• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 805
  • 12
  • 12
  • 12
  • 12
  • 9
  • 8
  • 7
  • 5
  • 3
  • 2
  • 2
  • 1
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 831
  • 386
  • 220
  • 206
  • 178
  • 151
  • 115
  • 111
  • 96
  • 84
  • 69
  • 64
  • 61
  • 54
  • 52
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
41

O problema da identidade pessoal na filosofia da mente contemporânea: uma abordagem auto-organizativa /

Reino, Thaisa de Albuquerque. January 2011 (has links)
Orientador: Mariana Cláudia Broens / Banca: João de Fernandes Teixeira / Banca: Maria Eunice Quilici Gonzalez / Resumo: Esta dissertação tem como objetivo a análise do problema da identidade pessoal no âmbito da Filosofia da Mente contemporânea. Uma versão do problema da identidade pessoal pode ser assim formulada: será realmente possível que uma pessoa permaneça a mesma ao longo do tempo, a despeito das várias e constantes transformações biológicas, psicológicas e sócio-culturais às que estará sujeita ao longo de sua vida? Como, dadas as mudanças, poderia haver identidade de algo de um momento a outro, e em que consistiria esta identidade? Alguns teóricos da chamada tradição clássica propõem soluções para o problema da identidade da pessoa a partir de uma perspectiva dualista, considerando a identidade pessoal um fator adicional de caráter absoluto não suscetível a mudanças. A identidade pessoal residiria na mente ou substância pensante, imaterial, cujas interações com o corpo, porém, nunca foram satisfatoriamente esclarecidas pelos defensores desta abordagem. Contrapondo-se à essa vertente filosófica, abordagens naturalistas consideram a pessoa em sua unidade fundamental, ou seja, a pessoa é considerada em sua organicidade, com suas características biológicas e culturais, não se colocando mais o problema da interação causal mente/corpo. Nesse contexto, porém, o problema da identidade pessoal se (re) coloca, pois como pensar a permanência ou a continuidade de uma identidade da pessoa durante sua vida em face à impermanência e a dinamicidade do organismo? Buscaremos mostrar que uma abordagem naturalista embasada na Sistêmica, bem como na Teoria da Autoorganização, pode oferecer um aporte teórico adequado para investigar o problema da identidade pessoal de forma a enfrentar algumas das dificuldades apontadas sob uma nova ótica / Abstract: The objective of this dissertation is to analyze the problem of personal identity from the perspective of contemporary Philosophy of Mind. One version of the problem of personal identity may be formulated thus: Is it really possible that a person can remain the same with the passage of time, despite a constant lifetime exposure to various biological, psychological, and socio-cultural transformations? Given these changes, how can identity remain the same from one moment to another, and of what does it consist? Theoreticians from the so-called classical tradition propose solutions to the problem of the identity of a person from a dualist perspective, considering personal identity to be an additional factor that is absolute and not susceptible to change. Personal identity should reside in the mind, or thinking substance; however, the interactions of this substance with the body have never been satisfactorily clarified by the supporters of this theory. Adopting a different philosophical position, naturalist approaches consider the person as an organic unity, including characteristics that are biological and cultural, avoiding the problem of a causal mind/body interaction. Nonetheless, in this context the problem of personal identity (re)emerges, since how is it possible to justify the permanence, or continuity, of the identity of the person throughout life, faced with the impermanence and dynamicity of the organism? We shall try to show that a naturalist approach, rooted in Systemics as well as in the Theory of Self-Organization, may offer a suitable theoretical framework to investigate the problem of personal identity, considering some of the difficulties from a new angle / Mestre
42

Comportamento informacional de pós-graduandos de engenharia : estudo sobre a influência da personalidade /

