• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 9
  • Tagged with
  • 9
  • 9
  • 9
  • 8
  • 8
  • 6
  • 5
  • 4
  • 4
  • 4
  • 4
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Sistema de mensuração de desempenho: proposta de um modelo para a indústria de Hospitalidade

Silva, Débora Eleonora Pereira da January 2007 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T17:35:56Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo7295_1.pdf: 2775237 bytes, checksum: 621de8e5b1efaa22652adef86cd91e13 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2007 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior / As grandes redes hoteleiras vem disponibilizando recursos financeiros para desenvolver e aperfeiçoar sistemas de informação que auxiliam na obtenção de dados para a implantação de um Sistema de Mensuração de Desempenho (SMD). Desta situação, identifica-se a necessidade de prover os gestores hoteleiros com ferramentas que os auxiliem na tomada de decisões. Assim, coloca-se como ´problema de pesquisa` do presente trabalho, a seguinte questão: quais elementos de avaliação devem compor um modelo de Sistema de Mensuração de Desempenho (SMD), com base em um sistema de gestão da qualidade, que auxilie os dirigentes hoteleiros na tomada de decisão e no monitoramento de suas metas? O objetivo foi propor um modelo de SMD adequado às empresas hoteleiras classificadas no Sistema Oficial de Classificação dos Meios de Hospedagem (SOCMH), com base em um sistema de gestão da qualidade: a NBR ISO 9001:2000, que contribuísse na tomada de decisão nas empresas hoteleiras. Como ferramenta empresarial, a medição de desempenho fornece informações básicas para o controle e a aprendizagem organizacional, tendo-se observado que, nos últimos anos, foi crescente o interesse sobre o assunto. Sabe-se que a medição de desempenho vem recebendo pouca atenção por parte da literatura especializada. Portanto, faz-se necessário o aprofundamento teórico e prático do estudo da medição de desempenho, de modo a contribuir com a melhoria das organizações, que buscam informações que dêem suporte ao seu processo de tomada de decisões. O diferencial do modelo proposto de SMD é que o mesmo é direcionado às empresas hoteleiras visando auxiliá-las, não só na implantação e no monitoramento de um conjunto de indicadores, como também no entendimento da implantação do SOCMH
2

Efeitos da contratualização de serviços de saúde nos sistemas de mensuração de desempenho em um Hospital Público no Brasil / Performance-based financing effects on performance measure systems in a Brazilian Public Hospital

Sediyama, Marcelo Yuto Nogueira 22 October 2013 (has links)
Este estudo analisou o impacto da contratualização na gestão de desempenho (sistemas de mensuração de desempenho e atuação dos gestores) em um hospital público de ensino. O estudo de caso realizado no Hospital das Clinicas da Universidade de São Paulo, localizado em Ribeirão Preto, observou a mudança entre 1995-2012 dos sistemas de mensuração de desempenho (SMD) vigentes no hospital, antes focados no cumprimento do uso dos recursos orçamentários (financial based-type) para um mais voltado para entrega de serviços pactuados (BSC-type). A mudança ocorreu em função da alteração das condições da obtenção dos recursos junto ao governo que em 2005, por meio do Programa de Contratualização Hospitalar, passou a vincular parte da verba destinada ao hospital a seu desempenho (cumprimento de metas de indicadores pactuados). Em resposta, a gestão de desempenho do hospital vem se alterando em duas ordens de atuação dos gestores. Uma ação de primeira ordem dos gestores do hospital foi fazer o desdobramento da contratualização nos SMDs do hospital, propondo novos SMDs e legitimando o uso nas diversas áreas do hospital (topdown). A ação de segunda ordem foi negociar a seleção dos indicadores, metas e respectiva pontuação na formula de repasse de recursos (bottom-up) com os gestores locais do Sistema Único de Saúde - SUS, com objetivo de acomodar as incertezas do repasse de recursos. A interação entre os gestores locais do SUS e os gestores do hospital levou à um entendimento compartilhado sobre a avaliação de desempenho, à medida que devem seguir as regras formais gerais do programa de contratualização. O equilibro convergiu para uma maior preferência por indicadores quantitativos (com menor peso na fórmula de bônus) nos serviços de atenção à saúde, associada ao aumento do peso dos indicadores qualitativos na fórmula de bônus (com uso de metas menos rígidas). Esta condição assegura o alcance das metas pelo hospital e demonstra a atuação proativa dos gestores na pactuação com a fonte de recursos. / This study analyzed the impact of contractualisation on performance management (of performance measurement systems and way of managers take action) in a public teaching hospital. The case study conducted at the Hospital das Clinicas, University of São Paulo at Ribeirão Preto between 1995-2012 observed the change of Performance Measurement Systems - PMSs existing at the hospital, before focused on fulfillment of use of budgetary resources (financial-based type) for a more focused delivery in the agreed services (BSCtype). The change was due to altering the conditions of obtaining funds from the government in 2005, through the Hospital Contractualisation Program, now linking the amount of funds destinated to the hospital in their performance (achievement of goals and indicators agreed). In response, the management of hospital performance has been undergoing changes by two orders of acting of managers. A first-order action of managers of the hospital was doing the unfolding of the contractualisation PMSs in the hospital, proposing new PMSs and legitimating the use in various areas of the hospital (top-down). The action of the second order was to negotiate the selection of indicators, targets and their scores on the formula of allocation of resources (bottom-up) with the local managers of the Unified Health System - SUS, in order to accommodate the uncertainty of funds transfer. The interaction between the SUS\' local managers and the hospitals\' managers has generated a shared understanding about the performance evaluation, as they have to follow the general formal rules imposed by the Contractualisation Program. The equilibrium has converged to a higher preference for quantitative indicators (with a lower weight on the bonus formula) for healthy services, associated with the increasing of qualitative indicators\' weight on the bonus formula (plus more achievable targets usage). These conditions ensure the achievement of goals by the hospital and demonstrate the proactive role from hospitals\' managers during the annual contract review process with the funding source.
3

