• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 139
  • Tagged with
  • 140
  • 140
  • 34
  • 27
  • 17
  • 17
  • 16
  • 15
  • 14
  • 14
  • 14
  • 13
  • 13
  • 13
  • 12
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
21

Ativação do sistema complemento no infarto do miocardio

Hanna Sobrinho, Miguel Ibraim Abboud, 1960- January 1997 (has links)
Orientador: Iara Jose de Messias Reason / Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Cardiologia / Resumo: Este trabalho teve como objetivos: (1) determinar o comportamento do Sistema Complemento no Infarto Agudo do Miocárdio, pela análise seqüencial de C5b-9 e C3d; (2) comparar sua ativação com os marcadores séricos enzimáticos (CK Total e CKMB) e com j(Alfa 1 glicoproteína ácida) e (3) estimar o momento em que ocorre a ativação. A investigação foi realizada num grupo de 17 pacientes com Infarto do Miocárdio, sendo 15 homens e 2 mulheres com idade de 37 a 92 anos (Grupo 1) e dois grupos controles; um deles com 17 pacientes submetidos a cateterismo cardíaco, com artériasxle coronárias normais, sendo 8 homens e 9 mulheres com idade de 19 a 64 anos (Grupo 2), outro com 13 pessoas assintomáticas sem história de doença cardiovascular ou de procedimento invasivos, constituído de 8 homens e 5 mulheres, com idade de 26 a 55 anos (Grupo 3). Os pacientes do Grupo 1 foram atendidos no Hospital Universitário Cajúru entre novembro de 1955 e abril de 1996, consecutivamente selecionados, com início dos sintomas em até 6 horas antes de sua admissão. As amostras de sangue neste grupo foram coletadas na admissão 6 e 12 horas após, e na alta. Os pacientes do Grupo 2, foram selecionados consecutivamente, por terem investigação de dor torácica em curso no Serviço de Hemodinâmica do mesmo hospital, e laudo do cateterismo de artérias coronárias normais. Os pacientes do Grupo 3 foram selecionados entre médicos e funcionários do Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná", nos Grupos 2 e 3 apenas uma amostra de sangue foi coletada. Os valores de C3d, elevaramse significativamente em todas as amostras dos pacientes com IAM e C5b-9 aumentou de forma mais significativa, nas duas primeiras amostras. Alfa 1 glicoproteína ácida apresentou aumento discreto nas 4 amostras. Os marcadores CK Total e CK MB alteraram-se na 2a e 3a amostras. A comparação entre os marcadores nos grupos 1 e 3 evidenciaram um aumento significante de: C3d p < 0,0001 em todas as fases; C5b-9 p < 0,0001 nas 4 amostras; Alfa 1 glicoproteína ácida: p < 0,0001, p = 0,029, p < 0,0001 e p = 0,002, não houve diferença significativa na 2a amostra; CK MB não constatou-se significância na 1a amostra: p = 0,257; CK Total, não houve significância na 1a e 4a dosagens com p = 0,057 e p = 0,198. Na comparação entre os grupos 1 e 2 encontramos: C3d p < 0,0001, p = 0,005, p = 0,008 e p = 0,042; C5b-9: p = 0,002, p = 0,003, p = 0,040 e p = 0,033; Alfa 1 glicoproteína ácida, não houve significância na 2a amostra: p < 0,0001, p = 0,193, p < 0,0001 e p < 0,0001; CK MB, não foram significantes as amostras 1 e 4: p = 0,422, p K 0,0001, p < 0,0001 e p = 0,071; CK Total, não houve significância na 4a amostra: p = 0,004, p < 0,0001, p < 0,0001 e p = 0,860. Concluímos que ocorre precocemente ativação do Sistema Complemento no IAM, estimada pelas dosagens de C3d e C5b-9; estas alterações são observadas antes da elevação das enzimas séricas CK MB e CK Total, mas não são específicas, ocorrendo em menor escala também em pacientes submetidos a cateterismo cardíaco. / Sem abstract
22

