• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 248
  • 40
  • 1
  • Tagged with
  • 291
  • 291
  • 115
  • 90
  • 81
  • 70
  • 53
  • 49
  • 47
  • 46
  • 34
  • 33
  • 33
  • 32
  • 30
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
41

Agência de rating, sistema financeiro internacional e o caso do risco soberano do Brasil de 2002 a 2013

Marcos, Jadna Sônia January 2014 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio-Econômico, Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais, Florianópolis, 2014. / Made available in DSpace on 2015-03-18T20:57:06Z (GMT). No. of bitstreams: 1 332803.pdf: 1116514 bytes, checksum: 57346543ef8ad2a417224066b329ae69 (MD5) Previous issue date: 2014 / As Agências de Classificação de Risco (ACRs) são importantes atores do Sistema Financeiro Internacional, fornecendo informações sobre o risco de crédito de emissores e mutuários, públicos e privados, nacionais e internacionais. As ACRs exercem autoridade nos mercados financeiros através de seus ratings sobre o risco de crédito, podendo pressionar até mesmo Estados com possíveis rebaixamentos de ratings. Para os Estados interessa seu o rating específico, chamado de rating soberano. O rating soberano pode ser uma informação positiva ou negativa para os Estados que buscam tomar empréstimos de investidores internacionais. Dentro desse contexto, a relação entre o Brasil e as ACRs não é desprezível, principalmente na última década, quando o rating soberano do Brasil alcançou um patamar histórico. Dessa forma, este estudo busca demonstrar a influência das mudanças do rating soberano brasileiro nos títulos desse país de 2002 a 2013, além de analisar o papel das ACRs nos mercados financeiros e seus argumentos para rebaixamentos e elevações do rating soberano do Brasil, influenciando a autonomia do Estado. De forma mais concreta foram analisados o título de renda fixa da dívida externa brasileira Global 2040 e o Ibovespa, representando o comportamento do mercado de ações. Adicionalmente, o EMBI+Br também foi analisado. A hipótese central do trabalho é que um anúncio de rating possui influência no rendimento dos ativos escolhidos, de acordo com a relação risco-retorno. Para alcançar o objetivo principal foi utilizada uma abordagem de curtíssimo prazo e a metodologia de estudo de eventos. A partir dessas análises, observou-se que houve influência dos anúncios positivos e negativos do rating soberano no rendimento do título Global 2040 e no EMBI+Br e nos pontos do Ibovespa, sendo os períodos mais relevantes o primeiro downgrade de 2002 e a elevação para grau de investimento em 2008, mostrando que há interferência na autonomia do Estado brasileiro pelas ACRs.<br> / Abstract : The Credit Rating Agencies (CRAs) are important actors in the International Financial System, providing information about the credit risk of public and private, national and international issuers and borrowers. The CRAs exert authority in securities market through its ratings on the credit risk markets that could push even States? rating downgrades. The rating of States is called the sovereign rating. The sovereign rating can be positive or negative information for States seeking to borrow from international investors. Within this context, the relationship between Brazil and CRAs is not negligible, especially in the last decade, when the sovereign rating of Brazil reached a record level. Thus, this study seeks to demonstrate the influence of the Brazilian sovereign rating changes in the securities of that country from 2002 to 2013, in addition to examining the role of CRAs in the financial markets and their arguments for upgrades and downgrades the sovereign rating of Brazil. More specifically, the fixed income security of the Brazilian foreign debt Global 2040 and the Ibovespa were analyzed, the last representing the behavior of the stock market. Additionally, the EMBI+Br was also analyzed. The central hypothesis of this study is that rating has influence on the performance of selected assets, according to the risk-return relationship. To achieve the main objective was used short-term approach and the methodology of event study. From these analyzes, it was observed that there were positive and negative influence of the sovereign rating announcements on the yield of the Global 2040 title and the EMBI+Br and in the Ibovespa points in the relevant periods over the first downgrade of 2002 and the rise to investment grade in 2008.
42

Uma análise de risco e retorno baseado no modelo de Fama e French para fundos de investimentos em ações brasileiro com getão ativa entre o período de 2000 a 2011

