• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 38
  • 1
  • Tagged with
  • 42
  • 17
  • 9
  • 7
  • 7
  • 7
  • 7
  • 7
  • 7
  • 6
  • 5
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
21

Historia natural e ecologia de uma taxocenose de serpentes de mata na Região de Manaus, Amazonia Central, Brasil

Martins, Marcio 19 July 2018 (has links)
Orientador: Ivan Sazima / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia / Made available in DSpace on 2018-07-19T15:45:45Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Martins_Marcio_D.pdf: 7440146 bytes, checksum: 3d1fee738a59fc257fcc9873a83dabd6 (MD5) Previous issue date: 1994 / Resumo: Uma taxocenose de serpentes de mata foi estudada na região de Manaus entre 1991 e 1994. O método consistiu de procura visual "limitada por tempo" e ocasional, resultando em 685 encontros de serpentes. A taxa média de encontro foi de 0,064 e 0,217 serpente por hora-homem, durante o dia e à noite, na procura limitada por tempo. As espécies mais encontradas foram: Xelloxybelis argenteus, Bothrops atrox, lnzantodes cenchoa e Dipsas sp. O número de serpentes encontradas foi proporcional à quantidade de chuvas. A distribuição de comprimentos dentro das grandes linhagens de colubrídeos mostrou que fatores históricos são responsáveis pela distribuição geral de comprimentos na taxocenose. As relações entre comprimento da cauda e comprimento rostro-anal e entre este e peso mostrou forte relação entre tamanho de cauda e forma com os padrões de utilização de substrato. Os padrões de utilização do ambiente e horário de atividade encontrados na Reserva Ducke e em outras localidades da Amazônia indicam que "trocas" de espécies que utilizam diferentes substratos, dentro de uma mesma linhagem de colubrídeos, explicam grande parte das diferenças encontradas. As presas mais utilizadas foram lagartos, anuros, mamíferos, aves e serpentes, refletindo a influência de fatores históricos. As 50 espécies foram agrupadas em guildas com grande sobreposição em forma, tamanho e utilização de recursos. Os resultados sobre reprodução indicam tendência à sazonalidade para a taxocenose. A maioria dos padrões encontrados pode ser explica da por fatores históricos. É sugerido que a convivência de 50 espécies sintópicas de serpentes se deve principalmente à abundância de recursos e/ou às densidades baixas de serpentes / Abstract: Morphological analyses were based in three measurements: body length, tail length, and weight. An analysis of maximum length distribution within the major colubrid lineages (colubrines, South American xenodontines, and Central American xenodontines), that occur at RFAD, showed that features related to these lineages (thus, historical) are responsible for most of the general pattern observed for colubrids and for the entire assemblage. The relationship between body and tail length showed that, in general, arboreal species have longer tails than terrestrials, that have longer tails than fossorials, in agreement with the idea that there is a strong effect of habitat use on tail length in snakes. Finally, an analysis of weight-length relationships showed that, in general, arboreals tend to be ligbter than terrestrials, that tend to be lighter than aquatics, confirming the effects of habitat use in snake body form. These tendencies became more evident in the analyses where colubrids were separated in major lineages. An additional analysis on color and color patterns confirmed the effect of defence in snake color patterns. A cluster analysis based on data on habitat use, time of activity, diet, and size (length and weight) split the assemblage into guilds where high overlaps in form and resource use are evident; in several cases these guilds were made of closely related species, indicating the presence of constraints inherent to each lineage sampled. Although data on reproduction is scarce for most species, there are snakes at Reserva Ducke in which births occur on1y during the rainy season and in others occur throughout the year. A general analysis of the presence of juveniles in the populations sampled indicated a strong tendency to seasonal breeding by the snakes of Reserva Ducke, contradicting most speculations on the patterns of juvenile recruitment in Amazonian snakes. The seasonality in reproduction, as in activity, may be related to the probably low availability of certain prey types during the dry season. A general analysis of the results indicate that most patterns found at Reserva Ducke may well be explained by historical factors as previously predicted by J. E. Cadle and H. W. Greene in a review of the role of history on the organization of neotropical snake assemblages. Concomitantly, a critical review of the arguments favoring the hypothesis that consider competition as a major structuring force in amazonian snake assemblages indicate that these arguments tend to be irrelevant before several evidences are found in natural assemblages, especially alterations in the reproductive success in the species thought to be competing. In conclusion, it is suggested, based on a series of arguments, that the co-occurrence os 50 snake species at Reserva Ducke may be due to the combination of the following: (1) resource abundance and/or low snake densities would allow the coexistence of a relatively large number of snake species; (2) thus, the populations would be regulated main1y by predation and/or other biotic and abiotic factors to a level where densities were not high enough to result in resource deployment (and, perhaps, competition) (some studies on Amazonian snake assemblages converged to these speculations while others, to completely conflicting ones). Concomitantly, the patterns found in the assemblage of Reserva Ducke may be a natural result of the history of colonization of the region by the various snake lineages that constitute this assemblage / Doutorado / Doutor em Ciências Biológicas
22

Sobreposição de nicho trófico mas não de tamanho corporal entre três espécies do gênero Hypsiboas (anura, hylidae) dentro e fora de uma unidade de conservação ecotonal

