• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 1457
  • 8
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • 1
  • Tagged with
  • 1473
  • 708
  • 253
  • 236
  • 226
  • 152
  • 127
  • 120
  • 114
  • 110
  • 104
  • 102
  • 102
  • 98
  • 93
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
41

Análise da expressão gênica celular e viral durante a infecção in vitro pelo herpesvírus canino 1

Kurissio, Jacqueline Kazue. January 2017 (has links)
Orientador: João Pessoa Araújo Junior / Resumo: A análise de transcriptoma é essencial para determinar a relação entre as informações codificadas num genoma, a sua expressão e variação genotípica. O transcriptoma é o conjunto completo de transcritos e a quantidade gerada, relacionado a um estágio de desenvolvimento específico ou condição fisiológica da célula. Estes transcritos podem ser mapeados utilizando genomas como referência, para investigação de expressão do genes. Para isso, exige procedimentos de mineração de grandes volumes de dados de RNA-Seq para extrair conhecimentos biológicos. As ferramentas de bioinformática foram desenvolvidas para facilitar e agilizar essas análises, transformando dados em informações. Assim, alguns desses recursos foram empregados na análise de dados gerados pelo RNAseq, a partir de RNAm de cultura celular MDCK infectada por herpesvírus canino tipo 1 (1CaHV-1 - Canid alphaherpesvirus type 1) em diferentes momentos pós infecção. Dessa forma, foi realizado um dual RNAseq, em que foi avaliado tanto a expressão gênica celular do hospedeiro como do patógeno viral, no curso da infecção. Para isso, foram analisados o transcriptoma das atividades celulares e os processos envolvidos no ciclo de infecção viral, até o momento 32h-pi. Assim, foram identificados as atividades de respostas celulares à infecção viral, mecanismos regulatórios induzidos pelo vírus, transcrição de genes virais imediatos, iniciais e tardios. Dentre eles, foi verificado a elevação da expressão do gene COX-2 induzido pela... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) / Doutor
42

Distribuição do colágeno e dos fibroblastos associados ao câncer nos linfomas caninos

Silva, Maria Claudia Lopes da. January 2018 (has links)
Orientador: Julio Lopes Sequeira / Resumo: A interação entre células neoplásicas e estroma influencia na gênese, amplificação/ inibição tumoral e cinética das drogas antineoplásicas. O fator de crescimento do endotélio vascular (VEGF) é uma citocina envolvida na angiogênese tumoral, relacionada a sobrevida dos pacientes. Dentre os componentes celulares, os fibroblastos associados ao câncer têm papel fundamental na progressão tumoral e secretam diversas citocinas, incluindo o VEGF. Assim, os objetivos deste trabalho foram caracterizar a distribuição, arranjo e quantidade das fibras de colágeno e reticulina no estroma dos linfomas caninos através dos métodos de Picrosirius Red e reticulina, avaliação imuno-histoquímica dos colágenos tipo I e III, do VEGF e α-SMA. Sessenta linfomas foram agrupados de acordo com o imunofenótipo e grau. O colágeno tipo III foi o predominante. As porcentagens e escores de marcação da reticulina, colágeno e VEGF foram diferentes entre os grupos e imunofenótipos, sendo que o linfoma T de alto grau exibiu os maiores níveis tanto de colágeno, reticulina e VEGF. Houve correlação entre expressão de VEGF e índice proliferativo. A expressão de α-SMA foi semelhante entre os grupos, imunofenótipos e graus. Como conclusão, a maior densidade de componentes fibrosos e níveis de expressão de VEGF nos linfomas T poderia, ao menos em parte, contribuir para o pior prognóstico apresentado por pacientes com esse tipo de tumor. Ainda, o VEGF tem potencial como marcador prognóstico no linfoma canino e o uso de ... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) / Abstract: Neoplastic cells interaction with stroma influences tumorigenesis, amplification or inhibition of tumor progression and anticancer drugs kinetics. Vascular endothelial growth factor (VEGF) is a crucial cytokine implicated in tumoral angiogenesis and survival and among cellular components cancer associated fibroblasts play a role on tumour progression, secreting various cytokines, including VEGF. Therefore, the aim of this study was to characterize fibres distribution, arrangement and amount on stroma evaluated in Picrosirius Red and reticulin stained slides as well as in type I and III immunolabelled sections of canine lymphoma, in addition to the immunoexpression of VEGF and α-SMA on neoplastic lymphoma cells and stroma, respectively. Sixty lymphomas were divided into four groups according to immunophenotype and grade. Type III was the preponderant collagen. Staining percentage and scores of reticulin and collagen, as well as scores of VEGF immunolabelling, were significantly different between groups and immunophenotypes, with high-grade T-cell lymphomas exhibiting the largest quantities. Additionally, VEGF was positively correlated with proliferation index. There was no difference regarding α-SMA expression within groups, immunophenotypes or grades. In conclusion, the greater density of fibrous components on T-cell lymphomas, combined with bigger VEGF levels, could, at least partially, explain the poorer prognosis for patients presenting those tumours. Furthermore, VEGF has... (Complete abstract click electronic access below) / Doutor
43

