• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 108
  • 5
  • 5
  • 5
  • 5
  • 4
  • 4
  • 1
  • Tagged with
  • 110
  • 110
  • 48
  • 31
  • 27
  • 24
  • 23
  • 22
  • 19
  • 18
  • 17
  • 15
  • 14
  • 14
  • 14
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
41

Dentina hibridizada afeta a adesão do cimento resinoso autoadesivo?

Pamato, Saulo January 2014 (has links)
Made available in DSpace on 2016-11-30T14:53:36Z (GMT). No. of bitstreams: 2 110926_Saulo.pdf: 50165254 bytes, checksum: 1cbd8cfb1c609a3b37c6e61d474f074d (MD5) license.txt: 214 bytes, checksum: a5b8d016460874115603ed481bad9c47 (MD5) Previous issue date: 2014 / Os cimentos resinosos são compósitos resinosos de baixa viscosidade indicados na retenção e selamento marginal de restaurações indiretas, diferindo entre si de acordo com o pré-tratamento proposto previamente a etapa de cimentação. Por sua vez, os cimentos resinosos autoadesivos surgiram no mercado exibindo características de um protocolo simples de aplicação, contrapondo-se a sensibilidade técnica dos demais cimentos resinosos adesivos. Este trabalho se propôs a avaliar a influência de diferentes técnicas de hibridização na adesão de um cimento resinoso autoadesivo. Para tal, 30 molares humanos hígidos, oriundos de um banco de dentes, foram divididos em 6 grupos (n=10). Os espécimes receberam 3 secções longitudinais possibilitando a inclusão dos cortes centrais em matrizes de PVC. Com exceção do grupo controle (G1), cada grupo recebeu um pré-tratamento dentinário distinto de acordo com as recomendações do fabricante: G2 - condicionamento ácido total com sistema de 3 passos (Optibond¿ FL, Kerr), G3 - condicionamento ácido total com sistema de 3 passos (Adper¿ Scotchbond¿ Multi- Purpose, 3M ESPE), G4 - condicionamento ácido total com sistema de 2 passos (Adper¿ Single Bond 2, 3M ESPE), G5 - sistema autocondicionante de passo único (Bond Force, Tokuyama), G6 - sistema universal (Single Bond Universal, 3M ESPE). Em seguida, todos os grupos receberam a cimentação de um cilindro de cimento resinoso autoadesivo (RelyX U200, 3M ESPE) confeccionado a partir de uma matriz de polipropileno. Na avaliação da resistência de união, os corpos de prova foram submetidos ao teste de microcisalhamento e avaliados de acordo com o padrão de fratura por meio de microscopia óptica. Os resultados foram submetidos ao teste de Kruskal-Wallis, sugerindo diferença estatística significativa entre os grupos (p=0,04), e Tukey para comparações múltiplas, apontando diferença estatística significativa entre G1 e G3 (p<0,05). Quanto à análise microscópica, constatou-se alta predominância de falhas adesivas, seguido de falhas mistas e coesivas em dentina. Considerando as limitações do presente estudo, conclui-se que o emprego de um protocolo prévio de hibridização dentinária é capaz de elevar os valores de resistência a união do cimento resinoso autoadesivo, principalmente frente a utilização do sistema Adper¿ Scotchbond¿ Multi-Purpose. / The resin cements are composte resin of the low viscosity indicated in retention and marginal sealing of indirect restorations, differing from each other in accordance with pre-treatment previously proposed to the cementation step. In turn, the self-adhesive resin cements come onto de market showing features of a simple application protocol, countering the technical sensivity of the others resin cements. This study aimed to evaluate the effect of different hybridization techniques in adhesion of a self-adhesive resin cement. For such, 30 human molars, coming from a teeth's bank, were divided into 6 groups (n=10). The specimens received 3 longitudinal sections allowing the inclusion of central cuts in PVC matrix. Except the control group (G1), each group has received a different dentin pretreatment according with to the manufacturer's recommendations: G2 - etch & rinse system with 3 steps (Optibond¿ FL, Kerr), G3 - etch & rinse system with 3 steps (Adper¿ Scotchbond¿ Multi- Purpose, 3M ESPE), G4 - etch & rinse system with 2 steps (Adper¿ Single Bond 2, 3M ESPE), G5 - self-etching system with only step (Bond Force, Tokuyama), G6 - universal system (Single Bond Universal, 3M ESPE). Then all groups received the cementing of a self-adhesive resin cement cylinder (RelyX U200, 3M ESPE) made from a polypropylene matrix. In the evaluation of bond strength, the samples were subjected to the microshear test and evaluated according to the fracture pattern by optical microscopy. The results were submitted to the Kruskal-Wallis test, suggesting a statistically significant difference between groups (p=0,04), and Tukey for multiple comparisons, indicating a statistically significant difference between G1 and G3 (p<0.05). As regard the microscopic analysis, it was verified high prevalence of adhesive failures, followed by mixed failure and cohesive in dentin. Giving the limitations of this study, it is concluded that the use of a previous protocol of dentin hybridization is able to raise the values of resistance the union of the self-adhesive resin cement, mainly when using the Adper¿ Scotchbond¿ Multi-Purpose system.
42

Avaliação da resistência de união de sistemas adesivos à dentina saturada com água ou etanol

