• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 50
  • 4
  • Tagged with
  • 55
  • 55
  • 30
  • 29
  • 26
  • 16
  • 14
  • 13
  • 12
  • 12
  • 11
  • 11
  • 11
  • 10
  • 10
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Effects of firm resources on multinationality and the mediating role of relative added distance

Floriani, Ricardo, 1980-, Amal, Mohamed, 1960-, Floriani, Dinorá Eliete, 1975-, Universidade Regional de Blumenau. Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis. January 2017 (has links) (PDF)
Orientador: Mohamed Amal. / Coorientador: Dinorá Eliete Floriani. / Tese (Doutorado em Ciências Contábeis e Administração) - Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis e Administração, Universidade Regional de Blumenau, Blumenau.
2

Projetos de investimento com mais de duas variações de sinal: sobre a aplicação do teorema de Vincent e suas extensões

Faro, Paula M. L. Daudt de 19 June 1998 (has links)
Made available in DSpace on 2008-05-13T13:16:07Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 1998-06-19 / Neste trabalho, fazendo uso da teoria das equações, iremos cotejar a aplicação de dois métodos clássicos de separação de raízes. Tais métodos, especializados para a 'separação' das taxas internas de retorno de um projeto, são superiores às condições de suficiência pois que permitem a determinação do número exato de taxas internas de retorno associadas a um projeto, no intervalo de taxas de juros considerado.
3

Uma estimativa da taxa real de retorno agregada dos investimentos de capital físico no Brasil (1970/1987)

Lima Neto, Antônio José Ribeiro 09 May 1989 (has links)
Made available in DSpace on 2008-05-13T13:16:45Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 1989-05-09
4

A Light, investimento estrangeiro no Brasil: uma luz sobre o ciclo privado-público-privado em 80 anos pela análise de taxa de retorno

Jourdan, Marcelo Mollica 18 January 2006 (has links)
Made available in DSpace on 2008-05-13T13:48:11Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2164.pdf: 3638396 bytes, checksum: 7bcc8c5b8368418a17ca819036c8de89 (MD5) Previous issue date: 2006-01-18 / The Brazilian Traction, Light and Power Company, known to the public simply as Light, was formed by Canadian entrepreneurs in 1899. For the following 80 years, Light dominated the public services sector (tramways, electricity, telephones, gas) in the most developed areas of Brazil, the cities of Rio de Janeiro and São Paulo. Since its foundation, the company survived through various political times, until its takeover by the Brazilian government in 1979. During these eighty years, Brazilian infrastructure, born private, was gradually made public. In the 90s, the sector would be privatized, thus returning to its original state. The cycle, private-public-private, as seen in developed economies, was also experienced by Brazil. The Light, the major symbol of foreign capital in Brazil, was initially welcome given its identification with industrialization and modern times. The 20s, however, brought the debate over the role of foreign capital in Brazilian development, vis-à-vis the choice of the State as the leading player. A great deal of criticism was the norm in the case of Light, in particular regarding its profitability level, considered at the time to be obscure, possibly above the norm. Another point of debate refers to the lack of appropriate tariff corrections and to which extent this was a cause for recurrent supply crisis in the country´s infrastructure sector. Through primary research, this thesis analyzes Light´s history from a Rate-of-Return perspective. After constructing a (previously unavailable) data series for Light´s 80- years financial history in Brazil, it was possible to calculate its shareholders returns, for different periods and for its whole presence in Brazil. By comparing its returns against benchmarks, we were able to show that: i) contrary to the popular belief at the time, the rate-of-return obtained by the major foreign player in Brazil´s XXth century infrastructure, was actually well below minimum acceptable levels, and ii) the lack o proper tariff adjustments, for many decades, was in fact a key factor explaining the underdevelopment of Brazilian infrastructure sector. / A Brazilian Traction, Light and Power Company ('Light'), formada por empreendedores canadenses em 1899, operou por 80 anos praticamente toda a infraestrutura (bondes, luz, telefones, gás) do eixo Rio-São Paulo. A empresa passou por vários ciclos políticos, desde sua fundação até sua estatização em 1979. Durante este período de 80 anos, a infra-estrutura nacional, inicialmente privada, foi gradativamente passando para as mãos do Estado. O setor voltaria a ser privado a partir dos anos 90, configurando o ciclo privado-público-privado, similar ao ocorrido nos países mais desenvolvidos. A Light, símbolo maior do capital estrangeiro até os anos 50, foi inicialmente bem recebida no país, posto que seu desenvolvimento era simbiótico, causa e conseqüência, ao desenvolvimento industrial. Dos anos 20 em diante, crescem os debates econômicos ou ideológicos quanto ao papel do capital privado estrangeiro no desenvolvimento nacional, vis-a-vis a opção do setor público como ator principal. Sempre permaneceu sob névoa quais teriam sido os lucros da Light no Brasil, e se esses seriam excessivos, acima do razoável. Outra questão recorrente se refere até que ponto os congelamentos de tarifas teriam contribuido para a crise de oferta de infra-estrutura. Através de um trabalho de pesquisa em fontes primárias, esta dissertação procura reconstituir a história da Light, sob um foco de Taxa de Retorno sob o capital investido. Foi reconstruída a história financeira da Light no Brasil, a partir da qual calculou-se, para vários períodos e para os seus 80 anos de vida, os retornos obtidos pelos acionistas da empresa. A partir dos resultados obtidos, e utilizando-se de benchmarks comparativos, foi possível mostrar que: i) ao contrário da crença vigente à época, o retorno obtido pelo maior investidor estrangeiro no setor de infra-estrutura do Brasil do Séc. XX, se mostrou bem abaixo do mínimo aceitável, e ii) o represamento de tarifas, por várias décadas, foi de fato determinante para o subdesenvolvimento do setor de infra-estrutura no Brasil.
5

