• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 34
  • 2
  • 1
  • Tagged with
  • 38
  • 20
  • 9
  • 8
  • 7
  • 6
  • 6
  • 6
  • 6
  • 5
  • 5
  • 5
  • 4
  • 4
  • 3
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Medicalização da vida como cuidado de si : pondera 20mg/10mg repasso 10 cx, por um ótimo preço!

Miranda da Rocha Ferreira, Erliane 31 January 2009 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T23:13:48Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo396_1.pdf: 3159631 bytes, checksum: ec11996febe5ad7e2bb0a169385b8582 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2009 Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior Essa dissertação tem como objeto o consumo contemporâneo de psicofármacos dos tipos ansiolítico e antidepressivo. A abordagem focaliza três temas para pensar esse objeto: i) o cuidado de si; ii) a medicalização da vida; iii) a cultura do consumo. Orientada em suas linhas gerais pelos estudos da sociologia da técnica, da saúde e da modernidade, a noção de cuidado de si de Michel Foucault é tomada como o eixo a partir do qual se busca entender o controle paulatino dos estados psicoafetivos humanos a fim de se compreender o significado contemporâneo do consumo de psicofármacos. Neste sentido, o objetivo geral dessa pesquisa foi investigar em que medida o consumo de psicofármacos corresponderia a uma forma de cuidado de si ou meramente um meio para a docilização dos corpos . O resultado obtido com a investigação empírica foi de que, embora o consumo de psicofármacos contenha elementos que remetem ao cuidado de si, especialmente no que diz respeito à inquietação que produz a reflexividade, algo se perdeu no processo de modernização. Diferentemente do cuidado de si, que depende da aprendizagem pelo erro e pela dor para a construção de uma subjetividade calcada na reflexão e na possibilidade da transformação de si, a reflexividade associada ao consumo de psicofármacos é contingente e localizada, impondo limites à reflexão e, portanto, ao autogoverno
2

Dialogicidade e Narrativas em Redações de Crianças

ROCHA, F. E. M. 19 August 2011 (has links)
Made available in DSpace on 2016-08-29T14:10:16Z (GMT). No. of bitstreams: 1 tese_3981_.pdf: 535230 bytes, checksum: 6001a83effd3ea0d253ffc148453dc8a (MD5) Previous issue date: 2011-08-19 Ao escrever sobre si, o autor expõe ideias e pode produzir um sentido numa troca dialógica consigo e com o interlocutor/leitor. Na narração, um conjunto de fatos é disposto e há o desenvolvimento de histórias. A escrita é uma produção feita para o outro, no momento em que ocorre, por meio de situações dialógicas externas e internas, pois implica uma reflexão por parte do autor sobre aquilo que escreve e sobre qual será o destinatário da mensagem. A presente dissertação é um estudo das possibilidades de expressão da consciência de si, definida enquanto um processo reflexivo e dialógico em narrativas escritas. Desdobra-se em dois estudos, apresentados em forma de artigos. Seu objetivo principal foi verificar a presença de indicadores de dialogicidade em redações de crianças e descrever as relações que se estabelecem entre esses indicadores e a estrutura narrativa produzida. Um grupo de 23 crianças (com oito e 10 anos de idade) escreveu duas redações: a primeira com o tema Conte sua história e a segunda com o tema Como eu converso comigo mesmo?. Os dados foram analisados qualitativamente de acordo com os critérios da fenomenologia semiótica: descrição, redução e interpretação. A descrição fenomenológica apresentou o contexto temático do fenômeno estudado no qual se estabeleceu uma relação entre os elementos do gênero narrativo (Conte sua história) e os indicadores de reflexividade dialógica (Como eu converso comigo mesmo?). A redução fenomenológica especificou o foco problemático em torno do conteúdo das duas redações: as do tema Conte sua história nas quais continham diálogos entre as personagens (Estrutura dialógica) relacionaram-se com as do tema Como você conversa consigo mesmo? nas quais foram descritos autodiálogos (Descrição direta da ação reflexiva). A interpretação indicou que a forma escrita da linguagem é também dialógica e tem por base o processo reflexivo do autor sobre o que escreve. Conclui-se que é possível identificar indícios de dialogicidade em textos escritos e que o autorrelato escrito é um método eficiente de estudo do processo reflexivo consciente.
3

