• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 6
  • Tagged with
  • 6
  • 6
  • 2
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Performance de gênero não normativa na adolescência : contribuições da teoria do Self dialógico

Toledo, Davi Contente 24 March 2014 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Programa de Pós-Graduação em Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde, 2014. / Submitted by Ana Cristina Barbosa da Silva (annabds@hotmail.com) on 2014-11-06T15:31:29Z No. of bitstreams: 1 2014_DaviContenteToledo.pdf: 1054922 bytes, checksum: eaeb925699434126f5f4b7f6873a1547 (MD5) / Approved for entry into archive by Guimaraes Jacqueline(jacqueline.guimaraes@bce.unb.br) on 2014-11-11T15:18:16Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2014_DaviContenteToledo.pdf: 1054922 bytes, checksum: eaeb925699434126f5f4b7f6873a1547 (MD5) / Made available in DSpace on 2014-11-11T15:18:16Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2014_DaviContenteToledo.pdf: 1054922 bytes, checksum: eaeb925699434126f5f4b7f6873a1547 (MD5) / O objeto desta dissertação é o desenvolvimento dinâmico do sistema de self de adolescentes que apresentam performance de gênero não-normativa. Parte-se de uma perspectiva teórica sociocultural alinhada com a Teoria do Self Dialógico. O conceito de performance de gênero provém dos estudos feministas e da teoria queer. Esse conceito sustenta que o modo pelo qual os sujeitos se apresentam socialmente nunca é neutro, mas gendrado; e busca definir como as práticas culturais, discursos e instituições sociais participam desse processo. O adjetivo ‘não normativo’ destaca as divergências entre a expressão subjetiva de gênero e os padrões heteronormativos estabelecidos. As perspectivas adotadas no estudo consideram o desenvolvimento humano como um processo dual de continuidade-descontinuidade no tempo, que é experienciado pela pessoa em meio a contextos sociais heterogêneos. De acordo com as mesmas perspectivas, tensões e ambivalências são inerentes à construção dos sentidos e significados, os quais são considerados catalisadores de desenvolvimento. Considerando-se as especificidades da adolescência contemporânea, este se mostra um momento do ciclo de vida propício à investigação destes catalisadores desenvolvimentais. Uma das principais tensões vividas no processo de desenvolvimento refere-se à identidade sexual e de gênero. Cada sujeito experimenta e expressa o gênero de forma única, que se forma na coordenação entre valores socioculturais, sentidos e motivações subjetivas. O objetivo dessa investigação é ampliar a compreensão sobre o desenvolvimento do sistema de self, na adolescência, com o foco dirigido aos adolescentes com performance de gênero não normativa. A investigação considerou os contextos e aparatos de regulação social das expressões sexuais e de gênero. A base metodológica da investigação foi a Epistemologia Qualitativa. Considerando-se a natureza do objeto, adotou-se uma perspectiva idiográfica, tendo-se conduzido três estudos de caso no intuito de aproximar aos aspectos singulares e potenciais generalidades envolvidas na construção da identidade de gênero. Os participantes tinham de 15 a 18 anos. O momento empírico deu-se em um centro de saúde do adolescente, localizado em Brasília, DF, onde o próprio pesquisador atuava como psicólogo à época da coleta de dados. As informações foram obtidas a partir de sessões de entrevista com os adolescentes, as quais foram gravadas e transcritas, na íntegra, pelo pesquisador. Também foram considerados nas análises os prontuários clínicos dos adolescentes e outros registros de campo feitos pelo pesquisador, que se considerou igualmente participante do estudo. As análises exploraram a sistematização do movimento do Self de cada participante. Foram ainda analisados dois cenários de negociação de significados e reposicionamento pessoal dos participantes: as interações pesquisador-participantes (e potenciais diferenças entre o contexto clínico e de pesquisa); e os papeis da escola, família e instituições religiosas frente à socialização de gênero. Tais contextos são aqueles nos quais as vozes heteronormativas ecoam de modo mais evidente, entrando em conflito com a performance de gênero não-normativa exibida pelos adolescentes. Ao mesmo tempo, podem ser percebidos por eles como ambientes protetivos, acolhedores e de pertencimento. As tensões dialógicas geradas por esse tipo de ambivalência são as que possibilitam a emergência de novos significados e posições pessoais, nas quais as alternativas queer suscitam como uma possibilidade real para o sujeito, que una no mesmo sistema de self os processos únicos de desenvolvimento, sem ignorar os aparatos de regulação social do gênero. _______________________________________________________________________________________ ABSTRACT / The object of this dissertation is the developmental movement of the self system of adolescents who present non-normative gender