• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 8
  • 2
  • Tagged with
  • 10
  • 10
  • 4
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Desempenho zootécnico e desenvolvimento gonadal de juvenis de robalo-flecha centropomus undecimalis alimentados com 17β– estradiol e 17α–metiltestosterona /

Aprigio, Jade Marcel Alves January 2019 (has links)
Orientador: Eduardo Antônio Sanches / Resumo: O Brasil apresenta um grande potencial para produção de peixes em ambientes marinhos/estuarinos, entretanto, isso ainda não é realidade por vários fatores, dentre eles a tecnologia de produção ainda limitada de algumas espécies nativas promissoras, como é o caso do robalo-flecha Centropomus undecimalis. Assim, o objetivo deste estudo foi avaliar o desempenho zootécnico e desenvolvimento gonadal de juvenis de C. undecimalis após alimentação com ração (45% PB) contendo 17β-estradiol (E2) e 17α-metiltestosterona (MT). Para tanto, 450 peixes (um ano de idade) foram submetidos a um delineamento experimental inteiramente casualizado contendo três tratamentos em triplicata. Os tratamentos foram: 1ª) ração sem adição de hormônio (grupo controle); 2ª) ração com 100 mg de E2 por kg; 3ª) ração com 60 mg de MT por kg,, fornecidas durante 55 dias. Após o término da alimentação com hormônio os peixes foram alimentados com a mesma ração, sem adição de hormônio, durante 313 dias, totalizando 368 dias. Não se verificou efeito (P>0,05) dos tratamentos sobre os parâmetros zootécnicos avaliados. Não foram encontradas estruturas morfológicas da completa diferenciação sexual ou não se observou células especificas de ovários ou testículos ao final dos 368 dias. Conclui-se que as alimentações contendo 17βestradiol e 17α-metiltestosterona não influenciaram o desempenho zootécnico de juvenis de C. undecimalis após um ano de alimentação. / Abstract: The Brazil has great potential for fish production in marine/estuarine environments, however, this is not yet reality due to several factors, including the still limited production technology of some promising native species, such as the common snook, Centropomus undecimalis. Thus, the objective of this study was to evaluate the zootechnical performance and gonadal development of juveniles of C. undecimalis after feeding with feed (45% CP) containing 17β-estradiol (E2) and 17α-methyltestosterone (MT). To that end, 450 fish (one year old) were submitted to a completely randomized experimental design containing three treatments in triplicate. The treatments were: 1st) ration without addition of hormone (control group); 2nd) ration with 100 mg of E2 per kg; 3rd) ration with 60 mg MT per kg, provided for 55 days. After the end of the feeding with hormone the fish were fed the same feed, without addition of hormone, during 313 days, totaling 368 days. There was no effect (P>0.05) of the treatments on the zootechnical parameters evaluated. No morphological structures were found of complete sexual differentiation or no specific ovary or testis cells were observed at the end of 368 days. It was concluded that feeds containing 17β-estradiol and 17αmethyltestosterone did not influence the performance of juveniles of C. undecimalis after one year of feeding. KEY-WORDS: feminization, masculinization, hormonal administration, marine fish farming. / Mestre
2

Alimentação do Beijupirá (Rachycentron canadum Linnaeus, 1766) Cultivado Com Resíduos do Processamento de Camarão

COSTA-BOMFIM, Carolina Nunes 27 August 2012 (has links)
Submitted by Eduarda Figueiredo (eduarda.ffigueiredo@ufpe.br) on 2015-03-12T14:12:49Z No. of bitstreams: 2 license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5) Tese Carolina Nunes Costa Bomfim.pdf: 542960 bytes, checksum: 1ce329c756e217ec19153f8a630e4708 (MD5) / Made available in DSpace on 2015-03-12T14:12:49Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5) Tese Carolina Nunes Costa Bomfim.pdf: 542960 bytes, checksum: 1ce329c756e217ec19153f8a630e4708 (MD5) Previous issue date: 2012-08-27 / CNPq / Na presente tese foi analisada a utilização de resíduos do processamento de camarão como ingrediente em dietas para o beijupirá Rachycentron canadum, espécie de peixe marinho nativo da costa brasileira. O conhecimento sobre o uso de resíduos de crustáceos em dietas para peixes marinhos é inicialmente apresentado com o objetivo de definir o plano de fundo em que esta tese se insere. O primeiro estudo, além do desenvolvimento da metodologia a ser aplicada nos estudos subsequentes, demonstra que a frequência diária de fornecimento do alimento (1, 2, 3, 4 e 6 refeições/dia) não afeta o desempenho produtivo (ganho de peso, consumo, conversão alimentar, taxa de crescimento específico e sobrevivência) de beijupirás com peso superior a 110 g. Os estudos posteriores se basearam na produção, por meio de autólise enzimática, de um hidrolisado de camarão bruto (SPH), o qual, após centrifugação, resultou em um sobrenadante (hidrolisado de camarão centrifugado, CSPH) e um precipitado (carotenoproteína). Estes três produtos foram caracterizados quanto à composição centesimal e perfis de aminoácidos e de ácidos graxos. Foram estimados, ainda, os coeficientes de digestibilidade aparente (CDA) do CSPH para o beijupirá. Posteriormente, foram analisados o desempenho produtivo, composição nutricional (proteína bruta, lipídios totais, extrato não nitrogenado, cinzas, umidade, aminoácidos e ácidos graxos), taxa de eficiência proteica, taxa de eficiência econômica e índice de lucro econômico de juvenis de beijupirás alimentados com dietas com níveis crescentes de CSPH (0, 12, 24 e 36% da proteína das dietas). Também foram determinadas as atividades enzimáticas digestivas proteolíticas do ceco, estômago e intestino destes animais. SPH, CSPH e carotenoproteína apresentaram alto conteúdo proteico e perfil de aminoácidos similar à farinha de peixe, principal ingrediente proteico em dietas para peixes marinhos. O CDA da proteína do CSPH para juvenis de beijupirás foi superior a 90%. Os beijupirás alimentados com dietas com 12% CSPH apresentaram maior desempenho produtivo e menor custo. As maiores atividades enzimáticas proteolíticas foram registradas nos peixes alimentados com a dieta contendo 24% CSPH. Diante desses resultados, recomenda-se que a inclusão de CSPH em dietas para o beijupirá não exceda 12% do conteúdo total de proteína bruta.
3

