• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 1019
  • 6
  • 5
  • 4
  • Tagged with
  • 1078
  • 1078
  • 377
  • 350
  • 318
  • 199
  • 198
  • 176
  • 156
  • 119
  • 113
  • 107
  • 103
  • 101
  • 99
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
41

Burocracia e processo decisorio na administração das universidades federais brasileiras : um estudo de caso

Barbosa, Eládio de Almeida 1981 (has links)
Orientador : Jose Dias Sobrinho Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação Made available in DSpace on 2018-07-14T03:26:50Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Barbosa_EladiodeAlmeida_M.pdf: 11306641 bytes, checksum: 219ce857df4188faf028e23ae7c20063 (MD5) Previous issue date: 1981 Mestrado Administração e Supervisão Educacional Mestre em Educação
42

A Tomada de decisão por dirigentes universitarios : um estudo comparativo em universidades publicas, comunitaria e empresarial

Figueiredo, Regina Sueiro de 1992 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro Socio-Economico Made available in DSpace on 2012-10-16T22:39:21Z (GMT). No. of bitstreams: 0Bitstream added on 2016-01-08T17:35:19Z : No. of bitstreams: 1 87942.pdf: 9473401 bytes, checksum: 875ae82b79f373dd43d3b2c25fb8352a (MD5) Este trabalho tem por objetivo realizar um estudo multicaso e comparativo, para verificar as características que distinguem a tomada de decisão por dirigentes universitários, em instituições de caráter público, comunitário e empresarial. Verificou-se que houve diferenças marcantes entre as instituições de caráter público, comunitário e empresarial, concernetes às características e seus respectivos indicadores, referentes aos fatores: a) político; b) gerencial; c) acadêmico. Concluiu-se que os dirigentes, tanto entre as instituições de caráter público, comunitário e empresarial, como entre as categorias I e II, apresentaram diferenças estatisticamente significativas, em relação às características apontadas. Observou-se também que além das variáveis estudadas havia outras como liderança, fator-político, expressos pelo poder de influência, e os fatores de natureza político, gerencial, comportamental e acadêmico, que por sua influência na tomada de decisão estão a merecer estudos mais aprofundados.
43

Estratégias organizacionais e práticas de recursos humanos

Mendes, Maria das Graças Corrêa 2001 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio-Econômico. Programa de Pós-Graduação em Administração. Made available in DSpace on 2012-10-18T13:42:46Z (GMT). No. of bitstreams: 1 207244.pdf: 568776 bytes, checksum: 8d0b2605df4db555947e966e42265a4f (MD5) O presente trabalho se propôs a analisar as relações existentes entre estratégias organizacionais, práticas de recursos humanos e o desempenho organizacional, objetivando destacar a importância estratégica do fator humano na busca e manutenção da competitividade. Para tanto, foi efetuada uma revisão da literatura, buscando estabelecer as bases conceituais para uma melhor compreensão do assunto e realizada uma pesquisa empírica a partir da metodologia do estudo de caso, a fim de identificar e analisar as ligações propostas no caso em estudo. Para a condução do estudo de caso foi selecionada a Universidade Estadual do Maranhão, uma organização da área de ensino que vem desenvolvendo um trabalho de mudança em sua estrutura organizacional e que vem obtendo bons resultados desde a implantação de um modelo inovador de coesão de recursos humanos. Os resultados e conclusões deste trabalho oferecem indicações para sugerir que a administração de recursos humanos desempenha um importante papel na consecução dos objetivos organizacionais. Desta forma, este estudo visa contribuir para o aumento do conhecimento a respeito da integração que deve ocorrer entre a administração de recursos humanos e as estratégias corporativas, para que seja possível maximizar o desempenho organizacional.
44

