• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 190
  • 4
  • 3
  • 2
  • 2
  • 2
  • 1
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 198
  • 60
  • 53
  • 41
  • 35
  • 31
  • 25
  • 24
  • 22
  • 22
  • 19
  • 18
  • 16
  • 16
  • 16
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
21

Padrões de concorrência e competitividade no mercado de telefonia móvel celular

Mendes, Pedro Henrique Valente January 2001 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio-Econômico. Programa de Pós-Graduação em Economia. / Made available in DSpace on 2012-10-18T12:36:29Z (GMT). No. of bitstreams: 0 / O objetivo deste trabalho é estudar a Competitividade das empresas operadoras do Serviço Móvel Celular, utilizando o conceito de Padrão de Concorrência. Ao se analisar as estratégias concorrenciais adotadas pelas operadoras do Serviço Móvel Celular, é possível levantar os diferentes componentes do Padrão de Concorrência, o que nos permite observar a importância da tecnologia na definição do mesmo, levando as empresas a adotarem estratégias tecnológicas que as tornem mais competitivas, através da oferta de serviços diferenciados, com menores preços e maior qualidade, na disputa por um mercado que vem apresentando elevadas taxas de crescimento. O setor de telecomunicações brasileiro foi alvo de uma profunda reforma, passando de uma estrutura monopolista estatal para um novo modelo privatizado e competitivo, a partir da privatização do antigo Sistema Telebrás (Julho/1998). Especificamente o mercado de telefonia móvel celular foi estruturado, sob o ponto de vista regional, em duopólio, sendo que o país foi dividido em dez grandes áreas, aonde passaram a competir em cada uma delas, duas empresas de telefonia móvel celular: as antigas operadoras do Sistema Telebrás privatizadas (Banda A) e as novas entrantes (Banda B). inicialmente, as operadoras da Banda A adotaram a tecnologia analógica (1ª geração) no padrão americano AMPS (Advanced Mobile Phone System) e posteriormente com a entrada das operadoras de Banda B foram adotados os padrões digitais americanos TDMA (Time Divison Multiple Access) e CDMA (Code Division Multiple Access), a chamada 2ª geração da Telefonia Móvel Celular. No momento atual, em que se está iniciando a introdução do Serviço Móvel Pessoal (SMP), as chamadas bandas C, D e E, uma nova tecnologia também está sendo introduzida, o GSM (Global System For Mobile Communications), padrão digital europeu de 2ª geração. Fruto das necessidades de crescimento das operadoras de celular, com o oferecimento de novos serviços aos seus clientes, os fornecedores de tecnologia vêm se empenhando em desenvolver novos equipamentos e sistemas que aumentem a competitividade das empresas. Deste modo, está sendo desenvolvida a 3ª geração da Telefonia Celular, que ao oferecer mobilidade associada a transmissão de dados em alta velocidade, viabilizará na prática a Internet Móvel (Telefonia Celular, Internet e Multimídia), oferecendo uma enorme gama de novos serviços, o que deverá Ter grande impacto sobre o padrão de concorrência e a competitividade das operadoras. Neste contexto, todas estas tecnologias competem entre si para ver quem chega primeiro à 3ª geração, estabelecendo um diferencial competitivo sobre as demais. Este trabalho procura mostrar a importância desta corrida tecnológica sobre o padrão de concorrência e a competitividade no mercado de telefonia móvel celular.
22

Comprar e contratar para uma instituicao publica de ciencia e tecnologia do setor saude

Silva, Nercilene Santos da. January 2004 (has links)
Mestre -- Escola Nacional de Saude Publica, Rio de Janeiro, 2004.
23

Análise da competitividade da indústria avícola brasileira por meio do modelo do diamante

Mussi, Fabricio Baron January 2005 (has links)
Orientador: Paulo Mello Garcias / Monografia(Graduaçao) - Universidade Federal do Paraná,Setor de Ciencias Sociais Aplicadas, Curso de Ciencias Econômicas
24

Análise econômica e jurídica da adoção de acordos de exclusividade entre fabricantes e revendedores

