• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 392
  • 3
  • 1
  • Tagged with
  • 398
  • 260
  • 101
  • 61
  • 56
  • 53
  • 47
  • 42
  • 39
  • 38
  • 35
  • 33
  • 30
  • 30
  • 30
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
11

Fluxo diastolico ventriculo direito : arteria pulmonar

Bittencourt, Luiz Antonio Kannebley, 1945- 14 July 2018 (has links)
Orientador: Ruy Erreiras Maciel / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciencias Medicas / Made available in DSpace on 2018-07-14T12:00:57Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Bittencourt_LuizAntonioKannebley_D.pdf: 1489546 bytes, checksum: 608a9bc32bd3eb91b62b447f5b2c3d3b (MD5) Previous issue date: 1982 / Resumo: Não informado. / Abstract: Not informed. / Doutorado / Doutor em Ciências Médicas
12

Hemoglobina S e tuberculose pulmonar

Pinto Junior, Walter, 1944- 17 July 2018 (has links)
Acompanha memorial / Tese (livre docencia) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciencias Medicas / Made available in DSpace on 2018-07-17T05:36:34Z (GMT). No. of bitstreams: 1 PintoJunior_Walter_LD.pdf: 1954361 bytes, checksum: c529f8c30757f8e06ef71576d9f3e945 (MD5) Previous issue date: 1978 / Resumo: No capítulo introdutório, após tecer um breve histórico e considerações gerais sobre os índices falcêmicos em diferentes populações, o autor descreveu de modo sucinto os fatores que influenciam a falciformação e o quadro clínico que compõe a anemia falciforme bem como das alterações clínicas associadas ao estigma siclêmico. Nesse mesmo capítulo chamou a atenção para os fatores que podem atuar na manutenção do polimorfismo da hemoglobina S. e a importância dessa hemoglobinapatia do ponto de vista antropológica. sócio-econômico. genético e de saúde pública. O segundo capítulo foi dedicado a uma revisão específica da eventual associação da hemoglobina S com a tuberculose pul- monar, estabelecendo os principais objetivos do trabalho ou seja, o de avaliar a freqüência de indivíduos com o gene da hemoglobina S no estado heterozigótico em pacientes negróides com tuberculose pulmonar e se a evolução clínica e o quadro radiológico da tuberculose pulmonar nos pacientes negróides estão de algum modo associados ao gene da hemoglobina S. ...Observação: O resumo, na íntegra, poderá ser visualizado no texto completo da tese digital / Abstract: Not informed / Tese (livre docencia) - Univer / Genetica Medica / Livre Docente em Ciencias Medicas
13

Desenvolvimento e caracterização de duas linhagens celulares de adenocarcinoma de pulmão com níveis clinicamente relevantes de resistência à cisplatina