Guimarães, Leandro Afonso 18 December 2009 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, 2009. / Submitted by Shayane Marques Zica (marquacizh@uol.com.br) on 2011-06-28T17:41:43Z No. of bitstreams: 1 2009_LeandroAfonsoGuimaraes.pdf: 833040 bytes, checksum: 75f5cf8223c6e84f037d0f03daf98c72 (MD5) / Approved for entry into archive by Guilherme Lourenço Machado(gui.admin@gmail.com) on 2011-06-29T15:22:05Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2009_LeandroAfonsoGuimaraes.pdf: 833040 bytes, checksum: 75f5cf8223c6e84f037d0f03daf98c72 (MD5) / Made available in DSpace on 2011-06-29T15:22:05Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2009_LeandroAfonsoGuimaraes.pdf: 833040 bytes, checksum: 75f5cf8223c6e84f037d0f03daf98c72 (MD5) / O objetivo geral deste estudo foi o de avaliar a resistência de união (RU) de sistemas adesivos que empregam condicionamento ácido total à dentina, utilizando-se a técnica úmida com água ou a técnica úmida com etanol. A superfície oclusal de vinte terceiros molares extraídos foi preparada removendo-se o esmalte oclusal junto a superfície esmalte-dentina. A superfície dentinária foi exposta e condicionada com ácido fosfórico a 37% por 15 sec, seguida de lavagem abundante e secagem com papel absorvente. A superfície foi mantida úmida (técnica úmida com água) ou saturada com etanol a 100% por 30 seg. (técnica úmida com etanol). Em seguida foram aplicados os sistemas adesivos de acordo: grupo 1: Adper Single Bond 2-SB (técnica úmida com água); grupo 2: Adper Single Bond 2-SB (técnica úmida com etanol); grupo 3: Scotchbond Multipurpose Plus-SBMP ( técnica úmida com água) e grupo 4: Scotcbond Multipurpose Plus-SBMP (técnica úmida com etanol) seguindo a recomendação do fabricante. Foi construída uma coroa de resina composta pela técnica incremental. Após 24 horas de armazenamento em água destilada em estufa (37°C), os espécimes foram preparados para o teste de microtração. Os dados obtidos da RU foram submetidos à análise de variância (ANOVA) a dois critérios (Adesivo x Técnica), seguido do teste de Tukey (p< 0,05). Não houve interação entre adesivo e técnica empregada ( p=0,597).O sistema adesivo SB apresentou maior valor de RU em ambas as técnicas empregadas,úmida com água ou úmida com etanol, comparado ao SBMP (p<0,05). Os resultados não mostraram diferenças estatísticas significantes entre as técnicas para ambos os sistemas adesivos empregados (p>0,05). Estudos adicionais empregando a técnica úmida com etanol , avaliando a longevidade ,utilizando sistemas adesivos comerciais são necessários. _______________________________________________________________________________ ABSTRACT / This study examined the immediate resin-dentin bond strength of etch-and-rinse adhesives bonded to acid-etched dentin saturated with water or ethanol. The occlusal one-third of the crown was removed from twenty unerupted human third molars; a uniform smear layer was created with 600 grit SiC. The dentin surface was acid-etched, left moist and saturated with water (water wet-bonding) or ethanol (ethanol wet-bonding). The total-etch adhesives used were: group 1: Adper Single Bond-SB (water wet-bonding) ; group 2: Adper Single Bond-SB (ethanol wet-bonding); group 3: Adper Scothbond Multipurpose-SBMP (water wet-bonding) or group 4: Adper Scothbond Multipurpose-SBMP (ethanol wet-bonding).These adhesives were then applied to both water-and-ethanol saturated dentin according manufacturer’s direction. Resin composite buildups were constructed incrementally. After storage in water for 24h at 370, the specimens were prepared for microtensile bond strength (μTBS) testing. Data were analyzed by two-way ANOVA and Tukey Multiple comparison test (p<0.05). There was not a statistically significant interaction between adhesive and technique (p = 0.597). The highest bond strength values were observed to SB for both water and ethanol-wet-bonding technique (p<0.05). For both adhesives there was not difference in bond strength values for water and ethanol-wet bonding (p>0.05). The adhesive SB performed better for overall conditions tested compared to SBMP. The ethanol-wet bonding promoted similar immediate bond strengths compared to water-bonding for both adhesives. Further investigations are needed using ethanol-wet bonding to test a long- term bond strengths.
43

Adaptação marginal e remoção por tração de infraestruturas para metalocerâmica em função de diferentes términos cervicais, expulsividades e agentes cimentantes / Influence of finish line design, axial wall inclination angle and cement type on marginal fit and tensile strength of copings for metal ceramic restorations

