• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 807
  • 12
  • 12
  • 12
  • 12
  • 9
  • 8
  • 8
  • 5
  • 3
  • 2
  • 2
  • 1
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 834
  • 389
  • 220
  • 206
  • 178
  • 151
  • 115
  • 111
  • 96
  • 84
  • 69
  • 64
  • 61
  • 54
  • 52
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
51

Delimitação do conceito de personalidade em Kurt Goldstein

Araujo, Anelise Teresinha da Silva 13 November 1980 (has links)
Submitted by Nathanne_estagiaria Silva (nathanne.silva@fgv.br) on 2012-01-31T18:04:33Z No. of bitstreams: 1 000016584.pdf: 11683280 bytes, checksum: 19f2f08b7055540a706f5aa9f1a56b71 (MD5) / Made available in DSpace on 2012-01-31T18:04:44Z (GMT). No. of bitstreams: 1 000016584.pdf: 11683280 bytes, checksum: 19f2f08b7055540a706f5aa9f1a56b71 (MD5) / Due to the high importance of the theme – Personality - in Psychology and although all the various existing theories are incomplete it was decided that it would be worthwhile to study under the view point of Kurt Goldstein. This author was chosen on account of his methodological work and because he is little known in psychological circles. This essay is intended to be theoretical although it is recorrised that this setes a limitation. At the same time the Personality was studied against a Gestalt background, also phenomenologically and under the light of the philosophy and the holistic approach, in an interdisciplinary point of view. An attempt was made offered by Kurt Goldstein. The conclusion reached was that Personality is a continuous process in constant activity. It works in favor of the organism unity, in a limited time which gives it its formo It express it self in privileged behavior and it is represented by language contitution. To create links, to maintain relations, and to stay unfinished are characteristics of the Personality. / A cause de I' importance du theme - Personnali té – dans la Psychologie et malgre l'incompletude des differentes théories existentes jusqu'à présent, on a résolu de l'étudier selon Kurt Gondstein. Le choix de cet auteur est du à son travail méthodologique aussi qu'à son anonymat dans le savoir psychologique. Cette dissertation est théorique, malgré la reconnaissance des limitations de s'opérer seulement avec la théorie. Conjointement à l'ouvre de Goldstein, le concept a été exarniné selon les présuppositions de la Gestalt, ayant été aussi observé fenomenologiquement, au niveau de la théorie des systemes, de la philosophie et de l'abordage holiste dans l'in terieur d'un scheme interdisciplinaire. Il s'agit d'approximer un modele proposé par Goldstein. On peut conclure que la Personnalité est un proces ininterrompu et en activité constante. Elle fonctionne en faveur de l'unité organismique, dans un temps que la configure. Elle s'exprime en conduites privilegiées, étant répresentée, mais dans une représentation de consti tution par la langage. Ce sont des caractéristiques de la Personnalité: s'interlier, main tenir des relations et rester toujours inachevé. / Dada a relevância do tema - Personalidade - em Psicologia e apesar da incompletude das diversas teorias até hoje existentes, resolveu-se estudá-la à luz de Kurt Goldstein. A escolha deste autor se deve a seu trabalho metodológico tanto quanto ao fato de ser ele desconhecido dentro do saber psicológico. Esta dissertação é de cunho teórico, embora se reconheça as limitações de só atuar em teoria. Conjuntamente à obra de Goldstein o conceito foi examinado dentro dos pressupostos gestálticos, tendo sido ele observado também fenomenologiacamente, ao nível da teoria dos sistemas, da filosofia e da abordagem holista no interior de um esquema interdisciplinar. A tentativa é de aproximar um modelo proposto por Goldstein. Conclui-se ser a personalidade um processo ininterrupto e em atividade constante. Funciona em favor da unidade organísmica dentro d'um tempo que lhe configura. Expressa-se em comportamentos privilegiados sendo representada mas n'uma representação de constituição pela linguagem. Faz parte da Personalidade interligar-se, manter relações e permanecer sempre inacabada.
52

Características de personalidade e preferências de aprendizagens: um estudo exploratório

