• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 138
  • 1
  • Tagged with
  • 147
  • 147
  • 147
  • 93
  • 87
  • 73
  • 42
  • 36
  • 31
  • 30
  • 28
  • 23
  • 21
  • 21
  • 21
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
11

Análise da capacidade institucional de atuação da ASAJ/DAPES/SAS/MS: um olhar sobre a PNAISAJ e a PNAISARI / Analysis of the institutional capacity of action of Asaj / DAPES / SAS / MS: a look at the PNAISAJ and PNAISARI

Fernandes, Fernando Manuel Bessa January 2013 (has links)
Made available in DSpace on 2016-04-15T12:54:45Z (GMT). No. of bitstreams: 2 508.pdf: 1821696 bytes, checksum: 5064e939273fcb88be2ecadb4630ea12 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2013 / A atuação de um ator político na elaboração de políticas públicas são perpassados por interesses, direcionamentos e constrangimentos de várias ordens e matizes, os quais as Ciências Sociais reputam como captáveis, dimensionáveis e, portanto, passíveis de análise. Neste sentido, esta Tese analisa a capacidade institucional de atuação da Área Técnica de Atenção à Saúde do Adolescente e do Jovem, do Departamento de Ações Programáticas e Estratégicas da Secretaria de Atenção à Saúde do Ministério da Saúde (ASAJ/DAPES/SAS/MS), considerando o desenrolar do processo de implementação e execução da Política Nacional de Atenção Integral à Saúde de Adolescentes e Jovens (PNAISAJ), com especial atenção para a Política Nacional de Atenção Integral à Saúde de Adolescentes e Jovens em Conflito com a Lei em Regime de Internação e Internação Provisória (PNAISARI).A ASAJ é um pólo emanador de políticas com precariedade normativa e operativa para realizar a plenitude de suas atribuições institucionais cuja atuação delimita-se pela própria burocrático-administrativa estruturante e pela capacidade governativa do Ministério. Fundamenta-se e retroalimenta-se da ideia-força da afirmação e consolidação do adolescente enquanto sujeito de direitos e esbarra, constantemente, em empecilhos de ordem ideológica e cultural dos atores e dos interesses que vivificam instituições. / O discurso institucional integrativo não tem garantias de ressonância para dentro do próprio DAPES e uma interoperacionalidade está por ser efetivada no cotidiano, o que obriga a ASAJ a assumir um esforço triplo: Em primeiro plano, para dentro, manter uma equipe com grau satisfatório de coesão e com expertise suficiente para superar a dependência da ação personalizada da coordenação; Para fora, sustentar o discurso e os arranjos para que a articulação ocorra intra e interdepartamentalmente; Num plano mais externo, reforçar e traduzir o discurso junto a parceiros extraministeriais, num processo de enredamento. Destaca-se importância estratégica de alguns atores/parceiros para a PNAISARI, em especial, como o Ministério Público e a Secretaria de Direitos Humanos.
12

Características clínicas e assistenciais de crianças com sibilância/asma atendidas na rede de saúde do município de Fortaleza / Clinical and assistenciais characteristics of children with Asthma taken care of in the net of health of the city of Fortaleza

