• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 184
  • 4
  • 2
  • 1
  • Tagged with
  • 193
  • 86
  • 42
  • 40
  • 33
  • 29
  • 29
  • 26
  • 26
  • 22
  • 21
  • 19
  • 19
  • 18
  • 16
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

O anjo bom e o anjo mau: um estudo sobre identidade(s) prostitucional(ais) no Recife

Da Silva Alcoforado, Elizabeth 1999 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T23:16:34Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo9377_1.pdf: 632591 bytes, checksum: 6bfdf37a345265b94028a92414533c80 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 1999 Este trabalho teve como propósito, compreender a(s) formação(ões) identitária(s) das mulheres que sobrevivem da prostituição, objetivando verificar se a dicotomia identitária - o anjo bom e o anjo mau - concorreria de que forma para a formação do processo político organizativo dessas mulheres. A efetivação do estudo tomou como parâmetro a definição de identidade social concebida a partir de um processo dinâmico em que o sujeito se conhece e é reconhecido socialmente. Desta forma, as atividades estruturantes dos agentes na elaboração e produção das representações e identidades demonstram que os indivíduos pensam e representam o mundo mediante referências gestadas no social. Na busca da compreensão das significações sociais que compõem essa construção identitária, aportamo-nos nos estudos acerca do campo representacional como forma de adentrarmos esse dúbio mundo vivido pelas mulheres prostitutas, enquanto anjos bons e maus. Delimitamos como unidade de análise as prostitutas inseridas no foco prostitucional da Rio Branco, área situada na parte histórica da cidade do Recife, como locus privilegiado, histórico e socialmente reconhecido da prostituição
2

Profissionais do sexo feminino em três áreas do ceará : fatores que ampliam a vulnerabilidade para DST/AIDS Female sex workers in three areas of Ceará : factors that increase vulnerability to STD / AIDS

Macena, Raimunda Hermelinda Maia 2009 (has links)
MACENA, Raimunda Hermelinda Maia. Profissionais do sexo feminino em três áreas do Ceará : fatores que ampliam a vulnerabilidade para DST/aids. 2009. 66 f. : Tese (doutorado) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Ciências Médicas, Fortaleza-CE, 2009. Submitted by denise santos (denise.santos@ufc.br) on 2011-10-06T15:12:31Z No. of bitstreams: 1 2009_tese_rhmmacena.pdf: 946436 bytes, checksum: 97f25bb2b1f4798105358241461462bb (MD5) Approved for entry into archive by Eliene Nascimento(elienegvn@hotmail.com) on 2011-10-07T16:36:36Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2009_tese_rhmmacena.pdf: 946436 bytes, checksum: 97f25bb2b1f4798105358241461462bb (MD5) Made available in DSpace on 2011-10-07T16:36:36Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2009_tese_rhmmacena.pdf: 946436 bytes, checksum: 97f25bb2b1f4798105358241461462bb (MD5) Previous issue date: 2009 Prostitution can be found in any country, regardless of their level of development. This occupation exposes the individual to a wide range of health risks. This study documents, sectional investigated risk factors for HIV and other STDs among female sex workers in three geographical areas of Ceara. Factors related to socio-demographic profile, knowledge and practices concerning STD / AIDS, prevalence of infection by HIV and Treponema palidum were related to engaging in unprotected sex. The sample consisted of 819 women who reported sexual practice paid within 180 days preceding the survey recruited through snowball in the cities of Fortaleza, Sobral, Juazeiro and Crato, between February and November 2003. The analysis was performed using STATA, version 10.0. The prevalence of HIV and syphillis was 2.1% and 19.5%, respectively. Most are young women (<28anos; 64.6%), brown (61.1%) with incomplete primary education (56.6%), with stable relationships past (44.1%), working in bars (54 2%) and brothels (17.5%) with high frequency of alcohol weekly (44.2%). Sexual behavior reveals involvement in unprotected sex (35.1%). Prostitution was characterized by an average of seven different partners in the last seven (7) days of realiação the study, collection of low values. Prostituição pode ser encontrada em qualquer país, independentemente do seu nível de desenvolvimento. Esta ocupação expõe o indivíduo a uma ampla gama de riscos para a saúde. Este estudo documental, seccional investigou os fatores de risco para HIV e outras DST entre profissionais do sexo feminino em três áreas geográficas do Ceará. Fatores relativos ao perfil sócio-demográfico, conhecimentos e práticas relativas às DST/aids, prevalência da infecção pelo HIV e pelo Treponema palidum foram relacionados ao envolvimento em relações sexuais desprotegidas. A amostra foi constituída por 819 mulheres que referiram prática sexual remunerada nos 180 dias anteriores à pesquisa recrutadas através de snowball nos municípios de Fortaleza, Sobral, Juazeiro do Norte e Crato, entre fevereiro e novembro de 2003. A análise foi realizada através do STATA, versão 10.0. A prevalência de HIV e sífils foi 2,1% e 19,5%, respectivamente. A maioria são mulheres jovens (<28anos; 64,6%), pardas (61,1%), com ensino fundamental incompleto (56,6%), com relacionamentos estáveis anteriores (44,1%), atuando em bares (54,2%) e bordéis (17,5%), com alta frequência de consumo de álcool semanal (44,2%). O comportamento sexual revela envolvimento em relações sexuais desprotegidas (35,1%). A prostituição caracterizou-se por uma média de sete parceiros diferentes nos últimos sete (7) dias da realiação do estudo, cobrança de baixos valores.
3

