• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 13
  • Tagged with
  • 13
  • 7
  • 7
  • 6
  • 6
  • 6
  • 6
  • 5
  • 4
  • 4
  • 4
  • 4
  • 3
  • 3
  • 3
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Vaqueiros do Sítio do Meio (Lagoa Grande/PE) e mamíferos nativos das Caatingas Pernambucanas: percepções e interações

VALLE, Yumma Bernardo Maranhão January 2007 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T18:04:34Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo8156_1.pdf: 2836212 bytes, checksum: 1bb103feeb55f46888d525336bd895e0 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2007 / Este trabalho objetivou analisar a percepção e a interação da comunidade de vaqueiros do Sítio do Meio, distrito de Barra Bonita, município de Lagoa Grande, localizado na Depressão Sertaneja Pernambucana, acerca das espécies de mamíferos nativas, visando compreender as relações existentes entre esses dois grupos e identificar estratégias que enfatizem a conservação da fauna de mamíferos no local. Para tal, foi realizado um levantamento mastofaunístico na região, em duas campanhas: uma na estação seca e a outra na estação chuvosa (julho e setembro de 2004). Na abordagem etnobiológica os dados foram coletados, em três campanhas, através de entrevistas semi-estruturadas e pranchas de imagens da mastofauna local, que auxiliaram na identificação das espécies (julho/setembro de 2004 e dezembro 2006). Foram registradas 28 espécies de mamíferos no local. A população estudada (sertanejos) demonstrou um vasto conhecimento biológico, classificatório e utilitário destas espécies nativas. Particularmente de informações referentes ao comportamento e à dieta foram descritas de maneira muito elucidativa pela maioria dos entrevistados, demonstrando um profundo conhecimento dos vaqueiros de Sítio do Meio sobre a mastofauna local. Em função do prejuízo ou não que os mamíferos podem causar ao gado e às culturas de subsistência, os mamíferos são percebidos localmente como malinos e não-malinos . As interações entre essas duas comunidades giram em torno de conflitos entre gado/onça/vaqueiro, invasão dos animais aos roçados, caça de subsistência, uso medicinal e espiritual da mastofauna e, ainda, a criação e o manejo de algumas espécies selvagens pelos moradores e o aproveitamento da pele de alguns animais, empregadas em utilidades domésticas. Como resultado de algumas dessas interações, determinadas espécies da mastofauna local já se encontram extintas ou em vias de extinção, como: a onça-de-bode (Puma conconlor), a onça-pintada (Panthera onca), o tatu-bola (Tolypeutes trincinctus) e o porco queixada (Tayassu pecari). Algumas estratégias utilizadas pela própria população, se incentivadas, podem atuar de maneira efetiva na conservação das espécies mastofaunísticas presentes no local
2

Status conservacionista da mastofauna em fragmentos de Mata Atlântica Nordestina

Paulo da Silva Júnior, Antonio January 2007 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T15:05:01Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo1775_1.pdf: 360545 bytes, checksum: 200939328678dd8c6c3903510724c9aa (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2007 / O presente estudo teve como objetivo amostrar a mastofauna, de médio e grande porte, da RPPN Frei Caneca (08º 43`S e 035º 50`W), município de Jaqueira e área vizinha, no estado de Pernambuco, comparando a abundância e diversidade entre quatro fragmentos de diferentes tamanhos. A amostragem de mamíferos de médio e grande porte seguiu o método de Transecto em Linha, onde foram estabelecidas trilhas medindo entre 1,3 e 2 quilômetros de comprimento, (dependendo do tamanho e formato dos fragmentos) e 1 metro de largura, que foram percorridos a velocidade de 1 km/h, de dezembro de 2005 a novembro de 2006. Foram realizadas amostragens diurnas e noturnas com o mesmo esforço amostral, onde os censos diurnos ocorreram antes do nascer do sol, nos horários das 04:30 às 10:30h da manhã e as amostragens noturnas ocorreram antes do pôr do sol, aproximadamente entre as 16:30 e 22:30h. Para se ter a listagem das espécies da área, utilizou-se entrevista com os nativos, análise de pegadas, vocalizações, carcaças e pêlos encontrados. Utilizou-se a taxa de avistamento para comparar a densidade das espécies encontradas. Comparou-se a lista das espécies encontradas com a lista das espécies de médio e grande porte esperadas para o CEPE. Foram visualizadas 17 espécies, num total de 52 avistamentos, as espécies mais abundantes foram: Callithrix jacchus, Guerlinguetus alphonsei, Nasua nasua e Dasyprocta aguti. Não houve diferenças entre o número de avistamentos realizados entre os fragmentos, nem quando se comparou os meses mais chuvosos e os mais secos, não houve diferença nos avistamentos entre as espécies noturnas, diurnas ou catemerais. A lista das espécies encontradas foi de 23 espécies. Seis espécies foram vistas em áreas abertas, fora das trilhas. As guildas predominantes das espécies encontradas foram a dos Frugi-onívoros e frugi-granívoros. A estrutura dos fragmentos e a matriz na qual eles estão imersos, permitem que as espécies se movam entre os demais fragmentos, homogeneizando a riqueza de espécies nos diversos fragmentos, o que indica que a comunidade de mamíferos local, pode estar seguindo o modelo de metapopulações
3