Castro, Perpétua Maria Eduardo Bezerra de January 2004 (has links)
CASTRO, Perpétua Maria Eduardo Bezerra de. Características clínicas e assistenciais de crianças com sibilância/asma atendidas na rede de saúde do município de Fortaleza. 2004. 104 f. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública)-Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2004. / Submitted by denise santos (denise.santos@ufc.br) on 2011-11-09T13:35:06Z No. of bitstreams: 1 2004_dis_pmebcastro.pdf: 954563 bytes, checksum: bff2a7bf16a0bf08eb56b82784eb749b (MD5) / Approved for entry into archive by Eliene Nascimento(elienegvn@hotmail.com) on 2011-12-05T13:14:29Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2004_dis_pmebcastro.pdf: 954563 bytes, checksum: bff2a7bf16a0bf08eb56b82784eb749b (MD5) / Made available in DSpace on 2011-12-05T13:14:29Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2004_dis_pmebcastro.pdf: 954563 bytes, checksum: bff2a7bf16a0bf08eb56b82784eb749b (MD5) Previous issue date: 2004 / Asthma is the most ordinary chronic disease in childhood, and it is characterized by presenting recurrent episodes of wheezing and, most of time, by the need of planned and continued care in order to control it. AIMS To describe clinical and aiding features of children with wheeze/asthma who are users of health services in Fortaleza. METHOD Transversal study, proceeded with data obtained from patient records employed in the admittance of asthmatic children within Integral Care to Children`s Healt Program (Programa de Atenção Integral à Saúde da Criança – PROAICA). Were selected 930 children from 2 months to 16 years-old who have been seen from June of 2004 to September of 2005, in nine primary health care facilities (PHCFs) and two hospitals. The primary variable studied was how long the wheezing child stayed without planned assistance until the moment of her admission in the Program. RESULTS The mean time children stayed unassisted was 49 months. (DP=38,1). 90,2% of children presented first symptoms of wheeze before the age of three years (mean= 16 months). In the last year, before admittance in the Program, the proportion of children who went to the ER was 91,4%, and 42,3% were multiply hospitalized. 98,1% arrived in use of relieving medication with oral administration and only 4,3% were using inhaled corticosteroid. CONCLUSIONS Children with wheeze/asthma for a very long time without planned assistance by health services web was the primary found in this study. Most of children presented the first crisis with age under 3 years and, nevertheless, they stayed for a long without planned assistance, which contributed to their recurring in-hospital assessments within the ERs with several hospitalizations. Such setting shows the need for an appropriate integral care to the health of asthmatic child. / Objetivos Descrever as características clínicas e assistenciais de crianças com sibilância/asma admitidas no Programa da Atenção Integral à Saúde da Criança com Asma (PROAICA) na rede de saúde de Fortaleza Método Estudo transversal de natureza exploratória realizado com dados obtidos dos prontuários utilizados na admissão de crianças com sibilância/asma no Programa de Atenção Integral à Saúde da Criança com Asma (PROAIC Foi analisada uma amostra de 930 crianças entre 2 meses e 16 anos atendidas no período de Junho de 2004 a Setembro de 2005 em nove postos de saúde e dois hospitais de Fortaleza A principal variável estudada foi o tempo que as crianças com sibilância/asma permaneceram sem assistência programada até o momento da admissão ao Programa Resultados O tempo médio que as crianças ficaram sem assistência programada foi de 49 meses (DP=38,1) 90,2% das crianças apresentaram os primeiros sintomas de sibilância/asma antes dos três anos de idade (média= 16 meses) No último ano antes da admissão ao Programa a proporção de crianças que foram ao pronto-socorro foi de 91,4% enquanto que 42,3% tiveram múltiplas internações 79% das crianças tinham classificação de asma leve intermitente ou persistente quadro que pouco freqüentemente justificam hospitalizações 98,1% vinham em uso de medicação de alívio por via oral e somente 4,3% usavam corticoide inalatório Conclusões Crianças apresentando sibilância/asma por um tempo muito prolongado sem uma assistência programada na rede de saúde de Fortaleza foi o achado principal deste estudo A maioria das crianças apresentou a primeira crise com idade inferior a três anos e no entanto permaneceram um longo tempo sem assistência programada o que contribuiu para que tivessem atendimentos repetidos nas emergências com várias hospitalizações Este cenário demonstra a necessidade de uma adequada atenção integral à saúde da criança com asma.
13

O Trabalho no Programa Saúde da Família do ponto de vista daatividade: a potência, os dilemas e os riscos de ser responsável pelatransformação do modelo assistencial / Work in the Family Health Program in terms of activity: the power, dilemmas and risks of being responsible for transformation of the welfare model

