• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 9
  • Tagged with
  • 9
  • 9
  • 5
  • 5
  • 5
  • 4
  • 3
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 1
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Dinâmica populacional e biodiversidade dos ermitões (Decapoda, Anomura) ao longo do litoral sudeste do Brasil

Stanski, Gilson. January 2019 (has links)
Orientador: Antonio Leão Castilho / Resumo: Compreender os processos que determinam a riqueza de espécies é essencial para entender a estruturação espacial e o funcionamento das comunidades. Assim, o objetivo desse estudo foi analisar a riqueza e a diversidade de ermitões nas regiões de Macaé (RJ), Ubatuba (SP) e Cananéia (SP) e verificar quais os fatores ambientais influenciam na vida das espécies. Os animais foram coletados mensalmente em profundidades de 5 a 20m, com um barco camaroeiro. Macaé apresentou 332 indivíduos (3 spp), Ubatuba 674 indivíduos (8 spp) enquanto que em Cananéia ocorreram 498 indivíduos distribuídos em 7 espécies. Ubatuba e Cananéia apresentaram 6% de diferenciação (Jaccard), Ubatuba e Macaé 45% e Cananéia e Macaé 40%. A alta riqueza em Ubatuba atribui-se por ser uma região de transição faunística. Já Cananéia demonstra baixa diversidade, embora segunda maior riqueza, devido ao expressivo aporte de água doce junto ao transporte de material orgânico em suspensão nesta região, o que favorece a presença de espécies dominantes filtradoras e tolerantes a baixa salinidade, como Isocheles sawayai. Além da maior riqueza, Ubatuba apresentou índices de diversidade (H'=1.64) e equitabilidade (E=0.78) elevados, o que evidencia baixa dominância, como constatado no índice de Berger-Parker (D=0.34). Em contrapartida, Macaé apresentou os índices menores de diversidade (H'=0.89) e equitabilidade (E=0.61), consequentemente com maior dominância (D=0.58), constatando-se a presença expressiva de Loxopagurus loxochel... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) / Abstract: Comprehend the processes that determine these differences are essential for understanding the spatial structuring and functioning of communities. So, the aim of this study was to analyze the richness and diversity of hermit crabs along a latitudinal gradient and to verify the influence of environmental factors. The animals were collected monthly with a shrimp boat in depths of 5 to 20m, in Macaé (RJ), Ubatuba (SP) and Cananéia (SP) regions. Macaé, region of lower latitude, presented 332 individuals (3 spp), Ubatuba 674 individuals (8 spp) while in Cananéia there were 498 individuals distributed in 7 species. Ubatuba and Cananéia presented 6% of differentiation (Jaccard), Ubatuba and Macaé 45% and Cananéia and Macaé 40%. The high richness in Ubatuba is attributed to being a region of faunistic transition. Cananéia, however, shows low diversity, although second richest, due to the expressive contribution of fresh water to the transport of organic material in suspension in this region, which favors the presence of dominant filter benthic species and tolerant to low salinity, such as Isocheles sawayai. Beyond of greater species richness, Ubatuba presented high diversity (H '= 1.64) and equitability (E = 0.78), and low dominance, as observed in the Berger-Parker index (D = 0.34). On the other hand, Macaé presented the lowest diversity indexes (H '= 0.89) and equitability (E = 0.61), with higher dominance (D = 0.58), by the expressive presence of Loxopagurus loxochelis favoured by ... (Complete abstract click electronic access below) / Doutor
2

Biologia do Camarão-Sete-Barbas, Xiphopenaeus kroyeri (Heller,1862)(Crustacea, Decapoda, Penaeidae) e aspectos da sua pesca na reserva extrativista Marinha do Corumbau, BA

