• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 627
  • 37
  • 8
  • 8
  • 8
  • 8
  • 7
  • 6
  • 5
  • 4
  • 4
  • 4
  • 4
  • 3
  • 2
  • Tagged with
  • 694
  • 185
  • 178
  • 154
  • 109
  • 106
  • 105
  • 100
  • 98
  • 91
  • 79
  • 74
  • 54
  • 52
  • 51
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

A transfiguração poética em Arte de Música de Jorge de Sena

Ferreira, Teresa Isabel de Oliveira Figueiredo Tomás January 2002 (has links)
Em Arte de Música, livro de poemas motivados por peças musicais, grandes intérpretes e compositores da História da música ocidental, a questão da legitimidade das composições poéticas assume um papel fundamental. Neste sentido e, após um enquadramento histórico das relações entre a música e a poesia, a presente dissertação incide sobre o estudo dos tipos de relação de motivação que unem o objectivo musical/paramusical ao objecto poético, trabalho sustentado pela definição da autonomia dos dois sistemas sígnicos, que exclui o factot descritivo ou imitativo do Livro. Toda esta investigação conduz ao ensaio de uma nova abordagem da "série musical" de Jorge de Sena, onde se enfatiza o domínio temático da música nos poemas sobre a música como matériaou como presencialidade.
2

Manifesto pela escritura poética / Manifiesto por la escritura poética

Amaral, André Pereira do [UNESP] 05 May 2018 (has links)
Submitted by ANDRÉ PEREIRA DO AMARAL (andredoamaral.sp@gmail.com) on 2018-07-13T04:52:50Z No. of bitstreams: 1 Manifesto pela escritura poética (2018) - revisado (1).pdf: 1094007 bytes, checksum: 651cfa5530ef51935a2d094536988682 (MD5) / Approved for entry into archive by Laura Mariane de Andrade null (laura.andrade@ia.unesp.br) on 2018-07-13T17:52:26Z (GMT) No. of bitstreams: 1 amaral_ap_me_ia.pdf: 1094007 bytes, checksum: 651cfa5530ef51935a2d094536988682 (MD5) / Made available in DSpace on 2018-07-13T17:52:26Z (GMT). No. of bitstreams: 1 amaral_ap_me_ia.pdf: 1094007 bytes, checksum: 651cfa5530ef51935a2d094536988682 (MD5) Previous issue date: 2018-05-05 / A presente pesquisa-manifesto, escrita por um poeta-pesquisador, é dividida em capítulos pares (normativos) e capítulos ímpares (narrativos) que são sintetizados nos enunciados do manifesto. Estabelece o conceito de profanas escrituras como forma de resistir à gramática do poder e analisa o que fundamenta a escritura poética. Propõe o ensino do letramento poético e da alfabetização autoral no combate a sub-alfabetização e marca a importância da literatura ser lecionada como arte. Por fim, traz relatos de experiências educativas com diferentes grupos em equipamentos culturais da periferia de São Paulo. / La presente investigación-manifiesto, escrita por un poeta-investigador es dividida en capítulos pares (normativos) y capítulos impares (narrativos) ​ que se sintetizan en los enunciados del manifiesto. Establece el concepto de profanas escrituras como forma de resistir a la gramática del poder y analiza lo que fundamenta la escritura poética. Propone la enseñanza del alfabetismo poético y de la alfabetización autoral en el combate a la sub-alfabetización y marca la importancia de la literatura ser enseñada como arte. Por fin, trae relatos de experiencias educativas con diferentes grupos en equipamientos culturales de la periferia de São Paulo.
3

O tratamento da relação entre emoção e linguagem a partir da poética de Aristóteles

Adolfo, Rafael January 2014 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Filosofia, Florianópolis, 2014. / Made available in DSpace on 2015-02-05T20:12:28Z (GMT). No. of bitstreams: 1 330531.pdf: 1800428 bytes, checksum: b2b579221d6fbe716e20ef8debc181e1 (MD5) Previous issue date: 2014 / A presente pesquisa objetiva investigar as relações entre a emoção e a linguagem a partir da Poética de Aristóteles. Enquanto matéria de conhecimento e arte, as emoções (ta pathê) apresentam um modo de ser estruturado na linguagem (logos) poética. Ambas constituem a essência da poesia e do humano, segundo os aspectos racionais, estéticos e técnicos que as caracterizam. Em sua relação com a linguagem na estrutura da poesia, as emoções se tornam um artefato linguístico, isto é, uma configuração artefactual eficiente de significação. Para que resultem excelentes na obra de arte poética, é necessário que o poeta atente ao uso adequado das regras da linguagem e às regras das sensações que acompanham a poesia.<br> / Abstract : The current research aims to investigate the relation between emotion and language from Aristotle's Poetics. As a subject of knowledge and art, the emotions (ta pathê) present a way that can be structured in the poetic language (logos). Both of them stand for the essence of the poetry and of the human, according to the rational, aesthetic and technical aspects that characterize them. In its relation with the language in poetry's structure, the emotions become a linguistic artifact, that is, an efficient artifactual configuration of signification. In order to achieve excellence in the poetic art, it is necessary for the poet to be alert when it comes to the appropriate usage of the language rules and also to the sensation rules that accompany the poetry.
4