Martello, Carolina Lumertz January 2018 (has links)
O câncer de pulmão é um dos principais responsáveis pelas mortes causadas por câncer no mundo, principalmente o câncer de pulmão de células não pequenas (NSCLC). A cisplatina é o quimioterápico mais comumente utilizado para tratamento de NSCLC. Contudo, a resistência à cisplatina e a consequente recorrência do tumor são obstáculos frequentes desse tratamento. Com o objetivo de investigar os mecanismos moleculares envolvidos na resistência à cisplatina em NSCLC, foram desenvolvidas duas sublinhagens a partir da linhagem humana de adenocarcinoma de pulmão A549 com níveis clinicamente relevantes de resistência à cisplatina, A549/CDDPCT e A549/CDDP. As duas sublinhagens foram analisadas comparativamente por análises celulares e proteômica. As células A549/CDDP apresentaram menor proliferação e maior capacidade de reparo a danos no DNA quando comparadas com as células A549 e A549/CDDPCT. As análises de proteômica e ontologia das células resistentes à cisplatina revelaram o enriquecimento de proteínas relacionadas ao reparo de DNA, resposta ao estresse de retículo endoplasmático, regulação do processo apoptótico, dentre outros mecanismos potencialmente envolvidos na resistência à droga. A549/CDDPCT apresentou mudanças morfológicas já identificadas em células resistentes à cisplatina, perfil de proteínas ribossomais exclusivo, além de potencial evasão de danos do estresse oxidativo ocasionado pela cisplatina. A549/CDDP apresentou diversas proteínas enriquecidas relacionadas à organização do citoesqueleto, além de morfologia alongada (fibroblasto-like), sugestiva de uma possível transição epitélio-mesenquimal. Dessa forma, A549/CDDPCT e A549/CDDP apresentaram conjuntos únicos de mecanismos de resistência, mostrando-se valiosos modelos celulares clinicamente relevantes para futuros estudos dos mecanismos moleculares da resistência à cisplatina. / Lung cancer, a major responsible by cancer death in the world, have platinum-based chemotherapy as first-line therapy for patients with advanced non-small cell lung cancer (NSCLC), being cisplatin the most frequently used drug. However, cisplatin resistance and consequent tumor recurrence remain an obstacle to treatment. In order to investigate the molecular pathways involved with cisplatin resistance in NSCLC, we developed two human lung adenocarcinoma A549 sublines with clinically relevant levels, A549/CDDPCT and A549/CDDP. Both sublines were analyzing by cellular characterization and protein expression modulation. A549/CDDP cells presented lower proliferation and increased cisplatin DNA damage repair when compared to A549 and A549/CDDPCT. Proteomic and gene ontology analyses provided evidences of DNA repair proteins, endoplasmatic reticulum stress response, apoptotic process response, as others mechanisms potentially related to cisplatin resistance. A549/CDDPCT presented morphological changes already observed in cisplatin resistant cells, exclusive ribosomal profile as well as potential oxidative stress evasion. A549/CDDP presented fibroblast-like morphology and enriched proteins related to cytoskeletal organization, as a possible epithelial-mesenchymal transition (EMT). Therefore, A549/CDDPCT and A549/CDDP presented two unique sets of resistance mechanisms, standing as valuable clinically relevant cellular models to further investigations of drug resistance molecular mechanisms.
14

Controle do escape de ar em modelo experimental de aerostasia pulmonar pela aplicação de enxerto autólogo de gordura livre

