• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 686
  • 8
  • 8
  • 8
  • 8
  • 8
  • 6
  • 6
  • 6
  • 5
  • 4
  • 2
  • 1
  • Tagged with
  • 704
  • 704
  • 296
  • 227
  • 215
  • 214
  • 182
  • 168
  • 117
  • 110
  • 91
  • 80
  • 73
  • 71
  • 65
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
31

Contribuições da psicologia profunda de Carl Gustav Jung para um modelo de gestão do conhecimento nas organizações

Silveira, Ermelinda Ganem Fernandes January 2012 (has links)
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento / Made available in DSpace on 2013-03-04T20:50:15Z (GMT). No. of bitstreams: 1 305131.pdf: 117223006 bytes, checksum: 7e0f2ab0574badc233701a20ee2ef1e8 (MD5) / O tema e objetivo desta tese é a construção de um modelo de gestão do conhecimento nas organizações utilizando a psicologia analítica do psiquiatra suiço Carl Gustav Jung. Este estudo, investindo na busca pela transformação do relacionamento do homem com as organizações, está fundamentado numa abordagem de ser humano multidimensional, que constroe e transforma conhecimento nas organizações vivas compreendidas como "redes psíquicas de conversações arquetípicas". Encontra-se em sua base conceitual a metatriangulação entre os paradigmas interpretativista e humanista radical de Burrell e Morgan, sustentada no modelo qualitativo de pesquisa científica. O modelo proposto descreve as etapas do processo de individuação junguiano, relacionando-as ao processo de criação e representação do conhecimento nas organizações, mais precisamente em ambientes de construção e representação de conhecimento arquetípico compartilhado. No momento do experimento a pesquisa utiliza a hermenêutica simbólica como forma de leitura da realidade social. Em sua base metodológica, o modelo propõe a macro e a microestrutura de grupos vivenciais junguianos, em um formato de psicoterapia breve, trabalhando conteúdos tácitos (inconscientes), nas suas articulações com o conhecimento explícitável (consciente) através da utilização de entrevistas e métodos não verbais. A validação conceitual do modelo deu-se por um estudo de caso onde, por meio das percepções e vivências dos sujeitos da pesquisa (participantes e facilitadores), buscou-se a testagem e avaliação do modelo. Numa avaliação geral, durante as entrevistas coletivas, o método foi considerado satisfatório para a criação/representação do conhecimento organizacional. A utilização da observação participante, como técnica de levantamento de dados, também trouxe subsídios para a validação e consequentemente para o refinamento do modelo. / The theme and purpose of this thesis is to build a model of knowledge management in organizations using the analytical psychology of the swiss psychiatrist Carl Gustav Jung. This study, investing in the search of transformation of man's relationship with the organizations, is based on a multidimensional approach to human beings, which builds knowledge and changes in living organizations understood as "psychic networks of archetypal conversations". Lies in its conceptual base to metatriangulation between interpretive and radical humanist paradigms from Burrell and Morgan#s, supported the qualitative model of scientific research. The proposed model describes the stages of jungian individuation, relating them to the process of creation and representation of knowledge in organizations, specifically in construction environments and archetypal representation of shared knowledge. At the time of the experiment, the research used symbolic hermeneutics as a mean of reading the social reality. In its methodological basis, the model proposes the macro and microstructure of experiential Jungian groups in a format of brief psychotherapy, working contents tacit (unconscious), in their joints with the knowledge explicitation (conscious) through the use of interviews and non-verbal methods. The conceptual model validation was performed by a case study where, through the perceptions and experiences of research subjects (participants and facilitators), we sought to test and evaluate the model. Upon the whole, during the interviews, the method was satisfactory for the creation / representation of organizational knowledge. The use of participant observation as a technique for data collection, also brought benefits for the validation and consequently for the refinement of the model.
32