Análise multivariada no estudo de padrões na mastofauna do bioma caatinga / Multivariate Analysis on Pattern’ Study for Mammalian Faune of the Caatinga Biome

SANTANA, Ilzes Celi Cruz de 22 February 2006 (has links)
Submitted by (ana.araujo@ufrpe.br) on 2016-07-06T15:45:14Z No. of bitstreams: 1 Ilzes Celi Cruz Santana.pdf: 709492 bytes, checksum: f1f840db7e78a9caef2e77dfe96a9132 (MD5) / Made available in DSpace on 2016-07-06T15:45:14Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Ilzes Celi Cruz Santana.pdf: 709492 bytes, checksum: f1f840db7e78a9caef2e77dfe96a9132 (MD5) Previous issue date: 2006-02-22 / The mammalian fauna of the Caatinga Biome was recently analysed throughout the definition of a National Conservation Strategy and to evaluated the environmental impact. The objective was identify pattern and analyses the adjustment of most common index. A total of 69 mammals was captured in two States (Pernambuco and Ceará) in ten (10) different vegetation types on dry and wet season. For each vegetation type and season were calculated the Capture Effort and the Capture Success. Described Statistical Analysis (sum, mean, percentages, and frequency) was utilized to calculate Abundance and Biological Characteristics of the entirety mammalian fauna. Those characteristic include sex, age classes, occupation and diary activity. Confirmatory Analyses (Qui-square Test and Pearson Coefficient of Correlation) was employed to test differences in mammals’ distribution between vegetation types and seasonality. The searching for pattern used Cluster Analyses (Median Method and Jaccard Coefficient). It created three clusters. For each one it was used Coefficients of Richness (Margalef) and Dominance and the Index of Diversity (Shannon). Ours results shows that clusters with six out of 10 vegetation types – called Habitat X – had adiversified mammalian fauna (α = 10,95 e H´ = 2,32), nevertheless the specie dominance was a marsupial Didelphis albiventris. The second cluster had three out of 10 vegetation type – called Habitat Y – no species were dominant. The third cluster – Habitat Z – with only one vegetation type, was different from the others, mainly due to its proximity to human settlements and plantations. In conclusion we could say that the Caatinga Biome is diverse and complex on its mammalian fauna aspects. It was possible to join vegetation types geographically apart in order to its mammals’ similarities. Habitats X and Y showed low similarities in mammals’species composition (Sxy = 0,30). The method of capture and the small success of capture, despite a significant effort, interfered in our results. An enormous effort should be carried out to keep representative and sustainable samples of this biome, because we know almost nothing about it. / Estudos recentes realizados para definir estratégias nacionais de conservação e para avaliar impactos de grandes empreendimentos sobre o meio ambiente forneceram dados de levantamentos da mastofauna da Caatinga que foram aqui analisados, com o intuito de identificar padrões e avaliar a adequação dos índices comumente utilizados. Um total de 69 mamíferos silvestres foram capturados em excursões de pesquisa que envolveu dois Estados (Pernambuco e Ceará) e estudou dez (10) tipos vegetacionais nas duas estações sazonais (seca e chuvosa). Para cada tipo e estação climática foram utilizadas fórmulas para o cálculo do Esforço de Captura e Sucesso de Captura. Análises da estatística descritiva (somatórios, médias, porcentagens, e freqüência) foram utilizados para os cálculos de abundância e de características biológicas do conjunto da mastofauna inventariada. As características incluíram sexo, classe de idade, hábito quanto ao deslocamento e ocupação e atividade cíclica diária. Análises confirmatórias (Teste Qui-quadrado e Coeficiente de Correlação de Pearson) foram empregadas para testar se a distribuição dos mamíferos difere entre as vegetações e estações sazonais. Na busca por padrões foi utilizada a Análise de Cluster (método da mediana e coeficiente de Jaccard) que gerou três agrupamentos. Para cada um foram utilizados os Coeficientes de Riqueza de Margalef e de Dominância e o Índice de Diversidade de Shannon. Nossos resultados mostraram que o agrupamento que contemplou 6 das 10 vegetações – chamado de habitat X – apresentou uma mastofauna diversificada (α = 10,95 e H´ = 2,32), porém com dominância do marsupial Didelphis albiventris; enquanto que no agrupamento que abrigou 3 vegetações – chamado de habitat Y – nenhumaespécie foi dominante. O terceiro agrupamento – habitat Z – com apenas um tipo de vegetação se distinguiu dos demais, em parte por sua proximidade com assentamentos humanos e áreas agriculturáveis. Como conclusão desse estudo podemos dizer que o Bioma Caatinga é diverso e complexo nos seus aspectos mastofaunísticos. Foi possível agrupar tipos vegetacionais, distantes geograficamente, devido às suas similaridades mastofaunísticas. Na composição das espécies de mamífero, os habitats X e Y apresentaram baixa similaridade (Sxy = 0,30). O método de captura pode ter privilegiado alguns táxons e o pequeno sucesso de captura, apesar do alto esforço apreendido, interferiu nos resultados. Um grande esforço deve ser empreendido para resguardar amostras representativas e sustentáveis desse bioma tão pouco conhecido.
4