Prevalência de sedentarismo na população adulta de Firminópolis - Goiás, 2006

Araújo, Patrick Correia de Souza 18 June 2007 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, 2007. / Submitted by Aline Jacob (alinesjacob@hotmail.com) on 2010-02-25T16:25:33Z No. of bitstreams: 1 2007_PatrickCorreiadeSouzaAraujo.pdf: 5443458 bytes, checksum: ff4266248a22a4f4f3bb94e1d9ef396c (MD5) / Approved for entry into archive by Lucila Saraiva(lucilasaraiva1@gmail.com) on 2010-02-26T01:06:02Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2007_PatrickCorreiadeSouzaAraujo.pdf: 5443458 bytes, checksum: ff4266248a22a4f4f3bb94e1d9ef396c (MD5) / Made available in DSpace on 2010-02-26T01:06:02Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2007_PatrickCorreiadeSouzaAraujo.pdf: 5443458 bytes, checksum: ff4266248a22a4f4f3bb94e1d9ef396c (MD5) Previous issue date: 2007-06-18 / Objetivos: Este estudo objetivou identificar a prevalência de sedentarismo na população adulta do município de Firminópolis, Goiás, e as possíveis associações com outros fatores de risco cardiovascular (tabagismo, etilismo, hipertensão arterial e obesidade). Métodos: Estudo descritivo, transversal de base populacional, com amostragem aleatória simples sem reposição. Foram incluídos 1170 indivíduos entre 18 e 74 anos, com residência na área urbana. Este estudo focalizou a análise do sedentarismo como fator de risco nesta população. Constituíram-se variáveis: hipertensão arterial sistêmica, índice de massa corporal, idade, gênero, anos de escolaridade, situação conjugal, renda familiar per capta, hábitos de atividade física, tabagismo e etilismo. O sedentarismo foi analisado no trabalho, no deslocamento para o trabalho e no lazer, sendo proposta uma escala própria a partir de dados presentes no formulário de coleta, para análise conjunta dos três momentos de vida. Resultados: Foi identificada prevalência de 67,7% de sedentarismo no trabalho, sendo mais prevalente no sexo feminino, em idosos e indivíduos com baixa escolaridade. Foi encontrada associação apenas com o etilismo, dentre os fatores de risco cardiovascular estudados. No deslocamento para o trabalho, foi identificada prevalência de 78,6% de sedentarismo, proporcionalmente maior entre mulheres e idosos. Também houve associação apenas com o etilismo. A prevalência de sedentarismo no lazer encontrada foi de 64,9%, proporcionalmente maior entre mulheres e indivíduos de baixa escolaridade. Dentre os fatores de risco houve associação com o tabagismo, etilismo e estado nutricional. Pela escala proposta neste estudo, foi identificada prevalência de sedentarismo de 59,6%, considerando-se os três momentos de vida juntos. A escala apresentou alta especificidade e alta sensibilidade quando comparada aos momentos isolados. Conclusão: O sedentarismo configura-se em um importante problema de saúde pública, sendo necessário que seja dado enfoque para a redução de sua prevalência para minimizar o risco cardiovascular. Seu controle vincula-se ao controle de outros fatores de risco, tornando ainda mais útil a intervenção. É necessário que novos trabalhos elucidem melhor os comportamentos sedentários e seus fatores intervenientes, buscando a construção de modelos de avaliação que identifiquem e nivelem o indivíduo sedentário. __________________________________________________________________________________________ ABSTRACT / Purpose: This study aimed on identifying the prevalence of sedentarism on the adult population of Firminópolis city, located in the state of Goiás, and the possible associations to other cardiovascular risk factors (tabagism, ethylism, arterial hypertension and obesity). Methods: A descriptive and cross sectional of population-based study with simple aleatory sample without replacement. 1170 individuals were included between 18 and 74 years old, living in the urban area. This study focused the analysis of the sedentarism as risk factor in this population. Variables were constituted: arterial hypertension, body mass index, age, genre, years of schooling, marital status, family income, physical activity habits, tabagism and ethylism. The sedentarism was analyzed in the work, in the displacement for the work and in the leisure time, being proposed an own scale starting from collected datas in the sample form, for analysis of the three moments of life at the same time. Results: It was identified prevalence of 67,7% of sedentarism in the work, being more prevalent in the female sex, in seniors and individuals with low schooling. It was just found association with the ethylism, among the studied cardiovascular risk factors. In the displacement for the work, it was identified prevalence of 78,6% of sedentarism, larger proportionally among women and seniors. There was also just association with the ethylism. The prevalence of sedentarism found leisure time was of 64,9%, larger proportionally among women and individuals of low schooling. Among the risk factors, there was association with tabagism, ethylism and nutritional status. For the scale proposal in this study, it was identified prevalence of sedentarism of 59,6%, being considered the three moments of life at the same time. The scale presented high specificity and high sensibility when compared to the isolated moments. Conclusion: Sedentarism is a serious problem of public health, being necessary to focus on the reduction of its prevalence to minimize the cardiovascular risk. Its control is linked to the control of other risk factors, reinforcing the need for intervention. It is necessary that new researches better elucidate the sedentary behaviors and its intervening factors, looking forward the construction of evaluation models that identify and even the sedentary individual.
23

Variabilidade da frequência cardíaca e sua relação com os traços e comportamentos pró- sociais.