Beleza, feminilidade e reflexividade : um estudo sobre a mediação agência estruturada por mulheres intelectuais

Pereira Parahyba Campos, Veridiana 31 January 2011 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T23:13:31Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo2612_1.pdf: 1294757 bytes, checksum: b9aa73d80842c235518d4184654b8739 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2011 Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior Historicamente, a preocupação com a beleza é reconhecida como um dos principais signos da feminilidade. Por um lado, as teóricas feministas de segunda onda percebem tal fato como a internalização de estruturas de dominação patriarcal que comprometeriam a autonomia feminina. Por outro, teóricas pós-feministas sugerem que essa preocupação com a estética denota empoderamento e autonomia por parte das mulheres sobre seus corpos. Com base na teoria da agência de Margaret Archer, questiona-se aqui tanto o determinismo estrutural presente nas teorias de segunda onda, quanto o voluntarismo que fundamenta as vertentes pós-feministas. O conceito de reflexividade da autora permite pensar em uma mediação ativa entre elementos estruturais e agência individual, o que nos conduz, num nível teórico mais geral, à discussão agência-estrutura. Assumindo que, por conta de sua atividade profissional, as intelectuais são mulheres especialmente reflexivas, procuro compreender se, e em que medida, existe uma reflexão ativa em relação à adoção de padrões estéticos hegemônicos e como tais padrões atuam na formação dos selves femininos
4

Da visibilidade dos corpos disformes : um estudo sobre cirurgias cosméticas mal sucedidas

Meló, Roberta de Sousa 31 January 2012 (has links)
Submitted by Marcelo Andrade Silva (marcelo.andradesilva@ufpe.br) on 2015-03-06T19:37:47Z No. of bitstreams: 2 Tese Roberta de Sousa Mélo.pdf: 1760034 bytes, checksum: 432fad67a51fa05a2c4968639dee0237 (MD5) license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5) Made available in DSpace on 2015-03-06T19:37:47Z (GMT). No. of bitstreams: 2 Tese Roberta de Sousa Mélo.pdf: 1760034 bytes, checksum: 432fad67a51fa05a2c4968639dee0237 (MD5) license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5) Previous issue date: 2012 CAPES CNPQ Esta tese busca analisar a experiência corporal de pessoas que passaram pelo processo de uma cirurgia cosmética mal sucedida, a partir da descrição do vivido pelo próprio indivíduo que teve seu corpo mutilado e/ou deformado. Buscamos compreender os significados que essas pessoas atribuem às suas práticas, bem como o processo de ressignificação e ressimbolização do corpo por elas realizado. O trabalho se insere no cenário das práticas corporais contemporâneas, fortemente marcado pelo estímulo a conhecer e explorar a plasticidade e as potencialidades do corpo em função das expectativas e das vontades do indivíduo. Este contexto é também caracterizado por um trabalho de reflexividade e de subjetivação que exige o controle pleno do indivíduo sobre seu corpo como forma de auto-afirmação. Enquanto reflexo desse cenário, o desenvolvimento das cirurgias cosméticas tem estimulado a necessidade do sujeito contemporâneo de perseguir e controlar cada parte do seu corpo tida como desfavorável, do que decorre o nosso argumento de que há uma ansiedade diante do próprio corpo que é também uma ansiedade em se firmar como sujeito. Diante disso, propomos pensar no consumo das cirurgias cosméticas como a experiência fenomenológica de se conviver com um detalhe de insatisfação que fala em nome do todo corporal. O estudo envolveu momentos analíticos mais estruturais, por considerarmos as referidas práticas cosméticas como efeito de uma ansiedade que é culturalmente engendrada. Entretanto, ele foi preponderantemente orientado por preocupações e enfoques que nos levaram a optar pela teoria fenomenológica como nosso guia. Neste sentido, privilegiamos a compreensão das formas de interiorização, de adequação e de produção de significados que o indivíduo mutilado e/ou deformado pela cirurgia estética experimenta corporalmente. Diante disso, uma metodologia de pesquisa qualitativa e fenomenológica pareceu-nos uma escolha pertinente. O trabalho de campo foi realizado no período de julho de 2009 a agosto de 2011. Nosso material empírico foi composto pelas narrativas obtidas através de 19 entrevistas semi-estruturadas (sendo 17 realizadas com mulheres e 2 com homens) e por outros dados (entrevistas com cirurgiões,acesso a blogs, comunidades virtuais, matérias de programas televisivos e de revistas) que se constituíram como materiais complementares. As experiências nos falam de uma trajetória de insatisfação com o corpo que é exacerbada com o malogro das cirurgias. Em suas interações cotidianas, os corpos pós-cirúrgicos são associados à perturbação de uma ordem simbólica e, sobretudo, a um exercício precário de reflexividade, do que decorrem os prejuízos na sua vida afetiva e social. No entanto, é também no trabalho de Merleau-Ponty que encontramos elementos para considerar a reabilitação do potencial político desses corpos no mundo-da-vida e a capacidade dos sujeitos de reconhecer novas possibilidades de ação a partir da experiência corporalmente vivida.
5

