• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 202
  • 1
  • Tagged with
  • 203
  • 75
  • 72
  • 70
  • 66
  • 42
  • 39
  • 39
  • 34
  • 33
  • 25
  • 25
  • 24
  • 23
  • 20
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Ausência do endosimbionte Wolbachia SP. em dois metastrongilídeos: Angiostrongylus costaricensis e Angiostrongylus cantonensis

Ben, Renata January 2007 (has links)
Made available in DSpace on 2013-08-07T19:12:21Z (GMT). No. of bitstreams: 1 000414796-Texto+Completo-0.pdf: 186239 bytes, checksum: 84d975c8024507f47eadc59f4d672996 (MD5) Previous issue date: 2007 / Abdominal angiostrongyliasis is caused by Angiostrongylus costaricensis, an intra-arterial nematode, that lives in the ileocecal region in wild rodents. This parasite has been detected from southern United States to northern Argentina. Man is an accidental host and is infected ingesting third stage larvae (L3) that are eliminated with mucous secretions by the intermediate host (veronicelid slugs). Another species, that also may infect man is Angiostrongylus cantonensis, a rat pulmonary worm, responsabile for eosinophilic meningitis, in Asia and Pacific islands. Parasites of parasites are currently being studied not only to open new therapeutics possibilities, but also in order to improve diagnostic techniques. The interest for Wolbachia, a gram-negative endosimbiont bacterium, increased when the mutualistic character of its association with filarias was described. These considerations led to new ideas for treatment of these parasitosis through the use of antibacterial drugs. The main objective of this work is to verify the Wolbachia sp presence in A. costaricensis and A. cantonensis, and study its contribution for the humoral immune response of the vertebrate host. The first step was to look for evidences in favor of the presence of Wolbachia sp. Nucleic acids, through the PCR technique. In some experiments amplification products were obtained, what could be an indication of the presence of the bacterium, but these data must be confirmed by electronic microscopy and immunohistology. Because of the difficulties to get Wolbachia sp. antigen, alternatively serum samples from individuals with abdominal angiostrongyliasis were tested against Escherichia coli antigen, because it is a common bacterium species in vertebrates’ microbiota that could eventually colonize the worm. Through a western-blot analysis it was clearly demonstrated a reactivity not exclusively associated to A. costaricensis’ infected individuals. Moreover, fragments of worms were introduced in bacterial culture medium in order to study the microbiota of the Angiostrongylus adult worm. The fact of being found only one species of a grampositive bacillum in this experiment seems to confirm the hypothesis that in intravascular environment, with a low tolerance for bacteria, the worm’s microbiota is reduced in number and diversity. From the experiments we were not able to identify the presence of Wolbachia sp neither in A. costaricensis nor in A. cantonensis. It remains open to further investigations the contribution of other bacteria or simbionts of helminthes, for antigenic recognition by the vertebrate host, with potential implications for diagnosis, pathogenesis and treatment / A angiostrongilíase abdominal é causada pelo Angiostrongylus costaricensis, um nematódeo intra-arterial, que vive na região íleo-cecal de roedores silvestres. Esta parasitose tem sido registrada desde o sul dos Estados Unidos até o norte da Argentina. O homem é hospedeiro acidental e se infecta ingerindo as larvas de terceiro estágio (L3) presentes no muco do hospedeiro intermediário (veronicelídeos). Outra espécie, que também é parasita do homem, é Angiostrongylus cantonensis, um verme pulmonar de ratos, causador da meningite eosinofílica, que ocorre na Ásia e ilhas do Pacífico. Parasitas de parasitas são atualmente alvo de estudos não somente para abrir novas possibilidades terapêuticas, bem como para aprimorar técnicas diagnósticas. O interesse pela Wolbachia sp, uma bactéria gram-negativa endosimbionte, aumentou no momento em que descobriram sua característica mutualística em relação à filária. Estas considerações levaram a novas idéias para o tratamento destas parasitoses através da utilização de drogas antibacterianas. O objetivo principal deste trabalho é verificar a presença de Wolbachia em A. costaricensis e em A. cantonensis, e estudar a sua contribuição para a resposta imune humoral do hospedeiro vertebrado. O primeiro passo foi buscar evidências da presença de ácidos nucléicos de Wolbachia, através da técnica de PCR. Em alguns experimentos foram obtidos produtos de amplificação, o que poderia ser um indício da presença da bactéria, mas esses dados devem ser confirmados por microscopia eletrônica e por imunohistologia. Diante das dificuldades para se obter antígeno de Wolbachia sp alternativamente amostras de soro de indivíduos com angiostrongilíase foram testados contra antígenos de Escherichia coli por ser uma bactéria comum na microbiota de vertebrados e que eventualmente poderia colonizar o verme. Através da análise por imunoeletrotransferência ficou claramente demonstrada uma reatividade não relacionada exclusivamente aos indivíduos infectados por A. costaricensis. Além disso, fragmentos de vermes foram semeados em meio de cultura a fim de estudar a microbiota do verme adulto de Angiostrongylus. O fato de só ser encontrada um bacilo gram positivo nesse experimento parece confirmar a hipótese de que, por ser o ambiente intravascular pouco tolerante à presença de bactérias, a microbiota do verme deve ser pouco numerosa e diversa. Permanece aberta para futuras investigações a contribuição de outras bactérias ou outros simbiontes em helmintos, para reconhecimento antigênico pelo hospedeiro vertebrado, com possíveis implicações para diagnóstico, patogenia e tratamento.
2

Avaliação da eficácia terapêutica da mentha crispa no tratamento da giardíase / Evaluation of the therapeutical effectiveness of mentha crispa in the treatment of the giardíase

