• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 354
  • 6
  • Tagged with
  • 370
  • 210
  • 108
  • 82
  • 71
  • 60
  • 52
  • 38
  • 36
  • 32
  • 32
  • 31
  • 30
  • 28
  • 26
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Verdade e método em Francis Bacon

Secco, Márcio 2004 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Filosofia. Made available in DSpace on 2012-10-22T05:21:26Z (GMT). No. of bitstreams: 1 208619.pdf: 1013826 bytes, checksum: 978ce0c05349e0aebec843509b224058 (MD5) Estudo sobre o método e o conceito de verdade defendido por Francis Bacon, sendo nossos principais objetivos nesse trabalho: a) esclarecer algumas questões relativas ao método baconiano, principalmente no que se refere ao uso de hipóteses; b) apresentar uma interpretação falibilista da teoria de Francis Bacon, mostrando que a verdade e a utilidade são finalidades interdependentes em sua filosofia.
2

Razão, saude e violencia :, ou, a (im)potencia da racionalidade medico-cientifica

Spinelli, Hugo Guillermo 1998 (has links)
Orientador: Gastão Wagner de Souza Campos Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciencias Medicas Made available in DSpace on 2018-07-23T14:05:10Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Spinelli_HugoGuillermo_D.pdf: 13711361 bytes, checksum: 4fe5fa70fbf32eb73dcadd283d18c97a (MD5) Previous issue date: 1998 Resumo: A Racionalidade Médico-Científica (RMC) situa a violência, atualmente, como um grave problema. Diante dessa situação, nossas perguntas são: como se relaciona este problema com a lógica constitutiva da RMC? Ou seja, quais são as bases racionais a partir das quais se pretende abordar o problema da violência? Estes questionamentos nos levam a desconstruir a própria RMC. Desconstrução que situamos no âmago do debate da crise da modernidade e da própria razão moderna, a razão cartesiana. Essa racionalidade, sustentada em uma trama discursiva, pouco a pouco foi se inscrevendo no senso comum dos trabalhadores da saúde e dos grupos sociais e os levou a uma forma "particular" de ver os problemas, a qual substituiu o social, em função da biologização dos problemas. Diante disso, realizamos a enunciação hipotética de que a violência representa um ponto de inconsistência no estado de situação da RMC, buscando com isso dar conta da destotalização e do múltiplo que perpassa o Processo Saúde-Doença-Atenção (PSDA) e que tal racionalidade não reconhece. A potência se toma impotência. Este trabalho tem como objeto a verdade e não o saber: em função disso planejamos a necessidade de se apostar em processos de verdade que instalem um novo estado de situação sobre o PSDA. Em todo esse processo denunciamos que o uso atual da ética se inscreve como um simulacro que busca e consegue suturar a inconsistência que a violência ressalta no estado de situação da RMC. Diante dos cursos humanistas da ética e bioética, opomos a ética da verdade, a qual busca instalar um pensamento crítico sobre as situações que se enfrentam, reconhecendo nelas processos singulares que exigem apostas em função de se conseguir instalar o trajeto de uma verdade, verdade que pode estar na ciência; na arte; na política; ou no amor Abstract: Medical-Scientific Rationality (MSR) currently places violence as a serious problem. Facing this situation, our queries are: how does this problem relates itself to the constitutive !logic of the SR? That means: What are the rational bases from which one may approach the prdplem of violence? hese queries leads us to deconstruct the MSR in itself. Deconstruction which we locate in the core of the debate about the crisis of modernity and even the modern reason, the Cartesian reason. This rationality, supported in a discursive plot, inscribed itself step by step in the common sense of health workers and social groups, leading them towards a "particular" way of facing problems, which has substituted the social in behalf of biologization of the problems. Before this, we accomplished the hypothetical enunciation that violence represents a point of inconsistence in the MSR's state of situation, therewith looking forward to coping with the detotalization and the multipIe which pass by the Health-Sickness-Attention Process (HSAP) and that such a rationality does not recognize. Potency tums ~ut to be impotence. This piece of work has got the truth as its object of study - and not knowledge properly said. Owing to this fact, we have planned the necessity of betting in truth processes which may install a new state of situation over the HSAP. In alI this process we denounce that the current use of ethics inscribes itself as a simulacrum which is in search of and manages to join by suture the inconsistence that violence highlights in the MRS's state of situation. Against the humanistic courses of ethics and bioethichs we oppose the ethichs of truth, which tries to install a critical thought upon situation that are faced, recognizing singular processes in them that demand bets on behalf of managing to install the track of the truth, truth which may be in Science; in the Arts; in Politics; or in Love Doutorado Doutor em Saude Coletiva
3

