• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 223
  • 17
  • 1
  • Tagged with
  • 241
  • 155
  • 125
  • 71
  • 48
  • 41
  • 39
  • 37
  • 36
  • 31
  • 31
  • 31
  • 29
  • 28
  • 28
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
21

Previsão de vazão em tempo real no rio Uruguai com base na previsão meteorológica

Andreolli, Ivanilto January 2003 (has links)
A operação de reservatórios para geração de energia, ou controle de cheias é definida em função dos volumes afluentes que são resultantes das chuvas que ocorrem sobre a bacia. Devido à aleatoriedade e às próprias incertezas envolvidas na ocorrência das precipitações e vazões; a produção de energia, a segurança das barragens e o controle das cheias à montante e jusante ficam comprometidas. Para que as incertezas sejam reduzidas é necessário o aprimoramento das previsões de vazões de afluência em tempo real. A previsão em tempo real pode se realizada com base na vazão de postos de montante e jusante, na precipitação observada e, ou, na precipitação prevista. A previsão de precipitação é necessária para aumentar a antecipação da previsão e melhoria de resultados para tempos futuros além do tempo de concentração da bacia. Esta pesquisa tem como objetivo a avaliação do ganho da previsão de vazão com uso integrado de previsão de precipitação através de uso de um modelo meteorológico regional (meso-escala) com um modelo hidrológico distribuído. Os resultados do modelo meteorológico regional foram fornecidos pelo Laboratório de Planejamento Energético (LabPlan) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), onde está sendo utilizado, de forma operacio nal, o Modelo Numérico Regional ARPS (Advanced Regional Prediction System). O modelo hidrológico de transformação chuva-vazão utilizado é um modelo distribuído com discretização em módulos para grandes bacias - MGB (Modelo de Grandes Bacias). O estudo de caso foi realizado na bacia do rio Uruguai até a Usina Hidrelétrica de Machadinho, cuja área de drenagem é de, aproximadamente, 32.000 km2. Diversos cenários de previsão foram simulados. Para o período de 2001 e 2002 foi feita a análise das previsões de eventos isolados, segundo a disponibilidade de dados de previsão meteorológica. Para o período de 2003, durante 6 meses, foi feita a análise das previsões contínuas. Para este período, através de algumas estatísticas, avaliou-se o ganho hidrológico obtido, em termos de vazão prevista com utilização do modelo hidrológico chuva -vazão considerando chuva futura zero e considerando a previsão da chuva com modelo meteorológico regional. Para o período de 2001 a 2003 avaliou-se, também, a importância da rede de pluviógrafos para previsão em tempo real. Formas de atualização simples das variáveis de estado foram testadas e mostraram significativa melhora das previsões. Os resultados da previsão por eventos mostraram ganhos significativos na previsão de vazão quando a previsão de chuva foi incorporada. Já no período de previsão contínua o mesmo não foi observado, porém este período foi bastante seco com poucos eventos de cheia prejudicando a análise do uso das previsões de chuva no modelo hidrológico para previsão. A análise da importância da rede de pluviógrafos destacou a região sul da bacia como a região mais importante em termos de geração de escoamento rápido ao reservatório de Machadinho. Além disso, uma análise simplificada mostrou que uma rede de pluviógrafos distribuídos na bacia, segundo as recomendações da Organização Meteorológica Mundial (OMM), poderia reduzir em aproximadamente 25% o erro padrão nas previsões de vazão com 12 horas de antecedências em Machadinho.
22

