• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 238
  • 2
  • 2
  • Tagged with
  • 251
  • 251
  • 142
  • 119
  • 67
  • 65
  • 59
  • 52
  • 50
  • 47
  • 40
  • 34
  • 26
  • 25
  • 25
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Construção das masculinidades em depressão : revisão de literatura e análise de casos

Windmöller, Naiara 18 July 2016 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Departamento de Psicologia Clínica, Programa de Pós-Graduação em Psicologia Clínica e Cultura, 2016. / Texto liberado parcialmente pelo autor. Conteúdo restrito: Artigo 1 e Artigo 2. / Submitted by Fernanda Percia França (fernandafranca@bce.unb.br) on 2016-09-12T19:01:11Z No. of bitstreams: 1 2016_NaiaraWindmöller_Parcial.pdf: 1157511 bytes, checksum: 968968e30a0cce833297af2bc1cfedbd (MD5) / Approved for entry into archive by Raquel Viana(raquelviana@bce.unb.br) on 2016-11-07T18:51:50Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2016_NaiaraWindmöller_Parcial.pdf: 1157511 bytes, checksum: 968968e30a0cce833297af2bc1cfedbd (MD5) / Made available in DSpace on 2016-11-07T18:51:50Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2016_NaiaraWindmöller_Parcial.pdf: 1157511 bytes, checksum: 968968e30a0cce833297af2bc1cfedbd (MD5) / Diante da incipiência de pesquisas em saúde mental que levem em consideração o viés de gênero, a presente dissertação se propõe a discutir a “depressão masculina” seguindo os aportes teóricos dos estudos das masculinidades advindos dos movimentos e debates feministas. Estudos de gênero afirmam que a ideia de potência, de virilidade está no cerne da dominação masculina. E nesse sentido, os homens sofreriam, também, com esta dominação? E de que forma e por quais razões? A literatura tem feito a relação entre os fatores de risco e os fatores de proteção a saúde mental com as categorias analíticas de gênero e raça? No que diz respeito à depressão, esta foi construída como categoria, no ocidente, ao longo dos séculos e tem sido abordada em larga medida pelos grandes manuais psiquiátricos (DSM E CID). Diante de tais reflexões teóricas, o presente trabalho está constituído por dois artigos, os quais foram resultantes de duas etapas distintas da pesquisa. O primeiro artigo resulta de um levantamento bibliográfico e de uma revisão sistemática sobre o referido tema em duas das principais plataformas científicas brasileiras, a saber: LILACS e SciELO Brasil, entre os anos de 2003 a 2013. Foram encontrados na plataforma LILACS 1378 artigos e na base SciELO Brasil 386. Dentre os dezessete artigos analisados, enquadrados nos critérios de inclusão, a maioria foi de caráter epidemiológico e comparativo com as mulheres e foram quase inexistentes as pesquisas qualitativas com esse público. Além disso, as categorias analíticas tais como gênero e raça foram em sua maioria, menosprezadas pelos/as pesquisadores/as. Devido à inexistência de pesquisas qualitativas e que levassem em consideração as interseccionalidades referidas, o segundo artigo visou fomentar uma discussão sobre as masculinidades e a depressão, que ouvisse, então, as narrativas masculinas. Diante desse propósito, foi realizada uma pesquisa qualitativa, em que foram ouvidas e analisadas três histórias de vida de homens diagnosticados com depressão (sem comorbidades), em um hospital público em uma capital brasileira. Em todas as histórias narradas, percebe-se que falta a eles uma consciência de gênero no sentido de não percepção do sofrimento relacionado às normativas de gênero. Houve especificidades nos achados quanto à faixa etária e interseccionalidades de classe e raça. Sobretudo, as queixas, em geral, se localizaram na esfera sexual e laborativa, seja pela falta do que não se pode ser/realizar no passado, marcada pelo pretérito imperfeito ou pela ruptura da idealização no presente. São afetos e vivências caracterizados pelo endurecimento do corpo e dos afetos, pela competição e comparação com outros homens, com tonalidades de culpa e fracasso. Diante dessa pesquisa, portanto, sugere-se o investimento e o desenvolvimento de mais pesquisas que levem em consideração os aportes teóricos das masculinidades e que conversem com a psicologia clínica, e que podem ser efetivas e úteis para as políticas públicas de saúde mental e de saúde do homem no Brasil. Ademais, que possam romper com a psicologização e a essencialização do “masculino”, ao considerar as contribuições dos estudos de gênero e das masculinidades. _________________________________________________________________________________________________ ABSTRACT / Given the paucity of mental health research that takes into account the gender bias, this thesis is to discuss the "male depression" according to the theoretical contributions from the studies of masculinities originated from feminist movements and debates. Gender studies claim that the power in the idea of manhood is at the heart of male dominance. In this sense, would men suffer too with this rule? How and for what reasons? Has the literature pointed out the relationship between risk factors and protective factors to mental health and the analytical categories of gender and race? As far as depression is concerned, it was built as a category in the West over the centuries and has been addressed largely by major psychiatric manuals (DSM and ICD). Given these theoretical reflections, this study is composed of two articles, resulting from two distinct stages of research. The first article originates from a literature survey and a systematic review on the