Oliveira, Etiene Siqueira de. January 2013 (has links)
Orientador: Helen de Castro Silva Casarin / Banca: Sado Omote / Banca: Ariadne Chlöe Mary Furnival / Resumo: Os estudos de comportamento informacional permitem identificar as condutas dos indivíduos, como se dá o processo de busca, e para que fim o usuário utiliza a informação. Considerando o exposto, o objetivo geral da presente pesquisa é verificar a relação entre a personalidade e o comportamento informacional dos alunos de pós-graduação da área de Engenharia III da CAPES, mais especificamente das subáreas - Produção, Mecânica, Aeroespacial e Naval e Oceânica - sendo os objetivos específicos: caracterizar o comportamento informacional dos pós-graduandos; verificar se há diferença significativa entre o comportamento informacional de mestrandos e doutorandos; comparar o comportamento informacional apresentado pelos pós-graduandos das quatro subáreas da Engenharia que compõem a presente pesquisa; identificar a personalidade dos pósgraduandos por meio da escala de 50 itens; e relacionar os traços de personalidade ao comportamento informacional dos pós-graduandos. Para a identificação da personalidade dos participantes se utilizou como pressuposto da área de Psicologia, a Teoria dos Traços de Personalidades, a qual apresenta o modelo dos Cinco Grandes Fatores. Como instrumento de coleta de dados, se utilizou um questionário eletrônico, bem como a Escala de Personalidade de 50 itens de Goldberg. Para análise dos dados foi utilizado o software estatístico SPSS para verificação da relação entre as variáveis. Os resultados indicam, principalmente, que os pós-graduandos buscam informação de forma ativa, contudo, não utilizam a busca passiva por informação. Eles apresentam dificuldades na interação com as bases de dados e não utilizam palavras-chave e operadores booleanos. Apesar das dificuldades de utilização das bases, identificou-se que a maior parte dos alunos recebeu algum tipo de orientação para o uso das mesmas... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) / Abstract: Studies on information behavior permit identify individual's conduct, how is the information seeking process and the finality of information use. Considering the above the main purpose of this study is to investigate the relationship between personality and information behavior of graduate students in Engineering from area III of CAPES more specifically the Production, Mechanical, Aerospace and Naval and Oceanic Engineering. The specific purposes are to characterize the information behavior of graduate students, to verify the existence of significant difference between the information behavior of masters and doctoral students, to compare the information behavior presented by graduate students of the four sub fields of Engineering that comprise this research, to identify the personality of graduate students through the scale of 50 items, and to associate the personality traits to the information behavior of graduate students. For the identification of personality was used the assumption in the area of Psychology the Theory of Personality Traits which presents the Big Five model. As an instrument of data collection, a web-based questionnaire was used, as well as the Personality Scale 50 items Goldberg. For data analysis we used the statistical software SPSS to check the relationship between the variables. The results indicate mainly the graduate students actively seek information, but does not use the passive search for information. They have difficulties in interacting with the databases and do not use keywords and Boolean operators. Despite the difficulties of using bases, it was found that most part of the students received some sort of guidance for using the bases. The resources most used were scientific journals, books and theses and dissertations. It was observed that the personality trait prevalent in participants was the conscientiousness... (Complete abstract click electronic access below) / Mestre
43

Comportamento informacional de pós-graduandos de educação: estudo sobre as variáveis intervenientes

Oliveira, Etiene Siqueira de [UNESP] 05 September 2013 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:26:43Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2013-09-05Bitstream added on 2014-06-13T18:30:25Z : No. of bitstreams: 1 oliveira_es_me_mar.pdf: 933807 bytes, checksum: bc00d7921bb2cf9e3837b44536156c6e (MD5) / Os estudos de comportamento informacional permitem identificar as condutas dos indivíduos, como se dá o processo de busca, e para que fim o usuário utiliza a informação. Considerando o exposto, o objetivo geral da presente pesquisa é verificar a relação entre a personalidade e o comportamento informacional dos alunos de pós-graduação da área de Engenharia III da CAPES, mais especificamente das subáreas - Produção, Mecânica, Aeroespacial e Naval e Oceânica - sendo os objetivos específicos: caracterizar o comportamento informacional dos pós-graduandos; verificar se há diferença significativa entre o comportamento informacional de mestrandos e doutorandos; comparar o comportamento informacional apresentado pelos pós-graduandos das quatro subáreas da Engenharia que compõem a presente pesquisa; identificar a personalidade dos pósgraduandos por meio da escala de 50 itens; e relacionar os traços de personalidade ao comportamento informacional dos pós-graduandos. Para a identificação da personalidade dos participantes se utilizou como pressuposto da área de Psicologia, a Teoria dos Traços de Personalidades, a qual apresenta o modelo dos Cinco Grandes Fatores. Como instrumento de coleta de dados, se utilizou um questionário eletrônico, bem como a Escala de Personalidade de 50 itens de Goldberg. Para análise dos dados foi utilizado o software estatístico SPSS para verificação da relação entre as variáveis. Os resultados indicam, principalmente, que os pós-graduandos buscam informação de forma ativa, contudo, não utilizam a busca passiva por informação. Eles apresentam dificuldades na interação com as bases de dados e não utilizam palavras-chave e operadores booleanos. Apesar das dificuldades de utilização das bases, identificou-se que a maior parte dos alunos recebeu algum tipo de orientação para o uso das mesmas... / Studies on information behavior permit identify individual’s conduct, how is the information seeking process and the finality of information use. Considering the above the main purpose of this study is to investigate the relationship between personality and information behavior of graduate students in Engineering from area III of CAPES more specifically the Production, Mechanical, Aerospace and Naval and Oceanic Engineering. The specific purposes are to characterize the information behavior of graduate students, to verify the existence of significant difference between the information behavior of masters and doctoral students, to compare the information behavior presented by graduate students of the four sub fields of Engineering that comprise this research, to identify the personality of graduate students through the scale of 50 items, and to associate the personality traits to the information behavior of graduate students. For the identification of personality was used the assumption in the area of Psychology the Theory of Personality Traits which presents the Big Five model. As an instrument of data collection, a web-based questionnaire was used, as well as the Personality Scale 50 items Goldberg. For data analysis we used the statistical software SPSS to check the relationship between the variables. The results indicate mainly the graduate students actively seek information, but does not use the passive search for information. They have difficulties in interacting with the databases and do not use keywords and Boolean operators. Despite the difficulties of using bases, it was found that most part of the students received some sort of guidance for using the bases. The resources most used were scientific journals, books and theses and dissertations. It was observed that the personality trait prevalent in participants was the conscientiousness... (Complete abstract click electronic access below)
44