Nostos : a nostalgia de todos nós

Miranda, Lenir de January 2003 (has links)
Sob o título de NOSTOS – A NOSTALGIA DE TODOS NÓS, esta dissertação é uma reflexão poética que se desenvolve na dualidade entre literatura e artes plásticas. Estende-se, todo o trabalho, na passagem de uma semântica literária, para um semântica visual, evidenciando-se uma cumplicidade entre palavras e imagens. Assim é manifestada uma visão de mundos, expressados a partir de Ulisses, de James Joyce, precisamente sobre sua Terceira Parte (Nostos), Episódio 17-Ítaca. Projeções visuais, através de pinturas e livros de artista, vêm emanadas do pensamento em torno de Nostos, ou seja, a vontade de regressar e identificar-se com um lugar do próprio Eu, dado pela obra de arte. Nesta reflexão há o descobrir onde se espelhar, como um regresso a si mesmo, possibilitada pela obra que se dispõe também ao olhar do Outro. Há o regressar pelo percurso da obra, intermediada pelo olhar do Outro. Desenvolvendo a conexão fundada pela palavra joyceana e instaurando, a partir dela, um signo visual. O texto, nesta dissertação, refere-se à dialética estabelecida no processo da formação da obra, manifestada na sua poiética. / This text, whose title is “Nostos - The Nostalgia we all have”, is a poetic reflexion upon the duality between literature and visual arts. The whole work reflects upon this passage between literary and visual semantics, revealing the intimacy between words and images. A vision of worlds is thus expressed, taking as starting point James Joyce’s “Ullysses”, especially its 3rd part (Nostos), and its 17th episode (Ithaca) Visual projections, through the artist’s paintings and books, are emanations of nostos, ie, the longing for return and identification with the locus of the self, given by the work of art. In this reflection dwells the finding out of a place to replicate, as if through a looking-glass, as if it were a return to the self, made possible through the work which presents itself to the Other´s gaze. There is a return through the itinerary of the work, mediated by the Other’s gaze, building upon the connection established by Joyce’s words and construing, upon it, a visual sign. The text, in this work, refers to the dialectics established in the process of formation of the work, made visible trough its poiesis.
5

Figuras do espanto : anotações poéticas em seis verbetes

Sá, Andrea Campos de 11 November 2015 (has links)
Tese (Doutorado) – Instituto de Artes da Universidade de Brasília, Programa de Pós-Graduação em Arte, 2015. / Submitted by Raquel Viana (raquelviana@bce.unb.br) on 2016-05-09T13:54:56Z No. of bitstreams: 1 2015_AndreaCamposdeSa.pdf: 12468494 bytes, checksum: a1e024bcdbbd678810bd92701ab8a265 (MD5) / Approved for entry into archive by Marília Freitas(marilia@bce.unb.br) on 2016-05-26T16:48:48Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2015_AndreaCamposdeSa.pdf: 12468494 bytes, checksum: a1e024bcdbbd678810bd92701ab8a265 (MD5) / Made available in DSpace on 2016-05-26T16:48:49Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2015_AndreaCamposdeSa.pdf: 12468494 bytes, checksum: a1e024bcdbbd678810bd92701ab8a265 (MD5) / Esse trabalho constitui a parte escrita da pesquisa em Poéticas Contemporâneas, na qual exponho, de forma sintética e seletiva, os pensamentos e os conceitos que permeiam a minha produção poética. Trata-se, antes de tudo, de uma tese de artista na forma de livro de arte, em cujas paginas figuram imagens das obras realizadas nos últimos anos entremeadas ao texto, este constituído por verbetes, peças-chave na construção da escrita acerca da práxis artística, na medida em que invocam a criação de narrativas que conduzem o leitor aos meandros do pensamento e das idéias que conformam o meu projeto poético. Nesse sentido, os seis verbetes, nomeadamente, PREAMBULO, MEMORIAL, AUTORRETRATO, ESPANTO, ALMA e NOTA, afiguram-se como uma estratégia metodológica para abordar, em poucas palavras, o universo da minha produção imagética. Por ser construída mediante verbetes, a escrita, fragmentaria e repleta de notas, propicia diferentes modos de leitura: pela ordenação das paginas ou pelo folhear alheatório; a livre escolha dos termos.
6

