• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 16
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 16
  • 16
  • 5
  • 4
  • 4
  • 4
  • 4
  • 3
  • 3
  • 3
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Importância ecológica dos tubarões e raias em uma rede trófica na costa sul do Brasil

Bornatowski, Hugo January 2014 (has links)
Resumo: O presente estudo avaliou a composição trófica e a função ecológica das espécies de elasmobrânquios na costa sul do Brasil. Observações foram realizadas entre abril 2010 e marco de 2012 nas comunidades pesqueiras artesanais de Ipanema, Sangre-la e Pontal do Sul, pertencentes ao município de Pontal do Paraná, e também na comunidade do município de Matinhos, sul do Brasil. As amostragens foram realizadas através dos desembarques pesqueiros, obtendo os exemplares provenientes das pescarias com redes de emalhe (malhas 7, 9, 11, 16, 18 e 45 cm entre-nos-opostos). Apesar de distintas, as três comunidades operaram na mesma área de pesca, aproximadamente 20 km de distancia da costa central do Paraná e em profundidade de ate 20 m. Através desses dados, o trabalho foi dividido em três seções: 1) comparando a dieta de quatro espécies de raias, 2) estudando e comparando a dieta de seis espécies de tubarões, e 3) agregando as informações dos itens 1 e 2 com dados bibliográficos foi construída uma teia trófica estrutural para analise da função ecológica dos elasmobrânquios, testando a hipótese de que tubarões e raias são componentes importantes no ecossistema marinho. Entre as raias, as diferenças constatadas entre as dietas das quatro espécies foram significativas, onde Rhinobatos percellens apresentou uma dieta especializada e constituída principalmente de siri-azul, seguido por peixes teleósteos. Zapteryx brevirostris também apresentou uma dieta especializada, consumindo primeiramente Polychaeta, seguido por camarões Caridea. Para Rhinoptera bonasus, Ophiuroidea foi o item predominante, seguido por Gastropoda e Bivalve. Finalmente, Rioraja agassizi consumiu peixes teleósteos, Gammaridae, camaroes Caridea e Dendrobranchiata. Entre os tubarões, Sphyrna lewini, Carcharhinus obscurus, C. limbatus, Rhizoprionodon lalandii e Galeocerdo cuvier apresentaram habito ictiofago, exceto Sphyrna zygaena que apresentou habito primariamente teutofago. Galeocerdo cuvier apresentou uma dieta generalista e as demais especies mostraram tendência a especialização. Mudanças ontogenéticas foram observadas para C. obscurus e S. lewini, onde grandes indivíduos consumiram elasmobrânquios. Mudanças ontogenéticas também foram observadas para R. lalandii. Indícios de sobreposição alimentar foram registrados entre C. obscurus e S. lewini, C. obscurus e C. limbatus, e R. lalandii e C. limbatus. Por fim, os resultados de rede trófica mostraram que G. cuvier, C. obscurus, Carcharias taurus, S. lewini e S. zygaena são espécies com importante função ecológica e podem exercer poderosos efeitos para níveis inferiores. Carcharhinus obscurus, S. zygaena e Z. brevirostris foram os elasmobrânquios com maiores valores de centralidade e podem, dessa forma, ser considerados como elementos chave na estrutura topológica. Estas questões precisam ser consideradas para estratégias de conservação e gestão pesqueiras, visto que se houver redução de grandes tubarões a integridade do ecossistema pode ser comprometida.
2

Estudos genéticos em raias do gênero Potamotrygon (Chondrichthyes: Myliobatiformes: Potamotrygonidae) na Bacia do Rio Paraná

