• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 147
  • Tagged with
  • 148
  • 148
  • 101
  • 83
  • 61
  • 48
  • 42
  • 42
  • 36
  • 36
  • 30
  • 30
  • 27
  • 21
  • 19
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

HISTÓRIA DA CIÊNCIA E ATIVIDADES PRÁTICAS: PROPOSTA PARA FORMAÇÃO INICIAL DE DOCENTES

Sepel, Lenira Maria Nunes 12 February 2012 (has links)
The central idea of this work is the association between practical activities and Science History to teaching Science in the high school. This association has great potential to motivate the students to independent learning, permits the enhancing of skills and make easier the comprehension of the nature of scientific knowledge. The chapters are organized in two groups. The first one, chapters one to three, are the results of investigations about microscopy history and practical activities applied to Biology Cellular teaching, the development of a very simple microscopy and an analysis of the classes suggestions published in the Portal do Professor (MEC/Brazil). The second group of chapters is the proposal of a course for teacher formation about planning and application of practical activities in the high school. / O presente trabalho tem como ideia geral a associação entre atividades práticas e História da Ciência para o ensino de Ciências no Ensino Médio, considerando que essa forma de apresentação tem grande potencial para motivar os alunos para o estudo, permitir o desenvolvimento de habilidades que não podem ser atingidas com aulas teóricas e leituras e facilitar a compreensão sobre a forma de produção do conhecimento científico. A tese está dividida em duas partes, a primeira (capítulos de 1 a 3) apresenta, sob forma de artigos, as investigações realizadas sobre historia da microscopia e ensino de Biologia Celular; o desenvolvimento de um microscópio simplificado para aplicação em aulas de Biologia Celular e a pesquisa sobre sugestões de aulas práticas no Portal do Professor (MEC/Brasil). Na segunda parte são apresentados textos e experimentos que compõem uma proposta de curso para formação docente, tendo como tema planejamento e execução de atividades práticas no Ensino Médio.
2

Ser (animal) humano: evolucionismo e criacionismo nas concepções de alguns graduandos em ciências biológicas / Ser (animal) humano: evolucionismo e criacionismo nas concepções de alguns graduandos em ciências biológicas

Pagan, Acácio Alexandre 17 September 2009 (has links)
Diversos estudos investigaram o espaço do ser humano no campo das Ciências Biológicas. Partindo do entendimento do currículo visível em documentos oficiais e livros didáticos, perceberam que as discussões se fixam principalmente nos conteúdos sobre o corpo. Neste trabalho, buscou-se mostrar que as Ciências Biológicas, enraizadas no paradigma evolucionista, têm apresentado novas versões sobre a origem, a natureza e a finitude humana. Pensar sobre quem somos, de onde viemos e para onde vamos, sob o enfoque evolucionista, amplia o conjunto de discursos possíveis sobre o ser humano, trazendo alternativas àqueles tradicionalmente instituídos, por exemplo, pelas religiões. O debate sobre influências desses dois campos, religião e ciência, na formação das concepções de ser humano para o professor de biologia pode ser importante motivador de reflexões, dentre outras, sobre ética e diferenças culturais. Neste sentido, o objetivo desta pesquisa foi identificar influências de tendências evolutivas e criacionistas nas concepções sobre o ser humano, a partir dessas três questões existenciais (quem somos, de onde viemos e para onde vamos), conforme manifestações de estudantes universitários de Ciências Biológicas da Universidade do Estado de Mato Grosso (UNEMAT), campus de Tangará da Serra. Foram buscadas também, relações entre tais tendências e alguns elementos do perfil sócio-cultural desses discentes. Foram realizadas duas coletas de dados. Primeiramente, foi aplicada uma entrevista coletiva que contribuiu para a construção do segundo instrumento, um questionário de múltiplas escolhas. A entrevista foi aplicada a 10 alunos do segundo ao sétimo semestre e o questionário a todos os discentes do curso que estiveram presentes na universidade durante as datas das coletas, o que totalizou 159 indivíduos. Os dados verbais foram transcritos e interpretados por análise temática de conteúdo e os dados numéricos foram descritos e testados após processamento em um software estatístico. O debate sobre o ser humano na formação em Biologia evidencia-se como articulador do debate sobre diferentes formas de conhecimento e de compreensão da realidade. Especificamente, foi bastante fecundo para a compreensão da relação entre explicações evolucionistas e criacionistas acerca da posição da humanidade no universo. Por outro lado, a abordagem revela a necessidade de pensar, com maior cuidado, sobre a amplitude da dimensão humana no ensino-aprendizagem desse campo, de modo que outros aspectos, além do enfoque biomédico, sejam englobados._____________________________________________________________________________________________ ABSTRACT: Several studies have investigated the human being dimension in the field of Biological Sciences. From the understanding of the curricula included in official documents and didactic books, it can be realized that the discussions on the theme are mainly focused on the body. This paper intends to demonstrate that Biological Sciences, rooted in the evolutionist paradigm, have presented new versions on the human origin, nature and finitude. Thinking about who we are, where we came from and where we are going under the evolutionist point of view enlarges the set of possible discourses on the human being and poses alternative assumptions, other than those traditionally established by religion beliefs. The debate about the influences introduced by these two fields, religion and science, on the concept of the human being by the Biology teacher may be thought-provoking and raise discussions on ethics and cultural differences, among other topics. Within this context, the purpose of this research is to identify influences of the evolutionist and creationist theories on the conceptions of human being, starting from these three existential issues (who we are, where we came from and where we are going), according to answers provided by Biological Sciences students from the University of the State of Mato Grosso (UNEMAT), Tangará da Serra campus. The research also sought possible relationships between the aforementioned trends and some elements of the social and cultural profiles of these students. Two data collection processes were carried out. Firstly, a collective interview was conducted, the results of which were used in the preparation of the second instrument of the research, a multiple-choice questionnaire. The interview involved 10 students, from the second to the seventh period and the questionnaire was applied to all the students who were present at the data collection dates, totaling 159 individuals. Oral data was transcribed and interpreted through theme analysis of the content and the numeric data was processed through specific statistics software and subsequently described and tested. The debate on the human being within the Biology education program stands for the articulation point of different forms of knowledge and understanding of reality. Our discussion, specifically, was very fruitful for understanding the relationship between the evolutionist and creationist explanations about the position of humankind in the Universe. On the other hand, our approach uncovered the need for more careful thinking about the human dimension in the teaching-learning process of Biological Sciences, which should include other aspects besides the biomedical one.
3