Álvares, Roberta Sônia Rodrigues January 2014 (has links)
Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas. Núcleo de Pesquisas em Ciências Biológicas, Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós Graduação, Universidade Federal de Ouro Preto. / Submitted by Maurílio Figueiredo (maurilioafigueiredo@yahoo.com.br) on 2014-07-16T18:49:02Z No. of bitstreams: 2 license_rdf: 23148 bytes, checksum: 9da0b6dfac957114c6a7714714b86306 (MD5) DISSERTAÇÃO_VariabilidadeFrequênciaCardíaca.pdf: 2891999 bytes, checksum: 4476ecf3e1305a4e4d44145780075aa0 (MD5) / Approved for entry into archive by Gracilene Carvalho (gracilene@sisbin.ufop.br) on 2014-07-18T17:43:58Z (GMT) No. of bitstreams: 2 license_rdf: 23148 bytes, checksum: 9da0b6dfac957114c6a7714714b86306 (MD5) DISSERTAÇÃO_VariabilidadeFrequênciaCardíaca.pdf: 2891999 bytes, checksum: 4476ecf3e1305a4e4d44145780075aa0 (MD5) / Made available in DSpace on 2014-07-18T17:43:58Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license_rdf: 23148 bytes, checksum: 9da0b6dfac957114c6a7714714b86306 (MD5) DISSERTAÇÃO_VariabilidadeFrequênciaCardíaca.pdf: 2891999 bytes, checksum: 4476ecf3e1305a4e4d44145780075aa0 (MD5) Previous issue date: 2014 / Espécies sociais são aquelas que formam organizações que se estendem além do indivíduo. Os seres humanos, que são espécies sociais, possuem mecanismos genéticos, celulares, hormonais, neurais e comportamentais que os ajudam na sobrevivência, reprodução, e cuidado com a prole de forma que a herança genética consiga ser passada para a geração seguinte. O objetivo desse estudo foi verificar a existência de associação entre os traços e comportamentos pró-sociais e a variabilidade da frequência cardíaca (VFC). Foram avaliados 120 estudantes universitários da Universidade Federal de Ouro Preto, voluntários, de ambos os sexos, com idade média de 21,8 (± 2,21) anos. Para avaliar os traços pró-sociais utilizou-se as seguintes escalas: Perfil de Relacionamento (RSQ), Resiliência (ER-89) e Traço de Afeto Positivo e Negativo (PANAS) e para avaliar o comportamento pró-social utilizou-se uma tarefa onde o experimentador deixava uma caneta cair “acidentalmente” próximo ao voluntário e media-se o tempo gasto para pegar a caneta no chão. Foi realizado o registro do eletrocardiograma (ECG) durante 10min em repouso, na posição supina, para extração dos componentes da VFC [HF e RMSSD, que representam a atividade parassimpática; Frequência Cardíaca (FC), que representa a atividade simpática e parassimpática; LF, que representa a sensibilidade barorreflexa e o SDNN, que representa a VFC global]. Foram utilizadas correlações de Spearman para investigar a associação entre os índices da VFC e os traços e comportamentos pró-sociais. O perfil de relacionamento seguro se correlacionou negativamente com a FC (Rho= -0.17; p = 0.04), enquanto o perfil preocupado se correlacionou negativamente com o log RMSSD (Rho = -0.19; p = 0.03), log HF (Rho = -0.17; p = 0.05), log LF (Rho = -0.18; p = 0.03) e log SDNN (Rho = - 0.16; p = 0.06). Encontrou-se também uma correlação positiva entre o interesse, uma sub-escala da escala de traço de afeto positivo, e o log HF (Rho = 0.23; p = 0.01) e o log LF (Rho = 0.24; p < 0.01). Além disso, houve uma tendência de associação positiva entre a escala de resiliência e o log HF (Rho = 0.15; p = 0.08) e o log LF (Rho = 0.15; p = 0.08). O tempo gasto para pegar a caneta correlacionou-se positivamente com o perfil preocupado (Rho = 0.18; p = 0.04) e houve uma tendência de associação negativa com o traço de afeto positivo (Rho = -0.15; p = 0.09) e com a alegria (Rho = -0.16; p = 0.06), que é uma sub-escala da escala de traço de afeto positivo. Ademais, o tempo gasto também se correlacionou negativamente com os componentes parassimpáticos, log RMSSD (Rho = -0.17; p = 0.05) e log HF (Rho = -0.18; p = 0.04). Concluímos que a variabilidade da frequência cardíaca em repouso, especialmente a atividade cardíaca parassimpática e a sensibilidade barorreflexa estão associadas ao maior comportamento e traços pró-sociais, o que pode ser um indicativo de melhor saúde física e mental. __________________________________________________________________________________________ / ABSTRACT: Social species are those that form organizations that extend beyond the individuals. Humans are social species that have genetic, cellular, hormonal, neural and behavioral mechanisms, which help in survival, reproduction, and parental care so that genetic inheritance can be passed to the next generation. The aim of this study was to investigate the association between prosocial traits and behavior and indices of heart rate variability (HRV). We evaluated 120 college students of Federal University of Ouro Preto, volunteers, both sexes, with 21,8 ± 2,21 years old. To evaluate the prosocial traits we used the: Relationship Scale Questionnaire (RSQ), Ego-Resiliency Scale (ER- 89), and Positive and Negative Affect Schedule (PANAS) and to evaluate the prosocial behavior we used a task in which the experimenter left a pen “accidentally” dropped next to the volunteer and we measured the time spent by the volunteer to pick up the pen on the floor. The electrocardiogram (ECG) was recorded during 10 min, in supine position, to extract the components of HRV [HF and RMSSD, which represent parasympathetic activity; heart rate (HR), representing sympathetic and parasympathetic activity; LF, representing baroreflex sensitivity and SDNN, representing the global HRV]. Spearman correlations were used to investigate the association between HRV indices and prosocial traits and behavior. The profile of secure relationship negatively correlated with log HR (Rho= -0.17; p = 0.04), while the preoccupied profile negatively correlated with log RMSSD (Rho = -0.19; p = 0.03), log HF (Rho = -0.17; p = 0.05), log LF (Rho = -0.18; p = 0.03), and log SDNN (Rho = -0.16; p = 0.06). There was a positive correlation between interest, a subscale of positive affect trait scale, and log HF (Rho = 0.23; p = 0.01) and log LF (Rho = 0.24; p < 0.01). We also found a positive association trend between resilience scale and log HF (Rho= 0.15; p = 0.08) and log LF (Rho = 0.15; p = 0.08). The time spent to pick up the pen positively correlated with preoccupied profile (Rho = 0.18; p = 0.04) and there were trends for negative correlation with positive affect trait (Rho = -0.15; p = 0.09) and with joy (Rho = -0.16; p = 0.06), a subscale of positive affect trait scale. Moreover, the time spent also negatively correlated with parasympathetic components, log RMSSD (Rho = -0.17; p = 0.05) and log HF (Rho = -0.18; p = 0.04). We conclude that heart rate variability at rest, especially the parasympathetic activity and baroreflex sensitivity are associated with increased prosocial behavior and traits, which may be indicative of better mental and physical health.
24

Remodelação miocárdica pós-lesão cardíaca induzida por videocirurgia, em tilápias-do-nilo /

Crivelaro, Roberta Martins. January 2018 (has links)
Orientador: Paola Castro Moraes / Coorientador: Marcela Aldrovani / Coorientador: Roberto Thiesen / Banca: Paula Ferreira da Costa / Banca: Marcio de Barros Bandarra / Banca: Daniel Paulino Junior / Banca: Annelise Carla Camplesi dos Santos / Resumo: As doenças cardiovasculares constituem grande problema de saúde pública. A necessidade do entendimento do processo de remodelação cardíaca tem acarretado em aumento do número de pesquisas envolvendo terapias biológicas. Neste contexto, peixes teleósteos emergem como opção de modelo experimental, pois possuem homologia morfofuncional e imunológica com mamíferos. Tilápias-do-Nilo (Oreochromis niloticus) já vêm sendo empregadas no estudo de diversas doenças que afetam seres humanos. Com a presente pesquisa, objetivou-se desenvolver técnica de acesso videocirúrgico e induzir lesão cardíaca mecânica, em tilápias-do-Nilo; avaliar a eficácia da metadona no controle da dor associada à lesão; e caracterizar os mecanismos de remodelação do miocárdio ventricular, empregando-se avaliações por eletrocardiograma e por microscopias. As avaliações foram conduzidas antes, 1 h depois, e transcorridos 7, 14, 30, 60 e 90 dias da lesão cardíaca. O acesso à cavidade celomática foi realizado utilizando-se um punch de biopsia de 3 mm, permitindo a introdução de endoscópio para posterior amputação do ápice do coração. O procedimento foi executado rapidamente e com baixo índice de mortalidade transoperatória (5,60%) e pós-operatória (3,38%). Aproximadamente 6% de tecido cardíaco, apresentando epicárdio e miocárdio, foi removido com a pinça de biopsia, sendo que a videocirurgia permitiu boa visibilização interna, padronização do tamanho da lesão e alta precisão. A avaliação da analgesia fornecida pela ... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) / Abstract: Cardiovascular disease are a public health big problem. The need for understanding cardiac repair mechanism has increased the number of researches biologic therapy field. In this context, teleost fish show as a experimental model, as they have morpho-functional and immunologic homology whit mammals. Nile tilapia (Oreochromis niloticus) has been used to study several diseases that affect humans. The present study aimed to develop a video surgery access and mechanically induce cardiac injury in Nile tilapia; to evaluate the analgesic activity of methadone in effectively control the pain associated with the injury; and characterize myocardial repair mechanisms by microscopy and electrocardiogram analysis. Data were recorded before cardiac injury and then 1 hour, 7, 14, 30, 60 and 90 days after cardiac injury. The access to coelomatic cavity was made with a 3-mm biopsy punch, allowing the passage of an endoscope for amputation of the cardiac apex. The procedure was quickly performed with intraoperative (5.6%) and post-operatory (3.38%) low mortality rates. Approximately 6% cardiac tissue, including epicardium and myocardium were removed with the biopsy forceps, once video surgery allowed good visualization, standard lesion areas and great precision. To evaluate the analgesic effect of methadone, physiological and behavioral parameters were recorded. Results show that in the dose used, methadone did not show analgesic effect in Nile tilapia. However, recovery time was longer in fi... (Complete abstract click electronic access below) / Doutor
25

