• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 183
  • 5
  • 3
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 199
  • 199
  • 98
  • 95
  • 72
  • 53
  • 42
  • 35
  • 32
  • 31
  • 28
  • 26
  • 24
  • 23
  • 22
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
11

Um estudo da aplicação dos métodos fluxo ao capital próprio, custo médio ponderado de capital e valor presente ajustado, na avaliação de uma empresa com dívidas

Goulart, Marselle January 2000 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio-Econômico. / Made available in DSpace on 2012-10-17T15:19:56Z (GMT). No. of bitstreams: 0Bitstream added on 2014-09-25T16:53:29Z : No. of bitstreams: 1 171092.pdf: 4982000 bytes, checksum: 835b4887b690f8bdbf1c0ce161d03cb2 (MD5) / O objetivo central da pesquisa refere-se à verificação dos valores resultantes da aplicação de três métodos de avaliação: Fluxo ao Capital Próprio - FTE, Custo Médio Ponderado de Capital - WACC e Valor Presente Ajustado - APV, em uma empresa com dívidas, já que, na teoria, embora as definições e variáveis consideradas em cada método sejam diferentes entre si, as abordagens fornecem a mesma resposta em termos de valor monetário. Assim, na fundamentação teórica do estudo descrevem-se os três métodos e discute-se a forma de sua utilização, na apresentação e discussão dos resultados apontam-se as semelhanças e diferenças existentes entre eles e analisam-se os resultados da avaliação. A pesquisa consiste de um estudo de caso com corte transversal, ou seja, são comparados os três métodos de avaliação de empresas, aplicados numa única organização em um determinado ponto no tempo. A aplicação prática da pesquisa foi desenvolvida na empresa Portobello S.A., sediada no município de Tijucas-SC. As três metodologias envolvem previsões de fluxos monetários futuros, descontando-os a valor presente, a uma taxa que reflete o risco envolvido no negócio. No entanto, os três métodos diferem nos detalhes de sua execução, especialmente no que se refere ao valor criado ou destruído como conseqüência de decisões financeiras. O método do APV analisa as decisões financeiras separadamente para, então, somá-las ao valor da empresa. No enfoque do WACC, os efeitos financeiros são contemplados na taxa de desconto, que é ajustada para conter todos os custos e benefícios de uma determinada estrutura de capital. No FTE, o montante captado por empréstimo é somado ao valor do capital próprio da empresa. Limitando-se apenas ao caso analisado, conclui-se que os três métodos utilizados na avaliação de uma empresa em funcionamento e que utiliza capital de terceiros apresentam resultados semelhantes. Os três enfoques são diferentes na forma de tratar os efeitos do endividamento da empresa, entretanto não deixam de os considerar. Teoricamente os três métodos devem resultar em valores idênticos, mas no caso analisado tal não ocorreu, principalmente pela quantidade de variáveis envolvidas nos cálculos de cada método.
12

Fluxos financeiros internacionais : riscos e administração das políticas monetária e cambial - uma análise aplicada às economias Latino-Americanas

Alves, Leonardo Carvalho January 2002 (has links)
Os mercados internacionais de capital cresceram dramaticamente desde meados da década de 60. Embora reflitam parcialmente as economias em expansão, o aumento do comércio mundial e a globalização da produção, os movimentos internacionais de capital envolvem também fatores puramente financeiros que se propagam com velocidade perceptivelmente maior. Assim, ainda que tenham permitido o alívio das restrições financeiras impostas pela crise da dívida dos anos 80, e melhorado os índices de eficiência e alocação de capital para o conjunto das economias da América Latina, os volumosos influxos financeiros também suscitaram preocupação em razão de seus efeitos sobre a estabilidade macroeconômica, a competitividade do setor exportador e as políticas de crescimento e desenvolvimento sustentado dessas economias. Neste contexto, aos policymakers, através do adequado gerenciamento das políticas micro e macroeconômicas, recai, em última instância, a responsabilidade em minimizar eventuais condições de desajuste estrutural e conseqüente incerteza, visto que ingressos elevados e repentinos de capital podem causar instabilidade mediante crescimento rápido do consumo, inflação crescente, valorização da taxa de câmbio real e déficits cada vez maiores de conta corrente.
13