Felicetti, José Carlos January 2011 (has links)
O escape de ar persistente é a complicação mais frequente após ressecções pulmonares, resultando no aumento da morbimortalidade no pós-operatório. Objetivo: Avaliar a viabilidade, integração e eficácia do enxerto de gordura livre peritoneal como método de controle de escape de ar em ratos com pulmões normais e enfisematosos. Métodos: sessenta ratos Wistar foram divididos em dois grupos: enfisema (n=30) e pulmão normal (n=30). O escape de ar pulmonar foi obtido por perfuração direta no lobo inferior direito. Injeção intrapulmonar de enxerto de gordura livre autóloga peritoneal foi utilizada para aerostasia. Os ratos de cada grupo foram divididos aleatoriamente em subgrupos (n=6) de 7, 14, 21, 30 e 60 dias. Depois do sacrifício, os pulmões foram removidos para análise histológica, morfometria, identificação e contagem de vasos, imuno-histoquímica para caspase 3, VEGF e Fator VIII. Resultados: houve integração tecidual do enxerto de gordura livre em todos os animais de ambos os grupos e em todos períodos de tempo. Vasos corados com Tinta da China no interior do enxerto de gordura estavam presentes em todos períodos em ambos grupos. A expressão de VEGF foi significativamente mais alta em todos os períodos no grupo do enfisema em comparação aos pulmões normais (p<0.001). Houve um significativo aumento na expressão da caspase 3 no grupo do enfisema aos 30 e 60 dias (p<0.001). O Fator VIII mostrou um aumento significantivo (p<0.001) nos pulmões enfisematosos aos 30 e 60 dias. Conclusão: Este estudo demonstrou que o uso de enxerto de gordura livre peritoneal é capaz de controlar o escape de ar tanto em pulmões de ratos normais como naqueles com enfisema, e a viabilidade persiste por, pelo menos, 60 dias após seu implante. / Persistent pulmonary air leak is the most frequent complication after lung resection resulting in an increase of postoperative morbimortality. Objective: Evaluate the viability, integration and efficacy of free peritoneal fat graft as a method for air leak control into normal and emphysematous rat lungs. Methods: Sixty Wistar rats were divided into two groups: emphysema (n=30) and normal lung (n=30). Pulmonary air leak was produced by direct puncture of the right lower lobe. Intra pulmonary injection of autologous free peritoneal fat graft was used for aerostasis. The rats from each group were randomly divided into subgroups (n=6) of 7, 14, 21, 30 and 60 days. After sacrifice, lungs were removed for histological analysis, morphometry, vessel identification and counting, imunohistochemistry for Capase 3, VEGF and Factor VIII. Results: There was tissue integration of the free fat grafts in all animals in both groups at all time periods. Vessels stained with India ink inside the fat grafts were present at all periods in both groups. VEGF expression was significantly higher in all periods in the emphysema group in comparison to normal lungs (p<0.001). There was a significant increase in caspase 3 expression in the emphysema group at 30 and 60 days (p<0.001). Factor VIII showed a significant increase (p<0.001) at 30 and 60 days in emphysematous lungs. Conclusion: This study demonstrated that the use of free peritoneal fat graft controls air leak in normal and emphysematous rat lungs with persisting graft viability for at least 60 days after implantation.
15

Avaliação da indução de autofagia em células de câncer de pulmão em resposta ao tratamento com cisplatina

Lima, Michelle de Souza January 2014 (has links)
A autofagia tem sido alvo de extensas investigações nas pesquisas oncológicas devido ao seu papel dual na tumorigênese. Estudos recentes têm demonstrado que a autofagia pode ser ativada por agentes quimioterápicos e que esta ativação pode influenciar na resposta celular e afetar o resultado da terapia. Os papeis exercidos pela autofagia em resposta à quimioterapia são controversos e dependem do tipo e do contexto celular. Por um lado, a autofagia poderia atuar como um mecanismo de defesa na tentativa de evitar o estresse causado pelo dano ao DNA, porém, poderia também levar à morte celular dependendo da extensão do dano. A cisplatina é um agente quimioterápico amplamente utilizado no tratamento de diversos tipos de tumores, incluindo os cânceres de pulmão de células não-pequenas (NSCLC). Neste estudo foi investigado o papel da indução de autofagia pela cisplatina em células de câncer de pulmão H460. Para este fim, a cisplatina foi combinada com o indutor de autofagia rapamicina, o que resultou numa hiperestimulação da via autofágica, diminuindo consideravelmente a viabilidade celular. Além disso, foram utilizados os inibidores farmacológicos da autofagia 3-metiladenina e cloroquina. Em combinação com o tratamento da cisplatina, a inibição da autofagia pela 3-metiladenina não teve efeito na viabilidade celular. No entanto, o tratamento com cloroquina aumentou significativamente a viabilidade celular em relação ao tratamento isolado com a cisplatina. Em conjunto, estes resultados sugerem que a autofagia induzida pela cisplatina contribui para a eliminação das células de câncer de pulmão. / Autophagy has been the target of extensive investigation in oncology researches due to its dual role in tumorigenesis. Recent findings have demonstrated that autophagy can be activated by chemotherapeutical agents and that this activation may influence cellular responses and affect the results of therapy. The roles played by autophagy in response to chemotherapy are controversial and dependent on cell type and context. Autophagy could act as a defense mechanism in an attempt to avoid the stress caused by DNA damage, but it could also lead to cell death depending on damage extent. Cisplatin is one of the most effective chemotherapeutical agents used to treat several types of tumors including non-small cell lung cancer (NSCLC). In the present study we investigated the role of autophagy induction by cisplatin in H460 lung cancer cells. For this purpose, cisplatin was combined with the autophagy inducer rapamycin which resulted in autophagy overstimulation, considerably decreasing cell viability. Besides, the pharmacological inhibitors of autophagy 3-methyladenine and chloroquine were also used. Autophagy inhibition by 3-methyladenine had no effect on cell viability. However the treatment with chloroquine increased cell viability in comparison to cisplatin treatment only. Together these results suggest that autophagy induced by cisplatin contributes to lung cancer cells elimination.
16