Cruz, Vanessa Paes da [UNESP] 25 February 2013 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-08-13T14:50:33Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2013-02-25Bitstream added on 2014-08-13T18:01:17Z : No. of bitstreams: 1 000726022.pdf: 2598967 bytes, checksum: 6a2614ea4b565a97f6f736d191e99624 (MD5) / As raias da família Potamotrygonidae são importantes componentes da ictiofauna Neotropical, sendo completamente restritas aos principais sistemas fluviais da América do Sul. Quatro gêneros são relacionados nessa familia: Heliotrygon, Paratrygon, Plesiotrygon e Potamotrygon. Na Bacia do Rio Paraná, as espécies de maior frequência são Potamotrygon motoro e Potamotrygon falkneri. Ambas as espécies ocorriam somente na região do médio Paraná, a jusante de uma importante barreira geográfica natural, as Cachoeiras de Sete-Quedas. Porém, após a construção da Usina Hidrelétrica de Itaipu, muitas espécies antes existentes apenas na parte baixa da bacia hidrográfica, iniciaram um processo de dispersão e colonizaram o Alto Paraná, incluindo as raias, as quais passaram a desempenhar o papel de espécies invasoras. Atualmente, as raias estão estabelecidas até a região de Ilha Solteira-SP (alto Paraná), com possibilidade de já terem atingido pontos mais superiores nesta bacia. Com o objetivo de analisar o processo de invasão e colonização das espécies Potamotrygon motoro e P. falkneri na bacia do Rio Paraná, foram realizados estudos genéticos moleculares utilizando genes mitocondriais e nucleares. O gene Citocromo Oxidase C subunidade I (COI) foi utilizado primeiramente para a identificação molecular das espécies, posteriormente, sequências dos genes ATPase 6/8, Cyt-B e região controle D-loop foram obtidas para análises populacionais. A divergência genética encontrada para o gene COI entre as espécies foi de 2,0%, considerada baixa quando comparada com resultados obtidos em outras espécies de peixes. Nas análises populacionais em P. motoro, a diversidade intra-específica foi baixa para todos os genes, com vários indivíduos compartilhando os mesmos haplótipos. Em P. falkneri, os valores foram semelhantes aos detectados em P. motoro, porém com valores de diferenciação genética elevados mas não significativos... / The stingrays Potamotrygonidae family are important components of Neotropical ichthyofauna, being completely restricted to the main river systems of South America four genera are related in that family: Heliotrygon, Paratrygon, and Plesiotrygon Potamotrygon. In Paraná River Basin, the species most frequently are Potamotrygon motoro and Potamotrygon falkneri. Both species occur only in the region of the middle Paraná, downstream of a major natural geographic barrier, the Waterfalls of Seven Falls. However, after the construction of the Itaipu Hydroelectric, many aquatic species colonized the high Paraná, including stingrays, which came to play the role of invasive species. Currently, the lanes are set up in the region Ilha Solteira - SP (high Paraná). Aiming to analyze the process of invasion and colonization of species Potamotrygon motoro and P. falkneri in the Paraná River Basin were carried out molecular genetic studies using mitochondrial and nuclear genes. The gene Cytochrome Oxidase subunit I (COI) was first developed for molecular identification of species. Gene sequences were subsequently ATPase 6/8, Cyt-B and D-loop control region were obtained for population analyzes. The genetic diversity found for the COI gene between species was 2.0%, considered low when compared to results obtained in other species of fish. In population analyzes in P. motoro, diversity intraspecific was very low for all genes with multiple individuals sharing the same haplotype. In P. falkneri values were similar to that detected in P. motoro, although the values of genetic differentiation elevated but not statistically significant. Diantes results mean that the low genetic differentiation detected for both species under study, may be related to the short time of colonization (under 30) or the fact that the marker is not sensitive enough to detect such genetic differences. With this, it was necessary to search for other markers to check more efficiently...
3

Prevalência de hemogregarina em arraias de água doce (Potamotrygonidae) da região norte, com descrição de uma nova espécie de gênero /

Magro, Natalia Mizuhira. January 2013 (has links)
Orientador: Lucia Helena O'Dwyer de Oliveira / Banca: Reinaldo Jose da Silva / Banca: Karina Paduan Rubini / Resumo: Este trabalho teve como objetivo avaliar a presença de hemogregarinas em arraias de água doce da Bacia Amazônica. Foram examinadas arraias pertencentes às espécies Potamotrygon sp., Potamotrygon motoro e Paratrygon aiereba, do Arquipélago de Mariuá, Rio Negro, Bacia Amazônica, e do Lago Amapá, Bacia do Rio Acre, Brasil. Os animais foram capturados com redes de mão e sedados com Eugenol (0,2 g/L) para a colheita de sangue, através da punção do capilar branquial. Foram confeccionadas extensões sanguíneas, que foram fixadas com metanol e coradas por May-Grünwald-Giemsa. Ao todo, foram capturados 93 animais sendo 34 Potamotrygon sp., 44 P. motoro e 15 P. aiereba. A prevalência total de animais positivos foi 49,46% e entre as espécies, P. aiereba foi de 23,91%, P. motoro de 26,08% e Potamotrygon sp. de 50%. A parasitemia variou de 0,1% a 10%, porém, na região do Lago Amapá, os animais capturados pertenciam apenas à espécie P. motoro (n = 25) e todos eram negativos para a presença de formas parasitárias nos eritrócitos. Os estágios evolutivos observados nas extensões sanguíneas incluíam trofozoítos ou merozoítos, merontes ou esquizontes, prégamontes ou gamontes imaturos e gamontes (microgamontes e macrogamontes). As diversas fases do desenvolvimento foram encontradas, com maior frequência, dentro dos eritrócitos, porém, formas extraeritrocitária também foram observadas. As formas intraeritrocitárias não causaram alterações significativas nos eritrócitos, exceto as fases consideradas merontes. As formas evolutivas observadas eram similares àquelas descritas na literatura como pertencentes ao gênero Cyrilia. Baseando-se nos dados morfológicos e morfométricos descrevemos uma espécie nova pertencente ao gênero Cyrilia. Este foi o primeiro estudo de prevalência e caracterização de hemogregarina em arraias de água doce no Brasil / Abstract: This research aimed to evaluate the presence of hemogregarinas in freshwater stingrays of the Amazon basin. Were examined stingrays belonging to the species Potamotrygon sp., Potamotrygon motoro e Paratrygon aiereba, from the Archipelago of Mariuá, Negro River, Middle Negro RiverBasin, and Lake Amapá, Acre River Basin, Brazil. The animals were captured with dipnets and sedated with Eugenol (0, 2 g/L) for blood sample, through capillary gill puncture. Blood smears were made and fixed with methanol and stained with May-Grünwald-Giemsa.Altogether 93 animals were captured being 34 Potamotrygon sp., 44 P. motoro and 15 P. aiereba. The Total prevalence of positive animals were 48.5% and between the species, P. aiereba was about 23.9%, P. motoro was 26.1% and P. sp was about 50%. The parasitaemia ranged from 0.1% to 10%, however, in the region of Amapá Lake, the animals that was captured belongs only to the P.motoro species (n = 25) and all the blood samples were negatives to parasitic forms. The evolutionary stages observed on the blood samples includes trophozoites or merozoites, schizonts or meronts, pregamonts or immature gamonts and gamonts (microgamonts and macrogamonts). The various evolutionary stages were found, with more frequency, inside the erythrocyte, however, extraerythrocyte forms were observerd. The intraerythrocytedid not cause significant changes in the erythrocyte, except merontes stage. The evolutionary forms observed were similar to those descripts in the literature as belonging to the Cyrilia genus. Relying on the morphological data and morphometric we described a new species of genus Cyrilia. This is the first report of prevalence and characterization of hemogregarine in freshwater stingrays in Brazil / Mestre
4