performance and it adopts a sociocultural perspective aligned with the Dialogical Self Theory. The concept of gender performance comes from feminist and queer studies. It sustains that the social presentation of all subjects is never neutral, but always gendered, and defines how cultural practices, discourses and social institutions are involved in this process. The adejective non- normative refers to forms of gender expression that does not fit into the main heterosexual established standards. The perspectives adopted here conceive of human development as a somehow dual process of continuity-discontinuity in time, that is experienced by the subjects within heterogeneous social contexts. Following those perspectives, tensions and ambivalences are parts of the the construction of sense and meaning, being considered as catalysts for development. Due to the specific features of this stage into contemporary societies, adolescence is a propitious context for the investigation of developmental tensions. One of the main developmental tensions lived concerns gender and sexual identity. Each subject experiences gender in an unique fashion, as a product of the coordination of social-historical values and personal senses and motives. The goal of this investigation is to improve the understanding of the development of the self system along adolescence and the focus is directed to adolescents with non-normative gender performance. The investigation considered the contexts and the apparatuses of social regulation of sexual and gender expressions. The methodological basis of the investigation was Qualitative Epistemology. Considering the nature of the object, an idiographic perspective was adopted and three case studies were conducted aiming at understanding both the uniqueness and potential generalities of the process of gender identification of the participants. The three subjects were between 15 and 18 years old .The empirical moment occurred in a public health care center for teenagers, in Brasília, DF, where the researcher himself used to work as a professional psychologist while data construction was in course. Information was raised through interview sessions with adolescents, which were recorded and fully transcribed by the researcher. Clinical protocols and personal reports of the researcher were also considered. The analysis explored the movement of Selves of the participants. Besides, two scenarios of meaning negotiation and positioning dynamics were analyzed: the transactions researcher- participants (and differences between the clinical and research settings); and the role of school, family and religious settings in the process of gender socialization. The latter contexts are those in which the heteronormative voices echo in a more evident way, potentially in shock with the adolescents non-normative gender performance. At the same time those may also be meant as belonging, protective and affectively bonding environments. The dialogic tension generated by ambivalent positions leads to the emergence of novel meanings and personal positions, in which queerness figures as a real possibility for the Self, uniting unique developmental processes while not ignoring to the apparatuses of social regulation of gender.
2

A relação entre a voz e expressão de gênero : a percepção de pessoas transexuais

Barros, Alana Dantas 03 October 2017 (has links)
Mestrado (dissertação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva, 2017. / Submitted by Gabriela Lima (gabrieladaduch@gmail.com) on 2017-12-01T09:42:38Z No. of bitstreams: 1 2017_AlanaDantasBarros.pdf: 1063255 bytes, checksum: 052192183a45e5b76d3bab8b389054c3 (MD5) / Approved for entry into archive by Raquel Viana (raquelviana@bce.unb.br) on 2018-02-06T17:51:14Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2017_AlanaDantasBarros.pdf: 1063255 bytes, checksum: 052192183a45e5b76d3bab8b389054c3 (MD5) / Made available in DSpace on 2018-02-06T17:51:14Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2017_AlanaDantasBarros.pdf: 1063255 bytes, checksum: 052192183a45e5b76d3bab8b389054c3 (MD5) Previous issue date: 2018-02-06 / A voz está entre os fatores que influenciam a qualidade de vida para muitas pessoas trans, por ser um fator marcante na percepção de gênero, e a não conformidade da voz com o gênero, pode gerar sentimentos de inadequação. Na perspectiva da promoção da saúde integral das pessoas trans, devem ser considerados os aspectos relativos ao papel da voz e da comunicação relacionado na expressão de gênero. Diante disto, essa dissertação teve como objetivo analisar a percepção das pessoas trans sobre a relação entre sua expressão de gênero e suas interações sociais, através da voz e da comunicação, buscando a construção de uma reflexão considerando o contexto social e de saúde trans. O caminho metodológico percorrido, teve como abordagem a pesquisa qualitativa em saúde, e buscou-se no método da hermenêutica dialética, as bases teórico-filosóficas