• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 36
  • Tagged with
  • 36
  • 36
  • 26
  • 21
  • 16
  • 14
  • 13
  • 12
  • 10
  • 9
  • 9
  • 8
  • 7
  • 5
  • 5
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

O processo de humanização: as bases constitutivas da subjetividade

Farias, Francisco Ramos de January 1987 (has links)
Submitted by Estagiário SPT BMHS (spt@fgv.br) on 2012-05-04T14:09:50Z No. of bitstreams: 1 000051254.pdf: 87055470 bytes, checksum: 9b2f62fd15e06b19e6880cbcf189b7b9 (MD5) / Made available in DSpace on 2012-05-04T14:09:58Z (GMT). No. of bitstreams: 1 000051254.pdf: 87055470 bytes, checksum: 9b2f62fd15e06b19e6880cbcf189b7b9 (MD5) Previous issue date: 1987 / Taking in consideration this evolutive dynamics, which reaches its summit with the break produced by the language, an analyses was carried out by contents of the records from case-study. Starting posterior out a longitudinal discription, followed by interpretation, categories related to each dimension of the psyche were obtained. These categories, in the transversal aspect, were taken as a support for the explanations of the passage from a state of biological subject to a state of a subject who speaks. The direction of this analyses was given in the first place by the postulation of those dimensions their corresponding aspects and the effecters related to these aspects responsible for this passage, which starts when the mother points out to the subject the limit between the philogenic nucleus and the social historical transformations. From this delimitation, occurs the assmilation of typically human characteristics before the paternal law finally fixes the limits of 'becoming a human being'. Meanwhile, occurrances related to those mentioned dimensions can be observed. Concerning the contents kept out of the symbolization field and excluded from the imaginary matrix, the real is characterized by its specific mechanism: foreclosure. The drive remains with its unthinkable and unnamed character. As for actions resulting from the primal repression, they contribute for the formation of signs not liable to the symbolized, which as a facet of the imaginary, associate with information from the philogenic nucleus relative to the originary fantasies, which are considered as another facet of this dimension. As for the symbolic, the signification founds the human condition resulting from repression proper. In this way, the humanization as explained by the concept of repression in the Freudian metapsychology does not accounts only all aspects concerning the 'human'; since it accounts only for what is imagined as a phantasm or what os symbolically presented. For this, the use of the concept of foreclusure in the Lacanian perspective is justified by the fact that it gives a more complete view of this dynamics. Therefore, those elements not liable to symbolization, as well as those of the drive reality, which are not present in the phantasm context, but which acting as a background, enable the articulation of the symbolic and imaginary contents to make socialization possible. At last, socialization is a process originated in the symbolic that settles in the imaginary, taken as a support. For this purpose, the real and its marginal affect enable the return to the symbolic. From then on, the use of the cultural elements brought about by phantasmagoric activity, can be observed. / Considerando questa dinamica evolutiva, che culmina con il taglio proveniente dal linguaggio, si é proceduta una analisi di contenuto dei protcolli ottenuti attraverso il motodo dello 'studio del caso' incominciando da una descrizione longitudinale seguita da interpretazione 'a posteriori'. Si ottennerc allora, delle categorie relative ad oqni dimensione dello psichismo. Queste, nel loro caracttere di traversalitã, furono prese come sostegni per le spiegazioni a rispetto del passaggio del soggetto della condizione biologica alla condizione di soggetto parlante. L'indirizzo di questa analisi ebbe come punto di partenza il postulare a rispetto di queste dimensioni, degli aspetti relativi alle stesse, e degliti aspetti che rispondono per effettori che si riferiscono a questi aspetti che rispondono per questo passaggio, il cui inizio avviene quando la madre si dispone a mostrare al soggetto il limite fra il nucleo filogenetico e le trasformazioni socio-storiche. A partire da questa demarcazione, si dà l'assimilazione di caratteristiche tipicamente umane per, infine, essere fissati, attraverso la legge paterna, ilimiti del 'diventare umano'. In questo interim, sono osservate occorrenze relative alle dimensioni