Hábitos alimentares da raia-viola-de-cara-curta, Zapteryx brevirostris, (Muller & Henle, 1841) (Chondrichthyes, Rhinobatidae), no litoral Norte do Estado de São Paulo /

Marion, Camila. January 2009 (has links)
Orientador: Otto Bismarck Fazzano Gadig / Banca: Teodoro Vaske Junior / Banca: Virginia Sanches Uieda / Resumo: A raia-viola-de-focinho-curto, Zapteryx brevirostris, tem sua distribuição restrita sobre a plataforma continental da Província Zoogeográfica Marinha Argentina, e sua biologia pouco conhecida, de modo que estudos direcionados a esta espécie podem fornecer subsídios ao entendimento de sua importância no ecossistema onde se insere, com destaque aos aspectos tróficos. O presente trabalho tem como objetivo avaliar a composição da dieta da raia viola nas regiões de Ubatuba e Caraguatatuba, litoral Norte do Estado de São Paulo. As coletas foram realizadas mensalmente de janeiro a dezembro de 2002, em sete transectos diferentes de profundidade, entre 05 e 35 metros. De cada exemplar foi anotado: comprimento total, peso individual, sexo e maturidade sexual do exemplar, mês e transecto de coleta. Ao longo do período de estudo foram capturados 392 indivíduos de Z. brevirostris, sendo 145 (37%) capturados na região de Ubatuba e 247(63%) na região de Caraguatatuba. Dos exemplares capturados na região de Ubatuba, 72(49,6%) eram machos e 73(50,3%) eram fêmeas. No entanto na região de Caraguatatuba foram capturados 135 (56%) machos e 112 (44%) exemplares fêmeas. De todos os indivíduos, foram extraídos os estômagos e fixados em formol 10% e depois preservados em álcool 70%. Em laboratório foram utilizados os métodos de Freqüência de Ocorrência (%FO) e Freqüência Numérica (%FN) para as análises dos respectivos estômagos. Utilizou-se o Teste do Qui- Quadrado, para verificar possíveis diferenças na proporção de presas ingeridas em relação a épocas de captura, locais de coleta estádio de maturidade e sexo. Nestas variáveis, também foi aplicado o Índice de Morisita para examinar possível sobreposição alimentar. Para a amplitude do nicho ecológico foi utilizado o índice de Shannon-Weiner, em ambos os locais, e no valor resultante deste índice foi averiguado... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) / Abstract: The Lesser guitarfish, Zapteryx brevirostris, has restricted distribution over the continental shelf of the Provincial Marine Zoogeography Argentina and its biology is poorly known, therefore studies directed to this specimen may support the understanding of its importance within its ecosystem, especially on the trophic aspects. This study has the objective to evaluate the diet composition of the Z. brevirostris in the Ubatuba and Caraguatatuba region, north coast of São Paulo. The collection were realized monthly between January and December of 2002 in seven different transects of depth, between 05 and 35 meters. Of each specimen collected was recorded: total length, total weight, sex, sexual maturity, month and depth transect. During the study were capture 392 specimens of Z. brevirostris being 145 (39%) captured in the Ubatuba region and 247 (61%) in the Caraguatatuba region. Among the specimens captured in the Ubatuba region, 72 (49,6%) were male and 73 (50,3%) were female. However in the Caraguatatuba region were captured 135 (56%) male and 112 (44%) female. From all specimens collected were removed the stomach and fixed in formol 10% and preserved in alcohol 70% after. In the laboratory were used the methods of occurrence frequency and numeric frequency to the analysis of the stomachs. It was utilized the Qui-Square test to check possible differences in the proportion of the preys ingested in relation to time of capture, local of capture, maturity and sex. In this variables, It was also applied the Morisita index to examine possible alimentary overlap. To the amplitude of the ecological niche was utilized the Shannon-Weiner index, in both places, and was verified the significance level of the resultant value with the qui-square test. The main itens of each regions were crustaceans Caridea, Amphipoda, Isopoda and Brachyura, and also annelid worms Polychaeta. Significant differences... (Complete abstract click electronic access below) / Mestre
5

