• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 473
  • 73
  • 17
  • 17
  • 17
  • 17
  • 12
  • 12
  • 6
  • 6
  • 5
  • 4
  • 4
  • 3
  • 3
  • Tagged with
  • 591
  • 268
  • 112
  • 100
  • 91
  • 84
  • 51
  • 49
  • 47
  • 46
  • 45
  • 40
  • 37
  • 36
  • 34
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

A criação de si e os encontros amorosos no contemporâneo

Roos, Renata Amélia January 2006 (has links)
É próprio do amor carregar as virtualidades que o renovam e transformam em cada dobra do tempo-espaço. Essas se atualizam, mas não se esgotam, continuando a provocar novos devires. A questão, aqui, é acompanhar alguns movimentos subjetivos de uma garota que procura viver o amor no contemporâneo, tomando seus desdobramentos como modos de viver esse tempo, como processos que afirmam uma criação de si, e, porque não dizer, uma despersonalização. A dificuldade se encontra em colocar o amor em relação às singularidades desse tempo, sem que com isso se faça uma leitura nostálgica, dramática, claustrofóbica dos movimentos que, hoje, se insinuam. O conceito escolhido para essa leitura foi o conceito de outrem em Deleuze. Com esse, busca-se garantir as transformações subjetivas ocorridas por quem se aventura amorosamente no contemporâneo em seus diferentes desdobramentos.
2

Expressão e percepção dos sentimentos de amor e desamor na vivencia da díade amorosa

Vilela, Marina 26 April 1984 (has links)
Submitted by Estagiário SPT BMHS (spt@fgv.br) on 2012-04-20T11:52:34Z No. of bitstreams: 1 000029921.pdf: 6448955 bytes, checksum: 21fbb77fd5645036e1fca3341c0084fe (MD5) / Made available in DSpace on 2012-04-20T11:52:44Z (GMT). No. of bitstreams: 1 000029921.pdf: 6448955 bytes, checksum: 21fbb77fd5645036e1fca3341c0084fe (MD5) Previous issue date: 1984 / The purpose of this research was to make explicit the feeling of love living experience and lack of love in a group of persons through a phenomenological existencial approach. It was characterized by a field exploratory research which considered the real histories reported by 69 people, women and men, University Students of Physical Education, Engineering and Philosophy who were most of than, were 22 and 23 years old. Based on itens of Critical Incident technique, the interviews intended to grasp the way people express and receive the feeling of love and lack of love in relation to the mate of the couple. Thefeeling of love was expressed by attitudes such as 'Declare' 'Caress' 'To Present', 'Trust', 'Give up' 'Show interest' through 'Help in difficult times' 'Give support/ Concern','WeIcome', 'Look for' the other' and 'Wish to stay together'. The feeling of lack of love was expressed as 'Aggress' 'Finish the relationship', 'Be egoist', 'Show no interest' through 'Indifference, showing oneself cool and distant', 'No concern/rude' 'Have interests in spare time other than being with that person', 'Feel love for other person' and 'show doubts'. The analysis performed to the conclusion that men and women have no significante differences in the number narrations in each category. Neverthless, men presented a larger proportion of narrations in the categories: 'Caress' 'To Presente' and women in the categories 'Trust' and 'Give up'. We surveyed also the personnal definitions of love and lack of love and self-perceptive indication of being in love. There was some correspondence with the categories of living experience. No significative difference was found in terms of proportion and content between the people in the several courses. / Esta pesquisa teve como objetivo tornar explícita a vivência do sentimento de amor e desamor da díade amorosa de um grupo de pessoas, através de uma abordagem existencial fenômeno lógica. Caracterizou-se por uma pesquisa exploratória de campo que apreendeu os relatos de histórias já vividas por 69 pessoas, mulheres e homens, universitários dos cursos de Educação Física, Engenharia e Filosofia, tendo a maioria a idade de 22 e 23 anos. Com pressupostos da técnica dos Incidentes Críticos norteando uma entrevista, procurou-se captar como as pessoas expressam e percebem o sentimento de amor e desamor em relação ao companheiro(a) da díade amorosa. O sentimento de amor foi expresso por ações tais como 'Declarar', 'Acarinhar', 'Presentear', 'Confiar', 'Ceder', 'Mostrar interesse' através de 'ajudar em momentos difíceis', 'Apoiar/Preocupar', Acolher', 'Procurar o outro' e 'Querer estar junto'. O sentimento de desamor foi apreendido como 'Agredir', 'Terminar o relacionamento', 'Ser egoísta', 'Mostrar desinteresse', através da 'Indiferença, mostrar-se frio e distante', 'Desatenção/Indelicadeza', 'Ter outros interesses em momentos de lazer que não estar com a pessoa', 'Interessar-se amorosamente por outra pessoa' e 'Mostrar dúvidas'. Pela análise efetuada observa-se que homens e mulheres não possuem diferenças significativas no número dos relatos por categorias. No entanto homens apresentaram maior proporção de relatos de amor em 'Acarinhar' e 'Presentear' e as mulheres em 'Confiar' e 'Ceder'. Foram levantadas também as definições pessoais de amor e desamor e os indícios autoperceptivos do estar amando, encontrando-se alguma correspondência com as categorias vivenciais. Nenhuma diferença significativa foi encontrada em termos de proporção e conteúdo entre as pessoas pertencentes aos diversos cursos.
3