UTILIZAÇÃO DE ANIMAÇÕES INTERATIVAS ALIADA À TEORIA DA APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA: UM RECURSO NO ENSINO DE BIOLOGIA CELULAR

FERREIRA, R. A. 06 December 2016 (has links)
Made available in DSpace on 2018-08-01T23:28:18Z (GMT). No. of bitstreams: 1 tese_10476_34- Rafael Antunes Ferreira20170307-72503.pdf: 1465455 bytes, checksum: 2fc540855da14e25375d6851dfc31972 (MD5) Previous issue date: 2016-12-06 / O estudo da estrutura e do funcionamento das células é importante para o entendimento dos aspectos morfofisiológicos que caracterizam os seres vivos e suas relações com os demais seres vivos e o ambiente. No ambiente escolar, é sabido que o ensino de citologia apresenta grande dificuldade de aprendizagem. A utilização de métodos tradicionais de ensino e resistência ao uso de meios pedagógicos atuais se constitui entre as razões deste problema. O objetivo principal deste estudo foi disponibilizar uma estratégia de aprendizagem, a partir de um recurso potencialmente significativo, para o ensino da célula na disciplina de Biologia. Foi produzida e utilizada uma animação interativa como ferramenta mediadora da aprendizagem significativa de conceitos relacionados à célula, com alunos do primeiro ano do Ensino Médio em uma instituição de ensino particular. O impacto do recurso no processo de ensino e aprendizagem foi medido através de questionário aplicado aos alunos e pela confecção de mapas conceituais. Os resultados, expostos mediante uma descrição interpretativa do processo de intervenção, demonstram que os alunos ampliaram o conhecimento sobre o tema em questão e evidenciam que uma dinâmica de aula baseada no uso de animações interativas, aliado ao uso de organizadores prévios e à construção de mapas conceituais, foi um importante fator de motivação e desenvolvimento dos estudantes, favorecendo a aprendizagem significativa dos conteúdos. Além disso, a pesquisa possibilitou o contato com as novas tecnologias de aprendizagem, permitindo aos alunos vivenciar e experimentar novas formas de aprender citologia em um contexto significativo e na condição de sujeitos de sua aprendizagem.
4

O conhecimento em biologia na educação de jovens e adultos: aproximações com a pedagogia histórico-crítica / Knowledge in biology in youth and adult education: approaches to historical-critical pedagogy

