• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 12
  • 2
  • 1
  • Tagged with
  • 15
  • 7
  • 6
  • 6
  • 3
  • 3
  • 3
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Identificação molecular de fungos endofíticos de Vochysia divergens Pohl (Vochysiaceae) do Pantanal Sul-Mato-Grossense e controle biológico de Phyllosticta citricarpa

Hokama, Yuri Maluf January 2012 (has links)
Orientadora : Profª Drª Chirlei Glienke / Coorientadora : Profª Drª Yvelise Maria Possiede / Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Genética. Defesa: Curitiba, 28/02/2012 / Inclui referências : f. 22-31;59-68;89-92 / Área de concentração / Resumo: Os fungos endofíticos, ou endófitos, pertencem a uma das Classes de fungos que apresentam grande riqueza e ampla distribuição, e, além disso, são capazes de produzir uma enorme variedade de metabólitos que podem ser aplicados nos mais diversos setores da sociedade. O estudo destes microrganismos em áreas remotas ainda é escasso, a exemplo da região do Pantanal sul-mato-grossense, que apresenta características biogeográficas únicas. Uma das particularidades da região são as formações monodominantes de Vochysia divergens, popularmente conhecido como Cambará, este vegetal de porte arbóreo também é capaz de produzir substâncias bioativas importantes. O estudo da comunidade de fungos endofíticos em folhas de Cambarás da região pantaneira pode revelar novas espécies de microrganismos com aplicação biotecnológica, como o controle biológico de Phyllosticta citricarpa, causador da doença Mancha Preta do Citros (MPC). Este fitopatógeno é o responsável por severas barreiras fitossanitárias impostas pelos países importadores que ainda estão livres da doença, o que resulta em grandes perdas econômicas para o Brasil. O uso de técnicas moleculares na identificação de fungos endofíticos tem-se revelado útil, a exemplo destas ferramentas está o sequenciamento das regiões ITS do rDNA. No presente estudo, 81 isolados tiveram seu DNA extraído e amplificaram a região do gene ITS1 - 5,8S - ITS2 do rDNA e de acordo com a análise de máxima verossimilhança os isolados foram agrupados em dois filos, quatro Classes e quinze gêneros do Reino Fungi. De 70 isolados testados contra o fitopatógeno P. citricarpa, três apresentaram resultados inibitórios promissores, e após a estratificação dos metabólitos o isolado pertencente a família Xylariaceae inibiu cerca de 80% o crescimento micelial e formação de picnídios do fitopatógeno. O gene LSU dos três isolados com maior inibição foi sequenciado para confirmação da identificação via sequencias da região ITS do rDNA. Palavras-chave: endofíticos, V. divergens, P. citricarpa, ITS e antagonismo. / Abstract: The endophytes are one class of fungi that possess a great richness and wide geographical distribution and in addition to this are capable to produce a large variety of metabolites that can be applied in several society fields. The surveys of these microorganisms in distant and isolated geographical areas are scarce; one example is the Pantanal of Mato Grosso do Sul, which own unique biogeographical characteristics and one of those peculiarities are the monodominant formations of Vochysia divergens, popularly known as "Cambará"; this vegetable is a tree also capable to produce many kinds of bioactive compounds. The study of the fungal endophytes in the "Cambará" leaf from the Pantanal region may lead to the discovery of new microorganism species with biotechnological application, as an example, the biological control of the pathogen Phyllosticta citricarpa, the responsible for the disease known as Citrus Black Spot (CBS). This phytopathogen is the cause of many phytosanitary barriers imposed by the foreign buyers free from the disease leading to great economics losses for Brazil. The application of molecular technics in the identification of fungal endophytes has proved useful, for example, the rDNA ITS regions sequencing. In the present work 81 isolates had their DNA extracted and amplified the region gene ITS1 - 5.8 S - ITS2 of the rDNA and according to maximum likelihood analysis isolates were grouped into two phyla, four Classes and fifteen genres of the Fungi Kingdom. 70 isolates were tested against the plant pathogen P. citricarpa. Three isolated showed promising results, and after the stratification of the metabolites the isolated belonging to the family Xylariaceae inhibited about 80% of mycelial growth and pycnidia formation of the pathogen. The LSU gene of three isolates with the greatest inhibition was sequenced to confirm the results of ITS. Key words: endophytes, V. divergens, P. citricarpa, ITS and antagonism.
2

Isolamento e bioprospecção de actinomicetos endofíticos de Vochysia divergens Pohl