Mensuração do desempenho estratégico no terceiro setor: o caso AMIC / Strategic performance measurement in the third sector: The AMIC case

Daradda, Lidiane Fernanda Rocha 19 February 2018 (has links)
Submitted by Rosangela Silva (rosangela.silva3@unioeste.br) on 2018-05-21T13:35:41Z No. of bitstreams: 2 Lidiane Fernanda Rocha Daradda.pdf: 4319434 bytes, checksum: 941e59df4f8f1ed7079f44a659d00a80 (MD5) license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) / Made available in DSpace on 2018-05-21T13:35:41Z (GMT). No. of bitstreams: 2 Lidiane Fernanda Rocha Daradda.pdf: 4319434 bytes, checksum: 941e59df4f8f1ed7079f44a659d00a80 (MD5) license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) Previous issue date: 2018-02-19 / The theme of this study refers to the use of the Strategic Performance Measurement System (SPMS) in organizations of the third sector, which have required performance mechanisms that apply to the management. Therefore, this research aimed to investigate how the Strategic Performance Measurement System can contribute to strategic planning in the third sector by means of performance indicators, justifying the application of SPMS in this segment that is differentiated and poorly explored. The theoretical reference was based on the Third Sector, Strategic Planning, Strategic Performance Measurement System and Previous Studies. For this purpose, a unique case study and action research with a qualitative focus were performed at AMIC. Data collection consisted of a focus group, questionnaires, documents, organizational records and participant observation, using the case study´s protocol and triangulation of research sources. The results confirmed the research propositions and the findings of the literature, and it was verified that the strategic planning allows the use of the measurement system in the organizations of the third sector through the elaboration of the SWOT Analysis and action plan; the evaluation of strategy implementation contributes to the performance of third sector organizations through the control, monitoring, identified gaps and positive influence on performance; and the elaboration of the own measurement model uses financial and non-financial indicators for the management in the third sector based on strategic direction. Thus, as result of the intervention, the management of the strategic actions was achieved, the implementation of the strategy generated benefits to the performance and the composition of a coherent set of performance measures were obtained. The main contributions show that the SPMS can be used in nonprofit organizations, in addition to those that aim for profit and make use of it, as well as contribute to the theoretical gap on appropriated performance measures to the third sector. / O tema desta pesquisa refere-se ao uso do Sistema de Mensuração de Desempenho Estratégico (Strategic Performance Measurement System - SPMS) em organizações do terceiro setor, as quais têm requerido mecanismos de desempenho que se apliquem a gestão. Dessa forma, este estudo teve por objetivo investigar como o Sistema de Mensuração de Desempenho Estratégico pode contribuir ao planejamento estratégico no terceiro setor por meio de indicadores de desempenho, justificando-se pela aplicação do SPMS nesse segmento diferenciado e pouco explorado. O referencial teórico embasou-se no Terceiro Setor, Planejamento Estratégico, Sistema de Mensuração do Desempenho Estratégico e Estudos Anteriores. Para tanto, um estudo de caso único e pesquisa-ação com enfoque qualitativo foi realizado na AMIC - Associação de Microempresas e Empresas de Pequeno Porte do Oeste do Paraná. A coleta de dados valeu-se de grupo focal, questionários, documentos, registros organizacionais e observação participante, com utilização do protocolo do estudo de caso e triangulação das fontes de pesquisa. Os resultados confirmaram as proposições de pesquisa e os achados da literatura, verificando-se que o planejamento estratégico possibilita a utilização do sistema de mensuração nas organizações do terceiro setor por meio da elaboração da Análise SWOT e plano de ação; a avaliação da implementação da estratégia contribui ao desempenho das organizações do terceiro setor mediante o controle, monitoramento, lacunas identificadas e influência positiva sobre o desempenho; e a elaboração do modelo próprio de mensuração utiliza indicadores financeiros e não financeiros para a gestão no terceiro setor pautados no direcionamento da estratégia. Portanto, como resultado da intervenção obteve-se o gerenciamento das ações estratégicas, benefícios gerados ao desempenho pela implementação da estratégia e composição de um conjunto coerente de medidas de desempenho. As principais contribuições apontam que o SPMS pode ser utilizado nas entidades sem fins lucrativos, além daquelas que visam lucro e fazem uso do mesmo, bem como contribui a lacuna teórica sobre as medidas de desempenho adequadas ao terceiro setor.
4