Cancellara, Carlos Henrique Palladino [UNESP] 24 February 2017 (has links)
Submitted by Carlos Henrique Palladino Cancellara null (chcancellara@aluno.ibb.unesp.br) on 2017-04-24T01:48:50Z No. of bitstreams: 1 CARLOS CANCELLARA.pdf: 1551825 bytes, checksum: f393961fc77a7c2bb516640fd067eef4 (MD5) / Rejected by Luiz Galeffi (luizgaleffi@gmail.com), reason: Solicitamos que realize uma nova submissão seguindo a orientação abaixo: O arquivo submetido não contém o certificado de aprovação. O arquivo submetido está sem a ficha catalográfica. A versão submetida por você é considerada a versão final da dissertação/tese, portanto não poderá ocorrer qualquer alteração em seu conteúdo após a aprovação. Corrija estas informações e realize uma nova submissão com o arquivo correto. Agradecemos a compreensão. on 2017-04-25T20:14:47Z (GMT) / Submitted by Carlos Henrique Palladino Cancellara null (chcancellara@aluno.ibb.unesp.br) on 2017-04-26T20:15:59Z No. of bitstreams: 1 DIS_MEST20170224_CANCELLARA C. H. P..pdf: 2695687 bytes, checksum: c368556dd64d0a19a606690ffa5d7f9e (MD5) / Approved for entry into archive by Luiz Galeffi (luizgaleffi@gmail.com) on 2017-04-26T20:23:37Z (GMT) No. of bitstreams: 1 cancellara_chp_me_bauru.pdf: 2695687 bytes, checksum: c368556dd64d0a19a606690ffa5d7f9e (MD5) / Made available in DSpace on 2017-04-26T20:23:38Z (GMT). No. of bitstreams: 1 cancellara_chp_me_bauru.pdf: 2695687 bytes, checksum: c368556dd64d0a19a606690ffa5d7f9e (MD5) Previous issue date: 2017-02-24 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) / Diante de um cenário dominado pelo modo de produção capitalista, onde prevalecem desigualdades sociais e a luta de classes, a crença na Escola e no Conhecimento Científico como instrumentos que possibilitam formação humanizada consciente, é a crença em uma sociedade passível a transformações. Na Educação de Jovens e Adultos (EJA), onde a exclusão fica mais evidente, o trabalho educativo baseado na Pedagogia Histórico-Crítica , pode ser de grande importância. O presente trabalho, realizado numa abordagem qualitativa, buscou analisar a visão de estudantes da EJA sobre a Disciplina de Biologia e compreender a relação que os alunos têm com os conhecimentos da área, a partir de pressupostos da Pedagogia Histórico-Crítica. Para isso, foram realizadas observações em turmas do ensino médio da Educação de Jovens e Adultos de uma escola estadual, de uma cidade do interior de São Paulo, durante, aproximadamente três meses, seguidas pela utilização de questionários com 48 estudantes matriculados nessas turmas e a realização de grupos focais, com alguns estudantes. Pelas análises dos dados, verificou-se, na visão dos estudantes, o predomínio de uma concepção pragmática e utilitária do conhecimento em Biologia. Os alunos e alunas tendem julgar a disciplina e os conteúdos necessários quando estes resolvem diretamente aspectos cotidianos de suas vidas. À luz da Pedagogia Histórico-Crítica indaga-se e questiona-se a pertinência desse tipo de concepção, buscando fomentar a discussão acerca da temática e possibilitar mudanças no ensino de Biologia, nessa modalidade de ensino, no sentido de contribuir para a formação humana e a superação da sociedade liberal. / Faced with a scenario dominated by the capitalist mode of production, where social inequalities and the class struggle prevail, the belief in the School and in Scientific Knowledge as instruments that enable a conscious humanized formation, is the belief in a society susceptible to transformations. In the Youth and Adult Education (EJA), where exclusion is more evident, the educational work based on Historical-Critical Pedagogy can be of great importance. The presente study, carried out in a qualitative approach, aimed to analyze the students of EJA insights into the discipline of Biology and to understand the relation that students have with the knowledge of the area, based on the assumptions of Historical-Critical Pedagogy. For this, observations were made in high school classes of Youth and Adult Education of a state school, in a city in the interior of São Paulo, during approximately three months, followed by the use of questionnaires with 48 students enrolled in these classes, and conducting focus groups with some students. From the analysis of the data, it was verified, in the view of the students, the predominance of a pragmatic and utilitarian conception of the knowledge in Biology. Students tend to judge the discipline and contente they need when they directly address everyday aspects of their lives. In the light of Historical-Critical Pedagogy, the pertinence of this type of conception is questioned, seeking to fomente the discussion about the theme and to enable changes in the teaching of Biology, in this modality of teaching, in the sense of contributing to the human formation na the overcoming of liberal society.
5

