• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 74
  • Tagged with
  • 74
  • 74
  • 34
  • 30
  • 26
  • 21
  • 16
  • 16
  • 14
  • 14
  • 11
  • 9
  • 9
  • 8
  • 8
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Avaliação histomorfológica da resposta da polpa de dentes de cães submetida ao capeamento com sistema adesivo, cimento de hidróxido de cálcio e dois tipos de agregado de trióxido mineral

Faraco Júnior, Italo Medeiros [UNESP] 02 August 1999 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:33:01Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 1999-08-02Bitstream added on 2014-06-13T19:43:59Z : No. of bitstreams: 1 faracojunior_im_dr_araca.pdf: 1484951 bytes, checksum: c8bfa8bad911326e6668f6051e3aa3ad (MD5) / A expectativa de contribuir com o campo do tratamento conservador da polpa dentária nos levou a analisar, sob microscopia ótica, os efeitos de alguns materiais no tecido pulpar de dentes de cães. Para isto, foram utilizados 60 dentes de cães, com idade de 8 meses, onde após o preparo de cavidades na região cervical da face vestibular e exposição pulpar, estas foram capeadas com sistema adesivo (Single Bond ), cimento de hidróxido de cálcio (Dycal ) e dois tipos de agregado de trióxido mineral (MTA). Os dentes capeados com sistema adesivo foram restaurados com resina composta e os restantes com óxido de zinco e eugenol. Os animais foram sacrificados após 60 dias do término dos procedimentos clínicos e os dentes processados em laboratório para obtenção de cortes histológicos, os quais foram corados pela hematoxilina de Harris e eosina e técnica de Brown e Brenn, para análise histomorfológica. Os resultados obtidos com os 4 materiais capeadores estudados permitiram ordená-los em ordem decrescente do melhor para o pior, da seguinte forma: a) MTA cinza; b) MTA Branco; c) Cimento de hidróxido de cálcio e d) Sistema adesivo. Os resultados obtidos com o cimento de hidróxido de cálcio e o sistema adesivo não permitem suas indicações como protetores diretos da polpa dental / Aiming to contribute in the field of conservative pulp treatment, the effect of some materials in the dental pulp of dogs were analyzed by optic microscopy. For this purpose, 60 permanent teeth of dogs 8 months old were used. Class V cavities were prepared in the labial surface and the pulp exposed. The experimental materials (dentinal adhesive system - Single Bond ; calcium hydroxide cement - Dycal ; gray mineral trioxide aggregate; white mineral trioxide aggregate) were placed on the pulp and the cavities were sealed with composed resin and zinc oxide-eugenol cement. The animals were killed 60 days after the treatment and the teeth prepared as the usual histological techniques. Serial sections were stained with hematoxylin and eosin as well as by the Brown and Breen method. According to our histomorphologic results, we could rank the materials from the best to worst: 1) Gray MTA; 2) White MTA; 3) Calcium hydroxide cement; 4) Dentinal adhesive system
2

Influência da superfície dentinária bovina na resistência de união de sistemas adesivos

