• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 1581
  • 15
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 1636
  • 1636
  • 996
  • 300
  • 253
  • 237
  • 218
  • 216
  • 195
  • 186
  • 183
  • 181
  • 168
  • 167
  • 164
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
41

O interjogo da vida e da morte no narcisismo : uma proposta de construção teorica sobre a psicose na obra freudiana

Miranda, Lilian 2004 (has links)
Orientador: Debora Isane Ratner Kirschbaum Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciencias Medicas Made available in DSpace on 2018-08-04T03:29:19Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Miranda_Lilian_M.pdf: 8136611 bytes, checksum: 77bfe79abb75ef29eb47b7c2c73563ab (MD5) Previous issue date: 2004 Resumo: O objetivo deste trabalho é construir um quadro esclarecedor do modo de produção da psicose a partir dos percalços que a libido softe em sua trajetória pelo desenvolvimento psicossexual, tendo a psicanálise fteudiana como referencial teórico. A metodologia utilizada foi a da análise de conteúdo dos textos que continham os termos ligados ao conceito a ser estudado. Baseando-nos no pressuposto de que os sintomas psicóticos advêm de uma fixação no narcisismo primário, concluímos que a fusão das pulsões de vida e de morte e a constituição egóica através de processos de identificação na fase oral podem, mediante problemas no desenvolvimento psicossexual, manter um individuo ligado a primitivas figuras de identificação e impedido de fazer novos investimentos libidinais próprios da fase genital, o que lhes imprime uma constante sensação de ameaça e de morte em vida. As tentativas que o psicótico apresenta de fugir desse estado de morte e de se relacionar com a realidade externa são expressas sob as formas que conhecemos como sintomas, a exemplo dos delírios e dos quadros de agressividade. Embora Freud não tenha articulado um texto que compilasse, de modo lógico e linear, todas as suas formulações acerca da psicose, percebemos que há, ao longo de sua obra, a construção de uma proposta coerente sobre o funcionamento psicótico e alguns indícios, ainda que pouco aprofundados, da existência de possibilidadesde tratamento para esse quadro patológico Abstratct: The goal of the present study is to build a framework based on Freudian psychoanalysis to understand the production mode of psychosis based on the troubles that the libido suffers during its psychosexual development. Methodology consisted of analysis of texts contents that contained the terms related to the concept studied. Based on the rationale that psychotic symptoms are the result of a fixation of primary narcissism, we conclude that the fusion of life and death pulses, as well as the egoic constitution through identification processes during the oral phase, might, due to problems of the psychosexual development, maintain the individual tied to primitive figures of identification and prevent him from making new libidinal investments proper of the genital phase, which causes him to feel a constant sensation of threat and death in life. The attempts made by the psychotic person to escape from that state of death and to relate with external reality are expressed in forms we know as symptoms, such as deliria and the pictures of aggressiveness. Although Freud did not articulate a text that compiles all his formulations on psychosis in a logical and linear fashion,we found, throughout his work, a construction of a coherent proposal on psychotic functioning and some indications, albeit not very elaborated, regarding possible ways of treatment of that pathological picture Mestrado Enfermagem e Trabalho Mestre em Enfermagem
42

Desvelando as compreensões dos usuários dos CAPS de Fortaleza sobre a atenção em saúde mental Unveiling the comprehension of CAPS users of Fortaleza on mental health care

Oliveira, Raimunda Félix de 2011 (has links)
OLIVEIRA, Raimunda Félix de. Desvelando as compreensões dos usuários dos CAPS de Fortaleza sobre a atenção em saúde mental. 2011. 99 f. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Medicina, Fortaleza, 2011. Submitted by denise santos (denise.santos@ufc.br) on 2014-06-05T13:34:30Z No. of bitstreams: 1 2011_dis_rfoliveira.pdf: 724187 bytes, checksum: 4b8ec07c570f57f26760d72689550747 (MD5) Approved for entry into archive by denise santos(denise.santos@ufc.br) on 2014-06-05T13:34:48Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2011_dis_rfoliveira.pdf: 724187 bytes, checksum: 4b8ec07c570f57f26760d72689550747 (MD5) Made available in DSpace on 2014-06-05T13:34:48Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2011_dis_rfoliveira.pdf: 724187 bytes, checksum: 4b8ec07c570f57f26760d72689550747 (MD5) Previous issue date: 2011 This dissertation analyzes the understandings of psychosocial care centers (CAPS) users on mental health care, in Fortaleza Ceará, Municipality Health System, between 2005 and 2010. It outlines the understandings of psychosocial care centers users on mental health care, their trajectories in the Municipality Health System of Fortaleza, as well as the relationship among several points of the system and networks of community support. This study is based on the qualitative approach, in which the analytical framework, are the points of view of Paul Ricoeur´s Hermeneutics, grounded by the four essays evidenced in the Theory of Interpretation: the language as a discourse, the speech and the writing, metaphor and symbol, the explanation and understanding. It is grounded also on the mental health field theorists especially those implicated on mental health reform movement. The contents after the interviews, in the form of narrative texts. Were applied as well the Dialectical Hermeneutic Circle technique from the pluralistic constructivist method or the fourth generation; Guba e Lincoln (1989) with 12 respondents who participated in that intertwined as the circularity of the procedure takes place. The thematic categories used were: pathways to the theme of mental health care; the broken times, conflicts offerings and subjective needs of receiving, approximations and distances, between the tutelage and autonomy, absence and belonging – Opened and community closed CAPS; between stigma and care humanization. The main findings: CAPS are seen as living space able to establish emotional and social networks; stigma, prejudice and tutelage are still present in the services the families and the community; asylum based practices persist in the substitutives services; humanization of care increases access and connection to services; the trajectory of users in the SUS is due to their social and health needs; There is a distance between the understanding of users on mental health care and mental health policy proposed by the city of Fortaleza. A presente dissertação analisa as compreensões dos usuários dos centros de atenção psicossocial – CAPS sobre atenção em saúde mental, no Sistema Municipal de Saúde de Fortaleza, Ceará, no período de 2005 a 2010. Delineia as compreensões dos usuários dos centros de atenção psicossocial sobre a atenção em saúde mental, as trajetórias no Sistema Municipal de Saúde de Fortaleza, assim como a articulação entre os vários pontos dos sistemas e das redes de apoio comunitária. Trata-se de um estudo de abordagem qualitativa, que tem como referencial de análise os pontos de vista da Hermenêutica, de Paul Ricoeur, balizada por meio dos quatro ensaios evidenciados pela Teoria de Interpretação: a linguagem como discurso, a fala e a escrita, a metáfora e o símbolo, a explicação e a compreensão; os teóricos do campo da saúde mental, especialmente os implicados com o movimento da Reforma Psiquiátrica. Os conteúdos para constituição das unidades temáticas foram escolhidos após as entrevistas, em forma de textos narrativos. Aplicou-se, também, a técnica do Círculo Hermenêutico Dialético (CHD), do método pluralista construtivista ou de quarta geração, de Guba e Lincoln (1989), do que participaram 12 entrevistados que se entrelaçam à medida que transcorre a circularidade do procedimento. As categorias temáticas trabalhadas foram: percursos para temática da atenção em saúde mental; os tempos quebrados: conflitos entre as ofertas e as necessidades subjetivas de receber; aproximações e distanciamentos, entre a tutela e a autonomia; ausência e pertença – CAPS aberto e não comunitário; entre o estigma e a humanização do cuidado. Os principais achados: os CAPS são vistos como espaço de convivência capaz de estabelecer redes afetivas e sociais; estigmas, preconceitos e tutela estão presentes nos serviços, nas famílias e na comunidade; as práticas manicomiais persistem nos serviços substitutivos; a humanização do cuidado amplia o acesso e o vínculo com os serviços; a trajetória dos usuários no SUS ocorre devido às suas necessidades sociais e de saúde; ocorre um distanciamento entre a compreensão dos usuários sobre a atenção em saúde mental e política de saúde mental proposta pelo o município de Fortaleza.
43

