• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 42
  • Tagged with
  • 42
  • 42
  • 38
  • 11
  • 9
  • 8
  • 6
  • 6
  • 6
  • 5
  • 5
  • 5
  • 4
  • 4
  • 4
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Influência do tipo de restauração adesiva na resistência de pré-molares superiores

Cyrino, Lisiane Cribari Rangel January 2002 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Odontologia. / Made available in DSpace on 2012-10-19T23:29:41Z (GMT). No. of bitstreams: 1 184448.pdf: 982300 bytes, checksum: 38c201c35133f6b9a91539c655d937b5 (MD5) / Reporta a resistência à fratura de pré-molares superiores com preparos cavitários MOD, com istmo de ¼, restaurados com amálgama utilizando a técnica adesiva (Scotchbond Multipurpose Plus -3M - Co) + Amálgama (Permite C - SDI). e resina composta direta (Z 250 -3M - Co) para dentes posteriores. Dentes hígidos e dentes com preparo porém não restaurados foram usados para comparação. Restaurações utilizando as técnicas adesivas resina composta e amálgama adesivo restabeleceram a resistência à fratura dos dentes pré-molares extraídos, que receberam preparos cavitários classe II, tipo MOD.
2

Influência da reconstrução do preparo na resistência à compressão de inlays cerâmicas obtidas pela tecnologia CAD/CAM

Sinhori, Bruna Salamoni January 2015 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Odontologia, Florianópolis, 2015. / Made available in DSpace on 2015-09-01T04:09:09Z (GMT). No. of bitstreams: 1 333944.pdf: 1637622 bytes, checksum: 10299d678913cccd2ec0ef69fb00afb5 (MD5) Previous issue date: 2015 / O objetivo do presente estudo foi avaliar se a resistência à compressão de inlays cerâmicas à base de dissilicato de lítio apresenta diferença quando suportadas por um preparo realizado exclusivamente no substrato dental e quando suportadas por um preparo reconstruído com resina composta, e comparar a resistência à compressão desses grupos testados com dentes hígidos. Foram selecionados 30 terceiros molares superiores hígidos, divididos aleatoriamente em três grupos (n=10). Os preparos classe II-MOD realizados foram padronizados com abertura vestibulolingual seguindo dois terços da distância intercuspídea para largura do istmo e dois terços da distância do equador protético, mensuradas no sentido vestibulolingual para caixas proximais, variando entre os grupos apenas a extensão do preparo. Para o G2 o preparo foi realizado somente em estrutura dental, e o G3 teve a porção pulpar do preparo reconstruída com resina composta (incrementos de 2 mm) IPS Empress Direct (Ivoclar Vivadent). Ambos G2 e G3 receberam inlays cerâmicas de dissilicato de lítio IPS e.max CAD (Ivoclar Vivadent), realizadas pelo sistema CAD/CAM, que foram cimentadas com Variolink II (Ivoclar Vivadent) e que, juntamente com o G1 (controle-dente hígido), foram submetidos ao teste de resistência à compressão a uma velocidade de 1 mm/min. A resistência à fratura do grupo controle G1 (3276,14 N) foi estatisticamente superior à dos grupos G2 (1971,71 N) e G3 (1707,82 N), ao passo que não houve diferenças estatísticas entre os dois últimos grupos. Os dois grupos testados, restaurados com dissilicato de lítio, não restabeleceram a resistência do dente hígido, contudo apresentaram valores de resistência à fratura equivalentes estatisticamente e suficientes para suportar as forças mastigatórias fisiológicas, portanto a reconstrução do preparo deve ser considerada.<br> / Abstract : The aim of this study was to evaluate the influence of the substrate type (dentin or composite resin) on the compressive strength of lithium dissilicate ceramic inlays. Thirty human extracted maxillary third molars were selected and randomly ascribed to three groups (n=10). Standardized Class II MOD preparations were made (bucco-palatal width = 2/3 of the intercuspal width and 2/3 of the width at the tooth equator for the proximal boxes, with varying extensions of the preparations (Group 2: preparation limited to tooth structure; Group 3: pulpal floor of the preparation rebuilt with composite resin, IPS® Empress Direct (Ivoclar Vivadent), restored with lithium dissilicate CAD/CAM ceramic inlays e.max CAD (Ivoclar Vivadent), and cemented with a resin cement Variolink II (Ivoclar Vivadent). All groups were subjected to compressive strength test (1mm/min crosshead speed). The results have shown that the fracture strength of control group G1 (3271,71 N) was statistically significantly higher than G2 (1971,71 N) and G3 (1707,82 N), while these groups were not statistically different. Both groups restored with lithium dissilicate restorations did not reach the fracture strength of the sound teeth, but were statistically equivalent and sufficient to withstand physiologic masticatory forces, so the reconstruction of the preparation should be considered.
3

