• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 55
  • Tagged with
  • 55
  • 27
  • 19
  • 18
  • 15
  • 14
  • 14
  • 12
  • 11
  • 8
  • 8
  • 7
  • 6
  • 6
  • 5
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Potencial de isolados bacterianos para uso em processos biotecnológicos e agroindustriais / Potential of bacterial isolates for use in biotechnological and agribusiness processes

Sacco, Laís Postai [UNESP] 09 June 2017 (has links)
Submitted by LAÍS POSTAI SACCO null (31625110898) on 2017-06-21T15:01:55Z No. of bitstreams: 1 Tese_Lais_Postai_Sacco.pdf: 14011418 bytes, checksum: e592a0bb9ebe0abbea9792c3fcc13a2e (MD5) / Approved for entry into archive by Luiz Galeffi (luizgaleffi@gmail.com) on 2017-06-21T16:09:39Z (GMT) No. of bitstreams: 1 sacco_lp_dr_jabo.pdf: 14011418 bytes, checksum: e592a0bb9ebe0abbea9792c3fcc13a2e (MD5) / Made available in DSpace on 2017-06-21T16:09:39Z (GMT). No. of bitstreams: 1 sacco_lp_dr_jabo.pdf: 14011418 bytes, checksum: e592a0bb9ebe0abbea9792c3fcc13a2e (MD5) Previous issue date: 2017-06-09 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) / Consórcios de bactérias se constituem em comunidades microbianas que podem possuir um conjunto de diferentes vias metabólicas que podem mediar a degradação das diferentes moléculas. Além disso, esses consórcios de micro- organismos podem fornecer enzimas com grande utilidade em processos biotecnológicos aplicados a indústria. Estas enzimas estão sendo amplamente aplicadas em diversos setores da indústria, devido às vantagens como especificidade das enzimas catalizadoras, o baixo custo e, a facilidade de sua produção em larga escala, não produzir efeitos tóxicos nem gerar resíduos tóxicos ao ambiente. Levando em consideração o potencial dos consórcios microbianos e as vantagens das enzimas microbianas em processos biotecnológicos, esse trabalho teve como objetivo a aplicação de bactérias isoladas dos consórcios, em diversos processos biotecnológicos e agroindústriais. Foram utilizados dois consórcios para o isolamento dos micro-organismos provenientes de solo com alta taxa de degradação de biomassa. Os consórcios foram cultivados em bagaço de cana-de-açúcar e carboximetilcelulose (CMC), assim como em outros resíduos da agroindustria como palha de milho, casca de amendoim, originando desta forma outras comunidades as quais foram utilizadas no isolamento de bactérias. Foram estudados dois isolados bacterianos produtores de exopolissacarídeos (EPS), a caracterização destes EPS e aplicação deles em biorremediação ou como agente antibiofilme. Além de serem isoladas bactérias produtoras de proteases, uma enzima muito utilizada na indústria. Foi realizado um screening destes isolados bacterianos com atividade proteolítica alcalina e se observou que 4 isolados possuem atividade para ser explorada em diferentes segmentos da industria e em processos de biorremediação. Observou-se ainda que os isolados bacterianos obtidos têm capacidade de solubilizar fosfato insolúvel, portanto foi realizada a aplicação de bactérias solubilizadoras de fosfato e produtoras de auxinas em sementes de feijão guandu, o que permitiu a seleção de dois isolados promissores para a utilização como inoculantes. / Bacteria consortia have different microbial communities, which may possess a set of different metabolic pathways that can mediate the degradation of different molecules. In addition, these consortia of microorganisms can provide enzymes with great utility in biotechnological processes applied to industry. These enzymes are being widely applied in various industry sectors, due to the advantages such as the specificity of the catalytic enzymes, the low cost, the ease of its large scale production, and because they do not produce toxic effects nor generate toxic waste to the environment. Taking into account the potential of microbial consortia and the advantages of microbial enzymes in biotechnological processes this study aimed to apply bacteria isolated from the consortia in various biotechnological and agribusiness processes. Two consortia were used to isolate microorganisms isolated from soil with high rate of biomass degradation. The consortia were cultivated in sugarcane bagasse and carboxymethyl cellulose (CMC), as well as other agribusiness residues such as maize straw and peanut shells, thus originating other communities that were used for the isolation of bacteria. The characterization of two bacterial isolates producing exopolysaccharides (EPS), the characterization of these EPS and the application in bioremediation or as an anti biofilm agent were carried out. In addition to being isolated producing-proteases bacteria, it is an enzyme widely used in industry. A screening of these bacterial isolates with alkaline proteolytic activity was carried out and as a result the 4 isolates have activity to be exploited in different segments of the industry and in bioremediation processes. These bacterial isolates have the ability to solubilize insoluble phosphate, therefore the application of phosphate-solubilizing bacteria and auxin producers in pigeon bean seeds were carried out, which allowed the selection of two promising isolates for use as inoculants.
2

Produção de mudas de forrageiras com diferentes soluções nutritivas e implantação em lavoura anual