Almeida, Juliana Gomes dos Santos Paes de 22 November 2010 (has links)
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, 2010. / Submitted by Elna Araújo (elna@bce.unb.br) on 2011-05-10T21:30:43Z No. of bitstreams: 1 2010_JulianaGomesdosSantosPaesdeAlmeida.pdf: 1211245 bytes, checksum: 5c967c1cf42c5283407f96431f0f5713 (MD5) / Approved for entry into archive by Raquel Viana(tempestade_b@hotmail.com) on 2011-05-16T19:24:57Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2010_JulianaGomesdosSantosPaesdeAlmeida.pdf: 1211245 bytes, checksum: 5c967c1cf42c5283407f96431f0f5713 (MD5) / Made available in DSpace on 2011-05-16T19:24:57Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2010_JulianaGomesdosSantosPaesdeAlmeida.pdf: 1211245 bytes, checksum: 5c967c1cf42c5283407f96431f0f5713 (MD5) Previous issue date: 2010 / Não existe na literatura um consenso sobre a melhor técnica de preparo e o melhor agente cimentante para as próteses fixas metalocerâmicas, fatores estes que estão diretamente relacionados ao sucesso das mesmas. Levando-se em consideração a ampla utilização desse tipo de restauração na odontologia, este estudo avaliou a adaptação marginal e a remoção por tração de infraestruturas para metalocerâmica em função de diferentes términos cervicais, graus de expulsividade das paredes axiais e agentes cimentantes. Para isto, foram confeccionados troquéis em metal (NiCr) simulando preparos dentários de molares com diferentes términos cervicais (ombro e plano inclinado em 135°) e diferentes graus de expulsividade das paredes axiais (6° e 20°). Sobre esses troquéis foi posicionada uma matriz metálica que permitiu o enceramento de infraestruturas padronizadas, as quais foram fundidas em NiCr Dan Ceramalloy. Para a análise da adaptação marginal, leituras em estereomicroscópio (32X) foram realizadas em dois momentos: antes da cimentação (L0) e após a cimentação (L1) com diferentes agentes cimentantes: Fosfato de Zinco (S.S.White), RelyX U100 (3M-ESPE) e Panavia F (Kuraray). Os corpos de prova foram termociclados (5.000 ciclos: 5°C e 55°C), armazenados a seco em estufa a 37°C por 24 horas e, então, submetidos ao ensaio de remoção por tração realizado em máquina universal de ensaios mecânicos EMIC DL2000 (São José dos Pinhais, Paraná, Brasil), com célula de carga de 5 kN e velocidade do atuador de 0,5 mm/minuto. Considerando-se os dados da adaptação marginal, foram realizadas as seguintes análises comparativas: 1) entre os tipos de preparo (ANOVA-1 fator e Tukey); 2) entre antes e após a cimentação, realizado individualmente para cada tipo de preparo (teste t de Student); 3) entre os cimentos em função do tipo de preparo (Kruskal-Wallis e Dann) e 4) entre as doze combinações existentes (ANOVA-1 fator e Tukey). Antes da cimentação, os preparos ombro 6º (117,1), ombro 20º (126,05) e plano inclinado 6º (131,51) apresentaram as melhores médias de adaptação (μm). Para cada tipo de biomecânica testada, a adaptação marginal sempre apresentou maiores valores após a cimentação. Para os diferentes cimentos avaliados, apenas os preparos com o término plano inclinado apresentaram pior adaptação marginal quando o Panavia F foi utilizado. As melhores médias de adaptação após a cimentação foram apresentadas por todos os preparos do tipo ombro, pelo preparo plano inclinado 6º/Rely X U100 e Fosfato de Zinco e pelo preparo plano inclinado 20º/Rely X U100. Quanto à resistência à remoção por tração (MPa), os testes ANOVA-1 fator e Scheffe indicaram resistência significativamente maior em todos os tipos de preparo associados ao cimento Panavia F (15,08; 11,33; 10,90 e 10,16) e no plano inclinado 20º/Rely X U100 (9,99). Conclui-se que o tipo de término cervical, a expulsividade das paredes axiais do preparo e o agente de cimentação selecionado influenciam na adaptação marginal e na resistência à remoção por tração de infraestruturas em NiCr para metalocerâmica. ________________________________________________________________________________ ABSTRACT / There is no consensus in the literature about the best preparation technique and the best cementing agent for fixed metal ceramic dentures, these being factors directly related to their successful outcomes. Taking into consideration the extensive use of this type of restoration in dentistry, this study evaluated the influence of finish line design, axial-wall inclination angle and cement type on marginal fit and tensile strength for metal ceramic copings. For this purpose metal dies were fabricated (NiCr) simulating dental preparations in molars, with different cervical terminations (shoulder and sloping shoulder 135º) and different axial wall degrees (6° and 20°). A metal matrix was placed on these dies, to allow the waxing of standardized copings, which were cast in NiCr Dan Ceramalloy. For marginal fit analysis, readouts were made with a stereo microscope (32X) at two time intervals: before cementation (L0) and after cementation (L1) with different cementing agents: Zinc Phosphate (S.S.White), RelyX U100 (3M-ESPE) and Panavia F (Kuraray). The test specimens were thermal cycled (5,000 cycles: 5°C and 55°C), stored dry in an oven at 37°C for 24 hours, and then submitted to the test of tensile strength in a universal mechanical test machine EMIC DL2000 (São José dos Pinhais, Paraná, Brazil), with a load cell of 5 kN and crosshead speed of 0.5 mm/minute. Considering the marginal fit data, the following comparative analyses were performed: 1) between the types of preparation (ANOVA-1 factor and Tukey); 2) between the intervals before and after cementation, performed individually for each type of preparation (Student’s-t test); 3) among the cements as a function of the preparation form (Kruskal-Wallis and Dann) and 4) among the twelve existent combinations (ANOVA-1 factor and Tukey). Before cementation, the 6º shoulder (117.1), 20º shoulder (126.05) and sloping shoulder at 6º (131.51) preparations presented the best fit means (μm). For each biomechanical type tested, the marginal fit always presented higher values after cementation. For the different cements evaluated, only the preparations with sloping shoulder terminations presented worse marginal fit when Panavia F was used. The best fit means after cementation were presented by all preparations of the shoulder type; preparations with sloping shoulder at 6º /RelyX U100 and Zinc Phosphate, and sloping shoulder at 20º/RelyX U100. As regards to the tensile force (MPa), the ANOVA-1 factor and Scheffe tests indicated significantly higher resistance in all types of preparation associated with Panavia F cement (15.08; 11.33; 10.90 and 10.16) and in the sloping shoulder at 20º/RelyX U100 (9.99). It was concluded that the type of cervical termination, axial wall inclination and the cementing agent selected influenced the marginal fit and the tensile strength of NiCr copings for metal ceramic restorations.
44

Infiltração marginal em restaurações de compositos com diferentes viscosidades polimerizados sob intensidade gradual da luz visivel

