• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 100
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 1
  • Tagged with
  • 102
  • 102
  • 40
  • 40
  • 36
  • 19
  • 16
  • 14
  • 13
  • 12
  • 12
  • 12
  • 11
  • 10
  • 10
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

O protesto na festa : política e carnavalização nas paradas do orgulho de lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais (LGBT) / The protest at the party : politics and carnavalization on lesbian, gay, bisexual, tranvestite and transsexual (LGBT) pride parades

Jesus, Jaqueline Gomes de 22 October 2010 (has links)
Tese (doutorado)-Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, 2010. / Submitted by Elna Araújo (elna@bce.unb.br) on 2011-05-25T21:37:46Z No. of bitstreams: 1 2010_JaquelineGomesdeJesus.pdf: 1400782 bytes, checksum: 79ca15a04c518ba42030be82b87a4681 (MD5) / Approved for entry into archive by Daniel Ribeiro(daniel@bce.unb.br) on 2011-05-26T00:11:32Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2010_JaquelineGomesdeJesus.pdf: 1400782 bytes, checksum: 79ca15a04c518ba42030be82b87a4681 (MD5) / Made available in DSpace on 2011-05-26T00:11:32Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2010_JaquelineGomesdeJesus.pdf: 1400782 bytes, checksum: 79ca15a04c518ba42030be82b87a4681 (MD5) / Paradas do Orgulho de Lésbicas, Gays, Bissexuais e Travestis e Transexuais (LGBT) são eventos de ordem política para a população LGBT, articulações sociais representativas da racionalidade das manifestações de massa, conforme apregoado por Surowiecki (2004). Iniciadas nos Estados Unidos durante os anos 70, enquanto marchas políticas de denúncia da violência, da criminalização e da patologização das pessoas LGBT, foram absorvidas e adaptadas à cultura brasileira, desvinculando-se das tradições de seu surgimento. São organizadas por grupos de defesa dos direitos humanos de LGBT, que se inscrevem no modelo que Gohn (1991) define como o dos novos movimentos sociais. Visto que a ação das paradas indica uma relação dinâmica e conflituosa entre os grupos excluídos e a sociedade que os oprime, sugere-se que vem ao encontro do que é defendido por Moscovici (1981) no que tange às minorias ativas. A presente Tese objetivou investigar a compreensão dos participantes das Paradas do orgulho LGBT acerca da natureza e do grau de sua participação política nesse evento, analisando evocações e discursos de participantes de Paradas do Orgulho LGBT acerca da Parada e sua constituição política e festiva. O estudo foi dividido em três estudos, com um número total de participantes 214 (duzentas e quatorze) pessoas. No primeiro estudo, cujo objetivo era identificar as percepções gerais de participantes de Paradas acerca desse evento, a fim de contribuir com subsídios para uma pesquisa mais aprofundada, foram analisadas as evocações feitas pelos participantes de Paradas das cidades de Brasília e de Goiânia, no ano de 2007, acerca do tema ―Parada‖, utilizando um instrumento de evocação, cujos resultados foram analisados por meio do software Evoc (Vergès, 2000). O segundo estudo, realizado em Brasília, no ano de 2008, investigou percepções de mulheres participantes e organizadoras de paradas, tendo como referência teórico-empírica as questões de gênero, tendo como objetivo entender as particularidades das mulheres que organizam ou que apenas participam desses eventos, e fazendo uso de entrevistas semi-estruturadas que foram analisadas de acordo com análise do discurso orientada pela leitura crítica proposta por Gill (2003), a qual articula a fala do sujeito com o contexto vivido, e não com questões universais. O terceiro estudo, cujo objetivo era aprofundar os temas encontrados no primeiro e no segundo estudo, foi pautado por entrevistas semi-estruturadas, realizadas durante a Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, de 2009, as quais foram analisadas por meio do software Alceste (Reinert, 1990, citado em Oliveira e cols., 2003; Reinert, 1983, 1990, 1993 e 1998, citado em Kronberger e Wagner, 2003). A parte empírica da Tese, que detalha a metodologia, explica mais aprofundadamente as razões para que cada estudo tenha sido feito em uma cidade diferente, dentre elas o fato de a coleta de dados ter ocorrido durante as Paradas, quando era possível entrevistar um número significativo de participantes. Por essa razão, ocorreram em datas diferentes, aproveitando-se a realização das paradas que ocorriam em diferentes datas nos diferentes lugares. Concluiu-se que as percepções de participantes e de organizadores das Paradas do Orgulho LGBT não necessariamente concordam, porém se identifica coesão entre os respondentes no que se refere à compreensão da Parada como um ato político e, ao mesmo tempo, festivo, além da noção de que a possibilidade de demonstrarem nesses eventos quem são e como preferem viver é, em si, um ato de manifestação política para além dos mecanismos tradicionais de participação política. Um protesto festivo. ________________________________________________________________________________________ ABSTRACT / Lesbians, Gays, Bissexuals, Travestites and Transsexuals (LGBT) pride parades are events of political order to LGBT population, social articulations representative of the rationality of the mass manifestations, as defended by Surowiecki (2004). Begun at the United States during the seventies, as political marchs of denounce of the violence, of the criminalization and of the pathologization of the LGBT people, they were absorbed and adapted to the Brazilian culture, getting farther from the traditions of its arouse. They are organized by groups of defense of the LGBT human rights, which are inscribed at the model that Gohn (1991) defines as that of the new social movements. Seen that the action of the parades indicates a dynamic and conflictuous relation between the excluded groups and the oppressing society, it is suggested that it comes in accord to what is defended by Moscovici (1981) in what attains to the active minorities. The present Thesis aimed to investigate the comprehension of the participants of the LGBT Pride Parades about the nature and the level of their political participation in that event, analyzing evocations and discourses of the participants of the LGBT Pride Parades on the Parade and its political and carnivalized constitution. The study was divided into three researchs, with a total number of 214 (two hundred and fourteen) people. In the first research, which aim was to identify the general perceptions of the participants of the Parades on this event, in order to contribute with resources to a deeper research, were analysed the evocations given by the participants of the Parades of the cities of Brasília and Goiânia, in the year 2007, about the theme ―Parade‖, by means of a instrument of evocation whose results were analyzed through the software Evoc (Vergès, 2000). The second research, realized at Brasília, in the year 2008, investigated perceptions of women participants and organizers of Parades, having as theorical-empirical reference gender matters, having as objective understand the particularities of the women who organize or just participate of these events, and using half-structured interviews that were analyzed according to discourse analysis oriented by critical lecture proposed by Gill (2003), that articulates the speech of the subject with the living context, not with universal questions. The third research, whose objective was to deepen the themes found in the first and in the second research, was guided by half-structured interviews, realized during the LGBT Pride Parade of Sao Paulo, of 2009, which were analyzed through the software Alceste (Reinert, 1990, cited in Oliveira and cols., 2003; Reinert, 1983, 1990, 1993 and 1998, cited in Kronberger and Wagner, 2003). The empirical part of the Thesis, that details the methodology, explain more deeply the reasons for each study having being done at a different city, among them the fact of the data collection having occurred during the Parades, when it was possible to interview a significant number of participants. For that reason, occurred in different dates, getting use of the realization of the parades that occurred in different data in the different places. It was concluded that the perceptions of the participants and of the organizers of the LGBT Pride Parades not necessarily agree, although it is identified cohesion between the respondents in what refers to the comprehension of the Parade as a political act and, at the same time, a festive one beyond the notion that the possibility of them to demonstrate in these events who they are and how they would rather to live is, in itself, an act of political manifestation beyond the traditional mechanisms of political participation. A festive protest.
2