Caracterização bioquímica e molecular da tripsina dos cecos pilóricos do Bijupirá (Rachycentron canadum) e a sua compatibilidade com formulações de detergentes

FRANÇA, Renata Cristina da Penha 26 February 2013 (has links)
Submitted by Daniella Sodre (daniella.sodre@ufpe.br) on 2015-04-17T15:38:30Z No. of bitstreams: 2 license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5) Tese Renata Cristina da Penha França.pdf: 3945808 bytes, checksum: 4675019a8f00e532930096e155b2dc6f (MD5) / Made available in DSpace on 2015-04-17T15:38:30Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5) Tese Renata Cristina da Penha França.pdf: 3945808 bytes, checksum: 4675019a8f00e532930096e155b2dc6f (MD5) Previous issue date: 2013-02-26 / FACEPE / Com a diminuição dos estoques pesqueiros e a estagnação das capturas observada desde o final da década de 1980, a aquicultura converteu-se atualmente em uma atividade consolidada capaz de abastecer e suprir à incessante demanda por produtos pesqueiros e proteicos de alto valor nutricional por seu crescente aporte na produção mundial de pescados. O bijupirá (Rachycentron canadum), conhecido internacionalmente como cobia é uma espécie nativa da costa brasileira e tem sido apontada como excelente candidato para desenvolver a piscicultura marinha nacional. Visando um melhor conhecimento sobre as exigências nutricionais e a fisiologia digestiva desta espécie. O objetivo do presente trabalho foi realizar a caracterização bioquímica e molecular da tripsina presente nos cecos pilóricos do bijupirá (Rachycentron canadum), testar a compatibilidade da tripsina purificada com sabões em pó e a sua estabilidade através de ensaios in vitro na presença de agentes surfactantes e oxidantes e comparar as peptidases digestivas presentes entre espécimes selvagens e cultivados no início do processo de domesticação em Pernambuco. Peptidases presentes nos cecos pilóricos de bijupirás selvagens e cultivados (R. canadum) foram caracterizadas quanto as suas propriedades físico-químicas através de ensaios de pH, temperatura ótima, estabilidade térmica, SDS-PAGE, efeito de inibidores e zimogramas utilizando substratos específicos para tripsina e quimotripsina (BApNA e SApNA), respectivamente. A temperatura e o pH ótimos obtidos para a tripsina-símile dos animais selvagens e cultivados foram de 55 e 60°C e 8,0 e 10,0, respectivamente, enquanto que para quimotripsina-símile foram de 50 e 45°C e 9,5 e 8,0 respectivamente. A tripsina-símile dos bijupirás selvagens e cultivados foi fortemente inibida com a utilização de inibidores clássicos como o PMSF (inibidor de serino proteases), TLCK (inibidor clássico de tripsina) e benzamidina (inibidor clássico de tripsina). O mesmo padrão foi observado para a quimotripsina-símile utilizando o TPCK (inibidor clássico de quimotripsina). O perfil eletroforético dos animais selvagens e cultivados revelaram bandas que variaram entre 6 kDa e 195 kDa. As bandas caseinolíticas observadas no zimograma revelaram pequenas variações que podem ser indicativos do processo inicial de adaptação enzimática do bijupirá frente às novas condições de cultivos quando comparados aos animais selvagens. O processo de purificação da tripsina do bijupirá utilizando-se a cromatografia de afinidade por BPTI-sepharose demonstrou ser um método eficiente, com alta reprodutibilidade, rápido e viável que permitiu o isolamento da tripsina presente no ceco pilórico e apresentou pH ótimo de 8,5, temperatura ótima de 50ºC, estabilidade térmica até 55ºC, Km de 0,38mM, Kcat 3,14 s-1 e Kcat/Km 8.26 s-1 mM-1 utilizando BApNA (8mM) como substrato. Estas caracterísiticas físico-químicas e cinéticas foram semelhantes a outras tripsinas de peixes reportadas na literatura. A mesma apresentou-se estável na presença de agesntes oxidantes e surfactantes e compatível com sabões em pó comerciais e que pode ser empregada na indústria de detergentes como nova fonte alternativa de enzimas.
4