Guimarães, Fernanda Jordão 30 September 2009 (has links)
Made available in DSpace on 2015-04-17T14:55:16Z (GMT). No. of bitstreams: 1 parte1.pdf: 2329943 bytes, checksum: 1cc93d9438f7097161f07a019201fb74 (MD5) Previous issue date: 2009-09-30 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES / The Corumbau marine extractive reserve (MER) was the first MER specifically designed to protect coral reefs. Fishers and their families were directly dependent on extractive activities in the area. The objective of this research, was to study the biology of the sea bob shrimp Xiphopenaeus kroyeri (Heller, 1862), its fisheries aspects and evaluate the effectiveness of a bycatch reduce devices (BRD). Fish landings were daily monitored between Aug/04 and Dec/06. Shrimp samples landed (Jul/04 to Jan/07) were weekly analyzed. Monitored fisheries, in the ten main fishing grounds around the region (Jan/07 to Jan/09), were seasonally carried out. The BRD was tested (Feb/06 and Aug/06) in an experimental net, with a conded composed of a standard net (30mm mesh) and a squaremesh (50mm) front top panel (50x50cm) and compared with a net control. A total of 55.409 individuals were sampled. The CL50 found was 12.55 mm. Females reach larger sizes (CL = 38.59 mm), a higher longevity (tmax = 26 months) and had lower growth rate (kmonth = 0.17) than males (CL = 32.35 mm; tmax = 16 months and kmonth = 0.28). The sex ratio did not differ between females and males, suggesting that trawl fisheries in Corumbau MER act mainly in growth and mating areas, not in spawning locations. There was a higher female frequency in reproductive activity in the first semester, mainly related to a higher transparency, salinity and water temperature. Rare events of Tropical Water mass probably led to favorable spawning conditions, even in places near to the coast. Recruitment period was continuous with the main peak occurring in July/August. The highest juvenile abundance was associated with higher water turbidity and pH values. Trawl fishery in Corumbau MER is handmade, not going over an isobaths average of 15m. The departures are daily held, mainly focused in the morning, minimizing the need for fish cooling and reducing the operations cost. Fishing effort varied among the communities, being greatest in Corumbau, followed by Cumuruxatiba and then Caraíva. The fishing grounds use varied seasonally, often related to climatic conditions and water visibility. X. kroyeri was the most abundant penaeid (96.4%) in all communities landings, with high fishing performance in Corumbau. The higest X. kroyeri CPUEs occurred during the autumn and winter, showing a negative correlation with water visibility and temperatures, coinciding with species recruitment. Around 50% of the fisheries act on less than 15mm CL individuals size. Thus, fishing in that region, may be running in an inappropriate way to sustainable resource management. The white shrimp (L. schmitti) production was very low compared to other species, although it was present all year round, in the three communities. The pink shrimp (F. brasiliensis and F. paulensis) production was higher in Cumuruxatiba, where a clear seasonal pattern is observed. A low CPUE was registered during winter and gradually increasing over the years, with harvest peak occurring in fall. Shrimp captures were probably limited to species recruitment period. During the experiment for bycatch reduce us identified 93 fish taxa, 89 belonging to Actinopterygii Class and 3 to Chondrichthyes Class. The square mesh nets are effective in excluding bycatch without affecting the catch of sea bob shrimp. The behavior, body shape and swimming ability were crucial for fish escape success from the panel, favoring especially the larger ones. A difference in fish assemblage could be established between sampling periods, not changing the device efficiency. Besides, depth regardless, a positive effect of square mesh panel was observed. Thus, this device use is very promising tool due to its structural features, as well as having low cost, been easy to purchase and to install. / A RESEX Corumbau é uma Unidade de Conservação de uso direto, que abriga uma porção representativa do Banco dos Abrolhos, sendo que a maior parte dos extrativistas dedica-se à pesca. O objetivo deste trabalho foi estudar a biologia do camarão Xiphopenaeus kroyeri (Heller, 1862), os aspectos da sua pesca e testar a eficiência de um dispositivo de redução de captura da fauna acompanhante. Os desembarques pesqueiros foram monitorados diariamente entre ago/04 e dez/06. Amostras dos camarões desembarcados (jul/04 a jan/07) foram analisadas semanalmente. Arrastos monitorados nos dez principais pesqueiros da região (jan/07 a jan/09) foram realizados sazonalmente. O dispositivo de redução foi testado (fev/06 e ago/06) em uma rede experimental, com o ensacador de malha 30mm e com um painel (50x50cm) localizado na parte anterior superior, confeccionado com malha quadrada (50mm) e comparados com uma rede controle. O total de 55.409 indivíduos foi amostrado. O CC50 encontrado foi de 12,55mm. As fêmeas atingem tamanhos maiores (CC=38,59mm), uma longevidade mais alta (tmax=26 meses) e apresentam índice de crescimento menor (kmês=0,17) que os machos (CC=32,35mm; tmax=16 meses e kmês=0,28). A razão sexual não diferiu, sugerindo que as pescarias de arrastos na RESEX Corumbau atuam principalmente em áreas de crescimento e acasalamento e não de desova. Verificou-se uma maior freqüência de fêmeas em atividade reprodutiva no primeiro semestre, relacionada principalmente com uma maior transparência, salinidade e temperatura da água. Eventos raros de entrada da massa de Água Tropical provavelmente propiciaram condições favoráveis à desova, mesmo em locais próximos a costa. O período de recrutamento foi contínuo, com o pico principal ocorrendo em julho/agosto. A maior abundância de jovens ocorreu associada a maiores valores de turbidez e pH da água. A pesca de arrasto na RESEX Corumbau é artesanal, não ultrapassando a isóbata média de 15m. As saídas são realizadas diariamente, concentrando-se principalmente pela manhã, minimizando a necessidade de resfriamento do pescado e diminuindo o custo das operações. O esforço de pesca variou entre as comunidades, sendo maior em Corumbau seguido por Cumuruxatiba e depois Caraíva. A utilização dos pesqueiros variou sazonalmente, sendo freqüentemente relacionada com as condições climáticas e com a visibilidade da água. X. kroyeri foi o peneídeo mais abundante (96,4%) nos desembarques de todas as comunidades, com o rendimento pesqueiro médio mais elevado em Corumbau. As maiores CPUEs de X. kroyeri ocorreram no durante o outono e o inverno, e apresentando uma relação negativa com a visibilidade e a temperatura da água e coincidindo com o período de recrutamento da espécie. Cerca de 50% das pescarias atuam sobre indivíduos com tamanho inferior à 15mm de CC. Assim, a pesca na região pode estar sendo executada de maneira inadequada ao manejo sustentável deste recurso. A produção do camarão VG (L. schmitti) foi muito baixa em relação às outras espécies, embora o mesmo esteja presente em todas as estações do ano, nas três comunidades. A produção de camarão rosa (F. brasiliensis e F. paulensis) foi maior em Cumuruxatiba, onde se pode observar uma nítida variação sazonal, com a CPUE baixa durante o inverno e aumentando gradativamente ao longo do ano, com o pico da safra ocorrendo no outono. As capturas do camarão rosa, provavelmente, foram limitadas ao período de recrutamento da espécie. Durante o experimento de redução de fauna acompanhante foram identificadas 93 espécies de peixes, sendo 89 pertencentes a Classe Actinopterygii e 3 a Classe Chondrichthyes. Foi possível verificar que as redes com o painel de malha quadrada são eficientes na exclusão da ictiofauna acompanhante, sem alterar as capturas de camarões sete-barbas. O comportamento, o formato do corpo e a capacidade de natação influenciaram a capacidade dos peixes para escaparem pelo painel, favorecendo, principalmente, os indivíduos de maior porte. Foi possível identificar diferenças nas assembléias de peixes entre os dois períodos analisados, sem alterações na eficiência do dispositivo. Além disso, independente da profundidade, o efeito positivo do painel de malha quadrada foi observado. Desta forma, a utilização desse dispositivo é bastante promissora devido à suas características estruturais, além de possuir baixo custo e ser de fácil aquisição e instalação.
3