A evolução biológica no curriculo do estado de São Paulo: uma análise dos cadernos de apoio / Biological evolution in the curriculum of the state of São Paulo: an analysis of the supporting notebooks

Patti, Mariella [UNESP] 08 March 2017 (has links)
Submitted by MARIELLA PATTI null (mariellapatti@gmail.com) on 2017-05-09T03:14:45Z No. of bitstreams: 1 DISSERTAÇÃO MESTRADO - MARIELLA PATTI - A EVOLUÇÃO BIOLÓGICA NO CURRÍCULO DO ESTADO DE SÃO%0APAULO: UMA ANÁLISE DOS CADERNOS DE APOIO.pdf: 1803959 bytes, checksum: 703915da24db1807c399107adeb19b1d (MD5) / Approved for entry into archive by Luiz Galeffi (luizgaleffi@gmail.com) on 2017-05-10T18:18:12Z (GMT) No. of bitstreams: 1 patti_m_me_bauru.pdf: 1803959 bytes, checksum: 703915da24db1807c399107adeb19b1d (MD5) / Made available in DSpace on 2017-05-10T18:18:12Z (GMT). No. of bitstreams: 1 patti_m_me_bauru.pdf: 1803959 bytes, checksum: 703915da24db1807c399107adeb19b1d (MD5) Previous issue date: 2017-03-08 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) / Atualmente, o entendimento da Evolução Biológica como conceito mais importante e unificador de todos os campos da Biologia é unânime entre a comunidade científica, uma vez que todas as questões relativas às Ciências Biológicas só podem ser respondidas de maneira plena através da consideração dos aspectos evolutivos. A apreensão dos elementos e processos que integram o conceito da Evolução Biológica é considerada de fundamental importância não apenas em um âmbito educacional, mas também para o desenvolvimento intelectual e social do indivíduo. Assim sendo, esta dissertação se propôs a investigar a maneira com que o conceito da Evolução Biológica vem sendo oferecido à população do Estado de São Paulo no contexto da educação pública de nível médio, não apenas de modo a verificar sua exatidão em relação ao conhecimento científico atual, mas também considerando as aproximações e distanciamentos através dos quais seus conhecimentos são transpostos. Para tanto, foi realizada uma investigação de caráter qualitativo e documental acerca do conteúdo evolutivo encontrado no material didático oferecido à Rede Pública de Ensino do Estado de São Paulo. Os resultados encontrados evidenciam que além da precisão científica dos conhecimentos oferecidos ao nível da educação formal, é fundamental a presença de um olhar meticuloso sobre a forma com que os conceitos são apresentados, em busca não apenas de uma articulação eficiente entre os conceitos relativos à processos e mecanismos evolutivos, mas também de uma ampla contextualização histórica relativa ao desenvolvimento do pensamento científico. / Currently, the understanding of Biological Evolution as the most important and unifying concept in all fields of Biology is unanimous among the scientific community, since all questions related to Biological Sciences can only be fully answered through consideration of evolutionary aspects. The apprehension of the elements and processes that integrate the concept of the Biological Evolution is considered of fundamental importance not only in an educational scope, but also for the intellectual and social development of the individual. Thus, this dissertation proposed to investigate the way in which the concept of Biological Evolution has been offered to the population of the State of São Paulo in the context of public secondary education, not only in order to verify its accuracy in relation to the current scientific knowledge, but also considering the rigor and laxity through which their knowledge is transposed. For that, a qualitative and documentary research was carried out on the evolutionary content found in the didactic material offered to the Public Education Network of the State of São Paulo. The results show that in addition to the scientific accuracy of the knowledge offered at the formal education level, it is fundamental to have a meticulous look at the way in which the concepts are presented, seeking not only an efficient articulation between the concepts related to evolutionary processes and mechanisms, but also a broad historical context related to the development of scientific thought.
6

O desenvolvimento profissional de uma professora de Biologia de um grupo de pesquisa: um estudo de caso.