topic in two main Brazilian scientific data bases, namely LILACS and SciELO Brazil between the years 2003 to 2013. LILACS platform provided 1378 articles and SciELO Brazil 386. Most of the seventeen articles analyzed, after passing the inclusion criteria, were of epidemiological character and comparative with women. Qualitative research with men was almost nonexistent. In addition, analytical categories such as gender and race were mostly overlooked by the researchers. Due to the absence of qualitative research that took into account those intersectionalities, the second article aimed to foster the discussion on masculinities and depression, having an ear to male narratives. With this purpose, a qualitative survey was conducted, in which three life stories were heard and analyzed of men diagnosed with depression (without comorbidities) in a public hospital in a capital city of Brazil. In all the stories it was clear that the men lack gender consciousness in the sense that they do not perceive the suffering generated by gender norms. There were specifics on the findings regarding age and class and race intersectionalities. Above all, complaints were generally related to sexual and productive work sphere, either because of not having done or been in the past, marked by the past continuous, or because of disruption of idealization in the present. Those are feelings and experiences characterized by hardening of the body and the emotions, by competition and comparison with other men, with shades of guilt and failure. It is suggested, therefore, investment on and development of further research that takes into account the theoretical contributions of masculinities, and that dialogues with clinical psychology. This research can be effective and useful for public policies on mental health and men’s health in Brazil. Moreover, it can break the psychologizing and essentializing the "masculine", when considering the contributions of gender and masculinities studies. _________________________________________________________________________________________________ RESUMEN / Delante de la insipiencia en investigaciones en salud mental que lleven en consideración la cuestión de género, la presente disertación se propone discutir la "depresión masculina" siguiendo los aportes teóricos de los estudios de las masculinidades derivadas de los movimientos y debates feministas. Estudios de género afirman que la idea de potencia, de virilidad está en el centro de la dominación masculina ¿Y en este sentido, los hombres sufrirían también con esta dominación?¿De qué forma y por cuales razones? ¿La literatura ha hecho la relación entre los factores de riesgo y los factores de protección a la salud mental con las categorías analíticas de género y de raza? En lo que dice respecto a la depresión, esta fue construida como categoría, en occidente, a lo largo de los siglos ha sido abordada en larga medida por los grandes manuales psiquiátricos (DSM y CID). Frente a tales reflexiones teóricas, el presente trabajo está constituido por dos artículos, los cuales fueron resultantes de dos etapas distintas del estudio. El primer artículo resulta de un levantamiento bibliográfico y de una revisión sistemática sobre el referido tema en dos de las principales plataformas científicas brasileñas, estas son: LILACS y SciELO Brasil, entre los años 2003 y 2013. Fueron encontrados en la plataforma LILACS 1378 artículos y en la base SciELO Brasil 386. Entre los diecisiete artículos analizados, encuadrados en los criterios de inclusión, la mayoría fue de caráctere pidemiológico y comparativo con las mujeres y fueron casi inexistentes las investigaciones cualitativas con ese público. Además de eso, las categorías analíticas tales como género y raza fueron en su mayoría, menospreciadas por los/las investigadores/as. Debido a la inexistencia de investigaciones cualitativas y que llevasen en consideración las interseccionalidades referidas, el segundo artículos buscó fomentar una discusión sobre las masculinidades y la depresión, que escuchara, entonces, las narrativas masculinas. Frente a este propósito, fue realizada una investigación cualitativa, en que fueron oídas y analizadas tres historias de vida de hombres diagnosticados con depresión (sin comorbilidades), en un hospital público en una capital brasileña. En todas las historias narradas, se percibe que les falta una conciencia de género en el sentido dela no percepción del sufrimiento relacionado a las normativas de género. Hubo especificidades en lo encontrado en cuanto al rango etario e interseccionalidades de clase y raza. Principalmente, las quejas, en general, se localizaron en la esfera sexual y laboral, sea por la falta de lo que no se puede ser/realizar en el pasado, marcada por el pretérito imperfecto o por la ruptura de la idealización en el presente. Son afectos y vivencias caracterizados por el endurecimiento del cuerpo y de los afectos, por la competición y comparación con otros hombres, con tonalidades de culpa y fracaso. Frente a esta investigación por lo tanto, se sugiere la inversión y desarrollo de más investigaciones que lleven en consideración los aportes teóricos de las masculinidades y que conversen con la psicología clínica, que en ocasiones pueden ser efectivas y útiles para las políticas públicas de salud mental y de la salud del hombreen en el Brasil. Además, que puedan romper con la psicologización y la esencialización del masculino, al considerar las contribuciones de los estudios de género y de las masculinidades.
2