Introdução à teoria de opções e a seu enfoque conceitual aplicado à análise de investimentos

Brás, Maria de Fátima Cáceres 10 September 1992 (has links)
Made available in DSpace on 2010-04-20T20:15:29Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 1992-09-10T00:00:00Z / Apresenta o conceito de opções reais, ou seja, as oportunidades de crescimento ou ativos possuídos pela empresa. Considera a avaliação dos projeLos de investimenLo a flexibilidade operacional - adiar, expandir, contrair, abandonar etc. e o posicionamento estratégico da empresa, utilizando a técnica do VPL expandido. Aborda as opções reais compostas e o eleito das interações intra e interprojetos no valor e na aceitação ou rejeição de oportunidades de investimento
6

Estudo empírico dos determinantes dos gastos com investimentos das empresas brasileiras

Bordalo, Eduardo Riedlinger Mont'Alverne 31 May 2017 (has links)
Submitted by Eduardo Riedlinger Mont Alverne Bordalo (eduardo.bordalo@gmail.com) on 2017-06-30T15:39:31Z No. of bitstreams: 1 Tese Mestrado Eduardo Bordalo.pdf: 10106773 bytes, checksum: 0fec69b7bac75913d6207b4f15289f3b (MD5) / Approved for entry into archive by GILSON ROCHA MIRANDA (gilson.miranda@fgv.br) on 2017-08-29T15:26:16Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Tese Mestrado Eduardo Bordalo.pdf: 10106773 bytes, checksum: 0fec69b7bac75913d6207b4f15289f3b (MD5) / Made available in DSpace on 2017-09-06T20:05:13Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Tese Mestrado Eduardo Bordalo.pdf: 10106773 bytes, checksum: 0fec69b7bac75913d6207b4f15289f3b (MD5) Previous issue date: 2017-05-31 / This sludy aims to analyze lhe microeconomic variabJes that influence lhe decision af Brazilian companics to makc Capital Expenditure. Four hypothesis related to lhe folJowing investment thesis were tested: Neoclassical theory, Free Cash Flow theory and Agency theory. The motivatian af this study is to understand lhe investment decision process af Brazilian fimls and compare it with similar studics applicd in developed countries outside Latin America. Furtherrnore, lhe govemment influence in lhe inveslment decision process af some ofthe firms was segregated and analyzed separately. The analysis is based on 1.520 data from quarterly financiai statements of 38 finns listed on lhe Brazilian stock exchange from 2006 to 2016. The firrns were a1so separated in two differenl groups. one of them eontaining the firms that the Brazilian govemment ean innuenee lhe Capex deeision. The results show that the sample with ali firms and the sample with fimls that do not suffer from government influenee eonfinn ali investment Iheories and indieate Ihat lhe Free Cash Flow theory is predominam in lhe Brazilian business environment. The independent variables sales. free cash flow and Tobin 's Q ratio have positive efTeet on eapex. while leverage and size have a negative effeet. The results from lhe sample with finns lhal suffer from govemment influence eonfirrn only the Neoclassical theory lhat states that the variab le sales is positively correlated with lhe Capex. / Esse estudo analisa as variáveis microeconômicas que influenciam as empresas brasileiras na tomada de decisão ao realizar investimentos em capital. Foram testadas quatro hipóteses relacionadas as seguintes teorias de investimento: teoria Neoclássica, teoria dos Fluxos de Caixa Livres e teoria da Agência. A motivação do estudo é compreender o processo de decisão de investimento das firmas brasileiras e comparar os resultados com o encontrado em estudos similares realizados em países desenvolvidos fora da América Latina. Além disso, foi analisada a participação do governo em firmas nas quais ele possui poder de influência na política de investimentos. A análise é baseada em 1,520 observações provenientes de dados trimestrais de 38 firmas listadas em bolsa de 2006 a 2016. As firmas também foram separadas e analisadas em dois grupos distintos, um deles contendo as empresas que o governo possui influência na