Calzolari Neto, Anselmo João 11 September 2003 (has links)
Made available in DSpace on 2016-06-02T19:38:44Z (GMT). No. of bitstreams: 1 DissAJCN.pdf: 550375 bytes, checksum: b982325564d9877e5834ad663d2c435a (MD5) Previous issue date: 2003-09-11 / Esta investigação insere-se no contexto de um processo de formação continuada de professores desenvolvido no grupo de pesquisa do Programa de Ensino do Projeto Flora Fanerogâmica do Estado de São Paulo e objetivou analisar o desenvolvimento profissional de uma das professoras integrantes deste grupo, constituído na cidade de São Carlos a professora de Biologia a partir de seus relatos verbais sobre o desenvolvimento de seu pensamento. Mais especificamente, objetivou analisar possíveis alterações na concepção e na interpretação de sua prática pedagógica. Essas análises foram orientadas pela seguinte questão de pesquisa: Quais as transformações na concepção e na interpretação da prática pedagógica de uma professora, durante sua participação em um grupo de pesquisa que visou a elaboração e implementação de uma abordagem de conteúdo integrada no Ensino Médio? A pesquisa constitui-se em um estudo de caso, tendo como instrumentos de investigação do pensamento da professora os seguintes materiais analisados: dois diários construídos pela professora; duas entrevistas realizadas com a professora; uma seqüência de filmagens das reuniões semanais do grupo de pesquisa; um relatório de atividades elaborado pela professora. Para a análise dos resultados foi possível estabelecer alguns parâmetros para evidenciar as possíveis transformações do seu pensamento, os focos de análise: (1) o papel do professor, (2) o papel do aluno na aprendizagem, (3) o conhecimento escolar: conteúdo e forma e (4) a contribuição do outro-coletivo na construção profissional: os pares e os especialistas.
7

O conceito de gene em livros didáticos de biologia celular e molecular do ensino superior

Evangelista, Neima Alice Menezes 28 April 2016 (has links)
Submitted by NEIMA EVANGELISTA (neimalice@hotmail.com) on 2016-10-21T18:27:13Z No. of bitstreams: 1 Dissertação Neima Evangelista.pdf: 2019768 bytes, checksum: 7debce9b7ae044341689648611827274 (MD5) / Approved for entry into archive by Vanessa Reis (vanessa.jamile@ufba.br) on 2016-11-03T14:19:20Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Dissertação Neima Evangelista.pdf: 2019768 bytes, checksum: 7debce9b7ae044341689648611827274 (MD5) / Made available in DSpace on 2016-11-03T14:19:20Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Dissertação Neima Evangelista.pdf: 2019768 bytes, checksum: 7debce9b7ae044341689648611827274 (MD5) / CNPQ, CAPES, FAPESB / Apesar do papel central do conceito de gene no século XX, dúvidase controvérsiasa seu respeito têm sido frequentes nas últimas décadas, inicialmente na literatura sobre filosofia da biologia e, a partir dos anos 2000, em artigos empíricos e teóricos nas áreas de genética, biologia molecular e afins. Em particular, o que está em questão é a atual dificuldade de manter um conceito que foi e ainda é largamente usado, o chamado conceito molecular clássico, de acordo com o qual o gene éuma sequência de nucleotídeos deDNA que codifica um produto funcional, seja ele uma cadeia de polipeptídios ou uma molécula de RNA. Em vista dasdúvidas e controvérsias atuais sobre o conceito de gene na comunidade científica, nosso objetivo foi investigar como os genes são abordadosem edições recentes de livros didáticos de biologia celular e molecular amplamente utilizados em universidades ao redor do mundo. A seleção dos livros foi feita a partir de busca por ementas de disciplinas de biologia celular e molecular emtrês idiomas (inglês, português e espanhol),usando a ferramenta de buscas Google®.Cincolivros foramselecionados e submetidos aanálise categórica, com a decomposição do texto em unidades de registro, que foram entãorecompostasem categorias analíticas segundo critérios semânticos,relativos ao significado atribuído ao conceito de gene e a ideias relativas à função gênica. Os principais achados do presente trabalho mostram: (1) um predomínio do conceito molecular clássico nos livros didáticos analisados; (2) a ausência de uma abordagemhistórica e filosoficamente informada sobre os genes,que leve em conta que se está tratando de modelos e conceitos, e não da realidade em si mesma, com a consequência de quepropriedades atribuídas aos genes em diferentes conceitossão indiscriminadamente misturadas; (3) a promoção de ideias deterministas genéticas pelo modo como genes e seus papéisnos sistemas vivos são abordados nos livros, em virtude da mistura de propriedades mencionada acima; (4) uma ausência na maioria dos livros de uma discussão das consequências dos desafios ao conceito molecular clássico para nosso entendimento atual sobre genes, apesar desses desafios serem conhecidos há mais de três décadas e serem discutidos nos próprios livros; e (5) um silenciamento de visões não deterministas sobre ospapéisdos genes nos sistemas biológicos.O modo como genes são abordadosnos livros analisados tem implicações relevantes para a formação dos estudantes, minandosua capacidade de se posicionar e atuar de maneira mais informada e crítica como cidadãosde sociedades cada vez mais marcadas pelo uso de tecnologias genéticas e de um discurso social sobre genes, ambos com um espectro de consequências éticas e políticas.
8