História de vida de pessoas com deficiência física adquirida

Ferreira, Aline Coelho January 2015 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, Florianópolis, 2015 / Made available in DSpace on 2016-02-09T03:09:05Z (GMT). No. of bitstreams: 1 337072.pdf: 1258600 bytes, checksum: 8bfaa8f5a1d068494af34821e0fd5002 (MD5) Previous issue date: 2015 / O número de pessoas com deficiência física tem aumentado significativamente em nosso país, fazendo com que os serviços de saúde e o contexto sociocultural no qual estes estão inseridos estejam preparados para receber tal demanda. A ocorrência de uma deficiência altera os modos de vida da pessoa e de toda família, fazendo com que esses se adequem a nova situação. Nesse sentido investigar o perfil destas pessoas que adquiriram deficiência física é necessário para nos possibilitar conhecer quem são, onde estão e como elas vivem para que possamos estruturar e prestar uma assistência de acordo dos suas necessidades. Esses fatores motivaram a realização desta pesquisa qualitativa, descritiva e exploratória de cunho sócio-histórico que objetivou compreender os modos pelos quais a história de vida influencia no desenvolvimento e implementação de estratégias para conviver com a deficiência física adquirida. Os participantes do estudo foram oito pessoas que possuem deficiência física adquirida, com idade compreendida entre 25 e 70 anos, que convivem a mais de cinco anos com essa nova condição. Estes foram selecionados a partir de uma lista de pessoas com deficiência cadastradas pela AFLODEF .Os dados foram coletados nas residências dos sujeitos durante os meses de abril e agosto de 2014 através de entrevista semiestruturada. A pesquisa foi aprovada pelo comitê de ética sob nº 03932812.2.0000.0121. Os dados foram tratados através da análise temática descrita por Minayo na qual surgiram cinco macro categorias, que possibilitaram a elaboração de 2 manuscritos que permearam os objetivos específicos da pesquisa. No primeiro manuscrito, intitulado A história de vida de pessoas que adquiriram deficiência física: que fazer depois do diagnóstico? O objetivo foi conhecer a história de vida de pessoas com deficiência física adquirida, pela ótica dos sujeitos, neste foram expostas as categorias: A vida antes da nova condição; E agora o que faço? Onde relata como era constituída a vida desses antes das limitações e como ficou após o diagnostico. A historia de vida desses sujeitos foi fundamental para enfrentar essa nova situação, e a importância da família e dos serviços de apoio a essas pessoas e em contrapartida a necessidade da ampliação e solidificação dos serviços públicos voltados para esta clientela. No segundo manuscrito, intitulado: Estratégias de vida das pessoas que adquiriram deficiência física - histórias de vida, onde o objetivo foi descrever os modos pelos quais as pessoas que adquiriram deficiência física vivenciam essa nova situação e; identificar as estratégias de vida utilizadas para conviver com a mesma pela ótica dos sujeitos. Foram apresentadas as categorias: O enfrentamento diante da nova situação; A reabilitação: como está estruturada a rede; Como me vejo hoje? o que mudou? o que posso fazer? Os resultados destacam o enfrentamento dessa situação de modo positivo, embora as dificuldades eles reorganizaram sua vida. verifica-se a relevância da história de vida para o enfrentamento das limitações, assim como a rede familiar e amigos, e a necessidade de um serviço de reabilitação adequado para atender tal demanda. Conclui-se que o modo como cada individuo que passa por essa experiência e enfrenta a mesma está relacionado à sua historia de vida, utilizando estratégias que focalizam no futuro e não nas limitações em si, como, carreira, filhos, família, a recuperação, e a aquisição da prótese. Nesse sentido, são imprescindíveis ações Inter setoriais, considerando as especificidades que a vivência da deficiência impõe em seu contexto sociocultural. Fica evidente a necessidade de acompanhamento multidisciplinar, devido as necessidades físicas, psíquicas, emocionais e sociais das pessoas portadoras de alguma deficiência física, que se não tratadas prejudicam o modo com que vão encarar essa nova situação.<br> / Abstract : The number of people with physical disabilities has increased significantly in our country, causing the health services and the socio-cultural context where they belong to be prepared to receive such a demand. The occurrence of a deficiency changes the person and their family's way of life, making them suited to the new situation. In this sense, investigating the profile of people who have acquired disabilities is necessary to enable us to know who they are, where they are and how they live so that we can organize and assist according to their needs. These factors motivated the realization of this qualitative, descriptive and exploratory research of socio-historical nature which aimed to understand the ways that the story of life influences the development and implementation of strategies to live with physical disabilities acquired. Study participants were eight people who have acquired disabilities, aged between 25 and 70, who live with this new condition for more than five years. They were selected from a list of people with disabilities registered by AFLODEF. The data were collected in the homes of the individuals during the months of April and August 2014 through semi-structured interviews. The study was approved by the Ethics Committee under No. 03932812.2.0000.0121. The data were analyzed through thematic analysis described by Minayo in which emerged five macro categories, which enabled the development of two manuscripts that permeated the specific research objectives. In the first manuscript entitled The life story of people who have acquired disability: what to do after the diagnosis? The objective was to know the history of life of people with physical disabilities acquired, through the eyes of the individuals where the following categories were exposed: Life before the new condition; And now what do I do? Which tells how their lives were before the limitations and how they turned out after the diagnosis. The life history of these subjects was essential to face a new situation, and the importance of family and support services to these people and on the other hand the need for expansion and consolidation of public services aimed at this clientele. In the second manuscript, entitled: Life Strategies of persons who acquired disability - life stories, where the objective was to describe the ways in which people who have acquired disabilities experience this new situation and; identify the coping strategies used to live with the same from the perspective of the subjects. The following categories were presented: Addressing on the new situation; Rehabilitation: how is the network structured; How do I see me today? What has changed? What can I do? The results highlight the confront with this situation positively, although the difficulties reorganized their lives. There is the importance of life story to confront the limitations as well as the family and friends network, and the need for appropriate rehabilitation services to attend such demand. It is concluded that the way each individual pass and faces this experience is related to their history of life, using strategies that focus on the future and not the limitations itself, as, career, children, family, recovery, and the acquisition the prosthesis. In this sense, Inter sectoral actions are essencial, considering the specifics that the experience of disability imposes on its sociocultural context. It is evident the need for multidisciplinary follow-up, due to physical, mental, emotional and social needs of people with a physical disability, which if not treated harm the way we are going to face this new situation.
3