[en] GROWING FUNCTIONS: AN OVERVIEW / [pt] CURVAS DE CRESCIMENTO: UMA VISÃO GERAL

LEANDRO SAUER 16 September 2009 (has links)
[pt] Muitas vezes são requeridas previsões a médio e longo prazo, de um determinado fenômeno, sem ter conhecimento específico de que tipos de fatores estão, ou estarão, influenciando-o. Por isso soa usadas funções matemáticas para modelar o respectivo fenômeno. Apresentadas um tratamento para fenômenos monotonicamente crescentes com um limite assintótico. As funções matemáticas usadas são chamadas curvas de crescimento de forma 8, dentre estas trabalhamos com a família exponencial modificadas generalizada. Apresentamos uma abordagem estática, dinâmica clássica e dinâmica Bayesiana com fatores de desconto e aplicamos a metodologia exposta a seis séries reais: Número de notificações de casos de AIDS, porcentagem de domicílios com telefone nos EUA, porcentagem de domicílios com sistema eletrônico móvel para telefone nos EUA, porcentagem de tecido manufaturado nos EUA, estoque de tratores na Espanha e porcentagem de domicílios com TV preto e branco nos EUA. / [en] It is not uncommon to find situations in which on is asked to make both lony and short term predictions for a particular phenomena, without having at this or her disposal the necessary information concerning the factors which might be directly affecting the phenomena ins question. Given this state of affairs, the use of mathematical functions in modelling becomes justified. Our aim in this thesis in to model monotonically growing phenomena which present an asymptotic limit. The mathematical functions entertained here are those know as growing functions with as S shape . In particular 8 shape. In particular we focus our attention on those function from the generalized modified exponential family. The formulations we exploit are the statistic, the dynamic classic and the Bayesian dynamic with discount factors. We apply the aforementioned methodologies to six time series: the number of AIDS cases in Brazil, the percentage of USA homes with a telephone, the percentage of USA homes with a wirelesss telephone, the percentage of fabrics manufactured in the USA as compared to the total USA market, the stock of tractors in Spain and the percentage of USA homes with a monochromatic TV set.
23

[en] FORECASTING DAILY LOAD DATA USING STRUCTURAL MODELS AND CUBIC SPLINE / [pt] PREVISÃO DE CARGA DIÁRIA ATRAVÉS DE MODELOS ESTRUTURAIS USANDO SPLINES

FABIANA GORDON 17 May 2006 (has links)
[pt] Esta tese propõe um modelo para o tratamento de observações diárias e é aplicado na área do setor elétrico, no problema de previsão de carga horária. O modelo proposto é basicamente um modelo estrutural onde a sazonalidade anual (movimentos periódicos dentro do ano) é modelada utilizando a técnica de Splines. Esta técnica também é utilizada na estimação do efeito não linear de uma variável explicativa. O modelo desenvolvido nesta tese também leva em conta os feriados dada a grande influência dos mesmos no consumo de energia elétrica. A metodologia proposta é aplicada à três concessionárias do Sistema Interligado Brasileiro: LIGHT (Estado do Rio de Janeiro); CEMIG (Estado de Minas Gerais) e COPEL (Estado do Paraná). A estimação é levada a cabo utilizando o software STAMP conjuntamente com módulos desenvolvidos no utilitário MATLAB. / [en] This thesis presents a model that deals with daily obsevations applied to the problem of forecasting daily elecricity demand. This approach is basaed on a structural time series model with the annual seasonal pattern being modelled by a Periodic Sppline. The methods of Splines was first used in Harvey and Koopman (1993) to analyse hourly load observations, including temperature used an explanatory variable which is also modelled by a Spline. The main contribuition of this thesis is the treatment of holidays and the temperature response modelled by a spline which considerss the possible vsariations that the effect of temperature has on electricity demand within the year. The methodology is applied to three companies of the Brazilian electrical system: LIGHT (State of Rio de Janeiro), CEMIG (State of Minas Gerais) and COPEL (state of Paraná).
24

Previsão por conjunto de vazões afluentes a reservatórios em grandes bacias hidrográficas brasileiras