Avaliação in vitro da influência de quatro tratamentos de superfície na resistência de união à tração de uma liga de Ni-Cr e de duas resinas compostas

Becker, Mirian Marly January 2005 (has links)
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde. Programa de Pós-graduação em Odontologia / Made available in DSpace on 2013-07-15T22:44:51Z (GMT). No. of bitstreams: 0 / O presente trabalho avaliou, in vitro, a resistência adesiva por tração de um cimento resinoso à superfícies de uma liga de metal e de duas resinas compostas em função de diferentes tratamentos de superfície. Os resultados demonstraram comportamentos diferentes conforme o material avaliado; o jateamento com (CoJet® Sand) foi o tratamento mais efetivo para o metal; a asperização com ponta diamantada + ácido fosfórico, o jateamento com CoJet Sand e o jateamento com partículas de óxido de alumínio mostraram resultados eqüivalentes na resina composta de consultório; a asperização com ponta diamantada + ácido fosfórico foi o tratamento de superfície mais eficaz para a resina composta de laboratório, seguido pelo jateamento com (CoJet Sand); e, o tratamento de superfície com ácido fluorídrico resultou como o pior tratamento de superfície para todos os materiais testados.
4

Influencia das espátulas metálicas e de plástico sobre a cor de resinas compostas adicionadas ou não de substâncias radiopacificadoras

Sena, Suene Caldeira de January 1976 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde. / Made available in DSpace on 2012-10-15T19:50:21Z (GMT). No. of bitstreams: 0Bitstream added on 2016-01-08T13:13:24Z : No. of bitstreams: 1 310127.pdf: 1368796 bytes, checksum: 46c2faeab35a260114d7540fec88428d (MD5)
5

Avaliação laboratorial da fusibilidade de metais básicos de uso em odontologia restauradora /

Brandeburgo, Paulo de Castro January 1982 (has links)
Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde. / Made available in DSpace on 2012-10-15T21:03:27Z (GMT). No. of bitstreams: 0Bitstream added on 2016-01-08T14:19:18Z : No. of bitstreams: 1 140058.pdf: 1202127 bytes, checksum: a2d9c5c296532f23424bfbfcf4094177 (MD5)
6

Resistência de união de cimentos resinosos convencional e autocondicionante ao esmalte e dentina em função de diferentes tratamentos de superfície

Sander, Renata Fontanella January 2008 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Odontologia. / Made available in DSpace on 2012-10-23T17:32:18Z (GMT). No. of bitstreams: 1 257307.pdf: 3902819 bytes, checksum: cf00ee143dbac5a78efd205567d2e89f (MD5)
7

Análise da biocompatibilidade e atividade antimicrobiana da pasta endodôntica composta por tetraciclina, tianfenicol e óxido de zinco