Representações das identidades lésbicas na telenovela Senhora do Destino

Gomide, Silvia del Valle January 2006 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Comunicação, 2006. / Submitted by Priscilla Brito Oliveira (priscilla.b.oliveira@gmail.com) on 2009-11-23T20:45:37Z No. of bitstreams: 1 dissert Silvia del Valle Gomide.pdf: 2111675 bytes, checksum: 421cf001dd7c7ce700944cd7498efdb4 (MD5) / Approved for entry into archive by Carolina Campos(carolinacamposmaia@gmail.com) on 2010-01-21T19:22:48Z (GMT) No. of bitstreams: 1 dissert Silvia del Valle Gomide.pdf: 2111675 bytes, checksum: 421cf001dd7c7ce700944cd7498efdb4 (MD5) / Made available in DSpace on 2010-01-21T19:22:48Z (GMT). No. of bitstreams: 1 dissert Silvia del Valle Gomide.pdf: 2111675 bytes, checksum: 421cf001dd7c7ce700944cd7498efdb4 (MD5) Previous issue date: 2006 / O objetivo dessa dissertação é verificar que representações sociais de identidades lésbicas estão sendo construídas pela ficção seriada brasileira no início desse século. Nosso objeto de estudo é a forma como foi representado o casal da novela Senhora do Destino, formado por duas mulheres, Eleonora (Mylla Christie) e Jenifer (Bárbara Borges). A telenovela foi veiculada pela Rede Globo de Televisão em 2004/2005 e atingiu picos de 81% da audiência. As duas personagens, ao longo dos oito meses de exibição da trama, passaram por um processo de publicização de sua homossexualidade, optaram por coabitar e chegaram ao fim da narrativa juntas e com um filho adotivo. Com base na teoria Queer para analisar as implicações de gênero dos Estudos Culturais na abordagem das questões que envolvem a comunicação de massa e a teoria das Representações Sociais para verificar como são construídos os estereótipos sobre as lésbicas na sociedade brasileira nesse início de século, realizamos análise de conteúdo das principais imagens e diálogos das personagens. A fim de perceber algumas formas como o casal foi interpretado pelo público, analisamos os diálogos travados por um grupo de telespectadores em uma comunidade na Internet destinada a comentar o romance do casal Eleonora e Jenifer. Chegamos à conclusão de que o casal formado por Eleonora e Jenifer representa uma inovação na narrativa ficcional brasileira sobre o amor entre mulheres, por ter sido retratado dentro dos moldes do amor romântico e, ao fim da história, ter constituído um agrupamento familiar dentro dos moldes heterossexuais – coabitação, monogamia e socialização de crianças. Ainda que circunscrito dentro da simulação do padrão hegemônico, o casal é tratado de forma discriminatória comparativamente aos casais heterossexuais, sendo vítima de preconceitos e censura, principalmente em relação às manifestações físicas de afeto. O grupo de espectadores em estudo demonstrou reações ambivalentes sobre a representação do casal. A satisfação pela conquista de visibilidade na mídia caminhou conjuntamente com a frustração pela discriminação com que o casal foi retratado. Um dos principais e recorrentes desejos desse grupo de telespectadores foi que um beijo romântico entre as duas mulheres pudesse ter sido mostrado na televisão. Também houve demanda pela inserção do amor homossexual dentro do âmbito da “normalidade”, de forma que o casal pudesse ser representado como mais um par na trama ficcional. _______________________________________________________________________________ ABSTRACT / The pourpose of this work is to verify which social representations of lesbian identities are being made by brazilian soap-operas in the beginning of this century. Our study object is how the lesbian couple Eleonora (Mylla Christie) and Jenifer (Bárbara Borges) broadcasted in Senhora do Destino (Lady of Destiny) was represented. This soap-opera was on air in Rede Globo de Televisão in 2004/2005 and had audience highs of 81%. The lesbian characters during the eight mothns of the broadcasting went trought coming out, decided to live together and at the end of the story adopted a baby. Based on Queer Theory to analise gender issues, Cultural Studys to observe the media aspects and Social Representation Theory to go through stereotypes about lesbians in brazilian society in the beginning of this century, we analised the most importante images and dialogues of the characters. In order to discover ways in which the lesbian couple was seen by the audience we have analised dialogs of a group of viewers in one Internet community created to discuss Eleonora and Jenifer´s romance. We concluded that the lesbian couple represents an inovation in brazilian fictional narrative about same sex love. The couple was portrayed in the romantic love basis and ended up building a family emulating a straight one: living together, monogamous and raising a child. But the couple was represented with prejudice when compared to the straigh couples of the narrative. Eleonora and Jenifer were victims of prejudice and censorship, specially in relation to the fisical manifestations of love. The viewers group we studied has shown ambivalent reactions to the lesbian couple representation. In spite of the hapiness for the media visibility, the group showed frustration for the prejudice portraied against the lesbian couple. We noticed also in this group wishes that the lesbian couple could be shown like a “normal” couple, just like any other romantic pair in the story.
3