Probst, Ricardo 24 October 2012 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Agrárias, Programa de Pós-Graduação em Agroecossistemas, Florianópolis, 2009 / Made available in DSpace on 2012-10-24T15:53:22Z (GMT). No. of bitstreams: 1 270780.pdf: 13125069 bytes, checksum: 74c17293fed1a99c8582295de6f2015c (MD5) / Na Região Sul do Brasil, os bovinos têm sua alimentação prejudicada pela marcada flutuação estacional de produção das pastagens. Esta é imposta não só pelo reduzido crescimento das espécies que compõem o campo nativo ou naturalizado no inverno, como também para descrever a situação em que as espécies estivais estão em final de ciclo e apresentam baixa qualidade e as hibernais recém introduzidas ainda não estão em condições de serem pastoreadas. No entanto, em Santa Catarina, existem aproximadamente 1,5 milhão de hectares de lavoura anual em descanso e/ou pousio, onde poderiam ser implantadas pastagens perenes que proporcionem melhor distribuição da produção. Estas pastagens poderiam ser implantadas quando a lavoura ainda estivesse vegetando, diminuindo o tempo para o ingresso dos animais após a colheita de grãos. Entre as inúmeras espécies de forrageiras, três tem se destacado em Santa Catarina, que inicialmente poderiam ser utilizadas como modelo para o referido estudo, entre elas a Missioneira Gigante (Axonopus catharinensis), Amendoim Forrageiro (Arachis pintoi) e Maku (Lotus uliginosus cv. Maku). No entanto, o plantio destas forrageiras é dificultado porque sua propagação é feita quase que exclusivamente por partes vegetativas, seja pela inexistência da formação de sementes ou por seu preço elevado. Esta forma de plantio pode proporcionar grande perda dos propágulos por desidratação, situação que pode ser superada se for realizado transplante de mudas com o sistema radicular e aéreo já formado. Essas mudas podem ser produzidas no sistema hidropônico de leito flutuante, com a solução nutritiva à base de biofertilizante em vez de adubos de alta solubilidade. No experimento 1, foi avaliada a produção de mudas das forrageiras anteriormente citadas com solução nutritiva à base de adubos de alta solubilidade ou com biofertilizante. As forrageiras Missioneira Gigante, Amendoim Forrageiro e Maku não apresentaram diferença quanto à sobrevivência, independentemente do tipo de fertilizante. No entanto, quando quantificou-se a produção de MS proporcionada por cada uma dessas espécies, o Maku (p=0,001) obteve as maiores quantidades, e as outras duas espécies foram semelhantes entre si (p=0,227), tendo o mesmo ocorrido entre os fertilizantes (p=0,559). No experimento 2, mudas de forrageiras foram transplantadas em meio às plantas de uma lavoura de feijão e sua sobrevivência foi avaliada aos 30, aos 60 dias e um ano após o transplante. Nesta etapa foram utilizados seis tratamentos com 4 repetições, sendo transplantadas 30 mudas para cada parcela. Tendo como base o período total de avaliação, a Missioneira Gigante obteve a maior sobrevivência (24,58 plantas, p=0,001), com o Amendoim Forrageiro com valores intermediários (18,42 plantas, p=0,001) e o Maku com os menores valores (5,54 plantas, p=0,001). As mudas dos tratamentos com adubos de alta solubilidade (17,72 plantas, p=0,001) foram superiores àquelas com o biofertilizante (14,63 plantas). O experimento 3 consistiu na avaliação da MS destas mudas no segundo ano após o transplante, evidenciando-se a superioridade da Missioneira Gigante as demais (21,58 g/planta, p=0,001), fato que não ocorreu entre o Amendoim Forrageiro e o Maku (3,23 g/planta e 1,61 g/planta, respectivamente, p=0,511). As produções de MS das espécies não foram influenciadas pelo fertilizante utilizado na produção das mudas (p=0,647).
3

Avaliação de adubos orgânicos utilizados em sistemas agrícolas do agreste Paraibano

Silene Rocha Santos, Kássia 31 January 2009 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T23:14:46Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo8681_1.pdf: 1042891 bytes, checksum: da707c99ead7c5411a08a01bbd1b3ec2 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2009 / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico / A produção de batata (Solanum tuberosum L.), no Agreste paraibano, destaca-se dentre os cultivos comerciais. No entanto, assim como as demais culturas, tem produções limitadas pela variabilidade climática e pela baixa fertilidade dos solos. A fertilidade do solo é mantida com a incorporação de esterco, que é adquirido de outras propriedades e até de outras microrregiões, elevando os custos de produção. Visando a redução dos custos e o aumento das produtividades, em especial a da batata, a ONG Assessoria e Serviços a Projetos de Tecnologia Alternativa (AS-PTA) tem divulgado o uso de compostos orgânicos e biofertilizantes entre os agricultores da região. Dentre os compostos utilizados, destacam-se o Adubo da Independência e o Supermagro. A maioria dos agricultores que utilizam estes compostos garante que eles melhoram a produção e a qualidade dos alimentos. Entretanto, não há dados publicados que comprovem tais observações, não há doses definidas para cada cultura e nem estudos dos efeitos residuais. Portanto, a realização de pesquisas sobre os efeitos destes fertilizantes na disponibilidade de nutrientes e na produtividade das culturas é de suma importânica. O trabalho constou de dois experimentos. O primeiro foi conduzido na área experimental da AS-PTA, com os seguintes objetivos: 1) estudar os efeitos da aplicação do Adubo da Independência, do Supermagro e do esterco nas produtividades e no acúmulo de nutrientes no feijão faveta (Phaseolus vulgaris L), na batata inglesa e no feijão macassar (Vigna unguiculata (L.) Walp); 2) verificar a melhor época de aplicação desses adubos, em relação à seqüência de culturas; e 3) avaliar os efeitos residuais das doses aplicadas. O segundo foi conduzido em casa de vegetação e teve como objetivo testar formulações do Adubo da Independência com menos ingredientes, como alternativa para reduzir o custo de confecção do adubo, mantendo as produtividades. No ensaio de campo, em 2004, não houve diferença significativa entre os tratamentos com relação à produção de grãos do feijão faveta. A incorporação de esterco proporcionou maiores produtividades de batata, nos anos de 2004 e 2006 e de feijão faveta em 2005 do que a adição do Adubo da Independência e a aplicação do Supermagro. A melhor época de incorporação dos adubos orgânicos para a produção de batatas foi por ocasião de seu plantio. O Supermagro não produziu incrementos na produtividade da batata e do feijão macassar. A aplicação de 15 t ha-1 de esterco aumentou os teores de P, K extraíveis e o pH no solo dos leirões. Em casa de vegetação, a produção da cultura teste (sorgo) não foi alterada pela retirada, na formulação do Adubo da Independência, dos ingredientes: batata doce, melaço, terra de barranco, carvão vegetal, pó de telha, farinha de ossos e fermento. As formulações com materiais orgânicos resultaram em maiores biomassas e em teores e conteúdos de P e de K no sorgo superiores ou semelhantes aos das formulações apenas com ingredientes minerais
4

Biofertilizante na produção do capim Cynodon dactylon cv. Tierra Verde: Amanda de Castro Correia. -