menzionate. Trattandosi della permanenza di contenuti mantenuti fuori dal campo sel simboleggiamento ed esclusi della matrice immaginaria, aabiamo allora la caratterizzazione del reale attraverso il suo meccanismo specifico: la foraclusione. Situiamo anche la pulsione nel suo carattere impensabile ed innominabile. Già le azioni risultanti dalla ricalcatura originaria concorrono Der la formazione di marche non simboleggiabili che, come faccetta dell'immaginario, si vincolano alle informazioni del nucleo filogenetico che si riferiscono ai protofantasmi, qui considerati como un'altra faccetta di questa dimensione. Per quanto riguarda il simbolico, si registra la significazione como fondante della condizione umana risultante dalla ricalcatura propriamente detta. Cosi, l'umanazione, mentre spiegata attraversq il concetto di ricalcature, conforme mette in evidenza la metapsicologia freudiana, non incetta tutte le nuance relative all'umano; giacché agglomera soltanto quello che à immaginato come fantasma oppure quello che ê presentato simbolicamente. Per ciõ, l'utilizzazione del concetto di foraclusione, dela prospettiva lacaniana, si giustifica per il fatto di offrire uma visione piu completa do questa dinamica. In tal maniera, si possono includere nello scop~ del 'diventare umano' quegli elementi non passibili di simboleggiamento, cosi come quelli della realtã pulsionale che non si presentano nel testo del fantasma, ma che, quando si costituiscono come um 'piano-di-fondo, possibilitano che l'articolazione dei contenuti simbolici ed immaginari,! viabilizzino la socializzazione. Del resto, la socializzazione e un processo che, originato dal simbolico, trova posto nell'immaginario preso come base. Per questo, il reale, nel suo effetto marginale, rende possibile il ritorno al simbolico. A partire da questo, si verifica l'utilizzazione degli elementi culturali che sono scoperti in funzione di quello che l'attivite fantasmatica suscita. / Iniciando-se por uma descrição longitudinal, seguida de interpretação 'a posteriori', obteve-se categorias relativas a cada dimensão do psiquismo. Estas, em seu caráter de transversalidade, foram tomadas como esteios para as explicações acerca da passagem do sujeito da condição biológica à condição de sujeito falante. O norteamento dessa análise teve como ponto de partida a postulação acerca dessas dimensões, dos aspectos relativos as mesmas, e dos efetores referentes por essa passagem, cujo início tem a esses aspectos que respondem lugar quando a mãe se dispõe a apontar para o sujeito o limite entre o núcleo filogenético e as transformações sócio-histórica. A partir dessa delimitação, ocorre a assimilação de características, tipicamente humanas para, enfim, serem fixados pela lei paterna, os limites do 'tornar-se humano'. Nesse ínterim, são observadas ocorrências relativas as dimensões mencionadas. Tratando-se de permanência de conteúdos mantidos fora do campo da simbolização, e excluídos da matriz imaginária, tem-se então a caracterização do real ~elo seu mecanismo específico: a foraclusão. Ainda se situa a pulsão no seu caráter impensável e inominável. Já as ações resultantes do recalcamento originário concorrem para a formação de marcas não-simbolizáveis que, como faceta do imaginário, se vinculam às informações do núcleo filogenético referentes aos protofantasmas, aqui considerado corno outra faceta desta dimensão. No que concerne ao simbólico, registra-se a significação como fundante da condição humana, resultante do recalcamento propriamente dito. Sendo assim, a humanização enquanto explicada pelo conceito de recalcamento, conforme evidencia a metapsicologia freudiana, não açambarça todas as nuances relativas ao humano; visto englobar apenas aquilo que é imaginado corno fantasma ou aquilo que e apresentado simbolicamente. Por isso, a utilização do conceito de foraclusão, da perspectiva lacaniana, justifica-se pelo fato de oferecer uma visão mais completa dessa dinâmica. Desse modo, se pode incluir no escopo do 'tornar-se humano', aqueles elementos não passíveis de simbolização, bem como aqueles da realidade pulsional que não se apresentam no texto do fantasma; mas que, ao se constituírem como um 'pano-de-fundo', possibilitam que a conteúdos simbólicos e imaginários viabilizem a socialização. De resto, a socialização é um processo que, originado do simbólico, se assenta no imaginário tomado como base. Para isto, o real, em seu efeito marginal, possibilita o retorno ao simbólico. A partir daí, se verifica a utilização dos elementos culturais, que são descobertos em função daquilo que a atividade fantasmática suscita.
2

