• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 118
  • 4
  • Tagged with
  • 122
  • 55
  • 29
  • 26
  • 25
  • 17
  • 16
  • 15
  • 15
  • 15
  • 14
  • 13
  • 13
  • 12
  • 12
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

O anjo bom e o anjo mau: um estudo sobre identidade(s) prostitucional(ais) no Recife

Da Silva Alcoforado, Elizabeth 1999 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T23:16:34Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo9377_1.pdf: 632591 bytes, checksum: 6bfdf37a345265b94028a92414533c80 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 1999 Este trabalho teve como propósito, compreender a(s) formação(ões) identitária(s) das mulheres que sobrevivem da prostituição, objetivando verificar se a dicotomia identitária - o anjo bom e o anjo mau - concorreria de que forma para a formação do processo político organizativo dessas mulheres. A efetivação do estudo tomou como parâmetro a definição de identidade social concebida a partir de um processo dinâmico em que o sujeito se conhece e é reconhecido socialmente. Desta forma, as atividades estruturantes dos agentes na elaboração e produção das representações e identidades demonstram que os indivíduos pensam e representam o mundo mediante referências gestadas no social. Na busca da compreensão das significações sociais que compõem essa construção identitária, aportamo-nos nos estudos acerca do campo representacional como forma de adentrarmos esse dúbio mundo vivido pelas mulheres prostitutas, enquanto anjos bons e maus. Delimitamos como unidade de análise as prostitutas inseridas no foco prostitucional da Rio Branco, área situada na parte histórica da cidade do Recife, como locus privilegiado, histórico e socialmente reconhecido da prostituição
2

Profissionais do sexo feminino em três áreas do ceará : fatores que ampliam a vulnerabilidade para DST/AIDS Female sex workers in three areas of Ceará : factors that increase vulnerability to STD / AIDS

Macena, Raimunda Hermelinda Maia 2009 (has links)
MACENA, Raimunda Hermelinda Maia. Profissionais do sexo feminino em três áreas do Ceará : fatores que ampliam a vulnerabilidade para DST/aids. 2009. 66 f. : Tese (doutorado) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Ciências Médicas, Fortaleza-CE, 2009. Submitted by denise santos (denise.santos@ufc.br) on 2011-10-06T15:12:31Z No. of bitstreams: 1 2009_tese_rhmmacena.pdf: 946436 bytes, checksum: 97f25bb2b1f4798105358241461462bb (MD5) Approved for entry into archive by Eliene Nascimento(elienegvn@hotmail.com) on 2011-10-07T16:36:36Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2009_tese_rhmmacena.pdf: 946436 bytes, checksum: 97f25bb2b1f4798105358241461462bb (MD5) Made available in DSpace on 2011-10-07T16:36:36Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2009_tese_rhmmacena.pdf: 946436 bytes, checksum: 97f25bb2b1f4798105358241461462bb (MD5) Previous issue date: 2009 Prostitution can be found in any country, regardless of their level of development. This occupation exposes the individual to a wide range of health risks. This study documents, sectional investigated risk factors for HIV and other STDs among female sex workers in three geographical areas of Ceara. Factors related to socio-demographic profile, knowledge and practices concerning STD / AIDS, prevalence of infection by HIV and Treponema palidum were related to engaging in unprotected sex. The sample consisted of 819 women who reported sexual practice paid within 180 days preceding the survey recruited through snowball in the cities of Fortaleza, Sobral, Juazeiro and Crato, between February and November 2003. The analysis was performed using STATA, version 10.0. The prevalence of HIV and syphillis was 2.1% and 19.5%, respectively. Most are young women (<28anos; 64.6%), brown (61.1%) with incomplete primary education (56.6%), with stable relationships past (44.1%), working in bars (54 2%) and brothels (17.5%) with high frequency of alcohol weekly (44.2%). Sexual behavior reveals involvement in unprotected sex (35.1%). Prostitution was characterized by an average of seven different partners in the last seven (7) days of realiação the study, collection of low values. Prostituição pode ser encontrada em qualquer país, independentemente do seu nível de desenvolvimento. Esta ocupação expõe o indivíduo a uma ampla gama de riscos para a saúde. Este estudo documental, seccional investigou os fatores de risco para HIV e outras DST entre profissionais do sexo feminino em três áreas geográficas do Ceará. Fatores relativos ao perfil sócio-demográfico, conhecimentos e práticas relativas às DST/aids, prevalência da infecção pelo HIV e pelo Treponema palidum foram relacionados ao envolvimento em relações sexuais desprotegidas. A amostra foi constituída por 819 mulheres que referiram prática sexual remunerada nos 180 dias anteriores à pesquisa recrutadas através de snowball nos municípios de Fortaleza, Sobral, Juazeiro do Norte e Crato, entre fevereiro e novembro de 2003. A análise foi realizada através do STATA, versão 10.0. A prevalência de HIV e sífils foi 2,1% e 19,5%, respectivamente. A maioria são mulheres jovens (<28anos; 64,6%), pardas (61,1%), com ensino fundamental incompleto (56,6%), com relacionamentos estáveis anteriores (44,1%), atuando em bares (54,2%) e bordéis (17,5%), com alta frequência de consumo de álcool semanal (44,2%). O comportamento sexual revela envolvimento em relações sexuais desprotegidas (35,1%). A prostituição caracterizou-se por uma média de sete parceiros diferentes nos últimos sete (7) dias da realiação do estudo, cobrança de baixos valores.
3