Planejamento estratégico em organização universitária

Harger, Carlos Augusto 26 October 2012 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio-Econômico, Programa de Pós-Graduação em Administração, Florianópolis, 2011 Made available in DSpace on 2012-10-26T08:22:27Z (GMT). No. of bitstreams: 1 299500.pdf: 2376467 bytes, checksum: 2c871f1e0580e97169fd34c8779c3eb9 (MD5) O objetivo desta pesquisa foi Analisar as variáveis que influenciam no processo de Planejamento Estratégico na Universidade Federal de Santa Catarina. Para isto, adotou-se como procedimento metodológico, a pesquisa qualitativa e documental, utilizando o questionário fechado, e também entrevista semi-estrutura. Esta pesquisa é considerada um estudo de caso exploratório com utilização da análise de discurso, tendo como amostra, na UFSC os Vice-Diretores das Unidades Acadêmicas e Dirigentes das Unidades Administrativas, nas Pró-Reitorias (PRDHS e PRAE) e nas Secretarias (SINTER e SECARTE), além da obtenção de informações junto a SEPLAN para o desenvolvimento da pesquisa. Na análise, verificou-se que esta organização universitária possui uma estrutura organizacional bastante heterogênea nas suas Unidades Acadêmicas, e mais acentuada nas Unidades Administrativas, o que desafia implantar um processo idêntico de Planejamento em toda Universidade. Como fases do processo de Planejamento identificou-se: Seminários de Planejamento (Sensibilização); Elaboração; Sistematização dos Planos e Planejamento; Orçamento e Aprovação de Planos; Implantação; e Acompanhamento. Sendo que o menor nível de participação ocorreu na fase de Orçamento e Aprovação de Planos, onde os entrevistados apresentaram menor nível de entendimento e clareza sobre o processo. Assim, aconselha-se que este seja esclarecido e divulgado a comunidade universitária interessada. Como variáveis que influenciam no processo de Planejamento têm-se: Poder, Resistência Silenciosa, Interdependência, Comunicação (falta de Clareza), Complexidade, Cultura, Participação, Alinhamento, Desconhecimento/Despreparo e Burocracia. Enfim, pelo que foi analisado e explorado nas entrevistas, conclui-se que: o Processo de Planejamento Estratégico na Universidade é permeado pela manutenção do Poder, defendida por uma resistência silenciosa e falta de clareza na comunicação, sobretudo, encobertada por uma burocracia e rede de interdependências e complexidades, que para os menos preparados serve como argumento para a sua pouca efetividade na Administração Universitária.
45

As Solenidades públicas de colação de grau como mecanismo de organização, desenvolvimento e fortalecimento do espaço público

Ramos, Cléia Normandina Silveira 2012 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio-Econômico, Programa de Pós-Graduação em Administração Universitária, Florianópolis, 2012 Made available in DSpace on 2012-10-26T10:39:16Z (GMT). No. of bitstreams: 1 302473.pdf: 1250306 bytes, checksum: 2df3f4d9b111247480e327af0fc7672d (MD5) O objetivo desta pesquisa é analisar a contribuição das solenidades públicas de colação de grau da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em nível de graduação, resgatadas a partir de 2004, com vistas à organização, desenvolvimento e fortalecimento do espaço público na universidade como instituição social, sob a perspectiva dos gestores universitários. As formaturas da Instituição até o fim da década de 80 apresentavam o caráter público e democrático. A partir da década de 90 foram privatizadas e no ano de 2004, foi resgatado seu caráter institucional, público e democrático. A devolução da formatura pública para a comunidade garantiu a participação na solenidade, de todos os formandos em igualdade de condições e sem custos para o estudante. Esta ação visa fortalecer o processo de democratização das solenidades de colação de grau dos seus cursos de graduação, na perspectiva de resgatar o seu caráter público, fortalecendo o exercício da cidadania dos seus estudantes e familiares, que foi fortemente abalado a partir da década de 90, como reflexo das políticas públicas neoliberais. Esta pesquisa caracteriza-se por um estudo de caso de natureza qualitativa, utilizando a análise de documentos, a construção de um arcabouço teórico contextualizando o fenômeno investigado, além de entrevistas semiestruturadas com gestores universitários. Para este estudo a construção do público é concebido a partir do atendimento aos interesses comuns, onde as diferenças são respeitadas, o diálogo é mantido, e os elementos que envolvem a complexidade da universidade pública são compreendidos na perspectiva de promover o desenvolvimento e a preservação desses espaços para as próximas gerações. Este espaço deve possibilitar a integração e a inserção social promovendo assim a consolidação de valores que envolvem a ética, a democracia, a justiça social e o bem comum. A partir dos resultados da pesquisa, é possível observar fortes evidências de que a formatura pública da UFSC é envolvida por relações de grandes dimensões e que refletem diretamente no seu caráter público, democrático e isonômico. Assim, ela se constitui em um processo que se apresenta em constante movimento e que pode contribuir para a organização ou para a desorganização do espaço público, de acordo com o contexto que a envolve. A Universidade é uma instituição complexa, caracterizada pela diversidade da sua comunidade interna e externa. Diferentes culturas, etnias, classes sociais, credos religiosos e ideologias políticas, aliados às relações de poder, se manifestam no seu fazer diário, como instituição social, fazendo com que seja capaz de identificar, compreender e responder às contradições existentes. Sustentar o espaço público é uma ação complexa, pois não é uma ação isolada da Universidade. Todavia, demanda muito esforço, vontade política, ousadia e acima de tudo compromisso institucional.
46