Nostos : a nostalgia de todos nós

Miranda, Lenir de January 2003 (has links)
Sob o título de NOSTOS – A NOSTALGIA DE TODOS NÓS, esta dissertação é uma reflexão poética que se desenvolve na dualidade entre literatura e artes plásticas. Estende-se, todo o trabalho, na passagem de uma semântica literária, para um semântica visual, evidenciando-se uma cumplicidade entre palavras e imagens. Assim é manifestada uma visão de mundos, expressados a partir de Ulisses, de James Joyce, precisamente sobre sua Terceira Parte (Nostos), Episódio 17-Ítaca. Projeções visuais, através de pinturas e livros de artista, vêm emanadas do pensamento em torno de Nostos, ou seja, a vontade de regressar e identificar-se com um lugar do próprio Eu, dado pela obra de arte. Nesta reflexão há o descobrir onde se espelhar, como um regresso a si mesmo, possibilitada pela obra que se dispõe também ao olhar do Outro. Há o regressar pelo percurso da obra, intermediada pelo olhar do Outro. Desenvolvendo a conexão fundada pela palavra joyceana e instaurando, a partir dela, um signo visual. O texto, nesta dissertação, refere-se à dialética estabelecida no processo da formação da obra, manifestada na sua poiética. / This text, whose title is “Nostos - The Nostalgia we all have”, is a poetic reflexion upon the duality between literature and visual arts. The whole work reflects upon this passage between literary and visual semantics, revealing the intimacy between words and images. A vision of worlds is thus expressed, taking as starting point James Joyce’s “Ullysses”, especially its 3rd part (Nostos), and its 17th episode (Ithaca) Visual projections, through the artist’s paintings and books, are emanations of nostos, ie, the longing for return and identification with the locus of the self, given by the work of art. In this reflection dwells the finding out of a place to replicate, as if through a looking-glass, as if it were a return to the self, made possible through the work which presents itself to the Other´s gaze. There is a return through the itinerary of the work, mediated by the Other’s gaze, building upon the connection established by Joyce’s words and construing, upon it, a visual sign. The text, in this work, refers to the dialectics established in the process of formation of the work, made visible trough its poiesis.
7

Miscelânea marmota : a poética das travas elétricas

Olalquiaga, Felipe Ramon Alves 31 March 2016 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Artes, Programa de Pós-Graduação em Arte, 2016. / Submitted by Fernanda Percia França (fernandafranca@bce.unb.br) on 2016-07-15T12:14:09Z No. of bitstreams: 1 2016_FelipeRamonAlvesOlalquiaga.pdf: 18747821 bytes, checksum: 344da94dd32392a02e5870d79496c14a (MD5) / Approved for entry into archive by Raquel Viana(raquelviana@bce.unb.br) on 2016-08-18T17:51:44Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2016_FelipeRamonAlvesOlalquiaga.pdf: 18747821 bytes, checksum: 344da94dd32392a02e5870d79496c14a (MD5) / Made available in DSpace on 2016-08-18T17:51:44Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2016_FelipeRamonAlvesOlalquiaga.pdf: 18747821 bytes, checksum: 344da94dd32392a02e5870d79496c14a (MD5) / Miscelânea sf (lat miscellanea) 1- Reunião de escritos sobre diversos temas de um só autor ou de vários. 2- Compilação de escritos de vários gêneros literários. 3- Mistura de várias coisas; mixórdia, mistifório. 4- Prato de legumes variados; doces diversos, em mistura. Um mix entre o texto acadêmico e o texto poético. Resultado parcial de uma pesquisa desenvolvida nos últimos dois anos, que aborda temas presentes no universo artístico das Travas Elétricas, da Marmota Mona-x e do Felipe Olalquiaga. _______________________________________________________________________________________________ ABSTRACT / miscellany sf (lat miscellanea) 1- written meeting about different themes of a single author or several. 2 written Compilation of various literary genres. 3 mixture of several things; farrago, mistifório. 4 Plate of assorted vegetables; various sweets in mixture. A mix between the academic text and the poetic text. partial result of a research developed in the last two years, which addresses themes present in the artistic universe of Travas Elétricas, Marmot Mona-x and Felipe Olalquiaga.
8

Leminski - Poética da Lemniscata

OLIVEIRA, M. A. F. 24 February 2015 (has links)
Made available in DSpace on 2016-08-29T14:11:31Z (GMT). No. of bitstreams: 1 tese_8593_DISSERTAÇÃO - Marco Aurelio.pdf: 910827 bytes, checksum: 565ff95fc77b05c1a91eca0fc371c1a4 (MD5) Previous issue date: 2015-02-24 / Leminski - Poética da Lemniscata
9