Protestantismo e modernidade no Brasil Protestantism and modernity in Brazil.

Valdinei Aparecido Ferreira 27 March 2008 (has links)
Esta tese tem por tema as relações entre protestantismo e modernidade no Brasil. O objetivo primordial é a compreensão das transformações nas relações entre o protestantismo e a modernidade no Brasil. Para alcançar o objetivo, utilizamos, no exame do tema, a sociologia compreensiva de matriz weberiana. A investigação sociológica, que reservou lugar de destaque para o protestantismo na emergência da modernidade ocidental, passou, de um lado, a interessar-se pela compreensão e explicação do declínio da religião protestante na sociedade moderna e, de outro, se as religiões pentecostais na América Latina mantinham ainda afinidades com o protestantismo e com a modernidade. O protestantismo valeu-se, para sua inserção no Brasil, a partir de meados do século XIX, de sua afinidade com a modernidade representada pelos Estados Unidos. Todavia, o significado da modernidade para o protestantismo foi sendo alterado ao longo do século XX. A primeira transformação nas relações entre protestantismo e modernidade no Brasil ocorreu quando a identificação com a herança moderna norte-americana passou do questionamento, nas primeiras décadas do século XX, à rejeição completa, na década de sessenta, por setores enraizados no liberalismo teológico. A segunda transformação nas relações do protestantismo com a modernidade no Brasil é encontrada na introdução da reflexividade no campo do conhecimento teológico. No esforço de apresentar-se como religião moderna, o protestantismo de inspiração liberal utilizou a reflexividade para reinterpretar a Bíblia à luz da cultura e da razão e para redefinir suas relações com o catolicismo romano. De tempos em tempos, ao longo do século XX, assistiram-se polarizações no interior do campo protestante brasileiro em torno de esforços de acomodação e de rejeição dos pressupostos cognitivos da modernidade, representados pela reflexividade. A sociologia do protestantismo brasileiro privilegiou a análise dos grupos protestantes, reunidos em torno da rejeição da reflexividade, usualmente denominados como fundamentalistas. Demonstramos que a atitude de acomodação aos pressupostos cognitivos da modernidade tem tido presença constante no protestantismo brasileiro, e a sua condição minoritária no campo religioso protestante não se explica apenas por meio da repressão sofrida por parte dos setores conservadores, mas levando-se em conta também a própria natureza das crenças liberais. A repressão conservadora oferece aos setores liberais a oportunidade para realização de rituais de ruptura, que, no caso do protestantismo, consistem basicamente nalguma transgressão no campo das idéias e das palavras. A particularidade do protestantismo reside na construção de sua identidade em relação íntima com a modernidade, seja de rejeição, seja de acomodação. The theme of this thesis is the relations between Protestantism and modernity in Brazil. The primary goal is the understanding of the transformations in the relations between Protestantism and modernity in Brazil. In order to achieve the objective we used in the examination of the theme, the sociology of the comprehensive Weberian matrix. The sociological research that reserved a place of prominence for Protestantism in the emergence of a western modernity, has become, on one hand, interested in the understanding and explanation of the decline of Protestant religion in modern society and, on the other hand, if the Pentecostal religions in Latin America still maintained affinities with Protestantism and with modernity. Due to its affinity with the modernity represented by the United States, the Protestantism was inserted in Brazil in the mid-nineteenth century. However, the meaning of modernity for Protestantism changed over the twentieth century. The first transformation in the relations between Protestantism and modernity in Brazil occurred when the identification with the modern legacy of the North American, changed from questioning, in the first decades of the twentieth century, to the complete rejection in the sixties by the theological liberalism. The second transformation in the relations of Protestantism with modernity in Brazil was found in the introduction of reflexivity in the field of theological knowledge. In the effort to present as a modern religion, the Protestantism of a liberal inspiration used the reflexivity to reinterpret the Bible in the light of culture and reason and to redefine its relations with Roman Catholicism. From time to time, throughout the twentieth century, we saw a polarization within the Protestant Brazilian field around efforts of accommodation and rejection of cognitive assumptions of modernity, represented by the reflexivity. The sociology of the Brazilian Protestantism focused on the analysis of the Protestant groups gathered around the rejection of reflection, usually called fundamentalists. We demonstrate that the attitude of accommodation to the cognitive assumptions of modernity has constant presence in the Brazilian Protestantism and its minority condition in the Protestant religious field can not be explained only by means of repression suffered by the conservative sectors, but taking into account also the very nature of liberal beliefs. The conservative repression offers to the liberal sectors the opportunity to conduct rituals of disruption, which in the case of Protestantism, basically consists in some transgression in the field of ideas and words. The particularity of Protestantism lies in the construction of their identity in intimate relation with modernity, whether rejection or accommodation.
6