Universidade pública e accountability

Roczanski, Carla Regina Magagnin 2009 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio-Econômico. Programa de Pós-Graduação em Administração. Made available in DSpace on 2012-10-24T19:32:46Z (GMT). No. of bitstreams: 1 264163.pdf: 948772 bytes, checksum: 7929955f1dcc507f9b02c994b59e8b47 (MD5) O presente estudo tem como tema a accountability, observada através dos procedimentos de da Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC e se propõe a analisar as práticas da Udesc sob a ótica da accountability, além de estabelecer qual a relação existente entre elas. As organizações públicas, após o advento da nova gestão pública e da reforma do Estado, vêm sendo cobradas com legislação pelo governo, assim como pela sociedade, para que tenham as suas ações divulgadas de forma transparente e com uma preocupação constante em atender aos anseios e necessidades da sociedade, dentro da missão da Instituição. Esta pesquisa é do tipo descritiva e exploratória, caracteriza-se por um estudo de caso e foi realizada por meio de entrevista semiestruturada com os gestores da UDESC. A legislação, vigente hoje no Brasil, propõe claramente o caminho da accountability para as organizações públicas, porém, na prática, pode-se perceber, por esta pesquisa e pelos exemplos apresentados neste trabalho, que efetivamente isso ainda não está acontecendo. A pesquisa demonstrou que a UDESC carece de procedimentos padronizados de prestação de contas para a sociedade. Desta forma, observou-se que a responsabilidade do gestor público não vêm sendo totalmente cumprida, ademais a transparência é um fator crítico; em virtude de a Instituição não possuir um sistema de informações gerenciais, ocorrem falhas de divulgação interna e externa de informações. Isso afeta a prestação de contas à sociedade; a maioria dos entrevistados destaca que não existe a efetiva e completa prestação de contas. Ou seja, os procedimentos na gestão da UDESC ainda precisam ser desenvolvidos, melhorados e ampliados, para alcançar a accountability.
47

Mudança planejada em instituições de ensino superior

Panno, Cláudia Caravantes 2003 (has links)
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção. Made available in DSpace on 2012-10-21T04:37:08Z (GMT). No. of bitstreams: 1 204495.pdf: 1052965 bytes, checksum: a5e00e733f24f70e555fb72041e94b51 (MD5) A presente tese parte de pressupostos bem definidos, ou seja, de que vivemos em uma sociedade inteiramente organizacional e em uma época de turbulência sem par. A conseqüência imediata é a necessidade crescente de pessoas adequadamente preparadas, com idéias inovadoras, capazes de impulsionar as organizações para novos patamares de desenvolvimento. Se mudar tornou-se a palavra de ordem, compreender e gerenciar a mudança passou a ser uma atividade crítica. Na seqüência, procurou-se identificar e caracterizar os principais modelos de mudança planejada gerados a partir do final da década de 40, com Kurt Lewin, até os dias atuais. Após a análise de tais modelos # 10 em seu total #, procurou-se selecionar aqueles que melhor explicavam o processo de transformação ocorrido na formatação de um Centro Universitário a partir da modalidade Faculdades Integradas. Três foram destacados e que, uma vez
48

