• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 446
  • 3
  • 3
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • Tagged with
  • 459
  • 214
  • 153
  • 106
  • 82
  • 66
  • 66
  • 64
  • 60
  • 58
  • 49
  • 39
  • 37
  • 33
  • 33
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Produção de P(3HB) por Bacillus megaterium utilizando permeado de soro de leite

Hassemer, Guilherme de Souza January 2016 (has links)
O uso de fontes de carbono de baixo custo para a obtenção de produtos de alto valor agregado vem recebendo grande interesse atualmente. O permeado de soro de leite é um resíduo oriundo do processo de ultrafiltração do soro de leite. Este composto é rico em carboidratos (lactose), o que faz com que seu tratamento possa se tornar problemático, considerando o volume de efluente gerado bem como a alta demanda bioquímica e química de oxigênio (DBO e DQO, respectivamente). A lactose presente no permeado de soro pode ser empregada no processo de obtenção do polihidroxibutirato (P(3HB)), reduzindo os custos de tratamento do permeado de soro bem como os impactos ambientais causados pelo descarte do mesmo e ainda auxiliando na redução do custo de obtenção do P(3HB). Um microrganismo capaz de utilizar lactose para produzir P(3HB) é o Bacillus megaterium, uma bactéria gram-positiva que apresenta boa tolerância a temperatura e resistência a altas pressões osmóticas, o que encoraja sua utilização no processo biotecnológico do P(3HB). No presente estudo, diferentes fontes de carbono foram testadas (sacarose, lactose P.A. e permeado de soro de leite). As culturas contendo permeado de soro foram ainda avaliadas quanto a necessidade de suplementação de micronutrientes e fonte de nitrogênio ((NH4)2SO4, 2,0 g·L-1). Foram realizados testes em estufa rotatória (30 ºC, 180 rpm, 36 h), que indicaram que existe sim a necessidade de suplementar o permeado de soro tanto com micronutrientes quanto com fonte de nitrogênio. Foi possível perceber ainda que B. megaterium apresentou certa dificuldade em metabolizar a lactose, assim sendo testou-se então permeado de soro hidrolisado com ambas as suplementações. O meio de cultivo que apresentou o melhor desempenho, foi então utilizado em cultivos em biorreator buscando otimizar o processo. Nos cultivos em biorreator, avaliou-se a influência da velocidade de agitação e pH no acúmulo de P(3HB). Os melhores resultados encontrados foram obtidos utilizando 4 L∙min-1 de ar, 300 rpm (kLa de 0,016 s-1) e pH livre, onde após 24 h se obteve 4,42 g·L-1 de biomassa total contendo 50,4 % (2,23 g·L-1) de P (3HB). / The use of low-cost carbon sources to obtain high value products has received great interest nowadays. Whey permeate is a residue derived from the ultrafiltration process of whey and is usually discarded as wastewater. It is high in carbohydrates (lactose), which can cause issues with its disposal, mainly due to its sheer volume and high biochemical and chemical oxygen demands (BOD and COD respectively). The lactose present in whey permeate can be used in to obtain polyhydroxybutyrate (P(3HB)), reducing costs related to whey permeate treatment as well as lessening possible environmental impacts caused by its disposal and even assisting in reducing the costs to obtain P(3HB). Bacillus megaterium is a microorganism capable of utilizing lactose to produce P(3HB). It is a gram-positive bacteria, with good tolerance to temperature and high resistance to osmotic pressure, which encourages their use in biotechnological process of P(3HB) production. In this study, different carbon sources were tested (sucrose, P.A. lactose and whey permeate). The cultures containing whey permeate were also evaluated regarding the need of micronutrient and nitrogen source ((NH4)2SO4, 2.0 g · L-1) supplementation. Initial shake flask tests (30 ºC, 180 rpm, 36 h) indicated that there is indeed a need to supplement whey permeate with micronutrients and with a nitrogen source. It was also possible to notice that B. megaterium displayed some difficulty in metabolizing lactose, therefore hydrolysed whey permeate was then tested using both supplementations. The culture medium with the best performance was then used in bioreactor batch cultures in order to optimize the process. In these cultures the influence of stirring speed and pH in the accumulation of P(3HB) was tested. The best results found were obtained using 4 L∙min-1 of O2, 300 rpm (kLa of 0.016 s-1) and uncontrolled pH. After 24 h in these conditions 4.42 g · L-1 of total biomass containing 50.4 % (2.23 g · L-1) of P (3HB) was obtained.
2