ESstatuto social da prostituição: uma crítica ao padrão conceitual de positivação atribuído à prostituição contemporânea

Silva, Ana Cristina Oliveira da 14 September 2012 (has links)
Submitted by Israel Vieira Neto (israel.vieiraneto@ufpe.br) on 2015-03-05T12:37:59Z No. of bitstreams: 2 license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5) DISSERTAÇAO Ana Cristina da Silva.pdf: 1568989 bytes, checksum: c263bca3452df395c59da22420da2696 (MD5) Made available in DSpace on 2015-03-05T12:37:59Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5) DISSERTAÇAO Ana Cristina da Silva.pdf: 1568989 bytes, checksum: c263bca3452df395c59da22420da2696 (MD5) Previous issue date: 2012-09-14 CNPq A partir dos anos de 1990 no Brasil, o tratamento dispensado à questão da prostituição passou por um deslocamento substancial no que se refere à conceituação de seu estatuto social. Esse período marcou o início de um processo de debates que teve seu ponto culminante materializado na elaboração do PL 98/2003, construído numa parceria entre o Deputado Federal que o subscreve e a direção hegemônica do movimento organizado de prostitutas no país. Desde então o destino da prostituição passou a despertar interesses sociais cada vez mais amplos. A concepção do PL 98/2003 é expressão de um novo tipo de militância social, circunscrito ao universo das lutas de mulheres, que busca, a partir da descriminalização e liberalização da atividade, conquistar uma série de direitos para as prostitutas e atribuir efetiva positividade à prostituição. Desse modo, procura retirar a prostituição da esfera criminal e sanitária e inscrevê-la na esfera do trabalho, associada ao turismo e ao entretenimento. Do ponto de vista teórico, a luta pela positivação da prostituição se assenta sob o espectro da crítica aos clássicos movimentos feministas e socialistas, por um lado, e ao terreno das lutas por mudanças políticas [práticas] na defesa da emancipação feminina, por outro. Toda essa tentativa de alteração do estatuto social da prostituição se articula aos impactos das profundas transformações contemporâneas desenvolvidas no mundo do trabalho e somente pode ser entendida se se procura na história social do fenômeno tanto sua exteriorização real quanto sua mistificação e teorização, demonstrando os inúmeros vínculos que ligam a prostituição às relações sociais mais gerais, ou seja, suas conexões intrínsecas ao modo como, no ―mundo dos homens‖, se constrói e se desenvolve a reprodução social. Este estudo, dentro de suas possibilidades, buscará mostrar os alcances e limites da nova proposta de positivação da prostituição a partir de reflexões acerca das determinações históricas e relacionais que marcaram a trajetória da prostituição, além de buscar expor algumas de suas complexas mediações com o poderoso complexo da cultura patriarcal, da ideologia machista e da alienação. Por fim apontaremos para a necessidade da superação da mercantilização da vida, sobretudo a das mulheres, a partir da perspectiva de uma efetiva emancipação humana.
4