Gomes, Rafael da Silveira January 2009 (has links)
Made available in DSpace on 2012-09-05T18:24:16Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) 372.pdf: 1028499 bytes, checksum: 53af3f1240650878a3c9d5873ccaaa74 (MD5) Previous issue date: 2009 / O Programa Saúde da Família (PSF) foi implantado no Brasil em 1994, sendo creditada a ele a possibilidade de transformar o modelo assistencial, hopitalocêntrico e curativo. Desafio que é marcado pela influência da racionalidade biomédica nas práticas, valores e saberes dos trabalhadores, e os limites que ela impõe a essa proposta. O objetivo deste estudo foi co-analisar, a partir do arcabouço conceitual da ergonomia da atividade,ergologia e clínica da atividade, a atividade desenvolvida por trabalhadores do PSF, buscando compreender as condições e as formas de organização do trabalho em que amesma acontece, bem como a produção de normas, saberes e valores na atividade. Para isso, optamos por utilizar uma adaptação de duas propostas metodológicas: a instruçãoao sósia e a auto-confrontação cruzada. A pesquisa foi realizada junto a médicosenfermeiros e agentes comunitários de saúde de uma unidade básica de saúde no município de Vitória, ES. Percebemos que os trabalhadores de saúde do PSF têm que lidar todo o tempo com o debate de normas e valores referentes ao modelo tradicional biomédico e ao novo modelo proposto pelo SUS. O trabalho no PSF carrega o desafio de romper com práticas sedimentadas, ainda hegemônicas na formação e nos serviços. A aproximação da realidade dos usuários, inseridos em seu território, inerentes ao trabalho no PSF, faz com que as questões sócio-econômicas tomem de assalto osencontros entre os trabalhadores e usuários, expondo as limitações das práticas tradicionais e convocando à produção de novos modos de agir. Essa dimensão dramática dos usos de si no trabalho é potencializada diante das contradições e inconsistências desse período de transição modelar. / Ao final, consideramos que poucos subsídios materiais e / ou simbólicos são disponibilizados aos trabalhadores para a inclusão destas multiplicidades e a produção do cuidado, que a fragilidade dos instrumentos e do patrimônio para agir em congruência com o novo modelo exige dos trabalhadores uma mobilização intensa para realizar as atividades sem recorrer às práticas referentes ao modelo biomédico. Por outro lado, constatamos também aprodução incessante de saberes pelos trabalhadores para lidarem com essas novas situações de trabalho e a potencialidade das mesmas para produzir rupturas e inflexões nos serviços, assim como para contribuir com a construção de novas estratégias de formação.
14

A prática da integralidade : contos (com) sentidos

Mattanó, Luanna Del Carmen Barbosa 15 August 2013 (has links)
Made available in DSpace on 2016-08-30T10:50:17Z (GMT). No. of bitstreams: 1 tese_6768_2011_Luanna.pdf: 2005266 bytes, checksum: 11f8077c92cb7ccb69d541219409e5b2 (MD5) Previous issue date: 2013-08-15 / A Integralidade, uma das diretrizes do Sistema Único de Saúde, constitui-se em uma recusa ao reducionismo e à objetivação do sujeito e impõe o diálogo na relação intersubjetiva. Trata-se de bandeira de luta, mobilização e exercício de humanidade e está ligada à constituição de sentido para os profissionais da saúde como um valor. O valor dá sentido ao mundo e por meio dele, as escolhas, caminhos, práticas e finalidades das ações são definidas. Assim, as práticas são encaminhadas a partir dos valores constituídos subjetivamente, por meio da valorização e revalorização das experiências cotidianas. Há, portanto, uma inseparabilidade entre valor e prática da integralidade. A construção de uma realidade integral na atenção ao usuário viabiliza-se por meio do exercício cotidiano das práticas profissionais e através de um aprendizado contínuo, aliado à abertura ao diálogo entre diversos profissionais e a comunidade. Esta pesquisa visou analisar as práticas dos profissionais de saúde, buscando compreender como exercem a integralidade. Analisamos, a partir do diálogo com trabalhadores, os caminhos, as estratégias e as dificuldades para a consolidação da prática da integralidade no cotidiano. Realizamos seis sessões de grupo focal e da leitura de sua transcrição elegemos três temas destacados através do Mapa de Associação de Idéias proposto por Spink (1999). A partir deles construímos três contos que ilustram as opiniões e formas de vivenciar a integralidade pelos trabalhadores. Os contos, tais como histórias, permitem uma melhor aproximação das realidades, possibilitando que o leitor perceba todos os aspectos presentes nas situações postas. A análise destaca a falta de diálogo, a rotina, a necessidade de cumprir metas baseadas em procedimentos e o conceito de saúde como ausência de doença como os principais entraves para o alcance da integralidade. Em contrapartida, apontamos que a interdisciplinaridade, o embasamento em valores humanizados, a promoção da saúde e uma formação que / The Comprehensiveness, one of the guidelines of the National Health System, consists in a refusal of reductionism and objectification of the subject and imposes dialogue in intersubjective relationship. It's battle flag, mobilization and exercise of humanity and is linked to the constitution of meaning for health professionals as a value. The value gives meaning to the world, and through him, choices, paths, practices and objectives of the action are defined. Thus, the practices are routed from the values established subjectively through appreciation and revaluation of everyday experiences. There is an inseparability between value and practice of completeness. The construction of reality integral enables up by exercising everyday professional practices, and through continuous learning, combined with openness to dialogue between various professionals and the community. This research aimed to analyze the practices of health professionals, seeking to understand how exercise the comprehensiveness. Analyzed from the dialogue with workers, the ways, strategies and difficulties in consolidating the practice of comprehensiveness in everyday life. We conducted six focus group sessions and reading your transcript we have chosen three themes highlighted by the Association of Ideas map proposed by Spink (1999). From them we built three stories that illustrate the opinions and ways of experiencing the workers. The stories, such as stories, allow a better approximation of reality, allowing the reader learns all aspects present in situations. The analysis highlights the lack of dialogue, the routine, the need to meet targets based on procedures and the concept of health as absence of disease as the main obstacles to the achievement of comprehensiveness. In contrast, we point out that interdisciplinarity, the values humanized, health promotion and training enable and strengthen comprehensive practices.
15