Orso, Ricardo Maule January 2012 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio-Econômico. Programa de Pós-Graduação em Economia. / Made available in DSpace on 2013-06-25T18:27:56Z (GMT). No. of bitstreams: 1 307712.pdf: 2778300 bytes, checksum: c0661741b24e6a535e460da61e9307d3 (MD5) / O desenvolvimento dos modelos multifatoriais em decorrência de respostas não solucionadas pelo Modelo de Precificação de Ativos de Capital (CAPM) sobre o retorno esperado de carteiras de investimentos será o tema abordado neste trabalho. Com base na metodologia de Fama e French (1993), o modelo avalia se a exposição à carteira de mercado de 109 fundos de investimentos acionários brasileiro com gestão ativa é captada pelos fatores de risco relacionados ao valor de mercado da empresa e a razãoenterprisevalue/valor de mercado e se a posição comprada sobre esses fatores compensam o retorno em excesso ajustado pelo risco para o período de fevereiro de 2000 a abril de 2011. Os principais resultados apontaram que o fator de risco relacionado ao valor de mercado da empresa tem poder explicativo em avaliar a exposição dos fundos de investimentos analisados à carteira de mercado, ao contrário do fator de risco enterprisevalue/valor de mercado que não foi estatisticamente significante. Observa-se uma relação inversa significativa entre a sensibilidade do retorno do fundo à carteira de mercado com a compra do fator de risco valor de mercado. A maior exposição à carteira de mercado não compensou o retorno ajustado pelo risco, fundos que se posicionaram no grupo com menores betas de mercado obtiveram desempenho superior em comparação a alguns fundos do grupo com os maiores betas. / The development of Multifactor Model due to unsolved answers by Capital Asset Pricing Model (CAPM) about expected return on the investment portfolio will be the topic addressed in this work. Based on the methodology ofFama and French (1993), the model evaluates whether exposure to the market portfolio of 109 investment funds with actively managed Brazilian equity is captured by the risk factors related to market value and the ratio enterprise value/market value and a long position on these factors outweigh the excess return risk-adjusted for the period February 2000 to April 2011.The main results showed that the risk factor related to the market value has explanatory power in assessing the exposure of investment funds analyzed to the market portfolio, as opposed to the risk factor enterprise value/market value was not statistically significant. There is a significant inverse relationship between the sensitivity of the fund's return to the market portfolio with the purchase of the risk factor market value. The greatest exposure to the market portfolio is not worth the risk-adjusted return, funds that were placed in the group with lower market betas obtained superior performance compared to some funds of the group with the highest betas.
43

As paridades coberta e descoberta de juros, prêmio pelo risco e ajuste de juros da economia brasileira

Soares, André Bruno January 2013 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio Econômico, Programa de Pós-graduação em Contabilidade, Florianópolis, 2013 / Made available in DSpace on 2013-12-05T23:36:35Z (GMT). No. of bitstreams: 1 318659.pdf: 904630 bytes, checksum: 21c840632316452d4b5f71d18a0101f9 (MD5) Previous issue date: 2013 / Esta dissertação apresenta um estudo sobre a paridade coberta de juros, a paridade descoberta de juros e a paridade de juros reais entre a economia brasileira e dos EUA. O objetivo foi analisar a presença de desvios em relação ao equilíbrio de longo prazo, a existência de prêmio pelo risco e o ajuste da taxa de juros em relação a economia internacional. São apresentados os tipos de risco aos quais a economia brasileira está sujeita e a forma de avaliação das principais agências de Rating. Para isso foi realizada uma estimativa da paridade descoberta de juros (PDJ) e a verificação da existência de um prêmio pelo risco e o teste para a presença de assimetrias no ajuste de juros na paridade de juros real. Os modelos estimados foram o linear de correção pelo erro e os não lineares TAR e o M-TAR com a utilização de uma função limiar. Os resultados encontrados indicam a presença de um prêmio pelo risco e de assimetria na resposta do Banco Central do Brasil às variações na taxa de juros dos EUA. A conclusão é que existem desvios na economia brasileira, tanto no mercado de câmbio quanto no mercado de juros, por razões de mercado, da legislação e das instituições brasileiras. <br> / This dissertation conducted a study on the covered interest parity, Uncovered Interest Parity (UIP) and on the Real Interest Parity (RIP) between Brazil and United States. The objective was to analyze the presence of deviations from long-run equilibrium, the existence of a risk premium and the adjustment of the interest rate in relation to the international economy. Shows the types of risk to which the Brazilian economy this subject and how to review the major rating agencies. For that were used to estimate the UIP, the verification of the existence of a risk premium and a test for the presence of asymmetries in the adjustment of interest in real interest parity. The models estimated are the linear error correction model (ECM) and nonlinear TAR and M-TAR with Threshold consistent. The results indicate the presence of a risk premium and asymmetry in the response of the Central Bank of Brazil to changes in U.S. interest rates. The conclusion is that there are deviations in the Brazilian economy, both in the currency and in interest market, because financial and Brazilian institutional and legislation reasons.
44