Profissionais do sexo: controle social e cidadania avaliação em dois municípios no Estado de São Paulo Professionals of the sex: social control and citizenship evaluation in two towns in the State of São Paulo

Brito, Nair Soares de 2006 (has links)
Made available in DSpace on 2012-09-06T01:11:44Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) 944.pdf: 511365 bytes, checksum: 6ecf969d83a90fed2150874f21450c84 (MD5) Previous issue date: 2006 Esta dissertação é uma avaliação de resultados, realizada em dois municípios do Estado de São Paulo, que executaram projetos para mulheres profissionais do sexo, sendo um, coordenado por uma ONG e o outro por uma OG. A avaliação respondeu à seguinte pergunta: (...) Apesar do direito de cidadania e da participação em instâncias de controle social estarem garantidos na constituição democrática e cidadã de 1988, esta não é uma realidade entre as mulheres profissionais do sexo nos municípios avaliado, isto se deu por alguns motivos: estruturação dos conselhos locais, presença do estigma e do preconceito identificados nas práticas e nos discursos dos atores locais, envolvidos direta ou indiretamente com o projeto. Uma das razões para o pouco avanço das discussões sobre direito eparticipação foi devido à ênfase dos dois projetos sobre prevenção as DST e aidsdescolada desta perspectiva, que depositaram a expectativa de mudança de atitude frente à epidemia de HIV e aids sobre o conhecimento dos corpos, em detrimento dos diferentes contextos vividos pelas mulheres profissionais do sexo dentro e fora da profissão e pelos quais moldam e são moldados os discursos e as práticas. Outro resultado desta avaliação identificou, que o projeto executado pela OG revelou-se capaz de organizar o serviço para o atendimento das mulheres, porém, issosó foi possível devido à intervenção direta da coordenadora. Já as mulheres que participaram do projeto executado pela ONG, tiveram dificuldades para agendarem consultas e exames. Os serviços de saúde referenciados para este atendimento, demonstraram pouco conhecimento sobre o projeto e sobre arealidade dessas mulheres. No entanto, foi possível identificar que as mulheres possuem um discurso mais articulado, com as questões de saúde, e participam mais na tentativa de melhorar os serviços em que são atendidas.
5

Análise de dados coletados por respondent-driven sampling(RDS): um estudo da prevalência de HIV e fatores associados entre mulheres trabalhadoras do sexo em 10 cidades brasileiras Analysis of data collected by respondent-driven sampling (RDS): a study of HIV prevalence and associated factors among female sex workers in 10 Brazilian cities