Amor e construtos relacionados : evidências de validade de instrumentos de medida no Brasil / Love and related constructs : validation evidences of measurement instruments in Brazil

Cassepp-Borges, Vicente January 2010 (has links)
Tese (doutorado)-Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, 2010. / Submitted by Jaqueline Ferreira de Souza (jaquefs.braz@gmail.com) on 2011-06-11T01:41:18Z No. of bitstreams: 1 2010_VicenteCasseppBorges.pdf: 3694130 bytes, checksum: 0d1033251d13e2e9dd3ab828f61741ce (MD5) / Approved for entry into archive by Jaqueline Ferreira de Souza(jaquefs.braz@gmail.com) on 2011-06-11T01:42:51Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2010_VicenteCasseppBorges.pdf: 3694130 bytes, checksum: 0d1033251d13e2e9dd3ab828f61741ce (MD5) / Made available in DSpace on 2011-06-11T01:42:51Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2010_VicenteCasseppBorges.pdf: 3694130 bytes, checksum: 0d1033251d13e2e9dd3ab828f61741ce (MD5) / O objetivo foi conhecer evidências de validade no Brasil da Relationship Assessment Scale (RelAS), da Escala Triangular do Amor de Sternberg completa (ETAS) e reduzida (ETAS-R), e da Love Attitudes Scale (LAS). As escalas foram aplicadas em 1549 participantes de 13 Unidades da Federação Brasileira, com idade média de 25,17 anos (DP = 7,74) e maioria feminina (n = 1048, 67,7 %). Os resultados indicaram propriedades psicométricas adequadas, como estruturas fatoriais simples, precisão (aRelAS = 0,85; aETAS = 0,92-0,97; aETAS-R = 0,88-0,92; aLAS = 0,56-0,82) e validade preditiva após 6 meses da coleta de dados. Dados transversais sugerem crescentes níveis de amor (ETAS-R) nos relacionamentos. Um modelo de regressão apontou que os três fatores da ETAS-R (Intimidade, Paixão e Decisão/compromisso) predizem satisfação no relacionamento (RelAS). A estrutura circular da tipologia do amor, avaliada pela LAS, não obteve suporte empírico. Os dados encorajam o aprimoramento das escalas para uso prático. ________________________________________________________________________________________ ABSTRACT / This study aimed at evidencing the validity for Brazil of Relationship Assessment Scale (RelAS), Sternberg’s Triangular Love Scale complete (STLS) and reduced (STLS-R), and Love Attitudes Scale (LAS). 1549 participants from 13 Brazilian States, with a mean age of 25.17 years (SD = 7.74) and a female majority (n = 1048, 67.7%) completed the scales. The results showed adequate psychometric properties, simple factor structure, reliability (αRelAS = 0.85; αSTLS = 0.92 to 0.97; αSTLS-R = 0.88 to 0.92; αLAS = 0.56-0.82) and predictive validity after 6 months of data collection. Cross-sectional data suggest growing levels of love (STLS-R) in relationships. Regression model showed that the three factors of STLS-R (Intimacy, Passion and Decision/commitment) predict relationship satisfaction (RelAS). The circular structure of the typology of love, as assessed by LAS, received no empirical support. The data encourage the improvement of the scales for practical use.
4

