• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 231
  • 4
  • 2
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 239
  • 114
  • 53
  • 30
  • 30
  • 30
  • 30
  • 29
  • 29
  • 25
  • 24
  • 24
  • 24
  • 22
  • 21
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
41

Peptídeo natriurético tipo B e avaliação clínica no diagnóstico do perfil hemodinâmico na síndrome de insuficiência cardíaca aguda descompensada : comparação com o ecocardiograma com Doppler tissular

Almeida Júnior, Gustavo Luiz Gouvêa de January 2011 (has links)
Resumo não disponível
42

Comportamento do lactato sanguíneo no exercício resistido com a utilização da manga de compressão

Pedon, William Riciere January 2018 (has links)
Submitted by Gisely Teixeira (gisely.teixeira@uniceub.br) on 2018-06-11T18:03:40Z No. of bitstreams: 1 51400329.pdf: 1490055 bytes, checksum: 64acb5f2a1a505a01e46592878c78eb3 (MD5) / Made available in DSpace on 2018-06-11T18:03:40Z (GMT). No. of bitstreams: 1 51400329.pdf: 1490055 bytes, checksum: 64acb5f2a1a505a01e46592878c78eb3 (MD5) Previous issue date: 2018 / O estudo objetivou analisar de que forma se comporta o lactato sanguíneo em praticantes de musculação antes e após a realização de uma sessão aguda de exercício físico intenso com e sem a utilização da manga de compressão. O estudo contou com 16 voluntários praticantes de musculação da Academia Cia do Corpo de Inhumas-GO, com idade entre 20 a 30 anos, uma média de 26,08± 3,92 anos que realizarão o aquecimento especifico composto por uma série de 15 repetições com a carga aproximada de 50 % de 10RM. Apresentou uma média de 8,58± 0,99 escala de Omni-res. Foram executados os seguintes exercícios, flexão e extensão dos cotovelos rosca direta e tríceps no pulley ambos os exercícios foram executados com 3 séries de 10 RM, foi mantido a cadência de 2’’ na fase excêntrica e 2’’ na fase concêntrica. A concentração de lactato sanguíneo apresentou elevação significativa após o exercício intenso com a utilização da manga de compressão aos 05, 10, 15 e 20 minutos de recuperação. Aos cinco minutos Sem manga de compressão 9,43 ± 0,92 mmol/l; com a manga o resultado de 7,85 ± 2,09 mmol/l aos 10 minutos; Sem a manga de compressão 9,03±0,83 mmol/l; com a manga de compressão o resultado de 9,98± 2,35 mmol/l. Aos 15 minutos de repouso a coleta foi mensurada 10,48± 1,77 mmol/l com a manga de compressão em repouso o resultado foi de 6,05± 2,30 mmol/l; 20 minutos sem a manga de compressão foi 8,71± 1,17 mmol/l com a manga de compressão 4,32± 0,86 mmol/l. Conclusão: Conclui-se que houve diferença significativa no comportamento do lactato sanguíneo após a recuperação pós testes realizado no exercício resistido na utilização da manga de compressão gradual, nos períodos de repouso em 05, 10, 15 e 20 minutos. São necessários mais estudos nessa área com número maior de voluntários com sexo e idade diferente, para maiores contribuições acadêmicas neste sentido.
43

Desenvolvimento de um processador analogico para hemodinamica

Nicolosi, Denys Emílio Campion, 1956- 15 July 2018 (has links)
Orientadores: Maria Adelia Colier Farias , Ivan Kiyanitza / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Engenharia de Campinas / Made available in DSpace on 2018-07-15T05:04:05Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Nicolosi_DenysEmilioCampion_M.pdf: 2968086 bytes, checksum: 00a88273af7877bb3493f76367b66d43 (MD5) Previous issue date: 1981 / Resumo: O presente trabalho trata do desenvolvimento de processador analógico modular, constituído de multiplicador divisor, integrador e diferenciador de funções acoplado a um ampliador de pressão com terra isolado, sendo todos os módulos à hemodinâmica ¿Observação: O resumo, na íntegra poderá ser visualizado no texto completo da tese digital. / Abstract: This work deals with the development of a modular analog processor, constituted of function multiplier, divider, integrator and differentiator, coupled to a pressure amplifier with insulated ground and these modules are directed to hemodynamics ...Note: The complete abstract is available with the full electronic digital thesis or dissertations. / Mestrado / Mestre em Engenharia Elétrica
44

Análise do reprocessamento de catéteres de hemodinâmica nos hospitais da cidade do Recife PE