Lara, Rafael Alves de [UNESP] 12 February 2014 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2015-06-17T19:34:49Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2014-02-12. Added 1 bitstream(s) on 2015-06-18T12:47:02Z : No. of bitstreams: 1 000826646.pdf: 221252 bytes, checksum: 07c2518fc0e0672138be32887f943210 (MD5) / O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito da superfície dentinária bovina na resistência de união (RU) de dois sistemas adesivos. Em dois grupos (n = 5) o esmalte vestibular de incisivos bovinos foi removido até a exposição da camada intermediária de dentina. Nos outros dois grupos os dentes bovinos foram desgastados a partir da face lingual ultrapassando os limites da câmara pulpar expondo dessa forma a parede vestibular da câmara pulpar. Os dentes foram planificados e polidos em lixadeira rotatória com lixas nas granulações sequenciais e crescente de 120 até 600 a fim de padronizar a formação da smear layer. Os adesivos utilizados foram o Single Bond 2 (3M - ESPE) (SB2) e o ClearFill (Kuraray) (CF). Os dentes dos grupos tratados com SB2 e os tratados com CF tiveram um bloco de resina composta (TPH 3, Dentsply) construído sobre cada superfície tratada. Após armazenagem por 24 h em estufa 37 ºC, cada conjunto dente/restauração foi seccionado nos eixos X e Y (ISOMET 1000, Buehler) para obter espécimes em forma de palito, contendo 1 mm² de área de secção transversal. A RU foi obtida em teste de microtração em máquina de ensaio universal (EMIC DL-1000) utilizando-se o dispositivo de Geraldeli, a uma velocidade de 0,5 mm/min. As fraturas foram analisadas em estereomicroscópio e classificadas em duas categorias: Tipo I - fratura adesiva, Tipo II - fratura mista.Os valores de resistência de união (MPa) foram submetidos a análise de variância de 2 fatores e ao teste de Tukey para comparação entre os grupos, ambos com α = 0,05. Foram obtidos os seguintes valores: G1 (normal/convencional) = 43,9 ± 4,8 MPa; G2 (invertido/convencional) = 29,2 ± 5,4 MPa; G3 (normal/autocondicionante) = 13,9 ± 2,1 MPa e G4 (invertido/autocondicionante) = 12,7 ± 3,4 MPa, com significância para direção da dentina ,para os sistemas adesivos bem como para a interação dos fatores. Limitado pela metodologia do estudo pode se ... / The aim of this study was to evaluate the influence of bovine dentin surface on the bond strength (BS) of two adhesive systems. In two groups (n = 5) buccal enamel of bovine incisors was removed by exposing the middle dentin. In the other two groups bovine teeth were ground from the lingual surface exposing the buccal wall of the pulp chamber. The teeth were ground flat and polished on sequentially with # 120 to 600 sandpapers in order to standardize the smear layer. The adhesives were Single Bond 2 (3M - ESPE) (SB2) and ClearFill (Kuraray) (CF). A block of composite resin (TPH 3, Dentsply) was constructed on the adhesive treated surface. After storage for 24 hours at 37 °C, each set was sectioned in X and Y (ISOMET 1000, Buehler) axes to obtain i-shaped specimens, with 1 mm² cross sectional area. The BS was obtained by mechanical microtensile testing in a universal testing (EMIC DL - 1000) using the Geraldeli's device at cross head speed of 0.5 mm/min. The fractures were examined under a stereomicroscope and classified into two categories: Type I - adhesive fracture, type II - mixed fracture. Data of bond strength (MPa) were submitted to 2-way ANOVA and Tukey's test for comparison between groups, both with α = 0.05. With the average values for the groups tested as follows: G1 (normal/Conventional) = 43,9 ± 4,8 MPa, G2 (invert/conventional) = 29,2 ± 5,4 MPa; G3 (normal/self-etching) = 13,9 ± 2,1 MPa and G4 (invert/self-etching) = 12,7 ± 3,4 MPa with significance for the direction of the dentin for adhesive systems as well as for the interaction of factors. Limited by the methodology of the study it can be concluded that the direction of bonding influences on the bond strength primarily in self-etching adhesives
3

Continuação dos estudos sobre alterações dimensionais, de resistência à tração e de resistência ao dobramento, em corpos de gesso, consequente à sua fratura, seguida de colagem /

Springmann, Werner January 1975 (has links)
Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde. / Made available in DSpace on 2012-10-15T19:36:44Z (GMT). No. of bitstreams: 0Bitstream added on 2016-01-08T13:06:37Z : No. of bitstreams: 1 141692.pdf: 4792738 bytes, checksum: af8908cc1e529c5c629472ae7ab3d4b9 (MD5)
4

Influência da contaminação pela fumaça do cigarro na força de união entre dentina e compósito