Peptidases digestivas do peixe bijupirá (Rachycentron canadum) selvagens e cultivados

Mendes de Santana, Werlayne 31 January 2011 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T15:55:15Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo9639_1.pdf: 2959564 bytes, checksum: c8360ee63b22e54ee20baf9b0c416dc9 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2011 / Peptidases dos cecos pilóricos de bijupirás selvagens e cultivados (Rachycentron canadum) foram caracterizados utilizando substratos específicos de tripsina e quimotripsina, inibidores e íons metálicos. Além disso, o perfil protéico foi determinado empregando SDS-PAGE e zimogramas. Para tanto pH ótimo e temperatura dos bijupirás selvagens e cultivados foi 7,0-10,0 e 40-60 ° C para a tripsina, como 7,0-9,5 e 40-55 ° C para quimotripsina. A tripsina e quimotripsina foram estáveis por 30 min a 50 ° C. O perfil eletroforetíco e zimograma foram similares para bijupirás selvagens e cultivados com faixas que variam de 195 kDa a 6 kDa. A atividade da enzima (BApNA como substrato) foi fortemente inibida por benzamidina e TLCK, sintéticos inibidores de tripsina, onde, como, a atividade de quimotripsina (SApNA como substrato) foi ligeiramente inibido por um inibidor de quimotripsina específico (TPCK). O uso de substratos e inibidores específicos sugerem a presença de tripsina e quimotripsina no cecos pilóricos de ambos animais selvagens e cultivados (Rachycentron canadum). Além disso, observou-se que os zimogramas dos animais selvagens e cultivados foram semelhantes, sugerindo que peptidases digestiva não foram influenciadas pela dieta artificial empregada e nem pela gestão de cultivo
5

Par?metros citogen?ticos de esp?cies comerciais de carangidae (perciformes), com vistas a sua empregabilidade na conserva??o biol?gica e piscicultura marinha

Jacobina, Uedson Pereira 28 September 2012 (has links)
Made available in DSpace on 2014-12-17T14:05:21Z (GMT). No. of bitstreams: 1 UedsonPJ_TESE.pdf: 4652732 bytes, checksum: 9faad092c54691708dbf548da7b7add7 (MD5) Previous issue date: 2012-09-28 / Worldwide, families Carangidae and Rachycentridae represent one of the groups most important commercial fish, used for food, and great potential for marine aquaculture. However, the genetic bases that can underpin the future cultivation of these species, cytogenetic between these aspects are very weak. The chromosomal patterns have provided basic data for the exploration of biotechnological processes aimed at handling chromosomal genetic improvement, such as induction of polyploidy, androgenesis and ginogenesis, as well as obtaining monosex stocks and interspecific hybridizations. This paper presents a comprehensive cytogenetic survey in 10 species, seven of the family Carangidae and the monotypic family Rachycentridae. Classical cytogenetic analysis and in situ mapping of multigene sequences were employed, and additionally for the genus Selene and morphotypes of Caranx lugubris, comparisons were made using geometric morphometrics. In general, conservative species exhibit a marked chromosome number (2n=48). Although present in large part, different karyotypic form, retain many characteristics typical of chromosomal Order Perciformes, the high number of elements monobrachyal, Ag-NORs/18S rDNA sites and heterochromatin simply reduced, preferably centromeric. The main mechanisms involved in karyotypic diversification are the pericentric inversions, with secondary action of centric fusions. In addition to physical mapping and chromosome detail for the species are presented and discussed patterns of intra-and interspecific diversity, cytotaxonomic markers. This data set provides a better understanding of these patterns caryoevolutyonary groups and conditions for the development of protocols based on Biotechnology for chromosomal manipulation Atlantic these species / Entre os peixes marinhos, as fam?lias Carangidae e Rachycentridae se apresentam como grupos de grande import?ncia comercial pela pesca e potencial para piscicultura marinha. Entretanto, bases gen?ticas que possam alicer?ar o futuro cultivo destas esp?cies, sobretudo seus aspectos citogen?ticos s?o incipientes. Os padr?es cromoss?micos t?m fornecido dados b?sicos para a prospec??o de processos biotecnol?gicos de manipula??o cromoss?mica voltados ao melhoramento gen?tico, como a indu??o a poliploidia, ginog?nese e androg?nese, assim como obten??o de estoques monossexo e hibridiza??es interespec?ficas. Neste trabalho ? apresentado um amplo levantamento citogen?tico em 10 esp?cies, sendo sete da fam?lia Carangidae e de Rachycentron canadum, esp?cie monot?pica da fam?lia Rachycentridae. A caracteriza??o citogen?tica cl?ssica e mapeamento in situ de sequ?ncias multig?nicas foram empregadas. Adicionalmente em esp?cies do g?nero Selene e em morf?tipos de Caranx lugubris foram realizadas compara??es atrav?s de morfometria geom?trica. Em geral, as esp?cies exibiram um marcante conservadorismo cromoss?mico num?rico (2n=48). Apesar de apresentar, em grande parte, f?rmulas cariot?picas diferenciadas, conservam diversas caracter?sticas cromoss?micas t?picas da Ordem Perciformes, como elevado n?mero de elementos monobraquiais, s?tios Ag-RONs/ DNAr 18S simples e heterocromatina reduzida, preferencialmente centrom?rica. Os principais mecanismos envolvidos na diversifica??o cariot?pica s?o as invers?es peric?ntricas, com a??o secund?ria de fus?es c?ntricas. Al?m do mapeamento f?sico e detalhamento cromoss?mico para as esp?cies s?o apresentados e discutidos padr?es de variabilidade intra e diversifica??o interespec?ficas, com identifica??o de marcadores citotaxon?micos. Este conjunto dos dados propicia um melhor conhecimento dos padr?es carioevolutivos destes grupos e condi??es para o desenvolvimento de protocolos biotecnol?gicos baseados na manipula??o cromoss?mica para estas esp?cies Atl?nticas
6