Representações sociais dos profissionais sobre a prática em saúde mental : pressupostos, ressignificação e satisfação profissional Professional’ s social representations about mental health practice : assumptions, new meaning and job satisfaction

Macedo, Jaqueline Queiroz de 2011 (has links)
MACEDO, Jaqueline Queiroz de. Representações sociais dos profissionais sobre a prática em saúde mental : pressupostos, ressignificação e satisfação profissional. 2011. 143 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Fortaleza, 2011. Submitted by denise santos (denise.santos@ufc.br) on 2012-10-26T13:39:02Z No. of bitstreams: 1 2011_dis_jqmacedo.pdf: 1685364 bytes, checksum: 391a9377d7e5e9ebdf05a825a6662ac2 (MD5) Approved for entry into archive by Erika Fernandes(erikaleitefernandes@gmail.com) on 2012-10-26T15:14:28Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2011_dis_jqmacedo.pdf: 1685364 bytes, checksum: 391a9377d7e5e9ebdf05a825a6662ac2 (MD5) Made available in DSpace on 2012-10-26T15:14:28Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2011_dis_jqmacedo.pdf: 1685364 bytes, checksum: 391a9377d7e5e9ebdf05a825a6662ac2 (MD5) Previous issue date: 2011 This research was aimed to know the social representations of health professionals about the practice in the new mental health services in a Paraiba´s city. We sought to characterize the group surveyed about the personal aspects, socio-demographic and professional; apprehend the social representations of the technical team on the professional activities in the new model of mental health care; interpret the social representations of the technical team based on the assumptions of the Psychiatric Reform . It is a qualitative research approach and type descriptive and exploratory, based on theoretical-methodological support of the Theory of Social Representations. The study was conducted in three Psychosocial Care Center, for children, general and alcohol and other drugs, in the city of Campina Grande-PB. Integrated the study professional with the university level.The empirical material was obtained through Structured interview for demographic data, Testing of Free Association of Words and focus group. The project was approved by the Research Ethics Committee, and followed the ethical and legal resolution 196/96 of National Health Council. The results show similarities on the issues oF training and encouraging the pursuit of knowledge related to changes in mental health and discussion practices; the other hand, it is clear that the precariousness of employment contracts, including the financial aspect. With respect to dynamic operation, the results indicate that services are welcoming people in mental distress, from the specificity of each demand. But at the same time highlight the implications for working conditions in the area and the fragile social support provided to the demand for mental health. Based on the social representations about the practice in the new mental health services, we realized that some of the principles of psychiatric reform are being put into practice in everyday services, including: teamwork, interdisciplinary; welcoming customers, respecting uniqueness and individuality; offering other forms of approaches than drugs. We concluded that the social representations of the professionals seem to have incorporated terms that focus on epistemological changes in production practices, and are guided into knowledge that promote new approaches, expanding the interventions, so that the individual can appropriate mechanisms for the management of your everyday life. This study doesn`t exhaust the possibility of future research on the subject, and it is expected to assist in studies of profession practice in mental health set into new paradigm in public health policies and mental health. Esta pesquisa teve como objetivo geral conhecer as representações sociais do profissional de saúde sobre a prática nos novos serviços de saúde mental de um município da Paraíba. Buscou-se caracterizar o grupo pesquisado quanto aos aspectos pessoais, sociodemográficos e profissionais; apreender as representações sociais da equipe técnica sobre a atuação profissional no novo modelo de atenção em saúde mental; interpretar as representações sociais da equipe técnica com base nos pressupostos da Reforma Psiquiátrica. Trata-se de uma pesquisa com abordagem qualitativa e tipologia descritiva e exploratória, fundamentada no suporte teórico-metodológico da Teoria das Representações Sociais. O estudo foi realizado em três Centros de Atenção Psicossocial, um infantil, um geral e um álcool e outras drogas, da cidade de Campina Grande-PB. Integraram a pesquisa sujeitos que compunham a equipe técnica de nível superior. O material empírico foi obtido por meio roteiro de entrevista estruturada de dados sociodemográficos, do Teste de Associação Livre de Palavras (TALP) e do grupo focal e analisado com base no processo de categorização temática. O projeto foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa e seguiu os preceitos éticos e legais da Resolução 196/96 do Conselho Nacional de Saúde. Os resultados apontam similaridades quanto aos aspectos de formação e estímulo à consecução de conhecimentos relacionados às transformações na saúde mental e discussão das práticas existentes; por outro lado, é notória a precariedade dos vínculos empregatícios, a falta de apoio dos gestores, inclusive quanto ao aspecto financeiro. Com relação à dinâmica de funcionamento, os resultados apontam que os serviços estão acolhendo as pessoas em sofrimento mental, a partir da especificidade de cada demanda. Mas, simultaneamente, põem em evidência as implicações relativas às condições de trabalho na área e ao frágil suporte social fornecido à demanda de saúde mental. Com base nas representações sociais sobre a prática nos novos serviços de saúde mental, percebe-se que alguns dos preceitos da Reforma Psiquiátrica estão sendo contemplados no cotidiano dos serviços, destacando-se: o trabalho em equipe interdisciplinar; o acolhimento à clientela, respeitando-se sua singularidade e individualidade; oferta de outras formas de abordagens, que não a medicamentosa. Concluímos que as representações sociais dos profissionais aparentam ter incorporado termos que enfocam mudanças epistemológicas na produção das práticas, além de estarem pautadas em saberes que fomentam novas formas de abordagem, ampliando as intervenções, de modo que o indivíduo possa se apropriar de mecanismos que permitam a condução com mais autonomia de sua própria vida no cotidiano. Este estudo não esgota a possibilidade de futuras pesquisas sobre a temática, e espera-se que possa auxiliar em estudos acerca da prática profissional em saúde mental dentro de novo paradigma definido nas políticas públicas de saúde e saúde mental.
44

