• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 376
  • 81
  • 59
  • 53
  • 11
  • 11
  • 11
  • 9
  • 8
  • 3
  • 3
  • 2
  • 2
  • 1
  • Tagged with
  • 572
  • 319
  • 183
  • 181
  • 179
  • 177
  • 144
  • 107
  • 106
  • 72
  • 71
  • 65
  • 61
  • 61
  • 50
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
11

Efeito do óleo de peixe sobre a citoarquitetura hipotalâmica e parâmetros de obesidade em ratos Wistar submetidos à programação metabólica por redução de ninhada

Oliveira, Bruna Aparecida Comotti de January 2017 (has links)
Orientadora : Profª. Drª. Katya Naliwaiko / Coorientadora : Profª. Drª. Djanira Aparecida da Luz Veronez / Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Biologia Celular e Molecular. Defesa: Curitiba, 28/03/2017 / Inclui referências : f. 50-61 / Resumo: A obesidade é uma doença de causa multifatorial determinada por fatores genéticos e ambientais. Após a industrialização dos alimentos, o perfil lipídico da dieta em humanos foi drasticamente alterado, provocando aumento do consumo de alimentos com gorduras saturadas e do tipo trans, o que causou em longo prazo sobrepeso da população. O período de lactação é um momento crucial no estabelecimento do comportamento alimentar e desta forma, superalimentação nesse período pode predispor o organismo ao desenvolvimento de comorbidades como a obesidade e diabetes. Neste trabalho, investigamos o efeito da programação metabólica por redução de ninhada sobre possíveis alterações morfológicas no hipotálamo, parâmetros de obesidade, além de investigar o efeito da suplementação com óleo de peixe rico em AGPI's n-3 sobre esses parâmetros. Para isso, foram utilizados ratos Wistar que, ao 3º dia pós-natal, tiveram suas ninhadas reduzidas para três animais caracterizando o grupo obeso, enquanto as ninhadas controle foram mantidas com 10 animais. Após o desmame, os animais foram divididos em 4 grupos experimentais: controle (CON), controle suplementado (CONS), obeso (OB) e obeso suplementado (OBS) e iniciou-se a suplementação diária com 1g/kg/dia de óleo de peixe. A massa corporal dos animais foi avaliada durante o período de em 7, 14 e 21 dias e, posteriormente, até o final do experimento. Para avaliação da obesidade foi calculado o índice de Lee aos 21 e 60 dias, e avaliados os panículos adiposos da cavidade abdominal (retroperitoneal, mesentérica e perigonadal). Parâmetros séricos como glicemia, lipidemia e perfil lipídico foram mensurados. Uma vez estabelecido o quadro de obesidade, os encéfalos dos animais foram processados histologicamente e submetidos à análise estereológica dos núcleos hipotalâmicos relacionados ao controle de ingestão e saciedade, núcleo arqueado (ARC), paraventricular (PV) e área hipotalâmica lateral (LHA). Os resultados demonstram que o modelo da programação metabólica foi hábil em estabelecer um padrão de obesidade nos animais de ninhada reduzida, entretanto essas alterações sistêmicas não foram acompanhadas de alterações da citoarquitetura dos núcleos hipotalâmicos. Esse quadro foi acompanhado de alterações em depósitos adiposos e em parâmetros séricos, que caracterizam o quadro. De forma interessante, a suplementação reverteu os parâmetros dos panículos adiposos, entretanto não provocou significativa melhora nos parâmetros séricos. Acreditamos que esses resultados devam-se ao curto tempo de suplementação. Desta forma, concluise que o modelo de programação metabólica produz alterações metabólicas que se relacionam com o quadro de obesidade, sem alterar a organização celular do hipotálamo. Palavras chave: Obesidade, programação metabólica, hipotálamo e óleo de peixe. / Abstract: Obesity is a multifactorial disease caused by genetic and environmental factors. After the industrialization of food, the lipid profile of the diet in humans was drastically altered, causing an increase in the consumption of foods with saturated fats and trans type, which caused in the long term overweight of the population. The lactation period is a crucial moment in the establishment of eating behavior and thus overfeeding in this period may predispose the body to the development of comorbidities such as obesity and diabetes. In this work, we investigated the effect of metabolic programming by litter reduction on possible morphological changes in the hypothalamus, obesity parameters, and investigated the effect of supplementation with fish oil rich in n-3 PUFAs on these parameters. For this, Wistar rats were used, which on the 3rd postnatal day had their litters reduced to three animals characterizing the obese group, while the control litters were maintained with 10 animals. After weaning, the animals were divided into 4 experimental groups: control (CON), supplemented control (CONS), obese (OB) and supplemented obese (OBS), and daily supplementation with 1g/kg/day of fish. The body mass of the animals was evaluated during the period of 7, 14 and 21 days, and thereafter until the end of the experiment. For the evaluation of obesity, the Lee index was calculated at 21 and 60 days, and the adipose tissue of the abdominal (retroperitoneal, mesenteric and perigonadal) cavity was evaluated. Serum parameters such as blood glucose, triglycerides and lipid profile were measured. Once the obesity was established, the animals' brains were processed histologically and submitted to stereological analysis of the hypothalamic nuclei related to the ingestion and satiety control, arcuate nucleus (ARC), paraventricular (PV) and lateral hypothalamic area (LHA). The results demonstrate that the model of metabolic programming was able to establish a pattern of obesity in the animals of reduced litter, however these systemic alterations are not accompanied by changes in the cytoarchitecture of hypothalamic nuclei. This situation was accompanied by alterations in fatty deposits and in serum parameters that characterize the condition. Interestingly, supplementation may reverse the parameters of adipose tissue, but it didn't cause a significant improvement in serum parameters. We believe that these results are due to the short time of supplementation. In this way, it is concluded that the metabolic programming model produces metabolic changes that are related to the obesity scenario, without altering the cellular organization of the hypothalamus. Key words: Obesity, metabolic programmed, hypothalamus and fish oil.
12