Correia, Amanda de Castro [UNESP] 14 October 2011 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:27:18Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2011-10-14Bitstream added on 2014-06-13T20:56:08Z : No. of bitstreams: 1 correia_ac_me_araca.pdf: 344579 bytes, checksum: 0f954ba0a1db857e840c7ba7a8a57821 (MD5) / Com o objetivo de avaliar a produção de matéria seca (MS), da parte aérea e raízes do capim Tierra Verde e os atributos químicos do solo e da parte aérea submetida à adubação com biofertilizante orgânico, realizou-se um experimento em casa de vegetação do Departamento de Apoio, Produção e Saúde Animal da UNESP, Faculdade de Medicina Veterinária, Campus de Araçatuba-SP, de janeiro a setembro de 2010. Os tratamentos foram dispostos em delineamento inteiramente casualizado, adubados com seis doses de biofertilizante (0, 33, 66, 132, 264, 528 m 3 ha -1 ) e com cinco repetições durante três cortes. Utilizou-se o modelo de parcelas subdivididas no tempo, sendo as doses de biofertilizante consideradas como tratamentos principais e os cortes como sub-parcelas. Foi observado aumento na produção de MS da parte aérea e raízes a partir das doses de 66 até 528 m 3 ha -1 de N. A adubação nitrogenada influenciou nos atributos químicos do solo nos teores da matéria orgânica, enxofre, boro e manganês. A adubação nitrogenada influenciou a composição química do capim Tierra Verde, nos teores foliares de fósforo, potássio e cobre. Os teores de proteína bruta, fibra em detergente neutro e fibra em detergente ácido não foram alterados pela influência das doses de biofertilizante orgânico aplicado ao solo / In order to evaluate the production of dry matter (DM) of shoots and roots of grass Tierra Verde and chemical attributes of soil and subjected to aerial fertilization with organic biofertilizer, an experiment was performed in house vegetation Support Department, Animal Production and Health, University of Veterinary Medicine, UNESP, Araçatuba-SP, from January to September 2010. The treatments were arranged in completely randomized design with six fertilized biofertilizer doses (0, 33, 66, 132, 264, 528 m 3 /ha) and five repetitions for three cuts. We used the model split plot in time, and the doses of biofertilizers considered as main treatments and cuts as sub-plots. We observed increase in DM yield of shoots and roots from the doses of 66 to 528 m 3 /ha of N. Nitrogen fertilization influenced the soil chemical properties in the levels of organic matter, sulfur, boron and manganese. Nitrogen fertilization influenced the chemical composition of grass Tierra Verde in foliar concentrations of phosphorus, potassium and copper. The crude protein, neutral detergent fiber and acid detergent fiber were not affected by the influence of the organic biofertilizer doses applied to the soil
5

Avaliação técnica e econômica de um biodigestor de fluxo tubular: estudo de caso do modelo implantado na etec "orlando quagliato" em Santa Cruz do Rio Pardo, SP / Technical and economic evaluation of a tubular continuous flow biodigestor: model case study built at etec "orlando quagliato" in Santa Cruz do Rio Pardo, São Paulo State, Brazil

Silva, José Eder Pereira [UNESP] 24 March 2016 (has links)
Submitted by JOSE EDER PEREIRA DA SILVA null (eder.jeps@terra.com.br) on 2016-05-21T00:05:06Z No. of bitstreams: 1 Dissertação_José_Ede_P_Silva_com_ficha (1).pdf: 2003164 bytes, checksum: d776b0516852a32e5763381a780cbe16 (MD5) / Approved for entry into archive by Felipe Augusto Arakaki (arakaki@reitoria.unesp.br) on 2016-05-24T12:16:24Z (GMT) No. of bitstreams: 1 silva_jep_me_bot.pdf: 2003164 bytes, checksum: d776b0516852a32e5763381a780cbe16 (MD5) / Made available in DSpace on 2016-05-24T12:16:24Z (GMT). No. of bitstreams: 1 silva_jep_me_bot.pdf: 2003164 bytes, checksum: d776b0516852a32e5763381a780cbe16 (MD5) Previous issue date: 2016-03-24 / Tendo em vista os problemas ambientais relativos as contaminações do solo e da agua oriundas dos dejetos produzidos em propriedades rurais, objetivou-se avaliar economicamente um biodigestor de fluxo contínuo, instalado na Escola Técnica Estadual “Orlando Quagliato”, situada no município de Santa Cruz do Rio Pardo-SP, bem como o processo de biodigestão anaeróbia e consequente produção de biofertilizante e biogás, oriundos dos dejetos de suínos e humanos. Os dejetos foram provenientes da suinocultura, que conta com 15 matrizes totalizando 148 animais, e dejetos humanos referente aos blocos de alojamentos para 200 alunos residentes, os quais diariamente são enviados para o biodigestor. O biodigestor em questão foi instalado com intuito de diminuir a contaminação do meio ambiente, produzir biogás e biofertilizante para utilização nos projetos produtivos da própria instituição escolar. Foram realizadas análises físico-químicas e microbiológicas do biofertilizante com a finalidade de avaliar a sua qualidade, no que tange a composição química e presença de microorganismos patogênicos para definição de sua utilização na agricultura. Considerando a produção de dejetos, realizou-se estimativa da produção de biogás, objetivando o potencial das receitas do processo. Foram analisados os custos de implantação, manutenção e depreciação. Os benefícios anuais foram dados pelo valor econômico dos nutrientes presentes no biofertilizante e pela produção de biogás estimada. Também foram estimados indicadores de viabilidade econômica, como Valor Presente Líquido (VPL), Taxa Interna de Retorno (TIR), PayBack (PB) e Ponto de Equilíbrio, utilizando uma taxa de desconto de 10,38% a.a. O investimento inicial para implantação atualizado foi de R$ 184.601,84 e os custos anuais do sistema foram de R$ 1.218,12 com manutenção e R$ 18.460,00 com depreciação. O benefício obtido com o emprego do biofertilizante foi de R$ 6.267,05.ano-1 e com produção de biogás equivalente estimada em R$ 24.594,86.ano-1, totalizando uma receita de R$ 30.861,91, expondo benefícios superiores aos custos anuais. Ficou evidenciado que tanto o biogás quanto o biofertilizante não são aproveitados plenamente, demonstrando ainda que o projeto foi superdimensionado na sua implantação considerando o plantel de suínos existentes, embora existam perspectivas para aumento do setor suinícola. / In view of the environmental problems of soil contamination to and from the water coming from the waste produced in farms aimed to economically evaluate a continuous flow digester, installed in the State Technical School "Orlando Quagliato", located in the municipality of Santa Cruz do Rio Pardo-SP, as well as the process of anaerobic digestion and consequent production of bio-fertilizer and biogas, derived from pig manure and human. The waste came from pig farming, which has 15 arrays totaling 148 animals, and human waste relating to the accommodation blocks for 200 resident students, who every day are sent to the digester. The biodigester in question was installed in order to reduce contamination of the environment, produce biogas and biofertilizers for use in productive projects of their own educational institution. physico-chemical and microbiological analyzes of biofertilizers were conducted in order to assess their quality, with respect to chemical composition and the presence of pathogenic microorganisms to define its use in agriculture. Considering the production of waste, there was estimated biogas production, aiming the potential revenue in the process. deployment costs, maintenance and depreciation were analyzed. The annual benefits were given the economic value of the nutrients present in biofertilizers and the estimated biogas production. Were also estimated economic viability indicators, such as net present value (NPV), internal rate of return (IRR), Payback (PB) and Balance, using a discount rate of 10.38% p.a. The initial investment was estimated at R$ 184,601.84 and the system annual costs were R$ 1.218,12 with maintenance and R$ 18.460,00 with depreciation. The benefit obtained by biofertilizer use was R$ 6.267,05.ano-1 and biogas production equivalent around R$ 24.594,86.ano-1, totaling a revenue of R$ 30.861,91, exhibiting superior benefits annual costs. This study revealed that as much biogas as biofertilizers are not used fully, further demonstrating that the project was oversized in its implementation, considering the amount of existing animals, although there are prospects for increased this sector.
6