Sistemas de informações e aprendizagem

Santos, Flavia Luzia dos January 2005 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio-Econômico. Programa de Pós-Graduação em Administração. / Made available in DSpace on 2013-07-16T01:01:03Z (GMT). No. of bitstreams: 1 211097.pdf: 919814 bytes, checksum: f653bfd2b62d85ad9df77b9c07dc6475 (MD5) / Hodiernamente, pode-se constatar uma supervalorização do conhecimento em âmbito organizacional. Este fato incorre na adoção de sistemas de informações como mecanismo mediador do processo de construção do conhecimento nas organizações, de modo que passam a ser vislumbrados como elemento fomentador de aprendizagem. A presente pesquisa aborda como se consolida tal pressuposição no Serviço de Processamento de Roupas do Hospital Universitário Polydoro Ernani de São Thiago, da Universidade Federal de Santa Catarina, considerando fatores inerentes ao processo de aprendizagem bem como a lógica organizacional vigente. Valendo-se de uma ótica interpretativista, compreendeu-se que a aprendizagem decorrente do uso de sistemas de informações no setor é caracterizada pelas premissas da abordagem condutivista, ou seja, consolida-se no setor de modo fragmentado visando meramente a consecução dos objetivos organizacionais. Constata-se que neste contexto, o servidor não assume o papel de "senhor dos processos de trabalho desenvolvidos", sendo destituídos da compreensão do funcionamento da instituição em que atuam, bem como da relevância de sua prática profissional. Tal situação interfere na execução do trabalho, o que culmina na adoção de posturas consideradas anti-éticas em contexto profissional, tal como o uso indiscriminado de antibióticos e a desconsideração de medidas preventivas de incidência de infecção hospitalar.
33

Estrutura do conhecimento e dinâmica do aprendizado em processos de incubação de empresas

Pinto, Julia Paranhos de Macedo January 2006 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio-Econômico. Programa de Pós-Graduação em Economia. / Made available in DSpace on 2012-10-22T07:37:45Z (GMT). No. of bitstreams: 1 229655.pdf: 914932 bytes, checksum: 841addf286e96fbc3680d3cdbd0911d0 (MD5) / Este trabalho tem como objetivo principal o estudo da dinâmica do conhecimento de processos inovativos em empresas que tenham experiência em processos de incubação. A base teórica utilizada é a da teoria evolucionista, de Nelson e Winter (1982), e da teoria de criação do conhecimento organizacional, de Nonaka e Takeuchi (1997). Ambas as teorias apresentam o aprendizado e o conhecimento organizacional como os principais elementos da competitividade das empresas. Foram realizados estudos em três empresas da incubadora CELTA, nos quais foram identificados a trajetória, os blocos de conhecimento, as formas de aprendizagem e o processo de inserção no mercado de cada uma das empresas. A análise destes itens possibilitou concluir que a dinâmica do conhecimento criada no interior da incubadora é um fator preponderante para o sucesso das empresas incubadas. Porém, esta dinâmica é formada pela sinergia existente entre as empresas e não pela a relação universidade-empresa. Em outras palavras, o aprendizado informal foi identificado como mais importante que o formal. Outro importante resultado, é o de que a imagem e o nome da incubadora são mais importantes para o sucesso dos processos de incubação do que suas ações efetivas.
34

Análise da implementação de uma ferramenta de solução de problemas : o caso de uma indústria de autopeças a partir de um modelo teórico

Parenza, Reginaldo Oliveira January 2004 (has links)
Resumo não disponível.
35

Aprendizagem organizacional em práticas de sustentabilidade à luz da teoria da racionalidade