A percepção dos trabalhadores de saúde mental sobre o sofrimento psíquico no seu cotidiano laboral

Guazzelli, Carolina Torres 2015 (has links)
Dissertação (mestrado profissional) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Saúde Mental e Atenção Psicossocial, Florianópolis, 2015. Made available in DSpace on 2016-02-09T03:16:53Z (GMT). No. of bitstreams: 1 336949.pdf: 1030387 bytes, checksum: 1b7117ec2ac366c30b8210cacaf0fe9b (MD5) Previous issue date: 2015 A organização da sociedade, das relações, dos modos de viver a vida, em especial, no mundo do trabalho, tem levado muitos trabalhadores a adoecer. Isso não é diferente com o trabalhador da saúde mental, que acolhe cotidianamente as demandas de sofrimento psíquico advindas da sociedade. E quando esse trabalhador sofre psiquicamente, como esse fenômeno repercute no seu cotidiano laboral. Pensando nesta problemática, buscou-se compreender a percepção dos profissionais do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) acerca do sofrimento psíquico em seu cotidiano laboral e sua relação com os processos de trabalho. Essa pesquisa social em saúde parte de uma abordagem qualitativa, de caráter exploratório e descritivo, realizada através de entrevistas com quatro profissionais de diferentes CAPS pertencentes a municípios de Santa Catarina. Onde, a análise dos dados resultou em três categorias: fatores de risco para o sofrimento psíquico do trabalhador de saúde mental, mecanismos de proteção ao sofrimento psíquico do trabalhador de saúde mental e, por último, o apoio e ações referentes a saúde do trabalhador de saúde mental. Por meio destes resultados, concluiu-se que a saúde do trabalhador é uma área que precisa ser desenvolvida tanto em aspectos teóricos quanto práticos. Grande parte do que fora apontado pelos trabalhadores, tanto como fatores de risco ao sofrimento psíquico assim como os fatores de proteção, têm ligação com a gestão, portanto entende-se que a qualificação da gestão, entre outros encaminhamentos se torna mister para o alcance da saúde dos trabalhadores.
Abstract : The organization of society, relationships, ways of living life, especially in the world of work, has led many workers to become ill. This is no different with the mental health worker who routinely receives the demands of psychological suffering arising from society. And when that worker suffers psychically, as this phenomenon reflected in your daily work. Thinking about this issue, we sought to understand the perceptions of professionals Psychosocial Attention Center (CAPS) about psychological distress in their everyday work and its relation to the work processes. This social health research part of a qualitative approach, exploratory and descriptive, conducted through interviews with four professionals from different CAPS belonging to the counties of Santa Catarina. Where, data analysis resulted in three categories: risk factors for mental suffering of the mental health worker, protection mechanisms to psychological suffering of the mental health worker and, finally, support and actions regarding workers' health mental health. By these results, it has concluded that workers' health is an area that needs to develop both in theoretical and practical aspects. Workers, both as risk factors for psychological distress, had pointed much of what out as well as protective factors, are linked to the management, so it is understood that the qualification of management, among other referrals becomes mister for achieving workers' health.
45

Proposta de programa de atenção psicossocial para estudantes da Universidade Federal da Integração Latino-Americana - UNILA