Padrões na estruturação de comunidades de mamíferos terrestres na América do Sul

DINIZ, Felipe Monteiro 19 December 2001 (has links)
Submitted by Edisangela Bastos (edisangela@ufpa.br) on 2013-08-02T20:53:41Z No. of bitstreams: 2 Dissertacao_PadroesEstruturacaoComunidades.pdf: 33851292 bytes, checksum: 52ef93cb96220986792a73f0e277a8b8 (MD5) license_rdf: 23898 bytes, checksum: e363e809996cf46ada20da1accfcd9c7 (MD5) / Approved for entry into archive by Ana Rosa Silva(arosa@ufpa.br) on 2013-08-20T14:30:31Z (GMT) No. of bitstreams: 2 Dissertacao_PadroesEstruturacaoComunidades.pdf: 33851292 bytes, checksum: 52ef93cb96220986792a73f0e277a8b8 (MD5) license_rdf: 23898 bytes, checksum: e363e809996cf46ada20da1accfcd9c7 (MD5) / Made available in DSpace on 2013-08-20T14:30:31Z (GMT). No. of bitstreams: 2 Dissertacao_PadroesEstruturacaoComunidades.pdf: 33851292 bytes, checksum: 52ef93cb96220986792a73f0e277a8b8 (MD5) license_rdf: 23898 bytes, checksum: e363e809996cf46ada20da1accfcd9c7 (MD5) Previous issue date: 2001 / Na análise das causas que levam ao aparecimento de padrões das estruturas em comunidades de mamíferos terrestres da América do Sul, sempre foi um desafio conseguiur um perfil exato dos processos evolutivos observáveis em larga escala. Nesse trabalho procura-se analisar os padrões de distribuição da mastofauna terrestre na América do Sul, procurando correlacionar as diferentes faunas com diferentes gráficos utilizando um refinamento do método de cenogramas. Levaram-se em conta variáveis ecológicas que teriam influenciado a distribuição das espécies e o tamanho que apresentam (alimentação, locomoção e porte). Verificou-se também a possibilidade de aplicação do método para a análise da fauna de mamíferos terrestres extintos na América do Sul. Os resultados apontam para a consistência do uso de tal metodologia nos conjuntos atuais e uma boa possibilidade de sua aplicação em comunidades extintas. Para tanto, considerações devem ser feitas acerca de lacunas do conhecimento sobre os padrões de distribuição das matofaunas atuais, como as relações ecológicas e evolutivas entre os mamíferos e o continente sul-americano. / In the analysis of the causes that lead to the convergence of patterns in the structure of terrestrial mammalian faunas in South America, there have always been a challenge to obtain an exact portrayal of observable evolutionary processes in larger scales. In this paper, we aimed at the analysis of the distributional patterns for South American terrestrial mastofauna, trying to correlate the different communities with distinct graphs through the use of a refined coenogram method. It takes into account ecological variables that influence the distribution and size of species (feeding, locomotion, and weight), and examines the possibilities of application of this methodology in the analysis of extinct South American terrestrial mammalian faunas. The results show some consistency in using such methodology for extant assemblages, and also a good possibility of its application for extinct ones. However, some considerations should be made on gaps in the knowledge over distributional patterns of current mammalian faunas, such as the evolutionary and ecological relationship between mammals and the South American continent.
5

Comunidade de mamíferos terrestres de médio e grande porte da Escola do Meio Ambiente em Botucatu, São Paulo