A arte de envelhecer : um estudo sobre história de vida e envelhecimento

Lima, Priscilla Melo Ribeiro de January 2008 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Departamento de Psicologia Clínica, 2008. / Submitted by Larissa Ferreira dos Angelos (ferreirangelos@gmail.com) on 2009-10-01T19:18:13Z No. of bitstreams: 1 2008_PriscillaMRLima.pdf: 655136 bytes, checksum: cbd90e279ddc5ff54abfd628fad893a8 (MD5) / Approved for entry into archive by Luanna Maia(luanna@bce.unb.br) on 2009-10-09T13:18:06Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2008_PriscillaMRLima.pdf: 655136 bytes, checksum: cbd90e279ddc5ff54abfd628fad893a8 (MD5) / Made available in DSpace on 2009-10-09T13:18:06Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2008_PriscillaMRLima.pdf: 655136 bytes, checksum: cbd90e279ddc5ff54abfd628fad893a8 (MD5) Previous issue date: 2008 / O presente trabalho teve como objetivo conhecer aspectos do processo de envelhecimento à luz das histórias de vida de idosos. Tendo como base a Teoria Epigenética do Ciclo de Vida de Erik Erikson e colaboradores, e a Perspectiva da Psicologia do Lifespan desenvolvida por Paul Baltes e colaboradores, oito histórias de vida foram analisadas. Procurou-se investigar o modo como as estratégias de seleção, otimização e compensação, e o envolvimento vital se manifestam na velhice, e investigar as contribuições da geratividade e da participação social no processo de envelhecimento. Além da entrevista semi-estruturada composta de itens referentes a vários aspectos da história de vida, outros instrumentos foram utilizados: o Miniexame do Estado Mental (MEEM), a Escala de Depressão Geriátrica (EDG-15) e a Avaliação da Qualidade de Vida – Módulo Idoso (WHOQOL-Old). Entre os dados obtidos e analisados, constatou-se a influência de vários fatores, presentes ao longo da vida, para a construção de um envelhecimento bem-sucedido ou com a presença de sintomas patológicos. Participação social e geratividade desenvolvidos ao longo da vida parecem ser, entre outros, grandes contribuintes para a vivência de envolvimento vital na velhice. Por outro lado, a estagnação e carência de flexibilidade adaptativa podem acarretar conseqüências negativas e contribuir para surgimento de sintomas depressivos e demenciais. _________________________________________________________________________________________ ABSTRACT / The aim of the present study was to understand aspects of the aging process as of the elderly life histories. Based on Erik Erikson’s Life Cycle Epigenetic Model and Paul Baltes’ Lifespan Psychology, eight life histories were analyzed. So it was investigated the way selective optimization with compensation strategies and vital involvement aspects appear in old age, and the contributions of generativity and social participation to the aging process. The research instruments included a semi-structured interview that assessed life history aspects, the Mini-mental State Exam (MMSE), the Geriatric Depression Scale (GDS-15) and the World Health Organization Quality of Life Assessment – Old Module (WHOQOL-Old). Among the results, the influence of several factors presented during lifetime on the construction of a successful aging or an aging with the presence of pathological symptoms was observed. Social participation and generativity during lifetime seem to be, among others, great contributors to experience of vital involvement in old age. In contrast, stagnation and lack of adaptive flexibility could bring negative consequences and contribute to the appearance of depressive and demencial symptoms.
4