Gos, Francielly Maria Wilke Ramos January 2017 (has links)
Orientadora : Profª Drª Chirlei Glienke / Coorientadora : Profª Drª Daiani C. Savi / Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Ciencias Biológicas (Microbiologia, Parasitologia e Patologia Básica). Defesa: Curitiba, 27/04/2017 / Inclui referências : f. 71-77 / Resumo: O Pantanal é uma planície de inundação periódica detentora de uma biodiversidade singular, e possui diversas plantas com conhecimento tradicional associado às suas propriedades medicinais. Entre estas, a planta Vochysia divergens, conhecida como Cambará, é utilizada em tratamentos de resfriados, tosse, febre e pneumonia, e se mostra promissora para a prospecção de microrganismos. Dos quais os endófitos isolados de plantas medicinais têm sido associados a uma ampla gama de metabólitos secundários com atividade biológica. Neste contexto, o presente trabalho objetivou o isolamento e a bioprospecção de actinomicetos endofíticos da planta medicinal V. divergens. Um total de 10 isolados obtidos foram identificados por meio do sequenciamento parcial do gene 16S rRNA e análise morfológica, como Aeromicrobium ponti, Williamsia serinedens, Streptomyces thermocarboxydus, Microbacterium sp., Sphaerisporangium sp., Micrococcus sp., Microbispora sp. e Actinomadura sp.. Afim de selecionar a melhor condição de cultivo para produção de metabólitos secundários, foram avaliadas duas condições diferentes de meio de cultura e temperatura. Todas as condições utilizadas resultaram na produção de metabólitos com atividade biológica, porém os melhores resultados foram no cultivo em caldo SG (Soja e glucose) a 36°C. Nestas condições, o extrato a partir da fermentação da linhagem Aeromicrobium ponti (LGMB491) apresentou atividade contra Staphylococcus aureus sensível à meticilina (MSSA) e S. aureus resistente à meticilina (MRSA), com CIM de 0,02mg/mL e 0,04mg/mL, respectivamente. O extrato oriundo da linhagem Microbacterium sp. (LGMB471) apresentou inibição total do crescimento micelial do fitopatógeno Phyllosticta citricarpa com CIM de 0,16mg/mL. Neste estudo, o conhecimento da comunidade endofítica da planta medicinal V. divergens foi ampliado por meio do isolamento de novos gêneros associados a esta planta, alguns deles isolados pela primeira vez como endófitos. Palavras chaves: Vochysia divergens. Pantanal. Actinomicetos endofíticos. MRSA. / Abstract: The Pantanal is a periodic flood plain with a unique biodiversity, and has several plants with traditional knowledge associated with its medicinal properties. The plant Vochysia divergens, known as Cambará, is used for treatment of colds, cough, fever and pneumonia, and is very promising for microorganisms' prospection. Endophytic microorganisms isolated from medicinal plants have been studied due to the production of a wide range of secondary metabolites with biological activity. In this context, the present work aimed at the isolation and bioprospection of endophytic actinomycetes from medicinal plant V. divergens. Ten strains of endophytic actinomycetes were identified by partial 16S rRNA gene sequencing and morphological analysis, as belonging to Aeromicrobium ponti, Williamsia serinedens, Streptomyces thermocarboxydus, Microbacterium sp., Sphaerisporangium sp., Micrococcus sp., Microbispora sp. and Actinomadura sp. In order to select the best culture conditions for production of secondary metabolites, two different culture media and two temperatures were evaluated. All the conditions used resulted in the production of metabolites with biological activity, but the best conditions are cultivation in SG broth at 36°C. In these conditions, the extract from the fermentation of Aeromicrobium ponti (LGMB491) showed high activity against methicillin-sensitive Staphylococcus aureus (MSSA) and methicillin-resistant S. aureus (MRSA), with MIC of 0.02mg/mL and 0.04mg/mL, respectively. The extract from the Microbacterium sp. (LGMB471) showed total inhibition of the mycelial growth of phytopathogen Phyllosticta citricarpa with MIC of 0.16mg/mL. In this study, we broadened the knowledge about the endophytic community of the medicinal plant V. divergens through the isolation of rare actinomycetes, some of them isolated for the first time as endophytes. Key-words: Vochysia divergens. Pantanal. Endophitics actinomycetes. MRSA.
3

Micobiota Endofítica Vitis Labrusca CV.Isabel da região do vala do Siriji, Pernambuco, Brasil

LIMA, Thaís Emanuelle Feijó de 31 January 2010 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T15:06:56Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo6504_1.pdf: 560724 bytes, checksum: 6732b19219c32a8693572c6cf2751bbb (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2010 / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico / Fungo endofítico é aquele que coloniza os tecidos saudáveis da planta hospedeira, sem causar sintomas aparentes. Vitis labrusca L. é uma espécie de Vitaceae originária da América do Norte, sendo a cultivar Isabel bastante produtiva. O cultivo de V. labrusca cv. Isabel é praticado há cerca de 40 anos no Vale do Siriji (municípios de São Vicente Férrer e Macaparana), Pernambuco, Brasil. Devido à importância agroeconômica da uva Isabel, este trabalho teve por objetivo determinar a micobiota endofítica de folhas sadias de Vitis labrusca cv. Isabel em duas áreas do Vale do Siriji. Entre junho/2009 e maio/2010, foram realizadas quatro coletas de folhas sadias de V. labrusca cv. Isabel, sendo duas no período de estiagem e duas no período chuvoso. No laboratório, as folhas foram lavadas com água corrente e sabão neutro, e com auxílio de um furador esterilizado foram feitos discos foliares (6 mm), posteriormente desinfestados em álcool 70% por 30 segundos, em hipoclorito de sódio (NaOCl) a 2% por 2 minutos e 30 segundos, e finalmente duas lavagens com água destilada esterilizada. Seis discos foliares foram transferidos para placas de Petri, em triplicata, contendo Batata-Dextrose-Ágar (BDA) acrescido de cloranfenicol (50 mg.L-1). As placas foram incubadas em temperatura ambiente (28 ± 2°C) e observadas por 15 dias quanto ao crescimento fúngico. Fragmentos de micélio foram transferidos para tubos de ensaio contendo meio BDA, e após purificação os fungos foram identificados. Foram obtidas 424 colônias de fungos endofíticos pertencentes a 40 espécies. Nigrospora oryzae, Glomerella cingulata, Colletotrichum gloeosporioides, Guignardia bidwellii e Cladosporium cladosporioides foram as espécies mais frequentes. A similaridade entre os fungos endofíticos nas duas áreas estudadas foi de 49,06%, e entre períodos de coleta de 56%. A maioria das espécies isoladas neste trabalho já foi citada como endofíticos de outros vegetais, sendo Gonatobotrys simplex, Graphium putredinis, Paecilomyces marquandii, Rhodotorula acheniorum e R. aurantiaca citadas pela primeira vez como endofíticas de videiras
4