A Formação continuada como prática em serviço numa Instituição de Ensino Superior Privada : um estudo na Faculdade de Odontologia de Caruaru

OLIVEIRA FILHO, Renato Cabral de 2006 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T17:21:45Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo5377_1.pdf: 717934 bytes, checksum: 90b8efaaa2fafb95985c3bf8199e71fd (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2006 A pesquisa sobre formação continuada é recorrente nas discussões locais, nacionais e internacionais. Este trabalho trata da Formação Continuada do docente da Faculdade de Odontologia de Caruaru, onde também atuamos como professor há 38 anos. Parte da concepção que os docentes têm dessa formação, como eles a percebem e qual o seu impacto na construção/articulação/compartilhamento dos saberes docentes e como refletem sobre a prática exercida. A formação continuada dentro de uma abordagem crítica, assumida em nosso trabalho se distancia da atividade episódica e instrumental e se aproxima de uma visão pedagógica coletiva em que a construção dos saberes se dá mediante uma prática social histórica e contextualizada O referencial teórico do nosso estudo apóia-se numa concepção crítico-progressista da educação e o referencial teórico é Giroux, Freire, Zalbaza, Schön, Zeichner, Sacristan, Pimenta, Ghedin, Vygotsky e outros. O estudo foi realizado a partir de diferentes procedimentos metodológicos, como a análise documental, questionários e entrevistas semi-estruturadas e assim nos foi permitido uma aproximação com a realidade investigada. Consideramos e contextualizamos o objeto investigado dentro de perspectiva qualitativa, sem, contudo, relegar o dado quantitativo, quando ele foi necessário. A pesquisa revelou que os nossos docentes não têm formação pedagógica e a formação continuada é quem procura suprir esta lacuna, no entanto por ser episódica semestral fica muito a desejar e pouca contribuição traz. Os professores/professoras constroem os saberes necessários à docência universitária ao longo de suas experiências pessoais e profissionais, no ambiente acadêmico ou não. Ressaltam, todos eles, a importância do compartilhamento dos saberes e que aprendem com os mais experientes. Registram a necessidade de reuniões periódicas e freqüentes para discussão, troca de experiência e reflexão coletiva sobre o fazer pedagógico e que estas reuniões sejam encaradas pela Instituição de Ensino Superior como ato pedagógico e, portanto, passível de remuneração. Ressaltam que a maior parte deles são horistas e quase totalidade das horas trabalhadas na academia se dá em sala de aula, clínicas ou horas burocráticas. Atividades de planejamento, reflexão sobre a prática educativa são relegadas pela FOC. Reclamam também que as atividades de Formação Continuada, não são consideradas atos pedagógicos remunerados. Concluímos, também, que uma Formação Continuada, gestada numa deliberação coletiva dos docentes, pode ser promotora de uma identidade e profissionalidade docente que aliado a uma freqüência de reuniões para discussão e reflexão coletiva, pode levar nossos professores além de uma racionalidade técnica e se aproximarem de uma epistemologia da práxis
7