Tratamento de taquicardia ventricular sustentada por meio de cardiodesfibrilador implantável em combinação com amiodarona comparado ao tratamento exclusivo com amiodarona para prevenção secundária de mortalidade na cardiopatia chagásica crônica / Implantable cardioverter defibrillators for treatment of sustained ventricular arrhythmias in patients with chagas' heart disease : comparison with a control group treated with amiodarone alone

Gali, Wagner Luis January 2013 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Medicina, Programa de Pós-Graduação em Ciências Médicas, 2013. / Submitted by Alaíde Gonçalves dos Santos (alaide@unb.br) on 2014-02-19T11:47:49Z No. of bitstreams: 1 2013_WagnerLuisGali.pdf: 1361763 bytes, checksum: 12e7e871bbebd908b8a88387018d3f50 (MD5) / Approved for entry into archive by Guimaraes Jacqueline(jacqueline.guimaraes@bce.unb.br) on 2014-02-19T13:00:34Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2013_WagnerLuisGali.pdf: 1361763 bytes, checksum: 12e7e871bbebd908b8a88387018d3f50 (MD5) / Made available in DSpace on 2014-02-19T13:00:34Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2013_WagnerLuisGali.pdf: 1361763 bytes, checksum: 12e7e871bbebd908b8a88387018d3f50 (MD5) / Introdução: As evidencias são inconclusivas a respeito da função do cardiodesfibrilador implantável (CDI) para prevenção secundária de mortalidade em pacientes com cardiopatia chagásica crônica (CCC) e taquicardia ventricular sustentada (TVS). O objetivo do estudo foi avaliar se a terapia com CDI aumentaria a sobrevida em pacientes chagásicos com TVS quando comparado com terapia exclusiva com amiodarona Métodos: Nós comparamos o prognóstico de pacientes consecutivos (pts) com CCC e taquicardia ventricular sustentada (TVS) tratados com CDI em combinação com amiodarona (grupo CDI) versus um controle histórico de pacientes com CCC e TVS que foram tratados exclusivamente com amiodarona. O desfecho primário do estudo foi mortalidade por todas as causas e o desfecho secundário foi mortalidade por causa específica e terapia apropriada do CDI. Resultados: O grupo CDI (76 pts; 48 homens; idade, 57 ± 11 anos; fração de ejeção do ventrículo esquerdo [FEVE], 39 ± 12%) e grupo controle (28 pts; 18 homens; idade, 54 ± 10 anos; FEVE, 41 ± 10%) tiveram características de base semelhantes, exceto por maior frequência de terapia com beta bloqueadores (90% versus 17%, P < 0.0001) no grupo CDI. Durante tempo médio de seguimento de 33 meses para o grupo CDI e 35 meses para o grupo controle; P = 0.22), houve 10 óbitos (4.7% ao ano) no grupo CDI e 9 óbitos (11% ao ano) no grupo controle. A terapia com CDI foi associada com diminuição do risco de morte por todas as causas de 72% (hazard ratio [HR], 0.28; 95% intervalo de confiança [IC], 0.11 a 0.72; P = 0.007). Houve 7 (25%) mortes cardíacas súbitas (MCS) no grupo controle e somente uma (1.3%) no grupo CDI, resultando em redução de risco de MCS de 95% (HR, 0.05; 95% IC, 0.01 a 0.045; P=0.006) para os pts tratados com CDI. O benefício da terapia com CDI foi relevante entre os pts com FEVE < 40% (HR, 0.23 95% IC, 0.07 a 0.72; P = 0.01) e não foi significante naqueles com FEVE ≥ 40% (HR, 0.19; 95% IC, 0.02 a 1.88; P = 0.15). Terapia apropriada do CDI ocorreu em 72% dos pacientes (26% ao ano). A frequência de terapias apropriadas do CDI foi similar entre os pacientes com FEVE < 40% e FEVE ≥ 40%. Conclusão: Comparado com terapia exclusiva com amiodarona, implante de CDI foi associado com redução significante do risco de mortalidade por todas as causas e morte súbita em pacientes chagásicos com taquicardia ventricular sustentada. Pacientes com FEVE < 40% apresentaram maior benefício na sobrevida significativo com a terapia com CDI do que os pacientes com FEVE ≥ 40%. Apesar da terapia concomitante com amiodarona, muitos pacientes tratados com CDI apresentaram terapias apropriadas independente da função sistólica do ventrículo esquerdo. / Background: Evidence is inconclusive concerning the benefit of implantable cardioverter-defibrillators (ICDs) for secondary prevention of mortality in patients with Chagas’ heart disease (ChHD). The aim of this study was to evaluate whether ICD therapy would prolong survival in patients with ChHD presenting with sustained ventricular arrhythmias, as compared with amiodarone therapy alone. Methods: The study population consists of patients with ChHD presenting with sustained ventricular arrhythmias. We compared the outcomes of a contemporary group of chagasic patients who underwent an ICD implantation with those of an historical control group treated with amiodarone alone. The primary endpoint of the study was all-cause mortality; the secondary endpoints were cause-specific mortality and appropriate ICD therapy. Results: The ICD group (76 patients; 48 men; age, 57 ± 11 years; left ventricular ejection fraction [LVEF], 39 ± 12%) and the control group (28 patients; 18 men; age, 54 ± 10 years; LVEF, 41 ± 10%) had comparable baseline characteristics, even though ICD-treated patients were more frequently treated with ß-blockers (90% versus 17%; P < 0.0001). There were 10 deaths (4.7% per year) in the ICD group and 9 deaths (11% per year) in the control group. Therapy with an ICD resulted in a decreased risk of all-cause mortality of 72% (HR, 0.28; 95% CI, 0.11 to 0.72; P = 0.007) and a reduced risk of sudden death of 95% (HR, 0.05; 95% CI, 0.01 to 0.045; P = 0.006) compared with amiodarone-only therapy. The survival benefit of ICD was greatest in patients with LVEF < 40% (HR, 0.23 95% CI, 0.07 to 0.72; P = 0.01) and was not significant in those with LVEF ≥ 40% (HR, 0.19; 95% CI, 0.02 to 1.88; P = 0.15). Appropriate ICD therapy occurred in 72% of the patients (26% per year). Rates of appropriate ICD therapies were similar across patients with LVEF < 40% and LVEF ≥ 40%. Conclusions: Compared with amiodarone-only therapy, ICD implantation was associated with a significant reduced risk of all-cause mortality and sudden death in chagasic patients with sustained ventricular arrhythmias. Patients with LVEF < 40% derived significantly more survival benefit from ICD therapy than patients with LVEF ≥ 40%. Despite concomitant amiodarone therapy, most ICD-treated patients received appropriate ICD therapies regardless of the LV systolic function.
26