Soares, Anadelia Borges 16 May 2001 (has links)
Orientador : Mario Fernando de Goes / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Odontologia de Piracicaba / Made available in DSpace on 2018-07-28T03:25:59Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Soares_AnadeliaBorges_D.pdf: 3994290 bytes, checksum: b7128b37970451cbb114cd766e2a6c32 (MD5) Previous issue date: 2001 / Resumo: O propósito deste estudo foi avaliar a infiltração marginal em cavidades restauradas com resinas de diferentes viscosidades. Foram avaliados compósitos com alta viscosidade(Sure Fil), baixa viscosidade(Tetric Flow) e média viscosidade (TPH Spectrum), e resina modificada por poliácido (Dyract AP). Sessenta e cinco cavidades classe V foram preparadas em molares humanos recém-extraídos e aleatoriamente divididas nos Grupos Controle e Experimental. As cavidades foram posicionadas com a metade de cada uma delas localizada acima e a outra metade abaixo da junção cemento-esmalte. Todas as cavidades foram condicionadas com ácido fosfórico a 35%, lavadas, o excesso de água removido, e o adesivo Prime & Bond 2.1 foi aplicado de acordo com as instruções do fabricante. No Grupo controle, as restaurações foram feitas com cada compósito com dois incrementos de 1,5 mm cada e fotoativadas (XL 3000, 3M) por 40 segundos. No Grupo Experimental, cada incremento de compósito foi polimerizado inicialmente por 10 segundos, utilizando 30% da intensidade total do aparelho fotoativador (150mW/cm2). Em seguida, a polimerização final foi efetuada usando-se 100% de intensidade de luz, com a ponta ativa da unidade ativadora em contato com a resina restauradora, por mais 30 segundos. Após 24 horas em água a 37°C, as restaurações foram polidas com discos Sof-Lex. Os dentes foram cobertos com esmalte cosmético, exceto nas restaurações e 1 mm ao redor das margens, imersos em uma solução de nitrato de prata a 50% por 24 horas, lavados por 1 minuto, e imersos em uma solução foto-reveladora por 8 horas. Os dentes foram cortados longitudinalmente no centro das restaurações e a penetração do nitrato de prata, foi observada em microscópio comparador. O percentual de penetração foi calculado como sendo a porcentagem total de infiltração do nitrato comprimento de penetração do nitrato de prata I comprimento total da parede cavitárias X 100. Depois disso, as secções foram analisadas em microscópio eletrônico de varredura de pressão variável (LEO 435 VP). Os dados foram submetidos à análise de variância e ao teste de Tukey (p<0,05). Os resultados médios, em porcentagem, para os Grupos Controle e Experimental, respectivamente, foram: Sure Fi! (21,91 e 19,04 %), TPH Spectrum (17,31 e 17,38 % ), Tetric Flow (16,78 e 14,76 %) e Dyract AP (16,80 e 17,48 %). Em nenhum dos materiais estudados foi observada a penetração do nitrato de prata na interface esmalte-restauração. Na interface dentina-compósito, fendas marginais e penetração do nitrato de prata foram detectadas em todos os dentes estudados. Apenas o compósito Tetric Flow demonstrou menores valores de infiltração (p<0,05), quando foi submetido à diminuição da intensidade de luz, nos primeiros 10 seg., durante a fotoativação. A observação em microscópio eletrônico de varredura mostrou penetração do nitrato de prata ao longo da interface dentina compósito para os compósitos de média e baixa viscosidade e na interface compósito-adesivo para o compósito de alta viscosidade / Abstract: The purpose this study was to evaluate the marginal leakage of cavities restored with resin composites of different viscosities. Composites with high viscosity (Sure FiI), low viscosity (Tetric Flow) and medium viscosity (TPH Spectrum), and polyacid modified resin (Dyract AP) were evaluated. Sixty-five class V cavities were prepared on freshly extracted human molars and randomly divided into Control and Experimental Groups. The cavities were positioned either one half above and one half below the cementum-enamel junction. The entire cavity was conditioned with 35% phosphoric acid, rinsed and the excess of water removed, and Prime & Bond 2.1 applied according to the manufacturer's instructions. In the Control Group, restorations were made with each composite in two 1.5mm increments, and polymerized by the conventional technique, with a normal light activating unit (XL 3000-3M) for 40 seconds. In the Experimental Group, each increment was polymerized first for 10 seconds with 30% light total intensity (150 mW/cm2), followed by a final cure using 100% intensity of light during 30 seconds. After 24 hours in water at 37°C, the restorations were polished with Sof-Lex disks (3M). The teeth were coated with nail varnish leaving a 1-mm window around the margins, immersed in a 50% aqueous silver nitrate solution for 24 hours, rinsed for 1 minute, and immersed in a photo-developing solution for 8 hours. The teeth were cut longitudinally through the center of the restorations and leakage length at each cavity was measured with a microscope. The leakage results were calculated as the whole percentage of silver nitrate leakage into the cavity as: global leakage score = length of silver nitrate penetration I total length of cavity wall X 100. The specimens were observed on the scanning electron microscopy with variable pressure (SEM-VP LEO 435). The data were analyzed using ANOVA and Tukey's test (p<0.05). The average results in %, from Control and Experimental Groups were, respectively: Sure Fil (21.91 e 19.04 %), TPH (17.31 e 17.38 %), Tetric Flow (16.78 e 14.76 %) and Dyract AP (16.80 e 17.48 %). Silver penetration was not found at the enamel-restoration interface. However, at the dentin-composite, ali the interfaces showed marginal gaps and silver penetration. Only the composite Tetric Flow showed the lowest values of the infiltration (p<0.05), when it was submitted to intensity of light decreased at the first 10 seconds. Silver penetration was observed along the dentin-adhesive interface for medium and low viscosity composites, and it was observed at the composite-adhesive interface for high viscosity composite / Doutorado / Doutor em Materiais Dentários
45

Avaliação do acumulo de placa bacteriana in situ e da rugosidade superficial in vitro em resinas compostas modificadas por poliacidos submetidas a acabamento e polimento