Arquivo, verdade e o processo de transição democrática no Brasil : o legado da Comissão Nacional da Verdade para ampliação da discussão epistemológica arquivística

Elias, Aluf Alba Vilar 30 November 2017 (has links)
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciência da Informação, Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação, 2017. Submitted by Raquel Almeida (raquel.df13@gmail.com) on 2018-05-04T16:35:53Z No. of bitstreams: 1 2017_AlufAlbaVilarElias.pdf: 2388755 bytes, checksum: c052cea547b2fd284c4eec395e2ea967 (MD5) Approved for entry into archive by Patrícia Nunes da Silva (patricia@bce.unb.br) on 2018-06-04T13:23:40Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2017_AlufAlbaVilarElias.pdf: 2388755 bytes, checksum: c052cea547b2fd284c4eec395e2ea967 (MD5) Made available in DSpace on 2018-06-04T13:23:40Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2017_AlufAlbaVilarElias.pdf: 2388755 bytes, checksum: c052cea547b2fd284c4eec395e2ea967 (MD5) Previous issue date: 2018-06-04 A história recente da América Latina foi fortemente marcada pelo período ditatorial na segunda metade do século XX. No Brasil, o golpe de 1964 impôs o início do Regime Militar, que perdurou oficialmente 21 anos, entre o período de 1964 a 1985. Com o fim do Regime Militar, no bojo de experiências similares compartilhadas por outros países, o Brasil dá início, tardiamente, ao processo de implantação de uma justiça de transição que, em linhas gerais, é o conjunto de ações jurídicas e políticas que marcam a passagem de um regime autoritário/ditatorial para um regime democrático. Em 2004 o Conselho de Segurança da ONU publica um documento onde tece, entre outras, considerações acerca do que seria o processo de justiça de transição. Um dos mecanismos adotados no processo de transição democrática é o estabelecimento das Comissões Nacionais da Verdade, sendo a primeira experiência em Uganda, na África, em 1974. No Brasil, a Comissão Nacional da Verdade foi instalada em maio de 2012 e concluiu seu relatório final em 2014. Nesse contexto, os arquivos, como instrumentos de prova ou indício, estiveram presentes, seja para esconder, seja para revelar. Partiu-se do pressuposto segundo o qual os arquivos refletem e fornecem elementos à construção de uma racionalidade estatal, como conjuntos documentais ou como agências do aparelho do Estado, constituindo mecanismos para sua legitimação e agências do poder simbólico. O problema desta pesquisa consiste em pensar a questão dos arquivos “instituição” ou “conjuntos documentais” permeada por fatores políticos, regidos por disputas, que podem incidir no ordenamento que os revelam ou omitem pela transparência ou opacidade do Estado e, assim, abordar a relação entre os arquivos e o processo de justiça de transição democrática, tendo como foco as ações empreendidas pela Comissão Nacional da Verdade e os usos dos arquivos. O objetivo geral é investigar a relação entre as formas de verdade, os arquivos e o processo de justiça de transição democrática no Brasil, localizando-a nas práticas da Comissão Nacional da Verdade e nos usos dos arquivos demarcando seu legado para a discussão do campo epistemológico arquivístico. A metodologia é qualitativa e exploratória e consistiu, numa primeira etapa, no levantamento e análise bibliográfica e documental, na composição do caminho argumentativo e na construção e delineamento do objeto; em segunda etapa, na aplicação da Análise do Discurso (AD) de linha francesa para identificação e análise do relatório final da Comissão Nacional da Verdade dos elementos que podem contribuir com a discussão do campo epistemológico arquivístico. Os principais resultados alcançados indicam que: a) os arquivos sejam um recurso na promoção da justiça e não um meio exclusivo da verdade, que seria alcançada por outras formas ou em conjunto de alguns procedimentos, que incluem as disputas políticas e também o seu próprio uso; b) o possível enviesamento do arquivo em sua verdade jurídica para uma verdade indicial, cuja organicidade que determina sua unidade narrativa é mais externa que interna; e c) a possibilidade do enfrentamento dos arquivos do mal sem incorrer em um mal de arquivo, no sentido de Derrida: ansiar a impossível completude da reconstrução da verdade por meio deles. The recent history of Latin America was strongly marked by the dictatorial period in the second half of the twentieth century. In Brazil, the coup of 1964 imposed the beginning of the Military Regime, which officially lasted for 21 years, between 1964 and 1985. With the end of the Military Regime, in the midst of similar experiences shared by other countries, late, to the process of implementing a transitional justice that, in general, is the set of legal and political actions that mark the passage from an authoritarian / dictatorial regime to a democratic regime. In 2004, the UN Security Council published a document which lists, among other things, what the transitional justice process would be. One of the mechanisms adopted in the process of democratic transition is the establishment of National Truth Commissions, the first experience being in Uganda in Africa in 1974. In Brazil, the National Truth Commission was established in May 2012 and finalized its final report in 2014. In this context, the archives, as instruments of proof or clue, were present, either to hide or to reveal. Starting from the assumption that the archives reflect and provide elements for the construction of a state