Fluxo de caixa, lucro contábil e dividendos

Cupertino, César Medeiros January 2005 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio-Econômico. Programa de Pós-Graduação em Economia / Made available in DSpace on 2013-07-16T02:44:43Z (GMT). No. of bitstreams: 1 223475.pdf: 1030684 bytes, checksum: 899bf1a17cfca624faaf342477a0e4ca (MD5) / Esta dissertação compara modelos de avaliação de empresas teoricamente equivalentes, utilizando dados do período de 1995 a 2004 de firmas brasileiras, com o objetivo de identificar o poder de explicação das previsões obtidas em cada enfoque. Coloca-se em perspectiva três abordagens: desconto de dividendos, fluxos de caixa descontados e avaliação pelo lucro residual. O estudo foi conduzido por quatro hipóteses: (i) o fluxo de caixa apresenta maior acurácia - definida como o menor afastamento em relação ao valor real de mercado - e poder explanatório entre as alternativas concorrentes, (ii) o aumento do horizonte de previsão explícita aumenta o erro das estimativas de avaliação, independente do enfoque adotado, (iii) o fluxo de caixa é a abordagem que apresenta, relativamente, maior número de estimativas consideradas razoáveis e (iv) todos os modelos de avaliação apresentam poder incremental para explicar os preços de mercado das empresas. Os dados necessários ao desenvolvimento do trabalho foram obtidos na Economática e a estruturação da pesquisa envolveu, entre outros procedimentos, a aplicação dos modelos de avaliação, especificação e realização das regressões, e identificação de algumas características peculiares às empresas brasileiras. O estudo conclui que o modelo de fluxo de caixa apresenta a maior acurácia e poder explanatório em relação aos outros modelos (dividendos e lucro residual), assim como o maior número de estimativas consideradas razoáveis. A constatação segue uma direção divergente à conclusão de que o lucro residual é o modelo dominante, verificada em alguns estudos estrangeiros (FRANCIS et al., 2000; PENMAN e SOUGIANNIS, 1998; COURTEAU et al., 2000, entre outros). Constatou-se também que as variações no tamanho do horizonte de previsão explícita não têm uma relação direta ou inversa com as variações nos erros das estimativas. Observou-se, por fim, que a suposição de que todos os modelos de avaliação têm poder incremental para explicar o preço de ações não tem correspondência nos dados testados.
14

Modelo de fluxo de caixa prospectado para pequenas empresas comerciais à luz do seu ciclo de vida

Queji, Lívio Marcel January 2002 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção. / Made available in DSpace on 2012-10-19T22:43:34Z (GMT). No. of bitstreams: 0 / O presente estudo buscou desenvolver um modelo de fluxo de caixa prospectado para as pequenas empresas comerciais, à luz das suas diversas fases no ciclo de vida das organizações. Assim, realizou-se uma pesquisa de natureza exploratória, a fim de se obterem os elementos suficientes para se alcançarem os objetivos estabelecidos. A análise descritiva do trabalho compreendeu um estudo de caso realizado junto às três pequenas empresas comerciais selecionadas através de uma amostra intencional. A partir das quais, foram levantados os controles de gestão financeira, além de identificar a fase do ciclo de vida das organizações na qual cada uma se encontra. Verificou-se que cada uma das pequenas empresas estudadas na pesquisa está em uma fase diferenciada do ciclo de vida das organizações, apresentando, assim, necessidades informacionais também diferenciadas. A partir dessas observações elaborou-se um modelo de fluxo de caixa prospectado voltado às diferentes fases do ciclo de vida das pequenas empresas. Acredita-se que este instrumento de controle de gestão financeira poderá se transformar numa importante fonte de informações para os administradores e proprietários de pequenas empresas. A estrutura do modelo de fluxo de caixa prospectado contribui significativamente no processo de administração de caixa, ao auxiliar na identificação antecipada de possíveis faltas ou sobras de recursos no caixa, e ao manter o equilíbrio entre a liquidez e a rentabilidade. Conclui-se que a eficácia do modelo está atrelada diretamente ao constante monitoramento dos elementos que o compõem, bem como a observância da fase do ciclo de vida em que a empresa se encontra. No entanto, sua estrutura é flexível e pode ser adaptada a qualquer empreendimento de pequeno porte, seja do setor comercial, industrial ou de serviços.
15

