• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 103
  • 77
  • 35
  • 5
  • 4
  • 4
  • 4
  • 3
  • 3
  • 3
  • 1
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 220
  • 220
  • 139
  • 138
  • 138
  • 96
  • 51
  • 47
  • 47
  • 44
  • 41
  • 37
  • 28
  • 28
  • 26
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
41

I Fondi Strutturali europei 2007-2013 in Italia: un'analisi delle criticità / EU Structural Funds 2007-2013 in Italy: an analysis of the reasons behind the delay

Gandolfo, Diego <1984> 10 July 2014 (has links)
A 7 anni dall’avvio dell’ attuazione della Politica di Coesione dell’Unione Europea 2007- 2013, l’Italia ha il tasso di assorbimento dei Fondi Strutturali più basso d’Europa, insieme alla Romania, e rischia di subire un disimpegno delle risorse, che rappresenterebbe un gravissimo fallimento economico e politico. Il contributo di questo lavoro al dibattito sull’uso dei Fondi strutturali in Italia è duplice. Da una parte, per la prima volta, si propone uno studio sistematico delle criticità nella gestione del periodo 2007-2013, che hanno causato l’attuale ritardo nella spesa. Dall’altra, si affronta il problema italiano sia da una prospettiva europea sia nella sua dimensione nazionale, indagando le differenze regionali nella performance di spesa e proponendo un’analisi basata su tre dimensioni principali delle criticità: finanziaria, politica, amministrativa. L’approccio della ricerca consiste nella convergenza di dati quantitativi e qualitativi, raccolti durante un periodo di ricerca a Bruxelles e presso le Autorità di Gestione dei Programmi Operativi cofinanziati dal FESR. La questione dell’assorbimento finanziario e del ritardo nell’attuazione è stata indagata da tre punti di vista. Una prospettiva “storica”, che ha raccontato il ritardo strutturale nell’utilizzo dei Fondi Strutturali in Italia e che ha chiarito come il problema italiano, prima dell’attuale ciclo 2007-2013, sia stato non di quantità, ma di qualità della spesa. La seconda prospettiva è stata di respiro europeo, ed è servita a indagare le cause del basso livello di assorbimento finanziario dell’Italia suggerendo alcuni elementi utili a comprendere le ragioni di un simile divario con gli altri Paesi. Infine, la prospettiva nazionale e regionale ha svelato l’esistenza di un mix complesso, e micidiale, che ha letteralmente paralizzato la spesa italiana dei Fondi. Un mix di fattori finanziari, politici e amministrativi che non ha avuto eguali negli altri Paesi, e che si è concentrato soprattutto, ma non esclusivamente, nelle regioni dell’Obiettivo Convergenza. / After 7 years of EU Cohesion Policy 2007-2013 implementation, Italy has the Europe’s lowest financial absorption rate of Structural Funds, together with Romania, and risks losing part of its money because of the “decommitment” under the n+2 rule, that would represent a great economic and political failure. The contribution of this thesis to the debate on the use of Structural Funds in Italy is twofold. On the one hand, for the first time, it proposes a systematic study on the 2007-2013 management problems, that generated the current delay in expenditure. On the other hand, it faces the Italian problemboth from a European and national perspective, exploring the regional differences in the expenditure performance, and proposing an analysis based on three main dimensions: financial, political, administrative. The core of the methodology is the convergence between quantitative and qualitative data, gathered during a research period in Brussels (DG Regio) and in the Managing Authorities of the Italian Operational Programmes co- financed by ERDF. The issue of “financial absorption capacity” and the delay of the implementation are investigated from three complementary points of view. An “historical” perspective, that showed the structural delay of the Italian implementation and the qualitative, rather than quantitative, problem. The European perspective, that served to explore the causes of the Italian low absorption rate, suggesting some useful elements to understand the reasons of the wide gap between Italy and the other Member States. Finally, the national and regional perspective unveiled the existence of a complex, and deadly, mix of factors that paralysed the Italian expenditure of Structural Funds. A unique mix of financial, political and administrative factors, concentrated mainly, but not exclusively, in Convergence regions.
42

A estratégia de desenvolvimento do 2o. governo Vargas (1951-54)