O fechamento do hospital psiquiátrico e o processo de desinstitucionalização no município de Paracambi: um estudo de caso / The closing of the psychiatric hospital and the deinstitutionalization process in the municipality of Paracambi: a case study

Guljor, Ana Paula Freitas January 2013 (has links)
Made available in DSpace on 2014-05-29T12:01:40Z (GMT). No. of bitstreams: 4 license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) 0000007.pdf: 4647607 bytes, checksum: 44072c702bd635e09a22fe9c942e9e3b (MD5) 0000007.pdf.txt: 573476 bytes, checksum: 85bf0610cd2ae241b416d0fe573005a2 (MD5) 0000007.pdf.jpg: 1217 bytes, checksum: 63bc73123b113cc7f68e129158bee012 (MD5) Previous issue date: 2013 / A Reforma Psiquiátrica hoje está diante de uma rede de estratégias de cuidado que demonstra uma efetiva reorientação do modelo assistencial em saúde mental. Estas transformações não se refletiram em um impacto significativo para a clientela de longa permanência institucional. Quase 10 mil pessoas se encontram na condição de moradores de hospitais psiquiátricos no país. Neste trabalho é feita uma investigação do processo de fechamento da Casa de Saúde Dr. Eiras no município de Paracambi, Rio de Janeiro, e analisa o efeito disto na construção do sistema de saúde mental local, destacando a construção de redes de cuidado e a intervenção, nas suas dimensões teórico-conceituais, jurídico-políticas, técnico-assistenciais e culturais, no âmbito da cidade em questão. Considerando a desinstitucionalização como um processo social complexo, realiza um estudo de caso do tipo exploratório, utilizando-se das técnicas de entrevistas abertas e análise documental. Buscou apreender as estratégias políticas e práticas desenvolvidas no campo do planejamento e gestão e do cuidado em saúde mental. No caso em estudo, as ações viabilizaram a desinstitucionalização de mais de 1.000 pessoas. As pactuações no âmbito das esferas municipal, estadual e federal permitiram que durante o período de 2000 a 2010 fosse estruturada uma rede de atenção psicossocial naquele município. Observaram-se também repercussões na assistência em saúde mental de um grande número de cidades circunvizinhas. / Neste processo de desinstitucionalização, as estratégias contemplaram ações no campo da cultura, com a criação de atividades envolvendo a cidade; no campo jurídico-político, um arcabouço legislativo que incluiu parcerias com o Ministério Público estadual e federal. Uma rede de serviços de atenção psicossocial constituída por centros de atenção psicossociais, residências terapêuticas, casas de passagem, ambulatórios e emergência psiquiátrica com leitos em hospital geral configurou uma intensa ação técnico-assistencial. Deste modo, as ações implantadas em Paracambi, voltadas para a desinstitucionalização da clientela da Casa de Saúde Dr. Eiras, constituíram-se em um importante marco para a Reforma Psiquiátrica brasileira no sentido da construção de novas tecnologias que potencializem a redução desta clientela longamente institucionalizada em hospitais psiquiátricos.
16

