• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 136
  • 2
  • 1
  • Tagged with
  • 141
  • 89
  • 24
  • 22
  • 22
  • 20
  • 19
  • 17
  • 16
  • 14
  • 13
  • 13
  • 13
  • 12
  • 12
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Estudo do sucesso reprodutivo, dos padrões de cruzamento e do fluxo de pólen em Aechmea winkleri, uma espécie endêmica do sul do Brasil

Büttow, Míriam Valli January 2012 (has links)
Os padrões de fertilidade e biologia reprodutiva e suas conseqüências no sistema de cruzamento de plantas ainda são pouco compreendidos em espécies não modelo. Todos estes fatores têm aplicação direta para o estudo de conservação das espécies. Aechmea winkleri é uma espécie preferencialmente saxícola, endêmica de uma região muito pequena no sul do Brasil. É conhecida apenas uma população desta espécie, a qual sofre com a fragmentação de habitat resultante da conversão de mata atlântica em áreas urbanas e de produção agrícola. Esta fragmentação ameaça a sobrevivência e evolução da espécie. Neste trabalho, foram explorados os fatores genéticos e ecológicos que influenciam o sucesso reprodutivo e a persistência desta espécie na natureza. No Capítulo II é apresentado um estudo sobre a proporção de investimento em reprodução clonal e sexual, e foram avaliados componentes de fitness e sucesso reprodutivo. Também foi realizado um experimento de polinização controlada para verificar a ocorrência de limitação de pólen. Os resultados mostraram uma média de 16 ramets por genet e menos de 10% da população com estruturas reprodutivas. Em média, 80,96% (SE ± 2,74) das plantas frutificaram e observou-se uma taxa de partenocarpia de 33,18% (SE ± 2,43). Os experimentos de suplementação de pólen não mostraram diferenças entre polinização cruzada manual e polinização aberta, sugerindo que não há limitação de pólen nesta espécie. No Capítulo III, é apresentado um estudo onde foi caracterizada a biologia reprodutiva da espécie e testado o impacto de subestrutura de população nos padrões de sistema de cruzamento e fluxo de pólen. O principal polinizador observado nesta espécie foi a mamangava, Bombus morio, e os experimentos de polinização manual mostraram que a espécie A.winleri é autoincompatível. Para a análise molecular (microssatélites) do sistema de cruzamento foram coletadas 59 plantas mãe e em média 14 sementes para cada uma, totalizando 893 indivíduos coletados nas áreas de maior densidade populacional. Baseado em uma análise Bayesiana a posterior, foram identificadas duas subpopulações para esta espécie (Aw1 e Aw2). As estimativas de taxas de fecundação cruzada não diferiram de 100%. Foi observada estruturação de pólen entre as plantas maternas (ΦFT = 0,25), correspondendo a dois doadores efetivos de pólen (Nep ≈ 2). A distância média de dispersão foi baixa nas duas subpopulações, porém foi mais reduzida na subpopulação Aw2 (δ = 21.8 m). Os resultados mostraram que a reprodução clonal parece não afetar negativamente o fitness, mantendo o tamanho da população suficientemente elevado. As distâncias curtas de polinização, no entanto, podem ser em consequência da fragmentação do habitat e do comportamento do polinizador. Assim, nós sugerimos que as estratégias de conservação devem se concentrar na área de ocorrência da espécie e em plantas adultas. Nossos resultados também sustentam o uso de espécies não arbóreas como um modelo adequado para estudos de fluxo de pólen. / Fertility and reproductive biology patterns and its consequences for mating systems are still poorly understood in non-model species. These aspects have direct application in the study of species evolution and conservation. Aechmea winkleri is a mainly saxicolous species, endemic to a very small region in southern Brazil. There is only one known population of this species, which suffers from habitat fragmentation resulting from the conversion of forest in urban and agricultural areas. Fragmentation is a major threat to species survival and evolution. In this study, we explored the genetic and ecological factors that influence the reproductive success and persistence of this species in nature. In Chapter II we studied the proportion of investment in sexual and clonal reproduction, and we measured fitness components and reproductive success. We also verified the occurrence of pollen limitation with a controlled pollination experiment. Results showed an average of 16 ramets by genet and less than 10% of the population presented reproductive structures. Fruit set was on average 80.96% (SE ± 2.74) and the parthenocarpy rate was 33.18% (SE ± 2.43). Pollen supplementation experiments showed no differences between manual cross-pollination and open pollination, suggesting that there is no pollen limitation in this species. In Chapter III, we characterized the reproductive biology and tested the impact of population substructure in mating system and pollen flow patterns. The main pollinator observed in this species was the bumblebee, Bombus morio, and hand pollination experiments showed a selfincompatibility system. For the mating system analysis using microsatellites, we sampled 59 mother plants and an average of 14 seeds for each, totaling 893 individuals collected in the high density areas. Based on a Bayesian assignment, two subpopulations were identified for this species (Aw1 and Aw2). Estimates of outcrossing rates did not differ from 100%. Pollen pool structure was observed between maternal plants (ΦFT = 0.25), corresponding to two effective pollen donors (Nep ≈ 2). The average dispersal distance was low in both subpopulations, but lower in the subpopulation Aw2 (δ = 21.8 m). Our results showed that clonal reproduction does not seem to negatively affect fitness, keeping population size large enough. The short pollination distances, however, are in consequence of habitat fragmentation and pollinator behavior. Thus, we suggest that conservation strategies should focus on the species’ occurrence area and in adult plants. Our results also support the use of nonarboreal species as a suitable model for pollen flow studies.
2

Estudo do sucesso reprodutivo, dos padrões de cruzamento e do fluxo de pólen em Aechmea winkleri, uma espécie endêmica do sul do Brasil