para o desenvolvimento, análise, interpretação e compreensão dos discursos dos(as) envolvidos(as). Foram realizadas entrevistas semiestruturadas com 05 mulheres transexuais e 13 homens trans, de diferentes cidades do Brasil, entre 18 e 64 anos. A análise dos dados possibilitou o surgimento de quatro categorias empíricas: Conforto quanto à expressão social de gênero; Importância da voz; Voz e expressão de gênero; e Atenção à saúde integral. As discussões refletiram sobre a dimensão subjetiva da voz quanto à expressão de gênero, buscando compreender as diferentes percepções das pessoas trans – compreendendo a voz como um fenômeno comportamental e subjetivo, que, se materializando nas interações sociais – nos possibilita conhecer e nos aproximar das diversidades e das possibilidades de expressão de gênero. Potencializando o desenvolvimento adequado de abordagens de promoção da saúde integral para essas pessoas, no intuito de superar as iniquidades em saúde e subsidiar a fonoaudiologia para contribuir com o bem-estar e a saúde das pessoas trans. / Voice is among the factors that influence the quality of life for many transgender people because it is a significant factor in the perception of gender and the nonconformity of the voice with the gender can generate feelings of inadequacy. In the perspective of promoting the comprehensive health of transgender people, aspects related to the role of voice and related communication in the expression of gender should be considered. Aiming at this, this dissertation aimed to analyze the perception of transgender people about the relationship between their gender expression and their social interactions, through voice and communication, seeking the construction of a reflection considering the social and trans health context. The methodological path covered was the qualitative research in health, the theoretical-philosophical bases for the development, analysis, interpretation, and understanding of the speeches of the participants were sought in the method of dialectical hermeneutics. As research instruments, a research diary was developed and semi-structured interviews were conducted with 05 transsexual women and 13 trans men from different cities of Brazil, aged between 18 and 64 years. The analysis of the generated data enabled the emergence of the following empirical categories: Comfort as to the social expression of gender; Importance of voice; Voice and gender expression; and Comprehensive health. The categories were interpreted in an integrated manner to the social and health context studied, articulated to the observations and interpretations of the research diary. The discussions allowed us to reflect on the subjective dimension of the voice regarding the expression of gender in order to understand the different perceptions of the trans people - understanding the voice as a behavioral and subjective phenomenon, which materializes in social interactions - enables us to know and approach the diversities and of the possibilities of gender expression. Potentializing the proper development of approaches to promote comprehensive health for these people, in order to overcome health inequities and subsidize speech therapy to contribute to the well-being and health of trans people. / La comunicación, verbal y no verbal, como un aspecto importante del comportamiento humano y la expresión de género. Siendo la voz un factor marcante en la percepción de género, la no conformidad de la voz con la expresión del mismo, puede generar sentimientos de inadecuación, teniendo un potencial impacto psicosocial sobre voz y comunicación en la expresión de género de hombres trans. Con el objetivo de analizar la percepción de los hombres sobre la expresión de género e interacciones sociales, influenciadas por la voz y la comunicación. Método: Investigación cualitativa de base teórico filosófica en la hermenéutica dialéctica, orientada por la noción de performatividad de género. En la que se realizaron entrevistas semiestructuradas por una fonoaudióloga con 14 hombres trans de varias regiones de Brasil con edades entre 18 y 42 años. Resultados y Discusión: El análisis de las entrevistas posibilitó el surgimiento de categorías analíticas relacionadas a la voz y comunicación en las interacciones sociales, involucrando las relaciones entre voz, salud e interacciones sociales y el soporte de profesional de la voz en la salud colectiva. Las categorías fueron interpretadas de manera integrada al contexto social y de salud estudiado. Conclusión: Comprender la perspectiva de los hombres sobre voz y comunicación, posibilita el desarrollo de enfoques de cuidado culturalmente competentes, sin patrones normativos de género, con comprensión y respeto a las individualidades y variadas maneras de expresión de género. En especial para la salud colectiva buscando equidad e integralidad en salud, ofreciendo subsidios para que la fonoaudiología pueda contribuir a la autoestima y salud de los hombres trans.