Ecologia populacional do camarão sete barbas Xiphopenaeus kroyeri (Heller, 1862) e análise ecológica da fauna acompanhante no litoral catarinense

Rodrigues Filho, Jorge Luiz 07 June 2013 (has links)
Made available in DSpace on 2016-06-02T19:29:59Z (GMT). No. of bitstreams: 1 5629.pdf: 2145438 bytes, checksum: 5a80b3c1e6df9a55786291454083919c (MD5) Previous issue date: 2013-06-07 / Universidade Federal de Sao Carlos / Throughout the Brazilian coast, fisheries for the seabob shrimp, Xiphopenaeus kroyeri, can be found, having significant economic, social and cultural importance. With the low selectivity of the nets, these highly predatory fisheries causes substantial damage to the substrate and benthic community, however being very efficient in catching the target species. In this thesis the data from shrimp trawls of the coast of Santa Catarina were analyzed from different perspectives, resulting in three chapters. In the first chapter, we sought to analyze the distribution of the catch of the seabob shrimp and aspects of its population in Armação do Itapocoroy Penha, SC, over an annual cycle at different sampling depths. In the second chapter we explored the abundance data gathered over thirteen years for other species captured in the same study area, in order to highlight ecological patterns of the community over time. In the last chapter, trawl samples from different fishing spots of the Pinheira beach, Palhoça County, were analyzed in order to check how abiotic factors influences the species composition and ecological descriptors of the fish assemblage. Considering the three studies, it was concluded that the seabob shrimp population shows no stratification between the isobaths, however a large number of young shrimp is found in shallow areas that are not adequately protected by the current closed season. Regarding the bycatch, there were high oscillations of in the specific composition as well as for the ecological descriptors over time, but the pattern of having few common and abundant species and a large number of rare, infrequent species, was seen in all study sites. / A pesca do camarão sete-barbas Xiphopenaeus kroyeri é realizada em todo litoral brasileiro, tendo uma significativa importância econômica, social e cultural. Essa modalidade é considerada predatória pela baixa seletividade das redes e impactante por danificar substancialmente o substrato e a comunidade bentônica, porém, por outro lado, é eficiente na captura da espécie-alvo. Nesta tese os resultados de arrastos camaroeiros do litoral de Santa Catarina foram analisados com diferentes enfoques, levando a elaboração de três capítulos. No primeiro capítulo, buscou-se analisar a distribuição das capturas do camarão sete-barbas e seus aspectos populacionais na Armação do Itapocoroy, Penha, SC, ao longo de um ciclo anual em diferentes profundidades de amostragem. No segundo capítulo foi explorada uma série de dados de treze anos da abundância de espécies relativa a toda comunidade capturada na mesma área de estudo (Armação do Itapocoroy) de modo a se evidenciar padrões ecológicos ao longo dos anos. No ultimo capítulo, amostras de arrastos em diferentes pontos de pesca na praia da Pinheira, município de Palhoça, foram analisadas para se checar como os fatores abióticos influenciam a composição específica e os descritores ecológicos das assembleias de peixes. Considerando os três estudos, conclui-se que o camarão sete-barbas não apresentou estratificação populacional entre as isóbatas, entretanto foi observado um maior contingente de jovens em áreas mais rasas, que não estão protegidos de forma adequada pelo período de defeso atual. Quanto à fauna acompanhante, houve elevadas oscilações das composições especificas e dos descritores ecológicos ao longo do tempo, contudo o padrão de possuírem poucas espécies abundantes e frequentes e um elevado contingente de espécies raras e infrequentes foi mantido nos locais estudados.
4