Villa Verde, Maria Noemi de Souza 05 1900 (has links)
Submitted by Estagiário SPT BMHS (spt@fgv.br) on 2012-05-10T12:41:36Z No. of bitstreams: 1 000039696.pdf: 11159552 bytes, checksum: b68f979e840dd7eb5f8b51ad9972628d (MD5) / Made available in DSpace on 2012-05-10T12:41:46Z (GMT). No. of bitstreams: 1 000039696.pdf: 11159552 bytes, checksum: b68f979e840dd7eb5f8b51ad9972628d (MD5) Previous issue date: 1976 / The present paper describes an exploratory study of personality characteristics and learning preferences among universitary students of the four courses of health Area, Medicine, Odontology, Nursing and Nutrition. Two measurerement instruments were used in order to make possible this study: the Personality Scales of Comrey and the Inventory of Learning Preferences. The treatment of data obtained was developed through statistics, frequency distribution, correlation and regression analysis. The results obtained through the statistical treat ment didn’t aIIow us to meet any objective conclusion of relations between the personality variables and learning preferences, but certainly they will provide us with many data that may be of great value for future studies. / O presente trabalho descreve um estudo exploratório de características de personalidade e preferências de aprendizagem em estudantes universitários de quatro cursos da área da Saúde: Medicina, Odontologia, Enfermagem e Nutrição. Para este estudo utilizou-se como fonte de dados dois instrumentos de medida, as Escalas de personalidade de Comrey e o Inventário de Pre2erências de Aprendizagem. O tratamento dos dados foi feito através das estatísticas distribuição de frequência, correlação e análise da regressão. Os resultados do tratamento estatístico não nos possibilitou. alcançar nenhuma conclusão objetiva das relações entre as variáveis de personalidade e preferências de aprendizagem, no entanto, forneceu-nos dados para posteriores estudos.
53

Relações entre características pessoais, comportamento e desempenho de micro e pequenos empresários do setor industrial de Fortaleza