Acesso e qualidade da atenção à saúde para a população LGBT : a visão dos médicos de uma capital do nordeste brasileiro

Pereira, Edson Oliveira 24 March 2015 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva, 2015. / Submitted by Fernanda Percia França (fernandafranca@bce.unb.br) on 2016-04-27T18:10:16Z No. of bitstreams: 1 2015_ EdsonOliveiraPereira.pdf: 1071703 bytes, checksum: 9629df3ed7493c51a1d69b63cbbd365b (MD5) / Rejected by Guimaraes Jacqueline(jacqueline.guimaraes@bce.unb.br), reason: Fernanda, por favor, separar as palavras do resumen, pois estão agrupadas. Grata, Jacqueline on 2016-04-29T15:46:26Z (GMT) / Submitted by Fernanda Percia França (fernandafranca@bce.unb.br) on 2016-04-29T17:36:43Z No. of bitstreams: 1 2015_ EdsonOliveiraPereira.pdf: 1071703 bytes, checksum: 9629df3ed7493c51a1d69b63cbbd365b (MD5) / Approved for entry into archive by Guimaraes Jacqueline(jacqueline.guimaraes@bce.unb.br) on 2016-05-02T15:41:00Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2015_ EdsonOliveiraPereira.pdf: 1071703 bytes, checksum: 9629df3ed7493c51a1d69b63cbbd365b (MD5) / Made available in DSpace on 2016-05-02T15:41:00Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2015_ EdsonOliveiraPereira.pdf: 1071703 bytes, checksum: 9629df3ed7493c51a1d69b63cbbd365b (MD5) / A presente dissertação teve como objetivo discorrer no campo teórico sobre a formação de estigma para a diversidade sexual, heteronormatividade e homofobia, bem como sobre a ação desses fatores sobre a saúde da população LGBT, as reações de enfrentamento dos movimentos sociais e suas influências sobre elaboração de políticas públicas. A dissertação apresenta como resultado prático um artigo fruto de um estudo que investigou a percepção de médicos de unidades básicas sobre o acesso e a qualidade de atenção à população LGBT. A amostra foi formada pelos discursos transcritos após entrevista semiestruturada com profissionais médicos de sete Unidades de Saúde da Família de diferentes regiões de Teresina, capital piauiense, entre as 22 existentes, e examinadas pelo método hermenêutico-dialético por meio do qual se pretendeu demonstrar as ideologias e moralidades subjacentes às falas.Quatro principais categorias analíticas emergiram: 1. Percepção confusa entre universalidade e equidade, 2. Patologização e percepção de anormalidade na condição, 3. Negação de barreira ao acesso e imputabilidade da ausência de procura do serviço aos próprios sujeitos, e 4. Baixa demanda do grupo LGBT ou invisibilidade da condição. Os resultados da presente pesquisa apontam para a substantiva relação estigmatizante entre os profissionais médicos entrevistados com a população LGBT. Evidenciando o grande desafio que é a implementação da Política Nacional de Saúde Integral da População LGBT e a forte necessidade da mudança na perspectiva médica quanto ao respeito à diversidade sexual. É notória a necessidade da aplicação e fortalecimento de ações eficientes que visem a mudança dos pensamentos e práxis da classe médica com vistas a diminuir os processos de violência simbólica, estigmas e LGBTfobia. / This work aims to discuss the theoretical field on stigma training for sexual diversity, heteronormativity and homophobia, as well as the effect of these factors on the health of the LGBT population, coping reactions of social movements and their influences on development public policy. The dissertation presents practical result as a fruit article from a study investigating the perception of medical basic units on access and quality of care to the LGBT population. The sample was formed by transcribed speeches after semistructured interviews with medical professionals from seven health units of the Family from different regions of Teresina, Piauí capital, among the 22 existing and examined by the hermeneutic-dialectic method by which it was intended to demonstrate the ideologies and underlying morals to task. Four key analytical categories emerged: 1. confused perception between universality and equity, and 2. Pathologization perception abnormality condition, barrier 3. Denial of access and accountability to the lack of demand for the service to the subjects themselves, and 4. Low demand LGBT group or invisibility of the condition. The results of this study point to the substantive relationship stigmatizing among medical professionals interviewed with the LGBT population. Highlighting the major challenge is the implementation of the National Policy on Comprehensive Health of LGBT population and the strong need for change in medical perspective on the respect for sexual diversity. These findings emphasize the need for the implementation and strengthening of efficient actions aimed at changing the thinking and practice of the medical profession to diminish the processes of symbolic violence, stigma and LGBTfobia.
4