Uma análise das relações entre os indicadores do sistema de mensuração de desempenho do segmento de refino da Petrobras

Santos, Thiago Henrique Viana 04 February 2013 (has links)
Made available in DSpace on 2016-03-15T19:32:38Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Thiago Henrique Viana Santos.pdf: 2674839 bytes, checksum: 6f6000e9bcb9f0b63511ebb1fde76a1d (MD5) Previous issue date: 2013-02-04 / The performance measurement systems were seen in a new light after the creation of the balanced scorecard (BSC) introduced by Kaplan and Norton in the early 90 s, presenting a far broader methodology of management and business performance compared with controls based on accounting and financial indicators. Since its introduction, the BSC has evolved and gained a high degree of recognition as one of the most widely used tools among the recent innovations in the context of management control. One of the most discussed approaches by present authors is the cause and effect relationship between scorecards. Thus, this study aims to develop an analysis of the relationship between performance measurement system indicators from Petrobras refining segment, thereby aiding the increment of the system and contributing to the process of strategic management of the company. The research includes interviews with managers of the company to develop a hypothetical model of cause and effect relationship between indicators, and the Granger causality test was used to assess the statistical significance of the model. After completion of tests, results were presented to managers for model validation. The analysis indicates that in general the time series data provided support for understanding the cause and effect relationship of the performance measurement system from Petrobras refining segment. Testing various lags it was possible to verify that in most of relations the predictive capacity is established significantly. Thus, this study contributes to the understanding of relations between indicators from Petrobras refining segment, through the identification of lags, opportunities for revision of weight, indicators identity and formula, and thus providing key inputs for improving the company s performance measurement system. / Os sistemas de mensuração de desempenho foram vistos sob uma nova perspectiva após a criação do balanced scorecard (BSC) introduzido por Kaplan e Norton no início dos anos 1990, apresentando uma metodologia muito mais ampla de gestão e desempenho empresarial comparando-se com os controles baseados em indicadores contábeis e financeiros. Desde a sua introdução, o BSC evoluiu e ganhou um elevado grau de reconhecimento como uma das ferramentas mais amplamente utilizadas dentre as recentes inovações no contexto do controle gerencial. Uma das abordagens mais discutidas pelos autores atuais é a relação de causa e efeito entre os scorecards . Assim, o presente trabalho tem como objetivo desenvolver uma análise sobre a relação entre os indicadores do sistema de mensuração de desempenho do segmento refino da Petrobras, criando subsídios para o incremento do sistema e contribuindo assim com o processo de gestão estratégica da companhia. A pesquisa inclui entrevista com os gestores da companhia para desenvolvimento de um modelo hipotético de relação de causa e efeito entre os indicadores, e para testar a significância estatística do modelo utilizou-se o teste de causalidade de Granger. Após a realização dos testes os resultados foram apresentados para os gestores para validação do modelo. A análise indica que de maneira geral os dados das séries temporais forneceram apoio para o entendimento das relações de causa e efeito do sistema de mensuração de desempenho do segmento refino da Petrobras. Testando várias defasagens foi possível constatar que na maioria das relações a capacidade preditiva é estabelecida de forma significativa. Assim, o presente estudo contribuiu para o entendimento das relações entre os indicadores do segmento refino da Petrobras, através da identificação das defasagens, oportunidades de revisão no peso, identidade e fórmula de indicadores, e, desta forma, fornecendo insumos fundamentais para o aprimoramento do sistema de mensuração de desempenho da companhia.
5