Silva, Francisco Rogério de Morais January 2009 (has links)
SILVA, Francisco Rogério de Morais. Relações entre características pessoais, comportamento e desempenho de micro e pequenos empresários do setor industrial de Fortaleza. 2009. 166 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Ceará, Faculdade de Economia, Administração, Atuária e Contabilidade, Programa de Pós-Graduação em Administração e Controladoria, Fortaleza-CE, 2009. / Submitted by Dioneide Barros (dioneidebarros@gmail.com) on 2016-04-07T15:08:28Z No. of bitstreams: 1 2009_dis_frmsilva.pdf: 1007203 bytes, checksum: 9a0e27121d53a2bb90da663b5d67daef (MD5) / Approved for entry into archive by Dioneide Barros (dioneidebarros@gmail.com) on 2016-04-13T15:11:50Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2009_dis_frmsilva.pdf: 1007203 bytes, checksum: 9a0e27121d53a2bb90da663b5d67daef (MD5) / Made available in DSpace on 2016-04-13T15:11:50Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2009_dis_frmsilva.pdf: 1007203 bytes, checksum: 9a0e27121d53a2bb90da663b5d67daef (MD5) Previous issue date: 2009 / This study investigates the relations between personal characteristics, trends of character and strategies adopted by entrepreneurs and its relation with the success of small companies of the industrial sector of Fortaleza, whose activities had initiated in 2005, working for at least two years. Among the concepts considered in the work, the peculiarities of the segment of micro and small companies, the origin of the company unit and its main theoretical lines, personality characteristic and character traits, business strategies and the success are highlighted. We used a sample of one hundred entrepreneurs, from which we got a characteristic demographic profile, differentiating it from the business profile of other sectors related to personal, strategic aspects, success and business aspects, strengthening the idea that it is a differentiated group that needs to be approached with a proper methodology and differently understood. Aspects related to human capital (formation, personal experiences, specific qualification and experiences in other business and family situations) are added to other factors analyzed in the formation of this specific professional group. The analysis of the data collected shows that, similarly to what was proven in previous studies, certain personal characteristics are more associated to a good business performance, and such association is strengthened by strategies relevant for this kind of businessperson. Besides proving conclusions of previous studies about these relations, the present work revealed that it is possible to identify character traits that, added to or identified with personal characteristics and psychological or business strategies, improve the business performance. A predominant trend of the following styles of character in the searched group was identified: civic and collectivist individualist followed by heroic, narcissist and obsessive individualist. The awareness of their ability, assuming work as a supreme value, sharing their decisions and the capacity of reassessing from their own mistakes, were some characteristics related to the styles: civic and collectivist individualist. The study evidenced that entrepreneurs with good performance indices are also the most satisfied and fulfilled at the personal and professional levels, strengthening the relationship between objective and subjective success. Among the most employed strategies: “business guidance for the performance of the company and its employees”, “practice of innovation and use of creativity” and “professionalism” are the most effective for attaining business success. / Este estudo investiga as relações entre características pessoais, tendências de caráter e estratégias adotadas por empresários e sua relação com o sucesso de pequenas empresas do setor industrial de Fortaleza, cujas atividades se iniciaram em 2005, com pelo menos dois anos de funcionamento. Dentre os conceitos considerados no trabalho, destacam-se as peculiaridades do segmento das micro e pequenas empresas, a gênese da unidade empresarial e suas principais linhas teóricas, características de personalidade e traços de caráter, as estratégias empresariais e o sucesso. Utilizou-se uma amostra de cem empresários, dos quais se obteve um perfil demográfico característico, diferenciando-o do perfil empresarial de outros setores no que tange a aspectos pessoais, estratégicos, de sucesso e empresariais, reforçando a idéia de que se trata de um grupo diferenciado e que necessita ser abordado com metodologia própria e compreendido diferencialmente. Aspectos relativos ao capital humano, (formação, experiências pessoais, qualificação específica e vivências em outras situações empresariais e familiares), se somam a outros fatores abordados na formação desse grupo profissional específico. As análises dos dados coletados mostram que, a exemplo do que foi comprovado em estudos anteriores, determinadas características pessoais são mais associadas ao bom desempenho empresarial e tal associação é reforçada por estratégias relevantes para esse tipo de empresário. Além de comprovar achados de estudos anteriores sobre essas relações, o estudo atual revelou que é possível identificar traços de caráter que, somados ou identificados com características pessoais e estratégias psicológicas ou empresariais melhoram o desempenho empresarial. Identificou-se uma tendência predominante dos seguintes estilos de caráter no grupo pesquisado: individualista cívico e coletivista seguidos do individualista heróico, narcisista e obsessivo. A consciência de sua competência, assumir o trabalho como valor supremo, compartilhar suas decisões e ter a capacidade de reavaliação a partir dos próprios erros foram algumas características relacionadas aos estilos: individualista cívico e coletivista. O estudo evidenciou que empresários com bons índices de desempenho são também os mais satisfeitos e realizados a nível pessoal e profissional, reforçando a relação entre sucesso objetivo e subjetivo. Entre as estratégias mais utilizadas, “orientação empresarial para o desempenho da empresa e dos empregados”, “prática da inovação e do uso da criatividade” e “profissionalismo” estão entre as mais efetivas para o alcance do sucesso empresarial.
54

Tradução, adaptação e aplicação do PDQ-4 (Personality Diagnostic Questionnaire 4) para uma amostra de pacientes internados e ambulatoriais

Alcântara, Igor Dias de Oliveira January 2004 (has links)
Resumo não disponível.
55

Tradução, adaptação e aplicação do PDQ-4 (Personality Diagnostic Questionnaire 4) para uma amostra de pacientes internados e ambulatoriais

Alcântara, Igor Dias de Oliveira January 2004 (has links)
Resumo não disponível.
56