Fisiologia como ferramenta para a conservação de elasmobrânquios

Wosnick, Natascha January 2017 (has links)
Orientadora : Profa. Dra. Carolina Arruda de Oliveira Freire / Tese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Zoologia. Defesa: Curitiba, 22/06/2017 / Inclui referências : f. 140-182 / Area de concentração: Zoologia / Resumo: Predadores de topo e mesopredadores são de extrema importância para a saúde e equilíbrio dos ecossistemas onde estão inseridos. Desequilíbrios ambientais que causam disfunção ecológica afetam primeiramente animais que ocupam níveis tróficos mais elevados, sendo estes importantes indicadores (sentinelas) de impacto. Raias e tubarões são constantemente expostos à pressão antropogênica, sendo observada, atualmente, uma redução expressiva das populações em nível mundial. Dentre os impactos antropogênicos com efeitos diretos em elasmobrânquios, a sobrepesca é a atividade mais expressiva, responsável por declínios de até 90% para algumas espécies de grande importância ecológica (e.g. tubarões-branco; tubarões-martelo). Nas últimas décadas, o declínio acentuado de várias espécies de predadores de topo já apresentou efeitos tróficos negativos, através da redução da resiliência de espécies-chave. Adicionalmente, os efeitos das mudanças climáticas na distribuição e resiliência de raias e tubarões já são observados, afetando não apenas o equilíbrio dos ecossistemas, mas também a economia baseada na captura comercial. O uso de ferramentas fisiológicas como método para avaliar a plasticidade e vulnerabilidade é um campo promissor, uma vez que permite uma melhor compreensão da habilidade espécie-específica frente a estressores antrópicos e alterações ambientais. Dessa forma, a fisiologia da conservação pode ajudar a resolver problemas de gestão através da elucidação de processos biológicos básicos moldados evolutivamente, determinando assim como um organismo irá responder à ameaças imediatas. Baseada nesta premisa, esta tese de doutorado teve como objetivo utilizar análises fisiológicas para a análise de mecanismos ativados frente à condições estressoras as quais estes animais são comumente expostos (estresse de captura e manejo; exposição ao ar) ou poderão ser expostos frente à alterações climáticas (alterações térmicas e salinas). Os quarto capítulos iniciais têm como foco de estudo os efeitos deletérios da pesca (comercial e esportiva) em Zapteryx brevirostris (capítulo 1), Galeocerdo cuvier (capítulo 2), Ginglymostoma cirratum (capítulo 3) e Carcharhinus limbatus (capítulo 4) com a utlização de ferramentas fisiológicas (análises plasmáticas e varredura infravermelha) de forma a avaliar os mecanismos fisiológicos ativados frente ao estresse de captura, exposição ao ar e manejo. Os dois capítulos finais da tese objetivam a exploração da plasticidade de Zapteryx brevirostris (capítulo 5) e Sphyrna mokarran (capítulo 6) frente à alterações ambientais previstas pelas mudanças climáticas. Análises plasmáticas e varredura infravermelha também foram utilizadas. Os resultados demonstram que todos os estressores analisados são significativos, alterando os padrões homeostáticos das espécies aqui estudadas, podendo reduzir de forma significativa a resiliência e distribuição das mesmas. Por fim, as análises aqui utilizadas se mostraram eficientes, sendo de fato importantes ferramentas para a fisiologia da conservação do grupo. Palavras-chave: Raias, tubarões, salinidade, temperatura, manejo pesqueiro, fisiologia da conservação. / Abstract: Top mesopredators are of upmost importance for the health and balance of the ecosystems in which they are inserted. Environmental imbalances that cause ecological disruption primarily affect animals occupying higher trophic levels, being sharks and mammal's important indicators (sentinels) of impacts. Elasmobranchs are constantly exposed to anthropogenic pressure, leading to an expressive reduction of populations worldwide. Among the impacts with direct effects on sharks and batoids, overfishing is the most expressive activity, responsible for declines up to 90% for some species of great ecological importance (e.g. white sharks, hammerhead sharks). In the last decades, the marked decline of top predators has already exhibited negative effects at trophic level, reducing the resilience and ability to cope with stress of key species. In addition, the effects of climate change on distribution and survival are already observed, affecting not only the ecosystem balance, but also the economy based on commercial capture. The use of physiological tools as a method to assess plasticity and vulnerability is a promising field, since it allows a deeper understanding of how organisms respond to anthropic stressors and environmental changes. Thus, conservation physiology may help to solve management issues by elucidating basic biological process that were evolutionarily molded and determine how an organism will respond to immediate threats. Based on this premise, this doctoral thesis had as objective to use physiological analyzes to evaluate the mechanisms activated during stressful conditions which these animals are commonly exposed (capture and handling; air exposure) or may be exposed due to climate change (thermal and saline alterations). The first four chapters focus on the deleterious effects of fishing (commercial and recreational) on Zapteryx brevirostris (chapter 1), Galeocerdo cuvier (chapter 2), Ginglymostoma cirratum (chapter 3) and Carcharhinus limbatus (chapter 4) using physiological tools (plasma analysis and infrared scanning) to evaluate the mechanisms activated facing stress of capture, handling and air exposure. The final two chapters of the thesis aim to exploit the plasticity of Zapteryx brevirostris (Chapter 5) and Sphyrna mokarran (Chapter 6) facing environmental alterations predicted by climate changes. Plasma analyzes and infrared scanning were also used. Our results demonstrate that all the stressors analyzed are significant, altering the homeostatic patterns of the species studied here, being able to reduce significantly their resilience and distribution. Finally, the analyzes applied in the present study proved to be efficient, being in fact important tools for conservation physiology. Key-words: Batoids, sharks, salinity, temperature, fishing management, conservation physiology.
6