tomada das decisões de investimento e outro de empresas que o governo não possui nenhum tipo de do governo na tomada de decisão de investimento. Os resultados encontrados para a amostra completa e para a amostra com as firmas que não sofrem influência do governo confirmam as três teorias e indicam que a teoria dos Fluxos de Caixa Livres é predominante no ambiente de negócios brasileiro. As variáveis vendas, fluxo de caixa livre e q de Tobin possuem uma relação positiva com o gasto com investimentos, enquanto que as variáveis alavancagem e tamanho possuem uma relação negativa. No caso da amostra com as firmas que sofrem influência do governo a única teoria que pode ser confirmada foi a teoria Neoclássica que prevê uma relação positiva entre a variável vendas e os gastos com investimentos.
7

Retorno sobre investimentos corporativos e decisões de financiamento

Carrete, Liliam Sanchez 27 August 2001 (has links)
Made available in DSpace on 2010-04-20T20:14:53Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2001-08-27T00:00:00Z / As empresas realizam investimentos visando criar valor aos acionistas. Para realizar tais investimentos são necessários recursos financeiros, cujas fontes podem ser: internas à empresa (lucros retidos), endividamento ou capital próprio. A teoria de Estrutura de Capital consiste em dois grandes grupos, o primeiro deles, sob a premissa de Mercado Perfeito, defende a hipótese de irrelevância da estrutura de capital e das decisões de investimento serem realizadas independentemente das decisões de financiamento. O segundo grupo defende a hipótese da relevância da estrutura de capital sob contexto de imperfeições de mercado, onde as decisões de financiamento passam a fazer parte do processo de criação de valor da empresa. Este trabalho avalia de forma agregada, a dinâmica dos financiamentos, investimentos e retomo corporativo das empresas de capital aberto do setor não financeiro situadas no Brasil - mercado caracterizado por imperfeições de mercado com restrição ao acesso a fontes de recursos externas às empresas, grande instabilidade econômica e mercado de capitais pouco desenvolvido. Este estudo empírico estima uma taxa de retomo dos investimentos corporativos e verifica a criação de valor aos acionistas para o período de 1988 a 1999.Além disso, avalia as fontes de recursos utilizadas pelas empresas, verificando a influência das mudanças ocorridas no cenário brasileiro referente ao maior acesso das empresas ao mercado internacional de capitais e à estabilização inflacionária. Dadas as imperfeições de mercado, foi testado o modelo ‘pecking order’ contra o ‘tradeoff', utilizando método econométrico já realizado no mercado americano, de modo a obter melhor entendimento sobre as decisões de busca de recursos por parte das empresas do setor não financeiro, no Brasil. Dentre os resultados obtidos, cinco merecem destaque. Em primeiro lugar, verificamos que a estimativa de retomo de investimentos corporativos é de 14,99%, que também pode ser interpretada como uma estimativa de custo de capital, ou ainda como a taxa requerida pelos acionistas. Comparando essa taxa com a taxa de retomo entregue pelo setor empresarial (12,56%), não obtivemos a validação da hipótese de que as empresas criaram valor aos seus acionistas. Em segundo lugar, observamos que as empresas geram recursos suficientes para realização de seus investimentos. Em terceiro, constatamos que as empresas definem níveis de endividamento ótimo, com base no valor contábil e não no valor de mercado. Em quarto lugar, verificamos que as empresas apresentam aumento nos níveis de endividamento a partir de 1991, quando passam a ter maior acesso ao mercado internacional de capitais; e um aumento ainda maior a partir de 1995 com a estabilização inflacionária. Como quinto resultado, também de grande importância, observamos fortes evidências a favor do modelo ‘pecking order’, o qual explica como as empresas priorizam as fontes de recursos para realização de seus investimentos.
8