O Corpo da roupa : a pessoa transgênera entre a transgressão e a coformidade com as normas de gênero

Lanz, Leticia January 2014 (has links)
Orientadora: Profª. Drª. Miriam Adelman / Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Sociologia. Defesa: Curitiba, 10/06/2014 / Inclui referências / Resumo: Muito se escreveu e ainda se escreve sobre travestis, transexuais, crossdressers e dragqueens no Brasil, mas praticamente não há registro escrito a respeito da condição transgênera - ou transgeneridade - como é internacionalmente conhecido o fenômeno sociológico de desvio ou transgressão das normas de conduta estabelecidas pelo dispositivo binário de gênero, fato que caracteriza todas essas identidades, fazendo com que elas sejam consideradas gênero-divergentes e, em razão disso, marginalizadas, excluídas e estigmatizadas pela sociedade. Transgênero é um termo ?guarda-chuva', destinado a reunir debaixo de si todas essas identidades gênero-divergentes, ou seja, identidades que, de alguma forma e em algum grau, descumprem, ferem e/ou afrontam o dispositivo binário de gênero. Transgênero tampouco diz respeito ao gay (ou lésbica ou bi) ?mais afetado', como não deve ser considerado como doença mental ou comportamento depravado, tratando-se apenas e tão somente de uma circunstância sociopolítica de inadequação às normas de conduta de gênero. A pessoa transgênera vive permanentemente dividida e tensionada entre a transgressão dessas normas e a busca pela conformidade com elas, só que, em geral, dentro de uma categoria de gênero que é oposta àquela em que a pessoa foi enquadrada ao nascer. Mas o ?estado de conflito' em que a pessoa transgênera é habitualmente descrita nunca foi dela com ela mesmo, ou da sua subjetividade com a sua corporalidade, mas a consequência imediata da sua transgressão das normas sociais de gênero, através de ?pensamentos, palavras, atos e omissões' . Se o dispositivo binário de gênero fosse algo ao menos flexível, se não comportasse apenas duas e somente duas identidades socialmente legitimadas (masculino e feminino) não haveria a menor possibilidade de ocorrer qualquer tipo de transgressão de gênero, nenhuma pessoa seria classificada como transgênero ou gênero-divergente. Neste trabalho perguntamos até que ponto a transição de um gênero para outro pode ser considerada transgressão do dispositivo binário de gêneros ou constitui apenas ?uma outra forma' de confirmação e ratificação dessa mesma norma? Dito de outra forma, até que ponto a transição de um gênero para outro representa afronta e violação das normas e estereótipos de gênero ou não passa de premeditada e deliberada estratégia de reinserção ao dispositivo binário de gênero? Isso nos demanda investigar em que o comportamento transgênero viola e subverte a ordem binária de gêneros, apresentando elementos de transgressão e de subversão do dispositivo de gênero e em que ele apenas reifica e ratifica essa mesma ordem, apresentando elementos de conformidade e aceitação da ordem binária de gêneros. Palavras-chave: transgênero, transgeneridade, transgressão de gênero, estudos transgêneros, travesti, transexual, crossdresser, crossdressing, travestismo masculino, identidade de gênero, identidades gênero-givergentes, expressão de gênero, dispositivo binário de gênero, normas de gênero, transfobia, transição, passabilidade. / Abstract: Much has been written and still writes about transsexuals, crossdressers and dragqueens in Brazil, but there are virtually no written record about the transgender or about transgenderism, the sociological phenomenon of social deviation of gender binary which consists essentially in the transgression of the gender norms that causes individuals to be considered gender-deviant and because of this, marginalized, excluded and stigmatized by society. Transgender is an 'umbrella' term, designed to gather all these gender-deviant identities, ie, identities that in some way and to some degree violate, injure and/or confront the gender binary. The word transgender definitely don't refer to gay (or lesbian or bissexual) people which occasionally crossdress and/or look forward sex reassignement, as well as transgender should not be regarded as mental illness or perverted behavior. Transgender is solely a sociopolitical circumstance of one‘s gender behavior doesn't match the gender standards of society. A transgender person lives permanently divided and stretched between the transgression of these rules and the quest for compliance with them, only that, in general, within a category of gender that is opposite to that in which the person was framed at birth. The 'state of permanent conflict' in which transgender people is usually described is not within them, but outside, in the very time and society where they live. If gender norms were more flexible, if there were much more possibilities than just two social recognized gender identities (man and woman), there would be no possibility of any kind of gender transgressions, no one would be no more classified as gender-deviant. In this paper we ask to what extent the transition from one gender to another can be considered gender transgression or just a desperate way of searching inclusion in gender norms and standards? In other words, to which extent gender transition is outraging and violating gender norms, gender roles and gender stereotypes or it is a simple strategy to reintegrate gender-identity deviants in the gender binary? This requires at least a deep investigation to find out which transgender behavior subverts the gender binary and which behavior just reifies and ratifies the gender norms. Keywords: transgender, transgender studies, transsexual, crossdresser, crossdressing, transvestism, transvestite, gender transgression, gender deviance, gender deviant, gender identity, gender expression, gender binary, gender norms, transphobia, transition, passability.
5

Curtições, amizades e injúrias: as expressões de gêneros, sociabilidades, afetos e sexualidades entre garotos adolescentes do interior paulista em uma cidade de pequeno porte