A criação de si e os encontros amorosos no contemporâneo

Roos, Renata Amélia January 2006 (has links)
É próprio do amor carregar as virtualidades que o renovam e transformam em cada dobra do tempo-espaço. Essas se atualizam, mas não se esgotam, continuando a provocar novos devires. A questão, aqui, é acompanhar alguns movimentos subjetivos de uma garota que procura viver o amor no contemporâneo, tomando seus desdobramentos como modos de viver esse tempo, como processos que afirmam uma criação de si, e, porque não dizer, uma despersonalização. A dificuldade se encontra em colocar o amor em relação às singularidades desse tempo, sem que com isso se faça uma leitura nostálgica, dramática, claustrofóbica dos movimentos que, hoje, se insinuam. O conceito escolhido para essa leitura foi o conceito de outrem em Deleuze. Com esse, busca-se garantir as transformações subjetivas ocorridas por quem se aventura amorosamente no contemporâneo em seus diferentes desdobramentos.
5

A criação de si e os encontros amorosos no contemporâneo

Roos, Renata Amélia January 2006 (has links)
É próprio do amor carregar as virtualidades que o renovam e transformam em cada dobra do tempo-espaço. Essas se atualizam, mas não se esgotam, continuando a provocar novos devires. A questão, aqui, é acompanhar alguns movimentos subjetivos de uma garota que procura viver o amor no contemporâneo, tomando seus desdobramentos como modos de viver esse tempo, como processos que afirmam uma criação de si, e, porque não dizer, uma despersonalização. A dificuldade se encontra em colocar o amor em relação às singularidades desse tempo, sem que com isso se faça uma leitura nostálgica, dramática, claustrofóbica dos movimentos que, hoje, se insinuam. O conceito escolhido para essa leitura foi o conceito de outrem em Deleuze. Com esse, busca-se garantir as transformações subjetivas ocorridas por quem se aventura amorosamente no contemporâneo em seus diferentes desdobramentos.
6

Studien zur Liebesmetaphorik im Theater Tirso de Molinas

Kreis, Karl-Wilhelm. January 1970 (has links)
Inaug.-Diss.--Göttingen. / Vita. Bibliography: p. 324-337.
7

Amor e morte em Schopenhauer /

Breda, Juliana Fernandes. January 2012 (has links)
Orientador: Ubirajara Rancan de Azevedo Marques / Banca: Maria Lúcia Mello e Oliveira Cacciola / Banca: Pedro Paulo da Costa Corôa / Resumo: O presente projeto pretende analisar a função que os temas amor e morte exercem no conjunto da filosofia de Arthur Schopenhauer, examinando atentamente a evolução destes desde o início da construção de seu sistema filosófico. Procuraremos investigar em que medida o tema da morte pode ter servido de motivação, de gérmen à sua especulação filosófica, bem como seu entrelaçamento com o do amor, como impulso gerador da vida. Interessa-nos também o tratamento naturalístico e ético que Schopenhauer dá ao tema amor e morte: primeiramente ele empenha-se para dar uma imagem naturalista dos problemas tratados em Metafísica do Amor e Metafísica da Morte, mas logo ele torna claro que o problema é de ordem ética, contexto em que se apóia fortemente na literatura védica. Neste sentido, investigaremos também como Schopenahuer articula as Ciências Naturais e seus estudos dos Vedas / Abstract: The present research project aims at analysing the role played by the themes „love" and „death" in the context of schopenhauerian philosophy as a whole, by means of a close investigation of the development of Schopenhauer's refletions on both themes since the beginnings of his philosophycal efforts. We shall try to determine in what measure may the theme of death have worked as first motivation and as an "original seed" for his philosophical especulations, as well as this theme's profound imbrication with that of love, understood as life generating impulse. We are also interrested in both the naturalistic and the ethical approaches presented by Schopenhauer reflections on love and death. On the one hand, he gives us a naturalistic account of the mentioned problems, but soon, in the other hand, he leaves it clear that these problems have also an ethical dimension. In his explorations of that dimension, his thinking appears to be heavily supported by vedic philosophy. Thus, we shall also investigate how does Schopenhauer menage to articulate nature sciences and his vedic studies / Mestre
8