Uma análise comparativa entre as estruturas de private equity e venture capital nos EUA e no Brasil

Comodo, Gustavo Cardoso 01 December 2009 (has links)
Made available in DSpace on 2010-04-20T20:20:51Z (GMT). No. of bitstreams: 1 68070200650.pdf: 209635 bytes, checksum: 9a7386e694544f8b5f78affa61bb72e0 (MD5) Previous issue date: 2009-12-01T00:00:00Z / A indústria de Private equity e Venture capital (PE/VC) em todo o mundo passou por uma acelerada transformação nos últimos dez anos tanto nas economias desenvolvidas como nas economias em desenvolvimento. Esta transformação ocorreu atrelada a um crescimento exponencial do total de ativos sob gestão nos EUA e no Brasil. Em linhas gerais, as aquisições no modelo americano ocorrem por meio de operações alavancadas e totalmente dependentes de linhas de crédito que fomentem a atividade. Os agentes desta indústria são conhecidos como 'Investidores Financeiros'. Geralmente, companhias de capital aberto têm o seu controle adquirido e em seguida suas ações são tiradas de negociação em bolsa de valores para então iniciar-se o trabalho efetivo dentro da companhia com o compromisso futuro de pagamento da dívida contraída para sua aquisição. Já no modelo brasileiro as aquisições ocorrem mais comumente por meio de capital próprio com a entrada efetiva do investidor / comprador na companhia e estes por sua vez, são conhecidos como 'Investidores Intervencionistas'. É um estilo de atuação bem menos oportunista, muito mais ativo e pautado pelo crescimento orgânico da instituição, com a força do capital do investidor. Este trabalho objetivou realizar uma análise comparativa entre estes modelos e ilustrar por meio de casos reais alguns dos seus estilos mais comuns de gestão na indústria de PE/VC nos EUA e no Brasil.
9

Decis??es de investimentos e rentabilidade futura das empresas : um estudo nas empresas n??o financeiras com a????es na BMF&BOVESPA no per??odo de 2000 a 2010