Silvério Júnior, Renato Cezar [UNESP] 12 August 2013 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:29:02Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2013-08-12Bitstream added on 2014-06-13T20:58:58Z : No. of bitstreams: 1 silveriojunior_rc_me_assis.pdf: 1031655 bytes, checksum: ce395d9ea58e51a2b673bad3b2b29e5d (MD5) / Esta pesquisa consiste em cartografias (KASTRUP 2010; ROLNIK 1989) de histórias e vivências de adolescentes em uma pequena cidade do interior paulista, para a problematização e mapeamento das amizades1 e praticas afetivas/sexuais/sociais/amorosas entre garotos em uma cidade de pequeno porte, desprovida da impessoalidade e do grande espaço físico das metrópoles, levando em consideração o momento sócio histórico e político (FOUCAULT 1981;1985;1988) presentes nas linhas que tecem essas vidas (DELEUZE, 1989; KAMKHAGI (2005). Assim, para problematizar a respeito da produção de amizades entre esses garotos que se auto definem como gays, usaremos o referencial teórico dos estudos de gênero e queer (BUTLER 2000, 2003; CASTAÑEDA 2006; LOURO 2000, 2006; MISKOLCI 2009, 2010, 2012; PRECIADO 2008; PENEDO, 2008) e outros estudos igualmente inspirados por esses autores (LIMA 2009; PAIVA 2007; PERES 2005, TOLEDO 2008) para nos ajudar a pensar criticamente as expressões possíveis dos participantes junto com os pesquisadores / This research comprises the mapping (KASTRUP 2010; ROLNIK 1989) of the stories and lives of teenagers from a small town of the interior of São Paulo for the problematizing and outlining of the affective/sexual/social and loving practices and friendships¹ between boys in a small town which lacks impersonality and the space provided by metropolises. Moreover, taking in consideration the current social, historical and political aspects present in their lives (DELEUZE, 1989;KAMKHAGI (2005). Thus, to problematize the friendship making between these boys who define themselves as gay, we will make use of the theoretical frame of reference of gender and queer studies (BUTLER 2000; 2003; CASTAÑEDA 2006; LOURO 2000; 2006; MISKOLCI 2009, 2010, 2012; PRECIADO 2008 PENEDO, 2008) and other studies equally inspired by these authors (LIMA 2009; PAIVA 2007; PERES 2005, TOLEDO 2008) to help us critically think of the possible expressions of the participants together with the researchers
6

"Identidade Gays" como ato performativo nas práticas comunicativas no Faceboock : uma perspectiva Pragmática

Souza, Humberto da Cunha Alves de January 2015 (has links)
Orientador: Prof. Dr. Jair Antonio de Oliveira / Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Parana, Setor de Artes, Comunicação e Design, Programa de Pós-Graduação em Comunicação. Defesa: Curitiba, 31/03/2015 / Inclui referências : f. 107-112 / Linha de pesquisa: Comunicação, educação e formação socioculturais / Resumo: Em uma perspectiva Pragmática da Comunicação, a linguagem usada no processo ou prática comunicativa não serve apenas como constatação do que poderia ser descrito como verdadeiro ou falso no mundo. Todo uso de linguagem está vinculado a um contexto - mas nunca limitado por ele - e gera efeitos. Assim, a linguagem é uma forma de vida. Um destes usos implica em comunicar e, portanto, nesta perspectiva, construir por meio da linguagem a própria identidade. Este trabalho versa sobre a comunicação/criação das "identidades gays" no Facebook, procurando demonstrar como essas identidades são criadas pelo/no uso da linguagem e não preexistem-na. O problema de pesquisa que orientou este trabalho foi: Que efeitos identitários são performatizados nas práticas comunicativas de dois usuários gays focais, no Facebook? O quadro teórico que subjaz esta pesquisa não possui métodos próprios. Portanto, como escolha metodológica, optou-se pelo que foi chamado de "análise pragmática" buscando combinar os atuais métodos utilizados, mas reconhecendo, entretanto, suas limitações em relação ao movimento do uso da linguagem. Além disso, esta escolha procura se alinhar ao quadro teórico da Pragmática, que é um campo de conhecimento altamente interpretativo. Foi possível observar com a análise que os dois perfis focais performatizam "identidades gays" fortemente contraditórias entre si, confirmando a observação teórica de que não existe um traço comum sobre o qual pode ser construída a "identidade gay". Há, portanto, todo um excesso na expressão "identidades gays" que o trabalho aponta ser necessário problematizar. Afastar, entretanto, a possibilidade de uma "identidade gay" como unidade, significa criar uma ambivalência, qual seja, a de justamente dificultar reconhecimento e representação política. O trabalho reconhece esta ambivalência e aponta como um encaminhamento para pesquisas futuras. Por fim, de modo amplo e geral, por empregar outro quadro teórico, a Pragmática, acredita-se que esta pesquisa possa contribuir para o estudo das identidades no campo da Comunicação, que tem predominantemente aplicado perspectivas sociológicas sobre o tema. Palavras-chave: Comunicação. Identidades gays. Pragmática. Performativo. Facebook. / Abstract: In a Pragmatic perspective of Communication, the language used in communicative practices not only serves as confirmation of what could be described as true or false in the world. Any use of language is bound to a context - but never limited for it - and creates effects. Thus, the language is a way of life. One of these uses implies communicate and therefore in this perspective, build through language their identity. This Master's thesis focuses on the communication/creation of "gay identities" on Facebook, trying to demonstrate how these identities are created by/in use of language and not pre-exist it. The research problem that guided this Master's thesis was: What identities effects are performed in communicative practices of two focal gay users on Facebook? The theoretical background in this Master's thesis has no own methods. Therefore, as a methodological choice, it was called "pragmatic approach" seeking to combine current methods used, but recognizing, however, their limitations about the movement of language use. In addition, this choice seeks to align the theoretical framework of Pragmatics, which is a highly interpretive field of knowledge. It was observed with the analysis the two focal profiles performed "gay identities" strongly contradictory, confirming the theoretical observation that there is no common thread upon which "gay identities" can be built. There is thus whole surplus on "gay identities" term that this Master's thesis points out be necessary discuss. Exclude the possibility of a "gay identity" as a unit however means creating an ambivalence, that is, difficult recognition and political representation. This Master's thesis recognizes this ambivalence and points out as a referral for further research. At long last, in general, by applying a different theoretical background, the Pragmatic, it is believed that this Master's thesis may contribute to the study of identities in the Communication, which has predominantly applied sociological perspectives on the subject. Key words: Communication. Gay Identities. Pragmatic. Performative. Facebook.
7