Silva, Júnio S. Almeida e January 2008 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Odontologia. / Made available in DSpace on 2012-10-24T01:59:35Z (GMT). No. of bitstreams: 1 200873.pdf: 16409018 bytes, checksum: 14c4832cec80b7845b877f234cde409d (MD5) / O objetivo deste estudo in vitro foi avaliar a força de união entre dentina contaminada pela fumaça do cigarro e resina composta. A metodologia utilizada foi o teste de microtração. Foram utilizados dez terceiros molares humanos, dos quais seis foram destinados ao teste de microtração, e os quatros dentes restantes tiveram suas superfícies dentinárias analisados com o MEV. Mediante a realização de cortes seqüenciais, cada dente teve sua porção radicular eliminada e a parte coronal dividida em duas, no sentido mésio-distal. Assim, foram obtidas vinte metades das dez partes coronais. O substrato para adesão foi dentina profunda através de acesso apical. Para a confecção dos corpos-de-prova, cada metade dental foi incluída em resina epóxi através de uma matriz metálica bipartida. Os vinte corpos-de-prova foram distribuídos em dois grupos experimentais (FC e SFC), de maneira que cada dente foi controle de si mesmo ao destinar uma metade a cada grupo. Os corpos-de-prova pertencentes ao grupo FC sofreram escovação simulada diária por meio de um dispositivo desenvolvido para esta pesquisa e exposição à fumaça do cigarro em uma câmara simuladora do ato de fumar por um regime de trinta cigarros por dia durante dezessete dias. Os corpos-de-prova pertencentes ao grupo SFC somente sofreram escovação simulada diária. A análise no microscópio eletrônico de varredura (MEV) revelou a presença de contaminantes nas superfícies dentinárias dos corpos-de-prova do grupo FC antes e após o condicionamento ácido. Para o teste de microtração, foi de forma incremental confeccionada uma base de resina composta Z250 (3M ESPE) de seis milímetros utilizando-se o sistema adesivo Scotchbond Multipurpose Plus (3M ESPE) na superfície dentinária de cada corpo-de-prova. Os corpos-de-prova foram mantidos em água destilada a 37 ºC por 24 horas e seccionados longitudinalmente nos eixos x e y para a obtenção de filetes retangulares com área de secção transversal de aproximadamente 0.45 mm2. O filetes foram tracionados à velocidade de cruzeta de 0,5 mm/min até o registro da carga necessária para ruptura. Os padrões de fratura foram analisados em um microscópio estereoscópio (25 x). A análise estatística (teste t) demonstrou a existência de diferença significante entre as médias dos grupos testados, com o valor de p = 0.001. O grupo FC (49.58 MPa) apresentou inferior resistência de união quando comparado ao grupo SFC (58.48 MPa). De acordo com os resultados, conclui-se que a contaminação pela fumaça do cigarro diminui a resistência de união entre dentina e resina composta.
5

Efeito de agentes contaminantes durante os procedimentos adesivos na resistência de união à dentina