Büttow, Míriam Valli January 2012 (has links)
Os padrões de fertilidade e biologia reprodutiva e suas conseqüências no sistema de cruzamento de plantas ainda são pouco compreendidos em espécies não modelo. Todos estes fatores têm aplicação direta para o estudo de conservação das espécies. Aechmea winkleri é uma espécie preferencialmente saxícola, endêmica de uma região muito pequena no sul do Brasil. É conhecida apenas uma população desta espécie, a qual sofre com a fragmentação de habitat resultante da conversão de mata atlântica em áreas urbanas e de produção agrícola. Esta fragmentação ameaça a sobrevivência e evolução da espécie. Neste trabalho, foram explorados os fatores genéticos e ecológicos que influenciam o sucesso reprodutivo e a persistência desta espécie na natureza. No Capítulo II é apresentado um estudo sobre a proporção de investimento em reprodução clonal e sexual, e foram avaliados componentes de fitness e sucesso reprodutivo. Também foi realizado um experimento de polinização controlada para verificar a ocorrência de limitação de pólen. Os resultados mostraram uma média de 16 ramets por genet e menos de 10% da população com estruturas reprodutivas. Em média, 80,96% (SE ± 2,74) das plantas frutificaram e observou-se uma taxa de partenocarpia de 33,18% (SE ± 2,43). Os experimentos de suplementação de pólen não mostraram diferenças entre polinização cruzada manual e polinização aberta, sugerindo que não há limitação de pólen nesta espécie. No Capítulo III, é apresentado um estudo onde foi caracterizada a biologia reprodutiva da espécie e testado o impacto de subestrutura de população nos padrões de sistema de cruzamento e fluxo de pólen. O principal polinizador observado nesta espécie foi a mamangava, Bombus morio, e os experimentos de polinização manual mostraram que a espécie A.winleri é autoincompatível. Para a análise molecular (microssatélites) do sistema de cruzamento foram coletadas 59 plantas mãe e em média 14 sementes para cada uma, totalizando 893 indivíduos coletados nas áreas de maior densidade populacional. Baseado em uma análise Bayesiana a posterior, foram identificadas duas subpopulações para esta espécie (Aw1 e Aw2). As estimativas de taxas de fecundação cruzada não diferiram de 100%. Foi observada estruturação de pólen entre as plantas maternas (ΦFT = 0,25), correspondendo a dois doadores efetivos de pólen (Nep ≈ 2). A distância média de dispersão foi baixa nas duas subpopulações, porém foi mais reduzida na subpopulação Aw2 (δ = 21.8 m). Os resultados mostraram que a reprodução clonal parece não afetar negativamente o fitness, mantendo o tamanho da população suficientemente elevado. As distâncias curtas de polinização, no entanto, podem ser em consequência da fragmentação do habitat e do comportamento do polinizador. Assim, nós sugerimos que as estratégias de conservação devem se concentrar na área de ocorrência da espécie e em plantas adultas. Nossos resultados também sustentam o uso de espécies não arbóreas como um modelo adequado para estudos de fluxo de pólen. / Fertility and reproductive biology patterns and its consequences for mating systems are still poorly understood in non-model species. These aspects have direct application in the study of species evolution and conservation. Aechmea winkleri is a mainly saxicolous species, endemic to a very small region in southern Brazil. There is only one known population of this species, which suffers from habitat fragmentation resulting from the conversion of forest in urban and agricultural areas. Fragmentation is a major threat to species survival and evolution. In this study, we explored the genetic and ecological factors that influence the reproductive success and persistence of this species in nature. In Chapter II we studied the proportion of investment in sexual and clonal reproduction, and we measured fitness components and reproductive success. We also verified the occurrence of pollen limitation with a controlled pollination experiment. Results showed an average of 16 ramets by genet and less than 10% of the population presented reproductive structures. Fruit set was on average 80.96% (SE ± 2.74) and the parthenocarpy rate was 33.18% (SE ± 2.43). Pollen supplementation experiments showed no differences between manual cross-pollination and open pollination, suggesting that there is no pollen limitation in this species. In Chapter III, we characterized the reproductive biology and tested the impact of population substructure in mating system and pollen flow patterns. The main pollinator observed in this species was the bumblebee, Bombus morio, and hand pollination experiments showed a selfincompatibility system. For the mating system analysis using microsatellites, we sampled 59 mother plants and an average of 14 seeds for each, totaling 893 individuals collected in the high density areas. Based on a Bayesian assignment, two subpopulations were identified for this species (Aw1 and Aw2). Estimates of outcrossing rates did not differ from 100%. Pollen pool structure was observed between maternal plants (ΦFT = 0.25), corresponding to two effective pollen donors (Nep ≈ 2). The average dispersal distance was low in both subpopulations, but lower in the subpopulation Aw2 (δ = 21.8 m). Our results showed that clonal reproduction does not seem to negatively affect fitness, keeping population size large enough. The short pollination distances, however, are in consequence of habitat fragmentation and pollinator behavior. Thus, we suggest that conservation strategies should focus on the species’ occurrence area and in adult plants. Our results also support the use of nonarboreal species as a suitable model for pollen flow studies.
3

Estudo do sucesso reprodutivo, dos padrões de cruzamento e do fluxo de pólen em Aechmea winkleri, uma espécie endêmica do sul do Brasil