Fontoura, Anna Flávia January 2019 (has links)
Orientador: Elizabeth Moreira dos Santos Schmidt / Resumo: O Brasil possui a maior diversidade de espécies do mundo, grande parte está nos biomas Mata Atlântica e Cerrado, considerados hotspots para conservação. Os mamíferos de médio e grande porte, grupo altamente afetados pela antropização, desempenham papéis importantes na dinâmica de ecossistemas, influenciam no ciclo do carbono, agem como predadores e dispersores de sementes, polinizadores, predadores de topo de cadeia alimentar. O presente estudo teve como objetivo realizar o levantamento da mastofauna terrestre de médio e grande porte presente na área da Escola do Meio Ambiente (EMA) no município de Botucatu, São Paulo e gerar dados de riqueza, ocorrência e frequência de ocorrência de espécies encontradas no local. A área da escola é de aproximadamente 12 hectares, apresentando cobertura vegetal de remanescente de Cerrado e fragmento com fitofisionomias de Mata Atlântica. As metodologias utilizadas foram: transectos, parcelas de areia e, como método complementar, o uso de armadilha fotográfica por dois meses. Adicionalmente, entrevista com funcionários para obtenção de dados. Foram registradas vinte espécies de mamíferos. A ordem carnívora foi a que apresentou mais espécies, oito no total. A espécie de maior ocorrência foi Hydrochoerus hydrochaeris, seguida por Canis lupus familiaris. Nas entrevistas, os funcionários citaram duas espécies que não foram registradas no estudo, Cavia aperea, mamífero de pequeno porte, e Lontra longicaudis. A riqueza constatada pelo estudo enfatiz... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) / Abstract: Brazil has the greatest diversity of species in the world, much of it in the biomes Cerrado and in the Atlantic Forest, considered hotspots for conservation. Medium and large mammals are one of the groups most affected by anthropization, play important roles in the nature of ecosystems, influence the carbon cycle, act as seed predators and seed dispersers, pollinators, top food chain predators. The present study had the objective of surveying the medium and large size terrestrial mastofauna present in Environmental School (EMA) area in the city of Botucatu, São Paulo, and to generate data on the richness, occurrence and frequency of occurrence of species found on the spot. The school area is approximately 12 hectares, presenting vegetation cover of Brazilian Savana remnant and fragment with phytophysiognomies of Atlantic Forest. Using the methodologies used were trawling for traces, sand plots and as a complementary method the use of photographic trap for two months, in addition, interview with employees to obtain additional data. Twenty species of mammals were recorded. The carnivorous order was the one that presented the most species, eight in total. The species with the highest occurrence was Hydrochoerus hydrochaeris, followed by Canis lupus familiaris. In the interviews, officials cited two species that were not recorded in the study, Cavia aperea, a small mammal, and Lontra longicaudis. The richness found by the study emphasizes the importance of the area for the persis... (Complete abstract click electronic access below) / Mestre
6

Mastofauna terrestre associada a áreas em processo de restauração na fazenda experimental Edgárdia, Botucatu –SP

Caes, Beatriz Rosângela Murbach [UNESP] 13 May 2009 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:30:20Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2009-05-13Bitstream added on 2014-06-13T21:00:53Z : No. of bitstreams: 1 caes_brm_me_botfca.pdf: 1624115 bytes, checksum: a43b9ce0832b0b5f1313874e1d6700e0 (MD5) / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) / A restauração de ecossistemas degradados envolve conhecimentos no que se refere à reconstituição da estrutura do ecossistema e da dinâmica das espécies, tanto vegetais quanto animais. Sabe-se que, no processo de restauração de um ecossistema, as interações ecológicas na comunidade têm um papel fundamental para o aumento de sua complexidade e, conseqüentemente, sua biodiversidade. Este trabalho teve como objetivo geral contribuir para o conhecimento de alguns processos envolvidos na restauração de ecossistemas florestais, no que se refere à associação entre a mastofauna e a vegetação de áreas em restauração. A hipótese testada foi se plantios mistos com espécies nativas podem funcionar como corredores ecológicos para a fauna de mamíferos terrestres de médio e grande porte, e se os fragmentos florestais próximos às áreas de plantio estão contribuindo para a colonização das mesmas por esses animais, mais do que as áreas de pastagem. A amostragem da mastofauna foi feita através do registro de rastros em parcelas de areia utilizando iscas, bem como do uso de armadilhas fotográficas. Foram demarcadas trilhas em dois ambientes de mata nativa, em duas áreas em restauração e em áreas de pastagem, com 30 parcelas de areia (50x50cm) em cada uma (totalizando 180 parcelas), além de 5 armadilhas fotográficas, durante 15 dias consecutivos. Os resultados mostram que as áreas de pastagem apresentaram poucas espécies de mamíferos durante todas as amostragens (2 espécies). As áreas em restauração (plantio misto) apresentaram 6 espécies, sendo esta riqueza mais próxima à dos fragmentos (8 espécies)... / The restoration of degraded ecosystems involves knowledge of the recovery of ecosystem structures and dynamics of plant and animal species. It is known that in a restoration process, the ecological interactions in the community have an important role in increasing their complexity and, furthermore, their biodiversity. This study aimed to contribute to the knowledge of some processes involved in the restoration of forest ecosystems in relation to interactions between medium and large mammals and the vegetation of these areas. The tested hypothesis was whether plantations with mixed native species may have role as ecological corridors for terrestrial mammals fauna and whether the forest fragments next to the restoration areas are contributing to their colonization by the same species. The sampling for mammals was made through sand plots for footprint records using baits, as well as the use of camera traps. The tracks for each habitat were demarcated in two different sites, in each one inside a native forest fragment, a 10-year old forest restoration experimental areas and a pasture land. We established 30 sand plots (50x50cm) in each habitat and each site (total of 180 plots), and 5 camera traps, during 15 consecutive days. The results showed that the pasture areas recorded only 3 mammal species during all the sampling period. The restoration areas had a species richness (6 species) and community composition closer to the forest fragments (8 species) .There were some variation between rainy and dry seasons, considering the relative abundances and species frequency of occurrence. These results suggest that these... (Complete abstract click electronic access below)
7