Frequência alélica da deleção no gene POMC responsável pela obesidade em cães da raça Labrador Retriever no Brasil

Lourenço, Natália de Oliveira. January 2019 (has links)
Orientador: José Paes de Oliveira Filho / Resumo: O Labrador Retriever (LR) é uma das principais raças caninas com maior predisposição à obesidade. Vários fatores, especialmente as inter-relações entre a alimentação, exercício e fatores sociais, influenciam a probabilidade de um cão se tornar obeso. Além disso, fatores genéticos são também responsáveis pela obesidade em cães, e no LR a mutação P187fs no gene pró-opiomelanocortina (POMC) está fortemente associada à obesidade. Não existem estudos prévios de prevalência da desta em LR no Brasil. Portanto, o objetivo deste estudo foi investigar esta mutação em cães da raça LR no Brasil. Dos 108 LR avaliados neste estudo, 59 eram de um estudo retrospectivo (composto por animais atendido no hospital veterinário e sem linhagem conhecida) e 49 eram de um estudo prospectivo (composto por 19 cães pet e 30 cães de assistência/resgate). Um questionário de risco de obesidade modificado foi aplicado nos tutores dos animais usados no estudo prospectivo. Fragmentos de DNA, contendo a região mutada, foram amplificados por PCR e submetidos ao sequenciamento gênico direto. A frequência alélica da mutação (21,3%) estava fora do equilíbrio de Hardy-Weinberg (P < 0,05). Usando somente os dados dos animais de linhagem conhecida, o alelo mutado foi mais frequente no grupo de assistência/resgate que no grupo de pets (P < 0,01). Embora a mutação tenha aumentado a motivação pelo alimento em LR do grupo de assistência/resgate, outras variáveis, especialmente o frequente exercício, favoreceu a manutençã... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) / Abstract: The Labrador retriever (LR) is among the main breeds with the greatest predisposition to obesity. Several factors; especially the interrelationships between food management, exercise and social factors; influence the likelihood of a dog becoming obese. Furthermore, genetic factors are also responsible for obesity in dogs, and in LR, the mutation P187fs in pro-opiomelanocortin (POMC) gene is strongly associated with obesity. There is no knowledge of studies that have previously evaluated the prevalence of this mutation in Brazilian LR. Therefore, the objective of this study was to investigate this mutation in LR in Brazil. Of the 108 LR that were assessed in this study, 59 were from a previous study, composed by animals assisted in a veterinary hospital with unknown lineage, and 49 were from a prospective study, composed of 19 pet and 30 assistance/rescue LR dogs. The obesity risk and appetite questionnaire were applied, with some modifications, to tutors of the animals used in the prospective study. Fragments of the DNA, containing the mutated region, were amplified by PCR and submitted to direct gene sequencing. The mutated allele frequency (21.3%) was out of Hardy-Weinberg Equilibrium (HWE) (P < 0.05). Using only the data of animals with known lineage, the presence of the mutated allele was higher in the assistance/rescue dogs than pets (P < 0.01). Although the mutation has increased the food-motivation in the assistance/rescue dogs, other variables, especially frequent exe... (Complete abstract click electronic access below) / Mestre
44

Efeitos do DMSO (dimetilsulfóxido), administrado por via intravenosa, sobre as funções renal e hepática, perfil hidrossalino e hemograma de cães sadios /