Büttow, Míriam Valli January 2012 (has links)
Os padrões de fertilidade e biologia reprodutiva e suas conseqüências no sistema de cruzamento de plantas ainda são pouco compreendidos em espécies não modelo. Todos estes fatores têm aplicação direta para o estudo de conservação das espécies. Aechmea winkleri é uma espécie preferencialmente saxícola, endêmica de uma região muito pequena no sul do Brasil. É conhecida apenas uma população desta espécie, a qual sofre com a fragmentação de habitat resultante da conversão de mata atlântica em áreas urbanas e de produção agrícola. Esta fragmentação ameaça a sobrevivência e evolução da espécie. Neste trabalho, foram explorados os fatores genéticos e ecológicos que influenciam o sucesso reprodutivo e a persistência desta espécie na natureza. No Capítulo II é apresentado um estudo sobre a proporção de investimento em reprodução clonal e sexual, e foram avaliados componentes de fitness e sucesso reprodutivo. Também foi realizado um experimento de polinização controlada para verificar a ocorrência de limitação de pólen. Os resultados mostraram uma média de 16 ramets por genet e menos de 10% da população com estruturas reprodutivas. Em média, 80,96% (SE ± 2,74) das plantas frutificaram e observou-se uma taxa de partenocarpia de 33,18% (SE ± 2,43). Os experimentos de suplementação de pólen não mostraram diferenças entre polinização cruzada manual e polinização aberta, sugerindo que não há limitação de pólen nesta espécie. No Capítulo III, é apresentado um estudo onde foi caracterizada a biologia reprodutiva da espécie e testado o impacto de subestrutura de população nos padrões de sistema de cruzamento e fluxo de pólen. O principal polinizador observado nesta espécie foi a mamangava, Bombus morio, e os experimentos de polinização manual mostraram que a espécie A.winleri é autoincompatível. Para a análise molecular (microssatélites) do sistema de cruzamento foram coletadas 59 plantas mãe e em média 14 sementes para cada uma, totalizando 893 indivíduos coletados nas áreas de maior densidade populacional. Baseado em uma análise Bayesiana a posterior, foram identificadas duas subpopulações para esta espécie (Aw1 e Aw2). As estimativas de taxas de fecundação cruzada não diferiram de 100%. Foi observada estruturação de pólen entre as plantas maternas (ΦFT = 0,25), correspondendo a dois doadores efetivos de pólen (Nep ≈ 2). A distância média de dispersão foi baixa nas duas subpopulações, porém foi mais reduzida na subpopulação Aw2 (δ = 21.8 m). Os resultados mostraram que a reprodução clonal parece não afetar negativamente o fitness, mantendo o tamanho da população suficientemente elevado. As distâncias curtas de polinização, no entanto, podem ser em consequência da fragmentação do habitat e do comportamento do polinizador. Assim, nós sugerimos que as estratégias de conservação devem se concentrar na área de ocorrência da espécie e em plantas adultas. Nossos resultados também sustentam o uso de espécies não arbóreas como um modelo adequado para estudos de fluxo de pólen. / Fertility and reproductive biology patterns and its consequences for mating systems are still poorly understood in non-model species. These aspects have direct application in the study of species evolution and conservation. Aechmea winkleri is a mainly saxicolous species, endemic to a very small region in southern Brazil. There is only one known population of this species, which suffers from habitat fragmentation resulting from the conversion of forest in urban and agricultural areas. Fragmentation is a major threat to species survival and evolution. In this study, we explored the genetic and ecological factors that influence the reproductive success and persistence of this species in nature. In Chapter II we studied the proportion of investment in sexual and clonal reproduction, and we measured fitness components and reproductive success. We also verified the occurrence of pollen limitation with a controlled pollination experiment. Results showed an average of 16 ramets by genet and less than 10% of the population presented reproductive structures. Fruit set was on average 80.96% (SE ± 2.74) and the parthenocarpy rate was 33.18% (SE ± 2.43). Pollen supplementation experiments showed no differences between manual cross-pollination and open pollination, suggesting that there is no pollen limitation in this species. In Chapter III, we characterized the reproductive biology and tested the impact of population substructure in mating system and pollen flow patterns. The main pollinator observed in this species was the bumblebee, Bombus morio, and hand pollination experiments showed a selfincompatibility system. For the mating system analysis using microsatellites, we sampled 59 mother plants and an average of 14 seeds for each, totaling 893 individuals collected in the high density areas. Based on a Bayesian assignment, two subpopulations were identified for this species (Aw1 and Aw2). Estimates of outcrossing rates did not differ from 100%. Pollen pool structure was observed between maternal plants (ΦFT = 0.25), corresponding to two effective pollen donors (Nep ≈ 2). The average dispersal distance was low in both subpopulations, but lower in the subpopulation Aw2 (δ = 21.8 m). Our results showed that clonal reproduction does not seem to negatively affect fitness, keeping population size large enough. The short pollination distances, however, are in consequence of habitat fragmentation and pollinator behavior. Thus, we suggest that conservation strategies should focus on the species’ occurrence area and in adult plants. Our results also support the use of nonarboreal species as a suitable model for pollen flow studies.
4

Compostos bioativos do pólen apícola produzido por apis mellifera L.