Variáveis hematológicas, hormonais, bioquímicas séricas e fauna parasitária em quatro espécies de raias do gênero Potamotrygon Garman, 1877 (Myliobatiformes, Potamotrygonidae) de vida livre

Brito, Fernando Moraes Machado [UNESP] 06 February 2012 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:33:25Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2012-02-06Bitstream added on 2014-06-13T20:24:57Z : No. of bitstreams: 1 brito_fmm_dr_jabo.pdf: 318063 bytes, checksum: 38a3c9cca0e133d2726c5ec9e95231f8 (MD5) / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) / Os Potamotrygonidae são um grupo de raias endêmico da América do Sul e exclusivamente dulciaqüícolas. A família é representada por três gêneros: Potamotrygon, Paratrygon e Plesiotrygon e possui aproximadamente 20 espécies nominais, ocorrendo nas principais bacias hidrográficas do continente. São raros os estudos sobre à hematologia de peixes e os autores ainda adotam classificações diferentes entre eles. A variação morfológica dessas células em peixes é tão grande que é necessário um estudo aprofundado para diferenciá-las nas várias espécies. No sentido de contribuir para o preenchimento desta lacuna foram coletados 53 exemplares de quatro espécies de Potamotrygon e de cada animal foram colhidos 4 mL de sangue para realização da análise das variáveis hematológicas e bioquímicas séricas visando obter resultados que possam ser considerados representativos para as quatro espécies de Potramotrygon. Os valores foram próximos para as quatro espécies e os resultados com diferenças significativas entre Potamotrygon falkneri, P. motoro, P. orbigni e P. scobina ocorreram quanto ao número de eritrócitos, heterófilos, glicemia, triglicerídeos, colesterol, fósforo, albumina e potássio. Os exames parasitológicos mostraram a presença do crustáceo do gênero Dolops em 5,66% das raias coletadas e de hemogragarina em 33,96% do total. Não foram observados outros parasitos nos fragmentos de órgãos coletados para pesquisa. Os resultados mostram pouca interferência dos ambientes diferentes da bacia do rio Paraná, município de Porto Rico (PR) e do rio Piririm, município de Macapá (AP) nas variáveis avaliadas, apesar da diversidade geográfica / Potamotrygonidae are a group of stingrays endemic to South America and exclusively freshwater. The family is represented by three genera: Potamotrygon, Paratrygon and Plesiotrygon and has approximately 20 nominal species, occurring in major river basins of the continent. Few studies on the hematology of fish and the authors still adopt different classifications among them. The morphological variation of these cells in fish is so great that a detailed study is necessary to differentiate them in the various species. We collected 53 specimens of four species of Potamotrygon and each animal were harvested 4 mL of blood to perform the analysis of serum biochemical and hematological variables in order to obtain results that can be considered representative, determining the values of hematological and biochemical blood for four species of Potamotrygon. The values were similar in all four species and results in significant differences Potamotrygon falkneri, P. motoro, P. orbigni and P. scobina occurred in the number of erythrocytes, heterophils, plasma glucose, triglycerides, cholesterol, phosphorus, albumin, and potassium. The parasitological tests showed the presence of crayfish in the genus Dolops 5.66% of rays collected and Haemogragarina sp. in 33.96% of the total. No other parasites were observed in organ fragments collected for study. The results show little interference from different environments of the Paraná river basin, municipality of Porto Rico (PR) and Piririm river, municipality of Macapá (AP) in the variables studied, despite the geographical diversity
7

Descrição da fauna parasitária de raias e tubarões marinhos (Elasmobranchii), fauna acompanhante da pesca comercial no litoral Sul e Sudeste do Brasil