Leite Junior, Fernão Helio de Campos 28 July 2018 (has links)
Orientadores: Luis Alexandre Maffei Sartini Paulillo, Jaime Aparecido Cury / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Odontologia de Piracicaba / Made available in DSpace on 2018-07-28T13:35:56Z (GMT). No. of bitstreams: 1 LeiteJunior_FernaoHeliodeCampos_M.pdf: 2155162 bytes, checksum: d525fc2dae861b16e55d38f823d30624 (MD5) Previous issue date: 2001 / Mestrado
46

Avaliação "In Vitro" da infiltração marginal em restaurações cericais com amalgama, utilizando diferentes sistemas adsivos como agentes intermediarios

Briso, Andre Luiz Fraga 24 July 2018 (has links)
Orientadores: Luiz Andre Freire Pimenta, Renato Herman Sundfeld / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Odontologia de Piracicaba / Made available in DSpace on 2018-07-24T15:45:37Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Briso_AndreLuizFraga_M.pdf: 5464472 bytes, checksum: e76bb7851a7c40f4980755726abbb1f0 (MD5) Previous issue date: 1998 / Resumo: Para minimizar a microinfiltração ao redor de restaurações de amálgama, tem-se proposto o uso de agentes intermediários adesivos, que favorece a união do amálgama à estrutura dental. A proposta deste trabalho foi avaliar "in vitro", e qualitativamente a penetração de corantes em cavidades cervicais restauradas com amálgama, empregando-se alguns adesivos como agentes intermediários. Para tanto, foram realizadas 100 cavidades nas faces livres dos 50 molares usados no experimento. Os espécimes foram aleatoriamente divididos em 4 grupos (n=25), que testaram os adesivos: GI, Prime & Bond 2.1 (Dentsply), Gil, Prime & Bond 2.1 Dual Cure (Dentsply), GilI, Scotchbond Multi Purpose Plus (3M), e GIV, Amalgambond Plus (parkel). Após serem restaurados e polidos, os espécimes sofreram 1000 ciclos térmicos em temperaturas de 5°C :I: 2°C e 55°C :I: 2°C. Em seguida, foram protegidos com 2 camadas de esmalte de unha, com exceção do milímetro que circunscrevia as restaurações. As amostras foram imersas por 4 horas em solução de azul de metileno 'a 2%, sendo em seguida lavadas, secas, cortadas e avaliadas, A avaliação foi feita por 2 examinadores com auxílio de lupa estereoscópica (35X). Os resultados foram analisados pelos testes de Kruskal- Wallis e de comparações múltiplas, com nível de significância de 5%. De acordo com os resultados obtidos, concluiu-se que os sistemas adesivos Scotchbond Multi Purpose Plus, Amalgambond Plus e Prime & Bond 2.1 Dual, proporcionaram os menores valores de infiltração marginal em esmalte enquanto o adesivo Prime & Bond 2.1 alcançou os piores resultados. Em dentina/cemento, o sistema adesivo Scotchbond Multi Purpose Plus obteve os melhores resultados, enquanto os demais sistemas adesivos obtiveram resultados semelhantes. Verificou-se que os adesivos de dupla polimerização, grupos TI, m e IV, foram mais efetivos que o adesivo apresentado em ftasco único (grupo I) no controle da microinfiltração / Abstract: In order to minimize the microleakage around amalgam restorations the use of intermediate adhesive agents has been proposed, which pennitsamalgam union to dental structure. The objective of this study was to evaluate dye penetration in cervical cavities restored with amalgam, «in vitro"and qualitatively, using some adhesivesas intermediate agents. One hundred cavities (n=2S) were prepared in the ftee surfaces of SO molars that were used in the experimento The specimens were randomly divided in 4 groups to test the adhesives: G-I, Prime & Bond 2.1 (Dentsply), G-II, Prime & Bond 2.1 Dual( Dentsply ), G-III, Scotchbond( 3M) and G-IV, Amalgambond( Parkel ). Afier the teeth were restored and polished, they were thermocyc1ed 1000 times between SOC and SSOC( ::t: 2°C ). Each specimen was sealed with 2 layers of nail varnish, except for the restoration and approxiII tely a 1 mm circunference surrounding than. The teeth were immersed m methylene blue 2% dye for 4 hours. Afier that, they were washed, dried, sectioned and evaluateq, using stereomicroscope( 25X ). Statistical analysis was carried out using the Kruskal-Wallis test and multiple comparisons. It was concluded that GIII demonstrated 'smaller levels of microleakage inenamel and dentin / Mestrado / Dentística / Mestre em Clínica Odontológica
47

Estudo "in vitro" da infiltração marginal em restaurações de cavidades classe I, com composito e base de cimento de ionomero de vidro