Damacena, Giseli Nogueira 2012 (has links)
Made available in DSpace on 2016-05-19T13:09:40Z (GMT). No. of bitstreams: 2 560.pdf: 4475146 bytes, checksum: 20df56a58124d8704d5d308da7e28050 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2012 O grupo das mulheres trabalhadoras do sexo (MTS) é reconhecido como uma populaçãode maior risco à infecção pelo HIV, tanto pela prevalência elevada, como por suavulnerabilidade social como pelos fatores relacionados à própria atividade profissional. Porém, arealização de estudos nos subgrupos de maior risco ao HIV mediante estratégias convencionaisde amostragem é, em geral, problemática por essas populações possuírem pequena magnitudeem termos populacionais e por estarem vinculados a comportamentos estigmatizados ouatividades ilegais. Em 1997, foi proposto um método de amostragem probabilística parapopulações de difícil acesso denominado Respondent-Driven Sampling (RDS). O método éconsiderado como uma variante da amostragem em cadeia e possibilita a estimação estatísticados parâmetros de interesse. Na literatura internacional, para análise de dados coletados porRDS, muitos autores têm utilizado técnicas estatísticas multivariadas tradicionais, sem levar emconta a estrutura de dependência das observações, presente nos dados coletados por RDS.A presente tese tem por objetivo contribuir para suprir informações sobre as práticas derisco relacionadas ao HIV entre as mulheres trabalhadoras do sexo (MTS) com odesenvolvimento de método estatístico para análise de dados coletados com o método deamostragem RDS. Com tal finalidade, foram utilizadas as informações coletadas na PesquisaCorrente da Saúde realizada em dez cidades brasileiras, com 2.523 MTS recrutadas por RDS,entre os anos de 2008 e 2009. O questionário foi autopreenchido e incluiu módulos sobrecaracterísticas da atividade profissional, práticas sexuais, uso de drogas, testes periódicos deHIV, e acesso aos serviços de saúde.Primeiramente, foram descritos alguns pressupostos do RDS e todas as etapas deimplantação da pesquisa. Em seguida, foram propostos métodos de análise multivariada, considerando o RDS como um desenho complexo de amostragem. Foram consideradas aestrutura de dependência das observações gerada pelo padrão de recrutamento, a correlaçãointraclasse entre MTS recrutadas pela mesma participante, e as probabilidades desiguais deseleção.Por meio dos modelos de regressão logística, foram identificados os fatores associados àinfecção pelo HIV entre as MTS. A análise multivariada mostrou que o maior tempo deprostituição, o programa barato, a presença de outras infecções sexualmente transmissíveis (IST)e a possibilidade de deixar de usar o preservativo por exigência dos clientes foram os principaisfatores associados à infecção pelo HIV entre as MTS brasileiras. De forma complementar, foram comparadas as práticas de risco ao HIV segundo local detrabalho das MTS, considerando-se, separadamente, as MTS de pontos de rua e as que trabalhamem locais fechados, como boates, saunas, termas entre outros. Foram encontradas diferençasimportantes. O maior risco de infecção pelo HIV é, predominantemente, apresentado pelasmulheres que trabalham em pontos de rua, que apresentam pior nível socioeconômico, baixacobertura de exame preventivo de câncer de colo de útero nos últimos três anos anteriores à datada pesquisa, elevado consumo de crack, maior prevalência de cicatriz sorológica de sífilis, comotambém, maior prevalência de infecção pelo HIV.O recrutamento rápido de um número grande de MTS em dez cidades brasileiras indicaque a utilização do RDS é um método de amostragem apropriado para o estudo de MTS, desdeque a análise estatística considere o desenho complexo de seleção das participantes. Os achadosda presente tese possibilitaram preencher lacunas de informações importantes sobre as práticasde risco relacionadas ao HIV nesse grupo populacional, que podem subsidiar a formulação depolíticas públicas específicas para MTS no Brasil.
6

Narrativas educacionais de prostitutas do Centro de Fortaleza-CE Narrativas Educacionales de Prostitutas del Centro de Fortaleza - CE