Modelo de previsão de insolvência para empresas comerciais

Carvalho, Alfredo Tertuliano de January 2004 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa Pós-Graduação em Engenharia de Produção. / Made available in DSpace on 2012-10-21T10:44:13Z (GMT). No. of bitstreams: 0Bitstream added on 2013-07-16T19:37:27Z : No. of bitstreams: 1 222488.pdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) / O presente trabalho apresenta metodologia para construção de um modelo de previsão de insolvência para empresas comerciais. Foi utilizado como base o modelo desenvolvido por Kassai e Kassai, as variáveis apresentadas no Modelo Pereira, além dos estudos elaborados por Kanitz e Sanvicente. Na pesquisa são discutidos aspectos relacionados à relevância do crédito e os problemas decorrentes da inadimplência. O modelo construído utilizou uma série de dados contábeis de um, dois e três anos anteriores à inadimplência das empresas. O modelo possui algumas etapas e permite ao analista de crédito verificar o grau de precisão alcançado, permitindo, assim, sua avaliação.
45

Marcação a mercado

Silva Filho, Antenor January 2004 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção. / Made available in DSpace on 2012-10-22T02:53:02Z (GMT). No. of bitstreams: 1 224457.pdf: 1882053 bytes, checksum: 75c1c202780150349f7481f6dcc9b062 (MD5) / O universo dos fundos de investimento no Brasil, ultimamente, passou por grandes transformações, fazendo com que a nova legislação permitisse que os fundos oferecessem liquidez diária, culminando com a reclassificação dos produtos de renda fixa e de renda variável. A mais recente mudança na indústria de fundos foi a introdução da contabilização dos títulos que compõem a carteira pela metodologia da Marcação a Mercado. Em função disso, este trabalho objetivou identificar os impactos que a Marcação a Mercado gerou sobre o risco/retorno e sobre o patrimônio líquido dos Fundos de Investimento, bem como identificar se houve diminuição na consistência do desempenho dos fundos em relação ao seu Benchmark. Para testar as hipóteses acima mencionadas foi utilizado o valor das quotas de seis fundos de investimento referenciados DI e de seis fundos de renda fixa no período de 31/05/2001 a 31/05/2003, ou seja, antes e depois do evento da Marcação a Mercado. Os resultados mostraram que, em um primeiro momento alguns fundos trouxeram perdas expressivas para os seus quotistas, mas que após esse primeiro impacto, os fundos voltaram a apresentar rentabilidade positiva. Como conclusão ficou evidente de que a Marcação a Mercado trouxe mais transparência aos fundos de investimento, mesmo tendo ocorrido um aumento considerável na volatilidade dos fundos. O estudo revelou que a Marcação a Mercado favoreceu bastante o investidor que permaneceu com seus recursos aplicados.
46

O risco operacional em instituições financeiras e a influência de fatores do ambiente externo