Teles, Naracélia Sousa Barbosa January 2008 (has links)
TELES, Naracélia Sousa Barbosa. Avaliação da Eficácia terapêutica da mentha crispa no tratamento da giardíase. 2008. 163 f. Dissertação (Mestrado em Farmacologia) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Medicina, Fortaleza, 2008. / Submitted by denise santos (denise.santos@ufc.br) on 2012-05-07T16:26:22Z No. of bitstreams: 1 2008_dis_nsbteles.pdf: 2222125 bytes, checksum: 34ba0d1584c701ada0b561143e7bd790 (MD5) / Approved for entry into archive by Eliene Nascimento(elienegvn@hotmail.com) on 2012-05-08T16:54:19Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2008_dis_nsbteles.pdf: 2222125 bytes, checksum: 34ba0d1584c701ada0b561143e7bd790 (MD5) / Made available in DSpace on 2012-05-08T16:54:19Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2008_dis_nsbteles.pdf: 2222125 bytes, checksum: 34ba0d1584c701ada0b561143e7bd790 (MD5) Previous issue date: 2008 / Giardia lamblia infection is endemic in lots of parts of the world. It is estimated that around 200 million of people are parasitized every year, being the disease an important reason for morbidity in the entire world. Current treatment for Giardia infection in humans involves the use of lots of medication. Phitotherapics formulated with Mentha crispa has been used also as giardicides, however its efficacy was not yet established. Hence, the aim of the present study was to evaluate the therapeutic efficacy of Mentha crispa in giardiasis. Initially the research constituted a transversal study for selection of subjects with giardiasis, as well as for determination of prevalence of the main intestinal parasitosis. Afterwards it was realized a double-blind, randomized clinical trial with active control to verify the therapeutic efficacy of Mentha crispa in giardiasis. Coprological samples of 1622 patients from both sexes and 5-year old minimum age were collected for the period May, 2005 to May, 2007 for serial coproscopy examination. It was selected 96 patients with Giardia lamblia who were randomly distributed into two groups: Secnidazol, constituted by 50 patients, who were treated with 2 g of secnidazol (Secnidal®); and Mentha crispa, constituted by 46 subjects treated with 24 mg of Mentha crispa (Giamebil®). Treatments were administrated in a single dose orally. After 7 days, cure was evaluated by immunoenzymatic assay (ELISA) in a freshly fecal sample. In addition, subjects were asked for possible side effects, and they answered a questionnaire about hidrosanitary and socioeconomics aspects. Transversal study results showed 47.78% of prevalence of enteroparasitosis in general. More prevalent protozoa were: Endolimax nana (20.47%), Entamoeba coli (18.56%), Giardia lamblia (7.83%), and Entamoeba histolytica (2.22%). Among helminthes, the most prevalent were: Ascaris lumbricoides (10.36%) and Trichocephalus trichiurus (2.59%). During the analysis of the clinical trial, it was found that the cure rate observed in the Secnidazol group (84.00%) was significantly higher (P = 0.0002) than that observed in Mentha crispa group (47.83%). The medications were well tolerated once it was observed only three low intensity adverse events. It was verified that the occurrence of abdominal pain was significantly higher in Mentha crispa group. However, the report of metallic taste was significantly higher in Secnidazol group. On the other side, the occurrence of nausea did not differ significantly between the groups. The data from socioeconomic questionnaire corroborated the relation between poverty, low schoolarity, absence of sanitation, and the occurrence of Giardia lamblia infection. It follows therefore that, at the dose used, the giardicide effect of Mentha crispa is lower than the secnidazol. / A infecção por Giardia lamblia é endêmica em várias partes do mundo. Estima-se que em torno de 200 milhões de pessoas são parasitadas anualmente, sendo a doença uma importante causa de morbidade em todo o mundo. O tratamento atual da giardíase compreende o uso de vários fármacos. Fitoterápicos formulados com Mentha crispa também têm sido empregados como giardicidas, porém a sua eficácia ainda não foi totalmente estabelecida. Assim, o objetivo do presente estudo foi avaliar a eficácia terapêutica da Mentha crispa na giardíase. A pesquisa consistiu, inicialmente, de um estudo transversal para seleção dos sujeitos portadores de giardíase, bem como para a determinação da prevalência das principais parasitoses intestinais. Em seguida, realizou-se um ensaio clínico randomizado, duplo-cego, em paralelo, com controle ativo, para verificar a eficácia terapêutica da Mentha crispa na giardíase. Amostras coprológicas de 1622 pacientes, de ambos os sexos e com idade mínima de cinco anos, foram coletadas no período de maio de 2005 a maio de 2007 para exame coproscópico seriado. Selecionaram-se 96 pacientes portadores de Giardia lamblia, os quais foram distribuídos de forma aleatória em dois grupos: Secnidazol, constituído de 50 pacientes tratados com 2 g de secnidazol (Secnidal®); e Mentha crispa, composto por 46 pacientes medicados com 24 mg de Mentha crispa (Giamebil®). Os tratamentos foram administrados por via oral e em dose única. Após 7 dias, avaliou-se a cura através do ensaio imunoenzimático (Elisa) em uma amostra fecal fresca. Adicionalmente, os sujeitos foram questionados acerca de possíveis efeitos adversos e responderam a um questionário abordando aspectos socioeconômicos e hidrossanitários. Os resultados do estudo transversal mostraram que a prevalência das enteroparasitoses em geral foi de 47,78%. Os protozoários mais prevalentes foram: Endolimax nana (20,47%), Entamoeba coli (18,56%), Giardia lamblia (7,83%) e Entamoeba histolytica (2,22%). Entre os helmintos, os mais prevalentes foram: Ascaris lumbricoides (10,36%) e Trichocephalus trichiurus (2,59%). Um total de 96 pacientes completaram o ensaio clinico, 50 no grupoSecnidazol e 46 no grupo Mentha crispa. Na análise dos dados do ensaio clínico, constatou-se que a taxa de cura observada no grupo Secnidazol (84,00%) foi significantemente maior (P = 0,0002) que a verificada no grupo Mentha crispa (47,83%). As medicações foram bem toleradas uma vez que foram observados apenas três eventos adversos de intensidade leve. Verificou-se que a ocorrência de dor abdominal foi significantemente maior no grupo Mentha crispa. Todavia, o relato de gosto metálico foi significantemente maior no grupo Secnidazol. Por outro lado, a ocorrência de náusea não diferiu significantemente entre os grupos. Os dados do questionário socioeconômico, por sua vez, corroboraram a íntima relação entre pobreza, baixa escolaridade e falta de saneamento e a ocorrência de infecção por Giardia lamblia. Conclui-se, pois, que, na dose empregada, o efeito giardicida da Mentha crispa é inferior ao do secnidazol.
3