Viana, Vanessa Silvestro 2016 (has links)
Dissertação (mestrado profissional) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Saúde Mental e Atenção Psicossocial, Florianópolis, 2016. Made available in DSpace on 2017-02-21T05:12:30Z (GMT). No. of bitstreams: 1 344151.pdf: 2872565 bytes, checksum: af35146b6a75a3080496341cae87e3d6 (MD5) Previous issue date: 2016 O objetivo deste trabalho foi elaborar uma proposta de Programa de Atenção Psicossocial para os estudantes da Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA) a fim de contribuir com a saúde mental e a permanência dos estudantes na universidade. A UNILA é uma instituição recente e com uma característica própria, que é o forte perfil de internacionalização dos estudantes de graduação. Para construir tal proposta foram utilizados os resultados das entrevistas semiestruturadas com os informantes-chave da UNILA e os dados primários fornecidos pela Seção de Psicologia - SEPSICO, no ano de 2015. O trabalho dos dados permitiu a elaboração de um levantamento das principais demandas dos estudantes; os resultados dessa pesquisa indicaram a importância do debate sobre saúde mental com a comunidade acadêmica, e os seguintes aspectos foram considerados importantes para montagem do programa: adaptação à universidade; ações de prevenção e promoção da saúde, como a questão do abuso de álcool e outras drogas. Dessa forma, deseja-se que a implantação dessa proposta na universidade, fortaleça e empodere os estudantes, podendo colaborar com a redução dos agravos relacionados ao sofrimento psíquico e possa contribuir para prevenção e promoção da saúde mental na universidade.
Abstract : This study aims at proposing a Psychosocial Program for the students of the Federal University of Latin American Integration (UNILA) in order to contribute to their mental health and permanence at the university. UNILA is a new institution which its main characteristic is a strong internationalization of the graduation students. In order to develop this proposal, the results of semi-structured interviews with UNILA key informants and primary data provided by the Section of Psychology - SEPSICO in the year 2015 were used. The data allowed the development of a survey about the main students demands; the results of this research show the importance of the debate on mental health with the academic community, and the following aspects were considered important for the program implementation: adaptation to the university and health prevention and promotion actions, such as debates on alcohol and other drugs abuse. Thus, we expect that the implementation of this proposal at the university strengthen and empower students and may contribute to reducing injuries related to psychological distress and may also contribute to prevention and mental health promotion at the university.
46

Avaliação da assistência hospitalar e ambulatorial no centro psiquiátrico de referência do município de Manaus em 2008

Spolidoro, Fernando Kladt 21 October 2008 (has links)
Made available in DSpace on 2015-04-22T22:13:59Z (GMT). No. of bitstreams: 1 fernando.pdf: 1687111 bytes, checksum: 061669e05e08b5ac22565887837c0020 (MD5) Previous issue date: 2008-10-21 The study s objective was to evaluate both inpatient and outpatient mental health care throughout the public health system in the city of Manaus, state of Amazonas, Brazil, from the user s perspective of the assistance provided by the main psyquiatric hospital in the city. The subjects of this prospective, exploratory and quantitative study were patients admitted to brief psychiatric hospitalization between july the 1st and august the 31st of 2008, who were mentally able to answer the questionnaires, with mental illness for more than a month and willing to participating. The research happened in two different stages: upon their releases from hospital and 30 (thirty) days afterwards. The protocols consisted of closed questions concerning inpatient and outpatient mental health assistance, based on the legal regulations: Portaria 224/MS and Portaria 336/MS. The average age of the participants was 35 years old. The least of them (31%) were married and women (59%) lightly prevailed over men. As to schooling, 87% of the interviewed have never gone to high school. Forty three percent of the patients were undertaking psychiatric treatment for over 10 years and 68% of the total has 4 hospitalizations or more. The average hospitalization period was 13 days. Patients got to the hospital by themselves in 48% of the times, followed by the public emergency mobile transport (31%). All patients were consulted by a physician during hospitalization, while 45% were attended by a psychologist, 31% by social worker and 25% had group therapy. Most of the participants (55%) had no leisure and approved of the flavor and variety of food (69%), as well as the cleaning and organization of the hospital (89%). Receptionists and security personnel were the professionals worse evaluated concerning how polite they were, adding, each, 10% of