits are known modifying factors in the epidemiology of diabetes, this study aimed to describe the pattern of coffee consumption and its association with the occurrence of type 2 diabetes, controlled by the occurrence of obesity and dyslipidemia in adult population of the Federal District and surroundings, and also to verify the pattern of response to meal glucose tolerance test with 75 g carbohydrate, associated with the pattern of coffee consumption. Methods: Study 1 - cross-sectional study conducted by telephone interview (n = 1440). A random sample of residential and mobile phone number was used. Multivariate analysis was performed, controlling for socio-behavioral, family history of obesity and chronic diseases. A model of hierarchical regression and Poisson regression were used to verify protection against type-2 diabetes and coffee consumption. The independent variables that remained in the final model, after inclusion of hierarchical levels, were: first level - the age and marital status; second level – antecedents of diabetes and dyslipidaemia; third level - smoking, supplement intake, body mass index; and fourth level - coffee intake (≤ 100 mL / d, 101 to 400 mL / d, and> 400 mL / d). Study 2 - cross-sectional study with 67 volunteers with or without parental history of type 2 diabetes, who underwent a meal glucose tolerance test. A multivariate analysis with repeated measures using a mixed effects model was performed. Results: Study 1 - After adjusting for confounding variables in the hierarchical model, consumers of 101 to 400ml of coffee per day had a prevalence 2.7% (p = 0.04) of not having diabetes than those who drank ≤ 100 ml coffee / day. Compared with coffee intake of ≤ 100 mL / day, consumers of> 400 mL coffee per day showed no statistically significant difference in the prevalence of diabetes. Study 2 - there was no difference between the average levels of insulin and glucose over time, between the two groups of coffee drinkers (≤ 400 mL and consumers of > 400 mL of coffee per day), when controlled by family history, age and body mass index. Separately, peak insulin and glucose levels were higher in individuals with a history of diabetes, regardless of the amount of coffee consumed, age and weight excess. Conclusions: Thus, moderate consumption of coffee seems to protect against the occurrence Type 2 diabetes in this population. This is the first study to show a relationship between coffee consumption and diabetes in our population.
5

Analise do consumo alimentar de adolescentes residentes na cidade de Campinas - SP

Holanda, Livia Batista 27 August 2004 (has links)
Orientador: Antonio de Azevedo Barros Filho / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas / Made available in DSpace on 2018-08-04T01:10:35Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Holanda_LiviaBatista_M.pdf: 4850738 bytes, checksum: b311ba5bc343c2e01feaf6a2ea29f4b4 (MD5) Previous issue date: 2004 / Resumo: A adolescência é um período privilegiado para se colocar em prática medidas preventivas, uma vez que os hábitos alimentares criados quando o indivíduo afirma sua independência, tomando-se responsável por suas próprias ingestões alimentares, aparentemente persistem na idade adulta. Os objetivos deste trabalho foram avaliar o consumo nutricional de adolescentes residentes na cidade de Campinas, SP, descrever os adolescentes de acordo com o número de refeições realizadas e relacionar o consumo de calorias e proteínas com o sexo, faixa etária, número de horas de TV assistidas, esporte, renda per capita da família e escolaridade do chefe de família do adolescente. Os adolescentes selecionados fIzeram parte do projeto multicêntrico desenvolvido pelas três universidades estaduais paulistas - USP, UNESP e UNICAMP. Foi realizado um estudo transversal com 355 adolescentes, na faixa etária de 12 a 18 anos, residentes no município de Campinas, sendo 50,7% do sexo feminino e 49,3% do sexo masculino. As variáveis estudadas nos adolescentes foram: sexo, idade, cor da pele, esco laridade, atividade remunerada, hábito alimentar (por meio do Recordatório Alimentar de 24 horas), atividade física, número de horas de TV assistidas por dia, renda familiar, escolaridade do chefe da família, abastecimento de água, instalação sanitária, destino do lixo e do esgoto. Constatou-se que maior parte dos adolescentes tiveram consumo insuficiente de calorias, vitamina A, carboidratos, cálcio e ferro; a maioria teve consumo elevado de proteínas e realizaram no mínimo as três principais refeições diárias, não houve associação signifIcativa entre consumo de calorias ou de proteínas com o sexo dos adolescentes; não houve associação significativa entre o consumo de calorias e a faixa etária dos adolescentes; houve associação signifIcativa entre a porcentagem do consumo de proteínas com a