• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 888
  • 16
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 921
  • 921
  • 611
  • 175
  • 157
  • 150
  • 145
  • 134
  • 128
  • 121
  • 115
  • 115
  • 112
  • 110
  • 105
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
41

A violência em contexto psiquiátrico. Traduação, adaptação cultural e validação da versão portuguesa da ATAS (Attitudes toward Agression Scale)

Rosa, Amorim Gabriel Santos 2008 (has links)
Mestrado em Psiquiatria e Saúde Mental Master Degree Course in Psychiatry and Mental Health
42

"Vinculação e Toxicodependência"

Gomes, Ana Soares de Freitas 2009 (has links)
Mestrado em Psiquiatria e Saúde Mental Master Degree Course in Psychiatry and Mental Health
43

"Anorexia Nervosa: percepções familiares"

Rodrigues, Sara Filipa Ferro de Nascimento 2009 (has links)
Mestrado em Psiquiatria e Saúde Mental Master Degree Course in Psychiatry and Mental Health
44

Saúde mental e crenças sobre modos alimentares, desnutrição e inapetência infantil de mães de crianças desnutridas e eutróficas

Silveira, Flávia Cristina Pereira. 2008 (has links)
Resumo: O presente estudo buscou investigar, em mães de crianças desnutridas (MD) e eutróficas (ME), as crenças e práticas maternas em relação à desnutrição e inapetência e a relação dos níveis de depressão e ansiedade materna com a desnutrição infantil, mediante procedimento metodológico quanti-qualitativo. Participaram 10 mães de cada grupo, com filhos de 11 meses até 3 anos, de Unidades de Saúde de bairros periféricos de Botucatu, habitados por uma população de baixa renda, configurando-se uma amostra intencional, não probabilística. Para caracterização da saúde mental materna, aplicou-se o Inventário de Depressão de Beck [BDI], Inventário de Ansiedade de Beck [BAI] e um questionário de Eventos Vitais. Os instrumentos de avaliação foram corrigidos de acordo com as normas dos testes e foram realizadas análises comparativas entre os grupos. Para investigar as crenças e práticas maternas, as mães responderam a uma entrevista semi-estruturada, e o material foi submetido à análise de conteúdo identificando-se os seguintes eixos temáticos: modos de alimentar a criança, crenças sobre inapetência e desnutrição, causas da desnutrição, sentimentos frente ao estado nutricional do filho, estratégias de enfrentamentos e imagem materna. A maioria das mães era jovem, com idade em torno de 30 anos, parceiro fixo, tinham, em média, 2,5 a 3 filhos. Sua escolaridade média era de 5,5 anos de estudo. Quase todas eram donas de casa ou trabalhavam em serviços de baixa remuneração. A análise comparativa entre os grupos não mostrou diferença estatisticamente significativa na porcentagem de eventos vitais estressantes e nas medianas de ansiedade, depressão e indicadores clínicos de ansiedade. No entanto, houve diferença significativa nos indicadores clínicos de depressão: 5 mães do grupo MD apresentaram indicadores de depressão (moderado:3; leve:2)... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) Abstract: This study aimed at investigating, in mothers of malnourished (MD) and eutrophic (ME) children, maternal beliefs and practices as regards malnourishment and lack of appetite as well the relationship of maternal levels of depression and anxiety with child malnourishment by using a quanti-qualitative methodological procedure. Ten mothers from each group, with children aged 11 months to 3 years, participated in the study. They were assisted by health care units located in the suburbs of Botucatu, which are areas inhabited by low-income populations, thus forming an intentional nonprobability sample. In order to characterize maternal mental health, the Beck Depression Inventory [BDI], Beck Anxiety Inventory [BAI] and a Vital Events questionnaire were applied. The evaluation instruments were corrected according to the testing guidelines and comparative analyses between the groups were performed. In order to investigate maternal beliefs and practices, the mothers answered a semi-structured questionnaire; the material was submitted to content analysis, and the following thematic axes were identified: modes to feed children, beliefs concerning lack of appetite and malnourishment, causes of malnourishment, feelings in face of nutritional status of the child, coping strategies and maternal image. Most mothers were young, at an age of approximately 30 years. They had a permanent partner and 2.5 to 3 children on average. Their average education was of 5.5 school years. Almost all of them were homemakers or had low-paying jobs. The comparative analysis between the groups did not show statistically significant differences in the percentage of stressful vital events or in the medians for anxiety, depression and clinical anxiety indicators. However, statistically significant difference was found for clinical depression indicators: 5 mothers in the MD group showed depression indicators (moderate: 3; mild: 2)...(Complete abstract, click electronic access below) Orientador: Gimol Benzaquen Perosa Coorientador: Maria Antonieta de Barros Leite Carvalhaes Banca: Vera Lúcia Pamplona Tonete Banca: Lígia Ebner Melchiori Mestre
45