Fluxos financeiros internacionais : riscos e administração das políticas monetária e cambial - uma análise aplicada às economias Latino-Americanas

Alves, Leonardo Carvalho January 2002 (has links)
Os mercados internacionais de capital cresceram dramaticamente desde meados da década de 60. Embora reflitam parcialmente as economias em expansão, o aumento do comércio mundial e a globalização da produção, os movimentos internacionais de capital envolvem também fatores puramente financeiros que se propagam com velocidade perceptivelmente maior. Assim, ainda que tenham permitido o alívio das restrições financeiras impostas pela crise da dívida dos anos 80, e melhorado os índices de eficiência e alocação de capital para o conjunto das economias da América Latina, os volumosos influxos financeiros também suscitaram preocupação em razão de seus efeitos sobre a estabilidade macroeconômica, a competitividade do setor exportador e as políticas de crescimento e desenvolvimento sustentado dessas economias. Neste contexto, aos policymakers, através do adequado gerenciamento das políticas micro e macroeconômicas, recai, em última instância, a responsabilidade em minimizar eventuais condições de desajuste estrutural e conseqüente incerteza, visto que ingressos elevados e repentinos de capital podem causar instabilidade mediante crescimento rápido do consumo, inflação crescente, valorização da taxa de câmbio real e déficits cada vez maiores de conta corrente.
16

Previsão do lucro contábil e do fluxo de caixa : análise por meio do Modelo Random Walk