Estudo das associações clínicas, radiológicas e funcionais em pacientes com sarcoidose : série de casos

Fernandes, Juliana Cardozo January 2009 (has links)
Objetivo: Este estudo de uma série de casos de sarcoidose propõe-se a descrever a correlação clinica, radiológica e funcional pulmonar, no momento do diagnóstico. Perfil demográfico, sintomas sistêmicos, manifestações extrapulmonares da doença, associação com outras doenças granulomatosas, histopatologia e achados laboratoriais. Métodos: Estudo retrospectivo de 103 casos com sarcoidose, atendidos em centro de referência no sul do Brasil, entre 1990 e 2003. Resultados: Não houve diferença de frequência entre homens e mulheres (42% e 58% respectivamente). A média de idade foi de 41,8 ± 14,1 anos. Houve predomínio em caucasianos (84%). Dados sobre tabagismo mostraram que 62% dos pacientes nunca fumaram, 29% eram tabagistas em abstinência e 9% tabagistas ativos. Dentre os dados clínicos destacaram-se: 86% eram sintomáticos, dentre eles, 77% tinham sintomas torácicos, sendo os mais prevalentes tosse (48%), dispnéia (41%) e dor torácica (18%). As manifestações extrapulmonares foram encontradas em 80% dos casos, sendo 21% com adenopatia periférica, 20% com artralgia, 17% com alterações cutâneas, 20% com alterações oftalmológicas, 10% com alterações cardiológicas, e 6% com litíase urinária. Sintomas sistêmicos como emagrecimento, febre e astenia foram encontrados em 35%, 23% e 23%, respectivamente. A espirometria foi realizada em 83 (82%) pacientes, com resultados anormais em 45% deles, com os seguintes padrões: restritivo em 23%, obstrutivo em 18% e misto em 4%. A distribuição dos tipos radiológicos mostrou 1% tipo 0, 32% tipo I, 49% tipo II e 18% tipo III. Realizaram radiograma de tórax e função pulmonar simultaneamente 73 pacientes, evidenciando-se correlação significativa entre a presença de distúrbio ventilatório e os tipos radiológicos I, II, III (p = 0,036). Conclusão: Os achados demográficos desta série mostram-se semelhantes aos descritos na literatura, particularmente na população européia. Houve correlação significativa dos diferentes tipos radiológicos (I, II, III) com a presença de alteração funcional pulmonar; entretanto, esses achados radiográficos e funcionais não se mostraram importantemente relacionados com os sintomas clínicos. / Objective: This case study, aims to describe the correlation between clinical presentation, radiological findings and pulmonary function tests at the time of the diagnosis. Demographics, symptoms, extra pulmonary manifestation of the disease, association with other granulomatous diseases, hystopathological and laboratorial findings are also described. Methods: A retrospective study of 103 patients with sarcoidosis treated at a referral centre in the south of Brazil , between 1990 and 2003. Results: The gender distribution was not significantly different (men, 42%; women, 58%). Mean age was 41,8 ± 14,1 years. Eighty four percent (84%) of the patients were Caucasians. Sixty two percent (62%) of the patients had never smoked, 29% were former smokers, and 9% were current smokers. Eighty six percent (86%) of the patients were symptomatic, where 77% presented with respiratory symptoms: cough (48%); dyspnea (41%); and chest pain (18%). The extra pulmonary symptoms were present in 80% of patients, lymphadenopathy (21%), articular manifestation (20%), skin lesions (17%), ocular lesions (20%), cardiac manifestations (10%) and renal stones (6%). Constitutional symptoms included like weight loss (35%), fever (23%) and fatigue (23%). Spirometry was performed in 83 (82%) of patients. Abnormal results were observed in 45%: restrictive pattern (23%), obstructive pattern (18%) and mixed pattern (4%). Radiological types were distributed as follows: 1% type 0; 32% type I, 49% type II and 18% type III. Seventy three patients had both chest radiograph and spirometry. Correlation was found between radiological type and function tests (p=0,036). Conclusion: The findings observed on our local cohort were similar to previously published studies from European cohorts. Significant correlation between radiological type and pulmonary function tests was found, although neither radiological type nor severity of pulmonary functional tests correlated with the clinical symptoms.
17