Travessia Reflexiva do Silêncio/Diálogo Interior: a construção do professor no contexto da cibercultura

SILVA, Adriana Carvalho da 28 February 2012 (has links)
Submitted by Etelvina Domingos (etelvina.domingos@ufpe.br) on 2015-03-13T17:57:49Z No. of bitstreams: 2 Dissertação Adriana Carvalho final - Cópia.pdf: 1589518 bytes, checksum: 70d7c2c2d5769bf972a1adfa81bceaee (MD5) license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5) Made available in DSpace on 2015-03-13T17:57:49Z (GMT). No. of bitstreams: 2 Dissertação Adriana Carvalho final - Cópia.pdf: 1589518 bytes, checksum: 70d7c2c2d5769bf972a1adfa81bceaee (MD5) license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5) Previous issue date: 2012-02-28 FACEPE Esta dissertação tem o objetivo de analisar a construção da concepção do professor na Cibercultura e a repercussão nas ações pedagógicas com o Programa Um Computador por Aluno (PROUCA) em escolas públicas municipais de Pernambuco. Destaca a importância da reflexão crítica para a formação humana, especialmente para a formação do professor diante do contexto da cibercultura, onde a relação com o saber e com o mundo é reconfigurada a partir da interação com as tecnologias digitais, contexto em que o fluxo das informações e das inovações tecnológicas atua na subjetividade, dificultando momentos de silêncio/diálogo interior, um dos aspectos relevantes para as ações pedagógicas com as tecnologias de informação e comunicação (TICs) e para a compreensão do papel do professor. A motivação para esse estudo parte da preocupação com as implicações da inserção das TICs nas escolas para o atendimento das demandas sociais na contemporaneidade. Diante desse contexto, teve-se o propósito de analisar o problema da nossa pesquisa: Como se constrói a concepção do papel do professor na Cibercultura e influi nas ações pedagógicas com a implementação do Programa Um Computador por Aluno? Para subsidiar a discussão acerca dessa temática, recorreu-se ao seguinte aporte teórico: a discussão acerca da cibercultura e as influências das TICs na subjetividade e nas ações cotidianas; a reflexão na construção do professor, tendo como bojo a discussão da narrativa de si e o diálogo interior; a configuração do cenário docente no contexto da cibercultura, onde as demandas sociais para o professor se entrecruzam com os desafios do uso pedagógico das TICs e com sua condição de exclusão social. Para tanto, optou-se por um trajeto metodológico que reunisse investigação científica de caráter exploratório e protagonização dos sujeitos na pesquisa formação. A pesquisa foi realizada com 10 sujeitos de duas escolas públicas do estado de Pernambuco que trabalhavam com o PROUCA. Optou-se pelos seguintes instrumentos de coleta de dados: aplicação de microquestionário, entrevista semiestruturada com história de vida, reuniões com grupo reflexivo em ambiente presencial. Para análise dos dados optou-se pela Análise de Conteúdo com definição de três categorias definidas a priori: reflexividade: compreensão de si na profissão; concepção pedagógica; relação do professor com as TICs, e condições de trabalho, sendo esta última categoria definida a posteriori. Os resultados da pesquisa revelam que na constituição da concepção pedagógica dos sujeitos estão imbricadas as vivências que atuaram na afetividade, a compreensão de si mesmo, a posição social, valores morais, suas preocupações últimas, articulação que fazem entre o campo teórico e sua prática profissional com as demandas da sociedade cibercultural. Agregam-se elementos das diversas bases pedagógicas, com prevalência do caráter instrucionista que se reverbera nas ações com o PROUCA, onde ocorre a subutilização do netbook. Assim, a formação do professor se vincula a fatores que vão além do empreendimento individual e de sua autonomia circunstancial, o que sugere a concomitância de mudanças sociais. Verificou-se também que a implementação do PROUCA nas escolas não trouxe contribuições significativas para instigar a reflexão do professor e para sua inclusão digital e a dos alunos, o que, em parte, se deve às lacunas apresentadas pelo programa (formação de professores técnica, falta de suporte técnico e pedagógico, bem como o funcionamento do computador), o que remete à inclusão subalterna.
8