Oliveira, Flávio Augusto Cella de January 2016 (has links)
Orientador : Profª Drª Adriana Roseli Wünsch Takahashi / Tese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Sociais Aplicadas, Programa de Pós-Graduação em Administração. Defesa: Curitiba, 02/09/2016 / Inclui referências : f. 212-235 / Área de concentração: Estratégia e organizações / Resumo: A presente pesquisa envolve as seguintes categorias: a) aprendizagem organizacional; b) práticas de sustentabilidade; c) racionalidade. A partir do exposto é apresentado um modelo que evidencia a relação das categorias abordadas, o qual entende a racionalidade como um fenômeno que orienta o desenvolvimento das práticas de sustentabilidade organizacional e é suportado pelo processo de aprendizagem. O objetivo geral da pesquisa foi "analisar como ocorreu o processo de aprendizagem das práticas de sustentabilidade organizacional, a partir das racionalidades substantiva e instrumental, na Fundação Parque Tecnológico Itaipu - Brasil - PTI-BR". A metodologia adotada foi qualitativa, exploratória e descritiva, transversal e com aproximação longitudinal. Foi realizado um estudo de caso na Fundação Parque Tecnológico Itaipu - Brasil - FPTI-BR, que é uma organização sem fins lucrativos, e tem o objetivo de desenvolver pesquisas que resultem no desenvolvimento da região, gerando conhecimentos e inovação, que são fomentados com a intenção de gerar riqueza, equidade e inclusão social. Foram coletados dados por meio de documentos, vídeo, observação não participante e entrevistas. Após submeter tais dados à análise de conteúdo, identificou-se que a racionalidade identificada como predominante na organização foi a substantiva, devendo-se a valores existentes desde a sua criação. Foi observada uma série de práticas de sustentabilidade: educativas, desenvolvimento tecnológico ambiental, pesquisa, desenvolvimento territorial, apoio ao empreendedor e incentivo ao turismo. Identificou-se que estas práticas são relativas aos três pilares da sustentabilidade, sendo as mais frequentes em relação aos pilares social, ambiental e menos em relação ao pilar econômico. Em relação ao sistema classificatório de conhecimento de Patriotta (2003a), o conhecimento relativo às práticas ligadas ao pilar social e ambiental estão em nível experiencial, e as práticas relativas ao pilar econômico estão entre fundamental e procedimental. A racionalidade substantiva foi predominante, sendo identificados poucos elementos em relação a instrumental. O processo de aprendizagem das práticas de sustentabilidade social e ambiental, norteadas pela racionalidade substantiva dominante, foi organizacional, enquanto a aprendizagem de práticas de sustentabilidade econômica, norteadas pela racionalidade instrumental, que é menos dominante em nível individual. Por fim, confirmou-se que a racionalidade predominante orienta o desenvolvimento das práticas analisadas. PALAVRAS CHAVE: Aprendizagem organizacional, Sustentabilidade organizacional, Práticas, Racionalidade. / Abstract: This research involves the following categories: a) organizational learning; b) sustainability practices; c) rationality. From the foregoing presents a model that shows the list of covered categories, which understands rationality as a phenomenon that guides the learning process and the development of organizational sustainability practices. The overall objective was to "analyze how the prevailing rationality guides the learning process of organizational sustainability practices." The methodology was qualitative, exploratory and descriptive, cross with longitudinal approach. a case study was conducted in a Itaipu-Brazil Technological Park Foundation - FPTI-BR, which is a non-profit organization with the aim of developing research that result in the development of the region, generating knowledge and innovation, which are promoted with the intention of generating wealth, equity and social inclusion. Data were collected through documents, video, non-participant observation and interviews. After submitting such data to content analysis, it was identified that rationality identified as predominant in the organization was substantive, should be the existing values since its conception. A number of sustainability practices were observed: educational practices, research, staff development, regional development, and to encourage tourism. It identified a number of practices related to the three pillars of sustainability, being the most frequent in relation to social, environmental and economic, respectively. Regarding the classification system of knowledge Patriotta (2003a), knowledge concerning those linked to social pillar and environmental practices are in experiential level, and practices related to the economic pillar are among fundamental and procedural. The substantive rationality was predominant, with few elements identified in relation to instrumental. Finally, it became clear that the prevailing rationality guides the development of practices. KEY WORDS: Organizational learning, organizational sustainability, Practices, Rationality.
36

Aprendizagem organizacional em práticas de auditoria interna de uma empresa do setor financeiro