faixa etária; não houve associação signifIcativa entre o consumo de calorias ou de proteínas e as horas de TV assistidas; não houve associação signifIcativa entre o consumo de calorias ou de protemas e a prática de esporte dos adolescentes; houve associação significativa entre o consumo de calorias e renda familiar do adolescente; não houve relação entre o consumo de calorias ou proteínas e a escolaridade do chefe da família do adolescente / Abstract: The adolescence is a privileged period to put in practice preventive actions, once the dietary habits created when the individual assures his independence,becoming responsible for his own dietary intakes, apparent1ypersist in the adult age. The objectives of this paperwork were to evaluate the nutritional consumption of adolescents who reside in the city of Campinas, SP, describe the adolescents according to the number of accomplished meals and relate the calories and proteins intake to the gender, age group, number of hours spent watching TV, sport, per capita income of the family and education of the head of the adolescent's family. The selected adolescents were a part of the multicentric project developed by the three state universities ITomSão Paulo - USP, UNESP and UNICAMP. A transverse study was accomplished with 355 adolescents in the age group of 12 to 18 years old, resident in the municipal district of Campinas, being 50,7% of the female gender and 49,3% ofthe male gender. The studied variables in the adolescents were: gender, age, skin color, education, paid activity, dietary habit (through the 24 hours Recall), physical activity, number of hours a day spend watching TV, family income, education of the head of the family, water supply, sanitary installation, garbage and sewer destination. It was verified that major part of the adolescents had insufficient intake of calories, vitamin A, carbohydrates, calcium and iron; the majority had high proteins intake and accomplished at least the three most important daily meals; there was not significant association among calories or proteins intake with the adolescent' s gender; there was not significant association between calories intake and the adolescent's age group; there was significant association among the percentage of proteins intake and the number of hours spent watching TV; there was not significant association among calories or proteins intake and the adolescent's sport practice; there was significant association between calories intake and the adolescent's family income; there was no relationship between calories or proteins intake and the education ofthe head ofthe adolescent's family / Mestrado / Saude da Criança e do Adolescente / Mestre em Saude da Criança e do Adolescente
6

Historia natural de peixes do Pantanal : com destaque em habitos alimentares e defesa contra predadores

Machado, Francisco de Arruda 23 April 2003 (has links)
Orientador: Ivan Sazima / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia / Made available in DSpace on 2018-08-03T15:37:54Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Machado_FranciscodeArruda_D.pdf: 8929352 bytes, checksum: 35eb8c082b2c4057a7b520079c034562 (MD5) Previous issue date: 2003 / Resumo: Este estudo trata da história natural de peixes do Pantanal, em especial os hábitos alimentares e de defesa contra predadores que estes animais possuem. Os estudos de campo foram feitos em lagoas, vazantes e corixos que ladeiam a Rodovia Transpantaneira, no "Pantanal de Poconé", Município de Poconé, Mato Grosso (16° 30' S 56° 45' W) e em locais semelhantes do "Pantanal de Barão de Melgaço", Município de Santo Antônio de Leverger, Mato Grosso (16° 06' S, 55° 50' W). As viagens ao campo foram sucessivas e abrangeram os três períodos principais do Pantanal: cheia, vazante e seca. Os dados foram colhidos a partir do mês de setembro de 1986 até maio de 1999, num total de 1325 horas de observações de campo, das quais cerca de 70% no período de vazante, cerca de 10% no período de cheia e de 20% no período de seca. Os hábitos dos peixes foram estudados em sessões de observações naturalísticas acompanhando os animais nos seus horários de atividade alimentar (diurna ou noturna). As espécies de peixes observadas e suas seqüências comportamentais foram registradas em placas de PVC branco, a lápis. As observações subaquáticas foram feitas em locais com profundidade de 0,5 a 1,7m, com um mínimo de perturbação aos animais. As espécies de peixes estudadas foram divididas em quatro grandes. categorias alimentares: herbívoras, carnívoras, onívoras e detritívoras. O modo de forragear foi dividido em dez categorias: andarilho, caçador de espera, caçador sorrateiro, catador, fossa dor, raspador de pele, pastador, podador, revolvedor de fundo e sondador de fundo. Os itens alimentares foram identificados à vista desarmada durante as