Antecedentes internos da participação política

Black, Peter Ulrich Vieth 03 November 2016 (has links)
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Programa de Pós-graduação em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações, 2016. / Submitted by Raquel Almeida (raquel.df13@gmail.com) on 2018-03-23T18:34:46Z No. of bitstreams: 1 2017_PeterUlrichViethBlack​.pdf: 4101267 bytes, checksum: 1bdb3ea173ce172a6b69de956056dd3d (MD5) / Approved for entry into archive by Raquel Viana (raquelviana@bce.unb.br) on 2018-03-26T19:49:05Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2017_PeterUlrichViethBlack​.pdf: 4101267 bytes, checksum: 1bdb3ea173ce172a6b69de956056dd3d (MD5) / Made available in DSpace on 2018-03-26T19:49:05Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2017_PeterUlrichViethBlack​.pdf: 4101267 bytes, checksum: 1bdb3ea173ce172a6b69de956056dd3d (MD5) Previous issue date: 2018-03-26 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). / Quando consideradas as diversas formas de participação política, nota-se que as pessoas se sentem mais motivadas a participar quando se sentem informadas, interessadas e eficazes, quando elas se sentem realmente preocupadas com os resultados dessa participação e quando sentem que podem fazer uma diferença. Estas percepções dão origem aos estudos que têm como foco os determinantes internos (nível individual) da participação política. Destacam-se neste enfoque estudos que investigaram fatores como a percepção de eficácia (Pollock, 1983), as predisposições políticas (Sears & Funk, 1999) e o interesse por política (Milner, 2008), e suas influências sobre a participação política. Também são muitos os estudos que relacionam estes fatores com personalidade e valores do indivíduo (e.g. Mondak & Halperin, 2008 e Vecchione, 2014). Existindo, ainda, estudos que relacionam valores e personalidade diretamente a comportamentos políticos (e.g. Schwartz et al., 2010). Todos estes estudos conseguiram, em algum grau relacionar estas variáveis, mas os resultados são sempre modestos ou contemplam apenas poucos aspectos ou fatores destas variáveis. Acredita-se que esses resultados evidenciam a falta de um modelo que organize estas relações. Para a proposição desse modelo, objetivo desta pesquisa, foram inicialmente categorizadas estas diferentes variáveis em dois grupos mais amplos. O primeiro grupo é composto pelas estruturas trans-situacionais e relativamente estáveis do indivíduo, os valores e os fatores de personalidade. O segundo grupo é composto por mecanismos avaliativos ou comparativos que são utilizados pelo indivíduo para decidir como se posicionar no contexto político, percepção de eficácia interna e externa, predisposições políticas e interesse por política. Acredita-se que a inclinação para determinado tipo motivacional ou a prevalência de algum fator de personalidade pode determinar qual dos mecanismos avaliativos o indivíduo privilegiará. O instrumento da pesquisa foi composto pelo questionário de Valores Humanos Básicos, (Schwartz, 2006) e pelo questionário ICG para mensuração dos fatores de personalidade, (Barbosa, 2009). Foram ainda incluídos itens para a mensuração da percepção de eficácia interna e externa (Pollock, 1983), predisposições políticas conforme Schwartz et al. (2010) e interesse por política (Milner, 2008). Para avaliar as formas de participação política foi construída escala com 15 itens. O estudo permitiu verificar, por meio de regressões múltiplas as relações entre as variáveis antecedentes. Pela mesma técnica, foram então investigadas as relações entre as variáveis antecedentes e as variáveis critério (formas de participação política). Em seguida foram avaliadas as possíveis relações de mediação entre as variáveis antecedentes, para por fim juntá-las em modelos para cada forma de participação. Os resultados das regressões evidenciaram que os tipos motivacionais e os traços de personalidade são preditores das formas de participação política, assim como os mecanismos avaliativos. Os testes de mediação indicaram que os mecanismos avaliativos atuam como mediadores de algumas destas relações entre as estruturas mais estáveis do indivíduo e as formas de participação política. Os modelos evidenciaram que os determinantes internos da participação pouco explicam as formas de participação direta e tradicional, mas são bons preditores de formas não convencionais de participação. / When considered the different forms of political participation, it is clear that people feel more motivated to participate when they feel informed, interested and effective, when they have real concern about the results of this participation and when they feel they can make a difference. These perceptions lead to studies that focus on the internal determinants (individual level) of political participation. Stand out studies that investigated factors such as political efficacy (Pollock, 1983), political predispositions (Sears & Funk, 1999), political interest (Milner, 2008), and their influence on political participation. Also many studies have related these factors with personality and personal values (eg. Mondak & Halperin, 2008 and Vecchione, 2014), and other studies that have related values and personality directly to political participation (eg. Schwartz et al., 2010). All these studies have, to some degree related these variables, but the results are modest and most of them included only a few aspects of these factors or variables. It is believed that these results show the lack of models that organizes these relations. For the proposition of these models, main objective of this study, we first categorized these different variables in two larger groups. The first group consists of the transituational and relatively stable structures of the individuals, values and personality. The second group consists of evaluative or comparative mechanisms that are used by the individual to decide how to position themselves in the political context, perception of internal and external efficay, political predispositions and political interest. It is believed that the inclination to certain values or prevalence of some personality trace can determine on which of the evaluation mechanisms the individual will focus. The instrument of the study was composed of the Basic Human Values questionnaire (Schwartz et al., 2012) and the ICG questionnaire for measuring personality factors (Barbosa, 2009). Were also included items to measure the perception of internal and external efficacy (Pollock, 1983), political predispositions as Schwartz et al. (2010) and political interest (Milner, 2008). To assess the forms of political participation a scale with 15 items was built. This study has shown, through multiple regression, relationships between the independent variables. With the same technique, were then investigated the relationship between the independent variables and the dependent variables (forms of political participation). Then was tested the mediation effect between the independent variables, to finally join them together in four models. The results of the regressions showed that the values, and personality traits are predictors of the forms of political participation, as well as evaluative mechanisms. Mediation tests indicated that the evaluative mechanisms do mediate some of these relationships between the most stable structures of the individual and the forms of political participation. The models shows that the internal determinants predicted poorly the direct and traditional forms of participation, but were good predictors of non-conventional forms of participation.
57