Salvar cordeiros imolados : a gestão do combate à pornografia infantil na internet e a proteção de crianças

Rabelo, Mariana Cintra 15 August 2013 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Sociais, Departamento de Antropologia, Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social, 2013. Submitted by Elna Araújo (elna@bce.unb.br) on 2013-12-04T22:34:05Z No. of bitstreams: 1 2013_MarianaCintraRabelo.pdf: 2753535 bytes, checksum: f2d3427e8b6270273aeba90b9ca30698 (MD5) Approved for entry into archive by Patrícia Nunes da Silva(patricia@bce.unb.br) on 2013-12-10T19:21:15Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2013_MarianaCintraRabelo.pdf: 2753535 bytes, checksum: f2d3427e8b6270273aeba90b9ca30698 (MD5) Made available in DSpace on 2013-12-10T19:21:15Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2013_MarianaCintraRabelo.pdf: 2753535 bytes, checksum: f2d3427e8b6270273aeba90b9ca30698 (MD5) A presente pesquisa tem como proposta compreender dinâmicas práticas e discursivas envolvidas nas apurações, decisões e investigações governamentais referentes à pornografia infantil na Internet. O campo de pesquisa foi o GECOP, Grupo Especial de Combate aos Crimes de Ódio e à Pornografia Infantil na Internet, órgão central do Departamento de Polícia Federal, onde pude realizar uma etnografia da apresentação de si, por meio de explanações e demonstrações protagonizadas por funcionários deste setor institucional. Este trabalho problematiza os meios e formas de construção de um aparato tutelar cujo eixo realiza definições de menoridade, vítima, violência e perigo. As discussões se relevam pelo delineamento de um conjunto de moralidades, articulações em redes de conhecimento que se tensionam, consolidando objetivos e soluções encarnados em trajetórias individuais e institucionais, na perspectiva do GECOP. Assim, vem à tona a constituição de um dever ser de proteção compartilhada sobre menores por idade e sobre a circulação mundializada de suas imagens em linguagens sexual, pornográfica e/ou violenta. A importância empírica da construção e conquista jurídico-penal de territórios para a persecução de crimes perpetrados por meio da internet tornou-se basilar para as análises propostas. A demarcação de fronteiras de atuação, de territórios em vias de reconhecimento e classificação, embasa o empreendimento protetivo que distingue, segrega e redefine as posições entre personagens imbricados no enquadramento da pornografia infantil na internet. Por fim, a discussão recai sobre as formas de caracterização de interações carentes de intervenção policial e como isso se liga à tradução do polo vitimado de tais interações. A operacionalização de individualizações, localizações e desindividualizações se mostra elemento chave para compreensão de como se forjam ferramentas para produção de populações geríveis e como se legitima e institucionaliza ações tutelares. _________________________________________________________________________ ABSTRACT The presented research proposes to comprehend practical and discursive dynamics involved on governmental canvasses, decisions and investigations related to child pornography on internet. The research field was the GECOP (Grupo Especial de Combate aos Crimes de Ódio e à Pornografia Infantil na Internet), an special investigation group of criminal cases of hate and child pornography on internet, inserted on the central administration from Departamento de Polícia Federal (Federal Police Department), where I conducted an ethnography from the group’s self-presentation. This work problematizes the ways and means of constructing a tutelary apparatus, from which underageness, victim, violence and danger are defined. The discussions plan a set of moralities and speeches on knowledge nets, that consolidate objectives and solutions that assume individual and institutional paths on GECOP’s perspective. Thus it comes up the formulation of a shared duty of protection over underage and over the global circulation of their images on a sexual, pornographical or violent frames. The empirical relevance of the building and conquest of criminal legal territories for the prosecution of crimes occurred on the internet became basal for the proposed analysis. The delimitation of actuation territories underlies the protective work that redefines the symbolical footing of pedophiles and victims on child pornography on the internet. Lastly, the discussion focusses on the characterization of situations that demand police intervention and also on the importance of the victim to administrative procedures. The construction of individualizations, localizations and “dis-individualizations” is the key on understanding the production of population’s management and the legitimation of tutelary actions.
4