Isolamento de micro-organismos endofíticos do Ipê Roxo (Tabebuia avellanedae) e avaliação da atividade antimicrobiana

FERREIRA, Luana Miguel dos Anjos 02 July 2012 (has links)
Submitted by Chaylane Marques (chaylane.marques@ufpe.br) on 2015-03-12T18:24:49Z No. of bitstreams: 2 Luana Ferreira_Completo.pdf: 1693618 bytes, checksum: c301fb5df53cc66816c58cab6f264254 (MD5) license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5) / Made available in DSpace on 2015-03-12T18:24:49Z (GMT). No. of bitstreams: 2 Luana Ferreira_Completo.pdf: 1693618 bytes, checksum: c301fb5df53cc66816c58cab6f264254 (MD5) license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5) Previous issue date: 2012-07-02 / FACEPE / A ocorrência e o potencial farmacológico de metabólitos secundários de micro-organismos endofíticos de plantas, têm sido amplamente investigados. Tabebuia avellanedae, (ipê-roxo) é utilizada como analgésico, antiinflamatório, antibióticos e anti-mutagênico. Diante do potencial biotecnológico desta planta, o presente trabalho teve como objetivo isolar endofíticos de folhas de T. avellanedae e avaliar a atividade antimicrobiana. Foram isolados 166 endofíticos dos quais aproximadamente 74% (123) são fungos, 22% (36) bactérias e 4% (7) actinobactérias. Todas as actinobactérias foram identificadas como Streptomyces spp. Utilizou-se como micro-organismos testes bactérias Gram positivas, Gram negativas e leveduras patógenas oportunistas. Na seleção primária, actinobactérias (3) e fungos (9) apresentaram halos de inibição antimicrobiana. Destes endófitos na fermentação, aproximadamente 66,66% das actinobactérias tiveram atividade contra Staphylococcus aureus, Micrococcus luteus e Bacillus subtilis e 11,11% dos fungos contra Candida albicans. Para extração dos compostos biativos os melhores solventes, pHs, meios de cultura e tempo de cultivo foram, respectivamente, para Streptomyces sp. PCA 3: acetato de etila, pH 7, MPE, 96 horas; para Streptomyces sp. PCA 4: clorofórmio, pH 7 (extrato) e acetona, pH 2 (biomassa), MPE, 72 horas; e para o fungo PEF 6: acetato de etila, pH 7, cinco dias. Foram detectados nos extratos da planta e endofíticos bioativos ß-amirina, ß-sitosterol, ácido ursólico, flavonóides e alcalóides sendo constatado que os compostos produzidos pelo isolado Streptomyces sp. PCA 4 são mais semelhantes aos produzidos pela planta. Diante desses resultados, conclui-se que os endofíticos bioativos apresentam potencial farmacológico, porém outros estudos são necessários para comprovar a efetividade dos mesmos.
5

Potencial Biotecnológico de micro-organismos da rizosfera e endofíticos isolados da planta Ipomoea pes-caprae (L.) R. Br., Convolvulaceae