Bioecologia de espécies do gênero Stellifer (Pisces, Sciaenidae) acompanhantes na pesca artesanal do camarão sete-barbas, na Armação do Itapocoroy, Penha, Santa Catarina, Brasil

Rodrigues Filho, Jorge Luiz 04 April 2008 (has links)
Made available in DSpace on 2016-06-02T19:31:40Z (GMT). No. of bitstreams: 1 1890.pdf: 1419118 bytes, checksum: 2d99dc874e80a892ef4eba76fce91014 (MD5) Previous issue date: 2008-04-04 / Universidade Federal de Sao Carlos / The fishery of sea-bob-shrimp Xiphopenaeus kroyeri with over-trawl nets with doors used by artisanal fishery is considered an efficient method for the capture of the target specie along the Brazilian Cost. However, it presents a low selectivity and captures a high amount of the demersal and benthonic fauna that are know as accompanying fauna. Among these, is frequently found that they of the target species, the fish of the genus Stellifer. Therefore, this study, aimed to determine the bioecological characteristics of fishes of this captured in fishing held in the Armação Itapocoroy, Penha, Santa Catarina, in two ways: in the first chapter, analyzing the population structure and the reproductive aspects of the species Stellifer rastrifer, Stellifer stellifer e Stellifer brasiliensis exploited in in the period of from april/2006 to march/2007 and, in the second chapter, assessing the annual and monthly abundance distributions of the exploited Stellifer spp. populations during the years of 1996 2006. / A pesca de arrasto com redes-de-porta praticada pela frota artesanal, dirigida ao camarão sete-barbas Xiphopenaeus kroyeri no litoral brasileiro é considerada eficiente na captura da espécie-alvo. Entretanto, apresenta baixa seletividade e incidentalmente captura grande contingente da fauna demersal e bentônica, agrupados sobre a denominação de fauna acompanhante. Dentre esses, destacamse, devido ao fato de possuírem o mesmo habitat que a espécie-alvo, os peixes do gênero Stellifer. Tendo por base esta constatação objetivou-se, no presente trabalho, determinar as características bioecológicas de espécies do gênero Stellifer ocorrentes na pesca artesanal realizadas em Armação do Itapocoroy, Penha, Santa Catarina, abordando dois aspectos: no primeiro capitulo, analisando a estrutura das populações e os aspectos reprodutivos das espécies Stellifer rastrifer, Stellifer stellifer e Stellifer brasiliensis, capturadas no período de abril/2006 a março/2007 e, no segundo capitulo, avaliando as distribuições mensais e anuais da abundância das populações de Stellifer spp. capturadas durante os anos de 1996 a 2006.
5

Isolamento e caracterização de peptídeos do gastrópode marinho Olivancillaria urceus /

Malimpensa, Letícia Rossi January 2019 (has links)
Orientador: Leandro Mantovani de Castro / Resumo: A Olivancillaria urceus é uma das espécies de gastrópode marinho mais abundante na região subtropical da costa sudeste brasileira, frequentemente capturada na pesca de arrasto de fundo do camarão sete barbas. Nos últimos anos, a investigação química em moluscos marinhos têm revelado informações sobre uma variedade de compostos de interesse clínico, em especial os peptídeos, apresentando propriedades farmacológicas distintas, como por exemplo, ação antimicrobiana. Neste contexto, o objetivo deste trabalho foi o isolamento e caracterização de peptídeos que existam naturalmente nos tecidos do gastrópode marinho Olivancillaria urceus utilizando-se de um método específico de extração, seguido de fracionamento por cromatografia líquida em coluna C18, ensaio de atividade antimicrobiana contra os microorganismos: M. luteus, E. coli e C. albicans, e identificação das frações com atividade por espectrometria de massas. Nossas análises identificaram uma fração do extrato peptídico, denominada 18-M-3, com atividade antimicrobiana contra a bactéria Micrococcus luteus, apresentando uma concentração média de 2,18 mg/ml. A análise por espectrometria revelou tratar-se de uma fração complexa, constituída principalmente por um conjunto de peptídeos descritos pela primeira vez, fragmentos de proteínas citosólicas e nucleares conservados em diferentes espécies de moluscos. Estes resultados abrem novas perspectivas sobre o potencial farmacológico de extratos O. urceus. / Abstract: Olivancillaria urceus is one of the most abundant marine gastropod species in the subtropical region of the Brazilian southeast coast, often caught in shrimp trawling. In recent years, chemical research in marine molluscs has revealed information on a variety of compounds of clinical interest, especially peptides, exhibiting distinct pharmacological properties, such as antimicrobial action. In this context, the aim of this work was the isolation and characterization of peptides that exist naturally in the tissues of the marine gastropod O. urceus using a specific extraction method, followed by liquid chromatography fractionation on C18 column, antimicrobial activity tests against microorganisms M. luteus, E. coli e C. albicans, and identification of the fractions with activity by mass spectrometry of. Our analyzes identified a fraction of the peptide extract, designated 18-M-3, with antimicrobial activity against the bacterium Micrococus luteus, presenting an average concentration of 2.18 mg / ml of peptides. Spectrometric analysis revealed a complex fraction consisting mainly of a set peptides, fragments of cytosolic and nuclear proteins conserved in different species of mollusks. These results open new perspectives about the pharmacological potential of O. urceus extracts. / Mestre
6