Roeper, Sandro Joel Roecker January 2007 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio-Econômico. Programa de Pós-Graduação em Economia. / Made available in DSpace on 2012-10-23T06:03:24Z (GMT). No. of bitstreams: 1 252778.pdf: 660756 bytes, checksum: 6705bfac3273438a828af4996697ba7a (MD5) / No presente trabalho é reconstruída a estratégia de desenvolvimento econômico do 2º governo de Getúlio Vargas no Brasil (1951-1954), sob a ótica da EPSM. Para EPSM o desenvolvimento econômico ocorre no sistema-mundo e, portanto, o desenvolvimento de um país ou região deve ser visto em suas interconexões com o sistema-mundo do qual faz parte. Para ver essas interconexões, partimos de uma teoria de funcionamento do sistema-mundo (capítulo 1), em que verificamos como se formam e mantém a divisão internacional do trabalho (estrutura do sistema) através de forças não só econômicas como políticas, que, em grande parte, determina as possibilidades de desenvolvimento econômico em uma determinada região. Em seguida (capitulo 2), é feito um mapa geral da conjuntura do período em questão que é de formação das instituições da hegemonia norte americana na economia-mundo. A estratégia americana para a América latina, na verdade para o terceiro mundo em geral, era a manutenção de portas abertas para investimentos e comércio internacional, possibilitando dessa forma o acesso de empresas americanas a recursos estratégicos para a reconstrução dos centros da economia-mundo da Europa e do Japão utilizando para isso o seu poder militar justificado por uma lógica de combate à URSS, à qual se atribuíam pretensões imperiais e subversivas contra a ordem mundial capitalista. Em seguida, no capítulo 3, analisamos a conjuntura política relevante para o estado brasileiro durante o governo de Vargas. Finalmente, no capítulo 4, reconstruímos a estratégia de Vargas utilizando como fonte não só a política econômica como também seus discursos e pronunciamentos. Procuramos ali, destacar as determinações sistêmicas da estratégia adotada, tanto em sua concepção como em sua possibilidade de sucesso. A estratégia de Vargas era avançar no processo de industrialização o que levava à necessidade de recorrer ao capital estrangeiro. No entanto, a única fonte desse capital, os EUA, não tinham interesse algum em financiar o desenvolvimento brasileiro, obrigando Vargas a entrar em barganhas para conseguir esse capital o que impunha muitas vezes em atitudes aparentemente contraditórias no decorrer do governo. Concluímos que a posição do Brasil como periferia da economia-mundo, justificava a falta de interesse do governo americano no desenvolvimento do Brasil. Ao mesmo tempo as empresas americanas e européias ainda não tinha iniciado um movimento de IED´s em direção aos países do terceiro mundo que pudesse suprir o capital estrangeiro necessário. In the present work is reconstructed the strategy of economic development of Getúlio Vargas 2º government (Brazil - 1951-1954), under the optics of the EPSM. For EPSM the economic development occurs in the world-system and, therefore, the development of a country or region must be seen in its interconnections with the world- system of which it is a part. To see these interconnections, we leave from a theory of the world-system functioning (chapter 1), where we verify how the international division of the work (system structure) is formed and kept, by forces not only economic but politics, which, to a large extent, determines the possibilities of economic development in one determined region. After that (chapter 2), is made a general map of the conjuncture of the period concerned, which is of formation of the North American hegemony institutions in the world-economy. The American strategy for Latin America, actually, for the third world in general, was the maintenance of opened doors for investments and international trade, making possible, in this way, the access of American companies to strategic resources for the reconstruction of the world-economy centers in Europe and Japan, using military power justified by a logic of combat to the USSR, to which was attributed imperial and subversive pretensions against the world-wide capitalist order. After that, in chapter 3, is analyzed the political conjuncture to the Brazilian state during Vargas governament. Finally, in chapter 4, we reconstruct the strategy of Vargas using as source not only the economic policy but also his speeches and uprisings. There, was looked for detaching the systemic determination of the adopted strategy, as much in its conception as in its possibility of success. The strategy of Vargas was to advance in the industrialization process what lead to the necessity of appealing to foreign capital. However, the only source of this capital, U.S.A. government, did not have any interest in financing the Brazilian development, compelling Vargas to enter in bargains to obtain this capital, what imposed, many times, apparently contradictory attitudes on the elapsing of the government. We conclude that the position of Brazil as periphery of the economy-world, justified the lack of interest of the American government in the Brazilian development. At the same time the American and Europeans companies had still not initiated a movement of FDI's in direction to the countries of the third world that could supply the necessary foreign capital.
43

Distribución, crecimiento y reformas estructurales: el caso chileno.

