• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 435
  • 44
  • 10
  • 10
  • 10
  • 8
  • 8
  • 7
  • 4
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • Tagged with
  • 504
  • 128
  • 116
  • 106
  • 100
  • 87
  • 84
  • 84
  • 79
  • 78
  • 61
  • 60
  • 59
  • 53
  • 50
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Cut, sindicato orgânico e reforma da estrutura sindical /

Mota, Daniel Pestana. January 2006 (has links)
Orientador: Giovanni Antonio Pinto Alves / Resumo: O trabalho analisa o desenvolvimento do projeto cutista que visa instituir um modelo de sindicato orgânico, projeto que ganhou impulso na Proposta de Reforma Sindical enviada ao Congresso Nacional pelo Governo Lula após discussões que saíram do Fórum Nacional do Trabalho (FNT), espaço tripartite criado para discutir alterações na estrutura sindical e legislação trabalhista brasileiras. Articulou-se com a hipótese de que, por meio do citado projeto, a Central Única dos Trabalhadores (CUT) acabaria por aprofundar uma pratica sindical defensiva, eis que ao restringir sua atuação às questões afetas ao interior do processo de produção de mercadorias, evidenciaria seus limites e dificuldades na constituição de um sindicalismo classista, privilegiando um consenso cupulista em detrimento da conscientização dos trabalhadores pela base. Pretende-se demonstrar, seja analisando os debates travados durante seus Congressos, ou ainda os resultados obtidos durante o Fórum Nacional do Trabalho, que a CUT afastou-se das principais determinações colocadas pelo capital em face da classe trabalhadora; preferiu, propor alterações na estrutura sindical que distanciariam, ainda mais, o chão de fabrica do aparelho sindical, abrindo as portas para a flexibilização da legislação trabalhista e dificultando, por conseqüência, a participação da base no processo de intervenção política com vistas a sua própria emancipação. / Mestre
2

Da natureza jurídica do sindicato

Abreu, Lilia Leonor 05 December 2013 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 1985. / Made available in DSpace on 2013-12-05T19:51:57Z (GMT). No. of bitstreams: 1 321061.pdf: 1982929 bytes, checksum: 3b3c72da4cc921cd56cf402e27c8eb20 (MD5)
3

El presente de la prensa sindical en Chile: la comunicación al servicio de los trabajadores y las trabajadoras

Fauré Polloni, Christian Abrahan January 2015 (has links)
Memoria para optar al título de Periodista / Este trabajo tiene varias intenciones. Por un lado visibilizar la notable labor que realizan los medios de comunicación sindicales en un contexto político social completamente complejo y adverso donde, por una parte, la invisibilización mediática de los grandes medios de comunicación en Chile sobre la visibilización de las huelgas es un hecho palpable, que se sustenta en que muchas de estas afectan los intereses comerciales de sus auspiciadores y financistas, mientras que, por otro lado, estos medios de comunicación populares y alternativos cubren las luchas de un movimiento social en lento progreso como el sindical, que a diferencias de otros movimientos como el estudiantil o poblacional se encuentra limitado por una legislación laboral proveniente de la dictadura, que dificulta en gran medida la organización sindical. Durante esta investigación se hizo un seguimiento a tres medios de comunicación que se sustentan a través de Internet y las redes sociales, donde han tenido un importante crecimiento cuantitativo y cualitativo en relación no solo a cubrir las movilizaciones de ese sector, sino que incluso se atreven a realizar editoriales y estudios donde se visualiza el estado del trabajo y el trabajador en Chile. El trabajo de estos medios, recoge el legado de la prensa obrera a principios del siglo 20, donde Recabarren y compañía realizaron una notable labor no solo en la organización de los trabajadores de aquella época, sino que desempeñaron un importante papel comunicacional que incidió en la forma en que los trabajadores tomaran conciencia de su papel en una etapa importante de la historia de Chile. Los medios de comunicación estudiados, a través de sendas entrevistas, son: Huelga Chile, La Batalla de los Trabajadores y el Grupo de Estudios Interdisciplinarios del Trabajo (GEIT), a los que agradecemos la confianza por dar su testimonio y quienes se han dedicado por varios años de forma voluntaria y desinteresada en informar sobre las movilizaciones sindicales que se han realizado a lo largo y ancho del país.
4