Análise das capturas do anzol “circular” em relação ao anzol “J” em embarcações com espinhel pelágico no Oceano Atlântico

SANTOS, José Carlos Pacheco dos 03 September 2007 (has links)
Submitted by (edna.saturno@ufrpe.br) on 2017-02-14T16:45:41Z No. of bitstreams: 1 Jose Carlos Pacheco dos Santos.pdf: 638792 bytes, checksum: 6f28321f4c3fd95cd1db01843c010e88 (MD5) / Made available in DSpace on 2017-02-14T16:45:41Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Jose Carlos Pacheco dos Santos.pdf: 638792 bytes, checksum: 6f28321f4c3fd95cd1db01843c010e88 (MD5) Previous issue date: 2007-09-03 / Aiming compare the indices of catch per unit of effort, hook location, and the condition of the fishes caught in two different types of hook, the “circle” (18/0) and “J” (9/0), 81 pelagic longline sets in a equatorial area were observed. The indices of catches for the albacore (Thunnus alalunga), yellowfin tuna (Thunnus albacares) and swordfish (Xiphias gladius) had not presented a significant differences between the two the types of hook, whereas the bigeye tuna (Thunnus obesus) target specie in these fisheries, were significantly more caught in the circle hooks than in “J” hooks. The “circle” hooks also showed a mortality rate lesser than the “J” hooks, thus increasing the indices of non target species discarded alive, as for example the blue and white marlin, which in Brazil are being caught beyond the quotas stipulated by the ICCAT (International Commission for the Conservation of Atlantic Tunas). This fact brings a substantial quality improvement results during the disembark, resulting a high final products qualifying to export and consequently a best sale price. / No intuito de comparar o desempenho dos anzóis, o índice de captura por unidade de esforço, o posicionamento do anzol no corpo do animal capturado, e a condição do peixe no recolhimento, foram observados 81 lances de uma pescaria comercial com espinhel, operando no Atlântico sul equatorial, na qual os anzóis “circulares” (tamanho 18/0) e os anzóis do tipo “J” (tamanho 9/0) foram utilizados de forma alternada. As taxas de captura para albacora branca (Thunnus alalunga), albacora laje (Thunnus albacares) e o espadarte (Xiphias gladius) não apresentaram diferenças significativas entre os dois tipos de anzol, enquanto que a albacora bandolim (Thunnus obesus) principal alvo da pesca, foi significativamente mais capturada nos anzóis “circulares”, os quais apresentaram, também, uma taxa de mortalidade no momento do recolhimento muito menor, podendo assim aumentar a taxa de descarte vivo de animais que compõem a fauna acompanhante, como por exemplo os agulhões negro e branco, que no Brasil estão sendo capturados além das cotas estipuladas pela International Commission for the Conservation of Atlantic Tunas - ICCAT. Tal fato resulta em uma melhora substancial da qualidade do pescado na hora do desembarque, resultando, assim, em uma melhor qualificação do produto final para exportação e consequentemente um melhor preço de venda.
7

AbundÃncia de raias demersais apÃs proibiÃÃo de pesca de arrasto por embarccaÃÃes motorizadas na costa / Abundance of demersal rays after ban on trawling by motorized embarccaÃÃes coast