Os direitos à imagem e à privacidade e a retórica da liberdade

Camargo, Rodrigo Eduardo 16 September 2013 (has links)
Resumo: Reflete-se sobre a coexistência harmônica, em um mesmo sistema jurídico, entre a cláusula geral da dignidade da pessoa humana e os direitos especiais da personalidade. Discutem-se as bases jusnaturalistas dos direitos da personalidade, pensados como direitos inatos, e a aproximação, sob a ótica conceitual, desses direitos com os direitos fundamentais e com os direitos humanos. O discurso da indisponibilidade e da irrenunciabilidade, que marca a evolução dos direitos da personalidade, é colocado em voga, a fim de demonstrar que a complexidade de ações materiais da sociedade contemporânea conduz à revisitação das características clássicas dessa categoria jurídica. As novas tecnologias de informação potencializaram a transparência como valor do Estado Democrático de Direito, o que provoca grandes dificuldades, nesses novos tempos, em definir os limites entre esferas pública e privada. Em nome de uma suposta transparência que caracteriza a sociedade democrática brasileira, a mídia avança, gradualmente, sobre as relações particulares, em considerável diluição das fronteiras entre o público e o privado. Nesse cenário, debatem-se critérios e pensamentos para precisar os limites entre os direitos da personalidade - nomeadamente a imagem, a privacidade e a honra - e o direito de informação, no caso concreto. Na atualidade, verifica-se que ação da mídia sobre a esfera pessoal dos indivíduos torna-se prática comum e baseia-se em alguns critérios para justificar a conduta invasiva. O critério do "lugar" em que está situada a pessoa - público ou privado - é usualmente invocado para justificar o interesse geral ao conhecimento da imagem capturada. Outro critério apontado pela mídia como legitimador das violações aos direitos da personalidade, e geralmente acolhido pela jurisprudência nacional, refere-se à suposta distinção entre pessoas privadas e pessoas públicas. A utilização de artifícios ardilosos de tecnologia, para a apreensão indiscriminada da imagem e da privacidade das pessoas, é amplamente aceita pela sociedade, sendo que o uso desses aparatos tecnológicos da mídia está dissimulado pelos discursos da democracia, da liberdade de expressão, bem como pelos critérios da "pessoa pública", do "lugar público", do interesse público e da segurança pública. Esses critérios que mascaram a mercantilização da personalidade consistem em conceitos fluidos, que contribuem decisivamente para a instauração de um panorama propício à diluição da dignidade humana. Na jurisprudência brasileira, entende-se que, havendo destinação econômica da imagem alheia, está assegurado o reconhecimento da autonomia do direito à imagem, em face aos demais atributos da personalidade. Por outro lado, nos casos em que o intuito comercial da veiculação da imagem alheia não restar evidenciado, a sua proteção jurídica depende da ofensa à honra ou à privacidade. O deslocamento da proteção jurídica da imagem para o âmbito normativo do direito à honra ou do direito à privacidade projetam, ainda, explorações agressivas da imagem de suspeitos e de condenados judiciais. Apresenta-se a dicotomia da liberdade como eixo do debate sobre a dignidade, pois, ao mesmo tempo em que a liberdade funciona para afirmar a condição humana, também é pensada como categoria que impõe, mediante os direitos da personalidade, limites para a harmonização entre direitos e pessoas.
45