Produção de P(3HB) por Bacillus megaterium utilizando permeado de soro de leite

Hassemer, Guilherme de Souza January 2016 (has links)
O uso de fontes de carbono de baixo custo para a obtenção de produtos de alto valor agregado vem recebendo grande interesse atualmente. O permeado de soro de leite é um resíduo oriundo do processo de ultrafiltração do soro de leite. Este composto é rico em carboidratos (lactose), o que faz com que seu tratamento possa se tornar problemático, considerando o volume de efluente gerado bem como a alta demanda bioquímica e química de oxigênio (DBO e DQO, respectivamente). A lactose presente no permeado de soro pode ser empregada no processo de obtenção do polihidroxibutirato (P(3HB)), reduzindo os custos de tratamento do permeado de soro bem como os impactos ambientais causados pelo descarte do mesmo e ainda auxiliando na redução do custo de obtenção do P(3HB). Um microrganismo capaz de utilizar lactose para produzir P(3HB) é o Bacillus megaterium, uma bactéria gram-positiva que apresenta boa tolerância a temperatura e resistência a altas pressões osmóticas, o que encoraja sua utilização no processo biotecnológico do P(3HB). No presente estudo, diferentes fontes de carbono foram testadas (sacarose, lactose P.A. e permeado de soro de leite). As culturas contendo permeado de soro foram ainda avaliadas quanto a necessidade de suplementação de micronutrientes e fonte de nitrogênio ((NH4)2SO4, 2,0 g·L-1). Foram realizados testes em estufa rotatória (30 ºC, 180 rpm, 36 h), que indicaram que existe sim a necessidade de suplementar o permeado de soro tanto com micronutrientes quanto com fonte de nitrogênio. Foi possível perceber ainda que B. megaterium apresentou certa dificuldade em metabolizar a lactose, assim sendo testou-se então permeado de soro hidrolisado com ambas as suplementações. O meio de cultivo que apresentou o melhor desempenho, foi então utilizado em cultivos em biorreator buscando otimizar o processo. Nos cultivos em biorreator, avaliou-se a influência da velocidade de agitação e pH no acúmulo de P(3HB). Os melhores resultados encontrados foram obtidos utilizando 4 L∙min-1 de ar, 300 rpm (kLa de 0,016 s-1) e pH livre, onde após 24 h se obteve 4,42 g·L-1 de biomassa total contendo 50,4 % (2,23 g·L-1) de P (3HB). / The use of low-cost carbon sources to obtain high value products has received great interest nowadays. Whey permeate is a residue derived from the ultrafiltration process of whey and is usually discarded as wastewater. It is high in carbohydrates (lactose), which can cause issues with its disposal, mainly due to its sheer volume and high biochemical and chemical oxygen demands (BOD and COD respectively). The lactose present in whey permeate can be used in to obtain polyhydroxybutyrate (P(3HB)), reducing costs related to whey permeate treatment as well as lessening possible environmental impacts caused by its disposal and even assisting in reducing the costs to obtain P(3HB). Bacillus megaterium is a microorganism capable of utilizing lactose to produce P(3HB). It is a gram-positive bacteria, with good tolerance to temperature and high resistance to osmotic pressure, which encourages their use in biotechnological process of P(3HB) production. In this study, different carbon sources were tested (sucrose, P.A. lactose and whey permeate). The cultures containing whey permeate were also evaluated regarding the need of micronutrient and nitrogen source ((NH4)2SO4, 2.0 g · L-1) supplementation. Initial shake flask tests (30 ºC, 180 rpm, 36 h) indicated that there is indeed a need to supplement whey permeate with micronutrients and with a nitrogen source. It was also possible to notice that B. megaterium displayed some difficulty in metabolizing lactose, therefore hydrolysed whey permeate was then tested using both supplementations. The culture medium with the best performance was then used in bioreactor batch cultures in order to optimize the process. In these cultures the influence of stirring speed and pH in the accumulation of P(3HB) was tested. The best results found were obtained using 4 L∙min-1 of O2, 300 rpm (kLa of 0.016 s-1) and uncontrolled pH. After 24 h in these conditions 4.42 g · L-1 of total biomass containing 50.4 % (2.23 g · L-1) of P (3HB) was obtained.
3