"Mamíferos de médio e grande porte na Floresta Nacional de Carajás, Pará: riqueza, abundância e efeitos da fitofisionomia e do impacto da mineração" / Mammals of medium and large size in the National Forest of Carajás, Pará: richness, abundance and effects of vegetation type and the impact of mining

Andréa Siqueira Carvalho 30 September 2011 (has links)
A Floresta Nacional de Carajás é uma unidade de conservação federal localizada no sudeste da Amazônia, região Norte do Brasil. Juntamente com outras cinco áreas formam o Mosaico de Carajás com um contínuo de 1.307.000 hectares de área protegida. As principais fitofisionomias presentes no interior da unidade são a Floresta Ombrófila Densa e a Savana Metalófila. A unidade abriga a maior província mineral do mundo. A atividade de mineração promove diferentes impactos sobre a fauna principalmente através da modificação de paisagem originada pela supressão vegetal. O objetivo desse trabalho foi estudar a composição da comunidade de mamíferos de médio e grande porte através do levantamento de informações sobre a riqueza, a abundância e as diferenças entre a composição da mastofauna nas fitofisionomias de Savana Metalófila e Floresta Ombrófila Densa e suas alterações ocasionadas pelo impacto da mineração. Foram realizadas quatro campanhas em 19 trilhas que se distribuíram em áreas de Savana Metalófila e Floresta Ombrófila Densa impactadas e controle. A metodologia utilizada foi de transecção linear e armadilhamento fotográfico com um esforço total empregado de 432 km e 85.920 horas, para cada um dos métodos, respectivamente. A comunidade de mastofauna de médio e grande porte apresentou 43 espécies distribuídas em oito ordens, com um aumento de 41% de novos registros para a região. A composição da comunidade de mastofauna apresentou diferenças quanto a riqueza e a abundância das espécies nas duas fitofisionomias e quanto ao efeito do impacto da mineração. O presente trabalho trouxe avanços em relação à lista de espécies de mamíferos de médio e grande porte e aumentou o conhecimento a respeito da composição desta fauna em ambientes de floresta e de savana na Floresta Nacional de Carajás. Trouxe informações acerca dos impactos sobre a mastofauna e identificou importantes sensibilidades de algumas espécies frente à mineração, contribuindo para a busca do equilíbrio entre a mineração e a conservação. / The National Forest of Carajás is a federal conservation unit located in the southeast of the Amazon, northern Brazil. Together with other five areas make up the mosaic of Carajás with a continuum of 1.307 million hectares of protected area. The main vegetation types present within the unit are the Dense Montane Forest and Savana Metalófila. The unit houses the largest mineral reserves in the world. Mining activity promotes different impacts on fauna mainly by alteration of the landscape caused by vegetation removal and stacking sterile. The aim of this work was to study the composition of the mammal community of medium and large through the collection of information about richness, abundance and differences between vegetation types in the mammalian species composition of Savana Metalófila and Dense Montane Forest and its changes caused by the impact. Were conducted four campaigns and 19 tracks that were distributed in areas of Savana Metalófila and Dense Montane Forest impacted and control. The methodology used was to linetransect and camera trapping employee with a total effort of 432 km and 85.920 hours for each method, respectively. The mammal community of medium and large showed 43 species in eight orders, showing an increase of 41% of new registrations for the region. The community composition of mammal species show differences in richness and abundance of species in two vegetation types and the effect of the impact of mining. This work has brought about improvements to the list of mammalian species of medium and large size and increased knowledge about the composition of this fauna in environments of forest and savanna in the Carajás National Forest. Brought information about the impacts on mammals and identified important sensitivities of some species facing the mining, contributing to the quest for balance between mining and conservation.
8

"Mamíferos de médio e grande porte na Floresta Nacional de Carajás, Pará: riqueza, abundância e efeitos da fitofisionomia e do impacto da mineração" / Mammals of medium and large size in the National Forest of Carajás, Pará: richness, abundance and effects of vegetation type and the impact of mining