Perfil psicológico e a escolha da profissão

Bernardes, Márcia Pereira January 2005 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção. / Made available in DSpace on 2013-07-16T00:38:28Z (GMT). No. of bitstreams: 0 / Esta pesquisa busca discutir a relação entre o perfil psicológico de um ser humano e o processo de busca e escolha profissional. Até que ponto a escolha de uma determinada profissão está pré-determinada pelo perfil psicológico do indivíduo? Para tanto foi realizada uma pesquisa quantitativa e qualitativa com pré-vestibulandos e calouros de engenharia, bem como com formandos desta profissão. A questão norteadora é justamente saber quais as semelhanças e diferenças entre o perfil psicológico identificado no momento da escolha de uma profissão (pré-vestibulandos) no início de uma formação superior (calouros) e ao término desta (formandos). Havendo semelhanças importantes entre o perfil característico dos formandos, dos calouros e dos vestibulandos pode-se inferir que é o perfil que interfere na escolha e, em não havendo, infere-se que não é o perfil que determina uma escolha. Os resultados obtidos servirão de base para futuras análises e estudos acerca das implicações disto na evasão escolar, na insatisfação profissional, nos métodos de seleção para ingresso nas universidades, nos programas curriculares bem como nas orientações profissionais.
58

Evidências de validade do inventário dos cinco grandes fatores de personalidade para o Brasil