DINIZ, Fábio Freire 11 June 2013 (has links)
Dieta e tamanho do corpo são características muito importantes, intuitivamente relacionadas e relativamente fáceis de estudar em anfíbios. O referencial teórico estabelece que espécies proximamente relacionadas tendem a ser similares devido à origem ancestral comum. Quando as espécies estão em sintopia, a seleção natural tende a segregá-las de alguma forma (deslocamento de caracteres), o que reduz a competição interespecífica. Esses conceitos também estão relacionados ao uso potencial da dieta e do tamanho do corpo como bioindicadores. Ambientes com recursos alimentares limitados, por exemplo, tendem a intensificar a competição, o que pode se refletir no tamanho médio dos indivíduos. O objetivo desse estudo foi procurar por diferenças na dieta e tamanho do corpo de três espécies de pererecas do gênero Hypsiboas entre dois tipos de habitat: dentro de uma unidade de conservação (habitat protegido) e no seu entorno (habitat mais degradado). A dieta não variou entre espécies e ambientes, mas duas das três espécies foram, em media, maiores na área protegida que nos seus arredores. As diferenças de tamanho entre essas duas espécies foram mais pronunciadas na área mais degradada, sugerindo outra causa ecológica, que não a dieta, para este fenômeno. / Diet and body size are very important, intuitively related, and relatively easy to study characteristics in amphibians. The theoretical understanding is that closely related species tend to be similar due to their common ancestral origin. When species are in syntopy, natural selection tends to segregate them in some way (character displacement), which reduces competition among species. These concepts are also related to the potential use of diet and body size as bioindicators. Environments with limited food resources, for example, tend to intensify competition, which may be reflected in the average body size of individuals. The aim of this study was to examine differences in diet and body size in three species of treefrogs of the genus Hypsiboas between two habitat types: within a conservation area (protected) and in the habitat surrounding the conservation area (more degraded). Diet did not vary among species or environments, but two of the three species were, on average, larger in the protected area than in its surroundings. The size differences between these two species were also more pronounced in the most degraded area, suggesting an ecological cause other than diet for this phenomenon.
23

Atratividade da vocalização de espécies de anuros para Corethrella spp. (Diptera) no sul do Brasil

Assis, André Ambrozio de January 2014 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Ecologia, Florianópolis, 2014. / Made available in DSpace on 2015-02-05T20:09:39Z (GMT). No. of bitstreams: 1 328553.pdf: 1444550 bytes, checksum: faf1f0efcb287074616149a1f35d1c02 (MD5) Previous issue date: 2014 / A alteração das interações ecológicas representa um aspecto fundamental e comumente negligenciado da modificação antrópica de habitats naturais. Neste estudo investigamos experimentalmente o efeito da alteração da floresta sobre interação parasítica entre mosquitos do gênero Corethrella e anfíbios anuros em uma área de floresta atlântica no Parque Estadual da Serra do Tabuleiro, sul do Brasil. Durante o ano de 2013 realizamos dois experimentos com armadilhas tipo CDC, onde a fonte de luz foi substituída por um aparelho de som com a vocalização de seis espécies de anuros. O primeiro experimento consistiu em distribuir sistematicamente armadilhas em áreas de mata primária e secundária; no segundo, as armadilhas foram dispostas em duas alturas na mata secundária, no chão e a 2m. Capturamos quatro vezes mais coretrelídeos na mata secundária do que na primária, porém a riqueza e a composição foram similares entre os dois habitats. A maior abundância e menor especialização de Corethrella na mata secundária mostra que, para anfíbios, a alteração de seu ambiente natural pode trazer efeitos adversos, como aumento do parasitismo. Não encontramos diferença significativa na abundância, riqueza e composição entre as duas alturas das armadilhas na mata secundária, indicando que o micro-habitat de vocalização do anuro não influencia na interação parasítica. Nossos resultados mostram que áreas secundárias, comparadas com áreas preservadas, mantêm a diversidade e maior abundância de Corethrella, o que pode trazer impactos negativos para a anurofauna que persiste em tais áreas.<br> / Abstract : The alteration of ecological interactions is a fundamental and often overlooked aspect of anthropogenic modification of natural habitats. We experimentally investigated the effect of forest disturbance in the parasitic interaction between midges of the genus Corethrella and anuran amphibians in an area of Atlantic Rainforest in the Serra do Tabuleiro State Park, Southern Brazil. During 2013 we conducted two experiments with CDC traps, where the light source was replaced by a stereo with the vocalizations of six species of anurans. In the first experiment, traps were systematically distributed in areas of primary and secondary forest; in the second, the traps were placed in two heights in the secondary forest, at ground level and 2m high. We captured four times more corethrellids in the secondary forest than in the primary, but the richness and species composition were similar between the two habitats. The highest abundance and lower specialization of Corethrella in the secondary forest shows that for anurans, altering their natural environment may have adverse effects, such as increased parasitism. We found no significant difference in the abundance, richness and composition between the two heights of the traps in the secondary forest, indicating that the micro-habitat of the anuran vocalization does not influence the parasitic interaction. Our results show that secondary areas, when compared to primary, maintain the diversity and a greater abundance of Corethrella, which can have negative impacts on the anuran fauna that persists in such areas.
24

Efeitos da adição de antibióticos no cultivo de larvas de nodipecten nodosus (Linnaeus, 1758) (Bivalvia: pectinidae). /

Bem, Micheline Mendes de January 1999 (has links)
Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Agrárias. / Made available in DSpace on 2012-10-18T14:59:15Z (GMT). No. of bitstreams: 0
25

Estudo citogenetico comparativo de Edalorhina perezi e Physalaemus petersi (Amphibia, Anura, Leptodactylidae)