Orlato, Daniel. January 2006 (has links)
Orientador: Marileda Bonafim Carvalho / Banca: Delphim da Graça Macoris / Banca: Anderson Farias / Resumo: O DMSO tem sido amplamente utilizado para estudos farmacológicos em modelos experimentais e testes clínicos. Um amplo espectro de propriedades farmacológicas do DMSO tem sido relatado. Há poucos estudos avaliando os efeitos do DMSO sobre a função renal. Com o propósito de testar a hipótese de que este medicamento pode modular a taxa de filtração glomerular e a função renal tubular, este estudo foi conduzido. O DMSO a 10% foi administrado IV, a cada 12 horas, na dose de 1,Og/kg, durante três dias consecutivos, em cinco cães sadios, que foram mantidos em gaiolas metabólicas. Avaliações clínicas e laboratoriais foram realizadas antes do início do tratamento, a cada 12 horas durante os três dias de administração de DMSO, 24, 48 e 120 horas e 30 dias após a última dose do fármaco. Houve aumento significativo no clearance de creatinina, na excreção urinária de proteína e na excreção fracionada de sódio, durante o período de tratamento. Outras alterações foram observadas na maioria dos parâmetros estudados relacionados à homeostase de água e sódio, como por exemplo, aumentos na concentração sérica de sódio e nas osmolalidades. O DMSO determinou aumentos na TFG, no volume de urina e na tonicidade sérica, sem sinais de lesões renais e de toxicidade. / Abstract: DMSO have been extensively used for pharmacologic studies in laboratory experimental models and for clinical testing. A large spectrum of pharmacological properties of DMSO have been reported. There are a few studies focusing the DMSO effects on renal function. In order to test the hypothesis that this drug carl modulate glomerular filtration rate and renal tubule-interstitial function this study was conducted. DMSO 10% was administered IV, bid, in a dosage of 1.0glkg, during three consecutive days, to five healthy dogs maintained in metabolic cages. Clínical and laboratory evaluations were done once before the treatment, each 12 hours during the three days of DMSO administration, 24, 48 and 120 hours and 30 days after the last dosage. It was found significant increase of creatinine clearance, urinary protein excretion and sodium fractional excretion during the treatment. Minor changes were observed in many of the studied parameters related to the sodium and water homeostasis, like increases in serum sodium and osmolalities. DMSO promoted increases in the GFR, volume urine, and serum tonicity, however was not observed signs of renal injuries, neither toxicity. / Mestre
45

Expressão dos fatores de crescimento obtidos do plasma rico em plaquetas, no tratamento de fraturas experimentais do radio de cães /