sessões de observação ou examinados em análises do conteúdo estomacal com o auxílio de estereomicroscópio e microscópio ótico. Os mecanismos de defesa contra predadores foram estudados por meio de observação direta de interações interespecíficas, durante sessões de mergulho. A época de reprodução dos peixes foi estudada acompanhando-se as migrações reprodutivas que as espécies reofilicas fazem pelos rios no início das chuvas, principalmente para as espécies de maior porte. Para as espécies reconhecidamente lacustres, o período de reprodução foi acompanhado por observação de mudança do padrão de cor e cuidado à prole. As coletas foram feitas com tarrafas, peneiras finas e, ocasionalmente, anzóis. As coletas no rio Piraputanga foram realizadas em três dias consecutivos, abrangendo várias fases do ciclo nictimeral. Os exemplares estão depositados nas coleções do Museu de Zoologia da Universidade de São Paulo (MZUSP), do Museu de História Natural da Universidade Estadual de Campinas (ZUEC) e do Laboratório de Vertebrados do Departamento de Biologia e Zoologia, Instituto de Biociências da Universidade Federal do Estado de Mato Grosso (UFMT). No Pantanal existem registradas 263 espécies de peixes. No estudo de comunidades de peixes de um pequeno trecho do rio Piraputanga, registrei 74 espécies. Isto demonstrou que nesta área reduzida houve ocorrência de cerca de 30% do total de espécies existentes no Pantanal. Isto pode ser considerado não como um evento fortuito, mas sim como um ambiente com expressiva riqueza de espécies. A riqueza de peixes do Pantanal pode ser decorrência da rica variedade de ambientes, que propicia abrigo e alimentação. A composição trófica e de modos alimentares, nos conjuntos de peixes, pode variar desde predadores especializados a herbívoros generalistas. Numerosos tipos de interações alimentares ocorrem entre peixes do alto Pantanal, exemplificados por variados tipos morfológicos e modos de obter o alimento e explorar o ambiente, caracterizando peixes carnívoros (alguns Characidae, Pimelodidae, Cichlidae), herbívoros (um Anostomidae, alguns Characidae, alguns Cichlidae), onívoros (Anostomidae, alguns Characidae) e detritívoros (Curimatidae, Prochilodontidae). Peixes, devido sua abundância local, são presas muito freqüentes em ambientes aquáticos do Pantanal. Por este motivo, possuem numerosas defesas antipredatórias. Mecanismos antipredatórios em peixes do Pantanal incluem defesa primária como Camuflagem (Catoprion mento, Hoplias cf. malabaricus, Crenicichla spp., Astronotus ocellatus, Potamorrhaphis eigenmanni) e mimetismo (Piaractus mesopotamicus jovem, como suposto mímico de Pygocentrus nattereri; Corydoras hastatus_ suposto mímico de Serrapinnus spp.; Bujurquina vittata, suposto mímico de Satanoperca pappaterra); e defesa secundária, como fuga (a maioria das espécies), intimidação (Pimellodela gracilis, Satanoperca pappaterra, Astronotus ocellatus) e retaliação (Crenicichla lepidota, Cichlasoma dimerus). Os mecanismos defensivos aqui descritos agem de forma conjunta e possivelmente diminuem a forte pressão de predação exerci da por animais piscívoros no Pantanal. Os padrões reprodutivos dos peixes no Pantanal são definidos pela época das chuvas, que têm seu início no mês de outubro, para as espécies reofilicas como Brycon hilarii, Piaractus mesopotamicus, Mylossoma spp.. Os Erythrinidae, alguns Siluriformes menores, Cichlidae e Synbranchidae têm sua reprodução nos sistemas de lagoas, porém, existem espécies que têm seus processos reprodutivos desconhecidos, não quanto a época, mas quanto suas preferências ambientais e fisiologia. Alguns conjuntos de peixes podem ser destacados para o Pantanal, diurnos (Pygocentrus nattereri e Serrasalmus spp., Mylossoma spp., e diversos Cichlidae) e noturnos (Pseudoplatystoma spp., Cynopotamus kincaidi e Roeboides descalvadensis, Eigenmannia virescens e Rhamphichthys hahni). No Pantanal, os peixes representam um papel de grande importância para a manutenção do sistema, inclusive como fonte de alimento para vários outros tipos de vertebrados, como é o caso de aves piscívoras que dependem dos peixes em todo o seu ciclo de vida / Abstract: This study deals with the natural history of fish of the Pantanal, espcially the feeding habits and means of defence against predators that these animals possess. The field studies were carried out in lagoons, 'vazantes' (drainage channels) and 'corixos' (lake outlets) that are found alongside the Transpantaneira Highway, in the Poconé region of the Pantanal, Mato Grosso (16° 30' S 56° 45' W) and in similar places of the Barão de Melgaço region of the Pantanal in the district of Saint Antonio de Leverger, Mato Grosso (16° 06' S, 55° 50' W). The field trips were successive and encompassed the three main periods of the Pantanal: the rainy season, the period of draining