Mattos, Elisabeth Cristina Gomes de January 2008 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde. Programa de Pós-graduação em Odontologia / Made available in DSpace on 2012-10-23T17:51:34Z (GMT). No. of bitstreams: 1 249120.pdf: 4163991 bytes, checksum: e1a51764eebc35c01461ec93bbba7a11 (MD5) / A finalidade deste estudo foi avaliar os efeitos antimicrobianos e a biocompatibilidade da pasta endodôntica tripla preparada com tetraciclina (8mg), tiafenicol (26.67mg) e óxido de zinco (1.25mg) utilizada na Universidade Estadual de Londrina, Faculdade de Odontologia. Sete tipos de microorganismos (Bacilo cereus, Clostridium difficile, Escherichia coli, Fusobacterium nucleatum, Staphylococcus aureus, Staphylococcus epidermis e C.albicans) obtidas da Coleção Americana de Cultura foram inoculadas no Agar e no caldo de carne de Mueller Hinton (laboratórios de Difco) e incubados a 35° C durante 24hs. Os cotonetes de algodão carregados com o caldo das bactérias ou fungos em suspensão (105-106 UFC/ml) foram inoculados nas placas de Agar de Muller Hinton que continham 5 furos (com diâmetro de 7.0 milímetros cortados dentro do gel do Agar). Cada um foi preenchido posteriormente, com as quantidades da pasta endodôntica e de seus componentes individuais dissolvidos em 50µl do dimetil sulfóxido (DMSO). O hidróxido de cálcio (8 mg dissolvido em 50µl de DMSO) foi testado também. Além disso, dois compostos foram testados concentrados, o tricresol formalina e o paramonoclorofenol canforado. O controle positivo foi considerado a tetraciclina o negativo o DMSO. As placas inoculadas com bactérias aeróbicas foram incubadas em 35ºC por 20 h na atmosfera normal. Aqueles inoculados às bactérias anaeróbicas foram incubados usando um sistema Anaeróbico de Gás Pak (Becton, Dickinson) em 35ºC para 72hs. Todos os materiais induziram zonas da inibição do crescimento. Óxido de Zinco e hidróxido de cálcio demonstraram a atividade antimicrobiana pequena. As zonas da inibição induzidas para o tricresol formalina e o paramonoclorofenol canforado eram similares àquela mostrada pela pasta endodôntica. Além da atividade antimicrobiana, pastas endodônticas com antibióticos devem ser biocompatíveis. A pasta e seus componentes foram implantados separadamente dentro de tubos de polietileno de 10 mm de comprimento e 1,3 mm de diâmetro, estéreis, no tecido subcutâneo de ratos com controle do experimento em intervalos de 3, 7, 15 e 30 dias. Em cada dia, 6 ratos foram utilizados, sendo 3 com implante das substâncias em quatro sítios localizados no dorso dos animais e 3 animais sham onde se implantou os tubos de polietileno vazios para observar-se a possibilidade de contribuição destes tubos em reação inflamatória desencadeada no tecido subconjuntivo. Os animais experimentais foram anestesiados intraperitonealmente com ketamina e xilazina (0,75ml/gr de peso). Foi realizada a tricotomia da região dorsal dos animais. Decorridos os períodos experimentais, os animais foram anestesiados com overdose do mesmo anestésico. Realizou-se biópsia excisional da área do implante, com até 10 mm de limite de segurança, seguindo um plano de cortes histológicos aleatórios e uniformemente isotrópicos, cortes conhecidos como ORIENTATOR dentro dos princípios da estereologia. Obteve-se então uma estimativa estatística da quantidade relativa de células inflamatórias presentes ou não dentro do sistema teste, obtendo-se como resultado a biocompatibilidade da pasta, sendo o óxido de zinco o elemento mais tóxico pela qualidade das células encontradas.
8

Avaliação da resistência de união à dentina de cimentos resinosos após imersão em soluções ácidas encontradas na dieta alimentar