Contribuições de Espinosa para o conceito de saúde mental

Lima, Orion Ferreira. 2012 (has links)
Orientador: Alfredo Pereira Junior Banca: Elisabete Cardieri Banca: Maria Luisa Bissoto Banca: Ana Lucia Machado Banca: Marcos Ferreira de Paula Resumo: O presente trabalho pretende compreender em que medida as contribuições de Espinosa são importantes para o conceito de saúde mental. Historicamente a doença mental se delineou pelas sombras dos sintomas apresentados pelos indivíduos, de modo que a loucura tornou-se sinônimo de erro, ou seja, de tudo aquilo que constitui deturpação da realidade. Nessa perspectiva, o louco tornou-se um alienado, alheio a si mesmo e ao mundo, em suma, um nãosujeito. Entendida nesse sentido, a doença mental assume o caráter de desajuste biológico, mais especificamente falando na esfera cerebral. Como sinônimo de erro, o doente deveria, isolado do mundo, procurar "ajustar-se" à realidade. É nesse universo de isolamento que a loucura torna o indivíduo o sujeito da desrazão, em outras palavras, o sujeito, por conta de sua alienação, deixa de ser protagonista de sua própria história, dando lugar ao objeto de alienação. Nessa concepção de institucionalização da loucura, a doença mental se molda a partir do conceito de distúrbio ou de "desajuste" que se revela numa sintomatologia bizarra. Não há nenhuma preocupação com o indivíduo, entendido aqui em sua totalidade. Com o advento da chamada "reforma psiquiátrica", apregoada pelas idéias de Basaglia, Rotelli e estimulada, sobretudo, por uma filosofia da emancipação do sujeito proposta por Foucault, começa-se a fomentar a desconstrução de um mecanismo psiquiátrico fundado na noção de poder-saber. O próprio estabelecimento da doença mental nos sugere pensar que uma subjetividade diferente está emergindo, de modo que não faz nenhum sentido tratarmos os sintomas deixando de lado o sujeito como também sua existência e seu sofrimento. Por muito tempo focalizamos nossa atenção no conceito de doença mental e, conseqüentemente em seus sintomas. Construímos nossas teorias e práticas a partir de uma série coordenadas ... Abstract: This study aims to understand the extent to which Spinoza's contributions are important to the concept of mental health. Historically, mental illness was outlined as shadows of symptoms experienced by individuals, so that madness became synonymous with error, ie, everything that constitutes misrepresentation of reality. From this perspective, the madman became an alienated alien to himself and the world, in short, a non-subject. Understood in this sense, mental illness takes on the character of biological imbalance, specifically speaking on the brain sphere. As a synonym for error, the patient should, isolated from the world, look for a "fit" with reality. In this universe of isolation madness makes the individual the subject of unreason, in other words, the subject, is no longer the protagonist of his own story. In this conception of institutionalization of madness, mental illness is molded from the concept of disorder or "misfit" that reveals it self in a bizarre symptoms. There is no concern for the individual, understood here in its entirety. With the advent of so-called "psychiatric reform," trumpeted by the ideas of Basaglia, Rotelli and stimulated primarily by a philosophy of emancipation of the subject proposed by Foucault begins to promote the deconstruction of a psychiatric facility founded on the notion of power-knowledge . The very establishment of mental illness suggests that a subjectivity different thinking is emerging, so it makes no sense to treat the symptoms aside from the subject as well as their existence and their suffering. For a long time we focused our attention on the concept of mental illnesses and consequently their symptoms. We build our theories an...(Complete abstract click eletronic access below) Doutor
46

Condições de trabalho e transtornos mentais comuns em professores do ensino fundamental de Avaré – SP