Inah SÃtiro 29 July 2013 (has links)
A pesca de fauna acompanhante, o âbycatchâ, pode ser considerada uma das maiores ameaÃas à vida nos oceanos. A influÃncia das capturas de fauna acompanhante nos ecossistemas marinhos faz com que esta seja uma das questÃes de conservaÃÃo da natureza mais importantes atualmente. Por vÃrias dÃcadas existiu na costa de Fortaleza uma intensa atividade da pesca de arrasto de camarÃo, que acidentalmente capturava raias, com o uso de embarcaÃÃes motorizadas. Tal atividade foi proibida a partir de 2003, pela Portaria no 35 do MinistÃrio do Meio Ambiente (Instituto do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais RenovÃveis). O objetivo do presente estudo foi avaliar se a proibiÃÃo da pesca de arrasto de camarÃo utilizando-se embarcaÃÃes motorizadas em Ãreas costeiras (1) afeta a abundÃncia de raias demersais; (2) que parcela das populaÃÃes dessas raias està sujeita ao efeito da proibiÃÃo da referida atividade pesqueira; (3) se espÃcies consideradas pela LegislaÃÃo Brasileira atual como sob algum grau de ameaÃa tambÃm sÃo afetadas por esta proibiÃÃo. No presente estudo, foram realizadas 14 amostragens cientÃficas na enseada do Mucuripe, Fortaleza/CE, entre setembro de 2004 e novembro de 2010, cada uma com 10 arrastos de fundo a cerca de 14 m de profundidade, utilizando rede de arrasto-de-portas. Foram ainda, compilados dados nÃo publicados de abundÃncia de raias capturadas como fauna acompanhante da pesca de arrasto de camarÃo, utilizando-se embarcaÃÃo motorizada, na enseada do Mucuripe, entre 1997 e 1998. A proibiÃÃo da pesca de arrasto de camarÃo utilizando-se embarcaÃÃes motorizadas, em Ãreas costeiras, afeta positivamente a abundÃncia de raias demersais previamente impactadas por essa atividade. AlÃm disso, Ãrea costeira investigada abriga todas as classes de tamanho das raias Dasyatis guttata e Gymnura micrura e portanto pode ser considerada uma Ãrea importante para a reproduÃÃo destas espÃcies. Por fim, essa mesma Ãrea abriga, ainda, diversas espÃcies consideradas pela LegislaÃÃo Brasileira atual como ameaÃadas (n=4) ou sobreexplotadas ou ameaÃadas de sobreexplotaÃÃo (n=7). / Bycatch fisheries may be considered one of the greatest threats to marine life. The influence of these captures in marine ecosystems makes it one of the most pressing issues on nature conservation today. For decades, there was in Fortaleza, CE, a shrimp otter trawl fisheries activity conducted by motorized boats that accidently captured batoids. This activity has been prohibited by the Brazilian Ministry of Environment since 2003. The goal of the present study was to evaluate if the prohibition of shrimp otter trawl fisheries activity conducted by motorized boats on coastal areas (1) affects the abundance of demersal batoids; (2) which portion of these batoidsâ populations is under the effect of the prohibition of this fishery activity; and (3) if species considered by the current Brazilian legislation as under any level of threat also are effected by this prohibition. In the present study, fourteen scientific sampling were carried out on Mucuripe Bay, Fortaleza, CE, between September 2004 and November 2010. During each survey, 10 stations were sampled with otter trawl net, circa 14 m depth. In addition, unpublished data on the abundance of batoids captured as bycatch by shrimp fisheries in this same bay, between 1997 and 1998, were compiled. The prohibition of the shrimp fisheries using motorized boats, in coastal areas, affects positively the abundance of demersal batoids previously impacted by this activity. Furthermore, the coastal area studied is used by all size classes of the batoids Dasyatis guttata and Gymnura micrura and, therefore, it may be considered important for reproduction of these species. Lastly, this same Bay is also home for several species that currently are considered by the Brazilian legislation as endangered (n=4) or overexploited or threatened of overexploitation (n=7).
8

Influ?ncia dos fatores abi?ticos sobre a varia??o espa?o-temporal de paralonchurus brasiliensis (Steindachner, 1875) (pisces, sciaenidae) componente da fauna acompanhante da pesca de camar?es no litoral Norte de S?o Paulo

Costa, Eudriano Flor?ncio dos Santos 29 April 2010 (has links)
Made available in DSpace on 2014-12-17T14:02:00Z (GMT). No. of bitstreams: 1 EudrianoFSC_DISSERT.pdf: 4107766 bytes, checksum: 4869c74d441a0dacea2217f661f2635e (MD5) Previous issue date: 2010-04-29 / Knowledge of the environmental factors influence on the spatial-temporal variation of fishes is important to fisheries management and conservation. Thus, the aim of this work was to analyze the influence of the abiotical factors on the spatial-temporal distribution of Paralonchurus brasiliensis (Pisces, Sciaenidae) caught by-catch with the shrimp fishing of Ubatuba and Caraguatatuba regions, north coast of S?o Paulo State. The fishes were captured every month from January to December 2002. Samples were collected by otter trawl at 5, 10, 15, 20, 25, 30 and 35m depths. The temperatures (surface and bottom), salinities (surface and bottom), sediment features and organic matters were verified for each depth. During all period of the study 12.642 specimens of P. brasiliensis were captured at Ubatuba and 17.166 at Caraguatatuba, which totalized the biomass of 267 for the first and 339kg for the other region. The females outnumbered males in fish population. The greatest values of biomass and number of individuals were registered at the summer and autumn seasons, while the lowest values were observed at the winter and spring seasons. The greatest abundances were found from 15 to 25m depth. In this study, it was verified that P. brasiliensis is a coastal waters associate species. The spatialtemporal distribution of P. brasiliensis is affected by intrusion of SACW and depth for the coastal region and by depth and sediment in sheltered areas such as Caraguatatuba / A compreens?o dos processos ambientais que controlam a distribui??o espa?o-temporal dos peixes ? de fundamental import?ncia para o manejo e conserva??o dos estoques pesqueiros. Desse modo, o presente trabalho analisou a influ?ncia dos fatores ambientais sobre a varia??o espa?o-temporal de Paralonchurus brasiliensis (Pisces, Sciaenidae) componente da fauna acompanhante da pesca de camar?es nas regi?es de Ubatuba e Caraguatatuba, litoral norte do estado de S?o Paulo. As capturas foram realizadas mensalmente, durante o per?odo de janeiro a dezembro de 2002, nas is?batas de 5, 10, 15, 20, 25, 30 e 35m com o aux?lio de um barco de pesca camaroneiro equipado com redes do tipo mexicanas. A temperatura (superf?cie e fundo), salinidade (superf?cie e fundo), granulometria e a quantidade de mat?ria org?nica do sedimento foram determinados em cada transecto. Foram capturados 12.642 esp?cimes de P. brasiliensis na regi?o de Ubatuba e 17.166 em Caraguatatuba, correspondendo a uma biomassa total de 267 e 339kg, respectivamente. As f?meas predominaram na popula??o. Os maiores valores de biomassa e n?mero total de indiv?duos capturados ocorreram durante o ver?o e outono, e os menores no inverno e primavera. As maiores abund?ncias ocorreram em profundidades entre 15 e 25m. Constatouse que P. brasiliensis ? uma esp?cie associada a ?guas costeiras. A intrus?o da ACAS e a profundidade s?o fatores ambientais preponderantes que influenciam na distribui??o espa?o-temporal de P. brasiliensis na regi?o de Ubatuba, enquanto a profundidade e o tipo de sedimento exercem maior influ?ncia em ?reas abrigadas como Caraguatatuba
9