Guedes, Lucianne Lucio e Silva January 2008 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Odontologia. / Made available in DSpace on 2012-10-23T19:23:23Z (GMT). No. of bitstreams: 0Bitstream added on 2013-07-16T20:15:06Z : No. of bitstreams: 1 256562.pdf: 28037605 bytes, checksum: aeeba0880d820a6cd2f3fccf83e664d2 (MD5) / O objetivo deste estudo foi avaliar a resistência de união à dentina, sob ensaio de microtração, de cimentos resinosos de cura dual convencional (RelyX ARC - 3M ESPE) e autocondicionante (RelyX UNICEM - 3M ESPE), após imersão em diferentes soluções ácidas encontradas na dieta alimentar (vinho, refrigerante e iogurte). Os cimentos foram aplicados nas superfícies oclusais de terceiros molares (n=32), conforme recomendação dos fabricantes. As amostras, em forma de palito com secção transversal retangular e área de 1,0 (± 0,2) mm2, foram obtidas na máquina de cortes (Isomet 1000, Buehler, Lake Bluff, IL, EUA) a uma velocidade de 100 rpm. Após distribuição aleatória dos grupos: G1 (grupo controle em água destilada - RelyX ARC); G2 (grupo controle em água destilada - RelyX UNICEM); G3 (grupo solução em refrigerante - RelyX ARC); G4 (grupo solução em refrigerante - RelyX UNICEM); G5 (grupo solução em iogurte - RelyX ARC); G6 (grupo solução em iogurte - RelyX UNICEM); G7 (grupo solução em vinho - RelyX ARC); G8 (grupo solução em vinho - RelyX UNICEM) e imersão durante uma semana, nas diferentes soluções. Cada corpo-de-prova foi submetido ao ensaio de microtração, com auxílio do dispositivo de Geraldeli, em máquina de testes (Instron 4444, Instron Corp., Canton, MA, EUA) a uma velocidade de 0,5 mm/min. Os valores da resistência de união foram submetidos à ANOVA dois fatores e teste de Tukey (p<0,05). Para efeito ilustrativo do modo de fratura, fragmentos de dois corpos-de-prova de cada grupo foram, aleatoriamente, selecionados e observados em microscópio eletrônico de varredura (Philips XL-30, Philips Electronic Instruments Company, Mahwah, NJ, USA). As fotomicrografias obtidas ilustram o padrão de fratura das amostras selecionadas. Concluiu-se que o cimento resinoso convencional (RelyX ARC) proporcionou resistência de união à dentina estatisticamente superior à do cimento resinoso autocondicionante (RelyX UNICEM). Em solução de refrigerante e vinho RelyX ARC apresentou redução, estatisticamente significativa, na resistência de união à dentina quando comparado ao grupo controle (água). RelyX UNICEM, em solução de refrigerante, vinho e iogurte apresentou redução na resistência de união à dentina, estatisticamente significativa, quando comparado ao grupo controle (água).
9

Avaliação da resistência à fratura de pré-molares com preparos cavitários médios e extensos restaurados com sistemas restauradores diretos

Pottmaier, Larissa Fernanda January 2014 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Odontologia, Florianópolis, 2014. / Made available in DSpace on 2014-08-06T17:54:29Z (GMT). No. of bitstreams: 1 326591.pdf: 8403901 bytes, checksum: f597519976d32e4f5908ad1fef41acfe (MD5) Previous issue date: 2014 / O objetivo deste estudo foi avaliar a resistência à fratura de pré-molares superiores, com preparos médios e extensos, restaurados. Setenta dentes pré-molares superiores, hígidos, foram aleatoriamente divididos em 7 grupos: G1 (grupo controle) - Dente hígido; G2, G2 e G3 receberam preparo classe II MOD com largura da caixa oclusal de 1/3 da distância intercuspídea, e foram restaurados com a resina Filtek Z350 XT, IPS Empress Direct e Charisma Diamond respectivamente; G5, G6 e G7 receberam preparo classe II MOD com largura da caixa oclusal de 2/3 da distância intercuspídea, e foram restaurados com a resina Filtek Z350 XT, IPS Empress Direct e Charisma Diamond respectivamente. Após o armazenamento em água a 37º C, os corpos de prova foram submetidos ao teste de fratura sob compressão em uma máquina de ensaio universal, onde as cargas foram aplicadas verticalmente com uma velocidade de 0,5mm/min. A análise estatística demonstrou que o G1 (dente hígido) apresentou uma resistência à fratura significativamente maior (p=0,005) que qualquer outro grupo experimental. Dentre os grupos experimentais, apenas o G5 (2/3 da distância intercuspídea, resina Filtek Z350 XT) apresentou resistência à fratura significativamente menor (p=0,019) em relação aos demais. Para as outras resinas, IPS Empress Direct e Charisma Diamond, o aumento da distância intercuspídea de 1/3 para 2/3 não reduziu significativamente (p>0,05) a resistência à fratura do conjunto dente-restauração. O preparo cavitário enfraquece a estrutura dental remanescente, entretanto sua resistência pode ser restaurada parcialmente por restaurações adesivas diretas.
10