Eu e o outro no centro: uma reflexão acerca dos processos de identificação no espiritismo

Silva, Gleide Sacramento da 2006 (has links)
232f. Submitted by Suelen Reis (suziy.ellen@gmail.com) on 2013-04-11T17:41:33Z No. of bitstreams: 1 Dissertacao Gleide Silvaseg.pdf: 1998408 bytes, checksum: 9f548112824dd87b1e59fb78902cb3e6 (MD5) Approved for entry into archive by Rodrigo Meirelles(rodrigomei@ufba.br) on 2013-05-11T15:31:53Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Dissertacao Gleide Silvaseg.pdf: 1998408 bytes, checksum: 9f548112824dd87b1e59fb78902cb3e6 (MD5) Made available in DSpace on 2013-05-11T15:31:53Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Dissertacao Gleide Silvaseg.pdf: 1998408 bytes, checksum: 9f548112824dd87b1e59fb78902cb3e6 (MD5) Previous issue date: 2006 Constituindo-se no bojo temático Modernidade, Religião e Identidade o propósito que norteou todo o trabalho dissertativo refere-se à compreensão dos processos e elementos que entram em jogo para a construção de identificações no espiritismo e prováveis reorientações existenciais. Com a finalidade de contemplar tal objetivo foi realizado trabalho de campo durante dois anos e meio em um centro espírita de grande porte na cidade de Salvador, entrevistas e aplicação de quinze questionários gravados com os participantes da instituição. Os resultados da pesquisa estão refletidos na estruturação dissertativa em quatro capítulos. Em dois deles procuro problematizar religião, modernidade e possíveis relações entre ambos; a emergência da Razão e do Sujeito Reflexivo; e a conformação cosmológica e histórica do espiritismo dialogando com outras instâncias sociais modernas. No capítulo intermediário foi abordado a estrutura organizativa e funcionamento do centro espírita levando em consideração seus rituais e práticas; e por último, analisados os processos de identificação contribuidores de redefinições de contextos e sujeitos em dimensões que abrangem reflexividade, corporalidade e performance. Salvador
9

As consequências previstas e não antecipadas da ação na análise funcional dos grupos de Robert K. Merton The known but unanticipated consequences of action in the group functional analysis from Robert K. Merton