Repovoamento e maturação de mastocitos em mesenterio de cobaia

Gonçalves, Ericson Kubrusly January 1994 (has links)
DIssertração (mestrado) - Universidade Federal do Parana, Setor de Ciencias Biologicas / Made available in DSpace on 2012-10-16T07:06:49Z (GMT). No. of bitstreams: 0
13

Estudo da frequência de hemócitos micronucleados, induzidos pelo ácido ocadáico, em mexilhões Perna perna (Mollusca : Bivalvia) /

Silva, Cátia Regina January 2000 (has links)
Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. / Made available in DSpace on 2012-10-17T12:42:05Z (GMT). No. of bitstreams: 0Bitstream added on 2014-09-25T19:14:48Z : No. of bitstreams: 1 161836.pdf: 14570233 bytes, checksum: 01ac7ff3dc2d112ff497fae489313adb (MD5) / Algumas toxinas presentes naturalmente no ambiente marinho são capazes de induzir mutagenicidade e/ou carcinogenicidade. Entre essas toxinas, o ácido ocadáico (AO) vem despertando considerável interesse por ser genotóxico em baixas concentrações e por acumular-se em animais filtradores marinhos, inclusive naqueles utilizados na alimentação humana, representando assim um problema ambiental e de saúde pública. O principal objetivo desse trabalho foi avaliar a genotoxicidade do ácido ocadáico, através do estudo da freqüência de hemócitos micronucleados em mexilhões Perna perna. Este trabalho teve ainda como objetivos: a) verificar se a concentração de Prorocentrum lima ingerida pelos mexilhões interfere na genotoxicidade (de modo a ser detectada através da freqüência de hemócitos micronucleados); b) verificar, através do bioensaio com camundongos, a presença do ácido ocadáico nos hepatopâncreas dos mexilhões; e) realizar análises físico-químicas das águas dos locais de coleta e das águas utilizadas nos experimentos. Para os testes com o AO puro, utilizamos uma concentração de 0,3 mg de AO diluído em 10 ml de água ultra pura e etanol; para o experimento de alimentação dos mexilhões com células de Prorocentrum lima utilizamos concentrações de 200 células/L, 1000 células/L e 10000 células/L por animal. A análise estatística dos resultados das análises citológicas, realizada através do teste de Kruskal-Wallis, com um nível de significância de 5%, mostrou diferença significativamente maior na freqüência de hemócitos micronucleados no grupo exposto ao AO puro do que nos grupos controles. Também foi observada diferença significativa entre as freqüências de hemócitos micronucleados dos animais alimentados com as diferentes concentrações de P. lima e o grupo controle. Não foi possível detectar a presença do AO nos hepatopâncreas dos mexilhões alimentados com diferentes concentrações de Prorocentrum lima. Os resultados das análises físico -químicas das águas mostraram que todas estão dentro dos limites estabelecidos pela resolução 20/86 do CONAMA. Os resultados permitem demonstrar que a atividade genotóxica do AO, do modo como foi aqui empregado, pode ser detectada pelo teste do micronúcleo em hemócitos de mexilhões Perna perna. Em vista dos resultados aqui obtidos pode-se recomendar que este organismo e este teste sejam utilizados para a detecção precoce desta toxina no ambiente marinho, principalmente em locais de cultivo de mexilhões.
14