Lourenço, Luciana Bolsoni, 1972- 02 September 1996 (has links)
Orientador: Shirlei Maria Recco-Pimentel / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia / Made available in DSpace on 2018-07-21T18:27:09Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Lourenco_LucianaBolsoni_M.pdf: 5059026 bytes, checksum: 948a2fa57b0e7f0d6ab3080a3ff34b34 (MD5) Previous issue date: 1996 / Resumo: Foram analisados citogeneticamente sessenta e um espécimes de Physalaemus petersi e sete de Edalorhina perezi (Leptodactylidae, Anura), provenientes do Estado do Acre, Brasil, com o intuito de contribuir para as investigações sobre possíveis relações filogenéticas entre esses dois gêneros neotropicais. As preparações cromossômicas foram obtidas de suspensões de células intestinais e de testículo e foram coradas convencionalmente com Giemsa ou submetidas aos métodos Ag-NOR e de bandamento C. A análise morfométrica dos cromossomos de vinte e nove metáfases mitóticas, obtidas dos sete espécimes de Edalorhina perezi coletados (duas fêmeas e cinco machos), mostrou que todos esses indivíduos apresentam 2n=22. Os onze pares cromossômicos são homomórficos, sendo seis metacêntricos (pares 1, 5, 6, 9, 10 e 11), quatro submetacêntricos (pares 2, 4, 7 e 8) e um subacrocêntrico (par 3). Foi detectado apenas um par de NOR por genoma diplóide, localizado no braço longo dos cromossomos do par 8, nas preparações cromossômicas de seis indivíduos, tratadas pelo método Ag-NOR. A técnica de bandamento C, aplicada ao material referente a dois desses indivíduos, evidenciou que essa NOR é circundada por blocos de heterocromatina constitutiva, também presentes no centrômero de todos os cromossomos. Bandas heterocromáticas menos nítidas foram detectadas no braço curto dos cromossomos do par 1 e no braço longo dos cromossomos do par 2. A análise da meiose de dois machos detectou cadeias de bivalentes interligados em espermatócitos I, aparentemente formadas por três grandes pares cromossômicos, sugerindo a presença de translocações heterozigotas múltiplas. Embora todos os espécimes de Physalaemus petersi estudados apresentem 2n=22, dois cariótipos distintos foram encontrados dentre eles, o que sugere uma reavaliação desse táxon. O cariótipo mais comum é formado por quatro pares cromossômicos metacêntricos (1, 5, 6 e 10), quatro submetacêntricos (2, 4, 7 e 9), dois subacrocêntricos (3 e 8) e um par de cromossomos sexuais XXIXY, como mostrou a análise morfométrica de vinte e seis metáfases de dez indivíduos. Dentre o grupo de indivíduos portadores desse cariótipo foi observada grande variabilidade interindividual no padrão de distribuição de NOR e de segmentos heterocromáticos. A análise de bivalentes de espermatócitos na primeira divisão da meiose mostrou que pares cromossômicos heterozigotos para segmentos heterocromáticos nãocentroméricos não apresentam quiasma nessas regiões cromossômicas. O outro cariótipo foi observado em apenas 3 machos da Reserva Extrativista do Alto Juruá, cujo canto também difere daquele apresentado pelos demais exemplares de Physalaemus petersi. Esse cariótipo é composto por seis pares cromossômicos metacêntricos (2, 3, 4, 7, 8 e 10), dois submetacêntricos (5 e 9), dois subacrocêntricos (1 e 6) e um par heteromórfico, formado por um cromossomo submetacêntrico e um metacêntrico. A relação desse par heteromórfico com a determinação do sexo não pode ser elucidado, visto que nenhuma fêmea com esse cariótipo foi analisada. O método Ag-NOR permitiu observar dois padrões de distribuição de NOR, que envolvem dois pares cromossômicos (8 e 9). O bandamento C realizado no material obtido de um desses espécimes evidenciou a presença de heterocromatina constitutiva em todos os centrômeros desse cariótipo e nos telômeros dos cromossomos dos pares 4 e 8 e em um dos telômeros de um cromossomo 9. Configurações meióticas multivalentes foram observadas em exemplares de P. petersi dos dois grupos cariotípicos encontrados, sugerindo a participação de translocações na evolução desses cariótipos. Esse tipo de rearranjo pode estar envolvido, inclusive, na formação dos diferentes padrões de distribuição de NORs e bandas heterocromáticas / Abstract: Sixty one specimens of Physalaemus petersi and seven of Edalorhina perezi (Leptodactylidae, Anura) from Acre State, Brazil, were studied, to contribute to phylogenetic relationship studies between these two neotropical genera. Chromosome preparations were obtained from cellular suspensions of testis and intestinal epithelium. These cytological preparations were conventionally stained by Giemsa or submitted to Ag-NOR and C-banding techniques. Morphometric analyses of twenty nine mitotic metaphases chromosomes from the specimens of E. perezi (two females and five males), showed that ali these individuais present 2n=22. The eleven chromosome pairs of this karyotype are homomorphic, being six metacentric (pairs 1, 5, 6, 9, 10 and 11), four submetacentric (pairs 2, 4, 7 and 8) and one subacrocentric (pair 3). Only one pair of NOR per diploid genome of chromosome preparations obtained from six specimens was detected and this was located interstitially in the long arm of pair 8. The C-banding techniques, applied to cells from two of these specimens, showed that this NOR is surrounded by constitutive heterochromatin blocks, also present at the centromere of ali the chromosomes. Gray heterochromatic bands were detected in the short arm of chromosome pair 1 and in the long arm of pair 2. Analyses of meiotic chromosomes of two males detected multivalent chains in spermatocytes I, apparently formed by three long chromosome pairs, indicating the ocurrence of heterozygous translocations in this karyotype. Ali the specimens of P. petersi studied present 2n=22, but two distinct karyotypes were detected among them. These findings suggest a re-evaluation of the taxon P. petersi. The most commom karyotype presents four metacentric (1, 5, 6 and 10), four submetacentric (2, 4, 7 and 9), two subacrocentric chromosome pair (3 and 8) and one pair of sex chromosomes xx/XY. Among the groups of specimens with this kind of karyotype, a big interindividual variability of NOR and heterochromatic band patterns was observed. The analysis of spermatocytes I bivalents showed that chromosome pairs which are heterozygous to non-centromeric heterochromatic bands do not present chiasma at these chromosome regions. The other karyotype was observed in only three males, whose call also differs from that of most commom specimens of P. petersi. This karyotype is formed by six metacentric (2, 3, 4, 7, 8 and 10), two submetacentric (5 and 9), two subacrocentric (1 and 6) and one heteromorphic chromosome pairo The relation of this pair with sex determination could not be elucidated, because no female with this karyotype was found. The Ag-NOR method showed two patterns of NOR distribution, which involve two chromosome pairs (8 and 9). The Cbanding technique applied to material obtained from one of these specimens showed the presence of constitutive heterochromatin at ali the centromeres of this karyotype, in the telomeres of the chromosomes of the pairs 4 and 8 and at one of the telomeres of one pair 9 chromosomes. Multivalent configurations were observed in meiotic prophase I of both karyological groups of P. petersi, suggesting the involvement of translocations in the evolution of these karyotypes. This kind of rearrangement can be involved in the origin of different NOR patterns and heterochromatic band distribution / Mestrado / Biologia Celular / Mestre em Ciências Biológicas
26