Mortalidade por câncer de pulmão no estado do Ceará : análise espaço-temporal

Oliveira, Denise Nunes 03 December 2018 (has links)
Made available in DSpace on 2019-03-30T00:32:48Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2018-12-03 / Introduction ¿ Lung cancer is one of the most common neoplasms in the world, the second most common in men and the fourth most prevalent in women, with the exception of non-melanoma skin cancers. The main risk factor for this tumor is smoking but it is still very difficult to establish the risk arising from other factors. Objective - To assess the temporal trend and the spatial distribution of mortality caused by lung, trachea and bronchial cancer in Ceara from 2005 to 2015 and to investigate the presence of spatial clusters of cases of death due to lung cancer and whether these clusters are related to environmental factors and socioeconomic activities. Methodology ¿ It is an epidemiological study with an ecological design and a cross-sectional cut, having as unit of analysis the county and the universe under study, taking as reference the Demographic Census of 2000, the 184 counties of the State of Ceara in the period from 2005 to 2015. The Mortality analysis was performed using the mortality data provided by the Mortality Information System (MIS), available on the DATASUS website. The Socioeconomic and demographic data were obtained from the the 2010 demographic census database, provided by the Brazilian Institute of Geography and Statistics Foundation. Techniques of spatial autocorrelation statistics were used in order to identify the existence of a spatially conditioned pattern of lung cancer mortality. Results- During the period under study, more deaths in males were recorded, and the association of sex with age ranges was statistically significant. The spatiotemporal evolution identified three statistically significant clusters. The most plausible (or primary) cluster was observed from January 2011 to December 2015, involving the counties of Fortaleza and Eusebio in an area with 1,172,098 inhabitants and a relative risk of 1.5 (p <0.001). Within the cluster, 1,860 deaths from lung cancer were registered. The second and largest cluster is an active secondary cluster, formed from January 2012 to December 2015,it presents a relative risk of 1.4, being made by 37 counties. The third cluster displayed a relative risk of 1.5 (p <0.001), which remained active from January 2007 to December 2011, and covered three counties (Carire, Forquilhas and Groairas). Conclusion ¿ The present study identified clusters or clusters of spatial self-correlation of lung cancer deaths in the State of Ceara, according to the number of counties involved, their territorial proximity and their social, economic and production characteristics involved. Lung cancer, in many cases, should be investigated as an occupational neoplasm, and not only as a result of individual, genetic and lifestyle factors, such as smoking. / Introdução ¿ O câncer de pulmão é uma das neoplasias mais comuns do mundo, sendo o segundo mais incidente em homens e o quarto de maior incidência em mulheres, excetuando-se os cânceres de pele não melanoma. O principal fator de risco para esse tumor é o tabagismo mas ainda é muito difícil estabelecer o risco decorrente de outros fatores Objetivo - Analisar a tendência temporal e a distribuição espacial da mortalidade por câncer de pulmão, traquéia e brônquios no Ceará no período de 2005 a 2015 e investigar a presença de aglomerados espaciais dos casos de óbito por câncer de pulmão e se há relação desses aglomerados com fatores ambientais e atividades socioeconômicas. Metodologia -Trata-se de estudo epidemiológico com desenho ecológico e corte transversal, tendo como unidade de análise o município e o universo em estudo, tomando como referência o Censo Demográfico de 2000, o conjunto dos 184 municípios do Estado do Ceará no período de 2005 a 2015. Para análise da mortalidade foram usados os dados de registro de óbitos fornecidos pelo Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM), disponíveis no sitio do DATASUS. Os dados socioeconômicos e demográficos foram obtidos das bases de dados do censo demográfico de 2010, fornecidos pela Fundação do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Para identificar a existência de um padrão espacialmente condicionado da mortalidade por câncer de pulmão foram utilizadas técnicas de estatísticas de auto-correlação espacial. Resultados - No período do estudo, foram registrados mais óbitos em homens sendo estatisticamente significante a associação de sexo com faixas de idade. A evolução espaço-temporal identificou três aglomerados estatisticamente significantes. O cluster mais verossímil (ou primário) foi constatado no período de janeiro de 2011 a dezembro de 2015, envolve os municípios de Fortaleza e Eusébio numa área com 1.172.098 habitantes e um risco relativo de 1,5 (p<0,001). Dentro do aglomerado foram registrados 1.860 óbitos por câncer de pulmão. O segundo e maior cluster é um aglomerado secundário ativo, formado de janeiro de 2012 a dezembro de 2015, apresenta risco relativo de 1,4, sendo composto por 37 municípios. O terceiro cluster apresentou risco relativo de 1,5 (p<0,001) mantendo-se ativo de janeiro de 2007 a dezembro de 2011, abrangeu três municípios (Cariré, Forquilhas e Groaíras). Conclusão - O presente estudo identificou aglomerados ou clusters de auto-correlação espacial de óbitos por câncer de pulmão no Estado do Ceará, de acordo com o número de municípios envolvidos, da sua proximidade territorial e das características sociais, econômicas e de produção envolvidas. O câncer de pulmão, em muitos casos, deve ser investigado como neoplasia ocupacional, e não apenas como decorrente de fatores individuais, genéticos e de hábitos de vida, como o tabagismo.
18