Um olhar sobre a dinâmica discursiva em sala de aula de biologia do ensino médio no contexto do ensino da evolução biológica

Pereira, Helenadja Mota Rios January 2009 (has links)
Submitted by Edileide Reis (leyde-landy@hotmail.com) on 2014-09-08T13:23:35Z No. of bitstreams: 1 Helenadja Mota Rios Pereira.pdf: 3025896 bytes, checksum: 07b51dda381965ae274b38a610406929 (MD5) / Approved for entry into archive by Fatima Cleômenis Botelho Maria (botelho@ufba.br) on 2014-09-08T16:44:59Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Helenadja Mota Rios Pereira.pdf: 3025896 bytes, checksum: 07b51dda381965ae274b38a610406929 (MD5) / Made available in DSpace on 2014-09-08T16:44:59Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Helenadja Mota Rios Pereira.pdf: 3025896 bytes, checksum: 07b51dda381965ae274b38a610406929 (MD5) / O presente trabalho trata da abordagem comunicativa usada por professores em salas de aula de ciências e sua relação com a construção dos significados por parte dos estudantes. O estudo está centrado em uma seqüência de ensino de evolução biológica, realizada em uma sala de aula do Ensino Médio de uma escola pública do Estado da Bahia. Nesse contexto, buscamos investigar a dinâmica discursiva ocorrida na sala de aula através de uma análise utilizando a ferramenta analítica desenvolvida por Mortimer e Scott (2002), que possibilitou caracterizar as formas como o professor interage com os estudantes nos seguintes aspectos: intenções do professor, conteúdo do discurso, abordagem comunicativa, padrões de interação e intervenções do professor. As análises apresentadas mostram a relevância da ferramenta teórico-metodológica desenvolvida por Mortimer e Scott (2002), para um entendimento do papel da linguagem na construção do conhecimento científico. Nas interações discursivas analisadas, foi possível perceber o desempenho do professor no espaço interacional da classe. Os cinco aspectos da ferramenta, quando utilizados no planejamento das aulas de Ciências, podem gerar no professor um novo olhar sobre a sua prática pedagógica, uma tomada de consciência de que não basta apenas transmitir as informações científicas da temática em estudo para assegurar a aprendizagem. Faz-se necessário, antes, criar um espaço interativo no qual diferentes visões de mundo acerca dos conteúdos que estão em pauta possam ser discutidas e, eventualmente, problematizadas, de modo a promover a elaboração conceitual pelos estudantes e a ampliação de seus modos de pensar e falar sobre os fenômenos em questão.
9

Explicações Teleológicas e funcionais em livros didáticos de Biologia do Ensino Médio