Professores com deficiência no município de Vitória: vidas que compõem histórias

SANTOS, C. R. 04 March 2013 (has links)
Made available in DSpace on 2016-08-29T11:11:49Z (GMT). No. of bitstreams: 1 tese_6493_DISSERTAÇÃO CAMILA REIS - TEXTO COMPLETO.pdf: 2640019 bytes, checksum: 2b9aec35caa0184589af4fd818492e5c (MD5) Previous issue date: 2013-03-04 / O presente trabalho trata da trajetória de vida de profissionais com deficiência do Magistério, atuantes na Rede Municipal de Ensino de Vitória. Para tal, recorreu-se à opção metodológica de história de vida, caracterizada pela preocupação com o vínculo entre pesquisador e entrevistado. Entendemos que o pesquisador que trabalha com este tipo de metodologia, ao fazer com que as pessoas confiem nas lembranças e interpretações particulares do passado, em sua capacidade de colaborar para escrever a história, possibilita que os entrevistados com deficiência, com frequência ignorados e economicamente fragilizados, adquiram dignidade e sentido de finalidade ao rememorar a própria vida e fornecer informações valiosas. Partindo do princípio de que a abordagem metodológica de história de vida permite compreender a dinâmica das relações que o indivíduo estabelece ao longo de sua história, o método é igualmente compatível ao perfil dessa investigação. A pesquisa é de caráter qualitativo e a coleta de dados foi realizada por meio de entrevistas biográficas semi-estruturadas. Foram localizados treze profissionais com deficiência, porém quatro deles se constituíram sujeitos desta pesquisa. Destes quatro, dois possuem deficiência física e dois são cegos. Buscamos por meio das narrativas, permear questões relacionadas à vida pessoal e profissional dos sujeitos e suas relações com a deficiência, sendo nossa análise embasada numa perspectiva sócio-histórica predominantemente vigotskiana. Acreditamos que a análise histórica de como se edificou a constituição do sujeito com deficiência, seja no plano pessoal ou profissional, consistiu em ferramentas valiosas na compreensão das rotulações de incapacidade em torno da deficiência, heranças históricas do contexto educacional brasileiro e internacional. Ainda que a formação e constituição destes sujeitos tenha se dado numa atmosfera de baixa inclusão, a certeza que temos é a de que os professores com deficiência aqui investigados, nadaram contra uma corrente segregadora e provaram suas potencialidades numa vasta rede de possibilidades que lhe foram abertas.
5