and the dry season. The data was collected from the month of September 1986 to May 1999, in a total of 1325 hours of field comments, of which about 70% was during the draining period, about 10% in the rainy season and 20% in the dry season. The habits of the fish were studied during sessions of natural observation during their feeding times (diurnal or nocturnal). The species of fish observed and their behavioural sequences were recorded in pencil on boards of white PVC. The underwater observations were carried out in locations where the water depth was between 0.5m and 1.7m, with a minimum of disturbance to the animals. The studied species of fish were divided into four large feeding categories: herbivores, carnivores, omnivores and detritivores. The means of finding food was divided into ten categories: rovers, waiter hunting, stealth hunting, scavenging, searching, skin-scraping, grazing, trimming/cutting, deep diving and deep searching. The food items were identified by sight by disarming them during the observation sessions or by examination in analyses of the stomach contents with the aid of a stereomicroscope and an optical microscope. The mechanisms of defence against predators were studied by means of direct observation of inter-species interaction, during diving sessions. The period of reproduction of the fish was studied by following the reproductive migrations that the rheophilic species perform in the rivers at the beginning of the rains, mainly for the larger species. For the recognisably lacustrine species, the reproduction period was observed through the change of their normal colours and during the care of the offspring. Collections were carried out using nets, fine sieves and, occasionally, hooks. The collections in the river Piraputanga were carried out during three consecutive days, encompassing several different phases of each 24 hour cycle. The samples are stored at the Museum of Zoology of the University of São Paulo (MZUSP), the Museum of Natural History of the State University of Campinas (ZUEC) and of the Laboratory of Vertebrates of the Department of Biology and Zoology, Institute of Bioscience of the Federal University of the State of Mato Grosso (UFMT). In the Pantanal there are 263 recorded species of fish. In the study of fish communities along a small stretch of the river Piraputanga, I registered 74 species. This demonstrated that in this reduced area there was an occurrence of about 30% of the total of existing species in the Pantanal. This can be considered not as a fortunate coincidence, but rather as proof of an environment with a substantial wealth of species. The wealth of fish in the Pantanal may be a result of the rich variety of environments, that provide shelter and food. The trophic composition and means of feeding, in the groups of fish, can vary from specialised predators to generalised herbivores. Numerous types of feeding interactions occur between fish of the high Pantanal, exemplified by the various morphology types and means of obtaining food and exploring the environrnent, characterising carnivorous fish (some Characidae, Pimelodidae, Cichlidae), herbivores (a Anostomidae, some Characidae, some Cichlidae), ornivores (Anostomidae, some Characidae) and detritivores (Curimatidae, Prochilodontidae). Fish, due to their abundance, are frequent prey in the aquatic environrnents of the Pantanal. For this reason, they possess numerous anti-predatory defences. Anti-predatory mechanisms in fish of the Pantanal include primary defence such as camouflage (mento Catoprion, Hoplias cf. malabaricus, Crenicichla spp., Astronotus ocellatus, Potamorrhaphis eigenmanni) and imitation (young Piaractus mesopotamicus, imitating Pygocentrus nattereri; Corydoras hastatus imitating Serrapinnus spp.; Bujurquina vittata, imitating Satanoperca pappaterra); and secondary defence such as escape (the majority of the species), intimidation (Pimellodela gracilis, Satanoperca pappaterra, Astronotus ocellatus) and retaliation (Crenicichla lepidota, Cichlasoma dimerus). The defensive mechanisms described here act in conjunction and possibly diminish the strong influence of the fish-eating predators in the Pantanal. The reproductive methods of the fish in the Pantanal are defined by the time of the rains, that begin in the month of October, for the rhoephilic species such as Brycon hilarii, Piaractus mesopotamicus, Mylossoma spp.. The Erythrinidae, some lesser Siluriformes, Cichlidae and Synbranchidae reproduce in the system of lagoons. However, there are species whose reproductive processes are unknown, not in so far as the reproductive period is concerned, but in terms of how their preferred environments and their physiology. Some groups offish stand out in the Pantanal, the diurnal (Pygocentrus nattereri and Serrasalmus spp., Mylossoma spp., and diverse Cichlidae) and the noctumal (Pseudoplatystoma spp., descalvadensis Cynopotamus kincaidi and Roeboides, Eigenrnannia virescens and Rhamphichthys hahni). In the Pantanal, the fish play a role of great importance for the maintenance of the system, and as a source of food for several other types of vertebrates, as is the case of fish-eating birds that depend on fish throughout the whole of their life cycle / Doutorado / Doutor em Ecologia