Maravalhas, Eleonora 06 1900 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Economia, Administração, Contabilidade e Ciência da Informação e Documentação, 2009. / Submitted by Allan Wanick Motta (allan_wanick@hotmail.com) on 2010-03-15T18:11:08Z No. of bitstreams: 1 2009_EleonoraMaravalhas.pdf: 685102 bytes, checksum: c54818a278c81970807cc69f7afcfaba (MD5) / Approved for entry into archive by Daniel Ribeiro(daniel@bce.unb.br) on 2010-04-16T19:09:20Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2009_EleonoraMaravalhas.pdf: 685102 bytes, checksum: c54818a278c81970807cc69f7afcfaba (MD5) / Made available in DSpace on 2010-04-16T19:09:20Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2009_EleonoraMaravalhas.pdf: 685102 bytes, checksum: c54818a278c81970807cc69f7afcfaba (MD5) Previous issue date: 2009-06 / A aprendizagem organizacional só ocorre quando novas idéias passam a fazer parte do pensamento dos indivíduos e do modo como estes interpretam suas experiências. Com base nessa afirmação e de acordo com o enfoque da perspectiva social da aprendizagem organizacional, realizou-se estudo com o objetivo de investigar a aprendizagem organizacional associada a mudanças decorrentes da implementação de um novo modelo de atuação na auditoria interna de uma empresa do setor financeiro. No escopo da pesquisa, foram contemplados como objetivos específicos: descrever pontos de vista compartilhados sobre as práticas de trabalho dos auditores internos; identificar aspectos do processo de aprendizagem organizacional vivenciados por auditores internos e não auditores; e caracterizar fenômenos associados à aprendizagem: cultura, mudança, sensemaking, linguagem e narrativas. Coerentemente com o paradigma interpretativista adotado e por se tratar de experiência vivida por indivíduos, foram utilizadas técnicas qualitativas de investigação: análise documental e entrevistas realizadas com vistas a capturar as narrativas de vinte e um indivíduos, auditores e não auditores. Para análise dos resultados, adotou-se o método fenomenológico, com base no modelo de Sanders (1982). Da análise das entrevistas emergiram temas, posteriormente analisados quanto às correlações noéticas/noemáticas. Por fim, chegou-se às essências do fenômeno. Entre auditores internos, os sentidos atribuídos às mudanças na forma de atuação da Auditoria Interna são: de um modelo lógico, plausível, e reconhecido, constituindo-se como evolução da área; a prática é percebida como construção coletiva; a aprendizagem é vista ao mesmo tempo como objetivo e processo; as mudanças positivas nas áreas são a razão de ser dos trabalhos de auditoria. O sentido atribuído por não auditores mostrou-se diferenciado: o Modelo é apenas um método de trabalho; a forma de atuação dos auditores é significativamente distinta, nem sempre melhor em todos os aspetos, porém o relacionamento com as áreas auditadas é melhor do que costumava ser; as auditorias proporcionam um novo olhar sobre os processos analisados; o apoio institucional conferido a mudanças consideradas necessárias pela área auditada é visto como positivo, embora entendam que a atuação da Auditoria poderia contribuir mais significativamente para melhoria dos processos; as recomendações emitidas são percebidas como excessivas e pouco relevantes. Outras considerações quanto ao processo de aprendizagem e aspectos tais como cultura, mudanças e narrativas foram apresentadas. Como limitação ao método empregado, ressalta-se a impossibilidade de generalização dos resultados encontrados, tendo em vista estarem relacionadas exclusivamente ao grupo entrevistado. Este estudo é inovador quanto ao uso do método fenomenológico ao campo da aprendizagem organizacional e propõe a expansão do conceito de comunidades de prática para o ambiente organizacional. ________________________________________________________________________________________ ABSTRACT / Organizational learning takes place only when new ideas become part of individuals thinking and how they interpret their experiences. Based on this statement and in accordance with the approach of the social perspective of organizational learning, the present study is aiming to investigate the organizational learning related to changes resulting from the implementation of a new internal audit model in a financial institution. In the scope of the research, the following specific objectives were contemplated: describe the shared points of view about working practices of internal auditors; identify aspects of the process of organizational learning experienced by internal auditors and non-auditors, and characterize phenomenas associated with learning: culture, change, sensemaking, language and narrative. In line with the interpretativist paradigm adopted and because the subject involves individual’s experiences, qualitative techniques of research were used: documentary analysis and interviews in order to capture the narratives of twenty-one individuals, auditors and non-auditors. The phenomenological method based on the model of Sanders (1982) was used in the analysis of the results. Themes emerged from the analysis of interviews, later analyzed about noetics/noematics correlations. Finally, the essence of the phenomenon were reached. Among the internal auditors, the meaning of changes in the internal audit model is: a logical, reasonable, and recognized model of auditing, perceived as an evolution of the area; practice is perceived as a collective construction; learning is seen both as objective and process; and the positive changes in areas are the reason for the auditing work. The meaning made by nonauditors showed up differently: the model is just a working method; the way of auditors' acting is significantly different, not considered better in all aspects, but the relationship with the audited areas is better than it used to be; the auditing process provide a new look at the processes analyzed; the institutional support given to process changes demanded by the audited area is seen as positive, although more significant improvements should be generated from the auditing works; recommendations are seen as excessive and not very relevant. Other considerations about the process of learning and aspects such as culture, change and narratives were presented. A limitation related to the method used is that results are impossible to be generalized because they concern exclusively for the interviewed group. This study is innovative in the use of the phenomenological method in the field of organizational learning and suggests the expansion of communities of practice concept to the organizational environment.
37

Adoção de inovações apoiadas em tecnologia de informação e comunicação, formação de competências e estratégias de aprendizagem em hospitais