Ecologia e conservação do tubarão galha-branca oceânico (carcharhinus longimanus, poey 1861)

TOLOTTI, Mariana Travassos 19 February 2016 (has links)
Submitted by Fabio Sobreira Campos da Costa (fabio.sobreira@ufpe.br) on 2016-09-01T13:19:15Z No. of bitstreams: 2 license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5) MTTolotti_EcologyConservationOceanicWhitetipShark_VF_FichaCatalografica.compressed aprovada.pdf: 5871232 bytes, checksum: 4af848c7c53529f3e28ffa5d085443f1 (MD5) / Made available in DSpace on 2016-09-01T13:19:16Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5) MTTolotti_EcologyConservationOceanicWhitetipShark_VF_FichaCatalografica.compressed aprovada.pdf: 5871232 bytes, checksum: 4af848c7c53529f3e28ffa5d085443f1 (MD5) Previous issue date: 2016-02-19 / CAPEs / O objetivo principal da presente tese consistiu em agregar informações ao conhecimento sobre o tubarão galha-branca oceânico (Carcharhinus longimanus), principalmente no que se refere à sua distribuição, índices de abundância e preferências de habitat. Apesar de ser uma espécie muito capturada na pesca oceânica de atuns afins, informações acerca destes aspectos ecológicos são escassas e até mesmo ausentes na literatura relacionada à espécie. A tese é apresentada como um conjunto de capítulos autônomos, representando artigos científicos individuais. No primeiro capítulo-artigo foram discutidos os possíveis efeitos de medidas de manejo restritivas, implementadas recentemente por Organizações Regionais da Pesca Atuneira e que incluem algumas espécies de tubarões oceânicos. Medidas restritivas isoladas terão pouco impacto na redução da mortalidade de tubarões oceânicos. Um conjunto de medidas mitigadoras integradas será mais eficaz na conservação e recuperação das populações dessas espécies. No segundo capítulo-artigo foram analisados dados de captura e esforço de 14.835 lançamentos de espinhel pelágico realizados por embarcações arrendadas da frota atuneira brasileira, nos anos de 2004 a 2010. A CPUE nominal exibiu uma tendência de aumento gradual ao longo dos anos, variando de 0,04 em 2004 para 0,15 em 2010. A CPUE foi padronizada através de uma abordagem delta-GLM, entretanto, o índice de abundância padronizado não diferiu significativamente da CPUE nominal. Os modelos indicaram que as capturas de tubarões galha-branca são maiores para a estratégia de pesca espanhola, que se caracteriza pela utilização de anzóis em profundidades mais rasas. No terceiro capítulo-artigo, a interação entre tubarões galha-branca e a pesca de rede de cerco nos Oceanos Atlântico e Índico foi analisada, com o objetivo de investigar o potencial da utilização do banco de dados dessa pescaria para derivar índices de abundância e determinar tendências populacionais para a espécie. Dados de observadores de bordo da frota francesa combinados com dados históricos da União Soviética foram utilizados na análise. A série temporal combinada incluiu os anos entre 1986 e 2014. No Oceano Atlântico não foi possível determinar uma tendência populacional, uma vez que o índice de ocorrência foi muito baixo e não variou significativamente com o tempo. No Oceano Índico foi observada uma mudança bem-marcada no índice de ocorrência, oscilando em torno de 20% entre meados dos anos 80 e 90 e caindo para menos de 10% a partir de 2005. No quarto capítulo-artigo, a vulnerabilidade do tubarão galha-branca à pesca de espinhel pelágico foi avaliada utilizando dados dependentes e independentes da pesca. Os dados dependentes incluíram informações de diários de bordo (1999- 2011) e observadores embarcados (2004 a 2010), num total de 65.277 lançamentos de espinhel. Os dados independentes foram obtidos a partir de 8 tubarões marcados com marcas do tipo “pop-up satellite archival tag” na área onde a frota de espinhel operou. Locais de marcação e desprendimento das marcas foram relativamente próximos uns dos outros. Entretanto, os indivíduos marcados tenderam a viajar longas distâncias antes de retornar para a área de marcação. Foi observado um certo grau de filopatria à área. “Hotspots” de alta utilização dos tubarões marcados correspondeu à área sob forte pressão pesqueira. Todos os tubarões exibiram uma forte preferência por águas quentes e rasas da camada de mistura, gastando, em média, mais de 70% do tempo acima da termoclina e 95% acima de 120 m. Esse resultado justifica a maior capturabilidade da espécie em espinheis mais rasos. No quinto e último capítuloartigo, os movimentos verticais dos tubarões marcados foram analisados em detalhe. Apesar da distribuição vertical restrita, os dados indicaram que o tubarão galha-branca apresenta padrões de movimento complexos, incluindo padrões de migrações circadianas distintos e mergulhos profundos. O padrão circadiano mais frequentemente observado é caracterizado de um deslocamento à superfície durante o nascer do sol e uma tendência a permanecer em profundidades mais baixas durante o dia. Os movimentos verticais também foram influenciados pela temperatura da superfície do mar, o que pode indicar a ocorrência de termoregulação para espécie. A integração dos resultados de cada capítuloartigo