Um som do analista quando jovem

Neiva, Hélio Henrique Quinan 05 August 2016 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Programa de Pós-Graduação em Psicologia Clínica e Cultura, 2016. / Submitted by Fernanda Percia França (fernandafranca@bce.unb.br) on 2016-12-05T14:05:47Z No. of bitstreams: 1 2016_HélioHenriqueQuinanNeiva.pdf: 791575 bytes, checksum: 9d6bcafcdce3555a38130a69a98749ab (MD5) / Approved for entry into archive by Raquel Viana(raquelviana@bce.unb.br) on 2017-01-06T19:50:56Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2016_HélioHenriqueQuinanNeiva.pdf: 791575 bytes, checksum: 9d6bcafcdce3555a38130a69a98749ab (MD5) / Made available in DSpace on 2017-01-06T19:50:56Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2016_HélioHenriqueQuinanNeiva.pdf: 791575 bytes, checksum: 9d6bcafcdce3555a38130a69a98749ab (MD5) / O encontro da Psicanálise com a Literatura sempre foi marcado pelo fato dos escritores terem uma intimidade com o inconsciente. O uso da escrita criativa norteia e ilustra o desbravamento do campo psicanalítico. Esse encontro de dois terrenos do saber é bem ilustrado pelo neologismo de Lacan: lituraterra. A dissertação parte do estudo de Lacan sobre a letra e a literatura, para pensar os pontos de encontro entre os dois campos do saber. A escolha da obra de Joyce – Um retrato do artista quando Jovem – se deu pelo desejo apontado nas leituras sobre o objeto a e a voz. No retorno de Joyce para ler Lacan, houve o encontro com uma outra qualidade, que é o som, para pensar a experiência do lugar de leitor e sua ressonância no lugar do analista. A questão: o que um analista escuta e o que faz deste lugar produzir uma análise perpassa nas elaborações sobre a letra, a voz e o som. O trabalho aposta que, além das clássicas definições das formações do inconsciente, o analista também deve escutar uma musicalidade, que seria propriamente o conceito de lalangue; a junção entre o som e a voz. ___________________________________________________________________________________________________ ABSTRACT / The meeting of Psychoanalysis with Literature has always been marked by the fact that the writers have an intimacy with the unconscious. The use of creative writing guides and illustrates the clearing of the psychoanalytic field. This meeting of these two plots of knowledge is well illustrated by Lacan’s neologismo: lituraterre. The thesis starts on the Lacan’s study about the letter and literature to think the meeting points between the two fields of knowledge. The choice of Joyce’s novel – A Portrait of the Artist as a Young Man – was done to the desire left in the readings about the object a and the voice. On the return between reading Joyce and then Lacan, met another quality that is the sound, to think of experience about the reader’s place and its resonance in the analyst’s place. The question: what an analyst listens and what makes this place produce an analysis, runs through the elaborations on the letter, the voice and the sound. This work bets that besides the classical definitions of unconscious’ formations, the analyst must also listen to a musicality, which itself would be the concept of lalangue; the junction of the sound and the voice.
3

O acontecimento na estrutura, o real da lingua na teorização sobre o discurso : a hipotese do inconsciente

Leite, Nina Virginia de Araújo, 1950- 20 January 1992 (has links)
Orientador: Eduardo Roberto Junqueira Guimarães / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Estudos da Linguagem / Made available in DSpace on 2018-07-17T11:24:04Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Leite_NinaVirginiadeAraujo_D.pdf: 7075596 bytes, checksum: 7f6faae5dddc739d053a3a11cf9cb07e (MD5) Previous issue date: 1993 / Resumo: O presente trabalho realiza uma reflexão sobre a questão da subjetividade na linguagem. a partir da consideração da hipótese do inconsciente. São exploradas as noções de sujeito e de sentido na ideologia em suas articulações com o sujeito do desejo inconsciente. através da leitura critica de alguns textos de Michel Pêcbeux. tendo como referência a construção de uma noção de estrutura mobilizada pela leitura de Jacques Lacan. Demonstra-se que a referência à Psicanálise se faz de forma diferenciada na obra de M. Pêcheux. argumentando-se que o ponto terminal da reflexão do autor indica a necessidade. Nos estudos sobre o discurso. de construir uma noção de estrutura compatível com a consideração do real como contingência. a fim de ai incluir o acontecimento. Sugere-se uma distinção de planos no estudo da subjetividade. contemplando as articulações em estudo na tese. A principal contribuição da presente reflexão reside no apontamento da necessária distinção da categoria do Outro na teoria. referindo quer a ordem do significante, fundamento do Simbólico. quer a dimensão do objeto real inassimilável à ordem da lingua. constituindo seu impossível / Abstract: The present theoretical work presents a reflection on the question of the subjectivity in language, considering the hypothesis of the unconscious. The notions of subject and meaning (sense) in ideology are explored, together with their articulations with the subject of unconscious desire, through the critical reading of some of Pêcheux's works, having as reference the construction of a notion of structure taken into account by Lacan's tbeory. It is demonstrated that the reference to Psychoanalysis is differently made throughout Pêchew¿s works, and it is argued that the terminal point of his reflections indicates the need, with in discourse studies, of constructing a notion of structure coherent with the consideration of the category of the Real as contingency, in order to include the event within the structure. It is suggested a distinction of planes in the study of subjectivity, talking into account the articulations under study in this work. The most important contribution of the present study resides in the indication of the necessary identification of the category of the Other within the theory, referring either to the significant order - viewed as the fundament of the Symbolic ¿ or to the dimension of the object, unacessible to the order of the language, constituting its impossible / Doutorado / Doutor em Ciências
4