Pereira, Luciano de Castro January 2004 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio-Econômico. Programa de Pós-Graduação em Economia. / Made available in DSpace on 2012-10-22T03:41:11Z (GMT). No. of bitstreams: 1 204244.pdf: 260952 bytes, checksum: 4de452cdad60d02d4717cf32d9d3564c (MD5) / Esta dissertação indica parâmetros capazes de auxiliar as instituições financeiras na avaliação do seu Risco Operacional. Para tanto, destacam-se as atuais tendências e desenvolvimentos na gestão desse tipo de risco, a fim de elucidar seu modo de inserção no ambiente financeiro. Além disso, há uma contribuição para a forma de identificação das causas primárias de perdas operacionais. Constata-se, ainda, a relação entre variáveis representativas de Fatores do Ambiente Externo (FAE) e fraudes externas enfrentadas por instituições financeiras. Para isso, analisam-se, empiricamente, as séries temporais tanto da freqüência como da severidade dessa categoria de eventos de perda. A amostra é formada por 15.505 eventos relacionados a fraudes externas ocorridas numa instituição financeira brasileira no período de jan/2000 a out/2003. Utiliza-se o método geral-para-específico (Hendry Approach) e aplicam-se testes de co-integração pelo procedimento de Johansen (1988). Assim, como variáveis capazes de explicar a ocorrência desse tipo de fraude em bancos, destacam-se: rendimento médio real e salário mínimo real. Evidencia-se, dessa forma, a influência do ambiente externo no Risco Operacional presente em instituições financeiras.
47

Ciclos econômicos em países emergentes : um modelo DSGE para a economia brasileira

Souza Netto, Felipe Anderson de 29 February 2016 (has links)
Dissertação (mestrado)- Universidade de Brasília, Programa de Pós-Graduação em Economia, 2016. / Submitted by Camila Duarte (camiladias@bce.unb.br) on 2016-07-21T16:01:26Z No. of bitstreams: 1 2016_FelipeAndersondeSouzaNetto.pdf: 390977 bytes, checksum: 3c5c601e57bb2c83edd2d73d09d93a11 (MD5) / Approved for entry into archive by Ruthléa Nascimento(ruthleanascimento@bce.unb.br) on 2017-02-21T14:27:16Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2016_FelipeAndersondeSouzaNetto.pdf: 390977 bytes, checksum: 3c5c601e57bb2c83edd2d73d09d93a11 (MD5) / Made available in DSpace on 2017-02-21T14:27:17Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2016_FelipeAndersondeSouzaNetto.pdf: 390977 bytes, checksum: 3c5c601e57bb2c83edd2d73d09d93a11 (MD5) / O presente estudo aplica o modelo desenvolvido por Garcia-Cicco, Pancrazi e Uribe (2010) para a economia brasileira. É realizada a comparação entre os momentos estatísticos gerados pelo modelo e aqueles obtidos nos dados. O modelo aplicado à economia brasileira se mostrou capaz de refletir adequadamente a volatilidade das taxas de crescimento do produto, do consumo e do investimento, além da volatilidade e do comportamento estacionário do processo autorregressivo da razão balança comercial/produto. Por outro lado, o modelo não foi capaz de replicar adequadamente a correlação entre a taxa de crescimento do consumo com as demais variáveis. / The present work applies the model developed by Garcia-Cicco, Pancrazi and Uribe (2010) to the brazilian economy. Statistical moments generated by the model are compared with those of the data. The model successfully reflects the output, consumption and investment growth rates' volatilities, in addition to the volatility and the stationary behavior of the autoregressive process of the trade balance to output ratio. On the other hand, the model was not able to successfully replicate the correlation of consumption growth rate with the other variables.
48

Risco bancário e taxa de juros : estudo empírico em instituições financeiras no Brasil