Myrna Tenório de Sousa Bomfim, Flávia 31 January 2009 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T15:52:14Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo2951_1.pdf: 1447636 bytes, checksum: a32b6b9495f051a2417783309334f24c (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2009 / INTRODUÇÃO: o reprocessamento de dispositivos de uso único (DUUs) é uma prática utilizada mesmo em países desenvolvidos e na grande maioria daqueles em desenvolvimento, face ao elevado custo deste tipo de material. No Brasil, os estudos sobre o reprocessamento de cateteres de hemodinâmica são escassos. OBJETIVO: avaliar a prevalência do reprocessamento e em que condições ele é praticado na Cidade do Recife-PE. MÉTODO: trata-se de um estudo descritivo, do tipo transversal. A coleta dos dados foi realizada através de entrevista estruturada, utilizando-se um questionário contendo perguntas abertas e fechadas. RESULTADOS: foram avaliados quatro Hospitais da rede pública e seis da rede privada, na cidade do Recife. Foram 10 enfermeiros e 82 técnicos de enfermagem, que trabalhavam no setor de hemodinâmica. Todos os hospitais pesquisados reprocessam catéteres e apenas um deles realiza todas as etapas do reprocessamento na própria instituição; Na maioria das instituições os catéteres são reutilizados, em média, quatro vezes. Foi observada significativa divergência nas respostas fornecidas pelos enfermeiros e técnicos de enfermagem sobre parte dos itens avaliados, o que reflete a falta de padronização das técnicas utilizadas para reprocessar os catéteres. A maioria dos profissionais já detectou alterações nos cateteres reprocessados, sendo que as mais frequentes, fratura e tortuosidade. A preparação enzimática é utilizada por mais de 80% dos técnicos para a limpeza dos catéteres. Quanto aos procedimentos utilizados para a limpeza do lúmen, não houve uniformidade entre as respostas fornecidas pelos profissionais. Embora tenha sido verificado que a maioria dos profissionais utilize a água da torneira para enxaguar dos catéteres, a técnica utilizada é bastante diversificada. A maioria dos profissionais afirmou que testes para verificação de materiais pirogênicos não são executados em todos os materiais envolvidos, nas diversas etapas do reprocessamento. CONCLUSÕES: Todos os serviços avaliados reprocessam catéteres de hemodinâmica sem uma padronização e ou normatização
45

Estudo comparativo dos efeitos hemodinamicos da miocardiopatia diabetica e induzida por L-name em ratos / Hemodynamic effects of hypertensive-diabetc and L-name induced cardiomyopathy in rats : a comparative study