O tráfico de mulheres : o caso do tráfico interno de mulheres para fins de exploração sexual no estado do Ceará

Costa, Andréia da Silva 12 March 2008 (has links)
Made available in DSpace on 2018-10-05T23:10:58Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2008-03-12 The crime of trafficking in persons, in its most varied purposes, is the newest form of transnational organised crime which is present in several countries in the world, moving exorbitant sums of money. The illegal trade of women for sexual exploitation is embodies in a lucrative business for criminal groups involved because of the high profits and impunity associated with it. For the traffickers, marketing people is better than market drugs, for example, because people can be used repeatedly, thus having greater durability. This search is available to analyse that mode criminal under four perspectives: a) under overall, it is touched up the trafficking in persons in the world, explaining its more general aspects, as a concept, purpose, species, etc.. b) under national, was conducted an analysis of crime in Brazil, bringing its history, treaties signed and law, among other features such as search, profiles of victims, traffickers, etc.. c) in the state, there was the context of trafficking in the state of Ceará, being made reference to performance of the Office of Combat Trafficking in Persons and Victim Assistance to the State of Ceará, and finally, d) the perspective of internal trafficking of women for sexual exploitation in Ceará, were plotted the profiles of the victims cearenses female and traffickers as well as the form of action of the Square. To illustrate the reality Ceará, two concrete cases were brought occurring in the state of Ceará. O crime de tráfico de pessoas, nas suas mais variadas finalidades, é a mais nova forma de crime organizado transnacional que está presente em diversos países do mundo, movimentando quantias exorbitantes de dinheiro. O comércio ilegal de mulheres para fins de exploração sexual se consubstancia em um negócio lucrativo para os grupos criminosos envolvidos em razão dos altos lucros e da impunidade inerente ao mesmo. Para os traficantes, comercializar pessoas é melhor do que comercializar drogas, por exemplo, pois as pessoas podem ser usadas repetidas vezes, tendo, assim, uma maior durabilidade. A presente pesquisa dispôs-se a analisar referida modalidade criminosa sob quatro perspectivas: a) no âmbito global, abordou-se o tráfico de pessoas no mundo, esclarecendo seus aspectos mais gerais, como conceito, finalidades, espécies, etc.; b) no âmbito nacional, foi realizada uma análise do crime no Brasil, trazendo seu histórico, tratados assinados e legislação interna, dentre outras particularidades como pesquisas, perfis de vítimas, de traficantes, etc.; c) no âmbito estadual, verificou-se o contexto do tráfico no Estado do Ceará, sendo feita referência à atuação do escritório de Combate ao Tráfico de Pessoas e Assistência à Vítima do Estado do Ceará; e, por fim, d) na perspectiva do tráfico interno de mulheres para fins de exploração sexual no Ceará, foram traçados os perfis das vítimas cearenses do sexo feminino e dos traficantes, bem como a forma de atuação das quadrilhas. Para ilustrar a realidade cearense foram trazidos dois casos concretos ocorridos no Estado do Ceará.
5