A ética do amor em Santo Agostinho / The ethics of love in Saint Augustine

Lima, João Paulo Araújo Pimentel January 2017 (has links)
LIMA, João Paulo Araújo Pimentel. A ética do amor em Santo Agostinho. 2017. 92f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Ceará, Instituto de Cultura e Arte, Programa de Pós-graduação em Filosofia, Fortaleza, 2017. / Submitted by sebastiao barroso (jrwizard2209@hotmail.com) on 2017-07-31T12:56:52Z No. of bitstreams: 1 2017_dis_jpaplima.pdf: 1234946 bytes, checksum: d61f188e3aef0c6367086ba7e16153ea (MD5) / Approved for entry into archive by Márcia Araújo (marcia_m_bezerra@yahoo.com.br) on 2017-08-11T14:47:47Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2017_dis_jpaplima.pdf: 1234946 bytes, checksum: d61f188e3aef0c6367086ba7e16153ea (MD5) / Made available in DSpace on 2017-08-11T14:47:47Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2017_dis_jpaplima.pdf: 1234946 bytes, checksum: d61f188e3aef0c6367086ba7e16153ea (MD5) Previous issue date: 2017 / St. Augustine developed during his life a vast work that supports the Christianity at his time. Therefore, his philosophy is framed by the idea of fraternal love, an essential element of Christian morality. Thus, the present research aims to perform an analysis of love and its relationship with ethics in St. Augustine. For this, we will study the most fundamental manifestations of love in the anthropological context. Before investigating the ethical implications of love it's necessary to enter into the essence of man and seek the motivation for his actions. Then the notion of natural order will be presented and how it can be understood as ordo amoris. God has imprinted in nature a most perfect order that functions as a parameter for human life on several levels, whether in active or contemplative activities. And love occupies a central place in that order. There is an orderly way of acting and loving to lead man to good life. It is from the study of order that the Augustinian ethical reflection arises. The ethics of love establishes rules so that those who are in a more delicate situation - deprived of the goods necessary for life - can receive with priority the love that becomes social justice. Therefore, the love that emerges from the interior of man leads not only to love the other as to itself, but it impels him to seek peace and social equality. / Agostinho de Hipona desenvolveu durante sua vida uma vasta obra que tem como ponto de apoio o cristianismo do seu tempo. Logo, sua filosofia é permeada pela ideia do amor ao próximo, um elemento essencial da moral cristã. Assim, será realizada uma análise do amor e sua relação com a ética em Santo Agostinho. Para tanto, são abordadas primeiramente as manifestações mais fundamentais do amor no âmbito antropológico. É, pois, partindo da essência humana que será iniciado o itinerário do amor em Agostinho. Em seguida, será realizado o estudo da noção de ordem natural e como ela, de fato, pode ser entendida como ordo amoris. Foi impressa, por Deus, na natureza uma ordem perfeitíssima que funciona como parâmetro para a vida humana em diversos níveis, seja em atividades ativas ou contemplativas. E o amor ocupa um lugar central nessa ordem. Há um modo ordenado de agir e amar para conduzir o homem ao bem viver. É a partir do estudo da ordem que será trabalhada a reflexão ética de Agostinho. O convívio social e interpessoal coloca os homens em contato concreto e não é possível vivenciar a ordem perfeitíssima sem saber como e o que amar. A ética do amor estabelece critérios para que aqueles que se encontram em situação mais delicada - privados dos bens necessários à vida - possam receber com prioridade o amor que se transforma em justiça social. Portanto, o amor que emerge do interior do homem o leva não apenas a amar o próximo como a si mesmo, mas o impele a buscar a paz e a igualdade social.
9