Estudo de estratégias de produção de poli(3-hidroxibutirato-co-3-hidroxivalerato) por ralstonia eutropha utilizando substratos de baixo custo e ácido propiônico /

Marangoni, Cintia January 2000 (has links)
Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. / Made available in DSpace on 2012-10-17T20:52:18Z (GMT). No. of bitstreams: 0Bitstream added on 2014-09-25T19:12:28Z : No. of bitstreams: 1 161445.pdf: 51631976 bytes, checksum: fbc7facccab9c5e59660c0773433e8c4 (MD5) / O desenvolvimento de estratégias de produção de poli(3-hidroxibutirato-co-3-hidroxivalerato) a partir de substratos de baixo custo buscando melhorar a incorporação de unidades de 3-hidroxivalerato ao polímero através de diferentes estratégias de alimentação de ácido propiônico foi estudado. Visando testar substratos alternativos que diminuíssem o custo de produção, foram realizados testes em frascos agitados, estudando-se o crescimento de R. eutropha em diferentes fontes de carbono. Em substituição à fonte de nitrogênio normalmente utilizada (sulfato de amônio), utilizou-se a milhocina, resíduo da maceração do milho. Experimentos em regime descontínuo alimentado foram realizados em biorreator, estudando-se a alimentação ou carência de fósforo (elemento limitante). Com o objetivo de melhorar a incorporação de unidades de 3HV ao P(3HB-co-3HV) foram aplicadas três estratégias de alimentação de ácido propiônico (regulação de pH, pulsos e alimentação contínua) em culturas conduzidas com açúcar invertido e soro de leite. Estudou-se a utilização de ácido oleico como suplemento nutricional na cultura com alimentação contínua e obtiveram-se melhores resultados de produtividade e de acúmulo de polímero, porém com menor quantidade de 3HV incorporada, em relação à cultura não suplementada. As características térmicas do polímero obtido foram comparadas ao polímero comercial e apresentaram-se muito próximas.
4

Virus respiratorio sincicial bovino : padronização e comparação de tecnicas sorologicas

Domingues, Helena Gallicchio 20 October 2000 (has links)
Orientador: Clarice Weis Arns / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia / Made available in DSpace on 2018-07-27T02:26:44Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Domingues_HelenaGallicchio_M.pdf: 3430595 bytes, checksum: ec59d99db25139771cd4d4d2b1ba15b4 (MD5) Previous issue date: 2000 / Resumo: Neste trabalho foram adaptados e padronizados dois ensaios imunoenzimáticos (dot ELISA e S-ELISA), para auxiliar 110 diagnóstico do vírus respiratório sincicial bovino (BRSV). A amostra vira! padrão, BRSV -25-BR isolada 110 Brasil foi utilizada nos dois ensaios, tendo sido produzida em célula CER e processadas por ultracentrifugação em gradiente descontínuo de sacarose 30-55% (v/v). Foram analisadas 423 amostras de sorosco1etados nos principais centros de bovinocultura do país. as quais foram submetidas ao teste padrão de soroneutralização (SN). onde 67,8% das amostras foram positivas. A técnica de dot-EUSA, utjlizando O.7/µg de proteína purificada por disco, detectou 71,6% deamostras positivas, apresentando uma sensibilidade de 92.3% e especificidade de 71,3%. Oteste de S-EUSA, utilizando 3,0 µg de proteina bruta por poço, detectou 72.5% de amostras positivas, com sensibilidade de 91.6% e especificidade de 68,4%. Por meio dos dados coletados, valida-se os testes de S-ELISA e dot-ELISA para a detecção de anticorpos anti-BRSV como alternativa para o uso em laboratório e no campo / Abstract: Two Enzyme-Linked Immunosorbent Assay techniques (dot-ELISA e S-ELISA) were developed to detection of antibodies against Bovine Respiratory Syncytial Virus (BRSV). The antigen was produced in Chicken Embroyo Related (CER) continuous cell line, inoculated with virus strain , BRSV-25-BR, isolated in Brazil, and it was processed by centrifugation 1hrougb a discontinue sucrose gradient (30-55% p/v). Four hundred twenty three bovine serum samples were analised by the standard test of serum neutralization (SN), and 67,8% were positive. Dot-ELISA test was standardized, utilizing 0,7 .µg of purified BRSV protein per nitrocelulosis disc, anel 3,0 µg per well in the S-ELISA test. The dot-ELISA test detected 71,6% of positives serum samples, showing a sensitivity of 92,3% and a specificity of 71.3%. The S-ELlSA test, detected 72,5% of positive serum samples. with a sensitivity of 91,6% and specificity by 68,4%. These results show that dot-ELISA and S-ELISA tests may be an option to detect anti-BRSV antibodies in labarotory and field / Mestrado / Microbiologia / Mestre em Genética e Biologia Molecular
5