Elementos da crise contemporanea do sindicalismo europeu : o exemplo frances

Semedo, Jose Antonio Vaz 08 February 1995 (has links)
Orientador: Ricardo L. C. Antunes / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciencias Humanas / Made available in DSpace on 2018-07-19T22:14:07Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Semedo_JoseAntonioVaz_M.pdf: 2805170 bytes, checksum: e902fc858778b81913132326a18c7bf0 (MD5) Previous issue date: 1995 / Resumo: Não informado / Abstract: Not informed / Mestrado / Mestre em Sociologia
5

Condições de construção histórica do sindicalismo docente de educação básica

Cruz, Helvia Leite January 2008 (has links)
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Sociais, Departamento de Sociologia, 2008. / Submitted by Jaqueline Oliveira (jaqueoliveiram@gmail.com) on 2008-12-02T15:36:33Z No. of bitstreams: 1 TESE_2008_HelviaLeiteCruz.pdf: 930207 bytes, checksum: 64352be3ddde4245fdae64315303942b (MD5) / Approved for entry into archive by Georgia Fernandes(georgia@bce.unb.br) on 2009-02-13T17:23:52Z (GMT) No. of bitstreams: 1 TESE_2008_HelviaLeiteCruz.pdf: 930207 bytes, checksum: 64352be3ddde4245fdae64315303942b (MD5) / Made available in DSpace on 2009-02-13T17:23:52Z (GMT). No. of bitstreams: 1 TESE_2008_HelviaLeiteCruz.pdf: 930207 bytes, checksum: 64352be3ddde4245fdae64315303942b (MD5) / Esse estudo refere-se às condições de construção histórica do sindicalismo docente de educação básica, tomando como base a organização dos professores e professoras do ensino público oficial, e como caso de análise o Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo, Apeoesp. Nasce da constatação de que o sindicalismo de educação básica é tardio em relação ao sindicalismo operário no Brasil. Tem por objetivo discutir a causa ou as causas que retardaram o aparecimento desse sindicalismo, comparando-se o aparecimento das organizações docentes com a organização sindical operária de São Paulo. Parte do pressuposto de que condições objetivas e subjetivas agiram como fatores impeditivos para que esse tipo de sindicalismo não aparecesse a tempo. Por fatores objetivos consideramse a expansão do ensino e as condições de trabalho, reconhecendo-se a existência de interesses contraditórios nessas condições; por fatores subjetivos, consideram-se as idéias, valores e concepções que os professores e professoras possuem sobre sua profissão e sobre a prática sindical que condicionaram e condicionam, ainda hoje, o movimento organizativo dos docentes. A construção de associações e de sindicatos supõe a superação de um tipo de subjetividade docente e a construção de uma outra. Este estudo se propõe a realizar algumas reflexões a partir da hipótese diretiva de que a subjetividade dos professores e professoras pode ter agido como fator impeditivo para a formação do sindicalismo docente, fazendo com que essa organização tenha surgido tardiamente em relação ao sindicalismo operário no Brasil. Portanto, se pode concluir que, quando se utiliza como referencial a fundação da primeira associação docente, o atraso não se torna tão significativo em relação ao aparecimento do sindicalismo operário no Brasil, mas, quando o referencial é a “natureza” da atuação dessas organizações docentes, e utilizando-se como parâmetro o modelo de sindicato na concepção do “novo sindicalismo”, esse atraso chega a extrapolar cerca de um século. Esse estudo mostra ainda, que existe uma relação de continuidade e ruptura entre as associações sindicais docentes desde sua origem, e avança quando se propõe a recuperar o passado histórico do movimento associativo sindical como condição para sua emancipação, concluindo que os professores e professoras mantêm até hoje o imaginário, da profissão enquanto vocação, sacerdócio. Ou seja, ainda impera a consciência positiva ou orgulhosa da profissão em detrimento da imagem de trabalhador da educação. ___________________________________________________________________________________________ ABSTRACT / This research refers to the conditions of historical origin of Labor Unions of basic education. It focuses on teachers’ organizations of the official public teaching system and takes the Official Teachers Trade Union of São Paulo (Apeoesp) as case study. The research takes the assumption that Trade Unions of basic education had very late origin in comparison to the Workers Trade Union in Brazil. The aim of the research is to discuss the cause or the causes that delayed the formation of such Labor Unions of the basic education system. This research assumes that objective and subjective conditions impeded early emergence of teachers Labor Union. As objective factors we include the expansion of education and the working conditions of teachers. As subjective factors we consider the conceptions, ideas and values which teachers have about their profession and about Trade Union practices that have conditioned the teachers’ organizing movement until today. The creation of associations and Trade Unions indicates that some teaching subjectivity was substituted by another type of subjectivity. This study aims to test the hypothesis that teachers subjectivity might have acted as an impeding factor in the establishment of teachers’ trade unions, causing the late formation of this organization in comparison to other working class labor unions. If the comparison takes as reference the origin of any kind of associative organization of teachers, such delay may not be so large. Bu if the nature of the organization is considered, not a mutual association but a true Trade Union, then in this case, the delay exceeds one century in comparison with the so-called “new Labor Union”, a movement that happened in Brazil in the 1980s. This study shows that teachers keep until today an image of their profession as vocation and priesthood, a type of consciousness that prevails the emergence of the image of the teacher as wage worker, a conception important to teachers understand themselves as part of the working class movement.
6