Fan, Fernando Mainardi January 2015 (has links)
A previsão com antecedência de curto e médio prazo da vazão em diferentes locais de bacias hidrográficas geralmente é benéfica ao permitir uma resposta antecipada a eventos hidrológicos como cheias, e a operação mais eficiente de obras hidráulicas como barragens. Atualmente, cada vez mais se tem reconhecida a importância da inclusão das incertezas na geração de previsões hidrológicas, feita através de previsões por conjunto (ou ensemble). Neste tipo de previsão são feitas inferências sobre cenários possíveis futuros através da consideração de, por exemplo, múltiplas trajetórias possíveis dos estados da atmosfera, que ao serem aplicadas em um modelo hidrológico resultam em distribuições de trajetórias de vazões. Várias aplicações recentes tem sugerido a possibilidade da tomada de melhores decisões para o futuro quando fundamentadas neste conhecimento das incertezas. No Brasil, um uso predominante de previsões hidrológicas é na operação de reservatórios de usinas hidroelétricas, que constituem a maior fonte de energia do País. As previsões nestes casos são utilizadas tanto para a operação normal do sistema nacional, feita de forma centralizada, como para a operação local das usinas em casos de cheia, onde é necessário velar pela segurança da barragem e pela atenuação de impactos a jusante e/ou a montante dos barramentos. Contudo, a forma como as previsões de vazão são geradas e usadas no cenário nacional não são baseadas em técnicas de previsão por conjunto, onde a própria pesquisa local sobre os potenciais benefícios destas formas de geração de previsões pode ser classificada como incipiente. Assim, o objetivo principal deste estudo é investigar benefícios em termos de qualidade e persistência do uso de previsões de afluência por conjunto para reservatórios em grandes bacias hidrográficas brasileiras em curto e médio prazo. Para cumprir com estes objetivos foram propostos ensaios de previsão de vazão por conjunto para três bacias hidrográficas brasileiras: Alto São Francisco, Doce, e Tocantins. O modelo hidrológico MGBIPH foi aplicado para a execução de previsões retroativas (hindcastings) alimentado por dados de chuva provindos de três diferentes sistemas de previsão meteorológica por conjunto (ECMWF-pf, GEFS, e CPTEC-pf) e mais uma previsão determinística de referência (ECMWF-fc), todos disponíveis na base de dados denominada TIGGE. De uma forma geral, as previsões por conjunto, principalmente dos modelos ECMWF-pf e GEFS, se mostraram superiores em termos de qualidade e persistência na comparação com a previsão determinística. E o uso do Super Ensemble, formado pela combinação dos três modelos mostrou-se uma alternativa entre as melhores testadas, principalmente por ser também uma estratégia robusta. Para uma estratégia de defesa contra cheias, as análises indicam benefícios para a consideração dos membros superiores dos conjuntos, e já para uma estratégia de operação de reservatórios essa visão pode ser mais focada em vazões médias, as quais podem conter algum viés. Já a comparação entre as bacias mostrou que resultados não podem ser transportados de um local para outro, apesar de estarem no mesmo clima. Em relação às incertezas, notou-se que a modelagem hidrológica amplifica as incertezas na previsão na medida em que os estados do modelo da grande bacia evoluem. De qualquer forma, acreditase que os resultados mostram que mais investimentos em técnicas de previsão por conjunto e suas aplicações são um caminho a ser seguido para ampliar os benefícios do uso de previsões hidrológicas. / Short to medium-term streamflow forecasts at different locations in a watershed are generally beneficial to allow an early response to hydrological events such as floods, and more efficient operation of hydraulic structures such as dams. Currently, an increasingly recognition has been given to the including of uncertainties in the generation of hydrological forecasts, what is usually made producting the so called Ensemble Forecast. In this kind of forecast inferences about possible future scenarios are made by considering, for example, multiple possible trajectories of the atmospheric states, which when applied to a hydrological model results in streamflow trajectories distributions. Several recent applications suggested the possibility of better decisions making based on this uncertainties knowledge. In Brazil, a predominant use of hydrological forecasts is for hydropower reservoirs operation, which are the largest source of energy for the country. Future inflows estimates in these cases are used either for normal operation of the national system, done centrally, as for local operation of the dams in cases of floods, where it is necessary to ensure the dam safety and the mitigation of impacts downstream and/or upstream. However, the currently technique used to generate the operational forecasts is not based on ensembles, and the Brazilian local research on the potential benefits of these forms of forecasts production can be classified as incipient. Thus, the aim of this Thesis was to investigate benefits in terms of quality and persistence of using short to medium-term ensemble inflow forecast for reservoirs located on large Brazilian river basins. To fulfill these objectives streamflow forecast tests have been proposed for three Brazilian river basins: Alto San Francisco, Doce, and Tocantins. The hydrological model MGB-IPH was applied to perform retroactive forecasts (hindcastings) within a period of tests forced by rainfall data from three different ensemble weather forecasting systems (ECMWFpf, GEFs, and CPTEC-pf) and a deterministic prediction reference (ECMWF-fc), all available in the TIGGE archive. In general, the ensemble predictions, especially from ECMWF-pf and GEFs models, were superior in quality and persistence in comparison to the deterministic reference. And the use of the Super ensemble composed by the combination of the three ensemble models was shown to be among the results, and also a robust strategy. For a flood protection strategy, the analyzes indicate benefits in the consideration of the upper bounds of the ensembles, and for a reservoir operation strategy that vision could be more focused on average flow rates, which may contain some verified bias. The comparison between the basins results showed that one can not transport results and considerations from one location to another, despite being in the same climate region. Regarding uncertainties, it was noted that hydrological modeling amplifies the uncertainty in the forecasts, in some extent due to the large basin evolution of state variables. Anyway, it is believed that more investments in ensemble forecasting techniques and its applications shown to be a good way to make better use of forecasts.
25