Características citológicas do escarro induzido em adultos hígidos

Veras, Tiago Neves 26 October 2012 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Ciências Médicas, Florianópolis, 2011 / Made available in DSpace on 2012-10-26T03:28:25Z (GMT). No. of bitstreams: 1 286101.pdf: 888730 bytes, checksum: 871945ec2bc8578c0b0b4733598f88d3 (MD5) / Métodos: o escarro induzido foi obtido de 88 adultos não tabagistas hígidos (39 homens) com idade média de 36 anos (variação, 18 a 68 anos). Devido à distribuição não gaussiana da contagem celular total e de alguns componentes celulares (eosinófilos e linfócitos) os resultados da citologia do escarro encontram-se expressos como média e desvio padrão, mediana, intervalo interquartil além dos Percentis (10 e 90). Diferenças entre grupos foram analisadas usando ANOVA ou teste t para amostras não pareadas. Foram considerados significativos os valores de p inferiores a 0.05. Resultados: A contagem celular total foi de 4.8, 3.5 (10.8) x 10 106 cels/g [(média, IQR, p90)] e a viabilidade celular foi de 77.5, 79.0 (94)%. Houve predomínio de macrófagos 77.5, 71.0 (86)% e neutrófilos 23.4, 21.7 (41.3)%. Eosinófilos estiveram virtualmente ausentes (0.1, 0 (0.5)% no escarro induzido da maioria dos adultos saudáveis. Linfócitos (3.1, 3 (6.5) %) e células broncoepiteliais (0.1, 0 (0.5) %) foram escassas. Não houve influência estatisticamente significante de sexo e atopia na celularidade do escarro. Conclusões: nesta amostra de adultos voluntários hígidos, a proporção de neutrófilos no escarro induzido foi menor que a de estudos anteriores. Este achado pode ser devido a variações regionais na poluição do ar e sugere a necessidade de mais estudos para determinar as faixas normais de celularidade do escarro induzido da população brasileira.
15

Repovoamento e maturação de mastocitos em mesenterio de cobaia

Gonçalves, Ericson Kubrusly January 1994 (has links)
DIssertração (mestrado) - Universidade Federal do Parana, Setor de Ciencias Biologicas / Made available in DSpace on 2016-01-08T18:41:01Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 1994
16

Estudo dos hemocitos e hemolinfa de trichosia pubescens (Diptera: sciaridae)

Barracco, Margherita Anna Antonia Maria January 1982 (has links)
Tese (Doutorado) - Universidade de São Paulo, Instituto de Biociencias / Made available in DSpace on 2013-12-05T19:32:41Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 1982
17

Atividade biológica da Biflorina, uma e-naftoquinona isolada das raízes da Capraria biflora L., em células tumorais e não tumorais