Duarte, Rosangela Marques 27 March 1992 (has links)
Orientador: Wolney Luiz Stolf / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Odontologia de Piracicaba / Made available in DSpace on 2018-07-14T02:45:22Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Duarte_RosangelaMarques_M.pdf: 1986447 bytes, checksum: 79b15a0794e37d92b9166336f4432e2e (MD5) Previous issue date: 1992 / Resumo: A infiltração marginal em restaurações de cavidades classe I com compósito e base de cimento de ionômero de vidro foi observada neste estudo "in vitro". Cavidades classe I em 21 dentes humanos do grupo dos pré-molares foram preparadas. Os dentes foram divididos em 3 grupos, sendo que as cavidades foram assim tratadas: No grupo A foram forradas com base de cimento de ionômero de vidro e restauradas com resina fluida e compósito. No grupo B foram forradas com base de cimento de ionômero de vidro, submetidas ao condicionamento ácido da base e das paredes de esmalte. em seguida restauradas com resina fluida e compósito, e no grupo C foram forradas com uma base de cimento de ionômero de vidro, as paredes de esmalte foram submetidas ao condicionamento ácido e restauradas com resina fluida e compósito. Após restaurados, os dentes permaneceram por 24 horas à temperatura de 37°C e 100% de umidade relativa do ar. Em seguida foram submetidos a 100 ciclos térmicos com temperatura variando entre 4 e 60°C. O selamento marginal foi medido usando avaliação da penetração do corante. Através de uma lupa est.ereoscópica (Carl Zeiss) os níveis de infiltração margi nal foram documentados e f'otografados. A análise dos resultados revelou que houve diferenças estatisticamente significativas quando se realizou o condicionamanto ácido do esmalte dentário, que demonstrou diminuir ou prevenir a inf'iltração marginal. O condicionamen~o ácido da base de cimento de ionômero de vidro, diferiu estatisticamente de quando não f'oi utilizado este tratamento. O uso de uma base de cimento de ionômero de vidro associado ao condicionamento ácido das paredes de esmalte impadiu a infiltração marginal em restaurações de cavidadas classe I com compósito / Abstract: The microleakage of composite resin/glass ionomer cement class I restorations was evaluated i n this "in vitro" study. A classic I cavity was prepared in 21 human pre-molares. The teeth were divided in three groups and the cavity preparations were treated as follows: in group A were lined up with a glass ionomer cement base and restored with, unfilled resin and composite resin. In group B ware lined up with a glass ionomer cement base, submitted to enamel and base acid base acid etching treatment and restored with unfilled resin and composite resin, and in group C were lined up with a glass ionomer cement base submitted to enamel acid etching treatment and restored with unfilled resin and composite resin. After being restored the teeth ware stored for 24 hs at 37°C and 100% relative air humidity. In the following step they ware submited to 100 thermal cycles in water baths ranging in temperature from 4 to 60ºC. The marginal seal were measured using a dye penetration evaluation. Using a stereoscopic microscope the levels of microleakage Were recorded and photographed . The analysis of the results showed significant statistical difference when enamel acid etching treatmen'l was used, which proved to reduce or prevent miroleakage. The use of a base acid etching treatment differed statisticaly when was not used . The use of a glass ionomer cement base with acid etching the enamel walls prevented microleakage in composite/glass ionomer class I restorations / Mestrado / Materiais Dentarios / Mestre em Odontologia
48

Adaptação marginal e microtração de restaurações indiretas fixadas em dentina tratada com adesivo e resina composta de baixa viscosidade