Entrelaçamento do amor e do pensamento na infância em Theodor W. Adorno

Salgado, Mara January 2017 (has links)
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação, Florianópolis, 2017. / Made available in DSpace on 2018-01-23T03:19:21Z (GMT). No. of bitstreams: 1 349691.pdf: 920669 bytes, checksum: 506935f5e651951bff2d2832b90127f4 (MD5) Previous issue date: 2017 / O objetivo central deste trabalho é a investigação dos aspectos do amor e do pensamento na infância que configuram as relações afetivas estabelecidas socialmente. Tal objetivo fundamenta a tese de que a partir dos escritos de Theodor W. Adorno é possível compreender que o pensamento capaz de conservar algo da mimese, da imaginação e da memória, faculdades que compõem de modo mais proeminente o pensamento na infância, pode encontrar brechas no enrijecimento da racionalidade esclarecida para a realização de seu potencial intelectual-sensível, ou seja, entrelaçar-se à base pulsional que possibilita o movimento do amor. Privilegiou-se como método da investigação teórica a análise dos conceitos de mimese, de imaginação e de memória, com foco em suas relações com a infância, apresentados por Adorno e seus interlocutores da Teoria Crítica da Sociedade. Destaca-se também que em diálogo com a metapsicologia freudiana buscou-se os aspectos da dinâmica pulsional que remetem à configuração psíquica na infância e fundamentam o caráter repressivo da cultura. A infância é retratada na obra de Adorno por um lado como um lugar das primeiras utopias, a pátria ansiada e, desde sempre inabitada, que se torna falsa a qualquer tentativa de resgate, mas ilumina o desejo outrora experimentado num jogo com o corpo e o pensamento, o sonho e a realidade, a experiência de outra ordem da razão ? mimética, imaginativa, que alimenta a memória da natureza no humano ?, contudo, sem isentar-se das forças históricas coercivas, em especial as referentes ao domínio da técnica, que incidem nos processos de subjetivação. Por outro lado, e tirando proveito dessa razão que não abandonou sua intimidade com a natureza, a infância é reconhecida por Adorno como o espaço e o tempo propícios para as tentativas de combater a barbárie desde seus primeiros indícios. / Abstract : The main goal of this work is the investigation of love and thinking aspects in childhood which set affective relations socially established. This goal supports the thesis which accordingly to Theodor W. Adorno writings it?s possible to comprehend that thought which is able to preserve something from mimesis, imagination and memory, which are the faculties that compound prominently childhood thought can find flows in stiffening the clarified rationality in order to achieve its sensitive-intellectual potential, that is, linking to the basic pulse which makes it possible the movement of love. As theoretical investigation method the conceptual mimesis conceptual analysis, imagination and memory were prioritized focusing in its relations to childhood, as presented by Adorno and its interlocutors from Critical Theory Society. It is also emphasized that in dialogue with Freudian metapsychology it was searched aspects from dynamic pulse which relate to childhood psychic configuration and support the repressive nature of culture. Childhood is portrayed in the work of Adorno on the one hand as a place of the first utopias, the longed for and always uninhabited homeland that becomes false to any rescue attempt, but illuminates the desire once experienced in a game with the body and the thought, dream and reality, the experience of another order of reason ? mimetic, imaginative, which feeds the memory of nature in the human - yet without exempting itself from the coercive historical forces, especially those referring to the field of technique, which affect the processes of subjectivation. On the other hand, and taking advantage of this reason, which has not abandoned its intimacy with the nature, the childhood is recognized by Adorno like the space and the propitious time for the attempts to fight the barbarism from its first evidences.
10

O que sustenta uma relação amorosa?

Rosa, Gresiela Nunes da January 2002 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Psicologia. / Made available in DSpace on 2012-10-20T03:04:20Z (GMT). No. of bitstreams: 0 / A presente pesquisa tem como objetivo responder a questão sobre o que sustenta uma relação amorosa. Para isso, fez-se um estudo histórico-bibliográfico sobre a idéia de amor, bem como, buscou-se a compreensão, também em um estudo bibliográfico, sobre o que há de estrutural acerca do sentimento amoroso. A psicanálise foi utilizada como referencial teórico, ressaltando a constituição subjetiva como determinante nas escolhas de um sujeito, caracterizando assim, um modo próprio de se colocar frente à vida amorosa. A análise final dos resultados demonstra que o vínculo amoroso é fruto de uma fantasmática originada em torno da constituição subjetiva. É um fantasma que irá sustentar o desejo de uma relação amorosa.

Page generated in 0.0666 seconds