Estudo da significância do corpo na Umbanda: limites e possibilidades de aplicabilidade de alguns conceitos lacanianos / Study of the Significance of the Body in Umbanda: limits and possibilities of applicability of some Lacan concepts

Fabiana Sampaio Pellicciari 29 July 2008 (has links)
A Umbanda comporta um vasto imaginário e grande riqueza simbólica manifestos numa ampla gama de elementos rituais, gestos, movimentos, expressões corporais, falas, danças, músicas, ou seja, em toda e qualquer expressão desta religião brasileira. O estudo foi feito em dois templos distintos: o Terreiro de Mãe Silvana, situado na cidade de Várzea Paulista, e o Templo de Umbanda Caboclo Flecha de Ouro, situado na cidade de Jundiaí, ambos situados no Estado de São Paulo. O objetivo foi delimitar os limites e as possibilidades de alguns conceitos psicanalíticos lacanianos na sua aplicabilidade aos fenômenos extáticos umbandistas no que concerne à esfera corporal. Os conceitos: corpo, significante, letra, objeto a, real e gozo, foram tratados como operadores no campo, sem haver uma aplicação da psicanálise como método de investigação da interioridade subjetiva nem como uma visão de mundo rival da umbandista, a fim de preservar a maneira como os próprios colaboradores narram suas experiências e as suas próprias concepções dos fenômenos. As entrevistas foram semi-estruturadas, assim como também foram realizadas anotações, gravações e observações de médiuns e entidades durante rituais umbandistas e fora deles. A análise e interpretação dos dados foram qualitativas. Os operadores analíticos lacanianos mostraram-se úteis, tanto por possibilitarem acesso aos aspectos simbólicos do êxtase, como por permitirem delimitar nas experiências extáticas o que elas comportam de inapreensível. / The Umbanda religion holds a vaste and rich symbolic imagery which manifests itself through an wide range of ritual elements, such as gestures, movements, bodily expressions, speechs, dance, music, or by many other particular expressions included in this Brazilian religion. The study was done in two separated temples: the first one, the Mother Silvana Temple, located in the city of Varzea Paulista and the second, the Temple \"Caboclo Flecha de Ouro\", located in the city of Jundiaí, both situaded in the State of Sao Paulo, Brazil. The objective of this research was to investigate the limits and possibilities of some Lacan psychoanalytic concepts in its applicability to the ecstatic phenomena in Umbanda religion, concerning the body sphere. The concepts: body, significant, letter, object a, real and jouissance, were treated as operators in the field, without an application, however, of psychoanalysis as a method of investigation of subjective interiority or as a rival vision of the Umbanda world, so that the way people narrate their own experiences and their own conceptions of the phenomena could be preserved. The interviews were semi-structured, and also were held notes, recordings and observations of mediums and entities during Umbanda rituals and outside them. The analysis andminterpretation of data was qualitative. Lacan\'s operators analytical concepts shown to be useful, both by allowing access to the symbolic aspects of the ecstasy, as for permitted by the experience define what it behave of incomprehensible.
5

Estudo da significância do corpo na Umbanda: limites e possibilidades de aplicabilidade de alguns conceitos lacanianos / Study of the Significance of the Body in Umbanda: limits and possibilities of applicability of some Lacan concepts