Para além do biológico, o sujeito com a Síndrome de Klinefelter

ARAUJO, M. P. M. 21 March 2014 (has links)
Made available in DSpace on 2016-08-29T11:12:00Z (GMT). No. of bitstreams: 1 tese_7589_Dissertação Michell Pedruzzi M. Araújo.pdf: 2577170 bytes, checksum: 1b61bfa4d04d0bc857a38e6f8a813194 (MD5) Previous issue date: 2014-03-21 / Este estudo traz à tona nossa intenção de pesquisa: Compreender a história de vida de um sujeito com a Síndrome de Klinefelter, o Ramon. A Síndrome de Klinefelter é muito peculiar e vem ganhando destaque na área médica, não por sua prevalência na população, mas por sua complexidade. Na área da educação, a produção acerca dessa síndrome é incipiente encontramos apenas um estudo em Portugal. No nosso país, no entanto, ressalta-se o ineditismo dessa pesquisa. Nesse estudo pensamos, juntamente com Lev Semionovich Vigotski e outros autores que imprimem em seus textos raízes sócio-históricas, num Ramon para além do biológico, ou seja, para além dos seus limites orgânicos: um sujeito rico em subjetividade que foi valorizada. Objetivamos, assim, compreender a subjetividade desse sujeito que é singular na coletividade, assim, pensar no Ramon é pensar nos outros, nos seus pares e nas intrínsecas redes de dialogismos tecidas na imensa trama que é a vida. Buscamos também observar como ocorreu a inclusão desse sujeito no âmbito escolar. A fim de atingir os objetivos traçados, utilizamos a perspectiva histórico-cultural do desenvolvimento humano atrelando os pressupostos dessa opção teórica à metodologia história de vida. Para entender os detalhes, os indícios, as miudezas, os resquícios da história de vida do sujeito que parecem insignificantes, mas que são imprescindíveis para se compreender alguns processos de grande dimensão, nos apoiamos no paradigma indiciário de Ginzburg. Nessa pesquisa, nossos encontros com esse jovem de 22 anos são descritos e analisados, levando em conta os aspectos subjetivos. Nesses encontros, ouvimos várias narrativas para compor a história de vida do sujeito pesquisado: a do próprio Ramon, da sua mãe Marlene e das professoras da APAE e da Educação de Jovens e Adultos, ouvimos, portanto, Ramon em diferentes contextos: em casa, na APAE, na escola de ensino comum (EJA) e na casa da professora da APAE. Para colher os dados, recorremos às entrevistas biográficas semiestruturadas, as quais foram adequadas à singularidade de cada sujeito ouvido. Todas as entrevistas foram gravadas e transcritas em sua totalidade e os dados obtidos foram analisados levando-se em conta o contexto histórico e social de Ramon, assim, observamos as relações dialógicas estabelecidas por Ramon com seus pares e tentamos compreendê-las para melhor entender a construção subjetiva desse sujeito que para além de biológico, é social, cultural, que aprende, apreende e que, para além disso...muito nos ensina!
6

A Constituição docente de uma professora de Educação Física: ligando trajetos formativos

RODRIGUES, A. B. 13 May 2010 (has links)
Made available in DSpace on 2016-08-29T15:35:15Z (GMT). No. of bitstreams: 1 tese_3895_Dissertação pdf Aline Britto Rodrigues20151016-92618.pdf: 67130139 bytes, checksum: d27ef227cb341c632668d16fb10d137d (MD5) Previous issue date: 2010-05-13 / A pesquisa abrange a temática da constituição docente e o eixo de discussão apresenta a História de Vida de uma professora de Educação Física, delimitando-se nos seguintes objetivos: a) dialogar com o professor de Educação Física escolar, a fim de buscar na sua trajetória de vida, elementos que permitam analisar a construção de sua identidade na profissão docente e; b)buscar compreender como sujeito docente elabora, desenvolve e se relaciona com o seu cotidiano profissional face à trama (complexa) de sua vida, a partir dos fatores que possam contribuir para a sua constituição docente. o itinerário metodológico percorrido ancorou-se na etnometodologia e alguns e alguns recursos foram articulados à essa escolha, assim como a História de Vida, a observação em campo, análise de documentos e entrevistas. Foi possível evidenciar que a constituição docente da professora colaboradora revela influências de aspectos vivenciados na sua trajetória biográfica, assim os laços parentescos, os laços geracionais, representados pelo período escolar,entre outros. Mas também e não menos importante, os aspectos relacionais fomentados a partir das interações no trabalho. Notou-se a impossibilidade de se pensar nesses últimos sem uma articulação com os demais elementos biográficos.
7

Trajetórias de vida e mudança de identidade sexual: quando não se encontra o pote de ouro no final do arco-íris