Avaliação do crescimento de mudas de bananeira CV. Prata anã, com adubação mineral e orgânica / Evaluation of growth of banana plantlets cv. Prta-Anã, with mineral and organic fertilizer

Santos, Ailton Mascarenhas dos January 2012 (has links)
SANTOS, A. M. dos. Avaliação do crescimento de mudas de bananeira CV. Prata anã, com adubação mineral e orgânica. 83 f. 2012. Dissertação (Mestrado em Solos e Nutrição de Plantas)- Centro de Ciências Agrárias, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2012. / Submitted by Aline Nascimento (vieiraaline@yahoo.com.br) on 2013-06-10T15:01:53Z No. of bitstreams: 1 2012_dis_amdossantos.pdf: 1261681 bytes, checksum: e3a845236fdd1f2c838f7bb855fc1643 (MD5) / Approved for entry into archive by Aline Nascimento(vieiraaline@yahoo.com.br) on 2013-06-10T16:07:42Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2012_dis_amdossantos.pdf: 1261681 bytes, checksum: e3a845236fdd1f2c838f7bb855fc1643 (MD5) / Made available in DSpace on 2013-06-10T16:07:42Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2012_dis_amdossantos.pdf: 1261681 bytes, checksum: e3a845236fdd1f2c838f7bb855fc1643 (MD5) Previous issue date: 2012 / Brazil is the fourth largest producer of banana with 12.74% of production. The Northeast region has excellent climate and soil conditions to produce fruit of high quality, but there are several problems affecting the banana crop in the region, resulting in low productivity and quality. In this context the use of liquid biofertilizers stands out for having great acting and microbial activity in nutrient cycling, promoting the improvement in physical, chemical and biological soil properties. In order to evaluate the effect of a liquid biofertilizer on the growth of banana, an experiment was conducted in pots with a capacity of 4,5 kg soil in a greenhouse. It was used two doses of mineral fertilizer (0 and 100 ml of nutrient solution/pot/week), three doses of banana crop residues (0, 50 and 100 g of dry matter /pot 4,5 Kg) and three doses of biofertilizer (0 , 100 and 200 ml/pot/week from an extract prepared from an organic compound inoculated with EM-4®), disposed factor (2x3x3), with 18 treatments with 5 replications (90 experimental units), conducted in a split completely randomized experimental, plant response were micropropagated banana plantlets cv. Prata-Anã. The location of the development of research belongs to the area of the Centro de Ciências Agrárias da Universidade Federal do Ceará, campus Pici, Fortaleza – CE. We used a soil surface layer (0-20 cm) of a Cambissolo Háplico Tb Eutrófico from Chapada do Apodí – CE. The experiment was conducted for a period of 94 days, after the last addition of liquid bio-fertilizer and mineral fertilizer, the plants were harvested and separated into shoots and roots for dry matter determination and analysis of total nutrients. The mineral fertilizer and biofertilizer contributed to plant growth and nutrient uptake, contrary to what occurred to the crop residue. / O Brasil é o quarto maior produtor mundial de banana com 12,74% da produção. A região Nordeste apresenta excelentes condições de clima e solo para a produção de frutas de alto padrão de qualidade, porém são vários os problemas que afetam a bananicultura da região, resultando em baixa produtividade e qualidade. Neste contexto a utilização de biofertilizantes líquidos se destaca, por possuir grande atividade microbiana e atuar na ciclagem de nutrientes, promovendo a melhoria nas propriedades físicas, químicas e biológicas do solo. Com objetivo de avaliar o efeito de um biofertilizante líquido no crescimento inicial da bananeira, foi conduzido um experimento em vasos com capacidade para 4,5 Kg de solo em casa de vegetação. Utilizou-se duas doses de adubação mineral (0 e 100 ml de solução nutritiva completa/vaso/semana), três doses de resíduo cultural de bananeira (0, 50 e 100 g de matéria seca /vaso 4,5 Kg) e três doses de biofertilizante (0, 100 e 200 ml/vaso/semana de um extrato preparado a partir de um composto orgânico inoculado com EM-4® ), em disposição fatorial (2x3x3), com 18 tratamentos e 5 repetições (90 unidades experimentais), conduzido segundo um delineamento experimental inteiramente ao acaso, planta resposta foram mudas micropropagadas de bananeira cv. Prata-Anã. O local do desenvolvimento da pesquisa pertence à área experimental do Centro de Ciências Agrárias da Universidade Federal do Ceará, campus Pici, Fortaleza – CE. Foi utilizado um solo da camada superficial (0-20 cm) de um Cambissolo Háplico Tb Eutrófico da Chapada do Apodí – CE. O experimento foi conduzido por um período de 94 dias, depois da última adição do biofertilizante líquido e adubação mineral, as plantas foram colhidas e separadas em parte aérea e raízes, para determinação da matéria seca e análise dos nutrientes totais. A adubação mineral e o biofertilizante contribuíram para o crescimento das plantas e acúmulo de nutrientes, ao contrario do que ocorreu para o resíduo cultural.
7

Propagação vegetativa de Selenicereus setaceus e a influência da temperatura e luminosidade na germinação das espécies Selenicereus setaceus, Hylocereus undatus e Hylocereus polyrhisus