rationality, as documentary sets or as agencies of the State apparatus, constituting mechanisms for its legitimation and agencies of symbolic power. The problem of this research is to think of the archives like a "institution” or "documentary sets" permeated by political factors, governed by disputes, that may affect the order that reveals them or omit by the transparency or opacity of the State and, thus, relationship between the archives and the democratic transition justice process, focusing on the actions undertaken by the National Truth Commission and the uses of archives. The general objective is to investigate the relationship between the forms of truth, the archives and the process of justice of democratic transition in Brazil, locating it in the practices of the National Commission of Truth and in the uses of the archives, marking its legacy for the discussion of the epistemological field archival. The methodology is qualitative and exploratory and consisted, in a first step, in the collection and bibliographical and documentary analysis, in the composition of the argumentative path and in the construction and delineation of the object; in the second stage, in the application of the French Line Discourse Analysis (AD) to identify and analyze the final report of the National Truth Commission of the elements that may contribute to the discussion of the archival epistemological field. The main results achieved indicate that: a) archives are a resource in the promotion of justice and not an exclusive means of truth that would be achieved by other forms or in conjunction with certain procedures, which include political disputes and also their own use ; b) the possible bias of the archive in its legal truth for an indicial truth, whose organicity that determines its narrative unit is more external than internal; and (c) the possibility of facing the archives of evil without incurring archive fever, in the sense of Derrida: yearn for the impossible completeness of the reconstruction of truth through them. L'histoire récente de l'Amérique latine a été fortement marquée par la période dictatoriale de la seconde moitié du XXe siècle. Au Brésil, le coup d'état de 1964 a imposé le début du régime militaire, qui a officiellement duré 21 ans, de 1964 à 1985. Avec la fin du régime militaire, au milieu d'expériences similaires partagées par d'autres pays, en retard, au processus de mise en œuvre d'une justice transitionnelle qui, en général, est l'ensemble des actions juridiques et politiques qui marquent le passage d'un régime autoritaire/dictatorial à un régime démocratique. En 2004, le Conseil de sécurité des Nations Unies a publié un document qui énumère, entre autres, ce que serait le processus de justice transitionnelle. L'un des mécanismes adoptés dans le processus de transition démocratique est la mise en place des commissions nationales de vérité, la première expérience en Ouganda, en Afrique, en 1974. Au Brésil, la Commission nationale pour la vérité a été créée en mai 2012 et a conclu son rapport final en 2014. Dans ce contexte, les archives, en tant qu'instruments de preuve ou indices, étaient présentes, soit pour se cacher, soit pour se révéler. Partant de l'hypothèse que les archives reflètent et fournissent des éléments pour la construction d'une rationalité étatique, en tant que ensembles documentaires ou en tant qu'agences de l'appareil d'Etat, constituant des mécanismes pour sa légitimation et des instances de pouvoir symbolique. Le problème de cette recherche consiste à penser la question des archives “institution” ou “ensembles de documents” pénétrés par des facteurs politiques, régis par des conflits qui peuvent se rapporter afin de les révéler ou omettre la transparence ou l'opacité et relever ainsi le relation entre les archives et le processus de justice de transition démocratique, en mettant l'accent sur les actions entreprises par la Commission nationale de la vérité et les utilisations des archives. L'objectif général est d'étudier la relation entre les formes de la vérité, les archives et le processus de justice de transition démocratique au Brésil, la localisation dans les pratiques de la Commission nationale pour la vérité et les archives des usages jalonnement son héritage pour discuter du champ épistémologique archivistique. La méthodologie est qualitative et exploratoire et a consisté, dans un premier temps, dans la collecte et l'analyse bibliographique et documentaire, dans la composition du parcours argumentatif et dans la construction et la délimitation de l'objet; dans la deuxième étape, dans l'application de l'analyse du discours en ligne (AD) pour identifier et analyser le rapport final de la Commission nationale de la vérité sur les éléments qui peuvent contribuer à la discussion du domaine épistémologique archivistique. Les principaux résultats obtenus indiquent que: a) les archives sont une ressource dans la promotion de la justice et non un moyen exclusif de vérité qui serait atteint par d'autres formes ou en conjonction avec certaines procédures, qui comprennent les conflits politiques et aussi leur propre usage; b) le biais possible de l'archive dans sa vérité juridique pour une vérité indicative, dont l'organicité qui détermine son unité narrative est plus externe que interne; et c) la possibilité de confronter les archives du mal sans encourir le mal d'archives, au sens de Derrida: aspirer à l'impossible complétude de la reconstruction de la vérité à travers elles.
4