Souza, Talita Floering Brêda. January 2010 (has links)
Orientador: Alexandre Lima de Andrade / Banca: Paola Castro Moraes / Banca: Maria Gisela Laranjeira / Resumo: O objetivo deste trabalho foi o de avaliar a cicatrização óssea de fraturas experimentais do radio de cães, tratadas ou não com o PRP autógeno, por meio de estudos radiográfico, densitométrico e histológico; bem como avaliar a expressão dos fatores de crescimento do PRP. Foram utilizados 21 cães inicialmente agrupados de acordo com o tempo de colheita de biopsia: aos sete dias (n=10) ou 60 dias (n=11) que foram alocados aleatoriamente em dois grupos experimentais: o grupo controle (G-controle, n=11) e o grupo PRP (G-PRP, n=10). Todos os animais foram submetidos à osteotomia e osteossíntese (fixador esquelético externo) do rádio direito, gerando-se um "gap" de 2,0mm, que foi preenchido ou não com PRP. Os estudos radiográficos e densitométricos foram realizados no pós-operatório imediato e até 60 dias de pós-operatório. As avaliações histológicas e imunoistoquímicas foram realizadas aos sete e 60 dias. Os dados encontrados foram tratados estatisticamente (p<0,05). Houve diferença significativa nas avaliações radiográficas e densitométricas entre os grupos. A avaliação histológica evidenciou uma cicatrização óssea mais avançada aos 60 dias no G-PRP e união óssea tardia no G-controle. Houve imunomarcação intensa do PDGF-B e TGF-β no G-PRP aos sete e 60 dias de pós-operatório. Conclui-se, que o PRP pode ser utilizado como terapia adjuvante, pois promoveu melhor cicatrização óssea em fraturas experimentais ("gap" de 2,0mm) do radio de cães tratadas com fixador esquelético externo. Ainda houve maior expressão do PDGF-B e TGF-β nos períodos, precoce e tardio, dos animais tratados com PRP / Abstract: The present article aimed to assess bone healing of experimental radial fractures, treated or not with autologous PRP, by means of radiographic, densitometric and histological studies and evaluate the expression of growth factors in PRP. Were used 21 dogs initially grouped according to the time of biopsy collection: seven days (n = 10) or 60 days (n = 11) were randomly assigned to two groups: the control group (G-control, n = 11) and the PRP group (G-PRP, n = 10). All animals underwent osteotomy and fixation (external skeletal fixation) of the right radius, generating a gap of 2.0 mm, which was filled or not with PRP. Radiographic and densitometry studies were performed in the immediate postoperative period and to 60 days after the surgery. The histological and immunohistochemical evaluations were performed at seven and 60 days. The data were treated statistically (p <0.05). There were significant differences in densitometric and radiographic evaluations between the groups. Histological evaluation showed a more advanced bone healing at 60 days in G-PRP and bone union late in the G-control. There was intense expression of PDGF-B and TGF-β in G-PRP from seven to 60 days postoperatively. It is concluded that the PRP can be used as adjuvant therapy, because it provided better bone healing in experimental fractures (gap of 2.0 mm) radius of dogs treated with external skeletal fixation. Although there was a higher expression of PDGF-B and TGF-β in periods, early and late, the animals treated with PRP / Mestre
46

Utilização da densitometria óptica em imagem radiográfica no estudo do efeito do porte, idade e sexo sobre a densidade mineral óssea (DMO) da extremidade distal do rádio-ulna de cães /

Brinholi, Rejane Batista. January 2004 (has links)
Orientador: Luiz Carlos Vulcano / Resumo: Os valores da densidade mineral óssea (DMO) da extremidade distal do rádio-ulna de 95 cães de diferentes portes e idades foram determinados por meio da técnica de densitometria óptica em imagens radiográficas. Para a medida da DMO foi utilizado um programa computacional que analisou a densidade óptica das radiografias confeccionadas em projeção crânio-caudal da extremidade distal do rádio-ulna e de partes moles adjacentes, juntamente com uma escala de alumínio (penetrômetro), usada como referência densitométrica, permitindo a medida da DMO do rádio-ulna, que corresponde ao valor em milímetros de alumínio da escala. Os valores da média e os desvios padrões da densidade mineral óssea da extremidade distal do rádio-ulna da amostra foram: 2,38 ± 0,70 mmAl para cães entre 01 e 10 Kg, 3,55 ± 1,04 mmAl para cães entre 10,1 e 25 Kg, e 4,69 ± 0,90 mmAl para cães com mais de 25 Kg. Ocorreu forte correlação (p<0,001) entre a DMO e o peso dos animais estudados, sendo que a DMO não foi significativamente influenciada pelo sexo e nem pela idade dos animais. / Abstract: The values of bone mineral density (BMD) of distal ext remity radius - ulna of 95 dogs of different weights and ages were determinated using the technique of optical densitometry in radiographic images. To measure BMD it was used a computer software that analyses the optical density of radiographic in craniocaudal view from the distal extremity radius - ulna and adjacent soft parts, with an aluminum scale (penetrometer), used as a densitometry reference, allowing the measurement of the radius - ulna BMD, that corresponds to the value in millimeters of the scale. The mean values and the standard deviation of bone mineral density of the extremity radius - ulna of the sample were: 2,38 ± 0,70 mmAl for dogs between 01 and 10Kg, 3,55 ± 1,04 mmAl for dogs between 10,1 and 25Kg, and 4,09 ± 0,90 mmAl for dogs over 25Kg. There was a strong correlation (p<0,001) between the BMD and the studied animals weight, although BMD was not significantly influenced by the animals sex or age. / Mestre
47