Navarro, Augusto Coppi 19 December 2011 (has links)
Made available in DSpace on 2015-12-03T18:35:20Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Augusto_Coppi_Navarro.pdf: 389848 bytes, checksum: 16121486be1238d414ea1df7195c0792 (MD5) Previous issue date: 2011-12-19 / Investment decisions are meant to generate future positive returns. Hence decisions are strategically taken by companies to achieve objectives such as replacing equipment or expanding the current plant capacity, implementing new plants or still, setting up new equipment to yield new products. The shareholders' best interests must be taken into consideration regarding the efforts to maximize the return of invested capital. Therefore, must be evaluated as relevant information to shareholders. The purpose of this research was to know the relation between the investment made and the company's future profitability, quantified by two measures of performance: ROA and Tobin's q. This is an empirical-analytical study with quantitative data treatment by using linear regression technique. The samples was collected from Economatica?? data base, and were selected non-financial Brazilian companies listed at BM&FBOVESPA, which have presented financial demonstrations in the 2000-2010 period. To conduct this research, the analysis period was divided into investment period and performance period, with the purpose of comparison between investment and future profitability. It is assumed that business companies make investment decisions bearing in mind future profit prospects. The regression model that uses profitability measured by ROA positively associates the performance period profitability with the performance period investments, as well as the investment period profitability. The regression model that uses profitability measured by Tobin's q positively associates the performance period profitability with the investments period profitability. / Das decis??es de investimentos esperam se que sejam gerados retornos positivos no futuro, e s??o estrategicamente tomadas pelas empresas para substitui????o de equipamentos ou para amplia????o de capacidade da planta atual ou para instala????o de novas plantas, ou ainda, para instala????o de novos equipamentos visando a produ????o de novos produtos. Estas decis??es de investimentos devem ser tomadas a luz do melhor interesse dos acionistas de modo a maximizar o retorno do capital investido. E, portanto, devem ser avaliadas como informa????es relevantes para os acionistas. O objetivo desta pesquisa foi conhecer a rela????o entre o investimento realizado e a rentabilidade futura da empresa, mensurado por duas medidas de desempenho: ROA e Q de Tobin. Este ?? um estudo emp??rico-anal??tico com tratamento quantitativo de dados pelo uso da t??cnica de regress??o linear. A amostra foi coletada na base de dados da Econom??tica??, e foram selecionadas as empresas brasileiras n??o financeiras listadas na BM&FBOVESPA, que apresentaram demonstra????es financeiras no per??odo de 2000 a 2010. Para realiza????o da pesquisa, o per??odo de an??lise foi dividido em per??odo de investimento e per??odo de desempenho, com o objetivo de comparar investimento e rentabilidade futura. ?? assumido que as empresas ao tomarem a decis??o de investir o fa??am com a perspectiva de terem lucro no futuro. O modelo de regress??o que utiliza a rentabilidade mensurada pelo ROA relaciona positivamente a rentabilidade do per??odo de desempenho ao investimento do per??odo de desempenho, bem como ?? rentabilidade do per??odo de investimento. O modelo de regress??o que utiliza a rentabilidade pelo Q de Tobin, relaciona positivamente a rentabilidade do per??odo de desempenho ?? rentabilidade do per??odo de investimento.
10

Estilo, comovimento e previsibilidade de retorno: uma análise do mercado brasileiro entre 2000-2011

Padua, Daniel Salles de 29 January 2013 (has links)
Submitted by MFEE Mestrado Profissional em Finanças e Economia Empresarial da EPGE (mfee@fgv.br) on 2015-02-24T19:52:06Z No. of bitstreams: 1 Daniel Pádua Versão Final.pdf: 2926735 bytes, checksum: 3a118ec117860cba182feae37fa5226f (MD5) / Approved for entry into archive by Marcia Bacha (marcia.bacha@fgv.br) on 2015-03-03T19:10:36Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Daniel Pádua Versão Final.pdf: 2926735 bytes, checksum: 3a118ec117860cba182feae37fa5226f (MD5) / Approved for entry into archive by Marcia Bacha (marcia.bacha@fgv.br) on 2015-03-03T19:11:22Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Daniel Pádua Versão Final.pdf: 2926735 bytes, checksum: 3a118ec117860cba182feae37fa5226f (MD5) / Made available in DSpace on 2015-03-03T19:11:40Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Daniel Pádua Versão Final.pdf: 2926735 bytes, checksum: 3a118ec117860cba182feae37fa5226f (MD5) Previous issue date: 2013-01-29 / Wahal and Cruz (2009) published an essay adding to the literature on behavior fínance, unifying the concepts of momentum, comovement and style investing as tools for return predictability. They discovered that assets possessing larger comovement offered higher returns as opposed to those having low comovement. We endeavored to reflect their methodology to the Brazilian market in a matmer applicable scenario of low liquidity and reduced amount of asscts that are charactetistics o f our stock market. Our results did not present the same tendency of the original essay, but we verifíed that, albeit in a limited way, it is possible to explore profítable strategies by means ofusing this structure. / Wahal e Yavuz (2009) divulgaram trabalho ampliando a literatura da teoria de finanças comportamentais, unindo os conceitos de momento, estilo e comovimento como ferramentas de previsibilidade de retorno em investimentos. Eles descobriram que ativos com maior comovimento apresentam retornos mais elevados que os de baixo comovimento. Buscamos replicar a sua metodologia ao mercado brasileiro de maneira aplicável a realidade de baixa liquidez e quantidade reduzida de ativos do nosso mercado de ações. Nossos resultados não apresentaram a mesma tendência do trabalho original, porém verificamos, ainda que de forma limitada, a possibilidade de explorar estratégias lucrativas usando este arcabouço.

Page generated in 0.1164 seconds