Personalidade em idosos: relações com o funcionamento adaptativo e psicopatológico

Farina, Marianne January 2015 (has links)
Made available in DSpace on 2015-04-30T14:06:48Z (GMT). No. of bitstreams: 1 000467001-Texto+Parcial-0.pdf: 125859 bytes, checksum: 8f68d19dcb38cfb429b9e48bee779915 (MD5) Previous issue date: 2015 / The general objective of this work was to evaluate the personality, based on the theory of the Big Five, and its relationship with the Adaptive and Psychopathological Functioning in the elderly. Thus, two studies were conducted, a theoretical and an empirical one, both presented in article format. The theoretical paper, through a systematic review of the literature, sought to identify biopsychosocial aspects related to personality, according the theory of the Big Five in the elderly. The research included in the review presents a significant number of participants, offering samples represented by different countries in Europe and North America. The results showed that the personality characteristics may differ according to sex and age of the person. They also indicate that high or low levels of the characteristics influence how a person deals with aspects related to health, quality of life and social interaction activities. The empirical study aimed to examine the relation between personality traits and the Adaptive and Psychopathological Functioning in elderly. We conducted a quantitative and cross-cutting research with 108 elders residing in cities around Porto Alegre, who answered the following questionnaires: Socio-Demographic and Clinical Data Sheet, Personality Factor Battery (BFP) and The Older Adult Self-Report (OASR). In the statistical analysis, beyond the descriptive analysis, we estimated a Pearson correlation coefficient to assess the linearity relation. A multiple linear regression analysis was also performed, in order to determine which personality traits predict the Adaptive and Psychopathological Functioning. To estimate the reliability of the responses, we calculated the Cronbach’ alpha coefficient of the research tools. The results show that the personality trait Neuroticism was negatively correlated to the Adaptive Functioning and positively correlated to the Psychopathological operation, being considered the most relevant predictor of the Adaptive and Psychopathological Functioning. Thus, the findings indicate that personality traits can vary in intensity throughout life and have an influence on psychopathological and social aspects of the elderly. / O objetivo geral desta dissertação foi avaliar a personalidade, baseada na teoria do Big Five, e a relação desta com o funcionamento adaptativo e psicopatológico em idosos. Assim, foram realizados dois estudos, um teórico e um empírico, apresentados em formato de artigos. O artigo teórico, por meio de uma revisão sistemática da literatura, buscou identificar os aspectos biopsicossociais relacionados à personalidade dentro do modelo dos cinco grandes fatores – Big Five – em idosos. As pesquisas incluídas na revisão possuem um número significativo de participantes, sendo amostras representadas por diferentes países da Europa e da América do Norte. Os resultados apontaram que as características de personalidade podem diferir quanto ao sexo e à idade da pessoa. Também indicam que níveis altos ou baixos das características influenciam a forma como a pessoa lida com aspectos relacionados à saúde, à qualidade de vida e às atividades de interação social. O artigo empírico teve como objetivo verificar a relação das características de personalidade com o funcionamento adaptativo e psicopatológico em idosos. Realizou-se uma pesquisa de método quantitativo e transversal, com 108 idosos residentes na Grande Porto Alegre, que responderam aos seguintes questionários: Ficha de Dados Sociodemográficos e Clínicos, Bateria Fatorial de Personalidade (BFP) e The Older Adult Self-Report (OASR).Na análise estatística, além da análise descritiva, foi estimado o coeficiente de correlação de Pearson para avaliar a relação de linearidade. Também foi realizada a análise de regressão linear múltipla, para verificar quais fatores de personalidade predizem o funcionamento adaptativo e psicopatológico. Para estimar a confiabilidade das respostas dos idosos, foi calculado o coeficiente de alpha de Cronbach dos instrumentos aplicados. Os resultados apontam que a característica de personalidade Neuroticismo apresentou correlação negativa com o funcionamento adaptativo e positiva com funcionamento psicopatológico, sendo considerado o maior preditor do funcionamento adaptativo e psicopatológico. Assim, os achados indicam que as características de personalidade podem variar de intensidade ao longo da vida e influenciar os aspectos psicopatológicos e sociais do idoso.
46