Efeitos da contratualização de serviços de saúde nos sistemas de mensuração de desempenho em um Hospital Público no Brasil / Performance-based financing effects on performance measure systems in a Brazilian Public Hospital

Marcelo Yuto Nogueira Sediyama 22 October 2013 (has links)
Este estudo analisou o impacto da contratualização na gestão de desempenho (sistemas de mensuração de desempenho e atuação dos gestores) em um hospital público de ensino. O estudo de caso realizado no Hospital das Clinicas da Universidade de São Paulo, localizado em Ribeirão Preto, observou a mudança entre 1995-2012 dos sistemas de mensuração de desempenho (SMD) vigentes no hospital, antes focados no cumprimento do uso dos recursos orçamentários (financial based-type) para um mais voltado para entrega de serviços pactuados (BSC-type). A mudança ocorreu em função da alteração das condições da obtenção dos recursos junto ao governo que em 2005, por meio do Programa de Contratualização Hospitalar, passou a vincular parte da verba destinada ao hospital a seu desempenho (cumprimento de metas de indicadores pactuados). Em resposta, a gestão de desempenho do hospital vem se alterando em duas ordens de atuação dos gestores. Uma ação de primeira ordem dos gestores do hospital foi fazer o desdobramento da contratualização nos SMDs do hospital, propondo novos SMDs e legitimando o uso nas diversas áreas do hospital (topdown). A ação de segunda ordem foi negociar a seleção dos indicadores, metas e respectiva pontuação na formula de repasse de recursos (bottom-up) com os gestores locais do Sistema Único de Saúde - SUS, com objetivo de acomodar as incertezas do repasse de recursos. A interação entre os gestores locais do SUS e os gestores do hospital levou à um entendimento compartilhado sobre a avaliação de desempenho, à medida que devem seguir as regras formais gerais do programa de contratualização. O equilibro convergiu para uma maior preferência por indicadores quantitativos (com menor peso na fórmula de bônus) nos serviços de atenção à saúde, associada ao aumento do peso dos indicadores qualitativos na fórmula de bônus (com uso de metas menos rígidas). Esta condição assegura o alcance das metas pelo hospital e demonstra a atuação proativa dos gestores na pactuação com a fonte de recursos. / This study analyzed the impact of contractualisation on performance management (of performance measurement systems and way of managers take action) in a public teaching hospital. The case study conducted at the Hospital das Clinicas, University of São Paulo at Ribeirão Preto between 1995-2012 observed the change of Performance Measurement Systems - PMSs existing at the hospital, before focused on fulfillment of use of budgetary resources (financial-based type) for a more focused delivery in the agreed services (BSCtype). The change was due to altering the conditions of obtaining funds from the government in 2005, through the Hospital Contractualisation Program, now linking the amount of funds destinated to the hospital in their performance (achievement of goals and indicators agreed). In response, the management of hospital performance has been undergoing changes by two orders of acting of managers. A first-order action of managers of the hospital was doing the unfolding of the contractualisation PMSs in the hospital, proposing new PMSs and legitimating the use in various areas of the hospital (top-down). The action of the second order was to negotiate the selection of indicators, targets and their scores on the formula of allocation of resources (bottom-up) with the local managers of the Unified Health System - SUS, in order to accommodate the uncertainty of funds transfer. The interaction between the SUS\' local managers and the hospitals\' managers has generated a shared understanding about the performance evaluation, as they have to follow the general formal rules imposed by the Contractualisation Program. The equilibrium has converged to a higher preference for quantitative indicators (with a lower weight on the bonus formula) for healthy services, associated with the increasing of qualitative indicators\' weight on the bonus formula (plus more achievable targets usage). These conditions ensure the achievement of goals by the hospital and demonstrate the proactive role from hospitals\' managers during the annual contract review process with the funding source.
6

O desafio da integração da sustentabilidade no sistema de mensuração de desempenho corporativo: contribuições de um estudo bibliométrico e estudos de casos. / The challenge of integrating sustainability into corporate performance measurement system: contributions of a bibliometric study and case studies.