CUNHA, Ivana Gláucia Barroso da 15 November 2015 (has links)
Submitted by Irene Nascimento (irene.kessia@ufpe.br) on 2016-09-08T19:29:03Z No. of bitstreams: 2 license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5) tese definita com folha de aprovação CORREÇÃO BIBLIOTECA data imprimir gravar.pdf: 3647168 bytes, checksum: 1df93fa61cfc9c0e2d172eb9eb4b645e (MD5) / Made available in DSpace on 2016-09-08T19:29:03Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5) tese definita com folha de aprovação CORREÇÃO BIBLIOTECA data imprimir gravar.pdf: 3647168 bytes, checksum: 1df93fa61cfc9c0e2d172eb9eb4b645e (MD5) Previous issue date: 2015-11-15 / A busca por novos metabólitos secundários de interesse biotecnológicos tem aumentoado nos últimos anos. O objetivo foi isolar micro-organismos endofíticos e da rizosfera, avaliar o potencial biotecnológico dos micro-organismos endofíticos e da rizosfera de Ipomoea pes-caprae. Os endófitos isolados foram inoculados em meio específico para bactérias, actinobactérias (ALA, Meio Completo, ISP2) e fungos (BDA e Agar Sabouraud) à temperatura de 30°C. Para o isolamento das actinobactérias da rizosfera foi utilizado 10 g da amostra do solo rizosférico e este foi misturado a 90 mL de NaCl a 0,9%(m/v) a pH (5,6). Estes micro-organismos foram cultivados em meios de cultura ISP2 e Czapeck Dox a 30 ºC por 7 dias. Foi realizada atividade antimicrobiana de todos os micro-oranismos isolados tanto endofítico como rizosféricos. Para a enzima L- asparaginase foi realizada análise qualitativa e cinética através de Fermentação Semi-Sólida com farinha de soja como substrato. Além da análise qualitativa da L-asparaginase foi verificada a presença de hidrolase (amilase, protease, celulase e lipase. A análise química do extrato metanólico do endófito Streptomyces sp, fungos e actinobactéria rizosférica Nocardia sp foi realizada utilizando a cromatografia de camada delgada (CCD). Das bactérias endofíticas foi avaliada sua capacidade de produção de Ácido Indol Acético. As frequências de endófitos isolados foram: fungos-folha 44.71% (55/123), fungos raízes 13% (16/123), bactérias-folhas 41.46% (51/123), bactérias raízes 1.62% (2/123), actinobactéria 0,81% (1/123). Da rizosfera foram isolados 81 actinobactérias. Na atividade antimicrobiana a maioria dos micro-organismos da rizosfera e endofíticos apresentou atividade antimicrobiana para bactérias Gram-positivas. No extrato dos micro-organismos endofíticos e rizosférico como no extrato da planta foram verificadas a presença de composto mono-sesquiterpenos. A produção de L-aspraginase foi verificada nos micro-organismos endofíticos e nas actinobactérias rizosférica. Na cinética de produção de L-asparaginase pelo endófito Streptomyces sp, verificou-se que o melhor dia de produção foi de 10° dia (0,0702 U/mL de L-asparaginase). Com relação as hidrolase foi verifacdo a presença de amilase e protease na maioria dos endofíticos. Das 53 bactérias endofíticas isoladas, 8 linhagens são produtoras de ácido indol acético. Por tanto, a prospecção dos micro-organismos rizosféricos e endofíticos isolados da planta I. pes-caprae (L.) R. Br. é uma promissora fonte de substâncias de interesse biotecnológico. / The search for new secondary metabolites of biotechnological interest has stepped up in recent years. The aim of present study was to isolate endophytic and rhizosphere micro-organisms to evaluate the secondary metabolites produced by micro-organisms associated with the leaves, roots and rhizosphere of Ipomoea pes-caprae. The endophytes isolated were inoculated in media specific to actinobacteria, bacteria (ALA, full medium, ISP2) and fungi (BDA and Agar Sabouraud) at a temperature of 30°C. The isolation of actinobacteria from the rhizosphere used 10 g of the rhizosphere soil sample mixed with 90 mL of NaCl at 0.9% (m/v) and pH 5.6. These micro-organisms were cultivated in ISP2 and Czapeck Dox culture media at 30 ºC for 7 days. Antimicrobial activity was analyzed. Qualitative analysis, 23 experimental planning and kinetic analysis of the enzymatic activity of L-asparaginase was carried out using semi-solid fermentation with soya flour as a substrate. Chemical analysis of the methanolic extract of the endophyte Streptomyces sp, fungi and the rhizosphere actinobacteria Nocardia sp was conducted using thin layer chromatography (TLC). The capacity of the endophytic bacteria to produce indole acetic acid was measured. The frequencies for isolated endophytes were: fungi-leaves 44.71% (55/123), fungi-roots 13% (16/123), bacteria-leaves 41.46% (51/123), bacteria-roots 1.62% (2/123), and actinobacteria 0.81% (1/123). Eighty-one actinobacteria were isolated from the rhizosphere. Most of the rhizosphere and endophytic micro-organisms exhibited antimicrobial properties against Gram-positive bacteria. Mono-sesquiterpene compounds were found in the endophytic and rhizospheric micro-organisms and in the plant extract. Production of L-asparaginase was found in endophytic micro-organisms and in actinobacteria from the rhizosphere. 23 experimental planning of the production of the L-asparaginase enzyme by the Streptomyces sp endophyte suggests that the lower the quantity of micro-organism inoculate, the concentration of L- asparagine and temperature, the better the production of the L-asparaginase enzyme. The kinetics of L-asparaginase production by the Streptomyces sp endophyte showed that the best day for production was the 10th (0.0702 U/mL of L-asparaginase). Of the 53 endophytic bacteria isolated, eight strains produced indole acetic acid. The prospection of rhizosphere and endophytic micro-organisms isolated from I. pes-caprae (L.) R. Br. is thus a promising source of substances of biotechnological interest.
6

Diversidade e atividade antimicrobiana de microrganismos endofíticos da planta medicinal Borreria verticillata (L.) G.F.W. Meyer

