• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 435
  • 44
  • 10
  • 10
  • 10
  • 8
  • 8
  • 7
  • 4
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • Tagged with
  • 504
  • 128
  • 116
  • 106
  • 100
  • 87
  • 84
  • 84
  • 79
  • 78
  • 61
  • 60
  • 59
  • 53
  • 50
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
61

Novas tendências do sindicalismo face as mudanças nas relações de trabalho

Nascimento, Thelma Suely Borba do January 2000 (has links)
Made available in DSpace on 2009-11-18T18:56:23Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2000 / A presente dissertação é objetivo de preocupação da mestranda em relação ao futuro do Movimento Sindical Brasileiro, novas tendências e perspectivas, tendo tomado como espaço geográfico para realização da pesquisa, o município do Rio de Janeiro , considerando como fonte de observação, o sindicalismo atrelado às instituições públicas e as privadas. O tema foi escolhido, devido ao seu posicionamento estratégico no cenário sócio-político-econômico do Brasil, apresentando o delineamento do Sindicalismo face o mundo do Trabalho, que vem já se apresentando para esse terceiro milênio, com as influências das mudanças que vêm ocorrendo nas Relações de Trabalho. Esta dissertação foi estruturada em sete capítulos, sendo que o primeiro define a problemática que foi investigada, delimitações espacial e temporal e justificativa de relevância da pesquisa. O segundo capítulo apresentou a metodologia usada, os tipos de pesquisa, os instrumentos de coleta de dados, o tratamento e as limitações do método que ocorreram na pesquisa. Um dos aspectos relevantes da pesquisa, foi contextualização do Movimento Sindical, apresenta no terceiro capítulo, primeiramente por meio de uma visão histórica, sua origem e evolução até os dias de hoje, abrangendo o Movimento Operário Brasileiro, o Corporativismo de 1930, até o Novo Sindicalismo pós-Constituição Federal de 1988, incluindo a abertura política e os Governos Collor, Itamar Franco e Fernando Henrique Cardoso. Além de abranger os Recursos Humanos e as Relações de Trabalho no Brasil, apresentando a evolução dos Recursos-Humanos, pós-70, com as mudanças nas Relações de Trabalho no Brasil, ressaltando a política proativa de Recursos Humanos.
62

Organização sindical dos trabalhadores e trabalhadoras rurais do Espírito Santo : o processo de construção da FETAES

Jesus, Charles Travezani de 08 July 2011 (has links)
Made available in DSpace on 2016-08-29T11:12:41Z (GMT). No. of bitstreams: 1 tese_4014_Charles Travezani de Jesus.pdf: 1048399 bytes, checksum: b2d13e7ea805fe74de7b1b0da9eb9372 (MD5) Previous issue date: 2011-07-08 / Capes / O presente trabalho remonta a história da formação e consolidação da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Espírito Santo através de entrevistas e análise documental; visa compreender os posicionamentos dessa organização frente às mudanças que vêm ocorrendo no Brasil da década de 1960 até a década de 1990. Partindo da premissa que os movimentos camponeses são expressão de uma sociedade capitalista e, no caso do Brasil, de um país capitalista dependente, a pesquisa bibliográfica identifica: o lugar do Brasil em uma economia capitalista mundializada e como que o desenvolvimento da ordem social competitiva criou as contradições que deram origem às rebeliões do campo. Analisa o processo de amadurecimento dos movimentos camponeses, princip almente, o surgimento das Ligas Camponesas ligadas a Francisco Julião e a intervenção do Partido Comunista Brasileiro e como a movimentação promovida por essas duas organizações vão criar a base para o surgimento do Movimento sindical dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (MSTTR). Destacamos a intervenção do PCB que vai promover junto com o Partido Trabalhista Brasileiro um grande processo de sindicalização dos trabalhadores rurais. O MSTTR no inicio da década de 1960 vai chegar ao seu auge com o surgimento da Confederação dos Trabalhadores na Agricultura (CONTAG). Ao mesmo tempo o Brasil que estava sendo governado por um presidente que de certa forma se aproximava dos movimentos populares sofre o golpe militar e o movimento sindical passa ser atrelado ao estado, inaugurando assim a fase dos sindicalistas pelegos no MSTTR. A Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Espírito Santo nasce em meio ao regime militar e até a década de 1980 vai ser hegem onizada pelos pelegos. Na década de 1970 um novo grupo político passa a ser articulado no MSTTR do Espírito Santo, apoiado por setores progressistas da igreja Católica, esse grupo foi chamado de oposição sindical e vai, na década de 1980, disputar a hegemonia do MSTTR com os chamados pelegos. Quando esse grupo alcança a hegemonia, a sociedade brasileira passa por profundas mudanças que vão atuar de forma a alterar os posicionamentos da oposição sindical.
63