Mapeamento cromoss?mico de DNAs repetitivos com fins biotecnol?gicos em peixes marinhos e interesse comercial - Rachycentridae e Lutjanidae

Costa, Gide?o Wagner Werneck F?lix da 27 February 2015 (has links)
Submitted by Automa??o e Estat?stica (sst@bczm.ufrn.br) on 2016-03-22T19:38:43Z No. of bitstreams: 1 GideaoWagnerWerneckFelixDaCosta_TESE.pdf: 33028395 bytes, checksum: c76578cb5fe3374f5e7f53e880cb6679 (MD5) / Approved for entry into archive by Arlan Eloi Leite Silva (eloihistoriador@yahoo.com.br) on 2016-03-28T20:02:07Z (GMT) No. of bitstreams: 1 GideaoWagnerWerneckFelixDaCosta_TESE.pdf: 33028395 bytes, checksum: c76578cb5fe3374f5e7f53e880cb6679 (MD5) / Made available in DSpace on 2016-03-28T20:02:07Z (GMT). No. of bitstreams: 1 GideaoWagnerWerneckFelixDaCosta_TESE.pdf: 33028395 bytes, checksum: c76578cb5fe3374f5e7f53e880cb6679 (MD5) Previous issue date: 2015-02-27 / Coordena??o de Aperfei?oamento de Pessoal de N?vel Superior - CAPES / Conselho Nacional de Desenvolvimento Cient?fico e Tecnol?gico - CNPq / A esp?cie Rachycentron canadum, conhecida popularmente como beijupir? ou cobia, ? o ?nico representante da fam?lia Rachycentridae o qual vem sendo crescentemente utilizado na piscicultura marinha, em cultivos intensivos. Como caracter?sticas vantajosas, ? de f?cil adapta??o, prol?fica, possui crescimento precoce em cativeiro e elevado valor comercial. J? as esp?cies da fam?lia Lutjanidae (Lutjanus synagris, Lutjanus jocu, Lutjanus analis, Lutjanus alexandrei e Ocyurus chrysurus) representam um importante recurso pesqueiro em todas as ?reas de sua ocorr?ncia. No Brasil a explora??o comercial dos Lutjanidae que se iniciou na d?cada de 60 e nos anos 80 j? demonstrava um decl?nio nos volumes de captura. Este fato aponta que os lutjan?deos devem possuir um manejo conservativo. Apesar dos potencias econ?micos, pouco se conhece sobre as caracter?sticas gen?ticas e citogen?ticas destas esp?cies, principalmente no que diz respeito a an?lise de DNAs repetitivos, os quais que representam a maior parte do genoma dos eucariotos e sendo responsaveis por importantes papeis evolutivos no genoma dos peixes. Dados citogen?ticos vem crescentemente sendo empregados em estudos populacionais e com fins biotecnol?gicos em peixes. As analises citogen?ticas foram realizadas utilizando m?todos cl?ssicos como colora??o com Giemsa, bandamento C e Ag-RONs, colora??o com os fluorocromos base-espec?ficos (DAPI e MM) e mapeamento cromoss?micos de sequ?ncias repetitivas dentre as quais, sequ?ncias telom?ricas, transposons (Tol2), retrotransposons (Rex1 e Rex3), DNA repetitivos (Cot-1 e microssat?lites) e das regi?es transcricionalmente ativas dos genes ribossomais 18S e 5S e histonas (H2BA e H3), atrav?s da hibrida??o in situ com sondas fluorescentes (FISH). Os padr?es cromoss?micos obtidos contribu?ram para o conhecimento da organiza??o das sequ?ncias repetitivas no genoma das esp?cies, bem como a diferencia??o cariot?pica. Padr?es incomuns de expans?o de sequ?ncias hist?nicas retratam a primeira ocorr?ncia em peixes marinhos. Os dados obtidos fornecem subs?dios para o conhecimento gen?tico dos importantes recurso pesqueiros representados pelas esp?cies aqui analisadas, com vistas a auxiliar o desenvolvimento da piscicultura marinha. / The Rachycentron canadum species, commonly known as beijupir? or cobia is the only representative of Rachycentridae family which has been increasingly used in marine fish farming, in intensive cultivation. As advantageous features it has easy adaptation, prolific behavior, early growth in captivity and high commercial value. Additionally, specie of Lutjanidae family (Lutjanus synagris, Lutjanus jocu, Lutjanus analis, Lutjanus alexandrei and Ocyurus chrysurus) represents an important fisheries resource in all areas of its occurrence. In Brazil, the commercial exploitation of Lutjanidae which begun in the 60's and 80's, already has showed a decline in catch volumes. This fact suggests that the snappers must have a conservative management. Despite the economic potential, little is known about the genetic and cytogenetic characteristics of these species, especially with respect to repetitive DNA analysis, which represents the major part of the eukaryotes genome, playing important evolutionary roles in the fish genome. Cytogenetic data is increasingly being used in population studies and biotechnological purposes in fishes. The cytogenetical analyzes were performed using classical methods such as Giemsa staining, C-banding and Ag-NORs, fluorochromes base-specific staining (DAPI and MM) and physical mapping of repetitive sequences among which, telomeric sequences, transposons (Tol2), retrotransposons (Rex1 and Rex3), repetitive DNA (microsatellites and Cot-1) and transcriptionally active regions of the 18S and 5S ribosomal genes and histone (H3 and H2BA) by in situ hybridization with fluorescent probes (FISH). The chromosomal patterns obtained contributed to the organization of repetitive sequences in the genome of the species, as well as karyotypical differentiation. Unusual patterns of histone sequences expansion depict the first occurrence in marine fishes. The obtained data provided subsides to the genetic knowledge of the important fisheries resource represented by the species here analyzed, seeking the marine pisciculture improvement.
7