A difícil vida fácil: o mundo da prostituição e suas representações na cidade de Manaus (1890-1925)

Lira, Bárbara Rebeka Gomes de 8 May 2014 (has links)
Submitted by Elaine Lucia (lucia.elaine@live.com) on 2015-06-01T18:02:53Z No. of bitstreams: 1 Dissertação - Bárbara Rebeka Gomes de Lira.pdf: 286957 bytes, checksum: 46f7fa13381f87b49a66f3379dede750 (MD5) Approved for entry into archive by Divisão de Documentação/BC Biblioteca Central (ddbc@ufam.edu.br) on 2015-06-02T18:09:32Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Dissertação - Bárbara Rebeka Gomes de Lira.pdf: 286957 bytes, checksum: 46f7fa13381f87b49a66f3379dede750 (MD5) Approved for entry into archive by Divisão de Documentação/BC Biblioteca Central (ddbc@ufam.edu.br) on 2015-06-02T18:49:09Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Dissertação - Bárbara Rebeka Gomes de Lira.pdf: 286957 bytes, checksum: 46f7fa13381f87b49a66f3379dede750 (MD5) Made available in DSpace on 2015-06-02T18:49:09Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Dissertação - Bárbara Rebeka Gomes de Lira.pdf: 286957 bytes, checksum: 46f7fa13381f87b49a66f3379dede750 (MD5) Previous issue date: 2014-05-08 CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior This dissertation aims to analyze the representations of the prostitution practice in Manaus city, in the late 19th century and early 20th. Aiming to comprehend the everyday of associations and images produced about prostitution, in which places the sexual commerce was established, the debates presented about the theme and the medical-hygienists and police interferences faced by the prostitutes. The narrative is built from the representations constructed by subjects from another time, through the local journals, public repartitions reports, police chiefdoms registers and medical records. Searching in these evidences, the prostitute women which were still mothers, daughters and wives, and in the streets or houses offered their sexual services as a merchandise. The everyday of (in) tolerance is presented in the moment in which the behavior patterns were forced: the luxury prostitution is masquerade as a necessary evil by the same authorities that condemned the miserable prostitution and tried to abolish the practice. The recidivists images of prostitution in Manaus present various forms of representation, revealing the phantasmagorical projections and resistance practices. Esta dissertação tem como objetivo analisar as representações da prática da prostituição na cidade de Manaus, no final do século XIX e início do XX, bem como compreender o cotidiano de associações e imagens produzidas sobre a prostituição, em quais lugares o comércio sexual era estabelecido, os debates apresentados sobre o tema e as interferências médico-higienistas e policiais enfrentadas pelas prostitutas. A narrativa é fundamentada a partir das representações construídas pelos sujeitos de outro tempo, através dos jornais locais, relatórios de repartições públicas, registros de Chefaturas de polícia e fichas médicas, buscando nesses indícios, as mulheres prostitutas que também eram mães, filhas e esposas, e que nas ruas ou nas casas ofereciam seus serviços sexuais como mercadoria. O cotidiano de (in) tolerância é apresentado no momento em que padrões de comportamentos eram impostos: a prostituição de luxo é mascarada como “mal-necessário” pelas mesmas autoridades que condenavam a prostituição miserável e tentavam abolir a prática. As imagens reincidentes da prostituição em Manaus mostram diversas formas de representações, revelando as projeções fantasmagóricas e as práticas de resistência.
6

Marias sem glória: retratos da prostituição feminina na Salvador das primeiras décadas republicanas