Analise comparativa entre comunidades de anfibios anuros do sudeste brasileiro e uma região dos Andes baixos da Venezuela

Sierra Ramirez, Nancy Mireya 19 February 1998 (has links)
Orientador: Jacques Marie Elme Vielliard / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia / Made available in DSpace on 2018-07-23T11:58:28Z (GMT). No. of bitstreams: 1 SierraRamirez_NancyMireya_M.pdf: 15828944 bytes, checksum: 2852d9b80054c7e61a4fad49d821fa21 (MD5) Previous issue date: 1998 / Resumo: Comunidades de anfibios separadas geograficamente apresentam semelhanças ou diferenças explicadas por razões geohistóricas e ecológicas. Duas comunidades de anuros são estudadas na região tropical: uma no sudeste brasileiro e outra nos Andes baixos da Venezuela. A escolha do local se fez reduzindo as diferenças abióticas e favorecendo as semelhanças de vegetação e habitats. O estudo compreendeu 33 visitas para o Brasil (1993-1995) e 19 visitas para o local da Venezuela (1995-1996). Foram registradas para o Brasil 20 espécies de 10 gêneros e 4 famílias, no entanto para a Venezuela 10 espécies, 8 gêneros e 4 famílias. Nenhuma espécie foi comum para os dois locais. Semelhanças na distribuição espacial foram encontradas: maior riqueza específica nos ambientes abertos com formação de agregados, predominância de espécies de hábitos terrestres e arbustivo baixo, tamanho pequeno(CRA < 40 mm), maior uso dos corpos de água lêntica, vocalizando dentro deles. Preponderância de modos reprodutivos aquáticos, os modos 1, 3,e 8 são comuns. As diferenças ocorrem pela presença dos modos 2, 18, e 21 na comunidade do Brasil e dos modos 14 e 26 na de Venezuela. Semelhanças na distribuição do espaço acústico com predominância de vocalizações simples, notas curtas multipulsionadassem estrutura harmônica, faixa de freqüência de baixa (fináx < 2,5 kHz) a intermediaria (fináx <4,5 kHz) e de largura mediana (1-3 kHz), com taxa de repetição lenta. As diferenças maiores são detectadas na distribuição temporal. As espécies do local do Brasil apresentam sazonalidade marcada com porcentagem de ocorrência esporádica «25%) e abundância rara «=5 indivíduos). Já na Venezuela a atividade é contínua com predomínio de espécies constantes (> 50%) e de abundância escassa (>5 indivíduos). Nove equivalentes ecológicos foram encontrados entre as duas comunidades, evidenciando a semelhançade atributos ambientaisexplorados pelos anuros nesses ambientes / Abstract: Amphibian communities geographically separated present similarities or differences explainedby geohistorical and ecological reasons. Two tropical anuran communities were studied here, one in the Brazilian southeastem region and the other in the Venezuelan low Andes. Site choices were made a priori, avoiding abiotic differences and promoting vegetation and habitat sirnilarities. During the study, 33 field trips were completed in Brazil (1993-1995) and 19 in Venezuela (1995-1996). Twenty species assigned to 3 genera and 4 farnilies were registered for Brazil while 10 species belonging to 8 genera and 4 farniliesoccurred in Venezuela. Any specieswas found in both sites. Similaritiesin the spatial distribution were observed -higher species richness in open areas with aggregations, prevalence of species with terrestrial and arbustive habits, small size (CRA < 40 mm), higher exploitation of calm water bodies, calling within the water. Aquatic reproductive modes prevailed, being 1, 3, and 8 the most common. Differences occurred by the presence ofmodes 2, 18, and 21 in the Brazilian community and 14, and 26 in the Venezuelan area. Sirnilaritiesalso appeared in the distribution of the acustic space, where simple calls, short multipulsionate notes without harmonic structure, low (finax < 2.5 kHz) to intermediate (finax < 4.5 kHz)ftequency ranges with median width (1-3 kHz), and slow repetition rate were most common. Stronger differences were detected in temporal distribution. The species ftom the Brazilian site were seasonal, with sporadic occurrence «25%) and low abundance «=5 individuals). In Venezuela the activity was continuous, prevailing constant species (>50%) with scarce abundance (>5 individuaIs). Nine ecological equivalents were found between the two communities, emphasizingthe environrnentalsirnilarityexploited by the anurans in both sites / Mestrado / Ecologia / Doutor em Ciências Biológicas
27