Ultrafiltração de soro doce de queijo Minas Frescal : efeito de pre-tratamento do soro no desempenho da membrana e na composição de solubilidade do concentrado proteico de soro

Viotto, Walkíria Hanada, 1956- 12 November 1993 (has links)
Orientador: Salvador Massaguer Roig / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Engenharia de Alimentos / Made available in DSpace on 2018-07-18T16:34:35Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Viotto_WalkiriaHanada_D.pdf: 7469524 bytes, checksum: 5319e915f09ddeca6cb8be4dcc71c40a (MD5) Previous issue date: 1993 / Resumo: Soro de queijo Minas Frescal foi submetido a várias condições de pré-tratamentos e concentrado por ultrafíltração em membrana de fibras paralelas. Foi estudado o efeito combinado dos pré-tratamentos clarificação, tratamento térmico e ajuste do pH do soro, sobre o desempenho do processo de ultrafiltração, particularmente a influência sobre fluxo de permeado, retenção de componentes pela membrana e rendimento protéico. Amostras de soro original, soro tratado, retentado e permeado obtidos a fatores de concentração volumétrico de 2, 5, 10 e 15 foram analisadas quanto a composição e quanto a solubilidade protéica a pH 3, pH 4,6 e pH 7. O acompanhamento das mudanças de composição, em todas as etapas do processo permitiu verificar o efeito do pré-tratamento do soro sobre a composição final do concentrado protéico de soro e a perda de proteína no permeado, que variaram em função das condições de pré-tratamento. As análises de solubilidade protéica a pH 4,6 mostraram que a pasteurização do concentrado protéico de soro foi a etapa que causou maior desnaturação protéica, resultando na diminuição da solubilidade das proteínas. Houve declínio do fluxo de permeado, diminuição do rendi- mento de proteína e aumento da retenção dos componentes com o aumento do fator de concentração volumétrico e do tempo de UF. A clarificação não exerceu nenhum efeito sobre a taxa de permeação durante a ultrafiltração, mas o aumento do pH de 5,6 para 6,5 e o aumento da intensidade do tratamento térmico provocaram o aumento do fluxo de permeado. A retenção dos componentes variou em função das condições de tratamento do soro, indicando que a retenção foi dependente do pré- tratamento e não somente uma característica da membrana. Das condições estudadas, a utilização de tratamento térmico a 68 °C/1 minuto e o ajuste do pH do soro a 5,6 favoreceram a obtenção de rendimentos de proteína mais elevados / Abstract: Minas Frescal cheese whey was submitted to a combination of various pre-treatments and concentration by ultrafiltration in hollow fiber membrane. The combined effect of the pre-treatments as clarification, heat treatment and adjustment of whey pH, on performance of UF was investigated, particularly the influence on permeate flux, components retention by membrane and protein yield. Samples of whey, treated whey, retentate and permeate obtained with different volumetric concentration factor (2, 5, 10 and 15) were characterized by their composition and protein solubi- lity at pH 3, pH 4.6 and pH 7. Following the observed changes of composition in all stages of processing permitted to verify the effect of whey pre-treatment on final composition of whey protein concentrate and on the protein lost in the permeate, which depend on pre-treatment conditions. Analysis of protein solubility at pH 4.6 showed that pasteurization of whey protein concentrate was the step responsible for major protein denaturation, resulting in reduction of protein solubility. As the volumetric concentration factor and time of ultra- filtration increased, there were a decline of permeate flux, increase of components retention and reduction of protein yield. The clarification did not affect permeation rate during ultrafiltration, but the increase of pH 5.6 to 6.5 and the increase of heat treatment intensity improved the permeate flux. The retention of components varied with whey pre-treatments conditions, indicating that retention was dependent of pre-treatment and not only a membrane characteristic. Within the conditions studied, the utilization of heat treatment at 6S°C/1 minute and the adjustment of whey pH to 5.6 favoured higher protein yields / Doutorado / Doutor em Tecnologia de Alimentos
6