Avaliação ultra-sonográfica de eniscos caninos: ex vivo e incluso em gelatina /

Souza, Priscilla Macedo de. January 2008 (has links)
Orientador: Maria Jaqueline Mamprim / Banca: Sheila Canavese Rahal / Banca: Luciana Del Rio Pinoti Ciarlini / Resumo: O exame ultra-sonográfico fornece informações sobre os aspectos sonográficos normais e das principais afecções que acometem o sistema articular dos animais. Ainda são escassas as informações sobre a utilização do exame ultra-sonográfico para a visibilização e diagnóstico das alterações dos meniscos caninos. O objetivo deste trabalho foi estabelecer as imagens ultra-sonográficas normais dos meniscos ex - vivo e inclusos em gelatina na e detectar possíveis alterações, tomando como "padrão ouro" a macroscopia. Exames radiográficos da articulação do joelho foram realizados para fornecer dados sobre alterações articulares. Desenvolveu-se uma técnica para incluir os meniscos em gelatina a fim de analisá-los ultra-sonograficamente. Após a inclusão, imagens ultra-sonográficas foram realizadas dos meniscos para se comparar com as imagens intra-articulares. Nesse experimento foram utilizados 15 cães, machos ou fêmeas, com idade de 8 meses a 192 meses (16 anos), sem histórico clínico. No exame ultra-sonográfico da articulação foi possível observar no plano transversal craniocaudal e caudocranial uma estrutura linear espessa e hiperecogênica dorsal ao côndilo medial, sendo que nesse caso o menisco apresentou 0,48 x 1,25cm e uma dorsal ao côndilo lateral (0,51 x 1,90cm) da tíbia, imagem essa que representou a região central do menisco medial e lateral. Constatou-se que a imagem ultra-sonográfica do plano longitudinal do menisco medial é mais facilmente acessada, do que a do lateral, pois se visibilizou ruptura no menisco medial. Os planos intra-articulares longitudinal caudal e transversal caudal apresentaram melhor visibilização dos meniscos e maior índice de correlação e concordância com as imagens dos meniscos inclusos. Os meniscos dos cães com peso maior do que 20 kg foram mais facilmente visibilizados, embora tenha sido possível também visibilizar os meniscos dos cães com menos de 20 kg. / Abstract: The ultrasound examination provides information about normal sonographic aspects and main affections that attack the articular system of animals. Information about the use of the ultrasound examination to view and diagnose alterations in canine menisci is still scarce. The objective of this work was to establish normal ultrasound images of ex-vivo menisci and menisci inserted in gelatin and detect possible alterations, taking macroscopy as "gold standard". Radiographic examinations of the articulation of the knee were performed to provide data about articular alterations. A technique was developed to insert menisci in gelatin in order to analyze them by means of ultrasound examination. After insertion, ultrasound images of the menisci were obtained to make a comparison with intra-articular images. In this experiment, 15 male or female dogs were used, with ages from 8 to 192 months old (16 years old), without clinical history. In the ultrasound examination of the articulation, it was possible to observe a thick and hyperechogenic linear structure in the cranial-caudal and caudal-cranial transversal plan, dorsal to the medial condyle, being that, in this case, the meniscus presented 0,48 x 1,25cm, and another one, dorsal to the lateral condyle (0,51 x 1,90cm) of the tibia, representing the central region of the medial and lateral meniscus. It was verified that the ultrasound image of the longitudinal plan of the medial meniscus is more easily accessed than the lateral one, because a rupture in the medial meniscus was possible to be viewed. Longitudinal caudal and transversal caudal intra-articular plans presented better viewing of the menisci and higher correlation index and consonance with the images of the inserted menisci. The menisci of dogs heavier than 20 kg were more easily viewed, although menisci of dogs lighter than 20 kg were also possible to be viewed. / Mestre
48

Análise do perfil hemostático e do risco tromboembólico em cães submetidos ao tratamento com prednisona /