Estudo de duas modalidades de analgesia epidural pós-toracotomia : o impacto no desempenho funcional pulmonar e no manejo da dor

Goulart, Aline Elisa January 2005 (has links)
Trinta e sete pacientes submetidos à toracotomia póstero-lateral foram submetidos a um estudo prospectivo, randomizado e duplo cego com o objetivo de comparar a eficácia da analgesia epidural torácica com fentanil e bupivacaína versus a analgesia epidural lombar com morfina para o controle da dor e prevenção da deterioração da função pulmonar pós-operatória. A avaliação da dor do paciente, usando-se a escala de cotação numérica de 0 a10 cm foi realizada no pré-operatório e nos primeiros três dias de pós-operatório, três vezes ao dia, com intervalo de 7 horas. A espirometria (CVF,VEF1) foi realizada no pré-operatório e uma vez ao dia nos três dias de pósoperatório. Complicações clínicas,cardiológicas e respiratórias foram analisadas. Foram randomizados 20 pacientes para o grupo que recebeu analgesia epidural torácica e 22 pacientes para o grupo de analgesia epidural lombar. Terminaram o período de avaliação de 3 dias, 10 pacientes do grupo epidural torácico e 9 do grupo epidural lombar. Não houve diferença estatística significativa entre os grupos em relação a escala de dor, deterioração da função pulmonar e complicações clínicas,cardiológicas e respiratórias. Em ambos os grupos, houve uma diminuição na intensidade da dor no decorrer dos dias de estudo. Observou-se uma significativa deterioração da função pulmonar no primeiro dia pós-operatóio, a qual manteve-se nos dois dias subseqüentes. Foi observada uma correlação positiva entre a intensidade da dor e a diminuição da função pulmonar (CVF) no grupo que recebeu analgesia epidural torácica, especialmente durante o 1° e o 3° dia de pós-operatório. O presente estudo demonstrou que tanto analgesia epidural contínua torácica com fentanil e bupivacaína, quanto a epidural contínua lombar com morfina foram eficazes no controle da dor pós-operatória, entretanto não foram capazes de prevenir a deterioração da função pulmonar no período do pós-operatório precoce de toracotomia póstero-lateral.
19