unsatisfied and very unsatisfied answers. The professionals who consulted more frequently the outpatients were the physicians (41%), followed by group therapy (22%). Technicians who consulted fewer patients were both psychologists and social workers, who attended 4% of outpatients, each one. No participant had home care. Sixty two percent reported being satisfied with the relationship between them and mental health care staff, 30% of the patients complained about the access to mental health assistance and 57% received a social benefit. Those results showed high index of psychiatric readmission, possibly due to the absence of a mental health assistance network in the city. It was also registered direct relationship between the technical level of the staff and user s satisfaction concerning their education. It was found that both inpatients and outpatients did not have multiprofessional assistance. One third of the patients disapproved of the access to hospital care, mainly because of the difficulties on getting consulted. The fact that almost two thirds of the patients were receiving any sort of social benefic could be a result of the failure of adequate mental health care. Although inpatient and outpatient were not receiving quality and quantity adequate assistance, 87% of them would recommend the psychiatric hospital to a relative or a friend, thus recognizing its role in the transition process from a hospital-focused mental health care and a substitute one. O presente estudo, de delineação prospectiva, exploratório-descritiva e quantitativa, teve por objetivo avaliar a assistência ambulatorial e hospitalar no centro psiquiátrico de referência em Saúde Mental do Sistema Único de Saúde no município de Manaus, Estado do Amazonas, em 2008, do ponto de vista dos pacientes. Foram sujeitos do estudo pacientes admitidos para internação breve entre 1° de julho e 31 de agosto de 2008, que tinham a mínima capacidade psíquica para responder os questionários, com doença mental por mais de um mês e aceitaram participar voluntariamente da pesquisa. Esta se deu em duas etapas: a primeira, no momento de suas altas hospitalares, e a segunda, 30 dias depois. Os protocolos trouxeram perguntas fechadas e investigavam a assistência hospitalar e ambulatorial, com base nas Portarias 224 e 336 do Ministério da Saúde. A média de idade dos participantes foi de 35 anos, sendo a minoria (31%) casada ou em união estável. Quanto a escolaridade, 87% dos entrevistados tinham até o primeiro grau. Quarenta e três por cento dos pacientes fazem tratamento psiquiátrico há mais de 10 anos e 68% do total têm quatro ou mais internações prévias. O tempo médio de internação foi de 13 dias. Durante a internação, observou-se que todos foram atendidos por médico, 45% foram atendidos por psicólogos, 31% por assistente social e 25% tiveram terapia de grupo. A maioria (55%) dos participantes do estudo não teve qualquer tipo de lazer durante a internação e aprovou (69%) o sabor e a variedade da alimentação oferecida, bem como a limpeza e organização do hospital (89%). Os profissionais com a pior avaliação quanto ao item educação foram os recepcionistas e os vigilantes, ambos somaram 10% de insatisfeitos e muito insatisfeitos nas respostas dos usuários. Após a alta, os profissionais mais consultados foram os médicos, atendendo 41% dos entrevistados, seguidos pela terapia de grupo(22%). Os psicólogos e os assistentes sociais atenderam a apenas 4% da demanda, cada. Sessenta e dois por cento dos participantes reportaram-se satisfeitos com o relacionamento que têm com a equipe, mas 30% se mostrou insatisfeito quanto ao acesso à assistência e 57% deles recebem algum benefício social. Os resultados mostraram elevado índice de reinternação psiquiátrica no município de Manaus, às custas, possivelmente, da ausência de uma rede assistencial especializada eficaz. Também registrou-se relação entre o nível técnico-profissional dos funcionários e a satisfação dos usuários, ficando os recepcionistas e vigilantes com a pior avaliação. Verificou-se que, tanto durante a hospitalização quanto no acompanhamento ambulatorial, os pacientes não tiveram assistência multiprofissional. Somente o atendimento médico foi provido aos pacientes em ambos estágios de assistência: 100% para os pacientes internados e 41% aos pacientes ambulatoriais. Um terço dos pacientes desaprovou o acesso aos atendimentos, salientando a dificuldade em marcar consultas e a distância entre elas. O fato de dois terços dos entrevistados receberem algum tipo de benefício assistencial (previdenciário ou de transporte) sugere relação entre a qualidade e quantidade da assistência com o número de benefícios. Apesar do inadequado acompanhamento intra e extra-hospitalar, 87% dos participantes recomendariam o centro psiquiátrico a um familiar ou amigo que precisasse de assistência hospitalar em psiquiatria/saúde mental, reconhecendo o papel do CPER neste momento de transição do modelo hospitalocêntrico para um modelo substitutivo de assistência em saúde mental em Manaus.
47