Pellicciari, Fabiana Sampaio 29 July 2008 (has links)
A Umbanda comporta um vasto imaginário e grande riqueza simbólica manifestos numa ampla gama de elementos rituais, gestos, movimentos, expressões corporais, falas, danças, músicas, ou seja, em toda e qualquer expressão desta religião brasileira. O estudo foi feito em dois templos distintos: o Terreiro de Mãe Silvana, situado na cidade de Várzea Paulista, e o Templo de Umbanda Caboclo Flecha de Ouro, situado na cidade de Jundiaí, ambos situados no Estado de São Paulo. O objetivo foi delimitar os limites e as possibilidades de alguns conceitos psicanalíticos lacanianos na sua aplicabilidade aos fenômenos extáticos umbandistas no que concerne à esfera corporal. Os conceitos: corpo, significante, letra, objeto a, real e gozo, foram tratados como operadores no campo, sem haver uma aplicação da psicanálise como método de investigação da interioridade subjetiva nem como uma visão de mundo rival da umbandista, a fim de preservar a maneira como os próprios colaboradores narram suas experiências e as suas próprias concepções dos fenômenos. As entrevistas foram semi-estruturadas, assim como também foram realizadas anotações, gravações e observações de médiuns e entidades durante rituais umbandistas e fora deles. A análise e interpretação dos dados foram qualitativas. Os operadores analíticos lacanianos mostraram-se úteis, tanto por possibilitarem acesso aos aspectos simbólicos do êxtase, como por permitirem delimitar nas experiências extáticas o que elas comportam de inapreensível. / The Umbanda religion holds a vaste and rich symbolic imagery which manifests itself through an wide range of ritual elements, such as gestures, movements, bodily expressions, speechs, dance, music, or by many other particular expressions included in this Brazilian religion. The study was done in two separated temples: the first one, the Mother Silvana Temple, located in the city of Varzea Paulista and the second, the Temple \"Caboclo Flecha de Ouro\", located in the city of Jundiaí, both situaded in the State of Sao Paulo, Brazil. The objective of this research was to investigate the limits and possibilities of some Lacan psychoanalytic concepts in its applicability to the ecstatic phenomena in Umbanda religion, concerning the body sphere. The concepts: body, significant, letter, object a, real and jouissance, were treated as operators in the field, without an application, however, of psychoanalysis as a method of investigation of subjective interiority or as a rival vision of the Umbanda world, so that the way people narrate their own experiences and their own conceptions of the phenomena could be preserved. The interviews were semi-structured, and also were held notes, recordings and observations of mediums and entities during Umbanda rituals and outside them. The analysis andminterpretation of data was qualitative. Lacan\'s operators analytical concepts shown to be useful, both by allowing access to the symbolic aspects of the ecstasy, as for permitted by the experience define what it behave of incomprehensible.
6

Sobre o Eu em Psicanálise : a tecedura de uma ficção

Benigno, Luciana de Faria 15 August 2016 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Programa de Pós-Graduação em Psicologia Clínica e Cultura, 2016. / Submitted by Albânia Cézar de Melo (albania@bce.unb.br) on 2016-08-29T14:19:22Z No. of bitstreams: 1 2016_LucianadeFariaBenigno.pdf: 3461308 bytes, checksum: e3ddc4b5b44a71915e3d581f59b21a20 (MD5) / Approved for entry into archive by Raquel Viana(raquelviana@bce.unb.br) on 2016-11-01T12:48:23Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2016_LucianadeFariaBenigno.pdf: 3461308 bytes, checksum: e3ddc4b5b44a71915e3d581f59b21a20 (MD5) / Made available in DSpace on 2016-11-01T12:48:23Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2016_LucianadeFariaBenigno.pdf: 3461308 bytes, checksum: e3ddc4b5b44a71915e3d581f59b21a20 (MD5) / Questionamentos existenciais constantemente interrogam o sujeito ao longo de sua vida, tais como, saber quem é, de onde veio, para onde vai, ou ainda, qual o sentido de sua vida. Do ponto de vista psicanalítico, do qual parte este trabalho, essas questões parecem ganhar uma maior complexidade, visto que se fala sob a égide do inconsciente. O presente trabalho explora a questão “Quem sou?”, com o objetivo de compreender de que forma pode-se conferir uma mínima estabilidade e coerência ao Eu, que permita responder à tal questão, ao completar a frase “Eu sou...”. Para tanto, foram utilizadas obras de Freud e de Lacan, juntamente a outros autores pós-freudianos, bem como autores oriundos de outras áreas de saber, como a sociologia, antropologia e história. A hipótese que permeou e guiou esta dissertação é de que o sujeito constrói uma ficção, isto é, produz algo da ordem de uma invenção, para buscar dar conta da mutabilidade e instabilidade características do Eu. Aborda-se a importância da rememoração; a falta de sentido da história do sujeito, que poderá tecê-lo em uma ficção; a questão da verdade nessa ficção; o que se pode chamar “reedições da ficção do Eu” e ainda, aquilo que se repete nessas versões. Chegamos à proposta de que a construção de uma ficção convoca o sujeito a brincar com a palavra, reinventar a si mesmo, encontrar uma repetição que demanda o novo. _________________________________________________________________________________________________ ABSTRACT / Existential questions constantly afflict individuals during their life, such as, knowing who they are, where they come from, what is their destiny, or what is the meaning of their life. From a psychoanalytical perspective, which supports this work, these questions gain more complexity, once they are under the aegis of the unconscious. This work explores the question “Who am I?”, aiming to understand how it is possible to provide a minimum stability and coherence to the Ego, so that the individual is capable of completing the sentence “I am...”. For this purpose, this study scrutinizes theories developed by Freud and Lacan, alongside with other post-freudians authors, and authors from different fields of knowledge, such as sociology, anthropology and history. The hypothesis that permeated and guided this dissertation is that the subject builds a fiction, that is, something related to an invention, which seeks to cope with the Ego’s typical mutability and instability. The present paper explores the importance of narrative and remembrance; the lack of meaning of the subject’s history; its truth; what can be named “re-editions of the Ego’s fiction”; as well as what is repeated in those different versions. Finally, it proposes that the construction of a fiction invites the subject to play with the words, to reinvent themselves, to seek a repetition that demands something new.
7