Ribeiro, Virgínia Maria Azevedo Lima 07 December 2006 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Departamento de Economia, 2006. / Submitted by mariana castro (nanacastro0107@hotmail.com) on 2009-12-01T14:49:27Z No. of bitstreams: 1 Dissertacao Virgínia Maria Azevedo Lima Ribeiro.pdf: 222717 bytes, checksum: d484b16190190c314067ec8a1047cdbf (MD5) / Approved for entry into archive by Lucila Saraiva(lucilasaraiva1@gmail.com) on 2009-12-04T04:10:15Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Dissertacao Virgínia Maria Azevedo Lima Ribeiro.pdf: 222717 bytes, checksum: d484b16190190c314067ec8a1047cdbf (MD5) / Made available in DSpace on 2009-12-04T04:10:15Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Dissertacao Virgínia Maria Azevedo Lima Ribeiro.pdf: 222717 bytes, checksum: d484b16190190c314067ec8a1047cdbf (MD5) Previous issue date: 2006-12-07 / Estudos que avaliam a eficácia de algumas variáveis contábeis para fazer previsões de fluxos futuros de empresas com ações negociadas em bolsa têm adquirido relevância na literatura contábil e se constituído importante instrumento de avaliação da melhor forma de utilizar a informação contábil. Em recente pesquisa, Lev et al (2005), utilizando a técnica de projeção externa à amostra para períodos anuais, revelou que o fluxo de caixa das operações supera o lucro contábil ou se equivale a este nas projeções de quatro variáveis (Fluxo de Caixa das Operações, Fluxo de Caixa Livre, Lucro Operacional e Lucro Líquido) para períodos futuros de um ano, dois anos, e dois e três anos acumulados. Lustosa (2006), replicou a pesquisa de Lev et al (2005) para empresas listadas no mercado de capitais brasileiro e chegou a conclusões bastante semelhantes. O presente estudo avança no estudo de Lustosa (2006), avaliando, mediante utilização de um outro modelo de previsão (Random Walk), a eficácia da projeção das mesmas medidas, para um e dois anos à frente. Para permitir melhor comparação dos estudos, foi utilizada neste trabalho a mesma amostra de empresas de Lustosa (2006). O objetivo da pesquisa foi confirmar ou não os resultados obtidos naquele estudo. Para isso, foram realizadas previsões de quatro variáveis (1) Fluxo de Caixa das Operações, 2) Fluxos de Caixa Livre, 3) Lucro Líquido e 4) Lucro Operacional). As previsões das quatro variáveis foram feitas partindo-se de três variáveis contábeis, com o objetivo de verificar qual delas tem melhor capacidade de efetuar previsões. As variáveis testadas foram: 1) Fluxo de Caixa das Operações isolado, 2) Lucro Líquido e 3) Fluxo de Caixa das Operações em conjunto com os accruals de curto prazo. Os resultados obtidos não confirmam integralmente os resultados obtidos no estudo de Lustosa (2006). A análise dos desvios médios absolutos (DMA) dos erros de previsão mostram que os erros a partir do Lucro Líquido são menores do que os erros das previsões efetuadas a partir do Fluxo de Caixa das Operações isolado e em conjunto com os accruals. No entanto, pela realização do teste t, observou-se que de um modo geral os desvios médios absolutos dos erros de previsão das três variáveis dependentes não são estatisticamente diferentes, de modo que não se pode concluir – com base neste estudo - sobre a melhor capacidade preditiva do Lucro Líquido em relação ao Fluxo de Caixa Operacional. As exceções ocorreram nas previsões do Lucro Líquido, para um e dois anos à frente, e nas previsões do Fluxo de Caixa Livre, para um ano à frente. Nesses casos, o presente estudo permite concluir, com base na aplicação do modelo random walk, na forma como foi adotado nesta pesquisa, sobre a maior eficácia do Lucro Líquido para fazer previsões, comparativamente ao Fluxo de Caixa Operacional isolado ou em conjunto com os accruals. A análise das medianas dos erros de previsão e da correlação existente entre as estimativas e os valores reais das variáveis corroboraram de um modo geral os resultados das análises pelos desvios médios absolutos dos erros. Pelos resultados obtidos neste estudo observou-se ainda que a inclusão dos accruals não melhora as previsões efetuadas a partir do Fluxo Operacional isolado. _______________________________________________________________________________ ABSTRACT / Studies that evaluate the efficiency of some accounting variables in order to estimate future cash flows of publicly traded companies have acquired relevance in the accocunting literature and have become an important evalutation tool of the best way to use accounting information. In a recent research, Lev et al (2005), by making use of the out-of-sample predictions of future enterprise for annual periods, revealed that the operational cash flow surpasses accounting profit or is equal to this last one in forecats of four variables (operational cash flow, free cash flow, operational profit and net income) for future periods of one year, two years, and two and three accumulated years. Lustosa (2006) did the Lev et al (2005) research over for publicly traded Brazilian companies, and arrived at very similar conclusions. The present study advances the Lustosa (2006) research by evaluating, by using another prediction model (Random Walk), the efficiency of the prediciton of the same measurements, for one and two years ahead. To better compare the studies, this study uses the same sample of companies used by Lustosa (2006). The objective of the research was to confirm or not the results obtained in that study. In order to do so, four variables were predicted: (1) operational cash flow, (2) free cash flow, (3) net income and (4) operational income. Prediction of the four variables were made on the basis of four accounting variables with the objective to verify which one of them had the best capacity to carry out predictions. The variables tested were: 1) isolated operational cash flow, 2) net income and 3) operational cah flow in conjunction with the short term accruals. The results obtained did not confirm integrally the results arrived at by Lustosa (2006). The analysis of absolute average deviations (AMD) of prediction mistakes show that errors derived from the net income are smaller than those from the isolated operational cash flow and in conjuction with accruals. Nevertheless, a t test it was observed that in general absolute average deviations relatied to prediction errors for the three dependent variables are not statistically different, in such a that way that it is not possible to conclude – on the basis of this study – for the best predictive capacity of net income in relation to the operational cash flow. Exections occur in the predictions related to net income, for one and two years ahead, and in predictions of free cash flow for one year ahed. In such cases, the present study allow us to conclude, on the basis of the application of the random walk model, as adopted in this research, on the greater efficency of net income to make predictions, as compared to the isolated operational cash flow in conjuction with accruals. Median analysis of prediction erros and of the correlations existign between estimates and actual values for the variables confirm in a general way the results of the analysis by means of the average absolute deviations of errors. From the results obtained in this study it was observed furthermore that the inclusion of accruals do not improve predictions effected from the isolated operational cash flow.
17