Viabilidade econômica do cultivo do beijupirá (Rachycentron canadum) em mar aberto em Pernambuco

DOMINGUES, Ernesto de Carvalho 29 February 2012 (has links)
Submitted by (edna.saturno@ufrpe.br) on 2017-02-10T13:51:38Z No. of bitstreams: 1 Ernesto de Carvalho Domingues.pdf: 693312 bytes, checksum: 7027e3c773505b0b15f1ba90cf5d3e88 (MD5) / Made available in DSpace on 2017-02-10T13:51:38Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Ernesto de Carvalho Domingues.pdf: 693312 bytes, checksum: 7027e3c773505b0b15f1ba90cf5d3e88 (MD5) Previous issue date: 2012-02-29 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES / The knowledge of the costs of an offshore aquaculture project is useful to determine the economic viability of each operation. Furthermore, information on the production costs, allows the research targeting in order to reduce these costs and increase the profitability. The financial performance of the cobia´s farming was evaluated using data from Cação de escamas project, developed by Universidade Federal Rural de Pernambuco [UFRPE], to compare the performance, regarded on the 20-yr internal rate of return (IRR) and net present value based on different assumptions regarding productivity 5kg/m³ - (P5), 10kg/m³ - (P10) e 15kg/m³ - (P15); fish survival rates (50, 70 e 90%) and selling prices (7; 11 and 15 BRL per kg). The baseline model that used the [P10] scenario, P 10 and market prices of 15.00 BRL had a high probability of financial success. In this scenario the IRR was 17%, the net present value was 5.931,081 BRL, the cost of production of 1.0 kg was 11.48 BRL and payback was around 5 years. When the baseline model used the [P15] scenario, selling price 15.00 BRL, the IRR was 36%, net present value was 27.071,978 BRL cost of production of 1.0 kg was 9.46 BRL and payback was 2,78 years. Regarding the information above, it was concluded that the project becomes more attractive for the production scale increasing. / O conhecimento dos custos de um projeto de aquicultura em mar aberto é útil para determinar a viabilidade econômica de cada operação. Além disso, informações sobre os custos de produção permitirão o direcionamento das pesquisas como forma de diminuir os custos e aumentar a rentabilidade. No presente estudo, analisamos a viabilidade econômica do cultivo de beijupirá considerando os custos observados do projeto Cação de Escama – desenvolvido pela UFRPE. A análise de sensibilidade considerou diferentes níveis de produtividade: 5 kg/m³ (P5), 10 kg/m³ (P10) e 15 kg/m³ (P15), considerando uma densidade de estocagem de 50, 75 e 90% sendo vendidas sua respectivas produções por R$ 7,00, R$ 11,00 e R$ 15,00 reais/kg. Os princípios técnicos deste trabalho tiveram como fundamento a Teoria Econômica da Produção aplicada à análise de projetos e a Teoria dos Custos de Produção, e nos critérios de Avaliação Econômica de Investimentos Privados, tendo sido avaliados Fluxo de caixa, custos de implantação, operacional e total, valor presente líquido (VPL), taxa interna de retorno (TIR), custo de produção, retorno do capital investido (Payback). Este estudo apresentou a viabilidade econômica nos módulos P 10 vendendo a produção a R$15,00 apresentou a TIR de 17%, a VPL foi de R$ 5.931.081, o custo de produção de 1 kg foi de R$ 11,48 e o payback foi de 5,11 anos, e no módulo P15 vendendo a produção a R$ 15,00 a TIR foi de 36 %, a VPL foi de R$ 27.071978, o custo de produção de 1 kg foi de R$ 9,46 e o payback foi de 2,78 anos. Neste estudo também foi possível concluir que o empreendimento se torna mais atrativo ao aumentar a escala de produção.
8