Conti, Raphael January 2007 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T16:32:08Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo6389_1.pdf: 385883 bytes, checksum: 342bac079207e6b1f952080bae6dd657 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2007 / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico / Microrganismos endofíticos vivem intra e/ou intercelularmente em plantas hospedeiras, sem causar danos aparentes e são de grande importância biotecnológica para a indústria, agricultura e medicina. A planta medicinal Borreria verticillata, conhecida popularmente como vassourinha-de-botão é utilizada no tratamento de infecções e inflamações, além de apresentar atividade antimicrobiana contra Escherichia coli, Staphylococcus aureus e Pseudomonas aeruginosa. Folhas da base e do ápice superficialmente esterilizadas e fragmentadas foram distribuídas em placas de Petri com os meios: batata dextrose ágar para fungos; caseína amido ágar e meio folha modificado para actinobactérias e bactérias. Foram isolados 87 microrganismos dos quais 50,6% (44) fungos, 35,6% (31) bactérias e 13,8% (12) actinobactérias. A freqüência de isolamento foi maior nas folhas da base (20%) do que nas folhas do ápice (4%). Foi observado que entre os microrganismos identificados a nível de gênero, Guignardia, Methylobacteria e Microbispora respectivamente, fungo, bactéria e actinobactéria foram os de maior prevalência. Quanto a atividade antimicrobiana, fungos e actinobactérias foram selecionados através do ensaio primário por bloco de gelose . Dos 56 isolados analisados 28.57% (16) apresentaram atividade antimicrobiana contra bactérias Gram negativas, Gram positivas e leveduras, sendo 56,25% (9) fungos e 43,75% (7) actinobactérias. Com os melhores microrganismos foram desenvolvidas fermentações em diferentes meios de cultura e testados pelo método de difusão em disco. Dos microrganismos testados no ensaio secundário, oito linhagens: quatro actinobactérias pertencentes ao gênero Microbispora e os fungos filamentosos Penicillium griseofulvum, P. aurantiogriseum e Mycelia sterilia exibiram atividade antimicrobiana principalmente para Bacillus subtilis (UFPEDA-16)
7

Isolamento e identificação de fungos endofíticos da malva

Coelho, Carla Figueiredo 21 February 2017 (has links)
Submitted by Daniela Soares (dmeireles2@gmail.com) on 2017-04-12T15:29:31Z No. of bitstreams: 2 license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) Dissertação - Carla Figueiredo Coelho.pdf: 1046058 bytes, checksum: 851306d91f79626aa3cd7b9adf532e31 (MD5) / Approved for entry into archive by Divisão de Documentação/BC Biblioteca Central (ddbc@ufam.edu.br) on 2017-04-17T15:31:09Z (GMT) No. of bitstreams: 2 license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) Dissertação - Carla Figueiredo Coelho.pdf: 1046058 bytes, checksum: 851306d91f79626aa3cd7b9adf532e31 (MD5) / Approved for entry into archive by Divisão de Documentação/BC Biblioteca Central (ddbc@ufam.edu.br) on 2017-04-17T15:36:26Z (GMT) No. of bitstreams: 2 license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) Dissertação - Carla Figueiredo Coelho.pdf: 1046058 bytes, checksum: 851306d91f79626aa3cd7b9adf532e31 (MD5) / Made available in DSpace on 2017-04-17T15:36:26Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) Dissertação - Carla Figueiredo Coelho.pdf: 1046058 bytes, checksum: 851306d91f79626aa3cd7b9adf532e31 (MD5) Previous issue date: 2017-02-21 / CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior / Urena lobata is grown only to obtain fiber, and as seeds are derived from the extractive process. This scenario tends to change, for this issue is relevant for the socioeconomic situation, especially for the State of Amazonas. The objective of this research was to investigate the occurrence of endophytic fungi in U. lobata, evaluating an influence of the plant organ and culture site, since the endophyte-host interaction may be beneficial or may become harmful to the plant. The frequency and degree of colonization, diversity indexes of Shannon-Weaver, Simpson, and Pielou uniform were calculated and the dominance component curve was performed. The genera found were: Phomopsis, Colletotrichum, Fusarium, Pestalotiopsis, Curvularia and Cochliobolus. Greater diversity and fungal richness was found in Manaus with high colonization present in the leaves. Preference was given to the following genera: Curvularia and Fusarium seed and Colletotrichum leaf. A similarity between the main cropping systems and the results of a mutualistic or balanced antagonistic interaction. / A malva é cultivada apenas para a obtenção de fibra, e as sementes são oriundas de processo extrativista. Esse cenário tende a mudar, pois esta espécie apresenta relevante importância socioeconômica, principalmente para o Estado do Amazonas. O objetivo deste trabalho foi investigar a ocorrência de fungos endofíticos em Urena lobata, avaliando a influência do órgão vegetal e local de cultivo, visto a interação endófito-hospedeiro poder ser benéfica ou tornar-se maléfica para a planta. Foram calculados a frequência e grau de colonização, índices de diversidade de Shannon-Weaver, Simpson, e uniformidade de Pielou e realizada a curva do componente dominância. Os gêneros encontrados foram: Phomopsis, Colletotrichum, Fusarium, Pestalotiopsis, Curvularia e Cochliobolus. A maior diversidade e riqueza de fungos foi encontrada em Manaus com elevada colonização presente nas folhas. Observou-se preferência dos gêneros: Curvularia e Fusarium à semente e Colletotrichum em folha. A similaridade foi maior entre órgãos vegetais do que nos locais de cultivo, o que indica a coevolução desses fungos com o hospedeiro, resultado de uma interação mutualística ou antagônica equilibrada.
8

Meios de cultura alternativos para fungos utilizando diferentes substratos, especialmente de mandioca (manihot esculenta).