Fatores de personalidade e evolução clínica em pacientes transplantados de rim

Thomas, Caroline Venzon January 2015 (has links)
Made available in DSpace on 2015-10-29T01:04:30Z (GMT). No. of bitstreams: 1 000475925-Texto+Completo-0.pdf: 4376108 bytes, checksum: 6bf0771ea7aea9aa52f43e4e367e7bab (MD5) Previous issue date: 2015 / The relationship between personality and health is frequently studied in scientific research. This study aimed to investigate the clinical/biochemical course of kidney transplant patients and its relationship with personality traits in the 3rd, 6th and 9th month after transplantation. Participants were 114 kidney transplant patients, 68 men and 46 women, with an average age of 47. 72 years (SD=11. 4). Personality was assessed using the Brazilian Factorial Personality Inventory (BFP). Patient charts were used to record clinical/biochemical variables over nine months following transplantation (hypertension, acute rejection, graft loss, death, creatinine and estimated glomerular filtration rate/eGFR). In addition to sociodemographic variables, information was also collected on transfusions prior to transplantation and panel reactive antibodies (HLA I and II). Two groups with personality types were differentiated by psychological characteristics (hierarchical cluster analysis): Cluster 1- average Neuroticism, high Surgency, Agreeableness and Conscientiousness, and low Openness; Cluster 2- high Neuroticism, average Surgency and Agreeableness, average Conscientiousness and low Openness. There was no statistically significant difference between the two clusters in terms of hypertension, acute infection, graft loss, death and HLA I and II panel reactive antibodies. Creatinine levels, eGFR and transfusions were associated with personality types. Cluster 1 contained significantly higher creatinine levels than Cluster 2 and these remained high on all three assessment occasions, with transfusion prior to transplantation less frequent in this group. Cluster 1 exhibited a slight decrease in average eGFR over time, with an increase observed in cluster 2. In individual analyses, Neuroticism was higher in patients with lower schooling levels (p=0. 002) and exhibited a significant positive correlation with average eGFR (r=0. 250; p=0. 008). Agreeableness was significantly higher in men patients (p<0. 001) and those without infection (p=0. 050). Agreeableness also showed a significant positive correlation with average creatinine levels (r= 0. 250; p= 0. 007) and a negative association with eGFR (r=-0. 208; p=0. 027). Higher levels of Conscientiousness were observed in participants with children (p=0. 026) not taking medication for depression (p=0. 033), as well as a positive correlation with HLA I panel reactive antibodies (r=0. 223; p=0. 018). In relation to Openness, the only statistically significant difference identified was in relation to schooling, with higher average values found among participants who had completed higher education (p=0. 037). The results suggest that personality traits may be associated with transplant results. Monitoring these patients over a longer period may provide a better understanding of the relationship between personality traits and clinical course during the posttransplant period. / A relação entre personalidade e saúde tem sido objeto de estudo frequente em pesquisas científicas. Este estudo teve como objetivo principal investigar a evolução clínica/laboratorial de pacientes transplantados de rim e sua relação com traços de personalidade no 30, 60 e 90 mês após o transplante. Participaram do estudo 114 pacientes transplantados renais, 68 homens e 46 mulheres, com idade média de 47,72 anos (DP=11,4). Para a avaliação da personalidade foi utilizada a Bateria Fatorial de Personalidade (BFP). A partir dos prontuários, foram registradas as variáveis clínicas/laboratoriais ao longo de nove meses após o transplante (hipertensão arterial (HA), rejeição aguda, infecção, perda do enxerto, óbito, creatinina e taxa de filtração glomerular estimada/ TFGe). Além das variáveis sociodemográficas, coletaram-se ainda informações sobre as transfusões prévias ao transplante e Painel de antígenos HLA (classe I e II). Dois grupos com perfis de personalidade foram diferenciados pelas características psicológicas (análise de cluster hierarquizado): Cluster 1- Neuroticismo médio, Extroversão, Socialização e Realização altos e Abertura baixo; Cluster 2- Neuroticismo alto, Extroversão, Socialização, Realização médio e Abertura baixo. Para HA, rejeição aguda, infecção, perda do enxerto, óbito e Painel de antígenos HLA, classe I e II não houve diferença estatisticamente significativa entre os dois Clusters. Os níveis de creatinina, TFGe e transfusões tiveram associação com os perfis de personalidade. Verificou-se que o Cluster 1 concentrou níveis de creatinina significativamente mais altos que o Cluster 2 e que se mantiveram mais elevados nos três momentos de avaliação, sendo a transfusão prévia ao transplante menos frequente neste grupo. No Cluster 1 ocorreu leve redução da média de TFGe ao longo do tempo, enquanto que no Cluster 2 houve aumento. Nas análises individuais, Neuroticismo apresentou médias mais elevadas nos pacientes com menor escolaridade (p=0,002) e correlação significativa e positiva com a média de TFGe (r=0,250; p=0,008). O fator Socialização apresentou médias significativamente mais elevadas nos pacientes homens (p<0,001) e em pacientes sem infeção (p=0,050). Além disto, o fator Socialização indicou correlação significativa positiva com a média de creatinina (r= 0,250; p= 0,007) e negativa com TFGe (r=-0,208; p=0,027). O fator Realização apontou níveis mais altos nos participantes com filhos (p=0,026) e sem uso de medicações para depressão (p=0,033), além de correlação positiva com Reatividade contra painel de antígenos HLA I (r=0,223; p=0,018). No fator Abertura a única diferença estatística significativa identificada foi em relação à escolaridade que apontou maiores médias nos investigados com Ensino Superior (p=0,037). Os resultados sugerem que as características de personalidade podem estar associadas aos resultados do transplante O acompanhamento destes pacientes durante um período maior poderá levar a um melhor entendimento da relação entre fatores de personalidade e evolução clínica no período pós-transplante.
47