Andrade, Oswaldo Scopin de 24 June 2003 (has links)
Orientador : Mario Fernando de Goes / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Odontologia de Piracicaba / Made available in DSpace on 2018-08-03T15:08:40Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Andrade_OswaldoScopinde_D.pdf: 3388458 bytes, checksum: 4fd9cf1b7042c3a2f23d79fe6d28f3d3 (MD5) Previous issue date: 2003 / Resumo: Este estudo avaliou a adaptação marginal de restaurações indiretas em resina composta fixadas com resina composta para fixação em dentina selada por diferentes formas de aplicação do agente adesivo e/ou associado a uma resina composta de baixa viscosidade (RCBV). Adicionalmente avaliou a resistência de união entre a resina composta e a dentina selada nas paredes correspondentes às regiões pulpar e vestibular de preparos cavitários, classe I. Molares humanos hígidos foram usados e preparados para restaurações indiretas tipo inlay confeccionados nas superfícies dentinárias previamente planificadas da região oclusa!. Foram utilizadas três técnicas para selar a dentina: 1) Convencional: o adesivo foi aplicado e polimerizado imediatamente antes da fixação; 2) Dupla Aplicação: duas aplicações de adesivo são utilizadas, a primeira logo após o preparo e outra no momento da fixação e 3) Resin Coating Technique: uma RCBV foi aplicada e polimerizada sobre a primeira camada de adesivo polimerizada, previamente a moldagem, e uma segunda camada foi aplicada e polimerizada antes da fixação final da restauração. Cada restauração foi polida e a solução de vermelho ácido e propileno-glicol foi colocada em cada espécime por. 10 s. A penetração do corante foi captada por uma lupa estereoscópica, e a imagem da restauração foi transferida para um computador para avaliação percentual nas margens. O ensaio de tração foi aplicado na parede pulpar e vestibular da restauração. Os espécimes foram seccionados para obtenção de uma área de aproximadamente 0,8 mm2. A tração foi realizada em uma máquina de ensaio universal sob velocidade de 1 mm/min. Os resultados foram submetidos à análise de variância e ao teste de Tukey. O valor médio de adaptação marginal apresentado pelo Grupo 3 foi maior em relação aos do Grupo 1 e 2 (p<0,05). Na parede pulpar, o valor de resistência de união foi maior para o Grupo 1, quando comparada com os Grupos 2 e 3 (p<0,05). Na vestibular, a maior média foi apresentada pelo Grupo 2 que foi estatisticamente diferente em relação ao Grupo 1 e 3. No Grupo 3 o valor de resistência de união foi maior em relação ao valor do Grupo 1 (p<O,05). A análise do tipo de fratura em MEV mostrou que para o Grupo I, parede pulpar (G1 P), houve predominância de fraturas do tipo coesiva na camada híbrida (Tipo I) com diferença estatística significante em relação à aplicação de duas camadas de adesivo na mesma região (G2P) e na região vestibular (G2V), e em relação à parede vestibular onde foi aplicada a RCBV (G3V). Não houve diferença estatística entre estes três últimos Grupos. O Grupo 2/ parede pulpar (G2P) apresentou predominância da fratura do tipo 11I (mista), com diferença estatística em relação ao Grupo 1, parede pulpar (G1 P). No Grupo tratado com duas camadas de adesivo na parede vestibular (G2V), foi encontrado predominância de dois tipos de fratura o tipo 11, coesiva em resina composta, e o tipo 11I. No Grupo tratado com a RCBV na parede vestibular (G3V), foi encontrado predominância de fratura tipo 11. O tipo de fratura da parede pulpar, com RCBV (G3P) e na região de parede vestibular onde foi aplicada somente uma camada de adesivo (G1V) não apresentaram diferença estatística entre si e em relação aos demais grupos. A utilização de uma segunda camada de adesivo e/ou RCBV apresentou resistência de união diferente em função da morfologia estrutural da parede e foi dependente da quantidade de material usado para selar a dentina na interface de união / Abstract: This study evaluated the marginal adaptation of composite indirect restorations bonded with dual curing resin cements after different strategies to seal dentin with dentin bonding agent and/or associate with a low viscosity composite resin (L VCR). Additionally, it was evaluated the bond strength between composite resin and pre-sealed dentin, in pulpal and buccal walls of class I, prepared for indirect restorations. Intact human molars were ground to obtain a flat surface in dentin and prepared to be restored with Class I indirect composite restorations. Three techniques to seal dentin were tested: 1) Conventional Technique: the bonding agent was applied and polymerized just before the cementation of the indirect restoration; 2) Dual Bonding Technique: a first layer of the bonding agent was applied and polymerized just after preparation, and a second layer just before the final cementation and 3) Resin Coating Technique: a LVCR, was also applied and polymerized after the first layer and before the impression a new application of dentin bonding agent was done before the placement of de restoration. Each restoration was polished and a solution of red acid and propylene-glycol was dropped on each specimen occlusal surface for 10 seconds. Staining penetration was captioned under stereoscopic lens; the image was then transferred to a computer with a measurement program to determine the extension of stain penetration. Group 3 showed the highest mean value in the marginal adaptation test, when comparing with the Groups 1 and 2 (p<0,05). The bond strength test was applied on pulpal and buccal wall of the restorations. Ali the specimens were sectioned to obtain 0,8 mm2 area. The specimens were mounted on a microtensile device and fractured using a universal testing machine at a crosshead speed of 1 mm per minute. Analysis of variance showed statistical differences between groups. For pulpal wall Group 1 had significantly greater mean JlTBS, than group 2 and 3 (p>0,05). There was no statistical difference between group 2 and 3. For buccal wall Group 2 had significantly greater mean JlTBS, than group 3 (p>0,05). Group 1 had lowest value for this test on buccal wall. Using SEM analysis, the fracture modes showed the presence of the resin-infiltrated layer in dentin for ali groups. Fracture analysis showed predominance of cohesive failure within the hybrid layer (Type I) when one layer of adhesive applied on pulpal wall (G1 P) with statistical difference when two layers were applied in the same region (G2P), and when a low viscosity resin were used on buccal wall (G3V). Group 2/pulpal wall (G2P) showed predominance of mixed cohesive failure (Type 111) in composite resin and within the hybrid layer. In Group 2/buccal wall it were found two fracture modes, Type 11, cohesive in composite resin and Type 111. For Group 3/buccal (G3V) treated with LVCR was found predominance of Type 11 fracture. There was no difference in the fracture mode observed on pulpal walll group 3 (G3P) and on buccal wall group 1 (G1V) and when compared with other groups. An application of two layers of adhesive resin and/or a L VCR showed different values for bond strength due to morphology of the tooth wall and depends on the amount of material used to seal dentin and the interface / Doutorado / Protese Dental / Doutor em Clínica Odontológica
49

Reforço intra-radicular de raizes debilitadas

Sigemori, Ricardo Massao 25 February 2003 (has links)
Orientador: Luis Alexandre Maffei Sartini Paulillo / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Odontologia de Piracicaba / Made available in DSpace on 2018-08-03T15:10:38Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Sigemori_RicardoMassao_M.pdf: 3001810 bytes, checksum: f0af6eae6a13def84f77587cbd4e8dd0 (MD5) Previous issue date: 2003 / Resumo: O objetivo deste estudo foi avaliar a resistência à fratura de 70 incisivos bovinos inferiores, debilitados e restaurados através de diferentes sistemas de retenções intra-radiculares sendo estes núcleo metálico fundido, núcleo metálico fundido e preenchimento com resina composta, pino Flexi-Post, pino Flexi-Post e Fibras de polietileno-Ribbond, pino Luscent Anchors e retenção intra-radicular com Ribbond. Todas as amostras receberam coroas totais metálicas, sem abraçamento do remanescente radicular. o ensaio de resistência à fratura foi conduzido em Máquina Universal de Ensaios Instron à velocidade de 0,5 mm/min. A ANOVA e Teste de Tukey com 5% de nível de significância apontou que a maior média de resistência à fratura foi apresentado pelo grupo de raízes não debilitadas restauradas com núcleo metálico fundido, porém esse grupo não apresentou diferença estatística significativa dos grupos de raízes debilitadas restauradas com núcleo metálico fundido; raízes debilitadas preenchidas com resina composta e núcleo metálico fundido e raízes debilitadas preenchidas com cimento resinoso e pino Flexi-Post. A menor média de resistência à fratura foi apresentada pelo grupo constituído por raízes debilitadas preenchidas com cimento resinoso e fibras de polietileno -Ribbond. Com base neste estudo pode-se concluir que a preservação de estrutura dental constituiu o principal fator para a resistência à fratura da raiz, a resina composta foi capaz de reforçar o remanescente dental, o embricamento mecânico contribuiu para o aumento da resistência à fratura de raízes debilitadas, e os pinos paralelos rosqueáveis de extremidade cônica sem roscas demonstraram os melhores resultados / Abstract: The aim of this study was to evaluate the fracture resistance of seventy inferior bovine incisors, weakened and restored with different intra-root retention systems: cast post and core; cast post and core with composite resin reinforcement; Flexi-Post; Flexi-Post with polyethylene fiber - Ribbond; Luscent Anchors post; and intra-root retention with Ribbond. Specimens were restored with metallic crowns, with no ferrule effect. Fracture resistance testing was carried out in an Instron Universal Testing Machine at a crosshead speed of 0.5 mm/min. Results were analyzed by one-way ANOVA and Tukey test at the 5% level of significance, which revealed that the group of non-weakened roots restored with the cast post and core presented the highest fracture strength means. However, it presented no significant differences from the group of weakened roots restored with cast post and core; from the group of weakened roots restored with cast post and core and composite resin reinforcement; and from the group of weakened roots filled with resin cement and Flexi-Post. The lowest fracture resistance means were found for the group of weakened roots filled with resin cement and polyethylene fibers - Ribbond. Based on the present study, it can be concludedthat dental structure preservation is the main factor that contributes for root fracture resistance. Composite resin was able to reinforce the dental remnant and intra-root retention systems adaptation to canal walls contributed for the increase in fracture strength of weakened roots / Mestrado / Dentística / Mestre em Clínica Odontológica
50