7

Hábito alimentar de pais/funcionários de uma empresa de refeições coletiva

Sousa, Lorena Henrique de 20 December 2016 (has links)
Made available in DSpace on 2019-03-30T00:15:29Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2016-12-20 / The power supply is an issue that touches all of us and every one of us. All we eat and we are therefore dependent on the access to healthy and nutritious food. Access to food and the quality of food (or its lack) have, on the other hand, profound implications in terms of public health, the well-being of people and human capital, thus affecting the ability of a society to develop. This study aims to identify the profile of parents/employees of Collective Meals of Fortaleza and its influence to the eating habits of the family. The development of the theme of this work took place through the course of an exploratory and descriptive methodology with quantitative cross-sectional drawing tools and the study took place in a private company of collective meals. The study population was composed of 30 parents, 15 men and 15 women, who work in the establishment of the units of the municipality of Fortaleza and have children with age between 4 and 12 years in early childhood education to the elementary school. The employee data collection instrument was the application of questionnaire of eating habits and health to be checked the profile through the amounts of food consumption and food choices. Based on the questionnaire of the PNS, for information such as the total amount of saturated fat, sugar and salt in prepared foods or made available at the time of distribution of meals, information about the quantity consumed of food-target of the present study. The detailed study of the profile of food consumption of foods considered foods available in Restaurants of company Collective of employees of Fortress units provides important information for planning and evaluation of menus through the importance of a standardized menu and in the prevention of diseases, as well as better acceptance. As empirical contribution, this research collaborates with the restaurants which aim to meet satisfactorily its employees, but also when your client grows every day in number of people who make their meals outside the home, and chose the outsourced service, local service Company. For these circumstances, understand this consumer specific to best serve him becomes one of the aspects relevant to the development of strategies aimed at exploiting this market full of changes, as well as keep us willing to accompany him and have the differential to strengthen us. Following the company's mission of Collective that is to provide convenience, productivity and health for all Diners. / A alimentação é um tema que toca a todos e a cada um de nós. Todos comemos e estamos, portanto, dependentes do acesso a alimentos saudáveis e nutritivos. O acesso aos alimentos e a qualidade da alimentação (ou a sua falta) têm, por outro lado, profundas implicações ao nível da saúde pública, do bem-estar das pessoas e do capital humano, afetando, portanto, a própria capacidade de uma sociedade para se desenvolver. Este estudo tem como objetivo identificar o perfil alimentar de pais/funcionários da Empresa de Refeições Coletiva de Fortaleza - CE e a sua influência aos hábitos alimentares da família. O desenvolvimento da temática do presente trabalho ocorreu por meio do percurso metodológico de cunho exploratório e descritivo com ferramentas quantitativas de desenho transversal e o estudo ocorreu em uma empresa privada de refeições coletivas. A população do estudo foi composta por 30 pais, 15 homens e 15 mulheres, que trabalham no estabelecimento das Unidades do Município de Fortaleza e possuem filhos com faixa etária entre 4 e 12 anos em Educação infantil até o Ensino Fundamental. O instrumento de coleta de dados empregados foi a aplicação de questionário de hábito alimentar e saúde para ser verificado o perfil alimentar através das quantidades de consumo e escolhas alimentares. Baseado no questionário do PNS, para obter informações como como a quantidade total de gordura saturada, de açúcar e sal apresentada nos alimentos preparados ou disponibilizados no momento da distribuição das refeições, informações sobre a quantidade consumida dos alimentos-alvo do presente estudo. O estudo detalhado do perfil alimentar de consumo de alimentos