Sindicalismo e estado corporativista

Dias, Maria de Fatima Sabino 05 December 2013 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 1985. / Made available in DSpace on 2013-12-05T19:52:32Z (GMT). No. of bitstreams: 1 321240.pdf: 2667381 bytes, checksum: c5ad6a802ac24bb84cea968a901f8668 (MD5)
64

Contrato coletivo de trabalho: uma alternativa global para a reformulação de negociação coletiva

Leal, Sandra Regina January 1997 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciencias Juridicas / Made available in DSpace on 2013-12-05T20:36:32Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 1997Bitstream added on 2016-01-08T22:07:20Z : No. of bitstreams: 1 109694.pdf: 3545258 bytes, checksum: 4f994077abfe7b4c6fddca373bb9fdeb (MD5) / O fator impulsionador do estudo da negociação coletiva de trabalho - e do contrato coletivo - foi a propalação permanente, tanto no meio acadêmico quanto na sociedade civil, da necessidade de mudanças na relações trabalhistas brasileiras. Partindo desta constatação, entendeu-se que, através do aprofundamento teórico dos elementos que a integram, sempre observados e contextualizados histórica, sociológica, política, econômica e juridicamente, poderia se fazer uma análise do que o modelo significa no presente para então definir-se o que poderia ser redimensionado.
65

Uma evolução nas relações de trabalho

Sayed, Kassem Mohamed el January 2003 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção / Made available in DSpace on 2012-10-20T23:59:26Z (GMT). No. of bitstreams: 1 225189.pdf: 1607785 bytes, checksum: 3bf32f98a7e6c3d1ed6c1aecdb31bd9d (MD5) / O Sistema de Relações de Trabalho passou a ser nas últimas décadas um assunto cada vez mais presente nas discussões em todos os níveis da sociedade, uma vez que cabe ao mesmo dar a sustentação a todo e qualquer processo produtivo. Os modelos experimentados, quase sempre atribuíram a estas relações o traço ideológico marcante da presença do confronto e sempre com características disfuncionais, reforçando a idéia de que sempre haveria um perdedor e um ganhador como resultado. O objetivo que buscamos no desenvolvimento deste trabalho foi o de apresentar a evolução que o Sistema de Relações de Trabalho veio experimentado, embora não na mesma velocidade, ao longo da transformação do processo produtivo, e a sua persistente busca pela produtividade através das invenções e muito pouco através das relações. Um dos principais atores deste sistema - Sindicalismo e Sindicato - recebe atenção especial ao apresentarmos a sua origem, não só ideológica, mas também como um processo histórico, assim como a evolução de sua luta para acompanhar a Revolução Industrial, suas principais reivindicações em cada etapa da história, e os desdobramentos que vem experimentando até os dias de hoje. Isto nos levou através de um processo de pesquisa bibliográfica e documental com textos de livre tradução e discussões com lideranças sindicais e empresariais, do Japão, da Europa e da América do Sul, a apresentar características que este sistema proporcionou em alguns países da Europa, da Ásia e do Brasil. Demos forte ênfase ao modelo de relações de trabalho, apesar das diferenças sociais e culturais, aplicado no Japão onde, além do Sindicato por Empresa (que deve conduzir a Negociação Coletiva), existe uma outra estrutura chamada de Roshin Kyo Gui Sei (Consulta Conjunta Gestão Trabalho), que permite a participação dos trabalhadores e gestores na melhoria da produtividade das empresas.
66

O Projeto Terra Solidária desenvolvido pela Escola Sul - CUT

Beduschi, Maria Luiza January 2003 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação. / Made available in DSpace on 2012-10-20T12:26:29Z (GMT). No. of bitstreams: 1 198180.pdf: 343710 bytes, checksum: e41fa1aa9db55e8964c549df57d43585 (MD5) / O presente trabalho trata de identificar as articulações entre o Projeto Terra Solidária, desenvolvido pela Escola Sul da CUT, e as orientações do Banco Mundial e CEPAL para as políticas públicas no âmbito da educação, no contexto da reforma da educação profissional implementada nos anos 90. Para tanto, utilizamos os documentos das agências internacionais acerca da política educacional, da legislação específica e dos documentos da Central Única dos Trabalhadores a respeito da educação profissional. Evidencia-se que o Projeto Terra Solidária, embora se proponha a contribuir para a elaboração de uma educação profissional de qualidade com vistas aos interesses da classe trabalhadora, vem contribuindo também para a promoção de modalidades educacionais alternativas e/ou substitutas da educação, de nível básico, no sistema educacional, numa perspectiva de descentralização do Estado brasileiro.
67