Os parasitos de peixes de igarapés da reserva florestal Ducke, Manaus, AM

Anjos, Camila Saraiva dos 14 August 2012 (has links)
Submitted by Gizele Lima (gizele.lima@inpa.gov.br) on 2016-08-25T13:59:38Z No. of bitstreams: 2 Dissertação Camila FINAL MESTRADO BADPI.pdf: 11306975 bytes, checksum: 331e0e50e4f78f64675cadb34709f6e9 (MD5) license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) / Made available in DSpace on 2016-08-25T13:59:38Z (GMT). No. of bitstreams: 2 Dissertação Camila FINAL MESTRADO BADPI.pdf: 11306975 bytes, checksum: 331e0e50e4f78f64675cadb34709f6e9 (MD5) license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) Previous issue date: 2012-08-14 / Conselho Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento Científico e Tecnológico - CNPq / Small fishes from streams the upland forests represent at least half of the South American ichthyofauna diversity. However, these fishes are poorly studied and, for the majority of species, their parasites are still unknown or not described. In this study 190 fishes belonging to 26 species from Reserva Florestal Ducke were examined in order to identify their parasites. Fishes were captured between January and September 2011 with one single collection conducted in each stream, totaling six. Sampling locations are chosen in order to include three streams from both drainage areas on each side of the plateau which divides the reserve. All streams were georeferenced and environmental variables such as water temperature, pH, average channel width, depth, average current velocity and substrate were measured. Fishes were identified, measured, and necropsied in order to collect their parasites. The abundance and diversity of fishes collected (N = 190) ranged among streams, as well as the amount of parasites found (N = 1608). From the five groups of parasites collected, Nematoda was the most abundant with 972 individuals. The most common organ site of infestation was the swim bladder. The prevalence of infestation, mean abundance and mean intensity had great variation among fish species and taxonomic groups between the two watersheds. A significant negative relationship between parasite prevalence and fish standard length was found (r = - 0.45, P = 0.03). However, there was no significant relationship between the parasite abundance and the fish standard length (r = 0.18, P = 0.37). Stream fishes from Reserva Florestal Ducke host a diverse parasite fauna, where many species have not been described, being an important contribution for the knowledge of the parasite-host relationship in the Amazon. / Pequenos peixes de igarapés das florestas de terra firme representam pelo menos metade da diversidade da ictiofauna sul-americana. No entanto, estes peixes são pouco estudados e, para a maioria das espécies, seus parasitos ainda são desconhecidos ou não descritos. Neste estudo 190 peixes pertencentes a 26 espécies, coletadas em igarapés da Reserva Florestal Ducke foram examinados a fim de identificar seus parasitos. As coletas foram realizadas entre janeiro e setembro de 2011, com uma única coleta realizada em cada igarapé. Seis pontos de amostragem (igarapés) foram escolhidos, sendo três em cada lado do platô que divide a reserva. Os pontos foram georeferenciados e as variáveis ambientais como temperatura da água, pH, largura média do canal, profundidade, velocidade da correnteza média e substrato foram medidos. Os peixes foram identificados, medidos e necropsiados, a fim de coletar os seus parasitos. A abundância e diversidade de peixes coletados variou entre córregos, bem como a quantidade de parasitos encontrados (N = 1608). Dos cinco grupos de parasitos coletados, Nematoda foi o mais abundante com 972 exemplares. O órgão mais parasitado foi a bexiga natatória. A prevalência de infestação abundância média e intensidade média tiveram grande variação entre as espécies de peixes e entre os grupos taxonômicos das duas bacias de drenagem. Uma relação negativa e significativa entre a prevalência de parasitismo e o tamanho dos peixes foi encontrada (r = -0,45, P = 0,03). No entanto, não houve relação significativa entre a abundância de parasitos e o tamanho dos peixes (r = 0,18, P = 0,37). Peixes de riacho da Reserva Florestal Ducke abrigam uma fauna de parasitos diversa, com diversas espécies não descritas, sendo um importante contribuinte para o conhecimento da relação parasito-hospedeiro na Amazônia.
4

Estudo sobre a inibição da oviposição em Angiostrongylus cantonensis mediada por agonista e antagonista da serotonina