Adesão de resina composta à cerâmica

Meyer Filho, Alfredo January 2002 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Odontologia / Made available in DSpace on 2012-10-19T13:56:29Z (GMT). No. of bitstreams: 0Bitstream added on 2014-09-26T02:23:35Z : No. of bitstreams: 1 181766.pdf: 15752162 bytes, checksum: 58e86f4ad3816b8e65ba063c5b2d75e9 (MD5) / Este trabalho avaliou a resistência adesiva por meio de testes de microtração (u-TBS) da união resina composta-cerâmica, com o objetivo de determinar o efeito de diferentes tratamentos da superfície cerâmica, sobre a força de união. Quatro blocos cerâmicos foram fabricados por injeção sob pressão da cerâmica vítrea de dissilicato de lítio do sistema IPS Empress 2. Uma superfície de cada bloco foi polida até lixa 600 e em seguida microjateadas com partículas de óxido de alumínio de 50mm. Os blocos cerâmicos foram então divididos em quatro grupos e submetidos aos seguintes tramentos de superfície: Grupo 1 (HF+S): condicionamento com ácido hidrofluorídrico 9,5% durante 20s e aplicação de silano por 3min; Grupo 2 (S): aplicação de silano; Grupo 3 (HF): condicionamento com ácido hidrofluorídrico e Grupo 4: nenhum tratamento. O adesivo do sistema Scotchbond Multi-Pupose Plus foi aplicado sobre as superficies cerâmicas pré-tratadas, fotopolimerizado e em seguida resina composta (Filtek Z250) foi adicionada e fotopolimerizada em quatro incrementos de 1mm sobre cada superfície cerâmica pré-tratada. Os blocos de resina-cerâmica assim confeccionados foram armazenados em água à 37ºC por 24h e posteriormente cortados em dois sentidos perpendiculares com um disco de diamante à baixa velocidade em uma máquina de cortes Isomet, produzindo 25 corpos de prova em forma de filetes com secção transversal medindo aproximadamente 0,9mm x 0,9mm. O grupo 4, foi descartado já que houve falha adesiva no momento dos cortes. Cada corpo de prova dos grupos 1, 2, e 3, foi então preso às hastes superior e inferior do aparelho Bencor Multi-T e submetido ao u-TBS em uma máquina universal de testes Instron modelo 4444. Os valores médios (MPa) obtidos (G1= 56,8 (±10,4), G2= 44,8 (±11,6) e G3= 35,1 (±7,7)) foram submetidos à análise de variância a um critério (ANOVA) e o modo de fratura dos espécimes examinado por Microscopia Eletrônica de Varredura (MEV).Com base na análise estatística foi possível concluir que houve diferença estatisticamente significante entre os três grupos testados, sendo o grupo 1 (HF + silano) o que produziu maiores valores de união, seguido pelo grupo 2 (silano) e pelo grupo 3 (HF). Os resultados demonstram que o tratamento de superfície é importante para a adesão e sugerem que o silano foi o principal responsável pelos valores de união alcançados no grupo 1. Todas as fraturas ocorreram dentro da zona de adesão.

Page generated in 0.1114 seconds