Previsão por conjunto de vazões afluentes a reservatórios em grandes bacias hidrográficas brasileiras

Fan, Fernando Mainardi January 2015 (has links)
A previsão com antecedência de curto e médio prazo da vazão em diferentes locais de bacias hidrográficas geralmente é benéfica ao permitir uma resposta antecipada a eventos hidrológicos como cheias, e a operação mais eficiente de obras hidráulicas como barragens. Atualmente, cada vez mais se tem reconhecida a importância da inclusão das incertezas na geração de previsões hidrológicas, feita através de previsões por conjunto (ou ensemble). Neste tipo de previsão são feitas inferências sobre cenários possíveis futuros através da consideração de, por exemplo, múltiplas trajetórias possíveis dos estados da atmosfera, que ao serem aplicadas em um modelo hidrológico resultam em distribuições de trajetórias de vazões. Várias aplicações recentes tem sugerido a possibilidade da tomada de melhores decisões para o futuro quando fundamentadas neste conhecimento das incertezas. No Brasil, um uso predominante de previsões hidrológicas é na operação de reservatórios de usinas hidroelétricas, que constituem a maior fonte de energia do País. As previsões nestes casos são utilizadas tanto para a operação normal do sistema nacional, feita de forma centralizada, como para a operação local das usinas em casos de cheia, onde é necessário velar pela segurança da barragem e pela atenuação de impactos a jusante e/ou a montante dos barramentos. Contudo, a forma como as previsões de vazão são geradas e usadas no cenário nacional não são baseadas em técnicas de previsão por conjunto, onde a própria pesquisa local sobre os potenciais benefícios destas formas de geração de previsões pode ser classificada como incipiente. Assim, o objetivo principal deste estudo é investigar benefícios em termos de qualidade e persistência do uso de previsões de afluência por conjunto para reservatórios em grandes bacias hidrográficas brasileiras em curto e médio prazo. Para cumprir com estes objetivos foram propostos ensaios de previsão de vazão por conjunto para três bacias hidrográficas brasileiras: Alto São Francisco, Doce, e Tocantins. O modelo hidrológico MGBIPH foi aplicado para a execução de previsões retroativas (hindcastings) alimentado por dados de chuva provindos de três diferentes sistemas de previsão meteorológica por conjunto (ECMWF-pf, GEFS, e CPTEC-pf) e mais uma previsão determinística de referência (ECMWF-fc), todos disponíveis na base de dados denominada TIGGE. De uma forma geral, as previsões por conjunto, principalmente dos modelos ECMWF-pf e GEFS, se mostraram superiores em termos de qualidade e persistência na comparação com a previsão determinística. E o uso do Super Ensemble, formado pela combinação dos três modelos mostrou-se uma alternativa entre as melhores testadas, principalmente por ser também uma estratégia robusta. Para uma estratégia de defesa contra cheias, as análises indicam benefícios para a consideração dos membros superiores dos conjuntos, e já para uma estratégia de operação de reservatórios essa visão pode ser mais focada em vazões médias, as quais podem conter algum viés. Já a comparação entre as bacias mostrou que resultados não podem ser transportados de um local para outro, apesar de estarem no mesmo clima. Em relação às incertezas, notou-se que a modelagem hidrológica amplifica as incertezas na previsão na medida em que os estados do modelo da grande bacia evoluem. De qualquer forma, acreditase que os resultados mostram que mais investimentos em técnicas de previsão por conjunto e suas aplicações são um caminho a ser seguido para ampliar os benefícios do uso de previsões hidrológicas. / Short to medium-term streamflow forecasts at different locations in a watershed are generally beneficial to allow an early response to hydrological events such as floods, and more efficient operation of hydraulic structures such as dams. Currently, an increasingly recognition has been given to the including of uncertainties in the generation of hydrological forecasts, what is usually made producting the so called Ensemble Forecast. In this kind of forecast inferences about possible future scenarios are made by considering, for example, multiple possible trajectories of the atmospheric states, which when applied to a hydrological model results in streamflow trajectories distributions. Several recent applications suggested the possibility of better decisions making based on this uncertainties knowledge. In Brazil, a predominant use of hydrological forecasts is for hydropower reservoirs operation, which are the largest source of energy for the country. Future inflows estimates in these cases are used either for normal operation of the national system, done centrally, as for local operation of the dams in cases of floods, where it is necessary to ensure the dam safety and the mitigation of impacts downstream and/or upstream. However, the currently technique used to generate the operational forecasts is not based on ensembles, and the Brazilian local research on the potential benefits of these forms of forecasts production can be classified as incipient. Thus, the aim of this Thesis was to investigate benefits in terms of quality and persistence of using short to medium-term ensemble inflow forecast for reservoirs located on large Brazilian river basins. To fulfill these objectives streamflow forecast tests have been proposed for three Brazilian river basins: Alto San Francisco, Doce, and Tocantins. The hydrological model MGB-IPH was applied to perform retroactive forecasts (hindcastings) within a period of tests forced by rainfall data from three different ensemble weather forecasting systems (ECMWFpf, GEFs, and CPTEC-pf) and a deterministic prediction reference (ECMWF-fc), all available in the TIGGE archive. In general, the ensemble predictions, especially from ECMWF-pf and GEFs models, were superior in quality and persistence in comparison to the deterministic reference. And the use of the Super ensemble composed by the combination of the three ensemble models was shown to be among the results, and also a robust strategy. For a flood protection strategy, the analyzes indicate benefits in the consideration of the upper bounds of the ensembles, and for a reservoir operation strategy that vision could be more focused on average flow rates, which may contain some verified bias. The comparison between the basins results showed that one can not transport results and considerations from one location to another, despite being in the same climate region. Regarding uncertainties, it was noted that hydrological modeling amplifies the uncertainty in the forecasts, in some extent due to the large basin evolution of state variables. Anyway, it is believed that more investments in ensemble forecasting techniques and its applications shown to be a good way to make better use of forecasts.
26