Batista, Marcos Antonio Rehder 2010 (has links)
Orientador: Gilda Figueiredo Portugal Gouvêa Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas Made available in DSpace on 2018-08-16T02:23:23Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Batista_MarcosAntonioRehder_M.pdf: 1684627 bytes, checksum: 2fe52795396c836bfa1c547d56e25bef (MD5) Previous issue date: 2010 Resumo: O presente trabalho é estudo sobre a revisão feita por Robert K. Merton da analise funcional clássica, tomando por base a leitura e crítica sobre o sociólogo norte-americano feita por Anthony Giddens. Tentou-se responder os principais questionamentos apresentados pelo sociólogo britânico e demonstrar-se que a distinção entre funções manifestas e latentes pode superar o problema do papel do ator na mudança social. Um outro objetivo foi extrair da teoria dos grupos de referência a forma com que um líder rearranja os conflitos entre grupos para conseguir poder Abstract: This present work is a study about the Robert K Merton?s revision of the classical functional analysis, using the lecture and critic writhed by Anthony Giddens about this American sociologist. It?s try to answer mains questions asked from the british sociologist and demonstrate in the distinction manifest and lantent function can overcame the trouble of the actor role in the social change. One other subject is extract from theory of reference group the way that a leader organizes the conflict between groups to give power Mestrado Teoria Sociológica Mestre em Sociologia
10

Na trama das identidades: vida e trabalho no corte de cana em Sergipe In the web of identities: life and work in the sugarcane cutting in Sergipe

Jaime Santos Junior 11 June 2014 (has links)
Esta tese tem como objetivo principal analisar o modo como se erigem as identidades entre trabalhadores cortadores de cana-de-açúcar, cuja atividade apresenta dois traços distintivos, a saber: a sazonalidade do vínculo empregatício e a ocorrência das migrações. Ao fixar o interesse analítico no tema dos elos entre a experiência do trabalho e os processos de construção identitária, procura-se trazer a lume a trama de ações que envolve o exercício da reflexividade em face dos constrangimentos da estrutura. Importa, nesse sentido, sublinhar não apenas às condições de trabalho que o tornam precário, mas recuperar a dimensão da agência manifesta nos significados atribuídos às suas ações a partir desse contexto. Para tanto, a fundamentação teórica nutre-se de uma microssociologia das relações cotidianas que compreende as identidades em seu aspecto contingente, enquanto processo. A pesquisa de campo ocorreu em Sergipe, que é uma fronteira de expansão dessa atividade econômica e pólo de atração para trabalhadores de outras localidades. A composição da amostra dos casos incluiu trabalhadores de cinco usinas existentes no estado. O desenho metodológico, de tipo qualitativo, fundamentou-se em entrevistas biográficas com trabalhadores que estavam no corte da cana, além da observação direta dos espaços de trabalho e de vida extra-trabalho, bem como material quantitativo sobre o crescimento da área plantada, da produção e do perfil dos efetivos das usinas. Os resultados mostram que, mesmo em condições adversas os trabalhadores atribuem significados diversos à sua conduta, que não se resume à imagem de passividade com que por vezes são vistos. As identidades não são simples decalque da posição social. A maneira pela qual eles tecem representações acerca do contexto de vida e trabalho deixa entrever um campo de tensões prenhe de ações de resistência e confronto This thesis aims to analyze how sugar cane harvest workers build their identities. This kind of work has two distinctive features: the seasonality of employment and the occurrence of migration. By analyzing the relation between the work experience and the processes of identity construction, we seek to bring to light the practice of reflexivity concerning structural constraints. The focus we intend to provide is not only on the poor working conditions, but also on the agency competence of the subjects which allow us to understand the meanings assigned to their social actions. Hence, the theoretical foundation is nourished by microsociology of everyday relationships, which consider identities in their contingent aspect, as a process. The fieldwork was carried out in Sergipe, which is a new frontier in the economic growth of this industry and it has attracted workers from other regions. The sample of the cases was composed of workers from five factories located in the area. As a qualitative research, the methodological design was based on biographical interviews with workers who harvested sugar cane, as well as on direct observation of work spaces and side work, including quantitative information about the expansion of the planted area, production and workers. The results show that even in adverse conditions the workers ascribe different meanings to their conduct, which is not reduced to an image of passivity, which is sometimes seen. Identities are not simple reflex of social position. The way they create representations about their lifestyle and work allows us to understand how the acts of resistance and confrontation work

Page generated in 0.0511 seconds