Andrade, Josemberg Moura de 12 1900 (has links)
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Departamento de Psicologia Social e do Trabalho, Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações, 2008. / Submitted by Priscilla Brito Oliveira (priscilla.b.oliveira@gmail.com) on 2009-09-21T19:57:50Z No. of bitstreams: 1 2008_JosembergMouraAndrade.pdf: 862038 bytes, checksum: 779f5009fff812e3b9cdf1453c502700 (MD5) / Approved for entry into archive by Luanna Maia(luanna@bce.unb.br) on 2009-09-23T13:32:36Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2008_JosembergMouraAndrade.pdf: 862038 bytes, checksum: 779f5009fff812e3b9cdf1453c502700 (MD5) / Made available in DSpace on 2009-09-23T13:32:36Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2008_JosembergMouraAndrade.pdf: 862038 bytes, checksum: 779f5009fff812e3b9cdf1453c502700 (MD5) Previous issue date: 2008-12 / A presente tese teve como objetivo geral validar o Big Five Inventory (Inventário dos Cinco Grandes Fatores de Personalidade – IGFP-5) para o Brasil. O IGFP-5 é uma medida de auto-relato breve, composta por 44 itens e designada a avaliar dimensões da personalidade baseada no modelo dos Cinco Grandes Fatores da Personalidade. As cinco grandes dimensões avaliadas são: “Abertura”, “Conscienciosidade”, “Extroversão”, “Amabilidade” e “Neuroticismo”. Tal modelo tem apresentado replicabilidade em vários países do mundo, inclusive no Brasil. Os objetivos específicos do estudo foram: (1) realizar análises exploratórias do banco de dados e dos itens do IGFP-5; (2) comparar, a partir de análise fatorial confirmatória, o ajuste de modelos rivais; (3) estimar as propriedades psicométricas dos itens do IGFP-5 e os níveis de traço latente dos sujeitos a partir da Teoria de Resposta ao Item (TRI); (4) avaliar a fidedignidade dos cinco fatores do IGFP-5 a partir da amostra total de respondentes e de subamostras; (5) verificar evidências de validade baseadas na diferenciação de escores dos fatores do IGFP-5 em variáveis sociodemográficas e valores humanos; e (6) comparar as médias dos sujeitos nos fatores do IGFP-5, a partir das macro regiões geográficas brasileiras. A amostra, após a eliminação dos dados ausentes, foi composta por 5.089 respondentes das cinco regiões brasileiras, a maioria do sexo feminino (66,9%) e estudantes do Ensino Superior (79,0%). A partir da análise fatorial confirmatória, verificou-se que o modelo de cinco fatores intercorrelacionados foi o mais adequado. Com base na estimação dos modelos da TRI verificou-se, de forma geral, que os itens do IGFP-5 apresentaram parâmetros psicométricos adequados. Também foram observadas variações regionais em relação aos traços de personalidade. Resultados obtidos neste estudo indicam a validade de construto da versão em Língua Portuguesa do Big Five Inventory para o Brasil. Sugere-se que a utilização do IGFP-5 ocorra principalmente no contexto de pesquisa e triagem psicológica. Por se tratar de uma medida reduzida e de rápida aplicação, ela pode ser facilmente utilizada em estudos transculturais. As limitações do estudo são apresentadas, bem como uma agenda futura de pesquisa. _______________________________________________________________________________ ABSTRACT / The main objective of the present dissertation is the validation of the Portuguese-language version of the Big Five Inventory (IGFP-5) for Brazil. The IGFP-5 is a brief self-report inventory, composed of 44 items and developed to assess the personality dimensions based on the Big Five Personality Factors model. The five dimensions that the IGFP-5 aims to assess are: Openness to Experience, Conscientiousness, Extraversion, Agreeableness and Neuroticism. The five factor model has been confirmed in several countries of the world, including Brazil. The specific objectives of this study are: (1) to perform exploratory analyses of the database and of the items of the IGFP-5; (2) to compare the goodness of fit of three rival models using confirmatory factor analysis (CFA); (3) to estimate psychometrical item characteristics of the IGFP-5 and latent trait scores using Item Response Theory; (4) to assess the internal consistency of the factors of the IGFP-5 in the total sample of respondents and in sub groups; (5) to evaluate evidence concerning the validity of the IGFP-5 based on differentiation of its factor scores with sociodemographical and human values variables and, (6) to compare average factor scores of the IGFP-5 between macro Brazilian regions. After the elimination of missing data, the sample of respondents was composed of 5,089 respondents, consisting mainly of female students (66.9%) and higher education students (79.0%). Using CFA it was concluded that the model of five intercorrelated factors was the most appropriate model. The use of Item Response Theory (IRT) showed that the items of the IGFP-5 generally have adequate psychometrical properties. Differences were observed in average latent trait scores between the Brazilian macro regions. Findings obtained in this study support the validity and reliability of the Portuguese-language version of the Big Five Inventory for Brazil. It is suggested that the IGFP-5 should be used mainly in a research context and for preliminary psychological selection. Considering the fact that the IGFP-5 is a brief inventory with a short application time it can easily be used in transcultural studies. The limitations of this study are presented, as well as a future research calendar.
59