Análise da capacidade institucional de atuação da ASAJ/DAPES/SAS/MS: um olhar sobre a PNAISAJ e a PNAISARI / Analysis of the institutional capacity of action of Asaj / DAPES / SAS / MS: a look at the PNAISAJ and PNAISARI

Fernandes, Fernando Manuel Bessa January 2013 (has links)
Made available in DSpace on 2014-05-29T12:01:47Z (GMT). No. of bitstreams: 4 license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) 0000019.pdf: 1821696 bytes, checksum: 5064e939273fcb88be2ecadb4630ea12 (MD5) 0000019.pdf.txt: 340307 bytes, checksum: f34f70071e623458f3208dc6c36c0e5b (MD5) 0000019.pdf.jpg: 1333 bytes, checksum: 50043d0027e5173de6ab13b1f89c7780 (MD5) Previous issue date: 2013 / A atuação de um ator político na elaboração de políticas públicas são perpassados por interesses, direcionamentos e constrangimentos de várias ordens e matizes, os quais as Ciências Sociais reputam como captáveis, dimensionáveis e, portanto, passíveis de análise. Neste sentido, esta Tese analisa a capacidade institucional de atuação da Área Técnica de Atenção à Saúde do Adolescente e do Jovem, do Departamento de Ações Programáticas e Estratégicas da Secretaria de Atenção à Saúde do Ministério da Saúde (ASAJ/DAPES/SAS/MS), considerando o desenrolar do processo de implementação e execução da Política Nacional de Atenção Integral à Saúde de Adolescentes e Jovens (PNAISAJ), com especial atenção para a Política Nacional de Atenção Integral à Saúde de Adolescentes e Jovens em Conflito com a Lei em Regime de Internação e Internação Provisória (PNAISARI).A ASAJ é um pólo emanador de políticas com precariedade normativa e operativa para realizar a plenitude de suas atribuições institucionais cuja atuação delimita-se pela própria burocrático-administrativa estruturante e pela capacidade governativa do Ministério. Fundamenta-se e retroalimenta-se da ideia-força da afirmação e consolidação do adolescente enquanto sujeito de direitos e esbarra, constantemente, em empecilhos de ordem ideológica e cultural dos atores e dos interesses que vivificam instituições. / O discurso institucional integrativo não tem garantias de ressonância para dentro do próprio DAPES e uma interoperacionalidade está por ser efetivada no cotidiano, o que obriga a ASAJ a assumir um esforço triplo: Em primeiro plano, para dentro, manter uma equipe com grau satisfatório de coesão e com expertise suficiente para superar a dependência da ação personalizada da coordenação; Para fora, sustentar o discurso e os arranjos para que a articulação ocorra intra e interdepartamentalmente; Num plano mais externo, reforçar e traduzir o discurso junto a parceiros extraministeriais, num processo de enredamento. Destaca-se importância estratégica de alguns atores/parceiros para a PNAISARI, em especial, como o Ministério Público e a Secretaria de Direitos Humanos.
17

Modelos explicativos sobre o adoecimento com fibrose cística: a doença dos filhos pelos olhar das mães