Depressão e gênero : análise da produção bibliográfica brasileira e das vivências de mulheres do distrito federal

Dantas, Gisele Cristine da Silva 9 August 2016 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Programa de Pós-Graduação em Psicologia Clínica e Cultura, 2016. Texto liberado parcialmente pelo autor. Conteúdo restrito: Artigo 1 e 2. Submitted by Fernanda Percia França (fernandafranca@bce.unb.br) on 2016-12-16T11:17:44Z No. of bitstreams: 1 2016_GiseleCristinedaSilvaDantas_Parcial.pdf: 800765 bytes, checksum: e882b787aabc278527201087a142973e (MD5) Approved for entry into archive by Raquel Viana(raquelviana@bce.unb.br) on 2017-01-26T19:47:04Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2016_GiseleCristinedaSilvaDantas_Parcial.pdf: 800765 bytes, checksum: e882b787aabc278527201087a142973e (MD5) Made available in DSpace on 2017-01-26T19:47:04Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2016_GiseleCristinedaSilvaDantas_Parcial.pdf: 800765 bytes, checksum: e882b787aabc278527201087a142973e (MD5) A depressão tem sido um dos modos de adoecimento mais frequentes, universais e ascendentes no mundo ocidental com estimativa atual de 350 milhões de pessoas e um dos principais ônus sociais (WHO, 2015). A OMS (2001) apontou para a complexa interação de fatores biológicos, psicossociais e socioculturais no seu desenvolvimento e o gênero como um fator determinante. Também tem apontado para prevalência da depressão, presente em mulheres e homens em todas as faixas etárias, classe social, localização, raça, entre outros. No entanto, a atual prevalência tem sido identificada como mais comum nas mulheres, enquanto o uso de substâncias, em homens. Entretanto, há associação entre fatores sociais de gênero, raça, pobreza, urbanização, desenvolvimento sobre a depressão. O objetivo geral desse trabalho foi o de investigar a depressão em mulheres sob o enfoque de gênero. Essa dissertação apresenta-se em formato de dois Artigos Científicos. O Artigo 1 foi produzido com o intuito de mapear o que os pesquisadores no Brasil têm discutido sobre gênero e depressão. Esse artigo realizou, por meio de uma revisão sistemática de literatura, o levantamento de artigos científicos publicados em plataformas virtuais a partir de descritores específicos, no período de 2000 a 2014, por um panorama quanti-qualitativo. Foi realizada a análise qualitativa de 15 artigos. Somente cinco corresponderam a abordagens mais contemporâneas de gênero. Os resultados apontaram para uma escassez de estudos de gênero na depressão. Já o artigo 2 teve como objetivo investigar como o gênero participa da formação do quadro depressivo de mulheres diagnosticadas com este transtorno. Foram realizadas entrevistas semi-estruturadas com nove mulheres diagnosticadas com depressão em um serviço público e em uma clínica particular. Foram levantados os temas nas falas das mulheres participantes, bem como sua frequência e incidência (análise de conteúdo). A partir dos temas, elaborou-se quatro categorias: "vivências relacionais do círculo íntimo", "vivências relacionais do círculo extra-íntimo", "vivências de perspectiva de futuro" e "vivências de depressão". Os resultados apontaram a predominância de vivências relacionadas ao dispositivos amoroso e materno, ressentidas como desfavoráveis e relatadas sobretudo como pertencentes ao passado. Além disso, fez-se evidente um restrito investimento em relações extra círculo íntimo, o que aponta o quanto a vida destas mulheres fica circunscrita ao âmbito privado. Depression has been one of the most frequent illness modes, universal and risen in the Western world with current estimate of 350 million people and one of the main social burden (WHO, 2015). WHO (2001) alerted to the complex interaction of biological, psychosocial and social in its development and the gender as a determining factor. It has also pointed to the prevalence of depression, presented in women and men in all age groups, social class, location, race, among others. Although, the current prevalence has been identified as most common in women, while the use of substances in men. There is an association between social factors of gender, race, poverty, urbanization, development of depression. The aim of this study was to investigate depression in women under the gender approach. This dissertation presents in in two scientific articles. Article 1 was produced in order to map the researchers in Brazil have discussed gender and depression. This article made through a systematic review of literature, provides a survey of scientific articles published on virtual platforms from specific descriptors, from 2000 to 2014, by a quantitative and qualitative overview. Qualitative analysis of 15 articles was carried out. Only five accounted for more contemporary approaches gender. The results pointed to a shortage of gender studies in depression. And Article 2 aimed to investigate how gender participates in the formation of depression in women diagnosed with this disorder. Semi-structured interviews were conducted with nine women diagnosed with depression in a public service and in a private practice. The issues were raised in the reports of the participating women and their frequency and incidence (content analysis). From the themes elaborated four categories: "relational experiences of the inner circle," "relational experiences of extra-inner circle", "experiences of future-oriented" and "depression experiences." The results showed the predominance of experiences related to the loving and maternal devices, resentful as unfavorable and reported mainly as belonging to the past. Furthermore, it became evident a restricted investment in extra inner circle relations, which indicates how the lives of these women is restricted to the private sphere. La depresión ha sido uno de los modos más frecuentes de enfermedad, universal y en el mundo occidental con la estimación actual de 350 millones de personas y una importante carga social (OMS, 2015). OMS (2001) se refirió a la compleja interacción de factores biológicos, psicológicos y socioculturales en su desarrollo y el género como un factor determinante. Asimismo, ha señalado que la prevalencia de la depresión, presentes en las mujeres y los hombres en todos los grupos de edad, clase social, raza, ubicación, entre otros. Sin embargo, la prevalencia actual ha sido identificado como el más común en las mujeres, mientras que el uso de sustancias en los hombres. Sin embargo, existe una asociación entre los factores sociales de género, la raza, la pobreza, la urbanización, el desarrollo de la depresión. El objetivo de este estudio fue investigar la depresión en las mujeres bajo el enfoque de género. Esta tesis doctoral presenta en dos artículos científicos. El artículo 1 se produjo con el fin de asignar los investigadores en Brasil han discutido entre los géneros y la depresión. Este artículo hecho a través de una revisión sistemática de la literatura, la encuesta de artículos científicos publicados en las plataformas virtuales de descriptores específicos, de 2000 a 2014, por una visión cuantitativa y cualitativa. Análisis cualitativo de 15 artículos se llevó a cabo. Sólo cinco representaron más enfoques de género contemporáneo. Los resultados señalaron que la escasez de estudios de género en la depresión.Y el artículo 2 como objetivo investigar cómo participa género en la formación de la depresión en las mujeres diagnosticadas con este trastorno. Las entrevistas semi-estructuradas se realizaron con nueve mujeres con diagnóstico de depresión en un servicio público y en una clínica privada. Las cuestiones se suscitaron en los informes de las mujeres participantes y su frecuencia e incidencia (análisis de contenido). De los temas elaborado cuatro categorías: "las experiencias relacionales del círculo interno", "experiencias de relaciones de círculo extra-interior", "experiencias de orientadas al futuro" y "experiencias de depresión". Los resultados mostraron el predominio de experiencias relacionadas con los dispositivos de amor y maternos, resentido tan desfavorable e informaron sobre todo como pertenecientes al pasado. Por otra parte, se hizo evidente una inversión restringida en las relaciones círculo interno de más, lo que indica cómo las vidas de estas mujeres se limita a la esfera privada.
48

O cotidiano do Caps : investigação do amar, gozar, trabalhar e comunicar em profissionais de saúde mental