Heresi Gajardo, Rodrigo, Moreno Droguett, M. Carolina January 2004 (has links)
De este modo, el análisis de la distribución de ingreso y del desarrollo como país, hoy en día, requiere responder algunas preguntas claves tales como: ¿Tiene la desigualdad relación con el crecimiento? ¿Qué papel juegan las reformas estructurales? ¿Cómo se comporta la distribución de ingresos frente a shocks macroeconómicos? ¿Los niveles de desigualdad actuales son distintos a los históricos? ¿Cuáles son los determinantes de la desigualdad? Estas y otras preguntas que puedan surgir del análisis no parecen estar resueltas, al menos en el caso chileno. Sin embargo, son estos los temas que este trabajo intentará abordar.
44

Os regimes de investimento direto estrangeiro no Brasil : regulação e política externa nacional /

Corrêa, Cristiane Sanches de Souza. January 2007 (has links)
Orientador: Reginaldo Carmello Correa de Moraes / Banca: Andrei Koerner / Banca: Álvaro Gabriel Bianchi Mendez / O Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais é instituído em parceria com a Unesp/Unicamp/PUC-SP, em projeto subsidiado pela CAPES, intitulado "Programa San Tiago Dantas" / Resumo: Este estudo analisa a regulação dos regimes de investimento direito estrangeiro (IDE) no Brasil e o papel exercido pela política externa nacional. Objetiva-se verificar que espécies de medidas de tomada de decisão são capazes de garantir a potencialidade produtiva do investimento direto. A necessidade de atração do capital estrangeiro é surpreendida por conflitos próprios da política econômica adotada pelo Estado Brasileiro, bem como pela distribuição das relações de poder e riqueza no contexto do sistema internacional. A tese também questiona a amplitude da aplicação do Princípio da Não Discriminação, com o intuito de reavaliar o tratamento conferido ao capital estrangeiro ao longo de cada regime de investimento. / Abstract: This thesis analyses the rule of foreign direct investment (FDI) regimes in Brazil and the impact of the national foreign policy. Its purpose is to verify which choice processes are able to achieve the direct investment's productivity potential. The need to attract foreign capital can be surprise by inherent conflicts of national economic policies and by distribution of power and fortune relations under the international system's juncture. This paper also questions the width of Non Discrimination Principle's applicability in order to revalue the foreign capital's treatment during each FDI's regime. / Mestre
45

Oportunidades de negocios para productores chilenos en mercados Sudeste Asiático

Bustos Riquelme, Mirko, Espiñeira Orlandi, Martina January 2015 (has links)
Seminario para optar al mtítulo de Ingeniero Comercial, Mención Administración / Durante las últimas tres décadas Chile ha sido pionero al suscribir numerosos acuerdos comerciales con 22 naciones en el mundo que le han permitido impulsar una exitosa estrategia de crecimiento basado en exportaciones. A pesar del alto impacto sobre los niveles de crecimiento del PIB, el 52% de las exportaciones están compuestas por cobre, el cual tiene una alta variabilidad, y el 70% tienen por destino China, Estados Unidos, Europa, Japón y el Mercosur. A partir de esto determinamos la importancia de impulsar una estrategia de diversificación de exportaciones tanto en destinos como en productos, por lo que detectamos oportunidades para el rubro agroalimentario en el subconjunto de naciones ASEAN, compuesto por 10 naciones que representan el 8% de la población mundial y poseen altas tasas de crecimiento demográfico y económico. Luego, la investigación consistirá en detectar y cuantificar las oportunidades comerciales existentes en este bloque de naciones, dirigido principalmente a productores y exportadores de fruta, productos del mar, vino embotellado y alimentos en general que tengan interés en diversificar los mercados a los cuales exportan sus productos. La elección del bloque de naciones ASEAN como destino y fuente de oportunidades bilaterales para Chile surge amparado en la complementariedad de las balanzas comerciales de ambas naciones, la alta concentración poblacional y bajos promedios etarios propios de las naciones de destino, la implementación de recientes tratados de libre comercio con Tailandia y Vietnam, y la positiva evolución de indicadores macroeconómicos como el consumo y la inversión que crecen de la mano de la clase media. Para detectar las oportunidades comerciales, se utilizaran métodos cualitativos y cuantitativos que incorporen marcos teóricos de probada utilidad en el mundo comercial como análisis de distancias culturales, administrativas, geográficas y económicas; análisis de los factores relevantes en cada país diferenciados en políticos, económicos, sociales y tecnológicos con el objeto de manejar el riesgo; y análisis FODA de fortalezas, oportunidades, debilidades y amenazas que enfrentan las industrias chilenas en cada uno de los mercados de destino. A partir de lo anterior se plantean objetivos para cada uno de los mercados de destino, estrategias a ser implementadas y recomendaciones específicas de producto, precio, canal y promoción.
46

Brasil e Argentina nos quadros da economia-mundo capitalista

Filomeno, Felipe Amin January 2006 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio-Econômico. Programa de Pós-Graduação em Economia. / Made available in DSpace on 2012-10-22T15:04:35Z (GMT). No. of bitstreams: 1 226954.pdf: 1015869 bytes, checksum: add7c88553cc43455411b1e69e2af6ba (MD5)
47