Correia, Roberta Fernandes January 2011 (has links)
Made available in DSpace on 2014-07-22T13:14:38Z (GMT). No. of bitstreams: 2 Roberta Correia.pdf: 1163082 bytes, checksum: b4d15b5713fbd2eeba9facddc5fdbea6 (MD5) license.txt: 1914 bytes, checksum: 7d48279ffeed55da8dfe2f8e81f3b81f (MD5) Previous issue date: 2011 / Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Fernandes Figueira. Departamento de Ensino. Programa de Pós-Graduação em Saúde da Criança e da Mulher. Rio de Janeiro, RJ, Brasil. / Explicar as doenças é uma tarefa exercida, comumente, pelos profissionais da saúde, que as informam de acordo com os achados fisiopatológicos desenvolvidos no paciente. Para as pesquisas antropológicas e sociológicas, as interpretações, a respeito das doenças, podem variar entre sociedades, grupos e indivíduos, a partir da experiência de cada parte. Com o intuito de estudar as noções, a respeito de um episódio de doença e seu tratamento, empregadas por todos os envolvidos em um processo clínico, a antropologia médica americana criou a categoria dos modelos explicativos. Objetivo: A presente pesquisa tem por objetivo estudar o modelo explicativo das mães sobre a situação de adoecimento com fibrose cística de seus filhos. Método: Trata-se de um estudo qualitativo, em que foram realizadas entrevistas individuais semi-estruturadas, com dezesseis mães de crianças ou adolescentes, portadores de fibrose cística. A análise foi feita de acordo com a perspectiva fenomenológica e apoiada nas técnicas de análise temática. Resultados: As mães interpretam a fibrose cística segundo uma visão ampliada do adoecimento e comportam em suas explicações, além dos acometimentos físicos, os problemas sociais, econômicos e emocionais experienciados. Para isso, elas desenvolvem um conhecimento híbrido, que é produzido na articulação do saber popular com o saber técnico-profissional. Conclusão: As mães de crianças e adolescentes com fibrose cística desenvolvem uma carreira de cuidadoras de seus filhos, que precisa ser apoiada e relativizada pelos serviços de atenção terciária em saúde. A visão materna sobre a experiência de adoecimento crônico engloba vivências pouco estudadas pelo setor profissional. Esse setor precisa reconhecer, formalmente, o saber materno e agregá-lo ao seu, para oferecer uma atenção à saúde de doentes crônicos, no caso em tela, os fibrocísticos, que não conte apenas com a assistência técnica, mas, também, a afetiva e, assim, amplie as ações de acolhimento de base coletiva. / Explaining diseases is a task performed, normally, by health care professionals, who report them according to pathophysiological findings developed in the patient. For anthropological and sociological research, interpretations regarding diseases may vary among societies, groups and individuals, based on their respective experiences. Aiming at studying the notions of a disease episode and its treatment, adopted by all those involved in the clinical process, US medical anthropology developed the category of explanatory models. Objective: This paper aims at studying the explanatory model of mothers regarding the advent of cystic fibrosis in their children. Method: This is a qualitative study, comprising semi-structured individual interviews with sixteen mothers of children or adolescents with cystic fibrosis. The analysis was performed based on the Schultz phenomenological perspective and supported by theme analysis techniques. Results: The mothers interpreted cystic fibrosis according to a broadened view of the disease and their explanations comprise, besides the physical effects, social, economic and emotional problems experienced. In this regard, they develop hybrid knowledge, produced as a combination of popular and technical professional knowledge. Conclusion: Mothers of children and adolescents with cystic fibrosis develop a carrier of caretakers of their children, which must be supported and viewed under a relative point of view by services of tertiary health attention. The maternal view of the experience of development of a chronically disease comprises experiences little studied by the professional sector. This sector must formally acknowledge maternal know-how and add it to its own, in order to offer attention to the health of chronically disease patients, in the subject case patients of cystic fibrosis, not counting only with technical assistance, but also with emotional assistance, thus broadening care actions of a collective base.
18

INOVAÇÃO TECNOLÓGICA NA SAÚDE: REDE UNIVERSITÁRIA DE TELEMEDICINA RUTE, PELOTAS, RS / Technological development; Telemedicine; Integrated health assistance