Previsão por conjunto de vazões afluentes a reservatórios em grandes bacias hidrográficas brasileiras

Fan, Fernando Mainardi January 2015 (has links)
A previsão com antecedência de curto e médio prazo da vazão em diferentes locais de bacias hidrográficas geralmente é benéfica ao permitir uma resposta antecipada a eventos hidrológicos como cheias, e a operação mais eficiente de obras hidráulicas como barragens. Atualmente, cada vez mais se tem reconhecida a importância da inclusão das incertezas na geração de previsões hidrológicas, feita através de previsões por conjunto (ou ensemble). Neste tipo de previsão são feitas inferências sobre cenários possíveis futuros através da consideração de, por exemplo, múltiplas trajetórias possíveis dos estados da atmosfera, que ao serem aplicadas em um modelo hidrológico resultam em distribuições de trajetórias de vazões. Várias aplicações recentes tem sugerido a possibilidade da tomada de melhores decisões para o futuro quando fundamentadas neste conhecimento das incertezas. No Brasil, um uso predominante de previsões hidrológicas é na operação de reservatórios de usinas hidroelétricas, que constituem a maior fonte de energia do País. As previsões nestes casos são utilizadas tanto para a operação normal do sistema nacional, feita de forma centralizada, como para a operação local das usinas em casos de cheia, onde é necessário velar pela segurança da barragem e pela atenuação de impactos a jusante e/ou a montante dos barramentos. Contudo, a forma como as previsões de vazão são geradas e usadas no cenário nacional não são baseadas em técnicas de previsão por conjunto, onde a própria pesquisa local sobre os potenciais benefícios destas formas de geração de previsões pode ser classificada como incipiente. Assim, o objetivo principal deste estudo é investigar benefícios em termos de qualidade e persistência do uso de previsões de afluência por conjunto para reservatórios em grandes bacias hidrográficas brasileiras em curto e médio prazo. Para cumprir com estes objetivos foram propostos ensaios de previsão de vazão por conjunto para três bacias hidrográficas brasileiras: Alto São Francisco, Doce, e Tocantins. O modelo hidrológico MGBIPH foi aplicado para a execução de previsões retroativas (hindcastings) alimentado por dados de chuva provindos de três diferentes sistemas de previsão meteorológica por conjunto (ECMWF-pf, GEFS, e CPTEC-pf) e mais uma previsão determinística de referência (ECMWF-fc), todos disponíveis na base de dados denominada TIGGE. De uma forma geral, as previsões por conjunto, principalmente dos modelos ECMWF-pf e GEFS, se mostraram superiores em termos de qualidade e persistência na comparação com a previsão determinística. E o uso do Super Ensemble, formado pela combinação dos três modelos mostrou-se uma alternativa entre as melhores testadas, principalmente por ser também uma estratégia robusta. Para uma estratégia de defesa contra cheias, as análises indicam benefícios para a consideração dos membros superiores dos conjuntos, e já para uma estratégia de operação de reservatórios essa visão pode ser mais focada em vazões médias, as quais podem conter algum viés. Já a comparação entre as bacias mostrou que resultados não podem ser transportados de um local para outro, apesar de estarem no mesmo clima. Em relação às incertezas, notou-se que a modelagem hidrológica amplifica as incertezas na previsão na medida em que os estados do modelo da grande bacia evoluem. De qualquer forma, acreditase que os resultados mostram que mais investimentos em técnicas de previsão por conjunto e suas aplicações são um caminho a ser seguido para ampliar os benefícios do uso de previsões hidrológicas. / Short to medium-term streamflow forecasts at different locations in a watershed are generally beneficial to allow an early response to hydrological events such as floods, and more efficient operation of hydraulic structures such as dams. Currently, an increasingly recognition has been given to the including of uncertainties in the generation of hydrological forecasts, what is usually made producting the so called Ensemble Forecast. In this kind of forecast inferences about possible future scenarios are made by considering, for example, multiple possible trajectories of the atmospheric states, which when applied to a hydrological model results in streamflow trajectories distributions. Several recent applications suggested the possibility of better decisions making based on this uncertainties knowledge. In Brazil, a predominant use of hydrological forecasts is for hydropower reservoirs operation, which are the largest source of energy for the country. Future inflows estimates in these cases are used either for normal operation of the national system, done centrally, as for local operation of the dams in cases of floods, where it is necessary to ensure the dam safety and the mitigation of impacts downstream and/or upstream. However, the currently technique used to generate the operational forecasts is not based on ensembles, and the Brazilian local research on the potential benefits of these forms of forecasts production can be classified as incipient. Thus, the aim of this Thesis was to investigate benefits in terms of quality and persistence of using short to medium-term ensemble inflow forecast for reservoirs located on large Brazilian river basins. To fulfill these objectives streamflow forecast tests have been proposed for three Brazilian river basins: Alto San Francisco, Doce, and Tocantins. The hydrological model MGB-IPH was applied to perform retroactive forecasts (hindcastings) within a period of tests forced by rainfall data from three different ensemble weather forecasting systems (ECMWFpf, GEFs, and CPTEC-pf) and a deterministic prediction reference (ECMWF-fc), all available in the TIGGE archive. In general, the ensemble predictions, especially from ECMWF-pf and GEFs models, were superior in quality and persistence in comparison to the deterministic reference. And the use of the Super ensemble composed by the combination of the three ensemble models was shown to be among the results, and also a robust strategy. For a flood protection strategy, the analyzes indicate benefits in the consideration of the upper bounds of the ensembles, and for a reservoir operation strategy that vision could be more focused on average flow rates, which may contain some verified bias. The comparison between the basins results showed that one can not transport results and considerations from one location to another, despite being in the same climate region. Regarding uncertainties, it was noted that hydrological modeling amplifies the uncertainty in the forecasts, in some extent due to the large basin evolution of state variables. Anyway, it is believed that more investments in ensemble forecasting techniques and its applications shown to be a good way to make better use of forecasts.
27

[en] IMPLEMENTATION OF THE NEW SYSTEM TO SUPPLY INDUSTRIAL AND MEDICINE GASES MODEL TO VMI COSTUMERS / [pt] IMPLEMENTAÇÃO DE UM NOVO SISTEMA PARA O ABASTECIMENTO DE GASES INDUSTRIAIS E MEDICINAIS DE CLIENTES VMI