Sia, Eliandra de Freitas 04 September 2012 (has links)
Made available in DSpace on 2015-04-20T12:31:50Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Eliandra de Freitas Sia.pdf: 1557550 bytes, checksum: e4d21c384795b53b83656a535e1bf31f (MD5) Previous issue date: 2012-09-04 / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico / The filamentous fungi are an important group of microorganisms, being not only one of the most numerous among the microorganisms due to their potential in biotechnological processes such as the production of antibiotics, enzymes, vitamins and others. The fungi are also plant, animals and human pathogens, acting sometimes as toxins producers. The fungal growth is a routine practice at microbiological laboratories and the Potato Dextrose Agar (PDA) medium is the most used medium due to be a rich source of starch. However, in some regions of Brazil, the potato production has a quite high cost. For this reason the aiming of the present work was the search for new alternative sources of starch. Thus, initially several tubercles: cassava (Manihot esculenta), sweet potato (Ipomoea batatas), carrot (Daucus carota), ginger (Zingiber officinale) and yam (Dioscorea alata) were tested as a starch source to fungal growth. The cassava (Manihot esculenta) showed the best results to fungal growth. This species is a tropical plant with a great commercial importance to Brazil, Africa and other parts of the world. In brazilian north and northeast regions, the cassava is hugely cultivated by a low cost. After the first screening, it was optimized the utilization of Cassava Dextrose Agar (CDA) media. Many fungal species of biotecnological importance (Beauveria bassiana, Aspergillus niger, Penicillium sp., Fusarium sp., Phanerochaete chrysosporium) were evaluated to growth, development sporulation and hyphal formation. The BDA media was used as a control. The present results demonstrated a high efficiency of MDA to fungal growth. However, in MDA was observed a reduction of fungal sporulation comparing with BDA. Finally, both media BDA and MDA, were used to the endophytic fungal isolation from: guarana (Paullinia cupana) and olives (Olea europea). The fungal identification demonstrated that isolates varied according to host plant. The fungal diversity was higher in guaraná being higher using the MDA in comparison with the BDA media. To both media, it was obtained a low number of isolated fungi from O. europea. The present results clearly demonstrated that the cassava is an feasible important starch source, being a potential alternative media, mainly in tropical countries / Os fungos filamentosos são um importante grupo de micro-organismos, não apenas por serem os mais numerosos dentre todos os micro-organismos, mas devido ao seu potencial em processos biotecnológicos como a produção de antibióticos e enzimas, fontes de vitaminas, alimentação e outros. Os fungos também são conhecidos como patógenos de plantas, animais e humanos, e produtores de toxinas. Cultivar fungos é uma rotina em laboratórios de microbiologia e um dos meios muito utilizado é o Batata Dextrose Ágar (BDA), que utiliza a batata como uma fonte rica em amido. Em algumas regiões do país, como a Região Norte, a batata tem um elevado custo e por este motivo a busca por novas fontes de amido é uma alternativa. Assim, outros vegetais devem ser pesquisados visando a substituição da batata. No presente trabalho foram inicialmente utilizados mandioca (Manihot esculenta), batata-doce (Ipomoea batatas), cenoura (Daucus carota), gengibre (Zingiber officinale) e cará (Dioscorea alata), sendo demonstrado que a mandioca (Manihot esculenta) é uma alternativa relevante para o cultivo de fungos. Esta espécie vegetal é uma planta tropical de grande importância comercial no Brasil, na África e em outras regiões do mundo, sendo que para a região Norte a mandioca é muito cultivada e também de baixo custo. Assim, após a triagem inicial com outros tubérculos, foi realizada a avaliação e otimização do meio de cultura de Mandioca Dextrose Ágar (MDA). Para o ensaio do meio com mandioca foram utilizadas diversas espécies de fungos com importância biotecnológica (Beauveria bassiana, Aspergillus niger, Penicillium sp., Fusarium sp., Phanerochaete chrysosporium). Foi avaliada a taxa de crescimento, a esporulação e a formação de hifas no meio de cultura BDA (utilizado como controle) e MDA. Os resultados comprovaram a eficiência do MDA para o crescimento dos fungos analisados, destacando-se a taxa de crescimento radial em meio sólido e peso seco do micélio em meio líquido. Entretanto, em MDA há uma menor esporulação dos fungos quando comparado ao BDA. Finalmente, foi realizado, utilizando meio BDA e MDA, o isolamento de fungos endofíticos de duas plantas: guaraná (Paullinia cupana) e oliveira (Olea europea), nos quais o meio de cultura MDA também se mostrou eficiente. A identificação de fungos endofíticos revelou que eles variaram conforme a planta hospedeira. A diversidade de fungos endofíticos foi maior em guaraná no meio MDA que em BDA, e o número de isolados foi menor em oliveira nos dois meios utilizados. Assim, do ponto de vista econômico e social, o substrato de mandioca pode ser considerado uma alternativa de alta potencialidade na obtenção de meios de cultura para laboratórios de micologia, especialmente em países tropicais
9