Fluxos financeiros internacionais : riscos e administração das políticas monetária e cambial - uma análise aplicada às economias Latino-Americanas

Alves, Leonardo Carvalho January 2002 (has links)
Os mercados internacionais de capital cresceram dramaticamente desde meados da década de 60. Embora reflitam parcialmente as economias em expansão, o aumento do comércio mundial e a globalização da produção, os movimentos internacionais de capital envolvem também fatores puramente financeiros que se propagam com velocidade perceptivelmente maior. Assim, ainda que tenham permitido o alívio das restrições financeiras impostas pela crise da dívida dos anos 80, e melhorado os índices de eficiência e alocação de capital para o conjunto das economias da América Latina, os volumosos influxos financeiros também suscitaram preocupação em razão de seus efeitos sobre a estabilidade macroeconômica, a competitividade do setor exportador e as políticas de crescimento e desenvolvimento sustentado dessas economias. Neste contexto, aos policymakers, através do adequado gerenciamento das políticas micro e macroeconômicas, recai, em última instância, a responsabilidade em minimizar eventuais condições de desajuste estrutural e conseqüente incerteza, visto que ingressos elevados e repentinos de capital podem causar instabilidade mediante crescimento rápido do consumo, inflação crescente, valorização da taxa de câmbio real e déficits cada vez maiores de conta corrente.
18

Estudo do CFaR de uma empresa distribuidora de energia elétrica - caso CELPE

Moura, Wlademir Lacerda de 27 April 2012 (has links)
Submitted by Israel Vieira Neto (israel.vieiraneto@ufpe.br) on 2015-03-04T14:38:14Z No. of bitstreams: 2 license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5) Dissertação_Wlademir.pdf: 1036658 bytes, checksum: 04fe836142917907ff72a77d87b726a1 (MD5) / Made available in DSpace on 2015-03-04T14:38:14Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5) Dissertação_Wlademir.pdf: 1036658 bytes, checksum: 04fe836142917907ff72a77d87b726a1 (MD5) Previous issue date: 2012-04-27 / O setor de energia elétrica, sobretudo o voltado à distribuição, nos últimos anos vem sofrendo influencia de diversos fatores, que vão desde o econômico ao climático. Altamente regulamentadas, as concessionárias de energia elétrica possuem regras que eventualmente podem mudar ao longo dos ciclos tarifários, que ocorrem a cada quatro anos e de certa forma contribuir diretamente para o resultado financeiro das companhias. Outro aspecto de considerável relevância diz respeito ao social, que pode está diretamente correlacionado com o fator adimplência. O presente trabalho visa destacar as variáveis que de alguma forma contribuem direta ou indiretamente para com o desempenho do Fluxo de Caixa de Serviço da Companhia Energética de Pernambuco – CELPE, montando uma equação, através da metodologia de Regressão Dinâmica, que possa explicar seu desempenho e posteriormente calcular através de simulação Monte Carlo o seu Valor em Risco (CFaR) e poder dimensionar com esse resultado o impacto no Valor da empresa. Destarte, após realizadas todas as simulações observa-se que de fato, o fluxo de caixa da empresa é consideravelmente impactado pelas variáveis embutidas no modelo. Ao final, observas-se que a simulação com um CFaR de 5% proporcionou um valor da empresa 10,2% menor do que o contabilizado no cenário utilizando o Fluxo de Caixa de Serviço da CELPE calculado através do modelo de Regressão Dinâmica. Em termo absoluto essa redução representou R$ 303,94 milhões.
19