Gazzoto Filho, Ademir 05 August 2009 (has links)
Orientador: Heitor Moreno Junior / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciencias Medicas / Made available in DSpace on 2018-08-13T16:25:53Z (GMT). No. of bitstreams: 1 GazzotoFilho_Ademir_M.pdf: 876670 bytes, checksum: e7b954abb9a6ffd97c187bf6ceadaa8a (MD5) Previous issue date: 2009 / Resumo: O óxido nítrico (NO) é um mediador biológico que atua como molécula chave em muitos processos fisiopatológicos, como a regulação do tônus vascular, neurotransmissão, aprendizado, memória, dentre outros. Por causa de sua importância e envolvimento nos mecanismos fisiológicos e patológicos, a sua regulação e síntese têm sido extensivamente estudadas. A inibição crônica do NO por administração via oral do inibidor inespecífico da NO-sintase, a nitro-L-arginina metil éster (L-NAME) resulta em cardiopatia hipertensiva em ratos. A hipertensão renovascular [dois rins e um clipe (2R1C)] e o diabetes melito (DM) associadas, induzem a anormalidades morfológicas semelhantes às descritas no modelo de cardiomiopatia induzida por L-NAME em ratos, mas seus efeitos hemodinâmicos ainda são controversos. O presente estudo avaliou a função cardíaca e vascular nestes dois modelos de cardiomiopatia após oito semanas de tratamento. Foram utilizados ratos Wistar, divididos em 5 Grupos: Grupo Controle; Grupo L-NAME: 60mg/kg/dia de L-NAME; Grupo 2R1C: com estenose cirúrgica de artéria renal para indução de hipertensão arterial renovascular; Grupo DM: animais que receberam estreptozotocina (60 mg/kg intra-venoso), Grupo 2R1C+DM: animais submetidos à cirurgia para indução de hipertensão arterial renovascular e que receberam estreptozotocina. Foram avaliados os seguintes parâmetros: pressão arterial média (PAM), débito cardíaco (DC), resistência vascular periférica total (RVPT), dP/dt positivo e dP/dt negativo em coração isolado. Em todos os grupos foram encontrados aumento na PAM, RVPT e redução do DC depois de oito semanas em relação ao Grupo Controle. Os grupos L-NAME e 2R1C+DM apresentaram aumento na PAM (175,4±29,7 e 158,7±16,7 mmHg, respectivamente) e redução do DC após a oitava semana. A RVPT aumentou em ambos os grupos. Uma diminuição da dP/dt positiva foi observada no grupo 2R1C+DM (1895±98 mmHg/s, p<0,05) vs. Grupo Controle (2534±120 mmHg/s, p<0,05). A dP/dt negativa diminuiu nos grupos L-NAME e 2R1C+DM vs. Grupo Controle (1490±104 e 1460±94 mmHg/s, respectivamente vs. 2080±92 mmHg/s, p<0,05). O presente estudo demonstrou que, apesar das semelhanças morfológicas entre os grupos 2R1C+DM e L-NAME, este último não mimetiza as alterações hemodinâmicas dos modelos diabético-hipertenso renovascular associados em ratos. / Abstract: Nitric oxide (NO) is a biological mediator that acts as a key molecule in many pathophysiological processes such as regulation of vascular tone, neurotransmission, learning, memory, and others. Because of its importance and involvement in physiological and pathological mechanisms, its regulation and synthesis have been extensively studied. Inhibition of NO by chronic oral administration of the nonspecific inhibitor of NO-synthase, the nitro-L-arginine methyl ester (L-NAME) results in hypertensive cardiomyopathy in rats. The renovascular hypertension [two kidneys and clip (2K1C)] and diabetes mellitus (DM) associated induce morphological abnormalities similar to those described in the model of cardiomyopathy induced by L-NAME in rats, but its hemodynamic effects are still controversial. This study evaluated the cardiac and vascular function in these two models of cardiomyopathy after eight weeks of treatment. We evaluate the following parameters: mean arterial pressure (MAP), cardiac output (CO), total total peripheral vascular resistance (TPVR), positive and negative dP/dt in isolated heart. In all groups were observed increased MAP, TPVR and reduced DC after eight weeks in the control group. Wistar rats were divided into the following groups: Control; L-NAME: 60mg/kg/day; 2K1C+DM: streptozotocin (60 mg/kg) and one renal artery clipped. The following parameters were measured: mean arterial pressure (MAP), heart rate, cardiac output (CO) and total peripheral vascular resistance (TPVR). Positive and negative dP/dt was also evaluated in an isolated heart. L-NAME and 2K1C+DM groups had increased MAP (175.4±29.7 and 158.7±16.7 mmHg, respectively) and reduced CO after the 8th week. TPVR was increased in both groups. A decrease in positive dP/dt was found in the 2K1C+DM (1895±98 mmHg/s, p<0.05) vs. Control group (2534±120 mmHg/s, p< 0.05). Negative dP/dt was decreased in the L-NAME and 2K1C+DM groups vs. Control group (1490±104 and 1460±94 mmHg/s, respectively vs. 2080±92 mmHg/s, p<0.05). Decrease in positive dP/dt 2R1C+DM group compared to Control. The negative dP/dt decreased in L-NAME and 2R1C+DM groups. This study demonstrated that despite the morphological similarities between 2K1C+DM and LNAME groups; the L-NAME group did not mimics the hemodynamic changes in hypertension n-diabetic- renovascular model associated in rats. / Mestrado / Mestre em Farmacologia
46

Metodologia para análise computacional de escoamento sanguíneo em dispositivos de assistência ventricular / Computational analyses methodology for blood flow in ventricular assist devices