3

Divisão sexual do trabalho e inconsciente político : histórias de mulheres em formação profissional

Alves, Cândida Beatriz 11 December 2017 (has links)
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Programa de Pós-graduação em Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde, 2017. / Submitted by Raquel Almeida (raquel.df13@gmail.com) on 2018-03-01T18:26:45Z No. of bitstreams: 1 2017_CândidaBeatrizAlves.pdf: 1841052 bytes, checksum: e93c378ef37ad005b23c3271a6f7adbc (MD5) / Approved for entry into archive by Raquel Viana (raquelviana@bce.unb.br) on 2018-03-08T21:03:26Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2017_CândidaBeatrizAlves.pdf: 1841052 bytes, checksum: e93c378ef37ad005b23c3271a6f7adbc (MD5) / Made available in DSpace on 2018-03-08T21:03:27Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2017_CândidaBeatrizAlves.pdf: 1841052 bytes, checksum: e93c378ef37ad005b23c3271a6f7adbc (MD5) Previous issue date: 2018-03-08 / Nesta tese, centramo-nos sobre a formação da identidade de gênero e como essa se relaciona com a divisão sexual do trabalho, dando ensejo ao que chamamos de alienação de gênero; nosso foco recai sobre mulheres mães e trabalhadoras que fazem formação técnica. Fundamentamo-nos no materialismo histórico-dialético de Marx e Engels e na psicanálise de Freud e Lacan. Entendemos que os seres humanos se constituem em um processo histórico e social, no qual o trabalho é elemento central, e que atua sobre a formação do inconsciente. É nesse sentido que falamos em inconsciente capitalista. A relação entre gêneros não é ditada por princípios biológicos, mas é antes social e histórica e reflete a estrutura social na qual está inserida, o que envolve as relações de produção e reprodução no sistema capitalista. A mulher é marcada por uma dupla opressão: a opressão do sistema em si e a da divisão sexual do trabalho. A educação profissional assumiu várias formas ao longo da história do Brasil, mas a divisão de classes sociais e de gênero lhe é uma constante. Recentemente, foram feitas reformulações para fomentar uma educação técnica crítica e emancipadora, que ainda precisam ser estudadas. Nosso objetivo nesta pesquisa é compreender como mulheres mães, trabalhadoras e estudantes da educação profissional formam e vivenciam sua identidade de gênero, tendo em vista que essa é influenciada pela divisão sexual do trabalho constituinte de um inconsciente capitalista. Nossa tese é a de que o inconsciente dos sujeitos imersos nesse sistema, assim constituído, fornece conteúdos simbólico-afetivos para a constituição de sua identidade de gênero, formada de maneira binária e rígida com relação ao desempenho do trabalho dito produtivo e reprodutivo, bem como a características de personalidade associadas. Assim, ficam os sujeitos cerceados em seu potencial criativo na constituição de sua identidade de gênero, fenômeno que chamamos de alienação de gênero. Esta pesquisa foi realizada com sete alunas do curso técnico em secretariado do Campus São Sebastião do Instituto Federal de Brasília, também mães e trabalhadoras, com exceção de duas. No início da pesquisa, as alunas tinham entre 26 e 65 anos e tinham um ou dois filhos. Utilizamos dois dispositivos para a nossa pesquisa. O primeiro deles foi o método formulado por Michael Balint para a análise das práticas profissionais, que consiste em grupos em que o pesquisador permite a circulação da fala. Realizamos quatro encontros quando as alunas cursavam o primeiro semestre do curso. Após as alunas concluírem o curso, conversamos individualmente com cinco das sete participantes. Realizamos uma análise interpretativa das histórias a partir de uma leitura psicanalítica dos processos de elaboração psíquica, considerando a presença do inconsciente e as cadeias significantes produzidas. Na fala dessas mulheres, fica claro como estão submetidas, desde crianças, à rígida divisão sexual do trabalho constituinte do sistema capitalista. Essa condição aliena-as de um potencial criativo de constituição da própria identidade de gênero. As participantes relataram incertezas e desamparo ao se tornarem mães. Seus sentimentos contraditórios com relação aos filhos atestam o caráter não natural da maternidade. Com relação à formação técnica, observou-se que as motivações para fazer e permanecer no curso foram diversas e complexas. Uma formação que ignore isso é uma formação que se baseia em uma compreensão superficial e dicotômica de ser humano