Sindicato e Estado no Brasil : o sindicalismo no período populista e o novo sindicalismo

Dal Molin, Naiara January 2005 (has links)
Esta dissertação se propõe a examinar a relação entre sindicato e Estado no Brasil, desde o imediato pós-1930 até a Constituição de 1988, e suas conseqüências para a classe trabalhadora brasileira. A investigação procede a uma análise comparativa dos estudos realizados por Leôncio Martins Rodrigues, Maria Hermínia Tavares de Almeida, Ricardo Antunes e Luiz Werneck Vianna, com o objetivo de identificar os pontos fundamentais que têm produzido as discussões sobre a temática, tanto no que se refere às diferentes interpretações teóricas, quanto às práticas do movimento sindical brasileiro. O texto está dividido em três partes: a primeira delas visa a examinar o sindicalismo no período populista; a segunda, o contexto do surgimento do Novo Sindicalismo e suas principais características; e a terceira destina-se ao exame das possibilidades de rupturas e continuidades na relação sindicato e Estado da perspectiva dos autores mencionados e suas conseqüências para o movimento sindical no Brasil.
7

Sindicato e Estado no Brasil : o sindicalismo no período populista e o novo sindicalismo

Dal Molin, Naiara January 2005 (has links)
Esta dissertação se propõe a examinar a relação entre sindicato e Estado no Brasil, desde o imediato pós-1930 até a Constituição de 1988, e suas conseqüências para a classe trabalhadora brasileira. A investigação procede a uma análise comparativa dos estudos realizados por Leôncio Martins Rodrigues, Maria Hermínia Tavares de Almeida, Ricardo Antunes e Luiz Werneck Vianna, com o objetivo de identificar os pontos fundamentais que têm produzido as discussões sobre a temática, tanto no que se refere às diferentes interpretações teóricas, quanto às práticas do movimento sindical brasileiro. O texto está dividido em três partes: a primeira delas visa a examinar o sindicalismo no período populista; a segunda, o contexto do surgimento do Novo Sindicalismo e suas principais características; e a terceira destina-se ao exame das possibilidades de rupturas e continuidades na relação sindicato e Estado da perspectiva dos autores mencionados e suas conseqüências para o movimento sindical no Brasil.
8

Sindicato e Estado no Brasil : o sindicalismo no período populista e o novo sindicalismo