Associação de locus das mutações de kDNA de Trypanosoma cruzi no genoma com manifestação clínica da Doença de Chagas

Guimarães, Adriana de Jesus Benevides de Almeida 02 July 2014 (has links)
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Medicina, Laboratório Multidisciplinar de Pesquisa em Doença de Chagas, 2014. / Submitted by Eric de Oliveira Sousa (eriol.draven@gmail.com) on 2014-10-10T14:42:59Z No. of bitstreams: 1 2014_AdrianaJesusBenevidesAlmeidaGuimaraes.pdf: 3593637 bytes, checksum: 63d552687595edcf7270bbb18a6eb529 (MD5) / Approved for entry into archive by Guimaraes Jacqueline(jacqueline.guimaraes@bce.unb.br) on 2014-10-10T14:55:33Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2014_AdrianaJesusBenevidesAlmeidaGuimaraes.pdf: 3593637 bytes, checksum: 63d552687595edcf7270bbb18a6eb529 (MD5) / Made available in DSpace on 2014-10-10T14:55:33Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2014_AdrianaJesusBenevidesAlmeidaGuimaraes.pdf: 3593637 bytes, checksum: 63d552687595edcf7270bbb18a6eb529 (MD5) / Morbidade e mortalidade em humanos infectados cronicamente com o Trypanosoma cruzi são observados em aproximadamente 30% dos infectados. Os fatores que selecionam esses chagásicos, entre todos os demais infectados, à aquisição da doença crônica são desconhecidos. Estudos de genética molecular demonstraram a transferência de sequências de minicírculos de kDNA do parasito para sítios específicos do genoma do hospedeiro. O sítio de integração identificado com maior frequência foi o retrotransposon LINE-1. Observou-se ainda que o kDNA pôde ser mobilizado para outros sítios do genoma pela atividade do LINE-1. Esses dados sugeriram a possibilidade de associação das variações clínicas da doença com as mutações no genoma. As mutações de kDNA se comportariam como força motriz da patogênese da cardiopatia chagásica. Neste estudo, foram avaliados 95 indivíduos do Pará, 36 voluntários de municípios de Minas Gerais e Goiás e 136 controles do Distrito Federal, com dados do eletrocardiograma, teste ergométrico, holter 24h e ecodopplercardiograma. Foram feitas análises estatísticas visando a associar esses dados clínicos com os achados de integração de kDNA em múltiplos loci na maioria dos cromossomos. Tendo a análise dos exames clínicos revelado que a maioria dos indivíduos da amostragem estava na fase indeterminada da infecção crônica pelo T. cruzi, sem alteração significativa nos exames, sem frequência elevada de alterações nos grupos de risco para desenvolvimento da doença, não foi possível associar qualquer mutação como valor preditivo para desenvolvimento da cardiopatia chagásica. Os resultados indicam o caráter benigno da evolução das infecções crônicas, na fase clinicamente indeterminada. Entretanto, esses achados não excluem a hipótese de associação das mutações com a patogênese da cardiopatia chagásica. Outros estudos clínico-epidemiológicos de médio e longo prazo são necessários para a identificação de fatores preditivos das manifestações cardíacas da doença de Chagas. / Morbidity and mortality in humans chronically infected with Trypanosoma cruzi are observed in approximately 30% among infected people. The factors of selection of chagasic, among the infected population, towards development of the chronic Chagas disease, are unknown. The studies on molecular genetics showed the transfer of the kDNA minicircle sequences from T. cruzi to the human host's genome. The kDNA integration loci were often identified in the LINE-1 retrotransposon. It was also observed that the kDNA mutations could be mobilized by the retrotransposon from the primary to a secondary site at the genome. These findings suggested the possibility of association of Chagas disease clinical manifestations with the kDNA integrations. In this regard, the kDNA mutations could be triggers of the pathogenesis of the chagasic cardiopathy. In this study, we evaluated 95 patients from the State of Para, 36 from counties of Minas Gerais and Goias, and 136 controls patients, from the Federal District, Brazil. The electrocardiogram, ergometric test, 24h recording electrocardiogram, and ecodopplercardiogram were analysed. The statistical analyses, which aimed at the association among the clinical findings with those of the integration of the kDNA at multiple sites at various chromosomes, were carried out. The evaluations of clinical parameters of the heart function showed majority all patients were in the undeterminate phase of the chronic chagasic infection, and no clinical manifestation. This observation explains why, in the absence of statistical differences among the groups of risk-patients, there was no demonstrable association. Therefore, it was not shown any particular loci of mutation as a predictive risk-factor for development of the Chagas cardiopathy. The result indicates the benign feature of the chronic chagasic infections, clinically undetermined. However, the findings in the undeterminate phase of the infection do not exclude the hypothesis of possible association of the kDNA mutations with the pathogenesis of the Chagas’ heart disease. Long range clinic-epidemiologic studies are necessary to identifying predictive factors of the clinic manifestation of the chronic Chagas disease.
27

Fatores de risco para doenças cardiovasculares em quilombos contemporâneos do Brasil Central : parâmetros demográficos, socioeconômicos, ancestralidade genética e saúde