Castro, Alessandra Rodrigues Moreira de 18 March 2010 (has links)
Made available in DSpace on 2016-03-22T17:26:20Z (GMT). No. of bitstreams: 1 aleresumo.pdf: 3386 bytes, checksum: 19d3c94f070ea93512633f7c8d1ed58c (MD5) Previous issue date: 2010-03-18 / This paper describes the implementation of a university network of telemedicine UNT, in three Basic Health Units and at the Federal University of Pelotas/RS Hospital School. It is about a case study, analyzed through quantitative and qualitative approaches. The sample was intentional and involved the Social Medicine and the Medical Clinic Departments, besides preceptor and resident doctors located at the Social Medicine Department, and doctors of dermatology, rheumatology, traumatology/orthopedics and neurology areas. Between April and November 2009, 50 teleappointments were made, totalizing 73 cases of assisted patients, involving 908 academic participations, besides the accomplishment of 22 videoconferences. The network made it possible to verify the infrastructure of communication and information services improves the communication between basic assistance and other levels of assistance of the Health System, integrating professionals and services. The study also showed this resource is a strong potentializing tool of health integrality principle, as well as stimulating to learning and research actions. The expansion of this network to other Basic Health Units of the city may help assistance resolubility, decreasing the accumulation of appointments with specialized assistance. Professional updating will also be benefited through telemedicine, and actions may result in the exchanging of innovative experiences and exchange among different professional staffs, contributing to services quality improvement. The benefits of telemedicine may be expanded and consolidated in the perspective of the development of a project between educational institutions and health managers / Este trabalho descreve a implantação de uma rede universitária de telemedicina − RUTE, em três Unidades Básicas de Saúde e no Hospital Escola da Universidade Federal de Pelotas/RS. Trata-se de um estudo de caso, analisado através de abordagens quantitativas e qualitativas. A mostra foi intencional e envolveu os Departamentos de Medicina Social e Clínica Médica, além de médicos preceptores e residentes lotados no Departamento de Medicina Social, e médicos das áreas de dermatologia, reumatologia, traumatologia/ortopedia e neurologia. Entre abril e novembro de 2009, foram realizadas 50 teleconsultas, totalizando 73 casos de pacientes atendidos, envolvendo 908 participações acadêmicas, além da realização de 22 videoconferências. A rede possibilitou verificar que a infraestrutura de serviços de comunicação e informação melhora a comunicação entre a atenção básica e os demais níveis de atenção do sistema de saúde, integrando profissionais e serviços. O estudo também mostrou que esse recurso é um forte instrumento potencializador do princípio da integralidade na saúde, assim como um estimulador de ações de ensino e pesquisa. A ampliação dessa rede para outras Unidades Básicas de Saúde do município poderá auxiliar na resolubilidade da assistência, diminuindo o acúmulo de consultas para atendimento especializado. A atualização profissional também poderá ser beneficiada através da telemedicina, e ações poderão resultar na troca de experiências inovadoras, no intercâmbio entre equipes de profissionais distintas, contribuindo para a melhoria da qualidade dos serviços prestados. Os benefícios da telemedicina poderão ser expandidos e consolidados na perspectiva da construção de um projeto conjunto entre instituições de ensino e gestores de saúde
19

Práticas terapêuticas populares e religiosidade afro-brasileira em terreiros no Rio de Janeiro: um diálogo possível entre saúde e antropologia / Therapeutic practices and popular religiosity african-Brazilian yards in Rio de Janeiro: a dialogue possible between health and anthropology