considerados alimentos disponibilizados em Empresa de Restaurantes de Coletividade de funcionários das Unidades de Fortaleza fornece informações importantes para o planejamento e avaliação dos cardápios através da importância de uma cardápio padronizado e na prevenção de doenças, assim como melhor aceitação. Como contribuição empírica, esta pesquisa colabora com os restaurantes que visam a atender satisfatoriamente seus funcionários, mas também ao seu cliente que cresce a cada dia em número de pessoas que fazem suas refeições fora do lar, e escolheu o atendimento terceirizado, serviço local em Empresa. Por essas circunstâncias, entender esse consumidor específico para melhor servi-lo torna-se um dos aspectos relevantes para o desenvolvimento de estratégias visando explorar esse mercado repleto de mudanças, assim como nos manter dispostos a acompanhá-lo e ter o diferencial para nos fortalecer cada vez mais. Seguindo a missão da Empresa de Coletividade que é proporcionar praticidade, produtividade e saúde há todos os comensais.
8

Determinantes de Risco para Doenças Cardiovasculares em Escolares da da Rede Pública de Ensino do Município de Vitória

CORREA, M. M. 07 November 2008 (has links)
Made available in DSpace on 2016-08-30T10:50:04Z (GMT). No. of bitstreams: 1 tese_3007_2007_Márcia Mara Corrêa.pdf: 1796290 bytes, checksum: b868286ff4061ef4073d86eaa0a7058f (MD5) Previous issue date: 2008-11-07 / Este estudo teve como objetivo analisar os agravos biológicos e comportamentais que afetam a saúde cardiovascular de adolescentes. A avaliação dos riscos biológicos (estado nutricional inadequado, níveis alterados de pressão arterial e de lipídeos-lipoproteínas plasmáticas) e comportamentais (nível de atividade física e do consumo alimentar) foi investigada em uma amostra composta por 380 escolares (177 meninos e 203 meninas), na faixa etária de 10 a 14 anos, matriculados na rede pública de ensino de Vitória, ES. Observou-se que a maturação sexual esteve presente em 38,42% do total de meninos e em 45,81% do total de meninas, e que 84,5% dos adolescentes são pertencentes às classes socioeconômicas C e D. Em relação às características do estado nutricional, diagnosticou 9,21% dos adolescentes com baixo peso e 13,94% com sobrepeso e obesidade, com maior prevalência para o sexo masculino, e confirmou que 76,84% dos escolares apresentavam-se como eutróficos. Constatou que o aumento do IMC acontece com o avançar da idade cronológica e que o desenvolvimento pubertário é o maior responsável para o ganho de massa magra e de tecido adiposo, concluindo que as meninas apresentam índice de adiposidade superior ao dos meninos (19,38% e 13,01%, respectivamente). Níveis de pressão arterial alterada foram identificados em 14,7% dos rapazes e em 15,8% das moças, não apontando diferenças entre os sexos. A avaliação de lipídeos-lipoproteínas séricas mostrou que aproximadamente 50% dos escolares apresentaram níveis indesejáveis de colesterol sérico, e que 26% e 15% mantiveram níveis inadequados de LDL-c e triglicerídeos, respectivamente. Condição preocupante foi observada em 51,82% dos sujeitos que apresentaram baixos níveis de HDL-c, considerado como fator protetor contra as enfermidades cardiovasculares. Foi encontrada associação positiva entre o excesso de peso e níveis reduzidos de HDL-c para o sexo feminino e níveis indesejáveis de LDL-c para o sexo masculino, mas não foi observada associação entre excesso de peso e hipercolesterolemia nos dois gêneros. Revelou que os adolescentes do sexo feminino são mais sedentários em comparação com os do sexo masculino e que o tempo de assistência à TV, contribui muito para isso. Diferenças no consumo alimentar de acordo com o sexo foi constada, com os meninos apresentando maior ingestão calórica. Somente 10% das meninas não consomem o mínimo de proteínas preconizadas, no entanto os carboidratos e lipídeos da dieta habitual foram consumidos em excesso por aproximadamente 75% dos escolares. Constatou que os indicadores de risco comportamentais são mais freqüentes entre os adolescentes, com diferenças significativas entre o sexo, do que os indicadores biológicos. Ao associar os fatores de risco biológicos, observou-se que 10,3% dos meninos e 14,3% das meninas apresentam quatro ou mais fatores associados, no entanto, em 50,3% e 40,4% respectivamente encontra concomitância de quatro ou mais fatores de risco comportamentais. Na agregação de fatores de risco biológicos e comportamentais, revelou que aproximadamente 50% das meninas e 60% dos meninos reúnem cinco ou mais fatores de risco agressores à saúde cardiovascular. Conclui-se que os fatores de risco comportamentais têm grande influência na aquisição de riscos biológicos, influenciadores na gênese das doenças cardiovasculares, demonstrando a necessidade de medidas preventivas na população mais jovem.