Experiências linguísticas e sexuais não hegemônicas : um estudo das narrativas de surdos homossexuais

Abreu, Fabrício Santos Dias de 28 August 2015 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Programa de Pós-Graduação em Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde, 2015. / Submitted by Patrícia Nunes da Silva (patricia@bce.unb.br) on 2015-10-27T16:37:00Z No. of bitstreams: 1 2015_FabricioSantosDiasdeAbreu.pdf: 2431822 bytes, checksum: 7fd1a965ebd2218c229917192541813e (MD5) / Approved for entry into archive by Raquel Viana(raquelviana@bce.unb.br) on 2015-10-28T19:48:54Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2015_FabricioSantosDiasdeAbreu.pdf: 2431822 bytes, checksum: 7fd1a965ebd2218c229917192541813e (MD5) / Made available in DSpace on 2015-10-28T19:48:54Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2015_FabricioSantosDiasdeAbreu.pdf: 2431822 bytes, checksum: 7fd1a965ebd2218c229917192541813e (MD5) / Este trabalho, que tem como base os fundamentos teórico-metodológicos da Perspectiva Histórico-Cultural, propõe articular discussões sobre o desenvolvimento humano atípico e a diversidade sexual a partir de uma pesquisa com surdos homossexuais. A produção de conhecimento sobre a sexualidade das pessoas surdas é escassa e muitas vezes não problematiza assuntos voltados às orientações afetivo-sexuais destoantes do padrão hegemônico. As raras iniciativas de abordagem do tema focam a dimensão biológica e preventiva, voltada para a heterossexualidade, deixando de lado uma série de fatores relacionados à amplitude conceitual de sexualidade. Tais questões apontam para a necessidade de ampliação das investigações sobre essa temática, bem como sua interface com as políticas públicas de assistência e educação ofertadas pelo Estado. O foco desta investigação se ateve em analisar o que narram jovens surdos homossexuais masculinos proficientes em Língua Brasileira de Sinais sobre suas experiências afetivas e sexuais em uma trajetória linguística não hegemônica. O percurso metodológico foi traçado segundo o materialismo histórico-dialético, e a composição de narrativas por meio de entrevistas semiestruturadas foi o recurso utilizado para a construção dos dados. Participaram do estudo três homens surdos, entre 20 e 26 anos, cisgêneros, pertencentes à classe média e residentes na região Centro-Oeste do Brasil, que assumem uma identidade bilíngue e se autodeclaram homossexuais. Com base na transcrição e no agrupamento temático dos dados, foram definidas duas categorias analíticas em resposta aos objetivos do estudo: a) narrativas sobre a primeira experiência sexual e b) a configuração (dramática) das trajetórias afetivo-sexuais de surdos homossexuais. As análises apontam que na relação eu-outro, marcada por regulações e parcerias, os sujeitos vão coconstruindo sua orientação sexual e suas dinâmicas afetivas. Para o estabelecimento de tais dinâmicas, a língua ocupa lugar central. Dessa forma, os surdos homossexuais preferem viver relações afetivas e sexuais com parceiros que comungam o mesmo sistema linguístico. Contudo, quando a relação afetivo-sexual ocorre com ouvintes, os surdos precisam traçar estratégias comunicativas particulares. Nessa linha, o uso de recursos tecnológicos se configura como um meio que facilita a comunicação e as aproximações iniciais entre surdos e ouvintes até o momento em que a surdez é revelada. Após a revelação, o ouvinte tende a se afastar do surdo e rompe o vínculo virtual estabelecido. Essa situação evidencia que esse grupo minoritário ainda é visto sob a lógica do defeito — alguém que precisa ser normal, respondendo a um modelo hegemônico que tende a padronizar os sujeitos dentro de categorias fixas de desenvolvimento humano, língua e expressão sexual. ______________________________________________________________________________________________ ABSTRACT / The present work intended to link discussions on atypical human development and sexual diversity from a survey of deaf homosexuals, based on the theoretical and methodological foundations of historical-cultural perspective. Scientific knowledge about the sexuality of deaf is scarce and often not discusses affective and sexual orientations which clashes with the hegemonic standard. Initiatives which deal with elements regarding the subject are rare and mostly focused on biological and preventive approach, and heterosexuality, leaving aside various factors related to the conceptual breadth of sexuality. These issues point to the need for more research on this topic as well as its interface with the public policies of assistance and education offered by the government. This research aimed to analyze the narratives of young deaf homosexual males proficient in Brazilian Sign Language (Libras) about their affective and sexual experiences from a non-hegemonic linguistic trajectory. The methodological approach was drawn from the historical and dialectical materialism and semi-structured interviews was the resource used for the composition of data. Participants were composed by three (03) deaf men, cisgender, from middle class, living in the Midwest region of Brazil, aged between 20-26 years old, who take a bilingual identity and declared themselves homosexual. From the transcript and thematic grouping of data two analytical categories were defined in regards to the study objectives: a) narratives about the first sexual experience and b) the (dramatic) configuration of affective trajectories of gay deaf. Analyzes indicated that subjects construct their sexual orientation and their affective dynamics from their relation with others, marked by regulations and partnerships. For the establishment of such dynamics, language plays a central role. Thus, deaf homosexuals prefer to live their emotional and sexual relationships with partners who share the same linguistic system. However, when affective and sexual relationships occur with listeners, the deaf need to draw particular communication strategies. Along these lines, the use of technological resources are configured as a mean to facilitate communication and initial approaches between deaf and listeners until deafness is revealed to the listener interlocutor. After that, the listener tends to move away from the deaf and breaks the virtual connection established. This situation shows that this minority is still seen from the defect logic; someone who needs to be normal, responding to a hegemonic model that tends to standardize the subject within fixed categories of human development, language and sexual expression.
8