Sousa, Cleo Nunes de 24 October 2012 (has links)
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Odontologia, Florianópolis, 2009 / Made available in DSpace on 2012-10-24T21:38:46Z (GMT). No. of bitstreams: 1 271865.pdf: 726369 bytes, checksum: f7b352453fa6e92e33fb1a26ad2560cb (MD5) / O objetivo desta tese foi avaliar a resistência de união de um sistema adesivo de frasco único ao substrato dentinário contaminado com saliva e óleo lubrificante após o condicionamento ácido. Para isso, 10 molares humanos foram cortados transversalmente expondo dentina superficial oclusal, polidos até lixa 600 e divididos em 5 grupos. No grupo 1 (G1), o sistema adesivo frasco único (Prime&Bond NT, Dentsply) foi aplicado conforme instruções do fabricante. No grupo 2 (G2), a superfície dentinária foi contaminada com saliva fresca após o condicionamento com ácido fosfórico e antes da aplicação do sistema adesivo. No grupo 3 (G3), procedeu-se de forma similar ao G2, entretanto a superfície contaminada foi seca com jatos de ar durante 5s para remoção da contaminação salivar. No grupo 4 (G4), a superfície dentinária foi contaminada com óleo lubrificante para peça-reta após o condicionamento com ácido fosfórico e antes da aplicação do sistema adesivo. No grupo 5 (G5), procedeu-se de forma similar ao G3, entretanto a superfície contaminada foi seca com jatos de ar durante 5s para remoção do óleo lubrificante. Em todos os grupos, a resina composta (TPH Spectrum, Dentsply) foi inserida em 4 incrementos de 1mm e fotopolimerizada. Depois de 24h em água, os espécimes foram cortados em duas direções perpendiculares com um disco diamantado em baixa velocidade, para obterem-se os filetes com uma secção de aproximadamente 0,07mm2. Estes foram colados em um dispositivo montado em uma máquina Instron, e a resistência de união por microtração (MTBS) foi medida. Os dados foram analisados com ANOVA e Scheffé (p < 0,0001). As médias (±DP) de MTBS foram: G1=56,2 (±13,6)A, G2=16,0 (±10,4)B, G3=33,2 (±18,7)C, G4=38,2 (±17,8) e G5=11,3 (±7,3). Conclui-se que tanto a contaminação pelo óleo lubrificante como a contaminação pela saliva exercem um efeito negativo na resistência de união mesmo quando forem removidos com jato de ar. Para o óleo lubrificante foi observada também a diminuição dos valores obtidos quando da tentativa de remoção do contaminante.
6

Avaliação da resistência de união de sistemas adesivos auto-condicionantes à dentina

Arruda, Carlos Eduardo Pinarel January 2002 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Odontologia. / Made available in DSpace on 2012-10-19T17:00:17Z (GMT). No. of bitstreams: 1 186156.pdf: 918336 bytes, checksum: d8ff1ad82bf2aa41e802c710a1f41b51 (MD5) / O objetivo deste trabalho foi avaliar a resistência de união de três sistemas adesivos em dentina. Os espécimes foram divididos aleatoriamente em três grupos segundo o sistema adesivo a ser utilizado, e submetidos ao ensaio de cisalhamento, a uma velocidade de cruzeiro de 1,0mm/min. Os valores médios de resistência obtidos foram de 23,07 MPa para o sistema adesivo Single Bond, 20,80 MPa para o sistema adesivo One Up Bond F e de 35,68 MPa para o sistema adesivo Clearfil SE Bond. Concluiu-se que o sistema adesivo Clearfil SE Bond apresentou média de resistência ao cisalhamento superior as médias obtidas pelos sistemas One Up Bond F e Single Bond, sendo que estes não tiveram diferença estatisticamente significante entre suas médias.
7

Influência do clareamento dental, com gel de peróxido de carbamida a 10%, na adesão ao esmalte humano, de um adesivo monocomponente com solvente a base de etanol

Schubert, Edward Werner January 2002 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde. Programa de Pós-Gradução em Odontologia. / Made available in DSpace on 2012-10-19T19:22:36Z (GMT). No. of bitstreams: 1 186444.pdf: 1463883 bytes, checksum: 98f3da0ede1b3184cc0a5025fdb86ac7 (MD5) / O objetivo foi observar as possíveis modificações provocadas pelo clareamento dental à base de peróxido de carbamida a 10%, sobre o esmalte dental humano, na força de adesão de um adesivo dentinário monocomponente.. O clareamento na boca durante todo o período experimental de 21 dias, sendo exposto ao agente clareador durante 3h diariamente. Após o período experimental, os corpos de prova, ficaram em repouso por 24h. O esmalte foi ácido condicionado, hibridizado e fotopolimarizado. Na seqüência os blocos foram transformados em palitos com superfície de 1mm2), e foram submetidos ao teste de tração,. Os resultados, após análise estatística demonstraram que não houve diferença estatisticamente significante entre os grupos testados.
8

Análise da resistência de união à dentina humana submetida ao condicionamento total sob pressão pulpar simulada e armazenamento em etanol 75%