Pereira, Patrícia Estela Monteiro 2016 (has links)
Orientador: Maria Cecília Pereira Binder Resumo: Estudo epidemiológico de corte transversal realizado entre professores do ensino fundamental da Secretaria Municipal de Educação de Avaré – SP, com objetivo de investigar associação entre condições de trabalho e ocorrência de transtornos mentais comuns (TMC). Participaram 244 professores, dos 312 exercendo atividades docentes durante a pesquisa de campo. A coleta de informações, no primeiro semestre de 2014, foi efetuada por meio de questionário autoaplicado não identificado, composto por 80 itens. Foi investigada existência de associação entre fatores pessoais, do trabalho, satisfação no trabalho, situação de trabalho segundo modelo de Karasek por meio do job content questionnaire (JCQ) e ocorrência de transtornos mentais comuns por meio do self reporting questionnaire (SRQ-20). As variáveis de exposição foram: fatores relacionados à pessoa, ao trabalho, satisfação / insatisfação com o trabalho e situação de trabalho de acordo com o modelo demanda-controle de Karasek e, a variável de desfecho, transtornos mentais comuns (TMC). Os resultados obtidos foram analisados por meio de regressão logística múltipla. Observou-se elevada prevalência de TMC na casuística estudada (48,8%). No ajuste do modelo de regressão logística condicional múltipla, permaneceram associados à ocorrência de TMC lecionar em duas escolas, dispor de materiais necessários ao exercício das atividades, não acreditar na permanência no emprego por muitos anos sob as mesmas condições de traba... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) Abstract: Cross-sectional survey, undertaken after approval by the Committee of Ethics in Research of the Faculty of Medicine Botucatu – UNESP, on first grade school teachers employed by the local education authority of the city of Avaré, Sao Paulo state. Out of a total of 312 active teachers from 24 local authority schools, 244 participated in the study. The data was collected from April to May 2013 using an anonymous self-reporting questionnaire. Consisting of 80 items, the survey covered socio-demographic and occupational factors, as well as the occurrence of common mental disorders (CMD), and the degree of job satisfaction. Work related psychological demands were also evaluated, as well as the degree of control by teachers in relation to their own work and the social support received in work, utilising the Job Content Questionnaire (JCQ), according to Kasarek’s model. The occurrence of common mental disorders, CMD, was investigated trough the Self-Reporting Questionnaire (SRQ-20). The socio-demographic and occupational factors comprised the exposure variables, and the common mental disorders the conclusion variable. The results were analysed through the use of multiple logistic regression. It has been observed a frequency of 48,7% of CMD. In the adjustment of the logistical regression of multiple conditions model, the following characteristics remained associated with the occurrence of common mental disorders, number of schools that teachers work, have been vict... (Complete abstract click electronic access below) Mestre
47

O cuidado em saúde mental : a escuta de pacientes egressos de um Hospital Dia

Ferreira, Maria Solange de Castro. 2010 (has links)
Orientador: Maria Alice Ornellas Pereira Banca: Renata Curi Banca: Magda Cristina Queirós Dall'Ácqua Resumo: Considerando o evoluir histórico da atenção em Saúde Mental, vê-se que essa tem se transformado e caminhado para a busca da inclusão social e se apresentado como campo de conhecimento complexo, que solicita práticas que contemplem a diversidade de demandas de muitas ordens. Nessa perspectiva, o presente estudo teve como objetivos compreender como os pacientes egressos de um Hospital Dia de Saúde Mental vêem o serviço, conhecer se este contribuiu para mudanças em suas vidas e apreender se estas pessoas têm continuidade ao tratamento. Para tanto, utilizamos a abordagem qualitativa de pesquisa. Os dados foram coletados por meio de entrevistas semi-estruturadas realizadas durante visitas domiciliares e busca documental. Adotamos a Análise Temática para a ordenação e análise dos dados obtidos. Esses foram analisados a partir do referencial da reabilitação psicossocial. Participaram do estudo nove pacientes, residentes no município de Botucatu que concluíram o tratamento proposto no Hospital Dia de Saúde Mental - UNESP - Botucatu, no ano de 2008. Os resultados demonstram que o sofrimento causado pelo adoecimento psíquico é um fator marcante e desagregador na vida dos participantes desta investigação, solicitando uma assistência que considere as necessidades complexas dos indivíduos e o acolhimento do sofrimento. Para os sujeitos, o serviço ofereceu o acolhimento, mostrando-se continente ao sofrer psíquico, contribuiu para o processo de retomada da autonomia e inserção social, possibilitando a efetivação de mudanças na vida dessas pessoas. O estudo, também, aponta que os sujeitos dão continuidade ao tratamento após a alta do serviço e valorizam a pluralidade terapêutica oferecida. Por outro lado, evidencia-se a necessidade de ações que considerem a integralidade e a intersetorialidade, uma vez que foi observada restrita comunicação entre serviços ... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) Abstract: Considering the historical development of mental health care in Brazil, it is observed that such care has changed, headed towards the search for social inclusion and shown to be a field of complex knowledge, as it requires practices that can contemplate a diversity of demands of many orders. In this perspective, the present study aimed at understanding how patients who have been discharged from a Mental Health Care Day Hospital view the service, at learning whether such service contributed to changes in their lives and at apprehending whether such individuals continued treatment. To that end, the qualitative research approach was used. The data were collected by means of semi-structured interviews conducted during home visits and by documental research. Thematic analysis was adopted for organization and analysis of the information obtained, which was analyzed according to the psychosocial rehabilitation framework. Nine patients who resided in the city of Botucatu and had completed the treatment proposed by the Mental Health Day Hospital - UNESP - Botucatu in 2008 participated in the study. Results showed that the suffering caused by psychic illness was a remarkable and disaggregative factor in the lives of the participants in this investigation, thus requiring care that takes into account the individuals' complex needs as well as suffering admittance. To the subjects, the service received them well by showing to be attentive to their psychic suffering, contributed to the process of autonomy resumption and social inclusion, thus producing effective changes in these individuals' lives. The study also shows that the subjects continued their treatment after hospital discharge and valued the plurality of the therapy provided. On the other hand, it shows the need for actions that will consider integrality and intersectoriality, since limited communication between the services ... (Complete abstract click electronic access below) Mestre
48