Morioka, Sandra Naomi 28 January 2014 (has links)
O termo sustentabilidade corporativa refere-se à capacidade de uma organização de sobreviver no longo prazo, mantendo-se (minimamente) lucrativa para que possa exercer suas atividades com cada vez menos impactos negativos ambientais e mais benefícios sociais. Considerando a lógica de que a empresa é aquilo que ela é capaz de mensurar, organizações sustentáveis demandam sistemas gerenciais de mensuração de desempenho que estejam alinhadas ao desenvolvimento sustentável. Assim, o presente estudo se propõe a discutir a seguinte pergunta de pesquisa: Como é inserida a sustentabilidade nos sistemas de mensuração de desempenho corporativos? Para isso, são propostos dois objetivos de pesquisa: (i) levantar os sistemas de mensuração de desempenho de sustentabilidade e explorar seus principais desafios; e (ii) explorar a importância relativa dada pelas empresas em relação aos indicadores de sustentabilidade. Para isso, a pesquisa conta com uma revisão sistemática da literatura e estudos de casos multissetoriais (um piloto e quatro exploratórios). A pesquisa traz evidências de que a temática de indicadores de sustentabilidade é ainda incipiente e pouco estruturada, com potencial de melhorar o aproveitamento da literatura já consolidada de sistemas de mensuração de desempenho. O estudo bibliométrico conta com (i) estatística descritiva, (ii) análise de redes de relacionamento (co-citação e palavras-chave) e (iii) análise de conteúdo a partir de uma amostra de artigos extraídos da base de dados ISI Web of Knowledge (Web of Science). Verifica-se que a literatura de indicadores de sustentabilidade aborda temáticas diversas, tais como vantagem competitiva, gestão de stakeholders e avaliação do ciclo de vida. Já os estudos de casos baseados em entrevistas semi-estruturadas permitiram o levantamento dos seguintes sistemas de mensuração de desempenho com incorporação de indicadores de sustentabilidade: sistema de avaliação de desempenho das áreas, sistema de avaliação de desempenho individual, indicadores para elaboração de relatórios internos e externos e sistema de avaliação inicial de projetos. Além disso, foram identificados fatores que interferem na prioridade dos indicadores de sustentabilidade: estratégia corporativa, pré-requisito; maturidade da questão e urgência. Dentre os desafios apontados pelas empresas, encontram-se a definição de indicadores para avaliar os benefícios sociais decorrentes das atividades da organização, a quantificação monetária de retorno de iniciativas ambientais e sociais e o engajamento dos colaboradores na sustentabilidade corporativa, independente da natureza das suas atividades. A pesquisa mostra que há benefícios na incorporação da sustentabilidade no sistema de mensuração de desempenho corporativo e que isso ainda tem potencial para ser abordado de forma mais sistemática, sem depender exclusivamente da iniciativa de determinados líderes. O papel desses atores para implantação de práticas sustentáveis na organização é fundamental e necessário, mas não suficiente, já que a sustentabilidade corporativa depende do engajamento de diversos stakeholders (internos e externos à organização), que podem ser influenciados pela cultura e pelos processos de negócios alinhados à lógica do desenvolvimento sustentável. / The term corporate sustainability refers to the ability of an organization to survive in the long term, keeping itself (minimally) profitable in order to conduct their activities with less negative environmental impacts and more social benefits. Whereas the logic that the company is what it is capable of measuring, sustainable organizations require performance management systems that are aligned to sustainable development. Thus, this study aims to discuss the following research question: \"How sustainability is embedded in corporate performance measurement systems?\" For this, it proposes two research objectives: (i) identify the sustainability performance measurement systems and explore their major challenges, and (ii) explore the relative importance given by companies in relation to sustainability indicators. So, the research has a systematic literature review and multisectoral exploratory case studies (one pilot and four exploratory). The research provides evidence that the theme of sustainability indicators is still incipient and unstructured, with the potential to improve the use of literature already consolidated on performance measurement systems. The bibliometric study is based on (i) descriptive statistics, (ii) analysis of extracted networks of relationships (co-citation and keywords) and (iii) content analysis of a given sample of articles extracted from ISI Web of Knowledge (Web of Science). It is found that the literature of sustainability indicators covers different topics such as competitive advantage, stakeholder management and life cycle assessment (LCA). The cases studies based on semi-structured interviews allowed the identification of the following performance measurement systems that incorporate sustainability indicators: performance evaluation of the areas; individual performance evaluation system; indicators for internal and external reports; and initial project evaluation system. In addition, factors influencing the priority of sustainability indicators have been identified: maturity of the issue, requirement, corporate strategy and urgency. Among the challenges faced by companies, there are the definition of indicators to assess the social benefits of the organization activities, the quantification of the monetary return of environmental and social initiatives and employee engagement in corporate sustainability, independently of the nature of their activities. Research shows that there are benefits in incorporating sustainability in corporate performance measurement system and it still has the potential to be addressed more systematically, without relying solely on the initiative of certain leaders. The role of these actors for implementing sustainable practices in the organization is essential and necessary, but not sufficient, since the corporate sustainability depends on the engagement of various stakeholders (internal and external to the organization), which may be influenced by the culture and the business processes aligned to the logic of sustainable development.
7