A organização internacional dos trabalhadores metalúrgicos na Mercedes-Benz: perspectivas de contra-hegemonia local-global

Rodrigues, Eduardo Magalhães [UNESP] January 2013 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2015-10-06T13:03:25Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2013. Added 1 bitstream(s) on 2015-10-06T13:18:33Z : No. of bitstreams: 1 000732436.pdf: 1111778 bytes, checksum: ba0649a6d01a6e55aaa1de4833a15a91 (MD5) / A presente dissertação analisa a experiência de organização sindical internacional a partir dos trabalhadores na Mercedes-Benz do Brasil na cidade de São Bernardo do Campo. Digo a partir, pois a própria natureza do processo levou à conexão global com os trabalhadores localizados em unidades de outros países da mesma transnacional. Há, entre os atores políticos mais diversos, bem como no mundo acadêmico, a controversa questão sobre a importância do movimento sindical não só no Brasil, mas também em nível internacional. Isto é, contesta-se a respeito da efetividade do sindicalismo internacional diante a globalização hegemônica do capital. Uma questão diz respeito se as práticas adotadas, mesmo que ainda incipientes, significam uma futura alternativa ao modelo hegemônico. Outra trata se a perspectiva internacional sindical em curso pode contribuir para a manutenção ou novas conquistas para os trabalhadores. Tais questões são vitais, especialmente em um mundo de intensa e ainda crescente globalização em todos os setores sociais. Evidenciou-se a indicação de respostas positivas às dúvidas acima, sugerindo que, não obstante a crise atual, também, do movimento sindical internacional, trata-se de uma estratégia exequível e mesmo indispensável ao trabalhador. A metodologia seguida, além das referências teóricas, lançou mão, basicamente, da pesquisa de campo por meio do estudo de fontes primárias e entrevistas junto aos principais protagonistas da trajetória internacional que em 2014 completa 30 anos. / The present dissertation is focused on the experience of the international trade union organization of workers since Mercedes-Benz Brazil in São Bernardo do Campo. I highlight since because the very nature of the process led to the global connection with employees located at industrial units in foreigner countries of the same transnational company. Among several political players as well as in the academic world, there is the controversial issue about the importance of the union movement not only in Brazil, but also internationally. In other words, the main issue is about the effectiveness of international trade unionism in the presence of the capital hegemonic globalization. On one hand concerns if it is possible that this practice means an alternative to the hegemonic model, even being, nowadays, in an incipient stage. On the other hand if the international trade union perspective can contribute to the maintenance or new achievements of the workers. Such issues are strongly important, mainly in a world of intense and growing globalization of all sectors of society. There was an indication of positive responses to both questions above, suggesting that, despite the current worldwide crisis, involving the international trade union movement as well, is an feasible strategy and even essential to the worker. The methodology, besides the theoretical references, dealt with field research collecting primary data and interviews with the main protagonists of the international trajectory, which completes 30 years in 2014.
68

Santo Dias: a construção da memória (1962-2005)

Diniz, Carlos Alberto Nogueira [UNESP] 28 June 2013 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:26:37Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2013-06-28Bitstream added on 2014-06-13T18:30:13Z : No. of bitstreams: 1 diniz_can_me_assis.pdf: 8611333 bytes, checksum: 8fc96cc68d5aec696104930dd8c7c244 (MD5) / Pretendo nessa pesquisa analisar a construção da memória de Santo Dias da Silva, para essa análise utilizarei múltiplas fontes, algumas produzidas durante sua vida e outras depois de sua morte. As fontes são escritas, orais, visuais, ou seja, fruto de uma memória familiar e também de uma memória coletiva construída a partir de sua morte, formam assim o acervo “Santo Dias no Cedem. Para analisar a construção da memória de Santo Dias é necessário ter duas perspectivas diferentes: a primeira caracteriza-se pelo operário militante e desconhecido; a segunda a figura do que seria um “mártir operário” morto pela repressão da ditadura / I want this research was to analyze the construction of memory of Santos Dias da Silva, for this analysis I will use multiple sources, some produced during its life and other after his death. The sources are written, visual, oral, or, as a result of a memory family and also a collective memory built from his death, form the acquis Santo Dias in Cedem. To analyze the construction of memory of Santo Dias is necessary to take two different perspectives: the first characterizes-by worker militating and unknown; the second the figure of which would be a martyr operative slain by the repression of dictatorship
69