Ruths, Rodrigo 06 September 2016 (has links)
Submitted by Maria Rosa Moraes Maximiano (maria.maximiano@uffs.edu.br) on 2017-07-04T12:41:53Z No. of bitstreams: 1 RUTHS.pdf: 1070230 bytes, checksum: cb5451d8b216794ee8eb36cca62e29dd (MD5) / Approved for entry into archive by Diego dos Santos Borba (dborba@uffs.edu.br) on 2017-07-04T13:51:57Z (GMT) No. of bitstreams: 1 RUTHS.pdf: 1070230 bytes, checksum: cb5451d8b216794ee8eb36cca62e29dd (MD5) / Made available in DSpace on 2017-07-04T13:51:57Z (GMT). No. of bitstreams: 1 RUTHS.pdf: 1070230 bytes, checksum: cb5451d8b216794ee8eb36cca62e29dd (MD5) Previous issue date: 2016-09-06 / A fruticultura representa grande potencial de diversificação em ecossistemas agroecológicos e a pitaia é uma fruta com ótimo potencial produtivo, nutritivo, econômico e social para agricultura familiar, sendo uma cultura ainda pouco conhecida e com poucas informações. O objetivo neste trabalho foi obter informações sobre a influência da temperatura e luminosidade na germinação de sementes de três espécies de pitaia: Selenicereus setaceus (pitaia-do-cerrado), Hylocereus undatus (casca vermelha e poupa branca) e Hylocereus polyrhizus (casca vermelha rosada e polpa vermelha); e quais os melhores segmentos de cladódios e tratamentos para formação de mudas da espécie S. setaceus. Para a avaliação da qualidade fisiológica das sementes foram realizadas as seguintes avaliações: grau de umidade, porcentagem de germinação, índice de velocidade de germinação e tempo para ocorrência de 50% de germinação. Para a propagação vegetativa, o experimento foi instalado em esquema fatorial 5x4x7, 5 tratamentos: um biofertilizante (fish fértil – Classic), três reguladores vegetais, auxina (AIA: 500 ppm), giberelina (GA3: 100 ppm), citocinina (BAP: 200 ppm) e testemunha. Quatro frações de cladódios: segmento apical (10 cm), segmento mediano (10 cm), segmento basal (10 cm) e cladódio inteiro (40 cm) e sete períodos de avaliação, 0, 20, 39, 64, 91, 116 e 143 dias após o plantio. Foi utilizado o delineamento inteiramente casualizado com três repetições e as parcelas foram compostas por cinco cladódios. Os seguintes parâmetros foram avaliados: número de brotações, comprimento de brotações (cm); largura dos cladódios (cm); comprimento de raiz (cm), massa seca de raiz (g) e percentual de cladódios enraizados. Pelos resultados obtidos conclui-se que: Independentemente da espécie, a temperatura para melhor desempenho fisiológico das sementes de pitaia é 25°C, seguido de 30°C. Por outro lado, a temperatura desfavorável é de 35°C. A espécie Selenicereus setaceus apresenta maior porcentagem de germinação e vigor em todas as temperaturas avaliadas. Todas as espécies avaliados são fotoblásticas positivas. Os cladódios tratados com auxina apresentam maiores médias de comprimento de raiz e matéria seca, enquanto que, aqueles tratados com biofertilizantes menores. A massa seca de raiz de cladódios inteiros é superior ao observado para cladódios de 10 cm. A partir de 39 dias após a implantação do experimento, os tratamentos com cladódio inteiro e região basal apresentam maiores médias de número de brotações em comparação as regiões mediana e apical. Os tratamentos com auxina e citocinina promovem maior número de brotações nos cladódios. O maior comprimento das brotações é observado para o tratamento com cladódios inteiros. / The fruit is great potential for diversification into agro-ecological ecosystems and pitaya is a fruit with great productive potential, nutritional, economic and social to family farming, and even little-known culture and with little information. The objective of this study was to obtain information about the influence of temperature and light on germination of three species of dragon fruit: Selenicereus setaceus (pitaya-do-cerrado), Hylocereus undatus (red skin and white flesh) and Hylocereus polyrhizus (pinkish red bark and red pulp); and what the best segments of cladodes and treatments for seedling production of the species S. setaceus. For the evaluation of the physiological quality of seeds were carried out the following evaluations: moisture content, germination percentage, germination speed index and time to occurrence of 50% germination. For vegetative propagation, the experiment was conducted in a factorial 5x4x7, 5 treatments: one biofertilizers (fertile fish - Classic), three plant growth regulators, auxin (IAA: 500 ppm), gibberellic acid (GA 3: 100 ppm), cytokinin (BAP: 200 ppm) and witness. Four fractions cladodes apical segment (10 cm), medium segment (10 cm), basal segment (10 cm) and full cladodes (40 cm), and seven periods of evaluation, 0, 20, 39, 64, 91, 116 and 143 days after planting. We used a completely randomized design with three replications and plots were composed of five cladodes. The following parameters were evaluated: number of shoots, length of shoots (cm); cladodes width (cm); root length (cm), root dry weight (g) and percentage of rooted cladodes. From the results obtained it is concluded that: Regardless of species, the temperature for best physiological performance of dragon fruit seeds is 25° C, followed by 30°C. Moreover, the unfavorable temperature is 35°C. The species Selenicereus setaceus has a higher percentage of germination and vigor in all tested temperatures. All assessed species are photoblastic positive. The cladodes treated with auxin have higher average root length and dry weight, while those treated with lower biofertilizers. The dry weight of whole cladodes root is higher than that observed for cladodes 10 cm. From 39 days after the implementation of the experiment, the treatments with whole cladodes and basal region have higher average number of shoots compared the median and apical regions. Treatments with auxin and cytokinin promote more shoots in cladodes. The greatest length of shoots is observed for treatment with whole cladodes.
8

Eficiência de biofertilizante de rochas e matéria orgânica com adição de quitosana fungica na cultura da banana / Effectiveness of rock biofertilizers with organic matter adding fungi chitosan on banana crop