Apontamentos sobre a verdade como fenômeno endoprocessual

Campos, Yuri Daibert Salomão de 12 June 2015 (has links)
Made available in DSpace on 2018-08-01T23:39:32Z (GMT). No. of bitstreams: 1 tese_8967_CAMPOS, Y. D. S. 2015.pdf: 651091 bytes, checksum: 8e2d9499342b778842fb5fc5fcad30c7 (MD5) Previous issue date: 2015-06-12 O presente trabalho tem como propósito analisar a verdade processual. Para tanto, faz-se uma investigação das diferentes formas de obtenção da verdade no processo, no decorrer da história. Estuda-se também a verdade sob o enfoque da filosofia, que já apresentou diversos caminhos para se chegar à verdade. Na esteira filosófica, apresentam-se alguns pontos relativos à linguagem e à semiótica. O trabalho também contempla a análise de questões há muito consolidadas na doutrina processual, como a falsa dicotomia entre verdade real e verdade formal, como também a improbabilidade de se alcançar a reprodução dos fatos, chegando-se, sim, a uma verdade possível. Debate-se, inclusive, a influência da subjetividade do juiz na decisão. Por fim, investiga-se a verdade como fator de legitimação da coisa julgada. This paper aims to analyze the procedural truth. Therefore, it is an investigation of different ways to obtain the truth in the process, throughout history. It also studies the truth from the standpoint of philosophy, that has had many ways to get to the truth. In philosophical point of view, we present some points relating to language and semiotics. The work also includes the analysis of issues has long been consolidated in procedural doctrine, as the false dichotomy between real truth and formal truth, as well as the improbability to achieve the reproduction of facts, but rather an approximation of the truth (possible truth). Is debating even to influence the judge's subjectivity in the decision. Finally, we investigate the truth as a legitimating factor of res judicata.
5