Romão, Felipe Gazza. January 2012 (has links)
Orientador: regina Kiomi Takahira / Banca: Luiz Henrique de Araújo Machado / Banca: Ricardo Duarte Silva / Resumo: Os distúrbios trombóticos e tromboembólicos aparentemente são menos comuns em felinos e caninos do que em humanos. A trombose foi reconhecida clinicamente associada a algumas doenças, como o hiperadrenocorticismo (HAC). Vários fármacos podem alterar o equilíbrio hemostático; dentre elas a prednisona, corticosteroide amplamente utilizado na medicina veterinária principalmente por seus efeitos imunossupressivos e anti-inflamatórios. Além disso, sabe-se que o hipercortisolismo pode estimular a formação de trombos pelo aumento de fatores de coagulação e diminuição da fibrinólise. O objetivo do presente estudo, portanto, foi demonstrar o efeito da prednisona sobre o perfil hemostático. Para tanto, foram constituídos dois grupos experimentais, sendo o grupo I, composto de 10 cães hígidos que receberam a dose de 1,0 mg/kg/BID por 15 dias, e ogrupo II, composto de 10 cães hígidos que receberam a dose de 2,0 mg/kg/BID por 15 dias. Houve diminuição significativa dos níveis de antitrombina em ambos os grupos, aumento da agregação plaquetária e diminuição do fator de von Willebrand no grupo II. Não foram observadas alterações estatisticamente significativas em relação ao tempo de sangramento da mucosa oral (TSMO), tempo de protrombina (TP), tempo de tromboplastina parcial ativada (TTPA), tempo de trombina (TT), contagem plaquetária, e dos valores de fibrinogênio, fator VIII e produtos de degradação da fibrina (PDFs) em nenhum dos grupos. Pode-se concluir que a prednisona pode aumentar o risco tromboembólico especialmente por diminuição de fatores anticoagulantes, não importando a dose utilizada / Abstract: Thrombotic and thromboembolic disorders apparently are less common in cats and dogs than in humans.Thrombosis was clinically recognized associated with some diseases, such as hyperadrenocorticism (HAC). Several drugs can change the hemostatic balance, such as the corticosteroid prednisone, widely used in veterinary medicine mainly by its immunosuppresive and anti-inflammatory effects. In addition, it is known that hypercortisolism can stimulate the thrombi formation by the increase of coagulation factors and reduced fibrinolysis.The aim of this study, therefore, was to demonstrate the effect of prednisone on haemostatic profile. For this purpose, two experimental groups were set up, the group I composed by 10 higid dogs, which received a dose of 1,0 mg/kg/BID for 15 days, and group II, composed by 10 higid dogs that received the dose of 2,0 mg/kg/BID for 15 days.There was a significant decrease on antithrombin levels in both groups, increase on platelet aggregation and decrease of von Willebrand factor activity on group II. No statistically significant changes were observed in relation to oral mucosal bleeding time (OMBT), prothrombin time (PT), activated partial thromboplastin time (APTT), thrombin time (TT), platelet count, plasmatic fibrinogen values,factor VIII activityand fibrin degradation products (FDPs) in both groups. It can be concluded that the prednisone can increase the thromboembolic risk, especially by the decrease of anticoagulant factors, regardless of the dosage / Mestre
49

Classificação citoistológica, imunoistoquímica, lesão de DNA, morfometria e índice de proliferação celular dos linfomas em cães /