Comportamento do Banco Bradesco S. A. frente aos eventos econômicos de 1994 a 2003

Teixeira, Samuel Sergio January 2004 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção. / Made available in DSpace on 2012-10-22T02:58:24Z (GMT). No. of bitstreams: 1 213962.pdf: 311542 bytes, checksum: bcd3811be4ce3b2aa91a2ceab1708c19 (MD5) / Este trabalho analisa o comportamento do Banco Bradesco S. A. frente aos eventos econômicos desde a implantação do Plano Real (1994) até o ano de 2003. Para isso abordam-se a finalidade dos demonstrativos financeiros, o estudo dos indicadores financeiros tradicionais, além do demonstrativo de origens e aplicações de recursos, os acontecimentos políticos econômicos desde 1994 até 2003. Identificam-se os modelos de índices financeiros de análise que melhor refletem o comportamento econômico financeiro do Bradesco. Aplicam-se os modelos de análise dos indicadores financeiros tradicionais e da DOAR sobre o Banco Bradesco S. A. além da descrição das estratégias implementadas pelo banco. A conclusão demonstra que o banco delineou uma performance econômico-financeiro satisfatória, caracterizada pelos ótimos índices financeiros, notadamente pela rentabilidade do Patrimônio Líquido e do Ativo.
48

A política tributária brasileira e seus impasses nos anos 90

Strapazzon, Carlos Luiz January 2001 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Jurídicas. Programa de Pós-Graduação em Direito / Made available in DSpace on 2012-10-19T10:09:09Z (GMT). No. of bitstreams: 0Bitstream added on 2014-09-25T23:40:44Z : No. of bitstreams: 1 181982.pdf: 5285394 bytes, checksum: 485d142b88f851c93276ab789ad6a8b9 (MD5) / Este estudo é uma abordagem da história da política tributária brasileira. Seu propósito é tentar compreender como o sistema de tributos do Brasil conviveu com as diferentes políticas de desenvolvimento em suas diferentes fases de crescimento e crise. É também uma tentativa introdutória de entender as relações existentes entre a atual crise do Estado brasileiro e o sistema de tributos que o financia. Por isso procura investigar quais seriam as questões tributárias novas, bem como as herdadas do passado, que dificultam a resolução de problemas estruturais das finanças públicas e da economia brasileira. A questão tributária no Brasil tem-se relacionado, historicamente, com o déficit público, com o anti-federalismo, com a concentração de renda e com a falta de racionalidade econômica. Parece que ainda mantém esses vícios e, apesar do fim do autoritarismo militar, continua carecendo de institucionalização democrática.
49

Os regimes de investimento direto estrangeiro no Brasil: regulação e política externa nacional

Corrêa, Cristiane Sanches de Souza [UNESP] 26 September 2007 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2015-08-20T17:09:19Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2007-09-26. Added 1 bitstream(s) on 2015-08-20T17:27:18Z : No. of bitstreams: 1 000742078.pdf: 685849 bytes, checksum: b0dffd647e9440d5106df109e894393b (MD5) / Este estudo analisa a regulação dos regimes de investimento direito estrangeiro (IDE) no Brasil e o papel exercido pela política externa nacional. Objetiva-se verificar que espécies de medidas de tomada de decisão são capazes de garantir a potencialidade produtiva do investimento direto. A necessidade de atração do capital estrangeiro é surpreendida por conflitos próprios da política econômica adotada pelo Estado Brasileiro, bem como pela distribuição das relações de poder e riqueza no contexto do sistema internacional. A tese também questiona a amplitude da aplicação do Princípio da Não Discriminação, com o intuito de reavaliar o tratamento conferido ao capital estrangeiro ao longo de cada regime de investimento. / This thesis analyses the rule of foreign direct investment (FDI) regimes in Brazil and the impact of the national foreign policy. Its purpose is to verify which choice processes are able to achieve the direct investment's productivity potential. The need to attract foreign capital can be surprise by inherent conflicts of national economic policies and by distribution of power and fortune relations under the international system's juncture. This paper also questions the width of Non Discrimination Principle's applicability in order to revalue the foreign capital's treatment during each FDI's regime.
50

Three Economic Extensions of John Rawls's Social Contract Theory: European Fiscal Union, Tax Compliance and Climate Change

Klaser, Klaudijo January 2019 (has links)
In my thesis I apply the ethical model developed by John Rawls (1999) to three systems which have an economic dimension: European Union, tax compliance and environmental sustainability. With this task my purpose is to answer to the following overarching research question: is an impartial and non-binding agreement, conceived in a Rawlsian frame, sufficient to generate fair and stable redistributive institutions? This general research question is then addressed and inflected according to the specific economic domains mentioned above.

Page generated in 0.1124 seconds