Mendonça, Carolina Silva Cunha de 2014 (has links)
Submitted by PPGH null (poshisto@ufba.br) on 2017-06-26T14:33:56Z No. of bitstreams: 1 Dissertação Carolina.pdf: 1540853 bytes, checksum: 1922c0ea9526940f4c0ab1eeb992e8f8 (MD5) Approved for entry into archive by Uillis de Assis Santos (uillis.assis@ufba.br) on 2017-06-29T11:51:49Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Dissertação Carolina.pdf: 1540853 bytes, checksum: 1922c0ea9526940f4c0ab1eeb992e8f8 (MD5) Made available in DSpace on 2017-06-29T11:51:49Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Dissertação Carolina.pdf: 1540853 bytes, checksum: 1922c0ea9526940f4c0ab1eeb992e8f8 (MD5) CNPq Esta dissertação busca discutir como foi retratada a prostituição feminina em Salvador, no período de 1889 a 1920, durante a Primeira República, através da análise de teses médicas da Faculdade de Medicina da Bahia, artigos acadêmicos de médicos e juristas, apreciações do Código Penal de 1890 – suas alterações e comentadores – e notícias de jornais do período sobre o cotidiano da prostituição na primeira capital do Brasil. Questões como a incidência da sífilis, a regulamentação da prostituição, o crime de lenocínio e o chamado tráfico de escravas brancas são levantadas para compreender quais preocupações circundavam os debates de médicos, juristas, legisladores, jornalistas e policiais, no que dizia respeito ao comércio sexual.
7

ESstatuto social da prostituição: uma crítica ao padrão conceitual de positivação atribuído à prostituição contemporânea

Silva, Ana Cristina Oliveira da 14 September 2012 (has links)
Submitted by Israel Vieira Neto (israel.vieiraneto@ufpe.br) on 2015-03-05T12:37:59Z No. of bitstreams: 2 license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5) DISSERTAÇAO Ana Cristina da Silva.pdf: 1568989 bytes, checksum: c263bca3452df395c59da22420da2696 (MD5) Made available in DSpace on 2015-03-05T12:37:59Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5) DISSERTAÇAO Ana Cristina da Silva.pdf: 1568989 bytes, checksum: c263bca3452df395c59da22420da2696 (MD5) Previous issue date: 2012-09-14 CNPq A partir dos anos de 1990 no Brasil, o tratamento dispensado à questão da prostituição passou por um deslocamento substancial no que se refere à conceituação de seu estatuto social. Esse período marcou o início de um processo de debates que teve seu ponto culminante materializado na elaboração do PL 98/2003, construído numa parceria entre o Deputado Federal que o subscreve e a direção hegemônica do movimento organizado de prostitutas no país. Desde então o destino da prostituição passou a despertar interesses sociais cada vez mais amplos. A concepção do PL 98/2003 é expressão de um novo tipo de militância social, circunscrito ao universo das lutas de mulheres, que busca, a partir da descriminalização e liberalização da atividade, conquistar uma série de direitos para as prostitutas e atribuir efetiva positividade à prostituição. Desse modo, procura retirar a prostituição da esfera criminal e sanitária e inscrevê-la na esfera do trabalho, associada ao turismo e ao entretenimento. Do ponto de vista teórico, a luta pela positivação da prostituição se assenta sob o espectro da crítica aos clássicos movimentos feministas e socialistas, por um lado, e ao terreno das lutas por mudanças políticas [práticas] na defesa da emancipação feminina, por outro. Toda essa tentativa de alteração do estatuto social da prostituição se articula aos impactos das profundas transformações contemporâneas desenvolvidas no mundo do trabalho e somente pode ser entendida se se procura na história social do fenômeno tanto sua exteriorização real quanto sua mistificação e teorização, demonstrando os inúmeros vínculos que ligam a prostituição às relações sociais mais gerais, ou seja, suas conexões intrínsecas ao modo como, no ―mundo dos homens‖, se constrói e se desenvolve a reprodução social. Este estudo, dentro de suas possibilidades, buscará mostrar os alcances e limites da nova proposta de positivação da prostituição a partir de reflexões acerca das determinações históricas e relacionais que marcaram a trajetória da prostituição, além de buscar expor algumas de suas complexas mediações com o poderoso complexo da cultura patriarcal, da ideologia machista e da alienação. Por fim apontaremos para a necessidade da superação da mercantilização da vida, sobretudo a das mulheres, a partir da perspectiva de uma efetiva emancipação humana.
8