Antonio, Priscila da Silva 14 July 2011 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Programa de Pós-Graduação em Psicologia Clínica e Cultura, 2011. Submitted by Albânia Cézar de Melo (albania@bce.unb.br) on 2011-11-10T12:27:18Z No. of bitstreams: 1 2011_PriscilaSilvaAntonio.pdf: 1703455 bytes, checksum: 7f7189fefba244c426c2f2aad282f5b6 (MD5) Approved for entry into archive by Leila Fernandes (leilabiblio@yahoo.com.br) on 2011-12-13T13:00:14Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2011_PriscilaSilvaAntonio.pdf: 1703455 bytes, checksum: 7f7189fefba244c426c2f2aad282f5b6 (MD5) Made available in DSpace on 2011-12-13T13:00:14Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2011_PriscilaSilvaAntonio.pdf: 1703455 bytes, checksum: 7f7189fefba244c426c2f2aad282f5b6 (MD5) Entende-se por cotidiano o que se sucede ou se pratica todos os dias ou habitualmente; o que é diário. Trata-se, portanto, de uma representação do ser de cada um, através do movimento do dia-a-dia das pessoas. As categorias dêiticas: tempo, pessoa e espaço, associadas aos verbos amar, gozar, trabalhar e se comunicar por símbolos, representam atividades intrínsecas humanas. Entende-se que as mesmas podem se comprometer em maior ou menor grau, em toda e qualquer crise do indivíduo. O objetivo geral do estudo é conhecer as atividades da vida cotidiana, através dos verbos: amar, gozar, trabalhar e comunicar por símbolos, em profissionais de saúde mental que trabalham em unidades de Centros de Atenção Psicossocial (CAPS), e o objetivo específico é desvelar os sentimentos e percepções da mesma população frente aos verbos referidos. Pesquisa descritiva, coleta de dados através de entrevistas semiestruturadas, gravadas e transcritas. O local são três unidades de CAPS do interior de Goiás. Realizado entre novembro de 2010 e janeiro de 2011. Participaram nove profissionais das referidas instituições. Estudo aprovado pelo Comitê de Ética da UniEVANGÉLICA sob ofício de n 080/ 2010. Análise descritiva foi feita através do software Alceste, além da submissão do mesmo corpus discursivo à análise temática. Os resultados apontaram três categorias: trabalho e prazer; relacionamento: amar e comunicar, trabalho e desprazer, e quatro classes muito próximas às categorias: trabalho e prazer, amar, comunicar, trabalho e desprazer. A classe ‘trabalho e desprazer’ apontou para a defesa modalizada pela projeção que os levam a duvidar da capacidade de modificar, inovar e realizar um serviço de qualidade. O verbo ‘amar’ trata do compartilhar, sendo necessário intimidade, implicação e empatia nos CAPS na condução do mover para as transformações. Quanto à classe ‘comunicar’, revelam ter dificuldades em se expressar, mesmo sendo este verbo considerado “fundamental”. Na classe ‘trabalho e prazer’, o prazer não está na atividade do trabalho, mas no fruto do mesmo. Gozar a vida não aparece como categoria ou classe isolada, mas distribuído nas atividades mencionadas. Observa-se um dilema no trabalho expresso em mecanismos de negação e projeção. Concluímos tratar-se de uma neurose de dúvida coletiva, evidenciadas pelos verbos páthicos: querer, poder e dever. A dúvida paralisa a pessoa no sentido da concretização dos desejos. Os verbos, aqui elencados, fazem parte do cotidiano de todos nós, o que não é diferente no grupo pesquisado, sendo discutidos em detalhe ao longo da dissertação. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT By the everyday it is understood what occurs or what is practiced every day or habitually. It is, therefore, a representation of the being of each one, through the day-to-day movement of people. The deictic categories: time, person and space, associated to the verbs love, enjoy, work and communicate by symbols, represent intrinsic human activities. It is understood that the same can be involved to a greater or to a less degree, in every and any crisis of the individual. The main objective of this study is to understand the activities of the everyday life, through the verbs: love, enjoy, work and communicated through symbols of mental health professionals that work in units of the Centros de Atenção Psicossocial (CAPS), and the specific objective is caring for the feelings and perceptions of the same population in the light of the verbs mentioned. Statistical research was collected from data through semi-structured, recorded and transcribed interviews. The locations are three CAPS units in the countryside of Goiás. It was carried out in November 2010 and January 2011. The participants included nine health professionals of the mentioned institutions. The study was approved by the Ethic Committee of UniEVANGÉLICA, under the official letter no 080/ 2010. Descriptive analysis was done through Alceste software in addition to the submission of the same discursive body for thematic analysis. The results pointed to three categories: work and pleasure, relationship: love and communicate, work and displeasure; and four classes closely relate to the categories: work and pleasure, love, communicate and work, displeasure. The class ‘work and displeasure’ pointed to a modalized defense through the projection that leads them to doubt the capacity to modify, innovate and realize quality service. The verb ‘love’ is relevant to sharing, being necessary intimacy, implication and empathy in the CAPS in the conclusion of the movement towards transformations. As for the class ‘communicate’, they reveal difficulties in expressing themselves, albeit being this verb considered “fundamental”. In the class ‘work and pleasure’, pleasure is not found in work activity, but in the recompense of the same. To have pleasure in life is not found as an isolated category or class, but it is distributed in the activities mentioned. A dilemma is observed at work explicit in negation and projection mechanism. We conclude that we are dealing with a neurosis of collective doubt, evident by the affective verbs: want, can and should. Doubt paralyzes the person relevant to instantiating the desires. The verbs listed here make-up a part of the everyday of all of us, which is no different in the researched group, being discussed in detail throughout the dissertation.
49

Análise da implantação do apoio matricial em saúde mental entre CAPS e equipes de saúde da família : trilhando caminhos possíveis