Biologia reprodutiva e hábito alimentar do beijupirá Rachycentron canadum (Linnaeus, 1766), como base para o desenvolvimento da piscicultura marinha

HAMILTON, Santiago 02 August 2017 (has links)
Submitted by Mario BC (mario@bc.ufrpe.br) on 2017-10-06T13:56:08Z No. of bitstreams: 1 Santiago Hamilton.pdf: 2013100 bytes, checksum: b8b0100dbc8cb560b9292fbb546548be (MD5) / Made available in DSpace on 2017-10-06T13:56:08Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Santiago Hamilton.pdf: 2013100 bytes, checksum: b8b0100dbc8cb560b9292fbb546548be (MD5) Previous issue date: 2017-08-02 / Conselho Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento Científico e Tecnológico - CNPq / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES / Cobia Rachycentron canadum is considered an excellent species for marine aquaculture. However, little is known regarding its biology in the coastal waters of Brazil. The aim of the present study was to describe the reproductive biology and feeding habits of cobia along the coast of Pernambuco state (northeastern Brazil). The work was carried out between February / 2004 and August / 2006, with samples collected from artisanal and sport fishing. Total length ranged from 42.0 to 141.0 cm (mean and standard deviation: 95.8 ± 19.8 cm) and total weight ranged from 0.4 to 29.8 kg (7.5 ± 4.3 kg). The type and time of spawning, length at fisrt maturity (L50) and fecundity was evaluated. Furthermore, it was analyzed the food strategy and the importance of each food item in the diet using the index of relative importance (IRI). Histological analysis of the 99 gonads (42 females and 57 males) evidenced the presence of mature females throughout the year. Length at 50% maturity was 69.8 cm of furcal length (FL) for females, with 100% of adult females in the length class of length above 90-100 cm FL. Batch fecundity ranged from 192,063 to 1,600,513 oocyte and the mean relative batch fecundity was 32.9 to 104.8 oocytes / gram of female weight. A total of 110 stomachs were analyzed (54 females and 56 males), 92 (83.6%) contained food items and 18 (16.4%) were empty. Bony fish were the main food item (IRI = 98.7%). The squirrelfish (Holocentrus adscensionis) and porcupine fish (Diodon sp.) were the most frequent prey itmes (30.7% and 8.2% IRI, respectively). Elasmobranchs, crustaceans and cephalopods were also present in small proportions (IRI < 1% for each). No significant differences in diet were found between sexes or size classes (zoological length: < or ≥ 69.8 cm; estimated L50 for the species). The present data demonstrate that cobia along the coast of Pernambuco state (northeastern Brazil) had a protracted reproduction throughout the year, but with peake between January and April, when the highest gonadosomatic index are verified for females and is a carnivorous predator with a preference for demersal bony fish, independently of the size and sex of the individuals analyzed. / O beijupirá Rachycentron canadum vem se destacando como uma excelente espécie para a piscicultura marinha, entretanto pouco se conhece acerca da sua biologia no Brasil. O presente trabalho tem como objetivo descrever a biologia reprodutiva e o hábito alimentar do beijupirá, na região Nordeste do Brasil. O trabalho foi realizado entre fevereiro/2004 e agosto/2006, com exemplares procedentes da pesca artesanal e esportiva, com comprimento total entre 42,0 e 141,0 cm ( = 95,8 cm) e peso total entre 0,4 e 29,8 kg ( = 7,5 kg ). Foram avaliadas o tipo e época da desova, o tamanho de primeira maturação, a fecundidade, a importância de cada item alimentar na dieta da espécie pelo índice de importância relativa (IIR) e a estratégia alimentar. A análise histológica de 99 gônadas (42 fêmeas e 57 machos) evidenciou a presença de fêmeas maduras em todos os bimestres do ano. O tamanho de primeira maturação (L50) para as fêmeas foi de 69,8 cm comprimento zoológico (CZ), com 100% das fêmeas adultas na classe de comprimento acima de 90-100 cm CZ. A fecundidade do lote variou de 192.063 a 1.600.513 e a fecundidade relativa média do lote foi de 32,9 a 104,8 ovócitos/grama de peso da fêmea. Foram analisados 110 estômagos (54 fêmeas e 56 machos), sendo 92 (83,6%) com algum item alimentar e 18 (16,4%) vazios. Os peixes ósseos foram os principais itens consumidos na dieta alimentar, com 98,7% do IIR, entre os quais a mariquita (Holocentrus adscensionis), com 30,7%, e o baiacu (Diodon sp.), com 8,2%, foram as presas mais consumidas. A dieta foi composta, ainda, por elasmobrânquios, crustáceos e cefalópodes (<1% IIR cada). A dieta não apresentou variação entre os sexos e tamanho (< ou ≥ 69,8 cm de comprimento zoológico, L50 estimado para a espécie). Os dados analisados demonstram que, na costa de Pernambuco, Brasil, o beijupirá se reproduz de forma parcelada ao longo do ano, porém com picos entre janeiro e abril, época em que são verificados os índices gonadossomáticos mais elevados para as fêmeas, e que é um predador carnívoro com preferência por peixes ósseos demersais, independente do tamanho e sexo dos indivíduos analisados.
9