Reorganizando o cotidiano da equipe de saúde mental : um trabalho interdisciplinar por meio do apoio matricial

Cunha, Adeline Maria Castelo. 2012 (has links)
Orientador: Sílvio Yasui Banca: Cristina Amélia Luzio Banca: Simone Maineri Paulon Resumo: Esta pesquisa tem como objetivo tecer uma reflexão sobre a prática de Apoio Matricial ocorrida entre uma equipe de Estratégia Saúde da Família (ESF) e dois profissionais do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) de um município de pequeno porte, que culminam em uma possibilidade de reorganização das ações de Saúde Mental na Atenção Básica. Refere-se a estratégias de cuidado em Saúde Mental substitutivas ao modelo médico centrado. Buscou-se a construção de espaços coletivos de conversas horizontais entre profissionais de diferentes campos disciplinares, o que implicou em construir condições para que o trabalho dentro das unidades de saúde se tornasse menos compartimentalizado. Ressalta-se que a prática realizada não ocorreu exclusivamente devido à pesquisa, mas, antes, surgiu independente dela. Todavia, ao passo que se tornou objeto de discussão acadêmica, foi influenciada pelo pesquisar, culminando nesta dissertação. Foi utilizado como recurso metodológico o grupo focal para nortear dois encontros com os trabalhadores de saúde, nos quais foram tratados três temas principais: os encaminhamentos para psiquiatria, a desmistificação em relação aos transtornos mentais e o acolhimento conjunto (ESF e CAPS). A análise pautou-se também na observação participante que ocorreu durante todo o processo da pesquisa em encontros semanais. Desta forma os sujeitos da pesquisa - os trabalhadores da saúde - são o objeto deste estudo, pois são eles que realizam as ações, sendo assim, presa-se pela total proteção dos participantes que compõem essa experiência de trabalho. Cabe ressaltar... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) Abstract: This research was carried out to ponder on the practice of Mothers' Support used by both a Family Health Strategy team (ESF) and two professionals of the Psychosocial Care Center (CAPS) of a small-sized county, which culminate in the possibility of reorganizing the Mental Health activities in the Basic Care. It refers to care strategies in Mental Health replacing the centralized medical model. One tried to create collective spaces of even dialogues among professionals of different disciplinary fields, what implicated in furthering conditions to make work within the health care units less restricted. One points out that the activity put into practice did not take place exclusively due to the research at issue, but it rather resulted independently from it. However, as it became subject of academic discussion, it came under the influence of the very research, culminating in this dissertation. Its methodological resource was the focal group to provide guidance for two meetings held with health care workers, in which three main topics were broached: putting people on the way of psychiatric care, dismystifying the concept of mental troubles, and the combined reception (ESF and CAPS). The analysis was based on participating observation which took place during the whole research process along weekly meetings. In this way the subjects of the research - health care workers - are the subjects of this study, since they are the ones who carry out the activities, such being the case, one places value to the protection of the whole team participating in such a work experience. It is suitable to point out that several frames are combined in that development... (Complete abstract click electronic access below) Mestre
49