Profissionais do sexo: controle social e cidadania avaliação em dois municípios no Estado de São Paulo Professionals of the sex: social control and citizenship evaluation in two towns in the State of São Paulo

Brito, Nair Soares de 2006 (has links)
Made available in DSpace on 2012-09-06T01:11:44Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) 944.pdf: 511365 bytes, checksum: 6ecf969d83a90fed2150874f21450c84 (MD5) Previous issue date: 2006 Esta dissertação é uma avaliação de resultados, realizada em dois municípios do Estado de São Paulo, que executaram projetos para mulheres profissionais do sexo, sendo um, coordenado por uma ONG e o outro por uma OG. A avaliação respondeu à seguinte pergunta: (...) Apesar do direito de cidadania e da participação em instâncias de controle social estarem garantidos na constituição democrática e cidadã de 1988, esta não é uma realidade entre as mulheres profissionais do sexo nos municípios avaliado, isto se deu por alguns motivos: estruturação dos conselhos locais, presença do estigma e do preconceito identificados nas práticas e nos discursos dos atores locais, envolvidos direta ou indiretamente com o projeto. Uma das razões para o pouco avanço das discussões sobre direito eparticipação foi devido à ênfase dos dois projetos sobre prevenção as DST e aidsdescolada desta perspectiva, que depositaram a expectativa de mudança de atitude frente à epidemia de HIV e aids sobre o conhecimento dos corpos, em detrimento dos diferentes contextos vividos pelas mulheres profissionais do sexo dentro e fora da profissão e pelos quais moldam e são moldados os discursos e as práticas. Outro resultado desta avaliação identificou, que o projeto executado pela OG revelou-se capaz de organizar o serviço para o atendimento das mulheres, porém, issosó foi possível devido à intervenção direta da coordenadora. Já as mulheres que participaram do projeto executado pela ONG, tiveram dificuldades para agendarem consultas e exames. Os serviços de saúde referenciados para este atendimento, demonstraram pouco conhecimento sobre o projeto e sobre arealidade dessas mulheres. No entanto, foi possível identificar que as mulheres possuem um discurso mais articulado, com as questões de saúde, e participam mais na tentativa de melhorar os serviços em que são atendidas.
9

Análise de dados coletados por respondent-driven sampling(RDS): um estudo da prevalência de HIV e fatores associados entre mulheres trabalhadoras do sexo em 10 cidades brasileiras Analysis of data collected by respondent-driven sampling (RDS): a study of HIV prevalence and associated factors among female sex workers in 10 Brazilian cities