Osório, Joana Borges January 2012 (has links)
Made available in DSpace on 2013-08-07T19:12:03Z (GMT). No. of bitstreams: 1 000440746-Texto+Completo-0.pdf: 8186310 bytes, checksum: 2ddc0fe8a6260707c7754fc8b9f27f5b (MD5) Previous issue date: 2012 / The Angiostrongylus genus includes two species that can infect humans, A. cantonensis and A. costaricensis. They may cause infections known as eosinophilic meningitis and abdominal angiostrongyliasis, respectively. In A. costaricensis infection, eggs and larvae are central elements in the inflammatory reactions, which may get worse with death of the worms. The currently available anthelmintics act on the parasite essential metabolic pathways with a killing effect. Therefore, an alternative substance to treat angiostrongyliasis, acting mainly in worms reproduction is necessary. An in vitro study conducted with Schistosoma mansoni showed inhibition of oviposition by Phenanthroline. In another study with Caenorhabditis elegans, it was shown that serotonin increases the egg-laying rate of the female nematode, besides controlling the change of its posture state (rest and activation). Serotonin is a neurotransmitter present in vertebrates and invertebrates. In order to test the effect on egg laying of Angiostrongylus spp., two substances that interfere with serotonin neurotransmission in humans, Buspirone and Pizotifen, were used in an experimental model in vivo. 28 rodents of species Rattus norvegicus were divided into three groups and infected with 100 L3 of A. cantonensis: a control group (untreated) and two groups treated with each substance. The substances were administered as soon as all rodents started releasing larvae, once a day, orally, for 10 days, at a concentration of 0. 03 mg / mL each. In this period rodent feces were collected daily for counting the number of L1 and after 10 days the animals were euthanized for collection of the worms. The average number of larvae released in feces was 37,934 by the Control group, 10,658 by the Buspirone group and 6,658 by the Pizotifen group. The worms were counted and separated by sex: in the Control group 59 females and 40 males were obtained; in Buspirone group 86 females and 41 males were found; and in the Pizotifen group 83 females and 64 males were counted. The comparison of data from Control and Experimental groups was statistically analyzed by ANOVA and no significant difference was observed. Females were measured using a millimetric eyepiece installed in a stereomicroscope. The ANOVA analysis resulted in a significant difference between Control and Pizotifen, which had an average size of 18 mm, compared with to average size of 19 mm of Control, indicating that Pizotifen would have some effect in the nematodes development, but not affecting their reproduction. These results indicate that the search for alternative drugs that act on egg laying needs a better understanding of the pathways that regulate the reproductive system of parasitic organisms. / O gênero Angiostrongylus engloba duas espécies A. cantonensis e A. costaricensis, que podem infectar o ser humano e causar infecções conhecidas como meningite eosinofílica e angiostrongilíase abdominal, respectivamente. Na infecção por A. costaricensis, ovos e larvas são elementos centrais nas reações inflamatórias podendo haver o agravamento dessas lesões, pela morte dos vermes. Os anti-helmínticos atualmente disponíveis, atuam em vias metabólicas essenciais ao parasito, culminando com a morte dos vermes. Portanto, uma droga alternativa para o tratamento das angiostrongilíases, que atue principalmente na reprodução dos vermes, se torna necessária. Um estudo in vitro realizado com Schistosoma mansoni demonstrou a inibição da oviposição pela fenantrolina. Em outro estudo com Caenorhabditis elegans foi demonstrado que a serotonina estimula o aumento da taxa de ovos liberados pela fêmea do nematódeo, além de controlar a alteração do seu estado de postura (repouso e ativação). A serotonina é um neurotransmissor presente tanto em vertebrados como em invertebrados .Com o objetivo de testar o efeito na oviposição de Angiostrongylus cantonensis, duas substâncias que interferem na neurotransmissão da serotonina em humanos, Buspirona e Pizotifeno, foram utilizadas em modelo experimental in vivo. 28 roedores da espécie Rattus norvegicus foram divididos em 3 grupos e infectados com 100 L3 de A. cantonensis: um grupo controle (não tratado) e 2 grupos tratados com cada substância. As substâncias foram administradas a partir do momento em que todos os roedores iniciaram a larvipostura, uma vez ao dia por via oral, durante 10 dias, numa concentração de 0,03 mg/mL cada. Neste período as fezes dos roedores foram recolhidas diariamente para a contagem do número de L1 eliminadas e, após os 10 dias, os animais foram eutanasiados para coleta dos vermes. A média de larvas eliminadas nas fezes para o grupo controle foi 37. 934, para o grupo Buspirona 10. 658 e para o grupo Pizotifeno 6. 658. Os vermes foram contados e separados pelo sexo: no grupo controle foram obtidas 59 fêmeas e 40 machos; no grupo Buspirona foram encontradas 86 fêmeas e 41 machos e no grupo Pizotifeno 83 fêmeas e 64 machos. A comparação dos dados dos grupos experimentais e do controle foram analisadas estatisticamente pelo teste ANOVA e nenhuma diferença significativa foi verificada. As fêmeas foram medidas através de uma ocular milimetrada instalada em um estereomicroscópio.A análise foi feita também pelo teste ANOVA e resultou numa diferença significativa entre o grupo controle e o Pizotifeno, no qual teve um tamanho médio de 18 mm, em comparação com o tamanho médio do controle de 19 mm, indicando que o Pizotifeno poderia ter algum efeito no desenvolvimento dos nematódeos, porém não afetando a reprodução. Estes resultados indicam que para a procura de drogas alternativas, que atuem na oviposição, é necessário uma melhor compreensão das vias reguladoras do sistema reprodutivo dos organismos parasitos.
5

Exploração de sistemas in vitro para desenvolvimento larval de Angiostrongylus costaricensis e de A. cantonensis (Nematelminthes, Angiostrongylidae)