SISTEMA DE MENSURAÇÃO DE REDES SOCIAIS DIGITAIS COMO SUPORTE NO PROCESSO DE COMPETITIVIDADE / MEASUREMENT SYSTEM OF ONLINE SOCIAL NETWORKS AS SUPPORT IN THE PROCESS OF COMPETITIVENESS

Dalcol, Charlene Coser 26 February 2014 (has links)
Web 2.0 has revolutionized how government, business and society interact, work, communicate and share information and has been widely used as a tool to support the strategic management of organizations. In the field of private higher education institutions, there are multiple opportunities that arise before the effective use of this information flow that come through, especially the digital social networks. This study aims to evaluate the competitiveness of private higher education institutions, based on a system of performance measurement of digital social networks. Resorting to the scientific area, there is a gap and the paucity of studies that attempt to topics such as performance measurement and evaluation of online social networks from the perspective of organizational strategic management. Under this bias, the relevance of the theme of this work is given in that it will provide a framework of concepts and references that confirm the importance of the role of social networks in organizations, particularly as regards the treatment of opinions that can arise from interactions in social networks, with a view to organizational competitiveness. With regard to procedures and techniques, the research is characterized as a multicases study and the nature, it is an applied research that attempts to evaluate the processes of competitiveness of private higher education institutions that emerge from their interactions in digital social networks, by proposing a measurement system with indicators that are able to observe the opinions that resonate in digital social networks. Data collection will be conducted with all private higher education institutions in the state of Rio Grande do Sul, considering the social networks more than simple information exchange, but a challenge in the organizational environment, which extends the capability of disseminating information. At the end, we will present the relevant data of the research, ie, the conclusions obtained from the application of the proposed system, including detailed descriptions of the criteria used. Although the measurement of social networks through one system, being a nascent field for the strategic management of organizations, the trend is of great development, so that scientific research will help the consolidation of knowledge in this area. In this context, it is suggested to studies following the application of the system presented in this work as opportunity for applications in the field of discussion. / A Web 2.0 revolucionou o modo como governo, as empresas e a sociedade interagem, trabalham, comunicam e compartilham informações e vem sendo amplamente utilizada como ferramenta de apoio à gestão estratégica das organizações. No campo das Instituições de ensino superior privadas, são múltiplas as oportunidades que aparecem diante do bom aproveitamento deste fluxo de informações que surge através, especialmente, das redes sociais digitais. Assim, este trabalho objetiva avaliar a competitividade de Instituições de ensino superior privadas, com base em um sistema de mensuração de desempenho das redes sociais digitais. Recorrendo-se à produção científica da área, observa-se uma lacuna e a incipiência de estudos que atentem para temas como mensuração e avaliação de desempenho de redes sociais digitais sob a ótica da gestão estratégica organizacional. Sob este viés, a relevância do tema deste trabalho se dá na medida em que ele proporciona um arcabouço de conceitos e referenciais que confirmam a importância da atuação das organizações na Web, especialmente no que se refere ao tratamento das opiniões que podem surgir a partir de interações nas redes sociais digitais, com vistas à competitividade organizacional. Com relação aos procedimentos e técnicas, a pesquisa se caracteriza como um estudo de multicasos e, quanto à natureza, trata-se de uma pesquisa aplicada que tentará avaliar os processos de competitividade que surgem a partir das interações nas redes sociais digitais. A coleta de dados foi realizada com todas as Instituições de ensino superior privadas do Estado do Rio Grande do Sul, considerando as redes sociais digitais mais do que simples intercâmbio de informações, e sim um desafio no ambiente organizacional, que amplia a capacidade de difusão de informações. Ao final, serão apresentados os dados relevantes da pesquisa, ou seja, as conclusões obtidas a partir da aplicação do sistema proposto, incluindo descrições detalhadas dos critérios utilizados. Apesar da mensuração de redes sociais digitais, por meio de um sistema, ser um campo ainda incipiente para a gestão organizacional, a tendência é de grande desenvolvimento, de modo que as pesquisas científicas auxiliarão a consolidação dos conhecimentos nesta área. Neste contexto, sugere-se seguir com estudos da aplicação do sistema apresentado neste trabalho, como oportunidade para aplicações das discussões na área.
8

O desafio da integração da sustentabilidade no sistema de mensuração de desempenho corporativo: contribuições de um estudo bibliométrico e estudos de casos. / The challenge of integrating sustainability into corporate performance measurement system: contributions of a bibliometric study and case studies.