Paiva, Sabrina Guimarães 12 May 2017 (has links)
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Biologia Animal, 2017. / Submitted by Raquel Almeida (raquel.df13@gmail.com) on 2017-07-07T16:46:36Z No. of bitstreams: 1 2017_SabrinaGuimarãesPaiva.pdf: 8527808 bytes, checksum: 18cfcb0a3a3279285489e4630fcfc72d (MD5) / Approved for entry into archive by Raquel Viana (raquelviana@bce.unb.br) on 2017-08-10T21:18:21Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2017_SabrinaGuimarãesPaiva.pdf: 8527808 bytes, checksum: 18cfcb0a3a3279285489e4630fcfc72d (MD5) / Made available in DSpace on 2017-08-10T21:18:21Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2017_SabrinaGuimarãesPaiva.pdf: 8527808 bytes, checksum: 18cfcb0a3a3279285489e4630fcfc72d (MD5) Previous issue date: 2017-08-10 / O componente étnico-racial e a ancestralidade genética nas pesquisas em saúde estão entre os temas mais debatidos na ciência, principalmente quando associados a populações miscigenadas. Grande parte dos estudos que buscam investigar a influência da ancestralidade genética na saúde são conduzidos em populações norte-americanas e tem mostrado uma maior prevalência de doenças cardiovasculares em indivíduos afrodescendentes. Durante o período de escravidão no Brasil, diversos tipos de resistência foram observados entre os escravizados, sendo o mais comum a fuga e o refugio em regiões de difícil acesso. Desse processo, foram formadas comunidades chamadas quilombos, parte delas semi-isoladas, outras localizadas em área rural de difícil acesso ou já inseridas em áreas urbanas. Como consequência do processo histórico, essas comunidades frequentemente tem acesso limitado a serviços de saúde e, potencialmente, maior prevalência de doenças com relação a populações com maior acesso a saúde. Sendo as comunidades quilombolas reconhecidamente afrodescendentes, buscamos investigar a relação entre a ancestralidade genética e a ocorrência de fatores de risco para doenças cardiovasculares em três quilombos do Brasil Central com diferentes níveis de urbanização. Para isso, estruturamos o estudo em cinco capítulos. No primeiro foi apresentada a composição do banco de dados e amostras biológicas referentes a três quilombos com diferentes níveis de urbanização: um urbano, um rural semi-isolado e um rural não-isolado. No segundo discutimos o conceito ampliado de quilombo por meio da investigação da proporção de migrantes, estrutura de casamentos e literatura, verificando que o conceito quilombo contemporâneo acomoda a diversidade de histórias de formação dessas comunidades no país. No terceiro estimamos a ancestralidade genética individual e populacional nessas comunidades por meio de marcadores genéticos do tipo Inserção-Deleção (INDEL). Os resultados apontaram contribuições heterogêneas dos componentes africano, europeu e ameríndio, em consonância com a diversidade genética da população brasileira. Foi verificada também a associação entre a autoclassificação fenotípica negra e estimativas de ancestralidade genética africana nas comunidades rurais, mas não na comunidade urbana, o que revela a possível influência do contexto sociocultural e político no processo de identidade étnico-racial. No quarto, a partir de um estudo epidemiológico descritivo, utilizando parâmetros socioeconômicos, antropométricos e bioquímicos, observou-se que um processo de transição epidemiológica está ocorrendo nessas comunidades, sendo a prevalência de doenças cardiovasculares mais elevada nas comunidades urbana e rural não-isolada do que na rural semi-isolada. Além disso, as mulheres na comunidade rural semi-isolada apresentaram maior prevalência de hipertensão, obesidade e diabetes do que os homens. Finalmente, no capítulo 5, os resultados obtidos não demonstraram associação entre a ancestralidade genética e a distribuição de fatores de risco para doenças cardiovasculares, sugerindo que a ancestralidade genética tem um papel pequeno em comparação aos fatores ambientais e socioeconômicos nessas comunidades. Os achados do presente estudo chamam a atenção para a diversidade na composição genética e no perfil epidemiológico da saúde cardiovascular em quilombos do Brasil Central, o que possivelmente auxiliará no aperfeiçoamento de políticas públicas de saúde e integração de diferentes áreas científicas, como a antropologia, a genética e a saúde pública. / The ethno-racial component and genetic ancestry in health research are among the most debated subjects in science, especially when they are associated with mixed populations. Most of the studies that investigate the influence of genetic ancestry on health are conducted in North American populations and have shown a higher prevalence of cardiovascular diseases in African-descendant individuals. During the slavery period in Brazil, several types of resistance were noted among the slaves, the most common were escape and refuge in difficult-to reach regions. As a result of the historical process, these communities often have limited access to health services and and potentially higher prevalence of diseases in relation to populations with greater access to health. Since quilombola communities are recognized as African-derived communities, we seek to investigate the relationship between genetic ancestry and the occurrence of risk factors for cardiovascular diseases in three quilombos of Central Brazil with different levels of urbanization. Thus, we structured the study into five chapters. The first one was presented the composition of the database for three quilombos with different levels of urbanization was presented: one urban, one semi-isolated rural and one non-isolated rural. In the second, we discussed about the expansive concept of quilombo by investigating the proportion of migrants, structure of marriages, and scientific literature. It was observed that the contemporary concept of quilombo accommodates the historical diversity of these communities’ formation. In the third, we estimate the individual and population genetic ancestry using genetic markers Insertion-Deletion (INDEL) in these communities. The results showed that contributions of African, European and Amerindian are heterogeneous, according to genetic diversity of Brazilian population. We observed an association between Black phenotypic-selfclassification and estimates of African genetic ancestry in rural communities, but not in the urban community. This result indicated a possible influence of the socio-cultural and political context in the process of ethnic-racial identity. In the fourth, we used socioeconomic, anthropometric and biochemical parameters in a descriptive epidemiological study. It was observed a process of epidemiological transition in these communities, with higher prevalence of cardiovascular diseases in the urban and rural communities than isolated semi-rural one. Moreover, women from semi-isolated rural community showed higher prevalence of hypertension, obesity and diabetes than men. Finally, in Chapter 5, the results did not show an association between genetic ancestry and the distribution of risk factors for cardiovascular diseases, suggesting that genetic ancestry presents a small role in comparison to environmental and socioeconomic factors in these communities.The findings of this study call attention to the diversity in the genetic composition and epidemiological profile for cardiovascular health in quilombos of Central Brazil. Our results will possibly help in the improvement of public health policies and integration of different scientific areas, such as anthropology, genetics and public health.
28

Índice de dessaturação delta-9 em pacientes com eventos clínicos de doença aterosclerótica