Silva, Letícia Fonseca da January 2010 (has links)
Made available in DSpace on 2013-08-07T19:12:51Z (GMT). No. of bitstreams: 1 000427622-Texto+Completo-0.pdf: 4680280 bytes, checksum: 75e54492eea58e6d4b33bd97da9115de (MD5) Previous issue date: 2010 / Among the angiostrongylid worms there are two extensively studied species because of their importance as causes of human health problems, Angiostrongylus costaricensis and A. cantonensis. While there are numerous in vitro studies on maintenance and evolution of trematodes, the literature is short of reports on similar trials with nematodes. Through cultivation and cocultivation with Biomphalaria glabrata embryonic cells, the best conditions were searched for the production of intra-mollusk larval stages from both parasites under study. A previous reported protocol for axenization of first stage larvae was adjusted especially concerning the concentration of sodium hypochlorite and a 0,25 % preparation was found effective. It was demonstrated that cultivation enriched with crude body proteic extract of B. glabrata resulted in a higher recovery of second stage larvae. In order to investigate the possibility of a differential expression of proteins after infection, bidimensional electrophoresis was performed. A 37 kDa protein with isoeletric point 4,2 was expressed exclusively at tissues of the infected snails. In order to guarantee the supply of first stage larvae for a future in vitro production of L3, several conditions for cryopreservation were assayed and the best larvae yield was achieved with a 1% dimethil-sulphoxide and 5% bovine fetal serum, and incubation time of 60 minutes before quick introduction into liquid nitrogen. In conclusion, although the unsuccessful trial to produce in vitro large amounts of L3, several aspects were assayed and the resulting knowledge may pave the way for the ongoing effort to establish an in vitro system that enables regular large production of parasitic forms.The results now reported have contributed to a better understanding of the complex task of in vitro manipulation of nematodes and the challenges standing ahead for the better understanding of their biology. / Dentre os angiostrongilídeos, há duas espécies que têm sido extensamente estudadas por constituírem problemas de saúde humana: Angiostrongylus costaricensis e A. cantonensis. Enquanto existem numerosos estudos sobre a manutenção e desenvolvimento in vitro de trematódeos, são poucas as tentativas registradas na literatura do mesmo esforço em relação aos nematódeos. Através do desenvolvimento de cultivos e co-cultivos com células embrionárias de B. glabrata buscou-se encontrar a forma mais adequada para a produção de larvas nas fases intramolusco dos dois parasitos em estudo. Em um trabalho anterior foi utilizada a axenização das larvas de primeiro estágio, este método foi adaptado especialmente quanto à concentração de hipoclorito de sódio que foi utilizado a 0,25% de modo eficiente. Verificou-se que nos cultivos enriquecidos com extrato protéico do corpo de B. glabrata, houve uma maior recuperação de larvas de segundo estágio. A fim de se investigar a possibilidade de uma diferença quanto à expressão de proteínas entre caramujos infectados e não infectados, foi realizada a eletroforese bidimensional. Uma proteína de 37 kDa no ponto isoelétrico de 4,2 foi expressa apenas nos tecidos dos caramujos infectados. Para se ter um estoque de larvas de primeiro estágio, testou-se formas de criopreservá-las com diferentes concentrações de dimetil-sulfóxido (DMSO) e de soro fetal bovino (SFB). Para ambos nematódeos, o uso de 1% de DMSO em meio enriquecido com 5% de SFB, incubação prévia de 60 minutos com o criopreservante em temperatura ambiente, seguido pelo congelamento rápido em nitrogênio líquido, apresentou os melhores índices de larvas ativas recuperadas.Embora os experimentos não tenham tido êxito para produzir in vitro larvas de terceiro estágio (L3), vários aspectos foram analisados e todo o conhecimento resultante representa o início do caminho para, com esforço contínuo, se estabelecer um sistema in vitro capaz de produzir em grande quantidade e regularmente essas formas parasitárias. Os resultados apresentados contribuem para uma melhor compreensão da complexa tarefa de manipulação in vitro desses nemátodeos e dos desafios para o melhor entendimento de sua biologia.
6

Taxonomia integrada de nematóides anisaquídeos parasitos de cetáceos da costa do nordeste do Brasil

Di Azevedo, Maria Isabel Nogueira January 2012 (has links)
Made available in DSpace on 2015-10-21T12:19:28Z (GMT). No. of bitstreams: 2 maria_azevedo_ioc_mest_2012.pdf: 3920589 bytes, checksum: 4c33d4d2ace8f5e6b7d0c7c657da00d3 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2015-05-21 / Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Oswaldo Cruz. Rio de Janeiro, RJ, Brasil / Nematóides da família Anisakidae tem como principais representantes espécies dos gêneros AnisakisDujardin, 1845, PseudoterranovaKrabbe, 1878 e Contracaecum Railliet e Henry, 1913. Apresentam um ciclo de vida indireto em ecossistemas aquáticos, tendo mamíferos marinhos como hospedeiros definitivos e peixes e crustáceos como hospedeiros intermediários, estando relacionado a quadros patológicos em ambos. O homem pode infectar-se ao ingerir o pescado de forma crua ou mal-cozida, e desenvolver uma patologia gastrointestinal denominada anisaquidose. A identificação acurada de anisaquídeos em qualquer estágio do ciclo de vida é crucial para o melhor entendimento da ecologia e epidemiologia destes nematódeos, assim como para o diagnóstico e controle da anisaquíase humana e monitoramento da qualidade do pescado. A identificação em nível de espécie baseado na morfologia é difícil, devido aos limitados caracteres de importância taxonômica. Abordagens moleculares e genéticas são capazes de fornecer uma identificação precisa dos anisaquídeos, possibilitando um melhor entendimento de sua sistemática. O objetivo deste trabalho é identificar, através da taxonomia integrada com base em análises morfológica e genética, as espécies de nematódeos da família Anisakidae parasitos de mamíferos marinhos provenientes do litoral do nordeste brasileiro. Os parasitos (n=195) foram coletados de 54 cetáceos encalhados ao longo do litoral de seis estados do nordeste do Brasil A análise morfológica revelou 60 espécimes como sendo Anisakis sp. clado I, 24 Anisakissp. clado II e 4 como Pseudoterranovasp. A espécie A. paggiaefoi identificada em Kogiabreviceps, constituindo a pimeira descrição austral da espécie. O gênero Pseudoterranova é identificado pela primeira vez infectando o golfinho-rotator, Stenella longirostris.Devido à natureza do material, fixado em formalina, etanol, ou AFA, diferentes métodos e kits de extração de DNA foram empregados, e a metodologia de pré-tratamento com CTAB e extração com o kit comercial QIAamp® DNA Investigator(Qiagen) apresentou o melhor desempenho. Para amplificação do DNA, a técnica de Polimerização Reconstrutora se mostrou eficaz na optimização da PCR. O gene mtDNA cox2 foi avaliado comobarcodeda família Anisakidae e se mostrou eficiente. Dezesseis espécimes, de hospedeiros distintos, foram geneticamente identificados como A. typica, confirmando esta espécie como a mais circulante no Brasil. Em Stenella frontalis, Lagenodelphis hosei e Globicephala macrorhyncus, a espécie é relatada pela primeira vez em águas do litoral brasileiro. A espécie A. nascettiifoi identificada em um hospedeiro ainda não relatado, Mesoplodon europaus, a baleia bicuda de Gervais, e sua distribuição também expandida para águas do Atlântico sudoeste / Anisakids are mainly represented by species of the genus Anisakis Dujardin, 1845, Pseudoterranova Krabbe, 1878 e Contracaecum Railliet and Henry, 1913. They display indirect life cycles in aquatic ecosystems. Marine mammals act as definitive hosts and fishes as intermediate hosts, being anisakids associated to pathological conditions on both. Human can become infected when ingesting raw or undercooked seafood, acquiring anisakidosis. The accurate identification of anisakids at any life cycle stage is crucial for better understanding the ecology and epidemiology of these nematodes, as well for diagnosis and control of human anisakidosis and monitoring the seafood quality. Identification at species level based on morphology is difficulty, due to limited characters of taxonomic importance. Molecular and genetic approaches are able to provide a precise identification of anisakids, enabling a better knowledge about their systematics. The objective of the present study was to identify, through the integrated taxonomy based on morphological and genetic data, the nematodes species of the Anisakidae family, parasites of marine mammals caught on the northeastern coast off Brazil. Parasites (n=195) were collected from 57 cetaceans stranded along the coast of six states of the Northeastern of Brazil. Morphological analysis revealed 60 specimens as Anisakis sp. clade I , 24 as Anisakis sp. clade II e 4 as Pseudoterranova sp. The species A. paggiae was identified in K. breviceps , constituting the first austral description of the species. The genera Pseudoterranova was identified for the first time infecting the spinner-dolphin, Stenella longirostris. Due to material conditions, fixed in formalin, ethanol or AFA, different methods and extractions kits were applied, and the pre-treatment with CTAB solution and posterior extraction with the commercial kit comercial QIAamp® DNA Investigator (Qiagen) , showed the best performance. For DNA amplification, the Reconstructive Polymerization method was efficient in PCR optimization. The gene mtDNA cox 2 was evaluated as barcode to Anisakidae and it was effective. Sixteen specimens, from different hosts, were genetically identified as A. typica , confirming this species as the most circulating in Brazil. In Stenella frontalis , Lagenodelphis hosei and Globicephala macrorhyncus, the species was reported for the first time in Brazilian waters. The species A. nascettii was identified in an unreported host, Mesoplodon europaus, the Gervais beaked whale, expanding its distribution to Southwest Atlantic waters
7