A transferência como baliza para o posicionamento do mestre : ocupá-lo para desocupá-lo

Qader, Aline Santos Abdel 30 October 2016 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Programa de Pós-Graduação em Psicologia Clínica e Cultura, 2016. / Submitted by Fernanda Percia França (fernandafranca@bce.unb.br) on 2016-11-07T12:34:23Z No. of bitstreams: 1 2016_AlineSantosAbdelQader.pdf: 861723 bytes, checksum: b20eab8f6d66dd5a73ae72207aff0d31 (MD5) / Approved for entry into archive by Raquel Viana(raquelviana@bce.unb.br) on 2017-01-28T16:24:38Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2016_AlineSantosAbdelQader.pdf: 861723 bytes, checksum: b20eab8f6d66dd5a73ae72207aff0d31 (MD5) / Made available in DSpace on 2017-01-28T16:24:38Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2016_AlineSantosAbdelQader.pdf: 861723 bytes, checksum: b20eab8f6d66dd5a73ae72207aff0d31 (MD5) / Esta pesquisa pretende entrar em contato com os fundamentos da experiência psicanalítica, a partir da teoria de Freud e Lacan, com o objetivo de analisar o posicionamento do analista em relação ao posicionamento do mestre. Partimos do fato de que o acesso ao inconsciente está fortemente atrelado à experiência, em especial à experiência de linguagem. Assim, recorremos à origem da psicanálise para observar como seu fundamento está vinculado ao movimento freudiano que chamamos de um descolar-se da posição do mestre. Ressaltamos as noções de realidade psíquica, de transferência e de repetição. Em relação aos ensinos de Lacan, observamos que o tensionamento entre o posicionamento do mestre e o do psicanalista se torna explícito e, para balizar a discussão nesse campo, colocamos em evidência a relação entre o sujeito e o Outro, a ordem dos significantes, e as operações de alienação e separação. / This research aims to approach the fundamentals of the psychanalytic experience, from the theory of Freud and Lacan, with the goal of analyzing the position of the analyst in relation to the positioning of the master. We set off from the fact that the access to the unconscious is strongly linked to experience, especially the experience of language. Thus, we turn to the origin of psychoanalysis, in order to observe how its foundation is linked to the Freudian movement that we call a detachment of the position of the master. We emphasize the notions of psychic reality, transfer and repetition. In regards to Lacan’s teachings, we observed that the tension between the position of the master and that of the psychoanalyst becomes explicit, and to mark out the discussion in this field, we highlighted the relationship between the subject and the Other, the order of signifiers, and the operations of alienation and separation.
8