Bischoff, Lissandra 26 March 2015 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Universidade Federal da Paraíba, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Programa Multi-Institucional e Inter-Regional de Pós-Graduação em Ciências Contábeis, 2015. / Submitted by Ruthléa Nascimento (ruthleanascimento@bce.unb.br) on 2015-06-29T18:30:34Z No. of bitstreams: 1 2015_LissandraBischoff.pdf: 1513563 bytes, checksum: c058d0b98e03018593ff8873986951f3 (MD5) / Approved for entry into archive by Raquel Viana(raquelviana@bce.unb.br) on 2015-07-06T17:11:50Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2015_LissandraBischoff.pdf: 1513563 bytes, checksum: c058d0b98e03018593ff8873986951f3 (MD5) / Made available in DSpace on 2015-07-06T17:11:50Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2015_LissandraBischoff.pdf: 1513563 bytes, checksum: c058d0b98e03018593ff8873986951f3 (MD5) / Os bancos fazem suas escolhas de aplicações de recursos a partir da análise entre rentabilidade, risco e liquidez. Em períodos de taxas de juros elevadas, os bancos podem direcionar parcela maior de recursos disponíveis para aplicação em ativos de baixo risco, como títulos do governo. Por outro lado, períodos de taxas de juros baixas podem influenciar as instituições financeiras a escolherem investimentos mais rentáveis, porém menos líquidos e de maior risco. Estudos realizados na Europa e nos Estados Unidos, após a crise financeira de 2008, indicam que os bancos parecem ter aumentado sua propensão a assumir riscos durante períodos de taxas de juros baixas, na busca por maiores rendimentos. Dessa forma, o presente estudo visa contribuir para a literatura por meio da análise do caso do Brasil, que é uma economia emergente e que possui um sistema financeiro que apresenta características peculiares quando comparado aos sistemas de outros países estudados anteriormente. Este trabalho verifica se a redução significativa das taxas de juros praticadas no Brasil nas últimas décadas trouxe incentivos às instituições financeiras para assumirem maiores riscos, a exemplo do que foi observado em outros países. Foram analisados dados de 73 conglomerados e instituições financeiras em atividade no Brasil nos últimos 11 anos a fim de verificar, primordialmente, se o nível de taxas de juros está associado com o nível de exposição ao risco das instituições financeiras no Brasil. Dentre as variáveis analisadas, incluem-se, além das taxas de juros do período corrente, as taxas de juros do período imediatamente anterior, o que não é levado em conta em outros estudos. Além disso, são utilizadas tanto as taxas de juros nominais, quanto as taxas reais (descontados os efeitos da inflação). Os resultados sugerem que as taxas de juros são variáveis significativas para a explicação do nível de risco das instituições financeiras no Brasil. Foram identificadas diferenças relevantes entre os resultados deste estudo e os de trabalhos precedentes, as quais são discutidas neste trabalho. ______________________________________________________________________________________________ ABSTRACT / Banks make their choices on where to apply its resources from the analysis of profitability, risk and liquidity.In periods of high interest rates, banks can target larger share of resources available for use in low-risk assets such as government bonds.On the otherhand, alow interest rateenvironmentmay influencefinancial institutions tochoosemore profitableinvestments, howeverless liquidand riskier.Studies carried out in Europe and United States, after the financial crisis of 2008, indicate that banks seem to have increased their risk-taking appetite during low-interest rates period in search for yield. Thus,this study aims to contribute to the literature by analyzing the case of Brazil, which is an emerging economy and has a financial system which has peculiar characteristics when compared to the systems of other countries studied previously. This study verifies whetherthesignificant reduction ininterest ratesin Brazil in the last decadeshas broughtincentivesfor financial institutions totake morerisks, in accordance with what wasobserved in other countries. Therefore, data of 73 conglomerates and financial institutions in activity in Brazil in the last 11 years were analyzed in order to verify primarily whether the level of interest rates is associated with the risk-taking level of financial institutions in Brazil.The variables analyzed, include, in addition to interest rates for the current period, interest rates for the previous period, which is not taken into account in other studies. Moreover, were used both nominal interest rates, the real rates (discounting the effects of inflation). The results suggest that interest rates are significant variables to explain the risk level of the financial institutions in Brazil. Significant differences were identified between our results and those of previous studies, which are discussed in this paper.
49