que não se sustenta. / In this thesis, we focus on the formation of gender identity and how this relates to a sexual division of labor, giving rise to what we call the alienation of gender; our focus is on women working mothers who do technical training. We are grounded in the historical-dialectical materialism of Marx and Engels and in the psychoanalysis of Freud and Lacan. We understand that human beings constitute themselves in a historical and social process, in which work is a central elemento, and which acts on the formation of the unconscious. It is in this sense that we speak of a capitalist unconscious. The relationship between genders is not dictated by biological principles, but is rather social and historical and reflects the social structure in which it is inserted, which involves the relations of production and reproduction in the capitalist system. Women are marked by a double oppression: the oppression of the system itself and that of the sexual division of labor. Professional education has taken many forms throughout the history of Brazil, but the division of social classes and gender is a constant. Recently, reformulations have been made to foster a critical and emancipatory technical education. Our objective in this research is to understand how women mothers, workers and students of professional education form and experience their gender identity, considering that this is influenced by the sexual division of labor constituent of a capitalist unconscious. Our thesis is that the unconscious of the subjects immersed in this system, thus constituted, provides symbolic-affective contents for the constitution of its gender identity, formed in a binary and rigid way with respect to the performance of the so-called productive and reproductive work, as well as associated personality traits. Thus, the subjects are restricted in their creative potential in the constitution of their gender identity, a phenomenon we call gender alienation. This research was carried out with seven students of the technical course in secretariat of the São Sebastião Campus of the Federal Institute of Brasilia. At the beginning of the survey, the students were between 26 and 65 years old. We used two devices for our research. The first one was the method formulated by Michael Balint for the analysis of the professional practices, that consists in groups in which the researcher allows the circulation of the speech. We held four meetings when the students attended the first semester of the course. After the students complete the course, we talked to five of the seven participants individually. An interpretative analysis of the stories was made from a psychoanalytic reading of the processes of psychic elaboration, considering the presence of the unconscious and the significant chains produced. In the speech of these women, it is clear how they are subjected to the rigid sexual division of the labor constituent of the capitalist system. This condition alienates them from a creative potential for the constitution of gender identity itself. Participants reported uncertainty and helplessness as they became mothers. Her conflicting feelings about her children attest to the unnatural character of motherhood. Regarding the technical training, it was observed that the motivations to do and to stay in the course were diverse and complex. A formation that ignores this is a formation that is based on a superficial and dichotomous understanding of a human being that does not hold.
4

O gênero no comportamento suicida : o sofrimento psíquico em dissidências sexuais

D’Albuquerque, Felipe de Baére Cavalcanti 26 June 2018 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, 2018. / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). / Este trabalho se propõe a discutir a expressão do gênero no comportamento suicida. O autoextermínio também é compreendido como um fenômeno gendrado, cuja construção discursiva é marcada por especificidades de gênero. Ademais, em sociedades machistas e heterossexistas como a brasileira, a não correspondência aos padrões normativos de sexualidade e de gênero podem se tornar fonte de intenso sofrimento psíquico, culminando nos óbitos e tentativas de suicídio. Com base nesse entendimento, o objetivo do presente estudo foi analisar a presença do gênero no comportamento suicida através de duas perspectivas: na leitura de dados epidemiológicos e em entrevistas abertas com homens e