"Se fosse normal, Deus teria criado Adão e Ivo!" : a homofobia e a produção e regulação do sexo/gênero

Coenga-Oliveira, Danielle 25 November 2011 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, 2011. / Submitted by Albânia Cézar de Melo (albania@bce.unb.br) on 2012-01-13T14:27:21Z No. of bitstreams: 1 2011_DanielleCoengaOliveira.pdf: 1606565 bytes, checksum: 18720b9748ef35e93474551097e875fb (MD5) / Approved for entry into archive by Patrícia Nunes da Silva(patricia@bce.unb.br) on 2012-01-18T19:33:21Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2011_DanielleCoengaOliveira.pdf: 1606565 bytes, checksum: 18720b9748ef35e93474551097e875fb (MD5) / Made available in DSpace on 2012-01-18T19:33:21Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2011_DanielleCoengaOliveira.pdf: 1606565 bytes, checksum: 18720b9748ef35e93474551097e875fb (MD5) / A homofobia pode ser concebida como qualquer forma de violência, preconceito e discriminação contra pessoas LGBT ou/e que transpõem [ou a quem é atribuída a transposição] das barreiras socialmente estabelecidas entre os sexos e gêneros. Com base em Teorias Feministas, em diálogo com Foucault e a Teoria Queer, e na Teoria das Representações Sociais buscamos conhecer os elementos que sustentam a homofobia. Utilizamos como base documental de análise de posicionamentos contrários à união homoafetiva em dois fóruns virtuais de discussão. Os resultados apontam que relações não heterossexuais são submetidas a interdições sociais que variam da privação de direitos básicos até privação da existência social e que as instituições religiosas, científicas, familiares e educacionais sustentam e são sustentadas pela homofobia. Com base nos resultados, propomos que a homofobia seja compreendida como um dispositivo produz e regula as diferenças, estabelecidas como "naturais", entre os sexos, gêneros e as orientações afetivo-sexuais. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT / Homophobia can be understood as any form of violence, prejudice and discrimination against non-heterosexual persons and/or persons that transpose [or whoever is perceived to be transposing] the socially established gender barriers. Based on Feminist Theories, in dialogue with Foucaut and Queer Theory, and the Social Representations Theory, we seek to know the elements that support homophobia. The analysis data used were opinions against homoaffective union that cme from discussions in two Internet forums. The results indicate that non-heterosexual relationships are subjected to social deprivations that vary from deprivations of basic rights to deprivation of a social existence, they also indicate that religious, scientific, educational and family institutions support and are supported by homophobia. According to the results, we propose that homofobia can be understood as a device that produces and maintains the differences, set up as "natural", between the sexes, genders and affectional-sexual orientations.
9

Direitos sexuais e direitos reprodutivos de adolescentes privados de liberdade : a experiência do CAJE-DF