Estudo citogenetico e das relações filogeneticas de Engystomops petersi e Engystomops sp. (Anura, Leiuperidae) / Cytogenetics and phylogenetics studies of Engystomops petersi and Engystomops sp. (Anura, Leiuperidae)

Targueta, Cíntia Pelegrineti, 1983- 13 August 2018 (has links)
Orientador: Luciana Bolsoni Lourenço Morandini / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia / Made available in DSpace on 2018-08-13T04:27:41Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Targueta_CintiaPelegrineti_M.pdf: 5224061 bytes, checksum: 8bdf78a0b206d3bdf666436bc2d077b5 (MD5) Previous issue date: 2009 / Resumo: O anuro Engystomops petersi está amplamente distribuído na bacia Amazônia, compreendendo países como o Brasil, Equador, Peru e Bolívia. Estudos prévios já descreveram variações no canto e também variações genéticas nesse anuro. Nós apresentamos aqui uma análise citogenética da população de Puyo (Equador), um sítio que inclui a região descrita como sendo a localidade-tipo dessa espécie, duas outras populações Equatorianas que apresentam isolamento pré-zigótico (Yasuní e La Selva), e uma população Brasileira do Estado do Acre. Todos os espécimes analisados citogeneticamente foram também incluídos em estudos filogenéticos utilizando seqüências de DNA mitocondrial. A sequência de parte de um gene nuclear (rodopsina) também foi utilizada neste trabalho. Uma enorme variação citogenética foi encontrada e muitos padrões cariotípicos puderam ser observados, mesmo entre populações que não apresentam isolamento pré-zigótico. Este resultado nos permite sugerir que dados cariotípicos podem ter participado no processo de especiação de Engystomops. Populações de Puyo e do Acre apresentaram cromossomos sexuais heteromórficos compondo o sistema XX/XY, o que não foi identificado nas outras populações Equatorianas. Já que as populações Equatorianas estão localizadas em um clado separado das populações do Acre, nós sugerimos a hipótese de que a presença dos cromossomos sexuais X e Y seja um caráter plesiomórfico neste grupo. A análise do gene nuclear permitiu ainda identificar seis SNPs (Polimorfismos de simples nucleotídeos) e alguns espécimes heterozigotos para esses sítios. As variações cariotípicos e moleculares aqui apresentados, em conjunto com os dados previamente descritos, corroboram a hipótese de que Engystomops petersi seja um complexo de espécies e sugerem que eventos de hibridação e introgressão possam ter ocorrido entre as populações desse grupo. / Abstract: The frog Engystomops petersi is widely distributed in the Amazon basin. Genetic divergence and speciation mechanisms of E. petersi populations have been inferred mainly from mitochondria DNA (mtDNA) and microsatellite polymorphisms, male advertisement call and sexual selection. In spite of the significant progress resulting from these studies, many cytogenetic, taxonomic and evolutionary aspects of E. petersi populations remain unclear. In the present study, cytogenetic analysis and nucleotide divergence in mtDNA and in the rhodopsin nuclear gene of E. petersi populations are described in an attempt to contribute to the understanding of this anuran. High cytogenetic variation distinguished karyotypic patterns, which included two populations with no prezygotic isolation. The Puyo and Acre populations showed heteromorphic sexual chromosomes (XX/XY), which were not identified in the other Equatorial populations. Since all the Equatorial populations were placed in a clade separated from the Acre populations, we hypothesize that the sex chromosomes X and Y is a plesiomorphic condition in this group. The results from mtDNA found here were very similar to those found in previous studies. In the rhodopsine nucleotide sequences, 6 SNPs (Single Nucleotide Polymorphism) were identified and various specimens were heterozygous for these nucleotide sites. The karyotypic and molecular data presented herein, in conjunction with previously reported data, corroborate the hypothesis that Engystomops petersi is a complex of distinct species and suggested hybridization and introgression events between populations. Moreover, tha data indicated that karyotypic evolution patterns may have played a substantial role in the Engystomops speciation. / Mestrado / Biologia Celular / Mestre em Biologia Celular e Estrutural
28

Organização espacial e temporal na reprodução e vida larvaria em uma comunidade de hilideos no sudeste do Brasil (amphibia, anura)