SILVA, O. R. M. 23 June 2017 (has links)
Made available in DSpace on 2018-08-01T23:41:50Z (GMT). No. of bitstreams: 1 tese_9861_TRAJETÓRIAS DE VIDA E MUDANÇA DE IDENTIDADE SEXUAL - QUANDO NÃO SE ENCONTRA O POTE DE OURO NO FINAL DO ARCO-ÍRIS.pdf: 1497609 bytes, checksum: fa319f52837d9aef473483d458105dbe (MD5) Previous issue date: 2017-06-23 / O objetivo deste trabalho foi conhecer as trajetórias de vida de indivíduos que alegaram ter mudado sua identidade sexual de homossexual para heterossexual. Especificamente, buscou-se analisar fatores desencadeantes e consequências da descoberta e abandono da homossexualidade, bem como compreender a diversidade de experiências relacionadas à vida familiar, social e religiosa na trajetória de vida destes sujeitos. Trata-se de um estudo exploratório, qualitativo, de corte transversal. Participaram quatro indivíduos do sexo masculino, maiores de dezoito anos, que declararam ter mudado de identidade sexual. A amostragem foi intencional e delimitada a partir dos critérios de diversificação interna e de saturação empírica. Os participantes foram localizados através da técnica bola de neve. O instrumento utilizado foi uma entrevista narrativa seguido de um roteiro semiestruturado de entrevista. Para a análise dos dados utilizou-se o método fenomenológico para investigação psicológica, que revelou seis unidades de significado: Contexto para a produção da homossexualidade; situações de preconceito; experiências afetivas/sexuais; descoberta e vivência da homossexualidade; contexto da reorientação sexual; incômodo com o termo ex-gay; transformações ocorridas em outros aspectos da vida. O preconceito foi o fenômeno encontrado na base das principais transformações ocorridas, embora nem sempre tenha sido admitido ou interpretado como algo negativo pelos participantes. Eles apontaram a insatisfação com estilo de vida gay como o principal fator propulsor da mudança da identidade sexual. Percebeu-se uma forte internalização de representações de cunho religioso sobre a homossexualidade, compreendida por eles como um desvio da sexualidade natural e sadia. A internalização destas representações propiciou a criação de uma identidade social negativada para estes indivíduos enquanto homossexuais. A mudança da identidade sexual foi significada por eles como uma melhor valoração social, maior auto aceitação, além de potencializar a possibilidade de desenvolver uma vida plena e feliz segundo o modelo heteronormativo, que eles acreditam ser o único legítimo e verdadeiro para se vivenciar a sexualidade.
8

Ensino de inglês em Gurupi/TO sujeitos, crenças e trajetórias

Mendes, Maria Elaine 14 March 2014 (has links)
Na contemporaneidade, parece haver uma tentativa de compreender como ocorrem as mudanças individuais e coletivas na sociedade. Em tal compreensão, o conceito de identidade tem permeado campos distintos do saber, sobretudo a educação (suas disciplinas afins como a linguística e a história). O estudo aqui descrito converge para esse conceito, pois o texto materializa uma pesquisa que objetivou compreender as crenças presentes no cotidiano de professores de inglês de Gurupi (TO) e as implicações que têm tanto na construção da identidade deles quanto na imagem que têm de si como professores de língua estrangeira. Para cumprir esse objetivo, a pesquisa recorreu a uma leitura analíticointerpretativa de relatos orais desses professores e de pais de alunos. A pesquisa enfoca o contexto de formação docente do sul de Tocantins; e o faz mediante a abordagem da história de vida, que se vale da metodologia da história oral. Através de um levantamento de natureza qualitativa, foram realizadas entrevistas semiestruturadas com professores de escolas públicas e de cursos de inglês, além de questionários enviados aos pais de alunos. Os resultados evidenciam uma relação bem próxima entre crenças e experiência de ensino e aprendizagem e certo desprestígio e desânimo que se vinculam não só à prática, mas também às representações sociais do professor de inglês. Sua identidade se erige na associação entre um desejo idealizado de falar inglês e a falta de meios para tal. Como memória de modelos adquiridos na prática escolar discente e docente, as vivências relatadas suscitaram reflexões particulares do fazer profissional, isto é, de experiências pessoais não só no ensino de Língua Inglesa, mas também na aprendizagem. / In the contemporary world, there seems to be an attempt to understand how both individual and group changes occur in society. In such understanding, the concept of identity permeates different fields of knowledge, especially education in its relationship with linguistics, history, and culture. This study converges to this relationship in presenting results of a research aimed at understanding everyday life beliefs of English language teachers from Gurupi, state of Tocantins, and how these beliefs affect the formation of their identity and the way they see themselves as teachers of English language. This research has focused on teacher‘s education and training context. Fulfilling its aim meant to rely on an interpretive analysis of oral accounts given by teachers and pupils‘ parents. A life-story approach was used in connection with oral history as research methodology. A qualitative survey was carried out with semi-structured interview and questionnaire as tools to gather data from English language teachers who work at public schools and at English private schools; in addition, from parents who enroll their children in private language schools. Results point out a close relationship between learning and teaching beliefs among teachers and parents as well as a certain discredit and discouragement towards not only their profession but also representations of the English language teacher. His/her identity builds upon the association of an idealised crave to speak English and a lack of means to do so. As memories of social model acquired in school as student and as teacher, their accounts has awaken personal thoughts on the teacher‘s professional making, which means personal experiences related not only to teaching English but also to learning it.
9