O silêncio na constituição do sujeito lacaniano

Inhaia, Cristina Kelleter Borges January 2014 (has links)
Made available in DSpace on 2016-11-30T14:52:50Z (GMT). No. of bitstreams: 2 109799_Cristina.pdf: 563936 bytes, checksum: 34d50c5faf77ff779ceb62fc845246cf (MD5) license.txt: 214 bytes, checksum: a5b8d016460874115603ed481bad9c47 (MD5) / Esta dissertação tem como objetivo discutir o silêncio na constituição do sujeito desde uma perspectiva da psicanálise lacaniana. Para isso, parte-se do silêncio fundante e des(estruturante) na constituição do sujeito diante da emergência das formas de impossibilidade e resistência à linguagem pela escuta na clínica fonoaudiológica, de onde através de casos clínicos, buscamos o aporte para discutir o silêncio no plano teórico, desde sua inscrição no registro real e simbólico da experiência psíquica. Este percurso se dá com base nos conceitos teóricos da psicanálise, mais especificamente sob orientação lacaniana, privilegiando as noções de Sujeito, Discurso e Desejo do Outro, Real e Objeto a. Pretendemos discutir o estatuto de cada modalidade conceitual articulando-as aos silêncios que atravessam o fazer fonoaudiológico elencados a partir de vinhetas clínicas, na busca de evidências que indiquem os efeitos, as marcas que o silêncio fundante e constitutivo possa provocar no sujeito. Para além dos considerados distúrbios de linguagem, surge o questionamento que motivará esta investigação: Qual a relação, qual a implicação do silêncio fundante e (des)estruturante na constituição do sujeito? / The purpose of this dissertation is to discuss the silence on the subject constitution from the lacanian psychoanalysis perspective. To achieve this, we start from the founding silence and (de)structuring on the subject constitution facing the emergency of resistance and inability ways to language, by listening in the speech clinic, where through clinical cases we seek the input to discuss the silence in the theory, from its inscription in real and symbolic record of psychic experience. This route will be based in the theoretical concepts of psychoanalysis, more specifically, in the lacanian theory, prioritizing the Subject concepts, Discourse and Desire of the Other, Real and Object- a. We intend to discuss the statute of each conceptual modality, linking them to the silence which goes through the listed speech work from the clinical vignettes, seeking the evidences which indicate the effects and the marks that the founding constitutive silence can cause to the subject. Beyond the speech disorders, a questioning which instigates investigation arises: what is the relation, what is the implication of the founding and (de)structuring silence in the subject constitution?
9

Das Ding : a revolução do real em Lacan

Pimenta, Cristiano Alves 06 1900 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Departamento de Psicologia Clínica, Programa de Pós-Graduação em Psicologia Clínica e Cultura, 2009. / Submitted by Luanna Maia (luanna@bce.unb.br) on 2011-06-03T14:54:49Z No. of bitstreams: 1 2009_CristianoAlvesPimenta.pdf: 642239 bytes, checksum: 7216cf578df272906db7e3ece067e05d (MD5) / Approved for entry into archive by Luanna Maia(luanna@bce.unb.br) on 2011-06-03T14:55:20Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2009_CristianoAlvesPimenta.pdf: 642239 bytes, checksum: 7216cf578df272906db7e3ece067e05d (MD5) / Made available in DSpace on 2011-06-03T14:55:20Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2009_CristianoAlvesPimenta.pdf: 642239 bytes, checksum: 7216cf578df272906db7e3ece067e05d (MD5) / Este trabalho dedica-se ao tema da noção de real como das Ding, tal como esta é desenvolvida no O seminário, livro 7: a ética da psicanálise. Trata-se de tomar esse momento da elaboração teórica lacaniana como um momento de mudança em que a noção de real, entendida como uma dimensão mais além do simbólico, subverte o poder que este até então desfrutava. O registro do simbólico, ou seja, o campo da linguagem fundado na noção de significante, foi, na psicanálise lacaniana, até então, o lugar em que as determinações mais essenciais da subjetividade se estabeleciam. Mas o surgimento da noção de das Ding implica uma subversão teórica que faz girar os registros em jogo, colocando o que é da ordem de um real mais além do simbólico no lugar de primazia. Examina-se, também, aquilo que na teoria lacaniana elaborada anteriormente ao Seminário 7 pode ser pensado como esboço, antecipação ou antecedente dessa noção de real como das Ding. Neste sentido, a noção da mãe como caprichosa e arbitrária constitui-se num dos antecedentes mais significativos. Buscou-se também apresentar as referências freudianas mais essenciais usadas por Lacan na construção dessa noção. Chega-se, assim, à noção de das Ding a partir de uma problemática que envolve as noções freudianas de princípio de prazer e princípio de realidade. Das Ding pertence ao princípio de realidade, mas, ao mesmo tempo, é o que persiste enigmaticamente velado nesse princípio. Em seguida, pretendeu-se apresentar a estrutura de vazio que define esse real como das Ding. A noção de sublimação, em seu caráter problemático, fornece o modelo da instauração do vazio no mundo humano e revela a dimensão da Coisa sob a forma da essência mesma desse humano. Por fim, conclui-se que o final do tratamento analítico deve ser pensado como uma forma do sujeito reinventar a vida após os efeitos do encontro com o real. ________________________________________________________________________________ ABSTRACT / This work is focused on the statute of real as das Ding with The Seminary, book 7: the psychoanalysis ethic as a frame of reference. It is intented to see the elaboration of the lacanian theory as a moment of change, in which the notion of real, assumed as a dimension beyond the symbolic, subverts the power that it held before. The symbolic registry, a language domain based on the signifier, was back then, in lacanian psychoanalysis, the locus where the most primary determinations of subjectivity established themselves. But the arise of the notion of das Ding points to a theoretical subversion that makes the actual registries turn, making the real unbound to symbolic take place instead. The idea of a draft, anticipation or antecedent of this notion of real as das Ding, considered in advance to Seminary 7, is also looked over. In this way, the clue of an arbitrary and methodical mother stands for one of the main antecedents. Another intention is to evidence the foremost freudian references used by Lacan in his elaboration of that conception. As a result, the notion of das Ding is reached coming out of the principle of pleasure and the principle of reality. Das ding belongs to the principle of reality, although it keeps simultaneously and enigmaticly veiled underneath it. Thereafter, the structure of the empty that defines this real as das Ding is pointed. The notion of sublimation, in its problematic aspect, provides the model of instauration of the empty in the human atmosphere and reveals the dimention of the Thing accordingly to the shape of this human root itself. In conclusion, it is conceived that the analytical treatment ending must be took in as a way of the patient remake life after the consequences of the meeting with real.
10