SILVA, Emmanuella Vila Nova da 26 February 2016 (has links)
Submitted by Mario BC (mario@bc.ufrpe.br) on 2016-06-20T13:56:49Z No. of bitstreams: 1 Emmanuella Vila Nova da Silva.pdf: 2141238 bytes, checksum: 4195dd6b72ac80c98d8b491bfb7f52e3 (MD5) / Made available in DSpace on 2016-06-20T13:56:49Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Emmanuella Vila Nova da Silva.pdf: 2141238 bytes, checksum: 4195dd6b72ac80c98d8b491bfb7f52e3 (MD5) Previous issue date: 2016-02-26 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES / In a modern agriculture the use of fertilizers and correctives aim to promote increment in food production, attending economic criterious and also to maintain the biota diversity and soil fertility, reducing environmental problems. One viable alternative is the use of phosphate and potassic rocks plus sulfur inoculated with the oxidative bacteria Acidithiobacillus. The rock biofertilizers (BPK) may produce a complete biofertilizer (BNPK) mixing with organic matter inoculated with free living diazotrophic bacteria to enrich the substrate in N by the process of biological nitrogen fixation and produce a bioprotector (PNPK) introducing the fungi Cunninghamella elegans, that contain chitin and chitosan in their cellular wall which protect plants against pathogens. In this way the aim of the study is to evaluate the effectiveness of the biofertilizer and bioprotector to observe in vitro the antifungic activity of the pathogenic fungi Fusarium oxysporum f.sp. cubense (FOC) that promote the Panana disease on banana crop; and moreover to evaluate the effects of chitosan and of the bioprotector (PNPK) to control the phitopatogen and the nutritional status of banana seedlings in cultivar resistant and sensible to the disease. Also, the objective of the study is to evaluate the effects of different fertilization treatments in some soil attributes. In the rock biofertilizer production were used two rates of elemental sulfur (10 and 20 %) inoculated with the oxidative bacteria Acidithiobacillus thiooxidans strain FG01, applying viable cells in concentration 106 mL-1. The bacterium was added in proportion equivalent to 1mL per g of elemental sulfur. In the in vitro assay the antimicrobial activity was evaluated against the FOC using the macrodilution technique with Potato - Dextrose (PD) and inoculating 0.2 mL of the spore suspention with concentration 3.5 x 106 spores mL-1, and incubated in Potato-Dextrose-Agar (BDA) without test substrate to determine the MIC (Minimum Inhibitory Concentration) and the MFC (Minimal Fungicidic Concentration), respectively. The fungi were inclubated at 28 ˚C for 7 days. The chitosan were applied in different rates (12; 10; 8; 6; 4; 2; 1 a 0 mg mL-1). The rate of chitosan equivalent to 1.0 mg mL-1 inhibits the FOC growth, and the same value was found when determined the MFC. The greenhouse experiment (pots of 2 L) used a Red Yellow Argisoil (1.5 kg vaso-1) with one seedling per pot and applying the treatments 30 days before the FOC inoculation. The banana seedlings were harvested 40 days after the pathogen inoculation and evaluated: Index of disease severity, dry shoot biomass, analyses of total N, P and K in shoots, and the soil chemical analyzes. The results showed that the biofertilizes produced in laboratory may be used to replacement of soluble fertilizers, and manufactured by low and medium producers to promote opportunities for low farmers. The results in the in vitro assays showed the antimicrobial potential of the fungi chitosan against the phytopatogenic fungi (FOC) in the banana crop and may be alternative to control the Panamá disease. The greenhouse experiment confirmed that in a general the bioprotector applied in great rates PNPK2 (150% recommended rate) and PNPK2+Q (150% recommended rate plus fungi chitosan) resulted in reduction in the index of disease severity, and independent of the cultivar, showed the best results of shoot dry biomass. The best results of the chemical analyzes turn evident the use of new fertilizer sources for reduction of the soil problems. / Na agricultura moderna, a exigência do uso de fertilizantes e corretivos tem a finalidade de proporcionar incremento na produção de alimentos, atender os critérios econômicos, e também conservar a fertilidade e a biodiversidade do solo, procurando minimizar danos ao ambiente. Uma alternativa viável é a utilização de rochas fosfatadas (RP) e potássicas (RK) para produzir biofertilizantes, sendo misturados com enxofre elementar e inoculados com bactérias do gênero Acidithiobacillus. Os biofertilizantes de rocha (RP e RK) são misturados com matéria orgânica e inoculados com bactérias diazotróficas de vida livre, para incremento em N, nutriente tão exigido para o crescimento das plantas. Quando acrescido da biomassa do fungo Cunninghamella elegans, que possui quitina e quitosana em sua parede celular pode acrescentar ao material, propriedades antifúngicas e fungiostáticas (bioprotetor). O trabalho teve o objetivo de avaliar a eficiência do biofertilizante produzido em laboratório, a partir de RP e RK; verificar a atividade antifúngica da quitosana e da nanoquitosana, em experimentos in vitro em relação ao fungo patógeno Fusarium oxysporum f.sp. cubense (FOC) causador do mal-do-Panamá na cultura da banana; assim como avaliar o efeito da quitosana e do bioprotetor (PNPK) no controle de fitopatógeno e observar o status nutricional de mudas de banana (resistente e altamente susceptível). O trabalho também objetiva avaliar os efeitos do PNPK em atributos químicos do solo. Na produção do biofertilizante (fosfatado/potássico (BP/BK)), no laboratório, foram adicionadas duas doses (10 e 20%) de enxofre elementar inoculado com a bactéria acidificante Acidithiobacillus thiooxidans estirpe FG01, em concentração de células viáveis 106 mL-1. A inoculação com a bactéria foi efetuada ja uma proporção de 1mL por 1g de enxofre. No experimento in vitro, a atividade antimicrobiana da quitosana fúngica foi avaliada contra o FOC pela técnica de macrodiluição em caldo Batata-Dextrose (BD) com a inoculação de 0,2 mL de suspensão espórica, com 3,5 x 106 esporos mL-1, e posterior incubação em meio Batata-Dextrose-Ágar (BDA) sem substância teste, para determinar a Concentração Inibitória Mínima (CIM) e a Concentração Fungicida Mínima (CFM), respectivamente. Os fungos foram incubados a 28 ˚C durante 7 dias. E a concentração da quitosana variou de 12; 10; 8; 6; 4; 2; 1 a 0 mg mL-1. A concentração de 1,0 mg mL-1 de quitosana foi capaz de inibir o crescimento do patógeno FOC, e este mesmo valor foi encontrado para a determinação da CFM. O experimento em casa de vegetação foi realizado em vasos com solo Argissolo Vermelho Amarelo (1,5 kg vaso-1). No plantio foi utilizada uma planta por vaso, sendo aplicados os tratamentos de adubação 30 dias antes da inoculação do patógeno. As mudas de banana foram coletadas 40 dias após a inoculação do patógeno e avaliadas as seguintes variáveis: índice de severidade da doença, biomassa seca da parte aérea, análise de N, P e K das plantas e análise dos atributos químicos do solo. Os resultados dos experimentos mostram que os adubos produzidos no laboratório podem ser utilizados em substituição aos fertilizantes minerais solúveis, e também podem ser produzidos por pequenas e médias empresas, criando oportunidades para os agricultores de baixa renda; os resultados do experimento in vitro demonstraram o potencial antimicrobiano da quitosana fúngica em relação ao fungo fitopatogênico FOC da cultura da banana demonstrando uma alternativa para o controle do mal-do Panamá. O experimento em casa-de-vegetação confirmou que, de um modo geral, o bioprotetor PNPK2 (150% da dose recomendada) e PNPK2+Q (150% da DR acrescido de quitosana) resultaram no menor índice de severidade da doença, e independente da variedade apresentaram os melhores resultados da parte aérea, assim como os melhores resultados de atributos químicos do solo, reforçando o uso de novas fontes de nutrientes, que não agridam o solo e seja uma alternativa aos fertilizantes minerais solúveis.
9