PATRICIA GAZE CELESTINO 13 December 2007 (has links)
[pt] A utilização de um modelo eficiente para o abastecimento de clientes VMI (Vendor Management Inventory) é um dos fatores mais importantes para que as empresas promovam uma relação equilibrada entre o nível de serviço oferecido ao cliente e o custo logístico associado a operação. Dado a importância do assunto, e a possibilidade por parte da autora de participar da implementação de um novo sistema para o abastecimento de clientes VMI em uma empresa de gases industriais e medicinais, o objetivo desta dissertação foi analisar a adoção deste novo sistema e os principais resultados obtidos após sua implementação. Foram ressaltados os pontos relacionados com a previsão de vendas, a programação de entregas e os indicadores de desempenho. A metodologia utilizada para a elaboração desse trabalho incluiu: pesquisa bibliográfica, dados de fontes primárias extraídos de sistemas de informação da empresa e de entrevistas não estruturadas com funcionários envolvidos na operação, além de visitas in loco para observação direta. Os resultados desta dissertação foram uma análise da operação antes e depois da implementação do novo sistema na Empresa de Gases Alfa e uma comparação com a operação da matriz americana da Empresa. Os motivos pelos quais a operação no Brasil não atingiu os mesmos patamares da operação americana, mesmo após a adoção do novo sistema, assim como ações de melhoria, também foram expostos na dissertação. / [en] The use of an efficient model for costumer VMI (Vendor Management Inventory) supply is one of the most important factors for companies to promote a balanced trade-off between the service level offered to the costumer and the logistic cost associated to the operation. Given the importance of the subject, and the possibility of the author to take part of the implementation of a new system to supply VMI costumers of an industrial and medicine gases company, the aim of this dissertation was to analyze the adoption of this system and the main results obtained after its implementation. It shall be highlighted spots related to sales prevision, delivery programming and performance indexes. The methodology used for elaborate this dissertation has included: bibliographic research, data of primary sources of the information system of the company and non-structured interviews with employees involved in the operation, besides in situ visits for direct observation. The results of this dissertation were an analysis of the operation before and after the implementation of the new system and a comparison with the operation of the company`s American office. The reasons through which the operation in Brazil has not reached the levels of the American operation, even after the adoption of the new system, as well as improvement actions, were also herein exposed.
28

Aplicabilidade do EVA/MVA como instrumento de avaliação de desempenho econômico em empresas brasileiras

Macorim, Adinel January 2001 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção. / Made available in DSpace on 2012-10-18T03:57:56Z (GMT). No. of bitstreams: 1 185861.pdf: 295659 bytes, checksum: 147ff17ad25ce8e6e566364ac68b1858 (MD5) / A globalização financeira e produtiva derrubou fronteiras e limitações que não permitiam às empresas expandir suas atividades com rapidez e concorrer em igualdade de condições com similares em qualquer parte do mundo. Os benefícios, entretanto, vieram acompanhados de transtornos, principalmente para as empresas menores, que não têm poder financeiro e negocial para competir em igualdade de condições com as grandes multinacionais. Por isso, atualmente, sobreviver e tornar-se indispensável num mundo tão competitivo tem sido o grande desafio das empresas. Na perseguição desse objetivo, estratégias têm sido traçadas e colocadas em prática. No entanto, em muitas situações, não logram êxito e empresas, às vezes aparentemente sólidas, têm sucumbido. Tal fato é conseqüência