Microrganismos endofíticos e associados de melancia e aplicação biotecnológica

Ishizawa, Taís Aragão 30 June 2017 (has links)
Os microrganismos endofíticos vêm sendo estudados na busca de novas espécies e pela sua importância nas aplicações biotecnológicas. Podem ser isolados de sementes, raízes, folhas e em frutos de diversas espécies de plantas. Além disso, pouco se sabe a respeito desses microrganismos associados as folhas e frutos da melancia. Diante disso, o objetivo deste trabalho foi isolar e identificar bactérias e leveduras endofíticas e associadas às folhas e frutos de melancia, assim como avaliar o potencial biotecnológico dos isolados de leveduras. As amostras foram obtidas de frutos oriundos de Brasília-DF e de plantas de Formoso do Araguaia-TO. Para o isolamento dos microrganismos foram adotados diferentes procedimentos para folhas: fragmentação e trituração, testando-se quatro condições de desinfestação superficial e para os frutos: trituração, enriquecimento e filtração em membrana. A identificação e caracterização molecular foi realizada pela técnica de PCR colony para bactérias e pela extração do DNA genômico de leveduras e bactérias. O DNA dos isolados foi amplificado utilizando oligonucleotídeos P027F e R1357 para bactérias, e NL1 e NL4 para leveduras. Para os isolados de leveduras foram realizados os testes de antagonismo contra oito fungos fitopatogênicos e a capacidade de produzir ácido indolacético (AIA). De acordo com resultados, foram obtidos 380 isolados de bactérias e 240 leveduras endofíticas e associadas, com maior número de isolados no tecido foliar, sendo identificadas 71 bactérias e 92 leveduras. Foram identificados 12 gêneros de bactérias, com o gênero Pantoea sp. isolado em maior quantidade. Para os isolados de leveduras, foram identificados 5 gêneros, com destaque para a espécie Sporidiobolus pararoseus, obtida de folhas e frutos de melancia. Os isolados de leveduras associadas TAIL 04 (99% Saccharomyces cerevisiae) e TAIL 63 (99% Pseudozyma antarctica) apresentaram atividade de antagonismo para os fungos Sclerotinia sclerotirum, Alternaria sp., Curvularia lunata, Rhizoctonia solane e Pyricularia oryzae. Este também foi inibido pelos isolados TAIL 95 (99% Hannaella sinensis) e TAIL 66 (100% Sporidiobolus pararoseus) e apresentou maior inibição de 32,82% com o isolado S. cerevisiae (TAIL 04). Simultaneamente, os isolados S. cerevisiae (TAIL 04) e P. antarctica (TAIL 04) mostraram capacidade em produzir ácido indolacético (AIA) nas concentrações de 21,14 μg/mL e 15,79 μg/mL, respectivamente, em após 7 dias de incubação. Conclui-se que folhas e frutos de melancia possuem importantes bactérias e leveduras endofíticas e associadas de interesse biotecnológico, como promotores de crescimento da planta e como antagonistas, possibilitando o seu uso no desenvolvimento de bioprodutos. / Endophytic microorganisms have been studied in the identification of new species and for their importante in biotechnological applications. Can be isolated them from seeds, roots, leaves and in fruits of several plant species. Besides, the relation between these microorganisms and watermelon leaves and fruits is far from being well known. Therefore, the main of this work was to identify both endophytic and associated bacteria and yeasts to leaves and fruits of watermelon, as well as evaluate biotechnological potential applications of yeast isolate. The samples were obtained of fruits from Brasília-DF and plants from Formoso do Araguaia-TO. For the isolation of the microorganisms were used different procedures for the leaves: fragmentation and crushing, by testing four surface disinfection conditions and for the fruits: crushing, enriching and filtration in membrane. Molecular identification and characterization was realized by the colony PCR technique for bacteria and the extraction of genomic DNA from yeasts and bactéria. The DNAs of the isolates was amplified using oligonucleotides P027F and R1357 for bacteria and NL1 and NL4 for yeast. For the yeasts isolate tests of antagonisms for phytopathogenic and producers of indoleacetic acid (AIA) were carried out. A total of 380 bacteria and 243 endophytic and associated yeasts were isolated, obtaining a higher number of isolates from the watermelon leaf tissue and 71 bacteria and 92 yeasts were identified. Twelve genus of bacterias were identified, with the gener Pantoea sp. isolated in larger quantity. For yeasts isolated were identified five genus, with featured for the specie Sporidiobolus pararoseus obtained of leaves and fruits of watermelon. Associated yeasts isolates TAIL 04 (99% Saccharomyces cerevisiae) and TAIL 63 (99% Pseudozyma Antarctica) showed antagonistic activity for the fungi Sclerotinia sclerotirum, Alternaria sp., Curvularia lunata, Rhizoctonia sp., Didymella sp. and Pyricularia oryzae. This also was inhibied by TAIL 95 (99% Hannaella sinensis) and TAIL 66 (100% Sporidiobolus pararoseus) isolated and showed greater inhibition of 32,82% with S. cerevisiae (TAIL 04). Simultaneously, S. cerevisiae (TAIL 04) and P. Antarctica (TAIL 63) showed capacity to producer indoleacetic acid (IAA) in concentrations of 21,14 μg/mL and 15,79 μg/mL, respectively, in 7 days of incubation. It is concluded that watermelon leaves and fruits have importants endophytics and associated bacterias and yeasts of biotechnological interest as grownth promoters and antagonistics, making possible their use in the development of bioproducts.
10