Ribeiro, Átala Safira Silva 20 August 2015 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, Departamento de Nutrição, Programa de Pós Graduação em Nutrição Humana, 2015. / Submitted by Tania Milca Carvalho Malheiros (tania@bce.unb.br) on 2016-03-15T15:03:30Z No. of bitstreams: 1 2015_AtalaSafiraSilvaRibeiro_Parcial.pdf: 146761 bytes, checksum: 857cbe66952fee44e3ecd334e0ea4635 (MD5) / Approved for entry into archive by Patrícia Nunes da Silva(patricia@bce.unb.br) on 2016-03-17T14:47:32Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2015_AtalaSafiraSilvaRibeiro_Parcial.pdf: 146761 bytes, checksum: 857cbe66952fee44e3ecd334e0ea4635 (MD5) / Made available in DSpace on 2016-03-17T14:47:32Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2015_AtalaSafiraSilvaRibeiro_Parcial.pdf: 146761 bytes, checksum: 857cbe66952fee44e3ecd334e0ea4635 (MD5) / Introdução: O Índice de Dessaturação delta-9 (ID9) é uma medida que estima a atividade da estearoil-CoAdessaturase, uma enzima que participa da biossíntese de ácidos graxos monoinsaturados. A sua relação com doenças cardiovasculares ainda não está bem estabelecida, apesar de sua elevação ter sido associada ao prognóstico negativo. No presente estudo foi verificada a relação entre ID9 e variáveis que expressam risco cardiovascular em pacientes com doença aterosclerótica. Métodos: estudo de coorte composto por 48 indivíduos com idade a partir de 45 anos com doença aterosclerótica. Os voluntários receberam orientação nutricional no momento basal e foram acompanhados por 6 meses. Coletou-se dados sobre consumo alimentar, antropometria, dados clínicos, medicação e exames bioquímicos cardiovasculares. Os participantes foram divididos em 2 grupos a partir da mediana do ID9 calculado pela razão entre os ácidos graxos oleico e esteárico (18:1n9/18:0) plasmáticos. Resultados: os valores de VLDL e triglicerídios basais tiveram médias significativamente maiores no grupo com ID9 maior (p=0,003) comparado aos com ID9 abaixo da mediana. Não houve diferença quanto a prevalência de fatores de risco, consumo de nutrientes e variáveis antropométricas entre os grupos. Após 6 meses, houve aumento de colesterol total, VLDL e triglicerídios no grupo com menor ID9 e aumento do índice de massa corporal (IMC) no grupo de maior ID9 (p=0,040). Observou-se interação entre os dois grupos após 6 meses, na qual o grupo com ID9 maior apresentou aumento significativo no IMC (p=0,043). Conclusão: Os resultados deste estudo permitem concluir que o ID9 está associado com variáveis que expressam risco cardiovascular, como VLDL e triglicerídios sanguíneos, e os valores aumentados de ID9 podem resultar em maior IMC após 6 meses neste grupo de pacientes. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT / Introduction: The desaturation index delta-9 (ID9) is a measure that estimates the activity of Stearoyl-CoAdesaturase, anenzymethatacts in the monounsaturated fatty acid biosynthesis. Its increase has been associated with negative prognosis, although the relationship with cardiovascular disease is not well established yet. Thus, in the present study we investigated the relationship between variables expressing ID9 and cardiovascular risk in patients with atherosclerotic disease. Methods: A cohort study was conducted with 48 subjects with atherosclerotic disease aged 45 years or older.Volunteers received nutritional counseling at base line and followed-up for 6 months. Anthropometric, clinical, medication and biochemical data were collected. Participants were divided into 2 groups based on median ID9 calculated as theratiobetween plasma oleic and stearicfattyacids (18: 1n9 / 18: 0). Results: Mean basal VLDL and triglycerides were significantly higher in the higher ID9 group (p = 0.003) compared to those with ID9 below the median values. There was no difference in the prevalence of risk factors, nutrient in take and anthropometrics between groups. After 6 months, there was an increase in total cholesterol, VLDL, andtriglycerides in the group with lowest ID9 and increased body mass index (BMI) in the group with high ID9 (p = 0.040). Interaction was observed between the two groups after 6 months, in which the ID9 high group showed significantly greater BMI (p = 0.043). Conclusion: Results of this study support the conclusion that the ID9 is associated with variables expressing cardiovascular risk and increased levels of ID9 may result in higher BMI after six months in this group of patients.
29

Klotho sérico como potencial biomarcador para eventos cardiovasculares prévios em pacientes ambulatoriais idosos

Paula, Roberta da Silva 28 March 2016 (has links)
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde, 2016. / Submitted by Albânia Cézar de Melo (albania@bce.unb.br) on 2016-08-10T15:37:31Z No. of bitstreams: 2 2016_RobertaSilvaPaula2.pdf: 1116630 bytes, checksum: 1e67b0e28eafb8c1e77b86595f1972be (MD5) 2016_RobertaSilvaPaula.pdf: 119946 bytes, checksum: 3d6794beb825cb23ad05595b101df6d4 (MD5) / Approved for entry into archive by Patrícia Nunes da Silva(patricia@bce.unb.br) on 2016-12-01T12:19:03Z (GMT) No. of bitstreams: 2 2016_RobertaSilvaPaula2.pdf: 1116630 bytes, checksum: 1e67b0e28eafb8c1e77b86595f1972be (MD5) 2016_RobertaSilvaPaula.pdf: 119946 bytes, checksum: 3d6794beb825cb23ad05595b101df6d4 (MD5) / Made available in DSpace on 2016-12-01T12:19:03Z (GMT). No. of bitstreams: 2 2016_RobertaSilvaPaula2.pdf: 1116630 bytes, checksum: 1e67b0e28eafb8c1e77b86595f1972be (MD5) 2016_RobertaSilvaPaula.pdf: 119946 bytes, checksum: 3d6794beb825cb23ad05595b101df6d4 (MD5) / O número de óbitos por doenças vasculares é exorbitante em todo o mundo, e marcadores confiáveis ainda são necessários para esses eventos importantes. Diante disso, realizou-se um estudo transversal para investigar associação dos genótipos e dos níveis séricos de Klotho com fatores de riscos cardiovasculares clássicos e com história clínica de eventos cardiovasculares. Realizou-se análises clínica, antropométrica, bioquímica e nutricional com uma amostra de 168 idosos, complementada por genotipagem (rs9536314 e rs9527025) e detecção sérica (ELISA) de Klotho. Níveis de Klotho e seus haplótipos não se associaram com a maioria dos fatores de risco clássicos para eventos vasculares, tampouco com os marcadores, como a proteína C-reativa e a homocisteína. Observou-se associação positiva entre níveis circulantes de Klotho e ocorrência prévia de infarto do miocárdio por análises de correlação (p = 0,006) e de variância (p < 0,001). Propomos que níveis aumentados de Klotho sérico no pós-infarto do miocárdio podem consistir em mecanismo adaptativo contra hipertrofia miocárdica patológico, e pode representar um novo biomarcador para eventos em uma região específica. _______________________________________________________________________________ ABSTRACT / The number of deaths from vascular diseases is extremely high worldwide, and reliable markers for major events are still needed. This cross-sectional study investigated the association of Klotho haplotypes and of its serum levels with classic risk factors and clinical history of vascular events. Clinical, anthropometric, biochemical and nutritional assessments were conducted with 168 older adults, complemented by genotyping (rs9536314 and rs9527025) and detection of serum Klotho (ELISA). Klotho levels and haplotypes did not associate with most classic risk factors for vascular events, in parallel to marker as C-reactive protein and homocysteine assessed as well. A positive association was only found between Klotho levels and previous occurrence of myocardial infarction, by both correlational (p = 0.006) and variance analyses (p <0.001). Increased post-myocardial infarction serum Klotho is suggestive of an adaptive mechanism against pathological hypertrophy, and may represent a new biomarker for events at a specific territory.
30