Wisintainer, Gabrielle Gianna Nunes De Souza 28 October 2013 (has links)
A biflorina é uma o-naftoquinona que apresenta uma variedade de atividades biológicas, entre as quais pode-se destacar a atividade antitumoral. Esta molécula é obtida a partir das raízes da planta Capraria biflora L.(Schrophulariaceae) originária das Antilhas e América do Sul e habita zonas temperada e tropical. No continente europeu é muito usada como ornamento. No Brasil, pode ser encontrada nos Estados de Goiás, Minas Gerais e na faixa litorânea entre o Piauí até o Espírito Santo. O presente trabalho traz informações referentes aos primeiros estudos de caracterização estrutural até os mais recentes relatos sobre a atividade biológica desta molécula. Neste trabalho avaliamos os efeitos citotóxicos e detecção de apoptose tardia por análise in situ de células tratadas com a biflorina. Para isso utilizamos a linhagem tumoral HeLa e a não tumoral HEK-293 tratadas com biflorina nas concentrações de 5 - 50 μg/mL por 24h, 48h e 72h. A citotoxicidade foi avaliada exclusivamente para o tratamento de 48h em seis linhagens celulares diferentes sendo elas: Hep-2, HeLa, HT-29, A-375, A-549 e HEK-293. Os resultados mostraram citotoxicidade seletiva da biflorina contra a linhagem não tumoral HEK-293 (IC50 = 56,01 ± 1,17 μg/mL) comparada com todas as linhagens de células tumorais analisadas, com IC50 variando de 29,44 ± 1,32 μg/mL até 47,37 ± 3,21 μg/mL. Modificações morfológicas em células HeLa foram observadas após o tratamento de 48 horas com biflorina de acordo com o aumento da concentração (5-50 μg/mL). Além disso, na maior parte dos casos, observou-se um incremento do estágio de apoptose tardia, na análise in situ da imunocoloração de anexina V de todas as linhagens (Hep-2, HeLa, HT-29, A-375, A-549 e HEK-293) após tratamento com a biflorina. A apoptose tardia para HEK-293 (77,69 ± 6,68%) foi mais evidente em concentrações mais elevadas de biflorina em comparação com as linhagens tumorais testadas. Os resultados indicam que a biflorina mostrou uma importante citotoxicidade contra linhagens de células tumorais. No entanto, mais estudos são necessários para entender melhor os mecanismos envolvidos na citotoxicidade e morte celular programada. / Submitted by Marcelo Teixeira (mvteixeira@ucs.br) on 2014-06-16T12:51:14Z No. of bitstreams: 1 Dissertacao Gabrielle Gianna N. S. Wisintainer.pdf: 1578186 bytes, checksum: 77fe847912ace71147729d4182942bf2 (MD5) / Made available in DSpace on 2014-06-16T12:51:14Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Dissertacao Gabrielle Gianna N. S. Wisintainer.pdf: 1578186 bytes, checksum: 77fe847912ace71147729d4182942bf2 (MD5) / Biflorin is an o-naphthoquinone with proven cytotoxic effects on tumor cells with antimicrobial, antitumor and antimutagenic activities. Biflorin is an isolated compound taken from the roots of the plant Capraria biflora L. (Schrophulariaceae), indigenous of the West Indies and South America, that inhabits temperate and tropical areas. In the European continent, this plant is used as an ornament. In Brazil, it can be found in the states of Goiás, Minas Gerais and the coastal strip between Piauí in the Northeast, and it extends to the states of Ceará, Pernambuco, Pará and Espírito Santo. In this work, we report the information related to the first structural characterization studies, as well as the latest reports concerning the biological activity of this molecule. It was work verified the cytotoxic effects of biflorin and detection of late apoptosis by in situ analysis. Initially, tumor HeLa and non-tumor HEK-293 cells were treated with biflorin for 24h, 48h and 72h at a range of 5-50 μg/mL. The cytotoxicity was further evaluated exclusively for 48h treatment on six different cell lines Hep-2, HeLa, HT-29, A-375, A-549 and HEK-293. The results indicate that biflorin showed selective cytotoxicity against non-tumor line HEK-293 (IC50 = 56,01 ± 1,17 μg/mL) compared to all tumor cells analyzed in a concentration dependent manner, with IC50 ranging from 29.44 ± 1.32 μg/mL to 47,37 ± 3,21 μg/mL. Substantial morphological changes in HeLa cells were observed after 48h treatment with biflorin with increased concentrations (5- 50 μg/mL) of extract. In addition, in situ immunostaining of annexin V showed that all lines were majority seen at late apoptotic stages in a dose-dependent manner. Late apoptosis for HEK-293 was more evident (77.69 ± 6.68%) at higher extract concentrations compared to all tumor lines tested. The data here presented indicate that biflorin showed an important cytotoxicity against tumor cell lines. However, more studies are needed to better understand the pathways involved in programmed cell death.
18

Avaliação da atividade citotóxica e indução de apoptose em linhagem de câncer colorretal tratada com piplartina