Hoertel, Marcelo Callegari January 2004 (has links)
Este trabalho trata de cláusulas de exclusividade em contratos de distribuição estabelecidos entre fabricantes e revendedores e de sua interpretação perante as leis de defesa da concorrência. O conhecimento dos objetivos e da evolução nas interpretações das legislações antitruste nos Estados Unidos, Europa e Brasil, possibilitou o entendimento e a comparação dos principais métodos de análise da legalidade dos acordos de exclusividade. Por outro lado, o estudo da teoria econômica e a análise de casos práticos sobre o respectivo assunto permitiram a sistematização dos potenciais efeitos anti e pró-competitivos decorrentes da adoção deste tipo de prática restritiva e dos fatores que atuam reduzindo ou intensificandoos. Enquanto na Europa a sistemática de análise de condutas anticompetitivas, em acordos de fornecimento e distribuição, baseia-se em uma série de abordagens per se, seguida do cálculo da quota de mercado, nos Estados Unidos e no Brasil as correspondentes sistemáticas concentram-se na constatação do poder de mercado e na subseqüente utilização da “regra da razão” visando a ponderação entre as restrições e as eficiências geradas à concorrência. As cláusulas de exclusividade, ao possibilitarem a proteção aos investimentos do fabricante e promoverem o estímulo aos esforços de venda dos distribuidores, atuam incentivando a prestação de serviços especiais em conjunto à comercialização de produtos físicos, o que pode determinar a promoção da competição inter e intramarcas.
25

Planejamento integrado das operações de venda e manufatura S

Linares, Roberto January 2004 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção. / Made available in DSpace on 2012-10-21T11:51:56Z (GMT). No. of bitstreams: 1 225063.pdf: 3771410 bytes, checksum: 707e76f9c541d195a0733103e483ff6b (MD5) / A existência de planos comerciais e operacionais sinérgicos contribuem para a obtenção de bons resultados financeiros às empresas dos setores produtivos e comerciais. A influência destes planos na cadeia logística também são significativos, pois têm forte participação nas decisões do que comprar, produzir, armazenar, e vender. A sinergia destes planos pode ser alcançada através de um processo contínuo de revisão e monitoramento dos planos comerciais e operacionais, chamado S&OP - Sales and Operations Planning. O S&OP contribui de forma eficaz ao gerenciamento da cadeia logística, pois permite a elaboração de planos de vendas realistas, equilibrados com a capacidade de manufatura interna e externa, sendo fundamental para o dimensionamento correto dos estoques de matérias-primas e produtos acabados. A aplicação do processo de S&OP na portobello, objetivo do presente trabalho, foi desenvolvido a partir da observação da cultura da Portobello, do seu processo de gestão, estratégia e análise de sua cadeia de suprimentos, permitindo a interpretação dos fenômenos que serviram para construir o modelo apresentado. O processo se desenvolve com a apresentação formal do modelo e seus objetivos à diretoria e gerência da empresa. Todos os trabalhos são realizados através de equipes pré-selecionadas e treinadas, responsáveis pelo desenvolvimento dos relatórios gerenciais que permitem a discussão e aprovação dos planos comerciais e operacionais (produção e suprimentos), através da visualização objetiva das previsões de vendas, produção e estoque e de sua eficácia quando comparada a períodos passados. Como resultado temos o equilíbrio dos planos através da visualização antecipada de restrições industriais e comerciais, redução dos estoques de matérias-primas e do nível de serviço ao cliente, expresso em pedido atendido na data prometida.
26

Modelo para o diagnóstico das necessidades de educação corporativa a partir das estratégias competitivas dos arranjos produtivos locais

Almeida, Daniel Roberto de 24 October 2012 (has links)
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico, Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção, Florianópolis, 2009. / Made available in DSpace on 2012-10-24T15:40:13Z (GMT). No. of bitstreams: 1 276664.pdf: 12264902 bytes, checksum: ead04242cf2eacde309b21fd3411453e (MD5) / O conhecimento representa um fator crescente de preocupação em investimento e competitividade nas empresas, principalmente em virtude da globalização e concorrência. Com o desenvolvimento de novos tipos de gestão, as empresas necessitam utilizar o conhecimento dentro da estratégia empresarial, e, consequentemente, enfrentam o desafio de identificar que conhecimentos são primordiais à sua competitividade, bem como para disseminá-los dentro da empresa e por toda a sua cadeia de produção como é o caso da universidade corporativa. Já nos Arranjos Produtivos Locais - APL o desenvolvimento torna-se complexo e fundamental em virtude do tamanho da cadeia produtiva e da quantidade de empresas envolvidas. Assim, há a necessidade de se desenvolver um modelo de educação corporativa nos APLs para que possa ser utilizado na competitividade frente: às rápidas mudanças tecnológicas, à globalização financeira por meio da inserção de novos capitais externos e sua interdependência, à abertura de mercados e à globalização das informações. Para esta pesquisa foi escolhido o APL de Software do município de Curitiba. Com o estudo, por meio da proposta de desenvolvimento e aplicação do modelo, foi possível verificar a estrutura interna e externa, bem como suas inter-relações do Arranjo Produtivo Local de Software, a qual aborda dimensões como: equidade, flexibilidade, estrutural, capital, pesquisa e desenvolvimento, confiança, importância econômica, territorial, estratégica e seus componentes. A pesquisa foi desenvolvida partindo da fundamentação teórica e teve sua aplicação efetivada por meio de questionários e entrevistas semi-estruturadas com empresários, comitê gestor e instituições parceiras do Arranjo Produtivo Local. O modelo desenvolvido a partir desta pesquisa propõe alternativas e melhorias nas dimensões apresentadas do Arranjo Produtivo Local, principalmente direcionados à programas de educação corporativa. Com os resultados obtidos, esta pesquisa poderá servir de parâmetro para novos modelos e programas voltados a educação corporativa.
27