Isidro-Filho, Antonio 25 October 2010 (has links)
Tese (Doutorado)-Universidade de Brasília, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, 2010. / Submitted by Shayane Marques Zica (marquacizh@uol.com.br) on 2011-02-18T17:51:02Z No. of bitstreams: 1 2010_AntonioIsidoroFilho.pdf: 766972 bytes, checksum: bfbcdbee345bdf20b371beb7af060f0d (MD5) / Approved for entry into archive by Daniel Ribeiro(daniel@bce.unb.br) on 2011-03-11T00:38:47Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2010_AntonioIsidoroFilho.pdf: 766972 bytes, checksum: bfbcdbee345bdf20b371beb7af060f0d (MD5) / Made available in DSpace on 2011-03-11T00:38:47Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2010_AntonioIsidoroFilho.pdf: 766972 bytes, checksum: bfbcdbee345bdf20b371beb7af060f0d (MD5) / O presente estudo teve por objetivo geral explicar as relações entre o uso de estratégias de aprendizagem e a expressão de competências profissionais em hospitais privados que adotaram Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) na prestação de serviços. Inicialmente, uma síntese sobre conhecimento, aprendizagem e inovação em organizações é apresentada, bem como descreve-se o desenho metodológico empregado nos estudos qualitativo e quantitativo. Em seguida, foram estabelecidas relações conceituais entre conhecimento, aprendizagem e inovação, considerando uma literatura fragmentada e dispersa, em especial a que abarque os três construtos. Uma estrutura conceitual integradora desses conceitos foi elaborada com base nas definições e especificidades teóricas de cada um deles, como também levando em conta as interfaces e limites entre os construtos. Com base nas proposições resultantes da articulação conceitual dos campos do conhecimento, da aprendizagem e da inovação em organizações, elaborou-se o Estudo I com o objetivo de analisar três experiências de inovações apoiadas em TIC em hospitais, considerando variáveis condicionantes presentes quando da adoção dessas inovações; identificar e descrever competências advindas dessas experiências em hospitais privados no Distrito Federal. Esse estudo ocorreu em três hospitais privados e contou com a participação de 11 entrevistados, ocupantes de funções gerenciais nas organizações pesquisadas. Foram identificadas três inovações, uma em cada hospital, totalmente implantadas há, pelo menos, 01 (um) ano: prontuário eletrônico do paciente, sistema de gestão de unidades de tratamento intensivo e sala inteligente de cirurgia. As três inovações são apoiadas em TIC e foram estudadas em termos de suas funções, dos atores envolvidos, de suas barreiras e facilitadores na implantação, seus benefícios e desafios para os hospitais. Em adição, foram identificadas competências profissionais advindas de mudanças nas características técnicas dos serviços e oriundas dos impactos das inovações nos hospitais. Por fim, as competências identificadas na etapa qualitativa do Estudo I foram submetidas à validação semântica e estatística para elaboração de uma escala de medida a ser empregada no estudo seguinte. O Estudo II ocorreu em três hospitais privados no Distrito Federal e contou com a participação de 425 empregados de diferentes setores de trabalho. O instrumento de coleta de dados continha itens acerca das competências identificadas no Estudo I, itens sobre suporte à aprendizagem e suporte organizacional, bem como itens acerca de estratégias de aprendizagem no trabalho e características socioprofissionais. Os resultados estatísticos das análises das relações entre as variáveis do estudo mostraram que as estratégias de Busca por Ajuda Interpessoal e Aplicação Prática, e Reflexão Extrínseca e Intrínseca contribuíram significativamente para a explicação da percepção das competências profissionais. Por fim, descreve-se as conclusões, recomendações, contribuições e limitações do estudo, bem como propõe uma agenda de pesquisa para a produção de conhecimento cumulativo acerca do tema desenvolvido na presente tese. _________________________________________________________________________________ ABSTRACT / This study aimed to explain the relationship between the use of learning strategies and expression of professional competences in private hospitals that had adopted the Information and Communication Technologies (ICT) in service delivery. Initially, a synthesis of knowledge, learning and innovation in organizations and the methodological design employed in the study are described. Next, the conceptual relationships between knowledge, learning and innovation were discussed whereas a fragmented and dispersed literature, in particular covering the three constructs. A integrating conceptual frameworks about these concepts were developed based on theoretical definitions and specificities of each, as well as the interfaces and boundaries between the constructs. The research includes two studies articulated. Study I aimed to analyze the experiences of three ICT-supported innovation in hospitals, covering conditioning variables present in the adoption of these innovations, and to identify and to describe professional competences about these experiences in private hospitals at Distrito Federal. This study occurred in three private hospitals with the participation of 11 managers. Three innovations were identified, one at each hospital and they were implanted for at least a year: Electronic Patient Record System, Intensive Care Units Management System and Intelligent Room Surgery. The three innovations are supported by ICT and were studied in terms of their functions, the actors involved, its barriers and facilitators in the implementation, benefits and challenges for hospitals. In addition, professional competences were identified arising from the technical services changes and the impacts arising from hospitals innovations. Finally, the competencies identified in Study I were subjected to statistical and semantic validation for development of a measure scale to be used in the following study. Study II occurred in three private hospitals at Distrito Federal and was attended by 425 employees from different work sectors. The data collection instrument contained items about the competencies identified in Study I, information about learning support, organizational support, as well as items about learning strategies in the workplace and social and occupational characteristics. The statistical results of the analysis of relations between the variables of the study, showed that strategies to Interpersonal Help Search and Practical Application, and Reflection Intrinsic and Extrinsic had a significantly contribution to explaining the perceptions of professional competences. In conclusion, recommendations, contributions and limitations of the study, were described and a research agenda for the production of cumulative knowledge on the subject developed in this thesis is undertaken.
38