Santos, Verônica Gomes dos 2016 (has links)
SANTOS, Verônica Gomes dos. Narrativas educacionais de prostitutas do centro de Fortaleza - CE. 2016. 69f. - Tese (Doutorado) – Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-graduação em Educação Brasileira, Fortaleza (CE), 2016. Submitted by Gustavo Daher (gdaherufc@hotmail.com) on 2016-11-07T13:18:05Z No. of bitstreams: 1 2016_tese_vgsantos.pdf: 1534566 bytes, checksum: 78652d0cb3e78bd8828b0b0b7e2742d2 (MD5) Approved for entry into archive by Márcia Araújo (marcia_m_bezerra@yahoo.com.br) on 2016-11-07T15:03:03Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2016_tese_vgsantos.pdf: 1534566 bytes, checksum: 78652d0cb3e78bd8828b0b0b7e2742d2 (MD5) Made available in DSpace on 2016-11-07T15:03:03Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2016_tese_vgsantos.pdf: 1534566 bytes, checksum: 78652d0cb3e78bd8828b0b0b7e2742d2 (MD5) Previous issue date: 2016 Este estudio tiene como objetivo comprender la trayectoria educativa y profesional de las prostitutas que trabajan en el centro de la ciudad de Fortaleza, en el distrito donde la prostitución es intensa. En las seis regiones investigadas identificado la baja prostituida. La prostitución se puede definir como el intercambio consciente de favores sexuales por intereses no sentimentales o emocionales. Estos intereses pueden ser las más diversas, pero la más común es el dinero. Es una actividad cargada estigma tiempo que insta a la curiosidad. El hecho es que esta actividad es muy antigua. Visto como un mal necesario por algunos, que no pudo ser erradicada, y la prostitución está presente en la sociedad, a pesar de que no puede garantizar que siempre existirá. Whoring no se requiere un grado mínimo de educación se convierte así en un acceso más fácil a trabajar en la "zona". Se creía que las prostitutas tenían poca educación, actualmente observaron muchos graduados en la universidad entre e incluso, sobre todo en la prostitución de lujo. Algunos se prostituyen con el fin de pagar por los estudios. Mientras que la escuela es vista como una estructura segura, la formación de ciudadanos y pasaporte para un "futuro mejor", se argumenta en este sentido de que es capaz de transformar la sociedad. El espacio entre la escuela y la prostitución es el foco de este trabajo. En la metodología, que fue utilizado como procedimientos etnográficos, prostitutas relatos sobre sus experiencias escolares y profesionales a través de entrevistas semiestructuradas y abiertas, además del diario de campo. Las prostitutas que participaron en este estudio se encuentran en el negocio durante al menos 03 años y tienen entre 20 y 38 años. la actividad de la prostitución se presenta como una opción para ganar dinero rápido. Entraron en la zona por este factor. A pesar de que no tenían la intención de permanecer mucho tiempo, y aún así dicen que quieren dejar el prostituida. Para ellos sigue siendo la opción más rentable y la flexibilidad de horarios y ganancias inmediatas. Estas son personas que se encuentran en la prostitución una alternativa para mantenerse a sí mismos y sus familias. Marcado por la actividad que desarrollan, luchan todos los días y el sueño de mejores condiciones de vida. Esse estudo tem o objetivo de compreender a escolaridade e a trajetória profissional de prostitutas que atuam no Centro da cidade de Fortaleza, bairro onde a prostituição é intensa. Nos seis locais investigados identifica-se o baixo meretrício. A prostituição pode ser definida como a troca consciente de favores sexuais por interesses não sentimentais ou afetivos. Esses interesses podem ser dos mais diversos, porém o mais habitual é o dinheiro. É uma atividade carregada de estigma ao mesmo tempo em que incita curiosidade. O fato é que essa atividade é muito antiga. Vista como um mal necessário por alguns, não poderia ser erradicada, assim a prostituição faz-se presente na sociedade, embora não se possa garantir que ela sempre existirá. Para se prostituir não é exigido um grau de escolaridade mínimo, dessa forma se torna mais fácil o acesso ao trabalho na “zona”. Acreditava-se que prostitutas tinham pouca instrução, atualmente observa-se muitas universitárias nesse meio e até graduadas, especialmente na prostituição de luxo. Algumas se prostituem para poderem pagar os estudos. Considerando que escola é vista como uma estrutura segura, formadora de cidadãos e passaporte para um “futuro melhor”, defende-se nesse sentido que ela é capaz de transformar a sociedade. O espaço entre a escola e a prostituição é o foco desse trabalho. Na metodologia, foram utilizados como procedimentos etnográficos, narrativas das prostitutas sobre suas experiências escolares e profissionais através de entrevistas semiestruturadas, abertas, além do diário de campo. As prostitutas que participaram desse estudo estão na atividade há pelo menos 03 anos e têm entre 20 e 38 anos. A atividade de prostituição apresenta-se como uma opção para ganhar dinheiro rápido. Elas entraram na zona por esse fator. Embora não pretendessem ficar por muito tempo, ainda continuam e afirmam que querem abandonar o meretrício. Para elas ainda é a opção mais rentável além da flexibilidade de horários e ganhos imediatos. São pessoas que encontraram na prostituição uma alternativa para sustentar a si e suas famílias. Marcadas pela atividade que exercem, lutam diariamente e sonham com melhores condições de vida.
7