Excelência em marketing de relacionamento :

Demo, Gisela January 1999 (has links)
Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. / Made available in DSpace on 2012-10-18T19:03:37Z (GMT). No. of bitstreams: 0Bitstream added on 2016-01-09T02:50:05Z : No. of bitstreams: 1 151125.pdf: 13692276 bytes, checksum: 3602df35167f020540f4cadecf20c0d3 (MD5) / Esta pesquisa apresenta como tema a Excelência em Marketing de Relacionamento com Clientes, proposta por sintetizar um diferencial que traduz vanguarda quando a questão é competitividade. Atrair, conquistar e obter a lealdade dos clientes, especialmente os estratégicos, de maneira mais rápida e efetiva que a concorrência, é o que se pode definir como marketing essencial, traduzindo a abordagem mais atual do marketing. Assim, o marketing de relacionamento possui especial relevância uma vez que seu objetivo é a fidelização ou conquista da lealdade dos clientes. Essa proposta de trabalho apresenta uma revisão ampla e de maneira crítica da literatura e, no afã de tornar o estudo mais interessante e profícuo, procedeu-se a uma aplicação prática das principais abordagens fundamentadas nessa dissertação via estudo de caso na Centro Oeste Celular (a empresa holding brasileira que controla as seguintes prestadoras de serviço móvel celular: Telebrasília Celular, Telegoiás Celular, Telemat Celular, Telems Celular, Teleron Celular e Teleacre Celular).
28

Metodologia para integração do marketing e da manufatura

Altamirano, Antonio Valdivia January 1999 (has links)
Tese (Doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. / Made available in DSpace on 2012-10-18T20:58:40Z (GMT). No. of bitstreams: 1 142730.pdf: 515922 bytes, checksum: 6ddfea8835589830c80be3a3506958d1 (MD5)
29

Padrão de concorrência e estratégias competitivas nas empresas líderes na indústria de papel tissue no Brasil

Nascimento, Ezequiel de Oliveira January 1999 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio-Econômico. / Made available in DSpace on 2012-10-18T21:09:33Z (GMT). No. of bitstreams: 0Bitstream added on 2016-01-09T03:27:37Z : No. of bitstreams: 1 171404.pdf: 17278650 bytes, checksum: f8f5799726c92155b08b828fb958e9f9 (MD5) / Busca verificar a redefinição das estratégias competitivas na década 90 nos ítens de redefinição do mercado e produto, modificações no processo produtivo e organizacional, acesso a insumos e redução de custos e reengenharia financeiras destinadas a reunir condições competitivas no mercado. Conclui-se que a redefinição das estratégias tem permitido a indústria suportar a competição pela liderança com concorrentes multinacionais.
30

O princípio da inafastabilidade do poder judiciário e a recorribilidade das decisões do conselho administrativo de defesa econômica

Tristão, Rodrigo Campana January 2001 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Jurídicas. Programa de Pós-Graduação em Direito / Made available in DSpace on 2012-10-19T07:31:11Z (GMT). No. of bitstreams: 0Bitstream added on 2014-09-25T23:59:27Z : No. of bitstreams: 1 181951.pdf: 2347046 bytes, checksum: cd9e47d4cad68383e99cf280b11546d1 (MD5) / Análise da controvérsia existente entre o princípio da inafastabilidade do poder judiciário e a recorribilidade das decisões do CADE. Estuda os princípios gerais constitucionais, as infrações contra a ordem econômica dando ênfase a lei antitruste brasileira em vigor. Proposição de discussão sobre o conceito de jurisdição, com o objetivo de demonstrar sua flexibilização, capítulo referente a crise do poder judiciário e a jurisdição do CADE.

Page generated in 0.1339 seconds