Editando vidas : focos do DSM na medicalização social

Silva, Angela Batista da. 2015 (has links)
Orientador: Márcia Reami Pechula Banca: Maria Aparecida Affonso Moysés Banca: Antonios Terzis Banca: Resumo: O estudo sobre a origem das categorias diagnósticas investigará se o modelo de método da Psiquiatria, materializado no Manual Diagnóstico Estatístico dos Transtornos Mentais (DSM), concebido com finalidades clinicas, de pesquisa e ensino, contribui, ou não, com a continuidade da afirmação histórica da realidade humana, agora codificada e legitimada por categorias diagnósticas. O interesse por esse objeto de investigação se deveu à assimilação do volume de pessoas diagnosticadas, medicadas e encaminhadas aos atendimentos especializados nas áreas da educação especial e saúde mental, nas quais atuo como Psicóloga e que diariamente me trazem a inquietante pergunta: vivemos tempos em que o adoecimento mental é uma realidade produzida ou é característica inerente ao humano? Diante desse contexto, construo uma alegoria, utilizando a linguagem cinematográfica de Eisenstein, com suporte do referencial teórico e metodológico de Foucault, para refletir sobre as realidades que temos produzido, porque, através das técnicas do cinema, aproximo-me dos processos e sentidos que permeiam a construção de uma realidade-cena, que se assemelha àquela em que transitamos. Assim, realizei, em três sequências, segundo a sugestão de Foucault (1996), uma análise crítica do que diz o discurso dos profissionais que atuam nos contextos que problematizo; uma análise genealógica do que diz o discurso do Manual Diagnóstico Estatístico de Transtornos Mentais (DSM); e, por fim, porém não separado do que dizem os dois discursos, o que revela a história da Psiquiatria e da Doença Mental. Esse procedimento, orientado por meus referenciais teóricos, pode significar o caminho para descoberta de como o modelo para amparar intervenções e atuações profissionais do cotidiano é um método ou um artifício de reprodução de descontinuidades históricas. Durante o desenvolvimento do enredo preocupei-me em construir um cenário carregado de... Abstract: This study on the origins of the diagnostic categories will investigate whether the Psychiatric model, materialized in the Diagnostic and Statistical Manual of Mental Disorders (DSM) - that nominates itself to clinical finalities for research and education - contributes or not with the continuity of the historical affirmative of interdictions to humane realities, now codified and legitimated to diagnostic categories. The interest for this object of investigation came out of the volume of diagnosed people who are also medicated and led into specialized mental health and educational services where I practice as a psychologist and in which I daily ask myself: are the times we are living in producing the mental disorders or these are something inherent in human being? That is the context in which I built an allegory using the cinematographic language of Eisenstein, along with a theoretical and methodological support of Foucault to think about the realities that we have been producing. Through the language of cinema, I approach the processes and meanings that create a scenery that resembles the dynamics of our everyday lives. Therefore I created three sequences in which I perform a critical analysis of the speeches of the professionals that work in the areas of psychology and education, as well as a genealogical of the DSM discourse, taking in consideration the history of psychiatry. This procedure is the pathway to find out whereas our current guide to deal with mental disorders is a method or an artifice of historical discontinuity reproduction. During the plot, my concern was to build a scenery overloaded with experiences I lived in my practice as a psychologist. The voice of Simão Bacamarte from the book The Alienist by Machado de Assis, comes into the scene to represent mental health professionals as myself. Hopefully this research will contribute to problematize the perceptions of the professionals From the areas of education and mental ... Mestre
50

A saúde mental me ensinou mais do que eu a ela”: da formação do farmacêutico à sua atuação no campo da saúde mental Mental health taught me more than I did to her ": from the pharmacist's training to her work in the field of mental health