Machado, Fernanda da Silva 16 December 2016 (has links)
A piplartina ou piperlongumina (PPLGM) é uma amida isolada de plantas do gênero Piper, da qual se obtêm as pimentas. As plantas desse gênero encontram-se distribuídas pelo mundo inteiro e têm sido utilizadas medicinalmente em diferentes culturas há muitos anos. A piplartina é o composto isolado desta espécie que mais se destaca, mostrando diferentes atividades biológicas e promissoras propriedades anticancerígenas. A resistência adquirida ao tratamento convencional é muito comum no câncer colorretal, na maioria dos casos devido à perda de função nas vias de apoptose e proteínas relacionadas ao ciclo celular. Sendo assim, buscou-se avaliar a capacidade da piplartina de induzir a morte celular na linhagem celular de carcinoma colorretal HCT 116. As células de HCT 116 selvagem e deficientes para as proteínas Bax, p21 e p53 foram tratadas com diferentes concentrações de piplartina, bem como a linhagem celular não tumoral Hek-293. Observou-se uma redução importante na viabilidade celular das células HCT 116, independentemente do estado de Bax, p21 e p53. As alterações morfológicas características de apoptose foram evidenciadas por coloração de Giemsa, microscopia eletrônica de varredura e coloração de laranja de acridina e brometo de etídeo. Para confirmar a indução de apoptose, foi realizado o ensaio de Anexina-V/PI, que evidenciou um aumento no percentual de células apoptóticas após o tratamento com piplartina, com o aumento da concentração relacionado ao aumento de células em apoptose tardia e pequeno aumento no número de células necróticas. A análise do ciclo celular mostrou alteração na distribuição tanto na linhagem selvagem quanto nas deficientes após o tratamento com a piplartina. Neste ensaio, o resultado mais expressivo foi o aumento de células na fase Sub-G0/G1, o que está relacionado à diminuição do conteúdo de DNA devido à fragmentação e indução de apoptose. Para avaliar a interação da piplartina com o DNA foram realizados ensaios com DNA plasmidial. Nesses ensaios, não foi observada interação direta da piplartina com o DNA, evidenciando sua ação indireta sobre o mesmo, que pode estar associado ao aumento de espécies reativas de oxigênio. Os dados aqui apresentados sugerem que PPLGM trata-se de uma molécula promissora na terapia de câncer colorretal. / Submitted by Ana Guimarães Pereira (agpereir@ucs.br) on 2017-07-03T18:02:41Z No. of bitstreams: 1 Dissertacao Fernanda da Silva Machado.pdf: 1515890 bytes, checksum: 2dd7bbe5e4151c12e6dfc6c8d9278896 (MD5) / Made available in DSpace on 2017-07-03T18:02:41Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Dissertacao Fernanda da Silva Machado.pdf: 1515890 bytes, checksum: 2dd7bbe5e4151c12e6dfc6c8d9278896 (MD5) Previous issue date: 2017-07-03 / Universidade de Caxias do Sul, UCS / Piplartine or piperlongumine is an amide isolated from plants of the genus Piper, from which the peppers is obtained. Plants of this genus are distributed all over the world, and have been used medicinally in different cultures for many years. From the isolated compounds found in these species, piperlongumine is the most outstanding, showing different biological activities and promising anticancer properties. Acquired resistance to conventional treatment is very common in colorectal cancer, in most cases due to loss of function in apoptotic methabolism and cell cycle protein regulation. Therefore, we sought to evaluate the ability of piperlongumine to induce cell death in HCT 116 colorectal carcinoma cell line. HCT 116 wild-type and lines deficient in Bax, p21 and p53 were treated with different concentrations of piperlongumine, as well as the non-tumor cell line Hek-293. A significant reduction in the cell viability of HCT 116 cells was observed, independent from Bax, p21 and p53 status. The morphological alterations from apoptosis were evidenced by Giemsa staining, scanning electron microscopy and acridine orange and ethidium bromide staining. To confirm apoptosis induction, Annexin-PI assay was performed, which evidentiate an increasing percentage of apoptotic cells after PPLGM treatment, with increasing concentrations related with higher percentage of late apoptosis stage and small increase of necrotic cells number. Cell cycle analysis showed altered distribution in both proficient and deficient cells after PPLGM treatment. In this assay, the most expressive result was the increase of Sub-G0/G1 cells phase, which is related to decrease DNA content due to fragmentation and apoptosis induction. To evaluate direct interaction of PPLGM with DNA, plasmidial DNA assays were performed. In this trials, there were no direct interaction of PPLGM with DNA observed, evidencing the indirect action of PPLGM through the increase of reactive oxygen species. The data presented here suggest that PPLGM should be a promising molecule in colorectal cancer therapy
19