Avaliação da resistencia a fratura de pre-molares com preparos cavitarios extensos submetidos a diferentes procedimentos restauradores

Pedrosa Filho, Celso de Freitas 13 February 2003 (has links)
Orientador: Luis Roberto Marcondes Martins / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Odontologia de Piracicaba / Made available in DSpace on 2018-08-03T15:09:52Z (GMT). No. of bitstreams: 1 PedrosaFilho_CelsodeFreitas_M.pdf: 2501763 bytes, checksum: 4a1f7333fcd205f012be69cbbb29b902 (MD5) Previous issue date: 2003 / Resumo: Este estudo propôs avaliar a resistência à fratura de pré-molares superiores com preparos cavitários extensos, submetidos a diferentes procedimentos restauradores. Selecionaram-se cinqüenta dentes, extraídos por razões ortodônticas, com dimensões semelhantes, incluídos em cilindros de resina de poliestireno com reprodução do ligamento periodontal, e divididos aleatoriamente em cinco grupos de dez dentes cada. Os elementos do grupo 1 permaneceram íntegros, e os dos grupos 2 ao 5 receberam preparos cavitários amplos, do tipo MOD, com caixas proximais ao nível amelo-cementário e paredes circundantes expulsivas, sendo que os dentes do grupo 2 não receberam restaurações. Utilizaram-se os grupos 1 e 2 como controle, e os grupos 3 ao 5 receberam, respectivamente, restaurações direta e indireta em compósito, e em amálgama. Ao término dos procedimentos restauradores, submeteram-se as amostras ao ensaio mecânico de compressão em máquina de ensaios universal, Instron, através de esfera de aço de 5,0 mm de diâmetro, com velocidade de 0,5 mm/min, até fratura do dente e/ou restauração. Obtiveram-se, então, os seguintes valores médios de resistência à fratura: grupo 1 = 176,13 ± 52,56 kgf (A), grupo 4 = 117,72 ± 32,92 kgf (B), grupo 3 =103,72 ± 19,02 kgf (B), grupo 5 = 63,95 ± 20,28 kgf (C) e grupo 2 = 22,41 ± 10,51 kgf (D). Submeteram-se os valores à análise de variância e ao teste de Tukey com nível de significância de 5% ('alfa¿=0,05), para determinar diferenças estatísticas entre os grupos estudados, indicadas acima através de letras diferentes. De posse dos resultados pôde-se concluir que pré-molares íntegros apresentam os maiores valores de resistência a fratura, mostrando-se superiores aos demais grupos. As restaurações adesivas não apresentaram diferenças estatísticas entre si, e suas médias mostraram-se superiores aos grupos restaurados com amálgama e aquele apenas com preparo e sem restauração, com este último apresentando as piores médias do estudo / Abstract: The purpose of this study was to evaluate de fracture resistance of maxillary premolar teeth with large cavity preparation, submitted to different restorative procedures. Fifty teeth with similar dimensions, extracted for orthodontic reasons, were selected and included in polystyrene resin cylinders, reproducing the periodontal ligament, and randomly assigned to tive groups of ten teeth each. The teeth from group 1 remain intact and teeth from group 2 to 5 received wide MOO cavity preparations with proximal boxes and expulsive walls. The groups 1 and 2 were used as controls and the teeth of the groups 3 to 5 received respectively restorations of direct and indirect composite and amalgam. After the restorative procedures the teeth were then subjected to a compressive load in a Universal Instron Testing Machine with a 4 mm stainless steel sphere at a crosshead speed of 0,5 mm/min until fracture of the restoration and/or teeth occurred. The mean fracture resistance for the experimental groups were: 1 = 176,13 ± 52,56 kgf (A), grupo 4 = 117,72 ± 32,92 kgf (B), grupo 3 =103,72 ± 19,02 kgf (B), grupo 5 = 63,95 ± 20,28 kgf (C) e grupo 2 = 22,41 ± 10,51 kgf (D). The values obtained in this study were subjected to Analysis of Variance and the Tukey test with significance level of 5% ('alfa¿=0,05), revealing the differences among groups showed above with different letters. With the results it can be concluded that intact premolar teeth presented the highest fracture resistance values. Oirect and indirect composite restorations did not differed from each other and presented higher fracture resistance means than the amalgam and preparation without restoration group, with the last one presenting the worst values of fracture resistance / Mestrado / Dentística / Mestre em Clínica Odontológica

Page generated in 0.2038 seconds