mulheres de diferentes orientações sexuais que já manifestaram tentativas de suicídio. Nesse sentido, a presente dissertação é composta por três artigos. O primeiro deles teve como objetivo analisar, sob a perspectiva de gênero, o comportamento suicida a partir de dados epidemiológicos, já existentes e produzidos, envolvendo óbitos e tentativas de autoextermínio no Distrito Federal. Verificou-se distinções entre a frequência de óbitos e de tentativas de suicídio entre homens e mulheres, além de valores de gênero presentes nos aspectos sociodemográficos, como faixa etária, raça/cor, escolaridade, situação conjugal, entre outros elementos existentes nos documentos analisados. O segundo teve como escopo analisar qualitativamente, por meio das teorias das masculinidades, as vivências de homens gays, bissexuais e heterossexuais que já manifestaram o comportamento suicida. Ao final, as categorias identificadas apontaram para similaridades e distinções nas narrativas de cada grupo de orientação sexual e evidenciaram a forma como a não correspondência à masculinidade hegemônica se expressa nas sexualidades estudadas. Na mesma direção do segundo, o terceiro artigo buscou analisar qualitativamente as vivências de mulheres bissexuais, lésbicas e heterossexuais que já manifestaram o comportamento suicida. Ao final, nas categorias levantadas, destacou-se o impacto das violências de gênero, dos ideais estéticos e do término dos relacionamentos no sofrimento psíquico das entrevistadas. A partir dos artigos, foi observada a necessária consideração do gênero nas pesquisas no campo da suicidologia, o que também envolve a apreciação dos dados epidemiológicos, no que tange os aspectos sociodemográficos. Além disso, por meio das entrevistas, verificou-se a importância do investimento em pesquisas qualitativas neste campo, a fim de investigar o impacto dos contextos sociais adoecedores na manifestação do comportamento suicida. / This work aims to discuss the gender expression in suicidal behavior. Self-extermination is also understood as a gendered phenomenon, whose discursive construction is marked by gender specificities. Moreover, in sexist and heterosexist societies such as Brazil, noncompliance with normative standards of sexuality and gender can become a source of intense psychic suffering, culminating in suicide deaths and attempts. Based on this understanding, the objective of the present study was to analyze the presence of gender in suicidal behavior from two perspectives: in the reading of epidemiological data and in open interviews with men and women of different sexual orientations who have already manifested suicide attempts. The present dissertation is composed of three articles. The first one aimed at analyzing, from a gender perspective, suicidal behavior based on epidemiological data, already existing and produced, involving deaths and attempts at self-extermination in the Federal District. Differences were found between the frequency of suicide deaths and suicide attempts among men and women, as well as gender values present in sociodemographic aspects, such as age, race/color, schooling, marital status, among other elements in the documents analyzed. The second objective was to qualitatively analyze, through the theories of masculinities, the experiences of gay, bisexual and heterosexual men who have already manifested suicidal behavior. In the end, the categories identified pointed to similarities and distinctions in the narratives of each sexual orientation group and evidenced how the non-correspondence to hegemonic masculinity is expressed in the studied sexualities. In the same direction as the second, the third article sought to qualitatively analyze the experiences of bisexual, lesbian and heterosexual women who have already manifested their suicidal behavior. At the end, in the categories raised, the impact of gender violence, aesthetic ideals and the termination of relationships in the psychic suffering of the interviewees was highlighted. From the articles, it was observed the necessary consideration of the gender in the researches in the field of suicidology, which also involves the appreciation of the epidemiological data, regarding the sociodemographic aspects. In addition, through interviews, the importance of investing in qualitative research was verified in this thematic, in order to investigate the impact of social illness contexts on the manifestation of suicidal behavior.