APONTAMENTOS SOBRE A VERDADE COMO FENÔMENO ENDOPROCESSUAL

CAMPOS, Y. D. S. 12 June 2015 (has links)
Made available in DSpace on 2018-08-01T23:39:32Z (GMT). No. of bitstreams: 1 tese_8967_CAMPOS, Y. D. S. 2015.pdf: 651091 bytes, checksum: 8e2d9499342b778842fb5fc5fcad30c7 (MD5) Previous issue date: 2015-06-12 O presente trabalho tem como objetivo analisar a verdade processual. Para tanto, faz-se uma investigação das diferentes formas de obtenção da verdade no processo, no decorrer da história. Estuda-se também a verdade sob o enfoque da filosofia, que já apresentou diversos caminhos para se chegar à verdade. Na esteira filosófica, apresentam-se alguns pontos relativos à linguagem e à semiótica. O trabalho também contempla a análise de questões há muito consolidadas na doutrina processual, como a falsa dicotomia entre verdade real e verdade formal, como também a improbabilidade de se alcançar a reprodução dos fatos, chegando-se, sim, a uma verdade possível. Debate-se, inclusive, a influência da subjetividade do juiz na decisão. Por fim, investiga-se a verdade como fator de legitimação da coisa julgada. O presente trabalho está inserido na linha de pesquisa Justiça, meios de defesa e de impugnação de decisões. A metodologia aplicada é a análise bibliográfica. Ao final, conclui-se que a verdade processual é produto da legitimação pelo procedimento. Que a verdade como correspondência é improvável. Que a verdade do processo surge a partir da tensão das versões apresentadas pelas partes, alçando o processo à condição de cenário que contém a segurança necessária para que se confira a razão a uma das partes. Palavras-chave: Verdade. Processo. Verdade Possível. Subjetividade. Legitimação. Coisa Julgada.
6

Valor e verdade em Nietzsche e os dilemas da educação contemporânea

Oliveira, Thabata Franco de. 2011 (has links)
Orientador: Vera Teresa Valdemarin Banca: Sílvio Donizetti de Oliveira Gallo Banca: Denis Domeneguetti Badia Resumo: Esta dissertação tem por objetivo investigar o estatuto das categorias verdade e valor no âmbito das instituições educativas contemporâneas. Para tanto, toma como referência as proposições de Nietzsche, uma vez que assinala as convergências entre sua filosofia e as principais características do projeto epistemológico e cultural hodierno. É realizada a análise da verdade e do valor como tema e como conceito nas obras de maturidade do filósofo e apresentada as diferentes apropriações de suas ideias pelo campo da educação. Ao pensar a escola no contexto da pós-modernidade, aponta para o processo de dissolução do caráter metafísico destes conceitos, tendo em vista verificar as consequências deste fenômeno na sociedade e na configuração do conhecimento escolarizado. Por meio da acepção de verdade em Pareyson, articulada aos pressupostos dos teóricos do campo da Cultura Escolar, busca situar a função social da escola no contexto da contemporaneidade, analisar seus paradoxos e seus mecanismos de resistência e/ou adaptação frente às demandas da sociedade do século XXI. Na tensão entre sua função mnemônica e instrumental, a escola convive com diferentes expectativas e afirma sua natureza tempestiva ao refundar permanentemente seus referenciais veritativos e valorativos. Apesar de a escola ser uma instituição difusora de práticas e saberes altamente questionados, verificamos que sua centralidade permanece, se amplia e subsidia cada vez mais nosso repertório social e cultural Resumen: Esta tesis tiene como objetivo investigar la situación de las categorías verdad y valor en el contexto de las instituciones educativas contemporáneas. Con este propósito, parte del pensamiento de Nietzsche, señalando las similitudes entre su filosofía y las características principales del proyecto cultural y epistemológico de hoy. Es realizada el análisis de la verdad y del valor como tema y como concepto en las obras de maturidad del filósofo y presentada las distintas apropriaciones de sus ideas por el campo de la educación. Al pensar en la escuela en el contexto de la posmodernidad, señala el proceso de disolución del carácter metafísico de estos conceptos a fin de verificar las consecuencias de este fenómeno en la sociedad y en la configuración de los conocimientos escolares. A través del significado de la verdad en Pareyson, articulado con los supuestos de los teóricos del campo de la Cultura Escolar, se pretende situar la función social de la escuela en el contexto contemporáneo, examinar sus paradojas y sus mecanismos de resistencia y/o adaptación a las demandas de la sociedad del siglo XXI. En la tensión entre su función mnemónica e instrumental, la escuela convive con diferentes expectativas y afirma su naturaleza tempestiva al refundar permanentemente sus ideales de verdad y valor. A pesar de que la escuela sea una institución difusora de prácticas y saberes altamente cuestionados, verificamos que su centralidad permanece, se amplía, y se vuelve cada vez más subsidiaria de nuestro repertorio social y cultural Mestre
7