Biofertilizantes de rochas fosfatadas e potássicas com enxofre inoculado com Acidithiobacillus na adubação da uva (Vitis vinifera L.) em planossolo do vale do São Francisco

ANDRADE, Izabelle Pereira de 26 April 2007 (has links)
Submitted by (lucia.rodrigues@ufrpe.br) on 2016-08-03T13:49:44Z No. of bitstreams: 1 Izabelle Pereira de Andrade.pdf: 580542 bytes, checksum: 50e0ff4ed91dcbe041b5c6794d798c75 (MD5) / Made available in DSpace on 2016-08-03T13:49:44Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Izabelle Pereira de Andrade.pdf: 580542 bytes, checksum: 50e0ff4ed91dcbe041b5c6794d798c75 (MD5) Previous issue date: 2007-04-26 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES / Conselho Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento Científico e Tecnológico - CNPq / The production of biofertilizers from rocks is a practical process that may reduce energy consumption and promote nutrients availability for plant growth, without environmental pollution. Nutrient content of P and K biofertilizers varied with the methodology of production and the materials used. Presently biofertilizers are known as manures that are produced using different organic by-products. The aim of this work was to evaluate the potential of the biofertilizers from rock phosphate (apatite) and potash rocks (biotite) plus addition of sulfur inoculated with Acidithiobacillus, compared with soluble chemical fertilizers on grape (cv. Italy) grown in the San Francisco Valley. A field experiment was carried in the District of Santa Maria da Boa Vista (PE) in a soil with low available P and K. Tree fertilizers sources were applied: PK biofertilizer, PK soluble fertilizers and PK powered rocks, at levels 50%, 100% and 150% of the recommended levels for irrigated the grapes, equivalent to simple superphosphate (SS) and potassium sulfate (K2SO4). A control treatment was added with no P and K applied (P0K0). The grape (cv. Italy) was grown spaced 3,50 x 2,50 m, with a total of 1404 plants (1.2 ha), cropped intensively until fruits harvest. In soil were determined: pH, P, S-SO4-2, K, Ca, Mg, and Fe; in leaves: P, S-SO4-2, K, Ca, Mg and Fe; in must: pH, P, S-SO4-2, K, Ca, Mg, e Fe; in grapes: SST (Brix0), ATT, SST/ATT, weight of berries, weight of clusters, size of clusters and fruits yield. The experiment was a factorial (3x3x3+1) conducted in randomized block design, with 4 replicates. The regression and analyses of variance and data were compared by Tukey-Kramer test (P=0.05), using the software Program SAS (2003), version 9.0. By the soil and plants results we conclude that the best fertilizers on grown the grape (cv. Italy) the chemical fertilizers in the 100% recommend; the biofertilizers, from phosphate and potash rocks, plus sulfur with Acidithiobacillus the may used as P and K sources in alternative to PK soluble fertilizers and 150% recommended levels for irrigated the grapes in the States of the Pernambuco. / A produção de biofertilizantes de rochas é um processo prático que reduz o consumo de energia e aumento da disponibilidade de nutrientes para as plantas, sem promover poluição ambiental. O teor de nutrientes dos biofertilizantes com P e K, varia com o método de preparo e com o material utilizado. Atualmente são denominados biofertilizantes os adubos produzidos com diferentes materiais orgânicos. O objetivo do presente trabalho foi o de verificar o potencial do uso de biofertilizantes produzidos com rochas com fósforo (apatita) e com potássio (biotita), através da adição de enxofre inoculado com Acidithiobacillus, comparando com fertilizantes químicos solúveis, na cultura do uva (cv. Itália) no Vale do São Francisco. Realizou-se um experimento em campo, no Município de Santa Maria da Boa Vista (PE) em solo com baixo nível de P e K disponível. Foram aplicadas três fontes de fertilização: biofertilizante com PK, fertilizante mineral (PK), e pó-de-rocha (PK) nos níveis correspondentes a 50%, 100% e o 150% do recomendado para uva irrigada em equivalência para os fertilizantes superfosfato simples (SS) e sulfato de potássio (K2SO4). Aplicou-se um tratamento controle sem P e K (P0K0). A uva (cv. Itália) foi cultivada no espaçamento 3,50 x 2,50 m, perfazendo um total de 1404 plantas, sendo feito acompanhamento da cultura até a fase de colheita dos frutos. Determinou-se no solo pH, P, S-SO4-2, K, Ca, Mg, Fe e C; nas folhas: P, S-SO4-2, K, Ca, Mg, e Fe; no mosto: pH, P, S-SO4-2, K, Ca, Mg, e Fe; nas uvas: SST (Brix0), ATT, relação SST/ATT, peso de bagas, peso de cachos, tamanho de cachos e produtividade. O experimento foi realizado no esquema fatorial 3x3x3 +1, usando o delineamento em blocos casualizados, com 4 repetições. Utilizou-se a regressão, a análise de variância e a comparação de médias (teste de Tukey-Kramer a 5%), foi realizada usando o software SAS (2003), versão 9.0. Pelos resultados obtidos, concluímos que os melhores fertilizantes para a videira da c.v. Itália foram os químicos solúveis no nível a 100% da recomendação; e o biofertilizante de rochas com fósforo e potássio adicionado de enxofre inoculado com Acidithiobacillus, pode ser utilizado na cultura da uva, como alternativa a fertilizantes solúveis no nível a150% da recomendação para videiras irrigadas no Estado de Pernambuco.
10

Uso de biofertilizantes de rochas com enxofre e Inoculado com acidithiobacillus em Argissolo Acinzentado do Vale do São Francisco cultivado com melão.