A dinâmica do processo de formação de estratégias de gestão em universidades

Rebelo, Luiza Maria Bessa 2004 (has links)
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção. Made available in DSpace on 2012-10-21T14:24:26Z (GMT). No. of bitstreams: 1 205899.pdf: 3210072 bytes, checksum: abe4fc3f928b9197c87324a049fee0a2 (MD5) O objetivo desta pesquisa é conhecer a dinâmica do processo de formação de estratégia de gestão em Instituição Federal de Ensino Superior (IFES), expresso em Planos de Gestão, a partir dos pressupostos teóricos Teoria da Complexidade. Para atingir tal fim, foi apresentado um construto teórico e uma estrutura de referência, ambos elaborados a partir dos pressupostos teóricos presentes na literatura sobre Teoria da Complexidade, Processo de Formação de Estratégia e Universidades, visando o reconhecimento e a análise do processo de formação de estratégias, expresso em Planos de Gestão, em uma dada Instituição Federal de Ensino Superior (IFES), a Universidade Federal do Amazonas (UFAM). O construto teórico elaborado considerou conceitos oriundos da Teoria da Complexidade e de processos de formação de estratégia em ambientes dinâmicos e sua inter-relação com organizações universitárias, para indicar as variáveis agregação, aprendizado, adaptação e auto-organização, como parâmetros de análise do estudo de caso. Essas variáveis têm correspondência com três princípios-chave da Teoria da Complexidade, os quais deram sustentação ao processo analítico: princípio dialógico, princípio hologramático e princípio da recursão. Para isso, a investigação utiliza a abordagem da pesquisa qualitativa do tipo interpretativo, através do uso da técnica do estudo de caso. Os dados foram obtidos a partir de fontes primárias e secundárias, por meio de pesquisa bibliográfica e documental, além das técnicas de observação direta, e entrevistas semi-estruturadas. A análise dos dados foi efetuada a partir das variáveis e princípios apontados no construto teórico, correspondendo à abordagem qualitativa usada como procedimento metodológico. A adoção da metodologia escolhida tem o pesquisador como principal instrumento, e no caso, o pesquisador foi o artífice da construção teórica, além de arquiteto e observador participante da aplicação prática do construto elaborado para tal fim. A análise dos dados permitiu identificar o processo preponderante de formação de estratégia na instituição estudada por três períodos de gestão # 1993 a 2005 #, se racional-formal, negociado ou em construção permanente, relacionando-o com as variáveis e princípios orientados pela Teoria da Complexidade.
49

Assistência e responsabilidade social

Petrelli, Cristina Melim 2004 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio-Econômico. Programa de Pós-Graduação em Administração. Made available in DSpace on 2012-10-22T06:16:33Z (GMT). No. of bitstreams: 1 211452.pdf: 608415 bytes, checksum: e93d284d9603707027183e956febe06c (MD5) Nem sempre a sociedade em geral percebe a amplitude da ação educadora das Instituições de Ensino Superior e, assim não a reconhecem como uma instituição promotora da transformação social. O objetivo deste trabalho é demonstrar que as Instituições de Ensino Superior realizam sua função social contribuindo efetivamente para o desenvolvimento da sociedade em todos seus aspectos. Diante deste contexto foram entrevistados funcionários de seis instituições de ensino superior, vinculadas a Acafe, com a intenção de conhecer os principais programas e ações sociais, suas semelhanças e experiências e forma de divulgação. Portanto, o trabalho procura demonstrar que a missão das Instituições de Ensino Superior vai além de suas funções básicas de Ensino, Pesquisa e Extensão, ou seja, a missão institucional de uma IES inclui a Responsabilidade Social.
50

A evolução da universidade brasileira : analise critica e tentativa de estabelecimento de um modelo estrutural para as universidades federais

Albuquerque, Nivaldo Rodrigues 1974 (has links)
Submitted by Marcia Bacha (marcia.bacha@fgv.br) on 2011-05-10T19:57:17Z No. of bitstreams: 1 000026196.pdf: 6100818 bytes, checksum: 0dd6bee1305c8c29214f88c4b648fff4 (MD5) Approved for entry into archive by Marcia Bacha(marcia.bacha@fgv.br) on 2011-05-10T19:58:38Z (GMT) No. of bitstreams: 1 000026196.pdf: 6100818 bytes, checksum: 0dd6bee1305c8c29214f88c4b648fff4 (MD5) Approved for entry into archive by Marcia Bacha(marcia.bacha@fgv.br) on 2011-05-10T19:58:46Z (GMT) No. of bitstreams: 1 000026196.pdf: 6100818 bytes, checksum: 0dd6bee1305c8c29214f88c4b648fff4 (MD5) Made available in DSpace on 2011-05-10T19:59:07Z (GMT). No. of bitstreams: 1 000026196.pdf: 6100818 bytes, checksum: 0dd6bee1305c8c29214f88c4b648fff4 (MD5) Previous issue date: 1974

Page generated in 0.1146 seconds