Holleben, Priscila [UNESP] 05 February 2013 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:30:22Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2013-02-05Bitstream added on 2014-06-13T18:40:25Z : No. of bitstreams: 1 000758137.pdf: 2416656 bytes, checksum: 89bb5e8254e1666f93f5d7e8ebf6d77e (MD5) / A degradação hidrolítica da interface adesiva é o fator mais crítico na longevidade dos procedimentos restauradores. O objetivo deste estudo, in vitro, foi avaliar, por meio do teste de microtração, a resistência de união do sistema adesivo Scotchbond Universal (SU, 3M ESPE) à dentina humana, submetida à simulação da pressão pulpar e ao armazenamento em água deionizada ou etanol 75% por 1 dia, 10 dias e 30 dias. O sistema adesivo foi aplicado de acordo com a técnica do condicionamento total e sob a simulação de 0 ou 15 cm de H2O de pressão pulpar (durante todo o procedimento restaurador). Foram utilizados 60 terceiros molares humanos divididos em 4 grupos: G1) SU aplicado sem simulação da pressão pulpar (0 cm H2O) e armazenado em água deionizada; G2) SU aplicado sem simulação da pressão pulpar (0 cm H2O) e armazenado em etanol 75%; G3) SU aplicado com simulação da pressão pulpar (15 cm H2O) e armazenado em água deionizada; G4) SU aplicado com simulação da pressão pulpar (15 cm H2O) e armazenado em etanol 75%. Os espécimes foram restaurados com a resina composta Filtek Z350 XT (3M ESPE). Após 48 h em água deionizada a 37ºC, os espécimes foram seccionados para a obtenção de palitos com área adesiva de aproximadamente 1 mm2, que foram submetidos ao teste de microtração após mais 1 dia, 10 dias ou 30 dias de armazenamento em água deionizada ou etanol 75%. A variação da resistência de união foi analisada pelos testes estatísticos ANOVA 3-fatores e Tukey (5% de significância). Todas as variáveis experimentais – pressão pulpar (p=0,0007), meio de armazenamento (p=0,0006) e tempo (p=0,0033) – tiveram influência estatisticamente significante sobre a resistência adesiva (p<0,05). O grupo restaurado sem pressão pulpar e armazenado em água por 1 dia apresentou a maior média (35,26  4,63 A), que diferiu estatisticamente dos grupos restaurado... / The hydrolytic degradation of adhesive interface is the most critical factor affecting the longevity of restorative procedures. The aim of this in vitro study was to evaluate the microtensile bond strength of Scotchbond Universal Adhesive (SU, 3M ESPE) to human dentin, submitted to simulated pulpal pressure and stored in either deionized water or 75% ethanol for 1 day, 10 days and 30 days. The adhesive system was applied according to the total-etch technique and under the simulation of either 0 or 15 cm of H2O pressure (during all the restorative procedure). Sixty human third molars were used and divided into 4 groups: G1) SU applied without pulpal pressure (0 cm H2O) and stored into deionized water; G2) SU applied without pulpal pressure (0 cm H2O) and stored into 75% ethanol; G3) SU applied with pulpal pressure (15 cm H2O) and stored into deionized water; G4) SU applied with pulpal pressure (15 cm H2O) and stored into 75% ethanol. The specimens were restored with Filtek Z350 XT composite resin (3M ESPE). After 48 h in deionized water at 37ºC, the specimens were sectioned into dentin-resin beams with 1 mm2 of bonding area, which were submitted to the microtensile bond strength test after 1 day, 10 days or 30 days of storage in either deionized water or 75% ethanol. The variation of bond strength was determined by using 3-way ANOVA and Tukey’s test (5% level of significance) analyses. All experimental variables – pulpal pressure (p=0.0007), storage media (p=0.0006) and time (p=0.0033) – had a statistically significant influence on the bond strength (p<0.05). The group restored without pulpal pressure and stored in water for 1 day showed the highest mean (35.26  4.63 A). This group was significantly different from groups restored with pulpal pressure and stored in water for 30 days (25.21  4.80 B) and ethanol for 10 days (24.63  3.18 B) and 30 days (23.31  6.25 B). Therefore, the ....
9