Arquitetura molecular de derivados Benzotiadiazolas para a marcação de mitocôndrias

Carvalho, Pedro Henrique Pimenta Rocha 25 July 2014 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Química, 2014. / Submitted by Larissa Stefane Vieira Rodrigues (larissarodrigues@bce.unb.br) on 2014-12-01T17:49:04Z No. of bitstreams: 1 2014_PedroHenriquePimentaRochaCarvalho.pdf: 3603250 bytes, checksum: d10addd162baedf66632b43ffe92e55b (MD5) / Approved for entry into archive by Raquel Viana(raquelviana@bce.unb.br) on 2014-12-01T19:16:53Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2014_PedroHenriquePimentaRochaCarvalho.pdf: 3603250 bytes, checksum: d10addd162baedf66632b43ffe92e55b (MD5) / Made available in DSpace on 2014-12-01T19:16:53Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2014_PedroHenriquePimentaRochaCarvalho.pdf: 3603250 bytes, checksum: d10addd162baedf66632b43ffe92e55b (MD5) / O uso de sondas fluorescentes em citologia é fundamental para o acompanhamento e monitoramento de moléculas, biomoléculas e organelas durante os processos metabólicos relacionados a vida e a morte celular. Existem diversos marcadores comerciais voltados para essa finalidade, no entanto esses marcadores apresentam uma série de desvantagens específicas que dificultam o seu uso. Em busca de soluções para esses problemas, novos compostos são sintetizados e testados como potenciais marcadores celulares. O núcleo 2,1,3-benzotiadiazola (BTD) apresenta uma série de características desejáveis para a síntese de compostos fluorescentes com potencial atividade biológica. Neste trabalho, uma série de moléculas derivadas do núcleo BTD foram sintetizadas e testadas em experimentos de imageamento celular. As estruturas dessas moléculas foram planejadas de forma que a relação da arquitetura molecular de um composto e sua seletividade dentro da célula pudesse ser melhor compreendida. Os resultados obtidos com as primeiras moléculas testadas levou a conclusões que proporcionaram a formulação de uma última estrutura, (4-(4-metoxifenil)-7-(etinil-2-piridina)-2,1,3-benzotiadiazola), que apresentou elevada seletividade por mitocôndrias. Os compostos foram devidamente caracterizados e tiveram suas estruturas determinadas por difração de raios-X. Suas propriedades fotofísicas e comportamentos solvatocrômicos foram investigados. Cálculos teóricos foram realizados para que a distribuição de seus orbitais e densidade de carga fossem determinados. Cálculos de docking molecular foram realizados para a investigação do sítio de interação dessas moléculas com as biomoléculas presentes nas mitocôndrias. ________________________________________________________________________________ ABSTRACT / Fluorescent probes possess a pivotal role in cytology as they are essential for tracking molecules, biomolecules and organelles during the cell-cycle. There are several commercial probes used for these tasks. However, these probes presents several drawbacks that makes their effectiveness laborious. A series of novel compounds has been synthesized and tested as potential probes to overcome these problems. The 2, 1, 3-benzothiadiazole core shows a plethora of desirable characteristics for the synthesis of fluorescent compounds that could be used as potential cell probes. In this work, a series of new BTD derivatives has been synthesized and tested in cell imaging experiments. The structure of these new compounds were planned to elucidate the relationship between the molecular architecture and the selectivity inside the cells. The first compounds tested brought interesting results that were used in order to rationalize a new structure, 4-(4-methoxyphenyl)-7-(pyridin-2-ylethynyl)-2,1,3-benzothiadiazole, that presented high selectivity for mitochondria. These new compounds were fully characterized and three of the four novel molecules had their structures determined by X-ray diffraction. Their photophysics properties and solvatochromic effects were also investigated. Theoretical calculations were performed to elucidate the orbital diagrams and maps of electron density. Molecular docking was also performed to localize the binding spots of these new compounds.
20

Caracterização de elementos moduladores da expressão gênica em células de mamíferos : estudo do Intron A do gene Precoce Imediato de Citomegalovírus