Trabalho, Individualidade e Pessoa Humana

Costa, Gilmaisa Macedo da January 2005 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T23:15:45Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo9045_1.pdf: 721569 bytes, checksum: 6fae4b10dbbd74b65713a7ca80cc0594 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2005 / Este texto apresenta uma análise da concepção de personalidade humana como complexo ontológico da vida social em Para a ontologia do ser social, obra da maturidade do filósofo húngaro Georg Lukács. Expõe a base ontológica da personalidade no processo objetivação/exteriorização fundado no trabalho que impulsiona o ser social a um permanente afastamento das barreiras naturais pela afirmação crescente das categorias sociais sobre as naturais. O desenvolvimento do trabalho se dá no duplo sentido da sociabilidade e da individuação, num dinâmico e contraditório processo de crescimento das capacidades humanas, constantemente permeado por alienações. Este processo retroage sobre os indivíduos e impulsiona a transformação dos indivíduos singulares como simples representantes da espécie em individualidades humanas genéricas e dele surge a personalidade, substância da individualidade que se revela nos atos de objetivação/exteriorização dos sujeitos. Na realização da práxis social, os indivíduos elaboram uma síntese unificadora dos inúmeros atos por ela requeridos e este efeito unificante age na formação da sua substância pessoal. A contínua diversificação das atividades humano -sociais gerada pela divisão do trabalho cria o campo de possibilidades no qual as individualidades se movem, no cotidiano da vida social, realizando escolhas entre as possibilidades socialmente existentes. A natureza dessas escolhas influencia positiva ou negativamente a expansão da personalidade no plano da consciência. Uma personalidade somente particular (em-si) pode elevar-se a uma autêntica personalidade (para-si) no processo de desenvolvimento externo e interno dos sujeitos em direção a um autêntico gênero humano -social
60

A personalidade jurídica de direito internacional do indivíduo

Bicalho, Luis Felipe January 2012 (has links)
Submitted by Haia Cristina Rebouças de Almeida (haia.almeida@uniceub.br) on 2015-02-13T12:58:27Z No. of bitstreams: 1 61000082.pdf: 1471577 bytes, checksum: b331cd3c98fb7933e3073b6108247363 (MD5) / Made available in DSpace on 2015-02-13T12:58:27Z (GMT). No. of bitstreams: 1 61000082.pdf: 1471577 bytes, checksum: b331cd3c98fb7933e3073b6108247363 (MD5) / O presente estudo analisa a dicotomia sujeito-objeto do Direito Internacional e sua influência na definição da condição jurídica do indivíduo no plano internacional. Há muito tempo essa disjunção argumentativa é um dos pontos mais intrincados da disciplina. A justificativa para o estudo se renova em razão da centralidade que o indivíduo passa a ocupar na cena jurídica internacional nas últimas décadas, notadamente nas áreas do Direito Internacional Humanitário, Direito Internacional dos Direitos Humanos e Direito Penal Internacional. Desenvolve-se a referida aporia com a observação dos distintos aspectos estruturantes do atual momento da disciplina, atentando-se à análise dos critérios considerados pela teoria determinantes à subjetividade internacional, quais sejam, a titularidade de direitos e deveres internacionais (dimensão material); a capacidade processual de reclamar direitos ou de ser responsabilizado de acordo com a normatividade internacional (dimensão processual); a influência ou participação no processo de criação e materialização do Direito Internacional. Assim, analisa-se, em um primeiro momento, a construção dogmática positivista e a questão da inferência dos sujeitos internacionais a partir do conceito de Direito Internacional. Em seguida, aborda-se o entendimento teórico favorável à consideração do indivíduo como pessoa internacional. Nesse ponto, destaca-se o adensamento das regras de Direito Internacional, assim como a expansão da jurisdição internacional, em especial pela constatação do desenvolvimento da justiciabilidade e da atividade judicante das Cortes Internacionais pertencentes aos Sistemas Regionais de Proteção dos Direitos do Homem, em especial o Sistema Interamericano e o Sistema Europeu.

Page generated in 0.0924 seconds