Napoleão, Silvia Roselli [UNESP] 31 January 2014 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-11-10T11:09:54Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2014-01-31Bitstream added on 2014-11-10T11:57:44Z : No. of bitstreams: 1 000790592.pdf: 3857602 bytes, checksum: 72b0dbe419ddb3db8e0a9b09acb0bad7 (MD5) / O objetivo principal deste estudo foi determinar a diversidade dos parasitos que ocorrem nas raias e tubarões marinhos no litoral sul e sudeste do Brasil, capturados pela pesca de arrasto-de-parelha e de arrasto de fundo duplo de pequeno e médio porte - pesca do camarão sete-barbas (Xiphopenaeus kroyeri) e pesca do camarão-rosa (Penaeus brasiliensis) respectivamente, e desembarcados nas cidades de Santos e Guarujá-SP. Entre abril de 2012 e abril de 2013, foram necropsiadas quatorze espécies de raias e três espécies de tubarões, totalizando 123 exemplares: 7 tubarões e 116 raias. Como resultados, reporta-se nova ocorrência do nematoda Proleptus acutus em Atlantoraja platana, Rhinobatos percellens, Rhinobatos horkelli, Zapteryx brevirotris, Rioraja agassizii e Atlatoraja cyclophora, e nova ocorrência de Procamallanus (Spirocamallanus) pereirae em Atlantoraja castenaui e Atlatoraja cyclophora, e nova ocorrência do cestoda Rhinoptericola megacantha em Rhinoptera brasiliensis. Reporta-se também ocorrência de seis diferentes espécies de cestóides, ainda não registrados: duas das espécies encontradas (Cestoda gen. sp. 1 e Cestoda gen. sp. 2) pertencem a gêneros ainda não descritos em literatura. Os demais cestoides foram identificados apenas em nível de gênero (Rhodobothrium sp., Cairaeanthum sp., Tiarabothrium sp e Uncibilocularis sp.), pois não se caracterizam nas espécies já descritas dos mesmos / The main objective of this study was to determine the diversity of parasites in marine sharks and rays in the south and southeast coast of Brazil, catches by pair trawls and by bottom trawling of small and medium size– for fishery of shrimp Xiphopenaeus kroyeri and Penaeus brasiliensis, respectively, and landed in the cities of Santos and Guaruja - SP . Between april 2012 and april 2013, fourteen species of stingrays and three species of sharks, totaling 129 animals, were necropsied: 7 sharks and 116 rays. As a result, refers reoccurrence of nematode Proleptus acutus in Atlantoraja platana , Rhinobatos percellens, Rhinobatos horkelli, Zapteryx brevirotris, Rioraja agassizii and Atlatoraja cyclophora, recurrence of Procamallanus (Spirocamallanus) pereirae in Atlantoraja castenaui and Atlatoraja cyclophora, and recurrence the Cestoda Rhinoptericola megacantha in Rhinoptera brasiliensis . It refers also occurrence of six different species of cestodes, not yet recorded: two of the species found (Cestoda sp. gen. 1 and Cestoda gen. sp. 2) belong to genera not yet described in the literature . The other cestodes were identified only at genus level (Rhodobothrium sp., Cairaeanthum sp., Uncibilocularis sp. and Tiarabothrium sp.), because it does not characterize the species already described them
8

Descrição da fauna parasitária de raias e tubarões marinhos (Elasmobranchii), fauna acompanhante da pesca comercial no litoral Sul e Sudeste do Brasil /

Napoleão, Silvia Roselli. January 2014 (has links)
Orientador: Ricardo Massato Takemoto / Coorientador: Rodrigo Ozório / Banca: Fabiana Pilarski / Banca: Roberson Sakabe / Banca: Cristiane Fátima Meldau de Campos / Banca: Adriana Sacioto / Resumo: O objetivo principal deste estudo foi determinar a diversidade dos parasitos que ocorrem nas raias e tubarões marinhos no litoral sul e sudeste do Brasil, capturados pela pesca de arrasto-de-parelha e de arrasto de fundo duplo de pequeno e médio porte - pesca do camarão sete-barbas (Xiphopenaeus kroyeri) e pesca do camarão-rosa (Penaeus brasiliensis) respectivamente, e desembarcados nas cidades de Santos e Guarujá-SP. Entre abril de 2012 e abril de 2013, foram necropsiadas quatorze espécies de raias e três espécies de tubarões, totalizando 123 exemplares: 7 tubarões e 116 raias. Como resultados, reporta-se nova ocorrência do nematoda Proleptus acutus em Atlantoraja platana, Rhinobatos percellens, Rhinobatos horkelli, Zapteryx brevirotris, Rioraja agassizii e Atlatoraja cyclophora, e nova ocorrência de Procamallanus (Spirocamallanus) pereirae em Atlantoraja castenaui e Atlatoraja cyclophora, e nova ocorrência do cestoda Rhinoptericola megacantha em Rhinoptera brasiliensis. Reporta-se também ocorrência de seis diferentes espécies de cestóides, ainda não registrados: duas das espécies encontradas (Cestoda gen. sp. 1 e Cestoda gen. sp. 2) pertencem a gêneros ainda não descritos em literatura. Os demais cestoides foram identificados apenas em nível de gênero (Rhodobothrium sp., Cairaeanthum sp., Tiarabothrium sp e Uncibilocularis sp.), pois não se caracterizam nas espécies já descritas dos mesmos / Abstract: The main objective of this study was to determine the diversity of parasites in marine sharks and rays in the south and southeast coast of Brazil, catches by pair trawls and by bottom trawling of small and medium size- for fishery of shrimp Xiphopenaeus kroyeri and Penaeus brasiliensis, respectively, and landed in the cities of Santos and Guaruja - SP . Between april 2012 and april 2013, fourteen species of stingrays and three species of sharks, totaling 129 animals, were necropsied: 7 sharks and 116 rays. As a result, refers reoccurrence of nematode Proleptus acutus in Atlantoraja platana , Rhinobatos percellens, Rhinobatos horkelli, Zapteryx brevirotris, Rioraja agassizii and Atlatoraja cyclophora, recurrence of Procamallanus (Spirocamallanus) pereirae in Atlantoraja castenaui and Atlatoraja cyclophora, and recurrence the Cestoda Rhinoptericola megacantha in Rhinoptera brasiliensis . It refers also occurrence of six different species of cestodes, not yet recorded: two of the species found (Cestoda sp. gen. 1 and Cestoda gen. sp. 2) belong to genera not yet described in the literature . The other cestodes were identified only at genus level (Rhodobothrium sp., Cairaeanthum sp., Uncibilocularis sp. and Tiarabothrium sp.), because it does not characterize the species already described them / Doutor
9