Sandra Naomi Morioka 28 January 2014 (has links)
O termo sustentabilidade corporativa refere-se à capacidade de uma organização de sobreviver no longo prazo, mantendo-se (minimamente) lucrativa para que possa exercer suas atividades com cada vez menos impactos negativos ambientais e mais benefícios sociais. Considerando a lógica de que a empresa é aquilo que ela é capaz de mensurar, organizações sustentáveis demandam sistemas gerenciais de mensuração de desempenho que estejam alinhadas ao desenvolvimento sustentável. Assim, o presente estudo se propõe a discutir a seguinte pergunta de pesquisa: Como é inserida a sustentabilidade nos sistemas de mensuração de desempenho corporativos? Para isso, são propostos dois objetivos de pesquisa: (i) levantar os sistemas de mensuração de desempenho de sustentabilidade e explorar seus principais desafios; e (ii) explorar a importância relativa dada pelas empresas em relação aos indicadores de sustentabilidade. Para isso, a pesquisa conta com uma revisão sistemática da literatura e estudos de casos multissetoriais (um piloto e quatro exploratórios). A pesquisa traz evidências de que a temática de indicadores de sustentabilidade é ainda incipiente e pouco estruturada, com potencial de melhorar o aproveitamento da literatura já consolidada de sistemas de mensuração de desempenho. O estudo bibliométrico conta com (i) estatística descritiva, (ii) análise de redes de relacionamento (co-citação e palavras-chave) e (iii) análise de conteúdo a partir de uma amostra de artigos extraídos da base de dados ISI Web of Knowledge (Web of Science). Verifica-se que a literatura de indicadores de sustentabilidade aborda temáticas diversas, tais como vantagem competitiva, gestão de stakeholders e avaliação do ciclo de vida. Já os estudos de casos baseados em entrevistas semi-estruturadas permitiram o levantamento dos seguintes sistemas de mensuração de desempenho com incorporação de indicadores de sustentabilidade: sistema de avaliação de desempenho das áreas, sistema de avaliação de desempenho individual, indicadores para elaboração de relatórios internos e externos e sistema de avaliação inicial de projetos. Além disso, foram identificados fatores que interferem na prioridade dos indicadores de sustentabilidade: estratégia corporativa, pré-requisito; maturidade da questão e urgência. Dentre os desafios apontados pelas empresas, encontram-se a definição de indicadores para avaliar os benefícios sociais decorrentes das atividades da organização, a quantificação monetária de retorno de iniciativas ambientais e sociais e o engajamento dos colaboradores na sustentabilidade corporativa, independente da natureza das suas atividades. A pesquisa mostra que há benefícios na incorporação da sustentabilidade no sistema de mensuração de desempenho corporativo e que isso ainda tem potencial para ser abordado de forma mais sistemática, sem depender exclusivamente da iniciativa de determinados líderes. O papel desses atores para implantação de práticas sustentáveis na organização é fundamental e necessário, mas não suficiente, já que a sustentabilidade corporativa depende do engajamento de diversos stakeholders (internos e externos à organização), que podem ser influenciados pela cultura e pelos processos de negócios alinhados à lógica do desenvolvimento sustentável. / The term corporate sustainability refers to the ability of an organization to survive in the long term, keeping itself (minimally) profitable in order to conduct their activities with less negative environmental impacts and more social benefits. Whereas the logic that the company is what it is capable of measuring, sustainable organizations require performance management systems that are aligned to sustainable development. Thus, this study aims to discuss the following research question: \"How sustainability is embedded in corporate performance measurement systems?\" For this, it proposes two research objectives: (i) identify the sustainability performance measurement systems and explore their major challenges, and (ii) explore the relative importance given by companies in relation to sustainability indicators. So, the research has a systematic literature review and multisectoral exploratory case studies (one pilot and four exploratory). The research provides evidence that the theme of sustainability indicators is still incipient and unstructured, with the potential to improve the use of literature already consolidated on performance measurement systems. The bibliometric study is based on (i) descriptive statistics, (ii) analysis of extracted networks of relationships (co-citation and keywords) and (iii) content analysis of a given sample of articles extracted from ISI Web of Knowledge (Web of Science). It is found that the literature of sustainability indicators covers different topics such as competitive advantage, stakeholder management and life cycle assessment (LCA). The cases studies based on semi-structured interviews allowed the identification of the following performance measurement systems that incorporate sustainability indicators: performance evaluation of the areas; individual performance evaluation system; indicators for internal and external reports; and initial project evaluation system. In addition, factors influencing the priority of sustainability indicators have been identified: maturity of the issue, requirement, corporate strategy and urgency. Among the challenges faced by companies, there are the definition of indicators to assess the social benefits of the organization activities, the quantification of the monetary return of environmental and social initiatives and employee engagement in corporate sustainability, independently of the nature of their activities. Research shows that there are benefits in incorporating sustainability in corporate performance measurement system and it still has the potential to be addressed more systematically, without relying solely on the initiative of certain leaders. The role of these actors for implementing sustainable practices in the organization is essential and necessary, but not sufficient, since the corporate sustainability depends on the engagement of various stakeholders (internal and external to the organization), which may be influenced by the culture and the business processes aligned to the logic of sustainable development.
9