Quase-verdade e pragmatismo

Vercesi, Roque Pires. 2016 (has links)
Orientador: Hércules de Araújo Feitosa Co-orientador: Luiz Henrique da Cruz Silvestrini Banca: Edélcio Gonçalves de Souza Banca: Marcelo Reicher Soares Resumo: Este trabalho está inserido no contexto da Filosofia da Lógica e no tópi-co teorias da verdade. As reflexões das teorias da verdade colocam em evi-dência a seguinte questão de interesse no ambiente filosófico, científico e ló-gico: "O que é a verdade?". Esta tradição é bem longa, com reflexões que remontam à Antiguidade e ainda hoje são bastante pertinentes no mundo acadêmico, como podemos observar pela recente literatura sobre o assunto. Aristóteles foi um precursor desta busca ao propor que a verdade pode-ria ser caracterizada segundo sua máxima: "Dizer do que é, que ele não é, ou do que não é, que ele é, é falso; enquanto dizer do que é, que ele é, ou do que não é, que ele não é, é verdadeiro". Posteriormente, essa questão referente à verdade foi minuciosamente tratada por muitos autores, que elaboraram teorias e/ou buscaram princípios para determinar o que é verdade ou o que torna algo verdadeiro (critério de verdade). Entre as teorias da verdade usualmente discu-tidas encontramos as teorias correspondencial, coerencial, pragmática, da re-dundância e a concepção semântica de Tarski. Dedicaremos um capítulo inicial a estas teorias da verdade, quando elencamos as suas características essenciais. Recentemente, a teoria da qua-se verdade tem conquistado importância nas reflexões sobre a verdade, que tem como um precursor o professor Newton da Costa, expoente brasileiro no âmbito da Lógica. Em 1986, Mikenberg, da Costa e Chuaqui introduziram a teoria da quase verdade no ... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) Abstract: This work is inserted in the context of the Philosophy of Logic and in the topic theories of truth. Reflections of theories of truth put in evidence questions of interest in the philosophical, scientific and logical environment: "What is the truth?". This tradition is very long, with reflections that go back to antiquity and are still very relevant in the academic world, as can be seen by the recent litera-ture about this issue. Aristotle was a precursor of this search by proposing that the truth could be characterized according to their maximum: "To say of what is that it is not, or of what is not that it is, is false, while to say of what is that it is, and of what is not that it is not, is true". Posteriorly, this question of the truth was carefully treated by many authors who have developed theories and/or principles to de-termine what is true or what makes something true (criteria of truth). Among the theories of truth usually discussed, we find the theories: correspondence, co-herence, pragmatic, redundancy and semantic conception of Tarski. We dedicate an initial chapter to these theories of truth, when we list their essential characteristics. Recently, the theory of quasi-truth has gained importance in the reflections about the truth, which has as a precursor Profes-sor Newton da Costa, Brazilian exponent in the context of Logic. In 1986, Mikenberg, Costa and Chuaqui introduced the theory of quasi-truth in the arti-cle Pragmatic truth and approximation to truth, p... (Complete abstract click electronic access below) Mestre
8