Damacena, Giseli Nogueira 2012 (has links)
Made available in DSpace on 2016-05-19T13:09:40Z (GMT). No. of bitstreams: 2 560.pdf: 4475146 bytes, checksum: 20df56a58124d8704d5d308da7e28050 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2012 O grupo das mulheres trabalhadoras do sexo (MTS) é reconhecido como uma populaçãode maior risco à infecção pelo HIV, tanto pela prevalência elevada, como por suavulnerabilidade social como pelos fatores relacionados à própria atividade profissional. Porém, arealização de estudos nos subgrupos de maior risco ao HIV mediante estratégias convencionaisde amostragem é, em geral, problemática por essas populações possuírem pequena magnitudeem termos populacionais e por estarem vinculados a comportamentos estigmatizados ouatividades ilegais. Em 1997, foi proposto um método de amostragem probabilística parapopulações de difícil acesso denominado Respondent-Driven Sampling (RDS). O método éconsiderado como uma variante da amostragem em cadeia e possibilita a estimação estatísticados parâmetros de interesse. Na literatura internacional, para análise de dados coletados porRDS, muitos autores têm utilizado técnicas estatísticas multivariadas tradicionais, sem levar emconta a estrutura de dependência das observações, presente nos dados coletados por RDS.A presente tese tem por objetivo contribuir para suprir informações sobre as práticas derisco relacionadas ao HIV entre as mulheres trabalhadoras do sexo (MTS) com odesenvolvimento de método estatístico para análise de dados coletados com o método deamostragem RDS. Com tal finalidade, foram utilizadas as informações coletadas na PesquisaCorrente da Saúde realizada em dez cidades brasileiras, com 2.523 MTS recrutadas por RDS,entre os anos de 2008 e 2009. O questionário foi autopreenchido e incluiu módulos sobrecaracterísticas da atividade profissional, práticas sexuais, uso de drogas, testes periódicos deHIV, e acesso aos serviços de saúde.Primeiramente, foram descritos alguns pressupostos do RDS e todas as etapas deimplantação da pesquisa. Em seguida, foram propostos métodos de análise multivariada, considerando o RDS como um desenho complexo de amostragem. Foram consideradas aestrutura de dependência das observações gerada pelo padrão de recrutamento, a correlaçãointraclasse entre MTS recrutadas pela mesma participante, e as probabilidades desiguais deseleção.Por meio dos modelos de regressão logística, foram identificados os fatores associados àinfecção pelo HIV entre as MTS. A análise multivariada mostrou que o maior tempo deprostituição, o programa barato, a presença de outras infecções sexualmente transmissíveis (IST)e a possibilidade de deixar de usar o preservativo por exigência dos clientes foram os principaisfatores associados à infecção pelo HIV entre as MTS brasileiras. De forma complementar, foram comparadas as práticas de risco ao HIV segundo local detrabalho das MTS, considerando-se, separadamente, as MTS de pontos de rua e as que trabalhamem locais fechados, como boates, saunas, termas entre outros. Foram encontradas diferençasimportantes. O maior risco de infecção pelo HIV é, predominantemente, apresentado pelasmulheres que trabalham em pontos de rua, que apresentam pior nível socioeconômico, baixacobertura de exame preventivo de câncer de colo de útero nos últimos três anos anteriores à datada pesquisa, elevado consumo de crack, maior prevalência de cicatriz sorológica de sífilis, comotambém, maior prevalência de infecção pelo HIV.O recrutamento rápido de um número grande de MTS em dez cidades brasileiras indicaque a utilização do RDS é um método de amostragem apropriado para o estudo de MTS, desdeque a análise estatística considere o desenho complexo de seleção das participantes. Os achadosda presente tese possibilitaram preencher lacunas de informações importantes sobre as práticasde risco relacionadas ao HIV nesse grupo populacional, que podem subsidiar a formulação depolíticas públicas específicas para MTS no Brasil.
10

Narrativas educacionais de prostitutas do Centro de Fortaleza-CE Narrativas Educacionales de Prostitutas del Centro de Fortaleza - CE