5

Rio, 40 graus : representações das mulheres negras no filme de Nelson Pereira dos Santos (1955)

Nascimento, Renata Melo Barbosa do 11 June 2014 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Programa de Pós-Graduação em História, Área de Concentração: Sociedade, Cultura e Política, 2014. / Submitted by Ana Cristina Barbosa da Silva (annabds@hotmail.com) on 2014-11-18T17:16:11Z No. of bitstreams: 1 2014_RenataMeloBarbosadoNascimento.pdf: 1530269 bytes, checksum: 0f833948460376ae2da46d0463ea1507 (MD5) / Approved for entry into archive by Patrícia Nunes da Silva(patricia@bce.unb.br) on 2014-11-19T10:03:45Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2014_RenataMeloBarbosadoNascimento.pdf: 1530269 bytes, checksum: 0f833948460376ae2da46d0463ea1507 (MD5) / Made available in DSpace on 2014-11-19T10:03:45Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2014_RenataMeloBarbosadoNascimento.pdf: 1530269 bytes, checksum: 0f833948460376ae2da46d0463ea1507 (MD5) / Esta dissertação tem como tema de estudo as representações das mulheres negras difundidas no filme Rio, 40 Graus (1955) de Nelson Pereira dos Santos. Com base nos estudos feministas e de gênero, buscamos historicizar/desnaturalizar estas representações, enfatizando as suas condições de produção. Essa desnaturalização, no desvelamento do caráter histórico e cultural das representações, permite que outras representações possam ser construídas e veiculadas, pondo em questionamento imagens que foram tomadas como verdadeiras e naturais acerca das mulheres negras no Brasil. Permite ainda a compreensão de que as mulheres negras são sujeitos com subjetividades plurais e múltiplas, que não são fixas ou permanentes, e que, portanto, se transformam e se relacionam com vários outros aspectos da vida social (classe, raça, profissão, geração, etc.). _______________________________________________________________________________________ ABSTRACT / This Master´s Thesis aims to study the representations of black women as propagated in the movie Rio, 40 graus (1955), by Nelson Pereira dos Santos. Based on feminist and gender studies, we seek to historicize/deconstruct such representations by emphasizing the conditions under which they were produced. This denaturalization, by unveiling their historical and cultural nature, allows other representations to be built and conveyed, questioning thus portrayals of Brazilian black women that were accepted as true and natural. Further, it allows the understanding that black women are subjects with plural and multiple subjectivities, which are not fixed or permanent, and that therefore are susceptible to transformation and related to several other aspects of social life (class, race, profession, generation etc.).
6

“Revesti-vos do homem novo”: um estudo sobre masculinidades no contexto da Renovação Carismática Católica / "Clothe yourselves with the new man": a study on masculinities in the context of the Catholic Charismatic Renewal

Lima, Eden Erick Hilario Tenorio de 17 December 2012 (has links)
This work aims to study the construction of gender identities─specifically the masculinities─of the Charismatic Renewal adepts, understanding how the meeting of the nuances of religious elements present in Catholicism, inside the Catholic Charismatic Renewal and Sharing Group of Professionals─ or professionals of the kingdom─coincides in confrontation with the models of masculinity and sexuality from the occident─ mundane sayings - about sexual and gender behaviorofits members.To this purpose, was realized participative observation, using questionnaires and structured interviews with members of the Maceió’s Sharing Group of Professionals, which meets at the Catholic Charismatic Renewal head quarters of Alagoas.It was noticed a redefinition in majoritarian modelofmasculinity due to the appreciation of assets acquired in this religious context,without, however, fail to be an oscillation of values between which recommends the religion and the process of transformation and disintegration of the strict standards of sex and gender present in Occidental societies. Thus, it was possible to demonstrate that the professionals of the kingdom,inserted in the on text of modernity, have over influence did entities and perceive themselves in a manipulation game of the seidentity elements of fered by different sources disseminated in the social group. / FAPEAL - Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas / O presente trabalho se propõe a estudar a construção das identidades de gênero─ especificamente as masculinidades─dos adeptos da Renovação Carismática, compreendendo de que modo a reunião das nuances de elementos religiosos presentes no catolicismo, na Renovação Carismática Católica/RCC e no Grupo de Partilha de Profissionais/GPP─ ou profissionais do reino─incidem, em embate com os modelos de masculinidade e sexualidade ocidentalizados─ditos mundanos─ sobre o comportamento sexual e de gênero de seus membros. Para tal, realizou- e observação participante, aplicação de questionários e entrevistas semiestruturadas com os integrantes do GPP/Maceió, que se reúne na sede da RCC de Alagoas. Percebeu-se uma ressignificação do modelo majoritário de masculinidade em função da valorização de valores adquiridos nesse contexto religioso sem, no entanto, deixar de haver uma oscilação de valores entre o que recomenda a religião e o processo de transformação e esfacelamento dos padrões rígidos de sexo e gênero presentes nas sociedades ocidentalizadas. Assim, foi possível demonstrar que os profissionais do reino, inseridos no contexto de modernidade, possuem identidades multiinfluenciadas e se percebem em um jogo de manipulação desses elementos identitários oferecidos por diferentes fontes espalhadas na teia social.

Page generated in 0.1179 seconds