9

Atividades educativas para promoção de práticas alimentares saudáveis em uma escola de Primavera do Leste, Mato Grosso, Brasil

Soares, Elizângela Oliveira 20 July 2012 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Instituto de Física, Instituto de Química, Faculdade UnB Planaltina, Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências, 2012. / Submitted by Alaíde Gonçalves dos Santos (alaide@unb.br) on 2012-11-22T12:45:19Z No. of bitstreams: 1 2012_ElizangelaOliveiraSoares.pdf: 1331335 bytes, checksum: ea651a31b8f3f416e8b553c829930bfd (MD5) / Approved for entry into archive by Guimaraes Jacqueline(jacqueline.guimaraes@bce.unb.br) on 2012-11-23T14:17:14Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2012_ElizangelaOliveiraSoares.pdf: 1331335 bytes, checksum: ea651a31b8f3f416e8b553c829930bfd (MD5) / Made available in DSpace on 2012-11-23T14:17:14Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2012_ElizangelaOliveiraSoares.pdf: 1331335 bytes, checksum: ea651a31b8f3f416e8b553c829930bfd (MD5) / Uma alimentação saudável é essencial para a saúde das pessoas e a escola é um importante espaço para a realização de atividades que tenham o propósito de incentivar uma boa alimentação. Esta pesquisa teve como objetivo implementar e avaliar ações educativas realizadas em sala de aula voltadas para a promoção da alimentação saudável, utilizando a Metodologia da Problematização e, com isso, discutir o papel da escola como espaço de práticas de educação em saúde tendo como base a ação proposta. As atividades foram realizadas durante o segundo semestre de 2011 com 28 adolescentes, alunos do oitavo ano do ensino fundamental de uma escola pública de Primavera do Leste – MT. A ação educativa foi avaliada por meio de questionários aplicados antes e depois da intervenção, e por relatos feitos pelos alunos na avaliação das atividades. Os resultados indicaram mudanças relacionadas ao conhecimento e comportamento alimentar dos alunos após a intervenção, além da aprovação, pelos adolescentes, da Metodologia da Problematização como método para trabalhar a temática educação em saúde no Ensino Fundamental. _______________________________________________________________________________________ ABSTRACT / A healthy diet is essential for human health and the school is an important area for performing activities that are intended to encourage good nutrition. This research aimed to implement and evaluate educational activities in the classroom focused on promoting healthy eating, using the Methodology of Problematization, therefore, discuss the role of schools as a place of practice of health education based on the proposed action. The activities were held during the second half of 2011 with 28 adolescents, eighth graders of elementary education at a public school in Primavera do Leste - MT. The educational activity was assessed by questionnaires before and after the intervention, and reports made by students in the evaluation of activities. The results showed changes related to knowledge and eating behavior of students after the intervention, in addition to approval by adolescents, the Methodology of Problematization as a method to work the theme health education in elementary school.