Abordagens estatísticas em testes de resistência de união entre dentina bovina, sistema adesivo e resina composta

Balducci, Ivan [UNESP] 25 April 2014 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2015-09-17T15:24:22Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2014-04-25. Added 1 bitstream(s) on 2015-09-17T15:47:55Z : No. of bitstreams: 1 000844174.pdf: 1728436 bytes, checksum: 6c4b793420a35ded6629f8099de66606 (MD5) / O objetivo deste estudo foi empregar diferentes abordagens estatísticas em dados obtidos em ensaios de micro e macrotração, em dois períodos de tempo de armazenamento, a fim de descrever e quantificar a variabilidade comumente encontrada nos testes de adesão. Foram selecionados 48 dentes bovinos. As raízes seccionadas a 2 mm abaixo da junção cementoesmalte e as faces vestibulares foram desgastadas expondo superfície de dentina plana. Os dentes foram embutidos em resina acrílica e aleatoriamente designados a quatro grupos (n = 12) para avaliação da resistência de união (RU). Para o teste de microtração foi aplicado o adesivo Adper Single Bond 2- (SE Bond 2- 3M-ESPE) numa área de 8 mm2, seguido de jato de ar por 2 a 5 s e fotopolimerização por 15 s e, a seguir, inserida a resina composta Z350 XT- (3 M-ESPE). Após 24 h de armazenamento, em água destilada a 37 ºC, para cada dente um número variável de palitos foi obtido. Doze dentes foram submetidos ao teste de microtração após 24 h (G1) e outros 12 submetidos à termociclagem (G2) seguido de microtração. Para a macrotração, a base menor dos espécimes cônicos foi de 2 mm. Doze amostras após 24 h foram submetidas ao teste de macrotração (G3) e as outras doze, após as 24 h, termocicladas (G4). Os dados foram submetidos a uma análise exploratória; seguidos de uma análise confirmatória (inferencial). A estatística descritiva e o resultado da análise de Weibull para os dados de RU (MPa) foram: G1(módulo; média ± desvio padrão: 2,54; 10,76 ± 4,21); G2 (3,36; 19,34 ± 6,42); G3 (1,96; 3,17 ± 1,51; G4 (1,75; 2,86 ± 1,68). O teste ANOVA (2-way), α = 5%, indica efeito interação significante e, os testes de Tukey e de Dunn (5%), complementaram os resultados. Pôde-se concluir: as diferentes estratégias estatísticas (análise de Weibull, análise exploratória e abordagem paramétrica) indicaram os mesmo resultados. Pode-se concluir: as diferentes... / The aim of this study was to use different statistical approaches on data obtained from micro and macrotensile tests in two periods of time storage, in order to describe and quantify the variability commonly found in adhesion tests. 48 bovine teeth were selected. The roots were sectioned 2 mm below the cement-enamel junction and the buccal surfaces were ground to exposure a dentin flat surface. The teeth were embedded in acrylic resin and randomly assigned to four groups (n = 12) to evaluate the bond strength (BS). For the microtensile test the adhesive Adper Single Bond 2 - (2 SE Bond - 3M - ESPE) was applied in an area of 8 mm2, followed by air jet during 2 to 5 s and curing for 15 s. Right after the XT - Z350 composite resin (3M ESPE) was inserted. After 24 h of storage in distilled water at 37 °C, for each tooth a variable number of sticks was obtained. Twelve teeth were submitted to microtensile test after 24 h (G1) and other 12 to thermocycling (G2) and microtensile test. For macrotensile, the smallest base of conical shape specimens was 2 mm. After 24 h twelve samples were subjected to macrontesile test (G3) and the other twelve, after 24 h, were thermocycled (G4). The data were submitted to an exploratory analysis, followed by a (inferential) confirmatory analysis. Descriptive statistics and the results of Weibull analysis for the data of BS (MPa) of the experimental conditions were: G1 (module; mean ± standard deviation: 2.54; 10.76 ± 4.21); G2 (3.36; 19.34 ± 6.42); G3 1.96; 3.17 ± 1.51; G4 (1.75; 2.86 ± 1.68). The ANOVA (2-way), α = 5%, indicated significant interaction effect, and Tukey tests and Dunn (5%), complemented the results. The conclusion is: the different statistics strategies (Weibull analysis, exploratory analysis and parametric approach) showed the same results, namely the existence of the aging effect only for the microtensile bond; in the comparison betw...
10