Amplificação dos genes que codificam a Endotelina-1 e seus receptores em valvas mitrais reumáticas

Moura, Edmilson Bastos de January 2008 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Medicina, 2008. / Submitted by Natália Cristina Ramos dos Santos (nataliaguilera3@hotmail.com) on 2009-09-10T12:22:59Z No. of bitstreams: 1 2008_EdmilsonBastosdeMoura.pdf: 1746669 bytes, checksum: c25edd64b2c89dd0421a0aa41d8f1c8b (MD5) / Approved for entry into archive by Guimaraes Jacqueline(jacqueline.guimaraes@bce.unb.br) on 2009-10-05T16:32:53Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2008_EdmilsonBastosdeMoura.pdf: 1746669 bytes, checksum: c25edd64b2c89dd0421a0aa41d8f1c8b (MD5) / Made available in DSpace on 2009-10-05T16:32:53Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2008_EdmilsonBastosdeMoura.pdf: 1746669 bytes, checksum: c25edd64b2c89dd0421a0aa41d8f1c8b (MD5) Previous issue date: 2008 / Introdução: o estudo da substância vasoconstritora endotelina-1 e de seus receptores A e B, desde sua descoberta em 1988, tem crescido progressivamente nos últimos anos. Isso se deve ao seu reconhecimento como elemento crítico na fisiopatologia de diversas doenças, com destaque para aquelas de acometimento cardiovascular. Sua função na vasorreatividade já é conhecida, bem como sua ação parácrina e autócrina, o que conduz à procura de seus sítios de produção nos diversos tecidos. Essa busca objetiva desvendar a contribuição de cada órgão no processo patológico, e também determinar a participação de tais peptídeos nas modificações sofridas pelo próprio tecido nesse processo (como a deposição de colágeno, ou a neovascularização). Nesse contexto, a valvopatia reumática revela-se uma boa candidata à pesquisa, pelas suas características mudanças estruturais valvares e pela repercussão que impõe à todo o sistema cardiovascular e pulmonar. Objetivo: determinar, mediante técnicas moleculares, a expressão dos genes da endotelina e dos seus receptores em valvas mitrais reumáticas. Metodologia: 27 pacientes submetidos a troca valvar mitral tiveram seu tecido valvar analisado para determinação da presença de genes da ET-1 e seus receptores A e B; foi feita análise histológica e molecular das valvas (divididas em fragmentos M1, M2 e M3) e colhidos dados clínicos e epidemiológicos dos pacientes. Foram divididos em 3 grupos (valvopatia mitral, mitroaórtica, pacientes reoperados). Resultados: O estudo mostrou a manifestação do gene da endotelina-1 em 40,7% dos espécimes e de seu receptor A em todas as amostras, com manifestação minoritária do gene do receptor B (22,2%). Conclusões: todos os pacientes expressaram a presença do gene do receptor A; não houve diferença estatística quanto a gravidade da doença, expressa em classe funcional, e os subgrupos estudados (valvopatas mitrais, mitro-aórticos e pacientes reoperados), ou quanto a expressão dos genes da ET-1 e seus receptores, entre os subgrupos estudados (valvopatas mitrais, mitro-aórticos e pacientes reoperados). ____________________________________________________________________________________ ABSTRACT / Introduction: the study of the vasoconstrictor substance endothelin-1 and its receptors A and B, since its discovery in 1988, has grown gradually in the last years. This is due to their recognition as a critical element in the pathophysiology of many diseases, with emphasis on those from cardiovascular involvement. His role in vasorreactivity is already known, as well as its autocrine and paracrine actions, leading to demand for its production sites in various tissues. This search aims to unveil the contribuction of each organ in the pathological process, and also determine the involvement of these peptides in the modifications made by the tissue in the process (as the deposition of collagen, or neovascularization). In this context, rheumatic valve disease proves to be a good candidate to search, due their characteristics valve structural changes and the impact of the whole cardiovascular and pulmonary sistems. Objective: to determine, through molecular techniques, the expression of genes of endothelin and its receptors in rheumatic mitral valves. Methodology: 27 patients undergoing mitral valve replacement had their valve tissue analyzed for determining the presence of genes of ET-1 and its receptors A and B; was made histological and molecular analysis of the valves and collected clinical and epidemiological data of patients. They were divided into 3 groups (mitral valvophaty, mitroaortic, patients reoperated). Results: the study showed the gene expression of enothelin-1 in 40,7% of the samples, and its receptor A in all samples, with minority manifestation of the gene of receptor B (22,2%). Conclusions: all patients expressed the gene of receptor A; there was no statistical difference regarding the severity of illness, expressed in functional class, and the subgroups studied (mitral valvophaty, mitroaortic and reoperated patients), or in the expression of genes of ET-1 and their receptors, among the subgroups studied.

Page generated in 0.1612 seconds