Ricardo Santos do Carmo January 2010 (has links)
Submitted by Edileide Reis (leyde-landy@hotmail.com) on 2014-09-15T13:13:45Z No. of bitstreams: 1 Ricardo Santos do Carmo.pdf: 2710669 bytes, checksum: 3c5247dd28ee39c08f69905d5d174239 (MD5) / Approved for entry into archive by Rodrigo Meirelles (rodrigomei@ufba.br) on 2015-10-09T18:43:55Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Ricardo Santos do Carmo.pdf: 2710669 bytes, checksum: 3c5247dd28ee39c08f69905d5d174239 (MD5) / Made available in DSpace on 2015-10-09T18:43:56Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Ricardo Santos do Carmo.pdf: 2710669 bytes, checksum: 3c5247dd28ee39c08f69905d5d174239 (MD5) / A linguagem teleológica, isto é, aquela que faz referência às noções de ‗propósito‘, ‗função‘, ‗design‘ comparece nas idéias de Sócrates, conforme apresentadas no Fédon de Platão, também no próprio Timeu, e na filosofia de Aristóteles. Em Platão, as explicações teleológicas aludem à existência de um agente racional que é visto como a causa do bom estado das coisas no mundo natural, razão pela qual sua teleologia é dita ―externa‖. Aristóteles, por seu turno, recorre à linguagem teleológica para descrever o comportamento dos entes vivos e não-vivos, mas, em contraste a Platão, não assume o pressuposto de que o universo é produto de um design inteligente, motivo por que sua teleologia é dita ―imanente‖ ou ―interna‖. Contudo, principalmente desde a substituição do modelo aristotélico, que tem as causas finais como um dos modos de explicação, por um modelo mecânico do mundo, que mantém apenas as causas eficientes do Estagirita, formulações teleológicas nas ciências têm sido vistas com reservas por cientistas e filósofos. A principal razão dessas suspeitas é a de que o modo teleológico de explicação envolve desígnio ou planejamento consciente e, além disso, implica causação reversa. Nas ciências físicas, as explicações teleológicas foram expurgadas desde a Revolução Científica do século XVII, simultaneamente à adoção de um modo de explicação baseado em leis gerais, o qual foi formalizado no século XX no modelo dedutivo-nomológico de explicação. Nas ciências biológicas, de modo diferente, as atribuições de função ou objetivo continuam a ser muito comuns para explicar determinados itens biológicos (e.g., traços, comportamentos, processos), situação que, para os empiricistas lógicos das décadas de 1950 e 1960, revela um sinal de imaturidade da biologia. Neste trabalho, discutimos, inicialmente, a linguagem teleológica desde uma perspectiva histórica e filosófica, destacando os principais pontos que dificultam a sua aceitabilidade nas ciências e indicando de que modo eles podem ser superados. Nesse contexto, portanto, nossas considerações buscam indicar de que modo a linguagem teleológica pode ser legitimamente empregada na elaboração de explicações científicas. Neste trabalho, avaliamos as implicações que o debate filosófico acerca das explicações em termos de função e objetivo podem ter no contexto educacional, particularmente no ensino e aprendizagem de biologia. Para alcançar este objetivo, investigamos como três obras didáticas de biologia do Brasil utilizam a linguagem teleológica na formulação de explicações para os assuntos que são objeto de estudo dessa ciência. Na análise das obras, exploramos os enunciados teleológicos e funcionais a partir de dois projetos explanatórios discutidos na filosofia da biologia contemporânea, a saber: (i) etiológico, que fornece uma abordagem essencialmente histórica de explicação biológica; e (ii) organizacional, que orienta o estudo acerca das capacidades de sistemas complexos mediante o apelo às funções de seus componentes, ou seja, a contribuição das partes para a realização de uma capacidade global. Nossos resultados mostram que poucas explicações podem ser qualificadas como etiológicas, em razão de que os autores preterem a discussão de temas segundo um tratamento evolutivo. Associado a esse resultado, a maioria dos enunciados foi localizada no contexto do projeto organizacional de explicação científica. Na análise das explicações, destacamos os principais problemas que elas apresentam, como a falta de clareza na identificação do explanandum e explanans, situação que pode prejudicar a compreensão dos assuntos pelos estudantes. Por fim, colocamos que a recontextualização das duas abordagens centrais sobre as explicações funcionais na filosofia da biologia, a perspectiva etiológica e a organizacional, podem fornecer um embasamento epistemológico consistente para as explicações biológicas no ensino médio.
10