Avaliação in vitro da resistência de união de dois sistemas adesivos dentinários à dentina bovina antes e após a termociclagem: teste de cisalhamento e análise estereomicroscópia

Amendola, Alessandra Buhler [UNESP] 03 December 1999 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2015-12-10T14:22:33Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 1999-12-03. Added 1 bitstream(s) on 2015-12-10T14:28:41Z : No. of bitstreams: 1 000125689.pdf: 4542822 bytes, checksum: adb0f42e1dcec6f525aa88704508a7b7 (MD5) / O objetivo do presente estudo foi o de avaliar e comparar a efetividade da união de dois sistemas adesivos: Scotchbond Multi-Uso Plus (3M) e Etch & Prime 3.0 (Degussa) à dentina bovina antes e após a termociclagem, bem como o de avaliar o tipo de fratura ocorrido na interface dentina/material. Empregaram-se dentes bovinos, que tiveram a superfície vestibular desgastada com lixas de papel de granulação crescente para a exposição da dentina. Os espécimes foram divididos em dois grupos, nos quais aplicou-se os sistemas adesivos e, posteriormente, a resina composta Z100 (3M) por meio de uma matriz de teflon com 4mm de diâmetro. Estes grupos foram subdivididos em dois subgrupos (A e B). O subgrupo A foi submetido ao ensaio mecânico de cisalhamento após 24h e o subgrupo B recebeu a ciclagem térmica, que consistiu de quinhentos ciclos entre 5°C e 55°C, com duração de 30s em cada temperatura, para depois ser submetido ao teste de cisalhamento. O ensaio mecânico foi realizado em máquina lnstron Universal à velocidade de 0,5mm/min. As superfícies fraturadas foram analisadas em estereomicroscópio (Karl Zeiss). A aplicação do teste estatístico ANOVA, ao nível de significância de 0,05, revelou que os valores de resistência de união dos dois sistemas adesivos avaliados não apresentaram diferença estatisticamente significativa e que a utilização da termociclagem não influenciou a resistência adesiva dos materiais testados. O Scotchbond Multi-Uso Plus apresentou predominância de falhas adesivas e o Etch & Prime 3.0 apresentou maior quantidade de fraturas mistas, seguidas pelas fraturas adesivas / The aim of fhe present study was to investigate the shear bond strength of two adhesive systems, Scotchbond Multi-Purpose Plus (3M) and Etch & Prime 3.0 (Degussa), to bovine dentin, before and after thermal cycling. Bovine incisors were embedded in self-cured resin and labial dentin surfaces were ground with sequential abrasive sandpapers. The specimens were separated into two groups to receive the adhesive systems. A composite resin cylinder (Z100-3M) was bonded to the dentinal surface. The two groups were divided into two more groups (A and B). The subgroup A was shear tested after 24h and the subgroup B was subjected to 500 thermal cycles, between 5ºC and 55ºC, with a dwell time of 30 seconds and, then, shear tested. The bond strength was performed on a Universal lnstron machine 4301, with a load cell of 500 Kg and a speed of 0,5mm/min. The mode of failure were classified. The analysis of variance (ANOVA), at 5% significant level, revealed that there were no significant differences among the bond strength of the two adhesive systems, and that the thermal cycling did not significantly influence strength of the two materials tested. The Scotchbond Multi-Purpose Plus showed a considerable number of adhesive failures and the Etch & Prime 3.0 showed predominantly mixed fractures, followed by adhesive fractures

Page generated in 0.0963 seconds