O problema da identidade pessoal na filosofia da mente contemporânea: uma abordagem auto-organizativa

Reino, Thaisa de Albuquerque [UNESP] 05 May 2011 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:25:29Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2011-05-05Bitstream added on 2014-06-13T20:53:25Z : No. of bitstreams: 1 reino_ta_me_mar.pdf: 446504 bytes, checksum: 3ea85a1d43dd5fc6cfd5f7fa3436a87c (MD5) / Esta dissertação tem como objetivo a análise do problema da identidade pessoal no âmbito da Filosofia da Mente contemporânea. Uma versão do problema da identidade pessoal pode ser assim formulada: será realmente possível que uma pessoa permaneça a mesma ao longo do tempo, a despeito das várias e constantes transformações biológicas, psicológicas e sócio-culturais às que estará sujeita ao longo de sua vida? Como, dadas as mudanças, poderia haver identidade de algo de um momento a outro, e em que consistiria esta identidade? Alguns teóricos da chamada tradição clássica propõem soluções para o problema da identidade da pessoa a partir de uma perspectiva dualista, considerando a identidade pessoal um fator adicional de caráter absoluto não suscetível a mudanças. A identidade pessoal residiria na mente ou substância pensante, imaterial, cujas interações com o corpo, porém, nunca foram satisfatoriamente esclarecidas pelos defensores desta abordagem. Contrapondo-se à essa vertente filosófica, abordagens naturalistas consideram a pessoa em sua unidade fundamental, ou seja, a pessoa é considerada em sua organicidade, com suas características biológicas e culturais, não se colocando mais o problema da interação causal mente/corpo. Nesse contexto, porém, o problema da identidade pessoal se (re) coloca, pois como pensar a permanência ou a continuidade de uma identidade da pessoa durante sua vida em face à impermanência e a dinamicidade do organismo? Buscaremos mostrar que uma abordagem naturalista embasada na Sistêmica, bem como na Teoria da Autoorganização, pode oferecer um aporte teórico adequado para investigar o problema da identidade pessoal de forma a enfrentar algumas das dificuldades apontadas sob uma nova ótica / The objective of this dissertation is to analyze the problem of personal identity from the perspective of contemporary Philosophy of Mind. One version of the problem of personal identity may be formulated thus: Is it really possible that a person can remain the same with the passage of time, despite a constant lifetime exposure to various biological, psychological, and socio-cultural transformations? Given these changes, how can identity remain the same from one moment to another, and of what does it consist? Theoreticians from the so-called classical tradition propose solutions to the problem of the identity of a person from a dualist perspective, considering personal identity to be an additional factor that is absolute and not susceptible to change. Personal identity should reside in the mind, or thinking substance; however, the interactions of this substance with the body have never been satisfactorily clarified by the supporters of this theory. Adopting a different philosophical position, naturalist approaches consider the person as an organic unity, including characteristics that are biological and cultural, avoiding the problem of a causal mind/body interaction. Nonetheless, in this context the problem of personal identity (re)emerges, since how is it possible to justify the permanence, or continuity, of the identity of the person throughout life, faced with the impermanence and dynamicity of the organism? We shall try to show that a naturalist approach, rooted in Systemics as well as in the Theory of Self-Organization, may offer a suitable theoretical framework to investigate the problem of personal identity, considering some of the difficulties from a new angle
48