Controle químico do nematóide reniforme em cultura de algodoeiro / Chemical control of the reniform nematode attacking cotton

Antonio Marco Brancalion 00 December 1900 (has links)
O presente trabalho teve por objetivo verificar a viabilidade do controle do nematóide reniforme Rotylenchulus reniformis Linford & Oliveira, 1940, na cultura do algodoeiro mediante o emprego de diversos nematicidas em diferentes formulações, modos de aplicação de dosagem, associados ou não a quantidades variáveis de adubo químico. Conduziram-se 3 experimentos de campo, sendo 2 instalados no município de Leme e 1 em São João da Boa Vista. Foram testados os produtos dissulfotom, carbossulfano e carbofurano, tendo este último sido empregado em várias formulações, modo de aplicação e dosagens. O produto aldicarbe foi incluído como padrão. Nos diferentes ensaios, avaliaram-se os seguintes parâmetros: altura das plantas, peso de capulhos, características das fibras e produção final, além das populações do parasito no solo em diferentes épocas. Observações sobre o numero de plantas com o sintoma"carijó"nos diferentes tratamentos foram também realizadas. Verificou-se, de forma geral, aumento significativo na altura das plantas tratadas em relação às não tratadas. especialmente no caso do produto carbofurano, nas medições realizadas ao redor do 100º e 130º dias da instalação dos experimentos. Não se observaram diferenças 'significativas entre as características das fibras produzidas por plantas tratadas e não trata- das. Com exceção do produto dissulfotom, os demais nematicidas proporcionaram, na maioria das vêzes, aumento na produção em relação ã testemunha, embora nem sempre estatisticamente significativos. Os nematicidas em geral provocaram reduções nos níveis populacionais do nematóide no solo apenas na primeira época de amostragem, ao redor do 35º dia da instalação dos ensaios, não mais se observando diferenças em relação ã testemunha nas coletas posteriores. Com relação ao sintoma “carijó", verificou-se principalmente nas avaliações feitas apos o 809 dia da instalação dos ensaios, números de plantas com o sintoma significativamente menores nas parcelas tratadas que nas não tratadas. / The control of the reniform nematode (Roxylenchulus reniformis Linford & Oliveira, 1940) in the cotton crop through nematicides, used in different formulations, applications procedures and dosages, alone and associated with variable quantities of mineral fertilizers, was studied. Three field experiments were set up, two located in the region of Leme, SP, and one in São João da Boa Vista, SP. Disulphoton, carbosulphan and carbofuran were used, the latter formulations, application methods and dosages. Aldicarb was used as a reference. Parameters considered were: height of plants, weight of bolls, fiber characteristics, total yield and the populations of the parasite in the soil at different times. Number of plants exhibiting characteristics green and pale spotted leaves, a symptom known in Brazil as “carijó” was also recorded. A significant increase in the height of treated plants, mainly those grown in the soi1 wich received carbofuran, was observed after 100 and 130 days. Fiber characteristics were not affected significantly by the treatments. Treatments with nematicides other than disulphoton resulted in yields superior to those of the check plots, a1though this increase was not always statistical1y significant. Lower nematode populations in soils treated with nematicides were observed only at the time of the first sampling, at approximately 35 days from their application. No differences in these populations were observed in the subsequent samples. “Carijó” symptom was observed mainly after 80 days; in the treated plots the number of plants exhibiting this symptom was significantly lower.
8

Controle químico do nematóide reniforme em cultura de algodoeiro / Chemical control of the reniform nematode attacking cotton