Guilherme Barbosa Lopes Júnior 03 June 2016 (has links)
O avanço da bioengenharia atual tem sido motivado pela crescente necessidade da humanidade em se buscar formas para amenizar o sofrimento, garantir tempo para um tratamento, melhorar a qualidade de vida ou sanar quadros clínicos de pacientes. Assim, a crescente necessidade de órgãos artificiais impulsiona a área de bioengenharia para que seja dado um suporte no desenvolvimento destes mecanismos. Neste contexto se encontra o presente trabalho. Aqui, apresenta-se uma metodologia numérica para que seja aplicada a desenvolvimento e testes de Dispositivos de Assistência Cardíaca, de forma a otimizar o processo de desenvolvimento e estimar os possíveis problemas inerentes ao seu funcionamento. Compondo a metodologia, uma ampla discussão de cada etapa numérica foi elaborada, contribuindo para uma metodologia flexível para uma ampla variedade de aplicações. A hemólise também foi investigada através dos principais modelos da literatura, bem como foram propostos modelos adaptados para tentar estimar a hemólise verificada experimentalmente. Além das metodologias para cada etapa, uma metodologia geral utilizando Sistemas de Referências Múltiplas (SRM) compõe os resultados, para uma sequência de passos numéricos que possa obter resultados satisfatórios em comparação com resultados de bancada por loop test. Outros resultados encontrados e devidamente discutidos foram inerentes a uma densidade de malha a ser utilizada para que ocorra simulações com independência de malha, na qual uma densidade a partir de 318,43 elementos/mm³ para referenciais não-inerciais é proposta. O mapeamento da turbulência por seis modelos que aplicam a média de Reynolds também é discutido, indicando os melhores modelos a serem empregados para um número de Reynolds relativo (Re*) que relaciona a influência dos contornos nos resultados numéricos obtidos. Além disso, uma nova abordagem por tensão fisiológica é proposta para o cálculo da hemólise, sendo comparada aos modelos clássicos adotados. Os resultados para hemólise indicam um bom ajuste para o novo modelo proposto, bem como indica o correto tratamento de unidades para os modelos tradicionais. Por fim, as análises recaem na melhoria do dispositivo e conclui a metodologia numérica a ser empregada, preenchendo lacunas em cada etapa e determinando uma maneira de análise numérica cujos resultados são confiáveis. / The advance of current bioengineering has been driven by the increasing need of humanity to seek ways to alleviate the suffering, ensure time to treatment, improve the quality of life or cure medical conditions of patients. Thus, the growing need for artificial organs boosts bioengineering area to be given a support in the development of these mechanisms. In this context is the present work. Here, we present a numerical methodology to be applied to development and Cardiac Assist Devices tests in order to optimize the development process and estimate the potential problems inherent in their operation. Compounding the methodology, a comprehensive discussion of each numerical step was developed, contributing to a flexible methodology for a wide variety of applications. Hemolysis was also investigated through the main models of literature, and have been proposed models adapted to try to estimate hemolysis verified experimentally. In addition to the methodologies for each step, a general methodology using Multiple Reference Systems (MRF) makes up the results for a sequence of numeric steps you can get satisfactory results compared to bench test results for loop. Other findings were discussed and properly attached to a mesh density being used for simulations occurring independently mesh in which a density from 318.43 elements/mm³ Non-inertial frames is proposed. The mapping of turbulence six models applying Reynolds medium is also discussed, indicating the best designs to be employed for a number of relative Reynolds (Re*) that relates the influence of the contours of numerical results obtained. In addition, a new approach by physiological stress is proposed for the calculation of hemolysis, being compared to classic models adopted. The results for hemolysis indicate agreement with the proposed new model, and indicates the correct treatment units to the traditional models. The final analyses fall into improved device and completes the numerical methodology to be used by filling gaps in each step and determining a way to numerical analysis results which are dependable.
47

Estilo de vida fisicamente ativo e adaptações hemodinâmicas na hipertensão arterial resistente