Minozzo, Fabiane 29 July 2011 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Departamento de Psicologia Clínica, 2011. Submitted by Albânia Cézar de Melo (albania@bce.unb.br) on 2012-02-07T12:58:24Z No. of bitstreams: 1 2011_FabianeMinozzo.pdf: 896830 bytes, checksum: 45a711404ac800f75472502f9af0c0c3 (MD5) Approved for entry into archive by Marília Freitas(marilia@bce.unb.br) on 2012-02-15T11:39:44Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2011_FabianeMinozzo.pdf: 896830 bytes, checksum: 45a711404ac800f75472502f9af0c0c3 (MD5) Made available in DSpace on 2012-02-15T11:39:44Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2011_FabianeMinozzo.pdf: 896830 bytes, checksum: 45a711404ac800f75472502f9af0c0c3 (MD5) Esta pesquisa situa-se na área da saúde mental na saúde pública e tem como objetivo analisar a implantação do apoio matricial em saúde mental do CAPS III Maria do Socorro Santos às equipes de Saúde da Família (SF) da Clínica da Família Maria do Socorro Silva de Souza, atuantes no Bairro da Rocinha, no município do Rio de Janeiro, Brasil. O apoio matricial objetiva ampliar a resolubilidade da SF e produzir maior responsabilização pelas situações de saúde mental na Atenção Primária à Saúde, rompendo com a lógica dos encaminhamentos indiscriminados. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, de cunho exploratório, do tipo pesquisa-ação que teve como instrumentos os grupos operativos de reflexão e a resposta a questionários. Utiliza-se a análise de conteúdo e sua técnica temática como forma de analisar os achados. Realizaram-se encontros de grupos operativos de reflexão com profissionais da SF, do CAPS e dos dois serviços conjuntamente. Para cada grupo estudado foram destacadas categorias e subcategorias de análise. No que se refere à SF os resultados apontaram para a dificuldade das equipes na abordagem dos casos de saúde mental, que foi associada à falta de capacitação na área e insuficiências na formação, e a coexistência dos modelos asilar e psicossocial nas práticas de cuidado de tais equipes. No que se refere ao CAPS III indicaram a importância do fortalecimento do trabalho em equipe para a realização do apoio matricial e algumas dificuldades no que se refere ao trabalho multidisciplinar. Os achados evidenciaram caminhos a serem trilhados no apoio matricial, destacando-se o suporte à SF na coordenação de grupos e na realização das visitas domiciliares. Conclui-se que o apoio matricial entre os dois serviços analisados encontra-se em processo inicial, ocorrendo esporadicamente, embora o CAPS já tenha organizado proposta para a sistematização e regularidade do matriciamento, através de mini-equipes de retaguarda. Avalia-se que esse estudo auxiliou os participantes na reflexão sobre a importância do apoio matricial no cuidado em saúde mental, despertou o desejo de colocá-lo em prática e indicou caminhos a serem percorridos. Sinalizou, ainda, a necessidade do fortalecimento da saúde mental na Atenção Primária à Saúde (APS), através de investimentos na educação permanente, da priorização da saúde mental nos indicadores e metas propostas pela gestão e da importância de maior integração entre os CAPS e as equipes de SF. Pretende-se, com esta dissertação, contribuir para transformações na saúde mental, principalmente no fortalecimento da APS nessa área. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT This research is situated in the area of Mental Health in Public Health and aims to examine the implementation of matrix support in mental health at the Center for Psychosocial Support CAPS III Maria do Socorro Santos to Family Health (SF) teams of the Family Clinic Maria do Socorro Silva de Souza, who work in the neighborhood of Rocinha, city of Rio de Janeiro, Brazil. The matrix support aims at broadening the solvability of SF and produce greater sense of responsibility for mental health in situations of Primary Health Care, breaking with the logic of indiscriminate referrals. This is a qualitative, exploratory research, of the action-research type, that had as instruments the reflection operative groups and response to questionnaires. Content analysis and thematic technique were used as means to reach the findings. Meetings were held with operative reflection groups and SF and CAPS professionals, separately and together. For each study group categories and subcategories of analysis were highlighted. Regarding the SF team, results indicated the difficulty of the teams in addressing the mental health cases, which was associated with lack of training in the area and weaknesses in formative education, and coexistence of asylum-based and psychosocial care models such teams' practices. With regard to the CAPS III, the results indicate the importance of strengthening teamwork to achieve the matrix support and some difficulties with regard to multidisciplinary work. The findings indicate routes to be followed in the matrix support, especially assisting the SF teams in group coordination and in conducting of home visits. The conclusion is that the matrix support between the two services analyzed is in the initial stages, occurring sporadically, although the CAPS has already organized a proposal to systematize and regularize the matrix support, by mini assistance teams. It is evaluated that this study helped the participants in reflecting on the importance of matrix support in mental health care, has awakened a desire to put it into practice and indicated routes to be followed. The need to strengthen mental health in the Primary Health Care through investments in continuing education, the prioritization of mental health indicators and goals proposed by the management department and the importance of greater integration between the CAPS and SF teams is also indicated. It is intended, with this dissertation, to contribute to changes in mental health sysystem, the strengthening of Primary Health Care in this area.
50

O dispositivo intercessor como modo de produção do conhecimento : construção do saber na práxis de um Centro de Atenção Psicossocial de álcool e outras drogas

Galiego, Anuncia Heloisa Bortoletto. 2013 (has links)
Orientador: Abílio da Costa-Rosa Banca: Sueli Terezinha Ferreira Martins Banca: Silvio José Benelli Resumo: O presente trabalho é resultado de um processo de intercessão realizado em um Centro de Atenção Psicossocial que atende os sujeitos dos impasses decorrentes do uso de álcool e outras drogas (CAPSad II). Trabalhou-se com o Dispositivo Intercessor (DI), uma ferramenta para a práxis da Atenção e para a produção do conhecimento, que tem como seus pilares epistemológicos o Materialismo Histórico, a Análise Institucional, a Psicanálise do campo de Freud e Lacan e a Filosofia de Deleuze. Entre seus objetivos estão: a superação micropolítica da divisão social do trabalho no Modo Capitalista de Produção, entre os que sabem (identificados nos acadêmicos/pesquisadores) e os que fazem (identificados nos "técnicos", trabalhadores da Atenção), objetivando a recuperação da "práxis" e a produção do conhecimento fora do laço social Discurso Universitário (como proposto por Lacan). O objetivo do intercessor é dar vazão aos movimentos já em curso na instituição, ocupando as brechas do instituído para, a partir daí, possibilitar que construções singulares sejam feitas pelos sujeitos da práxis. Salienta-se que, na construção da reflexão acerca da experiência vivenciada, não se trabalha com a pretensão de produzir um saber que seja generalizante e "sirva para todos", objetiva-se ampliar as possibilidades de intercessão e instrumentalizar outros sujeitos/trabalhadores que queiram se posicionar como intercessores em suas práticas Abstract: This work is the result of a process of mediation conducted in a Psychosocial Care Center serving the subjects of impasses arising from the use of alcohol and other drugs (CAPSad II). Worked with the Intercessor Device (ID), a tool for the practice of Attention and the production of knowledge, which has as its pillars the epistemological Historical Materialism, Institutional Analysis, Psychoanalysis field Freud and Lacan and Philosophy Deleuze. Among its objectives are: overcoming micropolitics of the social division of labor in The Capitalist Mode of Production, between those who know (identified in academics / researchers) and those that do (identified in the "technical" Care workers), aiming at the recovery of practice and the production of knowledge outside of the social bond speech University (as proposed by Lacan). The goal of the intercessor is to give vent to movements already underway in the institution, occupying the gaps established to, from there, enabling unique buildings are made by the subjects of praxis. Stresses that, in the construction of reflection on lived experience, not working with the intention of producing knowledge that is generalizing and "fits all", the objective is to expand the possibilities of intercession and tool for other subjects / workers who want position themselves as intercessors in their practices Mestre

Page generated in 0.1058 seconds