Brancalion, Antonio Marco 00 December 1900 (has links)
O presente trabalho teve por objetivo verificar a viabilidade do controle do nematóide reniforme Rotylenchulus reniformis Linford & Oliveira, 1940, na cultura do algodoeiro mediante o emprego de diversos nematicidas em diferentes formulações, modos de aplicação de dosagem, associados ou não a quantidades variáveis de adubo químico. Conduziram-se 3 experimentos de campo, sendo 2 instalados no município de Leme e 1 em São João da Boa Vista. Foram testados os produtos dissulfotom, carbossulfano e carbofurano, tendo este último sido empregado em várias formulações, modo de aplicação e dosagens. O produto aldicarbe foi incluído como padrão. Nos diferentes ensaios, avaliaram-se os seguintes parâmetros: altura das plantas, peso de capulhos, características das fibras e produção final, além das populações do parasito no solo em diferentes épocas. Observações sobre o numero de plantas com o sintoma"carijó"nos diferentes tratamentos foram também realizadas. Verificou-se, de forma geral, aumento significativo na altura das plantas tratadas em relação às não tratadas. especialmente no caso do produto carbofurano, nas medições realizadas ao redor do 100º e 130º dias da instalação dos experimentos. Não se observaram diferenças 'significativas entre as características das fibras produzidas por plantas tratadas e não trata- das. Com exceção do produto dissulfotom, os demais nematicidas proporcionaram, na maioria das vêzes, aumento na produção em relação ã testemunha, embora nem sempre estatisticamente significativos. Os nematicidas em geral provocaram reduções nos níveis populacionais do nematóide no solo apenas na primeira época de amostragem, ao redor do 35º dia da instalação dos ensaios, não mais se observando diferenças em relação ã testemunha nas coletas posteriores. Com relação ao sintoma "carijó", verificou-se principalmente nas avaliações feitas apos o 809 dia da instalação dos ensaios, números de plantas com o sintoma significativamente menores nas parcelas tratadas que nas não tratadas. / The control of the reniform nematode (Roxylenchulus reniformis Linford & Oliveira, 1940) in the cotton crop through nematicides, used in different formulations, applications procedures and dosages, alone and associated with variable quantities of mineral fertilizers, was studied. Three field experiments were set up, two located in the region of Leme, SP, and one in São João da Boa Vista, SP. Disulphoton, carbosulphan and carbofuran were used, the latter formulations, application methods and dosages. Aldicarb was used as a reference. Parameters considered were: height of plants, weight of bolls, fiber characteristics, total yield and the populations of the parasite in the soil at different times. Number of plants exhibiting characteristics green and pale spotted leaves, a symptom known in Brazil as "carijó" was also recorded. A significant increase in the height of treated plants, mainly those grown in the soi1 wich received carbofuran, was observed after 100 and 130 days. Fiber characteristics were not affected significantly by the treatments. Treatments with nematicides other than disulphoton resulted in yields superior to those of the check plots, a1though this increase was not always statistical1y significant. Lower nematode populations in soils treated with nematicides were observed only at the time of the first sampling, at approximately 35 days from their application. No differences in these populations were observed in the subsequent samples. "Carijó" symptom was observed mainly after 80 days; in the treated plots the number of plants exhibiting this symptom was significantly lower.
9

Estudo sobre moléculas com atividade hemoglobinolítica em Angiostrongylus costaricensis e Angiostrongylus cantonensis

Ramos, Raquel Rocha January 2009 (has links)
Made available in DSpace on 2013-08-07T18:41:29Z (GMT). No. of bitstreams: 1 000411825-Texto+Completo-0.pdf: 1068093 bytes, checksum: 29a9720f1c8599bf5e5b990d17e4dcb6 (MD5) Previous issue date: 2009 / The two main species in the genus Angiostrongylus that cause human disease are A. cantonensis and A. costaricensis. These parasites have different tissue tropism, A. cantonesis is neurotropic and causes eosinophilic meningoencephalitis, A. costaricensis is located in the mesentery causing abdominal angiostrongyliasis. Immunological tests currently used for angiostrongyliasis diagnosis are limited by low especificity. Otherwise, specialized functional proteins, such as enzymes, may lead to more specific reactivity. The aim of the present work is to identify hemoglobinotytic activity in A. cantonensis. Digestive organs from the female worms were homogenized in lyses buffer. The protein extract (AcPE) was incubated whit bovine hemoglobin (BHh) at different pH range. Zymography assay was carried out by copolimerized SDS-PAGE with either 0. 4% BHb or 0. 1% gelatin. Hemoglobin degradation was well demonstrated at an extensive pH range, from 3. 0 to 7. 0. No degradation bands were detected by zymography either with gelatin or hemoglobin as substrate. These limited data from zymography and those from pH titration may suggest that AcPE contains not a single component but a low abundance enzyme complex. The identification, characterization and clonning of molecules with hemoglobinolytic activity stays as a prioritary aim. / Angiostrongylus costaricensis e A. cantonensis são as principais espécies patogênicas para o homem no gênero Angiostrongylus. Esses parasitos tem tropismo tecidual diferentes, A. cantonensis é um parasito neurotrópico que causa a angiostrongilíase meningoencefálica e A. costaricensis localiza-se no mesentério sendo o agente etiológico da angiostrongilíase abdominal. Os testes imunológicos utilizados ultimamente para o diagnóstico das Angiostrongilíases são limitados pela baixa especificidade. Entretanto, proteínas funcionais especializadas, tais como enzimas, podem ser fontes de reatividade imunológica específica. O objetivo do presente trabalho é identificar atividade hemoglobinolítica nesses parasitos. Tubos digestivos de fêmeas foram homogeneizadas em tampão de lise. As proteínas do extrato (ExAca) foram incubadas com hemoglobina bovina (HbB) em diferentes pHs. Zimografia foi realizado em géis copolimerizados com 0,4% gelatina ou 0,1% BHb. Degradação da hemoglobina foi bem demonstrada em uma ampla faixa de pH, de 3,0 para 7,0. Não foram detectadas bandas de degradação na zimografia com gelatina ou hemoglobina como substrato. Os dados limitados da zimografia e os resultados de atividade hemoglobinolítica, com ou sem a titulação de pH, pode sugerir um complexo de proteases em pequena quantidade. Exploração de diversas estratégias de concentração do extrato protéico, sem perda da atividade da enzima, constitue a perspectiva desse trabalho, visando à identificação, caracterização e produção em larga escala de moléculas com atividade hemoglobinolítica.
10

Otimização dos métodos de diagnóstico da esquistossomíase mansônica em áreas de baixa endemicidade