Trajetória dos receptores : história de vida e resgate das mediações

Guerin, Yhevelin Serrano January 2000 (has links)
O presente trabalho mostra a pertinência da utilização da técnica de História de Vida na pesquisa de comunicação, em especial nos Estudos de Recepção, partindo da idéia que as mediações, sugeridas pela Teoria das Mediações, definemse conforme a trajetória de vida de cada indivíduo. Neste sentido, é possível o resgate e a análise das mediações considerando não só o ato flagrado no momento da recepção, mas levando em conta também toda a trajetória do receptor. Trata-se de um exercício teórico/metodológico que aproxima a História de Vida com o conceito de mediação. O objetivo principal foi o de resgatar a temporalidade social, cotidianidade familiar e competência cultural - principais mediações identificadas por Martín-Barbero -, evidenciando que, a partir da trajetória de duas pessoas, se pode entender como elas se "construíram" receptores. / This study shows the importance of the "Life Histories" technique in the communications research, epecially in the studies of communication. It is constructed from the idea that mediations, proposed by the Mediation' s Model, define themselves from the life 's historiy of each individual.Thus, ir is possible to reconstruct and analyze the mediations considering not just the momento of the reception, but also ali the life of the receptor. It's a theoretical/methodoligical exercise that approximates the "Life Histories"and the concep of mediations. The main objective of this studiy was to identify the social "temporariness", family routines and the cultural competence - the principais mediations proposed by Martín-Barbero -, considering that from the history of two people we can see how they built themselves receptions.
10

A sinfonia da vida: narrativa sobre a constituição do habitus docente musical

Silva, Marco Antonio January 2017 (has links)
SILVA, Marco Antonio. A sinfonia da vida: narrativa sobre a constituição do habitus docente musical. 2017. 138f. –Tese (Doutorado) – Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-Graduação em Educação Brasileira, Fortaleza (CE), 2017. / Submitted by Gustavo Daher (gdaherufc@hotmail.com) on 2017-09-13T13:12:52Z No. of bitstreams: 1 2017_tese_masilva.pdf: 3904908 bytes, checksum: 4a8a6996e600225528aa4e0f2bfaf9ed (MD5) / Approved for entry into archive by Márcia Araújo (marcia_m_bezerra@yahoo.com.br) on 2017-09-13T13:55:14Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2017_tese_masilva.pdf: 3904908 bytes, checksum: 4a8a6996e600225528aa4e0f2bfaf9ed (MD5) / Made available in DSpace on 2017-09-13T13:55:14Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2017_tese_masilva.pdf: 3904908 bytes, checksum: 4a8a6996e600225528aa4e0f2bfaf9ed (MD5) Previous issue date: 2017 / This study is a self-analysis of the aspects that outlined my teaching training in music at Federal Teaching Institution. The research aims to analyze the trajectory of the agent seeking to unveil such aspects. It is an autobiographical procedure that seeks to describe the transformations that occurred in my career, considering familiar, social, cultural and musical aspects that influenced to a great extent, the decisions that directed me in the role of violin teacher at the Federal University of Cariri. In this sense, the objective of the research is to understand the constitution of the teaching staff habitus of a degree course in music. Thus, looking at the past of formation, the concepts of the praxisology of the sociologist Pierre Bourdieu about the habitus, field, social, cultural and financial capital as a tool to illuminate this analysis are considered. Life History and Praxiology are two research traditions that help to understand this research. In this way, my trajectory demonstrates the process of acquiring a habitus that extrapolates the idea of reproduction of the existence conditions; at the same time, that this context denies my probable destiny allows me to postulate the following thesis: “the inadaptation of the primary habitus, combined with strategies and the contact with key elements in the musical field led me as agent to occupy a prominent position in this field”. / O presente estudo é uma autoanálise dos aspectos que delinearam minha formação docente em Música em uma instituição federal de ensino. A pesquisa tem como objetivo analisar a trajetória do agente procurando desvelar tais aspectos. Trata-se de um procedimento autobiográfico que descreve as transformações ocorridas em minha trajetória, considerando aspectos familiares, sociais, culturais e musicais que influenciaram, em grande medida, as decisões que me direcionaram na função de professor de violino da Universidade Federal do Cariri (UFCA). Nesse sentido, a pesquisa dedica-se a compreender a constituição do habitus docente do professor de um curso de licenciatura em Música. Assim, ao olhar para o passado de formação, são considerados os conceitos da praxiologia do sociólogo Pierre Bourdieu acerca do habitus, campo e capital social, cultural e financeiro como ferramenta para iluminar esta análise. História de vida e praxiologia são duas tradições de pesquisa que ajudam a compreender esta investigação. Desse modo, a trajetória aqui presentada demonstra o processo de aquisição de um habitus que extrapola a ideia de reprodução das condições de existência. Ao mesmo tempo que esse contexto nega meu destino provável, permite-me postular a seguinte tese: “a inadaptação do habitus primário, aliado a estratégias, e o contato com elementos-chaves no campo musical me conduziram, enquanto agente, a ocupar uma posição de destaque no referido campo”.

Page generated in 0.1368 seconds