Pereira, Natália Portela 20 July 2015 (has links)
Submitted by Renata Lopes (renatasil82@gmail.com) on 2016-01-15T14:35:16Z No. of bitstreams: 1 nataliaportelapereira.pdf: 1075188 bytes, checksum: b0fde288079dc06a3ccbf2930889c21f (MD5) / Approved for entry into archive by Adriana Oliveira (adriana.oliveira@ufjf.edu.br) on 2016-01-25T17:41:04Z (GMT) No. of bitstreams: 1 nataliaportelapereira.pdf: 1075188 bytes, checksum: b0fde288079dc06a3ccbf2930889c21f (MD5) / Made available in DSpace on 2016-01-25T17:41:04Z (GMT). No. of bitstreams: 1 nataliaportelapereira.pdf: 1075188 bytes, checksum: b0fde288079dc06a3ccbf2930889c21f (MD5) Previous issue date: 2015-07-20 / CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior / INTRODUÇÃO: Pacientes diagnosticados com hipertensão arterial resistente estão diretamente relacionados à pior prognóstico para mortalidade. Por outro lado, tem sido descrito que o treinamento físico é efetivo em diminuir os níveis pressóricos desses pacientes. Porém, os mecanismos norteadores desta redução pressórica provocada pela prática de exercícios físicos ainda não são conhecidos. Nesse sentido, os objetivos do presente estudo foram: 1) Verificar em pacientes hipertensos resistentes se a prática regular de atividades físicas e/ou exercícios físicos interferem nos valores de frequência cardíaca, volume sistólico ou resistência periférica total. 2) Testar a hipótese de que pacientes hipertensos resistentes fisicamente ativos apresentam menor resistência vascular periférica quando comparados a pacientes hipertensos resistentes sedentários. MATERIAIS E MÉTODOS: Foram avaliados quatorze pacientes com hipertensão arterial resistente fisicamente ativos (grupo Ativo; 66±7 anos) e quatorze pacientes com hipertensão arterial resistente sedentários (grupo Sedentário; 57±8 anos), semelhantes quanto ao IMC (29,5±3,3 vs. 29,4±2,7 kg/m2, p=0,99), uso de medicamentos e comorbidades associadas. A pressão arterial (método auscultatório – Unitec®), frequência cardíaca (eletrocardiograma – DIXTAL® 2022), volume sistólico (batimento a batimento - Finometer Pró®) e fluxo sanguíneo do antebraço (pletismografia de oclusão venosa - Hokanson®) foram registrados por 5 minutos em repouso. A resistência vascular periférica foi calculada pela divisão da pressão arterial média pelo fluxo sanguíneo do antebraço. Foi considerado significativo valor de P menor ou igual a 0,05. RESULTADOS: Pacientes com hipertensão arterial resistente fisicamente ativos apresentaram menores valores de pressão arterial sistólica (133 ±14 vs. 153 ± 19 mmHg, p<0,01) e pressão arterial diastólica (72 ± 6 vs. 83 ± 12 mmHg, p=0,01). Contemplando o primeiro objetivo, a redução significativa da frequência cardíaca no grupo ativo (64 ± 5 vs. 72 ± 12 bpm, p=0,03) foi o mecanismo responsável pela redução pressórica nesse grupo. Isso porque, não houve diferença significativa entre os grupos Ativo e Sedentário para as medidas de volume sistólico (98 ± 26 vs. 108 ± 25 mL, respectivamente, p=0,32) e resistência periférica total (17 ± 6 vs. 16 ± 6 unidades, respectivamente, p=0,53). Com relação ao segundo objetivo, o fluxo sanguíneo do antebraço foi semelhante entre os grupos Ativo e Sedentário (2,9 ± 0,9 vs. 2,4 ± 0,9 ml/min/100ml, respectivamente, p=0,14). Porém, quando avaliada a resistência vascular periférica do antebraço, os hipertensos resistentes fisicamente ativos apresentaram valores significativamente menores quando comparados aos hipertensos resistentes sedentários (38 ± 14 vs. 52 ± 18 unidades, respectivamente, p=0,03). Além disso, pelo cálculo do d de Cohen, foi considerado tamanho do efeito elevado para as variáveis: pressão arterial sistólica, diastólica e média, pelo método auscultatório; pressão arterial sistólica e média, pelo método oscilométrico; pressão arterial diastólica de 24 horas, pressão arterial diastólica no período da vigília e pressão arterial sistólica e diastólica no período do sono, pelo método ambulatorial; frequência cardíaca e resistência vascular periférica. CONCLUSÃO: Pacientes diagnosticados com hipertensão arterial resistente quando fisicamente ativos possuem menor valor pressórico e frequência cardíaca quando comparados aos seus pares sedentários. Além disso, a função vascular periférica do antebraço é melhor nesses pacientes fisicamente ativos. / INTRODUCTION: Patients diagnosed with resistant hypertension are directly related to worse prognosis for mortality. On the other hand, it has been reported that physical training is effective in lowering the blood pressure in these patients. However, the guiding mechanisms of blood pressure reduction caused by physical exercise are not yet known. In this sense, the objectives of this study were: 1) Check in resistant hypertension patients to regular physical and / or exercise activities interfere in the values of heart rate, stroke volume, or total peripheral resistance. 2) To test the hypothesis that physically active resistant hypertensive patients have a lower peripheral vascular resistance when compared to sedentary resistant hypertensive patients. MATERIALS AND METHODS: Fourteen patients with hypertension physically active resistant (active group; 66 ± 7 years) and fourteen patients with hypertension resistant sedentary (Sedentary group; 57 ± 8 years), similar in BMI (29.5 ± 3.3 vs. 29.4 ± 2.7 kg / m2, p = 0.99), use of medications and comorbidities. Blood pressure (auscultation - Unitec®), heart rate (electrocardiogram - Dixtal® 2022), stroke volume (beat to beat - Finometer Pro®) and forearm blood flow (venous occlusion plethysmography - Hokanson®) were recorded for 5 minute at rest. Peripheral vascular resistance was calculated by dividing average blood pressure by forearm blood flow. It was considered significant P value less than or equal to 0.05. RESULTS: Patients with resistant hypertension physically active had lower systolic blood pressure (133 ± 14 vs. 153 ± 19 mmHg, p <0.01) and diastolic blood pressure (72 ± 6 vs. 83 ± 12 mmHg, p = 0.01). Contemplating the first goal, the significant reduction in heart rate in the active group (64 ± 5 vs 72 ± 12 bpm, p = 0.03) was the mechanism responsible for reducing blood pressure in this group. That's because there was no significant difference between the active and Sedentary groups for systolic volume measures (98 ± 26 vs. 108 ± 25 ml, respectively, p = 0.32) and total peripheral resistance (17 ± 6 vs. 16 ± 6 units, respectively, p = 0.53). Regarding the second objective, the forearm blood flow was similar between the active groups and Sedentary (2.9 ± 0.9 vs. 2.4 ± 0.9 ml / min / 100 ml, respectively, p = 0.14) . However, when evaluated peripheral vascular resistance forearm, physically resistant hypertension showed significantly lower asset values compared to sedentary resistant hypertension (38 ± 14 vs. 52 ± 18 units, respectively, p = 0.03). In addition, by calculating the Cohen d, it was considered high effect size for the variables: systolic blood pressure, diastolic and mean, by auscultation; systolic blood pressure and average at oscillometry; diastolic blood pressure 24 hours, diastolic blood pressure during the wakefulness period and systolic and diastolic blood pressure during sleep, the outpatient method; heart rate and peripheral vascular resistance. CONCLUSION: Patients diagnosed with resistant hypertension in physically active have lower blood pressure value and heart rate when compared to their sedentary peers. Furthermore, peripheral vascular function in these forearm is best physically active patients.
48