Kehre : verdade e linguagem em Heidegger

Sene, Diogo. 2015 (has links)
Orientador: Jonas Gonçalves Coelho Banca: Paulo César Rodrigues Banca: Eli Vagner Francisco Rodrigues Resumo: Esta dissertação propõe um modo particular de leitura da obra do filósofo alemão Martin Heidegger (1889-1976). Partindo desse princípio, iremos nos defrontar com um problema que permeia a literatura acerca desse pensador, a saber, a questão da Kehre ou virada de pensamento, que ocorreu ao longo de sua vida filosófica, para isso, utilizaremos como fiocondutor os conceitos de linguagem e verdade, recorrentes nas suas obras. Ademais, perscrutamos os limites que tais ideias implicam dentro de alguns textos do filósofo, com vistas a vislumbrar o valor que essas ideias possuem na reflexão da virada de pensamento e como depende delas a ocorrência da Kehre. Abstract: Our work proposes a particular way of work of the German philosopher Martin Heidegger reading (1889-1976). Based on this principle, we may face a problem that pervades the literature on this thinker, namely the question of the Kehre or turn of thought, which occurred throughout his philosophical life, for that we will use as wire conductor concepts of language and truth, recurrent in his works . In addition, we watch for the limits that these ideas imply in some philosophical texts, in order to glimpse the value that these ideas have in reflecting the turn of thought and depends on them as the occurrence of Kehre. Mestre
9

Jornalismo gonzo e parresía: mentiras sinceras e outras verdades

Ritter, Eduardo 2015 (has links)
Made available in DSpace on 2015-12-02T01:13:05Z (GMT). No. of bitstreams: 1 000476516-Texto+Completo-0.pdf: 3972019 bytes, checksum: c5eb7cdeb4941202bf213f668c226acb (MD5) Previous issue date: 2015 In the early 1980s, the French philosopher Michel Foucault, teaching courses at the Collège de France, addressed the history and the concept of parresia, a Greek word. Briefly, the term means to speak frankly in public space taking risks by such this attitude. From this idea, this thesis works with the application of this concept in the journalistic field, with the object of study being the gonzo journalism, practiced by US journalist Hunter Thompson (1937-2005). In addition, the thesis presents a critique about the journalism practiced throughout history in the Western world, precisely because it presents ideologically a search for the truth of the facts, while in practice it doesn‟t happen. Faced with such complexity, speech frank journalism becomes a major alternative for those journalists who seeking to practice a journalism that tries to be minimally committed to the truth. Ironically, sometimes the fiction and the literature technics that enable the author to tell the truth, thus creating a complex relationship between Philosophy, Literature and Journalism. It is at this intersection that is what I call journalistic parresia and gonzo journalism - which makes use of the courage of truth, but without giving up sincere lies. No início dos anos 1980, o filósofo francês Michel Foucault, ministrando os seus cursos no Collège de France, abordou a história e o conceito da palavra grega parresía. Sinteticamente, o termo significa falar francamente no espaço público assumindo riscos por tal atitude. A partir dessa ideia, a presente tese trabalha com a aplicação desse conceito no campo jornalístico, tendo como objeto de estudo o jornalismo gonzo, praticado pelo jornalista norte-americano Hunter Thompson (1937-2005). Além disso, apresenta-se uma crítica ao jornalismo praticado ao longo da história no mundo ocidental, justamente por ele apresentar, ideologicamente, uma busca pela verdade dos fatos, enquanto que, na prática, isso não ocorre. Diante de tal complexidade, a fala franca no jornalismo passa a ser uma das principais alternativas para aqueles jornalistas que buscam praticar um jornalismo que tenta ser minimamente comprometido com a verdade. Ironicamente, algumas vezes a ficção e técnicas da literatura é que tornam possível o autor dizer a verdade, criando, assim, uma complexa relação entre Filosofia, Literatura e Jornalismo. É nessa interseção que se encontra o que chamo de parresía jornalística e o jornalismo gonzo – que faz uso da coragem da verdade, sem abrir mão de sinceras mentiras.
10