My clean is dirty : erro ou lapso?

Vivacqua, Maria Victoria Guinle, 1967- 09 December 2002 (has links)
Orientador: Carmen Zink Bolognini / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Estudos da Linguagem / Made available in DSpace on 2018-08-02T00:32:45Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Vivacqua_MariaVictoriaGuinle_M.pdf: 2959304 bytes, checksum: 2b01b9da64329c7d1d270070d38d1ec6 (MD5) Previous issue date: 2002 / Resumo: Esta dissertação procurou questionar os pressupostos teórico-metodológicos do que se denomina, tradicionalmente, por erro no processo de aquisição de língua materna (LM) e de língua estrangeira (LE), Inglês, e propor a denominação de lapsos de língua, baseados em Freud e Lacan, para tais ocorrências. Esta denominação implica na concepção de um sujeito falante, que se constitui simultaneamente à linguagem e traz à baila a subjetividade do sujeito-professor e do sujeitoaprendiz. Para vislumbrarmos como essa subjetividade se presentifica na relação de sala de aula de LE, buscamos, através da análise de enunciados, investigar de que maneira os mecanismos de metáfora, metonímia e heteronímia operam na aquisição/aprendizado de LM e de LE, a partir dos trabalhos de Jakobson, Lacan e De Lemos. Recorremos, também, à Análise do Discurso de linha francesa para exemplificarmos como as formações discursivas, do professor e do aluno, são demarcadas pela ideologia que assinala uma relação dissimétrica, segundo Pêcheux, do professor na interpretação do erro/lapso dos enunciados de aprendizes, na aquisição/aprendizado de LE. A partir do diálogo entre as teorias de aquisição da linguagem e da concepção de sujeito da Análise do Discurso e da Psicanálise, esperamos desconstruir o olhar dado ao erro na concepção tradicional, gerativista, estruturalista e comunicativa no processo de awuisição/aprendizado de Inglês, como língua estrangeira / Abstract: This research is aimed to question the methodological and theoretical notion of what is traditionally understood by error in the language acquisition process of the mother tongue (first language) and English, as a second language. We also propose to those phenomena the notion of slip of the tongue, based on concepts by Freud and Lacan. The comprehension of errors as slips of the tongue implies a subject-speaker that is built simultaneously to the language. This fact brings up to the scene the subjectivity of the subject-teacher and the subject-student. In order to see the way this subjectivity is revealed in the second language class, through out the presentation of some statements, we will show how the metaphor, metonymy and heteronymy mechanisms operate on the acquisition of the first and the second languages, based on Lacan, Jakobson and De Lemos. In addition to that, we will be using the Discourse Analysis, the French theory, to illustrate how the discoursive formations of the teacher and the students are marked by the ideology which shows a dissimetric relation, according Pêcheux, in the teacher' s interpretation of students'assertions of errors/slips, on the acquisitionllearning of the second language. Starting from the dialogue between the theories of the language acquisition, and the concept of the subject of the Discourse Analysis and Psychoanalysis, we hope to provi de a different way of understanding the error in the traditional concept, generativist, struturalist and communicative in the process of acquisitionllearning of English as a second language / Mestrado / Ensino-Aprendizagem de Segunda Lingua e Lingua Estrangeira / Mestre em Linguística Aplicada

Page generated in 0.047 seconds