Tudo pela fama : idealizações narcísicas na contemporaneidade

Cid, Andrea Cristiane Vaz 15 October 2006 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, 2006. / Submitted by Kathryn Cardim Araujo (kathryn.cardim@gmail.com) on 2009-10-29T10:54:36Z No. of bitstreams: 1 2006_Andrea Cristiane Vaz Cid.pdf: 925187 bytes, checksum: 350150243984c03f5c9807d3182297ae (MD5) / Approved for entry into archive by Marília Freitas(marilia@bce.unb.br) on 2010-02-05T22:54:36Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2006_Andrea Cristiane Vaz Cid.pdf: 925187 bytes, checksum: 350150243984c03f5c9807d3182297ae (MD5) / Made available in DSpace on 2010-02-05T22:54:36Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2006_Andrea Cristiane Vaz Cid.pdf: 925187 bytes, checksum: 350150243984c03f5c9807d3182297ae (MD5) Previous issue date: 2006-10-15 / Considerando o emergente fenômeno da fama, este trabalho objetiva estabelecer reflexões e buscar uma compreensão do tema a partir das contribuições de estudos sociológicos, psicanalíticos e do discurso de indivíduos que desejam e buscam a fama pela fama. Busca-se uma melhor compreensão das novas formas de subjetivação na contemporaneidade. Primeiramente, descreve-se a conceituação de fama. Em seguida é apresentada a sociedade de massas, sua forma de espetáculo e a individualidade como característica. Logo são expostos os conceitos psicanalíticos relacionados à temática da fama tal como narcisismo, ego ideal e ideal de ego, superego, identificação, idealização, sentimento de existência e de identidade, o desejo de reconhecimento e a busca pelos ideais. Enfim, apresenta-se a analise dos dados obtidos a partir do que foi relatado, em entrevista, pelos participantes desta pesquisa. Esta pesquisa expõe que para os entrevistados: há a idealização da fama e o desejo de conquistar essa imagem ideal; o olhar do outro sustenta o indivíduo; ser tudo e não ser nada são sentidos de forma extremada, como fama e anonimato, existência e não-existência, fracasso e sucesso; é necessário se "fazer" por si mesmo e identifica-se uma ambigüidade narcísica. Conclui-se que: a busca narcísica do ego ideal e as exigências do superego fazem-se presentes na busca da fama; o desejo de fama pode ser compreendido por abarcar os ideais culturais e do próprio eu; sentir-se ser (sentimento de existência e identidade) equivale a ser visto e ser famoso; ser visto é a finalidade e a fama é o meio de se obter essa visibilidade; o desejo de ser visto e conquistar a fama é uma defesa narcísica que encobre um desconforto em sentir-se nada ser. ________________________________________________________________________________________ ABSTRACT / Focusing on the emerging phenomenon of instant fame, this work discusses it based on theoretical contributions from sociology and psychoanalysis, referred to the very words of individuals who seek fame for fame’s sake. This dissertation, thus, may be described as the search for a better understanding of the new ways of subjectivation found in contemporary societies. First, the concept of fame is described. Following parts present some aspects of mass society, such as the entertainment industry and individuality as one of its major characteristics. Psychoanalytical concepts that can be related to the subject of fame are then discussed, such as narcissism, ideal ego and ideal of ego, superego, identification, idealization, sense of existence and identity, the craving for acknowledgement and the role of ideals. Finally, the author analyses the data she collected in interviews with participants in the survey. She concludes that the subjects tend to idealize the condition of being famous, and seek with all their means to achieve this ideal image; the other’s look are the support of those individuals, for whom being all and being nothing are thus expressed in extremes, such as fame and anonymity, existence and non-existence, failure and success. They feel the need to be their own “makers”, thus revealing a narcissistic ambiguity. The author concludes that the narcissistic search for an ideal ego and the requirements of the superego are present in the quest for fame; the desire of being famous can thus be understood as involving the ideals of culture and of one’s self; the very feeling of being would mean to be seen and to be famous; to be seen is the end and fame is the means to obtain that visibility; the desire to be seen and to conquer fame is a narcissistic defense that covers the discomfort of one’s feeling he or she is nothing.
49