Cardoso, Adão Jose, 1951-1997 14 July 2018 (has links)
Orientador : Ivan Sazima / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia / Made available in DSpace on 2018-07-14T06:52:35Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Cardoso_AdaoJose_M.pdf: 8304717 bytes, checksum: 057fdbd9d08a0c53544687f49722241b (MD5) Previous issue date: 1981 / Resumo: Foi estudada uma comunidade de hilídeos constituída pelas seguintes espécies: hyla albopunctata Spix, 1824; Hyga fuscamarginata A . Lutz, 1925; Hyla fuscovaria A . Lutz, 1925; Hyla sanborni Schmidt, 1944 e Hyla velata Cope, 1887. Esta comunidade ocorre em área de formação aberta e alterada por atividade humana, no município de Campinas, Estado de São Paulo (22º53'S ; 47º05'W), onde havia ambientes com água permanente e ambientes que mantinham água somente na época chuvosa.O objetivo deste trabalho foi estudar a biologia das espécies que constituem uma comunidade de hilídeos, com ênfase aos aspectos que permitem a ocorrência destas espécies em simpatria e a sua manutenção como unidades distintas. Na organização funcional da comunidade, foram constatados aspectos de ordem espacial e de ordem temporal. Com relação à organização espacial, foram constatadas características comportamentais e físicas que permitem a utilização de diferentes recursos do ambiente e, conseqüentemente, a co-existência das espécies em simpatria.Na fase adulta, as principais diferenças se referem à ocupação de sítios de corte diversos, à emissão de vocalização com diferentes características físicas e à seleção de locais diversos para oviposição. Na fase larvária, foram constatadas diferenças na ocupação de micro-ambientes diversos para cada espécie e no tipo de alimentação encontrada no conteúdo intestinal. ...Observação: O resumo, na íntegra, poderá ser visualizado no texto completo da tese digital / Abstract: The present work was carried out with the purpose of studying the biology of the species in a single community of Hylidae. It concentrates on those aspects wihich favor the occurrence of these species in sympatry as well as their maintenance as discret units.The community studied was composed of Hyla albopunctata Spix, 1824; Hyla fuscomarginata A. Lutz, 1925; Hyla fuscovaria A. Lutz, 1925; Hyla sonborni Schmidt, 1944 and Hyla velata Cope, 1887. This community occurs in an open area, altered by human activity, in the municipality of Campinas, State of São Paulo (22º53'S; 47º05'W), where there were permanent and temporary environments. Temporal and spatial patterns of functional organization were detected in the community. In relation to the spatial organization, there were ethological and physical characteristics which promote the use of different environmental resources and, cosequently, favor the co-existence of the species in sympatry. In adults, the main differences referred to vocalizations with different physical attributes, use of distinct calling sites, and the preference for different oviposition sites. During larval development, there were differences in the micro-habitat occupied by each species as well as in the larval food, as verified in the gut contents. During the congregation for reproduction, social interactions were observed, ...Note: The complete abstract is available with the full electronic digital thesis or dissertations / Mestrado / Mestre em Ciências Biológicas
29

Variação cromatica, morfologica e molecular em Brachycephalus da Serra do Mar no Estado do Parana (Amphibia: Brachycephalidae)