Teixeira, Candida Fagundes January 2011 (has links)
Made available in DSpace on 2013-08-07T18:41:56Z (GMT). No. of bitstreams: 1 000432505-Texto+Completo-0.pdf: 1390397 bytes, checksum: 39fab4614d11925a0667ad6e40789290 (MD5) Previous issue date: 2011 / Classical parasitological methods are not sensitive enough to detect most of the infected individuals in low intensity transmission areas like in Esteio, Rio Grande do Sul. To optimize methods for detection of eggs in feces, when they are rare events, the estrategy was to examine large amounts of feces. A novel diagnostic method for isolation of Schistosoma mansoni eggs in feces, and an initial evaluation of its performance is now reported Helmintex. Is a concentration method with sequential steps of spontaneous sedimentation, sieving, ether-acetate centrifugation method (Ritchie) and a final step where eggs are isolated through interaction with paramagnetic beads in a magnetic field, and the sediments retained at the wall are collected and examined under a microscope. The objective of the second part of the investigation was to evaluate TaqMan Real Time PCR as an alternative for microscopic analysis as the detection procedure for final sediment resulting from Helmintex. To evaluate the new concentration method, S. mansoni eggs were added to 30 grams of normal feces to produce suspensions ranging from 0. 1 to 1. 34 eggs per gram of feces (epg) and the feces were submitted to all steps of concentration method. All the sediment was analysed by light microscopy and at least 1 egg was found in 20% (0. 1 epg); 50% (0. 24); 50% (0. 34); 60% (0. 67); 80% (1. 0) and 100% (1. 34) of the seeding experiments. For evaluation of the TaqMan Real Time PCR as an alternative for detection of eggs in feces after the concentration Helmintex method, primers and probe targeting the cytocromo-C oxidase subunit 1 gene were designed for amplification S. mansoni specific DNA. Four procedures for DNA extraction were evaluated. Suspensions in distilled water and feces were prepared containing 1, 10, 20, 40 and 80 eggs. S. mansoni DNA was extracted from 1000 eggs for determination of a standard curve to estimate the DNA concentration and determine the limits of the detection. DNA was amplified from all the spiked egg suspensions, including the samples with only 1 egg. Illustra Tissue and Cell GenomicPrep Mini Spin Kit (GE Healthcare) presented the best extraction performance. The standard curve for DNA concentration from 1000 eggs had a detection limit at 1 pg but with 13. 8 % of the reproductibility and 100 pg at 100 % of reproductibility. The novel S. mansoni detection method, named Helmintex may significantly improve diagnosis of infections with low intensity of infection, with two alternatives for the detection step: microscopic analysis and Real Time PCR Improved diagnostic methods are a main stem in the current worldwide efforts to reduce morbidity of schistosomiasis and its dissemination. / Em focos de introdução recente da esquistossomíse, como Esteio na região metropolitana de Porto Alegre, a parasitose ocorre com baixas prevalências e cargas parasitárias, resultando em dificuldades para o diagnóstico parasitológico, em virtude da sensibilidade inadequada dos métodos clássicos. O principal objetivo deste trabalho foi otimizar o desempenho de métodos de diagnóstico, em situações que os ovos nas fezes são um evento raro. A estratégia foi examinar grandes quantidades de fezes, o que resultou na descrição e avaliação de um novo método de diagnóstico para detecção de ovos de Schistosoma mansoni nas fezes denominado Helmintex. Este é um método de concentração, onde as fezes passam por uma sequência de sedimentação espontânea, tamisagem, centrifugação com acetato de etila (Ritchie) e uma etapa final onde os ovos são isolados através de interação com partículas paramagnéticas em um campo magnético. Após a concentração, na etapa de detecção dos ovos todo o sedimento resultante é analisado através de microscopia óptica. Na segunda etapa deste trabalho o objetivo foi avaliar o desempenho da PCR em tempo real (tecnologia Taqman) como alternativa de método de detecção no sedimento final do Helmintex, substituindo a análise microscópica. Para realização da primeira etapa, ovos de S. mansoni foram adicionados em 30 g de fezes negativas para a infecção, formando suspensões de 0,1 a 1,34 ovos por grama de fezes (opg), e as fezes foram submetidas a todas as etapas de concentração do método. Para cada suspensão testada foi encontrado pelo menos 1 ovo em 20% (0. 1 opg); 50% (0. 24); 50% (0. 34); 60% (0. 67); 80% (1. 0) e 100% (1. 34) das tentativas testadas para cada suspensão. Para a avaliação do desempenho da PCR,"primers" e sonda para o gene da citocromo-C oxidase subunidade 1 foram desenhados para a amplificação do DNA de S. mansoni. Para a extração do DNA foram avaliados 4 protocolos diferentes. Foram preparadas suspensões de ovos em água destilada e fezes, contendo 1, 10, 20, 40 e 80 ovos. E amostras de 1000 ovos foram extraídas para a construção de uma curva padrão da estimativa de concentração de DNA, para verificação do limite de detecção da reação. A amplificação do DNA do parasito pode ser vista em todas as suspensões testadas, inclusive a que continha 1 ovo. Dos 4 protocolos de extração avaliados, o Illustra Tissue and Cell GenomicPrep Mini Spin Kit (GE Healthcare), um kit de extração comercial, foi o que apresentou o melhor rendimento. A curva padrão construída a partir de 1000 ovos apresentou um limite de detecção de 1 pg com reprodutibilidade de 13,8%. Considerando 100% de reprodutibilidade, a reação apresentou limite de detecção de 100 pg. O novo método Helmintex descrito neste trabalho representa grande avanço no diagnóstico da esquistossomíse em infecções com baixas cargas parasitárias, além disso, apresentam-se 2 opções de métodos de detecção (visualização microscópica e amplificação de DNA dos ovos pela PCR em tempo real). Estes avanços contribuem para o esforço em curso de reduzir mundialmente a morbidade e a disseminação das áreas de transmissão das esquistossomíases.

Page generated in 0.0566 seconds