Leitura no ensino de Biologia na educação de jovens e adultos

Araújo, Simone Paixão 14 December 2017 (has links)
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação, 2017. / Submitted by Raquel Almeida (raquel.df13@gmail.com) on 2018-03-16T20:13:00Z No. of bitstreams: 1 2017_SimonePaixãoAraújo.pdf: 4685662 bytes, checksum: 70e2c2442277a27dcbf4c2ca57c646b1 (MD5) / Approved for entry into archive by Raquel Viana (raquelviana@bce.unb.br) on 2018-04-02T21:18:36Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2017_SimonePaixãoAraújo.pdf: 4685662 bytes, checksum: 70e2c2442277a27dcbf4c2ca57c646b1 (MD5) / Made available in DSpace on 2018-04-02T21:18:36Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2017_SimonePaixãoAraújo.pdf: 4685662 bytes, checksum: 70e2c2442277a27dcbf4c2ca57c646b1 (MD5) Previous issue date: 2018-04-02 / Este trabalho consiste na análise de atividades de leitura de textos de Biologia na Educação de Jovens e Adultos – EJA, com base em dois livros didáticos diferentes, um elaborado para a EJA e outro para o Ensino Médio regular, ambos recomendados pelo Programa Nacional do Livro Didático – PNLD/MEC. A decisão de associar a leitura de textos que veiculam o conhecimento científico biológico deve-se a escassez de estudos que abordem a leitura no Ensino de Ciências, em especial no final da Educação Básica na modalidade de EJA. Consideramos que a leitura deve permitir que os conhecimentos preexistentes dos alunos adultos se reorganizem e sejam, por vezes, questionados de forma a promover a compreensão, interpretação, análise e crítica ao texto. Assim, buscamos investigar que condições didáticas seriam necessárias para o desenvolvimento de habilidades de leitura que contribuíssem para a aprendizagem de conceitos, procedimentos e princípios que são estudados na disciplina Biologia na EJA. Após identificar algumas estratégias de leitura que o aluno desenvolve ao se deparar com um texto expositivo de Biologia, verificamos que eles apresentavam dificuldades de leitura. A partir dessas dificuldades, planejamos e desenvolvemos uma sequência didática que tinha a leitura do texto do livro didático de Biologia como objeto central. O referencial teórico-metodológico que adotamos para subsidiar a sequência didática foi o Ensino Recíproco ou Leitura Compartilhada que envolve professor e alunos que se alternam na realização de um diálogo organizado em quatro etapas: predizer, esclarecer, questionar e resumir. Cada uma delas contribui de maneira diferenciada para o aprimoramento da compreensão leitora. Essas etapas assumem um caráter integrador no processo e podem ser reorganizadas e adaptadas de acordo com o contexto. Para analisar os dados gerados com a aplicação da nossa proposta, registramos os diálogos dos alunos nos encontros e analisamos os materiais escritos elaborados por eles. A partir da análise dos dados do estudo, ficou evidenciado que, por meio de uma sequência didática elaborada a partir das etapas predizer, esclarecer, questionar e resumir (elementos constitutivos do Ensino Recíproco), os alunos jovens e adultos extrapolaram suas interpretações para além da linearidade esperada em uma leitura de texto científico direcionada pelo professor. Ao empregarmos o Ensino Recíproco, o professor deixou de exercer o papel de intérprete autorizado do texto e passou a ser o mediador do conhecimento científico veiculado no livro didático. O aluno torna-se partícipe do processo de aprendizagem, o que colabora com o desenvolvimento de sua autoconfiança e autonomia. Este estudo confirma a importância da contribuição do professor de biologia no aprimoramento da leitura dos alunos e corrobora com a tese de que todo professor é um professor de leitura. Com base nesse trabalho, reconhecemos que, para o ensino de Ciências na EJA, outra importante contribuição está no processo de construção de um referencial de análise de uma sequência didática com enfoque na leitura de textos que veiculam o conhecimento científico biológico. / This paper is an analysis of Biology text reading activities in Young Adult Education – YAJ [EJA in Brazil], based on two different textbooks, one for YAJ and the other for regular High School education. The National Textbook Program – [PNLD/MEC in Brazil], recommends both. The decision to associate the reading of textbooks that offer scientific biological information is due to the scarcity of studies dealing with reading in Science Teaching, especially towards the end of young adult Basic Education. We believe that reading should permit the reorganization and even questioning of the preexisting knowledge of adult students in order to promote the comprehension, interpretation, analysis and criticism of the text. Thus, we aim to study and determine what didactic conditions would be necessary for the development of reading abilities that contribute towards the learning of concepts, procedures and principles studied in the discipline of Biology in the YAJ Program. Therefore, after identifying some reading strategies that the student develops upon encountering an expositive Biology text; we found that they presented reading difficulties. Based on those difficulties, we planned and developed a didactic sequence with the reading of the Biology textbook as its central objective. The theoretical and methodological reference point we adopted to support the didactic sequence was that of Reciprocal Teaching or Shared Reading that involves teacher and students alternating in the realization of an organized dialogue in four stages: predict, clarify, question and summarize. Each contributes differently to the enhancement of reading comprehension. Those stages assume an integrating character in the process and may be reorganized and adapted according to the context. In order to analyze the data generated with the application of our proposal, we recorded the dialogues of the students in the sessions and we analyzed the written materials they elaborated. From the analysis of the data of the study, it became evident that, through a didactic sequence, based on the stages of predicting, clarifying, questioning and summarizing (constitutive elements of Reciprocal Teaching). The young students and adults extrapolated their interpretations beyond the expected trajectory of textbook reading guided by the professor. Using Reciprocal Teaching, the teacher stopped exercising the role of authorized interpreter of the text and became the mediator of scientific knowledge offered by the textbook. The student became a participant in the learning process, which collaborates the development of his self-confidence and autonomy. This study confirms the importance of the biology teacher’s contribution to the enhancement of the students’ reading, and corroborates the thesis that every teacher is a teacher of reading. Based on this work, we recognize the fact that, for science teaching, another important contribution rests on the process of building up a referential of analysis of didactic sequence in Young Adult Education focusing on the reading of texts bearing scientific biological knowledge.

Page generated in 0.1049 seconds