Dal Molin, Naiara January 2005 (has links)
Esta dissertação se propõe a examinar a relação entre sindicato e Estado no Brasil, desde o imediato pós-1930 até a Constituição de 1988, e suas conseqüências para a classe trabalhadora brasileira. A investigação procede a uma análise comparativa dos estudos realizados por Leôncio Martins Rodrigues, Maria Hermínia Tavares de Almeida, Ricardo Antunes e Luiz Werneck Vianna, com o objetivo de identificar os pontos fundamentais que têm produzido as discussões sobre a temática, tanto no que se refere às diferentes interpretações teóricas, quanto às práticas do movimento sindical brasileiro. O texto está dividido em três partes: a primeira delas visa a examinar o sindicalismo no período populista; a segunda, o contexto do surgimento do Novo Sindicalismo e suas principais características; e a terceira destina-se ao exame das possibilidades de rupturas e continuidades na relação sindicato e Estado da perspectiva dos autores mencionados e suas conseqüências para o movimento sindical no Brasil.
9

Diagnóstico del Movimiento Sindical en América Latina.

Quintana Abbate, María Teresa, Silva Sajuria, Victoria Fernanda January 2004 (has links)
Memoria (licenciado en ciencias jurídicas y sociales) / No autorizada por los autores para ser publicada a texto completo / La Organización Internacional del Trabajo en su constante compromiso de velar por la promoción y mejoramiento del derecho de libertad sindical, ha instado a los países a fortalecerla en sus legislaciones internas y ha dispuesto organismos de control que garanticen el respeto de la ix misma. No obstante, tales acciones no han sido suficientes para contrarrestar esta tendencia y la disminución de la afiliación sindical se ha mantenido. Esta situación ha llevado a cuestionar la permanencia de la organización sindical a través del tiempo. Determinar las causas de este fenómeno ha sido objeto de investigación de distintas disciplinas, concluyendo que los factores que lo originan son múltiples y diversos. Nuestro trabajo pretende exponer tales factores y entregar una visión actualizada del comportamiento del movimiento sindical en la Región Latinoamericana y particularmente en Chile, considerando como elementos de diagnóstico la legislación vigente, la adhesión y cumplimiento de convenios internacionales sobre la materia, apoyados en datos estadísticos y aspectos de orden sociológico
10

O 'novo' no sindicalismo brasileiro: características, impasses e desafios

Zanetti, Lorenzo 30 June 1993 (has links)
Submitted by Nathanne_estagiaria Silva (nathanne.silva@fgv.br) on 2012-01-27T18:55:02Z No. of bitstreams: 1 000060898.pdf: 5725049 bytes, checksum: 2a73e5e62b0570f64bb40c617ca1c51a (MD5) / Made available in DSpace on 2012-01-27T19:03:29Z (GMT). No. of bitstreams: 1 000060898.pdf: 5725049 bytes, checksum: 2a73e5e62b0570f64bb40c617ca1c51a (MD5) Previous issue date: 1993 / O 'Novo Sindicalismo', como se convencionou chamar o movimento sindical nascido com as greves de 1978 no ABC paulista, tem suas raízes num amplo movimento social que veio se desenvolvendo nos anos da ditadura e hoje continua vivo, na Central Única dos Trabalhadores-CUT. Caracterizar o 'novo' deste sindicalismo e a Central que dele nasce é o tema deste trabalho. Com este objetivo, inicíamos o trabalho, partindo de fatos da história do movimento, de sua origem, de sua ação, de sua composição interna, de suas posições políticas e ideológicas, das resoluções dos congressos e da leitura, que destes fatos, fizeram os trabalhadores e os cientistas sociais. Acompanhando estes fatos, desenvolveu-se uma reflexão sobre o processo vivido por amplos setores assalariados, ao longo dos últimos quinze anos, durante os quais, passando por importantes mudanças políticas e profundas crises econômicas, se consolidou, no Brasil, uma nova praxis sindical. O trabalho aponta, finalmente, para os desafios que a CUT enfrenta para superar os impasses em sua organização, para avançar no aprofundamento de sua concepção sindical e para garantir a dimensão ética e cultural em sua prática.

Page generated in 0.0612 seconds