Andréa Siqueira Carvalho 30 September 2011 (has links)
A Floresta Nacional de Carajás é uma unidade de conservação federal localizada no sudeste da Amazônia, região Norte do Brasil. Juntamente com outras cinco áreas formam o Mosaico de Carajás com um contínuo de 1.307.000 hectares de área protegida. As principais fitofisionomias presentes no interior da unidade são a Floresta Ombrófila Densa e a Savana Metalófila. A unidade abriga a maior província mineral do mundo. A atividade de mineração promove diferentes impactos sobre a fauna principalmente através da modificação de paisagem originada pela supressão vegetal. O objetivo desse trabalho foi estudar a composição da comunidade de mamíferos de médio e grande porte através do levantamento de informações sobre a riqueza, a abundância e as diferenças entre a composição da mastofauna nas fitofisionomias de Savana Metalófila e Floresta Ombrófila Densa e suas alterações ocasionadas pelo impacto da mineração. Foram realizadas quatro campanhas em 19 trilhas que se distribuíram em áreas de Savana Metalófila e Floresta Ombrófila Densa impactadas e controle. A metodologia utilizada foi de transecção linear e armadilhamento fotográfico com um esforço total empregado de 432 km e 85.920 horas, para cada um dos métodos, respectivamente. A comunidade de mastofauna de médio e grande porte apresentou 43 espécies distribuídas em oito ordens, com um aumento de 41% de novos registros para a região. A composição da comunidade de mastofauna apresentou diferenças quanto a riqueza e a abundância das espécies nas duas fitofisionomias e quanto ao efeito do impacto da mineração. O presente trabalho trouxe avanços em relação à lista de espécies de mamíferos de médio e grande porte e aumentou o conhecimento a respeito da composição desta fauna em ambientes de floresta e de savana na Floresta Nacional de Carajás. Trouxe informações acerca dos impactos sobre a mastofauna e identificou importantes sensibilidades de algumas espécies frente à mineração, contribuindo para a busca do equilíbrio entre a mineração e a conservação. / The National Forest of Carajás is a federal conservation unit located in the southeast of the Amazon, northern Brazil. Together with other five areas make up the mosaic of Carajás with a continuum of 1.307 million hectares of protected area. The main vegetation types present within the unit are the Dense Montane Forest and Savana Metalófila. The unit houses the largest mineral reserves in the world. Mining activity promotes different impacts on fauna mainly by alteration of the landscape caused by vegetation removal and stacking sterile. The aim of this work was to study the composition of the mammal community of medium and large through the collection of information about richness, abundance and differences between vegetation types in the mammalian species composition of Savana Metalófila and Dense Montane Forest and its changes caused by the impact. Were conducted four campaigns and 19 tracks that were distributed in areas of Savana Metalófila and Dense Montane Forest impacted and control. The methodology used was to linetransect and camera trapping employee with a total effort of 432 km and 85.920 hours for each method, respectively. The mammal community of medium and large showed 43 species in eight orders, showing an increase of 41% of new registrations for the region. The community composition of mammal species show differences in richness and abundance of species in two vegetation types and the effect of the impact of mining. This work has brought about improvements to the list of mammalian species of medium and large size and increased knowledge about the composition of this fauna in environments of forest and savanna in the Carajás National Forest. Brought information about the impacts on mammals and identified important sensitivities of some species facing the mining, contributing to the quest for balance between mining and conservation.
9

Mamíferos de médio e grande porte do Parque Nacional das nascentes do Rio Parnaíba, Brasil