Quilici, Luana Salgado 13 April 2012 (has links)
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Departamento de Biologia Celular, Pós-Graduação em Biologia Molecular, 2012. / Submitted by Jaqueline Ferreira de Souza (jaquefs.braz@gmail.com) on 2012-06-25T13:01:16Z No. of bitstreams: 1 2012_LuanaSalgadoQuilici.pdf: 11627198 bytes, checksum: db0d5e877103552a600a1f29f103e6b1 (MD5) / Approved for entry into archive by Jaqueline Ferreira de Souza(jaquefs.braz@gmail.com) on 2012-06-25T13:01:29Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2012_LuanaSalgadoQuilici.pdf: 11627198 bytes, checksum: db0d5e877103552a600a1f29f103e6b1 (MD5) / Made available in DSpace on 2012-06-25T13:01:30Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2012_LuanaSalgadoQuilici.pdf: 11627198 bytes, checksum: db0d5e877103552a600a1f29f103e6b1 (MD5) / Visando a continuidade dos estudos referentes à modulação da expressão gênica em células de mamífero, no presente trabalho foram construídos promotores sintéticos contendo intron A completo (IAs) e deletado em 200 (?200s) e em 600 pb (?600s), dirigindo a expressão do gene repórter da luciferase e do anticorpo (Ab) recombinante, fragmento FvFc, anti-CD3 (pCO). O intron sintético teve sítios de restrição alterados a fim de facilitar processos de clonagem e promover a manutenção do sítio aceptor de splicing na construção ?600s. Estas construções foram transfectadas de forma transiente em células CHO-K1, e a expressão do Ab também foi analisada em população mista estável. Verificou-se que as construções sintéticas mostraram resultados similares para a expressão do gene repórter da luciferase, exceto para a construção ?600. Para esta construção específica, a versão sintética teve rearranjos de sítios de restrição que preservaram o sítio aceptor de splicing. Dessa forma, na comparação dos resultados de expressão das construções de luciferase com promotores contendo IA original e sintético, a atividade da luciferase na versão sintética teve aumento significativo de quase 4 vezes, levando à hipótese de que o splicing do IA está diretamente relacionado ao efeito de melhoramento da expressão do gene repórter. Ao analisar a expressão do Ab anti-CD3, ao contrário, não se observou o aumento esperado nas construções com intron, sendo a construção contendo o promotor sem intron a que apresentou maior detecção de Ab secretado. Testou-se também os níveis de expressão do mRNA do Ab anti-CD3 por qPCR, onde se verificou que, para as construções com intron, apesar da baixa detecção do Ab secretado, havia alta expressão do mRNA correspondente. Esse resultado indica que a grande quantidade de mRNA produzida pode não estar sendo devidamente processada e traduzida, levando à retenção da proteína na célula. Com isso, foi mostrado que o IA e suas deleções inovadoras podem melhorar a expressão gênica, sendo ferramentas importantes para a otimização da expressão de proteínas de interesse comercial em células de mamífero. _________________________________________________________________________________ ABSTARCT / In this study we have designed different synthetic promoters containing the full intron A (IAs), and the deletions of 200 (? 200s) and 600 bp (? 600s), directing the luciferase and recombinant anti-CD3 antibody (Ab) expression (pCO). These constructs were transiently transfected on CHO-K1 cells, and the Ab expression was analysed also by stable production on a mixed population. The synthetic constructs showed similar luciferase activity results compared to the wild-type construct, except by the ?600 construct. Regarding this specific construct, the synthetic version has restriction sites rearrangements to preserve the acceptor splicing site. Thus, comparing the luciferase expression among the wild-type and synthetic ?600 construct, the luciferase activity has increased significantly, leading to a hypothesis that the improvement of gene reporter expression is directly correlated to the IA splicing. On the contrary, when we analysed the anti-CD3 Ab expression, we did not observe the increment of protein expression, with the intronless construct being the more productive one. The anti-CD3 Ab mRNA levels were detected by qPCR. For the intron-containing constructs, despite the low levels of secreted Ab, there was high expression of corresponding mRNA. This result indicates that the great amount of mRNA produced was not correctly processed and translated, leading to protein retention inside the cell. Overall, we demonstrated that the IA and its innovative deletions can improve gene expression, being important tools for protein expression in mammalian cells.

Page generated in 0.0628 seconds