VaR para riscos agregados não necessariamente independentes com cópulas

Faria, João Marcelo Brito Alves de 03 July 2014 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Exatas, Departamento de Estatística, 2014. / Submitted by Jaqueline Ferreira de Souza (jaquefs.braz@gmail.com) on 2014-11-20T15:01:37Z No. of bitstreams: 1 2014_JoaoMarceloBritoAlvesdeFaria.pdf: 2229997 bytes, checksum: 761afdae8aa79d84a51ee675f5b7bd77 (MD5) / Approved for entry into archive by Patrícia Nunes da Silva(patricia@bce.unb.br) on 2014-11-25T13:34:03Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2014_JoaoMarceloBritoAlvesdeFaria.pdf: 2229997 bytes, checksum: 761afdae8aa79d84a51ee675f5b7bd77 (MD5) / Made available in DSpace on 2014-11-25T13:34:03Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2014_JoaoMarceloBritoAlvesdeFaria.pdf: 2229997 bytes, checksum: 761afdae8aa79d84a51ee675f5b7bd77 (MD5) / Neste trabalho, estudamos o comportamento da distribuição da soma de variáveis aleatórias não necessariamente independentes. Com isso calculamos o VaR da soma dessas variáveis aleatórias, que e uma medida de risco frequentemente utilizada em risco operacional e atuaria. O cerne deste trabalho esta na abordagem que relaciona a função de distribuição da soma de variáveis aleatórias com a função cópula. Dada a natureza dos dados em anólise preferimos a utilização de cópulas Extremais. A fim de apresentar uma ferramenta viável e de possível aplicação computacional optamos pela teoria de discretização de variáveis aleatórias contínuas para determinação da função de distribuição da soma de variáveis aleatórias não necessariamente independentes e posterior computo do VaR. _______________________________________________________________________________________ ABSTRACT / In this thesis we have studied the behavior of the distribution of the sum of not necessarily independent random variables. With this we calculate the VaR of the sum of these random variables, which is a measure of risk commonly used in operational and actuarial risk. The core of this work is the approach that relates the distribution function of the sum of random variables with copula function. Given the nature of the data analysis preferred to use extreme copulas. In order to present a viable and feasible computational tool application we chose the theory of discretization of continuous random variables to determine the distribution function of the sum of random variables not necessarily independent and subsequent calculation of VaR.
50

Os impactos do fim do excesso de liquidez internacional sobre o Brasil. Será que dessa vez tudo será diferente?

Athayde, David Rebelo 24 September 2014 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Departamento de Economia, Mestrado em Economia do Setor Público, 2014. / Submitted by Ana Cristina Barbosa da Silva (annabds@hotmail.com) on 2014-12-04T13:18:11Z No. of bitstreams: 1 2014_DavidRebeloAthayde.pdf: 1397824 bytes, checksum: 5095f4013d61b698c2435cc98d1be07a (MD5) / Approved for entry into archive by Raquel Viana(raquelviana@bce.unb.br) on 2014-12-04T19:29:27Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2014_DavidRebeloAthayde.pdf: 1397824 bytes, checksum: 5095f4013d61b698c2435cc98d1be07a (MD5) / Made available in DSpace on 2014-12-04T19:29:27Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2014_DavidRebeloAthayde.pdf: 1397824 bytes, checksum: 5095f4013d61b698c2435cc98d1be07a (MD5) / Diante da expectativa atual nos mercados financeiros internacionais pelo fim próximo dos estímulos monetários colocados em prática pelo Banco Central americano (FED), este artigo busca analisar se a economia brasileira estaria menos vulnerável a períodos de menor liquidez internacional. Foram feitas modelagens VAR, em três períodos consecutivos de tempo (janeiro de 1999 a dezembro de 2002, janeiro de 2003 a dezembro de 2008, janeiro de 2009 a maio de 2014), envolvendo séries mensais de inflação, taxa de câmbio, risco país, superávit primário e dívida pública. O resultado demonstrou que, de fato, no último período analisado, a relação entre risco país e taxa de câmbio foi bem inferior, assim como foi menor o impacto dessas duas variáveis (sinalizadoras de crises externas) sobre variáveis macroeconômicas domésticas, como inflação e dívida pública. ___________________________________________________________________________________ ABSTRACT / Considering the current expectations in international financial markets for the reduction of the monetary stimulus provided by the Federal Reserve, this paper analyses if the Brazilian economy would nowadays be in a better position to face a new episode of international liquidity constraint. VAR models were developed considering three consecutive periods of time (from January 1999 to December 2002, from January 2003 to December 2008, from January 1999 to May 2014) and including monthly series of inflation, exchange rate, country risk, primary balance and public debt. The outcome was that, in fact, in the last period under study, the relationship between country risk and exchange rate was weaker, while the influence of these two variables (whose variations are symptoms of external crises) over domestic macroeconomic variables like inflation and public debt was lower.

Page generated in 0.0615 seconds