LIMA, Marcela Guimarães Moreira 08 April 2009 (has links)
Submitted by Edisangela Bastos (edisangela@ufpa.br) on 2013-09-17T16:46:05Z No. of bitstreams: 2 license_rdf: 22974 bytes, checksum: 99c771d9f0b9c46790009b9874d49253 (MD5) Dissertacao_MamiferosMedioGrande.pdf: 5332804 bytes, checksum: 87916426f070588de527e5d2d71f50e0 (MD5) / Approved for entry into archive by Ana Rosa Silva(arosa@ufpa.br) on 2013-09-19T13:39:54Z (GMT) No. of bitstreams: 2 license_rdf: 22974 bytes, checksum: 99c771d9f0b9c46790009b9874d49253 (MD5) Dissertacao_MamiferosMedioGrande.pdf: 5332804 bytes, checksum: 87916426f070588de527e5d2d71f50e0 (MD5) / Made available in DSpace on 2013-09-19T13:39:54Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license_rdf: 22974 bytes, checksum: 99c771d9f0b9c46790009b9874d49253 (MD5) Dissertacao_MamiferosMedioGrande.pdf: 5332804 bytes, checksum: 87916426f070588de527e5d2d71f50e0 (MD5) Previous issue date: 2009 / O Parque Nacional das Nascentes do Rio Parnaíba está localizado na divisa dos Estados do Piauí, Maranhão, Tocantins e Bahia. Para verificar a composição, riqueza, abundância relativa e padrão de atividade da mastofauna de médio e grande porte do Parque, bem como a utilização das fitofisionomias presentes na área por essas espécies, foi realizado um inventário utilizando armadilhas-fotográficas, entrevistas semi-estruturadas e métodos complemetares de amostragem. Foi registrado um total de 37 espécies de mamíferos de médio e grande porte, distribuídos em 14 famílias e sete ordens. Vinte dessas espécies foram registradas por meio de armadilhas-fotográficas, 16 por meio de avistamentos e vestígios (rastros, fezes e carcaças), e todas por meio de entrevistas com moradores da região. O estimador de riqueza nãoparamétrico Jackknife1 calculou 22 espécies (D.P. ± 1,41) para o Parque. Quanto às fitofisionomias, apenas mata de galeria e cerrado sensu stricto apresentaram diferença significativa quanto à riqueza e abundância relativa. Dentre as espécies registradas no Parque, as raposas Cerdocyon thous e Lycalopex vetulus foram as mais abundantes, respectivamente. Quanto ao uso do habitat, somente Cerdocyon thous e Mazama gouazoubira apresentaram diferença significativa entre as fitofisionomias, sendo a primeira de hábito generalista e registrada principalmente em áreas de cerrado sensu stricto, e a segunda mais freqüente em áreas de vegetação mais densa (cerradão). No que diz respeito à composição de espécies, a análise de agrupamento indicou as áreas de cerradão e cerrado sensu stricto como as de maior similaridade, o que provavelmente se deve à maior semelhança florística entre esses ambientes. A análise de composição regional mostrou que o Parque apresenta uma maior similaridade quanto à composição de espécies com as UCs localizadas no Sul do Estado do Piauí (E.E. de Uruçuí-Una e PARNA da Serra das Confusões) do que com as demais áreas de Cerrado. / The Nascentes do Rio Parnaiba National Park is located at the convergence of the states of Piauí, Maranhão, Tocantins and Bahia. In order to evaluate the composition, richness, relative abundance, activity pattern of medium and largesized mammals of the Park, as well as the use of phytophysiognomies present at the study site by these species, an inventory was made using camera-trap, semi-structured interview and complementary sampling methods. It was registered a total of 37 species of mammals of medium and large size, distributed in 14 families and seven orders, 20 of which recorded by cameratraps, 16 by sightings and traces (footprints, feces and carcasses), and all through interviews with residents of the region. The estimator of the nonparametric richness Jackknife1 estimated 22 species for the Park (D.P. ± 1,41). Regarding phytophisiognomy, only gallery forest and cerrado sensu stricto showed a significant difference about the richness and relative abundance. Among the species recorded in the Park, the foxes Cerdocyon thous and Lycalopex vetulus were the most abundant, respectively. Concerning the use of habitat, only Cerdocyon thous and Mazama gouazoubira showed significant differences between the phytophisiognomy, the first being from general habit and recorded specially in areas of cerrado sensu stricto, and the second most frequent in areas of more dense vegetation (cerradão). With respect to the composition of species, the cluster analysis indicated the areas of cerrado sensu stricto and cerradão with close similarity, which is probably due to the closer floristic similarity between these environments. The analysis of regional composition showed that the Park presents greater similarity in species composition with the UCs located in the southern of Piauí state (E.E. of Uruçuí- Una and PARNA of Serra das Confusões) than with other areas of Cerrado.
10

Estudo da comunidade de pequenos mamíferos não-voadores, sob efeito do fogo e da borda, em área de floresta de transição Amazônia-Cerrado, Querência, MT