Efeitos agudos e crônicos de suplementação com diferentes doses de vitamina A sobre parâmetros de estresse oxidativo em pulmões de ratos

Pasquali, Matheus Augusto de Bittencourt January 2010 (has links)
A vitamina A e seus derivados, os retinóides, participam de processos celulares tais como desenvolvimento, proliferação, diferenciação e apoptose. Os efeitos da vitamina A, em sua maior parte, são atribuídos à ativação de receptores nucleares da família dos receptores esteróides, conhecidos como RAR e RXR. No entanto, o excesso de vitamina A ou de retinóides na dieta ou em uso terapêutico, pode ser teratogênico. Diversos trabalhos tem demonstrado in vitro e in vivo que a vitamina A e seus metabólitos são moléculas redox ativas, isto é, podem agir como pró-oxidantes ou antioxidantes , dependendo da concentração e do ambiente em que se encontram. Os objetivos deste trabalho foram investigar possíveis alterações no ambiente redox do pulmão de ratos Wistar tratados com vitamina A. Neste trabalho, foram utilizados ratos Wistar machos adultos – 90 dias (no início do tratamento), que foram tratados por 3, 7 ou 28 dias com vitamina A na forma de palmitato de retinol (Arovit®) nas doses de 1000, 2500, 4500 ou 9000 UI/kg/dia via intra-gástrica (gavagem). Verificamos um aumento significativo nos níveis de marcadores de estresse oxidativo (carbonilação de proteínas, peroxidação lipídica e diminuição no conteúdo de tióis reduzidos) além de modulação da atividade de enzimas antioxidantes em todos os períodos analisados, tanto nas doses consideradas terapêuticas que são as doses de 1000 e 2500 UI/kg/dia quanto nas doses excessivas 4500 e 9000 UI/kg/dia. Então, a partir destes resultados e de outros dados já reportados na literatura, acreditamos que seja necessária uma maior cautela no uso de vitamina A tanto a nível de suplementação quanto a nível terapêutico, visto que ela na forma que foi utilizada nesse trabalho pode ser adquirida livremente em farmácias sem a necessidade de receita médica. / Vitamin A and its derivatives, the retinoids, participate in cellular processes such as growth, cell division and apoptosis. The effects of vitamin A , in part, is ascribed to gene transcription mediated by nuclear receptors from the family of the steroid receptors, known as RAR and RXR. However, excessive vitamin A, or its retinoids, in the diet, or by therapeutic use, may be theratogenic. Diverse works have demonstrated in vitro and in vivo that vitamin A and its metabolites may be pro-oxidant or antioxidant. In this work, we aimed to investigate alterations in the redox environment of the lung of the rats Wistar treated with vitamin A. Here, we have utilized adult male Wistar rats (90/days old) that were treated for 3, 7 or 28 days with vitamin A as retinol palmitate at 1000, 2500, 4500 or 9000 IU/kg/day intra-gastrically (gavage). We have verified an increased level of oxidative stress markers (protein carbonylation, lipid peroxidation, and decreased protein and non-protein thiol content) and antioxidant enzymes activities modulation after any period of treatment, in all periods analyzed, both doses that are considered therapeutic doses of 1000 and 2500 IU / kg / day and in excessive doses 4500 and 9000 IU / kg / day. Then, regarding the results obtained in this work and from other reported data, we recommend caution in the use of vitamim A for supplementation or for therapeutic use.
20