Menezes, Jeane Denise de Souza 01 March 2013 (has links)
63 f. / Submitted by Cynthia Nascimento (cyngabe@ufba.br) on 2013-02-27T15:30:36Z No. of bitstreams: 1 Jeane Denise de Souza Menezes.pdf: 499867 bytes, checksum: 8e47e43a9c5c1e16358836e598281085 (MD5) / Approved for entry into archive by Alda Lima da Silva(sivalda@ufba.br) on 2013-03-01T17:56:52Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Jeane Denise de Souza Menezes.pdf: 499867 bytes, checksum: 8e47e43a9c5c1e16358836e598281085 (MD5) / Made available in DSpace on 2013-03-01T17:56:52Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Jeane Denise de Souza Menezes.pdf: 499867 bytes, checksum: 8e47e43a9c5c1e16358836e598281085 (MD5) / O pólen apícola, resultado da aglutinação do pólen das flores efetuada pelas abelhas, mediante acréscimo de substâncias salivares e pequenas quantidades de néctar ou mel, tem se destacado tanto por conter substâncias nutricionais como carboidratos, proteínas, aminoácidos, lipídeos, vitaminas, minerais e traços de micronutrientes, como pelas suas propriedades terapêuticas, tais como atividade antioxidante e pela possibilidade de aplicação na indústria alimentícia, na forma de alimentos. A literatura apresenta dados que mostra grande diversidade quanto à presença de compostos bioativos no pólen apícola. Demonstra também a interferência de fatores climáticos e ambientais na composição e qualidade do pólen apícola. Entretanto, as investigações citadas representam apenas uma pequena parte da real composição, pois como a composição do pólen apícola irá variar em função da origem botânica, cada pólen produzido em cada localidade, terá uma composição diferente e consequentemente propriedades terapêuticas únicas. Este estudo teve como objetivo avaliar os compostos bioativos e atividade antioxidante do pólen apícola e averiguar sua correlação com os tipos polínicos procedentes de um fragmento de mata ombrófila densa em estágio avançado de regeneração. Neste estudo, os maiores teores de compostos fenólicos, flavonóides e atividade antioxidante foram encontrados nas amostras provenientes do tipo polínico Eucalyptus. Para o Coeficiente de Correlação de Spearman, apresentaram correlação positiva os valores de compostos fenólicos e flavonóides com Myrtaceae, atividade antioxidante com Leguminosae-mimosoideae; apresentaram correlação negativa os valores de compostos fenólicos e flavonóides com Leguminosae-mimosoideae, flavonóides com carotenóides. Através dos resultados apresentados neste estudo, pode-se observar que o teor de compostos fenólicos e flavonóides, carotenóides e atividade antioxidante variam de acordo com os tipos polínicos. / Universidade Federal da Bahia. Faculdade de Farmácia. Salvador-Ba, 2009.
5

Expressão do gene RcDREB1 de forma constitutiva em plantas de tabaco (Nicotiana tabacum L.)

Rego, Tomas Felipe Costa do 27 February 2015 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Departamento de Botânica, 2015. / Submitted by Raquel Viana (raquelviana@bce.unb.br) on 2017-10-11T12:43:37Z No. of bitstreams: 1 2015_TomasFelipeCostadoRego.pdf: 1966145 bytes, checksum: 0940d2de55b17741b9df9c926df42970 (MD5) / Approved for entry into archive by Raquel Viana (raquelviana@bce.unb.br) on 2017-10-11T12:46:01Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2015_TomasFelipeCostadoRego.pdf: 1966145 bytes, checksum: 0940d2de55b17741b9df9c926df42970 (MD5) / Made available in DSpace on 2017-10-11T12:46:01Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2015_TomasFelipeCostadoRego.pdf: 1966145 bytes, checksum: 0940d2de55b17741b9df9c926df42970 (MD5) Previous issue date: 2017-10-11 / A água é de importância fundamental para a vida, pois constitui a matriz onde ocorre a maioria dos processos bioquímicos que são essenciais. As estruturas e funções das proteínas dependem da presença de água. As plantas naturalmente têm a capacidade de suportar ambientes desfavoráveis e essa capacidade de resistir ao ambiente é determinada geneticamente. Atualmente, mecanismos de proteção em nível molecular têm sido estudados, como os fatores de transcrição DREB (Dehydration-Responsive Element- Binding) que foram identificados e caracterizados inicialmente em Arabidopsis thaliana. Fatores de transcrição (FT) iniciam uma cascata gênica conferindo tolerância à desidratação, salinidade ou altas e baixas temperaturas, ou seja, estresses abióticos. Em trabalho anterior o promotor do gene RcDREB1 dirigiu a expressão do gene gus que foi detectada apenas em grãos de pólen de plantas transgênicas de tabaco no momento da antese. Este trabalho visa obter plantas transgênicas de tabaco expressando o gene RcDREB1 constitutivamente para testar a hipótese de que essas plantas poderão ser tolerantes ao estresse hídrico. Para alcançar este objetivo, foi inserido o gene RcDREB1 no vetor pCAMBIA3300 onde o promotor constitutivo 35SCaMV dirigirá sua expressão. As plantas resistentes ao agente seletivo glufosinato de amônio foram analisadas para a presença do transgene por PCR e para a detecção da proteína fosfinotricina acetiltransferase (PAT). Essas análises confirmaram que 11 plantas eram transgênicas. Cinco linhagens de plantas transformadas foram testadas para tolerância a estresse hídrico onde a rega das plantas foi removida por nove dias. Quatro das linhagens utilizadas no teste anterior tiveram a viabilidade dos pólens avaliada por exposição a alta temperatura (37ºC). Os resultados mostraram que a linhagem T6 apresentou maior tolerância ao estresse hídrico assim como um ganho de biomassa durante o período do estresse. E o pólen da linhagem T11 apresentou viabilidade estatisticamente maior que a linhagem WT. O com os resultados obtidos gene RcDREB1 se mostrou um gene candidato a programas de melhoramento de cultivares comerciais. / Water is fundamental for life, as it is the matrix, in which occurs most essential biochemical processes. The structures and functions of proteins depend on the presence of water. Plants have a natural ability to withstand harsh environments and ability to withstand this environment is genetically determined. Currently, protection mechanisms at the molecular level have been studied, such as DREB transcription factors (Dehydration- Responsive Element-Binding) that were identified and initially characterized in Arabidopsis thaliana. Transcription factors (TF) initiate a gene cascade conferring tolerance to dehydration, salinity or high and low temperatures, i.e. abiotic stresses. In our previous work, the promoter of the RcDREB1 gene, controlling the expression of the gus gene, have shown expression only in pollen grains of transgenic tobacco plants at the time of anthesis. This work aims to obtain transgenic tobacco plants constitutively expressing the RcDREB1gene to test the hypothesis that these plants may be tolerant to water stress. To accomplish this, the RcDREB1 gene was inserted into the pCAMBIA3300 vector under control of the constitutive promoter 35SCaMV. Plants resistant to the selective agent glufosinate ammonium were analyzed for the presence of the transgene by PCR and for the detection of protein phosphinothricin acetyltransferase (PAT). These analyzes confirmed that 11 plants were transgenic. Five transformed plants lines were tested for tolerance to drought stress by removing watering for nine days. Four of the lines were evaluated for the viability of pollen, exposed to high temperature (37 ° C). Results showed that the line T6 was more tolerant to water stress as well as a gain of biomass during the stress period. In addition, the pollen viability showed to be statistically higher in the line T11 when compared to the WT plants. These results demonstrated that RcDREB1 gene is a candidate for the improvement of commercial crops.
6