Produção de fitase por fungos endofíticos dos manguezais do Estado de São Paulo

Silveira, Lucas de Abreu 27 June 2017 (has links)
Submitted by Bruna Rodrigues (bruna92rodrigues@yahoo.com.br) on 2017-10-03T11:55:00Z No. of bitstreams: 1 DissLAS.pdf: 1333707 bytes, checksum: 130c53c4b36b129960094efeec36e4c7 (MD5) / Approved for entry into archive by Ronildo Prado (bco.producao.intelectual@gmail.com) on 2018-01-29T17:16:17Z (GMT) No. of bitstreams: 1 DissLAS.pdf: 1333707 bytes, checksum: 130c53c4b36b129960094efeec36e4c7 (MD5) / Approved for entry into archive by Ronildo Prado (bco.producao.intelectual@gmail.com) on 2018-01-29T17:16:26Z (GMT) No. of bitstreams: 1 DissLAS.pdf: 1333707 bytes, checksum: 130c53c4b36b129960094efeec36e4c7 (MD5) / Made available in DSpace on 2018-01-29T17:20:51Z (GMT). No. of bitstreams: 1 DissLAS.pdf: 1333707 bytes, checksum: 130c53c4b36b129960094efeec36e4c7 (MD5) Previous issue date: 2017-06-27 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) / A source of great biotechnological potential for the production of enzymes are endophytic microorganisms. These microorganisms are capable of producing a wide variety of enzymes, among them phytase, which is responsible for phytate hydrolysis. The objective of this work was to evaluate the potential of endophytic fungi of the mangroves of the state of São Paulo for phytase production. Initially, a qualitative selection of 33 isolates with PSM (Phytase Screening Medium) and a second quantitative selection was carried out, in which the preselected fungi were submitted to solid state fermentation (SSF) for phytase production. Among the isolates evaluated, the fungus Aspergillus awamori 9(4) was selected, which presented phytase activity of 43.98 U/100g when submitted to SSF culture for 72 h with soybean meal as substrate. In order to improve phytase production, the use of wheat bran as substrate was evaluated, reaching an activity of 82.77 U/100g, under the same conditions of cultivation. The use of KH2PO4 as an inducer in phytase production and the use of dialysis for the removal of interfering ions from the crude extract in phytase activity were also evaluated. For the experiments performed without the inducer, the dialysis of the extract resulted in activities of 85.42 U/100g with soybean meal and 55.44 U/100g with wheat bran. For the experiments of cultivation with the inductor and then dialysed resulted in activities of 132.35 U/100g with soybean meal and 115.52 U/100g with wheat bran, indicating that the effect of the inducer is positive in the production of Phytase and that dialysis is important for enzyme activity. These results indicate that the endophytic fungus of the mangrove of the State of São Paulo is promising for the production of phytase enzyme, being unpublished the use of endophytic micro-organisms for the production of this enzyme. / Uma fonte de grande potencial biotecnológico para a produção de enzimas são os microrganismos endofíticos. Estes microrganismos são capazes de produzir grande variedade de enzimas, dentre elas a fitase, que é responsável pela hidrólise do fitato. O objetivo deste trabalho foi avaliar o potencial de fungos endofíticos dos manguezais do estado de São Paulo para a produção de fitase. Inicialmente foi realizada uma seleção qualitativa de 33 isolados com meio diferencial PSM (Phytase Screening Medium), e uma segunda seleção quantitativa, em que os fungos pré-selecionados foram submetidos à fermentação em estado sólido (FES) para produção de fitase. Dentre os isolados avaliados, selecionou-se o fungo Aspergillus awamori 9(4), tendo este apresentado atividade de fitase de 43,98 U/100g quando submetido a cultivo FES por 72 h com farelo de soja como substrato. A fim de melhorar a produção de fitase, avaliou-se o uso de farelo de trigo como substrato, atingindo assim atividade de 82,77 U/100g, sob as mesmas condições de cultivo. Avaliou-se também o uso de KH2PO4 como indutor na produção de fitase e o uso de diálise para a remoção de íons interferentes do extrato bruto na atividade de fitase. Para os experimentos realizados sem o indutor, a diálise do extrato resultou em atividades de 85,42 U/100g com farelo de soja e 55,44 U/100g com farelo de trigo. Já para os experimentos de cultivo com o indutor e em seguida dialisados resultaram em atividades de 132,35 U/100g com farelo de soja e 115,52 U/100g com farelo de trigo, indicando que o efeito do indutor é positivo na produção de fitases e que a diálise é importante para a atividade enzimática. Esses resultados indicam que o fungo endofítico do manguezal do Estado de São Paulo é promissor para a produção da enzima fitase, sendo inédito o uso de micro-organismos endofíticos para a produção desta enzima.

Page generated in 0.0448 seconds