SANTOS, Paulo Guilherme Pinheiro dos 10 October 2008 (has links)
Submitted by Edisangela Bastos (edisangela@ufpa.br) on 2013-10-16T22:27:48Z No. of bitstreams: 2 license_rdf: 22974 bytes, checksum: 99c771d9f0b9c46790009b9874d49253 (MD5) Dissertacao_EstudoComunidadePequenos.pdf: 2272036 bytes, checksum: c340fe94bb4ee005e25bf86c117190f0 (MD5) / Approved for entry into archive by Ana Rosa Silva(arosa@ufpa.br) on 2013-10-18T12:43:13Z (GMT) No. of bitstreams: 2 license_rdf: 22974 bytes, checksum: 99c771d9f0b9c46790009b9874d49253 (MD5) Dissertacao_EstudoComunidadePequenos.pdf: 2272036 bytes, checksum: c340fe94bb4ee005e25bf86c117190f0 (MD5) / Made available in DSpace on 2013-10-18T12:43:13Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license_rdf: 22974 bytes, checksum: 99c771d9f0b9c46790009b9874d49253 (MD5) Dissertacao_EstudoComunidadePequenos.pdf: 2272036 bytes, checksum: c340fe94bb4ee005e25bf86c117190f0 (MD5) Previous issue date: 2008 / O desmatamento da Amazônia, causado pelas atividades pecuárias e pela agroindústria no norte do Estado do Mato Grosso, tem comprometido as chamadas Florestas de Transição Amazônia-Cerrado, antes que a biodiversidade destas áreas seja conhecida pelos pesquisadores. A fauna de pequenos mamíferos não-voadores faz parte dos grupos pouco conhecidos na região, e podem estar sofrendo impactos das ações antrópicas, principalmente efeito do fogo, usado para limpeza dos pastos e desmatamento para plantios da soja. Este trabalho caracterizou a diversidade de pequenos mamíferos não voadores em uma área de floresta de transição Amazônia-Cerrado, no norte do Estado do Mato Grosso e investigou o efeito do fogo e o efeito de borda sobre este grupo da fauna. Duas áreas de 150 hectares foram amostradas, uma preservada e outra sob impacto do fogo, com 183 armadilhas do tipo live-trap durante três anos em duas estação (seca e chuvosa). O método utilizado foi de captura-marcação-recaptura. O esforço amostral foi 23.424 armadilhas-noite. Capturaram-se 390 indivíduos, portanto, com sucesso de captura de 1,66 %. No total foram capturados 11 espécies, sendo 6 roedores e 5 marsupiais. Hylaeamys megacephalus foi a espécie mais abundante. A diversidade de pequenos mamíferos da área estudada foi mais relacionada com o bioma Cerrado do que com a Amazônia. Em relação ao fogo, a riqueza de espécies não foi estatisticamente diferente, porém a abundância foi significativamente maior nas transecções localizadas em área sem fogo. Dois grupos distintos de transecções foram característicos em função da presença ou não do fogo basedo na composição de pequenos mamíferos. A abundância de Hylaeamys megacephalus foi significativamente maior nas transecções que não sofreram impacto do fogo. Em relação ao efeito de borda, na Área 2, apesar da riqueza de espécies não ter sido significativamente diferente, a abundância foi signicativamente maior em relação a distância da borda com maiores abundâncias no interior das florestas. Já na Área 1, nem riqueza nem abundância foi estatísticamente diferente em relação a distância da borda. Este fato pode estar sendo mascarado tanto pelo efeito direto quanto indireto (na vegetação) do fogo experimental sobre os pequenos mamíferos. Quando analisados em conjunto fogo e distância da borda, o relacionamento entre ambos ficou mais claro, visto que todas as transecções amostradas sob efeito do fogo tiveram menores abundâncias. O tamanho populacional de Hylaemys megacephalus foi calculado ao longo de cinco estações na área sem influencia do fogo experiental, sendo que a estação chuvosa de 2006 foi estatisticamente diferente as demais e o pico desse crescimento pode ser explicado pelo “Efeito de Alle”. Não houve diferenças estatísticas significativas na estrutura da comunidade de pequenos mamíferos não-voadores entre as estações secas e chuvosas. Este trabalho de pesquisa contribuiu para o conhecimento da mastofauna desta região bastante ameaçada por pressões antrópicas. / The deforestation of the Amazon, caused by farming and agribusiness activities in the northern state of Mato Grosso, has committed Transition Forests Amazon-Savanna, before the biodiversity of these areas is known by researchers. The fauna of small non-flying mammals is part of the little-known groups in the region, and may be suffering impacts of human activities, primarily effect of fire, used for cleaning of pastures and deforestation for the soybean plantations. This study characterized the diversity of small mammals not flying in an area of Amazon forest-savannah transition in the northern state of Mato Grosso and investigated the effect of fire and the effect of edge on this group of fauna. Two areas of 150 hectares were sampled, a preserved and another under impact of fire, with 183 traps of the type live-trap for three years in two season (dry and rainy seasons). The method used was the capture-mark-recapture. The sampling effort was 23,424-traps night. 390 individuals were captured with a successfully capture of 1.66%. A total of 11 species were caught, 6 rodents and 5 marsupials. Hylaeamys megacephalus was the most abundant species. The diversity of small mammals in the study area was more related to the Savanna than Amazon. In relation to fire, the species richness was not statistically different, but the abundance was significantly higher in transects located in an area without fire. Two distinct groups of transects were characteristic depending on the presence or absence of fire based on the composition of small mammals. The abundance of Hylaeamys megacephalus was significantly higher in transects that suffered no impact from fire. Regarding the effect of edge in Area 2, despite the richness of species was not significantly different, the abundance was significantly higher regarding distance from the border. Already in Area 1, nor richness nor abundance was statistically different regarding distance from the edge. This fact could be masked by both the direct and indirect effect of experimental fire on small mammals. When considered together fire and distance from the border, the relationship between them became clearer, since all transects sampled under effect of the fire had minor abundances. The population size of Hylaemys megacephalus was calculated over five seasons (dry and wet) in the area without influence of fire, and the rainy season of 2006 was statistically different peak and the other that growth can be explained by the “Alle effect”. There was no statistically significant differences in the structure of the community of small non-flying mammals between the dry and rainy seasons. This work contributed to the search of mammal knowledge at this region threatened by human pressures.

Page generated in 0.062 seconds