Contribuição ao estudo palinologico das sapindaceae

Cruz, Maria Amelia Vitorino da 14 July 2018 (has links)
Orientador: Therezinha Sant'anna Melhem / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia / Made available in DSpace on 2018-07-14T23:34:16Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Cruz_MariaAmeliaVitorinoda_M.pdf: 8919276 bytes, checksum: f63800b06be6e2bc981363b52d821378 (MD5) Previous issue date: 1982 / Resumo: Neste trabalho foram estudadas 18 espécies de Sapindaceae nativas da Reserva Biológica do Parque Estadual das Fontes do Ipiranga de São Paulo, e estas quanto ao tipo abertura e simetria podem ser distribuídas em quatro grupos polínicos: a. 3-porados a.1. operculados: Paullinia corpopodea e P. trigonia a.2. não operculados: allophylus edulis e A. petiolulatus. B. 3-colporados: Thinouina ventricosa. c. 3-sincolporados c.1. isopolares: Cupania oblongifolia, C. rubiginosa, C. vernalis e C. zanthoxyloides. c.2. heteropolares: Serjania caracasana, S. communis, S. elegans, S. gracilis, S. laruotteana, S. lethalis, S. multiflora e S. reticulata. D. 3-parassincolpados: Matayba elaeagnoides. Todos os gêneros estudados apresentam grãos de pólen morfologicamente diferentes, mostrando ser a família euripalino-lógica. Não há diferenças morfológicas entre os grãos de pólen de flores masculinas e hermafroditas, sendo os primeiros significativamente maiores apenas em M. elaeagnoides e P. carpopodea e menores em C. rubiginosa e S. multiflora. Dentro de um gênero é possível separar algumas espécies levando em conta os caracteres quantitativos. Os grãos de pólen foram acetolisados, medidos e representados por meio de desenhos em câmara clara e fotomicrografias. Testou-se a significância das medidas / Abstract: In this paper 18 species of Sapindaceae from the ¿Reserva Biológica do Parque Estadual das Fontes do Ipiranga¿ (São Paulo-Brasil) are studied. These species may be distributed in four groups with regard to the aperture and symmetry of the pollen grains. a. 3-porate a.1. with operculum: Paullinia carpopodea and P. trigonia. a.2. without operculum: Allophylus edulis and A. petiolulatus. b. 3-colporate: thinouia ventricosa. c. 3-syncolporate c.1. isopolar: Cupania oblongifolia, C. rubiginosa, C. vernalis and C. zanthoxyloides. c.2. heteropolar: Serjania caracasana, S. communis, flora and S. reticulata. d. 3- parasyncolpate: Matayba elaeagnoides. All the genera studied here show morphologically different pollen grains, thus the family is euripalynous. We have found no morphological differences between the pollen grains of the male and hermaphrodite flowers. The male flowers are significantly larger in M. elaeagnoides and P. carpopodea, and smaller in C. rubiginosa and S. multiflora. Quantitative characters have provided additional evidence for the characterization of certain species in each genus. The pollen grains were studied using Erdtman¿s acetolysis thechnique. Drawings of photomicrographs were made for all species. The measurements were treated statistically / Mestrado / Biologia Vegetal / Mestre em Ciências Biológicas
7

Alimentação de grupos humanos pré-históricos do sítio arqueológico Furna do Estrago, Pernambuco, Brasil / Power of prehistoric human groups from the archaeological site of the Cavern Damage, Pernambuco, Brazil

Santos, Isabel Teixeira dos January 2014 (has links)
Made available in DSpace on 2016-03-04T13:41:34Z (GMT). No. of bitstreams: 2 266.pdf: 3290274 bytes, checksum: c187716b972114d45e047a7a0c2a236a (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2014 / Considerando-se o encontro de resíduos alimentares que possibilitem a reconstrução dos hábitos humanos pré-históricos, esta pesquisa foi conduzida em coprólitos provenientes do sítio arqueológico Furna do Estrago, localizado em Pernambuco Brasil, com material proveniente do período em que o sítio foi utilizado como cemitério com datações até 2.000 anos Antes do Presente (AP). O trabalho possibilitou identificar e conhecer os hábitos alimentares deste grupo pré-histórico através da identificação de restos alimentares encontrados na dieta. Os resultados encontrados revelaram um dieta rica em alimentos vegetais e o consumo de alimentos com propriedades medicinais, que, quando associados a estudos paleoparasitológicos anteriores,sugerem a possibilidade de uma paleofarmacopéia. Ainda, o encontro de tubérculos que sofreram algum tipo de cozimento indicam que se tratava de um grupo semi-sedentário com um início de horticultura. A diferença na alimentação entre homens e mulheres, bem como, a busca por alimentos encontrados em regiões distantes da localidade do sítio arqueológico também foram aqui apresentados. / Considering the gathering of food waste to enable the reconstruction of prehistoric humanhabits, this research was conducted in coprolites from the archaeological site of the Cavern Damage, located in Pernambuco - Brazil, with material from the period when the site was usedas with cemetery dating to 2000 years Before Present (BP).This study has helped to identify and meet the dietary habits of this prehistoric groupt hrough identification of food remains found in the diet. The results revealed a diet rich in plant foods and food consumption with medicinal properties, which, when associated with paleoparasitológicos previous studies suggest the possibility of a paleofarmacopéia. Still, themeeting of tubers who have suffered some type of cooking indicate that it was a semi-sedentary group with an onset of horticulture. The difference in power between men and women, as well asthe search for foods found in regions far from the location of the archaeological site were also presented here. (AU)^ien
8