de estratégias erradas. E um dos grandes motivos de se colocar em prática estratégias ineficientes é a falta de conhecimento sobre o real desempenho econômico das empresas, bem como os fatores que estariam provocando alguma anomalia na mesma. A celeridade com que as transformações vem ocorrendo exige mudanças profundas na forma de administrar as empresas. Mas para que essas mudanças sejam eficazes, necessário se faz que os gestores tenham pleno conhecimento das atividades da empresa, bem como de seu resultado e desempenho econômico. O conhecimento de seus real desempenho econômico e, conseqüente, tomada de decisão com bom grau de acerto, só é possível se a empresa tiver a sua disposição instrumentos de mensuração confiáveis, que lhe permitam descobrir as deficiências. As técnicas tradicionalmente utilizadas para mensurar o desempenho econômico das empresas encontram-se ultrapassadas e não satisfazem essa necessidade dos administradores. Baseiam-se unicamente em demonstrações contábeis elaboradas de acordo com as normas contábeis vigentes, que pecam ao não incluir o custo do capital próprio na apuração do resultado do exercício. Por isso, a apresentação de um modelo que considere o custo de todos os capitais empregados (próprios e de terceiros) na obtenção dos resultados, não só preenche esta lacuna, como permite aos acionistas visualizar se a empresa está criando ou destruindo riquezas para eles. Utiliza-se dos conceitos de criação de valor ao acionista, por isso o resultado apurado através de sua metodologia é ganho real, pois está expurgado de todos os custos de capitais, sejam eles próprios ou de terceiros. A metodologia do EVA/MVA é um avanço em relação a metodologia tradicional. O EVA é superior às medidas de desempenho tradicionais, pois mostra a performance financeira da empresa em detalhes, especialmente para aquelas onde o lucro é visto como livre fonte de recursos e a performance é medida através das figuras tradicionais. Os resultados decorrentes da aplicação dessa metodologia evidenciam o verdadeiro lucro das empresas, informando se as mesmas, através de suas atividades, estão ou não agregando valor e, consequentemente, aumentando ou diminuindo a riquezas dos sócios. Desta forma, esta ferramenta ajuda a criar uma nova perspectiva para a organização, encorajando administradores e empregados a pensar como proprietários. Analisando o desempenho da empresa através da metodologia do EVA/MVA, os administradores condições de priorizar projetos mais rentáveis, que agregam maior valor a empresa, e descartar aqueles que estão prejudicando o seu desempenho. Permite, ainda, avaliar, de forma mais profunda, a estrutura de capitais da empresa, adequando-a de forma que haja a maximização da rentabilidade sem desprezar a segurança. A avaliação de desempenho econômico da empresas através da metodologia do EVA/MVA ainda encontra muitas barreiras, tais como o desconhecimento de suas técnicas, as deficiências do sistema contábil vigente, a cultura contábil em voga sugerindo que o lucro contábil é a remuneração do capital próprio, a ausência, no Brasil, de um mercado de capitais eficiente, o custo financeiro dos financiamentos e as poucas linhas de crédito de longo prazo existentes, entre outras. Entretanto, em que pese negativamente todos esses fatores, o atual ambiente é propício à implementação da metodologia do EVA/MVA. As atuais exigências do mercado, com o acirramento da concorrência, estão forçando as empresas a buscarem novas alternativas administrativas, que ofereçam com rapidez e eficiência respostas que lhes tornem vencedoras. A mudança no sistema de governança corporativa vem alterando o comportamento de muitos gerentes. Regras, normas e valores tradicionais estão sendo alterados e adaptados às novas exigências do mercado, facilitando a tomada de ações que fortaleçam as empresas, contribuindo para o crescimento econômico do país, através de geração de mais empregos, mais renda e mais impostos.
29