Santos, Verônica Gomes dos 2016 (has links)
SANTOS, Verônica Gomes dos. Narrativas educacionais de prostitutas do centro de Fortaleza - CE. 2016. 69f. - Tese (Doutorado) – Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-graduação em Educação Brasileira, Fortaleza (CE), 2016. Submitted by Gustavo Daher (gdaherufc@hotmail.com) on 2016-11-07T13:18:05Z No. of bitstreams: 1 2016_tese_vgsantos.pdf: 1534566 bytes, checksum: 78652d0cb3e78bd8828b0b0b7e2742d2 (MD5) Approved for entry into archive by Márcia Araújo (marcia_m_bezerra@yahoo.com.br) on 2016-11-07T15:03:03Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2016_tese_vgsantos.pdf: 1534566 bytes, checksum: 78652d0cb3e78bd8828b0b0b7e2742d2 (MD5) Made available in DSpace on 2016-11-07T15:03:03Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2016_tese_vgsantos.pdf: 1534566 bytes, checksum: 78652d0cb3e78bd8828b0b0b7e2742d2 (MD5) Previous issue date: 2016 Este estudio tiene como objetivo comprender la trayectoria educativa y profesional de las prostitutas que trabajan en el centro de la ciudad de Fortaleza, en el distrito donde la prostitución es intensa. En las seis regiones investigadas identificado la baja prostituida. La prostitución se puede definir como el intercambio consciente de favores sexuales por intereses no sentimentales o emocionales. Estos intereses pueden ser las más diversas, pero la más común es el dinero. Es una actividad cargada estigma tiempo que insta a la curiosidad. El hecho es que esta actividad es muy antigua. Visto como un mal necesario por algunos, que no pudo ser erradicada, y la prostitución está presente en la sociedad, a pesar de que no puede garantizar que siempre existirá. Whoring no se requiere un grado mínimo de educación se convierte así en un acceso más fácil a trabajar en la "zona". Se creía que las prostitutas tenían poca educación, actualmente observaron muchos graduados en la universidad entre e incluso, sobre todo en la prostitución de lujo. Algunos se prostituyen con el fin de pagar por los estudios. Mientras que la escuela es vista como una estructura segura, la formación de ciudadanos y pasaporte para un "futuro mejor", se argumenta en este sentido de que es capaz de transformar la sociedad. El espacio entre la escuela y la prostitución es el foco de este trabajo. En la metodología, que fue utilizado como procedimientos etnográficos, prostitutas relatos sobre sus experiencias escolares y profesionales a través de entrevistas semiestructuradas y abiertas, además del diario de campo. Las prostitutas que participaron en este estudio se encuentran en el negocio durante al menos 03 años y tienen entre 20 y 38 años. la actividad de la prostitución se presenta como una opción para ganar dinero rápido. Entraron en la zona por este factor. A pesar de que no tenían la intención de permanecer mucho tiempo, y aún así dicen que quieren dejar el prostituida. Para ellos sigue siendo la opción más rentable y la flexibilidad de horarios y ganancias inmediatas. Estas son personas que se encuentran en la prostitución una alternativa para mantenerse a sí mismos y sus familias. Marcado por la actividad que desarrollan, luchan todos los días y el sueño de mejores condiciones de vida. Esse estudo tem o objetivo de compreender a escolaridade e a trajetória profissional de prostitutas que atuam no Centro da cidade de Fortaleza, bairro onde a prostituição é intensa. Nos seis locais investigados identifica-se o baixo meretrício. A prostituição pode ser definida como a troca consciente de favores sexuais por interesses não sentimentais ou afetivos. Esses interesses podem ser dos mais diversos, porém o mais habitual é o dinheiro. É uma atividade carregada de estigma ao mesmo tempo em que incita curiosidade. O fato é que essa atividade é muito antiga. Vista como um mal necessário por alguns, não poderia ser erradicada, assim a prostituição faz-se presente na sociedade, embora não se possa garantir que ela sempre existirá. Para se prostituir não é exigido um grau de escolaridade mínimo, dessa forma se torna mais fácil o acesso ao trabalho na “zona”. Acreditava-se que prostitutas tinham pouca instrução, atualmente observa-se muitas universitárias nesse meio e até graduadas, especialmente na prostituição de luxo. Algumas se prostituem para poderem pagar os estudos. Considerando que escola é vista como uma estrutura segura, formadora de cidadãos e passaporte para um “futuro melhor”, defende-se nesse sentido que ela é capaz de transformar a sociedade. O espaço entre a escola e a prostituição é o foco desse trabalho. Na metodologia, foram utilizados como procedimentos etnográficos, narrativas das prostitutas sobre suas experiências escolares e profissionais através de entrevistas semiestruturadas, abertas, além do diário de campo. As prostitutas que participaram desse estudo estão na atividade há pelo menos 03 anos e têm entre 20 e 38 anos. A atividade de prostituição apresenta-se como uma opção para ganhar dinheiro rápido. Elas entraram na zona por esse fator. Embora não pretendessem ficar por muito tempo, ainda continuam e afirmam que querem abandonar o meretrício. Para elas ainda é a opção mais rentável além da flexibilidade de horários e ganhos imediatos. São pessoas que encontraram na prostituição uma alternativa para sustentar a si e suas famílias. Marcadas pela atividade que exercem, lutam diariamente e sonham com melhores condições de vida.

Page generated in 0.0621 seconds