Efeito da densidade de estocagem na sobrevivência e crescimento do pampo (Trachinotus carolinus) em tanques-rede marinhos

Rodrigues, Vivian Carolina dos Santos [UNESP] 05 June 2006 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:22:23Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2006-06-05Bitstream added on 2014-06-13T18:08:11Z : No. of bitstreams: 1 rodrigues_vcs_me_jabo.pdf: 201320 bytes, checksum: 0b3a492d89a4de0571bff67b2f0754ed (MD5) / Com o intuito de conhecer o potencial zootécnico do pampo, foi avaliado o efeito de diferentes densidades de estocagem (100 e 200 peixes/m3) na sobrevivência e crescimento do pampo amarelo (Trachinotus carolinus), criado em tanque-rede instalado em ambiente marinho. Peixes com aproximadamente 1,0 a 2,0 g, capturados em arrastos nas praias rasas do município de Ubatuba, SP, foram transportados ao Núcleo de Pesquisa e Desenvolvimento do Litoral Norte - Agência Paulista Tecnológica do Agronegócio - Secretaria da Agricultura e Abastecimento e mantidos durante 45 dias em tanques-rede de 5mm de malhagem. Após seleção manual, animais de 4,0 ± 0,17g foram estocados, nas densidades de 100 e 200 peixes/m3, em tanques-rede de multifilamento com 2 x 2 x 1,5m e 12 mm de malhagem, fixos a um deck flutuante (6,0 x 8,0 m), instalado diretamente no mar a profundidade de aproximadamente 3,5 ± 0,5 m. Os animais foram alimentados duas vezes ao dia até a saciação com ração de 40% de PB. Após 120 dias, as taxas de sobrevivência média observadas foram 77,23% e 73,11 %; pesos médios (52,79 ± 4.86 9 e 52,64 ± 5.64 g); Ganho de Peso (GP) (48,69 ± 4,05 9 e 48,73 ± 4,00 g); Taxa de Crescimento Especifico (TCE) (2,13 ± 1,24 e 2,16 ± 1,03) e Conversão Alimentar Aparente (CAA) (3,23 ± 1,52 e 2,66 ± 0,78), respectivamente para 100 e 200 peixes/m3. Estes dados não apresentaram diferenças significativas (P~0,05) entre os tratamentos testados. Entretanto os ganhos de peso do pampo, no presente experimento foram superiores a muitos trabalhos encontrados na literatura, o que nos leva a concluir que a densidade de 200 peixes/m3, utilizada neste estudo, pode ainda estar abaixo da capacidade de suporte para a espécie e pode ser o ponto de partida para futuros estudos, considerando o estágio de desenvolvimento dos animais. / Aiming to know the zoothecnic potential of pampo, it was evaluated the effect of stocking densities (100 and 200 fish/m3) in the survival and growth rates of Florida pampano (Trachinotus carolinus), reared in marine cage. Fish with approximately 1 - 2g captured by seine in flat beaches of the city of Ubatuba, S.P. were transferred to the Núcleo de Pesquisa e Desenvolvimento do Litoral Norte - Agencia Paulista Tecnologica do Agronegocio - Secretaria Agricultura e Abastecimento and kept during 45 days in cage of 5mm mesh size. After manual selection, animals of 4.0 ± 0.17g had been stored, in the studied densities, cage of multifilament with 2 x 2 x 1.5 m and 12 mm of mesh size fixed to adeck (6.0 8.0 m), installed directly in the sea at a depth of approximately 3.5 ± 0.5 m. The animals had been fed twice¬-a day until satiation with ration of 40% of PB. Soon after a 120 days experimental period, the average survival rate (77.23% and 73.11 %); average body-weight (52.79 ± 4.86 and 52.64 ± 5.64); weiht gain (48.69 ± 4.05 and 48.73 ± 4.00); daily growth increment (2.13 ± 1.24 and 2.16±1.03) and apparent feed conversion rate (3.23 ± 1.52 and 2.66 ± 0.78), respectively for 100 and 200 fish/m3,were recorded. These parameters didn't present significant differences (P>=0,05) between the tested treatments. However pampo weight gain, in this experiment have been superior to many works found in literature, what allows the conclusion that pampo can be reaise in sea cages in densities above 200 fish/m3, and this density could be the starting point for future studies.
10