Modelo de previsão da demanda para as indústrias atuantes no setor de infra-estrutura brasileiro dos segmentos de energia elétrica e telecomunicações

Rosa, Victor Hugo da Silva January 2001 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenhara de Produção. / Made available in DSpace on 2012-10-18T04:32:56Z (GMT). No. of bitstreams: 0Bitstream added on 2014-09-25T22:01:33Z : No. of bitstreams: 1 185866.pdf: 7688649 bytes, checksum: 763921db0e507bb65687305830b57e86 (MD5) / Proposição de um modelo de processo de previsão da demanda - combinando métodos quantitativos e qualitativos - para as indústrias atuantes no setor de infra-estrutura brasileiro dos segmentos de Energia Elétrica e Telecomunicações, baseando-se em recentes pesquisas e bibliografia sobre o tema e no estudo de caso do processo de previsão em empresas destes segmentos. O modelo consiste em um processo que combina métodos quantitativos e qualitativos de julgamento, ressaltando a necessidade de se utilizar os primeiros sempre que as séries temporais permitirem - preferencialmente os mais simples - e sistematizando o emprego das técnicas qualitativas de modo a minimizar a introdução de viés por julgamento.
30

Predição de conforto térmico em ambientes internos com atividades sedentárias

Xavier, Antonio Augusto de Paula January 2000 (has links)
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. / Made available in DSpace on 2012-10-17T11:16:30Z (GMT). No. of bitstreams: 0Bitstream added on 2014-09-25T16:06:58Z : No. of bitstreams: 1 177936.pdf: 41970614 bytes, checksum: d1dcdddffe5f704c7250c6b22ec2f383 (MD5) / O presente trabalho apresenta uma metodologia de predição da situação de conforto térmico, em ambientes internos condicionados ou não, onde se executam atividades sedentárias. A metodologia leva em consideração os mecanismos físicos de troca de calor entre o homem e o ambiente, mas também as características pessoais dos indivíduos pesquisados, iniciando-se para isto com a análise e proposição de um algoritmo para a determinação da taxa metabólica a partir de medições de consumo de oxigênio e características antropométricas das pessoas. A metodologia proposta baseou-se em uma análise estatística causal entre as sensações térmicas das pessoas já com as taxas metabólicas pré-determinadas e os mecanismos físicos de troca de calor. Os resultados obtidos da aplicação desta metodologia apresentaram um coeficiente de determinação com os votos de sensações relatados pelas pessoas da ordem de R²=0,90, enquanto esse coeficiente é da ordem de R²=0,66 quando é aplicado o modelo normalizado do PNW/PPD.

Page generated in 0.027 seconds