Avaliação de empresas em contexto inflacionário com base no fluxo de caixa descontado

Codorniz, Luiz Martins 20 December 1989 (has links)
Submitted by BKAB Setor Proc. Técnicos FGV-SP (biblioteca.sp.cat@fgv.br) on 2012-10-16T17:45:55Z No. of bitstreams: 1 1199000886.pdf: 25731089 bytes, checksum: 978ee6f99ee3ec35f2d12301634b1705 (MD5) / Desenvolvimento de um modelo de avaliação de empresas com base no fluxo de caixa descontado: em contexto inflacionário. O modelo utilizão 'Price level Accounting' para obter o fluxo de caixa em moeda constante. É apresentada uma aplicação simulada do modelo.
20

Contribuição à formação de um modelo de avaliação de empresas que considere as abordagens contábeis, econômicas e financeiras

Alaniz, Paulo Ricardo Pinto January 2003 (has links)
O objetivo geral desse estudo é analisar a aplicação da metodologia do fluxo de caixa descontado, comparando os resultados realizados em dois períodos (exercícios) com os resultados projetados. Nessa análise verifica-se que considerando a taxa do WACC de 14,5% e da perpetuidade de 2,5% como premissas para adoção da metodologia do fluxo de caixa descontado com a contabilidade a valores históricos, incluindo o ativo imobilizado acrescido de reavaliação e o registro de créditos tributários sobre prejuízos fiscais, as diferenças apuradas pelos dois critérios não são relevantes. A pesquisa sobre a utilidade do custo histórico como base de valor demonstrou que a principal vantagem na sua utilização está na sua objetividade de apuração dos valores e a principal desvantagem consiste em não considerar os efeitos da variação da moeda no tempo, na contabilidade. A utilização dos princípios de custo histórico corrigido e de valores de reposição (custo corrente) possibilita a identificação de informações gerenciais de alta qualidade, eliminando os efeitos da inflação, contudo a sua elaboração contém certo grau de complexidade e subjetividade que impõe cuidados adicionais e necessita de maiores recursos para manter-se atualizada. O tratamento quanto aos valores de saída/realização possui como principal restrição a subjetividade quanto a forma de sua apuração. O acompanhamento gerencial fornece um enriquecimento das informações, contudo a exemplo dos valores de custo corrente existem restrições quanto ao grau de complexidade necessária para sua apuração. Em empresas que tenham como principal ativo, os valores intangíveis, Iudícibus recomenda que sejam procedidas, pelo menos avaliações anuais dos intangíveis gerados. Os juros sobre o capital próprio deveriam ser tratados de maneira consistente, bem como correspondentes ao custo do capital próprio como forma de resolver a questão da falta de reconhecimento contábil do custo de oportunidade. As conclusões finais que podemos obter são de que o método do fluxo de caixa descontado representa uma tentativa de antecipar os resultados futuros a serem apurados de acordo com o princípio de custo histórico. Portanto, sua adoção não elimina a necessidade de manter-se a contabilidade que utiliza o custo como base de valor, bem como representa amelhor alternativa em termos de metodologia para apuração do valor da empresa, considerando uma empresa que pretende manter a continuidade de suas operações. Outra consideração é de que a empresa vale o seu valor líquido de realização na hipótese de uma venda ordenada ou o valor de seu fluxo de caixa futuro, dos dois o maior.

Page generated in 0.0557 seconds