Contribuição ao estudo do fracionamento de soro de queijo por ultrafiltração

Moretti, Roberto Hermínio, 1940- 19 July 2018 (has links)
Orientador: Yong Kum Park / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Tecnologia de Alimentos / Made available in DSpace on 2018-07-19T02:20:21Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Moretti_RobertoHerminio_D.PDF: 4956404 bytes, checksum: b8343cac125e91301a4ef284dd4b167e (MD5) Previous issue date: 1973 / Resumo: O resumo poderá ser visualizado no texto completo da tese digital / Abstract: The abstract is available with the full electronic document / Doutorado / Doutor em Tecnologia de Alimentos
7

Obtenção e caracterização de concentrado proteico de soro de queijo, por ultrafiltração

Mello, Elaise Maria de 21 March 1989 (has links)
Orientador: Salvador Massaguer Roig / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Engenharia de Alimentos / Made available in DSpace on 2018-07-16T19:43:17Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Mello_ElaiseMariade_M.pdf: 3899583 bytes, checksum: f58c41a5546d554742189540e4af4899 (MD5) Previous issue date: 1989 / Resumo: O soro de queijo é um resíduo altamente poluidor e suas proteínas apresentam excelente valor nutritivo, embora presentes no soro numa porcentagem de apenas 0,7 %. Como forma de concentrar estas proteínas usou-se, neste trabalho, a ultrafiltração. Os concentrados protéicos de soro obtidos por ultrafiltração (CPSU) em diferentes concentrações protéicas (entre 4,5 e 7,5 %) foram caracterizados em sua composição centesimal, desnaturação e aglomeração protéicas, e suas propriedades funcionais de emulsificação, gelificação e incorporação de ar. Os resultados mostram que a ultrafiltração é um processo eficiente para concentrar, em termos práticos, somente as proteínas e a gordura dentre os componentes do soro, e, que os CPSU obtidos apresentaram excelente capacidade de emulsificação e de gelificação. Os CPSU não formaram espumas provavelmente devido ao alto teor de gordura presente nas amostras. O congelamento afetou negativamente a capacidade de gelificação, embora não tenha afetado a capacidade de emulsificação; o ajuste do pH das amostras a 4,6 afetou negativamente ambas as propriedades funcionais. O ajuste do pH a 8,5 afetou positivamente as propriedades funcionais, porem, as amostras apresentaram péssimo aroma, não se mostrando adequadas para o uso em alimentos. As amostras emulsificadas e gelificadas em pH natural e 4,6 apresentaram excelente estabilidade. Os resultados aqui obtidos mostram que existem possibilidades de uso dos CPSU em alimentos como pudins, flans, produtos de salsicharia, sorvetes, maioneses, molhos para salada, sopas e outros / Abstract: Cheese whey, which is pollutant to the environment, has proteins with high nutritional value, even though their concentrations are at levels lower than 1 %. In this work the ultrafiltration was used as a concentration process. The whey proteins concentrated by ultrafiltration (WPCU) were obtained with different protein concentrations (varying between 4.5 and 7.5 %). The WPCU were characterized by their proximate composition, protein denaturation and aglomeration, and the functional properties of gel forming, emulsification and foaming capacity. The results show that the ultrafiltration is an efficient process to concentrate only the proteins and fat from the whey components, in practical terms. The WPCU showed excellent gelling and emulsifying capacities, however, WPCU did not form foams probably due to the high fat levels present in the samples. Freezing decreased the gelling capacity but did not affect the emulsifying capacity. The adjustment of the pH of the samples to 4.6 decreased both properties whereas adjustment to pH 8.5 increased the functional properties but the flavour of the samples were not acceptable. The gelled and emulsified samples had excelent stability. These results show possibilities of using WPCU in foods such as puddings, baby foods, sausages, ice creams, mayonnaise, salad dressings, soups and others / Mestrado / Mestre em Tecnologia de Alimentos
8

Valorização química do soro de queijo pela produção seletiva de lactitol por hidrogenação catalítica da lactose