Estudos genéticos em raias do gênero Potamotrygon (Chondrichthyes: Myliobatiformes: Potamotrygonidae) na Bacia do Rio Paraná /

Cruz, Vanessa Paes da. January 2013 (has links)
Orientador: Fausto Foresti / Banca: Fernando F. Mendonça / Banca: Mário L. Orsi / Banca: Fernanda S. Almeida / Banca: Claudio Oliveira / Resumo: As raias da família Potamotrygonidae são importantes componentes da ictiofauna Neotropical, sendo completamente restritas aos principais sistemas fluviais da América do Sul. Quatro gêneros são relacionados nessa familia: Heliotrygon, Paratrygon, Plesiotrygon e Potamotrygon. Na Bacia do Rio Paraná, as espécies de maior frequência são Potamotrygon motoro e Potamotrygon falkneri. Ambas as espécies ocorriam somente na região do médio Paraná, a jusante de uma importante barreira geográfica natural, as Cachoeiras de Sete-Quedas. Porém, após a construção da Usina Hidrelétrica de Itaipu, muitas espécies antes existentes apenas na parte baixa da bacia hidrográfica, iniciaram um processo de dispersão e colonizaram o Alto Paraná, incluindo as raias, as quais passaram a desempenhar o papel de espécies invasoras. Atualmente, as raias estão estabelecidas até a região de Ilha Solteira-SP (alto Paraná), com possibilidade de já terem atingido pontos mais superiores nesta bacia. Com o objetivo de analisar o processo de invasão e colonização das espécies Potamotrygon motoro e P. falkneri na bacia do Rio Paraná, foram realizados estudos genéticos moleculares utilizando genes mitocondriais e nucleares. O gene Citocromo Oxidase C subunidade I (COI) foi utilizado primeiramente para a identificação molecular das espécies, posteriormente, sequências dos genes ATPase 6/8, Cyt-B e região controle D-loop foram obtidas para análises populacionais. A divergência genética encontrada para o gene COI entre as espécies foi de 2,0%, considerada baixa quando comparada com resultados obtidos em outras espécies de peixes. Nas análises populacionais em P. motoro, a diversidade intra-específica foi baixa para todos os genes, com vários indivíduos compartilhando os mesmos haplótipos. Em P. falkneri, os valores foram semelhantes aos detectados em P. motoro, porém com valores de diferenciação genética elevados mas não significativos... / Abstract: The stingrays Potamotrygonidae family are important components of Neotropical ichthyofauna, being completely restricted to the main river systems of South America four genera are related in that family: Heliotrygon, Paratrygon, and Plesiotrygon Potamotrygon. In Paraná River Basin, the species most frequently are Potamotrygon motoro and Potamotrygon falkneri. Both species occur only in the region of the middle Paraná, downstream of a major natural geographic barrier, the Waterfalls of Seven Falls. However, after the construction of the Itaipu Hydroelectric, many aquatic species colonized the high Paraná, including stingrays, which came to play the role of invasive species. Currently, the lanes are set up in the region Ilha Solteira - SP (high Paraná). Aiming to analyze the process of invasion and colonization of species Potamotrygon motoro and P. falkneri in the Paraná River Basin were carried out molecular genetic studies using mitochondrial and nuclear genes. The gene Cytochrome Oxidase subunit I (COI) was first developed for molecular identification of species. Gene sequences were subsequently ATPase 6/8, Cyt-B and D-loop control region were obtained for population analyzes. The genetic diversity found for the COI gene between species was 2.0%, considered low when compared to results obtained in other species of fish. In population analyzes in P. motoro, diversity intraspecific was very low for all genes with multiple individuals sharing the same haplotype. In P. falkneri values were similar to that detected in P. motoro, although the values of genetic differentiation elevated but not statistically significant. Diantes results mean that the low genetic differentiation detected for both species under study, may be related to the short time of colonization (under 30) or the fact that the marker is not sensitive enough to detect such genetic differences. With this, it was necessary to search for other markers to check more efficiently... / Doutor
10