Estudo da vascularização em mandíbulas de pacientes idosos edêntulos e dentados por meio da ultrassonografia modo B e Doppler / Study of vascularization in edentulous elderly patient\'s jaws and teeth by means of ultrasonography and Doppler mode B and Doppler

Marina Gazzano Baladi 12 December 2014 (has links)
Estudo elaborado para a investigação hemodinâmica das artérias alveolar inferior e mentual, relacionada com pacientes idosos edêntulos (totais e parciais) e dentados (com a presença do primeiro molar inferior bilateral), insento de doença oral e sistêmica, por meio da ultrassonografia modo B e Doppler, como forma de exame complementar. Por tratar-se de um método de diagnóstico preciso e confiável de visualização por meio de imagens, em tempo real, prontamente disponível, não invasivo, relativamente de baixo custo, inócuo, é uma importante ferramenta na avaliação de possíveis alterações da vascularização de diversos segmentos corpóreos, influenciando nas decisões clínicas, aumentando a precisão do diagnóstico complementar. Com o emprego do transdutor linear e endocavitário, de maneira intraoral, em 30 pacientes especificados acima, sendo 15 de cada grupo, foi mensurado as seguintes variáveis: IRV (índice de resistência vascular) o qual não sofreu efeitos de interação com lado (D e E), grupos (edêntulos totais e dentados) e artérias (AAI e AM), porém o ID (índice do diâmetro) e o VPS (velocidade de pico sistólico) apresentaram uma forte relação, isto significou que quando o valor de VPS aumentava no vaso estudado, o ID diminuía, ou seja a VPS e o ID se compensavam para manter a hemodinâmica constante, independentemente do lado (D e E) e do grupo (edêntulos e dentados), variando somente de artéria para artéria (AAI e AM). / Study prepared for the inferior alveolar artery hemodynamic investigation and mentual, related to edentulous and dentate elderly oral pathology free through ultrasonography and Doppler mode B, as a form of additional examination, because it is an accurate and reliable method of real time preview, readily available, non-invasive, relatively low-cost, innocuous, making it an important tool in the evaluation of possible changes in vascularity of various body segments corporals\' influencing clinical decisions by increasing the accuracy of diagnosis. With the use of linear array transducer and endocavity, of 30 patients specified above, being 15 from each group, in a way, intraoral were measured the following variables: VRI (vascular resistance index) which did not suffer the effects of interaction with side (R and L), groups (toothed and edentulous) and arteries (AAI and AM), however the ID (index of the diameter) and PSV (peak systolic velocity) showed a strong relationship, this meant that when the PSV value increased in the studied vessel, the ID decreased, i.e. the PSV and the ID they were compensating for to maintain constant hemodynamic, regardless of the side (R and L) and group (edentulous and serrated), varying only the artery to artery (AAI and AM).
49

Correlação entre ansiedade e dor com a pressão arterial e a frequencia cardiaca durante o atendimento odontologico de urgencias