Ribeiro, Luiz Fernando 04 August 2018 (has links)
Orientador: Sergio Furtado dos Reis / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia / Made available in DSpace on 2018-08-04T03:04:32Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Ribeiro_LuizFernando_D.pdf: 7114983 bytes, checksum: 3709fc681ccf0e518bd134b989497653 (MD5) Previous issue date: 2005 / Resumo: O gênero Brachycephalus compreende atualmente seis espécies, viz., B. ephippium (SPIX, 1824), B. nodoterga MIRANDA-RIBEIRO, 1920, B. pernix POMBAL-JR, WISTUBA & BORNSCHEN, 1998, B. vertebralis POMBAL-JR, 2001, B. didactyla (IZECKSOHN, 1971) e B. hermogenesi (GIARETTA & SAWAYA, 1998), que são endêmicas da Mata Atlântica. Brachycephalus didactyla e B. hermogenesi, originalmente descritas no gênero Psyllophryne, ocorrem desde o nível do mar até cerca de 700 m de altitude, ao passo que B. ephippium, B. nodoterga, B. pernix e B. vertebralis, ocorrem na faixa de altitude de 700 a 1600 m (IZECKSOHN, 1971; GIARETTA & SAWAYA, 1998; POMBAL-JR, 2001). Estas quatro espécies (B. ephippium, B. nodoterga, B. pernix e B. vertebralis) têm distribuição disjunta nas Serras do Mar e da Mantiqueira nos Estados de Espírito Santo, Rio de Janeiro, São Paulo e Paraná e este padrão de distribuição sugere a existência de populações diferenciadas ainda não caracterizadas e descritas formalmente. Em particular, para o Estado do Paraná, somente uma espécie, B. pernix, foi descrita até o momento. O presente estudo envolveu a amostragem de populações de Brachycephalus na Serra do Mar do Estado do Paraná das localidades de Pico Caratuva na Serra Ibitiraquire, Pico Marumbi na Serra do Marumbi, Torre da Prata na Serra da Prata e Pico da Igreja na Serra da Igreja, além de B. pernix do Pico Anhangava, que foram caracterizadas na coloração, morfologia e seqüências do gene mitocondrial citocromo b. As populações de Brachycephalus do Pico Caratuva, Pico Marumbi, Torre da Prata e Pico da Igreja, apresentam padrões de coloração exclusivos e podem ser unicamente diagnosticadas com base na cor e também diferem no padrão de coloração de B. pernix. Estas populações diferem também entre si e de B. pernix na sua morfologia externa e óssea. Com base nos padrões únicos de coloração e atributos morfológicos, as populações do Pico Caratuva, Pico Marumbi, Torre da Prata e Pico da Igreja são reconhecidas neste estudo como novas espécies, sendo que as populações do Pico Caratuva e Torre da Prata foram formalmente descritas neste estudo. A filogenia inferida com base nas seqüências de um fragmento do gene mitocondrial citocromo b mostrou que os taxa do Estado do Paraná formam um grupo monofilético com relação ao grupo externo, representado por B. ephippium. Os dois taxa representados pelas populações das localidades de Torre da Prata e Pico da Igreja formam uma linhagem cujo grupo-irmão é composto por B. pernix e os taxa das localidades de Pico Marumbi e Pico Caratuva. Nesta última linhagem, B. pernix e o taxon do Pico Marumbi compartilham um ancestral comum mais recente / Abstract: The genus Brachycephalus currently includes six species, viz., B. ephippium (SPIX, 1824), B. nodoterga MIRANDA-RIBEIRO, 1920, B. pernix POMBAL-JR, WISTUBA & BORNSCHEN, 1998, B. vertebralis POMBAL-JR, 2001, B. didactyla (IZECKSOHN, 1971) and B. hermogenesi (GIARETTA & SAWAYA, 1998), which are endemic to the Atlantic Forest of eastern Brazil. Brachycephalus didactyla e B. hermogenesi, originally described in the genus Psyllophryne, occur from sea level to near 700 m of altitude, whereas B. ephippium, B. nodoterga, B. pernix, and B. vertebralis, occur from 700 to 1600 m of altitude (IZECKSOHN, 1971; GIARETTA & SAWAYA, 1998; POMBAL-JR, 2001). Brachycephalus ephippium, B. nodoterga, B. pernix, and B. vertebralis have disjunct distributions in the Serra do Mar and Serra da Mantiqueira in the states of Espírito Santo, Rio de Janeiro, São Paulo, and Paraná and this pattern of distribution suggests the existence of differentiated populations still not characterized and formally described. In particular, for the state of Paraná, only one species, B. pernix, has been described so far. The present study involved the sampling of populations of Brachycephalus in the Serra do Mar in the state of Paraná from the localities of Pico Caratuva in the Serra Ibitiraquire, Pico Marumbi in the Serra do Marumbi, Torre da Prata in the Serra da Prata, and Pico da Igreja in the Serra da Igreja, in addition to B. pernix from Pico Anhangava. All samples were characterized from the perspectives of variation in color, morphology, and sequences derived from the mitochondrial cytochrome b gene. Populations of Brachycephalus from Pico Caratuva, Pico Marumbi, Torre da Prata e Pico da Igreja, display unique color patterns and can be uniquely diagnosed on the basis of color and they also differ in color pattern from B. pernix. These populations also differ among themselves and from B. pernix in their morphology. Based on unique color patterns and morphological traits, the populations from Pico Caratuva, Pico Marumbi, Torre da Prata, and Pico da Igreja are recognized here as new species, and the populations from Pico Caratuva and Torre da Prata are formally described. The phylogeny inferred from the mitochondrial cytochrome b gene indicates that all taxa in the state of Paraná comprise a monophyletic group, having B. ephippium as an outgroup. The two taxa from the localities of Torre da Prata and Pico da Igreja are joined in a lineage whose sister-group is composed of B. pernix and the taxa from Pico Marumbi and Pico Caratuva. In this latter lineage, B. pernix and the taxon from Pico Marumbi share a most recent common ancestor / Doutorado / Genetica Animal e Evolução / Doutor em Genetica e Biologia Molecular
30

Utilização de recursos e potencial reprodutivo dos leptodactilideos (Amphibia-Anura) de uma floresta semidecidua de altitude no sudeste do Brasil