Lopes, Nadja Mara de Sousa 28 July 2017 (has links)
LOPES, N.M.S. "A saúde mental me ensinou mais do que eu a ela”: da formação do farmacêutico à sua atuação no campo da saúde mental. 2017. 130 f. Tese. (Doutorado em Ciências Farmacêuticas) - Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2017. Submitted by ciências farmacêuticas pgcf (pgcf.ufc@gmail.com) on 2017-09-21T15:16:54Z No. of bitstreams: 1 2017_tese_nmslopes.pdf: 1746151 bytes, checksum: 267bdddc8842f878a46d81e77ea0436e (MD5) Approved for entry into archive by Erika Fernandes (erikaleitefernandes@gmail.com) on 2017-09-21T15:34:52Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2017_tese_nmslopes.pdf: 1746151 bytes, checksum: 267bdddc8842f878a46d81e77ea0436e (MD5) Made available in DSpace on 2017-09-21T15:34:52Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2017_tese_nmslopes.pdf: 1746151 bytes, checksum: 267bdddc8842f878a46d81e77ea0436e (MD5) Previous issue date: 2017-07-28 Professional training in the field of health allows the individual to acquire and develop scientific, technical and operational knowledge related to the production of goods and services, in addition to training him/her for work. This thesis aimed to understand the influence of the pharmacist’s training process on the work in the field of Mental Health within the context of SUS. From a macro perspective, a quantitative approach was adopted to describe and analyze the quality of Brazilian Pharmacy schools with emphasis on the quality indicators proposed by the MEC. In-depth knowledge of how the training process in one of these institutions isdeveloped until the performance in the field of mental health was obtained using a qualitative approach. Interviews were conducted with pharmacists and teachers, with observations of academic activities and focus groups with students. The research was carried out at the Federal University of Ceará between 2014 and 2017. Participants were nine pharmacists, 12 teachers and five undergraduate students. The following techniques were used to collect the information: Semi-structured interview; Focus group and Field journal. The analytical process was based on an analysis that articulated the hermeneutics and the dialectics, starting from Minayo’s interpretative trajectory (ordering, classification and final analysis), through an analyzer (flow chart) guided by Assis and Jorge (2010). The study complied with the ethical precepts of Resolution 466/2012 of the National Health Council. The findings revealed that the quality of pharmacy teaching tends to be central (grade 3), which is satisfactory. The pharmacy schools of public institutions have better quality. Specifically, the pharmacy school of UFC provides a general education, but it still has difficulties in training for work in several fields, such as in the field of mental health. The graduates who worked in this field felt insecure due to the lack of internships or any discussion about this field in the classroom. There was a change in the behavior of those who worked in mental health for seeking knowledge and participating in activities in an interdisciplinary way. The teachers knew little about the field, but the knowledge of Pharmacology, Pharmacoepidemiology, Clinical Pharmacy and Pharmaceutical Care were important for the integration process. A formação profissional na área da saúde permite à pessoa adquirir e desenvolver conhecimentos científicos, técnicos e operacionais relacionados à produção de bens serviços, além de capacitá-lo ao trabalho. A tese sob relatório objetivou compreender a influência da formação do farmacêutico para atuação no campo da Saúde Mental, na perspectiva do SUS. Do ponto de vista macro, adotou-se uma abordagem quantitativa, para descrever e analisar a qualidade dos cursos de Farmácia brasileiros, com ênfase nos indicadores de qualidade propostos pelo MEC. Para conhecer em profundidade como ocorreu a formação em uma dessas instituições até sua atuação na saúde mental, recorreu-se à abordagem qualitativa. Foram realizadas entrevistas com farmacêuticos e professores, observações de atividades acadêmicas e grupos focais com estudantes do curso. A pesquisa foi conduzida na Universidade Federal do Ceará, dos anos de 2014 a 2017. Participaram da pesquisa nove farmacêuticos, 12 professores e cinco estudantes de graduação em Farmácia. Para a coleta das informações, recorreu-se às técnicas de entrevista semiestruturada; grupo focal e diário de campo. A análise estabeleceu-se sob um exame que articulou a Hermenêutica e a Dialética, partindo da trajetória interpretativa de Minayo (ordenação, classificação e análise final), por via de um fluxograma analisador orientado por Assis e Jorge (2010). O estudo harmonizou-se aos preceitos éticos da Resolução n.º 466/2012, do Conselho Nacional de Saúde, acerca de investigações em seres humanos. Dentre os achados, observou-se que: a qualidade do ensino em Farmácia tende à centralidade (conceito 3), logo satisfatório. Os cursos de instituições públicas têm melhor qualidade. Especificamente, quanto ao Curso de Farmácia da UFC, ele possui formação generalista, mas ainda se percebem dificuldades de atuação em vários campos, como no terreno saúde mental. Os egressos que atuaram nesta área sentiram-se inseguros pela ausência de estágios ou qualquer discussão sobre esta área em sala de aula. Houve mudança de comportamento daqueles que trabalharam na saúde mental, por buscarem conhecimento e participarem, de maneira interdisciplinar, das atividades. Os professores conheciam pouco sobre o locus de trabalho, mas os conhecimentos de Farmacologia, Farmacoepidemiologia, Farmácia Clínica e Atenção Farmacêutica foram importantes para que houvesse integração.

Page generated in 0.0891 seconds