Rodrigues, Rodrigo Ventura 30 January 2004 (has links)
Orientador: Jose Ranali / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Odontologia de Piracicaba / Made available in DSpace on 2018-08-03T21:52:16Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Rodrigues_RodrigoVentura_M.pdf: 301241 bytes, checksum: d514c81d282fc431e00d567e0748f4ce (MD5) Previous issue date: 2004 / Resumo: Este trabalho avaliou a influência da dor e da ansiedade sobre a pressão arterial de pacientes que compareceram no Plantão de Urgências da Faculdade de Odontologia de Piracicaba/UNICAMP. Foram selecionados, de forma aleatória, 139 voluntários. Características populacionais como gênero, idade e nível cultural também foram avaliados. Enquanto aguardavam na sala de espera, os voluntários foram submetidos à Escala de Ansiedade Odontológica de Corah (EAO). Além disso, para avaliar a dor com que os voluntários chegavam ao plantão de urgências, foi aplicada uma Escala Analógica Visual (EAV) antes do atendimento. A pressão arterial (PA) e a freqüência cardíaca (FC) foram avaliadas em 5 momentos distintos: a) a inicial, com o paciente na sala de espera; b) na cadeira odontológica, porém antes do atendimento; c) logo após a aplicação do anestésico local; d) dez minutos após a aplicação do anestésico local; e) ao término do atendimento. Todas as coletas de dados e aferições da PA e da FC foram realizadas por um único avaliador, o qual não teve nenhuma participação no atendimento odontológico realizado pelos alunos de graduação. Todos os dados foram submetidos ao teste de Kruskal-Wallis, Friedman ou Mann-Whitney. Os resultados revelaram que a ansiedade e a dor não foram afetadas pela idade, entretanto a primeira foi relacionada ao gênero (p<0,05). O nível de atenção ao paciente não foi influenciado pelo grau de ansiedade que o mesmo apresentava (p>0,05). Além disso, foi observada relação entre relatar a dor, exibir ansiedade e demonstrar dor com o nível de ansiedade. Entretanto, o nível de ansiedade exibido pelo paciente não foi levado em consideração para a adoção de medidas de controle da mesma. Embora os anestésicos locais contendo adrenalina tenham sido os mais utilizados para técnicas anestésicas, a prática da aspiração não foi comum (p<0,05). Os parâmetros cardiovasculares avaliados no decorrer do atendimento odontológico não foram afetados pelo grau de ansiedade e dor, medidos previamente à sessão (p>0,05) / Abstract: The purpose of this study was to evaluate the influence of pain and anxiety over the blood pressure of patients during emergency situations, whose were attended in the Dental Emergency Service of Piracicaba Dental School. One hundred and thirty nine volunteers were selected. Populational factors like gender, age and instruction degree were verified. During waiting for the treatment, these patients were submitted to the Anxiety¿s Dental Scale of Corah in order to establish the degree of anxiety and to a Visual Analogue Scale to evaluate the pain degree before the dental treatment. The blood pressure and cardiac frequency (CF) were evaluated at five different moments: a) first: patient at the waiting room; b) at the dental chair (before the treatment); c) after the local anesthesia; d) ten minutes after anesthesia; and e) at the end of the treatment. Also, the execution of aspiration prior anesthesia, the kind of anesthesia and the anesthetic used were evaluated. All measurements were performed by the same examiner, which did not execute any dental procedure. The data were submitted to Kruskal-Wallis, Friedman or Mann-Whitney tests. The results showed that the anxiety and pain were not affected by age, but anxiety is affected by the patient¿s gender (p<0.05). The anxious patients did not receive more attention from the operator than the non anxious ones (p>0.05). Also, it was not observed relationship between anxiety degree (Corah scale) and pain or anxiety related by patients. The anxiety degree was not considered by the operator in order to adopt anxiety control procedures. The local anesthetics with epinephrine and blocking injections were the most used, but aspiration was not usual (p<0.05). The cardiovascular parameters (CF and blood pressure) were not affected by the initial anxiety and pain degrees (p>0.05) / Mestrado / Farmacologia, Anestesiologia e Terapeutica / Mestre em Odontologia
50

Avaliação hemodinâmica e respiratória em ovinos submetidos à sedação com xilazina ou dexmedetomidina antagonizada com atipamezole / Hemodynamic and respiratory evaluation in sheep submitted to sedation with xylazine or dexmedetomidine antagonized with atipamezol