Complicações relacionadas à lobectomia no doador para transplante pulmonar intervivos

Camargo, Spencer Marcantônio January 2005 (has links)
Introdução: O transplante pulmonar tem sido limitado pela escassez de doadores cadavéricos adequados. O transplante pulmonar lobar, utilizando doadores vivos, apresenta-se como uma alternativa para minimizar a mortalidade em lista de espera. Entretanto, este procedimento coloca dois indivíduos saudáveis sob os riscos de uma lobectomia em benefício de um receptor. Objetivo: Avaliar as complicações cirúrgicas no pós-operatório imediato (0-30 dias) de 32 doadores vivos de lobos pulmonares para transplante e a função pulmonar após 30 dias. Métodos: Entre setembro de 1999 e maio de 2005 foram realizadas lobectomias em 32 doadores saudáveis para transplante pulmonar em 16 receptores. Os prontuários médicos destes doadores foram analisados retrospectivamente para verificar a incidência de complicações pós-operatórias e as alterações da função pulmonar pré e pós a lobectomia. Resultados : Vinte doadores (62,5%) não apresentaram complicações. Entre aqueles que apresentaram alguma complicação (n=12) o derrame pleural foi mais freqüente, ocorrendo em 5 deles (15,6%). Três doadores (9,3%) necessitaram de transfusão de sangue e, em dois casos (6,25%), foi necessária nova intervenção cirúrgica por hemotórax. Um doador apresentou pneumotórax após a retirada do dreno de tórax e houve um caso de infecção respiratória. Ocorreram duas complicações intra-operatórias (6,25%): em um doador foi realizada broncoplastia do lobo médio; em outro, foi necessária a ressecção da língula. Não houve mortalidade cirúrgica nesta série. As provas de função pulmonar do pós-operatório demonstraram uma redução média de 17,0% no VEF1 (P<000,1), em comparação com os valores verificados antes da cirurgia. Conclusão: Não houve mortalidade cirúrgica nos primeiros 30 dias após a lobectomia para transplante pulmonar utilizando doadores vivos e os riscos operatórios associados com a lobectomia do doador são semelhantes àqueles observados nas ressecções pulmonares usuais. Um cuidadoso preparo préoperatório é necessário para reduzir a incidência de complicações dos doadores vivos em transplante pulmonar. / Introduction: Lung transplantation has been limited by shortage of suitable cadaveric lung donors. Pulmonary lobe transplantation from living donors has been presented as an alternative in order to minimize the waiting list mortality. However, this procedure places two healthy donors to the risks of a lobectomy in benefit of one recipient. Objective: To evaluate the complications of 32 living-donors of pulmonary lobes for transplantation. Methods: From September 1999 to May 2005, lobectomies were performed in 32 healthy donors for lung transplantation in 16 recipients. The medical records of these donors were retrospectively analyzed in order to examine the incidence of postoperative complications and the changes in pulmonary function prior and after lobectomy. Results: Twenty donors (62,5%) had no complications. Among the complications, the most frequent was the pleural effusion, occurring in five donors (15,6%). Red blood cell transfusion was required in 3 donors (9,3%) and two of them had to undergo surgery due to post-operative hemothorax. One donor had a pneumothorax following chest tube withdrawal, and an other developed pneumonia. There were two intraoperative complications (6,25%): one donor had a broncoplasty of the right middle lobe bronchus; the other had a lingular resection. There was no surgical mortality in this study. The postoperative pulmonary function tests demonstrated an average of reduction in 17% in FEV1 (P<000.1), when compared to the preoperative values. Conclusion: There has been no perioperative mortality after lobectomy for living lobar lung transplantation. The perioperative risks associated with donor lobectomy are similar to those seen with standard lung resections. Careful preoperative workup is necessary to reduce the incidence of complications of the living donors for lung transplantation.

Page generated in 0.0572 seconds