Polinização da abóbora (Curcubita moschata D.) pela abelha Arapuá (Trigona spinipes): requerimentos da cultura e eficiência do polinizador / Pumpkin pollination (Curcubita moschata D.) Arapuá by bees (Trigona spinipes) requirements of culture and efficiency of pollinator

Melo, Diogo de Barros Mota January 2010 (has links)
MELO, D. B. M. Polinização da abóbora (Curcubita moschata D.) pela abelha Arapuá (Trigona spinipes): requerimentos da cultura e eficiência do polinizador. 2010. 54 f. Dissertação (Mestrado em Zootecnia) - Centro de Ciências Agrárias, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2010. / Submitted by Daniel Eduardo Alencar da Silva (dealencar.silva@gmail.com) on 2014-12-08T18:58:16Z No. of bitstreams: 1 2010_dis_dbmmelo.pdf: 7176176 bytes, checksum: c3246b371b9a0bafe815d951e74172d1 (MD5) / Approved for entry into archive by José Jairo Viana de Sousa(jairo@ufc.br) on 2016-01-26T20:05:50Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2010_dis_dbmmelo.pdf: 7176176 bytes, checksum: c3246b371b9a0bafe815d951e74172d1 (MD5) / Made available in DSpace on 2016-01-26T20:05:50Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2010_dis_dbmmelo.pdf: 7176176 bytes, checksum: c3246b371b9a0bafe815d951e74172d1 (MD5) Previous issue date: 2010 / This work was aimed at studying the pollination requirements of pumpkin (Curcubita moschata D.) jacarezinho variety, its flower visitors and potential pollinators of this culture. The study was conducted from October 2009 to February 2010, at the Agriculture I sector of Instituto Federal de Alagoa of Campus Satuba, city of Satuba-AL. The pumpkin crop was established following all cultural practices to lead the culture and was intercropped with banana (Musa acuminata). The planted area had 0.3 hectares, with 500 plants. To determine the requirement for pollination studied the efficiency of open pollination, manual cross-pollination and restricted pollination. Floral visitors were collected randomly in different plants 10 minutes every hour, from 05 a.m. to 12 a.m.. It was also evaluated the pollination efficiency of the main pollinators. For the analysis of characteristics (height, weight, number of seeds, polar and equatorial circumference) of fruit produced according to the type of treatment were analyzed using analysis of variance, through the Program SISVAR, adopting a significance level of 5 %. Trigona spinipes and Apis mellifera were the most frequent visitors, with a greater frequency of visits from 6 a.m. to 9 a.m.. All species of visitors foraging nectar. The flowers Curcubita moschata which received no visits weren’t fruitful. The flowers that received treatment manual cross-pollination had fewer fruit set compared with restricted pollination, indicating a possible deficit of pollen grains deposited on its stigma. But in relation to fruit quality manual cross pollination was as effective as the open-pollinated. To study the efficiency of pollinator Trigona spinipes it was checked the settlement of fruit after one, two, three and four visits. There was statistically significant difference (P <0.05) of fruit set in relation to the number of visits. But there was no significant difference (P <0.05) on weight compared with the number of visits the greater was the number of visits, the greater the number of seeds, height and circumference both polar and equatorial (P <0.05). However there was no significant difference (P <0.05) in the number of seed and the height after the third visit and circumference (equatorial and polar) after the second visit. The work showed that the pumpkin is highly dependent on biotic pollinators; Trigona spinipes which is the main pollinator of the crop in the study area and in the range of one to four visit of Trigona spinipes, the higher the number, the higher the fruit set and fruit quality. / O presente trabalho teve como objetivo estudar os requerimentos de polinização da aboboreira (Curcubita moschata D.) variedade jacarezinho, os visitantes florais e os potenciais polinizadores dessa cultura. O estudo foi realizado no período de outubro de 2009 a fevereiro de 2010, no setor de Olericultura do Campus Satuba do Instituto Federal de Alagoas, município de Satuba-AL. O plantio da abóbora foi estabelecido, seguindo todos os tratos culturais para a condução da cultura e se encontrava consorciado com banana (Musa acuminata). A área plantada possuía 0,3 hectares, com 500 plantas. Para determinar o requerimento de polinização estudou-se a eficiência da polinização aberta, restrita e polinização manual cruzada. Os visitantes florais foram coletados ao acaso em diferentes plantas 10 minutos a cada hora, das 05h às 12h. Avaliou-se também a eficiência de polinização dos principais polinizadores. Para as análises das características (altura, peso, número de sementes, circunferência polar e equatorial) dos frutos produzidos em função do tipo de tratamento foram analisadas por meio da Análise de Variância, através do Programa SISVAR, adotando-se nível de significância de 5%. Trigona spinipes e Apis mellifera foram os visitantes mais freqüentes, tendo uma maior freqüência de visita das 6h às 9h. Todas as espécies de visitantes forrageavam a procura de néctar. As flores de Curcubita moschata que não receberam visitas não frutificaram. As flores que receberam o tratamento de polinização manual cruzada obtiveram um número menor de vingamento comparadas à polinização restrita, indicando um possível déficit de grãos de pólen depositado em seu estigma. Porém em relação à qualidade dos frutos a polinização manual cruzada foi tão eficaz (P<0,05) quanto à polinização livre. Para o estudo da eficiência polinizadora da Trigona spinipes verificou-se o estabelecimento de frutos após uma, duas, três e quatro visitas. Houve diferença significativa (P<0,05) do vingamento dos frutos em relação ao número de visitas. Porém não houve diferença significativa (P<0,05) do peso em relação ao número de visitas. Entretanto quanto maior o número de visitas, maior foi o número de sementes, altura e circunferência tanto equatorial como polar (P<0,05). Entretanto não houve diferença significativa (P<0,05) no número de semente e a altura, após a terceira visita e circunferência (equatorial e polar) após a segunda visita. O trabalho mostrou que a abóbora é altamente dependente de agentes polinizadores bióticos; que Trigona spinipes é o principal polinizador da cultura na área estudada e que no intervalo de uma a quatro visitas de T. spinipes, quanto maior for esse número, maior será o vingamento e qualidade dos frutos.
9