Mello, Márcio Luiz Braga Corrêa de January 2013 (has links)
Made available in DSpace on 2016-04-15T12:54:42Z (GMT). No. of bitstreams: 2 501.pdf: 4346651 bytes, checksum: 1688b11991ef7d6f7a028b135a71073e (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2013 / A presente tese é composta de três artigos que abordam, sob o prisma da antropologia da saúde, a importante relação entre saúde, cultura e religião na sociedade brasileira. O primeiro artigo teve como objetivo contribuir para a discussão da complementaridade existente entre o sistema de saúde oficial e as terapêuticas religiosas, procurando refletir sobre de que maneira as práticas culturais e religiosas dialogam ou podem dialogar com a biomedicina. Este artigo ressalta que um efeito importante da religião é a mudança do significado de uma doença para o doente, não implicando necessariamente na remoção dos sintomas, mas na transformação positiva dos significados atribuídos à doença e ao sofrimento. A religiosidade dá sentido à vida diante da doença ao criar uma rede social de apoio. A análise das informações coletadas nos permitiram afirmar que as práticas religiosas se constituem em lugares de acolhimento, de cura e de saúde para aqueles que as buscam, constatando que a prática religiosa tem complementado as práticas médicas oficiais na sociedade brasileira. O segundo artigo alia os conceitos de saúde/doença e práticas terapêuticas de terreiros de Umbanda, trabalhados no primeiro artigo aos de terreiros de candomblé no Rio de Janeiro e o relaciona a um dos maiores desafios do SUS: a realização do seu princípio normativo da integralidade. Consideramos a diversidade de práticas como um dos aspectos mais relevantes nos cuidados de saúde. Neste artigo, foi reconhecido o caráter misterioso da vida, destituindo o lugar de onipotência da biomedicina, o que assegura novas possibilidades, pois práticas não-convencionais podem ser complementares à biomedicina e contribuir para o enfrentamento dos desafios a uma atenção à saúde na perspectiva de sua integralidade. / O terceiro artigo tem como pano de fundo o exercício de valoração de uma forma ampliada de se compreender a complexidade do processo saúde-doença: por um lado incorporando conhecimentos psicológicos, sociais e culturais aos biológicos, e por outro acrescentando à abordagem biomédica uma perspectiva de cunho mítico. Nele, nos detivemos na contribuição dos saberes que a Psicanálise pode, em nossa visão, contribuir com a Saúde em termos de exercício de intersubjetividade, considerando a Eficácia simbólica. Ao final desta tese, propusemos dois desafios. Primeiro, o de serem consideradas as práticas terapêuticas afro-brasileiras como tema de discussão na agenda das políticas públicas. O segundo desafio proposto acentua a importância do elemento psicológico na integralidade perseguida.
20

Integração entre os Serviços de Atenção Domiciliar e a Rede Assistencial em Recife/PE / Integration between the Home Care Services and Assistance Network in Recife/PE

Medeiros, Jéssica Mascena de January 2015 (has links)
Made available in DSpace on 2016-06-21T13:43:14Z (GMT). No. of bitstreams: 2 196.pdf: 853282 bytes, checksum: 89e2e08558304e056909c330197afbee (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2015 / Made available in DSpace on 2016-07-05T22:17:02Z (GMT). No. of bitstreams: 3 196.pdf.txt: 190174 bytes, checksum: 8e30906c894ab65caca6f7682cadb892 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) 196.pdf: 853282 bytes, checksum: 89e2e08558304e056909c330197afbee (MD5) Previous issue date: 2015 / Fundação Oswaldo Cruz. Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães. Recife, PE, Brasil / A mudança no perfil populacional tem gerado lacunas assistenciais e urgência na implementação de estratégias que as preencham, a exemplo dos Serviços de Atenção Domiciliar (SAD), regulamentados no Brasil em 2011. Os SAD surgiram com caráter substitutivo ou complementar aos serviços já existentes e o desafio de garantir continuidade de cuidados à população de forma integrada às Redes de Atenção à Saúde (RAS), não sendo, entretanto, conhecidos os mecanismos empreendidos para tal. Assim, esta pesquisa objetiva analisar o desenvolvimento de estratégias e instrumentos de integração entre a rede assistencial e os SAD no município de Recife/PE. Trata-se de um estudo de caso de caráter qualitativo realizado a partir de análise documental, pesquisa em Bancos de Dados nacionais, registro em diário de campo e entrevistas semiestruturadas realizadas com gestores e gerentes da Secretaria Municipal de Saúde e posterior análise de conteúdo. Identificou-se oferta dos SAD a partir de convênio com instituições filantrópicas e financiamento advindo do governo federal com contrapartida municipal, estando implantado número inferior ao de equipes habilitadas e havendo divergências quanto às suas modalidades e cobertura populacional. Percebeu-se fragilidade de articulação entre os serviços, com fluxo abrangendo prioritariamente a atenção básica e descentralização da coordenação do acesso, controle sobre encaminhamentos, filas de espera e estratificação de risco. Observou-se regulação e controle de vagas dos SAD realizados à parte do sistema central do município, com reconhecimento de meios de participação ativa e autogestão dos usuários mas baixa formalização de serviços de referência. Conclui-se que os mecanismos de integração empregados abrangem os SAD de forma superficial, possivelmente influenciados por seu caráter recente e administração por rede complementar, e ressalta-se necessidade de intervenções voltadas à garantia da atenção integral

Page generated in 0.1213 seconds