A poetica da aquarela

Bonnemasou, Vera Regina Vilela 24 August 1995 (has links)
Orientadores: Jose Roberto Teixeira Leite e Julio Plaza Gonzales / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Artes / Made available in DSpace on 2018-07-20T11:47:09Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Bonnemasou_VeraReginaVilela_M.pdf: 4139253 bytes, checksum: 5bba860d2545dbf0dffe10ab0f661839 (MD5) Previous issue date: 1995 / Résumé: La technique de l'aquarelle est analysée ayant comme paramêtre Ia peinture sumi-e, lavis oriental, qui possede trois principes essentiels, le "simple", Ia "nature" et lê "symbolique"qui sont en rapport avec les catégories phénoménologiques de Peirce 'la primarité", a "secondarité" et la "tertiairité". La méthodologie et l' esthétique présentent dans ce travail ont un caractere sémiotique mettant en relief Ia notion de I'icone, essentiel à Ia définition de l'objet esthétique. Par une coincindence, cette notion se trouve aussi dans I'esthétique orientale et se manifeste dans Ia peinture sumi-e, I'art le plus représentatif de l'Extrême-Orient. L' aquarelle devient davantage singuliere quand elle est comparée à Ia peinture sumi-e, de caractere plus universel, et peut s'enrichir dans une interaction avec celle-ci. À travers d'une analyse des aquarelles réalisées par l'auteur, on établit un cercle entre Ia partie, théorique et Ia pratique, qui crée une poétique / Resumo: A técnica da aquarela é analisada tendo-se como parâmetro a pintura sumi-e, a aguada oriental, possuidora de três princípios essenciais, o "simples", a "natureza" e o "simbólico", os quais são relacionados com as categorias fenomenológicas de Peirce, a "primeiridade", a "secundidade" e a "terceiridade". A metodologia e a estética que permeiam o trabalho são de cunho semiótico ressaltando-se aí a noção de ícone, essencial à definição do objeto estético. Coincidentemente esta noção está presente na estética oriental e se manifesta na pintura sumi-e, a arte mais representativa do extremo-oriente. A aquarela resulta mais singular comparada com a pintura sumi-e, de caráter mais universal, podendo enriquecer-se numa interação com esta. Por meio da análise das aquarelas realizadas pela autora, estabelece-se uma circularidade entre a parte teórica e a prática, instaurando-se uma poética / Mestrado / Mestre em Artes Plásticas
10

Uma poética audiovisual da transgressão em Jomard Muniz de Britto

MAIA JÚNIOR, Ricardo César Campos 31 January 2009 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T16:27:37Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo1912_1.pdf: 2406708 bytes, checksum: 73d571d0ebeb391e8379d9ce39661473 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2009 / No primeiro semestre de 1974 teve início a produção audiovisual de Jomard Muniz de Britto (JMB), que veio passando do super-8 das décadas de 70 e 80 ao VHS das décadas 80 e 90. Atualmente, na tecnologia digital, seu último trabalho data de 2005: Aquarelas do Brasil. Jomard Muniz transpôs para a tela crítica cultural ou reflexões metalingüísticas indo, esteticamente, do poema processo à popfilosofia, do tropicalismo ao mais recente trabalho com os atentados poéticos. O estudo sobre a narrativa poética e uma possível estética da transgressão nas produções audiovisuais de Jomard Muniz de Britto remete, dessa maneira, à problemática da linguagem cinematográfica como suporte para o intercâmbio entre diversos saberes - reunindo perspectivas de análise da história da cultura brasileira em sua pluralidade. Estando seu campo de atuação ligado com o que JMB definiu, mais profundamente, como a Língua dos três pppês: poeticidade, política e pedagogia. A estética da transgressão nos audiovisuais de JMB se deve a uma lógica própria de relações, onde, no entanto, as premissas são flexíveis. O que o autor propões é um rompimento com as moralidades culturais e tabus sociais, pois, a perspectiva da narrativa poética se relaciona com a liberdade de realização empregada pelo autor na forma-significação da obra fílmica. A análise dos audiovisuais de Jomard Muniz de Britto sugere conceitos não de ordem apriorística, mas abordagens histórico-existenciais, cujo forte ponto de caracterização seja o intercâmbio e a multidisciplinariedade. Dessa forma, é proposta, então, uma análise sobre uma poética audiovisual da transgressão em JMB, de caráter ensaístico

Page generated in 0.0568 seconds