Produção de própolis por Apis mellifera L. (africanizadas) e avaliação do uso do pólen na determinação de sua origem botânica / Propolis production by Apis mellifera L. (africanized) and an evaluation of the use of pollen determining propolis’ botanical origin

Santana, Alexa Gabriela 31 March 2003 (has links)
Submitted by Reginaldo Soares de Freitas (reginaldo.freitas@ufv.br) on 2017-03-22T12:04:52Z No. of bitstreams: 1 texto completo.pdf: 1366175 bytes, checksum: 00cc01b4ddac360ee0bfecc0100266ec (MD5) / Made available in DSpace on 2017-03-22T12:04:52Z (GMT). No. of bitstreams: 1 texto completo.pdf: 1366175 bytes, checksum: 00cc01b4ddac360ee0bfecc0100266ec (MD5) Previous issue date: 2003-03-31 / O presente trabalho teve como objetivos realizar o levantamento da flora polinífera que ocorreu na área de estudo; verificar se houve diferenças na produtividade da própolis, quando esta é produzida em apiários localizados em área sombreada e exposta ao sol e verificar se o pólen presente na própolis pode ser utilizado como indicativo de sua origem botânica. Os experimentos foram realizados com colônias de abelhas Apis mellifera (africanizadas), nas duas diferentes condições ambientais, no municíppio de Paula Cândido-MG. Foi realizado um levantamento florístico da região, coletando-se todas as plantas floridas durante o período experimental, para ser utilizado como acervo palinológico para identificação dos tipos polínicos encontrados no coletor e na própolis. Entre as espécies de plantas amostradas na região de Paula Cândido-MG, a família Asteraceae foi que contribuiu com o maior número, com 56 espécies com flores, durante o período experimental. Houve diferenças significativas entre as colônias, independente do local onde estavam instaladas, indicando a possibilidade de aumento na produção através de seleção, também houve diferenças significativas quanto à produtividade média entre as colônias, localizadas na sombra, talvez relacionada com o microclima. Observou-se que a produtividade média variou, nas colônias instaladas na sombra, mostrando resultados significativos; para as colônias instaladas no sol, os resultados não foram significativos, indicando que existem fatores ambientais influenciando na produção. Vinte e quatro tipos polínicos foram encontrados nos coletores de pólen das dez colônias, e todos os tipos foram encontrados na própolis. Somente estruturas vegetais de Baccharis dracunculifolia foram encontrados nos sedimentos da própolis. O pólen encontrado na própolis pode ser indicativo de contaminação, mas a metodologia utilizada não permite determinar, onde essa contaminação está ocorrendo, se ocorre na planta, durante o transporte, na manipulação pelas abelhas, ou dentro das colméias. / This work had the following goals: make a survey of pollen plants occurring in the area studied; verify if there were differences in propolis productivity, when the apiary is located in shadowed and sunny areas; and verify if the pollen present in propolis can be used as an indicative of botanical origin. The experiments were performed with colonies of africanized honeybees – Apis mellifera – in both the environmental conditions, in the city of Paula Candido- MG. A survey of the flora of the region was made, in which all plants that were flowering during the study were collected. These plants were used for the identification of the pollen types present in the pollen trap and in the propolis. Among the plants found in the region, the family Asteraceae had the greatest number, with 56 species with flowers during the study. There were significative differences in the capacity of production among colonies, independent of the local in which they were installed, indicating a possible increase in production using selection. There were also significative differences in the average productivity among colonies installed in shadowed areas, maybe related to the microclimate. The average productivity varied in the colonies installed in shadowed areas, generating significative results; for the colonies installed in sunny areas, the results were not significative, indicating that there are environmental factors influencing in productivity. Twenty four pollen’s traps of the 10 hives and all of them were found in the propolis. Only plant structures of Baccharis dracunculifolia were found in propolis. The pollen found in propolis can be a contamination, but the metodology used does not allow the identification of where this contamination occurs, if this occurs in the plant, during the transportation, during the manipulation by the bees or inside the hives. / Não foi localizado o cpf do autor.
10

Caracterização química, físico-química e espectroscópica do pólen coletado por abelhas sem ferrão Amazônicas.