Franco Netto, Thereza de Lamare 18 August 2008 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Serviço Social, 2008. / Submitted by wesley oliveira leite (leite.wesley@yahoo.com.br) on 2009-09-24T20:46:08Z No. of bitstreams: 1 2008_TherezaLamareFrancoNetto.pdf: 396216 bytes, checksum: 7d749c8aec93cb4b836be721b8046dd3 (MD5) / Approved for entry into archive by Gomes Neide(nagomes2005@gmail.com) on 2011-01-11T19:38:50Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2008_TherezaLamareFrancoNetto.pdf: 396216 bytes, checksum: 7d749c8aec93cb4b836be721b8046dd3 (MD5) / Made available in DSpace on 2011-01-11T19:38:50Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2008_TherezaLamareFrancoNetto.pdf: 396216 bytes, checksum: 7d749c8aec93cb4b836be721b8046dd3 (MD5) Previous issue date: 2008 / O objetivo deste estudo foi analisar as práticas dos profissionais de saúde que atuam na instituição socioeducativa de internação para adolescentes, em relação à saúde sexual e saúde reprodutiva à luz do princípio da integralidade da assistência e da Doutrina da Proteção Integral. O enquadramento teórico do estudo baseou-se na teoria das emergências, ausências e o trabalho de tradução de Boaventura de Souza Santos e no ordenamento jurídico internacional, tendo como documentos de referência a Convenção Internacional dos Direitos da Criança, a Plataforma do Cairo, a Conferência Internacional da Mulher, realizada em Pequim no ano de 1995, as Regras Mínimas para a Administração da Justiça da Infância e da Juventude - Regras de Beijing, as Regras Mínimas das Nações Unidas para Jovens Privados de Liberdade e os Princípios das Nações Unidas para a Prevenção da Delinqüência Juvenil – Diretrizes de RIAD. Este marco teórico permitiu refletir como as práticas profissionais em relação à saúde sexual e saúde reprodutiva são desenvolvidas, quais as abordagens e de que maneira elas repercutem e influenciam no cotidiano dos adolescentes para o exercício da sexualidade de forma livre, responsável e segura. Foram realizadas sete entrevistas semi-estruturadas, gravadas e transcritas com as categorias de informante: psicólogos, enfermeiros, médicos, assistente social, cirurgião dentista, psicólogo e um dirigente da instituição. A análise do conteúdo foi qualitativa. Os resultados apontam para uma prática baseada no modelo assistencial de clínica fragmentada, desarticulada, empobrecida. Um modelo curativo onde a doença é o sujeito e o adolescente o objeto. A saúde na instituição não é percebida como parte integrante da medida socioeducativa. Em conclusão, os achados do estudo apontam para a necessidade de apropriação, por parte dos profissionais de saúde, da Portaria n.º 1426 e Portaria n.º 340/SAS/Ministério da Saúde, para trabalhar de forma mais integrada e com tecnologias em saúde mais apropriadas para atender às necessidades de saúde dessa população na construção de alternativas para produzir processos emergentes dentro da instituição, necessários a um sistema de garantia de direitos dos adolescentes em situação peculiar de desenvolvimento. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT / The aim of this study was to analyze health Professional practices that act in the socio-educative institution for adolescents in rehabilitation centers, in relation to sexual and reproductive health highlighted by the principle of integrity, assistance and the Integral Protection Doctrine. The theoretic framing of the study was based on theory of emergencies, absence and in the translation of Boaventura de Souza Santos and the international juridical alignment having as reference the International Convention on Children’s Rights, the Cairo Platform, the International Women’s Conference in Beijing 1995, the United Nations Standard Minimum Rules for the Administration of Juvenile Justice. ("The Beijing Rules")., the Minimum Rules of The United Nations for youth deprived from freedom and the Principles of the United nations to Prevent Juvenile Delinquency _ RIAD Guidelines.This theoretical Mark allowed reflecting on how the Professional practices related to sexual and reproductive health are developed. It points out the approaches adopted and the way they influence the adolescents quotidian concerning the expression of their sexuality being responsible and safe. There have been developed seven semi-structured interviews recorded and transcribed with the following informer categories: psychologists, nurses, physicians, social workers, dentists and an institution manager. The content analysis was done in qualitative form. The results indicate an assistance model based practice for a fragmented disarticulated clinic. It acts as a healing pattern where the disease is the subject and the adolescent is the object. Health at the institution is not seen an integrating part of the socio-educative measure. To conclude, the study results point out the need of appropriation of Regulations 1426 and 340/SAS by the health professionals, both from the Ministry of Health. These rules draw attention to the need of working in an integrated way and with more appropriate health technologies to serve the population needs in the construction of alternatives to produce emerging processes within the institutions which are necessary to a system that offers guarantees to the rights of adolescents who are in a peculiar situation of development.
10

Travestis, transformistas, drag-queens, transexuais : personagens e mascaras no cotidiano de Belo Horizonte e Lisboa

Jayme, Juliana Gonzaga 29 July 2018 (has links)
Orientador : Suely Kofes / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciencias Humanas / Made available in DSpace on 2018-07-29T02:34:31Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Jayme_JulianaGonzaga_D.pdf: 8977241 bytes, checksum: b0efdd8f095416a389930cdc1d91e4cc (MD5) Previous issue date: 2001 / Resumo: Este trabalho objetiva investigar e discutir as diferenças e pontos em comum entre travestis, transformistas, transexuais e drag-queens - os chamados transcender. Partindo de uma ação que eles denominam montagem, é possível refletir sobre a produção e reprodução de femininos performáticos - performático aqui entendido no sentido de que acrescenta a transitoriedade ao sujeito (Butler). Nessa montagem, os transcender reconstroem gêneros, revelando que essa categoria não possui uma estrutura binária e essencialista, antes, refere-se a multiplicidades e está vinculada a outras relações sociais. Também através da montagem, esses sujeitos modificam seu corpo e nome -demonstrando a transitoriedade da pessoa e indicando que sua ação é encorporada, visto que mimetizada e aprendida através do corpo e nele observada. Este trabalho, então, é uma etnografia sobre esses sujeitos, que leva em conta uma perspectiva relacional e situacional de gênero, uma abordagem das identidades como constituídas transitoriamente - não fixadas -, reflexiva e esteticamente e relacionadas a contextos de relações específicos, tendo como base a partilha de significados. Esta etnografia foi feita através de pesquisa de campo entre os travestis, transformistas, transexuais e drag-queens em Belo Horizonte e Lisboa e é uma interpretação das representações que esses sujeitos fazem do "ser" transgender nessas duas cidades. / Abstract: The aim of this dissertation is to analyze and discuss the differences and similarities among travesties, transformers, transsexuals and drag queens, the so-called transgender. Starting from an action called "montagem" (manufacturing, building), it is possible to study the production and reproduction of performers female. Performers in the sense of being transitory (Butler). In their process of "montagem", transgender rebuilds gender, revealing that this category does not have a binary and essentialist structure. Rather, it relates to the multiplicity, as well as it is connected to other social relations. The "montagem" also allows that the agent transforms its body and name, revealing the temporary feature to the individual. Besides, it shows that his action is embodied, since related to the body. This work is, then, an ethnography of these agents, taking into account the relational and situational perspective of gender. This ethnography was carried out by a research among travesties, transformers, transsexuals, and drag queens in Belo Horizonte (Brazil) and Lisbon (Portugal). It is an interpretation of the representations that these agents have "to be transgender" in these two cities. / Doutorado

Page generated in 0.0862 seconds