Douglas do Carmo Alonso 09 August 2016 (has links)
Os agonistas alfa 2 adrenérgicos são sedativos empregados na rotina clínica de ruminantes, e têm, entre outras, a vantagem de possuir antagonistas específicos, que aumentam a segurança no uso destes medicamentos. Tendo em vista a escassez de estudos acerca dos parâmetros hemodinâmicos e respiratórios em ovinos em posição quadrupedal e submetidos à sedação com xilazina ou dexmedetomidina com posterior reversão pelo atipamezole, realizou-se o presente estudo. Para tanto, foram utilizados 12 ovinos, machos, com idade entre um e dois anos, peso médio de 37,7kg, distribuídos em dois grupos de seis animais que foram submetidos a dois tratamentos distintos com média de três semanas de intervalo, em estudo do tipo prospectivo, encoberto e aleatório, sendo designados como Grupo XILA (cloridrato de xilazina 0,2 mg/kg IM) e Grupo DEX (cloridrato de dexmedetomidina 15 &micro;g/kg IM). Para a instalação do cateter de artéria pulmonar os animais foram anestesiados com auxílio de máscara facial com isofluorano em oxigênio, e na sequência foram intubados e mantidos sob anestesia com o mesmo agente até o fim da instrumentação. Após a recuperação anestésica foram avaliados os parâmetros hemodinâmicos, hemogasométricos e respiratórios durante os primeiros 60 minutos com os animais em posição quadrupedal, para obtenção dos parâmetros basais. Finalizada esta avaliação, os animais foram submetidos aos protocolos de sedação segundo o seu grupo. Os parâmetros foram verificados e registrados aos cinco (S5), 15 (S15) e 30 minutos (S30) após sedação, e, após a aplicação de 30 &micro;g/kg IM de atipamezole aos cinco (R5) e 15 minutos (R15). Foram avaliados frequência e ritmo cardíaco, pressão arterial sistêmica, parâmetros hemodinâmicos, frequência respiratória, hemogasometria arterial e venosa mista, temperatura central, glicemia e grau de sedação. Os índices ventilatórios e hemodinâmicos foram calculados. O período de latência em XILA e DEX foram 3,9 e 5,2 minutos. A xilazina promoveu sedação mais intensa, com diferença significativa entre os grupos aos 5 e 15min após sedação (momentos S5 e S15). Após a sedação, observou-se redução significativa da frequência cardíaca nos dois grupos, que refletiu no débito cardíaco, índice cardíaco e pressão arterial média. Houve elevação não significativa da resistência vascular sistêmica em ambos os grupos, mas que após o atipamezole ficou significativamente mais baixa no grupo XILA. A xilazina causou taquipneia, que foi inibida após o atipamezole. Não houve alterações clinicamente importantes nos valores de PaCO2, PaO2, SaO2 e nem nos índices de ventilação, indicando que não ocorreu hipoxemia, hipercapnia ou hipoventilação durante a sedação. A glicemia elevou-se de maneira significativa nos dois grupos mantendo-se elevada mesmo após o antagonista. Após administração do atipamezole os animais levaram 10,0 e 11,7 minutos para ficarem em posição quadrupedal e 19,3 e 30 minutos para reversão dos efeitos da xilazina e da dexmedetomidina, respectivamente. Tanto a xilazina como a dexmedetomidina promoveram sedação segura, com poucos efeitos hemodinâmicos e cardiorrespiratórios, sugerindo que a administração pela via intramuscular seja adequada para sedação de ovinos com xilazina ou dexmedetomidina / Adrenergic alpha 2 agonists are sedatives used in ruminants clinical routine and have, among others, the advantage of specific antagonists which increase the safety of these drugs. Given the scarcity of studies on the hemodynamic and respiratory parameters in sheep in standing position and undergoing sedation with xylazine or dexmedetomidine with subsequent reversal by atipamezol, this study was performed. For this purpose were used 12 male sheep, aged between one and two years, average weight 37,7kg. Sheep were divided into two groups of six animals that were submitted to two different treatments with a mean interval of three weeks, in a study of prospective hidden and random type, being designated as XILA Group (xylazine hydrochloride 0.2 mg/kg) and DEX Group (dexmedetomidine hydrochloride 15 &micro;g/kg) given by intramuscular route. For the installation of pulmonary artery catheter, the animals were anesthetized with facial mask with isofluorane in oxygen, and were intubated and maintained under anesthesia with the same agent until the end of instrumentation. After recovery of anesthesia, we evaluated the hemodynamic, blood gas and respiratory parameters during the first 60 minutes with animals in standing position, to obtain the baseline parameters. Completed this evaluation, the animals were submitted to sedation protocols according to their group. The parameters were checked and registered to 5 (S5), 15 (S15) and 30 minutes (S30) after sedation, and after application of 30 &micro;g/kg atipamezole by intramuscular route to 5 (R5) and 15 minutes (R15). Frequency and heart rate, systemic blood pressure, hemodynamic parameters, respiratory rate, arterial and mixed venous blood gas analysis, core temperature, blood glucose and degree of sedation were evaluated. Ventilatory and hemodynamic indices were calculated. The onset period in XILA and DEX were 3.9 and 5.2 minutes. Xylazine promoted more intense sedation, with a significant difference between the groups at 5 and 15 minutes after alpha 2 administration (S5 and S15). After sedation, significant decrease in heart rate was observed in both groups, which reflected in cardiac output, cardiac index and mean arterial pressure. There was no significant increase in systemic vascular resistance in both groups, but after atipamezol was significantly lower in the XILA group. Xylazine caused tachypnea, which was inhibited after atipamezol. There were no clinically significant changes in PaCO2, PaO2, SaO2 nor in the ventilation indices, indicating that there was no hypoxemia, hypercapnia or hypoventilation during sedation period. Blood glucose rose significantly in both groups, remained higher even after antagonist. After administration of atipamezol sheep needed 10.0 and 11.7 minutes to remain in standing position and 19.3 and 30 minutes to reverse the effects of dexmedetomidine and xylazine, respectively. Xylazine and dexmedetomidine promoted safe sedation with few hemodynamic and cardiorespiratory effects, suggesting that the intramuscularly route is suitable for sedation of sheep with xylazine or dexmedetomidine

Page generated in 0.0655 seconds