Sistema de mensuração de desempenho e gestão da qualidade em PME brasileiras

Pereira, Diego dos Santos 30 January 2013 (has links)
Made available in DSpace on 2016-03-15T19:32:37Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Diego dos Santos Pereira.pdf: 13715091 bytes, checksum: c581c352c61d60dafad4a6bee2ef3048 (MD5) Previous issue date: 2013-01-30 / Fundo Mackenzie de Pesquisa / This research aimed to verify how the performance measurement system (PMS) and the quality management system (QMS) work in small and medium-sized Brazilian enterprises in the light of the typology proposed by Garengo (2009). The study was conducted by means of two questionnaires, two semi-structured interviews and the analysis of the performance measures used by five small/medium-sized enterprises based in the State of São Paulo. Using a qualitative approach, this exploratory research were interviewed PMS s and QMS s managers, and the data from the first interview were analyzed using the technique of content analysis and has been subsequently triangulated with other data collected. It was found that four out of five companies have a junction in PMS and QMS, with respect to performance measures, despite of the degree of the quality management maturity is not related to the stage of the PMS evolution. It was also found that in three out of five companies quality management area is responsible for coordinating the process of PMS use, without effective participation from the controlling and/or accounting areas in this process. The typology of Garengo (2009), used to check the stage of the PMS evolution, was validated and can be used in practice by professionals in organizations to diagnose and improve the PMS in their enterprises. From the findings of this research, companies with QMS certified by ISO, particularly with higher degree of quality management maturity, can be encouraged to implement or improve the PMS in their organizations. The results of this study should be considered in the light of its limitations, especially the impossibility of its generalization to the overall universe of SMEs, to the extent that there was used the qualitative approach, without the aim of extrapolating the results for other enterprises. In this sense, quantitative research should be carried out in order to verify these results in a more representative set of SMEs. Finally, it is suggested that research could be carried out to study in more depth the PMS evolution in SMEs, with longitudinal case studies, for example. / Esta pesquisa teve como propósito verificar como funcionam o sistema de mensuração de desempenho (SMD) e o sistema de gestão da qualidade (SGQ) em pequenas e médias empresas brasileiras à luz da tipologia proposta por Garengo (2009). O estudo foi conduzido mediante a aplicação de dois questionários fechados, duas entrevistas semiestruturadas e da análise dos indicadores de desempenho utilizados por cinco pequenas/médias empresas com sede no Estado de São Paulo. Com abordagem qualitativa, nesta pesquisa exploratória foram entrevistados os gestores do SMD e do SGQ, sendo que os dados da primeira entrevista foram analisados com a técnica de análise de conteúdo, tendo sido, na sequência, triangulados com os demais dados coletados. Verificou-se que quatro das cinco empresas pesquisadas possuem uma junção do SMD com o SGQ, no que tange aos indicadores de desempenho, a despeito de o grau de maturidade da gestão da qualidade não estar relacionado com o estágio de evolução do SMD. Verificou-se ainda que em três das cinco empresas a área da gestão da qualidade é a responsável por coordenar o processo de uso do SMD, sem que haja uma participação efetiva da área de controladoria e/ou contabilidade nesse processo. A tipologia de Garengo (2009), usada para verificar o estágio de evolução do SMD, foi validada, podendo ser utilizada na prática pelos profissionais nas organizações para diagnosticar e melhorar o SMD nas suas empresas. A partir dos achados desta pesquisa, os profissionais de empresas com SGQ certificados pela ISO, principalmente aquelas maior grau de maturidade na gestão da qualidade, podem ser encorajados a implementar ou melhorar o SMD nas suas organizações. Os resultados deste estudo devem ser considerados à luz de suas limitações, sobretudo a impossibilidade de sua generalização para o universo geral das PME, na medida em que houve o emprego de abordagem qualitativa, sem o objetivo de extrapolação dos resultados para outras empresas. Nesse sentido, pesquisas quantitativas podem vir a ser realizadas com o objetivo de verificar esses resultados em um conjunto mais representativo de PME. Por fim, sugere-se que pesquisas venham a ser desenvolvidas para estudar em maior profundidade como ocorre a evolução dos SMD em PME, a partir de estudos de caso longitudinais, por exemplo.

Page generated in 0.1239 seconds