SANTANA, Robison Silva de January 2003 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T18:07:50Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo8023_1.pdf: 510134 bytes, checksum: fbcd99e9a75b5ed1112a389eca1bec6a (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2003 / Objetivando o processamento do soro de queijo por hidrogenação, em razão do seu conteúdo em lactose, procedeu?se ao desenvolvimento do processo catalítico, tendose testado a hidrogenação deste dissacarídeo em solução aquosa. A reação foi processada utilizando soluções a 5% em massa de lactose pura sob diferentes condições de temperatura e pressão. A seguir estudou?se o efeito da concentração de níquel do catalisador na reação de hidrogenação. Condições adequadas foram selecionadas e aplicadas ao soro de queijo após desmineralização por processo de troca iônica e desproteinização por tratamento térmico; por adsorção com carvão ativado e hidroxiapatita. 0 comportamento cinético do processo foi modelado segunda a hidrogenação da lactose pura e para a hidrogenação do soro de queijo. Um mecanismo heterogêneo admitindo etapas heterogêneas de hidrogenação e hidrólise serviu como base para o modelo, o qual ajustado aos dados experimentais resultou na quantificação das correspondentes constantes de velocidade. A 120'C e 68 atin, a constante de velocidade de hidrogenação do soro de queijo assume valor de k= 9,999h?1 e a constante de hidrólise do soro vale k= 7,56x 10-2 L.g?1?1
9

Produção de P(3HB) por Bacillus megaterium utilizando permeado de soro de leite

Hassemer, Guilherme de Souza January 2016 (has links)
O uso de fontes de carbono de baixo custo para a obtenção de produtos de alto valor agregado vem recebendo grande interesse atualmente. O permeado de soro de leite é um resíduo oriundo do processo de ultrafiltração do soro de leite. Este composto é rico em carboidratos (lactose), o que faz com que seu tratamento possa se tornar problemático, considerando o volume de efluente gerado bem como a alta demanda bioquímica e química de oxigênio (DBO e DQO, respectivamente). A lactose presente no permeado de soro pode ser empregada no processo de obtenção do polihidroxibutirato (P(3HB)), reduzindo os custos de tratamento do permeado de soro bem como os impactos ambientais causados pelo descarte do mesmo e ainda auxiliando na redução do custo de obtenção do P(3HB). Um microrganismo capaz de utilizar lactose para produzir P(3HB) é o Bacillus megaterium, uma bactéria gram-positiva que apresenta boa tolerância a temperatura e resistência a altas pressões osmóticas, o que encoraja sua utilização no processo biotecnológico do P(3HB). No presente estudo, diferentes fontes de carbono foram testadas (sacarose, lactose P.A. e permeado de soro de leite). As culturas contendo permeado de soro foram ainda avaliadas quanto a necessidade de suplementação de micronutrientes e fonte de nitrogênio ((NH4)2SO4, 2,0 g·L-1). Foram realizados testes em estufa rotatória (30 ºC, 180 rpm, 36 h), que indicaram que existe sim a necessidade de suplementar o permeado de soro tanto com micronutrientes quanto com fonte de nitrogênio. Foi possível perceber ainda que B. megaterium apresentou certa dificuldade em metabolizar a lactose, assim sendo testou-se então permeado de soro hidrolisado com ambas as suplementações. O meio de cultivo que apresentou o melhor desempenho, foi então utilizado em cultivos em biorreator buscando otimizar o processo. Nos cultivos em biorreator, avaliou-se a influência da velocidade de agitação e pH no acúmulo de P(3HB). Os melhores resultados encontrados foram obtidos utilizando 4 L∙min-1 de ar, 300 rpm (kLa de 0,016 s-1) e pH livre, onde após 24 h se obteve 4,42 g·L-1 de biomassa total contendo 50,4 % (2,23 g·L-1) de P (3HB). / The use of low-cost carbon sources to obtain high value products has received great interest nowadays. Whey permeate is a residue derived from the ultrafiltration process of whey and is usually discarded as wastewater. It is high in carbohydrates (lactose), which can cause issues with its disposal, mainly due to its sheer volume and high biochemical and chemical oxygen demands (BOD and COD respectively). The lactose present in whey permeate can be used in to obtain polyhydroxybutyrate (P(3HB)), reducing costs related to whey permeate treatment as well as lessening possible environmental impacts caused by its disposal and even assisting in reducing the costs to obtain P(3HB). Bacillus megaterium is a microorganism capable of utilizing lactose to produce P(3HB). It is a gram-positive bacteria, with good tolerance to temperature and high resistance to osmotic pressure, which encourages their use in biotechnological process of P(3HB) production. In this study, different carbon sources were tested (sucrose, P.A. lactose and whey permeate). The cultures containing whey permeate were also evaluated regarding the need of micronutrient and nitrogen source ((NH4)2SO4, 2.0 g · L-1) supplementation. Initial shake flask tests (30 ºC, 180 rpm, 36 h) indicated that there is indeed a need to supplement whey permeate with micronutrients and with a nitrogen source. It was also possible to notice that B. megaterium displayed some difficulty in metabolizing lactose, therefore hydrolysed whey permeate was then tested using both supplementations. The culture medium with the best performance was then used in bioreactor batch cultures in order to optimize the process. In these cultures the influence of stirring speed and pH in the accumulation of P(3HB) was tested. The best results found were obtained using 4 L∙min-1 of O2, 300 rpm (kLa of 0.016 s-1) and uncontrolled pH. After 24 h in these conditions 4.42 g · L-1 of total biomass containing 50.4 % (2.23 g · L-1) of P (3HB) was obtained.
10