Análise da implementação de uma ferramenta de solução de problemas : o caso de uma indústria de autopeças a partir de um modelo teórico

Parenza, Reginaldo Oliveira January 2004 (has links)
Resumo não disponível.
39

Os efeitos da estrutura organizacional no processo de aprendizagem organizacional

Moraes Júnior, Macário January 2001 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T15:05:13Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo1140_1.pdf: 656285 bytes, checksum: 35c441ecba448223ab4d5bf9f9dfff29 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2001 / Este trabalho tem como objetivo analisar os efeitos da estrutura organizacional nos processos de aprendizagem organizacional, considerando o contexto ambiental que circunscreve esta relação e os aspectos moderadores de facilitadores e bloqueadores dos processos de aprendizagem organizacional. A unidade de análise é a organização. O estudo descreve a relação dos dois construtos de pesquisa (estrutura organizacional e processos de aprendizagem organizacional), utilizando uma metodologia predominantemente qualitativa. A empresa pesquisada foi a TV Guararapes unidade de negócio de televisão do Grupo Associados em Pernambuco recentemente constituída retransmissora do sinal da BAND. Apesar de ser constatada uma relação entre estrutura e processo de aprendizagem, os resultados da pesquisa não dão pleno apoio ao estrito relacionamento sugerido pela literatura entre a estrutura orgânica e os processos de aprendizagem organizacional, principalmente, em função de limitações encontradas no processo de codificação. Os resultados sugerem não somente que estruturas orgânicas não necessariamente facilitam todos os processos de aprendizagem mas também que alguns parâmetros da estrutura burocrática parecem contribuir positivamente para certos desses processos. Observou-se, também, um possível relacionamento entre processos de aprendizagem e ciclo de vida organizacional
40

Gestão do conhecimento e aprendizagem organizacional: um estudo em uma instituição de educação profissional

Hiramine, Luciana Aiko January 2004 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T17:42:16Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo7422_1.pdf: 534148 bytes, checksum: e27e043ce9aaae9a07b0ec6f27518d85 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2004 / Este estudo analisa a adaptação de uma instituição de educação profissional às mudanças ocorridas no ambiente externo; que caracteriza a sociedade do conhecimento. Procura-se, pois, identificar a existência de práticas relacionadas à gestão do conhecimento e aprendizagem organizacional, de acordo com a percepção dos instrutores da organização. Também se investiga a existência de práticas de recursos humanos que promovam o conhecimento e aprendizagem na instituição. Utiliza-se o procedimento do estudo de caso, para a realização desta pesquisa. A coleta de dados foi realizada pelos métodos de pesquisa documental, entrevista e aplicação de questionários. Os questionários foram aplicados à uma amostragem envolvendo instrutores de quatro unidades operativas da instituição em foco. A análise dos dados sugere uma instituição com traços predominantemente tradicionais na sua forma de administrar; no entanto, indica uma organização proativa que enxerga adequadamente a dinâmica do ambiente em que se encontra inserida e, aponta, na ótica dos instrutores, a existência de práticas relacionadas à gestão do conhecimento e aprendizagem organizacional

Page generated in 0.1174 seconds