Rebelo, Kemilla Sarmento 25 February 2011 (has links)
Submitted by Alisson Mota (alisson.davidbeckam@gmail.com) on 2015-07-06T20:58:20Z No. of bitstreams: 1 Dissertação - Kemilla Sarmento Rebelo.PDF: 2928853 bytes, checksum: 58d9d97755e434973f94b65bf4dcf21e (MD5) / Approved for entry into archive by Divisão de Documentação/BC Biblioteca Central (ddbc@ufam.edu.br) on 2015-07-07T12:00:00Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Dissertação - Kemilla Sarmento Rebelo.PDF: 2928853 bytes, checksum: 58d9d97755e434973f94b65bf4dcf21e (MD5) / Approved for entry into archive by Divisão de Documentação/BC Biblioteca Central (ddbc@ufam.edu.br) on 2015-07-07T12:05:33Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Dissertação - Kemilla Sarmento Rebelo.PDF: 2928853 bytes, checksum: 58d9d97755e434973f94b65bf4dcf21e (MD5) / Made available in DSpace on 2015-07-07T12:05:33Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Dissertação - Kemilla Sarmento Rebelo.PDF: 2928853 bytes, checksum: 58d9d97755e434973f94b65bf4dcf21e (MD5) Previous issue date: 2011-02-25 / CNPq - Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico / Bee pollen is produced by bees through the assemblage of pollen mixed with nectar from flowers and their salivary substances. There are times has been used as a food supplement in human nutrition, and represent an important source of nutrients and antioxidants that help prevent many degenerative and cardiovascular diseases. Pollen most studied worldwide is collected by honeybee Apis mellifera, and little is known about the chemical makeup of pollen collected by stingless bees. Besides the conventional methods of analysis of food composition, a method that can be used in the analysis of pollen is the Nuclear Magnetic Resonance Spectroscopy (NMR), with chemometric methods to determine similarities or differences in chemical composition of samples. Therefore, the objective was to determine the chemical composition, physical-chemical and antioxidant potential of pollen collected by Amazon stingless bees Melipona seminigra and M. interrupta, from Meliponary Bee Research Group of National Institute of Amazonian Research in Manaus - AM. The results of chemical analysis and physical-chemical properties of pollen collected by M. seminigra and M. interrupta were respectively 53.39% and 37.12% moisture content in fresh pollen, 12.55% and 8.85% moisture in lyophilized pollen, 11.34% and 6.86% protein, 10.8% and 6.47 % Fat, 4.03% and 2.74% ash, 9.3% and 13.65% fiber, 51.94% and 61.4% carbohydrate, caloric value of 311.3kcal% and 310.7kcal%, total solids of 46.60% and 62.87%, pH 3.70 and 3.34 and water activity of 0.91 and 0.85. Only the pH of the pollen collected by the two bee species and the protein percentage of pollen collected by M. interrupta was at odds with the Technical Regulations Brazilian Fixing the Identity and Quality of pollen. In the analysis by comparative thin layer chromatography was possible to observe characteristic spots of phenolic substances, mainly in the pollen of M. seminigra, which showed antioxidant activity. By 1H NMR spectroscopy was possible to identify characteristic signals of substances α and β-glucose, alanine, ethanol and acetic acid, indicating that pollen is the kind acetic fermentation. The analysis of 1H NMR data by chemometric revealed that Amazonian stingless bees are collecting pollen from different botanical sources and therefore with different chemical compositions, in both the season, as in seasons same. The pollen collected by bees from Amazon, seems to be a very valuable food supplement nutritional standpoint, as well as contain several important nutrients for maintaining health, also has antioxidant activity, which can help prevent several diseases. / O pólen apícola é produzido pelas abelhas, mediante a aglutinação do pólen das flores misturado ao néctar e às suas substâncias salivares. Há tempos este produto vem sendo utilizado como complemento alimentar na nutrição humana, pois representa uma importante fonte de nutrientes e substâncias antioxidantes, que ajudam a prevenir diversas doenças degenerativas e cardiovasculares. O pólen mais estudado em todo o mundo é o coletado pela abelha Apis mellifera, e pouco se conhece sobre a constituição química do pólen coletado por abelhas sem ferrão. Além dos métodos convencionais de análise da composição de alimentos, um método que pode ser empregado na análise de pólen é a Espectroscopia de Ressonância Magnética Nuclear (RMN), que aliada a métodos quimiométricos permite determinar similaridades ou diferenças na composição química das amostras. Portanto, o objetivo deste trabalho foi determinar a composição química, as características físico-químicas e o potencial antioxidante do pólen coletado pelas abelhas sem ferrão amazônicas Melipona seminigra e M. interrupta, provenientes do Meliponário do Grupo de Pesquisas em Abelhas do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, em Manaus – AM. Os resultados das análises químicas e físico-químicas do pólen coletado por M. seminigra e M. interrupta foram respectivamente, 53,39% e 37,12% de umidade no pólen fresco; 12,55% e 8,85% de umidade no pólen liofilizado; 11,34% e 6,86% de proteínas; 10,8% e 6,47% de lipídios; 4,03% e 2,74% de cinzas; 9,3% e 13,65% de fibras; 51,94% e 61,4% de carboidratos; valor calórico de 311,3kcal% e 310,7kcal%; sólidos totais de 46,60% e 62,87%; pH de 3,70 e 3,34; e atividade de água de 0,91 e 0,85. Apenas o pH do pólen coletado pelas duas espécies de abelhas e o percentual de proteína do pólen coletado por M. interrupta estava em desacordo com o Regulamento Técnico Brasileiro de Fixação de Identidade e Qualidade de pólen apícola. Nas análises por cromatografia em camada delgada comparativa foi possível observar manchas características de substâncias fenólicas, principalmente no pólen de M. seminigra, o qual apresentou atividade antioxidante. Por espectroscopia de RMN de 1H foi possível identificar sinais característicos das substâncias α e β-glicose, alanina, etanol e ácido acético, indicando que o pólen pode passar por fermentação do tipo acética. As análises dos dados de RMN de 1H por quimiometria permitiram constatar que as abelhas sem ferrão amazônicas estão coletando pólen de diferentes origens florais e, portanto, com diferentes composições químicas, tanto na mesma estação climática, quanto em estações climáticas diferentes. O pólen coletado pelas abelhas amazônicas parece ser um complemento alimentar muito valioso do ponto de vista nutricional, pois além de conter diversos nutrientes importantes para a manutenção da saúde, apresenta também atividade antioxidante, que pode ajudar na prevenção de diversas doenças.

Page generated in 0.0549 seconds