Formas de atuação de entidades sindicais do RGS : estudo comparativo entre sindicatos vinculados à CUT e a Força Sindical

De Re, Cesar Augusto Tejera January 2000 (has links)
O presente trabalho tem como objetivos identificar a percepção dos líderes sindicais frente às mudanças que estão sendo propostas na estrutura sindical brasileira e na flexibilização de direitos sociais e compreender o funcionamento das entidades pesquisadas, apresentando suas principais bandeiras de luta e a forma como atuam para alcançá-las. A revisão da literatura estrutura-se em torno das implicações da globalização econômica sobre o processo produtivo e as relações de trabalho, a evolução histórica dos sindicatos brasileiros, as caraterísticas do atual modelo sindical brasileiro e as transformações que estão sendo propostas para mudança desse modelo. A metodologia adotada é a do estudo exploratório descritivo combinado, dividido em duas fases – uma fase qualitativa e outra quantitativa. A análise dos dados identifica a posição das lideranças de dois grupos de sindicatos, um vinculado à Central Única dos Trabalhadores - CUT e outro associado à Força Sindical. A análise é complementada com os dados obtidos nas entrevistas realizadas com uma liderança de cada uma das centrais citadas. A partir dos dados apontados na pesquisa, tecem-se os comentários finais.
70

"João Ferrador na República de São Bernardo" : o impacto do "novo" movimento sindical do ABC paulista no processo de transição democrática (1977-1980)

Silva, André Luis Corrêa da January 2006 (has links)
Nesta dissertação, analisa-se o impacto do surgimento do “novo” sindicalismo no ABC Paulista através da ação do Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo e Diadema no processo de abertura política. A ação desse importante ator coletivo naquela conjuntura resultou numa gama de novos repertórios de ação coletiva, bem como no reaparecimento da questão operária, após quase uma década de desaparecimento público. Esse novo ímpeto para a ação, produzido na relação conflitiva com os empresários e após com o Estado, serviu não só para produzir uma identidade política para os metalúrgicos do ABC paulista, com também uma agenda de demandas que se ampliava a cada embate e, sobretudo, um tensionamento sobre a esfera política, fazendo avançar o conteúdo nitidamente conservador assumido pela abertura “pelo alto”. A análise se concentrou no período que vai do ano de 1977 ao ano de 1980, avançando, portanto, sobre a data de fundação do Partido dos Trabalhadores, que serviria de referência para a entrada do movimento num campo marcadamente político-partidário. A análise do tema, através do uso de diversos materiais, dentre os quais entrevistas inéditas com sindicalistas que vivenciaram os acontecimentos, além de farta documentação da imprensa sindical do período, possibilitou situar a dimensão alcançada pela luta sindical naquela conjuntura e a forma como repercutiu na política nacional. / In this research, the impact of the sprouting of “new” the unionism in the São Paulo ABC through the action of the Union of the Metallurgist is analyzed of Is Bernardo do Campo and Diadema in the opening process politics. The action of this important collective actor in that conjuncture resulted in a gamma of new repertoires of class action, as well as in the reappearance of the laboring question, after almost one decade of public disappearance. This new impetus for the action, produced in the conflict relation with the entrepreneurs and after with the State, not only served to produce an identity politics for the metallurgist of the São Paulo ABC, with also an agenda of demands that if it extended to each shock and, over all, a tension on the sphere politics, making to advance the content clear conservative assumed for the opening “for the high one”. The analysis if concentrated in the period that goes of the year of 1977 to the year of 1980, advancing, therefore, on the date of foundation of the Party of the Workers, that would marked serve of reference for the entrance of the movement in a field marked politician-partisan. The analysis of the subject, through the use of diverse materials, amongst which unknown interviews with syndicalists who had lived deeply the events, beyond satiated documentation of the syndical press of the period, made possible to point out the dimension reached for the syndical fight in that conjuncture and the form as it reed-echo in the national politics.

Page generated in 0.1153 seconds