MOURA, Patrícia Maia de 17 February 2006 (has links)
Submitted by (lucia.rodrigues@ufrpe.br) on 2016-08-15T13:07:47Z No. of bitstreams: 1 Patricia Maia de Moura.pdf: 355298 bytes, checksum: b0c6c21e23b3ae4140c374ec6fdfb48a (MD5) / Made available in DSpace on 2016-08-15T13:07:48Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Patricia Maia de Moura.pdf: 355298 bytes, checksum: b0c6c21e23b3ae4140c374ec6fdfb48a (MD5) Previous issue date: 2006-02-17 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES / The production of biofertilizers from rocks is a practical process that may reduce the energy consumption and promote nutrients availability for plant growth. Nutrient content of P and K biofertilizers varied according to the methodology and the used material. Presently biofertilizers are known as fertilizers that are produced using different organic by-products. The aim of this work was to evaluate the potential of the biofertilizers from phosphate and potash rocks sources by addition of sulfur inoculated with Acidithiobacillus, compared to conventional chemical fertilizers, in Haploxeralf soil of the Valley of the São Francisco cultivated with melon. It was conducted a field experiment in the District of Petrolina (PE), in cooperation with Embrapa Tropical Semi-Arid, in soil with low available P and medium available K. Two fertilizers sources were applied: P biofertilizer (BP) and K biofertilizers (BK), in recommended level to melon, 50% and 200% of the recommended levels (kg ha-1) regarding the nutrient equivalent for triple superphosphate (TSP) and potassium chloride (KCl) chemical fertilizers. The following were additional treatments: a) mixture of conventional fertilizers in recommended level (SFT100 + KCl100); b) mixture of P and K rocks in 200% of recommended level (RA200 + RB200), and c) control treatment without P andK fertilization (P0 + K0). Melon (cv. AF-682) was grown spaced 2,00m x 0,50m, and the culture was cropped until the fruits harvest. In plants were determined: fruit yield and average fruits weight, dry biomass of the aerial part, and nutrients uptake (P, K, Mg, SO4-2); in soil were determined: pH, P, K, Ca, Mg, Na e Al, following Embrapa (1997) methodology. The fruits were qualified according to fruit texture, C vitamin, soluble solids content and total tritable acidity. The experiment was conducted in a factorial 32+3, with three replicates. Statistical analyses included analyses of variance, and the media were compared by test (p=0.05), using the software SAS version 8.0. Rocks and biofertilizers reduced soil pH comparing with conventional fertilizers and rocks plus sulfur. Available P and K were greater when applied biofertilizers (PB and KB) in higher levels. Magnesium and aluminum showed greater values with KB applied in higher level. Effect of fertilization on weight and yield of fruits, and on nutrient uptake in leaves was observed and it was not verified effects in leaves biomass, soluble solids content, C vitamin, fruit texture and in total tritable acidity. Best results on weight were obtained when applied TSP+KCl and rocks (RP+RK) with S and biofertilizers (BK) and (BP). The conventional mixture of rocks and fertilizershad gotten the biggest values of yield of fruits. For total plant P, K and Mg the bestresults were obtained with BP200. Total (SO4-) in leaves showed low values when applied TSP+KCl and the control treatment. / A produção de biofertilizantes a partir de rochas é um processo prático que reduz o consumo de energia e promove aumento da disponibilidade de nutrientes para as plantas. O teor de nutrientes (P e K) do biofertilizante varia conforme o método de preparo e o material utilizado. Atualmente são denominados biofertilizantes os fertilizantes produzidos a partir de diferentes materiais orgânicos. O objetivo geral do presente trabalho foi o de verificar o potencial do uso de biofertilizantes produzidos com rochas fontes de fósforo (apatita) e potássio (biotita), por meio da adição de enxofre e da inoculação com Acidithiobacillus, comparando com fertilizantes químicos convencionais, em Argissolo Acinzentado do Vale do São Francisco cultivado com melão.Realizou-se um experimento em campo, no Município de Petrolina (PE) em parceria com a Embrapa Semi-Árido, em solo com baixo teor de P e médio teor de K disponível. Foram aplicadas duas fontes: biofertilizante fosfatado (BP) e biofertilizante potássico (BK), nos níveis correspondentes a 100% do recomendado, 50% e o dobro do recomendado (kg ha-1) para o melão em relação a equivalência de nutrientes para os fertilizantes superfosfato triplo (SFT) e cloreto de potássio (KCl). Foram usados os tratamentos adicionais: a) mistura dos fertilizantes convencionais no nível recomendado (SFT100 + KCl100); b) mistura das rochas no nível correspondente ao dobro da recomendação(RA200+RB200), e c) o tratamento controle sem aplicação de fósforo e potássio (P0 + K0). Foi cultivado o melão (cv. AF-682), no espaçamento 2,00m x 0,50m, com acompanhamento da cultura até a fase de colheita dos frutos. Determinou-se na planta: produção, peso médio de frutos, biomassa da parte aérea e absorção de nutrientes (P, K, Mg, SO4-2), e no solo analisou-se: pH, P, K, Ca, Mg, Na e Al seguindo-se a metodologia da Embrapa (1997). Os frutos foram qualificados de acordo com a firmeza da polpa,vitamina C, sólidos solúveis totais (SST) e acidez total titulável (ATT). O experimento foi realizado no arranjo fatorial 32+3, com 3 repetições. As análises estatísticas (análise de variância e comparação de médias pelo teste de Tukey a 5%) foram realizadas usando o software SAS versão 8.0. As rochas e os biofertilizantes reduziram o pH do solo, comparando com os fertilizantes convencionais, com as rochas mais enxofre e com o tratamento controle. Os maiores teores de P e K disponíveis foram obtidos com os biofertilizantes (BP e BK) nos níveis mais elevados. Os teores de Mg e Al trocáveis foram mais elevados com omaior nível de BK. Os melhores resultados para o peso médio dos frutos foram com aplicação da mistura dos fertilizantes convencionais e das rochas (com S) e com os biofertilizantes (BK) e (BP).A mistura de rochas e os fertilizantes convencionais obtiveram os maiores valores de produtividade. Não houve efeito da aplicação dos tratamentos fertilização com P e K na biomassa da parte aérea, SST, vitamina C, firmeza de polpa e ATT. Os melhores resultados para produtividade e peso médio de frutos foram com aplicação da mistura dos fertilizantes convencionais e das rochas (com S) e com os biofertilizantes (BK) e (BP). No P, K e Mg total na planta, os melhores resultados foram com BP200. Os menores teores de S (SO4-) no tecido foliar foram observadas no tratamento controle e na mistura de fertilizantes comerciais.

Page generated in 0.0843 seconds