Mapeamento cromoss?mico de genes ribossomais em esp?cies estuarinas da fam?lia Gerreidae Identifica??o de uniformidade cariot?pica e sua empregabilidade com fins biotecnol?gicos - REPROGEN

Calado, Leonardo Luiz 19 July 2013 (has links)
Made available in DSpace on 2014-12-17T14:05:23Z (GMT). No. of bitstreams: 1 LeonardoLC_TESE.pdf: 1919163 bytes, checksum: 5e4620dae5ce7f70fdc851fd5abad7dc (MD5) Previous issue date: 2013-07-19 / Conselho Nacional de Desenvolvimento Cient?fico e Tecnol?gico / Perciformes are dominant in the marine environment, characterized as the largest and most diverse fish group. Some families, as Gerreidae, popularly known as silver jennies, carapebas, or mojarras have a high economic potential to marine fish farming, natural explotation and game fishing. Genetic information of these species are of fundamental importance for their management and production. Despite exist over 13,000 marine fish species described, only 2% were cytogenetically analyzed and less than 1% have some reproductive characteristics known. Induced breeding, cytogenetic characterization and cryopreservation of gametes, represent important areas in applied fish studies. In this project cytogenetic analyzes were performed to acess genetic aspects of Gerreidae species, distributed in coastal and estuarine regions of Northeast Brazil. Different methods for identifying chromosomal regions were employed using conventional techniques (Ag-NORs, C-banding), staining with base-specific fluorochromes (DAPI-CMA3), and physical mapping of ribosomal genes 18S and 5S rDNA, through hybridization in situ with fluorescent probes (FISH). The six species analyzed showed remarkable chromosome conservatism. The 18S and 5S ribosomal genes when analyzed in phylogenetic perspective demonstrate varied evolutionary dynamics, suggesting ocurrence of stasis process in some groups and greater dynamism in others. Double FISH with 18S and 5S probes showed both how efficient cytotaxonomic markers in the homogeneous karyotypes of this group of species. The karyotypic pattern identified in addition to the evolutionary aspects of karyotype, are suggestive of existence of low potential of post-zygotic barrier, prompting further research to prospect for artificial interspecific hybridization of these species of commercial importance / Os Perciformes s?o dominantes no ambiente marinho, contituindo a maior e mais diversificada ordem de peixes dentre os tele?steos. Muitas de suas fam?lias, como os Gerreidae, conhecidos popularmente como carapicus, carapebas, ou mojarras, t?m um alto potencial econ?mico, no que se diz respeito ? piscicultura marinha, extrativismo e pesca esportiva. Informa??es gen?ticas destas esp?cies s?o de fundamental import?ncia para seu manejo e produ??o. Mesmo assim, das 13.000 esp?cies de peixes marinhos descritos, apenas 2% foram estudadas sob o ponto de vista citogen?tico e menos de 1% sobre suas caracter?sticas reprodutivas. A reprodu??o induzida, a citogen?tica e a criopreserva??o de gametas, representam importantes ?reas aplicadas de estudo em peixes. No presente trabalho an?lises citogen?ticas foram empregadas na caracteriza??o gen?tica de esp?cies da fam?lia Gerreidae, ocorrentes no litoral do Nordeste do Brasil. Diferentes m?todos de identifica??o de regi?es cromoss?micas foram empregados por meio de t?cnicas convencionais (Ag-RONs, bandamento C), colora??o com fluorocromos base-espec?ficos (DAPI-CMA3), e mapeamento cromoss?mico de genes ribossomais marcadores DNAr 18S e 5S, atrav?s da hibrida??o in situ com sondas fluorescentes (FISH). As seis esp?cies analisadas revelaram marcante conservadorismo cromoss?mico. Os genes ribossomais 18S e 5S quando analisados em perspectiva filogen?tica, demonstram din?mica evolutiva variada, podendo apresentar estase em alguns grupos e maior dinamismo em outros. As an?lises por duplo-FISH dos s?tios 18S e 5S se revelaram eficientes marcadores citotaxon?micos nos cari?tipos homog?neos deste grupo de esp?cies. Os padr?es cariot?picos identificado, al?m dos aspectos evolutivos do cari?tipo identificados, s?o sugestivos de baixo potencial de barreiras p?s-zig?ticas, instigando pesquisas futuras de prospec??o de hibrida??o interespec?fica destas esp?cies de valor comercial

Page generated in 0.1364 seconds