Rotas do desejo

Venson, Anamaria Marcon 2009 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em História Made available in DSpace on 2012-10-24T13:28:24Z (GMT). No. of bitstreams: 1 262291.pdf: 4012195 bytes, checksum: 05d714fe786ffa0fef2af8a414c4f171 (MD5) A proposta desta pesquisa é dotar de historicidade o momento da emergência de certa configuração discursiva que tornou possível a visibilidade do tráfico de mulheres brasileiras para o comércio de sexo na Espanha. O objeto da investigação são formulações discursivas que constituíram o tráfico de pessoas como um problema na virada dos séculos XX e XXI. As fontes da pesquisa são notícias veiculadas na Folha de São Paulo, jornal brasileiro de mais ampla circulação, e no El País, jornal espanhol de maior difusão. O recorte temporal é o espaço entre 1997 e 2007, período em que as referências ao tráfico ganharam regularidade no discurso midiático. A modalidade de tráfico mais noticiada nos dois periódicos foi o tráfico de mulheres para exploração sexual e este dado não constitui simples evidência da realidade, mas é efeito de certa maneira de entender as mulheres, a prostituição e as migrações contemporâneas. The intent of this research is to historicize the moment when the issue of trafficking in women for sexual exploitation was raised in media coverage in Brazil and in Spain. The object of the investigation is discourses that constituted human trafficking as a problematic phenomenon around the turn of the twenty first century. The sources are news reports from two widely-read newspapers, Brazil's Folha de São Paulo, and Spain's El País, analysed using a comparative approach. The time outlined is the period in between 1997 and 2007, which is when references to trafficking were made regularly in the media discourse. The most widely-reported modality of trafficking was the trafficking in women for sexual exploitation, and this information does not constitute simple evidence of reality, but rather is the result of a certain way of understanding women, prostitution and contemporary migration.
8

Entre boys e frangos: análise das performances de gênero dos homens que se prostituem em Recife

Nunes de Souza Neto, Epitácio 31 January 2009 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T22:59:58Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo3723_1.pdf: 2237620 bytes, checksum: e29c21a224afb996684c7d9ed5839eed (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2009 Este estudo analisa as vivências da prostituição masculina e tem como base de análise a pesquisa etnográfica realizada no principal território de prostituição masculina do centro do Recife. Através da observação participante, conversas informais e entrevistas com Boys de programa e outros atores relevantes para compreender o fenômeno da prostituição, busquei reconstruir os processos históricos e psicossociais que levaram os homens investigados ao engajamento no trabalho sexual; analisar o processo de construção dos papéis de gênero na perspectiva dos boys de programa; verificar quais fatores (idade, performances de gênero, raça/cor, fontes privilegiadas de prazer corporal, etc.) encontram-se envolvidos no negócio do sexo. O estudo se fundamentou em teorias construcionistas da sexualidade e do gênero. A análise sugere que as relações sexuais comerciais entre homens estão estruturadas em algumas dicotomias (boy/bicha; ativo/passivo), balizadas pelo fato de alguém supostamente ser penetrado. Acontecimento que vai ganhar diferentes sentidos a partir das marcações de sexogênero e fontes privilegiadas de prazer corporal. O estudo aponta para a centralidade do ânus, no negócio do boy. Se para o boy o ato de penetrar o cliente lhe garante a supremacia de sua masculinidade, inversamente, para o cliente, o fato de penetrar o boy destitui este último da posição de macho viril e dominador. O boy de programa que é comido pelo cliente perde o status de boy e passa a ser reconhecido como frango , por se igualar aos clientes passivos. Sob o peso simbólico de significado sócioculturalmente construído, o ânus enquanto zona proibida para muitos boys de programa deve ser resguardado, a fim de garantir o reconhecimento público de sua masculinidade. Dentro dessa lógica, o homem não se tornará, ou ainda será reconhecido enquanto frango por comer outro homem, mas sim por dar para outro homem . É neste sentido que a região anal se configura enquanto símbolo de força e cobiça. No universo da prostituição masculina, o boy, muitas vezes, cobra e ganha mais para ser penetrado. Socialmente para os boys de programa, o sexo assume uma representação valorativa estabelecida e justificável pela relação de troca e ganho econômico, onde a honra, muitas vezes, parece se concentrar única e exclusivamente no ânus. Esta zona erógena, ainda que simbolicamente, apresenta-se como divisor de águas e fator determinante para as construções de identidades sobre as quais irão se desenvolver os processos estruturadores das performances de gênero que respaldarão as práticas sexuais comerciais
9