proporcionou boas perspectivas para o desenvolvimento de medidas de mitigação. A evidência em relação à preferência do tubarão galha-branca por águas quentes e rasas é sólida, indicando que a remoção dos anzóis rasos do espinhel pode ser proposta para reduzir a captura incidental da espécie. O fato de variações na CPUE já terem sido observadas, sugere que esta pode ser uma medida eficaz. O comportamento filopátrico observado para o OCS também indica que a espécie pode se beneficiar com a criação de áreas marinhas protegidas. / The ultimate goal of this thesis was to generate knowledge regarding the ecology of the oceanic whitetip shark (Carcharhinus longimanus) and contribute for an ecosystem-based fishery management. The work focuses on the interactions between tuna fisheries and the species and its habitat preferences. Despite being frequently caught on high-sea fisheries, there are wide knowledge gaps regarding the ecology of the oceanic whitetip shark. The thesis is presented as a set of selfcontained standalone chapters, constructed as individual research articles. The first article-chapter provides a discussion concerning pelagic sharks and the recent species-specific banning measures implemented by Regional Fishery Management Organizations (RFMOs) in charge of tuna fisheries. It is unlikely that banning measures alone can reduce the high level of fishing mortality and recover pelagic shark’s depleted populations. Managers should be fully aware that the development and implementation of mitigation measures are critical for a more effective conservation strategy. In the second article-chapter, catch and effort data from 14,835 longline sets conducted by foreign tuna longline vessels chartered by Brazil, from 2004 to 2010, were analyzed. The nominal catch per unit of effort (CPUE) exhibited a gradual increase, varying from 0.04 sharks/1000 hooks in 2004 to 0.15 in 2010. A CPUE standardization was performed using a delta-GLM approach, but the standardized index of abundance did not differ significantly from the nominal CPUE. The models indicated that the catches of oceanic whitetip sharks are higher for the Spanish fishing strategy, which is characterized by the deployment of hooks at shallower depths. In the third article-chapter, the interaction between oceanic whitetip sharks and the purse seine fishery in the eastern Atlantic and western Indian oceans was analyzed, in order to investigate the potential of using this fishery’s database to derive abundance indexes and determine population trends for the species. Observer data from the French purse seine fleet combined with a historic database from the Soviet Union were used in the analyses. The combined time series spanned from 1986 to 2014. The occurrence index was very low for Atlantic Ocean and no marked temporal trend was observed. For the Indian Ocean a well-marked change on the occurrence index was observed, fluctuating around 20% from mid 80’s to mid 90’s and dropping to less than 10% as from 2005. In the fourth article-chapter, a combination of fisheries dependent and independent data was used to assess the vulnerability of the oceanic whitetip shark to pelagic longline fisheries. Fisheries dependent data included information from logbooks (from 1999 to 2011) and onboard observers (2004 to 2010), totaling 65,277 pelagic longline sets. Fisheries independent data were obtained from 8 oceanic whitetip sharks tagged with popup satellite archival tags in the area where longline fleet operated. Tagging and pop-up sites were relatively close to each other, although individuals tended to travel long distances before returning to the tagging area. Some degree of philopatry was observed. High utilization hotspots of tagged sharks fell inside the area under strongest fishing pressure. All sharks exhibited a strong preference for the warm and shallow waters of the mixed layer, spending on average more than 70% of the time above the thermocline and 95% above 120 m. This result explains the higher catchability of the species on shallow longline gear. In the fifth and last article-chapter, the vertical movements of tagged oceanic whitetip sharks were analyzed in detail. Despite its restricted vertical distribution, the analyses reveled that oceanic whitetips perform complex movement patterns, including distinct diel patterns and deep diving behavior. A correlation between vertical movements and sea surface temperature was also observed, suggesting the occurrence of thermoregulation for the species. The combined results of each article-chapter have provided good insights towards the development of mitigation measures. The evidence regarding oceanic whitetip shark’s preference for warm and shallow waters is solid and this information suggests that the removal of the shallow hooks from the longline gear could be proposed as a technique to reduce OCS bycatch. The fact that CPUE variations were already observed suggests that this might be an effective measure. The philopatric behavior observed for the OCS also indicates that the species could benefit from time-area closure measures.

Page generated in 0.0818 seconds