Pessoa, Adriana Wanderley de Pinho. January 2005 (has links)
Orientador: Julio Lopes Sequeira / Resumo: Os linfomas estão entre as neoplasias mais freqüentemente observadas no cão. Do ponto de vista etiológico, epidemiológico, clínico, morfológico e imunofenotípico essa neoplasia apresenta muitas semelhanças com os linfomas não Hodgkin humano. O presente estudo tem como objetivos investigar as características citomorfológicas (utilizando-se as classificações de Kiel, Working Formulation e de FOURNEL-FLEURY et al., 1994), imunofenotípicas (usando marcadores CD3, CD79a, CD4 e CD8), proliferação celular pela técnica citoquímica do AgNor e freqüência de danos do DNA por meio do teste do cometa. Dos 53 casos estudados, predominaram os linfomas de grau alto, independente da classificação utilizada. A freqüência de imunorreatividade para os linfomas de origem B (CD79a+/CD3-) e de origem T (CD3+/CD79a-) foi a mesma (41,5%). O imunofenótipo (CD4+CD8-) foi observado em 12 casos (22,64%) e do imunofenótipo (CD8+CD4-) em dez casos (18,86%). O índice proliferativo determinado pelo método de AgNor foi superior nos linfomas de grau alto nas variáveis estudadas. O índice de dano do DNA avaliado pelo teste do cometa não se alterou quando foram considerados os graus de malignidade das neoplasias. No entanto houve correlação entre os danos de DNA do sangue e os danos do DNA da massa neoplásica no mesmo animal (P<0,05). / Abstract: Malignant lymphoma are one of the most common neoplasia of the dogs. Several aspects like etiology, epidemiology, clinical signs, morphology and, immunophenotipy are quite similar between human and canine non-Hodgkin's lymphomas. The aim of this study was to investigate the citohistomorphologic grade (by Kiel, Working Formulation's and Fournel-Fleury classifications), immunophenotype expression (using CD3, CD79a, CD4 and, CD8 markers), proliferation index (argyrophil nucleolar organizer regions [AgNOR ]) and the DNA damage (Comet Test) in fifth three cases of canine lymphomas. The high grade tumors predominate in the Kiel, Working Formulation's and Fournel-Fleury classifications. The frequency of T lymphomas (CD3+/CD79a-) and B lymphomas(CD3-/CD79a+) was the same, 41,5% each one. Among the T subtypes the CD4+/CD8- phenotype predominates, 22,64% (twelve cases) and, while the CD4-/CD8+ phenotype was less common, 18,86% (ten cases). The proliferation index determined by AgNOR method was larger in the high grade lymphomas. DNA damage did not correlate with the lymphoma cytomorpological grade, but the blood DNA damage and tumoral mass DNA damage shows correlation when compared in each animal (P< 0,05). / Doutor
50

Análise da fórmula SRK/T no cálculo de lente intra-ocular em cães portadores de catarata /

Peixoto, Tiago Palmeira. January 2005 (has links)
Orientador: José Joaquim Titton Ranzani / Resumo: A cirurgia de extração de catarata é uma realidade freqüente na Oftalmologia Veterinária, que o avanço das técnicas e materiais utilizados torna possível a tentativa da recuperação visual, visando um olho emétrope. No presente estudo foram utilizados 20 animais da espécie canina (Canis familiaris - LINNAEUS, 1758) de raças e idades variadas, machos e fêmeas, portadores de catarata e não diabéticos, os quais foram submetidos ao exame oftálmico completo. Posteriormente realizaram-se mensurações oculares por meio de um ecobiômetro ultra-sônico (ultra-sonografia modo-A) para o cálculo do poder da lente intra-ocular através da fórmula SRK/T obtendo uma média de comprimento axial de 19,94l1,12mm. A lente calculada foi implantada no trans-operatório da cirurgia de catarata chegando em uma média de 37,33l3,05 dioptrias. Todos os animais foram submetidos a facoemulsificação, sendo divididos em dois grupos; G1 (com lente intra-ocular) e G2 (sem lente intra-ocular). A avaliação pós-cirúrgica do erro refracional, realizada nos animais operados aos 60 dias de pós-operatório pela retinoscopia, com a utilização da esquiascopia, foi de 5,57l1,59D verificando-se que a fórmula SRK/T não obteve um bom desempenho. / Abstract: Cataract surgery is a frequent reality in veterinary ophthalmology, which with the advance of the new techniques and materials used makes it possible the effort for a visual rehabilitation, aiming an emetropic eye. Twenty animals of the canine species (Canis familiaris - LINNAEUS, 1758) of varied breed and age, males and females, bearers of cataract and non-diabetics, where used in this study and submitted to a complete ophthalmic examination. Afterwards ocular measurements where realized by an echobiometry ultrasound (A-scan ultrasound) for the intraocular lens power calculation by the SRK/T formula obtaining a mean axial length of 19,94l1,12mm. The calculated lens was implanted during the cataract surgery achieving a mean value of 37,33l3,05 dioptry. All animals where submitted to phacoemulsification, being divided in two groups; G1 (with intraocular lens) and G2 (without intraocular lens). The post surgical evaluation of the refractional error, with the utilization of the retinoscopy, was of 5,57l1,59D, showing that the SRK/T formula did not have a good performance. / Mestre

Page generated in 0.0411 seconds