Prevalência de hemogregarina em arraias de água doce (Potamotrygonidae) da região norte, com descrição de uma nova espécie de gênero

Magro, Natalia Mizuhira [UNESP] 29 August 2013 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:23:01Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2013-08-29Bitstream added on 2014-06-13T20:49:46Z : No. of bitstreams: 1 magro_nm_me_botib_parcial.pdf: 150597 bytes, checksum: f72560387269837347ffc3d3d8176cb8 (MD5) Bitstreams deleted on 2015-06-03T11:42:40Z: magro_nm_me_botib_parcial.pdf,. Added 1 bitstream(s) on 2015-06-03T11:44:07Z : No. of bitstreams: 1 000723156_20150829.pdf: 138154 bytes, checksum: 11e183a97d82ce65283a9e648179ab21 (MD5) Bitstreams deleted on 2015-08-31T12:12:23Z: 000723156_20150829.pdf,. Added 1 bitstream(s) on 2015-08-31T12:12:58Z : No. of bitstreams: 1 000723156.pdf: 899918 bytes, checksum: a91a38997709ba305d3e3525bae8ff50 (MD5) / Este trabalho teve como objetivo avaliar a presença de hemogregarinas em arraias de água doce da Bacia Amazônica. Foram examinadas arraias pertencentes às espécies Potamotrygon sp., Potamotrygon motoro e Paratrygon aiereba, do Arquipélago de Mariuá, Rio Negro, Bacia Amazônica, e do Lago Amapá, Bacia do Rio Acre, Brasil. Os animais foram capturados com redes de mão e sedados com Eugenol (0,2 g/L) para a colheita de sangue, através da punção do capilar branquial. Foram confeccionadas extensões sanguíneas, que foram fixadas com metanol e coradas por May-Grünwald-Giemsa. Ao todo, foram capturados 93 animais sendo 34 Potamotrygon sp., 44 P. motoro e 15 P. aiereba. A prevalência total de animais positivos foi 49,46% e entre as espécies, P. aiereba foi de 23,91%, P. motoro de 26,08% e Potamotrygon sp. de 50%. A parasitemia variou de 0,1% a 10%, porém, na região do Lago Amapá, os animais capturados pertenciam apenas à espécie P. motoro (n = 25) e todos eram negativos para a presença de formas parasitárias nos eritrócitos. Os estágios evolutivos observados nas extensões sanguíneas incluíam trofozoítos ou merozoítos, merontes ou esquizontes, prégamontes ou gamontes imaturos e gamontes (microgamontes e macrogamontes). As diversas fases do desenvolvimento foram encontradas, com maior frequência, dentro dos eritrócitos, porém, formas extraeritrocitária também foram observadas. As formas intraeritrocitárias não causaram alterações significativas nos eritrócitos, exceto as fases consideradas merontes. As formas evolutivas observadas eram similares àquelas descritas na literatura como pertencentes ao gênero Cyrilia. Baseando-se nos dados morfológicos e morfométricos descrevemos uma espécie nova pertencente ao gênero Cyrilia. Este foi o primeiro estudo de prevalência e caracterização de hemogregarina em arraias de água doce no Brasil / This research aimed to evaluate the presence of hemogregarinas in freshwater stingrays of the Amazon basin. Were examined stingrays belonging to the species Potamotrygon sp., Potamotrygon motoro e Paratrygon aiereba, from the Archipelago of Mariuá, Negro River, Middle Negro RiverBasin, and Lake Amapá, Acre River Basin, Brazil. The animals were captured with dipnets and sedated with Eugenol (0, 2 g/L) for blood sample, through capillary gill puncture. Blood smears were made and fixed with methanol and stained with May-Grünwald-Giemsa.Altogether 93 animals were captured being 34 Potamotrygon sp., 44 P. motoro and 15 P. aiereba. The Total prevalence of positive animals were 48.5% and between the species, P. aiereba was about 23.9%, P. motoro was 26.1% and P. sp was about 50%. The parasitaemia ranged from 0.1% to 10%, however, in the region of Amapá Lake, the animals that was captured belongs only to the P.motoro species (n = 25) and all the blood samples were negatives to parasitic forms. The evolutionary stages observed on the blood samples includes trophozoites or merozoites, schizonts or meronts, pregamonts or immature gamonts and gamonts (microgamonts and macrogamonts). The various evolutionary stages were found, with more frequency, inside the erythrocyte, however, extraerythrocyte forms were observerd. The intraerythrocytedid not cause significant changes in the erythrocyte, except merontes stage. The evolutionary forms observed were similar to those descripts in the literature as belonging to the Cyrilia genus. Relying on the morphological data and morphometric we described a new species of genus Cyrilia. This is the first report of prevalence and characterization of hemogregarine in freshwater stingrays in Brazil

Page generated in 0.033 seconds