10

Refeitório escolar : espaço de aprendizagem e troca de conhecimentos sobre alimentação

Costa, Sueli da Silva 01 March 2013 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Instituto de Física, Instituto de Química, Faculdade UnB Planaltina, Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências, 2013. / Submitted by Albânia Cézar de Melo (albania@bce.unb.br) on 2013-06-05T15:18:11Z No. of bitstreams: 1 2013_SueliSilvaCosta.pdf: 1189507 bytes, checksum: e9cde24fbdc91d5b1c7772356942aad3 (MD5) / Approved for entry into archive by Guimaraes Jacqueline(jacqueline.guimaraes@bce.unb.br) on 2013-06-06T11:46:50Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2013_SueliSilvaCosta.pdf: 1189507 bytes, checksum: e9cde24fbdc91d5b1c7772356942aad3 (MD5) / Made available in DSpace on 2013-06-06T11:46:50Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2013_SueliSilvaCosta.pdf: 1189507 bytes, checksum: e9cde24fbdc91d5b1c7772356942aad3 (MD5) / Por envolver questões tanto fisiológicas como históricas e culturais, a alimentação é um processo que considerado complexo e que tem se caracterizado, nas últimas décadas por um intenso processo de transição e homogeneização alimentar. Inseridos neste contexto de mudanças os indivíduos na adolescência, fases de grandes alterações corporais e psicológicas estão mais vulneráveis às influências de seus grupos sociais e principalmente da mídia, que contribui para a adoção de uma dieta pobre em nutrientes e ricas em conteúdo calórico. A escola, por ser um ambiente onde os adolescentes passam grande parte de seu dia e estão abertos a novos conhecimentos, é um espaço privilegiado para o desenvolvimento de atividades de educação em saúde e de educação alimentar, que um dos desdobramentos desta área do saber. A educação alimentar engloba conhecimentos de áreas do saber como a medicina, nutrição e da educação e pretende dotar os indivíduos de conhecimentos que lhes subsidiem a adoção de práticas alimentares saudáveis. A pesquisa apresentada nesta dissertação foi realizada em duas etapas: na primeira, onde se objetivou a análise socioeconômica dos estudantes utilizou-se a aplicação de questionário para toda a população de estudantes do ensino médio integrado do Campus Planaltina do Instituto Federal de Brasília. Ainda nesta etapa, aplicou-se um segundo questionário para avaliação dos conhecimentos prévios dos estudantes e avaliação das opiniões acerca do refeitório escolar. Na segunda etapa da pesquisa, investigou-se o processo de formação dos estudantes em educação alimentar com a realização de uma ação educativa utilizando o Método do Arco de Maguerez. Como resultado da investigação percebeu-se que, nas relações entre os estudantes e o refeitório, há um processo de rejeição a alguns alimentos como ovo, além de uma maior preferência por carnes. Há também neste espaço escolar, um intenso comércio de alimentos que, apesar de não autorizado, ocorre sem a interferência de nenhuma autoridade local ou de vigilância sanitária. A ação educativa na escola iniciou o processo de reflexão dos estudantes a respeito da importância de escolhas adequadas de educação. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT / The feed is considered a complex process for issues involving physiological, historical and cultural aspects. In recent decades the feed around the world has been characterized by an intense nutritional transition and homogenization process. Inserted in this context the teenagers are most vulnerable to the influences of their social groups and especially the media, which contributes to the adoption of a diet low in nutrients and high in caloric content. The school is an environment where teenagers spend most of their day and are more willing to learn. Thus, the school is a privileged space for the development of the education in health and nutrition education. Food education includes knowledge as of the medicine, nutrition and education and aims to equip individuals with the knowledge that they subsidize the adoption of healthy eating habits. The research presented in this dissertation was performed in two stages: first, where the objective socioeconomic analysis of the students used the questions applied to the entire population of high school students Integrated Campus Planaltina of Federal Institute of Brasília. Even at this stage, we applied a second questionnaire to assess students' prior knowledge and assessment of opinions about the school refectory. In the second stage of the research investigated the process of training students in nutrition education with the completion of an educational method using Arch Maguerez. As a result of the investigation it was realized that, as between the students and the refectory, there is a process of rejection of some foods such as eggs, plus a greater preference for meat. There is also this school space, an intense food trade that although unauthorized, occurs without interference from any local authority or health surveillance. The educational activity in the school began the process of reflection of the students about the importance of appropriate choices for education.

Page generated in 4.3682 seconds