Obtenção e aplicação de concentrado proteico de soro de leite bovino em produtos carneos

Ribeiro, Helenyta Santos 04 October 2001 (has links)
Orientador : Aloisio Jose Antunes / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Engenharia de Alimentos / Made available in DSpace on 2018-07-28T00:50:43Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Ribeiro_HelenytaSantos_D.pdf: 40899420 bytes, checksum: b7c24dda57136600a195fafa67a7b1e7 (MD5) Previous issue date: 2001 / Resumo: O propósito deste estudo foi avaliar o comportamento das proteínas miofibrilares e de quatro concentrados protéicos de soro de leite (CPS) em sistema modelo, utilizando-os devido às suas propriedades funcionais compatíveis com aplicações na indústria da carne e investigar as características de textura dos produtos elaborados a partir dessas proteínas. Os CPSs foram avaliados em relação à solubilidade, gelatinização e emulsificação. As proteínas miofibrilares do músculo bovino Quadriceps femuris foram extraídas e testadas as propriedades funcionais, como foi feito nas amostras de CPS. Géis mistos (CPS e proteínas miofibrilares) foram avaliados pela sua propriedade funcional de gelatinização, para proporcionar informações sobre o propósito de substituição em sistemas cárneos. Os bolos de carne, hambúrgueres e salsichas foram elaborados de acordo com formulações clássicas, utilizadas pela indústria da carne. Nestes produtos, as proteínas miofibrilares foram substituídas em diferentes proporções pelos CPSs (1,0 a 5,0%). Todas as amostras de CPS utilizadas neste estudo apresentaram uma solubilidade alta (83,2 a 97,1%), bem como uma eficiente capacidade de emulsificação e gelatinização. As proteínas miofibrilares apresentaram uma capacidade de emulsificação e gelatinização inferior às proteínas do soro. A avaliação das salsichas, bolos de carne e hambúrgueres ("cooking yield" e análise do perfil de textura, ou TPA) demonstrou viabilidade de substituição / Abstract: The purpose of this study was to evaluate the behavior of the myofibrillar proteins and four whey protein concentrates in model system, and utilize the four whey protein concentrates due to their functional properties compatible with applications in the meat industry, and to investigate the textura1characteristics of the manufactured products with these proteins. WPCs was evaluated in relation to solubility, gelation and emulsification. Myofibrillar proteins from bovine muscle QuadriceDs femuris were extracted and tested for functional properties as it was done for the WPC samples. Mixed gels (WPC and myofibrillar proteins) were eVpluated for their functional property of gelation, to provide information about the intended substitution in meat systems. Meat loaves, meat patties and sausages were manufactured according to the classical formulations, utilized by the meat industry. In these products, myofibrillar proteins were replaced in different proportions by WPCs (1,Oto 5,0%). Ali WPCs samples utilized in this study showed a high solubility periormance (83,2 to 97,1%), as well as an efficient emulsification and gelatinization capacities. The myofibrillar proteins showed gelatinization and emulsifying capacity lower than whey proteins. The evaluation of sausages, meat loaves and meat patties (cooking yield, TPA) have shown the feasibility of the substitution / Doutorado / Doutor em Ciência da Nutrição

Page generated in 0.0444 seconds