Percursos de vida : a prostituição no Porto na década de 60/70

Alves, Ana Maria da Rocha Pereira Cardoso 2009 (has links)
A dissertação que se apresenta, pretende divulgar percuros de vida de mulheres que se prostituíram durante o período do Estado Novo, mais concretamente na década de 60/70, na cidade do Porto.
10

Estudo bibliográfico das atitudes e comportamentos ligados à prostituição da Pré-História aos dias atuais

Rebolho, Ana Claudia Figueiredo. 2015 (has links)
Orientador: Paulo Marçal Rennes Ribeiro Banca: Andreza Marques de Castro Leão Banca: Mary Neide Damico Figueiró Banca: Maria Filomena Teixeira Banca: Luci Regina Muzzeti Resumo: A prostituição, um dos mais antigos fenômenos sociais, pode ser vista por meio de diferentes registros históricos, marcada com traços peculiares de diferentes épocas e culturas. O lado, nem sempre conhecido por muitas pessoas, é que a imagem a respeito delas nem sempre foi a que temos atualmente. Eram admiradas pela inteligência e cultura, e também associadas a deusas, pois manter relações sexuais com elas, para homens de negócio e políticos, era condição primária para adquirirem maior poder e respeito junto à população masculina da época, o que lhes garantiam lugar de destaque. Com o passar dos tempos, seu status mudou de respeitável a condenável, olhar contemporâneo da sociedade sobre as prostitutas. Faz-se necessário, ao pesquisar o referido tema, um olhar desprovido de preconceitos, devido a sua complexidade estar ligada a tabus e regras. Como procedimento metodológico foi utilizado o recurso da Pesquisa Bibliográfica, tendo como referencial teórico, autores que analisam a condição da mulher sob os mais diferentes aspectos, como o sexo, a sexualidade e o ato de se prostituir, tendo ainda como preocupação, não se desvincular da realidade atual, dando voz às prostitutas por meio de livros biográficos editados por elas, que serviram como base para um comparativo com o que é apresentado pela literatura científica. Na busca em dar maior entendimento histórico à questão da prostituição, o objetivo geral deste estudo foi analisar e descrever a trajetória das prostitutas ao longo da história da humanidade. No percurso percorrido durante todo o processo de pesquisa e análise, observou-se uma gama variada de trabalhos que aborda o tema da prostituição voltado para a área da saúde (DSTs, AIDS, HPV), na área jurídica (Projetos de Leis que reivindicam a profissionalização da prostituição), na área histórica (análise documental da história das prostitutas, relacionando-as à história da mulher) e... Abstract: Prostitution is one of the oldest social phenomena known. It can be analyzed through several historical documents and it was highlighted by specific characteristics from different times and cultures. There have always been prostitutes in the world. Prostitutes were admired because of their intelligence and culture. They were also compared to goddesses by men who used to think that having sex with such women would make them be more respected by other men. However, their social status has changed from respectable to reprehensible. Nowadays, people do not see prostitutes as a good thing for society. Based on those changes through the years, it is necessary to study more about this subject without any prejudice because its complexity is related to taboos and social rules. As a methodological procedure, bibliographic research was used as a resource. The theoretical background was the authors who analyzed women's conditions through several aspects like sex, sexuality and prostitution. We had a great concern in not getting disconnected from the present reality, giving voice to the prostitutes through biographic books written by the prostitutes themselves, which served as a basis for comparison with what is presented by the scientific literature. As an attempt to greater historical comprehension of this subject, the main goal of this study is to analyze and describe the route of prostitution in human history. Along the research and analysis process, we could find a great deal of works which deal with the issue of prostitution in the health area (STD, AIDS, HPV), the legal area ( professionalization of prostitution), the historical area (analysis of historical documents about the prostitutes relating them to the women's history) and study cases of specific populations (prostitutes of the north and northeast regions of Brazil due to the poor economic situation of such regions). Although there are many studies... Doutor

Page generated in 0.0518 seconds