Nos rastros da situação hermenêutica

Santos, Rainri Back dos 2009 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Humanidades, Departamento de Filosofia, Programa de Pós-Gradução, 2009. Submitted by Allan Wanick Motta (allan_wanick@hotmail.com) on 2010-04-08T12:17:26Z No. of bitstreams: 1 2009_RainriBackdosSantos.pdf: 757788 bytes, checksum: fec004b2097211d0f2a55443cd036815 (MD5) Approved for entry into archive by Lucila Saraiva(lucilasaraiva1@gmail.com) on 2010-04-09T21:30:43Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2009_RainriBackdosSantos.pdf: 757788 bytes, checksum: fec004b2097211d0f2a55443cd036815 (MD5) Made available in DSpace on 2010-04-09T21:30:43Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2009_RainriBackdosSantos.pdf: 757788 bytes, checksum: fec004b2097211d0f2a55443cd036815 (MD5) Previous issue date: 2009 O propósito desta dissertação é rastrear os momentos fundamentais que constitu-em a situação de todo existente humano na condição de intérprete do mundo em geral. Trata-se, portanto, de colher os rastros da situação hermenêutica. Partimos da pressupo-sição de que os momentos fundamentais que a constituem são, respectivamente, a circu-laridade, a verdade, a finitude e a historicidade. Primeiramente, mostraremos o movimento circular dessa situação, cuja motrici-dade se deve à concordância prévia e tácita dos existentes humanos quanto à apreensibi-lidade das coisas circunstantes como tais. Denominaremos comum-unidade esse ambi-ente de compreensibilidade, em cujo desenvolvimento histórico, segundo enfatizaremos, cada existente deve assumir um posicionamento. Uma vez que recorremos necessária e tacitamente a tal comum-unidade para interpretar o mundo em redor, a verdade não pode se tornar prerrogativa de ninguém em particular. Nesse segundo momento, tentaremos mostrar que a experiência da verdade sempre parte da e retorna para a comum-unidade, num movimento circular onde se con-figuram e se reestruturam pressuposições. Assim, devemos ressaltar, num terceiro momento, a determinação finita do mo-vimento circular da verdade, já que a existência de cada um delimita embora também ajude a fundamentar e a concretizar as possibilidades dos outros com quem coexiste. Porém, a inexorabilidade da finitude, porque também produtiva, não deve resultar num simples esvaziamento da experiência circular da verdade. Por fim, a historicidade surgirá na condição de momento-síntese, onde o tempo será o fenômeno motriz do movimento da comum-unidade. A circularidade, a verdade e a finitude devem se estruturar num jogo coeso de possibilidades, num diálogo continu-amente transformador entre os existentes humanos. Por ser transformadora, a situação hermenêutica se revelará ética e política. __________________________________________________________________________________________ ABSTRACT This dissertation endeavors to trace the fundamental moments that constitute the situation of every human existent in the status of interpreter of the world in general. It is, therefore, an attempt at collecting the traces of the hermeneutic situation. The work is grounded on the premise that the fundamental moments that constitute such situation are, respectively, those of circularity, truth, finitude and historicity. Firstly is shown the circular movement of this situation, whose motility is due to a previous and tacit agreement among human existents as to the apprehensibility of cir-cumstantial things such as they are. For the purposes of this work this environment of mutual understanding will be called common-unity during whose development, it will be emphasized, each existent must assume some positioning. Once we recur necessarily and tacitly to such common-unity to interpret the world surrounding us, the truth cannot become a prerogative of any given person in particular. At this second moment, we will try to show that the experience of truth al-ways begins at and returns to the common-unity, in a circular movement where assump-tions are configured and re-structured. Thus, at a third moment the finite determination of the circular movement of the truth must be highlighted, as the existence of each one person delimits the possibilities of others with whom they co-exist however much his/her existence helps grounding and concretizing such possibilities. However, the inexorability of finitude, as it is also productive, should not result in the simple emptying of the circular experience of truth. At last, historicity will arise in the condition of synthesis-moment, where time will be the driving force of the common-unity‟s movement. Circularity, truth and fini-tude must be structured in a cohesive set of possibilities and in a continuously trans-forming dialogue among human existents. Because of its transforming nature, the her-meneutic situation will reveal itself to be ethical and political.

Page generated in 0.0447 seconds