Giaretta, Ariovaldo Antonio 19 July 2018 (has links)
Orientador : Adão Jose Cardoso / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia / Made available in DSpace on 2018-07-19T01:29:42Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Giaretta_AriovaldoAntonio_M.pdf: 7645363 bytes, checksum: 4a48b25524c3f6d3a402af1676b17353 (MD5) Previous issue date: 1994 / Resumo: Desenvolvi a parte de campo deste estudo no Parque Florestal do Itapetinga (46º25'W; 23º10'S, 900-1100 metros acima do nível do mar, aprox. 1600 mm de chuvas por ano), Município de Atibaia, Estado de São Paulo, Brasil. Esta localidade, incrustada nos contrafortes da Serra da Mantiqueira, abriga cerca de 1800 ha de Floresta Semidecídua de Altitude relativamente bem conservada. O clima local é caracterizado por duas estações bem definidas, uma quente e úmida, de setembro a março e outra fria e seca, de abril a agosto. Os principais corpos d'água naturais são pequenos riachos de serra e poças formadas em braço morto de rio. Efetuei viagens semanais regulares durante um ano, de 25/6/1992 a 29/6/1993, e considerei também dados coletados em 10 viagens preliminares e mais 17 complementares ao referido período. Trabalhei no campo principalmente à tarde e à noite e, em algumas viagens, cheguei ao local antes do nascer do sol. Estudei as espécies de anuros pertencentes à família Leptodactylidae quanto às seguintes dimensões de recursos reprodutivos: Macrohabitat, microhabitat, turno diário e sazonalidade. Crossodactylus sp. E Hylodes sp. foram também estudados quanto a fidelidade ao sítio de canto e capacidade de domiciliação. Utilizando Análise Multivariada comparei as espécies quanto às seguintes características eco1ógico-reprodutivas: dimensões de recurso produtivo; comportamento; potencial reprodutivo (fecundidade) . Treze espécies de Leptodactilideos foram identificadas e estudadas, as quais são: Crossodactylus sp. , Eleutherodactylus guentheri, Eleutherodactylus gr. guentheri, E. juipoca, E. parvus, E. randorum, Hylodes sp., Leptodactylus cf. ocellatus, Megaelosia sp., Odontophrynus americanus, Physalaemus cuvieri, P. olfersii e Procexatophrys boiei. As três espécies de Hylodinae ainda não têm nome científico disponível. Considerei a espécie de Megaelosia do Parque em perigo de extinção devido às suas especializações biológicas, seu provável endemismo e às ameaças de degradação ambiental na área. A sazonalidade climática local teve grande influência na temporada de reprodução das espécies, com uma maior concentração de atividade na época quente e chuvosa (out-jan.). Reconheci 4 modos reprodutivos entre as treze espécies de leptodactilídeos do Parque. A Análise de agrupamento sugeriu pares de espécies (como Crossodactylus sp. X Hylodes sp.), semelhantes na forma de utilização de recursos e características reprodutivas. A Análise de Ordenação sugeriu a existência de 3 guildas, as quais são: 1) Espécies de Riacho de Interior de Mata (composta pelos Hylodinae), 2) Espécies de Corpos D'água Temporários (Leptodactilinae e Odontophrynini) e 3) Espécies com Desenvolvimento Larvário Direto (Eleutherodactylus spp). Alguns atributos gerais das guildas acima são: 1 - Hábitos diurnos, elementos comportamentais de defesa territorial, fidelidade ao sítio de canto, fecundidade média/baixa e ovos relativamente grandes; 2 - Relação com área aberta ou borda de mata, fecundidade média/alta, ovos pigmentados (exceto Physalaemus spp.), agregação entre machos formando coros, ausência de canto agressivo em resposta ao "playback" do canto de anúncio; 3 - Sítio de vocalização distante de corpos d'água, poleiros como sítio de vocalização (exceto E. parvus), fecundidade baixa, ovos grandes despigmentados e postos em terra. Indivíduos de duas espécies de Hylodinae (Crossodactylus sp. e Hylodes sp.) mostraram, em testes de campo, fidelidade ao seu sítio de canto e capacidade de domiciliação. Além do levantamento de informações biológicas básicas este trabalho permitiu o reconhecimento de guildas reprodutivas, dentro das quais fenômenos de interação interespecíficas (eg. hibridação) teriam maiores chances de poderiam ocorrer / Abstract: The field work of this study was done at the "Parque Florestal do Itapetinga (PFI)" (46º25'W; 23º10'S; between 900-1100m above the sea level; about 1600mm of annual rainfall), Municipality of Atibaia, São Paulo State, Southeastern Brazil. The PFI is lied in Serra da Mantiqueira and has about 1800 ha. of "Altitudinal Semideciduous Forest", relatively well apreserved. This environment is characterized by two defined seasons, one warm and wet (September-March) and another cold and dry (April-August). Natural water bodies are oxbow ponds and small clear water streams. I visited the area weekly from 25/6/1992 to 29/6/1993, and also worked on data collected during 10 preliminary and 17 complementary journeys. The species of Leptodactylidae were studied in regard too four resource dimensions: Macrohabitat; Microhabitat; Daily turn and Seasonality. Crossodactylus sp. And Hylodes sp. were also investigate in their abilities on homing behavior and site fidelity. I used Multivariate Analysis to compare the species in relation to their ecological and reproductive characters, such as reproductive resource dimension, behaviour, reproductive potential (fecundity). Thirteen species of Leptodactylids were identified and studied, namelly: Crossodactylus sp. , Eleutherodactylus guentheri, Eleutherodactylus gr. guentheri, E. juipoca, E. parvus, E. randorum, Hylodes sp., Leptodactylus cf. ocellatus, Megaelosia sp. , Odontophrynus americanus, Physalaemus cuvieri, P. olfersii and Proceratophrys boiei. The three species of Hylodinae have not been described yet. I considered the species of Megaelosia endangered due to its biological specializations, probablebly endemism and local forest degradation. The seasonality had high influence in breeding patterns, with the majority of species in reproductive activity from September to March (during the warm and wet station). Four reproductive modes were found among the 13 leptodactilid species from PFI. The cluster analysis suggested "Pairs of Species", such as Crossodactylus sp. And Hylodes sp., similar in resource utilization and reproductive characters. The Principal Coordenate Analysis suggested the existence of three reproductive guilds: 1) Stream Species (Hylodinae); 2) Temporary pond species (Leptodactylinae and Odontophrynini) and 3 ) Species With Direct Development (Eleutherodactylus spp. ) . Some general features of guilds mentioned are: 1) Diurnal habits, territoriality, site fidelity, homing behavior, medium/low fecundity, large and unpigminted eggs; 2). Lack of vocal aggressive response to playback, medium/high fecundity, pigmented eggs (except Physalaemus spp.), aggregation between males to vocalization, related to open areas and forest edges; 3) Vocalization site distant from water, call perched on leaves or branches on low vegetation (20-130cm) (except E. parvus), low fecundity, large and pigment-less eggs, deposited on the soil. Individuals of two species of Hylodinae (Crossodactylus sp. and Hylodes sp.) showed site fidelity and homing behavior in field tests. This work provide basic data about the leptodactylid frogs of the PFI as well as allowed me recognize three reproductive guilds among which interespecific interactions (e.g. hybridization) are more likely to occur / Mestrado / Ciencias Biologicas

Page generated in 0.8133 seconds