Resiliência e vulnerabilidade em famílias em situação de risco

Cecconello, Alessandra Marques January 2003 (has links)
Esta tese consiste em dois estudos qualitativos, que investigam os processos de resiliência e vulnerabilidade em três famílias - uma nuclear, uma reconstituída e uma uniparental, que vivem em condições adversas. Foram incluídas famílias com diferentes configurações com o objetivo de analisar a influência deste aspecto para os processos de resiliência e vulnerabilidade. Fatores de risco e proteção em nível intra e extrafamiliar foram analisados, com base na teoria dos sistemas ecológicos. A condição de risco foi determinada a priori a partir da situação de pobreza destas famílias e da violência existente na comunidade na qual elas vivem. O objetivo do primeiro estudo foi apresentar o método de inserção ecológica e os dados obtidos por meio dele, analisando o contexto no qual vivem as famílias. A inserção ecológica consistiu no acompanhamento das famílias, por quatro anos, pela equipe de pesquisa na comunidade, e incluiu observações, conversas informais e entrevistas formais com os membros das famílias. O objetivo do segundo estudo foi analisar os processos de vulnerabilidade e resiliência familiar através do método de estudo de caso com as três famílias, nos quais foram examinados diversos aspectos, como práticas educativas, qualidade da parentalidade, experiência dos pais em suas famílias de origem, apoio conjugal e social. A análise dos dois estudos permitiu identificar diversos fatores de risco e proteção, internos e externos a cada uma das famílias. A pobreza e a violência existente na comunidade tendem a potencializar os efeitos negativos associados com fatores de risco internos à família, como a violência doméstica, o alcoolismo e a depressão materna. No entanto, na ausência destes fatores, a pobreza e a violência não atuam como risco para estas famílias, uma vez que parecem ser moderadas pela presença de fatores de proteção, tanto internos como externos à família, como as características pessoais dos seus membros, a coesão familiar e o apoio conjugal/social. A interação destes fatores de proteção contribui para a promoção da resiliência, tanto através de um processo compartilhado pela família como um todo, como através de processos individuais. A inserção da equipe de pesquisa na comunidade e nas histórias das famílias possibilitou uma intervenção, pois foi possível compartilhar das relações familiares, conhecer as dificuldades enfrentadas por elas no cotidiano e promover reflexão e insight, que proporcionaram bem-estar, apoio emocional e instrumental e melhoria da qualidade de vida. Tal inserção garantiu a validade ecológica da tese.
50

Resiliência e vulnerabilidade em famílias em situação de risco

Cecconello, Alessandra Marques January 2003 (has links)
Esta tese consiste em dois estudos qualitativos, que investigam os processos de resiliência e vulnerabilidade em três famílias - uma nuclear, uma reconstituída e uma uniparental, que vivem em condições adversas. Foram incluídas famílias com diferentes configurações com o objetivo de analisar a influência deste aspecto para os processos de resiliência e vulnerabilidade. Fatores de risco e proteção em nível intra e extrafamiliar foram analisados, com base na teoria dos sistemas ecológicos. A condição de risco foi determinada a priori a partir da situação de pobreza destas famílias e da violência existente na comunidade na qual elas vivem. O objetivo do primeiro estudo foi apresentar o método de inserção ecológica e os dados obtidos por meio dele, analisando o contexto no qual vivem as famílias. A inserção ecológica consistiu no acompanhamento das famílias, por quatro anos, pela equipe de pesquisa na comunidade, e incluiu observações, conversas informais e entrevistas formais com os membros das famílias. O objetivo do segundo estudo foi analisar os processos de vulnerabilidade e resiliência familiar através do método de estudo de caso com as três famílias, nos quais foram examinados diversos aspectos, como práticas educativas, qualidade da parentalidade, experiência dos pais em suas famílias de origem, apoio conjugal e social. A análise dos dois estudos permitiu identificar diversos fatores de risco e proteção, internos e externos a cada uma das famílias. A pobreza e a violência existente na comunidade tendem a potencializar os efeitos negativos associados com fatores de risco internos à família, como a violência doméstica, o alcoolismo e a depressão materna. No entanto, na ausência destes fatores, a pobreza e a violência não atuam como risco para estas famílias, uma vez que parecem ser moderadas pela presença de fatores de proteção, tanto internos como externos à família, como as características pessoais dos seus membros, a coesão familiar e o apoio conjugal/social. A interação destes fatores de proteção contribui para a promoção da resiliência, tanto através de um processo compartilhado pela família como um todo, como através de processos individuais. A inserção da equipe de pesquisa na comunidade e nas histórias das famílias possibilitou uma intervenção, pois foi possível compartilhar das relações familiares, conhecer as dificuldades enfrentadas por elas no cotidiano e promover reflexão e insight, que proporcionaram bem-estar, apoio emocional e instrumental e melhoria da qualidade de vida. Tal inserção garantiu a validade ecológica da tese.

Page generated in 0.0855 seconds